Você está na página 1de 4

Tudo ou Nada

Um jovem perguntou a um sábio: "Onde está Deus, que não o encontro em lugar algum?" O sábio resolveu responder com uma dinâmica, digamos, radical: tomou o jovem pelos cabelos e imergiu a cabeça dele dentro de um tanque d'água. Claro que o jovem esperneou, relutou e, por fim, se desvencilhou das mãos do sábio, retirando a cabeça de dentro d'água entre assustado e revoltado:

- Quando sua alma procurar a Deus do mesmo modo que o seu corpo procurou o oxigênio, você o achará. - disse o sábio.

Por que você acha que o homem busca a Deus? A Bíblia responde que é por causa da fome de eternidade que rói o peito do homem, por causa de sua sede de transcendência (Sl 42). Foi o próprio Deus quem pôs isso dentro de nós (Ec 3.11). Portanto, não é mérito nosso. Agostinho disse na primeira página de suas Confissões: "Viemos de Ti, e nossa alma não achará descanso, enquanto não voltar para Ti". Deus disse ao povo de Israel: "Buscar-me-eis e me

achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração".Jr 29.13 Observe a

condição que Deus estabeleceu para ser encontrado: ser buscado "de todo coração". Que significa isso?

Imagine um jovem apaixonado por uma moça. Que bonito! Ele não tem olhos para outras moças. Qualquer migalha de tempo que lhe sobre correrá para a sua princesa. Além de telefonar, mandar e-mail, flores e de conversar pelo computador, ele quer ficar ao lado dela, conversar com ela e agradá-la em tudo. Pergunto: é com dedicação assim que buscamos a Deus?

Por fim, por que Deus se deixaria achar? Porque ele mesmo criou o homem, programando-o para empreender essa busca. E também porque Deus sabe que esse encontro deixará o homem feliz. Quando se encontra com Deus, o homem acha significação para a sua vida e propósito para a sua passagem por este mundo. Irmão, busque a Deus. Agora! Pois Isaías disse: "Buscai ao

Senhor, enquanto se pode achar. Invocai-o enquanto está perto" .Is

55.6

Soares da Fonseca

Pr. João

O Lápis

O menino observava seu avô escrevendo em um caderno, e perguntou:

- Vovô, você está escrevendo algo sobre mim?

O avô sorriu, e disse ao netinho:

- Sim, estou escrevendo algo sobre você. Entretanto, mais importante do que as palavras que estou escrevendo, é este lápis que estou usando. Espero que você seja como ele, quando crescer.

O menino olhou para o lápis, e não vendo nada de especial, intrigado, comentou:

- Mas este lápis é igual a todos os que já vi. O que ele tem de tão especial?

- Bem, depende do modo como você olha. Há cinco qualidades nele que, se

você conseguir vivê-las, será uma pessoa de bem e em paz com o mundo respondeu o avô.

- Primeira qualidade: Assim como o lápis, você pode fazer coisas

grandiosas, mas nunca se esqueça que existe uma “mão” que guia os seus

passos, e que sem ela, o lápis pode se partir e aí não tem qualquer utilidade: é a mão de Deus e sua maravilhosa direção.

- Segunda qualidade: Assim como o lápis, sempre você vai ter que

parar o que está escrevendo, e usar um “apontador”. Isso faz com que o

lápis sofra um pouco, mas ao final, ele se torna mais afiado. Portanto, o apontador do ser humano é a Palavra de Deus,

saiba suportar as adversidades da vida, porque elas farão de você uma pessoa sábia e útil para as pessoas em sua volta.

- Terceira qualidade: Assim como o lápis, permita que se apague o que está

errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente a lgo mau, mas algo importante para nos trazer de volta ao caminho certo.

- Quarta qualidade: Assim como no lápis, o que realmente importa não é a

madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro dele. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você. O seu caráter

será sempre mais importante que a sua aparência. Tema a Deus.

- Finalmente, a quinta qualidade do lápis: Ele sempre deixa uma marca. Da

mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida deixará traços e marcas nas vidas das pessoas, portanto, procure ser consciente de

cada ação, sendo bençãos a vida das pessoas.

NAMORO CRISTÃO

Hoje quase não temos visto artigos que orientamos jovens na área de namoro, noivado e casamento. Antigamente era comum os pastores darem mais orientações aos jovens neste sentido. Basta fazer uma pesquisa nos exemplares nos Jornais das denominações cristãs da década de sessenta, por exemplo. Pensando nesta necessidade, pontuo alguns temas importantes que darão diretrizes certas para os jovens que desejam realmente agradar a Deus e fazerem Sua vontade nesta área tão importante da vida.

1 Siga fielmente 2 Coríntios 6.14-18 Esta é a vontade de Deus, que Ele deixou clara na Bíblia. “Ah, mas eu conheço gente que não observou isso e se deu bem no casamento”, você pode dizer. Mas, em contrapartida, quantos e quantos fracassaram? O que a Bíblia recomenda é que um jovem comprometido com Cristo procure uma jovem também comprometida com Cristo. Infelizmente este princípio está sendo quebrado com muita frequência em nossos dias, e às vezes, com apoio de muitos pastores.

2 Procure namorar alguém mais espiritual do que você Essa dica é do pastor Russell Shedd. Não convém questionar algo vindo desse servo de Deus que mantém uma profunda comunhão com o Pai. Namorar pessoas que desejam crescer, a cada dia, na graça e no conhecimento de Jesus tornará o namoro mais forte contra as tentações do Diabo (2 Ped. 3.18).

3 Ore, ore, ore

Peça a Deus que coloque em seu caminho alguém que seja da vontade dele, uma bênção em sua vida e no Reino de Deus. Um namorado ou namorada deve ser fruto

de experiência de oração, não apenas de uma vontade humana (Fil. 4.6).

4 Esteja em lugares certos Um jovem comprometido por Deus deseja encontrar a sua futura esposa num baile funk? Estou exagerando, apenas para chamar atenção. Rapazes crentes encontrarão suas namoradas em lugares condizentes com a conduta cristã . Eu conheci minha esposa num projeto missionário da Juventude Batista Fluminense. Ela me achou porque um dia resolveu participar de tal empreendimento missionário. Até duas décadas atrás era com um ouvir história de casais em que ambos se conheceram em congressos, projetos missionários, etc.

5 Olhe como ele/ela trata seus pais

Se aquele jovem que você está namorando trata mal a mãe, o pai e os irmãos, pense duas

vezes antes de continuar o namoro. Rapazes que tratam mal suas mães repetir o comportamento quando se casarem (Ef. 6.1-4).

6 Sexo? Quem ama espera!

e irmãs poderão

A hora certa, segundo a Bíblia, é no contexto do casamento (Gên. 2.24; Heb.13.4). Vai ser

bem melhor. Sem culpa, sem medo e com a aprovação de Deus. O que temos visto hoje, inclusive em nossas igrejas, é a quebra deste princípio cristão.

7 Não procure por um marido/uma esposa perfeita ou que seja sua outra metade

Não existem maridos perfeitos, como também não existem esposas perfeitas. Muitos tem dificuldades de começarem um namoro porque tem em mente aquele príncipe encantado ou a linda cinderela. Também não existem a sua cara metade que você tem que descobrir neste mundo com milhões de habitantes.

8 Fuja de namorados ou namoradas possessivas É preocupante quando alguém namora com sentimentos de posse. Um namorado que proíbe sua namorada de continuar com suas amizades, ou que controla todos os seus passos ou que a ‘sufoca’ com sua presença é um mau presságio (1 Cor. 13.4).

Gilson e Elizabete Bifano