Você está na página 1de 3

Traje Feminino

De Rico
Calça cigarreti da Zara, bolsa Louis Vuiton, blusinha básica branquinha da Siberian
e aquele óculos Giorgio Armani original e ela sempre chega sozinha no seu carro é cl
aro.

De Pobre
Mini-saia curtíssima, blusinha C&A, chinelo ou tamanco.

Traje Masculino

De Rico
Bermuda Hugo Boss, camiseta da Brooksfield, óculos e aquela caminhonete.

De Pobre
Chinelo Rider, bermuda de uma calça jeans cortada com barriga saindo para fora, ca
miseta do flamengo jogada nas costas óculos de camelô R$ 5,00 ou Bermuda de nylon se
m camisa e descalço.

Comida
De Rico
Normalmente eles não comem, quando comem é pouco de cada coisa, arroz com brócolis, fa
rofa de frutas, filé, picanha, mussarela, sendo cada coisa comida a um tempo difer
ente e pausadamente. É comum também encontrar uma mesa de frios e outros aperitivos.

De Pobre
Vinagrete cortado em pedaços, farofa, salada de maionese, muita asa de frango com
as pontinhas queimadas e lingüiça com pão. Outra opção de carne seria a tradicional costel
a escorrendo óleo e fraldinha de promoção.

Bebida

De Rico
Os homens, Chopp da Brahma ou Cerveja Heineken geladíssima. As mulheres bebem água tôn
ica Citrus Schweppes ou Evian, e refrigerante diet.

De Pobre
Cerveja Belco e Kaiser, geladas no tanque de lavar roupa. Quem fica tonto mais ráp
ido bebe, intercalado, água da torneira, Baré Cola, Fly ou Guaraná Sarandi. Não pode fal
tar a tradicional caninha da roça com limão.

Prato

De Rico
Normalmente beliscam uma picanha ou filé servido em prato branco liso de porcelana
, Kani (carne de siri), queijos variados para acompanhar um bom vinho de safra a
companhado com taças apropriadas de cristal para água e vinho.

De Pobre
Nos tradicionais pratinhos de plástico ou papelão, repetem a comida toda hora que não
há fila. A bebida é servida no copinho de plástico (compra-se o nº. exato de convidados)
ou aquele de requeijão ou geléia para convidados mais chegados: familiares, compadr
es ou algum cabo da PM, Corpo de Bombeiros, Escrivão da Polícia Civil, etc (os vips)
.

Música

De Rico
Jorge Vercilo, Marisa Monte, Maria Rita, etc... Até mesmo Lounge Music e Jazz. Pod
e ser que seja contratado um grupo que toca chorinho, mas só músicos formados em fac
uldade específica.

De Pobre
Aquele pagodão de cair suor. Zeca Pagodinho e Jorge Aragão são os reis. Só CD pirata de
4 por 10,00 (mídia azul). O importante é tirar a galera do chão, depois de umas 3 hora
s de churrasco todos já estão dançando independentemente das idades ou credos. Também é or
ganizado após as 3 horas o batuque nas panelas, mesas, latões ou quaisquer objetos d
isponíveis (músicas do Almir Guineto e sambas-enredo do passado). A mulherada tira a
sandália porque não está acostumada e bota a poeira para subir.

Churrasqueiro

De Rico
Contratado, trabalha normalmente no Fogo de Chão ou em algum Buffet e traz consigo
a equipe que serve os convidados.
De Pobre
Amigo de um conhecido que adora fazer churrasco e cada hora um fica um pouquinho
na churrasqueira. Normalmente é um cara barrigudo que fica suando com uma toalhin
ha na mão (ele usa para enxugar o suor, para limpar as mãos e para qualquer outra co
isa que ele precisar). Adora ficar jogando cerveja na brasa para mostrar fartura
!

O Local
De Rico
Área coberta com piso de granito, existem mesinhas e cadeiras para todo mundo. Tem
piscina, mas ninguém anima a se banhar.

De Pobre
Local aberto, normalmente na laje, sol quente na cabeça ou chuva para apagar o fog
o (então é improvisada a cobertura de lona somente para a churrasqueira), cadeira pa
ra quem chegar mais cedo (estes cedem o lugar para os idosos e grávidas atrasados,
se for o caso) os demais ficam de pé, esbarrando uns nos outros e pisando no seu
pé, mas não tem problema porque normalmente todo mundo tá descalço

O Final

De Rico
Em menos de 3 horas, cada pessoa pega seu automóvel e vai embora. Todos saem em mo
mentos diferentes para que o dono do churrasco possa fazer os agradecimentos.

De Pobre
Depois que todo mundo esta bêbado, o dono da casa diz que tem que trabalhar cedo n
o dia seguinte. O pessoal ainda quer fazer vaquinha para comprar mais uma caixa
de cerveja. Quem não tem carro pega carona ou vai de buzão mesmo. (Isso sem contar o
s que precisam curar o porre estabacados num sofá ou pelo chão mesmo, antes de pensa
r em ir embora). O pessoal de carro liga o som alto (pagode é claro) e sai buzinan
do, bêbado sorrindo e gritando: Valeu maluco!