Você está na página 1de 9

MATEMÁTICA

Teorema de Tales e Semelhança de Triângulos

Professor : Dêner Rocha

Monster Concursos 1
Teorema de Tales
O Teorema de Tales foi estabelecido por Tales de Mileto, consiste em uma interseção entre duas retas
paralelas e transversais que formam segmentos proporcionais.

O Teorema de Tales é determinado pela intersecção entre retas paralelas e transversais, que formam
segmentos proporcionais. Foi estabelecido por Tales de Mileto, que defendia a tese de que os raios
solares que chegavam à Terra estavam na posição inclinados. Partindo desse principio básico
observado na natureza, intitulou uma situação de proporcionalidade que relaciona as retas paralelas e
as transversais.

Retas paralelas cortadas por retas transversais formam segmentos proporcionais. Observe:

No esquema acima, as retas a, b e c são paralelas e as retas r e r’ são transversais. De acordo com o
Teorema de Tales, temos as seguintes proporcionalidades:

Observe que a relação estabelecida envolve noções de razão e proporção, o segmento AB está para o
segmento BC assim como o segmento A’B’ está para o segmento B’C’. A igualdade entre as duas
razões formam uma proporção, o cálculo dessa proporção será resolvido através de uma simples
multiplicação cruzada, ou de acordo com a propriedade das proporções: o produto dos meios é igual ao
produto dos extremos.

Observe o seguinte exemplo, nele aplicaremos o Teorema de Tales para encontrar o valor do segmento
desconhecido:

Monster Concursos 2
O Teorema de Tales possui inúmeras aplicações nas diversas situações envolvendo cálculo de
distâncias inacessíveis e possui grande aplicabilidade nas questões relacionadas à Astronomia.

Exemplo 1

Calcule o comprimento da ponte que deverá ser construída sobre o rio, de acordo com o esquema a
seguir.

De acordo com a figura temos um triângulo ABC e o segmento DE dividindo o triângulo, sendo formado
o triângulo ADE. As informações que temos são as medidas dos seguintes segmentos: AD = 10m, AE =
9m, EC = 18m e DB = x. O valor de DB será determinado através do Teorema de Tales que diz: “retas
paralelas cortadas por transversais formam segmentos proporcionais.” Desse modo, podemos
estabelecer a seguinte relação:

Portanto, a ponte terá 20 metros de comprimento.

Monster Concursos 3
Exemplo 2

Determine o valor de x na figura.

Exemplo 3

Na figura, as retas r, s e t são paralelas, de acordo com Teorema de Tales determine p valor de x.

Semelhança de Triângulos
Sabemos que triângulos são polígonos. Sendo assim, o estudo que é feito para identificar a semelhança
de figuras poligonais será válido para o estudo da semelhança de triângulos. Com isso, dois triângulos
serão semelhantes se satisfizerem duas condições simultaneamente: se seus lados correspondentes
possuírem medidas proporcionais e se os ângulos correspondentes forem iguais (congruentes).

Se invertermos a afirmação feita acima, teremos um fato verdadeiro: as condições são satisfeitas
somente quando os triângulos são semelhantes.

Vejamos um desenho para que possamos compreender melhor:


Monster Concursos 4
Antes, temos que determinar a correspondência dos vértices de cada triângulo, pois assim
determinaremos a correspondência dos lados e dos ângulos entre estes dois triângulos.

Os vértices A, B, C correspondem, respectivamente, aos vértices A’, B’, C’. Sendo assim, montaremos
as razões de proporcionalidade entre os lados correspondentes.

Uma das condições é que todos os lados correspondentes possuam uma proporcionalidade, que
chamaremos neste caso de k. Ressaltando que essa razão foi construída pela divisão de cada lado
correspondente: veja que o lado A’B’ do segundo triângulo corresponde ao lado AB do primeiro
triângulo. Por este fato, a divisão foi feita entre eles, e de mesmo modo com os outros lados.

Entretanto, apenas a condição de proporcionalidade dos lados não é suficiente para afirmarmos a
semelhança entre os dois triângulos. Necessitamos que seus ângulos correspondentes sejam iguais.

Sendo assim, indicaremos a semelhança destes triângulos desta forma:

Resumo MONSTER:

Casos de congruência:
1º LAL (lado, ângulo, lado): dois lados congruentes e ângulos formados também congruentes.

Monster Concursos 5
2º LLL (lado, lado, lado): três lados congruentes.

3º ALA (ângulo, lado, ângulo): dois ângulos congruentes e lado entre os ângulos congruente.

4º LAA (lado, ângulo, ângulo): congruência do ângulo adjacente ao lado, e congruência do ângulo
oposto ao lado.

Através das definições de congruência de triângulos podemos chegar às propriedades geométricas sem
a necessidade de efetuar medidas. A esse método damos o nome de demonstração.
Dizemos que, em todo triângulo isósceles, os ângulos opostos aos lados congruentes são congruentes.
Os ângulos da base de um triângulo isósceles são congruentes.

Exemplo:

Verifique se os triângulos a seguir são proporcionais.

Ao verificarmos a congruência dos ângulos, teremos que:

Monster Concursos 6
Temos agora que verificar a proporcionalidade dos lados.

Note que todos os lados possuem a mesma razão de proporcionalidade (1/2).

Sendo assim, podemos afirmar que

Atividades MONSTER de Fixação

1. Determine a medida do segmento de x em cada figura.

2.
Nas

Monster Concursos 7
figuras mostradas, a//b//c. Calcule a medidas de x.

3. Nos triângulos abaixo, determine a medida x indicada.

4. Nas figuras mostradas as cevianas indicadas são bissetrizes. Calcule o valor de x em cada uma.

5. No triângulo ABC, de perímetro igual a 88 cm, a bissetriz do ângulo A determina sobre o lado BC, que
mede 22 cm, segmentos de 12 e 10 cm. Calcule os outros dois lados do triângulo.

a) 28 e 34 b) 26 e 40 c) 22 e 44 d) 30 e 36

6. Os lados de um triângulo ABC são AB = 15 cm, BC = 10 cm e AC =20 cm. Se AM = 3 cm e MN//AC


e MP//BC, calcule o perímetro do paralelogramo MNCP é, em cm:

a) 28 b) 30 c) 32 d) 36

7. O quadrado MNPQ está inscrito no triângulo equilátero ABC. Se o perímetro do quadrado é 8, calcule
o perímetro deste triângulo.

Monster Concursos 8
8. Na figura abaixo, o segmento AB é paralelo ao segmento DE. Determine o valor de x.

9. Na figura, as medidas estão dadas em centímetros. Determine o comprimento do segmento DE, em


centímetros.

10. Calcule a medida, em centímetros, do lado do quadrado AFDE.

Monster Concursos 9