P. 1
PLANEJAMENTO DE GEOGRAFIA 2012

PLANEJAMENTO DE GEOGRAFIA 2012

|Views: 24.276|Likes:
Publicado porrenildesr

More info:

Published by: renildesr on May 05, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/03/2013

pdf

text

original

ESCOLA ESTADUAL ANTONIO GRÖHS

PLANO ANUAL DE GEOGRAFIA
DIRETOR: AGNALDO LANSONI

COORDENADORES: LUCENI G. CANABARRO MEIRE DE M. L. GARCIA VERA LÚCIA DEBARBA CÔGO ÁGUA BOA, 2012.

PROFESSORES ALYNE GONÇALVES VIEIRA QUITERIA DE LIMA RODRIGUES ROSIMEIRE MARIA ANGELE

MISSÃO DA ESCOLA

Ser mediadora do processo de ensino-aprendizagem, servindo como elo entre conhecimento e a prática interagindo na comunidade e fazendo com que esta reflita com a sociedade que queremos ter, formando assim cidadãos capazes de promover transformações que propiciem melhoria na qualidade de vida.

PLANEJAMENTO DE GEOGRAFIA ENSINO FUNDAMENTAL - TERCEIRO CICLO ENSINO MÉDIO

INTRODUÇÃO

A Geografia, na proposta dos Parâmetros Curriculares Nacionais, tem um tratamento específico como área, uma vez que oferece instrumentos essenciais para a compreensão e intervenção na realidade social. A Geografia compõe o currículo do ensino fundamental e médio e deve preparar o aluno para: localizar, compreender e atuar no mundo complexo, problematizar a realidade, formular proposições, reconhecer as dinâmicas existentes no espaço geográfico, pensar e atuar criticamente em sua realidade tendo em vista a sua transformação, ou seja, proporcionar práticas e reflexões que levem à compreensão da realidade. Portanto, para que os objetivos sejam alcançados, o ensino da Geografia deve fundamentar-se em um corpo teóricometodológico baseado nos conceitos de natureza, paisagem, espaço, território, região, rede, lugar e ambiente, incorporando também dimensões de análise que contemplam tempo, cultura, sociedade, poder e relações econômicas e sociais e tendo como referência os pressupostos da Geografia como ciência que estuda as formas, os processos, as dinâmicas dos fenômenos que se desenvolvem por meio das relações entre a sociedade e a natureza, constituindo o espaço geográfico. Seu objetivo é compreender a dinâmica social e espacial, que produz, reproduz e transforma o espaço geográfico nas diversas escalas (local, regional, nacional e mundial). As relações temporais devem ser consideradas como processo de construção social. A Geografia não é uma disciplina descritiva e empírica, em que os dados sobre a natureza, a economia e a população são apresentados a partir de uma sequência linear, como se fossem produtos de uma ordem natural. Com as novas tecnologias de informação, com os avanços nas pesquisas cientificas e com as transformações no território, o ensino de Geografia torna-se fundamental para a percepção do mundo atual. A importância da Geografia no ensino fundamental e médio está relacionada com as múltiplas possibilidades de ampliação dos conceitos da ciência geográfica, além de orientar a formação de um cidadão no sentido de aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser, reconhecendo as contradições e os conflitos existentes no mundo.

OBJETIVOS GERAIS

No que se refere ao ensino fundamental e médio, é importante considerar quais são as categorias da Geografia mais adequadas para os alunos em relação a essa etapa da escolaridade e às capacidades que se espera que eles desenvolvam. Nesse contexto o aluno necessita:  Reconhecer que a sociedade e a natureza possuem princípios e leis próprios e que o espaço geográfico resulta das interações entre elas, historicamente definidas;  Compreender e interpretar os fenômenos considerando as dimensões local, regional, nacional e mundial;  Dominar as linguagens gráfica, cartográfica, corporal e iconográfica;  Reconhecer as referências e os conjuntos espaciais, ter uma compreensão do mundo articulada ao lugar de vivência do aluno e ao seu cotidiano.  Distinguir as grandes unidades de paisagens em seus diferentes graus de humanização da natureza, inclusive a dinâmica de suas fronteiras, sejam elas naturais ou históricas, a exemplo das grandes paisagens naturais, as sociopolíticas como dos Estados nacionais e cidade-campo;  Compreender que os conhecimentos geográficos que adquiriram ao longo da escolaridade são parte da construção da sua cidadania, pois os homens constroem, se apropriam e interagem com o espaço geográfico nem sempre de forma igual;  Perceber na paisagem local e no lugar em que vivem as diferentes manifestações da natureza, sua apropriação e transformação pela ação da coletividade, de seu grupo social;  Reconhecer e comparar a presença da natureza, expressa na paisagem local, com as manifestações da natureza presentes em outras paisagens;  Reconhecer semelhanças e diferenças nos modos que diferentes grupos sociais se apropriam da natureza e a transformam, identificando suas determinações nas relações de trabalho, nos hábitos cotidianos, nas formas de se expressar e no lazer;  Conhecer e utilizar fontes de informação escritas e imagens, utilizando, para tanto, alguns procedimentos básicos;  Criar uma linguagem comunicativa, apropriando-se de elementos da linguagem gráfica utilizada nas representações cartográficas;  Saber utilizar a observação e a descrição na leitura direta ou indireta da paisagem, sobretudo mediante ilustrações e linguagem oral;  Reconhecer, no seu cotidiano, os referenciais espaciais de localização, orientação e distância, de modo que se desloque com autonomia e represente os lugares onde vivem e se relacionam;  Reconhecer a importância de uma atitude responsável de cuidado com o meio em que vivem, evitando o desperdício e percebendo os cuidados que se devem ter na preservação e na conservação da natureza;  Identificar e avaliar as ações dos homens em sociedade e suas consequências em diferentes espaços e tempos, de modo a construir referenciais que possibilitem uma participação propositiva e reativa nas questões socioambientais locais;  Compreender a espacialidade e temporalidade dos fenômenos geográficos estudados em suas dinâmicas e interações;  Compreender que as melhorias nas condições de vida, os direitos políticos, os avanços técnicos e tecnológicos e as transformações socioculturais são conquistas decorrentes de conflitos e acordos, que ainda não são usufruídas por todos os seres humanos e, dentro de suas possibilidades, empenhar-se em democratizá-las;  Conhecer e saber utilizar procedimentos de pesquisa da Geografia para compreender o espaço, a paisagem, o território e o lugar, seus processos de construção, identificando suas relações, problemas e contradições;  Valorizar o patrimônio sociocultural e respeitar a sociodiversidade, reconhecendo-a como um direito dos povos e indivíduos e um elemento de fortalecimento da democracia.

CRITÉRIOS ATITUDINAIS E PROCEDIMENTAIS

 Construir, por meio da linguagem escrita e oral, um discurso articulado sobre as diferenças entre o seu

lugar e a pluralidade de lugares que constituem o mundo.
 Ler diferentes cartas em diferentes escalas, apropriando-se da representação cartográfica em seu cotidiano;  Particularizar a dinâmica do tempo e espaço nos processos da organização das paisagens rurais e urbanas,     

         

inclusive das formas de interações com o tempo da natureza e da sociedade; Perceber no seu cotidiano como as pessoas se apropriam e se identificam com os lugares; Mudar comportamentos a partir da forma de compreender sua realidade, por meio dos conhecimentos adquiridos pelo estudo da Geografia; Desenvolver uma postura crítica em relação ao comportamento da sociedade diante das diferenças entre o tempo social ou histórico e o natural; Saber discernir as ações adequadas à conservação da natureza, desenvolvendo atitudes de respeito à vida. Questionar-se como cidadão de um determinado lugar e, ao mesmo tempo, questionar a existência ou não da cidadania das demais pessoas que convivem nesse lugar. Ao mesmo tempo questionar as condições de classes como limitantes à prática da justiça social. Interessar-se em procurar relacionar como as pessoas se apropriam, se identificam e se integram com os lugares, definindo um comportamento crítico em relação a esse fato; É importante que o aluno se torne apto a identificar as características dos sistemas político-econômicos e suas relações com a globalização, compreendendo como todos esses elementos traçam a configuração do mundo atual; Espera-se que os alunos compreendam as características do processo econômico e da divisão internacional do trabalho e, também, a finalidade da formação de grandes blocos econômicos; Compreender a regionalização do espaço mundial segundo aspectos naturais, culturais, políticos e socioeconômicos; Explorar fotos, imagens, indagando aos alunos as razões das transformações ocorridas; Discutir as bases do desenvolvimento industrial e econômico europeu. Mostrar aos educandos as principais questões relacionadas à população e à organização do espaço geográfico das regiões desenvolvidas e menos desenvolvidas da Europa. Espera-se que compreendam a formação e o atual papel econômico e geopolítico do mais antigo e importante bloco econômico da atualidade: a união europeia; Objetiva-se que os alunos compreendam qual a atual configuração do espaço geográfico da Ásia resulta de um processo histórico dinâmico; Levar os alunos a perceber como, historicamente, ocorreu a organização do espaço geográfico, a formação étnica e cultural da população e o desenvolvimento econômico da África. Verificar as consequências das interferências de outras nações no território e, dessa forma, compreender as raízes do subdesenvolvimento e a realidade atual dos países da África; Levar os alunos a compreender e identificar as principais características econômicas e sociais da Oceania e como eles estão inseridos no espaço global como nações desenvolvidas.

ENSINO FUNDAMENTAL TERCEIRO CICLO

PRIMEIRA FASE DO TERCEIRO CICLO  OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

              

Reconhecer que a expansão e a consolidação do território brasileiro passaram por várias etapas; Compreender o significado dos termos território, fronteira e limite; Identificar a divisão política do Brasil, bem como caracterizar cada região brasileira; Reconhecer os países que fazem fronteira com o Brasil e os que não fazem; Localizar e nomear os estados brasileiros e suas respectivas capitais; Localizar o estado onde mora e os limítrofes; Construir noções de representação cartográfica, relacionando escala, legenda, possibilitando ler e representar informações, bem como compreender a espacialidade de fenômenos geográficos; Reconhecer e compreender que o povo brasileiro formou-se da mistura de vários povos; Observar a composição da população brasileira e compreender a importância da miscigenação e da diversidade cultural no país; Identificar a distribuição da população brasileira no território; Perceber-se como participante no processo de transformação da paisagem; Combater o equívoco de que um país industrializado é um país desenvolvido; Destacar que o processo de industrialização intensificou o de urbanização; Discutir a rede urbana no Brasil e a centralidade apresentada por cidades que polarizam determinada área; Analisar com particularidade os aspectos naturais, políticos, econômicos, sociais do estado do Mato Grosso.

 CONTEÚDOS: • PRIMEIRO BIMESTRE:
    

    

O território brasileiro. População brasileira. Localização do Brasil. Formação do território. Regionalização. Brasil: regiões e políticas regionais. Aspectos demográficos. Formação da população. Os movimentos migratórios. A população e o Trabalho no Brasil.

 Industrialização e urbanização do Brasil.

• SEGUNDO BIMESTRE:

 Região norte.  A industrialização brasileira.  A urbanização brasileira.  Rede e hierarquia urbanas.  Problemas sociais e ambientais nas cidades.  Aspectos físicos da região norte.  Ocupação e exploração da região norte.  Devastação da Amazônia legal.  Desenvolvimento sustentável.

• TERCEIRO BIMESTRE:
 Região nordeste.  Aspectos físicos da região nordeste.  Nordeste: ocupação e organização do espaço.  As sub-regiões do nordeste.  Nordeste: espaço geográfico atual.  Região sudeste.  Aspectos físicos da região sudeste.  A ocupação do sudeste.

 Sudeste: organização atual do espaço.  A economia industrial do sudeste.

• QUARTO BIMESTRE:
Região sul. Aspectos físicos da região sul. A ocupação e a organização do espaço sulista. A população da região sul. A economia da região sul. Região centro-oeste. Aspectos físicos da região centro-oeste. Impactos ambientais no cerrado e no pantanal. Centro-oeste: expansão do povoamento. Centro-oeste: crescimento econômico.  Geografia do Mato Grosso.  Aspectos físicos, econômico, político, social de Mato Grosso.          

SEGUNDA FASE DO TERCEIRO CICLO

 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
 Relembrar o significado dos termos povo, nação, território, estado e fronteira;  Compreender a regionalização do espaço mundial segundo aspectos naturais, culturais, políticos e

socioeconômicos;
 Localizar e nomear os países e capitais da América;  Localizar o país onde mora e os limítrofes;  Construir noções de representação cartográfica, relacionando escala, legenda, possibilitando ler e

representar informações, bem como compreender a espacialidade de fenômenos geográficos;
 Compreender a existência e a configuração dos sistemas político-econômicos e suas relações com a    

formação do antigo mundo bipolar e dos atuais polos mundiais de poder; Observação, descrição, comparação, registro e documentação, leitura de texto e imagens, representação, análise, síntese, reflexão, etc.; Compreender a existência de diferentes povos e seus aspectos culturais particulares, como a língua e religião, e a ocorrência de lutas pelo território e os principais motivos que ocasionaram esses conflitos; Analisar as principais características dos países regionalizados como desenvolvidos e subdesenvolvidos; Conhecer os aspectos naturais, econômicos, sociais e políticos da América; Compreender as principais características da formação do espaço geográfico dos países da América, como a colonização européia e a constituição do espaço interno desses países, e verifiquem as influências externas atuais sobre a região e os aspectos ligados à integração do continente.

 CONTEÚDOS: • PRIMEIRO BIMESTRE:
 Geografia e regionalização do espaço.  A economia global.  O mundo dividido: países capitalistas e socialistas.  Regionalização pelo nível de desenvolvimento.  Países do norte e países do sul.  Regionalização de acordo com o IDH.  A economia mundial atual.  As transnacionais  Os financiadores da economia global.  Os blocos econômicos.

• SEGUNDO BIMESTRE:
O continente americano. A população e a economia da América. Localização e regionalização da América. A formação histórica do continente americano. Relevo e hidrografia da América. Clima e vegetação da América. A população da América. Atividades do setor primário na América.  O desenvolvimento do setor secundário.  O crescimento do setor terciário.        

 A América do Norte.  Estados Unidos: território e população.  Estados Unidos: potência econômica e militar.

• TERCEIRO BIMESTRE:

 Canadá: o maior país da América.  México: entre os países ricos e os países pobres.  América Central, América Andina e Guianas.

 América central: continental e insular.  Guiana, Suriname e Guiana Francesa.  América andina: Chile, Bolívia e Peru.  América andina: Venezuela, Equador e Colômbia.

• QUARTO BIMESTRE:
   
 

   

América platina. América platina: aspectos gerais. O Paraguai. O Uruguai. A Argentina. O Brasil. Política externa brasileira. Brasil: potência regional. O Brasil e as organizações internacionais. O Brasil no mundo globalizado.

TERCEIRA FASE DO TERCEIRO CICLO  OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
 Relembrar o significado dos termos povo, nação, território, estado e fronteira;  Analisar os principais aspectos do processo de globalização;  Compreender a existência e a configuração dos sistemas político-econômicos e suas relações com a

formação do antigo mundo bipolar e dos atuais polos mundiais de poder;
 Observação, descrição, comparação, registro e documentação, leitura de texto e imagens, representação,

análise, síntese, reflexão, etc.;
 Compreender a existência de diferentes povos e seus aspectos culturais particulares, como a língua e

religião, e a ocorrência de lutas pelo território e os principais motivos que ocasionaram esses conflitos;
 Localizar e nomear os países e capitais do continente europeu, asiático, africano e Oceania;  Compreender que o alinhamento dos países da Europa oriental com o bloco soviético durante quatro

décadas, promoveu um atraso econômico, tecnológico, produtivo e social na maioria dos países;
 Analisar que após o fim da URSS, a Rússia assumiu o controle de uma comunidade de países, agora sob a

denominação de CEI;
 Discutir as fragilidades das economias dos países do leste europeu;  Apresentar os aspectos naturais, econômicos e humanos da Ásia, enfatizar os contrastes existentes no     

maior continente do mundo; Enfatizar as características de países como: Rússia, Japão e os chamados tigres asiáticos, China e Índia; Abordar as principais características étnicas da população russa, os movimentos separatistas e as características geopolíticas atuais do país; Compreender a fase que a economia e a sociedade russa atravessam e analisem a importância do país no cenário internacional; Conhecer os aspectos naturais, históricos, econômicos, sociais e políticos do continente africano; Perceber as diferenças e semelhanças entre o Japão, Austrália e Nova Zelândia, o modo como alcançaram o atual estágio de desenvolvimento econômico e social, e as particularidades na organização de seus territórios; Possibilitar a compreensão dos alunos em relação às regiões polares de como vêm sendo apropriadas pelo ser humano e de que maneira esses ambientes naturais têm sido afetados pela interferência das atividades econômicas da sociedade atual.

 CONTEÚDOS: • PRIMEIRO BIMESTRE:
          Países e conflitos mundiais. Globalização e organizações mundiais. Estado, nação, território e país. As grandes guerras e a guerra fria. Conflitos: as razões e os principais focos. Terrorismo. A globalização e seus efeitos. Globalização e meio ambiente. Globalização e organizações econômicas. Globalização e direitos humanos.

• SEGUNDO BIMESTRE:
      O continente europeu. Leste europeu e CEI. Quadro natural e problemas ambientais. A população europeia. A economia europeia. A união europeia.

   

A Europa oriental e o socialismo. A crise do socialismo e o fim da bipolarização. A CEI (comunidade dos estados independentes). A Europa oriental: economia e sociedade.

• TERCEIRO BIMESTRE:
          O continente asiático. Ásia destaques regionais. Ásia: um continente de contrastes. A população da Ásia. A economia do continente asiático. Ásia: berço das maiores religiões. Rússia: um país em transição. O Japão e os tigres asiáticos. China: um universo dentro do mundo. Índia: tradição e modernidade.

• QUARTO BIMESTRE:
 O continente africano.  Quadro natural e regionalização da África.  A economia africana.
 As fronteiras da África.  Fome, doenças e conflitos na África.

 Oceania e regiões polares.  Oceania: apresentação.
 Austrália e Nova Zelândia.  As regiões Ártica e Antártica: os extremos da terra.

 Os desafios da ciência nas regiões polares.

ENSINO MÉDIO

1º ANO

 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
Reconhecer o tempo geológico e suas características.  Analisar diferentes formas de transformação da paisagem.  Identificar as diferentes áreas do conhecimento que analisam as transformações sociais e naturais da paisagem.  Reconhecer os sítios arqueológicos como fontes de informação geográficas acerca das transformações sociais da paisagem.  Reconhecer a biosfera como a camada de vida da Terra e os elementos que a constituem.  Identificar a importância da energia solar para ávida em nosso planeta.  Relacionar os movimentos da Terra à dinâmica dos fenômenos naturais.  Interpretar graficamente as características do espaço geográfico.  Identificar a contribuição do sensoriamento remoto para o mapeamento da superfície terrestre.  Identificar as características da atmosfera.  Identificar a relação entre a radiação solar e as alterações nos fenômenos atmosféricos.  Interpretar e analisar mapas.  Reconhecer a relação entre a dinâmica atmosférica e o cotidiano dos seres humanos.  Diferenciar tempo e clima.  Ler e interpretar imagens cartográficas.  Identificar os diferentes fatores determinantes do clima.  Identificar os tipos climáticos encontrados no Brasil.  Identificar as alterações na paisagem decorrentes das alterações climáticas.  Relacionar a ação humana às mudanças atmosféricas.  Identificar a importância da água para a manutenção da vida na Terra.  Identificar as águas continentais superficiais e subterrâneas.  Verificar as características pluviométricas e hidrográficas do Brasil.  Reconhecer a ação humana sobre o ciclo da água e suas conseqüências.  Reconhecer os mares e oceanos do planeta.  Caracterizar os movimentos das águas oceânicas.  Analisar as consequências das ações humanas sobre a vida marinha.  Reconhecer a importância da litosfera para os seres humanos.  Analisar as forças que agem no interior da Terra e transformam a superfície do planeta.  Analisar como a dinâmica interna e externa da Terra interfere no cotidiano de alguns grupos populacionais.  Identificar os diferentes tipos de rochas, sua constituição mineralógica e sua utilização econômica.  Analisar a importância econômica das reservas e jazidas minerais do Brasil.  Analisar a importância dos solos como fonte de vida e identificar sua importância econômica para a sociedade.  Identificar as unidades do relevo brasileiro.  Reconhecer as possibilidades cartográficas para a representação de elementos da paisagem.  Identificar, ler e interpretar cartas altimétricas e hipsométricas.  Identificar os grandes biomas da Terra.  Identificar e analisar as características naturais dos domínios morfoclimáticos e dos biomas brasileiros.  Analisar a importância do trabalho e das técnicas na construção do espaço geográfico.  Identificar o modo de produção e as características da sociedade capitalista.  Caracterizar as revoluções industriais ao longo da historia.

 Relacionar a modernização da indústria à alienação do trabalho humano e à resistência dos trabalhadores à exploração capitalista.  Relacionar as novas tecnologias ao aumento da exploração da força de trabalho e à maior acumulação de capital nos diferentes segmentos de atividades econômicas.  Identificar a cartografia como um conjunto de técnicas que permite conhecer e mapear todas as partes do globo.  Identificar os vários tipos de indústria e suas características.  Comparar, diferenciar e caracterizar metrópole e megalópole e reconhecer a importância das tecnologias para a sua formação.  Identificar o papel dos meios de comunicação e de transporte no processo de produção e circulação de mercadoria.  Identificar fatores que caracterizam a desconcentração industrial.  Analisar a importância das fontes energéticas para a sociedade capitalista industrial e identificar as principais matrizes energéticas da atualidade.  Comparar a participação dos recursos renováveis na matriz energética do Brasil e de outros países.  Reconhecer o processo de refino de petróleo e a utilização de seus derivados bem como a sua comercialização no mundo e a importância desse recurso para a sociedade atual.  Identificar o potencial da camada pré-sal para a produção petrolífera.  Relacionar os conflitos internacionais no Oriente Médio às reservas petrolífera da região.  Identificar as fontes alternativas de energia e selecionar argumento para defender sua utilização.  Identificar as tecnologias desenvolvidas no Brasil para a utilização de combustível de origem vegetal.  Identificar o potencial nacional para a geração de energia eólica e solar.
 CONTEÚDOS:

            

• PRIMEIRO BIMESTRE: O tempo da natureza e as marcas nas paisagens A dinâmica das paisagens no decorrer do tempo geológico. Os elementos que explicitam a dinâmica geológica. A biosfera: interação e dinâmica do planeta. As características da biosfera e dos elementos que a compõem. A importância das características da biosfera na formação das paisagens terrestre. O uso da energia solar no mapeamento da Terra por meio do sensoriamento remoto. A dinâmica atmosférica. As características e a dinâmica da atmosfera. A relação entre as características atmosférica e o cotidiano dos seres vivos. Tempo e clima: qual a diferença? O tempo meteorológico e as suas características. Os tipos climáticos no Brasil e no mundo. • SEGUNDO BIMESTRE: As mudanças climáticas e as paisagens geográficas. A dinâmica do clima no planeta. A ação dos seres humanos sobre o clima. A relação entre as mudanças climáticas e as transformações nas paisagens geográficas. A dinâmica hidrológica e as águas continentais. O ciclo da água e a distribuição da água na Terra. As águas continentais e as regiões hidrográficas. As águas subterrâneas do território brasileiro. A água nos oceanos. As características das águas oceânicas. A influência das águas oceânicas sobre os climas. A relação das águas oceânicas e a vida no planeta.

           

   

A dinâmica litosférica. A dinâmica interna e a estrutura do planeta Terra. As forças endógenas e exógenas que atuam na formação da litosfera. A formação e transformação da litosfera e a vida dos seres humanos. • TERCEIRO BIMESTRE: A composição da crosta terrestre. As rochas, os solos e a estrutura geológica da Terra. As formas de relevo e a formação das paisagens. A sociedade e a sua relação com a crosta terrestre. A interdependência dos elementos na biosfera. As grandes paisagens e biomas brasileiros e a ação transformadora dos seres humanos. As consequências da ação humana para a biosfera. A natureza, o trabalho e o espaço geográfico. As diferentes formas de trabalho humano no decorrer da história. A relação entre o modo de produção capitalista e a sociedade industrial. As transformações da paisagem ocasionada pelo capitalismo. • QUARTO BIMESTRE: As cidades e a indústria no mundo. Os tipos de indústrias e as suas características. As características dos espaços fabris nas escalas local, regional, nacional e mundial. As fontes de energia e sua importância no mundo atual. As fontes de energia na sociedade capitalista industrial. A produção e o comércio de fontes energéticas no mundo. O papel do Brasil nesse processo. O esgotamento do petróleo e o futuro energético mundial. As grandes potências petrolíferas mundiais. As fontes alternativas de energia e o futuro energético do Brasil no mundo. O espaço geográfico mundial e a produção e consumo de energia.

          

          

2º ANO
 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

 Analisar o processo de formação das cidades.  Relacionar o processo de urbanização ao estabelecimento da indústria moderna  Analisar o processo de urbanização nos países capitalistas de industrialização tardia e nos países com baixo nível de industrialização.  Ler e interpretar gráficos e mapas.  Analisar o processo de metropolização e a hierarquia urbana no mundo.  Analisar os problemas decorrentes do fenômeno da metropolização.  Compreender como se dá o crescimento natural da população.  Identificar e caracterizar períodos de transição e de explosão demográfica.  Relacionar o índice de crescimento natural e os fluxos migratórios ao crescimento demográfico brasileiro.  Identificar as causas da queda do crescimento natural brasileiro.  Caracterizar a estrutura etária brasileira.  Reconhecer a importância da atividade agropecuária para a vida dos seres humanos.  Relacionar a atividade industrial às transformações na produção agrícola.  Analisar o processo de estabelecimento da agropecuária comercial moderna e identificar as características desse sistema agrícola.  Analisar a Revolução Verde e identificar suas principais características.  Relacionar a modernização agrícola ao avanço das fronteiras agrícolas nos países subdesenvolvidos.  Reconhecer a origem e as principais características dos plantations.  Ler e interpretar mapas, gráficos, figuras esquemáticas e paisagens.  Identificar as principais características da produção de arroz na Ásia.  Identificar as principais características da pratica do pastoreio nômade na África.  Reconhecer o das tecnologias na organização do espaço rural.  Analisar e caracterizar a agropecuária comercial nos Estados Unidos e Canadá, na Europa, na América Latina, na África Subsaariana e no Sul, Leste, e Sudeste asiático.  Relacionar o problema da fome e o crescimento natural da população ao papel das tecnologias agrícolas resultantes da Revolução Verde.  Avaliar criticamente a concessão de subsídio a agricultores de países ricos.  Identificar os principais problemas ambientais causados pelo atual modelo de desenvolvimento agrícola.  Analisar aspectos relacionados à exaustão dos solos, à poluição ambiental e aos Organismos Geneticamente Modificados.  Identificas técnicas agrícolas alternativas.  Reconhecer as principais características da economia brasileira ao longo da história.  Analisar as interferências do Estado e do capital estrangeiro na economia brasileira durante o processo de industrialização tardia.  Caracterizar a atividade industrial brasileira e identificar os motivos de se concentrar na região Sudeste do país.

 Localizar e caracterizar os principais centros industriais especializados do país e identificar os motivos que levaram a essa especialização.  Relacionar o desenvolvimento da indústria automobilística brasileira à realização de investimentos estatais em infraestruturas de transporte.  Analisar as infraestruturas para a geração de energia do Brasil e sua importância para o setor industrial.  Relacionar a liberação de linhas de crédito bancário para agricultores ao aumento da produção agrícola.  Identificar os diferentes estágios de mecanização do campo brasileiro e relacioná-los ao processo de concentração fundiária e às transformações de trabalho no campo.  Analisar as tensões geradas pela concentração fundiária no Brasil e os conflitos decorrentes da modernização do campo.  Relacionar o processo de modernização das atividades agrícolas ao aumento do êxodo rural no Brasil.  Analisar a distribuição da População Economicamente Ativa por setores de atividade econômica.  Ler, interpretar e analisar gráficos, mapas e tabelas.  Compreender o processo de metropolização no Brasil e o papel das tecnologias na transformação do espaço urbano brasileiro.  Identificar as regiões metropolitanas do Brasil e as megalópoles brasileiras.  Relacionar o avanço das fronteiras econômicas brasileiras ao aumento do número de cidades e ao processo de urbanização do Brasil.  Caracterizar o fluxo migratório do Brasil.  Caracterizar a rede urbana brasileira e analisar sua organização hierárquica.  Identificar características da cultura brasileira.  Reconhecer as dimensões do território brasileiro e relacionar o conceito de território ao de soberania.  Identificar a posição geográfica e os fusos horários do Brasil.  Identificar as principais características da exploração do pau-brasil, do cultivo da cana-de açúcar, da pecuária e da mineração na organização espacial do território brasileiro.  Compreender como as diferentes atividades econômicas contribuíram para a formação do território brasileiro.  Identificar os diferentes povos que formaram a identidade étnico-cultural da população brasileira.  Reconhecer o limite do Tratado de Tordesilhas e a importância da conquista dos sertões para a assinatura do Tratado de Madri.  Compreender de que forma são obtidas as coordenadas geográficas.  Reconhecer o papel das redes de transporte férreo e rodoviário e das linhas de distribuição de energia e de telefonia na configuração do território brasileiro.  Caracterizar a realidade socioespacial brasileira até a década de 1930 e as transformações ocorridas no país após a implantação de novas políticas territoriais.  Caracterizar as diferentes formas de ocupação do território brasileiro desde os séculos passados e identificar sua relação com a organização territorial atual.  Identificar as marcas deixadas na paisagem pelas diversas formas de ocupação do território brasileiro.  Reconhecer a importância do IBGE e analisar as regionalizações brasileiras oficiais propostas por esse órgão.  Reconhecer a importância dos gráficos para o planejamento e gestão do território.  Identificar as principais características climáticas e de vegetação da região Nordeste.  Identificar os contrastes relacionados à distribuição da população, à organização das áreas urbanizadas e ao Índice de Desenvolvimento Humano da região.  Caracterizar os estados que fazem parte do complexo regional do Nordeste.  Identificar as principais ações do Estado nacional sobre a região nordestina.  Avaliar criticamente a SUDENE e avaliar sua importância para a economia regional.  Identificar as sub-regiões nordestinas e suas características físicas e socioeconômicas.  Analisar a importância das altas tecnologias do Corredor de Exportação Norte para a economia da região.  Identificar as características físicas e socioeconômicas do sertão nordestino.  Reconhecer a influência das condições climáticas na vida da população sertaneja.  Avaliar criticamente o projeto de transposição das águas do rio São Francisco.

 Reconhecer o potencial econômico do Nordeste.  Identificar os setores da economia que se destacam na região Nordeste.  Identificar aspectos da cultura nordestina que podem contribuir para o incremento da atividade turística na região.  Reconhecer as principais características socioeconômicas do Centro-Sul.  Reconhecer as principais características da atividade agroindustrial no Centro-Sul.  Analisar a influência das tecnologias na produção industrial e agroindustrial do Centro-Sul.  Relacionar o deslocamento das fronteiras agrícolas ao plano federal de ocupação do território nacional.  Avaliar criticamente o avanço das fronteiras agrícolas sobre o Cerrado brasileiro.  Ler e interpretar gráficos, mapas e paisagens.  Analisar o processo de modernização parcial da agricultura no Centro-Sul e as transformações das relações de trabalho no campo.  Analisar a maneira como a agricultura da região vem se modernizando e identificar sua relação com o inchaço das cidades.  Analisar o processo de formação das regiões metropolitanas do Centro-Sul.  Identificar os principais problemas das cidades do Centro-Sul e associá-los ao rápido crescimento das metrópoles e das cidades médias brasileiras.  Identificar as características naturais do bioma amazônico.  Analisar a distribuição da vegetação da Amazônia.  Compreender como o clima, o relevo, a hidrografia os solos são interdependentes nessa região e como ocorrem as chuvas de convecção.  Compreender a importância da biodiversidade da Amazônia e avaliar criticamente a ação dos seres humanos sobre esse ambiente.  Analisar o arco de desflorestamento da Amazônia.  Analisar as fases da economia da região e sua relação com a atração de migrantes para a Amazônia.  Analisar o processo de ocupação do espaço amazônico.  Identificar os objetivos da criação da Sudam e o papel da entidade na formação da Amazônia Legal e da Zona Franca de Manaus.  Analisar as atividades agropecuárias e florestais desenvolvidas na Amazônia e reconhecer o papel do Incra e da Sudam no seu desenvolvimento.  Analisar as atividades de exploração mineral desenvolvidas na Amazônia e reconhecer a importância da mineração industrial para a ocupação da região.  Identificar os polos de desenvolvimento da Amazônia.  Compreender a importância da criação da Zona Franca de Manaus para a industrialização da região.  Analisar a apropriação do espaço natural da Amazônia por capital privado e a ameaça que isso oferece aos povos da floresta.  Avaliar criticamente a apropriação dos conhecimentos empírico dos povos da floresta por instituições de pesquisa e multinacionais dos setores químicos e farmacêuticos.  Identificar as áreas indígenas brasileiras.  Relacionar o processo de expropriação de terras e de urbanização da Amazônia.  Ler e interpretar mapas, imagens de satélite e paisagens.

 CONTEÚDOS: • PRIMEIRO BIMESTRE:  As cidades e o fenômeno da urbanização.  O processo de urbanização no mundo.  O espaço geográfico das cidades e suas diferentes configurações nos países e nas regiões do mundo.  As questões demográficas na atualidade.  As características da população do Brasil e do mundo.  Os principais conceitos demográficos.  Os fatores sociais diretamente relacionados às questões demográficas.

       

A indústria, a agropecuária e o espaço agrário mundial. As relações capitalistas de produção. A influência da indústria na organização da produção agropecuária. As atividades humanas e a configuração do espaço geográfico no campo. Sistemas agrícolas tradicionais e regiões produtoras do mundo. A agricultura comercial e de subsistência. As diferenças entre as relações capitalistas e não capitalistas de produção. As principais regiões agrícolas do mundo. • SEGUNDO BIMESTRE: Fome, mercado de produtos agrícolas e problemas ambientais no campo. O funcionamento do mercado mundial de produtos agrícolas. A dinâmica estabelecida entre os países ricos e industrializados e os países pobres subdesenvolvidos e sua influência sobre os processos naturais. As causas da fome no mundo. Os mapas temáticos nos estudos de geografia. A atividade industrial e a modernização do campo brasileiro. O Estado, o capital estrangeiro e a atividade industrial no Brasil. A distribuição da indústria no espaço geográfico brasileiro. A indústria e o espaço agrário nacional. O êxodo rural e a urbanização no Brasil. O êxodo rural e as transformações na economia e no espaço das cidades brasileiras. As características da população economicamente ativa do Brasil. Os processos de metropolização e de concentração urbana. A transformação das paisagens urbanas e o desenvolvimento dos diferentes setores da economia brasileira. • TERCEIRO BIMESTRE:

             

 A construção do território e a formação do povo brasileiro.

        

  

O processo de formação do território brasileiro. A formação étnica da população brasileira. As coordenadas geográficas e os fusos horários. O Estado e a gestão do território brasileiro no século XX. A organização geográfica atual do território nacional. A distribuição da população brasileira. Os diferentes critérios de regionalização do território brasileiro. A organização espacial do complexo do Nordeste. As ações do Estado nacional na região Nordeste. As sub-regiões nordestinas e suas características. O sertão e o potencial econômico do Nordeste. Os principais aspectos socioeconômicos e naturais do Sertão nordestino. A situação econômica do Nordeste no cenário nacional. • QUARTO BIMESTRE: Complexo regional do Centro-Sul. As principais características econômicas e sociais do Centro-Sul. As atividades industrial e agroindustrial na região. As transformações do espaço natural da região e as marcas que deixaram na paisagem. Transformações no campo e a urbanização do Centro-Sul. As regiões metropolitanas e os problemas urbanos do Centro-Sul. A localização e as principais características de algumas das maiores cidades do país. Os problemas decorrentes da intensa ocupação urbana.

       

      

Complexo regional da Amazônia. As principais características naturais do bioma amazônico. Os problemas ambientais relacionados à ação humana na região. A importância da Amazônia para o equilíbrio natural do planeta. Os processos de ocupação e de transformação da Amazônia. A influência das atividades econômicas nas características naturais e no cotidiano dos povos da floresta. O processo de urbanização na Amazônia.

3º ANO  OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
 Analisar os fenômenos geopolíticos de uma perspectiva multidisciplinar.

 Identificar os fatores históricos envolvidos no processo de bipolarização mundial;  Analisar as características do capitalismo e socialismo como sistemas econômicos;  Relacionar a atuação da ONU aos objetivos de sua criação;  Compreender as ações dos Estados Unidos e da União Soviética ao objetivo de manter os respectivos sistemas econômicos- capitalismo e socialismo;  Identificar os avanços tecnológicos decorrentes da corrida armamentista e da conquista do espaço no período da Guerra fria;  Interpretar o significado da queda do Muro de Berlim e da Unificação da Alemanha para os sistemas capitalistas e socialistas;  Interpretar mapas, paisagens, gráficos e tabelas;  Analisar o papel da União Européia na nova ordem Bipolar:  Diferenciar o poder político-econômico dos Estados unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido e França;  Analisar o poder econômico de cada uma das potências econômicas e emergentes;  Compreender o conceito de região e o que é uma regionalização;  Analisar a regionalização mundial em primeiro, Segundo e Terceiro Mundo;  Compreender e comparar o IDH, como esse índice é calculado e o que ele representa;  Identificar os países de Primeiro, Segundo e Terceiro mundo e localizar o Brasil dentro nesse cenário mundial;  Identificar as diferentes projeções do globo terrestre;  Analisar a influência das diferentes projeções na interpretação da realidade geopolítica e econômica do espaço mundial;  Conceituar a Globalização como um processo de intensificação de trocas econômicas, culturais, tecnológicas e informacionais entre os países sem precedentes na história da humanidade;  Caracterizar a revolução técnico-científica e analisar sua influência nas diversas áreas científicas;  Compreender as consequências dos avanços tecnológicos em telecomunicações e em transportes para o processo da globalização;

 Relacionar a intensificação do comércio mundial, a expansão e fragmentação do processo produtivo das multinacionais e o significado de globalização;  Descrever o processo de formação dos principais blocos econômicos;  Analisar os fluxos de mercadorias, informações e capitais, a distribuição geográfica dos centros internacionais de poder;  Relacionar as características atuais da DIT ao processo de globalização;  Analisar as relações entre publicidade consumo e consumismo e a crise do modelo consumista capitalista;  Identificar os impactos causados pelas atividades econômicas no meio ambiente em escala global;  Compreender as questões ambientais na atualidade, o modo de produção capitalista e a degradação do meio ambiente e as características do processo de degradação ambiental no Brasil;  Associar o processo de globalização e exclusão social no espaço geográfico mundial, o fluxo migratório de trabalhadores;  Analisar as características da economia brasileira no modo de produção capitalista, as características regionais e socioespaciais na organização do território brasileiro.

 CONTEÚDOS: • PRIMEIRO BIMESTRE:
    A nova ordem e a regionalização do espaço mundial. O capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneo. O mundo bipolar e a Guerra Fria. A nova ordem: o mundo multipolar.

• SEGUNDO BIMESTRE:
    A regionalização do espaço geográfico mundial. Globalização, meio ambiente e desigualdades mundiais. Capitalismo, espaço geográfico e globalização. A globalização e o crescimento do comércio mundial.

• TERCEIRO BIMESTRE:
 Os fluxos da rede global de negócios.  A sociedade de consumo e o meio ambiente.  A degradação ambiental e as mudanças ecológicas globais.

• QUARTO BIMESTRE:
 Globalização, desigualdades e conflitos no mundo atual.  A globalização e as desigualdades socioespaciais no Brasil.

METODOLOGIA:
Visando a aprendizagem e compreensão dos conteúdos discutidos, de forma que os alunos possam construir e reconstruir conceitos será utilizado como procedimentos metodológicos às técnicas descritas abaixo, de acordo com a necessidade das turmas trabalhadas:

Aulas expositivas e participativas, demonstrações didáticas e aulas práticas; Projetos e pesquisas em grupo; Música; Debates;  Jogos;
   

 Textos informativos;  Exercícios em grupo;

AVALIAÇÃO:
intervenção adequada.

 Deve ser contínua e mediada, para que se possa diagnosticar as dificuldades e, com isso, fazer a  Utilizar critérios específicos e atentar para as várias formas por meio das quais os alunos internalizam os

conceitos. Por exemplo, definição do significado, reconhecimento da definição, a identificação de exemplos, bem como a aplicação desses em situações-problema do cotidiano.  Induzir iniciativas de ações que contribuirão para o comportamento do aluno como cidadão por meio das atividades propostas.  Estruturar etapas de avaliação ao longo do ano, para, identificar se as atitudes do aluno realmente mudaram.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->