TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS

PRINCIPAIS MOVIMENTOS ASSOCIADOS AO SISTEMA DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS Podem-se considerar três tipos de movimento: -Movimento de carga ou elevação -Movimentação ou movimento de manobra livre -De Rotação -De translação -Misto -Movimento de descarga ou de assentamento

TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS

CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS 1- Classificação em função da actividade que executam; -Sistema singular – o que é utilizado uma só vez -Sistema intermitente – em que as movimentações se realizam em diferentes intervalos de tempo, podendo envolver várias cargas; -Sistema em série – é aquele em que a movimentação de cargas, que podem não ser iguais, se processa com intervalos de tempo regulares e sequenciais, durante um determinado número de ciclos; -Sistema contínuo – É o sistema em que as movimentações de cargas são feitas com intervalos de tempo regulares, sempre com as mesmas cargas e com um ritmo de acordo com as necessidades;

TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS

CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS

2- Classificação segundo a carga nominal – os equipamentos com a função principal de elevação e deslocação de cargas, cujas massas estão abrangidas pelos limites das suas capacidades nominais. (Carga nominal é a carga máxima que pode ser suspensa por um aparelho de elevação que é definida pelo tipo particular de aparelho e nas condições específicas do grupo de classificação).

•Secção IX – Aparelhos de elevação série (talhas ou diferenciais.M (Fédération Européene de la Mantention).E. •Secção III – Transportes aéreos (teleféricos).TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS 3-Classificação segundo a F. guinchos). •Secção X – Equipamentos e processos de armazenagem . •Secção IV – Empilhadores . •Secção II – Transportes contínuos (telas transportadoras). escadas rolantes e tapetes rolantes. •Secção VII – Elevadores. •Secção I – Aparelhos pesados de elevação e movimentação (gruas-torre. pórticos e pontes rolantes). •Secção V – Gruas móveis.

são os “porta paletes”. . Este equipamento serve para o transporte horizontal de cargas e têm uma capacidade de carga nominal que varia ente os 1000kg e os 3000kg (recomenda-se para os manuais cargas que não ultrapassem os 1500kg).TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS EQUIPAMENTOS DE MANOBRA Os equipamentos de manobra dividem-se em três grupos: 1-Carros de transporte manual e mecânico. 2-Equipamentos de elevação 3-Sistemas Transportadores 1-Carros de transporte manual Os carros de transporte manual mais utilizados. que podem ser manuais ou eléctricos.

RISCOS NOS TRABALHOS COM PORTA PALETES •Sobreesforço físico do operador.Devem se utilizados tendo em conta: -A segurança e o tipo de transporte a utilizar.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS 1-Carros de transporte manual . devido a queda de cargas ou choques contra obstáculos. . entalamentos e golpes. -As rodas devem ser adequadas aos ambientes e pavimentos -Devem ser dotados de um sistema de travagem e não deverão ser utilizados em rampas ou superfícies inclinadas (a inclinação não deve ser superior a 5%) -As pegas ou varões de empurrar devem dispor de guarda-mãos. ou outros veículos. •Esmagamento. •Queda do operador.

Os empilhadores podem ser classificados quanto: Às fontes de energia: •Energia eléctrica.L e combinações mistas.P. próprios para interiores de edifícios) (24V) de 1000 kg a 1500 kg (48V) de 1250 kg a 1750 kg (80V) de 1500 a 3500 kg •Motores a gasolina ou diesel. (são os empilhadores menos poluentes e ruidosos. transportar e empurrar cargas. . baixar.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS Carros de transporte mecânico (Empilhadores) O empilhador é o transporte mecânico mais utilizado para levantar. (são os mais poluentes porque emitem grandes quantidades de monóxido de carbono) (1500kg a 3500kg) (3500kg a 5000Kg) (5000kg a 8000kg) •Motores que queimam G. armazenada em baterias que fazem accionar motores eléctricos.(quando bem afinados são pouco poluentes).

•Também podem existir sistemas automáticos que dispensam o condutor e que utilizam soluções electrónicas e rotas pré-estabelecidas. . pegar. transportar. de um ponto para o outro nas instalações. •Ou com uso de “garfos” para levantar do solo. elevar e depositar cargas. Quanto à forma de transportar as cargas •Pode ser com reboque em cima de plataformas móveis.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS Carros de transporte mecânico (empilhadores) Podem ser classificados também quanto à posição do condutor •Pode ser no interior da cabine do empilhador ou no exterior da máquina.

.pressão do ar de pneus.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS COMPONENTES DE SEGURANÇA DO EMPILHADOR • Sinalização luminosa rotativa de presença • Sinalização luminosa de marcha – atras • Cinto de segurança no assento • Botão de paragem de emergência • Placas indicadoras de: . • Freio de imobilização • Dispositivo de encravamento por chave • Extintor .pressão hidráulica (no caso de equipamento com hidráulico) . .Identificação e dados do fabricante.diagrama de cargas. .dados técnicos do equipamento.

. • não se deve exceder os limites dimensionais do empilhador. deve-se organizar e empilhar a carga de uma forma bem distribuída pela totalidade da superfície de apoio. de modo que o peso fique centrado. (plataforma ou palete). Queda do condutor • condutor nunca deve inclinar-se para o exterior • deve utilizar o cinto de segurança • o piso da cabine deve ser revestido com material antiderrapante • deve haver protecções para salvaguardar o condutor (por ex: guardas laterais e em especial protecção resistente sobre a cabeça do operador).TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS(empilhadores) Queda de objectos ou cargas – para evitar este risco. • evitar o choque contra obstáculos no trajecto sendo necessário para isso uma boa visibilidade. iluminação e nunca utilizar excesso de velocidade.

o piso deve ser sólido. • Os locais onde o empilhador se desloca deve bem delimitado. viragens com pouco raio. . basculamento e tombo do empilhador • O condutor do empilhador deve cumprir todas as normas de segurança na manipulação de cargas. bem como velocidades exageradas. • Quando a carga é muito volumosa o empilhador deve ser conduzido de marcha atrás para permitir visibilidade.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS(empilhadores) Queda. • O condutor deve evitar mudanças de direcção bruscas. liso e se possível horizontal.

•Para evitar o risco de colisão. evitando os encadeamentos e os contrastes exagerados.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS Colisões e choques •Deve haver uma boa iluminação nos locais onde se faz a circulação dos equipamentos. ou devidamente sinalizados. •Os travões devem estar sempre afinados e o piso limpo isento de derrames ou gorduras que os tornem escorregadios. os garfos devem estar a uma altura de 15cm do solo. . •Os circuitos de circulação devem estar sempre que possível isentos de obstáculos.

.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS(empilhadores) Contacto com orgãos móveis do empilhador • Todos os orgãos mecânicos em movimento devem estar convenientemente protegidos de forma a que não haja contacto com o corpo dos trabalhadores. • Deve ser dada especial atenção ao sistema de movimentação vertical do porta garfos e do mastro. • A manutenção do aparelho deve ser realizada sempre que possível com o motor desligado. que são mais difíceis de proteger e onde são maiores os riscos mecânicos de esmagamento. agarramento e arrastamento de partes do corpo do trabalhador.

• O sistema de cobertura do motor deve ser insonorizado e em nenhuma situação deve ser retirada. • Quando as acções preventivas não são suficientes deve ser utilizada a protecção .TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS(empilhadores) Risco de exposição ao ruído • Este risco depende do nível de pressão sonora do equipamento e do tempo de exposição do trabalhador. • Nos empilhadores eléctricos e nos que utilizam sistemas hidráulicos para transmissão ou elevação. tal como os sistemas de filtragem com silenciador do sistema de escape. as bombas devem ser silenciosas.

• O assento deve ter um desenho ergonómico . se possível suspensão. os empilhadores devem ter rodas pneumáticas e não rígidas.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS(empilhadores) Riscos de doenças a nível musculo-esqueléticos e outras doenças profissionais • Por isso a necessidade do piso de circulção ser o mais liso e regular possível. . regulação em altura e em profundidade de alcance. • Para evitar as vibrações.

. • Quer os empilhadores eléctricos. de preferência eléctricos. • O abastecimento de combustível deve ser feito ao ar livre ou em locais bem ventilados. quer os de combustão interna devem estar equipados com extintor (principalmente em locais onde o risco de incêndio é grande) nestes locais deve-se utilizar empilhadores antideflagrantes.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS(empilhadores) Risco de incêndio e explosão • Este risco pode ter origem na máquina ou em condições externas à máquina. a queda de óleo ou combustível sobre o escape quente. • Quando os sistemas de escape estão descobertos devem ser montadas protecções que evitem em caso de rebentamento de um tubo ou junta.

• Em locais mal ventilados deve-se optar pelos empilhadores eléctricos. ou até à purificação do ar de forma a manter a concentração de gases e fumos dentro dos níveis permitidos. . deverá recorrer-se à ventilação natural .TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS(empilhadores) Poluição atmosférica • Quando em ambientes fechados se utilizam empilhadores com motores de combustão interna. forçada. • Em caso de utilização de empilhadores de combustão interna. • Os escapes devem estar equipados com sistemas depuradores dos gases de escape. deve-se fazer periodicamente a regulação da carburação dos motores e se possível utilizar motores com ignição transistorizada.

. devendo ser colocada fora de serviço toda a máquina que não se encontre operacional e apresente riscos para o trabalhador.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS NORMAS DE SEGURANÇA PARA A CONDUÇÃO DE EMPILHADORES • A operação deve ser efectuada apenas por trabalhadores com formação adequada. • Deve ser verificado o digrama de cargas que se encontra no empilhador e que informa sobre a capacidade nominal em condições normais e a sua variação em função do deslocamento do centro de gravidade da carga. • O condutor deve inspeccionar diariamente antes do seu uso o estado operacional do empilhador. • Deve informar ao superior hierárquico sempre que se detectem uma avaria ou defeito.

com capacidade de carga de várias toneladas.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS EQUIPAMENTOS DE ELEVAÇÃO Para elevação de materiais existem aparelhos como gruas. . Gruas – torre – são equipamentos com estruturas pesadas. As torres das gruas podem ser imobilizadas no solo. guinchos. guindastes etc. têm translação motorizada em uma ou em duas direcções e algumas têm rotação e translação radical. ou então podem deslocar-se sobre carris rectos ou curvos. São normalmente utilizadas na construção civil. Para além da elevação.

Riscos devido a trabalhos de montagem.5 m). • Quando não é possível utilizar as escadas os trabalhadores devem utilizar um cinto de segurança com dispositivo pára quedas. a partir da altura de 2.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS (gruas-torre) Os principais riscos destas gruas deve ser analisado tento em conta as funções que a grua pode realizar . deslizável através de um cabo a toda a altura da torre. desmontagem e manutenção da grua: Queda de pessoas em altura: • As torres das gruas devem possuir uma escada fixa vertical em toda a sua altura com guarda–corpos (estes guarda corpos devem ser colocados nas escadas com mais de 5m de altura. .

para evitar esmagamentos ou arrastamentos. conservação ou manutenção . com mangas e punhos fechados e com um número de bolsos mínimos.devem ser efectuados apenas e só quando os sistemas de movimentação ou elevação estiverem parados. • Os passadiços e plataformas de serviço devem ter piso anti-derrapante. .TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS (gruas-torre) • Todos os trabalhos de reparação. e estar providos de corrimão de protecção e rodapés. • Deve também ser utilizado calçado anti-deslizante vestuário ajustado ao corpo.

• Não deve ser excedida a carga indicada no diagrama de cargas. . devendo para isso estar nivelada na sua base e durante as manobras de movimentação e elevação de carga. que deve ser em função do comprimento da lança. não deve haver movimentos bruscos de arranque ou paragem para não provocar oscilações. As gruas devem estar providas obrigatoriamente de sistemas de segurança/bloqueio à rotação e/ou translação e elevação em caso de excesso de carga.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS Riscos originados durante a utilização da grua Desiquilíbrio ou queda da grua: • A deficiente estabilização da grua pode provocar o seu desiquilíbrio ou queda.

• É de ter especial atenção quando a velocidade do vento é igual ou superior a 60 km. pode também ser motivo de queda do equipamento devendo por isso ser mantidas as distâncias de segurança entre os extremos do braço e os obstáculos periféricos. Nesta situação a grua deve ser fixada aos carris através das garras e a lança deve ser colocada a favor dos ventos. ao raio de acção de movimento da grua.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS Riscos originados durante a utilização da grua • O embate com obstáculos ou outras gruas. em rotação livre e o motor de rotação destravado. pelo fabricante a grua não deve ser utilizada. ou quando atingir o limite dado. . Se várias gruas trabalham em conjunto com intercepção dos seus raios de acção deve ser feita a planificação das áreas em que cada uma pode intervir.

deve verificar o bom funcionamento dos dispositivos de segurança e colocar os comandos em posição neutra.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS NORMAS DE SEGURANÇA NO TRABALHO COM A GRUA Antes de iniciar o trabalho: O gruista deve verificar se todos os movimentos estão em perfeitas condições. .

• Não tentar arrancar objectos presos no chão. . • Não elevar cargas obliquamente. • Não deve passar com cargas por cima das pessoas. • O manuseamento dos comandos devem ser feitos de forma a que todos os movimentos da grua parem sem oscilações bruscas. • Não deve elevar cargas superiores à carga admissível ou que se apresente mal empilhada ou amarrada. • Deve vigiar sempre a carga e em caso de pouca visibilidade de deve ser auxiliado por um chefe de manobra.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS NORMAS DE SEGURANÇA Durante o trabalho: • Nunca deixar o posto de comando da grua. • Se houver qualquer perturbação durante a carga deve parar imediatamente.

• Fixar a grua aos carris através das garras. .TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS NORMAS DE SEGURANÇA No final do trabalho • O gancho da grua deve ser subido até ao fim do curso e deslocar o carro de translacção para junto da torre. • Deve ser cortada a corrente eléctrica no interruptor geral do quadro principal da grua. • Não deve deixar cargas suspensas no gancho. • Colocar o braço da grua a favor do vento dominante.

possuidor de sistemas de propulsão e direcção próprios e por um sistema de elevação de carga do tipo lança acoplado a esse chassis. o conjunto formado por um veículo com chassis sobre rodas ou lagartas. .TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS EQUIPAMENTOS DE ELEVAÇÃO Gruas Móveis ou Automotoras Designa-se por gruas móveis ou Automotoras.

TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS (grua móvel) Risco de Tombo da máquina • Este é o risco que merece maior atenção. interpostas entre o terreno e as bases dos estabilizadores. pelo aumento de superfície de apoio aos estabilizadores através de bases constituídas por ligas de ferro I ou H. • Se o terreno não oferecer condições de resistência deve-se aumentar a distribuição da carga no terreno. e pode produzir-se por nivelamento defeituoso da máquina. . ou tábuas de madeira no mínimo com 80 mm de espessura e 1 m de comprimento. ou falha de terreno onde assentam os elementos de apoio da máquina que deve ter resistência suficiente de modo a que esses elementos de apoio não se afundem durante o trabalho.

. a pressão de ar dos pneus deve ser aumentada para os valores recomendados que são superiores ao valor normal de circulação. • O travão de mão deve ser bloqueado e as rodas calçadas para a máquina não se movimentar durante a execução dos trabalhos. • Deve-se ter em atenção os valores de carga máxima a elevar em função da inclinação da lança e do seu comprimento (momento máximo da carga).TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS (grua móvel) Risco de Tombo da máquina • Quando a transmissão dos esforços da carga no terreno é feita através dos pneus.

para o perigo de cargas suspensas e limitada fisicamente. • Se for necessária a deslocação da grua móvel com a carga suspensa. que deve ser feita de forma a que todos os elementos a suspender se mantenham em equilíbrio estável e a repartição da carga seja feita de modo homogéneo. estas devem ser transportadas o mais baixo possível.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS (grua móvel) Risco de queda da carga • O risco de queda da carga é devida a enganche ou lingagem defeituosas. a velocidade reduzida e com sinalização sonora e luminosa intermitente (cor amarela) indicando a marcha. • Toda a zona de manobra de carga deve ser sinalizada. . pode dever-se também a ruptura de cabos ou de outros elementos auxiliares. ou ao choque da carga ou da lança contra obstáculos. de modo a evitar a passagem de pessoas por baixo da carga.

.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS RISCOS E MEDIDAS PREVENTIVAS (grua móvel) Riscos de contacto com a electricidade • Se existir contacto com uma linha eléctrica o manobrador deve permanecer dentro da cabine até que a linha eléctrica seja colocada fora de serviço. • Se for necessário abandonar a cabine o manobrador deve saltar de pés juntos o mais longe possível da máquina para evitar o contacto simultâneo entre a máquina e a terra.

• As manobras com gruas móveis apenas devem ser feitas por profissionais autorizados com formação técnica-prática adequada e experiência comprovada.TRANSPORTE MECÂNICO DE CARGAS Normas de segurança da grua móvel • Deve ser feita uma manutenção preventiva cuidada e em conformidade com as recomendações dadas pelo construtor e dentro dos períodos por ele definidos. lingas correntes ganchos etc.) devem ser examinados normalmente em períodos semestrais. principalmente as partes soldadas bem como os dispositivos de segurança que equipam a máquina. . • Os acessórios de elevação (cabos de aço. • As partes mais importantes para revisão periódica são os estabilizadores. Devem possuir boas condições físicas principalmente a nível auditivo e visual.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful