Você está na página 1de 6

ISSN 1981-8874

Observações ornitológicas no oeste

de Santa Catarina, Brasil – parte I
Mario Arthur Favretto* & Cleiton José Geuster*

9 771981 887003

0 0 1 4 3

Figura 1 - Localização dos municípios das observações.Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Tabela 1 - Municípios de amostragem e coordenadas geográficas dos locais de observação
Município Passos Maia Água Doce Vargem Bonita Luzerna Joaçaba Coordenadas 26o44’08”S, 51o47’28”W 26o44’55”S, 51o41’38”W 26o45’27”S, 51o 36’32”W 26o51’43”S, 51o48’08”W 27o05’05”S, 51o25’35”W 27o08’00”S, 51o27’36”W 27o10’37”S, 51o30’39”W 27o10’14”S, 51o29’54”W 27o11’09”S, 51o35’57”W 27o09’51”S, 51o35’03”W 27o07’43”S, 51o37’42”W 27o24’19”S, 51o37’29”W 27o21’48”S, 51o25’35”W Altitude 1.182 m 1.255 m 1.280 m 1.000 m 570 m 529 m 623 m 516 m 639 m 829 m 967 m 635 m 936 m

Piratuba Campos Novos

49

Atualidades Ornitológicas Nº 143 - Maio/Junho 2008 - www.ao.com.br

Dentre as espécies registradas, Tinamus solitarius provavelmente pode estar extinto localmente. Sua ocorrência foi incluída na lista com base em relatos que se referem a ocorrência desta espécie na região durante a década de 1960 e períodos anteriores. Cairina moschata: foi observado um indivíduo em um rio na zona rural do município de Vargem Bonita (26o51'43”S, 51o48'08”W – altitude: 1.000 m). Anas flavirostris: foi observada no município de Água Doce (26o44'55”S, 51o41'38”W – altitude: 1.255 m), em um pequeno lago cercado de campos. Anhinga anhinga: um único indivíduo foi observado subindo o Rio do Peixe, na localidade do município de Luzerna (27o08'00”S, 51o27'36”W – altitude: 529 m). Mycteria americana: foram observados bandos com uma média de 50 indivíduos voando em formação “V”, sobre o município de Luzerna (27o05'05”S, 51o25'35”W – altitude: 570 m), durante três dias consecutivos no final de abril (dias 29 e 30) e início de maio (dia 1.º) de 2008. Estes se deslocavam para a direção noroeste. Buteogallus urubitinga: foi observado na zona rural do município de Água Doce (26o45'27”S, 51o 36'32”W – altitude: 1.280 m). Heterospizia meridionalis: foi observado na zona rural do município de Água Doce (26o44'55”S, 51o41'38”W – altitude: 1.255 m) e em Campos Novos (27o21'48”S, 51o25'35”W – altitude: 936 m), em locais de campo. Harpyhaliaetus coronatus: há relatos de observação desta ave na zona rural do município de Joaçaba (27o07'43”S, 51o37'42”W – altitude: 967 m). Informado por um morador local como sendo uma grande ave de rapina, de cor coloração escura uniforme, e com um penacho na região posterior da cabeça. Tendo sido avistado pousado em uma árvore desfolhada. Sendo assim, com base em registros realizados próximos ao município de Joaçaba (Água Doce – Rosário, 1996), muito provavelmente trate-se de H. coronatus. Himantopus melanurus: foi observado um indivíduo em um banhado na zona rural do município de Vargem Bonita (26o57'19”S, 51o46'47”W – altitude: 1.037 m) e três indivíduos em um pequeno lago sazonal no município de Piratuba (27o24'19”S, 51o37'29”W – altitude: 635 m). Forpus xanthopterygius: um bando de oito indivíduos foi observado sobrevoando o Parque Natural Municipal Rio do Peixe (27o09'51”S, 51o35'03”W – altitude: 829 m), no município de Joaçaba. Pionopsitta pileata: há relatos de sua ocorrência no município de Luzerna, onde consta que estas aves visitavam laranjeiras e, que quando imitadas, eram facilmente capturadas, usando-se uma vara de bambu ou uma madeira longa, com um laço de corda na ponta. Megascops choliba: um casal foi encontrado nidificando no oco de uma árvore nas margens do Rio Estreito, zona rural do município de Luzerna (27o05'05”S, 51o25'35”W – altitude: 570 m). Athene cunicularia: um casal foi observado próximo a seu ninho, nas margens de uma estrada de terra localizada na zona rural do município de Água Doce (26o44'55”S, 51o41'38”W – altitude: 1.255 m). Os demais representantes de Strigiformes, e também, os representantes de Caprimulgiformes, foram registrados somente nos municípios de Joaçaba e Luzerna, locais onde foram realizadas observações noturnas. No que diz respeito à família Trochilidae, as espécies Aphathochroa cirrochloris, Colibri serrirostris e Hylocharis chrysura tiveram poucos registros, sendo que foram observadas no município de Joaçaba (27o10'37”S, 51o30'39”W – altitude: 623 m), cada espécie tendo
Atualidades Ornitológicas Nº 143 - Maio/Junho 2008 - www.ao.com.br

sido avistada duas ou três vezes. Melanerpes candidus: foi observado na zona rural do município de Campos Novos (27o21'48”S, 51o25'35”W – altitude: 936 m), onde três indivíduos perseguiam um ao outro, após, pararam em um poste de luz, então voavam até quase a base do poste, e subiam escalando o poste fazendo espirais ao redor do mesmo com as asas abertas. Outra observação interessante é no comportamento de Megarynchus pitangua, na qual um grupo de três indivíduos, observados em Joaçaba (27o11'09”S, 51o35'57”W – altitude: 639 m), antes de vocalizarem, batiam o bico lateralmente no galho onde se encontravam, assim criando um sonoro “toc”, antes de sua vocalização, e após, mudavam de galho onde se penduravam de cabeça para baixo mantendo o corpo paralelo ao galho. Vocalizavam e voltavam para a parte superior do mesmo, repetindo todo o processo. Tachycineta albiventer: foi observada no Rio do Peixe, na localidade do município de Joaçaba (27o10'14”S, 51o29'54”W – altitude: 516 m). Dois a três indivíduos apareciam, geralmente após alguns dias de chuva, quando as águas do rio encontravam-se sujas de terra. Mimus saturninus: segundo relatos, era raro na região, tendo expandido sua distribuição durante a década de 1990. Nas áreas urbanas geralmente são avistados dois a três indivíduos, porém, na área rural de determinadas localidades, como no município de Passos Maia (26o44'08”S, 51o47'28”W – altitude: 1.182 m), são encontrados bandos de até 15 indivíduos. Procnias nudicollis: o autor CJG, relatou ter observado em 2002, uma ave completamente branca, com uma parte da cabeça sem penas, e com uma vocalização metálica. Deslocando-se no dossel das mata ciliares do Rio Estreito, na zona rural do município de Luzerna (27o05'05”S, 51o25'35”W – altitude: 570 m). Tangara preciosa, Euphonia pectoralis e Euphonia cyanocephala, foram observados em apenas uma ocasião, no município de Joaçaba (27o10'37”S, 51o30'39”W – altitude: 623 m), quando estes se deslocavam em um bando misto em busca de árvores frutíferas, junto com Hemithraupis guira, Thraupis sayaca e Thraupis bonariensis. Cacicus haemorrhous: também é uma espécie que está se tornando abundante. Durante a década de 1990 era observada apenas em grupos de dois ou três indivíduos nas matas ciliares do Rio do Peixe, agora, são observados bandos de dez até vinte indivíduos deslocando-se nas matas ciliares, e, também em áreas urbanas. Enquanto seu congênere Cacicus chrysopterus mantêm-se solitário ou aos casais no interior dos fragmentos florestais. Procurou-se aqui apresentar alguns comentários sobre as espécies com observações mais escassas, e também, comportamentos inusitados de algumas espécies. As demais aves apresentadas na lista apresentam uma maior abundância e freqüência na região, tendo desta forma, uma distribuição mais homogênea nos locais de observação. Referências
ACCORDI, I. A. & BARCELLOS, A. Novas ocorrências e registros notáveis sobre a distribuição de aves em Santa Catarina, sul do Brasil. Biotemas. v. 21. n. 1. p. 85-93. 2008. AZEVEDO, M. A. G. Contribuição de estudos para licenciamento ambiental ao conhecimento da avifauna de Santa Catarina, Sul do Brasil. Biotemas. v. 19. n. 1. p. 93-106. 2006. AZEVEDO, M. A. G. & GHIZONI-Jr, I. R. Aves. p. 131-150. In: CHEREM, J. J. & KAMMERS, M. A fauna das áreas de influência da Usina Hidrelétrica Quebra Queixo. Erechim, RS: Editora Habilis. 192 pp. 2008. CRESTANI, E. Laudo Fitofisionômico e Florístico do Remanescente Florestal do Posto Agropecuário de Joaçaba, Joaçaba, SC. 2001. (Dados não-publicados) FAVRETTO, M. A., ZAGO, T., GUZZI, A. Avifauna do Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Santa Catarina, Brasil. Atualidades Ornitológicas On-line. n. 141. p. 87-93. 2008. KLEIN, R. M. 1978. Mapa Fitogeográfico do Estado de Santa Catarina. Flora Ilustrada Catarinense. Itajaí: Herbário Barbosa Rodrigues. 24 pp. MÜLLER, E. S. & FORTES, V. B. Levantamento avifaunístico preliminar da Fazenda Tamanduá, Vargem Bonita/SC. Acta Ambiental Catarinense. v. 4. n. 1. p. 43-54. 2005. PIACENTINI, V. Q., GHIZONI-Jr, I.R., AZEVEDO, M.A.G. & KIRWAN, G.W. Sobre a distribuição de aves em Santa Catarina, Brasil, parte I: registros relevantes para o estado ou inéditos para a ilha de Santa Catarina. Cotinga. v. 26. p. 25-31. 2006. ROSÁRIO, L.A. 1996. As Aves em Santa Catarina: distribuição geográfica e meio ambiente. Florianópolis: FATMA. 326 pp.

50

Tabela 2 - Lista das aves observadas no presente estudo
ORDEM E FAMÍLIA
TINAMIFORMES TINAMIDAE

SUBFAMÍLIA E ESPÉCIE

VERNÁCULO PM AD

MUNICÍPIOS VB Lu Jb Pt CN

Tinamus solitarius Crypturellus obsoletus Crypturellus parvirostris Crypturellus tataupa Rhynchotus rufescens Nothura maculosa
ANSERIFORMES ANATIDAE

Macuco Inhambuguaçu Inhambu-xororó Inhambu-xintã Perdigão Codorna

X X

X

X

X

X X X

X X

X X

ANATINAE Cairina moschata Amazonetta brasiliensis Anas flavirostris
GALLIFORMES CRACIDAE

Pato-do-mato Marreca-pé-vermelho Marreca-pardinha Jacu Biguá Biguatinga Savacu Socozinho Garça-branca-grande Maria-faceira Garça-branca-pequena Curucaca Cabeça-seca Urubu-de-cabeça-vermelha Urubu-de-cabeça-amarela Urubu-de-cabeça-preta
Gavião-tesoura Gavião-peneira Sovi Gavião-preto Gavião-caboclo Águia-cinzenta Gavião-carijó Gavião-de-cauda-curta
Carrancho Carrapateiro Gavião-pinhé Gavião-caburé Quiri-quiri

X

X X X
X X

X

X

X

Penelope obscura
PELECANIFORMES PHALACROCORACIDAE

X

X

X

X

Phalacrocorax brasilianus
ANHINGIDAE

X X

X

X

Anhinga anhinga
CICONIIFORMES ARDEIDAE

Nycticorax nycticorax Butorides striata Ardea alba Syrigma sibilatrix Egretta thula
THRESKIORNITHIDAE

X

X X X

X X X X

X X X X X X

X X X X X X

X X X X X

X X X X

Theristicus caudatus
CICONIIDAE

Mycteria americana
CATHARTIFORMES CATHARTIDAE

Cathartes aura Cathartes burrovianus Coragyps atratus
FALCONIFORMES ACCIPITRIDAE
Elanoides forficatus Elanus leucurus Ictinia plumbea Buteogallus urubitinga Heterospizias meridionalis Harpyhaliaetus coronatus Rupornis magnirostris Buteo brachyurus

X X

X X

X X

X X

X X X

X X X

X X

X

X X X

X X X

X X X X X X X X X X X

X X

X X

X X X X

X

X

X X X X

X

X X X X X

FALCONIDAE
Caracara plancus Milvago chimachima Milvago chimango Micrastur ruficollis Falco sparverius

X X

X X

X X X

X

X

GRUIFORMES RALLIDAE
Aramides saracura Pardirallus nigricans Gallinula chloropus Parphyrio martinica
CARIAMIDAE

Saracura-do-mato Saracura-sanã Frango-d’água Frango-d’água-azul
Seriema
Quero-quero Pernilongo Jaçanã

X

X

X

X

X X X X
X

X

X

Cariama cristata
CHARADRIIFORMES CHARADRIIDAE

X

X

X X X

X X

Vanellus chilensis
RECURVIROSTRIDAE

X

X

X X

X

X

Himantopus melanurus
JACANIDAE

Jacana jacana
COLUMBIFORMES COLUMBIDAE

X

X X X X X X X

X X X X X X
X X X X

Columbina talpacoti Columbina picui Patagioenas picazuro Patagioenas cayennensis Zenaida auriculata Leptotila verreauxi

Rolinha Rolinha-picui Pomba-carijó Pomba-preta Pomba-de-bando Juriti

X X X X X X

X X X X X

X X X

X X X X X

51

Atualidades Ornitológicas Nº 143 - Maio/Junho 2008 - www.ao.com.br

Leptotila rufaxilla PSITTACIFORMES PSITTACIDAE Pyrrhura frontalis Forpus xanthopterygius Pionopsitta pileata Pionus maximiliani Amazona aestiva Amazona vinacea CUCULIFORMES CUCULIDAE
CUCULINAE Piaya cayana CROTOPHAGINAE Crotophaga major Crotophaga ani Guira guira TAPERINAE Tapera naevia

Gemedeira Tiriba Tuim Cuiú-cuiú Baitaca Papagaio Papagaio-de-peito-roxo X

X X X

X X X X

X X X X X X X X

X X

X

X

X X

X

Rabo-de-palha Anu-coroca Anu-preto Anu-branco Saci

X

X

X X X X X

X

X

X X

X X

X X

X X X

X X

X X

STRIGIFORMES TYTONIDAE Tyto alba STRIGIDAE Megascops choliba Pulsatrix koeniswaldiana Strix hylophila Athene cunicularia CAPRIMULGIFORMES NYCTIBIIDAE Nyctibius griseus CAPRIMULGIDAE Urutau Curiango Bacurau Bacurau-tesoura Bacurau-tesoura-gigante X X X X X X X X X X Corujinha-do-mato Murucututu Coruja-listrada Coruja-burraqueira X X X X Coruja-branca X X

Nyctidromus albicollis Caprimulgus parvulus Hydropsalis torquata Macropsalis forcipata
APODIFORMES APODIDAE
Chaetura cinereiventris Chaetura meridionalis

Andorinhão-de-barriga-cinza Andorinhão-do-temporal

X

X X
X

TROCHILIDAE

PHAETHORNITHINAE Phaethornis eurynome TROCHILINAE Aphantochroa cirrochloris Florisuga fusca

Rabo-branco-da-mata Beija-flor-cinza Beija-flor-preto-e-branco

X
X X
X

X X
X X X X X X
X X

Colibri serrirostris Beija-flor-de-orelha-violeta Anthracothorax nigricollis Beija-flor-de-veste-preta Beija-flor-de-topete Stephanoxis lalandi loddigesi Bico-de-brasa Chlorostilbon lucidus Beija-flor-dourado Hylocharis chrysura Beija-flor-de-papo-branco Leucochloris albicollis
TROGONIFORMES TROGONIDAE Trogon su rrucura CORACIIFORMES ALCENIDAE Megaceryle torquata Chloroceryle amazona Chloroceryle americana GALBULIFORMES BUCCONIDAE Nystalus chacuru PICIFORMES RAMPHASTIDAE Ramphastos dicolorus PICIDAE
Tucano-de-bico-verde

X

X

X

X

X

Surucuá Martim-pescador-grande Martim-pescador-verde Martim-pescador-pequeno

X

X

X X

X X

X X

X X

X X

X X

X X X

X X X

X X

João-bobo

X

X

X

X

X X X

X

X

X X

X X X X X X X

X X X X X X

Picumnus temminckii Melanerpes candidus Verniliornis spilogaster Piculus aurulentus Colaptes melanochloros Colaptes campestris Dryocopus lineatus

Pica-pau-anão Pica-pau-branco Pica-pauzinho-verde-carijó Pica-pau-dourado Pica-pau-verde-barrado Pica-pau-do-campo Pica-pau-banda-branca

X

X

X X X

X

X

X

X

PASSERIFORMES THAMNOPHILIDAE Thamnophilus caerulescens Thamnophilus ruficapillus Dysithamnus mentalis
Atualidades Ornitológicas Nº 143 - Maio/Junho 2008 - www.ao.com.br

Choca-da-mata Choca-de-boné-vermelho Choquinha-lisa

X X

X

X

X X X

X X X

X X

52

FORMICARIIDAE

Chamaeza campanisona
DENDROCOLAPTIDAE

Tovaca-campainha

X X X X X X

X X X X X X

X X X X X X X X X X X X X X X X
X X
X X X X X

Sittasomus griseicapillus Arapaçu-verde Xiphocolaptes albicollis Arapaçu-de-coleira-branca Dendrocolaptes platyrost ris Arapaçu-grande Lepidocolaptes falcinellus Arapaçu-escamado-do-sul
FURNARIIDAE

X X

X

X X X X X X X X X

X X X X X X X

Furnarius rufus Leptasthenura setaria Synallaxis ruficapilla Synallaxis cinesrascens Synallaxis spixi Syndactyla rufosuperciliata Philydor lichtensteini Philydor rufum Lochmias nematura Heliobletus contaminatus Xenops rutilans
TYRANNIDAE

João-de-barro Grimpeiro Pichororé João-teneném-da-mata João-teneném Trepador-quiete Limpa-folha-ocráceo Limpa-folha-coroado João-porca Trepadorzinho Bico virado

X X X X X
X

X

X

X X
X X X X
X

PIPROMORPHINAE Leptopogon amaurocephalus Poecilotriccus plumbeiceps ELAENIINAE Phyllomyias burmeisteri Myiopagis caniceps Elaenia flavogaster Camptostoma obsoletum Serpophaga subcristata Phylloscartes ventralis Tolmomyias sulphurescens Platyrinchus mystaceus FLUVICOLINAE

Cabeçudo Tororó Poeideiro-do-sul Maria-da-copa Maria-é-dia Risadinha Alegrinho Borboletinha-do-mato Bico-chato Patinho

X X

X

X

X X X X

X X X

X X

X X X X

X X

X X

X X X X X

X X X

Myiophobus fasciatus Hirundinea ferruginea Lathrotriccus euleri Xolmis cinereus Machetornis rixosa TYRANNINAE Legatus leucophaius Pitangus sulphuratus Myiodynastes maculatus Megarynchus pitangua Empidonomus varius Tyrannus melancholicus Tyrannus savana Sirystes sibilator Myiarchus swainsoni Attila phoenicurus
COTINGIDAE COTINGINAE Procnias nudicollis

Filipe Gibão-de-couro Enferrujado Primavera Bem-te-vi-de-gado

X X X X X X X

X X X

X X X

X X X X X

Bem-te-vi-pirata Bem-te-vi Bem-te-vi-rajado Nei-nei Peitica Suiriri Tesourinha Maria-assobiadeira Irrê Capitão-castanho

X X

X

X X

X X

X X

X X

X X X X X X

X X X X X X X X

X X X X X X X

X X

X X

X X

X X

X X

X X

X

Araponga Tangará Flautim Araponguinha Anambé-branco Caneleiro-verde Caneleiro-castanho Caneleiro-preto Pitiguari Juruviara

X X X X X X X X X X X X X X X X

PIPRIDAE
Chiroxiphia caudata

TITYRIDAE
Schiffornis virescens Tityra inquisitor Tityra cayana Pachyramphus viridis Pachyramphus castaneus Pochyramphus polychopterus

VIREONIDAE
Cyclarhis gujanensis Vireo olivaceus

X X X

X X

X X X

X X X X

X X X X

X X

53

Atualidades Ornitológicas Nº 143 - Maio/Junho 2008 - www.ao.com.br

Hylophilus poecilotis

Verdinho -coroado Gralha-azul Gralha-picaça Andorinha-do-rio Andorinha-grande Andorinha-pequena Andorinha-serrador Curruira Sabiá-laranjeira Sabiá-barranco Sabiá-poca Sabiá-ferreiro Sabiá-de-coleira
Sabiá-do-campo Cambacica Cabecinha-castanha Tiê-espelho Tié-preto Sanhaço-cinzento Sanhaço-papa-fruta Saíra-viúva Saíra-preciosa Saí-andorinha Saíra-de-papo-preto Sebinho-de-crisso-castanho Tico-tico Cigarrinha Quem-te-vestiu Quete Canário-da-terra Canário-típio Canário-do-brejo Sabiá-do-banhado Tiziu Patativa Coleirinha Sangue-de-boi Trinca-ferro Azulão Mariquita Pula-pula-coroado Pula-pula-assobiador Pia-cobra Guaxe Tecelão Pássaro-preto Asa-de-telha Chopim Pintassilgo Gaturamo Cais-cais Gaturamo-rei Serra-serra Gaturamo-bandeira Bico-de-lacre Pardal
X X X X X X X X X X X X X X X X X

CORVIDAE
Cyanocorax caeruleus Cyanocorax chrysops

HIRUNDINIDAE
Tachycineta albiventer Progne chalybea Pygochelidon cyanoleuca Stelgidopteryx ruficollis

X X

X X

X X

X X X X X X X X X

X X X X X X X X X

X X

TROGLODYTIDAE
Troglodytes musculus

X X

X X

X X

X X

TURDIDAE
Turdus rufiventris Turdus leucomelas Turdus amaurochalinus Turdus subalaris Turdus albicollis

X X

X X

X X

X X

MIMIDAE

Mimus saturninus
COEREBIDAE

X

X

X

X

X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X

X X

X

Coereba flaveola
THRAUPIDAE

Pyrrhocoma ruficeps Trichothraupis melanops Tachyphonus coronatus Thraupis sayaca Thraupis bonariensis Pipraeidea melanonota Tangara preciosa Tersina viridis Hemithraupis guira Conirostrum speciosum
EMBERIZIDAE

X X

X X

X X X

X X X X X X

X X X X

X

X X X X X X X X X X X X X X X X X

Zonotrichia capensis Haplospiza unicolor Poospiza nigrorufa Poospiza lateralis Sicalis flaveola Sicalis luteola Emberizoides herbicola Embernagra platensis Volatinia jacarina Sporophila plumbea Sporophila caerulescens Coryphospingus cucullatus
CARDINALIDAE

X X X X X X X X X X X

X X X X X X X

X X X X X X X

X X X X X

X X X X

X X X X

Saltator similis Cyanocompsa brissonii
PARULIDAE

X

X

Parula pitiayumi Basileuterus culicivorus Basileuterus leucoblepharus Geothlypis aequinoctialis
ICTERIDAE

X X

X X

X

X X X X X X X X X X X

X X X

X

Cacicus haemorrhous Cacicus chrysopterus Gnorimopsar chopi Agelaioides badius Molothrus bonariensis
FRINGILLIDAE

X X X X

X X X X

X X X X

X X X X X X X

X X X X X

Carduelis magellanica Euphonia violacea Euphonia chalybea Euphonia cyanocephala Euphonia pectoralis Chlorophonia cyanea
ESTRILDIDAE

X X X

X X X X X

Estrilda astrild
PASSERIDAE

Passer domesticus

Municípios: PM – Passos Maia, AD – Água Doce, VB – Vargem Bonita, Lu – Luzerna, Jb – Joaçaba, Pt – Piratuba, CN – Campos Novos.
Atualidades Ornitológicas Nº 143 - Maio/Junho 2008 - www.ao.com.br

54