P. 1
Manual Passe

Manual Passe

|Views: 1.272|Likes:
Publicado porCleida Alves

More info:

Published by: Cleida Alves on Jul 25, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/02/2013

pdf

text

original

Sections

  • 1.b - Curas operadas por Jesus descritas em em A Genese - Allan Kardec cap XV
  • 2. Doutrina Espírita – Luz e Esclarecimento
  • 3. Fluidoterapia
  • 4. O Fluido Cósmico Universal – FCU
  • 5. Fluidos
  • 6. Fluido Vital ou Energia Vital
  • 7. Princípio Vital
  • 8. Qualificação dos Fluidos
  • 9.d - Perispírito em O Livro dos Mediuns A.K
  • 10. O que entendemos por Magnetismo?
  • 11. O Passe
  • 12. Passe Espírita
  • 13. Passe magnético
  • 14. Diferenças entre o passe Magnético e o Passe Espiritual
  • 15. Pensamento e Vontade -
  • 16. Alavanca da Vontade
  • 17. Centros de Forças ou Chakras
  • 18. O Aplicador
  • 19.A Prece
  • 20. Amparo Espiritual na Aplicação do Passe
  • 21 - Oferecendo o Passe nas Casas Espíritas
  • 22. Preparando-se para a tarefa
  • 23. Aplicando o Passe
  • 24. Sem rituais
  • 25. Corrente de Oração
  • 26. Objetivos do Passe serão atingidos se for possível:
  • 27. Plantão de Passes
  • 28. Aplicação do Passe fora da Casa Espírita
  • 29. Ressalva - Rejeição por receber o Passe -
  • 30. Higienização do Ambiente do Passe
  • 31. Cuidados na equipe de Aplicadores do Passe
  • 32. Quando e porque do Passe Espiritual Coletivo?
  • 33. Aplicação de múltiplos Passes ao mesmo tempo
  • 34. Passe em Plantas e Animais
  • 35. Reciclando Trabalhadores para o Passe
  • 36. Água Fluidificada
  • 37. Diretrizes de Segurança, com Divaldo Franco e Raul Teixeira
  • 38. APLICAÇÃO DE PASSES –
  • 39. Mensagem Livro O Passe
  • 40. Mensagem Livro Conduta Espírita
  • 41. Mensagem Livro Segue-me
  • 42. Mensagem livro Caminho Verdade e Vida
  • 43. Mensagem do Livro Segue-me
  • 44. Fontes de Consulta

ELSA ROSSI 

Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe

Elsa Rossi

3

O Passe é um alívio aos sofrimentos morais, espirituais e físicos, auxiliando a todos os que buscam esta Terapia. O mais importante é que as pessoas vão adquindo esclarecimento e compreensão do que vem a ser o Passe Espírita.

As Casas Espíritas não prometem curas, mas o esclarecimento sobre a Lei de Causa e Efeito para auxiliar as pessoas a conviverem com seus problemas, buscando a melhor solução diária sem desesperos, dando mais importancia ao fortalecimento da fé em melhores momentos, com o concurso da Prece.

4

Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe

Elsa Rossi

Apresentação

Este Manual de Apoio ao Aplicador do Passe é um trabalho despretencioso, comos assim o são os Manuais anteriores de nossa autoria disponibilizados no site da Coordenadoria Europa do CEI www.spiritismo.org A finalidade é dar subsídio ao aspirante, ao candidato a ser um aplicador do Passe, especialmente em atividades fora do Brasil. Cada país tem suas leis, suas facilidades que devem ser observadas e respeitadas, antes de se iniciar qualquer atividade, seja no âmbito da assistencia social, seja na aplicação dos passes. Jesus disse - “A Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus”. Estas sábias palavras ainda ressoam em nossos ouvidos e consciências e devemos meditar na profundidade de Sua advertência. Um Manual nunca é obra pronta, encerrada em si mesma. Está sempre se reciclando, de conformidade com os conhecimentos que o autor vai adquirindo. Toda sugestão será sempre bem vinda! Bom proveito, muita paz!

Elsa Rossi

Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Autora - Elsa Rossi Ilustrações - Stella Maris Martins Capa - Luis Hu (multimédia CEI) Revisão - Geraldo Lemos Neto Spiritist Group of Brighton - UK www.spirity.com/uk spiritbrighton@aol.com

. 13........Magnetismo ... 12. Oferecendo o Passe na Casa Espírita…………………………………………...................................Curas por Jesus na Biblia………………………………………………………...........a ........... 5.. 4. 1..b ... 20................Livro dos Mediuns…………………………………………….. 14........ Princípio Vital ou Fluido Magnético ……………………………………………………......... 9.......Obra de Andre Luis... Aplicando o Passe...........c ..................... Diferenças entre o Passe Magnético e o Passe Espiritual…………………………. 8................ 14.. 1... 17........... 17.. 19.........a .a ...Plasma Divino ......Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 5 Índice 1 ... 22.Perispírito em A Genesis………………………………………………………...........................c .......…………………………..... Vez no Brasil..… 07 07 07 08 08 09 10 10 10 11 12 12 12 13 13 14 14 15 15 15 16 16 17 17 18 18 19 19 20 20 21 21 22 23 23 23 24 24 .... Perispírito ………………………………………………………………………………….............................Perispírito em O Livro dos Mediuns…………………………………………...Substancia do Perispírito………………………………………………………. 6. O Passe……………………………………………………………………………………....... Fluido Vital ou Energia Vital………………………………………………………………..…………………………………………………………….... Passe Espírita…………………………………………………………………………….....Centros de Forças ou Plexos........ O Aplicador.... 16 Alavanca da Vontade ................................ Pensamento e Vontade .................... 23.....a . 21............Energia radiante do Passe…………………………………………………… 11...... 17..........b .. 2.........a .......b ..….. Centros de Forças ou Chakras…………………………………………………………..Passe pela 1a.................. 14... Qualificação dos Fluidos………………………………………………………………….......….....O Passe.Como se da a atuação direta do Passe?……………………………………........ A Prece……………………………………………………………………………………........d ... O Fluido Cósmico Universal ……………………………………………………………... 9..…..... 9..................... Doutrina Espírita – Luz e Esclarecimento……………………………………………….............. 10....... ou Chakras…………………………………. Fluidoterapia………………………………………………………………………………… 4.. Entre a Terra e o Ceu………………………………… 18.Propriedades do Perispírito……………………………………………………...... 9........................... Fluidos………………………………………………………………………………………............. 7.... Preparando-se para a ação do Passe………………………………………….......... 9.............Curas em A Genese …………………………………………………………… 1......... Passe Magnético........... Amparo Espiritual na Aplicação do Passe........... 10.......Magnetismo . O que entendemos por Magnetismo?.. 10......Mesmerismo…………………..... 3.............b ....... 1..1 ......…………………………………………………………………..d .......b ........... paciente e energias fluídicas……………………………………… 15...........................Histórico Sobre a Cura e as Doenças………………………………………………….......

.......... Corrente de Oração………………………………………………………………….....................………………………………. o que é?…………………………………………………………..... Higienização do Ambiente do Passe .............. Mensagem O Passe ...……. Mensagem Perante o Passe ... 34.......... 41.... 32............ 26................Oferecendo a Água Fluidificada.........………....b .................................................. Reciclando Trabalhadores para o Passe……………………………….................................................……………………........Questão de organização e conhecimento............. 44.................……………………………................... Apostila do CEI – Aplicação do Passe……………………………............ 39..……………………………….................. 35......................……………............................. Rejeição por receber o Passe ....... 27.......... Sem rituais………………………………………………………………………….....Pesquisa Dr.... 30. 36................... com Divaldo Franco e Raul Teixeira..6 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 24.....Emmanuel. 27....... ………………………………....Precauções ao atender ao pedido para aplicação de Passes em instituições fora do Brasil....... 35................................. 40........ 42..................... 37................................... Atingindo os Objetivos do Passe……………………………………………………….……………..... Aplicação do Passe fora da Casa Espírita......…...... Água Fluidificada........ 25............. 28......Emmanuel......a ................ Masaru Emoto......... 35............. 31.......... 25 26 26 26 27 27 26 28 28 29 29 30 30 30 31 32 32 33 34 39 40 42 43 44 45 46 ....… 43.......Joanna de Angelis...................……… 38........................................................ Fontes de Consulta................................................ Mensagem Imposição das Mãos ......................………….................. . 25... 33............ Múltiplos Passes . Quando e porque do Passe Espiritual Coletivo?…………………………........... Mensagem A Água Fluida .........a ......... Plantão de Passes……………………………………………………………………….. Passe em Plantas e Animais................ 29...................... Diretrizes de Segurança....Emmanuel........…....Andre Luis……………………............... Mensagem Passes ...........................................…...................... Cuidados na equipe de Aplicadores do Passe.........a .................

psíquico.b . 24.” (A Genese. os paralíticos e ele a todos curava. cap.Numerosas curas operadas por Jesus na Bíblia. coxos de nascença começavam a andar .Tendo-se a sua reputação espalhado por toda a Síria. haja reanimado os sentidos em torpor. mental e social. Jesus e os apóstolos podiam curar qualquer pessoa de qualquer doença ou enfermidade (Atos 5:1516. espiritual”.. os possessos. da Judéia e de além Jordão. os chamados milagres”. ensinando nas sinagogas.” Pela Doutrina Espírita podemos definir a saúde como sendo “o equilíbrio entre o indivíduo no seu aspecto físico.a .Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 7 1 . 1. de Jerusalém. cap. .. Marcos 1:32-34. item 39) Jesus ia por toda a Galiléia. ficavam curados diante dos que observavam (Atos 3:1-10. enuncia a definição que se tornou um clássico nos círculos da saúde: “Saúde é um completo estado de bem-estar físico.(Curas na Biblia em o livro A Genese-Allan Kardec. Mateus. secundado pelas leis de Causa e Efeito. de Decápolis. João 9.. que haja mesmo feito voltar ao corpo o Espírito. (S. uma vez que o laço perispirítico ainda se não rompera definitivamente. 4:22..) A OMS – Organização Mundial de Saúde na Constituição de 1948.Allan Kardec cap XV. nos deparamos com as curas .Curas operadas por Jesus descritas em em A Genese . Em toda a História da Humanidade. etc. 23. 9:35).) Ao lermos o Capítulo das Curas em o Livro A Genese. Marcos 3:1-6. e não a meramente ausência de doença”. vv. Lucas 22:50-51). IV.Flashes da História Sobre a Cura e as Doenças. XV. As curas especiais na Bíblia incluíam todos os tipos de moléstias. Mateus 8:1-4.Acompanhava-o grande multidão de povo da Galiléia. . prestes a abandoná-lo. Mateus 4:23-24. Dubos (1965) define saúde como: “. pregando o Evangelho do reino e curando todos os langores e todas as enfermidades no meio do povo. sempre aconteceram “curas. os lunáticos. 1.. 25. Saúde é o resultado do equilíbrio dinâmico entre o indivíduo e o seu meio ambiente. …”Dado o poder fluídico que ele possuía. Cegos de nascença recebiam a visão imediatamente. Todos os que buscavam a cura e dela eram merecedores... acionado por uma vontade forte. nada de espantoso há em que esse fluido vivificante. traziam-lhe os que estavam doentes e afligidos por dores e males diversos.

Com a Homeopatia trouxe as práticas de mesmerismo (magnetismo). Deleuze. Estas novidades viriam a ser os alicerces da introdução das práticas espíritas no Brasil. Mesmer construiu então a tina da saúde ou denominada de "baquet". da água magnetizada. pelas costas. que desempenha o papel de agente terapêutico. próximo ou distante. sendo perseguido e recebendo muitas críticas dos médicos brasileiros que não aceitavam suas ideias ainda desconhecidas.Passe pela 1a. Com o tempo. Vez no Brasil. Fez o seu papel mais importante. Gauthier. Dr. plantando a semente dos . p. que se valiam da imposição de mãos. As próprias curas instantâneas não são mais milagrosas. como Du Potet. criaram-se escolas que se diferenciavam na arte e no processo de curas pela magnetização (Passes Magneticos . das quais os pacientes podiam aplicar nas regiões doentes." A aplicação. como tambem o Espiritismo. Benoît-Jules Mure (frances—1809-1858) foi considerado um dos introdutores e grande incentivador da homeopatia no Brasil. as curas das doenças físicas e espirituais (obsessões). sob os auspícios dos Espíritos Superiores durante estes 160 anos da existencia do Passe. 1. cujas propriedades não deixam de ser naturais por terem sido ignoradas até agora. pelos lados. Em 1774. Bué. vendo ou não o paciente.Mesmer Mesmerismo). afirmam que a potência volitiva do magnetizador unifica a ação radiante dos fluidos levando-a até o paciente. Dr. já que ele fora discípulo de Hahnemann em Paris. Feré. 1956. Mure – foi o fundador da Primeira Escola Homeopática do Brasil.37) Mesmer abandonou a tina e escreveu um tratado sobre o "magnetismo animal". quando tornou-se moda usarem-se ímãs como terapêutica para as doenças do corpo. que viria a ser conhecido como a tina das convulsões. "De todos os corpos da natureza é o próprio homem que atua com mais eficácia sobre o homem.c – Magnetismo . 1. e da oração para efetuarem os chamados “milagres”. iniciou seu trabalho clínico com magnetismo por volta de 1774.8 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi feitas por Jesus e seus discípulos. ele deixou o Brasil. Médico formado pela Faculdade de Montpellier. do que os outros efeitos. situada no Rio de Janeiro.d . Há o registro de que alguns pesquisadores. após 7 anos de sua estada entre nós. atravessando paredes. transmissão da energia remonta a antiguidade. Dentro de nossa era.Mesmerismo Franz Anton Mesmer (1734/1814) médico de Viena. Era um grande tanque de água em que "duas garrafas cheias de água magnetizada correm convergentes para uma barra provida de pontas condutoras móveis. por várias direções – face. dado que resultam da ação de um agente fluídico. Binet. onde atribuiria às suas próprias mãos o desprendimento de uma força que curaria os males orgânicos e impregnaria objetos." (ZWEIG. a apenas 170 anos. praticou a homeopatia pela Europa e veio para o Brasil em 1840.

Se a pessoa chega pela primeira vez para receber a terapia do Passe. Os que buscam ajuda na Casa Espírita em suas necessidades íntimas. Cristo e Caridade. Buscar a origem do fenômeno. Efeitos de sua aplicação dentro das leis naturais. . quando efetuavam seus atendimentos e curas. É visível e se tem conhecimento de que as pessoas saem da Casa Espírita fortalecidas em seus bons propósitos de melhora íntima. etc. Em muitos trechos da Bíblia. orando a Deus que os curassem.. que até o presente momento serve de parâmetro para todos os pesquisadores sérios: 1. Estudar seus mecanismos. Poucos pela propria mediunidade. Como todas as atividades doutrinárias espíritas. 5. Bento Mure e João Vicente Martins (português) aplicavam passes em seus pacientes e muitas vezes mencionavam Deus. veem as luzes e cores que escorrem das pontas dos dedos do aplicador e chegam a relatar extasiados.. Allan Kardec estabeleceu uma metodologia científica. 4. tambem o Passe Espírita é totalmente gratuito. Neste Manual de Apoio ao candidato trabalhador na Terapia do Passe Espírita colocamos subsídios de formação e informação que possibilitará um prévio conhecimento Fluido Cósmico Universal . Todos tem a confiança de que irão receber alívio e equilíbrio em seus problemas. vemos relatos sobre Jesus e seus discípulos imporem as mãos sobre os necessitados. 2. vigilância na ação da aplicação do Passe. Por desconhecimento alguns esperam ver os eflúvios energéticos (invisíveis) que saem das mãos do aplicador do passe.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 9 que dali para frente continuaram os seus estudos e trabalho dentro da Homeopatia. Comprovar sua veracidade. raramente deixam de receber o passe individual ou coletivo que se segue aos estudos ou palestras. sempre gratuítas. trouxe luz à escuridão do conhecimento humano. Depois é só ir acrescentado informações através dos estudos e das práticas das terapias espíritas. 3. doenças. Alguns chegam a comentar que mesmo com os poucos recursos intelectuais que tem para compreender uma palestra de determinado tema. sofrimento moral. codificada por Allan Kardec. sentem-se muito bem ao sairem da Casa Espírita. Dr. é de bom tom dar-lhe rápidas explicações. Qualificar sua manifestação. e estudo sobre Fluidos. sejam pela dor da depressão. espiritual. Doutrina Espírita – Luz e Esclarecimento A Doutrina Espírita. 2. após ouvir a palestra doutrinária. e especialmente deixe-mo-la confiante de que poderá ficar com os olhos abertos se o deseja. Energia. colhendo os frutos nos dias de hoje. moral e física. ao receber o Passe. como efeito do recebimento de energias através do Passe.

por demais grosseira para que o Espírito possa exercer ação sobre ela. vibram e vivem constelações e sóis. No movimento espírita. como sendo um corpo cujas moléculas cedem invariavelmente a mínima pressão.1 . C. (A Genese. XIII— Alma e Fluidos) 4. a matéria elementar primitiva. Para utilizarmos da fluidoterapia. fraterna e gratuitamente. . o pai de todas as coisas. XIV item 1. cujas modificações e transformações constituem a inumerável variedade dos corpos da Natureza. Embora. Se o fluido universal fosse positivamente matéria. sub ítem 2) FLUIDOS FCU Fluido Cósmico Universal MATÉRIA TANGÍVEL PUREZA ABSOLUTA 4.. como peixes no oceano. de produzir a infinita variedade das coisas de que apenas conheceis uma parte mínima. Mas ao elemento material se tem que juntar o fluido universal. XavierParte la. a trindade universal. movendo-se entre si. espírito e matéria constituem o princípio de tudo o que existe. mundos e seres. seja lícito classificá-lo com o elemento material. Cap. cap.Plasma Divino — O fluído cósmico ê o plasma divino.“Sim e acima de tudo Deus. Nesse elemento primordial. emprega-se a fluidoterapia para auxiliar aos enfermos físicos e espirituais. como a matéria. hausto do Criador ou força nervosa do Todo-Sábio. como já foi demonstrado. é indispensável conhecer as noções básicas sobre os fluidos e como se pode agir sobre eles. Em André Luiz temos: “Definirnos o fluido. Francisco C. Está colocado entre o Espírito e a matéria.10 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 3. o criador. quando entregues a si mesmas”. ( Livro Evolução em Dois Mundos”. que desempenha o papel de intermediário entre o Espírito e a matéria propriamente dita. é fluido. Deus. dessa ou daquela procedéncia. e suscetível. pelas suas inumeráveis combinações com esta e sob a ação do Espírito. O Fluido Cósmico Universal – FCU O fluido cósmico universal é. Fluidoterapia Fluidoterapia é a utilização dos fluidos com finalidade terapeutica. (Evolução em Dois Mundos—André Luis—Fco. razão não haveria para que também o Espírito não o fosse. para o tratarmento dos enfermos. Xavier—Cap 1) .. quando retidas por um agente de contenção. ele se distingue deste por propriedades especiais. ou separando-se. de certo ponto de vista.

que compõem os perispíritos e servem de transmissão ao pensamento. Capítulo VIII.. energias e mesmo matéria. Fluidos 14. mas empregando o pensamento e a vontade. pois. os quais são simples transformações dele.” . muito facilmente. Por ser o elemento gerador de todo o restante das manifestações materiais e energéticas. é o princípio sem o qual a matéria estaria em perpétuo estado de divisão e nunca adquiriria as qualidades que a gravidade lhe dá.org. temos a explicação dos Espíritos Superiores. sendo o agente de que o Espírito se utiliza. este atua sobre aqueles como o som atua sobre o ar.cele. como o fio elétrico. O “fluido universal é o elemento primitivo do corpo carnal e do perispírito.” (COEM . . por ser o elemento primitivo. o pensamento e a vontade são o que é a mão para o homem. com verdade.Os Espíritos atuam sobre os fluidos espirituais. (A Genese .doc) 5. pode fornecer princípios reparadores ao corpo (. sob a ação de uma vontade.Da Emancipação da alma. Pode-se. org. A possibilidade de manipulação consciente do FCU é proporcional ao grau de evolução do espírito. inclusive como “matéria prima” para suas intervenções sobre a matéria. Parte II. Tambem os espíritos utilizam o FCU como “amálgama” para compatibilizar a utilização conjunta de diferentes tipos de fluidos. estando presente em toda a natureza. condensado no perispírito. Constitui-se na própria matéria primitiva. ou primitivo. esse fluido.doc). Pela identidade da sua natureza. que há ondas nos fluidos e radiações de pensamento. item 14) Sendo os fluidos o veículo do pensamento. dizer.Allan Kardec . ou elementar. ou não encarnados. inclusive mudando suas propriedades físicas. “No estado de desprendimento em que fica colocado.br/coem2. Preenche todos os vazios do espaço.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 11 Esse fluido universal.http://www. como há. o Espírito do sonâmbulo entra em comunicação mais fácil com os outros Espíritos encarnados.Cap XIV. comunicação que se estabelece pelo contacto dos fluidos. da qual derivam todas as demais formas de matérias e energias. (COEM -http://www. Em O Livro dos Espíritos.. Para os Espíritos.” Os espíritos utilizam-se do FCU para realização de muitas ações. no ar. guarda similaridade e afinidade com estas. não manipulando-os como os homens manipulam os gases. eles nos trazem o pensamento como o ar nos traz o som.).cele. no plano espiritual e no plano material. graças a afinidade do FCU com todos. que se cruzam sem se confundirem. ondas e radiações sonoras. temporária ou permanentemente.br/coem2. podendo. interagir com todas.

de todos os lados e todas as formas. De realmente . qualquer que seja a fonte donde promane. Pois que pode haver vida com exclusão da faculdade de pensar. (A Genese. (O. etc. e esta é a idéia mais comum. Princípio Vital Princípio vital o princípio da vida material e orgânica. pois que.( Livro dos Espíritos pag 15 da introdução) 8.) Mas. eles são sempre matéria mais ou menos quintessenciada. senão as que lhe impregnamos. Dá se a denominação de fluidos as emanações energéticas no processo orgânico ou perispiritual. Estamos sempre emitindo energias e recebendo-as. universalmente espalhado e do qual cada ser absorve e assimila uma parcela durante a vida. pensamentos. dependendo de nossa sintonia. de certa forma. Pode ser comparado como uma matéria muito sutil que envolve o Espírito. existirá também o perispírito. Não é rigorosamente exata a qualificação de fluidos espirituais. Um não existe sem o outro. entre tais fluidos. Allan Kardec—Cap. boas ou más. desencolvido pelo CELE – Centro Espírita Luz Eterna de Curitiba. Energias são as emanações do pensamento ou de fenômenos vibratórios inerentes à estrutura da matéria e suas propriedades (ex: luz solar. Introdução) Segundo outros. há os tão intimamente ligados à vida corporal. Esse seria então o fluido vital que. “Em existindo o Espírito. XIV—Elementos Fluídicos) Nas Apostilas do COEM (Curso de Orientação e Educação da Mediunidade. ao qual também se dão os nomes de fluido magnético. etc. em definitiva. em energias. Fluido Vital ou Energia Vital Estamos contantemente imersos em fluidos. Energias e Perispírito. É essencial esse estudo. ele reside em um fluido especial. estruturando um “corpo” para o espírito. o princípio vital é uma propriedade da matéria.E. 7. princípio esse comum a todos os seres vivos. pertencem ao meio terreno.L. fluido nervoso. encontramos uma prática explanação sobre as Relações entre Fluidos. porque está nele a chave de uma imensidade de fenômenos que não se conseguem explicar unicamente com as leis da matéria.12 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 6. desde as plantas até o homem. um efeito que se produz achando-se a matéria em dadas circunstâncias. O perispírito é semi-material. através dos nossos pensamentos. boas ou más. na opinião de alguns. que. Qualificação dos Fluidos Os fluidos não possuem qualidades. constituído de um complexo de energias e fluidos. tal como os corpos inertes absorvem a luz. em nada difere do fluido elétrico animalizado.

transmitindo sensações e impressões decorrentes de sua “qualidade”. No perispírito. Já vimos que também o corpo carnal tem seu princípio de origem nesse mesmo fluido condensado e transformado em matéria tangível. através de nossos pensamentos. Essas energias se manifestam em nossa aura. através do perispírito. característica penetrabilidade expansibilidade irradiação elasticidade plasticidade absorção 9. ou seja. só a alma ou princípio inteligente. sobretudo. plexos. razão por que são chamados fluidos espirituais. Perispírito O espírito. assimila energias das mais diversas. caráter. Temos vários centros de forças tambem conhecidos por chakras. é uma condensação desse fluido em torno de um foco de inteligência ou alma. “transita” nos planos ou dimensões material e espiritual. As energias e fluidos constituintes do perispírito são oriundos da metabolização das energias e fluidos do local onde está o Espírito. Qualidade do que é próprio. sendo o elemento de “ajuste” ou “interligação” entre os dois planos. O ESPÍRITO Perispírito então metaboliza essas energias nos centros de força e as distribui em nosso organismo. Dá-se-lhes essa denominação por comparação apenas e.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 13 espiritual. O perispírito. a transformação . de CORPO FÍSICO acordo com seu estado de maior ou PERISPÍRITO menor equilíbrio. 9. às Leis “físicas” características de cada uma dessa dimensões . formando nosso “hálito mental”. Pode dizer-se que são a matéria do mundo espiritual. O Perispírito é o nosso filtro. ao mesmo tempo. permitindo a interação deste com a parte “material” da natureza. mas uma vez dependendo de nossa sintonia com o bem ou mal. onde são armazenados as energias luminosas ou deletéricas. São portas receptoras. O hálito mental caracteriza as energias e fluidos que emitimos ao nosso redor. físico e espiritual. pela afinidade que eles guardam com os Espíritos. ou corpo fluídico dos Espíritos. no seu componente energético. para nossa felicidade ou desditas. O perispírito tem a função de dar limite e relação ao espírito. o perispírito está sempre “ajustado” ao meio onde se encontra o espírito. Com isso preparamos o caminho dentro das Leis Divinas ou naturais.a - Formação e propriedades do perispírito O perispírito. Como “pertence” simultaneamente aos dois planos sujeita-se. é um dos mais importantes produtos do fluido cósmico.

como um orbe onde a vida corpórea não apresenta a materialidade da nossa. porquanto o fluido conserva a sua imponderabilidade e suas qualidades etéreas. o liga ao gérmen que o atraí por uma força irresistível. vaporosa para os teus olhos.Perispírito em A Genesis A. para poder elevar-se na atmosfera e transportar-se aonde queira. esse *veículo da envoltório ele o forma dos fluidos mediunidade Genese—Allan Kardec. se pode chamar perispírito. cap XIV—ítem 7) molecular se opera diferentemente.c . O corpo perispirítico e o corpo carnal têm pois origem no mesmo *é o modelo elemento primitivo. há o perisperma. por intermédio do seu perispírito. 9. ao corpo em formação. Emigrando da Terra. ambos são matéria. A medida que o gérmen se desenvolve. como pretendem alguns. (A Perispírito ambientes. o laço se encurta. organizador biológico ainda que em dois estados diferentes. cap XIV – ítem 8 ) 9. isto é. entretanto. 18. que possui certas propriedades da matéria. se enraíza. que mais não é do que uma expansão do seu perispírito. está sempre envolto numa substância qualquer? Resposta. conforme os mundos. Dando-se Júpiter como orbe muito adiantado em comparação com a Terra.” Envolvendo o gérmen de um fruto. se une. serve de envoltório ao Espírito propriamente dito. mas ainda bastante grosseira para nós. uma substância que. O Espírito. de certa maneira. ou.b .Substancia do Perispírito Pergunta. propriamente dito. o Espírito deixa aí o seu invólucro fluídico e toma outro apropriado ao mundo onde vai habitar. como uma planta na terra. assim como não poderíamos existir naquele mundo com o nosso corpo carnal. um laço fluídico. Resulta daí que os elementos constitutivos do perispírito naturalmente variam. por comparação. donde o poder dizer-se que o Espírito. Sob a influência do princípio vito-material do gérmen. os envoltórios perispirituais hão de ser lá de natureza muito mais quintessenciada do que aqui. nesse gérmen. “Envolve-o uma substância.K. (A Genese – Allan Kardec.14 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi *envoltório do espírito *transmissor do pensamento Do meio onde se encontra é que o Espírito extrai o seu perispírito. assaz vaporosa. também os nossos Espíritos não poderiam nele penetrar com o perispírito terrestre que os reveste. o perispírito. molécula a molécula.Quando o Espírito tem de encarnar num corpo humano em vias de formação. do mesmo modo. . nenhuma cobertura tem. desde o momento da concepção. Ora. .

convenientemente dirigida. 10. ele aumenta a tua força e a tua vontade. sequer. também. como atrás dissemos. uma substância qualquer. Porém. Aparece-nos então sob uma forma vaporosa. por exemplo. estabelece-se aí. jamais os tenhamos visto. Se magnetizas com o propósito de curar. quer por meio de uma espécie de condensação. entretanto. Ele opera uma transmutação por meio do fluido magnético que.Perispírito em O Livro dos Mediuns A. sem dúvida.K. O que entendemos por Magnetismo? “A força magnética reside. por obra da vontade. mas é aumentada pela ação dos Espíritos que ele chama em seu auxílio. Mas. tendo a força magnética. dirige o teu fluido e lhe dá as qualidades necessárias." (sub-item 4 do item 176 – O Livro dos Mediuns) Quando duas mentes entram em sintonia uma de forma passiva e outra ativa.a . (A Genesis cap IX – Allan Kardec) 9. quer por meio de uma mudança na disposição de suas moléculas.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 15 Quando o gérmen chega ao seu pleno desenvolvimento. sem que. uma propriedade da .d . como se há de explicar a ação material de tão sutil agente? A vontade não é um ser. mas inexplicado até hoje: o da mudança das propriedades da água. nasce então o ser para a vida exterior. Por sua natureza e em seu estado normal. pode ele sofrer modificações que o tornem perceptível à vista. completa é a união. Sabe-se que papel capital desempenha a vontade em todos os fenômenos do magnetismo. do mesmo modo que alguns desses fluidos. não é. Ora. Esta teoria nos fornece a solução de um fato bem conhecido em magnetismo. A isso denominamos magnetização." (Livro dos Mediums – Mediuns Curadores – item 176) “ Agiria com maior eficácia aquele que. O Espírito atuante é o do magnetizador. quase sempre assistido por outro Espírito. donde o efeito curativo da ação magnética.Livro dos Mediums 131.Magnetismo . e a substância que mais se aproxima da matéria cósmica. e invocas um bom Espírito que se interessa por ti e pelo teu doente. desde que ele pode operar uma modificação nas propriedades da água. pode também produzir um fenômeno análogo com os fluidos do organismo. uma corrente mental cujo efeito é o de plasmar condições pelas quais o "ativo" exerce influência sobre o "passivo". acreditasse na intervenção dos Espíritos? "Faria coisas que consideraríeis milagre. ou elemento universal. (Item 105. no homem. O Livro dos Mediums) 10. o perispírito é invisível e tem isto de comum com uma imensidade de fluidos que sabemos existir.

. Veja-se também a Revue Spirite. Podendo o Espírito encarnado atuar sobre a matéria elementar. Atraves da Kirliangrafia fotografando as mãos do curador ou aplicador do Passe.16 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi matéria mais etérea que exista. do ser pensante. o que a transfusão de sangue representa para a permuta das hemácias. em consequêncla disso. se for o caso. Na Rússia hoje. o parágrafo referente aos Médiuns curadores. faculdade que algumas pessoas possuem em grau mais ou menos elevado. de julho de 1859. poder que se sabe estar na razão direta da força de vontade. assim como sobre todos os corpos animados ou inanimados. Com o auxílio dessa alavanca. no capítulo da troca de energias.com.) (O Livro dos Mediuns). Experiencias em fotografias da energia brilhante que flui do curador ou aplicador do Passe. 184 e 189: O zuavo de Magenta. o que indica que a cura ou a aplicação do Passe envolve uma "transferência de energia do corpo bioplásmatico do curador (aplicador do Passe) para o do paciente”. Assim se explica a faculdade de cura pelo contacto e pela imposição das mãos.br/arte/landell_de_moura/maqlandell. cujas propriedades íntimas vêm assim a ficar transformadas. isto é. O Passe é essa doação de energias que nós colocamos ao alcance dos que se encontram com deficiencias.terra. daí o poder do magnetizador. ( http://paginas. para o paciente. no livro Diretrizes de Segurança que o Passe significa.b – Energia radiante do Passe Portanto o magnetismo é o processo pelo qual o ser humano emitindo energia do seu perispírito. A vontade é atributo essencial do Espírito. de modo que eles possam ter centros vitais reestimulados e. pode do mesmo modo mudar-lhe as propriedades. Tanto quanto do Espírito errante. por uma ação consecutiva. que normalmente são fotos dos dedos das mãos de uma pessoa. é de fato um meio de poder diagnosticar algumas enfermidades e isso é aceito como um meio legal de diagnóstico pelo Ministério de Saúde Russo. concluiu-se pela emissão dessa energia. (Veja-se. dentro de certos limites. Em 1939 o casal soviético Semyon e Valentina Kirlian descobriram acidentalmente que um campo elétrico de alta tensão interagindo com o corpo humano registrava em um filme fotográfico cores interessantes. O Passe Divaldo Franco nos responde. reage sobre seus compostos. ele atua sobre a matéria elementar e. págs. recobrem o equlíbrio ou a saúde.htm) 11. age sobre outro ser humano. no capítulo dos Médiuns. Um oficial do exército da Itália. 10. após muitos estudos verificou-se que o estudo dessas fotos. ajudando o aparelho circulatório. a vontade é igualmente atributo do Espírito encarnado.

ou corpo espiritual. P. desde que este esteja em condições de receber–lo. encontramos o perispírito da definição kardequiana. o que convém considerar sintonia mental. com respeito ao poder do fluído magnético. que constitui por si emanação controlada de força mental sob a alavanca da vontade. em multifária graduação evolutiva. ali se postam o receptor. (referencia na página de Fontes de Consulta) ao final deste Manual de Apoio. para conseguirmos alguma idéia precisa no dicionário terreno. será interessante figurar o nosso veículo de manifestação como sendo o Estado Orgânico em que nos expressamos na condição de Espíritos imortais. do ponto de vista da medicina humana? R. do agente. A.) No primeiro. nos Centros Espíritas.” (Livro Diretrizes de Segurança—Divaldo Franco e Raul Teixeira—FRATER Editora) Os Benfeitores nos explicam que o Passe Magnético é transfusão de energias espirituais. capaz de oferecer positivos elementos de estudo à perquirição histológica. não uma vinculação para incorporação. buscamos a resposta. 12. O Passe que nós aplicamos. . conhecida por todos aqueles que leram alguma coisa sobre o mesrnerismo. — Em verdade. o aplicador do passe ou o passista e o espírito encarregado da tarefa junto ao passista. No segundo.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 17 Então. que são transferidas do aplicador (passista) para o receptor do Passe. pode ser dividida em duas partes essenciais — o hemisfério visível ou campo somático e o hemisfério por enquanto invisível na Terra ao sensório comum. explicados a Andre Luis pelos Benfeitores que o elucidam. temos o comboio fisiológico tangível. (Na coleção Andre Luis temos muitas explicações da visão manifesta nos campos psicossomáticos. Aplicação das cargas energéticas refazentes 13. quando encarnado nem tinha noção da existencia visualizada do psicossoma e nunca houveram estudos sobre. Como podemos encarar o Passe magnético no campo espírita. que preside a todas as formações do cosmo físico. Semelhante esfera celular. para acontecer o Passe Espírita. Pelo passe magnético. Passe Espírita. L. decorre da sintonia com os Espíritos Superiores. Passe magnético “O passe magnético tem uma técnica especial. para a nossa conceituação mais simples na técnica fraseológica das criaturas encarnadas. No livro Diretrizes de Segurança . ou campo psicossomático. no entanto. É transfusão da energia do doador.

perante a Vida Eterna. não necessitam. não sendo. André Luis—Francisco Candido Xavier) Temos. justiça que preceitua. pois. consegue oferecer uma ajuda ao necessitado. 14. conforme o ensinamento de Nosso Senhor JesusCristo. extrair energia.” (Livro S. sem o desgastar. e orar a benefício dos outros ou ajudá-los. levanta. Assim é que orar em nosso favor é atrair a Força Divina para a restauração de nossas forças humanas. compulsoriamente.a . toda uma equipe espiritual coordenando o trabalho da bioenergia na Câmara ou Sala reservada aos Passes. de retirar o fluido do medium. instrui. Todos estamos condicionados à justiça a que voluntariamente nos rendemos. Cap. por isso mesmo. Família—Divaldo Franco—Joanna de Angelis— Mensagem 19—LEAL Editora 14. Nós somos instrumentos motivados pelo amor ao nosso próximo. que o passe é uma transfusão de energia do passista e/ou espírito para o paciente. a vontade fortalecida no bem pode soerguer a vontade enfraquecida de outrem para que essa vontade novamente ajustada à confiança magnetize naturalmente os milhões de agentes microscópicos a seu serviço.Como se da a atuação direta do Passe? Podemos dizer que o Passe atua diretamente sobre o perispírito. Diferenças entre o passe Magnético e o Passe Espiritual Os técnicos em magnetismo são os Espíritos. será sempre assegurarlhes as melhores possibilidades de auto-reajustamento. porém. recurso fundamental para rearmonização do perispírito. bem preparado e sintonizado com os Benfeitores. recupera e redime. Pode-se dizer que é uma transfusão fisio-psíquicas. que resulta na troca de elementos vivos e atuantes. conseguem liberar a vítima. agindo formas diferentes: .18 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi notadamente naquele que se baseie no divino manancial da prece. da renovação moral do paciente e do esclarecimento da personalidade subjugadora. Há. O aplicador do Passe. (Livro Evolução em Dois Mundos.S. nessa ou naquela contingência. O passista em sintonia com o Benfeitor. carreia sua energias magnéticas do proprio passista ao receptor.O. Os espíritos. numa Casa Espírita bem organizada. abastecido que foi pelas energias recebidas. Podem manipular. nos quais estejam luzindo a caridade e a compaixão. compreendendo-se. todos os dias será possível alterar o rumo de nosso próprio roteiro. de uma importancia que o receptor sente-se revigorar. o Benfeitor carreia atraves do Passista. 35. cabendo-nos recordar que as obras felizes ou menos felizes podem ser fruto de nossa orientação todos os dias e. à disposição de todos os espíritos que desejam realmente servir. fortalecer-se. necessário o transe. a fim de que o Estado Orgânico. que deverá passar a envidar esforços para conquistar um elenco de recursos morais. nele incorporando. e juntamente neste momento. que se o amor consola. as energias espirituais para o receptor. através da energia magnética. seja dado isso ou aquilo a cada um segundo as suas próprias obras”. ameniza. portanto. “A Psicoterapia dos Passes. principalmente no socorro pelo Passe. para ajudarem. se recomponha para o equilíbrio indispensável.

ou. do mesmo modo. por comparação. uma forma. 15. assaz vaporosa. Q.Os Espíritos atuam sobre os fluidos espirituais. para que este possa absorver melhor os recursos da Terapia do Passe. não manipulando-os como os homens manipulam os gases. Facilitando até a maior absorção dessas energias. mas ainda bastante grosseira para nós. eles imprimem àqueles fluidos tal ou qual direção. na cura das enfermidades. O Passe facilita o paciente absorver essas energias fluídicas O Passe atua diretamente sobre o perispírito. O L. 4. entretanto. Revitalizador. como tambem. para poder elevar-se na atmosfera e transportar-se aonde queira. há o perisperma. nenhuma cobertura tem. 14. mas necessário para a cura do paciente. vaporosa para os teus olhos. mudam-lhes as propriedades. está sempre envolto numa substância qualquer? R. Auxiliando assim. (O Livro dos Espíritos – Allan Kardec) 14. estará em melhor condições para receber os medicamentos alopáticos prescrito no casos de pacientes em tratamento de saúde física.1.Capítulo XIV) 19 a d Manl e Ap i o PrepraçãoAp l i cado u o a n a o d rd o Passe El sa Rosi s .E. mas empregando o pensamento e a vontade. Pelo pensamento.” Envolvendo o gérmen de um fruto. uma coloração determinadas. . propriamente dito. Pensamento e Vontade No Livro de Ernesto Bozzano (1862-1943) “Pensamento e Vontade” são nos oferecido estudos fantásticos da máquina geradora que é o nosso pensamento. Dispersante . Para os Espíritos. na limpeza do campo vibratório do paciente para o recebimento de energias salutares. combinam ou dispersam. uma higienização no campo vibratório do paciente. . Mecanismo de assepsia. compondo as energias perdidas 3. combinando-os segundo certas leis.b . como um químico muda a dos gases ou de outros corpos. “Envolve-o uma substância. (A Genese Allan Kardec . o pensamento e a vontade são o que é a mão para o homem.O Espírito. uma substância que. organizam com eles conjuntos que apresentam uma aparência. É a grande oficina ou laboratório da vida espiritual. serve de envoltório ao Espírito propriamente dito. fazendo uma limpeza. a partir do reequilíbro do perispírito.Eliminando os excessos e distribuindo de uma maneira igual os fluidos doados ao longo do campo vibratório e por todos os chakras. 2. muitas vezes a medicação deixa um efeito desconfortável para o corpo físico. se pode chamar perispírito.93. como pretendem alguns. os aglomeram.

que são nossos Benfeitores. em nossos objetivos nobres de atender aos que buscam uma palavra amiga. no quimismo inelutável do pensamento. Andre Luis nos informa sobre isso. Com toda a boa vontade que tenhamos. Vejamos a questão 457 de O livro dos Espíritos “Podem os Espíritos conhecer os nossos mais secretos pensamentos?” Resposta dos Benfeitores . do ponto de vista de amor e sabedoria. Compreendendo-se que toda partícula de matéria em movimentação se caracteriza por impulso inconfundível. fácil ser-nos-á observar que cada Espírito. que já tenha acumulado em si mesmo. da alavanca da vontade.” 16. denominados chakras na literatura oriental são os pontos de ligação no perispírito ao sistema nervoso. pela influenciação em nossos pensamentos e atos”. conhecidos por chakras ou plexos. E para manejar as correntes mentais. (Mecanismos da Mediunidade. por ela vagarosamente construída em milênios e milênios de trabalho automatizante. somos dirigidos pelos Espíritos bons ou maus. 17.“Muitas vezes chegam a conhecer o que desejaríeis ocultar de vós mesmos. Daí a necessidade de nossa vigilância constante em nossos pensamentos e ações para que possamos sempre ter a boa assessoria. é importante conhecermos como será a atuação do Passe nos diversos centros de força do corpo. a boa inspiração e ajuda dos nossos Anjos Guardiães. Centros de Forças ou Chakras.Andre Luiz). pelas quais entra em combinação espontânea com a onda de outras criaturas desencarnadas ou encarnadas que se lhe afinem com as inclinações e desejos. Nem atos. situados no corpo etéreo por onde transitam os fluidos energéticos do Espírito encarnado. imprimirá aos seus recursos mentais o tipo de onda ou fluxo energético que lhe define a personalidade.” Os Centros de Força são acumuladores e distribuidores de força energética espiritual. é importante conhecer um pouco onde se situam. dispõe a alma. Alavanca da Vontade Reconhecemos que toda criatura dispõe de oscilações mentais próprias. Allan Kardec não fez citação destes termos nas obras básicas. a evidenciar-se nas faixas superiores da vida. nem pensamentos se lhes podem dissimular. 24 horas por dia. na proporção das grandezas morais. atitudes e obras. os Benfeitores nos esclarecem que “A rigor. pelo poder vibratório de que seja dotado. aos que buscam o Passe Espírita. ligados a uma série de centros de força. No Livro “Entre a Terra e o Ceu”. em si. em serviço de projeção das próprias energias e de assimilação das energias alheias. . “Os plexos e gânglios. mas devido sua importância para o trabalho da Terapia Espírita pelos Passes.20 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi Na questão 459 de O Livro dos Espíritos.

Preferimos nos utilizar da nomenclatura usada por Andre Luiz. A palavra chakra é de origem sânscrita. alterações essas que se fixam no corpo somático. um veículo de células elétricas. e se traduz pelo termo roda.b . mas . em seu conjunto. Existem mais centros de força. Nossa posição mental determina o peso específico do nosso envoltório espiritual e. buscamos exemplos na Obra de Andre Luis. por vezes efetuamos alterações profundas na saúde dos pacientes. cap 5) “O Ministro. consagrou-lhes maior carinho.a .Conhecendo os Centros de Força ou Plexos. destinando-se à desintegração... que podemos definir como sendo um campo electromagnético. consequentemente. os centros de força possuem correspondência e tem domínio sobre determinadas regiões do corpo físico. Mero problema de padrão vibratório. Atuando nos centros do perispírito. A princípio. capítulo 11” nos diz:” — “Com o auxílio do supervisor. em “Nos Domínios da Mediunidade. psicografado por Francisco Candido Xavier. no qual o pensamento vibra em circuito fechado.” As energias espirituais são muito mais intensas e interferem diretamente sobre as demais. Para que a interação energética venha a se efetivar.” (Entre a Terra e o Ceu. tanto quanto ocorre ao instrumento carnal. como Centros de Força.Continuando. (Nos Domínios da Mediunidade – Cap. ao influxo do poder diretriz da mente.. que se conjugam nas ramificações dos plexos e que. por ocasião da morte renovadora. capítulo 20. vibrando em sintonia uns com os outros. 12) 17.Clementino.. o médium foi convenientemente exteriorizado. através dos Sistemas Orgânicos. como sendo o duplo etérico. de maneira gradativa. findo o preparo da água medicamentosa. paternal. para nosso uso. não conseguem maior afastamento da organização terrestre. “O nosso corpo de matéria rarefeita está íntimamente regido por sete centros de forças. conhecidos aqueles. fê-la deitar-se e aplicou-lhe recursos magnéticos sobre os centros corticais. (Entre a Terra e o Ceu.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 21 Explicando melhor. Entre a Terra e o Ceu. ou chakras. cap 12) CENTROS VITAIS OU DE FORÇA CATALIZADOR condutor que processa as energias divinas “.” 17. por isso mesmo. aplicando-lhes passes na região frontal”. tendo prioridade sobre estas. formado por emanações neuropsíquicas que pertencem ao campo fisiológico e que. estabelecem. André Luiz. seu perispírito ou corpo astral estava revestido com os eflúvios vitais que asseguram o equilíbrio entre a alma e o corpo de carne. o «habitat» que lhe compete..

o médium não conseguiria ligação com os Espíritos amigos que atuam sobre essas bases.22 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi através das obras de André Luis.. que sustenta os serviços da emoção e do equilíbrio geral. da tireóide e das paratireóides. que se responsabiliza pela penetração de alimentos e fluidos em nossa organização e. Logo após. O Aplicador “— Por que motivo a energia transmitida pelos amigos espirituais circula primeiramente na cabeça dos médiuns? “— Ainda aqui — disse Áulus —. inclusive às atividades do timo. identificamos o «centro gástrico». assim. Temos. o tato e a vasta rede de processos da inteligência que dizem respeito à Palavra. ao Saber. por ser o mais significativo em razão do seu alto potencial de radiações. Sem a idéia iluminada pela fé e pela boa-vontade. na Terra. é considerado pela filosofia hindu como sendo o lótus de mil pétalas. está sediado no baço. cap 20) 18. no corpo denso. vibrando todavia com eles em justo regime de interdependência. temos o «centro laríngeo». não podemos subestimar a importância da mente. fulgurante sede da consciência.. referente aos poderes psíquicos. sendo o responsável pela alimentação das células do pensamento e o provedor de todos os recursos electromagnéticos indispensáveis à estabilidade orgânica. na vestimenta carnal. regulando a distribuição e a circulação adequada dos recursos vitais em todos os escaninhos do veículo de que nos servimos. Francisco C. por fim. classifiquemos os seus centros de força. Analisando a fisiologia do perispírito. à Cultura.. como templo modelador de formas e estímulos. Todas tem correspondencia nos órgãos físicos. Cap 17 – Serviço de Passes) . anotamos o “centro cerebral” chamado tambem de frontal. temos o «centro genésico». na doação de princípios curadores. Esse centro recebe em primeiro lugar os estímulos do espírito. aproveitando a lembrança das regiões mais importantes do corpo terrestre. em que se localiza o santuário do sexo. a audição. devemos dizer que dele emanam as energias de sustentação do sistema nervoso e suas subdivisões. que preside aos fenômenos vocais.. por expressão máxima do veículo que nos serve presentemente. É no «centro cerebral» que possuímos o comando do núcleo endocrínico. de vez que nele assenta a ligação com a mente. Logo após.” (Nos Domínios da Mediniunidade – Andre Luis. O pensamento influi de maneira decisiva. identificamos o «centro cardíaco». Entretanto — ponderei —. (Entre a Terra e o Ceu. Em seguida. Xavier. assinalamos o «centro esplênico» que. percepções essas que.. constituem a visão. há pessoas tão bem dotadas de força magnética perfeitamente despreocupadas do elemento moral!. comandando os demais. Continuando. que ordena as percepções de variada espécie. temos conhecimento das principais que são 7. contíguo ao “centro coronário”. o «centro coronário» que. Prosseguindo em nossas observações. à Arte.

à maneira de estações receptoras. Xavier. Francisco C. filha da sinceridade e do dever bem cumprido. algumas pessoas comparecem pela primeira vez. cap 1) 20. Cap 17 – Serviço de Passes) “—Cada prece. A Prece A oração é prodigioso banho de forças. podem conquistar a simpatia de veneráveis magnetizadores do Plano Espiritual. 6. mas nada impede que os que assim o desejarem permaneçam de olhos abertos. com o auxílio da prece. E toda oração.O Passe é uma doação de energias.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 23 19. Amparo Espiritual na Aplicação do Passe “Esse ou aquele cooperador que desistam de aprender. sob a invocação da prece. em se tratando do socorro magnético.Aqueles que não desejarem poderão permanecer em prece. se caracteriza por determinado potencial de frequência e todos estamos cercados por Inteligências capazes de sintonizar com o nosso apelo. é importante que:O dirigente da reunião ao final da palestra. procurem pensar em Jesus e em suas necessidades íntimas.De olhos fechados alguns se sentem mais confortáveis. pela imposição das mãos. tal qual é administrado aqui.Ao receberem o Passe. incorporando novos conhecimentos.Oferecendo o Passe nas Casas Espíritas. permanece tocada de incomensurável poder.Convidamos todos os que desejarem receber o Passe. com ardente desejo de ajudar. tal a vigorosa corrente mental que atrai. condenam-se fatalmente às atividades de subnível. tanto quanto cada emissão de força. 2. com respeitabilidade moral e limpeza de sentimentos.” (Nos Domínios da Mediniunidade – Andre Luis. convém lembrar que a tarefa é de solidariedade pura. 3. use poucos minutos para informar o seguinte:– 1. 4. Francisco C. assim. desconhecendo mesmo o que se passa. e nunca tomaram Passe. a mobilizá-las na extensão do bem. Considerando que. auxiliando a tarefa do Passe. . todas as pessoas dignas e fervorosas. todavia. 5.Passaremos agora a aplicação dos Passes. Cap 17 – Serviço de Passes) 21 . como já fazia Jesus.” (Entre a Terra e o Ceu. (Nos Domínios da Mediniunidade – Andre Luis. que passam. Xavier. Analisada a questão nestes termos.

o passista não estará sujeito a alterações dos fluidos salutares que estará por transmitir.Os que de olhos fechados sentirem alguma coisa. reforma íntima. guardar as vantagens do Passe. Fatores negativos físicos que prejudicam a aplicação do Passe: Uso do cigarro e do álcool. 22. será oferecida água fluidificada a todos. de modo direto. Preparando-se para ser aplicador do Passe. vaidade. Preparando-se para a tarefa ALIMENTAÇÃO Cuidados com os desconforto causados: por Excesso/Falta Sonolência LEITURA Auxilia a concentração.No momento do Passe a pessoa que está recebendo o Passe que é beneficiada. orgulho. livro "Segue-me"). 21. cupidez. "Se pretendes. Os recursos magnéticos. depois de atendidos. em boa sintonia com os Benfeitores não deverá aplicar Passes. Desequilíbrio nervoso e de Comportamento. pois passará ao receptor (paciente) cargas deletéricas. abram os olhos e assim permaneçam até ao final da aplicação. é ato sublime de fraternidade cristã. O aplicador que não estiver equilibrado. com evidentes sinais de reconforto. Alimentação inadequada.Em seguida. etc.Emmanuel. “Na maioria dos casos. aplicados reduzida distância. A primeira e mais importante condição para ser um aplicador da Terapia de ajuda espiritual pelo Passe. 23. “Enfermos de variada expressão entravam esperançosos e retiravam-se. comunicando-lhes vigor e refazimento. através da moral e ética. Xavier. que. Sintonia. centralizem os pensamentos em si proprios. egoísmo. portanto. o coração e o cérebro". em substância. Aplicando o Passe. adultério.24 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 7. penetravam assim mesmo o «halo . 9. (Francisco C. Das mãos de Clara e Henrique irradiavamse luminosas chispas. desonestidade. pois. e neste caso dará trabalho a Espiritualidade equilibrar o tarefa para não prejudicar o paciente. não precisavam tocar o corpo dos pacientes. é trabalhar em sua própria depuração. purifica o sentimento e o raciocínio. Enriquece c/ imagens positivas PRECE Abre os canais mentais. Com isso. Fatores morais e espirituais que prejudicam a aplicação do Passe:Ressentimentos. 8.

” Remoção “Os passistas afiguravam-sepilhas das cargas nos como duas raios de humanas deitando múltipla. para suposta captação de fluidos. a energéticas espéciedas mãos. e de seus colaboradores. deletérias do lhes percorrerem a Conrado ao contacto do irmão paciente. mãos abertas sobre os joelhos. numerações para cada tipo de Passe.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 25 dos doentes. tais como como mãos erguidas ao alto e abertas em forma de antenas. não aprovam nem ensinam rituais na aplicação do Passe. Limpeza vital» ou a auramodificações provocando subitâneas. nada tem a ver. Devagar vaise educando o receptor. Toda a encenação preparatória do Aplicador do Passe. Simplicidade em todas as Casas Espíritas que preparam seus aplicadores. Somente os benfeitores Espirituais .” “. o paciente. ”(Nos Domínios da Mediniunidade – Andre Luis. mas apenas convidam à prece e a imposição das mãos como fazia Jesus. depoislhes fluírem de cabeça. pelo paciente. magnéticas e hipnóticas de um passado já superado. Cap 17 – Serviço de Passes) 24.. Os Benfeitores que laboram nesta área. Xavier. Francisco C. A eficácia do Passe Espírita depende dos refazentes Benfeitores. derivam das teorias e práticas mesméricas. Sem rituais O Passe Espírita não necessita das encenações. A antiga maneira padronizada na aplicação dos Passes com classificações.. vestimenta especial de cor Aplicação branca em que eram usadas geralmente em antigas correntes das cargas espiritualistas de origem mágica energéticas ou feiticista. da assistência espiritual ao Aplicador do Passe e não dele mesmo. pois muitos ainda estão acostumados a se portarem de tal maneira porque assim é que se fazia.O quadro era efetivamente fascinador pelos jogos de luz que apresentava. descruzar braços e pernas para não atrapalhar a circulação das energias. o paciente sobre isso. e para melhor assimilação fluídica. Somente os Benfeitores Espirituais tem conhecimento da real situação e das necessidades prementes do receptor.

de maneira instintiva. O inverso tambem acontece. que não são espíritas mas gostam de ir receber o Passe Espírita. mesmo que ele tenha boa vontade. dar-lhe as explicações necessárias e deixando-o confortável diante da situação. confiante.o aplicador não preparado presta um desserviço ao trabalho espírita de apoio e orientação.. muda de cidade.. receberam um passe fraco. (Nos Domínios da Mediunidade – Cap. chegando mesmo comentar com outras pessoas. . saberá que a energia se dá de mente a mente e flui pelos órgãos. para o benefício do próprio trabalho padronizado. etc.Questão de organização e conhecimento.enfim. essas informações erroneas voam com o vento. 25.. magneticamente. demonstrando fisionomia calma e otimista. etc. ou outro local. passou a operar. respiração ofegante. a natureza dos fluidos de que o paciente necessita. “(Página 41 Livro Ação e Reação – André Luis – Francisco Candido Xavier) 25. e nossas forças reunidas como que fortaleciam o Instrutor. somente com a imposição das mãos. da pessoa que vem recebendo o Passe numa Casa Espírita. que. onde os Aplicadores não são preparados convenientemente. gostam de ir receber a água benta na Igreja. As pessoas sem conhecimento sobre as energias fluídicas... estala os dedos. aplicando-lhes passes na região frontal”.. recebem o Passe silencioso... Corrente de Oração “Logo após. consagrou-lhes maior carinho. etc. Que as condição física e fluídica do ambiente seja a melhor possível. vão ao Seisho-No-Ie. mantido a sintonia espiritual já com a finalidade de realizar a bendita tarefa do Passe... muitas vezes são até tocadas na testa. aplicando passes dispersivos no companheiro em prostração. estabelecemos uma corrente de oração. sentem-se contrangidas ao ouvir estalos dos dedos. Objetivos do Passe serão atingidos se for possível: Ao receptor seja lhe informado o que é o Passe.. bom preparo em oração. o Assistente.a . como o ectoplasma.26 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi sabem das possibilidades de ajudá-lo diante de seus compromissos nas provas. que tenha se mantido em boa sintonia. porque não viram os mesmos gestos. quando vão a uma Casa Espirita e recebem um Passe onde o Aplicador resvala a mão no paciente. estudos.. sem prévia consulta. E não é so por isso. .e de uma pessoa a outra. em o Aplicador ter se preparado pelos seminários. se não ... vai a outro centro ou casa espírita local. O receptor que ira receber o Passe.. respiração ofegante.Passe Forte .. findo o preparo da água medicamentosa. Depois vão a outra Casa Espírita. saem dali com essa imagem de que receberam um passe forte. Hilário e eu. cursos.”Clementino... Que o aplicador tenha se preparado muito bem antes. acham que não receberam nada de válido. 12) 26. Mante-lo calmo.. que para muitos é desconhecida.

ou asilos. todos saem bem supridos e satisfeitos. Ao realizarem esta tarefa fora das Casas Espíritas e antes de adentrarem aos recintos públicos para levarem a Terapia do Passe. fazer a visita acompanhados para não criar impasse ao residente ou doente. onde se encontrem. Quando possível as Casas ou Grupos Espíritas em tendo trabalhadores suficientes. 27. podem organizar um Plantão de Passes que funcione semanalmente. Alguns países promovem o Curso do Passe (Healing Course) através de instituições para esse fim cadastradas junto aos órgãos de formação profissional do país. vibrando pela melhora do irmão necessitado. recebem o certificado de habilitação a ser um aplicador do Healing ou Passista e terá sua carteirinha de habilitação profissional. Cuidar para que a Sala de Passes não tenha cheiro de bolor. com a força do Pensamento e a vontade de ajduar. em alguns países cursos gratuítos para se tornar um Healer. explicando o que pretendem fazer. como fazia Jesus.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 27 puder ser na Casa Espírita. Se for permitido. O aspirante a se tornar um Healer. Muitas pessoas espíritas ou simpatizantes. Antes de sairem para o atendimento do plantão na semana. Seja em que país for. no geral.a . se aplica o Passe. Há tambem. 27. é conveniente que recebam a permissão da direção da instituição. ou Aplicador do Passe paga altos preços por alguns cursos e ao final. seja arejada e aconchegante. • • Reforçando *Isso nada mais é do que a imposição das mãos. pois nada fazemos sem oração e jamais se recebe pela aplicação do Passe na Terapia Espírita. se não for permitido. . Se cada um se prepara dentro de suas tarefas específicas. certamente são diferentes dos Cursos ou Seminários de Formação do Aplicador do Passe Espírita. que se encontram em situações que impeçam sua ida até a Casa Espírita. colocando amor e oração. Plantão de Passes. onde o passista não cobra para atender.Precauções ao atender ao pedido para aplicação de Passes em instituições fora do Brasil. atendendo ao pedido do paciente ali internado ou residente. se reúnam os dois ou tres que ião fazer o atendimento. pois sabemos que as trevas não dormem e se servem de nossa invigilância para nos atrapalharem de todas as formas. podem pedir que os plantonistas da semana (Aplicadores do Passe) levem este recurso fluídico até suas residencias ou hospitais. (ver a questão 81 respondida por Divaldo Franco ao final deste Manual). façam uma leitura do Evangelho Segundo o Espirtismo e se preparem convenientemente.

Neste caso. ou casa de repouso. em nos colocar em situações embaraçosas. O poder dessa energia benéfica emanada pelo Aplicador do Passe não é afetada pela distância É comum familiares desesperados. Este não sendo espírita rejeita o recebimento do Passe. é conveniente de preferencia que se constitua a equipe de ambos os sexos até que se conheça o ambiente e as pessoas com quem se estará em contacto. Não há distância para a ação dos Passe. (ver a questão 81 respondida por Divaldo Franco ao final deste Manual). nada se pode fazer. O próprio receptor (paciente) irá perceber a sua condição mental e em outra oportunidade estará mais receptivo. ao verem seus entes caros em hospital. Ressalva . Algumas vezes o Plantão de Passe da Casa Espírita recebe o pedido para ir aplicar o Passe num paciente hospitalizado. não para criar temor. Mas o Passe à distância só deve acontecer quando for impossível a aplicação do Passe de contacto fluídico pessoal. terão a oportunidade de solicitarem que uma equipe de Aplicadores do Passe possam levar o conforto da Terapia Espírita desde que se comprove que a pessoa não tem condições de ir até o local apropriado. onde a energia espiritual e magnética é passada ao paciente. (E. ou mesmo em suas casas. mas ainda estamos num planeta de Expiações e Provas e estamos sempre e constantemente sendo provados. Neste caso. Deixamos esse recado.Rejeição por receber o Passe Pode acontecer do receptor bloquear o recebimento das energias salutares do Passe. Novamente o reforço de que não se tem ideia do que se vai enfrentar e da ardilosa armadilha das trevas. pois temos plena confiança nos Benfeitores que só querem o bem da Humanidade.) 28.R. Sempre que possível. para poder realizar seu trabalho de atendimento pela Terapia Espírita. Recomendounos Jesus: "ORAI E VIGIAI”. que é a Casa Espírita. sem que venha ocasionar problemas para o movimento espírita. quando não fica bravo pela visita inesperada sem aviso prévio.28 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi Nada impede o Aplicador do Passe de obter sua permissão legal junto as leis do país em que reside. impossibilitados de irem receber o Passe na Casa Espírita. 29. Acontece que o familiar que pediu o auxílio do Passe não avisa ao paciente necessitado. pedindo socorro aos Plantões de Passe. após se preparem juntos para a tarefa. Essa regra é válida quando se designa a equipe para atender fora da Casa Espírita. com a Leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo. . o oração. Aplicação do Passe fora da Casa Espírita Orai e Vigiai.

considerando que já virão preparados antecipadamente. Em surgindo essa ou outra necessidade imediata. um socorro a ser dado em pessoas que vem a Casa Espírita em busca de ajuda em momentos onde não há palestra e a equipe de aplicadores ali não se encontra. sendo possível. Neste caso. permanecia no quarto. 30. Montou-se a equipe e lá fomos nós ao Hospital. se for o caso. mas com o cuidado de terem duas pessoas na sala ou onde a pessoa for atendida. como Aplicadores do Passe. deve sempre ser preservado de qualquer bacteria ou germe mental. Pode acontecer de aparecer uma pessoa em estado de necessidade imediata e deseja receber um Passe. o Receptor (paciente) e uma terceira pessoa no recinto. Um fato acontecido em Londres. e nós oramos pela família e atendendo ao paciente com os recursos da irradiação. E de preferencia com a porta entreaberta. Na Sala de Passes o mais comum é se colocar uma fila de cadeiras encostadas na parede. o melhor é realizar o Passe a distancia. onde o pai da paciente infantil internada num hospital. Assim. antes do trabalho acontecer. e o preparo da Câmara ou Sala de Passes. sem disperçar atenção do paciente. após estudos e palestras públicas oferecidas na Casa Espírita. pedir para voltar para asssitir a palestra e obter o Passe. 31. se possível. atender ao necessitado. Como já sabemos. Esse um fato a ser esclarecido antes de se assumir uma agenda de aplicação de Passes fora da Casa Espírita a pessoas que não sendo espíritas rejeitam o auxílio. para melhor aproveitamento. Os trabalhadores espíritas que forem designados a aplicação do Passe após a palestra ou estudos da noite ou da tarde. harmonizando-se. Ou se for possível. pediu o recurso do Passe. pelos aplicadores que estejam previamente preparados para a tarefa. Música muito suave. de preferencia recomenda-se que orem juntos na Camara de Passes antes do início da palestra. O Aplicador do Passe. procurem chegar com antecedencia do horário de início dos estudos ou palestra e vão para a Sala de Passes. e uma iluminação difusa. Na Câmara ou sala de Passes.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 29 Já aconteceu dos plantonistas chegarem ao local e serem rejeitados na aplicação do passe. se oferece o Passe. conforme o número de Aplicadores do Passe. se preparar uma vez mais. Higienização do Ambiente do Passe Conhecemos a energia que circula através do passe. pedindo ao pai da enferma que procure orar naquele momento aprazado. Este local é o “centro cirúrgico do hospital”. fazer a prece. O pai muito aflito e confiante. Não era uma situação agradável pois não éramos bem recebidos pela mãe da criança. que . mas a mãe se retirava e só retornava quando deixávamos o aposento. ou os trabalhadores veem que a mesma necessita do recurso do Passe. obterão melhor qualificação em suas propostas no trabalho a seguir. Cuidados na equipe de Aplicadores do Passe.

mas com o devidos cuidados citado no parágrafo acima. Atender sim. entram na Câmara ou Sala de Passes. encarregados dessa tarefa na Casa Espírita. e ser recebida por um trabalhador do sexo masculino. Passe em Plantas e Animais A conferencista Teresinha de Oliveira respondendo a uma entrevista ao CVDEE nos diz que:. Utilizado em algumas Casas Espíritas em Londres. ou simplesmente acompanhar a aplicação do Passe . 32.Podemos influir beneficamente sobre o reino vegetal e o animal. pois plantas e animais acusam prejuízos quando é demasiado . pois pode acontecer casos em que uma pessoa do sexo feminino chegar extremamente nervosa à casa espírita durante o dia. o coordenador dos trabalhos da Casa dirige as mentes das pessoas na hora da prece. servir a água. solicita-se aos Benfeitores o Passe Coletivo. à Casa Espírita e ao Movimento Espírita. irá atender a essa criatura desiquilibrada. A pessoa necessitada no seu desequilíbrio poderá criar situações embaraçosas ao aplicador. quando este recobrar a lucidez. o número de pessoas. de acordo com suas necessitades e receptividade. Quando e porque do Passe Espiritual Coletivo? Quando acontece de a Casa Espírita realizar algum evento onde se recebe um número de pessoas que fica impraticável a aplicação do Passe individual. de vez em quando. Os Espíritos que atendem aos trabalhos da Casa Espírita. Aplicação de múltiplos Passes ao mesmo tempo Hipoteticamente se são 5 aplicadores escalados para aquele horário. energizam com fluidos refazentes a todas as pessoas que estiverem receptivas. quando a situação assim o ensejar. consequentemente. conforme o número de Passistas. Este na sua boa vontade. diminuir o número de cadeiras na sala do Passe e seguir normalmente o trabalho. 33. Este é um recurso de que se pode se socorrer. Em sendo impossível. mas que cada um recebe individualmente.30 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi poderá fazer a oração. mas em determinados limites. Devemos ter precaução em tudo. Sal ad eP ass e s Caso faltem trabalhadores. o mesmo número de cadeiras. 34. na falta daqueles que tinham Sal ad eP ass es por incubencia a tarefa da noite. então. isto é. A pessoa alcoolizada que chega a Casa Espírita precisa de um café quente e conversa. após a palestra ou estudo da Casa Espírita. deixemos o Passe para depois. Evitar a correria de ir convidando uns e outros trabalhadores para aplicar o Passe. se este não estiver vigilante e precavido. para a aplicação do Passe Espiritual Coletivo pelos Benfeitores. que estiverem ligadas a Jesus pela prece.

pessoalmente. Dr. as Associações de Aplicadores do Passe (Healers). Isso ainda é feito em práticas mediúnicas não espíritas.br) Nos países da Europa. quando o serviço não é gratuito. quando for a tua vez de necessidade. Segundo as conclusões do dr. portanto. internet. procura-se padronizar o Passe. palestras e até mesmo reciclagem dos Aplicadores que já aplicam o Passe a anos. nem sempre orientadas por espíritos em condições de oferecer ensinamentos. mais de algumas do que de outras. Em alguns Seminários mais antigos. o Passista). mas estavam mais em condições de necessitados."E rogava-lhe muito. Estes serão os aplicadores do Passe (Healing). em benefício do teu próximo. a "imposição das mãos". . em 1957. Hoje. Com esses experimentos.htm) 35.Minha filha está moribunda. podem ser contratados por e-mail. nas pessoas e nos animais. Grad. E mais antigamente ainda. aprendíamos os tipos de Passes a serem aplicados em cada pessoa. rogo-te que venhas e lhe imponha as mãos para que sare e viva. Fazei. ele comprovpu a existência de uma força vital que emana das pessoas (o magnetizador. livros. para serem aplicados a distância. sem estudos nenhum. buscando o mínimo de gestos possíveis. Sempre importante o reforço no bom trabalho. Convém restringir a nossa atuação nesse campo com ligeira imposição de mãos e uma prece para que espíritos benévolos e experientes na ajuda a plantas e animais utilizem em favor deles as nossas energias. preparam as pessoas pelos Cursos Espiritualistas. Os Passes realizados pelos Healers opu Passistas das Igrejas Espiritualistas ou Associations criadas para essa finalidade. Nada impede que apliquemos a bio-energia do Passe para auxiliar nosso animal doméstico. conforme gostarás que ele faça contigo.espírito. realizou experimentos estudando um curador húngaro chamado Estabany. Bernard Grad. A situação do Passe Espírita é diferente porque não recebemos animais em nossos Grupos Espíritas para estes receberem o Passe. utilizando nosso conhecimento e bom senso.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 31 insistente a magnetização que lhes impomos. Grad observou que a imposição das mãos do curador sobre os animais e as plantas produzia modificações nos efeitos fisiológicos.21stcenturyradio. Passe nos animais é uma tarefa tão séria quanto para as pessoas.. as pessoas aplicavam Passes mediunizadas. somente usando a imposição das mãos.org.cvdee. da McGill University. A doação de energias na vitalização dos animais recebe o mesmo cuidado e tem os mesmos valores cobrados.. os estados emocionais do aplicador ou magnetizador afetam a qualidade dessa energia. (http://www. Reciclando Trabalhadores para o Passe Daí a importancia do Preparo de Aplicadores do Passe através de Seminários . especialmente a Inglaterra. Joanna de Ângelis . estudos. (http://www. onde estas receberam seus Certificados como já dissemos em ítem anterior. Dr. telefone. no Canadá. (vide mensagem completa na página deste Manual) . com o amor e a "fé que remove montanhas".com/orgone-mannion. dizendo: . como fazemos em nossas casas Espíritas. através de tantos estudos e pesquisas.

colocam a garrafa de água DESTAMPADA na mesa em frente ao palestrante que está realizando o estudo naquele horário. ante a oração ouvida.O menino recitou o «Pai Nosso» e. cap 31) É comum as pessoas levarem garrafas de água para fluidificar para algum familiar doente que não pode comparecer.” (Entre a Terra e o Ceu. assim tambem se recomenda a todos que buscam o recurso da Terapia Espírita.Oferecendo a Água Fluidificada.a . contendo portanto alterações ocasionadas pelos fluidos salutares ali depositados para o equilíbrio de alguma doença ou enfermidade física ou espiritual. Ao sair da Sala ou Câmara de Passes. que lhe recebeu as irradiações.. em hipótese alguma. os frequentadores ou pacientes.. com enternecedora súplica. pediu a Jesus a saúde da irmãzinha doente. No capítulo da fluidoterapia temos na água fluidificada outro elemento de valor. recebem a água fluidificada. tornando-se portadora de recursos medicamentosos. O uso da água fluidificada como medicamento refazedor e o Passe não dispensam os cuidados médicos recomendados ao paciente. cristalina. 36." (Emmanuel/Chico Xavier). Vimos o nosso orientador acercar-se do recipiente de água cristalina. para que os Benfeitores ali depositem o medicamento fluídico. recomenda-se colocar a água em vasilhame separado. Adverte-nos o Ministério da Saúde que não se usem remédios sem necessidade. abeirar-se de Silva. Deve ser usada adequadamente. potável.. explicar que não há necessidade de deixar as garrafas abertas e que há o local próprio para acolher as garrafas de água a serem fluidificadas. Há todo um manejo de fluidos modificando a água através da química mental.. logo após. Os fluidos tem penetrabilidade e atravessam qualquer material. em seguida.32 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 36. Neste caso. o jarro com água para fluidificar beneficiará a todos. "Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia. Por desconhecimento. como um medicamento. “Um copo de água pura foi colocado junto à cabeceira da pequenina. magnetizando-a. e. de acordo com a necessidade do doente. Com gentileza e fraternidade.. só utilizar-se a água fluidificada quem estiver necessitando dela. . portanto devem permanecer com as tampas fechadas. mineral.. recomendado pelos Benfeitores. É hábito colocar água para fluidificar na hora da reunião semanal do Evangelho em Família. Água Fluidificada A água fluidificada nada mais é do que o magnetismo colocado pelos Benfeitores na água comum. em favor da enferma que parecia expressivamente confortada. proveniente da farmácia espiritual. Em caso de alguém doente na família. para a saúde e harmonia no relacionamento familiar. É utilizada na Casa Espírita ou no meio espírita como complemento do Passe.

O Aplicador do Passe Espírita. Muito conhecida a entrevista que Dr. e é uma ferramenta poderosa que pode mudar nossas percepções de nós mesmos e do mundo em que vivemos para sempre. . ao deixar as garrafas expostas destampadas na mesa do palestrante. Emoto: Não tentamos isso. e ao final dos trabalhos. em local próprio designado para esse fim. corre-se o risco das mesmas receber espirros do público.Água. cozinhar. seja tóxico e poluído ou naturalmente puro. como viva e altamente responsiva a cada uma de nossas emoções e pensamentos. que aqui colcoamos apenas uma pergunta.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 33 Apenas como explicação de reforço. sendo largamente divulgado na internet as entrevisats na sua totalidade.Pesquisas do Dr. deve sempre que possível. então poderemos ter a Água com essa vibração e usá-la para coisas como regar plantas. Eles estão descobrindo que as flores duram muito mais e as plantas neste jardim estão muito mais radiantes. Nós temos evidências profundas de que nós podemos curar positivamente e podemos transformar a nós mesmos e ao nosso planeta pelos pensamentos que nós escolhemos pensar e as maneiras como colocamos estes pensamentos em ação.b . com a palavra "saúde". etc? Dr. por exemplo. A melhor escolha será trazer as garrafas tampadas entregando ‘a pessoa responsável que as coleta e as deixa na Câmara de Passes ou Sala de Passes ou ainda sobre uma mesa. Masaru Emoto cedeu a vários jornais e revistas científicos. rotulando garrafas com Água de torneira com palavras como "Amor" e "gratidão" e usando essa Água para regar as plantas ou colocando flores na Água. a pessoa recolhe a sua garrafa identificada. 36. tosse. As pesquisas com a fotografia da aguas mostram os incríveis reflexos da água. mas algumas pessoas que leram o livro estão experimentando. Masaru Emoto . ler sobre o assunto. causando distração e desconfortos momentaneos que interferem no trabalho. ir compreendendo mais e mais a ação dos Bons Espíritos em nossas vidas diárias. Ficou claro que a água facilmente assimila as vibrações e as energias do ambiente. estão sujeitas a serem derrubadas molhando a mesa. do proprio palestrante. O trabalho extraordinário de Masaru Emoto é uma revelação surpreendente. Pergunta: Se pudermos "contaminar" Água com a energia de várias palavras.

enquanto o medium está em transe. Retiramos do Livro DIRETRIZES DE SEGURANÇA. convenientemente. se for o caso. Se sintonizamos com os mentores. (Guidelines for Safety—Editora Frater) O objetivo é apenas dar mais subsídios a este Manual de Apoio ao Candidato a Aplicador do Passe Nacional e Internacional. Aplicando passe. O que é o Passe ? Para ministrar um passe a pessoa tem estar mediunizada? Que você pensa do passe magnético? Divaldo . nos Centros Espíritas. eliminando o fluido deletério que reveste o enfermo e conseguindo envolve-lo com energia salutar. conhecida por todos aqueles que leram alguma coisa sobre o mesmerismo. para ajudarem. O passe deve ser sempre dado em estado de lucidez e absoluta tranquilidade. ajudando o aparelho circulatório. principalmente no socorro pelo passe. simultaneamente. não sendo. do Livro Diretrizes de Seguranca. de modo que eles possam ter centros vitais reestimulados e. nesse ínterim. no qual o passista se encontre com saúde e com perfeito tirocínio. porque. extrair energia. acreditamos que os passes praticados sob a ação de uma incorporação propiciam resultados menos valiosos. são eles que distribuem as nossas energias. do agente. medianímico. p69. de retirar o fluido do medium. Quando utilizamos a técnica da aplicacão longitudinal. porque estamos sob a ação dos Bons Espíritos. o seu organismo realize o . sem o desgastar. O passe é essa doação de energias que nós colocamos ao alcance dos que se encontram com deficiencias. necessário o transe. 1995. perturbações espirituais.O passe significa. Como definir o passe espiritual? Em que oportunidade ele se verfica? Divaldo . Os espíritos. Então. publicado pela Editora Frater –– páginas 103 a 112. nele incorporando. não necessitam. em portugues ou ingles. decorre da sintonia com os Espíritos Superiores.O passe espiritual se verifica toda vez que vamos atuar junto a alguém que apresenta distúrbios de ordem mediúnica. O passe que nós aplicamos. ele sofre um desgaste. com Divaldo Franco e Raul Teixeira. não uma vinculação para incorporação. como guia ao leitor que desejar adquirir o livro Diretrizes de Segurança. mas que elucida muitas outras que fazemos em diversas situações do nosso quatidiano. Podem manipular.34 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 37. em consequêncla disso. pois. Diretrizes de Segurança. Deixamos as perguntas numeradas tais quais constam no livro. a fim de que possa atuar na condição de agente. É transfusão da energia do doador. recobrem o equlíbrio ou a saúde. então experimenta uma despesa dupla. diversas respostas que informam não somente sobre as questões colocadas no livro. o que a transfusão de sangue representa para a permuta das hemácias. compulsoriamente. ele sofre outro desgaste. há um intercambio magnético e. a fim de que. no capítulo da troca de energias. p70. O passe magnético tem uma técnica especial. Questões retiradas com a permissão dos autores. o que convém considerar sintonia mental. não como paciente.

evitar tudo aquilo que possa comprometer. onde se processam serviços de aplicação de passes? Raul . em equilíbrio. porque não pode haver melhores diretrizes do que as que estão exaradas em O Evangeiho Segundo o Espiritismo e mais obras subsidiárias da Doutrina Espírita. neste caso. Se se trata. p72. estalar os dedos. e. deveria permitir-se desequilíbrios? Se é um labor de paz. tocar ou encostar as mãos na pessoa que recebe o passe? Divaldo .Todo e qualquer passe. Caso o paciente não se resolva sintonizar com os Benfeitores. porque. sofrem um processo de desagregação com a incidência da luz branca. se caracteriza pela elevação. Pelos passes não há. p73. . na vida normal. se encarregue de manter esse estado de saúde. Para a aplicação do passe.Comumente eles assim o fazem. ao mesmo tempo em que temos que levar em conta que certos elementos constitutivos dos ectoplasmas.E necessário lavar as mãos. Não há qualquer necessidade de que se lave as mãos depois da prática dos passes. como toques físicos. ser-lhe-á inócua toda e qualquer interferencia de outrem. na hora das questões transcendentais. Há necessidade do médium. não há nenhuma necessidade essencial. por medida de cautela e de zelo ao próprio bom nome. não se justificará que haja o passe. Poderemos operá-los tanto a noite. além de facilitar a concentração.Desde que se trata de permuta de energias. A hora do passe é especial. soprar ruidosamente. pelo equilíbrio. p75.A princípio. p74. após a aplicação de passes? Raul – Isso se deve a deficeinte orientação recebida pelo medium. A providência de diminuir-se a claridade tem por objetivo evitar a dispersão da atenção das pessoas. porém. Se uma pessoa cortês se esforca para ser gentil. deve-se mesmo. da diminuição da luminosidade. Por que se costuma diminuir a claridade dos ambientes. Se se pretende adentrar em conselhos e orientações. Entretanto. de aconselhamento. não há razão para que ocorram desarmonias ou se deem conselhos mediúnicos. nada há que os impeça. e ao do Espiritismo. dar conselhos? Divaldo . quanto com o dia claro. e do espírito encarnado do medium. neste caso. para a aplicação dos recursos dos passes. É necessário situar as coisas nos seus devidos lugares. que costumarn ser liberados pelos médiuns em quantidades as mais diversas. tome-se de um bom livro e leia-se. gemer. o medium deve resfolegar. os médiuns aplicadores de passes podem ter vontade de lavar as mãos por lavar. não poderíamos chamar essa intervenção de passe espiritual? Divaldo . eles necessitam de maior dosagem de fluidos extraídos do organismo material das criaturas encarnadas e aplicam o passe misto: do espírito propriamente dito e das forças magnéticas do intermediario’. Algumas vezes.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 35 trabalho de defendê-lo do mal. Os espíritos poderão aplicar diretamente um passe e. p71. como toda técnica espírita.

a mesma fé no auxílio que vem do Mais Alto. de algum modo. Que pensar de tal prática? Raul . Tal prática incorre numa situação no mínimo estranha: o fato de que aquele que aplicar o passe por último estaria desfalcado. o que indica que. Nos momentos dos passes. Deveremos. Nenhum estalo.Não. como pulseiras. afim de se reabastecerem. comprometendo a concentração nos benefícios do momento. logo após. p78 . Se a circunstância obrigar a que se apliquem passes em alguem que esteja de costas. Tudo isso faz parte dos hábitos incorporados pelas pessoas que passam a admitir que seus trejeitos e tiques são parte da tarefa dos passes ou da mediunidade. nenhuma fungação. nenhum toque corporal ou puxadas de dedos. antes de atendermos aos outros. antes de atirarmos as energias sobre o paciente. indicando força ou energia. por nossa vez. e exercendo um controle sobre si mesmos. O silêncio para a oração profunda. Decorrerá algum problema do fato de se aplicar passes em alguem que esteja de costas? Raul . que nos chegam dos Amigos Espirituais envolvidos nessa atividade. há necessidade de que os mediuns passistas retirem de seus braços..Em nossa forma de ver. anéis? Isso tem alguma implicação magnética ou é apenas para evitar ruídos e dar-lhes maior liberdade de ação? Divaldo . p80. a eliminação dos adornos não tem uma implicação direta no efeito positivo ou negativo do passe. enquanto aplicam passes? Raul . . Por que muitos médiuns ficam ofegantes. por essas vibrações.Tal prática apenas indica o pouco entendimento que tem as pessoas com relação ao que fazem.. procurando aperfeiçoar suas possibilidades de trabalho. Os estalidos dos dedos ajudam. Quando aplicamos passes. p77. Na aplicação dos passes. totalmente desnecessários. os aplicadores de passes observarão a necessidade do relax e da sintonia positiva e boa com os espíritos que supervisionarn tais atividades. Não sabe ele que a respiração nada tem a ver com a aplicacão dos passes. somos nós. a princípio. Evitando os gestos bruscos.Isso se deve a deficiente orientação recebida pelo medium. todo o recolhimento é importante. assim. de cabelos. vibrando o melhor para a paciente. nos movimentos ritmados das mãos. evitá-los. de suas mãos os adornos.Absolutamente. Devem ser retirados porque é mais cômodo e o seu chocalhar produz dispersão. Silêncio do aplicador e silêncio por parte de quem recebe. devendo o médium educar-se. tem quaisquer utilidades na prática dos passes. Os estalidos e outros maneirismos com as mãos. aplicá-los-emos com a mesma disposição. sem condições de ser atendido por outra pessoa. ficamos envolvidos por essas energias.36 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi p76. sentan-se para recebê-los de outros. de braços. p79. beneficiados e auxiliados para que possamos auxiliar. Muitos que aplicam passes. na aplicação dos passes? Raul . facilitando a penetração nas ondas de harmonia que o passe propicia. são perfeitamente dispensáveis. relógios. São companheiros que imaginam sejam os exageros e invencionices os elementos capazes de assegurar grandeza e autenticidade do fenôrneno.

quando se dá a conjugação dos recursos do mundo espiritual com os elemenntos do médium. e outros. que são: o hospital espírita. A água fluidificada tem valor terapêutico? Divaldo . Ele se desgasta porque doa do seu próprio plasma. escorrendo através das mãos. para beneficiar o assistido. isto é. fazerem-se passes a domicílio? Quais as conseqüências dessa prática para o medium ? Divaldo . e por quê? Porque acredita no médico. ítem 33.Quando é necessária ou desaconselhável durante o passe. e onde o bom comportamento não é mantido. atender a uma solicitação. quanto mais se integra e se entrega ao ministério dos passes. no Iivro A Gênese. será primeiramente beneficiado com os fluidos dos Servidores do Além. ou o próprio Centro Espírita. desconhecemos a necessidade de comunicações psicofônicas durante o seu transcurso. Sendo considerada uma substancia simples. p83. as energias circularn em torno da cabeçaa. acredita-se que a água facilmente recebe energias magnéticas. Eis quando caracterizamos o medium aplicador de passes ou passista. vez que outra. esgotado. que dele se utilizam. pode ir ao local reservado para o mister. e pode operar. As conseqüências de um medium andar daqui para ali aplicando passes são muito graves. quando o paciente. por desprezo ou preconceito. fluídicas. p82. tido como magnetizador. sem cansaço. Encontramos em Allan Kardec. porém. A chamada hidroterapia era conhecida dos povos mais esclarecidos. os eletrocardiograrnas. tais como as radiografias. a água fluidificada ou magnetizada tem valor terapêutico. ao aplicar as energias socorristas. o indivíduo se coloca na posicão de um vaso de cujos recursos os Benfeitores se utilizam. o paciente vai. eletroencefalogramas.Somente se devem aplicar passes a domícilio. não vai ao Centro Espírita é porque não acredita. vai melhorando a si mesmo. nesse caso. onde as regras de moral não são preservadas. (cap XIV. Então. chama o medico e este faz o exame local. o seu reequilíbrio. 29ª. porque de não pode pretender estar armado de defesas para se acautelar das influencias que o aguardam em lugares onde a palavra superior não é ventilada. a manifestação psicofonica? Raul . de maneira nenhuma. cap 17). Mas. Crê mais na falsa pudícia do que na necessidade legítima.Reconhecendo que o passe é a contribuicão vibratória que nós poderemos doar em nome da Caridade. e a partir dessa doação sente-se cansado. como que assimilando os valores da sua mentalização.A magnetização da água é uma providência tão antiga quanto a própria cultura humana. sim. segundo a instrução do Espírito André Luiz (em Nos Domínios da Mediunidade. aquele em quem.Quando é admissível fazerem-se passes fora do Centro Espírita. . ou a escola espírita. se um paciente tem um problema organico muito grave. pois. que são as energias do próprio sensitivo. Devemos. ou de ações fluídicas. Um outro nível e o das energias espirituais-materiais ou psicofísicas. encaminhandoo ao hospital para os exarnes complementares. Se.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 37 p81 . se aperfeiçoa. Vemos que quanto mais o trabalhador se aprimora. Edição FEB) a informacão de que nós poderemos estar submetidos a tres tipos ou condições energéticas. no metabolismo desajustado. Existe a fluidificacão eminentemente magnética.

quando nada disso tem a ver. com a realidade dos fluidos. Uma é o indivíduo receber espíritos para aplicar passes. 3 Mensagens sobre o Passe. estalidos de dedos. embora haja a atuação dos Benfeitores Espirituais no trabalho dos passes. o que não impede que. São situações diferentes. Neste caso. Tambem adicionamos um importante material de orientação que é parte do documento preparado pelo CEI. vemos que mesmo no segundo nível. muitas vezes. por Joanna de Angelis. os seus hábitos deseducados. não incorporam para aplicar passes. Com isso. Não se dá conta de que não se trata de uma incorporação mas de um envolvimento vibratório. os Benfeitores apliquem passes. uma vez incorporados.. Os espíritos projetam diretamente as energias sobre os necessitados. não há nenhuma necessidade de que incorporemos espíritos para aplicá-los. __________________ Nas páginas seguintes adicionamos algum material de apoio. Há companheiros que ainda não foram educados para o trabalho do Passe e apresentam uma atuação mais característica de distúrbio do que de ascendência mediúnica: os cacoetes psicológicos. da sua natureza. o retorcimento dos lábios. Ele não crê que os espíritos dele possam se utilizar sem a necessidade da incorporação. Mensagem sobre Água Fluidificaca e ao final as Fontes de consulta que nos possibilitaram compilar material alusivo a este Manual. da Apostila Diretrizes de Apoio para as Atividades dos Grupos.spiritist. em que encontrarnos o medium aplicador de passes. Os Benfeitores. do seu contato corn os espíritos que se faz em nível mental. pagina 34. não há nenhuma necessidade de incorporação desses espíritos. vamos perceber que. não haverá nenhuma necessidade de um instrumento físico.org . Então.. etc. Assim. como 1 Mensagem sobre a Imposição das Mãos. sobre o qual agem as entidades para atender a terceiros. que lhe faz arrepiar. por um processo de indução psicológica. comumente. os gestos bruscos. evidentemente. o que muitas vezes esconde a sua insegurança. o espírito projeta os seus fluidos e o médium age como se o estivesse incorporando. Centros e Sociedades Espíritas. disponível. no web site do CEI www. o seu atavismo não espírita. a respiração ofegante.38 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi Kardec ainda aponta o terceiro nível de energia que é o espiritual por excelêncla.

ouvindo a Explanação Evangélica. . de harmonia e de elevação espiritual. procurando manter o clima de paz. com mobiliário simples: mesa. e sempre que julgar necessário. durante o atendimento. para que cada uma possa receber os benefícios da assistência espiritual. em silêncio e em número correspondente ao número de passistas. necessário à assistência que se procura oferecer aos que ali se encontram. • A equipe encarregada da aplicação dos passes. de silencio respeitoso. preservando-se. e deverá ficar reunida na sala de passes. todavia. o clima de silêncio e prece necessário ao atendimento. por um colaborador do grupo já previamente escalado e treinado. com simplicidade e sem gesticulação exagerada. sem a manifestação ostensiva de Espíritos desencarnados e sem transmitir orientações pessoais ao assistido. • O dirigente do grupo. Centro ou Sociedade Espírita. • De preferência. com bom conhecimento doutrinário e espiritualmente preparados para a tarefa. • Os necessitados serão encaminhados à sala de passes. qual a sua finalidade e sobre a necessidade de se adotar posição mental de recolhimento e prece. previamente organizada. enquanto aguarda o momento do passe. esclarecida e treinada. o passe poderá ser aplicado no local da Explanação do Evangelho. sem tocar no paciente. Na falta de um recinto próprio. APLICAÇÃO DE PASSES – Apostila do CEI – Documento de Apoio ao Trabalhador Espírita a) Organização • Destina-se aos necessitados de assistência espiritual e moral. • A equipe de pessoas que irá aplicar o passe será formada por trabalhadores do Grupo. o dirigente da tarefa de aplicação dos passes e os demais tarefeiros rogarão o auxílio do Plano Espiritual para o atendimento que se iniciará. para os assistidos. haverá um recinto próprio para essa tarefa. fará uma pequena exortação. • O passe será aplicado somente às pessoas que o desejarem.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 39 38. e cadeiras. • Cada integrante do grupo deverá aplicar o passe individualmente. terá um responsável designado. • Ao término da Explanação do Evangelho. com antecedência. para acomodação de vasilhames para a fluidificação das águas. bem como para a fluidificação das águas destinadas aos socorridos. • Ao Dirigente da reunião caberá esclarecer o público participante sobre o que é o passe. para o trabalho. • Os recipientes com água para ser fluidificada serão colocados no lugar apropriado. em silêncio. sem respiração ofegante. sem bocejos ou ruídos. • Deve-se orientar o assistido pelo passe a não manifestar preferencia por determinado passista.

39. as células se refaziam. Outrossim. fará a prece final. já preparados para a tarefa. portadores de diversas enfermidades. destaca-se a imposição das mãos em socorro da saúde alquebrada ou das forças em depereciamento. interessados na paz e na renovação do próximo. b) Desenvolvimento • Prece inicial: Ao término da Explanação do Evangelho. é nos lícito oferecer as possibilidades de que dispomos. porém. os deixarem. para que demos prosseguimento ao Seu trabalho entre os homens sofredores do mundo. na certeza de que os nossos tentames não serão em vão. Deverão sair em grupos. Com o seu auxílio. quando chamados de retorno. Jesus conhecia o passado daqueles que O buscavam. Sem embargo. Estimuladas pela força invisível que Ele transmitia. sempre temos algo que dar em Seu nome. após o passe. o responsável pela equipe de passes. após a saída do último grupo de atendidos. estava incluída na pauta de tarefas libertadoras de Jesus. bem como para a fluidificação das águas destinadas aos assistidos. que decorre do amor. restabelecendo o equilíbrio e favorecendo a paz. cegos e surdos. Ele nos facultou realizar. repartindo os bens de alegria. estrada afora. IMPOSIÇÃO DAS MÃOS Quando nos identificamos com o pensamento do Cristo e nos impregnamos da mensagem de que Ele se fez Messias. (2min). (2min. A recuperação de pacientes. mudos e feridos renovavam-se. àqueles que se nos cercam em aflição. até que o último grupo seja atendido. "Impondo as mãos" generosas. Esse ministério. em festa de corações renovados. o responsável pela tarefa de aplicação dos passes e os demais tarefeiros. Extáticos e catalépticos obedeciam-lhe à voz. restaurando o organismo em carência. Colocando-se o cristão . ou quem ele indicar. Certamente que não nos encontramos em condições de conseguir os efeitos e êxitos que Ele produziu. Mensagem Livro O Passe. que já se encontravam na sala de passes. • Prece final: Terminada a tarefa. por uma equipe de passistas – nunca por uma só pessoa – designada pelo Dirigente do setor. mediante a qual os beneficiados poderiam conquistar valores para o futuro. De acordo com a Gênese do mal de que cada necessitado se fazia portador. simples e breve pelo amparo recebido e pela oportunidade de trabalho e de aprendizado que tiveram. Dentre os recursos valiosos de que podemos dispor em benefício do nosso próximo. doando misericórdia de acréscimo.40 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi • Os benefícios do passe poderão ser levados às pessoas impossibilitadas de se locomoverem de sua residência. favorecendo-os de acordo com o merecimento de cada um. com agradecimento respeitoso. os alienados mentais eram trazidos de volta à lucidez e os obsidiados recobravam a ordem psíquica em face dos espíritos atormentadores que os maltratavam.) • Aplicação dos passes: Os interessados em receber os passes serão encaminhados até à sala onde estarão os trabalhadores. Ele aplicava o concurso terapêutico. rogarão o auxílio do Plano Espiritual para o atendimento que se iniciará. tornando ao estado de bem-estar anterior.

dizendo: . em cujo campo te movimentas.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 41 novo. versículo vinte e três do Evangelho: "E rogava-lhe muito. procurando amparar o irmão agoniado que te pede socorro.. não só beneficia os padecentes em provas e expiações redentoras.Minha filha está moribunda. portanto. Ampliando o campo de terapia espiritual. se distende o passe socorrista com atitude mental enobrecida. em Bucaramanga. destacamos a força de confiança expressa no apelo a que se refere Marcos. Franco. podemos aplicar sobre a água os fluidos curadores que revitalizarão os campos vibratórios desajustados naqueles que a sorverem. nem efeitos retumbantes. propiciado pela caridade fraternal. no dia 02 de abril de 1983. Dentre muitos que buscavam Jesus. quando a essência superior é preservada. máxime na luta de ascensão e reparação dos erros conforme nos encontramos. quando for a tua vez de necessidade. É compreensível que se não devam aguardar resultados imediatos. nos que se encontram aturdidos por obsessões tenazes ou desalinhados mentalmente. . em razão destes filtrarem as energias benéficas que promanam da Espiritualidade através dos mentores desencarnados e que são canalizadas na direção daqueles necessitados. Tal concurso. Abre-te ao amor e o amor te atenderá. para o toque curador. Colômbia. considerando-se a distância de evolução que medeia entre nós e o Senhor. Fazei. às disposição do bem. Ninguém se prenda. Joanna de Ângelis Página psicografada pelo médium Divaldo P. a fórmulas sacramentais ou a formas estereotipadas.. no capítulo cinco. Assim. nesse ministério. com o amor e a "fé que remove montanhas". confiantes e resolutos à ação salutar da própria transformação interior. que distraem a mente que se deve fixar no objetivo do bem e não na maneira de expressá-lo. rogo-te que venhas e lhe imponha as mãos para que sare e viva. extraída do livro "o Passe". conforme gostarás que ele faça contigo. nos que tombaram. Toda técnica é valiosa. como ajuda àqueles que se aprestam ao labor. Não procures motivos para escusar-te. embora reconheças as próprias limitações e dificuldades. em benefício do teu próximo. a "imposição das mãos". pode e deve "impor as mãos" nos companheiros desfalecidos na luta. de Rino Curti.

Interditar. 5:23. A transmissão do passe dispensa qualquer recurso espetacular. Candido Xavier . através da oração. adicionar o sopro curativo aos serviços do passe magnético. nada de bom se pode esperar.” (MARCOS. Quando oportuno. sem necessidade real. para que esse gênero de auxílio não se transforme em mania. A fé não exclui a previdência.FEB) . ou da emissão de força socorrista.) (Livro Conduta Espírita Andre Luis – Francisco. Lembrar-se de que na aplicação de passes não se faz precisa a gesticulação violenta. a presença de enfermos portadores de moléstias contagiosas nas sessões de assistência em grupo. De ambiente poluído. Proibir ruídos quaisquer. rogo-te que venhas e lhe imponhas as mãos para que sare. Esclarecer os companheiros quanto à inconveniência da petição de passes todos os dias. fugir à indagação sobre resultados e jamais temer a exaustão das forças magnéticas. a respiração ofegante ou bocejo de contínuo. vapores alcoólicos. “E rogava-lhe muito. Disciplina é alma da eficiência. O bem ajuda sem perguntar. baforadas de fumo. bem como o uso da água fluidificada. Mensagem Livro Conduta Espírita PERANTE O PASSE Quando aplicar passes e demais métodos da terapêutica espiritual.42 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 40. a distância. dizendo: — Minha filha está moribunda. do autopasse. e viva. sempre que necessário. O Bem Eterno é bênção de Deus à disposição de todos. tanto quanto ajuntamento de gente ou a presença de pessoas irreverentes e sarcásticas nos recintos para assistência e tratamento espiritual. e de que nem sempre há necessidade de toque direto no paciente. situando-os em regime de separação para o socorro previsto. Interromper as manifestações mediúnicas no horário de transmissões do passe curativo. É falta de caridade abusar da bondade alheia.

para que recebas remédio e assistência. desculpa as ofensas de criaturas que te não compreendem. operação de boa vontade. Mensagem Livro Segue-me O PASSE “Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças”. em substância. as tuas meIhoras resultam da troca de elementos vivos e atuantes. Se pretendes. guardar as vantagens do passe. pois. também. O mal é sempre a ignorância. sobretudo daqueles que te auxiliam. e ato sublime de fraternidade cristã purifica o sentimento e o raciocínio. Meu amigo. 8:17). Se a moléstia. em favor nossa própria tranqüilidade. Não tomes o lugar do verdadeiro necessitado. o passe é transfusão de energias fisio-psíquicas. Não abuses. Ninguém deita alimento indispensável em vaso impuro. Na esfera da prece e do amor. o coração e o cérebro. com esforço da limpeza interna. tão só porque os teus caprichos e melindres pessoais estejam feridos. O passe exprime. enganos e excessos. No clima da prova e da angústia. . com infantilidade e ninharias.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 43 41. és portador da necessidade e do sofrimento. gastos de forças e não deves provocar o dispêndio de energias do Alto. importa considerar que. Trazes detritos e aflições e alguém te confere recursos novos e bálsamos reconfortantes. um amigo se converte no instrumento da Infinita Bondade. Ajuda o trabalho de socorro aqui mesmo. a tristeza e a amargura são remanescentes de nossas imperfeições. Esquece os males que te apoquentam. foge ao desânimo destrutivo e enche-te de simpatia e entendimento para com todos os que te cercam. e a ignorância reclama perdão e auxílio para que se desfaçaa. no serviço do passe. (MateuS. dentro da qual o companheiro do bem cede de si mesmo em teu benefício.

conservando a receptividade edificante. “Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças”. no Cristianismo redivivo. porque. temos. Onde exista sincera atitude mental do bem. de novo. a obra de amor. Mensagem livro Caminho Verdade e Vida PASSES “E rogava-lhe muito. de conformidade com as letras sagradas. mensagem n. Seu amoroso poder conhecia os menores desequilíbrios da Natureza e os recursos para restaurar a harmonia indispensável. o movimento socorrista do plano invisível. humilha-te. É necessário. O Clarim) 42. por nossa vez. pode estender-se o serviço providencial de Jesus. em que preciosas energias espirituais fluem dos mensageiros do Cristo para os doadores e beneficiários. através das mãos fraternas. centraliza a tua expectativa nas fontes celestes do suprimento divino. 23) Jesus impunha as mãos nos enfermos e transmitia-lhes os bens da saúde. recordando que alguém vai arcar com peso de tuas aflições.” — (MARCOS. Não importa a fórmula exterior. vers. perturbados e agonizantes. continuando. (Livro Caminho Verdade e Vida—Francisco Candido Xavier— Emmanuel. 153 FEB Editora) . contudo. como transfusões de forças psíquicas. O Mestre sabe. 5. cap.44 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi Se necessitas de semelhante intervenção. recolhe-te a boa vontade. dizendo: Minha filha está moribunda. rogo-te que venhas e lhe imponhas as mãos para que sare. enquanto nós outros estamos aprendendo a conhecer. retifica o teu caminho. através da imposição das mãos. Atualmente. Nenhum ato do Divino Mestre é destituído de significação. (Livro Segue-se – Francisco Candido Xavier – Emmanuel – Ed. Reconhecendo essa verdade. os apóstolos passaram a impor as mãos fraternas em nome do Senhor e tornavam-se instrumentos da Divina Misericórdia. Seria audácia por parte dos discípulos novos a expectativa de resultados tão sublimes quanto os obtidos por Jesus junto aos paralíticos. e viva. Os passes. representam a continuidade do esforço do Mestre para atenuar os sofrimentos do mundo. Cumpre-nos reconhecer que o bem pode e deve ser ministrado em seu nome. inflama o teu coração na confiança positiva e. não desprezar-lhe a lição. considerando igualmente o sacrifício incessante de Jesus por nós todos.

quando se referiu a água simples. 10:42) Meu amigo. (Mateus. Reconheçamos. à frente tuas oraçães. em que a medicação do Céu pode ser impressa. A criatura que ora ou medita exterioriza poderes. coloca o teu recipiente de água cristalina. A fonte que procede do coração da Terra e a rogativa que flui do imo d´alma. através de recursos substanciais de assistência ao corpo e a alma. com raios de amor em forma de bênçãos e estarás. quando se unem na difusão do bem. Se desejas. abençoado nos Céus. Ninguém existe órfão de semelhante amparo. que aliviam e sustentam. Detinha-se o Mestre no exame do valores espirituais mais profundos. imanações e fluidos que. portava-se ao valor real da providência. então. em verdade vos digo que. não apenas so reportava a compaixão rotineira que sacia a sede comum. o concurso dos Amigos Espirituais. de modo claro. A água é dos corpos mais simples e receptivos da Terra. perderá o seu galardão”. Jesus. Para auxiliar a outrem e a si mesmo. bastam a boa vontade e a confiança positiva. (Livro Segue-me – Francisco Candido Xavier – Emmanuel – A Água Fluida – Editora O Clarim) . em seu nome. e a linfa potável recebe-nos a influenciação. doada em nome de sua memória. a benefício da carne e do espírito. na solução de tuas necessidades físico-psíquicas ou nos problemas de saúde e equilíbrio dos companheiros. operam milagres. ajudam e curam. que o Mestre. podendo distribuí-los a benefício de todos os que lhe seguem a marcha. escapam a análise da inteligência vulgar. quando Jesus se referiu a bênção do copo de água fria. Mensagem do Livro Segue-me A ÁGUA FLUIDA “E qualquer que tiver dado só que seja um copo dágua fria. pois. embora em processo invisível aos olhos mortais.Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 45 43. O orvalho do Plano Divino magnetizará o líqüido. por ser meu discípulo. espera e confia. portanto. O espírito que se eleva na direção do Céu é antena viva. do modo algum. É como que a base pura. sempre que estacione através de zonas enfermiças. captando potenciais de natureza superior. condensando linhas de força magnética e princípios elétricos. A prece intercessória e o pensamento de bondade representam irradiações de nossas melhores energias. consagrando o sublime ensinamento do copo de água pura. por enquanto.

FEB Fluidos e Passes .C.FEB Mecanismos da Mediunidade . A Gênese .X. 14.X. Web sites . 4.C.FEB Diretrizes de Segurança .André Luis/F.Rino Curti .dichistoriasaude. .André Luiz/F. 18.Divaldo Franco e Raul Teixeira .Mensagem O Passe .pag 15 da Introdução .br/arte/landell_de_moura/maqlandell. André Luis .www.FEB Evolução em Dois Mundos .C. www.Mensagem Passes .www.X.Ed.Perante o Passe .br http://paginas. 19.com/orgone-mannion.André Luiz/F.C. EME Editora 1996 Livro dos Espíritos .html www. Centros e Sociedades Espíritas .fiocruz.C.Módulo 2.FEB Nos Domínios da Mediunidade .htm www.X.E.material utilizado neste Manual. FEB.André Luis/F.X.Coleção Estudos e Cursos. Frater Diretrizes para o Trabalho em Grupos.FEB Conduta Espírita . 5. 13. 7.spiritist. 3. .C.F.org / www.terra.L.org Conselho Espírita Internacional .X. 21.André Luiz/F..Allan Kardec O Passe . 11.com. Conselho Europa do CEI . .O Clarim Editora. .Curitiba-PR Apostila do Estudo e Educação da Mediunidade .E. 10.cap IX Ação e Reação – André Luis/F. 6. 8. 2.doc www.21stcenturyradio.Allan Kardec .X.C.CEI Entre a Terra e o Ceu. 16.spiritismo.Cap. 9.Editora LAKE Segue-Me .coc. .E. Roteiros 1 a 4. 12 Serviço de Passes O Livro dos Médiuns .Emmanuel/F. .geocities.X.F. .46 Manual de Apoio na Preparação do Aplicador do Passe Elsa Rossi 44.M. .isc-europe.Allan Kardec Obras Póstumas .E.cele. 2001 Caminho.C. Fontes de Consulta 1. 20.Emmanuel/F. .br/coem2.O..FEB Missionários da Luz . 12.com/quackwatch/medespiritual.htm (Kirliangrafia) Webs sites úteis em Portugues e demais idiomas. Verdade e Vida .C.C.X.org.FEB Apostila do C. 15. Therezinha Oliveira. Brasília.B . 17.Mensagem Imposição das Mãos .org .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->