Você está na página 1de 4

ESCOLA ESTADUAL DOUTOR GAMALIEL

ALUNO (A): DATA:______/_______/__________

PROFESSORA: Neilla Rocha DISCIPLINA: História

SÉRIE: 8º ano TURMA: __________ PESO: 4,0 NOTA:

AVALIAÇÃO DO I CICLO

INSTRUÇÕES:

 Leia as questões com bastante atenção antes de respondê-las;


 Responda com caneta de tinta azul ou preta;
 Questão rasurada será anulada;
 Cada questão de múltipla escolha apresenta apenas uma alternativa correta;
 Não se esqueça de assinar a avaliação.

1. Comentando a Guerra dos Emboabas (1709), o historiador Antônio Sérgio escreveu: "Cedo no Brasil se
buscaram as minas. Para isso se organizavam expedições (bandeiras) que se internavam pelo sertão.
Enfim, a descoberta fez-se e a notícia atraiu muita gente. Os habitantes de São Paulo consideravam como
inimigos todos os que pretendiam, como eles, enriquecer com o ouro". (adaptado de Antônio Sérgio, BREVE
INTERPRETAÇÃO DA HISTÓRIA DE PORTUGAL)

a) Quem eram os emboabas e por que os paulistas entraram em guerra contra eles? (0,3)
Eram forasteiros, os paulistas entraram em conflito com eles devido à disputa pela posse das
áreas mineradoras.
b) Cite duas transformações que a mineração provocou no Brasil. (0,4)
Fluxo imigrante, urbanização, desenvolvimento de comércio interno, transferência do eixo
econômico para o centro-sul, etc.

2. Portugal exerceu sobre a exploração do ouro controle maior do que aquele exercido no açúcar criando
mecanismos de controle e fiscalização. Associe as colunas: (0,3)

1) Intendência das Minas


2) Datas
3) Quinto
4) Casa de Fundição
( ) 20% do ouro extraído nas minas.
( ) local onde o ouro em pó era transformado em ouro em barras e se gravava o selo real no ouro.
( ) lotes auríferos
( ) órgão encarregado de controlar a exploração do ouro, cobrar impostos e julgar crimes.

a) 4–3-1–2
b) 3 –4–1–2
c) 2 –4–3–1
d) 3–4–2–1
e) 1–4–2-3
3. A criação das casas de fundição aumentou a insatisfação das pessoas, que já reclamavam do alto preço
dos alimentos, e acabou ocasionando em 1720 a: (0,3)

a) Guerra dos emboabas


b) Revolução mineira
c) Revolta de Vila Rica
d) Intendência das minas
e) Inconfidência Mineira

4. Quanto maior a opressão fiscal na região mineradora, mas a população reagia, praticando o contrabando.
Observe as imagens e responda ao que se pede:

a) Como essas imagens eram chamadas? Qual era a utilidade delas? (0,4)
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
b) Cite uma medida da Coroa na região das minas, no sentido de controlar o contrabando e maximizar
suas receitas. (0,2)
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

5. O século XVIII, no Brasil, é marcado pela atividade mineradora na região das Minas Gerais. (0,3)
A análise da formação social das Minas nos leva a afirmar que, EXCETO:
a) na região das Minas Gerais a riqueza se distribui de forma harmoniosa, criando uma sociedade
mais igualitária, sem grandes desníveis sociais;
b) com o desenvolvimento da atividade extrativa, cresce a camada de homens livres e pobres, vivendo
de ocupações incertas e, muitas vezes, no crime e na violência;
c) as Minas do século XVIII foram uma capitania pobre, se considerarmos o pequeno número de
senhores de lavras opulentos e a extensão da pobreza;
d) os vadios e desocupados, destituídos de trabalho, constituíam motivo de preocupação para os
governadores, principalmente quando o ouro começou a escassear;
e) os escravos constituíam a força de trabalho das Minas, extraindo ouro dos córregos ou do seio da
terra, em condições de exploração e miséria.
6. Assinale a alternativa que apresenta um princípio filosófico do movimento intelectual do século XVIII
denominado de Iluminismo: (0,3)

a) Defesa do poder da Igreja Católica, diante dos abusos cometidos pela monarquia absoluta.
b) Crença na razão como fonte para o progresso.
c) Defesa do absolutismo para a garantia da unidade política.
d) Ideia do Direito Divino dos Reis para legitimar o Antigo Regime.
e) Ideia de indivisibilidade do Estado em poderes independentes.

7. Analise a charge e responda o que se pede: (0,4)

a) A que filósofo iluminista refere-se a


charge? _____________________________
___________________________________

b) Quais são os três poderes criados por ele?


____________________________________
____________________________________
____________________________________
__________________________________

8. Responder à questão sobre o pensamento iluminista nos séculos XVII e XVIII, numerando a coluna II de
acordo com a coluna I (0,3)

COLUNA I
(1). Adam Smith
(2). Barão de Montesquieu
(3). John Locke
(4). Jean-Jacques Rousseau
(5) Denis Diderot
COLUNA II
(___) Criticava a burguesia e a propriedade privada. Defendia a tese de que todo o poder emana do povo
(da vontade geral) e é em nome do povo que ele é exercido.
(___) Condenava o mercantilismo, por considerá-lo um entrave lesivo a toda ordem econômica.
Defendia que, com a concorrência, a divisão do trabalho e o livre comércio se alcançaria a harmonia e a
justiça social.
(___) Combatia o despotismo. Defendia a tese de que a autoridade do governo deve ser desmembrada em
três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário.
(___) Combatia o absolutismo. Defendia a ideia segundo a qual a vida, a liberdade e a propriedade são
direitos naturais. Os governos, para o filósofo, teriam a finalidade de respeitar e assegurar os direitos
naturais dos cidadãos.
(___) Coordenou a edição da Enciclopédia, uma obra que reunia todo o conhecimento científico e
filosófico até então produzido.
Relacionando-se as colunas, obtém-se, de cima para baixo, os números na sequência:
a) 5,1, 3, 4, 2 d) 2, 4, 5, 3, 1
b) 4, 1, 2, 3, 5 e) 3, 4, 2, 1, 5
c) 3,5, 1, 4, 2
9. Complete: (0,2)

a) Para os fisiocratas a única fonte de riqueza era: _______________________________


b) Para Adam Smith a fonte de riqueza era ____________________________________

10. O escritor e filósofo francês Voltaire, que viveu no século XVIII, é considerado um dos grandes
pensadores do Iluminismo ou Século das Luzes. Ele afirma o seguinte sobre a importância de manter
acesa a chama da razão:

“Vejo que hoje, neste século que é a aurora da razão, ainda renascem algumas cabeças da hidra do
fanatismo. Parece que seu veneno é menos mortífero e que suas goelas são menos devoradoras. Mas o
monstro ainda subsiste e todo aquele que buscar a verdade arriscar-se-á a ser perseguido. Deve-se
permanecer ocioso nas trevas? Ou deve-se acender um archote onde a inveja e a calúnia reacenderão suas
tochas? No que me tange, acredito que a verdade não deve mais se esconder diante dos monstros e que não
devemos abster-nos do alimento com medo de sermos envenenados”.
Vocabulário:
Archote: Tocha, fonte portátil de fogo, usada como fonte luminosa.
Identifique a opção que melhor expressa esse pensamento de Voltaire. (0,3)
a) Aquele que se pauta pela razão e pela verdade não é um sábio, pois corre um risco desnecessário.
b) A razão é impotente diante do fanatismo, pois esse sempre se impõe sobre os seres humanos.
c) Aquele que se orienta pela razão e pela verdade deve munir-se da coragem para enfrentar o
obscurantismo e o fanatismo.
d) O fanatismo e o obscurantismo são coisas do passado e por isso a razão não precisa mais estar alerta.
e) A razão envenena o espírito humano com o fanatismo.

11. Sobre o chamado despotismo esclarecido é correto afirmar que (0,3)

a) foi um fenômeno comum a todas as monarquias europeias, tendo por característica a utilização dos
princípios do Iluminismo.
b) foram os déspotas esclarecidos os responsáveis pela sustentação e difusão das ideias iluministas
elaboradas pelos filósofos da época.
c) foi uma tentativa bem intencionada, embora fracassada, das monarquias europeias reformarem
estruturalmente seus Estados.
d) foram os burgueses europeus que convenceram os reis a adotarem o programa de modernização
proposto pelos filósofos iluministas.
e) foi uma tentativa, mais ou menos bem sucedida, de algumas monarquias reformarem, sem alterá-las,
as estruturas vigentes.

“Os homens são bons ou maus, úteis ou inúteis, graças à sua educação.” John Locke