Você está na página 1de 8

MAT-ING & COMPANHIA

PORTUGUÊS

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

Português
Técnicas de Interpretação de Textos

Nome: _______________________________________________________________

É muito comum e importante nos testes fazer uma boa interpretação dos textos. De
seguida apresento alguns detalhes que poderão ajudar no momento de responder às
questões relacionadas com textos.

TEXTO – é um conjunto de ideias organizadas e relacionadas entre si, formando um


todo significativo capaz de produzir INTERAÇÃO COMUNICATIVA (capacidade de
CODIFICAR E DECODIFICAR).

CONTEXTO – um texto é constituído por diversas frases. Em cada uma delas, há uma
certa informação que a faz ligar-se com a anterior e/ou com a posterior, criando
condições para a estruturação do conteúdo a ser transmitido. A essa interligação
dá-se o nome de CONTEXTO. Nota-se que o relacionamento entre as frases é tão
grande, que, se uma frase for retirada do seu contexto original e analisada
separadamente, poderá ter um significado diferente daquele inicial.

INTERTEXTO - normalmente, os textos apresentam referências diretas ou indiretas


a outros autores através de citações. Esse tipo de recurso denomina-se INTERTEXTO.

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO - o primeiro objetivo de uma interpretação de um texto


é a identificação de sua ideia principal. A partir daí, localizam-se as ideias
secundárias, ou fundamentações, as argumentações, ou explicações, que levam ao
esclarecimento das questões apresentadas na prova.

Normalmente, num teste, o aluno é convidado a:

1. IDENTIFICAR – é reconhecer os elementos fundamentais de uma argumentação,


de um processo, de uma época (neste caso, procuram-se os verbos e os advérbios,
os quais definem o tempo).

1
MAT-ING & COMPANHIA

PORTUGUÊS

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

2. COMPARAR – é descobrir as relações de semelhanças ou de diferenças entre as


situações do texto.

3. COMENTAR - é relacionar o conteúdo apresentado com uma realidade, opinando


a respeito.

4. RESUMIR – é concentrar as ideias centrais e/ou secundárias num só parágrafo.

5. PARAFRASEAR – é reescrever o texto com outras palavras, mantendo seu sentido


original.

Para interpretar de forma adequada, dependendo do texto, é necessário:

a) Conhecimento Histórico – literário (escolas e géneros literários, estrutura do


texto), leitura e prática;
b) Conhecimento gramatical, estilístico (qualidades do texto) e semântico;
c) Capacidade de observação e de síntese;
d) Capacidade de raciocínio.

2
MAT-ING & COMPANHIA

PORTUGUÊS

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

ERROS DE INTERPRETAÇÃO

a) Extrapolação ("viagem"): Ocorre quando se sai do contexto, acrescentado ideias


que não estão no texto, quer por conhecimento prévio do tema quer pela
imaginação.

b) Redução: É o oposto da extrapolação. Dá-se atenção apenas a um aspeto,


esquecendo que um texto é um conjunto de ideias, o que pode ser insuficiente para
o total do entendimento do tema desenvolvido.

c) Contradição: Não raro, o texto apresenta ideias contrárias às do candidato,


fazendo-o tirar conclusões equivocadas e, consequentemente, errando a questão.

Dicas para interpretação de texto:

01. Ler todo o texto, procurando ter uma visão geral do assunto.
02. Se encontrar palavras desconhecidas, não interrompa a leitura. Sublinhe as
palavras e vá até o fim, ininterruptamente. Tente procurar, através do contexto,
entender o sentido da palavra. Se mesmo assim não conseguir deduzir o significado
da palavra, após uma primeira leitura de todo o texto, utilize um dicionário para
encontrar o significado da(s) palavra(s) que sublinhou.
03. Ler com perspicácia, subtileza, malícia nas entrelinhas.
04. Voltar ao texto tantas quantas vezes precisar;
05. Não permitir que prevaleçam as suas ideias sobre as do autor.
06. Partir o texto em pedaços (parágrafos, partes) para melhor compreensão.
07. Centralizar cada questão ao pedaço (parágrafo, parte) do texto correspondente.
08. Verificar, com atenção e cuidado, o enunciado de cada questão.
09. Cuidado com os vocábulos: destoa (=diferente de ...), não, correta, incorreta,
certa, errada, falsa, verdadeira, exceto, e outras; palavras que aparecem nas

3
MAT-ING & COMPANHIA

PORTUGUÊS

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

perguntas e que, às vezes, dificultam a entender o que se perguntou e o que se


pediu.
10. Quando duas alternativas lhe parecem corretas, procurar a mais exata ou a mais
completa.
11. Quando o autor apenas sugerir ideia, procurar um fundamento de lógica
objetiva.
12. Cuidado com as questões voltadas para dados superficiais.
13. Não se deve procurar a verdade exata dentro daquela resposta, mas a opção que
melhor se enquadre no sentido do texto;
14. Às vezes a etimologia (origem) ou a semelhança das palavras denuncia a
resposta.
15. Procure estabelecer quais foram as opiniões expostas pelo autor, definindo o
tema e a mensagem.

Como ler e entender bem um texto. Manual de Estudos: curso oficial. Juiz de Fora: Grafcom, 2011, 159 p.
CAVALLINI, Marta. Como vencer o ''pânico'' da interpretação de textos.

Percebido? Dúvidas? Vamos ao trabalho!

Exercícios:

1. Lê o seguinte texto e responde às questões:

“Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou


pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a
minha morte. Suposto o uso vulgar seja começar pelo nascimento,
duas considerações me levaram a adotar diferente método: a
primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um
defunto autor, para quem a campa foi outro berço; a segunda é que o
escrito ficaria assim mais galante e mais novo. Moisés, que também
contou a sua morte, não a pôs no intróito, mas no cabo: diferença
radical entre este livro e o Pentateuco.” (Machado de Assis, in
Memórias Póstumas de Brás Cubas)

4
MAT-ING & COMPANHIA

PORTUGUÊS

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

Pode-se afirmar, com base nas ideias do autor-personagem, que se trata:


a) de um texto jornalístico
b) de um texto religioso
c) de um texto científico
d) de um texto autobiográfico
e) de um texto teatral
Para o autor-personagem, é menos comum:
a) começar um livro por seu nascimento.
b) não começar um livro por seu nascimento, nem por sua morte.
c) começar um livro por sua morte.
d) não começar um livro por sua morte.
e) começar um livro ao mesmo tempo pelo nascimento e pela morte.

Deduz-se do texto que o autor-personagem:


a) está morrendo.
b) já morreu.
c) não quer morrer.
d) não vai morrer.
e) renasceu.

A semelhança entre o autor e Moisés é que ambos:


a) escreveram livros.
b) se preocupam com a vida e a morte.
c) não foram compreendidos.
d) valorizam a morte.
e) falam sobre suas mortes.

A diferença capital entre o autor e Moisés é que:

1. D C B E D 5
MAT-ING & COMPANHIA

PORTUGUÊS

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

a) o autor fala da morte; Moisés, da vida.


b) o livro do autor é de memórias; o de Moisés, religioso.
c) o autor começa pelo nascimento; Moisés, pela morte.
d) Moisés começa pelo nascimento; o autor, pela morte.
e) o livro do autor é mais novo e galante do que o de Moisés.

2. Lê o seguinte texto e responde às perguntas que se seguem:

O relatório é um texto de tipo:


a) descritivo;
b) narrativo;
c) argumentativo;

6
MAT-ING & COMPANHIA

PORTUGUÊS

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

d) poético;
e) dramático.

A finalidade principal do texto é:


a) orientar o superior na tomada de uma decisão;
b) documentar oficialmente um ato irregular;
c) discutir um tema polémico;
d) fornecer dados para uma investigação;
e) indicar funcionários passíveis de punição.

Não consta(m) do relatório lido:


a) o cargo da autoridade a quem é dirigido;
b) o relato dos fatos ocorridos;
c) uma preocupação literária do autor;
d) as conclusões dos fatos analisados;
e) uma fórmula de cortesia final.

”Tendo sido designado por Vossa Senhoria…”; esta oração inicial do texto tem valor:
a) concessivo;
b) temporal;
c) conclusivo;
d) causal;
e) consecutivo.

O item em que se mostra a forma abreviada correta de Vossa Senhoria é:


a) V. Sria.
b) V. Sra.
c) V. S.

7
MAT-ING & COMPANHIA

PORTUGUÊS

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
_________________________________________________