Você está na página 1de 9

CURSO: ADMINISTRAÇÃO

DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO I


PROFESSOR: SÉRGIO ARAGÃO
ALUNO:

AULA: 01
INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Introdução:

Não importa o tamanho da organização, cada vez mais as organizações necessitam dos sistemas de
informação para reagir aos problemas e oportunidades do ambiente de negócios globais de hoje. Os sistemas
de informação estão transformando a maneira como o trabalho é conduzido e como os produtos e serviços são
produzidos. Os sistemas de informação também estão dando aos indivíduos novas ferramentas para melhorar
suas vidas e suas comunidades.

Qual a Finalidade do Sistema de Informação.

Estamos envolvidos em uma competição econômica global por recursos, mercados e receitas. Para Adam
Smith, economista, a riqueza de uma nação depende de como a sociedade organiza a produção em suas
fábricas. Hoje está claro que nossa sociedade tem que organizar mercados globais, corporações internacionais
e forças de trabalho multinacionais se quiserem manter e melhorar nosso padrão de vida. Precisaremos de
sistemas de informação para fazer isso com eficiência e sucesso.

Precisaremos de uma ampla compreensão sobre sistemas de informação para atingir níveis mais altos de
produtividade e eficácia em nossas fábricas e escritórios. Será simplesmente impossível operar com eficiência
mesmo uma pequena empresa sem investimentos significativos em sistemas. Os desafios colocados por novos
clientes, concorrência, tecnologia, relações políticas, condições econômicas, regulamentações governamentais
e aspectos sindicais pedem muitos tipos de mudanças, tais como técnicas mais aperfeiçoadas de produção,
novos produtos e serviços, novos sistemas administrativos e novas habilidades dos empregados. Você deve
saber como identificar problemas e oportunidades e como usar os sistemas de informação para aumentar a
capacidade de reação da organização.

Finalmente, sua eficácia como profissional ou empresário dependerá de como você se dedica à tarefa de
compreender os sistemas de informação. Se você deseja ser um artista gráfico, um músico profissional, um
advogado, um administrador de empresas ou o dono de um pequeno negócio, você estará trabalhando com e
através de sistemas de informação.

Uma pesquisa mostra que hoje um dos critérios mais importante usado pelas empresas na hora de
contratar para cargos de diretoria e gerência é ter “Visão Sistêmica” (ou seja, é requerido que o executivo tenha
uma visão "panorâmica" da empresa para que possa melhor tomar decisões)
Para entender o que é visão sistêmica é necessário, antes, entender o conceito de sistema.

1 - Conceito:

Sistema – Uma seqüência de eventos que juntos proporcionam o alcance de um objetivo


determinado.

OBS: Dentro de um Sistema existe vários subsistema, cada um executando a sua tarefa o seu objetivo.

Sistema de Informação. (S.I.)

É uma série de elementos inter-relacionados que coletam, armazenam e manipulam DADOS,


transformando-os em INFORMAÇÕES que serão disseminadas a fim de fornecer suporte à tomada de
decisão, coordenação, controle, analise e visualização dentro de uma organização.

2 – Elementos Básicos de Um Sistema De Informação:

- Objetivo: Definir como e para que o Sistema deve ser criado ou existe.

- Entradas: (Subsistema de Entrada): após a busca e coleta, os DADOS são introduzidos no


subsistema para serem processados.

Todo sistema de informação pressupões entrada de dados para seu funcionamento,


contemplando procedimentos e normas que o antecedem.

- Processador: (Subsistema de Processamento): Elaboração de tarefas, operações, ordenações,


cálculos e realização dos requisitos funcionais definidos.

OBS: Para o processamento dos dados pode-se utilizar diversos meios, tais como, manuais,
mecânicos, elétricos... de acordo com o produto e informações que se deseja obter.

- Saídas: (Subsistemas de Saída): Geração de informações e produtos, tais como relatórios,


formulários, telas, etc.

OBS: Todo sistema de informação pressupõe saída de informações, contemplando os


procedimentos e normas que as sucedem, visando ao atendimento do cliente e/ou usuário e
principalmente da empresa.

- Feedback: Retorno e avaliação do processo, como podemos medir sua eficiência.

3 – Representação Gráfica do S.I.


.
4 - Sistemas Abertos X Fechados

Um sistema fechado é aquele na qual o sistema não possui nenhuma interação com o meio exterior.

Ao contrário, um sistema aberto é um sistema que possui interações com o meio externo.

Na realidade não existe um sistema completamente fechado. Sempre há interações com o ambiente.

Uma empresa é um sistema aberto por excelência. Sempre possui inúmeras interações com o
ambiente: clientes, fornecedores, etc.

5 – Papel Fundamental de um SI.

• Prestar suporte de seus processos e operações;


• Prestar suporte na tomada de decisão;
• Prestar suporte as estratégias da organização em busca de vantagem competitiva.

6 – Benefícios do S.I.

- Maior eficiência, produtividade e segurança;


- Aperfeiçoamento das comunicações;
- Carga de trabalho reduzida, conseqüentemente custos reduzidos;
- Maior precisão, menos erros;
- Maior e melhor controle sobre as operações;
- Decisões melhores com base em informação de qualidade,
- Vantagens competitivas: melhor serviço, melhor qualidade;
- Valor agregado aos produtos (bens e serviços).
7 – SI Manual ou Informatizado.

Um SI pode ser manual ou informatizado, porém não existe a necessidade vital de computadores para
que exista um SI. Na verdade os SI surgiram bem antes da existência dos computadores. A grande maioria dos
SI começa de forma manual e depois de acordo com sua necessidade e função vai passando a ser
informatizado.

A vantagem em se informatizar um SI é a facilidade de armazenamento e recuperação dos dados,


existe uma rapidez no processo, e conseqüentemente, uma rápida e efetiva busca por informações. Porém
somente o uso de informatização não garante a efetividade de um SI. Se o sistema em sua forma manual já se
apresentava pouco efetivo, em nada irá mudar seu desempenho simplesmente informatizando é preciso saber
quais os objetivos que queremos com esse SI. A ordem é primeiro ORGANIZAR, para depois
INFORMATIZAR.

OBS: Em um Sistema Informatizado encontramos outro conceito (TI).

Tecnologia da Informação (TI) – Conjunto de recursos tecnológicos e computacionais para


geração, uso e disseminação da informação.

8 – Elementos de um SI Informatizado (TI)

Hardware: Conjunto de dispositivos, como processador, monitor, teclado e impressora que aceita
dados e informações processa0os e os exibe e disponibiliza;

Software: Grupo de programas de computador, que permite o processamento de dados no hardware;

Banco de Dados: Conjunto organizado de arquivos ou registros relacionados, que armazenam dados
e associações entre eles; disponibilizando depois sobre a forma de informação.

Rede: Sistema que viabiliza o compartilhamento de recursos e informações entre computadores


diferentes;

Pessoas: Componente mais importante nos SI inclui aquelas que trabalham com o próprio SI ou usam
sua saída.
RAZÕES PARA O SUCESSO RAZÕES PARA O FRACASSO

Envolvimento do usuário. Falta de contribuição do usuário.

Total apoio da administração executiva. Falta de apoio por parte do executivo.

Declaração clara de requisitos. Requisitos e especificações incompletas.

Planejamento adequado. Mudança de requisitos e modificações.

Expectativas realistas. Incompetência tecnológica.

9 – Qualidade da Informação:

Dimensão Tempo:

 Prontidão: fornecida quando necessária.


 Atualização: atualizada quando fornecida.
 Freqüência: no número de vezes necessárias.
 Período: fornecida sobre períodos desejados.

Dimensão Conteúdo:

 Precisão: isenta de erros.


 Relevância: atender às necessidades do receptor.
 Integridade: fornecida de forma completa.
 Concisão: apenas a informação necessária.
 Amplitude: alcance e foco de acordo com a demanda.
 Desempenho: mensuração de atividades concluídas, progresso realizado.

Dimensão Forma:

 Clareza: fácil de compreender.


 Detalhe: no grau de detalhe desejado.
 Ordem: na seqüência desejada.
 Apresentação: narrativa, numérica, gráfica,
 Mídia: impressa, eletrônica, vídeo,

10 – CICLO DE VIDA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO:

Normalmente, um Sistema de Informação, que utiliza recursos de Tecnologia da Informação tem um


ciclo de vida curto, de no maximo 5 anos, quando não sofre implementações.

11 - CONCEITO DE VIDA DE SISTEMAS:

A vida dos sistemas diz respeito a sua utilização plena ou sua maturidade no atendimento de seus
requisitos funcionais e na satisfação do cliente. De forma análoga à vida humana, o sistema quando não bem
cuidado pode morrer.

Para tentar evitar essa morte em curto prazo devemos efetuar:

- Manutenção para atender novas necessidades;


- Melhorias e implementações;
- Eventuais correções de erros.
Para acompanhar o dinamismo empresarial, é aceito o conceito de que não existe um Sistema
de Informação pronto e acabado, pois ao longo de sua vida será necessário modificações.

12 - FASES DO CICLO DE VIDA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.

O Sistema de Informação tem um ciclo de vida semelhante aos seres humanos, obedecendo aos
princípios vitais de concepção, crescimento e morte.

Um Ciclo de Vida Natural de um Sistema de Informação abrange as seguintes fases:

A – Concepção:

Nascimento do sistema, também chamado de projeto de sistema, normalmente emanado de um estudo


preliminar e embasado em uma análise do sistema atual ou anterior.

B – Construção:

Execução do sistema, contemplando analise do sistema e eventualmente programação, se for o caso.

C – Implantação:

Disponibilização do sistema ao cliente e/ou usuários, após a elaboração dos testes e da documentação
pertinente acabada.

D – Implementações:

Agregação de funções e melhorias de forma opcional ou necessária.

Essa implementação muitas vezes é questionada tendo em vista a implantação recém – elaborada,
porém o sentido é de otimizar processos e/ou agregar valores.

E – Maturidade:

Utilização plena do sistema sedimentado, contemplando o atendimento a todos os requisitos


funcionais, com satisfação integral do cliente e/ou usuário.

F – Declínio:

Dificuldade de continuidade, impossibilidade de agregação de funções necessárias, insatisfação de


clientes e/ou usuários.

G – Manutenção:

Elaboração de manutenções, por exigência legal ou correção de erros, visando à tentativa de


sobrevivência do sistema.

H – Morte.

Descontinuidade do sistema de informação.


Representação Gráfica do Ciclo de Vida dos Sistemas de Informação.

MATURIDAD

DECLINI
IMPLEMENTAÇ

MANUTENÇ
IMPLANTAÇÃ

DECLINI

CONSTRUÇ

CONCEPÇÃ
MORTE

Considerações:

1. Quando as três primeiras fases são elaboradas de maneira errada, a morte do Sistema de
Informação é acelerada.

2. No caso do Sistema de Informação Gerencial (SIG), a falta de atenção cotidiana e efetiva em


sua implantação e implementação e atualização podem antecipar sua morte antes de sua utilização
plena, ou seja, antes de chegar a Maturidade.
13 - TIPOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO:

Existem vários tipos de Sistema de Informação. Alguns atuando dentro da organização e outros
atuando entre organizações.

Certos sistemas de informação apóiam partes da organização, outros apóiam a organização inteira e
outros, ainda, apóiam grupos de organizações. Veja o exemplo abaixo.

Dão Apoio as Funções

Sistemas de Informação Departamentais (SI de Área Funcional) estão no alto da figura.


SI - Contabilidade, SI - Finança, SI - Gerenciamento de Produção, SI - Marketing, SI - Recursos Humanos.

Sistema de Recursos Empresariais (ERP) apóiam a organização inteira. E servem para gerenciar os
vários SI.

Sistemas de Processamento de Transações (SPT) apóiam o monitoramento, a coleta, o


armazenamento e o processamento de dados das transações comerciais básicas da organização.
Sistemas de Informação Interorganizacionais (SIIs), conectam duas ou mais organizações,
principalmente o gerenciamento da cadeia de suprimentos.

Sistemas de Comercio Eletrônico: permite que essas empresas realizem transações conhecidas
como B2B (Business-to-business) empresa-empresa ou B2C (Business-to-Consumer) empresa –
consumidor.

Finalmente Sistemas de Apoio Organizacionais (Funcionário).

Sistemas de Automação de Escritório (SAE) normalmente apóiam a equipe do administrativo, os


gerentes de níveis inferiores e médios e os trabalhadores do conhecimento. Usam para desenvolver
documentos, e-mail, etc.

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG): resumem dados e preparam relatórios, principalmente


para gerentes intermediários. Importante Sistema da Área funcional.

Sistemas de Apoio a Decisão (SAD): fornecem apoio baseado em computadores para decisões
especiais e complexas.

- BI (Business Intelligence).
- Data Ming.

Sistemas Especialistas (SE): Tentam imitar o trabalho de especialistas humanos aplicando


habilidades, raciocínio, experiências.

Sistemas de Informação Executiva (SIE): Apóiam altos gerentes da organização, fornecendo


informações rápidas e precisas para tomada de decisão.