Você está na página 1de 109

SENAI- Curso Técnico em Administração

» Introdução à disciplina

No mundo moderno, a gestão da produção é


muito importante em face da competitividade
atual. As empresas precisam permanecer em
constante mudança, buscando produzir de
forma cada vez mais eficiente.
» Introdução à disciplina

A produção é responsável por disponibilizar ao


mercado os produtos que a organização oferece,
sejam eles bens ou serviços.

A criação e disponibilização de bens e serviços é a


principal razão da existência de qualquer
organização.
» Introdução à disciplina

As empresas preocupam-se com a gestão


da produção porque ela pode potencializar as
receitas disponibilizando mais produtos a um
custo de produção menor – ou seja, produzindo
cada vez mais com menos recursos de produção,
aumentado assim a eficiência produtiva.
» Introdução à disciplina
Vale ressaltar que estudar ou repensar a
gestão da produção pode parecer complexa,
porém interessante, pois os consumidores estão
cada vez mais ativos e na expectativas de
produtos mais modernos, inovadores,
tecnológicos, e a internet trouxe as informações
de mercado para o momento – real time.
» Importância da Gestão da Produção para Empresa

* Planejar, organizar, executar e controlar as


atividades produtivas com eficiência, eficácia
e efetividade.
* Garantir a qualidade e a produtividade em
produtos e serviços para maior
competitividade da organização.
» Importância da Gestão da Produção para Empresa

* Alinhar a gestão da produção a estratégia da


organização.
» O que é Gestão da produção ?

Gestão da produção trata da forma de gerir


recursos escassos destinados à produção de
bens ou serviços.

são elementos utilizados nos processos


produtivos.
» O que é Gestão da produção ?
A administração da produção e operações (APO)
é a administração do sistema de produção de
uma organização, que transforma insumos nos
produtos e/ou serviços de uma organização
(Gaither e Frazier, 2001).

São elementos utilizados nos processos


produtivos.
» Exemplos de Recursos / Insumos na
Gestão da Produção:

• Matéria – Prima
• Recurso Financeiro
• Recursos Humanos
• Recursos tecnológicos
• Recursos Naturais
• Entre outros
Diferença entre Recurso Natural e
Matéria – Prima

• Matéria – Prima
( Pode ser natural ou transformado)

* Recursos Naturais
(presente na natureza)
Trabalhe em equipe, de exemplos de
recursos:
• Matéria – Prima
• Recurso Financeiro
• Recursos Humanos
• Recursos tecnológicos
• Entre outros
Diferença entre Bens ou Serviços
Embora os processos de produção para produtos e serviços
guardem similaridade, eles não têm as mesmas características.
O Produto é estocável, tangível e tem participação
indireta do cliente em sua produção.
O Serviço é intangível, não é estocável e tem participação direta
do cliente.
Definição de Produção.

Produção se refere a todo tipo de atividade ou


processo que dá origem a um determinado
serviço ou produto.
Definição de Produto.

Podemos definir produto como o resultado da


transformação dos recursos necessários para o
desenvolvimento do bens ou serviços.
Evolução Histórica
No século XVII os sistemas de produção eram
chamados de sistemas caseiros por serem
realizados em casas ou cabanas, onde os artesãos
orientavam aprendizes a
executarem o trabalho
manual nos produtos.
Evolução Histórica
Em 1770, na Inglaterra, a Revolução Industrial
marcou o surgimento do sistema fabril,
substituindo a força humana e da água pela força
mecanizada, sendo necessária
a organização de máquinas,
pessoas e outros recursos,
para uma produção mais
eficiente.
Evolução Histórica
A revolução se expandiu da Inglaterra para a
Europa e Estados Unidos, onde o conceito de peças
intercambiáveis, criado pelo inventor americano Eli
Whitney, em 1790, permitia uma linha
de montagem mais flexível,
fazendo uma padronização nos
encaixes de peças.
Evolução Histórica
No final do século XIX e início do século XX, um
novo ambiente socioeconômico surgiu, e
percebendo a necessidade de abastecer os maciços
mercados, um grupo de engenheiros, executivos
comerciais, consultores, educadores e
Pesquisadores, desenvolveram
métodos e a filosofia da
administração científica.
Evolução Histórica
Frederic Winslow Taylor é
conhecido como o pai da
administração cientifica.
Ele estudou os problemas fabris
cientificamente e popularizou a
noção de eficiência.
Estudos dos tempos e movimentos
Evolução Histórica
A aplicação teórica da
administração cientifica
foi realizada por Henry
Ford, no início do século
XX,
Evolução Histórica
tendo, como elementos principais os desenhos de
produto padronizados, produção em massa,
baixos custos de manufatura, linhas de montagem
mecanizadas, especialização
de mão-de-obra e peças
intercambiáveis,
incorporando os métodos
eficientes em suas fábricas.
Evolução Histórica
Evolução Histórica
Até meados da década de 1960, houve
Predominância dos conceitos técnicos da
engenharia industrial,
quando surge a
PRODUÇÃO ENXUTA, no
Japão, pós- guerra.
Evolução Histórica
Esses métodos surgiram na fábrica da Toyota,
também conhecido como Sistema Toyota de
Produção, e foi
desenvolvido por
Eiji Toyoda e
Taiichi Ohno.
Evolução Histórica
O sistema de Produção enxuta tem o objetivo
de eliminar ou minimizar atividades não
agregadoras de valor ao produto final, ou seja,
eliminação dos
desperdícios.
Funções da Gestão de Produção
Dentro das organizações, existem quatro
grandes funções que são responsáveis pela
existência da organização. São elas:
 Função Marketing
 Função Produção
 Função Finanças
 Função recursos humanos
Funções da Gestão de Produção
Dentre essas funções existem suas
classificações:
Funções Centrais e Funções de Apoio
 Função Marketing  Função Finanças
 Função Produção  Função recursos humanos
Funções da Gestão de Produção
Função Marketing é responsável por detectar as
necessidades dos clientes, trazer informações para a
organização no que se refere a tamanho e tipologia do
mercado, bem como comunicar os produtos da empresa
de forma a potencializar as vendas e gerar pedidos dos
clientes.

Vale ressaltar que as atividades de vendas encontra-se nessa função.


Funções da Gestão de Produção
Função Produção é responsável por traduzir as
informações de marketing em especificações para que
as necessidades/desejos dos clientes sejam satisfeitas
por meio dos processos de produção e entrega.

Nessa função encontra-se as áreas de criação, produção propriamente


dita e distribuição de produtos.
Funções da Gestão de Produção
As funções de apoio suprem e sustentam a função produção.

Função Finanças permite que a tomada de decisão no


que se refere a projetos de produção e ainda administra
os recursos financeiro da organização.

A função finanças permite avaliar a viabilidade econômico-financeira


de um Projeto de produção.
Funções da Gestão de Produção
As funções de apoio suprem e sustentam a função produção.

Função recursos humanos preocupa-se em recrutar,


selecionar, capacitar e desenvolver os colaboradores da
Organização, encarregando-se ainda de cuidar de seu
bem-estar.
Funções da Gestão de Produção
As funções marketing, produção, finanças e
recursos humanos são essenciais – e, na prática,
as atividades desenvolvidas pelas funções se
relacionam e permitem interdisciplinaridade.
Atividades das funções centrais de algumas organizações
Sistemas de Produção
Todas as operações produzem produtos,
sejam eles bens ou serviço, mediante a
transformação de recursos em saídas, ou seja,
Produtos acabados: isso é o que se denomina
processo de transformação.
Sistemas de Produção
A transformação basicamente apresenta os
recursos de entrada, divididos em recursos
transformados e transformadores, que passam
pelo processo de transformação propriamente
dito, gerando produtos acabados que podem
ser bens ou serviços.
Modelo Genérico de transformação
Sistemas de Produção
Recursos de entrada a serem transformados

Materiais – relativos aos insumos físicos básicos, como


matérias-primas e componentes. O conjunto denominado
matérias-primas são recursos materiais que serão processados
dentro da organização.
Essa bobina chega em sua forma
original para posteriormente ser
fatiada em peças , as quais será
transformada em partes do produto
a ser produzido.
Sistemas de Produção
Recursos de entrada a serem transformados

Informações – existem operações que processam


informações e podem transformar suas propriedades, agrupando,
reunindo ou até mesmo desvinculando dados.

Como exemplo podemos citar


um contador ou uma
biblioteca.
Sistemas de Produção
Recursos de entrada a serem transformados

Consumidores – algumas operações transformam


diretamente os consumidores como se fossem materiais
propriamente ditos; pode-se citar como exemplos os cabelereiros,
dentistas, e cirurgiões plásticos.
Outras empresas, como as empresas
de transporte coletivo, também
processam os consumidores,
deslocando-os de um lugar para outro
qualquer.
Sistemas de Produção
Recursos de entrada transformadores

Instalações – são recursos como terrenos ou prédios,


edificações de forma geral onde a organização se instala para
executar seu processo de transformação.
Sistemas de Produção
Recursos de entrada transformadores

Máquinas – é o conjunto de recursos chamados de


recursos capital, em termos econômicos, são as máquinas
propriamente ditas, os equipamentos e até mesmo a tecnologia
utilizada pode ser enquadrada nesse recurso.
Sistemas de Produção
Recursos de entrada transformadores

Pessoal – são na verdade aqueles que operam,


mantêm, planejam e administram a função produção.
Sistemas de Produção
O processo decisório da produção tem em nível
operacional um conjunto de cinco objetivos de
desempenho que podem ser considerados
estratégicos se vistos de forma mais ampla, pois
refletem a atuação da produção em uma relação
estreita com o próprio mercado.
Objetivos de desempenho da função
Produção
05 Objetivos

Qualidade Flexibilidade

Velocidade
Custos
Confiabilidade
Objetivos de desempenho da função Produção

Qualidade
O objetivo qualidade pode ter várias e diversas
facetas, dependendo de quem analisa. Entretanto, o mais
importante é a percepção de que a qualidade influência
diretamente na satisfação ou insatisfação do consumidor em
relação ao bem ou serviço adquirido.
Apesar da “ socialização da qualidade”, não há
definições claras ou consensuais sobre o significado de
“qualidade”.
Objetivos de desempenho da função Produção

Qualidade
ASQC (American Society for Quality Control), define
qualidade como “ O Conjunto de dispositivos e características
de um produto ou serviço que tem a habilidade de satisfazer
determinadas necessidades. Essa definição da ASQC é
praticamente a mesma fornecida pela norma ISO 8402 –
Gestão da Qualidade e garantia da qualidade.
Objetivos de desempenho da função Produção

Qualidade
O objetivo de desempenho Qualidade está
categorizado em 05 abordagens:
• Abordagem Transcendental
• Abordagem centrada no Produto
• Abordagem centrada na fabricação
• Abordagem centrada no usuário
• Abordagem centrada no valor
Objetivos de desempenho da função Produção

• Abordagem Transcendental
A abordagem transcendental vê a qualidade
como um sinônimo de excelência inata.

Um carro de qualidade ?

Um relógio de qualidade ?
Objetivos de desempenho da função Produção

• Abordagem Centrada no produto


Considera a qualidade mensurável, objetiva.
Diferenças entre produtos seriam qualificáveis e
quantificáveis por parâmetros dos produtos.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Abordagem Centrada no produto


* qualificável – Que se consegue qualificar;
pode ser alvo de qualificação.

* quantificável - Conceder um valor que se


pode medir( mensurar)
• Abordagem Centrada no produto
Objetivos de desempenho da função Produção

• Abordagem Centrada no usuário


É a mais utilizada pelos profissionais da qualidade.
Nesse tipo de abordagem, deve-se assegurar que o
produto ou serviço esteja adequado a seu propósito.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Abordagem Centrada na fabricação


Trata a qualidade como a “conformidade às
especificações”.

O produto deve atender plenamente às suas


especificações, qualquer desvio implica numa queda de
qualidade.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Abordagem Centrada no valor


Considera aspectos de custos e receitas. Entra nesse
aspectos a ideia de valor, ou seja, a relação custo-
benefício.

Um consumidor pode muito bem estar querendo


aceitar algo de menor especificação de qualidade, caso
o preço seja menor.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Definição de qualidade
Nigel Slack, define qualidade como “ a consistente
conformidade com as expectativas dos
consumidores”.
Porém, a definição mais difundida no mercado é aquela
fornecida pela norma ISO 8402 –Gestão da qualidade e garantia
Da qualidade- Um produto, seja ele um bem ou serviço, terá
Qualidade na medida em que atender plenamente a necessidade
de Seu usuário.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Qualidade no processo de produção


E importante ter em mente que a qualidade dentro
De uma operação produtiva reduz custos, pois
minimiza erros; portanto, não há sucata de peças e
partes, tampouco retrabalhos. A qualidade também
aumenta a confiabilidade, pois não haverá atrasos
de produção e entrega, o que torna a empresa
confiável perante seus clientes.
Objetivos de desempenho da função Produção
• Objetivo velocidade
Serve para medir o tempo gasto para entregar um
produto ao cliente, considerando-se desde o
momento da colocação do pedido de compra pelo
cliente até a entrega do produto acabado.

Quanto mais internamente veloz for uma organização, menores


serão as necessidades de estoque de produtos acabados para
atendimento ao cliente , portanto, melhor será sua
gestão financeira.
Objetivos de desempenho da função Produção
• Objetivo velocidade
Outro fator relevante é a capacidade de
atendimento rápido com produtos dedicados, haja
vista que uma boa velocidade interna permite
produzir com lead time reduzido de fabricação.

A definição mais convencional para lead time é o tempo


entre o momento do pedido do cliente até a chegada
do produto no mesmo.
Objetivos de desempenho da função Produção
• Objetivo Confiabilidade
Tem como premissa entregar os produtos solicitados
pelos clientes na data prometida e/ou exatamente
quando necessários.

Confiabilidade na operação economiza tempo.


Objetivos de desempenho da função Produção
• Objetivo flexibilidade
Diz respeito à capacidade de reação ao inesperado.
A produção deve ser flexível o suficiente para
permitir mudanças e atender a algumas exigências,
considerando alterações nos seguintes aspectos:
• Produtos
• Mix de Produtos
• Volume
• Entrega
Objetivos de desempenho da função Produção

• Objetivo flexibilidade

• Produtos – Alteração que permite sua


customização ou adequação para o
atendimento a necessidades específicas
dos clientes
Objetivos de desempenho da função Produção

• Objetivo flexibilidade

• Mix de Produtos – ou seja, a habilidade da


operação em alterar o mix de produtos
para produzir uma ampla gama de
produtos.
Um mix de produtos é uma variedade de itens que uma empresa
disponibiliza no mercado para atingir diferentes clientes ou domina
uma fatia maior do seu segmento.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Objetivo flexibilidade

• Volume – a alteração de níveis de produção


(saídas) para que se produza quantidades
diferentes de produtos ao longo do tempo.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Objetivo flexibilidade

• Entrega – a alteração do tempo de entrega,


antecipando ou postergando prazos,
dependendo da necessidade do cliente.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Objetivo flexibilidade

O atingimento do objetivo flexibilidade


agiliza a resposta ao cliente e economiza tempo,
pois permite decisões mais rápidas e eficazes,
contribuindo ainda para manter a
confiabilidade no processo em questão.
Objetivos de desempenho da função Produção
• Objetivo custo
Já o objetivo custo é muito importante
para todas as empresas, e mais importante
ainda para as empresas que concorrem em
preços. É claro que mesmo as empresas que
não disputam o mercado por preço têm seu
interesse nesse objetivo, pois custo baixo
significa maior possibilidade de lucro a um
determinado preço de mercado.
Objetivos de desempenho da função Produção

• Objetivo custo
Na atualidade, a China é um país onde o
grande objetivo da função produção é preço.

Podemos afirmar que CUSTO está ligado diretamente


com a PRODUTIVIDADE.
• O que é produtividade?

Produtividade é obter a melhor relação


entre volume produzido e recursos
utilizados.
• Produtividade !

Especialistas afirmam que para saber se


uma empresa é produtiva deve-se saber se ela é
capaz de gerar mais produtos e serviços de
qualidade, mesmo com gastos reduzidos e dentro
do menor espaço de tempo possível.
• Produtividade

Empresas de todos os ramos de atividade


usam os cálculos de produtividade para conferir
se sua linha de produção vai bem, se suas
finanças estão em ordem ou se seus
funcionários estão produzindo o suficiente.
• Calculando a produtividade
De forma simplificada, pode-se definir a
produtividade como a razão entre saídas e entradas:

Produtividade = saídas/ entradas


Output (saída) da operação
PRODUTIVIDADE = Input (entrada) da operação
• Produtividade
Existem três classificações das medidas de
produtividade:

Produtividade Parcial;
 Produtividade múltipla;
Produtividade global.
• Produtividade
Normalmente se usam medidas parciais
para avaliação de produtividade.
Se considerarmos apenas um tipo de entrada, a medida será parcial.

Produtividade de fator parcial= Output (saída) da operação


um input (entrada) da operação
• Produtividade
Se abranger mais de uma entrada, a
medida será múltipla.

Produtividade de fator múltipla = Output (saída) da operação


vários inputs (entradas)
da operação
• Produtividade

Se envolver todas as entradas será global.

Produtividade de fator global = Output (saída) da operação


Todos os inputs
(entradas) da operação
• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários

• Você tem um negócio que fatura 50 Mil reais por mês


Com 10 funcionários. Cada funcionário trabalha
160 horas/mês, desta forma, calcule a produtividade da
Mão de obra:
Output: 50 mil

Input: 10 funcionários
• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários
Calculando o input:
Quant. De Funcionários X Quant. De Hora trabalhada

10 x 160hs = 1600 hs/mês “disponível”.

Output (saída) da operação


Produtividade de fator parcial =
um inputs (entradas) da
operação
• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários
INPUT:
10 x 160hs = 1600 hs/mês “disponível”.
OUTPUT:
50 MIL

Produtividade de fator parcial = 50 MIL


1600 hs/mês
• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários

Produtividade de fator parcial = R$ 31,25/Hh

Estes R$ 31,25 é a relação de produtividade entre o


faturamento da empresa e o numero de horas que
você tem “disponível” com os 10 funcionários.
• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários

Suponha que você consiga treinar bem este


seus 10 funcionários do modo que eles
produzam mais e você fature 60 mil no próximo
mês, você terá um ganho de produtividade.

Calcule essa situação hipotética


• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários
INPUT:
10 x 160hs = 1600 hs/mês “disponível”.
OUTPUT:
60 MIL

Produtividade de fator parcial = 60 MIL


1600 hs/mês
• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários

Produtividade de fator parcial = R37,50 R$/Hh


(Aumento de Produtividade)

Veja que o valor faturado em relação ao número de


horas disponíveis aumentou, ou seja, você teve um
aumento de produtividade (Ganho) de R$ 6,25 por hora
com os mesmos 10 funcionários.
• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários

Após 30 dias, o faturamento teve uma


redução de 35%, porém a organização manteve sua
operação com os 10 funcionários trabalhando 160
horas/mês.

Calcule essa situação hipotética


• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários
INPUT:
10 x 160hs = 1600 hs/mês “disponível”.
OUTPUT:
60.000 – 35% = 39 MIL

Produtividade de fator parcial = 39 MIL


1600hs/mês
• Exemplo de como calcular a produtividade
dos funcionários

Produtividade de fator parcial = R24,37 R$/Hh


(queda de Produtividade)

Veja que o valor faturado em relação ao numero de


horas disponíveis reduziu, ou seja, você teve um a queda
de produtividade (redução) de R$ 13,13 por hora com os
mesmos 10 funcionários. ( comparado com a referência
anterior).
• Exemplo de como calcular a produtividade
múltipla.
Um lava- jato automotivo tem a capacidade de lavar
1300 veículos por mês. Em dezembro foi utilizado os
seguintes recursos: Calcule o fator múltiplo.
• Exemplo de como calcular a produtividade
múltipla
• Exemplo de como calcular a produtividade
múltipla
INPUT:

OUTPUT:
60.000 – 35% = 39 MIL
• Exemplo de como calcular a produtividade
múltipla

Output (saída) da operação


Produtividade de fator múltiplo =
vários inputs (entradas) da operação
• Exemplo de como calcular a produtividade
múltipla

Output (saída) da operação


Produtividade de fator múltiplo =
Inputs (Fator 01 + fator 02 + fator 03 + ...)
• Exemplo de como calcular a produtividade
múltipla
OUTPUT:
1.3 MIL
1.300,
Produtividade de fator múltiplo =
(Mão de obra + Rev. Pneu + Shampoo + Cera
+ Limp. Vidro + desengraxante)
• Exemplo de como calcular a produtividade
múltipla

1.300,
Produtividade de fator múltiplo =
(8.250 + 550 + 1.312,5 + 1.206 + 175 + 480)
• Exemplo de como calcular a produtividade
múltipla

1.300,
Produtividade de fator múltiplo =
11.973,50
Veja que o valor do fator múltiplo foi de
R$ 0,11 por veículo.
• Projeto de processos !
Segundo Slack , “projetar é conceber a
aparência, o arranjo e a estrutura de algo
antes de construí-lo”.
Assim, projeto de processo é a forma como
concebemos um processo para que esse possa
produzir bens e serviços que venha a ser lançado
no mercado para atendimento das necessidades/
desejos dos clientes.
• Projeto de processos .
Um processo deve ser projetado para
atender objetivos específicos ao desempenho
esperado pala empresa.
Também devemos ressaltar a importância do
projeto de produto, pois, Projeto de Processos e
Projeto de produtos são inter-relacionados e
devem ser tratados simultaneamente.
• Projeto de processos e produto.

Produtos devem ser projetados de forma


que possam ser produzidos de maneira eficaz.

Os processos devem ser projetados de


forma que possam produzir todos os produtos
que venham a ser disponibilizado pela
operação.
• Projeto de processos e produto.

Dessa forma, projeto de produto e de


processos tem íntima relação.

PROJETO DE PRODUTO PROJETO DE PROCESSO


Produtos devem ser Os processos devem ser
projetados de forma que projetados de forma que
possam ser produzidos possam produzir todos os
eficazmente. Produtos que venha ser
Lançados pela operação.
• Projeto de processos e produto.
Os objetivos de desempenho traçados
por uma organização indicam a forma como
os processos serão concebidos e a influência
que exercem neles.
Qualidade Flexibilidade
Velocidade
Custos
Confiabilidade
• Projeto de processos e produto.
 Impacto dos objetivos estratégicos de
desempenho no projeto de processos:
• Projeto de processos e produto.
Como os temas de proteção ambiental
vêm se tornando cada vez mais importantes,
pensar processos verdes também se torna
uma boa prática, e assim os responsáveis pelo
desenvolvimento dos processos que visam
produção de bens e serviços devem
considerar também as questões ambientais.
• Projeto de processos e produto.
Processo verde:
A produção verde faz referência a todo o
processo de produção que engloba aspectos
ambientais, e nos faz pensar e executar projetos
usando materiais alternativos, menos poluentes,
reaproveitando matéria-prima e estimulando os
consumidores a adotarem essa ideia.
• Projeto de processos e produto.
A discussão em torno das questões
ambientais não faz parte de uma nova temática.
Em 1972, com a Conferência das Nações Unidas
para o Meio Ambiente realizada em Estocolmo,
na Suécia, iniciou-se a busca entre o equilíbrio
do desenvolvimento e meio ambiente,
resultando na Declaração sobre o Ambiente
Humano,...
• Projeto de processos e produto.
um plano de ação constituído por 110
recomendações, e 26 princípios de orientação
para legislações internas dos países e relações
internacionais, dentre eles o mais importante
que garante o direito do país de explorar seus
recursos de acordo com a sua política ambiental,
mantendo o controle ambiental externo.
• Projeto de processos e produto.

A produção, ecologicamente correta, engloba as


tecnologias e o design consciente, utilizando materiais
especiais que reduzem os impactos ambientais dos
produtos e processos de produção, diminuindo a geração
de lixo, economizando custos finais, reduzindo a emissão
de gases e incentivando a implantação de novas técnicas
de fabricação, unindo o que é tecnicamente possível com
o que é desejado para a manutenção e preservação do
meio ambiente
• Projeto de processos e produto.
 Exemplos de indústrias focada na produção
socioambiental
• Projeto de processos e produto.
Os processos podem apresentar-se de
forma diferente dependendo das necessidades
das operações produtivas. Os itens volume de
produção e variedade de itens, assim como o tipo
específico de fluxo de operações, podem
determinar a especificidade do processo.

Os tipos mais comuns de processos são:


• Tipos de processos.

Processos de Projeto

Processos por Jobbing


Processos em lotes ou bateladas

Processos em massa

Processos em contínuos