Você está na página 1de 316

Secretaria de Estado de Educação

Esporte e Lazer do Estado de


Mato Grosso - SEDUC/MT

Técnico Administrativo Educacional

VOLUME 2

História de Mato Grosso


PERÍODO COLONIAL. 1. Os bandeirantes: escravidão indígena e exploração do ouro; 2. A fundação de Cuiabá:
Tensões políticas entre os fundadores e a administração colonial; 3. A fundação de Vila Bela da Santíssima
Trindade e a criação da Capitania de Mato Grosso; 4. A escravidão negra em Mato Grosso. .................................1
PERÍODO IMPERIAL. 1. A crise da mineração e as alternativas econômicas da Província; 2. A Rusga; 3. Os
quilombos em Mato Grosso; 4. Os Presidentes de Província e suas realizações; 5. A Guerra da Tríplice Aliança
contra o Paraguai e a participação de Mato Grosso; 6. A economia mato-grossense após a Guerra da Tríplice
Aliança contra o Paraguai; 7. O fim do Império em Mato Grosso. ...............................................................................3
PERÍODO REPUBLICANO. 1.O coronelismo em Mato Grosso; 2. Economia de Mato Grosso na Primeira
República: usinas de açúcar e criação de gado; 3. Relações de trabalho em Mato Grosso na Primeira República;
4. Mato Grosso durante a Era Vargas: política e economia; 5. Política fundiária e as tensões sociais no campo;
6. Os governadores estaduais e suas realizações; ....................................................................................................... 10
7. Tópicos relevantes e atuais de política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações
internacionais, desenvolvimento sustentável, segurança, ecologia e suas vinculações históricas. ................... 15

Geografia de Mato Grosso


1. Mato Grosso e a região Centro-Oeste ...........................................................................................................................1
2. Geopolítica de Mato Grosso ............................................................................................................................................1
3. Ocupação do território ....................................................................................................................................................2
4. Aspectos físicos e domínios naturais do espaço mato-grossense ...........................................................................2
5. Aspectos político-administrativos ................................................................................................................................3
6. Aspectos socioeconômicos de Mato Grosso ................................................................................................................3
7. Formação étnica ...............................................................................................................................................................5
8. Programas governamentais e fronteira agrícola mato-grossense ..........................................................................8
9. A economia do Estado no contexto nacional ............................................................................................................ 10
10. A urbanização do Estado ........................................................................................................................................... 15

Noções Básicas de Administração Pública


1. Estado, governo e administração pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e
princípios. ..............................................................................................................................................................................1
2. Organização administrativa do Estado.........................................................................................................................3
3. Administração direta e indireta.................................................................................................................................. 10
4. Agentes públicos: espécies e classificação, poderes, deveres e prerrogativas do cargo, emprego e função
públicos. .............................................................................................................................................................................. 17
5. Poderes administrativos. ............................................................................................................................................. 23
6. Atos administrativos: conceitos, requisitos, atributos, classificação, espécies e invalidação. ........................ 27
7. Controle e responsabilização da administração: controle administrativo, controle judicial, controle
legislativo, ........................................................................................................................................................................... 31
Responsabilidade civil do Estado. .................................................................................................................................. 34

Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
Noções Básicas de Ética e Filosofia
1. Fundamentos da Filosofia. 2. Filosofia moral: Ética ou filosofia moral. 3. Consciência crítica e filosofia. .......1
4. A relação entre os valores éticos ou morais e a cultura ......................................................................................... 12
5. Juízos de fato ou de realidade e juízos de valor ....................................................................................................... 14
6. Ética e cidadania............................................................................................................................................................ 16
7. Racionalismo ético ........................................................................................................................................................ 20
8. Ética e liberdade ............................................................................................................................................................ 21

Políticas Públicas da Educação


1. Políticas públicas no contexto de uma sociedade. 1.1 Políticas públicas no contexto educacional. .................1
2. Papel da escola como formadora de valores e da ética social. .................................................................................4
3. As políticas para o currículo nacional...........................................................................................................................6
4. Políticas educacionais como políticas públicas de natureza social. ..................................................................... 11
5. Reformas neoliberais para a educação. 5.1 Implicações das políticas públicas para a organização do trabalho
escolar. ................................................................................................................................................................................ 13
6. A História da educação no Brasil: fundamentos históricos. .................................................................................. 17
7. Educação, história e cultura afro-brasileira. ............................................................................................................ 20
8. Educação no mundo contemporâneo: desafios, compromissos e tendências da sociedade, do conhecimento
e as exigências de um novo perfil de cidadão............................................................................................................... 23
9. A escola e a pluralidade cultural................................................................................................................................. 26
10. Currículo: elaboração e prática. ............................................................................................................................... 45
11. O desenvolvimento do projeto político pedagógico da escola. Educação inclusiva: fundamentos legais,
conceito e princípios, adaptações curriculares, a escola inclusiva. .......................................................................... 49

Redação Oficial (Federal)


Normas estabelecidas no Manual de Redação da Presidência da República, disponível em:
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/manual.htm......................................................................................1

Noções Básicas de Arquivo


1. Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991 - Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá
outras providências. ............................................................................................................................................................1
2. Gestão de Documentos. ...................................................................................................................................................2
3. Arquivo Intermediário. 4. Arquivo Permanente. ........................................................................................................4

Raciocínio Lógico e Matemático


1. Resolução de problemas envolvendo frações, conjuntos, porcentagens, sequências (com números, com
figuras, de palavras). ...........................................................................................................................................................1
2. Raciocínio lógico-matemático: proposições, conectivos, equivalência e implicação lógica, argumentos
válidos. ............................................................................................................................................................................... 20

Relações Interpessoais
1. Relações Humanas/interpessoal;..................................................................................................................................1
2. Comunicação Interpessoal; ............................................................................................................................................2
3. Característica de um bom atendimento; ......................................................................................................................4
4. Postura Profissional; .......................................................................................................................................................6
5. Integração;.........................................................................................................................................................................9
6. Empatia; ......................................................................................................................................................................... 10
7. Capacidade de ouvir; ................................................................................................................................................... 11
8. Argumentação Flexível. ................................................................................................................................................ 11
Questões.............................................................................................................................................................................. 14

Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
Estatística Básica
1. Conceito de Estatística. ..................................................................................................................................................1
2. Fenômenos aleatórios. ...................................................................................................................................................2
3. População e amostra. ......................................................................................................................................................4
4. Distribuição de frequência. ............................................................................................................................................6
5. Variáveis discretas e variáveis contínuas. ..................................................................................................................7
6. Séries estatísticas e gráficos. ...................................................................................................................................... 11
7. Medidas de posição. ..................................................................................................................................................... 15
8. Medidas de Dispersão. ................................................................................................................................................. 19

Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
A apostila OPÇÃO não está vinculada a empresa organizadora do concurso público a que se destina,
assim como sua aquisição não garante a inscrição do candidato ou mesmo o seu ingresso na carreira
pública.

O conteúdo dessa apostila almeja abordar os tópicos do edital de forma prática e esquematizada,
porém, isso não impede que se utilize o manuseio de livros, sites, jornais, revistas, entre outros meios
que ampliem os conhecimentos do candidato, visando sua melhor preparação.

Atualizações legislativas, que não tenham sido colocadas à disposição até a data da elaboração da
apostila, poderão ser encontradas gratuitamente no site das apostilas opção, ou nos sites
governamentais.

Informamos que não são de nossa responsabilidade as alterações e retificações nos editais dos
concursos, assim como a distribuição gratuita do material retificado, na versão impressa, tendo em vista
que nossas apostilas são elaboradas de acordo com o edital inicial. Porém, quando isso ocorrer, inserimos
em nosso site, www.apostilasopcao.com.br, no link “erratas”, a matéria retificada, e disponibilizamos
gratuitamente o conteúdo na versão digital para nossos clientes.

Caso haja dúvidas quanto ao conteúdo desta apostila, o adquirente deve acessar o site
www.apostilasopcao.com.br, e enviar sua dúvida, que será respondida o mais breve possível, assim como
para consultar alterações legislativas e possíveis erratas.

Também ficam à disposição do adquirente o telefone (11) 2856-6066, dentro do horário comercial,
para eventuais consultas.

Eventuais reclamações deverão ser encaminhadas por escrito, respeitando os prazos instituídos no
Código de Defesa do Consumidor.

É proibida a reprodução total ou parcial desta apostila, de acordo com o Artigo 184 do Código
Penal.

Apostilas Opção, a opção certa para a sua realização.

Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
HISTÓRIA DE MATO GROSSO

Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Os Bandeirantes2

Expansão Territorial: Bandeiras e Bandeirantes

As bandeiras, tradicionalmente definidas como


expedições particulares, em oposição às entradas, de caráter
oficial, contribuíram decisivamente para a expando territorial
do Brasil Colônia. A pobreza de São Paulo, decorrente do
fracasso da lavoura canavieira no século XVI, a possibilidade
PERÍODO COLONIAL. da existência de metais preciosos no interior e,
1. Os bandeirantes: escravidão particularmente, a necessidade de mão-de-obra para o açúcar
indígena e exploração do ouro; nordestino, durante a União Ibérica, levaram os paulistas a
organizar a caça ao índio, o bandeirismo de contrato e a
2. A fundação de Cuiabá: pesquisa mineral.
Tensões políticas entre os
fundadores e a administração A caça ao Índio
colonial; Inicialmente a caça ao índio (Preação) foi uma forma de
3. A fundação de Vila Bela da suprir a carência de mão-de-obra para a prestação de serviços
Santíssima Trindade e a criação domésticas aos próprios paulistas. Logo, porém, transformou-
se em atividade lucrativa, destinada a complementar as
da Capitania de Mato Grosso; necessidades de braços escravos, bem como para a triticultura
4. A escravidão negra em Mato paulista. Na primeira metade do século XVII, os vicentinos
Grosso. realizaram incursões, principalmente contra as reduções
jesuíticas espanholas, resultando na destruição de várias
missões, como as do Guairá, Itatim e Tape, por Antônio Raposo
Período Colonial1 Tavares. Nesse período, os holandeses, que haviam ocupado
Ocupações indígenas existiam no alto do rio Xingu desde o uma parte do Nordeste açucareiro, também conquistaram
século IX. A primeira vez que o “homem branco” pisou em solo feitorias de escravos negros na África, aumentando a escassez
mato-grossense foi por volta de 1525, quando o navegante de escravos africanos no Brasil.
Pedro Aleixo Garcia percorreu as águas dos rios Paraná e
Paraguai em direção à Bolívia. O bandeirismo de contrato
Já no início do século XVIII, em 1718, o bandeirante
Antônio Pires de Campos informou os colonizadores que a A ação de bandeirantes paulistas contratados pelo
região era boa para escravizar índios. Tempos depois, foi governador-geral ou por senhores de engenho do Nordeste,
descoberto o potencial aurífero da região, este é considerado com o objetivo de combater índios inimigos e destruir
o início da história do Mato Grosso. quilombos, corresponde a uma fase do bandeirismo na
Diversos garimpeiros portugueses e espanhóis migraram segunda metade do século XVII. O principal acontecimento
em busca de ouro e diamante. No período, os jesuítas desse ciclo de bandeiras foi a destruição de um conjunto de
realizaram missões entre os rios Paraguai e Paraná, com o quilombos situados no Nordeste açucareiro, conhecido
intuito de assegurar os limites das terras portuguesas, que, genericamente como Palmares.
após o Tratado de Tordesilhas, faziam limite com o lado A atuação do bandeirismo foi de fundamental importância
espanhol. para a ampliação do território português na América. Num
Em 1748 foi fundada a capitania de Mato Grosso. Portugal espaço muito curto, os bandeirantes devassaram o interior da
ofereceu isenções e privilégios para quem desejasse povoar o colônia, explorando suas riquezas e arrebatando grandes
local e ainda financiou expedições que partiam de qualquer áreas do domínio espanhol, como é o caso das missões do Sul
lugar do Brasil, respeitando os limites de Tordesilhas. Anos e Sudeste do Brasil. Antônio Raposo Tavares, depois de
mais tarde, as bandeiras, como ficaram conhecidas as destruí-las, foi até os limites com a Bolívia e Peru, atingindo a
expedições, passaram a ser financiadas pelos paulistas, que foz do rio Amazonas, completando, assim, o famoso périplo
ultrapassaram os limites espanhóis. brasileiro. Por outro lado, o bandeirantes agiram de forma
As expedições paulistas visavam interesses econômicos. violenta na caça de indígenas e de escravos foragidos,
Serviam para captação de mão de obra indígena, ouro e pedras contribuindo para a manutenção do sistema escravocrata que
preciosas. Para fiscalizar a exploração de recursos naturais, a vigorava no Brasil Colônia.
capitania de Mato Grosso era subordinada à de São Paulo,
comandada por Rodrigo César de Menezes. O governador Mato Grosso
Menezes mudou-se para lá e elevou a capitania à categoria de As primeiras excursões feitas no território do mato grosso
vila, que passou-se a chamar Vila Real do Bom Jesus de Cuiabá. datam de 1525, quando Pedro Aleixo Garcia vai em direção à
O termo “Mato Grosso” foi utilizado pelo primeira vez pelos Bolívia, seguindo as águas dos rios Paraná e Paraguai.
irmãos Fernando e Artur Paes de Barros, em 1734, quando Posteriormente portugueses e espanhóis são atraídos à região
buscavam índios Parecis e descobriram uma mina de ouro no graças aos rumores de que havia muita riqueza naquelas
rio Galera, no no vale do Guaporé. Chamaram o local de Minas terras ainda não exploradas devidamente. Também vieram
do Mato Grosso. jesuítas espanhóis que construíram missões entre os rios
Paraná e Paraguai.
Assim, em 1718, um bandeirante chamado Pascoal
Moreira Cabral Leme subiu pelo rio Coxipó e descobriu
enormes jazidas de ouro, dando início à corrida do ouro, fato
que ajudou a povoar a região. No ano seguinte foi fundado o

1 https://www.resumoescolar.com.br/historia-do-brasil/historia-do-mato- 2 http://www.infoescola.com/mato-grosso/historia-do-mato-grosso/
grosso/

História de Mato Grosso 1


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Arraial de Cuiabá. Em 1726, o Arraial de Cuiabá recebeu novo Capitania de São Paulo, Rodrigo César de Menezes, como
nome: Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. Em 1748, foi representante do Reino de Portugal. No dia 1º de janeiro de
criada a capitania de Cuiabá, lugar que concedia isenções e 1727, Cuiabá é elevada à categoria de vila, com o nome de Vila
privilégios a quem ali quisesse se instalar. Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. Em 1748, foi criada a
As conquistas dos bandeirantes, na região do Mato Grosso, Capitania de Cuiabá, concedendo a coroa portuguesa isenções
foram reconhecidas pelo Tratado de Madrid, em 1750. No ano e privilégios a quem ali quisesse se instalar. Foram feitas
seguinte, o então capitão-general do Mato Grosso, Antonio diversas expedições financiadas por Portugal. Essas
Rolim de Moura Tavares, fundou, à margem do rio Guaporé, a expedições partiam de qualquer lugar do Brasil e não
Vila Bela da Santíssima Trindade. Entre 1761 e 1766, ultrapassavam o Tratado de Tordesilhas. Mais tarde, as
ocorreram disputas territoriais entre portugueses e chamadas bandeiras foram financiadas pelos paulistas.
espanhóis, depois daquele período as missões espanholas e os Somente eles foram ao oeste, ultrapassando a linha de
espanhóis se retiraram daquela região, mas o Mato Grosso Tordesilhas.
somente passou a ser definitivamente território brasileiro
depois que os conflitos por fronteira com os espanhóis A Fundação de Vila Bela da Santíssima Trindade e a
deixaram de acontecer, em 1802. Capitania de Mato Grosso4
Primeira capital de Mato Grosso, Vila Bela da Santíssima
O Ciclo do Ouro Trindade foi fundada em 19 de março de 1752, pelo capitão
Quando foi divulgada a notícia da descoberta de jazidas dom Antonio Rolim de Moura, que chegou à região com ordens
auríferas, muitas pessoas dirigiram-se para as regiões do ouro, régias para instituir o governo da Capitania de Mato Grosso,
em especial para o atual território do estado de Minas Gerais. desmembrada da Capitania de São Paulo.
Praticamente todas as pessoas que que se dirigiram para a Vila Bela foi escolhida especialmente para a instalação da
região o fizeram na intenção de dedicar-se exclusivamente na primeira capital mato-grossense, com projeto elaborado em
exploração do metal, deixando de lado até mesmo atividades Portugal. Pode ser considerada uma das primeiras cidades
essenciais para a sobrevivência, como a produção de planejadas do país. Até projeto para implantação da primeira
alimentos, o que gerou uma profunda escassez de mercadorias Faculdade de Medicina na capital de Vila Bela, nesse período
nas Minas Gerais. Era comum entre os anos de 1700 e 1730 a colonial, foi determinado pela coroa portuguesa, o que não foi
ocorrência de crises de fome na região caso o acesso a outras concretizado.
regiões das quais os produtos básicos eram adquiridos fossem D. Rolim de Moura, primo do rei de Portugal, d. João V,
interrompidas. A situação começa a mudar com a expansão de recebeu a recomendação para “ter vigilância e evitar
novas atividades, e com a melhoria das vias de comunicação. desavenças com os vizinhos espanhóis”. O parentesco entre as
famílias dos reis de Portugal e Espanha, associado à habilidade
Exploração do Ouro no Mato Grosso e diplomacia de Rolim de Moura, evitou confrontos com
Com a exploração do interior do Brasil, promovida castelhanos e jesuítas, ao mesmo tempo em que fixou colonos
principalmente pela coroa portuguesa e por alguns senhores na margem esquerda do Guaporé, fundou aldeias jesuítas,
de engenho, no início do século XVIII, algumas bandeiras expandindo mais ainda a fronteira portuguesa ocidental.
paulistas (como eram chamadas as expedições) alcançaram a Com a colonização portuguesa ultrapassando a linha
região do Coxipó, em busca de índios para preação. Em meio imaginária do Tratado de Tordesilhas (1494), todas as
aos conflitos com os indígenas, as “Minas de Cuyabá” foram questões de fronteiras foram resolvidas por tratados entre
encontradas, atraindo um imenso contingente populacional Portugal e Espanha: o de Madri (1750), o marco de Jauru
que rumava para região em busca do ouro. (1754), o de El Pardo (1761), de Ildefonso (1777), entre
O metal foi de extrema importância para o outros.
desenvolvimento da região. Com o grande fluxo migratório em O nome “Mato Grosso” surgiu em 1735, com a descoberta
busca de riquezas, houve a elevação a Arraial de Cuiabá em de minas de ouro na Chapada dos Parecis, área de mata
1719 e Villa de Cuiabá em 1727. Com a atenção voltada para o fechada entre os rios Jauru e Guaporé. Essas expansões deram
ouro, a produção de gêneros alimentícios era modesta, origem ao Tratado de Madri (1750) com o famoso acordo “Uti
causando rapidamente a escassez de alimentos. A falta de Possidetis”, ou seja, posse do território onde estivesse
segurança e o posterior esgotamento das jazidas contribuíram efetivamente ocupando. A Coroa Portuguesa decidiu garantir
para a decadência da região, acentuada ainda mais com a a posse do novo território, criando a capitania de Mato Grosso.
notícia da descoberta de novas jazidas na região do Guaporé. Capital de Mato Grosso de 1752 a 1820, Vila Bela da
Santíssima Trindade teve grande destaque político e
A Fundação de Cuiabá3 econômico, garantindo a expansão e preservação do território
A cidade de Cuiabá foi fundada oficialmente no dia 08 de fronteiriço. A partir de 1820, dividiu com Cuiabá a
Abril de 1719. A história registra que os primeiros indícios de administração provincial. Foi o ano da descentralização
Bandeirantes paulistas na região, onde hoje fica a cidade, política e Vila Bela passou a denominar-se cidade de Mato
datam de 1673 e 1682, quando da passagem do bandeirante Grosso.
Manoel de Campos Bicudo pela região. Ele fundou o primeiro Em 1835, a capital de Mato Grosso passa a ter sede em
povoado da região, no ponto onde o rio Coxipó deságua no rio Cuiabá. A cidade de Mato Grosso recuperou o nome definitivo
Cuiabá, localidade batizada de São Gonçalo. de Vila Bela da Santíssima Trindade pela Lei Estadual nº 4.014,
Em 1718, chega ao local, já abandonado, a bandeira do de 29 de novembro de 1978.
paulista de Sorocaba, Pascoal Moreira Cabral, que depois de As divisões e emancipações de distritos dos municípios de
uma batalha perdida para os índios coxiponés, viu-se Vila Bela e Cáceres, no final do século XX, deram origem aos 22
compensado pela descoberta de ouro, passando a se dedicar novos municípios dessa região sudoeste mato-grossense, que
ao garimpo. fazem parte da faixa fronteiriça de 500 km com a Bolívia.
Em 08 de Abril de 1719, Pascoal Moreira Cabral assina a
ata da fundação de Cuiabá, no local conhecido como Forquilha,
às margens do rio Coxipó. Foi a forma encontrada para
garantir os direitos pela descoberta à Capitania de São Paulo.
Em 1726, chega à região o capitão-general governador da

3 http://www.mtnacopa.mt.gov.br/imprime.php?sid=287&cid=76790 4 http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=408725

História de Mato Grosso 2


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Escravidão Negra e os Quilombos no Mato Grosso5 Pereira e Cáceres, foi organizada uma aldeia — a Aldeia da
Carlota — que visava o interesse português em garantir a
Como marco oficial, a História de Mato Grosso iniciou-se, posse da terra num local tão isolado. Os moradores da aldeia
em 1719, nas margens do rio Coxipó-Mirim, com a descoberta contavam com o apoio do governador.
de ouro pelos homens que acompanhavam o bandeirante Outros quilombos também foram organizados em terras
Pascoal Moreira Cabral. mato-grossenses durante os séculos XVIII e XIX, podendo ser
Com o sucesso da mineração e a necessidade de garantir registrados aqui, apenas para exemplificar, os quilombos
para Portugal, a posse de terras além Tratado de Tordesilhas, "Mutuca" e "Pindaituba", situados na Chapada dos Guimarães,
foi criado em 1748 a Capitania de Mato Grosso, sendo a os "Sepoutuba" e "Rio Manso", próximos a Vila Maria (atual
primeira capital Vila Bela da Santíssima Trindade, na Cáceres).
extremidade oeste do território colonial. A historiadora Elizabeth Madureira refere-se à
Para trabalhar na mineração, chegaram, no século XVIII, organização de 11 quilombos em Mato Grosso, porém registra
em Mato Grosso, os primeiros escravos de origem africana. o pouco que ainda foi percorrido e pesquisado sobre o assunto.
Como resistência à escravidão, as fugas foram constantes,
sendo individuais ou coletivas, formando diversos quilombos.
Por ocasião da presença da capital Vila Bela da Santíssima PERÍODO IMPERIAL.
Trindade a região do vale do rio Guaporé foi onde houve maior
concentração dessas aldeias de escravos fugitivos.
1. A crise da mineração e as
O quilombo do Piolho ou Quariterê, no final do século XVIII, alternativas econômicas da
localizado próximo ao rio Piolho, ou Quariterê, reuniu negros Província;
nascidos na África e no Brasil, índios e mestiços de negros e
índios (cafuzos). José Piolho, provavelmente foi o primeiro
2. A Rusga;
chefe do quilombo. Depois, assumiu o poder sua esposa, 3. Os quilombos em Mato
Teresa. Grosso;
Fugidos da exploração branca, os habitantes do quilombo
conviviam comunitariamente em uma fusão de elementos
4. Os Presidentes de Província e
culturais de origem indígena e africana. Os homens caçavam, suas realizações;
lenhavam, cuidavam dos animais e conseguiam mel na mata; 5. A Guerra da Tríplice Aliança
as mulheres preparavam os alimentos e fabricavam panelas
com barro, artesanato e roupas.
contra o Paraguai e a
As dificuldades de abastecimento, principalmente de participação de Mato Grosso;
escravos, com que constantemente conviviam os habitantes da 6. A economia mato-grossense
região guaporeana, levou-os a organizar uma bandeira para
atacar os escravos fugitivos.
após a Guerra da Tríplice
O poder público, através da Câmara Municipal de Vila Bela Aliança contra o Paraguai;
da Santíssima Trindade, e os proprietários de escravos 7. O fim do Império em Mato
patrocinaram a bandeira para destruir o quilombo e
recapturar seus moradores.
Grosso.
A bandeira contendo cerca de trinta homens e comandada
por João Leme de Prado, percorreu um mês de Vila Bela até o
quilombo, e, de surpresa, atacou-o, prendendo quase a (O tópico 3 “Os quilombos em Mato Grosso” foi abordado
totalidade dos moradores. Alguns morreram no combate que junto de “A escravidão negra em Mato Grosso”, no Período
se travou, outros fugiram. Colonial.).
Os escravos que sobreviveram foram capturados e levados
para Vila Bela, sendo colocados para reconhecimento público, Em 1824, quando entrou em vigor a Constituição Imperial
a mando do capitão-general de Mato Grosso Luís de do Brasil, as capitanias tornaram-se províncias. Mato Grosso
Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres e após o ato de foi regido por governo provisório constitucional até o ano
reconhecimento, os escravos foram submetidos a outros seguinte, quando José Saturnino da Costa Pereira assumiu o
momentos de castigos, com surras, tendo parte de suas orelhas governo. Nesse período ocorreu uma expedição russa,
cortadas e tatuados o rosto com a letra "F" — de Fugitivo feita chefiada pelo Barão de Langsdorff, que realizou o primeiros
com ferro em brasa. registro de fatos e imagens da época. No mesmo ano Costa
O objetivo da repressão era intimidar novas fugas, porém, Pereira, através de negociações, ainda paralisou o avanço de
a vontade, o desejo e a luta pela liberdade era maior que essa 600 soldados chiquiteanos que iam para a região do Rio
humilhação. Tal conquista esteve presente por um bom tempo Guaporé.
e em 1791 — duas décadas após a primeira uma segunda O governante também foi responsável pelo Arsenal da
bandeira foi organizada para recapturar negros fugitivos e, Marinha no porto de Cuiabá e o Jardim Botânico da cidade.
finalmente, acabar com o quilombo do Quariterê. No governo do tenente coronel João Poupino Caldas, em
Comandada pelo alferes de dragão, Francisco Pedro de 1934, a província enfrenta a Rusga, uma revolta de nativos que
Melo, a bandeira de 1791 continha 45 homens que destruíram invadiram casas e comércios portugueses.
as edificações e plantações do quilombo, recapturando sua
população e devolvendo aos seus donos, em Vila Bela. Porém, A crise da Mineração e as Alternativas Econômica da
percebendo a ineficiência dos castigos físicos, os escravos não Província
mais foram torturados publicamente.
Outros quilombos na região também foram destruídos, No século XVIII, o advento da mineração no Brasil
inclusive ao comando do mesmo alferes, Francisco de Melo, possibilitou o desenvolvimento de centros urbanos, a
que assolou os quilombos de "João Félix" e o do "Mutuca". articulação do mercado interno e a própria recuperação
No local do quilombo do Piolho, após sua destruição a econômica portuguesa. Sendo um recurso não renovável, a
mando do capitão-general João de Albuquerque de Melo riqueza conseguida com a extração do ouro começou a se

5 http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=185

História de Mato Grosso 3


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

escassear no fim desse mesmo século. Para entender tal uma estrutura política centralizada e a manutenção dos
fenômeno, é preciso buscar os vários fatores que explicam a privilégios que desfrutavam antes da independência.
curta duração que a atividade mineradora teve em terras Com a saída de Dom Pedro I do governo e a instalação dos
brasileiras. governos regenciais, a disputa entre esse dois grupos políticos
Primeiramente, devemos salientar que o ouro encontrado se acirrou a ponto de deflagrar diversas rebeliões pelo Brasil.
nas regiões mineradoras era, geralmente, de aluvião, ou seja, Na região do Mato Grosso, a contenda entre liberais e
depositado ao longo de séculos nas margens e leitos dos rios. conservadores era representada, respectivamente, pela
O ouro de aluvião era obtido através de fragmentos que se “Sociedade dos Zelosos da Independência” e a “Sociedade
desprendiam de rochas matrizes. Entre os séculos XVII e XVIII Filantrópica”. No ano de 1834, as disputas naquela província
era inexistente qualquer recurso tecnológico que pudesse culminaram em um violento confronto que ganhou o nome de
buscar o ouro diretamente dessas rochas mais profundas. Com Rusga.
isso, a capacidade de produção das jazidas era bastante Segundo pesquisas, os liberais mato-grossenses
limitada. organizaram um enorme levante que pretendia retirar os
Como se não bastassem tais limitações, alguns relatos da portugueses do poder com a força das armas. No entanto, antes
época indicam que o próprio processo de exploração do ouro do ocorrido, as autoridades locais souberam do levante
disponível era desprovido de qualquer aprimoramento ou combinado. Com isso, tentando desarticular o movimento,
cuidado maior. Quando retiravam ouro da encosta das decidiram colocar o tenente-coronel João Poupino Caldas –
montanhas, vários mineradores depositavam esse material em aliado dos liberais – como novo governador da província.
outras regiões que ainda não haviam sido exploradas. Dessa Apesar da mudança, o furor dos revoltosos não foi contido.
forma, a falta de preparo técnico também foi um elemento Na madrugada de 30 de maio de 1834, ao som de tiros e
preponderante para o rápido esgotamento das minas. palavras de repúdio contra os portugueses, cerca de oitenta
Além desses fatores de ordem natural, também devemos revoltosos partiram do Campo do Ourique e tomaram o
atribuir a crise da atividade mineradora ao próprio conjunto Quartel dos Guardas Municipais. Dessa forma, conseguiram
de ações políticas estabelecidas pelas autoridades conter a reação dos soldados oficias e tomaram as ruas da
portuguesas. Por conta de sua constante debilidade capital em busca dos “bicudos”. “Bicudo” era um termo
econômica, as autoridades lusitanas entendiam que a depreciativo dirigido aos portugueses que foi inspirado pelo
diminuição do metal arrecadado era simples fruto do nome do bandeirante Manuel de Campos Bicudo, primeiro
contrabando. Por isso, ampliavam os impostos, e não se homem branco que se fixou na região.
preocupavam em aprimorar os métodos de prospecção e A ordem dos “rusguentos” era de saquear a casa dos
extração de metais preciosos. portugueses e matar cada um que se colocasse em seu
Mediante a falta de metais preciosos, vemos que o caminho, levando como troféu a orelha de cada inimigo morto.
enrijecimento da fiscalização e a cobrança de impostos foi Segundo alguns relatos, centenas de pessoas foram mortas
responsável por vários incidentes entre os mineradores e as pela violenta ação que aterrorizou as ruas de Cuiabá. Logo
autoridades portuguesas. Em 1789, esse sentimento de após o incidente, foram tomadas as devidas providências para
insatisfação e a criação da derrama, instigaram a organização que os líderes e participantes da Rusga fossem presos e
da Inconfidência Mineira. Mais do que um levante julgados pelas autoridades.
anticolonialista, tal episódio marcou o desenvolvimento da Em um primeiro momento, Poupino Caldas quis contornar
crise mineradora no território colonial. a situação sem denunciar o ocorrido para os órgãos do
Ao fim do século XVIII, o escasseamento das jazidas de governo regencial. Contudo, não suportando o estado caótico
ouro foi seguido pela recuperação das atividades no setor que se instalou na cidade, pediu socorro do governo central,
agrícola. A valorização de produtos como o algodão, açúcar e o que – de imediato – nomeou Antônio Pedro de Alencastro
tabaco marcaram o estabelecimento do chamado como novo governador da província. Contando com o auxílio
“renascimento agrícola”. Com o advento da revolução da antiga liderança liberal, os cabeças do movimento foram
industrial, o tabagismo e a indústria têxtil alargaram a busca presos e mandados para o Rio de Janeiro.
por algodão e tabaco. Paralelamente, as lutas de Apesar de nenhum dos envolvidos sofrer algum tipo de
independência nas Antilhas permitiram a recuperação de punição das autoridades, o clima de disputa política
mercado do açúcar brasileiro. continuava a se desenvolver em Cuiabá. O último capítulo
No estado, na segunda metade do século XIX, a borracha dessa revolta aconteceu em 1836, quando João Poupino Caldas
despontou como produto de exportação. O látex produzido no – politicamente desprestigiado – resolveu deixar a província.
Mato Grosso era exportado para diversas partes do mundo No exato dia de sua partida, um misterioso conspirador o
industrializado, com destaque para Diamantino, grande centro alvejou pelas costas com uma bala de prata. Na época, esse tipo
produtor e Cuiabá, centro comercial do produto. No território de projétil era especialmente utilizado para matar alguém que
hoje correspondente ao Mato Grosso do Sul, a extração do fosse considerado traidor.
mate, durante aproximadamente 20 anos, também rendeu
bons lucros para a Província. Os Presidentes de Província
Após a Proclamação da República em 1889, várias usinas
açucareiras foram criadas e se desenvolveram. Entre elas se Primeiro Reinado (1822-1831)
destacaram as usinas Conceição, Aricá, Flechas, São Miguel e Luís de Castro Pereira
Itaici. Esses grandes empreendimentos foram, na época, o 20 de agosto de 1821 - 1º de agosto de 1822
maior indício de desenvolvimento industrial de Mato Grosso.
— Jerônimo Joaquim Nunes
A Rusga6 1º de agosto de 1822 - 20 de agosto de 1822
Após o processo de independência, o cenário político
nacional se viu fragmentado em dois setores maiores que — Antônio José de Carvalho Chaves
disputavam o poder entre si. De um lado, os políticos de 20 de agosto de 1822 - 30 de julho de 1823
tendência liberal defendiam a autonomia política das
províncias e a reforma das antigas práticas instauradas — Manuel Alves da Cunha
durante a colonização. Do outro, os portugueses defendiam 30 de julho de 1823

6 http://guerras.brasilescola.uol.com.br/seculo-xvi-xix/rusga-mato-grosso.htm

História de Mato Grosso 4


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

José Saturnino da Costa Pereira — Manuel Alves Ribeiro


10 de setembro de 1825 - 3 de maio de 1828 6 de abril de 1848 - 31 de maio de 1848

— Jerônimo Joaquim Nunes — Antônio Nunes da Cunha


— André Gaudie Ley 31 de maio de 1848 - 30 de setembro de 1848
1º de janeiro de 1830 - 21 de janeiro de 1830
Joaquim José de Oliveira
Período regencial (1831-1840) 27 de setembro de 1848 - 8 de setembro de 1849
Antônio Correia da Costa
21 de julho de 1831 João José da Costa Pimentel
8 de setembro de 1849 - 11 de fevereiro de 1851
— André Gaudie Ley
19 de abril de 1830 - 4 de dezembro de 1830 Augusto João Manuel Leverger, Barão de Melgaço
11 de fevereiro de 1851 - 1º de abril de 1857
— Antônio Correia da Costa
3 de dezembro de 1833 - 26 de maio de 1834 — Albano de Sousa Osório
1º de abril de 1857 - 28 de fevereiro de 1858
— José de Melo Vasconcelos
24 de maio de 1834 - 26 de maio de 1834 Joaquim Raimundo de Lamare, Visconde de Lamare
28 de fevereiro de 1858 - 13 de outubro de 1859
— João Poupino Caldas
28 de maio de 1834 - 22 de setembro de 1834 Antônio Pedro de Alencastro
13 de outubro de 1859 - 8 de fevereiro de 1862
Antônio Pedro de Alencastro
22 de setembro de 1834 - 31 de janeiro de 1836 Herculano de Souza Ferreira Pena
8 de fevereiro de 1862 - 14 de maio de 1863
— Antônio José da Silva
— Antônio Correia da Costa — Augusto Leverger, Barão de Melgaço
1º de fevereiro de 1836 - 24 de fevereiro de 1836 9 de agosto de 1865 - 13 de fevereiro de 1866

— Antônio José da Silva Alexandre Manuel Albino de Carvalho


José Antônio Pimenta Bueno, Marquês de São Vicente 15 de julho de 1863 - 9 de agosto de 1865

26 de agosto de 1836 - 1838 Augusto Leverger, Barão de Melgaço


13 de fevereiro de 1866 - 1º de maio de 1866
— José da Silva Guimarães
21 de maio de 1838 - 16 de setembro de 1838 — Albano de Sousa Osório
1º de maio de 1866 - 2 de fevereiro de 1867
Estêvão Ribeiro de Resende
16 de setembro de 1838 - 25 de outubro de 1840 José Vieira Couto de Magalhães
2 de fevereiro de 1867 - 13 de abril de 1868

Segundo Reinado (1840-1889) — João Batista de Oliveira, Barão de Aguapeí


— Antônio Correia da Costa 13 de abril de 1868 - 7 de setembro de 1868
25 de outubro de 1840 - 28 de outubro de 1840
— José Vieira Couto de Magalhães
José da Silva Guimarães 7 de setembro de 1868 - 17 de setembro de 1868
28 de outubro de 1840 - 9 de dezembro de 1842
— Albano de Sousa Osório
— Antônio Correia da Costa 17 de setembro de 1868 - 19 de setembro de 1868
9 de dezembro de 1842 - 11 de maio de 1843
— José Antônio Murtinho
— José da Silva Guimarães 19 de setembro de 1868- 26 de março de 1869
11 de maio de 1843 - 7 de agosto de 1843
Augusto Leverger, Barão de Melgaço
— Manuel Alves Ribeiro 26 de março de 1869 - 10 de fevereiro de 1870
7 de agosto de 1843 - 5 de outubro de 1843
— Luís da Silva Prado
— José Mariano de Campos 10 de fevereiro de 1870 - 29 de maio de 1870
5 de outubro de 1843 - 24 de outubro de 1843
— Antônio de Cerqueira Caldas, Barão de Diamantino
Zeferino Pimentel Moreira Freire 29 de maio de 1870 - 12 de outubro de 1870
24 de outubro de 1843 - 26 de setembro de 1844 Francisco Antônio Raposo, Barão de Caruaru

Ricardo José Gomes Jardim 12 de outubro de 1870 - 27 de maio de 1871


26 de setembro de 1844 - 5 de abril de 1847 — Antônio de Cerqueira Caldas, Barão de
Diamantino
João Crispiniano Soares 27 de maio de 1871 - 29 de julho de 1871
5 de abril de 1847 - 6 de abril de 1848

História de Mato Grosso 5


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Francisco José Cardoso Júnior A Guerra do Paraguai


29 de julho de 1871 - 25 de dezembro de 1872 Entre novembro de 1864 e março de 1870, desenrolou-se
a Guerra do Paraguai, a mais longa e sangrenta guerra na
José de Miranda da Silva Reis América do Sul, com consequências que influenciaram
1872 - 6 de dezembro de 1874 decisivamente a história dos países envolvidos. Até maio de
1865, enfrentaram-se apenas o Paraguai e o Brasil. A partir daí,
— Antônio de Cerqueira Caldas, Barão de Diamantino com a assinatura do tratado da Tríplice Aliança, os paraguaios
6 de dezembro de 1874 - 5 de junho de 1875 passaram a lutar contra o Brasil, a Argentina e o Uruguai.
Dentre aos razoes que desencadearam a guerra do
Hermes Ernesto da Fonseca Paraguai, destacam-se em primeiro lugar as questões que
5 de julho de 1875 - 2 de março de 1878 dividiam os países do Prata.
O Paraguai, em meados do século XIX, era um país
— João Batista de Oliveira, Barão de Aguapeí diferente dos demais da América latina. Desde a sua
2 de março de 1878 - 6 de julho de 1878 independência em 1811, até a guerra, tivera apenas três
João José Pedrosa governantes: Francia, Carlos Antônio Lopez e seu filho
6 de julho de 1878 Francisco Solano Lopez. O governo paraguaio não era
democrático, como não era nenhum dos outros governos
Rufino Enéas Gustavo Galvão, Visconde de Maracaju latino-americanos.
Apesar disso, o governo paraguaio, mais do que qualquer
5 de dezembro de 1879 - 2 de maio de 1881 outro do continente, realizava uma política favorável às
camadas populares. Desde os tempos de Francia, a elite agrária
— José Leite Galvão fora progressivamente eliminada, e suas terras expropriadas
2 de maio de 1881 - 31 de maio de 1881 pelo governo e entregues em usufruto aos trabalhadores
rurais. O mesmo acontecera com a exploração de madeira e
José Maria de Alencastro erva-mate, produtos monopolizados pelo Estado.
31 de maio de 1881 - 10 de março de 1883 Assim, em meados do século XIX, o padrão médio de vida
do povo paraguaio superava o de qualquer outro povo latino-
— José Leite Galvão americano: o analfabetismo fora quase erradicado e era
10 de março de 1883 - 7 de maio de 1883 garantido o emprego, a moradia, alimentação e vestuário para
a maioria das famílias. Embora pobre, o Paraguai não tinha
Manuel de Almeida Gama Lobo d'Eça,Barão de Batovi dívida externa, suas riquezas não eram exploradas por
estrangeiros e estava começando a criar um parque industrial
7 de maio de 1883 - 13 de setembro de 1884 próprio.

Floriano Peixoto As causas da guerra


15 de novembro de 1884 -15 de novembro de 1885 Em 1850, brasil e Paraguai assinaram um tratado
comprometendo-se a defender a independência do Uruguai.
— José Joaquim Ramos Ferreira Pouco depois, Paraguai e Uruguai assinaram um novo tratado,
5 de outubro de 1885 - 5 de novembro de 1885 estabelecendo que se qualquer vizinho invadisse um desses
países, o outro lhe prestaria imediato auxilio militar. Por isso,
Joaquim Galdino Pimentel em agosto de 1864, quando o Brasil já ameaçava claramente
5 de novembro de 1885 - 9 de novembro de 1886 invadir o Uruguai para derrubar o governo de Aguirre, o
presidente paraguaio, Solano Lopez, comunicou ao Império
— Antônio Augusto Ramiro de Carvalho que consideraria a invasão atentatória ao equilíbrio político do
9 de novembro de 1886 - 9 de dezembro de 1886 Prata e agiria conforme essa convicção.
Mesmo assim, em setembro de 1864, o governo imperial
Álvaro Rodovalho Marcondes dos Reis ordenou o ataque ao Uruguai. Com base nos tratados
9 de dezembro de 1886 - 28 de março de 1887 anteriores e na certeza de que seriam as próximas vítimas, os
paraguaios reagiram: em novembro, aprisionaram o navio
— Antônio Augusto Ramiro de Carvalho Brasileiro “Marquês de Olinda” em frente a assunção, e logo em
28 de março de 1887 - 29 de maio de 1887 seguida, Solano Lopez declarou guerra ao Brasil.
Entre novembro de 1864 e maio de 1865, a guerra
— José Joaquim Ramos Ferreira envolveu apenas Brasil e Paraguai. A partir dessa data, com a
29 de maio de 1887 - 16 de novembro de 1887 oficialização da Tríplice Aliança, o Paraguai passou a enfrentar
Brasil, Argentina e Uruguai.
Francisco Rafael de Melo Rego O balanço das forças, ao iniciar-se a guerra, era o seguinte:
16 de novembro de 1887 - 6 de fevereiro de 1889 Brasil, 18000 soldados; Argentina, 8000; Uruguai, 1500;
Paraguai, 60000. Apesar da vantagem no tamanho das tropas,
Antônio Herculano de Sousa Bandeira Filho o Paraguai enfrentava um grande número de desvantagens em
6 de fevereiro de 1889 - 1889 relação aos inimigos.
Os aliados tinham 13 milhões de habitantes, contra 800 mil
— Manuel José Murtinho do Paraguai, a dimensão territorial dos inimigos impedia que
1889 os paraguaios os ocupassem efetivamente. A única via de
comunicação do Paraguai com o resto do mundo era o rio da
Ernesto Augusto da Cunha Matos Prata, facilmente bloqueável pelos aliados, que também
9 de agosto de 1889 - 11 de dezembro de 1889 contavam com superioridade naval: o Brasil possuía 42 navios,
A Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai enquanto o Paraguai possuía apenas 14 e apenas 3 estavam
preparados para a guerra. A última grande vantagem dos
países inimigos era o apoio financeiro constante da Inglaterra,
enquanto o Paraguai lutava sozinho.

História de Mato Grosso 6


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Sob o ponto de vista militar, a Guerra do Paraguai pode ser Foi ai que o Tte. Antônio João enviou ao Comandante Dias
dividida em quatro grandes fases: da Silva, de Nioaque, o seu famoso bilhete dizendo: "Ser que
-Ofensiva paraguaia (dezembro de 1864 a dezembro de morro mas o meu sangue e de meus companheiros será de
1865); a iniciativa militar coube aos paraguaios e a guerra protesto solene contra a invasão do solo da minha Pátria" A
desenrolou-se em território brasileiro e argentino; evacuação de Corumbá, desprovida de recursos para a defesa,
-Invasão do Paraguai (de janeiro de 1866 a janeiro de foi outro episódio notável, saindo a população, através do
1868): a guerra já em território paraguaio, foi comandada pelo Pantanal, em direção a Cuiabá, onde chegou, a pé, a 30 de abril
aliado general Mitre; de 1865.
-Comando de Caxias (de janeiro de 1868 a janeiro de Na expectativa dos inimigos chegarem a Cuiabá,
1869): Caxias assumiu o comando geral dos Aliados; autoridades e povo começaram preparativos para a
-Campanha da Cordilheira (janeiro de 1869 a março de resistência. Nesses preparativos sobressaia a figura do Barão
1870): sob o comando de Conde D’Eu, destruiu-se o de Melgaço que foi nomeado pelo Governo para comandar a
remanescente do exército paraguaio. defesa da Capital, organizando as fortificações de Melgaço. Se
os invasores tinham intenção de chegar a Cuiabá dela
As consequências da Guerra desistiram quando souberam que o Comandante da defesa da
A Guerra do Paraguai teve consequências dramáticas para cidade era o Almirante Augusto Leverger - o futuro Barão de
ambos os lados. Melgaço -, que eles já conheciam de longa data. Com isso não
O Paraguai ficou completamente destruído, e perdeu subiram além da foz do rio São Lourenço. Expulsão dos
150000 km² de territórios cedidos ao Brasil e à Argentina. invasores do sul de Mato Grosso- O Governo Imperial
Durante a ocupação aliada (1870-1876), o nascente parque determinou a organização, no triângulo Mineiro, de uma
industrial paraguaio foi totalmente destruído pelos aliados, "Coluna Expedicionária ao sul de Mato Grosso", composta de
sendo a fundição de Ibicuí completamente demolida. A soldados da Guarda Nacional e voluntários procedentes de São
ferrovia foi vendida a preço de sucata para os ingleses e as Paulo e Minas Gerais para repelir os invasores daquela região.
reservas de mate e madeira vendidas para empresas Partindo do Triângulo em direção a Cuiabá, em Coxim
estrangeiras. As terras públicas que eram cultivadas pelos receberam ordens para seguirem para a fronteira do Paraguai,
camponeses passaram para as mãos de banqueiros ingleses, reprimindo os inimigos para dentro do seu território.
holandeses e estadunidenses, que passaram a aluga-las aos A missão dos brasileiros tornava-se cada vez mais difícil,
próprios paraguaios. pela escassez de alimentos e de munições. Para cúmulo dos
Além desses aspectos, a consequência mais trágica da males, as doenças oriundas das alagações do Pantanal mato-
guerra foi a dizimação da população paraguaia: estima-se que grossense, devastou a tropa. Ao aproximar-se a coluna da
75% da população paraguaia tenha morrido em decorrência fronteira paraguaia, os problemas de alimentos e munições se
da guerra, com 90% da população masculina dizimada. agravava cada vez mais e quando se efeito a destruição do forte
paraguaio Bela Vista, já em território inimigo, as dificuldades
A Guerra no Mato Grosso7 chegaram ao máximo. Decidiu então o Comando brasileiro que
Proclamada a 23 de julho de 1840 a maioridade de Dom a tropa segue até a fazenda Laguna, em território paraguaio,
Pedro II, Mato Grosso foi governado por 28 presidentes que era propriedade de Solano Lopez e onde havia, segundo se
nomeados pelo Imperador, até à Proclamação de República, propalava, grande quantidade de gado, o que não era exato.
ocorrida a 15/11/1889. Durante o Segundo Império (governo Desse ponto, após repelir violento ataque paraguaio, decidiu o
de Dom Pedro II), o fato mais importante que ocorreu foi a Comando empreender a retirada, pois a situação era
Guerra da Tríplice Aliança, movida pela República do Paraguai insustentável.
contra o Brasil, Argentina e Uruguai, iniciada a 27/12/1864 e Iniciou-se aí a famosa "Retirada da Laguna", o mais
terminada a 01/03/0870 com a morte do Presidente do extraordinário feito da tropa brasileira nesse conflito. Iniciada
Paraguai, Marechal Francisco Solano Lopez, em Cerro-Corá. a retirada, a cavalaria e a artilharia paraguaia não davam
Os episódios mais notáveis ocorridos em terras mato- tréguas à tropa brasileira, atacando-as diariamente. Para
grossenses durante os 5 anos dessa guerra foram: maior desgraça dos nacionais veio o cólera devastar a tropa.
a) o início da invasão de Mato Grosso pelas tropas Dessa doença morreram Guia Lopes, fazendeiro da região, que
paraguaias, pelas vias fluvial e terrestre; se ofereceu para conduzir a tropa pelos cerrados sul mato-
b) a heroica defesa do Forte de Coimbra; grossenses, e o Coronel Camisão, Comandante das forças
c) o sacrifício de Antônio João Ribeiro e seus comandados brasileiras. No dia da entrada em território inimigo (abril de
no posto militar de Dourados. 1867), a tropa brasileira contava com 1.680 soldados. A 11 de
d) a evacuação de Corumbá; junho foi atingido o Porto do Canuto, às margens do rio
e) os preparativos para a defesa de Cuiabá e a ação do Aquidauana, onde foi considerada encerrada a trágica
Barão de Melgaço; retirada. Ali chegaram apenas 700 combatentes, sob o
f) a expulsão dos inimigos do sul de Mato Grosso e a comando do Cel. José Thomás Gonçalves, substituído de
retirada da Laguna; Camisão, que baixou uma "Ordem do dia", concluída com as
g) a retomada de Corumbá; seguintes palavras: "Soldados! Honra à vossa constância, que
h) o combate do Alegre; conservou ao Império os nossos canhões e as nossas
Pela via fluvial vieram 4.200 homens sob o comando do bandeiras".
Coronel Vicente Barrios, que encontrou a heroica resistência
de Coimbra ocupado por uma guarnição de apenas 115 A Retirada da Laguna
homens, sob o comando do Tte. Cel. Hermenegildo de A retirada da Laguna foi, sem dúvida, a página mais
Albuquerque Porto Carrero. Pela via terrestre vieram 2.500 brilhante escrita pelo Exército Brasileiro em toda a Guerra da
homens sob o comando do Cel. Isidoro Rasquin, que no posto Tríplice Aliança. O Visconde de Taunay, que dela participou,
militar de Dourados encontrou a bravura do Tte. Antônio João imortalizou-a num dos mais famosos livros da literatura
Ribeiro e mais 15 brasileiros que se recusaram a rendição, brasileira. A retomada de Corumbá foi outra página brilhante
respondendo com uma descarga de fuzilaria à ordem para que escrita pelas nossas armas nas lutas da Guerra da Tríplice
se entregassem. Aliança. O presidente da Província, então o Dr. Couto de
Magalhães, decidiu organizar três corpos de tropa para

7 http://www.mt.gov.br/historia

História de Mato Grosso 7


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

recuperar a nossa cidade que há quase dois anos se encontrava raiz passou a ser consumida somente a partir da década de 40,
em mãos do inimigo. O 1º corpo partiu de Cuiabá a com o desenvolvimento industrial promovido pelo governo
15.05/1867, sob as ordens do Tte. Cel. Antônio Maria Coelho. Vargas. No século XIX, a poaia era escoada para a Europa
Foi essa tropa levada pelos vapores "Antônio João", "Alfa", através da Bacia Platina, sendo que a mão de obra utilizada
"Jaurú" e "Corumbá" até o lugar denominado Alegre. Dali em para sua extração era assalariada, mas baseada na produção e
diante seguiria sozinha, através dos Pantanais, em canoas, os trabalhadores recebiam tratamento escravista.
utilizando o Paraguai -Mirim, braço do rio Paraguai que sai
abaixo de Corumbá e que era confundido com uma "boca de - BORRACHA - O auge da extração o látex em Mato Grosso
baía". se deu a partir de 1870 com o avanço da industrialização. E,
Desconfiado de que os inimigos poderiam pressentir a 1834, a borracha já passava pelo processo da vulcanização
presença dos brasileiros na área, Antônio Maria resolveu, com desenvolvida por Charles Goodyear e pelo processo de
seus Oficiais, desfechar o golpe com o uso exclusivo do 1º elasticidade e resistência desenvolvida por Hancoock. Em
Corpo, de apenas 400 homens e lançou a ofensiva de surpresa. Mato Grosso, a látex podia ser extraído tanto da seringueira,
E com esse estratagema e muita luta corpo a corpo, consegui o localizada na região norte (vale Amazônico), como da
Comandante a recuperação da praça, com o auxílio, inclusive, mangabeira, encontrada às margens dos Rios da Bacia Platina.
de duas mulheres que o acompanhavam desde Cuiabá e que Ao contrário da poaia, a borracha era sempre extraída no
atravessaram trincheiras paraguaias a golpes de baionetas. período das secas, uma vez que o látex malhasse, ele não
Quando o 2º Corpo dos Voluntário da Pátria chegou a poderia ser coagulado (processo pelo qual ele passava antes
Corumbá, já encontrou em mãos dos brasileiros. Isso foi a de ser transportado). O mercado consumidor da borracha era
13/06/1867. No entanto, com cerca de 800 homens às suas a Europa, e seu escoamento no século XIX ocorreu através da
ordens o Presidente Couto de Magalhães, que participava do Bacia Platina. No século XX, o produto era escoado através da
2º Corpo, teve de mandar evacuar a cidade, pois a varíola nela estrada de ferro Madeira-Mamoré até o porto de Manaus. A
grassava, fazendo muitas vítimas. O combate do Alegre foi mão de obra utilizada na sua extração era assalariada, baseada
outro episódio notável da guerra. Quando os retirantes de na produção e com o tratamento escravista. A produção de
Corumbá, após a retomada, subiam o rio no rumo de Cuiabá, borracha era realizada principalmente pelos nordestinos, que
encontravam-se nesse porto "carneando" ou seja, vieram trabalhar na extração da borracha com a promessa de
abastecendo-se de carne para a alimentação da tropa eis que uma vida melhor. A decadência da produção ocorreu a partir
surgem, de surpresa, navios paraguaios tentando uma de 1912, quando os ingleses levaram mudas da seringueira
abordagem sobre os nossos. para a Ásia. O plantio obteve sucesso, e não demorou para que
A soldadesca brasileira, da barranca, iniciou uma viva os asiáticos se tornassem o maior produtos mundial da
fuzilaria e após vários confrontos, venceram as tropas extração do látex. O governo brasileiro tentou reverter à
comandadas pela coragem e sangue frio do Comandante José situação, criando o “Plano de Defesa da Borracha”. Para isso
Antônio da Costa. Com essa vitória chegaram os da retomada tomou algumas medidas como incentivo da plantação de
de Corumbá à Capital da Província (Cuiabá), transmitindo a árvores, a isenção dos impostos para a importação de
varíola ao povo cuiabano, perdendo a cidade quase a metade equipamentos que facilitassem a extração do látex. Mas estas
de sua população. Terminada a guerra, com a derrota e morte tentativas não foram suficientes para colocar o Brasil
de Solano Lopez nas "Cordilheiras" (Cerro Corá), a 1º de março novamente como líder mundial. Durante o Governo de Getúlio
de 1870, a notícia do fim do conflito só chegou a Cuiabá no dia Vargas, com os incentivos dados a indústria nacional, o látex
23 de março, pelo vapor "Corumbá", que chegou ao porto passou a atender o mercado interno.
embandeirado e dando salvas de tiros de canhão. Dezenove
anos após o término da guerra, foi o Brasil sacudido pela - CANA DE AÇÚCAR - Em relação à cana de açúcar na
Proclamação da República, cuja notícia só chegou a Cuiabá na História de Mato Grosso podemos descrevê-la em dois
madrugada de 9 de dezembro de 1889. momentos. Primeiramente no século XVIII, quando o governo
português interessado na mineração, proibiu a instalação dos
Consequências do pós Guerra para a Província de Mato engenhos. O governo alegou que a produção de aguardente
Grosso: trazia efeitos prejudiciais aos escravos, e que ao invés de
- Reabertura da Bacia Platina. minerar só queriam se dedicar à fabricação dela. Os engenhos
- Afirmação dos principais portos: Corumbá, Cuiabá e eram movidos por tração animal ou através de uma roda
Cáceres. d’água, sendo encontrados em pequenas propriedades, e
- Surgimento de um nova burguesia: comercio de voltados para abastecer o mercado interno, como por
importação e exportação. exemplo, as Minas de Cuiabá. Os engenhos se localizavam na
- Aumento territorial. região da Chapada (Serra acima) e nas margens do Rio Cuiabá
- Imigração. (Santo Antonio do Rio abaixo). Os engenhos produziam
rapadura, melado, açúcar e cachaça. No século XIX, temos o
Economia Mato-grossense após a Guerra da Tríplice advento da Revolução Industrial e o surgimento das máquinas,
Aliança os proprietários de terras importaram máquinas e instalaram
as primeiras usinas. Essas usinas se localizavam as margens do
POAIA - Também conhecida como Ipéca ou Ipecacuanha Rio Paraguai, sendo a que mais se destacou foi a Usina Ressaca,
esta planta com o formato de um arbusto de aproximadamente e nas margens do Rio Cuiabá (na região de Santo Antonio)
45 cm de altura, tem a sua raiz utilizada devidos as suas sendo as que mais se destacaram foram as Usinas Itaicí,
propriedades medicinais. A poaia destacou-se na economia de maravilha, Conceição. As usinas se localizavam as margens dos
Mato Grosso, a partir de 1860, logo na segunda metade do rios devido a fertilidade do solo e a facilidade do escoamento
século XIX período em que ocorreu a Revolução Industrial na da produção, pois nesse período a produção era escoada pela
Europa. A extração se dava na região oeste de Mato Grosso Bacia Platina e seu mercado consumidor era tanto o mercado
onde ela é nativa. Através do arrendamento de terras interno como os países da América do Sul e outras províncias
devolutas para empresários nacionais e estrangeiros extraiam brasileiras. A mão de obra utilizada nas Usinas era assalariada,
a sua raiz sempre no período das chuvas. A seguir, esse baseado na produção e com tratamento escravista. Os
produto do extrativismo vegetal era destinado ao mercado proprietários das usinas eram conhecidos como “Coronel” e as
externo, mais especificamente a Europa, para atender as pessoas que trabalhavam nesta atividade eram chamados de
necessidades das indústrias farmacêuticas. Já no Brasil, esta “Camaradas”. A usina mais importante com certeza foi a de

História de Mato Grosso 8


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

“Itaicí”. Era de propriedade de Totó Paes de Barros, e chegou a particular da Companhia que se denominavam “Comitiveros”,
pagar os seus trabalhadores com a sua própria moeda. Essa que demonstra o poder dos seus proprietários, uma vez que o
moeda era feita de cobre e recebia o nome de “Tarefa”. Esse segundo a legislação somente o Estado podia constituir Polícia.
fato demonstra a força política de seu proprietário, A produção do mate era voltada principalmente para o
considerado um dos maiores coronéis da região, e chegou a mercado externo, sendo a Argentina o seu princiál comprador.
ocupar o cargo de Presidente do Estado de Mato Grosso. Os Em 1902, o Governo Campos Salles atravessou uma forte
camaradas de Itaicí chegavam a trabalhar até 19 horas por dia recessão, o Banco Rio e Mato Grosso faliu, as suas ações Cia
no período das safras e eram castigados, humilhados pelo Mate Laranjeiras foram colocadas à venda. O comprador foi
patrão. Na década de 30, com ascensão de Vargas, a sorte dos Francisco Mendes, empresário argentino. Tal fato levou a
usineiros começou a mudar. Getúlio Vargas empreendeu uma empresa a mudar a sua razão social, e passou a ser chamada
série de medidas que visavam destruir o poder destes Laranjeiras, Mendes e Cia. Nesse momento Tomás Laranjeira
coronéis. Uma destas medidas foi a criação do I.A.A. (Instituto ficou responsável pela extração em Mato Grosso e Francisco
do Álcool e do Açúcar). Com o objetivo de financiar a produção Mendes, pela sua industrialização, distribuição e venda na
das usinas, o governo federal estabeleceu que somente os Argentina. A decadência da empresa ocorreu na década de 30,
grandes produtores receberiam financiamento, e como Mato quando Getúlio Vargas estimulou a produção de erva mate no
Grosso tinha uma pequena produção, os usineiros de MT sul, e o governo não concedeu um novo arrendamento de
faliram. Outra medida que enfraqueceu mais ainda o poder terras alegando que as terras usadas pela Cia Mate Laranjeira
destes produtores de açúcar foi a cobrança das leis seriam usadas para promover a colonização no sul de Mato
trabalhistas. Grosso. Além disso, a decadência da Companhia estava
também associada a produção da erva mate em Corrientes e
- PECUÁRIA - A pecuária no século XVIII abastecia o Missiones, assim a empresa perdeu o seu maior comprador.
mercado interno. O gado era criado solto, consequentemente
era uma economia de baixa produtividade. A região que mais O Movimento Republicano e a Proclamação da
se destacou na criação do gado foi Vila Maria de Cáceres. Uma República
das fazendas mais importantes desse período foi a Fazenda Proclamada em 1889, nascia no Brasil a República. Os
Jacobina. No século XIX, com a Revolução Industrial na Vila líderes do movimento organizaram um governo provisório
Maria de Cáceres esta começou a se destacar pelo surgimento chefiado pelo Marechal Deodoro da Fonseca, antigo
das usinas de charque, sendo a mais importante a de monarquista e amigo de D. Pedro II. O seu ministério foi
Descalvado. Descalvado, localizada as margens do Rio composto tanto por civis quanto por militares que
Paraguai era uma saladeiro que foi construído com o capital participaram do movimento republicano, o ministério
belga e posteriormente foi vendido aos argentinos. O representava somente as principais elites econômicas do país.
escoamento do charque era feito através da Bacia Platina, e a A primeira medida adotada foi transformar o país em
mão de obra utilizada era assalariada. No entanto, o República Federativa, com o nome de Estados Unidos do
pagamento feito ao peão geralmente era em gado. Durante o Brasil. As províncias se transformaram em estados e a o estado
século XX, na Primeira República, com a construção da Estrada separado da Igreja. Na economia, foi promovida a
de Ferro Noroeste do Brasil, a pecuária floresceu industrialização do país.
principalmente na região sul de Mato Grosso. O gado era criado Com a Assembleia de 24 de fevereiro de 1891 é que
em MT e transportado pel estrada de ferro até Bauru e finalmente a Constituição republicana entra em vigor. A
Uberaba, onde era abatido e beneficiado. Com a pecuária, Assembleia elege Marechal Deodoro da Fonseca como
Corumbá se tornou local de instalação de grandes casas primeiro presidente da república. Segunda nova constituição,
comerciais, em sua grande maioria estrangeiras. Ocorreu a os próximos presidentes deveriam ser eleitos através do voto.
valorização das terras nesse região, o aparecimento de cidades Desde o início de seu governo ele sofreu com a forte oposição,
como Águas Claras e Três Lagoas, além do crescimento e que lhe chamaram de autoritário. Após o forte movimento de
desenvolvimento da região de Campo Grande, que passou a oposição e sem oposição, Deodoro deixa o cargo em novembro
ambicionar o stratus de capital. de 1891 e Floriano Peixoto assume o cargo.
A forma de governo adotada com a Constituição de 1891,
- ERVA MATE - A erva mate é um produto do extrativismo acabou por acarretar uma política de alianças, que organizou-
vegetal rico em cálcio, magnésio, sódio, potássio e ferro. Era se para assumirem a ocupação da presidência. O período foi
utilizada para descansar os músculos, atenuar a fome, tinha marcado por conflitos militares, dentre eles, a Revolta
função diurética segundo os médicos e poder afrodisíaco. Era Federalista, no Rio Grande do Sul, e a Revolta da Armada, no
encontrada na região sul de Mato Grosso. Em 1870, após a Rio de Janeiro, ambas em 1893.
Guerra do Paraguai, Tomás Laranjeira, empresário de visão e Após as revoltas serem contidas, a transição do poder para
tinha sido Secretário do Governo Imperial, usou da sua os civis se tornou possível. O presidente Prudente de Morais
influência política para arrendar as terras do sul ricas em foi o primeiro civil eleito. Começando a alternância de poder
ervais. Com o arrendamento concedido, Tomas Laranjeira entre as oligarquias brasileiras do sudeste até 1930. Essa
funda a Companhia Mate Laranjeira. Devido a sua influência foi forma de política ganhou o nome de política Café com Leite.
fácil conseguir financiamentos e sócios com os irmãos Essa forma alternância de poder ganhou esse nome pois São
Murtinha. Joaquim Murtinho era Ministra da Fazenda do Paulo era o maior produtor de café, enquanto Minas Gerais
Governo Campos Salles e Manoel Murtinho era Senador da produzia leite. Para manter essa alternância, o presidente
República e Presidente do Supremo Tribunal Federal. Essa Campos Sales (1898-1902) realizou uma costura política, a
empresa desenvolveu tanto, que a sua renda era seis vezes política dos governadores, que proporcionou apoio regional ao
mais que o valor da renda do Estado de Mato Grosso, por isso poder executivo federal e fortaleceu os coronéis oligarcas
se dizia que a Mate Laranjeira era um “Estado dentro de outro regionais. É desta aliança que surgiu o coronelismo que
Estado”. A mão de obra utilizada era principalmente dos marcou a prática política no interior do Brasil até a segunda
paraguaios, que estavam desempregados devido à guerra e metade do século XX.
entravam em Mato Grosso para trabalhar por qualquer salário.
Os trabalhadores da era mate eram chamados de “Mineros” e
eram assalariados, recebiam conforme a produção, porém o
tratamento era escravista. Para a repressão daqueles que não
queriam trabalhar quase como escravos existia a polícia

História de Mato Grosso 9


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Após a saída de Vargas, com a aprovação da nova


PERÍODO REPUBLICANO. Constituição Federal de 1946, a Assembleia Constituinte de
Mato Grosso elegeu o Dr. Arnaldo Estevão de Figueiredo para
1.O coronelismo em Mato Grosso; o governo do Estado. Em 03 de outubro de 1950 houveram
2. Economia de Mato Grosso na eleições para governador, concorrendo Filinto Müller, pelo
Primeira República: usinas de Partido Social Democrata e Fernando Corrêa da Costa pela
União Democrática Nacional. Venceu Fernando Corrêa, que
açúcar e criação de gado; tomou posse em 31 de janeiro de 1951, governando até 31 de
3. Relações de trabalho em Mato janeiro de 1956. Fernando Corrêa da Costa instalou a
Grosso na Primeira República; Faculdade de Direito de Mato Grosso, núcleo inicial da futura
Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT.
4. Mato Grosso durante a Era A política implementada por governos de estado na esfera
Vargas: política e economia; federal visou a ocupação do território durante o século XX, com
5. Política fundiária e as tensões a criação de várias colônias agrícolas, visando a produção de
alimentos. Com a ocupação das áreas produtoras de látex no
sociais no campo; Leste Asiático durante a Segunda Guerra Mundial, a produção
6. Os governadores estaduais e do material ganhou destaque novamente.
suas realizações; Na década de 1960, com as mudanças político-
administrativas no país e o surgimento de fatores estruturais,
a agricultura brasileira sofreu profundas transformações.
Com a escassez de terras desocupadas e utilização de
O coronelismo em Mato Grosso na República Velha 8
tecnologia moderna no Centro-Sul, muitos migrantes
A Primeira República, ou República Velha, em Mato Grosso,
chegaram a Mato Grosso dispostos a ocupar as áreas
foi marcada politicamente pela disputa entre as oligarquias do
do Estado. O interesse de fazer crescer o setor agrícola e a
Norte, composta pelos usineiros de açúcar, e do Sul, composta
necessidade de atender as pressões demográficas de grupos
por pecuaristas, comerciantes, ligados à importação e
de pequenos e médios proprietários levou o poder público a
exportação, e pelos coronéis da erva-mate. Essas oligarquias
uma efetiva ocupação do território mato-grossense.
alternaram-se no poder após lutas violentas entre coronéis e
O incremento desta ocupação e a caracterização da função
seus bandos de lado a lado. Os episódios mais graves dessas
de Mato Grosso como estado eminentemente agrícola se
disputas foram: Massacre da Bahia Garcez, em 1901; o
consolidou na década de 1970, a partir principalmente do
assassinato do governador Totó Paz, em 1906; a Caetanada,
estímulo à colonização privada e à exploração de terras. A
em 1916, que culminou com a intervenção federal em Mato
colonização, que atraiu primeiramente colonos com larga
Grosso; Morbeck X Carvalinho verdadeira guerra na região dos
experiência agrícola, mas também, acostumados ao manejo
garimpos no Araguaia, em Garças.
tradicional e ainda arredios às modernas técnicas de
agricultura.
O massacre da Baía do Garcez: foi o assassinato de 17
A Era Vargas é o período da história do Brasil em que
presos, onde um ano após o ocorrido a Baía secou e os corpos
Getúlio Vargas governa o país. Esse período tem início na com
vieram à tona, no entanto ninguém foi preso e Tótó Paes vence
a Revolução de 30, continuando pelos próximos 15 anos em
as eleições.
que Vargas se mantém no poder. Esse período é marcando
para a história do Brasil, tento grandes alterações sociais e
A Caetanada: em 1915 as eleições em Mato grosso foram
econômicas. Esse período é dividido em três momentos,
disputadas pelos republicanos e pelos liberais, Caetano de
Governo Provisório, Governo Constitucional e Estado Novo.
Albuquerque, o que sugere o nome do movimento sofreu duras
perseguições e chegou a desistir, contudo resolveu voltar a
Revolução de 1930
disputa encontrando resistência por parte de Manoel
Antes de 1930, o governo brasileiro era controlado por
Escolástico Virgilio.
grupos ligados a produção e exportação de café – oligarquia
cafeeira – principalmente dos estados de São Paulo e de Minas
Morbeck e Carvalinho: Esse movimento ocorreu em 1926
Gerais. Essas oligarquias, conseguiam se manter no poder
sob governo de Pedro Celestino, Morbeck se revoltou com a
através das fraudes nas eleições, escolhendo candidatos que
nomeação de Carvalinho para o cargo de delegado e rompe
representassem seus interesses. Essa política, ficou conhecida
com o amigo governador partindo para pequenos ataques,
como republica do “café-com-leite”.
afim de minimizar a situação Pedro Celestino destitui
Esse controle ficou abalado nas eleições de 1930, quando o
Carvalinho que armou um bando e promoveu ataques aos
estado de São Paulo e Minas Gerais, entram em conflito. Como
quartéis, Carvalinho foi preso e em seguida liberado.
o presidente Washington Luís, havia sido indicado pelo estado
de São Paulo, estava na vez de Minas Gerais indicar qual seria
Era Vargas
o candidato nas eleições. Contudo os paulistas apresentam
Júlio Prestes como candidato à presidência. Minas Gerais,
- O estado de Mato Grosso e a Era Vargas
junto com a Aliança Liberal, formada pelo Rio Grande do Sul e
As décadas de 1930 e 1940 foram marcadas pela política
Paraíba, defendiam a candidatura de Getúlio Vargas.
centralizadora de Getúlio Vargas. Interventores federais foram
Em março, nas eleições, o candidato Júlio Prestes ganha,
nomeados por entre exercícios de curto governo. Em 16 de
mas com grande indicio de fraude, o que gerou mais
julho de 1934 foi promulgada a nova Constituição Federal,
descontentamento entre os opositores. No mesmo ano, em
seguida pela estadual mato-grossense, em 07 de setembro de
julho, o candidato a vice-presidente de Getúlio Vargas, é
1935. O título de presidente foi substituído pelo de
assassinado. Esse ocorrido acaba gerando grande revolta na
governador. Os constituintes estaduais elegeram o Dr. Mário
população. Além disse, em 1929, com a quebra da bolsa de
Corrêa da Costa. O governo de Costa foi marcado por agitações
Valore de Nova York atingiu fortemente o Brasil, causando
políticas, que acabaram somente com a eleição do bacharel
desemprego e dificuldades financeiras. Com a crise o nível de
Júlio Strubing Müller pela Assembleia Legislativa em 1937.

8 http://historiografiamatogrossense.blogspot.com.br/2009/12/o-coronelismo-
em-mato-grosso-na.html#!/tcmbck

História de Mato Grosso 10


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

insatisfação com o atual presidente cresce. Esses conflitos Já a Aliança Nacional Libertadora (ANL), sugue em 1935,
preocuparam o setor militar, que chegou a pensar na liderada pelo comunista Luís Carlos Prestes. Assim como a AIB,
possibilidade de haver uma guerra civil no Brasil. eles eram nacionalistas, mas suas semelhanças acabam por ai.
Com a crise já instaurada no Brasil, uma revolta militar A ANL defendia os ideais comunistas como o não pagamento
estoura, saindo do sul do país, com o objetivo de derrubar o da dívida externa, a reforma agrária e a nacionalização das
atual governo. A situação do então presidente Washington empresas estrangeiras.
Luís estava crítica, mas ele não pretendia renunciar. Então, No dia 5 de julho de 1935, Luís Carlos Prestes lança seu
militares do exército de marinha acabam por tirar o presidente apoio à ANL, incentivando uma relação contra o governo. Após
e no dia 3 de novembro Getúlio Vargas assume o poder em o apoio, Getúlio Vargas decretou a ilegalidade do movimento,
caráter provisório. e mandou prender os líderes. Desde então esse grupo passou
a agir na ilegalidade. A ANL liderou diversos movimentos
Constituição de 1934 militares em diversos estados, como Natal, Recife e Rio de
Graças a grande conturbação causada pela Revolução Janeiro, com o intuito de tomar o poder e implantar o
constitucionalista de 1932, o então gover de Getúlio Vargas foi comunismo. Esses levantes ficaram conhecidos como
obrigado a tomar medidas que sanasse o regime republicano. Intentona Comunista, mas todas fracassaram, gerando uma
Foi criado então uma nova lei, chamada de Lei Eleitoral, forte repressão a todos os movimentos de esquerda no Brasil.
convocando eleições que seriam realizadas no ano posterior. A
partir daí, uma nova assembleia constituinte foi convocada, Estado Novo
tomando posso no final de 1933. Após o fracasso da Intentona Comunista, iniciou-se as
No dia 16 de julho de 1934, uma nova constituição é articulações para presidente. O mandato de Vargas deveria
lançada, contentando 187 artigos. Nessa constituição, novos acabar no início de 1938. No decorrer de 1937 três candidatos
direitos foram adquiridos, como na questão trabalhista, onde surgiram, Armando Sales de Oliveira, José Américo de Almeida,
ficava garantido por lei a proibição de distinção salarial e Plínio Salgado. Embora Getúlio apoiasse José Américo, sua
fundamentada no sexo, idade, estado civil ou nacionalidade. verdadeira intenção era a de continuar no poder. Para que sua
Outras conquistas importantes surgiram nesta constituição, vontade pudesse se concretizar, ele contou com o apoio do
como a criação do salário mínimo, redução da carga de alto-comando militar.
trabalho para 8 horas diárias, repouso semanal, férias Em setembro, foi anunciado a descoberta de um plano
remuneradas, indenização ao trabalhador demitido sem justa comunista, onde estes iriam promover uma revolução, onde
causa e proibição do trabalho para jovens menores de 14 anos. centenas de pessoas morreria. Esse plano ganhou o nome de
Essa constituição também atingiu o âmbito econômico, Plano Cohen. Na verdade, tudo isso não passou de uma
onde medidas foram tomadas para promover o invenção, que serviria de pretexto para Getúlio dar o golpe. O
desenvolvimento da indústria nacional. Foi permitido a plano deu certo e no dia 10 de novembro foi instituído o Estado
criação de fundações e institutos de pesquisas, linhas de Novo.
crédito foram criadas para viabilizar uma modernização na No mesmo dia, Vargas anunciou uma nova Constituição.
economia por meio do crescimento do parque industrial do Através dela foram dissolvidas as câmaras legislativas, as
país. Na agricultura, foi tomado medidas que favorecessem garantias individuais foram suspensas e os opositores
uma variação de itens para exportação. passaram a ser perseguidos, Os Estados eram governados por
Na área educacional, foi incentivado o desenvolvimento de interventores nomeados por Vargas, os quais, por sua vez,
um ensino superior e médio. Um ensino primário público foi nomeavam os prefeitos municipais. A nova constituição
criado, sendo gratuito e obrigatório. O grande objetivo coma afirmou o caráter ditatorial do novo governo, ela concedia
educação, era o de formar jovens que fossem capacitados para muito poder ao governo federal e limitava os demais.
trabalhar nas indústrias, que estaria mais avançadas, graças Essa constituição foi inspirada nas constituições fascistas
aos investimento no setor econômico. Foi garantido o voto da Itália e da Polônia, a Carta de 1937 acabou com a autonomia
para todos os maiores de 21 anos, as mulheres também teriam dos estados e garantiu a Getúlio um governo extremamente
o direito de votar. autoritário. Os partidos foram todos dissolvidos e a imprensa
Apesar de todas as conquistas garantidas pela constituição, passou a ser censurada. Somente a legislação trabalhista foi
ela também teve seu lado autoritário. Na Carta Magna, ficou mantida.
determinado que as novas leis eleitorais não valeriam para a
escolha de um novo presidente. Assim Getúlio Vargas seria Economia
eleito indiretamente pelos membros da Assembleia No âmbito econômico, o Estado Novo conseguiu promover
Constituinte. a industrialização do país. Devido ao seu caráter nacionalista,
foi suspendido o pagamento da dívida externa, entretanto, as
Intentona Comunista (1935) negociação fitas para atrair capital foram mantidas. Essa
A Intentona Comunista, foi uma revolta contra o governo política teve como elemento principal a intervenção do Estado
de Getúlio Vargas. O movimento tinha o objetivo tirar o em todas as atividades econômicas. O processo de
presidente e tomar o poder. O movimento eclodiu em industrialização foi favorecido pela Segunda Guerra Mundial,
novembro de 1935, liderada pela Aliança Nacional Libertadora quando as dificuldades de importações estimularam a
(ANL), mas foi contida pela Força de Segurança Nacional. produção interna de bens industrializados. As principais
empresas criadas nesse período foram: Companhia
Ação Integralista Brasileira x Aliança Nacional Siderúrgica Nacional (1941), Companhia Vale do Rio Doce
Libertadora (1942), Companhia nacional de Álcalis (1943), Companhia
O período do governo de Getúlio Vargas foi marcado por Hidroelétrica do São Francisco (1945), Fábrica Nacional de
uma grande polarização de ideias políticas e ideológicas. De Motores (1943).
uma lado estava a Ação Integralista Brasileira (AIB), que
defendia e simpatizava a ditadura fascista de Mussolini na Direitos Trabalhistas
Itália. A AIB foi fundada em 1932 e foi liderada pelo político e Durante seu governo, diversas leis trabalhistas foram
jornalista Plínio Salgado. O lema do movimento era “Deus, criadas, a maioria ainda está em vigor no Brasil. Umas das
Pátria e Família”. Para eles o governo devia manter sob seu medidas mais importantes foi a criação do salário mínimo, que
controle a economia do estado e a democracia representativa garantia ao trabalhador o dinheiro necessário para cobrir suas
devia ser extinta e controlada por um só partido. despesas básicas, como alimentação, habitação higiene,

História de Mato Grosso 11


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

transporte e vestuário. Essa lei instituída em meio as 2 de julho de 15 de agosto de


Pedro Leite Osório
festividades do dia Primeiro de Maio de 1940. 1906 1907
Em 1943, foi criado um documento que estabelecia regras Generoso
como, horário de trabalho, férias, descanso remunerado, Generoso Pais Leme Ponce.jpg 12 de outubro
pagamento de aviso prévio, jornada de oito horas, entre de Sousa Ponce 15 de de 1908
outros. A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), deveria agosto de 1907
reger as relações empregado-patrão. Pedro Celestino 12 de outubro 15 de agosto de
Correia da Costa de 1908 1911
Fim da Ditadura Vargas. Joaquim Augusto da 15 de agosto de 15 de agosto de
Com o início da Segunda Guerra Mundial o Brasil tentou se Costa Marques 1911 1915
manter neutro para que as relações comerciais se Caetano Manuel de 15 de agosto de 8 de fevereiro
mantivessem com ambos os lados. Contudo, sem ter pra onde Faria e Albuquerque 1915 de 1917
correr, o país entra na guerra, em 1942 ao lado dos Aliados. Camilo Soares de 9 de fevereiro 22 de agosto de
Por essa atitude, os opositores começaram a criticar a sua Moura de 1917 1917
contradição, já que os Aliados lutavam contra a ditadura Cipriano da Costa 23 de agosto de 21 de janeiro de
nazista e fascista. Em 1944 foram mandados 25.000 soldados Ferreira 1917 1918
da Força Expedicionária Brasileira (FEB) para a Itália, Francisco de Aquino 22 de janeiro 21 de janeiro de
marcando a participação do Brasil no conflito. Correia Aquino de 1918 1922
Após 1944, alguns nomes apoiaram e contribuíram para Pedro Celestino 22 de janeiro 24 de outubro
que Vargas conseguisse se manter no poder, como Oswaldo Correia da Costa de 1922 de 1924
Aranha, ministro das Relações Exteriores. Contudo, vários
Estêvão Alves 25 de outubro 22 de janeiro de
movimentos oposicionistas surgiram, como os estudantes, que
Correia de 1924 1926
por meio da União Nacional dos Estudantes (ENE), passou a
Mário Correia da 22 de janeiro 21 de janeiro de
fazer diversos protestos, pedindo a sida de Getúlio.
Costa de 1926 1930
Em meio a pressão, foram convocadas novas eleições,
Aníbal Benício de 22 de janeiro 30 de outubro
assim que as eleições foram marcadas, novos partidos foram
Toledo de 1930 de 1930
criados, como o PTB e o PSD. Na tentativa de permanecer no
poder, foi articulado o movimento queremista, com o slogan
“Nós queremos Getúlio”. No entanto esse movimento teve Era Vargas
repercussão negativa entre os liberais. Temendo um novo (1930-1945)
golpe, os oposicionistas articularam um golpe, depondo
Getúlio Vargas. Era o fim da Era Vargas, mas não o fim de Sebastião Rabelo
30 de outubro 3 de novembro
Getúlio Vargas, que em 1951 retornaria à presidência pelo Leite Interventor
de 1930 de 1930
voto popular. federal
Antônio Mena
3 de novembro 24 de abril de
Governadores Estaduais Gonçalves
de 1930 1931
Interventor federal
Início do Fim do Artur Antunes
Nome 24 de abril de 15 de junho de
mandato mandato Maciel
1931 1932
Interventor federal
Primeira Leônidas Antero de
15 de junho de 12 de outubro
República Matos Interventor
1932 de 1934
Brasileira federal
(1889-1930) César de Mesquita
12 de outubro 8 de março de
Serva Interventor
de 1934 1935
Antônio Maria 11 de federal
15 de fevereiro Fenelon Müller 8 de março de 28 de agosto de
Coelho, Barão do dezembro de
de 1891 Interventor federal 1935 1935
Amambaí 1889
Frederico Solon de 16 de fevereiro 31 de março de Newton Deschamps
28 de agosto de 7 de setembro
Sampaio Ribeiro de 1891 1891 Cavalcanti
1935 de 1935
José da Silva 1º de abril de 5 de junho de Interventor federal
Rondon 1891 1891 Mário Correia da 7 de setembro 8 de março de
João Nepomuceno 6 de junho de 16 de agosto de Costa de 1935 1937
de Medeiros Mallet 1891 1891 Manuel Ari da Silva
9 de março de 13 de setembro
Manuel José 16 de agosto de 15 de agosto de Pires Interventor
1937 de 1937
Murtinho 1891 1895 federal
Antônio Correia da 15 de agosto de 26 de janeiro de Júlio Strübing
13 de setembro 30 de outubro
Costa 1895 1898 Müller
de 1937 de 1945
Antônio Cesário de 26 de janeiro 10 de abril de Interventor federal
Figueiredo de 1898 1899
João Pedro Xavier 10 de abril de 6 de julho de Segunda
Câmara 1899 1899 República
Antônio Leite de 6 de julho de 15 de agosto de Brasileira
Figueiredo 1899 1899 (1945-1964)
Antônio Pedro Alves 15 de agosto de 15 de agosto de
de Barros 1899 1903 Olegário Moreira de 30 de outubro 19 de agosto de
Antônio Pais de Barros de 1945 1946
15 de agosto de 2 de julho de José Marcelo 19 de agosto de 8 de abril de
Barros, Barão de
1903 1906 Moreira 1946 1947
Piracicaba

História de Mato Grosso 12


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Arnaldo Estêvão de 8 de abril de 1º de julho de Aspectos socioeconômicos de Mato Grosso


Figueiredo 1947 1950
1º de julho de 31 de janeiro de As bases da economia do estado mato-grossense910
Jari Gomes O estado de Mato Grosso é conhecido como o celeiro do
1950 1951
Fernando Corrêa da 31 de janeiro 31 de janeiro de país, campeão na produção de soja, milho, algodão e de
Costa de 1951 1956 rebanho bovino, e agora quer alcançar novos títulos do lado de
João Ponce de 31 de janeiro 31 de janeiro de fora da porteira das fazendas. Com crescimento “chinês” de
Arruda de 1956 1961 seu Produto Interno Bruto, o estado iniciou um planejamento
Fernando Corrêa da 31 de janeiro 31 de janeiro de para atacar diversas frentes com potencialidades até então
Costa de 1961 1966 adormecidas. A estratégia vai permitir que sua produção seja
Ditadura diversificada para agregar valor à tudo aquilo que é produzido
Militar (1964- em terras mato-grossenses e que acaba abastecendo o Brasil e
1985) o mundo.
31 de janeiro 15 de março de O governado do Estado, por meio da Secretaria de
Pedro Pedrossian Desenvolvimento Econômico (Sedec), está planejando um
de 1966 1971
José Manuel 15 de março de 15 de março de conjunto de ações para atrair investidores para Mato Grosso.
Fontanillas Fragelli 1971 1975 Cinco eixos prioritários para esta transformação foram
15 de março de 15 de agosto de definidos pela secretaria. A partir de agora serão realizados
José Garcia Neto estudos para reformular as políticas tributária, de atração de
1975 1978
investimentos, logística e mão de obra.
Cássio Leite de 15 de agosto de 15 de março de
Os cinco setores com grande potencial de crescimento na
Barros 1978 1979
região e que terão atenção especial do estado são
Frederico Carlos 15 de março de 15 de março de
agroindústria, turismo, piscicultura, economia criativa e pólo
Soares Campos 1979 1983
joalheiro. Para isso, o estado pretende reformular o Programa
Governador
15 de março de de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso
Júlio José de eleito que
1983 15 de (Prodeic) e o sistema tributário estadual.
Campos renunciou ao
maio de 1986
mandato
Agronegócio
Nova Em pouco mais de uma década, o PIB estadual passou de
República R$ 12,3 bilhões (1999) para R$ 80,8 bilhões (2012),
(1985- representando um crescimento de 554%. Neste mesmo
presente) período, o PIB brasileiro aumentou 312%, segundo dados do
IBGE. Grande parte deste desempenho positivo veio do campo.
Wilmar Peres de 15 de maio de 15 de março de Atualmente, o estado Mato Grosso lidera a produção de soja no
Faria 1986 1987 país, com estimativa de 28,14 milhões de toneladas para a
Carlos Gomes 15 de março de 2 de abril de safra 2014/2015. Também está à frente na produção de
Bezerra 1987 1990 algodão em pluma – 856.184 toneladas para 2014/2015 – e
Edison Freitas de 2 de abril de 15 de março de rebanho bovino, com 28,41 milhões de cabeças. De acordo com
Oliveira 1990 1991 o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea),
Jaime Veríssimo de 15 de março de 31 de dezembro o agronegócio representa 50,5% do PIB do estado.
Campos 1991 de 1994 Com o agronegócio consolidado, Mato Grosso é terreno
Dante Martins de 1º de janeiro de 31 de dezembro fértil para as indústrias que atuam antes e depois da porteira.
Oliveira 1995 de 1998 Até 2013, segundo a Federação das Indústrias no Estado de
1º de janeiro de 6 de abril de Mato Grosso (Fiemt), o estado tinha 11.398 unidades
1999 2002 industriais em operação, com 166 mil empregos gerados.
6 de abril de 31 de dezembro Ainda assim, é preciso agregar mais valor ao produto que
José Rogério Salles
2002 de 2002 sai de Mato Grosso. Da porteira para dentro há potencial para
1º de janeiro de 31 de dezembro as empresas que abastecem os produtores com adubo,
Blairo Borges Maggi
2003 de 2006 defensivo e maquinário, entre outros produtos. Da porteira
1º de janeiro de 31 de março de para fora, as empresas de beneficiamento, como a têxtil e de
2007 2010 etanol.
Silval da Cunha 31 de março de 31 de dezembro
Barbosa 2010 de 2010 Plantação de soja
1º de janeiro de 31 de dezembro A Produção de grãos em Mato Grosso está associada à
2011 de 2014 atividade pecuária.
31 de dezembro O mapeamento mostra que a atividade pecuária
José Pedro 1º de janeiro de predomina em pelo menos 40% de Mato Grosso, com animais
de 2018
Gonçalves Taques 2015 de grande porte e rebanho de corte.
(previsão)
A atividade predomina no sul do estado, no nordeste, na
Política Fundiária e as tensões sociais no campo região do Rio Araguaia e no norte, entre Alta Floresta e Nova
Bandeirantes.
Em relação a questão fundiária e o processo e tensões A área para a produção de grãos e fibras apresenta maior
ocorridos pela disputa ao acesso à terra no estado de Mato concentração na região centro-norte do estado, especialmente
Grosso, recomendamos que leia o seguinte artigo publicado nos municípios de Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde, e no
pela revista da UFSC através do link: centro-sul, sobretudo nos municípios de Campo Verde e
Primavera do Leste.

9 http://www.mt.gov.br/geografia. 10 http://www.mt.gov.br/economia.

História de Mato Grosso 13


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

A atividade associa-se à pecuária de animais de grande Energia também não falta para mover esta máquina.
porte, dispersa por todas as regiões do estado. Superavitário no setor energético, Mato Grosso alcançou em
O Mapa da Cobertura e Uso da Terra de Mato Grosso é 2014 a produção de 14 milhões/MWh. Desse montante,
resultado da interpretação de imagens de satélite que são consumiu 9 milhões/MWh e exportou 5 milhões/MWh via o
comparadas à análise de informações obtidas em trabalhos de Sistema Interligado Nacional (SIN).
campo, análises de tipologia agrícola e de documentação
acessória disponível, como estatísticas e textos. Do ouro às pedras coradas
O IBGE também publica o manual Geoestatísticas de Se durante a colonização Mato Grosso foi reconhecido pelo
Recursos Naturais da Amazônia Legal, que apresenta ouro, hoje é um mercado potencial para a fabricação de joias e
avaliações qualitativas e quantitativas de dados sobre a semi joias a partir de pedras preciosas. Além de ser o maior
organização e a distribuição dos recursos naturais e da produtor de diamante do Brasil – com 88% do total da
cobertura da terra disponíveis para a Amazônia Legal, com produção brasileira, segundo o Departamento Nacional de
base em estatísticas do Banco de Dados e Informações Produção Mineral (DNPM) –, o estado também se destaca pelas
Ambientais, também do instituto, obtidos por aplicativos pedras coradas, como a ametista, o quartzo rosa, a ágata e a
computacionais de análise espacial. turmalina.
O mapa é disponibilizado nos formatos shape – arquivo A atividade mineral no Estado é histórica. Não há como
que contém dados geoespaciais em forma de vetor – e PDF, que falar da povoação de Mato Grosso sem falar da extração do
auxilia no processo de gestão ambiental, além de servir de ouro e diamante. Era 1719, quando o ouro foi descoberto por
apoio para a avaliação de impactos ambientais e elaboração de bandeirantes às margens do Rio Coxipó. Já o diamante
zoneamentos ecológico e econômico e de processos de começou a ser explorado no fim do século XVIII nas regiões de
transformação. Coité, Poxoréu e Diamantino.
Atualmente, conforme dados da Companhia Mato-
Pesquisa e tecnologia grossense de Mineração (Metamat), as pedras coradas se
O que poucos sabem é que Mato Grosso, além de grãos, é o concentram nas regiões noroeste, centro sul e leste de Mato
maior produtor de pescado de água doce do país, responsável Grosso. A granada, o zircão e o diopsídio em geral são
por 20% da produção do Brasil, com 75,629 mil toneladas encontrados associados ao diamante, nas regiões de
(IBGE 2013). E esse mercado tem muito a crescer. O potencial Paranatinga e de Juína.
está na abundância de rios e lagos em território mato- Nas proximidades de Rondolândia existe um depósito de
grossense. quartzo rosa e as turmalinas são encontradas próximas a
Atualmente, 72% do pescado produzido no estado são Cotriguaçu, enquanto as ametistas estão concentradas
destinados ao consumo interno, de acordo com dados de 2014 próximas aos municípios de Aripuanã (noroeste) e Pontes e
do Imea. O segundo maior consumidor do peixe produzido no Lacerda (oeste).
estado é o Pará (9,71%), seguido do Tocantins (2,35%). O
plano do Governo do Estado é estimular o aumento da Economia criativa
produção e atrair empresas de beneficiamento do peixe para A política de incentivo do Governo do Estado para o setor
exportá-lo para outros estados. inclui o estímulo a pequenos empresários do ramo joalheiro,
A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e dentro do programa de Economia Criativa que vem sendo
Extensão Rural (Empaer) é uma das que investe no setor, tanto desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento
em pesquisa quanto na produção. A instituição mantém no Econômico (Sedec), que abrange setores como moda, design,
município de Nossa Senhora do Livramento uma estação de artes e gastronomia.
piscicultura onde são produzidos e comercializados alevinos Há 30 anos no mercado de joias em Cuiabá, Carmem
de espécies como pacu, tambacu e tambatinga. A meta da D’Lamonica vê Mato Grosso como um futuro polo joalheiro
instituição é fechar o primeiro quadrimestre de 2015 com uma pela abundância de pedras coradas existentes no solo mato-
produção de 800 mil alevinos. grossense e até então pouco exploradas. Para estruturar o
Para isso a Empaer conta com 39 tanques de reprodução mercado, avalia, é necessário criar uma política voltada para o
com capacidade para produzir um milhão de alevinos – sendo ramo, desde a extração até o produto final.
12 tanques de pesquisa e 27 para recria. A instituição também “Temos condições de montar uma cadeia produtiva e nos
oferece cursos para produtores rurais e técnicos agrícolas tornar referência no setor”, garante a designer, lembrando que
sobre noções básicas de piscicultura. matéria-prima atrai não apenas joalheiros, mas também
A borracha natural é outro foco da política de incentivos indústrias de semi joias e bijuterias.
desenvolvida pelo Governo de Mato Grosso, que quer agregar
valor à borracha produzida no estado, com beneficiamento e Paraíso do ecoturismo
industrialização. O estado é o segundo maior produtor de Cachoeiras, safaris, trilhas ecológicas, observação de
borracha natural do país, com 40 mil hectares de área plantada pássaros, mergulho em aquários naturais. Seja no Pantanal, no
e 25 mil famílias envolvidas na atividade, conforme dados da Cerrado ou no Araguaia, Mato Grosso é o destino certo para
Empaer. quem gosta de ecoturismo e para quem planeja investir no
Pioneira no estado em produção e pesquisa da seringueira, segmento que mais cresce no setor de turismo.
a empresa possui um campo experimental no município de Dados da Organização Mundial de Turismo (OMT)
Rosário Oeste (128 km ao Norte de Cuiabá) com jardim clonal apontam que o ecoturismo cresce em média 20% ao ano,
e viveiro para atender a agricultura familiar. Os produtores enquanto o turismo convencional apresenta uma taxa de
contam com o apoio do Programa Nacional de Fortalecimento aumento anual de 7,5%, conforme divulgado pelo Ministério
da Agricultura Familiar (Pronaf Eco), que disponibiliza uma do Turismo em 2014. A organização estima ainda que pelo
linha de crédito com prazo de 20 anos para pagamento e oito menos 10% dos turistas em todo o mundo sejam adeptos do
de carência. turismo ecológico.
Paralelamente, a Secretaria de Ciência e Tecnologia Como belezas naturais não faltam em Mato Grosso, os
(Secitec) investe em inovação e qualificação de mão de obra governos Federal e Estadual têm investido em infraestrutura
com a criação do primeiro parque tecnológico de Mato Grosso, de acesso a paraísos naturais mato-grossenses, como o
além de negociação com centros europeus para cooperações Pantanal. Exemplo disso é o projeto de substituição de pontes
na área de tecnologia. de madeira ao longo da rodovia Transpantaneira – que liga a
cidade de Poconé até a localidade de Porto Jofre, cortando a

História de Mato Grosso 14


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

planície alagável. Ao todo serão construídas 31 pontes de época, Serraglio ainda não era ministro, e a PF, apesar dos
concreto. telefonemas, não encontrou indícios de crime em sua conduta.
Chapada dos Guimarães é outro ponto prioritário para a Nas interceptações, também foram citados outros
Sedec quando o assunto é infraestrutura. No município, que parlamentares do PMDB do Paraná - como o deputado federal
atrai visitantes adeptos do turismo de contemplação e de Sérgio Souza, da Frente Parlamentar da Agropecuária.
esporte de aventura, será executada a conclusão do Complexo
Turístico da Salgadeira e a pavimentação da MT-060 e MT-020. Quem comer a carne vencida vai ficar doente?
O Governo do Estado também retomou o diálogo com o Não necessariamente - a carne que já passou da data de
Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade validade não tem uma aparência muito diferente da carne boa,
(ICMBio) para o andamento das obras do Portão do Inferno e caso mantida sob refrigeração adequada. O que muda é o
da entrada da Cachoeira Véu de Noiva, os dois principais gosto, que logo denuncia o produto ruim. Segundo
pontos de contemplação do Parque Nacional de Chapada. especialistas consultados pelo jornal Folha de S. Paulo, haverá
problema se tiverem se proliferado, no produto, colônias de
bactérias potencialmente nocivas, como coliformes fecais.
Nesse caso, o consumo da carne pode provocar enjoos, vômito
7. Tópicos relevantes e atuais de e diarreia.
política, economia, sociedade,
educação, tecnologia, energia, Para onde toda essa carne foi vendida?
As carnes eram comercializadas em todo o país e também
relações internacionais, exportadas. A agência de notícias Bloomberg destacou que o
desenvolvimento sustentável, esquema envolvia inclusive uma carga de carnes contaminada
segurança, ecologia e suas com salmonela e que estava a caminho da Europa.

vinculações históricas. E o mercado externo? Como reagiu?


Na sexta-feira, quando foi deflagrada a operação, as ações
da JBS caíra 10,6% e as da BRF caíram 7,3%. Em parte, pesou
contra elas a má repercussão internacional do caso. O jornal
Política americano The New York Times chegou a dizer que o caso
abala um dos poucos pilares ainda seguros da instável
Seis perguntas para entender a operação Carne economia brasileira, o agronegócio.
Fraca11
A Polícia Federal deflagrou, na manhã da última sexta-feira Haverá punições?
(17/03) a operação Carne Fraca, destinada a combater a venda Por ora, a Justiça Federal do Paraná já decretou o bloqueio
ilegal de carnes no país. A operação, a maior já realizada pela de R$1 bi em bens das investigadas. A Polícia Federal também
PF, contou com o trabalho de mais de mil agentes, em sete cumpriu 38 mandados de prisão - 34 deles para funcionários
Estados. Revelou uma extensa rede de corrupção - da qual públicos. Foram detidos, também, quatro executivos das
participavam empresários e dezenas de inspetores do governo empresas envolvidas. Entre eles, o gerente de Relações
- criada para garantir a comercialização de carnes adulteradas Institucionais e Governamentais da BRF Brasil, Roney
e com data de validade vencida. A investigação implicou mais Nogueira dos Santos, e o diretor da BRF André Luiz Baldissera.
de 30 empresas, entre elas as gigantes JBS e BRF - donas de
marcas como Friboi, Sadia e Perdigão. As duas figuram entre Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto
as maiores exportadoras mundiais de carne. Negam ter segue para o Senado12
cometidos essas irregularidades. Projeto recebeu 296 votos favoráveis e 177 contrários;
deputados aceitaram somente uma proposta de alteração de um
O que houve? dos pontos do texto e rejeitaram outras 16.
De acordo com a Polícia Federal, ao menos 30 empresas Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados
produtoras de carne no Brasil adulteravam a data de validade concluiu, na madrugada desta quinta-feira (27), a votação da
dos produtos comercializados. Para mascarar a aparência e o proposta de reforma trabalhista do governo.
cheiro ruim da carne vencida, eram usados produtos químicos Aprovado por 296 votos a favor (eram necessários pelo
- o ácido ascórbico e o ácido sórbico. As empresas também menos 257) e 177 contrários, o texto segue agora para o
injetavam água nas peças, para aumentar o peso dos produtos, Senado.
e acrescentavam papelão no preparo de embutidos. As carnes Entre outros pontos, a reforma estabelece regras para que
chegavam aos supermercados graças ao pagamento de acordos entre empresários e representantes dos
propina a fiscais do Ministério da Agricultura, que afrouxavam trabalhadores passem a ter força de lei, o chamado "negociado
a vigilância. Nem sempre a propina envolvia dinheiro - até sobre o legislado".
mesmo caixas de carnes, frango e botas foram dadas como Dos 17 destaques apresentados (propostas de alteração no
forma de pagamento pela vista grossa das autoridades. texto), somente um foi aprovado. Os demais acabaram sendo
rejeitados ou retirados. O único destaque aprovado estabelece
Havia envolvimento de políticos? que, nos processos trabalhistas, a penhora on-line deverá se
Segundo a Polícia Federal, a propina paga aos fiscais limitar ao valor da dívida que a empresa tem com o
acabava alimentando os cofres de PP e PMDB. A polícia, no empregado.
entanto, ainda não conseguiu estabelecer por que essa divisão Entre os destaques rejeitados, estava o que mantinha como
acontecia. Um dos envolvidos no caso é o ministro da Justiça obrigatória a cobrança de contribuição sindical por três anos.
Osmar Serraglio (PMDB- PR). Ele aparece em grampos Depois desse prazo, segundo o texto do destaque, haveria uma
interceptados pela PF, conversando com Daniel Golçalves redução gradual no valor nos três anos seguintes. A proposta
Filho, fiscal agropecuário e líder do esquema criminoso. Na foi rejeitada por 259 votos contrários e 159 favoráveis.

11 18/03/2017 – Fonte: http://epoca.globo.com/brasil/noticia/2017/03/seis- <http://g1.globo.com/politica/noticia/camara-aprova-texto-base-da-reforma-


perguntas-para-entender-operacao-carne-fraca.html trabalhista.ghtml> Acesso em 28 de abril de 2017.
12 CALGARO, Fernanda. CARAM, Bernardo. Câmara aprova proposta de reforma

trabalhista; texto segue para o Senado. G1 Política. Disponível em:

História de Mato Grosso 15


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Votação Banco de horas - Patrões e empregados podem negociar,


Além dos partidos de oposição, contrários à reforma, por exemplo, jornada de trabalho e criação de banco de horas;
líderes de partidos governistas como SD e PSB orientaram o Multa por ausência de registro - Haverá multa de R$ 3 mil
voto contrário à proposta. O PSB chegou a fechar questão por trabalhador não registrado. No caso de micro e pequenas
contra o texto. empresas, o valor cai para R$ 800.
Para garantir mais votos favoráveis, o presidente Michel Home office - O trabalho em casa (home office) entra na
Temer decidiu exonerar ministros que têm mandato de legislação e terá regras específicas, como reembolso por
deputado na Câmara para que engrossassem os votos despesas do empregado;
favoráveis à reforma. Má-fé - Juízes poderão dar multa a quem agir com má-fé em
Entre os ministros que participaram da votação estavam processos trabalhistas.
Ronaldo Nogueira (Trabalho) e Mendonça Filho (Educação). Negociado sobre o legislado
O ministro Ronaldo Nogueira, exonerado Veja, abaixo, pontos que poderão se sobrepor à lei quando
temporariamente do cargo, saiu em defesa da matéria. "A houver acordo entre empresários e trabalhadores:
proposta se baseia em três eixos: o primeiro é consolidar Pacto quanto à jornada de trabalho, observados os limites
direitos. O segundo, dar segurança jurídica. E o terceiro eixo é constitucionais;
a geração de empregos", disse. Banco de horas anual;
Ele contestou as críticas de que a mudança retira direitos Intervalo intrajornada, respeitado o limite mínimo de
dos trabalhadores. "Nenhum direito está ameaçado porque trinta minutos para jornadas superior a seis horas;
direito você não revoga, direito você aprimora. E nós Adesão ao Programa Seguro-Emprego
queremos garantir igualdade de condições para todos os Plano de cargos, salários e funções
brasileiros para que o trabalhador possa escolher através da Regulamento empresarial;
sua respectiva convenção coletiva e escolher a forma mais Representante dos trabalhadores no local de trabalho;
vantajosa para o trabalhador usufruir dos seus direitos", "Teletrabalho”, ou home office e trabalho intermitente;
ressaltou. Remuneração por produtividade, incluídas as gorjetas e
A favor da reforma, o deputado Celso Maldaner (PMDB-SC) remuneração por desempenho individual;
defendeu a aprovação do projeto por entender ser necessário Modalidade de registro de jornada de trabalho;
modernizar a legislação atual. Troca do dia de feriado;
“Todos os direitos dos trabalhadores serão respeitados. O Enquadramento do grau de insalubridade;
que estamos fazendo é modernizar a legislação trabalhista, Prorrogação de jornada em ambientes insalubres, sem
que está em vigor desde 1943 e precisa incorporar a realidade licença prévia do Ministério do Trabalho;
de profissões que nem existiam naquela época”, afirmou. Prêmios de incentivo em bens ou serviços;
Durante a sessão, a oposição protestou com cartazes e Participação nos lucros ou resultados da empresa.
palavras de ordem em diversos momentos. Deputados Veja, abaixo, as hipóteses nas quais não será permitida, por
oposicionistas chegaram a subir à mesa do plenário, com acordo coletivo, supressão ou redução dos seguintes direitos:
placas e cartazes, para fazer um protesto. Nesse momento, Normas de identificação profissional, inclusive as
irritado com a manifestação, o presidente Rodrigo Maia (DEM- anotações na Carteira de Trabalho e Previdência Social;
RJ), empurrou o deputado Afonso Florence (PT-BA). Mais Seguro-desemprego, em caso de desemprego involuntário;
tarde, pediu desculpas publicamente. Valor dos depósitos mensais e da indenização rescisória do
Os oposicionistas afirmam que a aprovação do texto vai FGTS;
fragilizar as relações de trabalho, além de gerar demissões. A Salário-mínimo;
deputada Benedita da Silva (PT-RJ) classificou de “farsa” o Valor nominal do décimo terceiro salário;
argumento de que as mudanças na legislação trabalhista não Remuneração do trabalho noturno superior à do diurno;
vão retirar direitos dos trabalhadores. Proteção do salário na forma da lei;
“É uma farsa dizer que não tira direitos. Dá ao empregador Salário-família;
plena liberdade para não assegurar os direitos dos Repouso semanal remunerado;
trabalhadores”, disse. Remuneração do serviço extraordinário superior, no
mínimo, em 50% à do normal;
Temer Número de dias de férias devidas ao empregado;
Após a aprovação do texto-base, o porta-voz da Gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, um
Presidência da República, Alexandre Parola, afirmou em terço a mais do que o salário normal;
pronunciamento que a nova legislação, se aprovada pelo Licença-maternidade com a duração mínima de 120 dias,
Senado, "permitirá garantir os direitos dos trabalhadores com extensão do benefício à funcionária que adotar uma
previstos na Constituição Federal e impulsionar a criação de criança;
empregos no país". Licença-paternidade nos termos fixados em lei;
"O presidente Michel Temer agradece à base de apoio do Proteção do mercado de trabalho da mulher, mediante
governo e às lideranças partidárias, ministros de Estado, incentivos específicos;
governadores, prefeitos e representantes empresariais e Aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, sendo no
sindicais que atuaram decididamente em favor da aprovação mínimo de 30 dias;
do projeto na Câmara. O mesmo grau de engajamento será Normas de saúde, higiene e segurança do trabalho;
agora necessário para a aprovação definitiva da reforma Adicional de remuneração para as atividades penosas,
trabalhista no Senado Federal", disse Parola. insalubres ou perigosas;
Aposentadoria;
Principais pontos do projeto Seguro contra acidentes de trabalho, a cargo do
Férias - As férias poderão ser parceladas em três vezes ao empregador;
longo do ano; Ação, quanto aos créditos resultantes das relações de
Horas extras - Será permitido, desde que haja acordo, que trabalho, com prazo prescricional de cinco anos para os
o trabalhador faça até duas horas extras por dia de trabalho; trabalhadores urbanos e rurais, até o limite de dois anos após
Contribuição sindical - A contribuição sindical, hoje a extinção do contrato de trabalho;
obrigatória, passa a ser opcional; Proibição de qualquer discriminação no tocante a salário e
critérios de admissão do trabalhador com deficiência

História de Mato Grosso 16


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Proibição de trabalho noturno, perigoso ou insalubre a pena de R$ 1 mil. No texto aprovado, foi reduzido o valor da
menores de 18 anos e de qualquer trabalho a menores de 16 multa para R$ 3 mil para cada empregado não registrado. No
anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de 14 anos; caso de micro e pequenas empresas, a multa será de R$ 800.
Medidas de proteção legal de crianças e adolescentes; Na hipótese de não serem informados os registros, ele reduziu
Igualdade de direitos entre o trabalhador com vínculo a multa para R$ 600.
empregatício permanente e o trabalhador avulso; Jornada de trabalho - Hoje, a legislação não conta como
Liberdade de associação profissional ou sindical do jornada de trabalho o tempo gasto pelo trabalhador no
trabalhador; deslocamento até o local de trabalho e na volta para casa, por
Direito de greve; qualquer meio de transporte. A exceção é quando o empregado
Definição legal sobre os serviços ou atividades essenciais e usa transporte fornecido pelo empregador por ser um local de
disposições legais sobre o atendimento das necessidades difícil acesso ou onde não há transporte público. O texto
inadiáveis da comunidade em caso de greve; aprovado deixa claro que não será computado na jornada de
Tributos e outros créditos de terceiros; trabalho o tempo que o empregado levar até “a efetiva
Proibição de anúncio de emprego que faça referência a ocupação do posto de trabalho” e não mais até o local de
sexo, idade, cor ou situação familiar, salvo quando a natureza trabalho. Além disso, deixa de considerar como jornada de
da atividade exigir, além da vedação a recusa de emprego, trabalho o tempo usado pelo empregado no trajeto utilizando
promoção ou diferença salarial motivadas por essas meio de transporte fornecido pelo empregador “por não ser
características; tempo à disposição do empregador”. Também não será
Proibição de que o empregador exija atestado para computado como extra o período que exceder a jornada
comprovação de esterilidade ou gravidez, além de proibição normal quando o empregado, por escolha própria, buscar
da realização de revistas íntimas em funcionárias; proteção pessoal, em caso de insegurança nas vias públicas ou
Proibição de que uma mulher seja empregada em serviço más condições climáticas, ou ficar nas dependências da
que demande força muscular superior a 20 quilos para o empresa para exercer atividades particulares, como higiene e
trabalho contínuo, ou 25 quilos para o trabalho ocasional; troca de roupa ou uniforme, quando não houver
Autorização para mulher romper compromisso contratual, obrigatoriedade de realizar a troca na empresa.
mediante atestado médico, se este for prejudicial à gravidez; Regime parcial - A lei em vigor considera trabalho em
Repouso remunerado de duas semanas em caso de aborto regime de tempo parcial aquele cuja duração não passe de 25
não criminoso; horas semanais. Pela legislação atual, é proibida a realização
Dois descansos diários de meia hora cada para mulheres de hora extra no regime parcial. O projeto aumenta essa carga
lactantes com filho de até seis meses; para 30 horas semanais, sem a possibilidade de horas
Exigência de que os locais destinados à guarda dos filhos suplementares por semana. Também passa a considerar
das operárias durante o período da amamentação deverão trabalho em regime de tempo parcial aquele que não passa de
possuir, no mínimo, um berçário, uma sala de amamentação, 26 horas por semana, com a possibilidade de 6 horas extras
uma cozinha dietética e uma instalação sanitária. semanais. As horas extras serão pagas com o acréscimo de
Outras mudanças 50% sobre o salário-hora normal. As horas extras poderão ser
Veja outras alterações propostas pelo projeto: compensadas diretamente até a semana seguinte. Caso isso
Férias em três etapas - Atualmente, as férias podem ser não aconteça, deverão ser pagas.
tiradas em dois períodos, desde que um deles não seja inferior Regime normal - Em relação ao regime normal de trabalho,
a 10 dias corridos. Pelo novo texto, desde que o empregado o texto mantém a previsão de, no máximo, duas horas extras
concorde, as férias poderão ser usufruídas em até três diárias, mas estabelece que as regras poderão ser fixadas por
períodos, sendo que um deles não poderá ser inferior a 14 dias “acordo individual, convenção coletiva ou acordo coletivo de
corridos e os demais não poderão ser menores do que 5 dias trabalho”. Hoje, a CLT diz que isso só poderá ser estabelecido
corridos, cada um. Também fica vedado o início das férias no “mediante acordo escrito entre empregador e empregado, ou
período de dois dias que antecede feriado ou dia de repouso mediante contrato coletivo de trabalho”. Pela regra atual, a
semanal remunerado. remuneração da hora extra deverá ser, pelo menos, 20%
Terceirização - O projeto propõe uma série de superior à da hora normal. O projeto votado na Câmara
salvaguardas para o trabalhador terceirizado. Em março, o aumenta esse percentual para 50%.
presidente Michel Temer sancionou uma lei que permite a Banco de horas - Hoje, a lei prevê a compensação da hora
terceirização para todas as atividades de uma empresa. O texto extra em outro dia de trabalho, desde que não exceda, no
inclui uma espécie de quarentena, na qual o empregador não período máximo de um ano, à soma das jornadas semanais de
poderá demitir o trabalhador efetivo e recontratá-lo como trabalho previstas, nem seja ultrapassado o limite máximo de
terceirizado em um período de 18 meses. A empresa que dez horas diárias. A regra é estabelecida por acordo ou
recepcionar um empregado terceirizado terá, ainda, que convenção coletiva de trabalho. O texto apreciado prevê que o
manter todas as condições que esse trabalhador tem na banco de horas poderá ser pactuado por acordo individual
empregadora-mãe, como uso de ambulatório, alimentação e escrito, desde que a compensação ocorra no período máximo
segurança. de seis meses. Além disso, poderá ser ajustada, por acordo
Contribuição sindical - Atualmente, o pagamento da individual ou coletivo, qualquer forma de compensação de
contribuição sindical é obrigatório e vale para empregados, jornada, desde que não passe de dez horas diárias e que a
sindicalizados ou não. Uma vez ao ano, é descontado o compensação aconteça no mesmo mês.
equivalente a um dia de salário do trabalhador. Se a mudança Jornada de 12 x 36 horas - Hoje, a Justiça autoriza a
for aprovada, a contribuição passará a ser opcional. realização da jornada de 12 horas de trabalho alternados por
Multa - Pela legislação atual, o empregador que mantém 36 horas de descanso para algumas categorias. Esse tipo de
empregado não registrado fica sujeito a multa de um salário- jornada de trabalho é seguido por várias categorias, sendo
mínimo regional, por empregado não registrado, acrescido de observado o limite semanal de cada profissão em legislação
igual valor em cada reincidência. Na reforma enviada pelo específica. Com a reforma trabalhista, a jornada 12x36 passa a
governo, o texto propõe multa de R$ 6 mil por empregado não fazer parte da legislação. O texto também prevê que a
registrado, acrescido de igual valor em cada reincidência. No remuneração mensal incluirá descanso semanal remunerado
caso de microempresa ou empresa de pequeno porte, a multa e descanso em feriados.
prevista é de R$ 1 mil. O texto prevê ainda que o empregador Trabalho remoto ou home office - Atualmente, não há
deverá manter registro dos respectivos trabalhadores sob previsão na legislação para o trabalho home office, como

História de Mato Grosso 17


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

quando o empregado trabalha de casa. O texto da reforma Justiça do Trabalho - No texto, é definido maior rigor para
inclui o trabalho em casa na legislação e estabelece regras para a criação e alteração de súmulas, interpretações que servem de
a sua prestação. Ele define, por exemplo, que o referência para julgamentos. Ficará definido na CLT como as
comparecimento às dependências do empregador para a súmulas poderão ser produzidas. Será exigida a aprovação de
realização de atividades específicas que exijam a presença do ao menos dois terços dos ministros do Tribunal Superior do
empregado no estabelecimento não descaracteriza o regime Trabalho para que elas sejam editadas. Ainda assim, essa
de trabalho remoto. Deverá haver um contrato individual de definição só poderá ser feita se a mesma matéria já tiver sido
trabalho especificando as atividades que serão realizadas pelo decidida de forma idêntica por unanimidade em pelo menos
empregado. O contrato também deverá fixar a dois terços das turmas, em pelo menos dez sessões diferentes.
responsabilidade sobre aquisição, manutenção ou Má-fé - O texto estabelece punições para quem, seja o
fornecimento dos equipamentos, além da infraestrutura reclamante ou o reclamado, agir com má-fé em processos
necessária, assim como ao reembolso de despesas arcadas judiciais na área trabalhista. O juiz poderá dar condenação de
pelo empregado. As utilidades não poderão integrar a multa, entre 1% e 10% da causa, além de indenização para a
remuneração do empregado. parte contrária. Será considerada de má-fé a pessoa que
Mulheres e trabalho insalubre - Atualmente, a lei proíbe alterar a verdade dos fatos, usar o processo para objetivo
que mulheres grávidas ou lactantes trabalhem em ambientes ilegal, gerar resistência injustificada ao andamento do
com condições insalubres. O texto apreciado na Câmara prevê processo, entre outros.
que a empregada gestante seja afastada das atividades
consideradas insalubres em grau máximo enquanto durar a STF considera válida cota de 20% para negros em
gestação. Quando o grau de insalubridade for médio ou concurso público13
mínimo, ela poderá apresentar atestado de saúde, emitido por Dez ministros se manifestaram favoravelmente à lei. Corte
um médico de confiança da mulher, que recomende o analisa se cota vale para todos os poderes e se deve ser aplicada
afastamento dela durante a gestação. No caso da lactação, ela em promoções internas.
também poderá apresentar atestado de saúde para ser O Supremo Tribunal Federal (STF) votou pela validade de
afastada de atividades consideradas insalubres em qualquer uma lei de 2014 que obrigou órgãos públicos federais a
grau. O projeto garante que, durante o afastamento, não reservar 20% de suas vagas em concursos públicos para
haverá prejuízo da remuneração da mulher, incluindo o valor negros.
do adicional de insalubridade. Quando não for possível que a O julgamento havia sido suspenso no mês passado, após o
gestante ou a lactante afastada exerça suas atividades em local voto favorável de 5 dos 11 ministros. Nesta quinta-feira (8), o
salubre na empresa, a situação será enquadrada como debate foi retomado e os ministros Dias Toffoli, Ricardo
gravidez de risco e ela poderá pedir auxílio-doença. Lewandowski, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Cármen
Dano extrapatrimonial - O texto inclui na legislação Lúcia se manifestaram pela constitucionalidade da cota.
trabalhista a previsão do dano extrapatrimonial, quando há Em maio, já haviam votado a favor os ministros Luís
ofensa contra o empregado ou contra a empresa. São Roberto Barroso, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luiz Fux
consideradas passíveis de reparação quando, no caso da e Rosa Weber.
pessoa física, por exemplo, houver ofensa à honra, imagem, Apenas Gilmar Mendes não votou. Ele não participou da
intimidade, liberdade de ação ou saúde. No caso da pessoa sessão porque participa do julgamento no Tribunal Superior
jurídica, quando houver ofensa à imagem, marca, nome, Eleitoral que analisa ação que pede a cassação da chapa Dilma-
segredo empresarial e sigilo da correspondência. Caberá ao Temer.
juiz fixar a indenização a ser paga.
Trabalhador autônomo - O texto da reforma deixa claro A ação
que a contratação do autônomo, com ou sem exclusividade, de A ação, proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil
forma contínua ou não, afasta a qualidade de empregado. (OAB), visava sanar dúvidas sobre a aplicação da lei, que vinha
Trabalho intermitente - Sobre o contrato individual de sendo questionada em outras instâncias judiciais.
trabalho, o texto mantém que ele poderá ser acordado No julgamento, os ministros acompanharam o voto do
verbalmente ou por escrito, por prazo determinado ou relator, que defendeu que a cota de 20% vale para concursos
indeterminado, mas inclui a previsão para que o trabalho seja da administração pública federal. A assessoria de imprensa do
prestado de forma intermitente, que permite a contratação de STF informou que a regra é válida para os poderes Executivo,
funcionários sem horário fixo de trabalho. O contrato deverá Legislativo e Judiciário, no âmbito federal.
ser por escrito e conter especificamente o valor da hora de No voto, Barroso disse ainda que a definição não é
trabalho, que não pode ser inferior ao valor-horário do salário obrigatória para órgãos estaduais e municipais, mas pode ser
mínimo ou àquele pago aos demais empregados que exerçam seguida por eles.
a mesma função em contrato intermitente ou não. O Não ficou definido se a cota de 20% deve ser considerada
empregado deverá ser convocado com, no mínimo, três dias nos concursos internos de promoção e de transferência.
corridos de antecedência. No período de inatividade, o Por fim, o STF examinou se os órgãos públicos podem
trabalhador poderá prestar serviços a outros contratantes. Ao verificar eventuais falsas declarações de candidatos cotistas.
final de cada período de prestação de serviço, o empregado O voto vencedor do relator admitiu essa verificação, por
receberá o pagamento imediato das parcelas do salário, férias exemplo, por meio da autodeclaração presencial, exigência de
e décimo terceiro salário proporcionais. Também haverá o fotos e entrevista por comissões plurais posterior à
recolhimento da contribuição previdenciária e do FGTS. Nesse autodeclaração.
ponto, a pedido da categoria dos aeronautas, o projeto passou Nesse caso, essa identificação deve ocorrer num processo
a definir que trabalho intermitente será proibido em casos de no qual seja respeitada a dignidade da pessoa humana e
profissões regidas por legislação específica. garantidos o contraditório e a ampla defesa do candidato,
Sucessão empresarial - O projeto prevê que, no caso de recomendou o ministro.
sucessão empresarial ou de empregadores, as obrigações A lei diz que, constatada a falsa declaração, o candidato
trabalhistas passam a ser de responsabilidade do sucessor. poderá ser eliminado do concurso ou demitido se for
constatada a fraude após sua admissão no serviço público.

13 CARAM, BERNARDO. STF considera válida cota de 20% para negros em concurso 20-para-negros-em-concurso-
público. G1 Política. Disponível em: publico.ghtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=g1>
<http://g1.globo.com/politica/noticia/maioria-do-stf-considera-valida-cota-de- Acesso em 09 de junho de 2017.

História de Mato Grosso 18


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Essa e outras dúvidas na aplicação da lei deverão ser melhor campanhas. Benjamin usou os depoimentos dos marqueteiros
definidas ao final do julgamento. para comprovar o uso de caixa 2.
No início do julgamento, a OAB e a União se manifestaram Ele chegou a dividir a propina em caixa 2, propina-gordura,
a favor da manutenção da lei. Segundo a ONG Educafro, que ou propina-poupança (dinheiro reservado para ser usado
também participou da discussão, atualmente, 27% dos cargos depois) e caixa 3 (operações de empresas que serviram como
federais são preenchidos por negros, enquanto que na "barriga de aluguel" para que outras doassem mais dinheiro e
população, 55% das pessoas se declaram negras. seus nomes não aparecessem nas contabilidades das
campanhas).
TSE absolve a chapa Dilma-Temer por abuso de poder — A Odebrecht está na petição inicial, queria dizer que
econômico e político nas Eleições 201414 temos Petrobras, temos uma contratante da Petrobras, temos
Coube ao presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, pagamento tirado de um crédito rotativo de uma conta
desempatar o placar do julgamento poupança para o partido do governo e esses recursos foram
Por 4 votos a 3, os ministros que compõem o TSE (Tribunal utilizados para os marqueteiros dessa campanha de 2014. E
Superior Eleitoral) absolveram nesta sexta-feira (9) a chapa que sejam relacionados a débitos de 2010, 2012 é irrelevante,
Dilma-Temer por abuso de poder econômico e político nas pois sem esses pagamentos, eles disseram em depoimentos,
Eleições 2014. Votaram pela absolvição os ministros Gilmar não fariam a campanha. Por isso reconheço o abuso de poder
Mendes, que foi o voto de desempate, Napoleão Maia Nunes e político com altos impactos nas eleições.
os recém indicados por Temer Admar Gonzaga e Tarcísio Em abril, quando o julgamento começou, o tribunal aceitou
Vieira. Votaram pela condenação os ministros Rosa Weber, pedido da defesa de incluir novas testemunhas no processo, o
Luiz Fux e o relator Herman Benjamin. ex-ministro Guido Mantega e os delatores João Santana,
Coube ao presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, Mônica Moura e André Santana, estes três últimos presos na
desempatar o placar do julgamento. Por recair sobre ele o peso Operação Acarajé após a descoberta do departamento de
da absolvição, o ministro fez um voto extenso. Justificou o operações estruturadas (propina) da Odebrecht.
motivo de ter votado pelo prosseguimento da ação contra a — A Odebrecht até merecia uma fase própria. Não é um
chapa que agora absolve em 2015. Voto que foi citado pelo capítulo, é um título inteiro. Uma empresa que liderou o ataque
relator Herman Benjamin várias vezes ao longo do julgamento. à Petrobras e que está desde o início. A Odebrecht era a
— Havia sinais de que havia abusos, como na questão das matriarca da manada de elefantes que transformou a
gráficas. Mas aqui é como se fosse, no máximo, o recebimento Petrobras numa savana africana para a reprodução da
de uma denúncia. Quantas vezes recebemos denúncia que são rapinagem.
depois excluídas. Primeiro é preciso julgar para depois O julgamento foi marcado pelo embate entre os ministros
condenar. E é assim que se faz. O objeto dessa questão é Herman Benjamin, relator, e Gilmar Mendes, presidente da
sensível e não se compara a qualquer outro porque trata da Corte, que tinham visões divergentes. Apesar das discussões
soberania popular. dentro do plenário, Benjamin e Mendes são amigos há mais de
O relator, ainda na quinta (8), ao finalizar o seu voto, já com trinta anos.
a sinalização de que seria derrotado pelo plenário, defendeu o Para tentar convencer os seus colegas tanto na preliminar
uso das provas coletadas e das delações da Odebrecht, alvo de quanto no mérito, Benjamin chegou a usar um voto anterior de
grande discussão ao longo de todo o julgamento. Gilmar Mendes no próprio processo, quando ele defendeu dar
— Recuso papel de coveiro de prova viva. Posso participar seguimento a ação. Mendes acusou Benjamin de distorcer
do velório, mas não carrego caixão. a sua visão e chegou a chamar o relator de 'falacioso' em um de
Dilma e Temer eram acusados de usar recursos de propina seus argumentos.
de contratos superfaturados da Petrobras na campanha O relator focou o seu voto quanto ao mérito no uso de caixa
eleitoral que saiu vitoriosa por uma margem pequena da chapa 2 nas eleições. Também foi discutida a importância da reforma
de Aécio Neves, autor da ação. O PSDB e o Ministério Público eleitoral para acabar com arrecadações ilegais em eleições no
Eleitoral podem recorrer ao próprio TSE por meio de Brasil, como disse o relator.
embargos de declaração, assim como aconteceu no julgamento — No Brasil ninguém fazia doações por questões
do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal), mas ainda ideológicas. Aqui era sempre na expectativa de cooptação e
não declararam se irão recorrer da decisão. Os embargos só favorecimento futuro ou já ocorrido.
podem ser apresentados após a publicação do acórdão do Para Gilmar Mendes, houve "alargamento" do pedido
julgamento, que deve demorar cerca de dez dias. inicial da ação. Para ele, a Odebrecht não tem relação com o
As sessões começaram na noite de terça-feira (6) e se possível pagamento de propina da Petrobras a chapa. Ele
estenderam até esta sexta (9). Somado, o julgamento durou ressaltou, contudo, que não está negando a corrupção, mas se
cerca de 30 horas, descontados os intervalos. A maior parte do atendo aos fatos sobre a chapa eleitoral.
tempo foi gasta na discussão das preliminares (questões — Estamos discutindo abuso de poder econômico nas
colocadas pela defesa sobre o processo, e não sobre o mérito) eleições.
e no voto do relator. Durante o julgamento das preliminares também foi
A única das sete preliminares apresentadas pela defesa discutido se recursos eram caixa 2 ou caixa 1 (doações legais
aceita pela maioria dos ministros foi a de descartar as delações de empresas para as campanhas). Um dos ministros, Admar
da Odebrecht da ação de cassação, por terem sido reveladas Gonzaga disse que só caixa 1 deveria ser considerado. O
depois do início da ação (inicial). argumento foi rechaçado pelo relator, e lembrado sempre no
Apesar da maioria dos ministros entenderem que as seu voto.
delações da Odebrecht deveriam ser descartadas, o relator — Se foi montado um sofisticado esquema de arrecadação
Herman Benjamin centrou o seu voto pela condenação nas de dinheiro público, como não é caixa 2? questionou o relator.
informações prestadas pelos marqueteiros João Santana e Admar Gozaga chegou a dizer que Benjamin estava
Mônica Moura. tentando constranger os demais ministros.
Para o relator, as investigações da Lava Jato revelaram o Nos quatro dias de julgamento, apenas o assessor de
esquema de distribuição de propina e os políticos tinham Temer Gastão Toledo esteve no TSE para acompanhar de perto
conhecimento de que recebiam dinheiro ilícito nas das discussões. O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que era

14 LONDRES, MARIANA. TSE absolve a chapa Dilma-Temer por abuso de poder poder-economico-e-politico-nas-eleicoes-2014-10062017> Acesso em 12 de junho
econômico e político nas eleições de 2014. R7, Brasil. Disponível em: < de 2017.
http://noticias.r7.com/brasil/tse-absolve-a-chapa-dilma-temer-por-abuso-de-

História de Mato Grosso 19


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

presidente da corte durante o julgamento do mensalão, o mundo, tornando-se sinônimo de qualidade em mais de 150
também esteve no plenário em uma das sessões de discussão. países.
Mas esse selo de garantia está sob risco desde a última
Último dia de julgamento sexta-feira, quando a Polícia Federal revelou um esquema de
O último dia do julgamento, esta sexta (9), foi marcado pela adulteração envolvendo pelo menos 30 frigoríficos.
finalização do voto do relator, que ao todo levou nove horas Por si só, pela natureza das descobertas, a operação Carne
em dois dias, e pelos votos dos demais ministros. Por um Fraca já teria o potencial de causar estragos significativos no
acordo entre os ministros, cada um, tirando o relator, tinha mercado interno. Afinal, qual brasileiro vai querer comprar - e
vinte minutos para falar. consumir - possível carne adulterada?
Além das leituras dos votos, o vice-procurador eleitoral Mas o problema se torna ainda pior porque essa mesma
Nicolao Dino pediu o impedimento do ministro Admar pergunta está sendo feita pelos compradores internacionais -
Gonzaga, por ele ter sido, nas Eleições 2010, advogado da ex- nesta segunda-feira (20/03), países como China, Chile e Coreia
presidente Dilma Rousseff. O pedido foi negado pela corte e o do Sul, além da União Europeia, suspenderam
presidente Gilmar Mendes chegou a suspender a sessão por temporariamente as importações de empresas citadas na
cinco minutos em função do pedido, seguido por uma fraude.
manifestação acalorada do ministro Napoleão Maia Nunes. Por causa disso, segundo economistas ouvidos pela BBC
Brasil, o impacto na economia brasileira pode ser "maior do
Aprovação de Temer é de 7%, a menor marca em 28 que se imaginava".
anos, diz Datafolha15 Eles ressalvam, contudo, que tudo "dependerá de quanto
Na estimativa do instituto, apenas José Sarney ficou abaixo, vão durar os embargos e se mais países vão aderir a ele".
com 5% em 1989
BRASÍLIA — Apenas 7% dos brasileiros consideram o 'Péssimo momento'
governo de Michel Temer como ótimo ou bom — a menor Mas existe um consenso: a operação da PF veio em um
marca apurada pelo Instituto Datafolha em 28 anos. Na série "péssimo momento" para o agronegócio, um dos pilares da
histórica, apenas José Sarney ficou abaixo deste patamar, ao economia brasileira, que vinha esboçando sinais de
tocar 5% de aprovação em setembro de 1989, durante a crise recuperação.
da hiperinflação. "O Brasil custou para abrir novos mercados e agora a
A impopularidade do presidente aumentou desde a imagem do país está abalada lá fora. É difícil prever o que vai
revelação da colaboração premiada dos donos da JBS, que acontecer, mas não resta dúvida de que esse escândalo será
situaram Temer no centro de um esquema de corrupção prejudicial para a economia brasileira", diz à BBC Brasil José
nacional. Segundo o Datafolha, 69% do público considerada a Carlos Hausknecht, sócio diretor da MB Agro, braço agrícola da
gestão ruim ou péssima, e 23% avaliam o governo como consultoria MB Associados.
regular. Em outras palavras: isso pode acarretar um
Mulheres, jovens e eleitores de renda mais baixa mostram prolongamento da recessão, afetando a vida de todos os
mais indisposição com Temer, em comparação com a média da brasileiros.
população. Já segundo estimativa da consultoria LCA consultores, no
Em 1989, 68% consideravam ruim ou péssima a atuação pior dos cenários - se todos os países fecharem as portas às
de Sarney, enquanto 24% julgavam a administração regular. importações de carne brasileira - o impacto no PIB pode ser de
O novo levantamento do instituto ouviu 2.771 pessoas até 1 ponto porcentual. A previsão oficial do governo, que deve
entre quarta-feira e a sexta-feira. Os novos números ser revisada para baixo nos próximos dias, é de crescimento de
evidenciam a queda da popularidade do presidente, que, há 1%.
dois meses, somava 9% entre os entrevistados que avaliavam
a gestão como ótima ou boa. No fim de abril, 61% julgavam o Desemprego e inflação
governo como ruim ou péssimo e 28% enxergavam uma A revelação do esquema de carne adulterada terá
administração regular. consequências para a economia brasileira, explicam os
A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais especialistas, pela "importância do setor de carnes".
ou para menos. O Datafolha ainda informou que a nota do Atualmente, de toda a carne produzida no Brasil, 80% é
presidente caiu de 3 para 2,7 na nova pesquisa. Não souberam consumida pelo mercado interno. O restante vai para fora.
responder 2% dos entrevistados. No ano passado, as exportações brasileiras do produto
A avaliação de Temer é pior que a de Dilma Rousseff às somaram mais de US$ 14 bilhões (R$ 43 bilhões), ou 7,5% do
vésperas da conclusão do processo de impeachment, quando a total exportado, atrás apenas do minério de ferro e da soja.
petista seria destituída pelo Congresso. Na época, ela tinha Além disso, o setor de carnes possui uma cadeia produtiva
13% de aprovação e 63% de reprovação. A impopularidade do "muito extensa", com "efeitos indiretos", lembra Gesner
peemedebista é semelhante à da ex-presidente de agosto de Oliveira, sócio da consultoria GO Associados.
2015, quando Dilma amealhou 71% de avaliações de um Oliveira estima que uma redução de 10% nas exportações
governo ruim ou péssimo. brasileiras de carne pode custar 420 mil postos de trabalho e
Além de Temer, Dilma e Sarney, apenas Fernando Collor R$ 1,1 bilhão a menos em impostos - notícia nada positiva em
atingiu índices tão negativos frente à população. Ele somava um momento de crise fiscal.
68% de ruim e péssimo, em setembro de 1992, ao sofrer Já a inflação também deve subir por causa do escândalo,
impeachment. "devido a algum tipo de recall das carnes já distribuídas ao
comércio", diz à BBC Brasil André Perfeito, economista-chefe
Economia da Gradual Investimentos.
Qual é o impacto do escândalo das carnes na economia Apesar disso, ressalva ele, o impacto na subida dos preços
brasileira?16 deve ser residual, já que o peso total das carnes no índice
Terceiro maior produto de exportação do Brasil, atrás da oficial (IPCA) é de apenas 3,69%.
soja e do minério de ferro, as carnes brasileiras conquistaram

15O GLOBO. Aprovação de Temer é de 7%, a menor marca em 28 anos, diz 16 21/03/2017 – Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/qual-e-o-
Datafolha. O Globo, Brasil. Disponível em: impacto-do-escandalo-das-carnes-na-economia-brasileira.ghtml
<https://oglobo.globo.com/brasil/aprovacao-de-temer-de-7-menor-marca-em-
28-anos-diz-datafolha-21515257> Acesso em 26 de junho de 2017.

História de Mato Grosso 20


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

"Nesse sentido, uma alta adicional de 2% nesses produtos segundo semestre, espera-se elevação da arrecadação em
iria criar um impacto de 7 pontos base (ou 0,07%) na inflação função da melhora da atividade econômica”.
plena: neste caso, se o IPCA fosse de 4,50%, ele ficaria em Arrecadação federal
4,57%", afirma. O presidente da ACSP esclarece que, embora a arrecadação
"Mas será preciso saber mais detalhes sobre como isso vai federal tenha caído em termos reais, é o número nominal (sem
ocorrer, pois não há notícias de desabastecimento e não se descontar a inflação), o mesmo medido pelo Impostômetro,
trata da totalidade de toda a cadeia da carne", acrescenta. que deve ser analisado. “Nosso painel não mede apenas
tributos federais. Também entram na conta os estaduais e
Concorrência e protecionismo municipais. O que temos que observar são os valores nominais,
Os especialistas também apontaram que, por causa do porque os gastos são todos nominais”.
escândalo, o Brasil poderia perder espaço para outros
competidores no mercado global de carnes. Sociedade
Nesse sentido, segundo eles, seria um "grande retrocesso"
para um setor que se tornou prioridade durante os mandatos Brasil tem 2,6 milhões de crianças em situação de
de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff trabalho infantil, diz estudo18
(2011-2016). O Brasil tem 2,6 milhões de crianças e adolescentes (entre
Nesse período, recursos públicos foram direcionados (via 5 e 17 anos) em situação de trabalho infantil, segundo
BNDES, a agência nacional de fomento) para a criação dos levantamento feito pela Fundação Abrinq. O panorama
chamados "campeões nacionais" - com o apoio irrestrito do nacional da infância e adolescência é lançado nesta terça-feira
governo, empresas como a JBS e a BRF formaram monopólios (21/03) pela organização sem fins lucrativos que promove a
e se projetaram internacionalmente. defesa dos direitos de crianças e adolescentes.
"Hoje em dia, o mercado é altamente competitivo. A pesquisa ainda aponta um aumento de 8,5 mil crianças
Qualquer deslize pode ser fatal", diz Oliveira, da GO de 5 a 9 anos em situação de trabalho infantil, e redução de 659
Associados. mil crianças e adolescentes na faixa de 10 a 17 anos na
Hausknecht, da MB Agro, concorda que o escândalo acaba comparação entre os anos de 2014 e 2015 – segundo dados da
gerando uma oportunidade para potenciais concorrentes, mas Pnad 2015.
avalia que, atualmente, pelas condições do mercado, não há A maior parte delas encontra-se nas regiões Nordeste e
competidores à altura do Brasil. Sudeste, sendo que, proporcionalmente, a Região Sul lidera a
"A Austrália, por exemplo, que poderia ser uma alternativa concentração desse público nessa condição.
ao Brasil para a oferta de carnes à China, ainda estão A compilação reúne os dados mais recentes no tema,
recompondo o rebanho", diz, em alusão à forte seca que forçou disponibilizados em órgãos como IBGE, Ministério da Saúde,
produtores australianos a elevarem o escoamento de animais Ministério da Educação, Disque Denúncia, entre outros.
para o abate.
"Já os Estados Unidos, o segundo maior produtor mundial Pobreza
de carne bovina, tampouco tem muita entrada no mercado O “Cenário da Infância e Adolescência – 2017” também
chinês por causa da escalada da tensão entre Washington e revela que 17,3 milhões de crianças de 0 a 14 anos, equivalente
Pequim." a 40,2% da população brasileira nessa faixa etária, vivem em
"Por fim, a Índia também é outro grande exportador de domicílios de baixa renda, segundo dados do IBGE (2015).
carne bovina, mas ela é de pior qualidade", completa. Entre as regiões que apresentam a maior concentração de
Para Campos, da LCA Consultores, a maior consequência pobreza (pessoas que vivem com renda domiciliar per capita
do escândalo é dar munição a governos para impor mais tarifas mensal igual ou inferior a meio salário mínimo), o Nordeste e
alfandegárias ao Brasil, em um contexto de maior o Norte do País continuam apresentando os piores cenários,
protecionismo no mundo. com 60% e 54% das crianças, respectivamente, vivendo nessa
"Trump (Donald Trump, presidente dos Estados Unidos) já condição.
deu sinais de que pretende lançar mão de medidas O guia também traz números sobre o que é considerado
protecionistas. Nesse caso, isso (escândalo das carnes como “extrema pobreza”, isto é, crianças cuja família tem
adulteradas) pode ser usado como desculpa", conclui. renda per capita é inferior a ¼ de salário mínimo: 5,8 milhões
de habitantes (13,5% da população) de 0 a 14 anos de idade.
População brasileira já pagou R$ 1 trilhão em A publicação chama a atenção sobre o fato de as regiões
impostos este ano17 que mais concentram crianças e adolescentes no Brasil
A marca de R$ 1 trilhão no painel do Impostômetro da apresentarem, justamente, os piores indicadores sociais. No
Associação Comercial de São Paulo (ACSP) foi registrada às 8h Norte do país, 25,5% dos bebês dos nascidos são de mães com
desta sexta-feira (16). O valor equivale ao total de impostos, menos de 19 anos.
taxas e contribuições pagos pela população brasileira desde o
dia 1º de janeiro de 2017. Violência
Em 2016, o montante de R$ 1 trilhão foi alcançado em 5 de De acordo com o estudo, quase 18,4% dos homicídios no
julho. O presidente da entidade, Alencar Burti, explica que a país são praticados contra crianças e adolescentes. Pouco mais
arrecadação aumenta quando há crescimento econômico e de 80% deles com armas de fogo.
elevação de impostos. “Já que nossa economia não está A região Nordeste concentra a maior proporção de
crescendo, essa diferença de 19 dias reflete aumentos e homicídios de crianças e jovens por armas de fogo e supera a
correções feitos em impostos e isenções, além da obtenção de proporção nacional em 5,4 pontos percentuais.
receitas extraordinárias como o Refis [parcelamento de
débitos tributários]. Reflete também a inflação, que, apesar de Brasil tem greve e protestos em 25 estados contra as
ter caído, segue em patamar alto”, analisa. Para Burti, “no reformas de Temer19

17SOUZA, LUDMILLA. População brasileira já pagou R$1 trilhão em impostos esse 18 21/03/2017 – Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/brasil-tem-26-
ano. EBC Agência Brasil. Disponível em: milhoes-de-criancas-em-situacao-de-trabalho-infantil-diz-estudo.ghtml
<http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2017-06/populacao- 19 DW. Brasil tem greve e protestos em 25 estados contra as reformas de Temer.

brasileira-ja-pagou-r-1-trilhao-em-impostos-este-ano> Acesso em 16 de junho de DW Brasil. Disponível em: < http://www.dw.com/pt-br/brasil-tem-greve-e-


2017. protestos-em-25-estados-contra-as-reformas-de-temer/a-38630159> Acesso em
28 de abril de 2017.

História de Mato Grosso 21


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Paralisação de 24 horas convocada por centrais sindicais e saúde devem funcionar com escala reduzida, a exemplo do
movimentos sociais acontece em todo o país. Serviços de Hospital de Pronto-Socorro João XXIII e dos hospitais Júlia
transporte coletivo, aeroportos e escolas são os principais Kubistchek e Odete Valadares.
afetados. O TRT-MG declarou feriado no órgão, suspendendo as
Diversas cidades em todo o país amanheceram com vias audiências e os prazos que venceriam na data.
bloqueadas nesta sexta-feira (28/04), devido à greve geral A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional
contra as reformas trabalhista e da Previdência, ainda em de Confins, afirmou que os serviços serão oferecidos
tramitação, e a Lei da Terceirização. normalmente, mas pede que os passageiros se informem
A greve, que pretende ser maior em mais de 20 anos, foi diretamente com as companhias aéreas sobre a situação de
convocada após a Câmara dos Deputados aprovar a reforma seus voos.
trabalhista na quarta-feira. Convocada por centrais sindicais e
movimentos sociais, a paralisação foi acordada nos últimos Salvador
dias em vários estados por meio de assembleias. Com adesão Rodoviários, bancários, professores das redes estadual e
em 25 estados e no Distrito Federal, a greve e as manifestações municipal, petroleiros, além de servidores municipais, da
afetaram, sobretudo, os serviços de transporte coletivo, Justiça e do Ministério Público Estadual afirmaram que irão
aeroportos e escolas. parar as atividades. Os médicos estaduais também
informaram que vão suspender os atendimentos eletivos
Brasília (como consultas), mas que os serviços de urgência e de
Rodoviários, metroviários, bancários, professores da rede emergência serão mantidos.
pública e privada, servidores administrativos do governo do No Aeroporto Internacional de Salvador, aeronautas
DF e do Departamento de Trânsito (Detran), além de técnicos anunciaram adesão ao movimento, e voos poderão ser
e professores da Universidade de Brasília (UnB) prometeram cancelados ou remarcados. A Associação Brasileira das
parar suas atividades por 24 horas, informa a Central Única Empresas Aéreas orienta os passageiros com viagem marcada
dos Trabalhadores (CUT). para que entrem em contato com a empresa aérea e se
Também devem aderir vigilantes, trabalhadores do setor informem sobre possíveis cancelamentos e remarcações.
de hotéis, bares e restaurantes, servidores da Companhia de
Saneamento Ambiental do DF (Caesb), da Companhia Recife
Energética de Brasília (CEB) e do Ministério Público da União, Policiais civis, federais, rodoviários federais, agentes
além dos trabalhadores do ramo financeiro, como os de penitenciários e guardas municipais do Recife devem aderir à
transporte de valores. greve geral. Também prometeram parar servidores da
Assembleia Legislativa e do Ministério Público de
São Paulo Pernambuco, professores e servidores das redes estadual,
Pelo menos 15 categorias afirmaram que participarão da municipal e privada de educação e auditores fiscais da
greve. Entre elas, estão professores da rede pública estadual, Secretaria da Fazenda do estado. Houve adesão ainda de
municipal e particular, bancários, servidores municipais, metalúrgicos, petroleiros, químicos, indústria naval,
trabalhadores da Saúde e Previdência do estado e construção pesada, bancários e comerciários.
metalúrgicos do ABC. Uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª
Metroviários (com exceção da Linha Amarela), ferroviários Região (TRT) determinou que os serviços de ônibus e metrô
(Linhas 7, 10, 11 e 12 da CPTM não funcionarão) e rodoviários funcionem com 50% da frota nos horários de pico e 30% nos
também cruzarão os braços por um dia, Já os funcionários dos demais períodos e estabeleceu uma multa de R$ 100 mil em
Correios decretaram greve nacional por tempo caso de descumprimento. O Sindicato dos Rodoviários de
indeterminado. Pernambuco, porém, informou que a paralisação está mantida.

Rio de Janeiro Porto Alegre


A greve geral tem a adesão de funcionários do metrô, Rodoviários, metroviários, aeroviários e bancários
motoristas e cobradores de ônibus, policiais civis, militares, prometeram aderir à greve. Professores das redes municipal,
federais; servidores da Justiça Federal e da Trabalhista; estadual, tanto do setor público quanto privado, também
radialistas; petroleiros; carteiros e aeroviários. aprovaram a adesão.
A Secretaria Estadual de Transportes, contudo, informou
que os sistemas de metrô, trens, barcas e ônibus Curitiba
intermunicipais funcionarão normalmente, ainda que com Motoristas e cobradores de ônibus, professores e
planos de contingência. servidores das escolas municipais e estaduais, servidores
Professores das escolas públicas e particulares também estaduais da saúde, aeroviários e trabalhadores da limpeza
prometeram aderir, mas as secretarias estadual e municipal de urbana decidiram paralisar nesta sexta-feira.
Educação avisaram que as escolas abrirão normalmente e que
os profissionais que faltarem terão o ponto cortado. 34% dizem ter vergonha de ser brasileiros, segundo
Datafolha20
Belo Horizonte Ainda segundo o levantamento, publicado pelo jornal 'Folha
Rodoviários, metroviários, professores das redes pública e de S.Paulo', 63% se sentem mais orgulhosos do que
privada, servidores públicos, profissionais da saúde, envergonhados.
trabalhadores dos Correios, eletricitários, bancários, Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta terça-feira
psicólogos, economistas, jornalistas, radialistas, petroleiros e (2) pelo jornal "Folha de S.Paulo" apontou que 34% têm
aeroportuários, entre outros, prometeram aderir à greve. vergonha de ser brasileiros. O índice daqueles que têm mais
No caso dos professores das escolas municipais, foi orgulho do que vergonha de ser brasileiros é de 63%, o menor
aprovada uma greve de dois dias, que teve início já na véspera. valor para a série histórica, segundo o Datafolha.
Professores e servidores da Universidade Federal de Minas O Datafolha questiona a população sobre o orgulho de ser
Gerais também decidiram parar. Algumas unidades do setor de brasileiro desde 2000. O menor resultado havia sido em julho

20 G1, BRASÍLIA. 34% dizem ter vergonha de


ser brasileiros, segundo Datafolha. G1, vergonha-de-ser-brasileiros-segundo-datafolha.ghtml> Acesso em 02 de maio de
Política. Disponível em: < http://g1.globo.com/politica/noticia/34-dizem-ter- 2017.

História de Mato Grosso 22


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

de 2016, quando 67% diziam se sentir orgulhosos. Já o menor Usuários deixam Praça Princesa Isabel e retornam
índice dos envergonhados havia sido em 2000, quando era de para antiga Cracolândia22
9%. Praça estava tomada apenas por lixo na noite desta quarta-
A atual pesquisa ouviu 2.781 pessoas em 172 municípios feira (21). Ruas que antes de ação da Prefeitura e da polícia na
na semana passada. A margem de erro de 2 pontos percentuais região da Luz, em 21 de maio, concentravam os dependentes
para mais ou para menos. voltaram a ser ocupadas.
O Datafolha também ouviu as pessoas sobre a avaliação do Os usuários de drogas que há exato um mês ocuparam a
Brasil como lugar para viver. Para 54%, o Brasil é um país Praça Princesa Isabel, na Luz, no Centro de São Paulo,
ótimo ou bom para morar, uma queda de sete pontos retornaram para a região da antiga Cracolândia, na noite desta
percentuais desde o final do ano passado. Para 26% é regular quarta-feira (21).
e para 20% é ruim ou péssimo. Por volta das 22h, a Praça, que desde a ação da Prefeitura
Segundo o instituto, as duas avaliações, apesar de estar em e da polícia no dia 21 de maio concentrava a maioria dos
queda, ainda mostram otimismo com o país, já que a maioria usuários, o chamado "fluxo", estava vazia, apenas tomada por
sente orgulho de ser brasileiro e considera o Brasil um bom lixo.
lugar para morar. Os dependentes químicos agora ocupam a Alameda
Cleveland, próximo à Rua Helvétia. A polícia está no local e
71% são contra reforma da Previdência, aponta fechou algumas ruas da região. Ainda não há informações
pesquisa Datafolha21 sobre as razões que teriam provocado tal deslocamento.
Pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais "Fim da Cracolândia"
para mais ou para menos. Instituto ouviu 2.781 pessoas nos dias Foi na madrugada do dia 21 de maio, após uma ação
26 e 27 de abril. policial na região da Luz, no Centro de São Paulo, que o prefeito
Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta segunda- João Doria anunciou o “fim da Cracolândia” e o início do
feira (1º) pelo jornal “Folha de S.Paulo” mostra que 71% dos Redenção, programa municipal de combate ao uso de drogas.
brasileiros são contrários à reforma da Previdência e 23%, a Um mês após tal começo, entretanto, o “fluxo”, nome dado
favor. Veja os índices: ao local que concentra os usuários, apenas tinha migrado dos
- Contra: 71% quarteirões da Rua Helvétia para a Praça Princesa Isabel. Os
- A favor: 23% dependentes revelam desconhecer as propostas da atual
- Não sabe: 5% gestão, e dizem fazer parte do Braços Abertos, programa de
- Indiferente: 1% redução de danos criado pelo ex-prefeito Fernando Haddad –
Segundo o Datafolha, 73% das mulheres e 69% dos e supostamente extinto por Doria.
homens são contrários à reforma. A rejeição é maior entre os O projeto de Haddad previa a reinserção social dos
mais escolarizados (76% entre os que têm ensino superior, usuários de droga da Luz por meio de emprego e moradia em
73% entre os que têm ensino médio e 64% entre os que têm hotéis do bairro. Atualmente, 388 pessoas residem em sete
ensino fundamental). hospedagens que continuam a prestar serviço, e a serem pagos
O instituto quis saber os principais pontos de crítica entre pela Prefeitura.
os entrevistados. São eles: Na prática, por ora, para esse grupo, nada mudou. Mas há
- Contribuição de 40 anos exigida para receber o temor de despejo. “A gente não sabe pra onde vai, ninguém
aposentadoria integral: 60% diz nada”, afirma uma beneficiária do antigo programa, que
- Idade mínima de 65 anos para homens: 27% prefere não se identificar.
- Idade mínima de 62 anos para mulheres: 25% A Prefeitura confirmou que as 388 pessoas que estão nos
- Todas essas propostas da reforma: 23% hotéis pertencentes ao programa Braços Abertos seguem
Segundo o Datafolha, 66% tomaram conhecimento da atendidas nesses locais até "que com o avanço das ações em
proposta, sendo que estão: andamento sejam implantadas soluções alternativas de
- Mais ou menos informados: 39% acolhimento".
- Bem informados: 18% Em nota enviada à imprensa nesta terça (20), a gestão
- Mal informados: 9% municipal afirma que equipes da assistência social realizaram,
Segundo o Datafolha, entre os que se dizem informados, desde o dia 21 de maio, 25.235 abordagens na região da Luz.
78% são contra a reforma. Deste total, houve 10.786 encaminhamentos para acolhimento
Para a maioria dos entrevistados, militares, policiais e nos equipamentos da rede assistencial, 7.719 atendimentos na
professores deveriam ter as mesmas regras de aposentadoria. Unidade Emergencial de Atendimento, e 6.730 recusas de
A maior parte dos ouvidos (52%) também diz que o brasileiro atendimento. Apenas no último domingo (18), foram feitas
se aposenta mais tarde do que deveria; 38% acham que isso 1.293 abordagens na Luz, com 472 acolhimentos e 62 recusas.
ocorre na idade adequada e 8%, mais cedo do que deveria. A tenda na Rua Helvétia, que na gestão petista oferecia
atividades de lazer, banho e espaço para descanso aos
Reforma trabalhista beneficiários, perdeu a placa com o nome “Braços Abertos” no
O Datafolha também questionou os entrevistados sobre a dia 21. A retirada foi acompanhada pelo secretário de
reforma trabalhista. Para 64%, ela privilegia mais os Assistência e Desenvolvimento Social, Felipe Sabará. Parte da
empresários que os trabalhadores; 21% consideram que o programação também deixou de existir. O espaço segue
trabalhador será mais beneficiado. acolhendo os dependentes químicos da área, com
Segundo a pesquisa, 58% acham que terão menos direitos funcionamento 24 horas e, sob a nova administração, recebeu
com a reforma e 21%, que terão os mesmos direitos que terão uma lona azul.
hoje; 11% acham que terão mais direitos. O fim do Braços Abertos era anunciado por Doria durante
A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais a campanha eleitoral. Algumas estruturas, porém, segundo
para mais ou para menos e índice de confiança de 95%. O apurou o G1, seguem em vigor.
Datafolha ouviu 2.781 pessoas em 172 municípios nos dias 26 Nas últimas quatro semanas, o que se viu intensificar
e 27 de abril. foram as intervenções policiais.

21G1. 71% são contra reforma da Previdência, aponta pesquisa Datafolha. G1 22MACHADO, LÍVIA, G1, SP. Usuários deixam Praça Princesa Isabel e retornam
Economia. Disponível em: <http://g1.globo.com/economia/noticia/71-sao- para antiga Cracolândia. G1 São Paulo. Disponível em: http://g1.globo.com/sao-
contra-reforma-da-previdencia-aponta-pesquisa-datafolha.ghtml> Acesso em 02 paulo/noticia/usuarios-deixam-praca-princesa-isabel-de-retornam-para-antiga-
de maio de 2017. cracolandia.ghtml> Acesso em 22 de junho de 2017.

História de Mato Grosso 23


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Nesta terça-feira (20), a funcionária de uma ONG que municipal a posse dos imóveis. A medida foi considerada
presta serviço para a secretaria de Assistência e arbitrária por especialistas.
Desenvolvimento Social foi detida ao tentar acompanhar uma Como parte do projeto da “Nova Luz”, a administração
abordagem policial na Praça Princesa Isabel. municipal também iniciou a demolição de alguns edifícios do
No dia 14, a Polícia Militar usou bombas de gás e spray de bairro. Um imóvel chegou a ser derrubado com pessoas
pimenta contra usuários de drogas que estavam na tenda do dentro. Após o ocorrido, a Justiça de São Paulo já havia
programa municipal Redenção. proibido a administração municipal de remover
Um vídeo registrado no interior do espaço mostrava o compulsoriamente as pessoas da região da Cracolândia e de
momento em que os guardas chegam ao local. Segundo interditar e demolir imóveis com moradores.
testemunhas, o portão foi quebrado pelos policiais. Um pedaço A gestão de Doria acionou a Justiça para conseguir
da lona foi perfurado por bala de borracha e uma pessoa ficou apreender usuários de droga da região para avaliação médica.
ferida. Cerca de 100 pessoas estavam na tenda. O pedido também solicitava a internação compulsória de
dependentes químicos.
Ação em tenda na Cracolândia O Ministério Público, a Defensoria Pública e o Conselho
Na avaliação do promotor Arthur Pinto Filho, da Regional de Medicina se posicionaram contrários às ações. A
Promotoria da Saúde, a detenção de uma profissional que atua Justiça chegou a autorizar a busca e apreensão, mas a decisão
diretamente com os usuários impede a existência de “qualquer foi derrubada dois dias depois.
serviço com profundidade”. O MP investiga se a Guarda Civil Metropolitana (GCM)
“Enquanto a PM e a GCM estiverem fazendo o que estão cometeu o desvio de função durante operação na Cracolândia
fazendo, a chance de um programa, qualquer programa, dar do dia 21. De acordo com a Promotoria, o inquérito civil apura
certo, é zero”, defende o promotor. a suspeita de que a GCM atuou e continua atuando
Ele ainda afirma que nos próximos dias o Ministério irregularmente na Cracolândia ao revistar usuários de drogas
Público, a Defensoria Pública, o Conselho Regional de Medicina como se fosse a Polícia Militar (PM).
e outras entidades vão se reunir com a Prefeitura para fazer
um balanço e traçar um rumo para o programa. Educação
A Polícia Civil informou à GloboNews que, do dia 21 de
maio ao dia 19 de junho, foram presos 130 suspeitos de tráfico Câmara arquiva PEC que permitiria cobrança por
de drogas, 14 menores de idade foram detidos e 12,6 kg de cursos em universidades públicas23
crack foram apreendidos. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 395/14, que
permitiria às universidades cobrarem por cursos de pós-
Tenda do projeto Redenção na Rua Helvétia graduação lato sensu (especialização), de extensão e de
Quase um mês após a instalação da tenda do projeto mestrado profissional foi arquivada. Eram necessários 308
Redenção, da Prefeitura de São Paulo, na Rua Helvétia, ela foi votos para a aprovação da matéria em segundo turno na
desmontada nesta terça-feira (20). Segundo a Prefeitura, a Câmara dos Deputados, mas 304 parlamentares se
ação estava prevista porque a estrutura fazia parte um posicionaram a favor e 139, contra.
contrato emergencial com a SPTuris. O texto já havia passado pela Câmara em primeiro turno e
A administração municipal disse que, ainda nesta terça, alterava o Artigo 206 da Constituição Federal, que determina
outra tenda seria instalada e que um novo contrato, este a gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais.
definitivo, foi feito. No entanto, a Prefeitura não soube Na ocasião, os parlamentares aprovaram um substitutivo do
informar qual empresa será a responsável. deputado Cléber Verde (PRB-MA), que alterou a proposta
Um contêiner intitulado de “Unidade Avançada” CAPSADIII inicial para incluir o mestrado profissional como passível de
foi instalado no dia 26 de maio. Os CAPS são os Centros de cobrança. O tema foi o principal ponto de polêmica entre os
Atenção Psicossocial, e, este da Rua Helvétia, segundo a deputados. Parte da base aliada defendeu a medida, e a
Prefeitura, é como se fosse um “anexo” da unidade da Rua oposição contestou os argumentos dos governistas, alegando
Prates. Ele não poderia ser uma nova unidade porque não está que a proposta poderia levar à privatização do ensino público.
de acordo com o que a portaria do Ministério da Saúde Antes da rejeição da PEC, Celso Pansera (PMDB-RJ) negou
estabelece - em termos de infraestrutura e equipe - para a a intenção de privatizar o ensino público. Para o deputado, a
modalidade de CAPSADIII. iniciativa iria suprir uma demanda do mercado por cursos de
Para a psicóloga e sanitarista Lumena Castro Furtado, ex- especialização. “A modernização do sistema produtivo cria
secretária de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, ter demandas pontuais por cursos de pós-graduação lato sensu
profissionais do CAPS na região é positivo, mas “há uma (em sentido amplo). As universidades públicas têm quadros
preocupação de que o espaço vire um balcão de internação”. preparados para prestar esse serviço ao futuro do país e não
Segundo a profissional, a internação requer vínculo, e deve ser conseguem porque a legislação não permite”, sustentou.
aplicada como último recurso. O líder do PSOL, Glauber Braga (RJ), disse que a cobrança
A profissional ainda disse que a unidade “fere a proposta de mensalidades flexibiliza o direito à educação assegurado na
de cuidado que a gente tem nessa área”. Isso porque ela diz que Constituição e que a medida poderia acabar sendo estendida
é importante ter o que profissionais da área chamam de para outras etapas de ensino. “Onde a gente vai parar?
“escuta qualificada”, que é entender o que há por trás do Primeiro é a vírgula da pós-graduação, depois a graduação e
pedido de internação. “Quantas vezes já fui abordada por depois a educação básica”, afirmou.
pessoas que pedem internação e o que ela quer é um cuidado
intensivo. Nesse cuidado intensivo no CAPS que você vai Mudanças no Enem dividem opiniões24
avaliar se é necessária a internação”, explica Lumena. As mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)
dividiram opiniões, e o assunto chegou aos tópicos mais
Cronologia comentados nas redes sociais hoje (09/03). As provas deste
Após retirar os usuários da Rua Helvétia, a Prefeitura ano serão aplicadas em dois domingos seguidos, nos dias 5 e
anunciou a desapropriação de imóveis na região. Um decreto 12 de novembro, e não mais em um único fim de semana. Além
foi publicado no “Diário Oficial” que afirmava garantir a gestão disso, na edição deste ano, a prova de redação será no primeiro

23 29/03/2017 – Fonte: 24 09/03/2017 – Fonte:


http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2017-03/camara-arquiva- http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2017-03/mudancas-no-
pec-que-permitira-cobranca-por-cursos-em-universidades enem-dividem-opinioes

História de Mato Grosso 24


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

dia, junto com as questões de linguagens e ciências humanas. para a revisão das disciplinas de exatas. "Descanso para o
O segundo dia de aplicação será das exatas, com matemática e estudante, só quando passar na universidade."
ciências da natureza.
As mudanças foram feitas com base em consulta pública Ciência e Tecnologia
realizada pelo Ministério da Educação (MEC). Cerca de 600 mil
pessoas participaram da consulta, que ficou disponível no Ciência: técnica pode tornar realidade a produção de
período de 18 de janeiro a 17 de fevereiro. Dentre os "bebês sob medida"25
participantes, 42,3% disseram preferir a prova em dois Uma nova técnica de edição do DNA conhecida como
domingos seguidos; 34,1%, no domingo e na segunda-feira - CRISPR promete grandes avanços na biologia e na medicina,
sendo segunda feriado; e, 23,6% optaram pela manutenção do mas desperta polêmica pelo potencial de alterar genes
formato até então vigente, aplicação em um final de semana, humanos e produzir “bebês sob medida”.
no sábado e no domingo. Uma nova técnica de manipulação do genoma conhecida
Adventista, Amanda Pereira, de 18 anos, gostou da como CRISPR/Cas9 (pronuncia-se “crísper-cás-nove”) vem
alteração. Por causa da religião, até o ano passado, os conquistando cientistas ao redor do planeta. Criada em 2012,
sabatistas, pessoas que guardam o sábado, passavam a tarde hoje ela se popularizou e promete impulsionar descobertas
toda do primeiro dia de prova em uma sala até que o sol se nas áreas de biologia e medicina.
pusesse para, então, fazer o Enem à noite. Amanda fez o exame A expectativa é que no futuro o uso da CRISPR/Cas9 em
em 2014 e prometeu para si mesma que não repetiria a pesquisas possa curar doenças genéticas alterando o DNA
experiência. (conjunto de moléculas que carrega a informação genética de
A alteração trouxe, no entanto, desvantagens para quem todos os seres vivos). Mas essa técnica abre caminho para
pretendia fazer a prova em outra cidade. A estudante Maya outra possibilidade: realizar uma “edição” do genoma de
Carvalho, de 18 anos, mora em São Paulo, mas grande parte da maneira barata, fácil e precisa.
família está em Brasília. No ano passado, ela fez a prova na A CRISPR (sigla em inglês para “clustered regularly
capital federal. Agora, viajar dois fins de semana seguidos será interspaced short palindromic repeats”; em português,
inviável. "Prefiro ficar perto da família por conta do apoio, meu repetições palindrômicas curtas agrupadas e regularmente
pai vai comigo até a porta da sala para me abraçar. Agora, vai interespaçadas) é um mecanismo de defesa do corpo humano.
ficar difícil porque terei aula na semana de intervalo entre as Trata-se de uma parte do sistema imunológico bacteriano, que
provas." mantém partes de vírus perigosos ao redor para poder
Sobre a aplicação em dois domingos, Maya teme prejuízo reconhecer e se defender dessas ameaças no futuro.
para os alunos. "Eu acho meio estranho porque, ao mesmo A segunda parte desse mecanismo de defesa é um conjunto
tempo em que há a ideia de que é possível se recuperar para a de enzimas chamadas Cas, que podem cortar precisamente o
próxima prova com mais tranquilidade, pode-se também DNA e eliminar vírus invasores. Existem diversas enzimas Cas,
perder o foco dos estudos." mas a mais conhecida é chamada Cas9. Ela vem da
Streptococcus pyogenes, uma bactéria conhecida por causar
Dicas infecção na garganta.
O professor de português Marcelo Freire, do Colégio Único,
em Brasília, estava em sala de aula quando as mudanças foram Como funciona o método
anunciadas. Ele aproveitou para discutir as alterações com os O método usa uma proteína (enzima chamada Cas9)
alunos. "Eles estão muito divididos", disse Freire. guiada por uma molécula de RNA que corta as fitas de DNA em
Segundo Freire, a aplicação em dois domingos tem prós e pontos específicos e ativa vias de reparo. É possível desativar,
contras, mas, no geral, deverá beneficiar os estudantes. "Tem- ativar ou inserir novos genes. Embora tenha sido descoberta
se um dia de desgaste e, depois, uma semana para a próxima em 2012, a técnica tornou-se mais popular nos últimos dois
aplicação. Não tem mais essa questão de domingo estar anos. Uma justificativa para isso é que ela permite que a
esgotado após um sábado de prova. O estudante poderá se modificação de genomas com uma precisão nunca antes
organizar e fazer a prova com mais tranquilidade no próximo atingida.
domingo." “É como um canivete suíço que corta o DNA em um local
Freire também elogiou a nova distribuição das provas. No específico e pode ser usado para introduzir uma série de
primeiro dia, o foco será em humanidades e redação e, no alterações no genoma de uma célula ou organismo”, diz a
segundo, em exatas. Até o ano passado, os estudantes faziam, definição da técnica da bióloga Jennifer Doudna, da
no primeiro dia, as provas de ciências da natureza e ciências Universidade da Califórnia, em Berkeley (EUA), uma das
humanas. No segundo, as provas de matemática, linguagens e pioneiras na aplicação do mecanismo.
redação. Ao retirar partes defeituosas do genoma, pesquisadores
"A aplicação das provas de redação e matemática no estão conseguindo eliminar mutações em células de animais e
mesmo dia sempre gerou problemas com o tempo. As questões plantas. Em janeiro deste ano, cientistas norte-americanos
de matemática exigem tempo, e a redação, também. A utilizaram a técnica para cortar a parte de um gene defeituoso
mudança é positiva nesse sentido. Vai ter mais leitura no em ratos com distrofia muscular de Duchanne, doença
primeiro dia, vai, mas tem a vantagem de não ter cálculo. No genética rara. O experimento permitiu que as células dos
segundo dia aumenta cálculo? Aumenta, mas o estudante não animais produzissem uma proteína essencial para os
terá que fazer a redação", pondera. músculos. A pesquisa foi o primeiro caso de sucesso da
Segundo o professor, os estudantes terão que mudar CRISPR/Cas9 em mamíferos vivos.
também a preparação. "O bom aluno é treinado para fazer Cientistas já estão encontrando novas formas de
questões casadas. No ano passado, fazia questões de aplicações da técnica, como desenvolver terapias que ajudem
matemática e português, porque as provas eram juntas, agora na cura de doenças como câncer, leucemia e hemofilia.
terá que treinar fazer questões de humanidades juntas e de Algumas pesquisas testam limites éticos da ciência e reavivam
exatas juntas". Sobre a semana de intervalo entre as provas, os debates sobre experimentos com embriões humanos e
Freire aconselha que ela não seja usada para o descanso, mas mutações nos genes humanos.

25 24/01/2017. Fonte: https://vestibular.uol.com.br/resumo-das-


disciplinas/atualidades/ciencia-tecnica-pode-tornar-realidade-a-producao-de-
bebes-sob-medida.htm

História de Mato Grosso 25


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Com a técnica, seria possível “forçar” organismos a e organizações, como hospitais britânicos, a gigante espanhola
repassarem certos traços genéticos hereditários, sejam Telefónica e a empresa francesa Renault. No Brasil, empresas
naturais ou inseridos pelo método. O temor é que essa e órgãos públicos de 14 estados mais o Distrito Federal
possibilidade abra precedentes para a criação de “bebês sob também foram afetados.
medida”. "O ataque é de um nível sem precedentes e exigirá uma
Por exemplo, cientistas poderão editar genes para gerar complexa investigação internacional para identificar os
bebês com características físicas específicas, como a cor dos culpados", afirmou em um comunicado a Europol.
olhos, do cabelo ou da pele. A possibilidade do “design” de Dezenas de milhares de computadores de uma centena de
bebês ainda não foi comprovada, mas novas pesquisas podem países, entre eles Rússia, Espanha, México e Itália, foram
avançar nessa questão. infectados na sexta por um vírus "ransonware", explorando
Em 2017, o Instituto Karolinska de Estocolmo, na Suécia, uma falha nos sistemas Windows, exposta em documentos
obteve aprovação para testar a técnica em embriões humanos. vazados da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos
Eles esperam que, por meio da desativação de determinados (NSA).
genes, seja possível compreender melhor os primeiros Os ataques usam vírus de resgate, que inutilizam o sistema
estágios do processo de desenvolvimento humano. O objetivo ou seus dados até que seja paga uma quantia em dinheiro -
é melhorar a eficácia dos tratamentos de fertilização. entre US$ 300 e US$ 600 em Bitcoins, segundo o grupo russo
de segurança Kaspersky Lab. Ou seja, eles "sequestram" o
O primeiro teste em humanos acesso aos dados e pedem uma recompensa.
No final de 2016, cientistas chineses já anunciaram testes Empresas afetadas em todo o mundo
de engenharia genética com embriões humanos. A equipe No Brasil, os ciberataques levaram várias empresas e
queria consertar um gene defeituoso, causador da talassemia órgãos públicos a tiraram sites do ar e desligarem seus
beta. O resultado da edição não obteve sucesso --os genes computadores:
modificados sofreram mutações aleatórias. Petrobras
No estudo chinês, foram utilizados embriões não viáveis, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em todo o Brasil
que nunca poderiam gerar um bebê. Agora os cientistas do Tribunais da Justiça de São Paulo, Sergipe, Roraima,
Instituto Karolinska estão usando zigotos sadios que estavam Amapá, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais,
congelados em clínicas de fertilização, mas seriam Rio Grande do Norte, Piauí, Bahia e Santa Catarina
descartados. Ministério Público de São Paulo
No Reino Unido, o uso da CRISPR/Cas9 foi aprovado Itamaraty
recentemente para pesquisas em embriões humanos que Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
buscam melhorar a qualidade das fertilizações in vitro e De acordo com o Gabinete de Segurança Institucional (GSI)
reduzir o número de abortos. da presidência, as invasões ocorreram em grande quantidade
Os especialistas afirmam que a edição em linhagens no país por meio de e-mails com arquivos infectados. Segundo
germinativas (óvulos e espermatozoides) apresenta barreiras o GSI, "não há registros e evidências de que a estrutura de
como o risco de edição imprecisa, dificuldade de prever efeitos arquivos dos órgãos da Administração Pública Federal (APF)
danosos e dificuldade de remoção da modificação. Serão tenha sido afetada".
necessários inúmeros experimentos para conseguir a O Serviço Público de Saúde britânico (NHS), quinto
possibilidade da alteração de forma precisa e segura. empregador do mundo, com 1,7 milhão de trabalhadores, foi a
Outro temor da comunidade científica é que, em mãos principal vítima no Reino Unido. O gigante americano do
erradas, a tecnologia que edita o DNA possa reavivar correio privado FedEx, o ministério do Interior russo e o
ideologias perigosas como a eugenia, que prega a “melhoria construtor de automóveis francês Renault - que suspendeu sua
genética” das populações humanas. Durante a Segunda Guerra produção em várias fábricas da França "para evitar a
Mundial, o nazismo usou a eugenia para justificar o genocídio propagação do vírus" - indicaram neste sábado à AFP que
dos judeus e de minorias. O Estado buscou eliminar da também foram hackeados.
sociedade alemã qualquer tipo de pessoa que não fosse ariana A companhia ferroviária pública alemã também está
ou que apresentasse alguma deficiência mental ou física. envolvida. Embora os painéis das estações tenham sido
No entanto, o design de bebês ainda é realidade muito hackeados, a Deutsche Bahn certificou que o ataque não teve
distante. Além da falta de pesquisas que asseguram a nenhum impacto no tráfego.
estabilidade do processo, o tema deve passar por uma forte Segundo a Kaspersky, a Rússia foi o país mais atingido
regulação judicial. Atualmente, muitos países proíbem estudos pelos ataques. Os meios de comunicação russos afirmam que
com embriões humanos. No Brasil, a lei de biossegurança vários ministérios, assim como o banco Sberbank, também
brasileira, de 2005, deixa claro ser proibida a “engenharia foram atacados.
genética em célula germinal humana, zigoto humano e O centro de monitoramento do Banco Central russo IT
embrião humano”. "detectou uma distribuição em massa do software daninho do
Por Carolina Cunha, da Novelo Comunicação primeiro e segundo tipo", revela um comunicado do Banco
Central citado pelas agências de notícias russas.
Ataque de hackers 'sem precedentes' provoca alerta As autoridades americanas e britânicas aconselharam os
no mundo26 particulares, as empresas e organizações afetadas a não
Ataque exigirá 'investigação internacional para identificar pagarem os hackers, que exigem um resgate para desbloquear
os culpados', diz Europol. Empresas e órgãos públicos de 14 os computadores infectados.
estados mais o DF foram afetados no Brasil. "Recebemos múltiplos informes de contágios pelo vírus
O ciberataque que atingiu diversos países nesta sexta-feira 'ransonware'", escreveu o ministério americano de Segurança
(12) é sem precedentes e exigirá investigação internacional Interior em um comunicado. "Particulares e organizações
para a identificação dos culpados, informa a Europol, o serviço foram alertados a não pagar o resgate, já que este não garante
europeu de polícia. que o acesso aos dados será restaurado".
A onda de ataques atingiu quase uma centena de países em
todo o mundo, afetando o funcionamento de muitas empresas

26 FRANCE PRESSE. Ataque de hackers ‘sem precedentes’ provoca alerta no mundo. provoca-alerta-no-
G1 Tecnologia e Games. Disponível em: mundo.ghtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=g1>
<http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/ataque-de-hackers-sem-precedentes- Acesso em 15 de maio de 2017.

História de Mato Grosso 26


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

'Grande campanha' ordem. Isso ocorre porque as distribuidoras trabalham com


Este conjunto de ataques informáticos de envergadura margem de preço suficiente para arcar com as diferenças entre
mundial provocou inquietação entre os especialistas em a energia que compram das usinas geradoras e aquela que
segurança. O ex-hacker espanhol Chema Alonso, responsável efetivamente faturam para seus usuários. Caso contrário,
pela cibersegurança da Telefónica - outro grupo afetado pelo correriam risco de ir à bancarrota.
ataque - declarou neste sábado em seu blog que "o ruído Na média, o roubo elétrico suga diariamente 5% da
midiático que este 'ransonware' produz não teve muito produção nacional de energia. A diluição, golpe dado por
impacto real", já que "é possível ver na carteira bitcoin milhões de instalações clandestinas, ajuda a ofuscar o tamanho
utilizada que o número de transações" é fraco. do estrago. Os R$ 8 bilhões furtados em 2015 e que não
A Forcepoint Security Labs, outra empresa do setor, chamam a atenção da população superam, com folga, os R$ 6,2
afirmou, por sua vez, que "uma campanha maior de difusão de bilhões que a Petrobrás teve de declarar em baixas contábeis
e-mails infectados" está sendo realizada, com o envio de 5 no mesmo ano, por conta da corrupção escancarada pela
milhões de e-mails por hora para divulgar um malware Operação Lava Jato, da Polícia Federal.
chamado WCry, WannaCry, WanaCrypt0r, WannaCrypt ou “Há um problema moral nisso tudo. A sociedade acaba
Wana Decrypt0r. tolerando uma situação dessas como se fosse natural, porque
O NHS britânico tentou neste sábado tranquilizar seus se trata do que se costuma chamar de pequeno furto. Mas
pacientes, mas muitos deles temem um risco de desordem, quando observamos a dimensão do problema que é produzido,
sobretudo nas urgências médicas, já que o sistema de Saúde encaramos como a realidade do setor é assustadora”, diz
Pública, austero, já estava à beira da ruptura. Claudio Sales, presidente do Acende Brasil.
"Cerca de 45 estabelecimentos" do Serviço de Saúde
Pública foram infectados, indicou neste sábado a ministra Calote
britânica do Interior, Amber Rudd, na BBC. Muitos deles foram Aos golpes, soma-se o peso da inadimplência. Clientes que
obrigados a cancelar ou adiar as intervenções médicas. somam mais de dois anos de atrasos no pagamento da conta
Rudd acrescentou que "não houve um acesso malévolo aos de luz geram prejuízo de mais R$ 3 bilhões por ano. Somados
dados dos pacientes". No entanto, começa a aumentar a com os gatos, chega-se a um rombo de R$ 11 bilhões.
pressão sobre o governo conservador a poucas semanas das As distribuidoras da região Norte do País concentram o
eleições legislativas de 8 de junho. O Executivo foi acusado de maior número de fraudes. A Amazonas Energia (AME),
não ter ouvido os sinais de alerta que advertiam para estes controlada pela estatal Eletrobrás, vê regularmente 32,5% da
ataques, já que a estrutura informática do NHS é energia que lança pelas linhas de transmissão do Estado ser
especialmente antiga. consumida por instalações ilegais. Na Companhia de
Eletricidade do Amapá (CEA), esse volume foi de 28,1% em
Como é o ataque 2015.
Os vírus de resgate são pragas digitais que embaralham os O baque mais agressivo das fraudes é sentido pelo Rio de
arquivos no computador usando uma chave de criptografia. Os Janeiro. A Light, uma das maiores distribuidoras do País,
criminosos exigem que a vítima pague um determinado valor entrega energia para 4,2 milhões de clientes. Outras 1,75
para receber a chave capaz de retornar os arquivos ao seu milhão de unidades de consumo, porém, (sejam consumidores
estado original. formais da empresa ou não) roubam energia diariamente dos
Quem não possui cópias de segurança dos dados e precisa postes cariocas. Na Baixada Fluminense, conforme números da
recuperar a informação se vê obrigado a pagar o resgate, própria empresa, 40% da carga são desviadas por golpes. As
incentivando a continuação do golpe. fraudes consomem ainda 30% do que chega até as zonas Norte
O jornal "The New York Times" diz que os ataques podem e Oeste do Rio.
ter usado uma ferramenta que foi roubada da NSA, a agência Do total da energia distribuída na área de concessão da
de segurança nacional dos EUA. O vírus que se espalhou é o empresa, 23,4% é furtada, o equivalente aos 6 mil megawatts
Wanna Decryptor, variante do ransomware WannaCry, diz o consumidos por todas as residências do Espírito Santo. Nos
jornal. cálculos da Light, se todos esses furtos fossem eliminados, a
Segundo a Kaspersky, o vírus se espalha por meio de uma tarifa de energia no Rio cairia 17%.
brecha no Windows, que a Microsoft diz ter corrigido em 14 de As maracutaias têm sobrecarregado as distribuidoras do
março. Mas usuários que não atualizaram os sistemas podem Rio e, segundo a Light, provocado interrupções no
ter ficado vulneráveis. fornecimento. “Entre os dias 22 e 31 de janeiro a Light atendeu
A falha afeta as versões Vista, Server 2008, 7, Server 2008 30 mil chamados em razão de interrupções”, declara a
R2, 8.1, Server 2012, Server 2012 R2, RT 8.1, 10 e Server 2016 empresa. Apesar de o maior número de ligações irregulares
do Windows. ser nas favelas, é nas mansões e nos bairros nobres do Rio que
ocorrem os maiores assaltos elétricos. As informações são do
Energia jornal O Estado de S. Paulo.

Perda com “gatos” na rede elétrica chega a R$ 8 bi27 Gelo combustível, a promissora fonte de energia que a
Todos os dias, um volume de energia suficiente para China extraiu do fundo do mar28
iluminar todo o Estado de Santa Catarina e seus 7 milhões de A China anunciou ter extraído do fundo do Mar da China
habitantes é roubado da geração elétrica nacional. São mais de Meridional uma quantidade considerável de hidrato de metano,
15 milhões de megawatts de energia que, por hora, escorrem também conhecido como gelo combustível, que é tido por muitos
pelos cabos das ligações clandestinas, os famosos “gatos”, que como o futuro do abastecimento de energia.
só em 2015 geraram prejuízo superior a R$ 8 bilhões. Num comunicado emitido na semana passada, autoridades
Os dados apurados por novo estudo do Instituto Acende do país asiático comemoraram o feito. Isso porque a tarefa é
Brasil, especializado no setor elétrico, expõem o tamanho do considerada altamente complexa, e já tinha sido alvo de
rombo financeiro que, no fim das contas, acaba sendo cobrado tentativas pelo Japão e pelos Estados Unidos, sem muito
dos consumidores que mantém suas contas e instalações em sucesso.

27 26/03/2017 – Fonte: http://exame.abril.com.br/economia/perda-com-gatos- <http://www.bbc.com/portuguese/geral-40029080?ocid=socialflow_twitter>


na-rede-eletrica-chega-a-r-8-bi/ Acesso em 29 de maio de 2017.
28 BBC. Gelo combustível, a promissora fonte de energia que a China extraiu do

fundo do mar. BBC Brasil. Disponível em:

História de Mato Grosso 27


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Mas o que é exatamente esse composto e por que ele é Pequim reclama domínio sobre a área, alegando ter o
considerado como uma promissora fonte de energia no direito de exploração de todas as potenciais reservas naturais
mundo? escondidas abaixo da superfície.

Reservas imensas Futuro


O gelo combustível ou gelo inflamável é uma mistura Embora o êxito da China seja um avanço importante, esse
gelada de água e gás. é apenas um passo de um longo caminho.
"Parecem cristais de gelo, mas quando se olha mais de "É a primeira vez que os índices de produção são
perto, a nível molecular, veem-se as moléculas de metano realmente promissores", disse Linga. "Mas acreditamos que só
dentro das moléculas de água", explica à BBC Praven Linga, em 2025, na melhor das hipóteses, poderemos considerar
professor do Departamento de Engenharia Química e realistas as opções comerciais", acrescenta.
Biomolecular da Universidade Nacional de Cingapura. Segundo a imprensa chinesa, eles conseguiram extrair, da
Conhecidos como hidratos de metano, formam-se a região de Shenhu, uma média de 16 mil metros cúbicos de gás
temperaturas muito baixas, em condições de pressão elevada. de elevada pureza por dia.
São encontrados em sedimentos do fundo do mar e ou abaixo Linga ainda ressalta que as empresas que potencialmente
do permafrost, a camada de solo congelada dos polos. operem na exploração do material devem seguir condutas
O gás encapsulado dentro do gelo torna os hidratos bastante rígidas de controle para se evitar danos ambientais.
inflamáveis, mesmo a baixíssimas temperaturas. Essa O perigo é que o metano escape, e isso teria consequências
combinação rendeu-lhe o apelido de "gelo de fogo". graves para o aquecimento global, já que se trata de um gás
Quando se reduz a pressão ou se eleva a temperatura, os com um potencial de impacto sobre as mudanças climáticas
hidratos se decompõem em água e metano. Um metro cúbico muito maior do que o dióxido de carbono.
dessa substância libera cerca de 160 metros cúbicos de gás -
ou seja, trata-se de um combustível de grande potencial Relações internacionais
energético.
O problema, no entanto, é que extrair esse gás é um Nº de mortes em 'ataque químico' passa de 70 na Síria;
processo que, por si só, consome muita energia. ONU denuncia crimes de guerra29
O suposto ataque químico que matou pelo menos 72 civis
Países pioneiros em uma cidade do norte da Síria demonstra os "crimes de
Os hidratos de metano foram descobertos no norte da guerra" continuam sendo cometidos no país, afirmou nesta
Rússia nos anos 1960, mas foi há apenas dez ou 15 anos que quarta-feira (05/04) o secretário-geral da Organização das
começou a pesquisa sobre como extrai-lo dos sedimentos Nações Unidas (ONU), António Guterres.
marinhos. O balanço divulgado pelo Observatório Sírio dos Direitos
O Japão foi pioneiro na exploração devido à sua carência de Humanos (OSDH) nesta quarta indica que 20 das mais de 70
fontes de energia natural. Outros países líderes na prospecção vítimas são crianças. De acordo com a ONG, houve um ataque
de gelo combustível são Índia e Coreia do Sul, que tampouco aéreo no reduto rebelde da cidade de Khan Sheikhun, na
têm reservas próprias de petróleo. província de Idlib. Logo em seguida, foi liberado um "gás
Americanos e canadenses também são bastante atuantes tóxico" que a instituição não sabe identificar. Civis morreram
neste sentido - o foco de suas explorações tem sido nos por e dezenas apresentaram problemas respiratórios, vômitos
hidratos de metano abaixo do permafrost do norte do Alasca e e desmaios.
Canadá. "Os horríveis acontecimentos de terça-feira demonstram,
infelizmente, que os crimes de guerra continuam na Síria e que
Por que importa? o direito internacional humanitário é violado
Pesquisadores acreditam que os hidratos de metano têm o frequentemente", disse Guterres ao chegar a Bruxelas, onde
potencial de se tornar uma fonte de energia revolucionária que ocorre uma conferência sobre o conflito sírio.
poderia ser fundamental para suprir necessidades energéticas Guterres afirmou que a ONU deseja estabelecer
no futuro. responsabilidades por estes crimes e expressou confiança de
Existem grandes depósitos abaixo dos oceanos do globo, que o Conselho de Segurança estará " à altura de suas
sobretudo nas extremidades dos continentes. Atualmente, responsabilidades".
vários países estão buscando maneiras de extraí-lo de forma
segura e rentável. Ação do regime?
A China descreveu a extração feita na semana passada Para a oposição ao presidente sírio, Bashar al-Assad, e para
como "um feito importante". a União Europeia, o regime sírio é responsável pelo
Praven Linga compartilha dessa visão: "Em comparação bombardeio. O governo da Síria nega.
com os resultados que temos visto na pesquisa japonesa, os A Rússia nega ter atacado a região, mas afirma que a
cientistas chineses conseguiram extrair uma quantidade aviação de Damasco bombardeou um "depósito terrorista"
muito maior de gás". onde eram armazenadas "substâncias tóxicas" destinadas a
"É certamente um passo importante em tornar viável a combatentes no Iraque. Os russos têm poder de veto no
extração de gás dos hidratos de metano", acrescentou. Conselho de Segurança e apoiam o presidente sírio Bashar al-
Estima-se que sejam encontradas dez vezes mais gás nos Assad contra os rebeldes.
hidratos de metano do que no xisto, do qual pode ser extraído Alguns minutos antes, o ministro britânico das Relações
gás natural e óleo e também tem servido como alternativa Exteriores, Boris Johnson, havia dito que "todas as provas"
energética. apontam para o regime de Bashar al-Assad como responsável
"E essa é uma estimativa conservadora", ressalva Linga. pelo suposto ataque.
A China descobriu o gelo combustível no Mar da China "Todas as provas que vi sugerem que foi o regime de Al-
Meridional em 2007 - uma área cuja soberania tem sido Assad... usando armas ilegais contra seu próprio povo", disse
disputada entre o país, o Vietnã e as Filipinas. Johnson.

2905/04/2017 – Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/ataque-quimico- http://g1.globo.com/mundo/noticia/vai-a-72-o-numero-de-mortos-apos-


mata-dezenas-na-siria-o-que-se-sabe-ate-agora.ghtml e ataque-quimico-na-siria-diz-ong.ghtml

História de Mato Grosso 28


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

"É a confirmação de que se trata de um regime bárbaro que O sarin já foi usado antes na Síria?
torna impossível aos nossos olhos que imaginar que possa ter O governo sírio foi acusado pelas potências ocidentais de
a menor autoridade na Síria após o fim do conflito", completou atirar foguetes cheios de sarin em uma série de subúrbios da
o ministro britânico. capital, Damasco, que eram controlados pelos rebeldes em
A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, pediu agosto de 2013, matando centenas de pessoas.
um grande esforço a favor das negociações de paz sobre a Síria O presidente Bashar al-Assad negou as acusações,
em Genebra, que tem a mediação da ONU. "Temos que unir a culpando combatentes rebeldes, mas, em seguida, concordou
comunidade internacional nas negociações", declarou em destruir o arsenal químico da Síria.
Mogherini. Apesar disso, a Organização pela Proibição de Armas
Estados Unidos, França e Reino Unido apresentaram na Químicas continua a documentar o uso de químicos tóxicos em
terça-feira (04/04) um projeto de resolução ao Conselho de ataques na Síria.
Segurança que condena o ataque químico na Síria e exige uma Em janeiro de 2016, o órgão disse que amostras de sangue
investigação completa e rápida. das vítimas de um ataque não especificado no país mostrou
que elas foram expostas ao sarin ou substância semelhante.
O que aconteceu?
Os aviões teriam atacado Khan Sheikhoun, que fica cerca O que se sabe sobre o uso de outros agentes químicos?
de 50 km ao sul da cidade de Idlib, no início da manhã desta Uma investigação conjunta da Organização pela Proibição
terça-feira (04/04). de Armas Químicas com a ONU concluiu, no último mês de
Hussein Kayal, um fotógrafo do grupo de jornalistas pró- outubro, que as forças do governo usaram gás cloro, que
oposição Edlib Media Center (EMC), disse à agência de notícias também provoca asfixia, como arma ao menos três vezes entre
Associated Press que ele foi acordado pelo som de uma 2014 e 2015.
explosão às 6h30 no horário local. Os investigadores também concluíram que militantes do
Quando ele chegou ao local do ataque, disse não ter sentido grupo autodenominado Estado Islâmico, que atua no país,
cheiro de nada, mas viu pessoas no chão, sem conseguirem se usaram gás mostarda - que pode provocar cegueira,
mover e com as pupilas contraídas. ferimentos na pele e morte.
Mohammed Rasoul, o chefe de um serviço caritativo de A ONG de direitos humanos Human Rights Watch acusou
ambulâncias em Idlib, disse à BBC que os médicos que ele recentemente helicópteros do governo de soltarem bombas
transportava encontraram pessoas, muitas delas crianças, contendo gás cloro em áreas controladas por rebeldes em
sufocando nas ruas. Aleppo em ao menos oito ocasiões entre os dias 17 de
O grupo Observatório Sírio também citou relatos de novembro e 13 de dezembro de 2016, durante os estágios
médicos dizendo que estavam tratando pessoas com sintomas finais da batalha pela cidade.
que incluíam desmaios, vômito e espuma na boca. E na semana passada, dois ataques supostamente químicos
Um jornalista da agência de notícias AFP afirmou ter visto foram registrados na província de Hama, uma área controlada
uma garota, uma mulher e dois idosos mortos em um hospital, pelos rebeldes próxima a Khan Sheikhoun.
todos com espuma ainda visível ao redor da boca.
O jornalista também afirmou que o hospital foi atingido Qual foi a reação ao ataque desta terça?
por um foguete na tarde de terça, e que médicos que cuidavam A província de Idlib, onde os ataques ocorreram, é quase
dos doentes foram atingidos por pedras e destroços. completamente controlada por uma aliança rebelde e pelo
A procedência dos foguetes não está clara, mas o EMC e os grupo jihadista Hayat Tahrir Al-Sham, ligado à al-Qaeda.
Comitês de Coordenação Local, da oposição ao governo, dizem A região, onde vivem 900 mil pessoas, é frequentemente
que aviões alvejaram diversas clínicas. alvejada pelo governo e pela Rússia, sua aliada, assim como
Jornalistas pró-governo citaram fontes militares dizendo pela coalizão contra o EI, liderada pelos Estados Unidos.
que houve uma explosão em uma fábrica de armas químicas Não houve comentário oficial imediato após o ataque desta
em Khan Sheikhoun - que teria sido causada por um ataque terça-feira, mas uma fonte militar disse à agência de notícias
aéreo ou por acidente. Reuters que o governo "não usa e não usou" armas químicas
contra a população.
Que substância foi usada? O enviado dos grupos de oposição sírios na ONU, Staffan de
O Observatório Sírio de Direitos Humanos diz que não foi Mistura, disse que o ataque foi "horrível" e que deve haver uma
possível determinar que tipo de substância teria sido usada no "identificação clara de responsabilidades e prestação de
ataque. contas" pelo ataque na cidade.
O EMC e os Comitês de Coordenação Local afirmam que Em um comunicado, o presidente francês François
pode ter sido o gás sarin, que é altamente tóxico e considerado Hollande acusou o governo sírio de cometer um "massacre".
20 vezes mais letal do que o cianureto. O ministro das Relações Exteriores britânico, Boris
O sarin inibe a ação de uma enzima que desativa os sinais Johnson, disse que Assad seria considerado culpado de um
que as células nervosas humanas transmitem aos músculos crime de guerra caso seu governo seja responsável.
para relaxá-los. Isso faz com que o coração e outros músculos O Reino Unido e a França pediram uma reunião de
- incluindo os envolvidos na respiração - tenham espasmos. emergência do Conselho de Segurança da ONU.
A exposição ao gás pode causar desmaios, convulsões e Em comunicado, o presidente americano Donald Trump
levar à morte por asfixia em minutos. também responsabilizou o governo Assad e condenou o que
O especialista em armas químicas Dan Kaszeta disse à BBC chamou de "ações abomináveis" do regime.
que é difícil determinar se o sarin foi usado no ataque apenas
examinando vídeos, como os compartilhados nas redes sociais
por sobreviventes e jornalistas.
Ele afirmou que o ataque pode ter sido resultado de uma
série de agentes químicos que "tendem a ter efeitos
semelhantes no corpo humano".
O sarin é quase impossível de detectar - é um líquido claro,
sem cor e sem gosto que, em sua forma mais pura, também não
tem odor.

História de Mato Grosso 29


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Brexit: Reino Unido entrega carta e dá início à saída da Principais dúvidas


União Europeia30 1. Imigração
O Reino Unido deu início na manhã desta quarta-feira Em seu pronunciamento nesta manhã, May afirmou que a
(29/03) ao processo de saída da União Europeia. O situação dos europeus no Reino Unido será uma das
afastamento efetivo só acontecerá depois de pelo menos dois prioridades da negociação.
anos de negociação com os outros 27 integrantes do bloco. Atualmente, cerca de 3 milhões de cidadãos europeus
Essa é a 1ª vez que um país pede para deixar o grupo. vivem no Reino Unido, vindos principalmente da Polônia (850
O embaixador britânico na União Europeia, Tim Barrow, mil), da República da Irlanda (330 mil) e de diversos países do
entregou nesta manhã ao presidente do Conselho Europeu, antigo bloco soviético. Esses podem pedir a residência
Donald Tusk, uma carta que simboliza o acionamento do permanente no Reino Unido quando completarem cinco anos
Artigo 50 do Tratado de Lisboa – dando início às discussões vivendo no país. Com a Brexit, o Certificado de Residência
sobre o processo de afastamento. A carta de seis páginas é Permanente para Cidadão da UE, no entanto, deve deixar de
assinada pela pela premiê britânica, Theresa May. valer.
Ao longo das negociações, é preciso estabelecer uma nova
Sem volta política migratória, uma das principais reinvindicações dos
Logo após a entrega da carta, Theresa May fez um partidários da Brexit, que exigiam medidas mais restritivas.
pronunciamento no Parlamento britânico. “O Reino Unido está Analistas e políticos ouvidos pela BBC disseram na época que
deixando a União Europeia. Este é um momento histórico do a mudança será gradual e que ninguém terá de deixar o país da
qual não pode haver volta". noite para o dia.
May também indicou a intenção de buscar um acordo
comercial "audaz e ambicioso" ao mesmo que tempo que 2. Comércio
negocia o Brexit. A participação na União Europeia permite que os países
A premiê fez um apelo pela união do Reino Unido no comprem e vendam produtos e serviços entre si sem a
Parlamento britânico. "Agora é a hora de nos unir nesta casa aplicação de taxas e impostos dentro da área comum. O Reino
[do Parlamento] e em todo o país para garantir que Unido então passará a ter taxas diferentes no comércio
trabalhamos para o melhor acordo possível para o Reino exterior com os países europeus em relação às praticadas
Unido e para o melhor futuro possível para todos nós", agora, podendo inclusive trocar de parceiros.
declarou May. Na terça-feira, a Escócia aprovou a realização de Segundo a União Europeia, o Reino Unido exporta
um novo referendo sobre a independência. principalmente para os EUA, a Alemanha e os Países Baixos.
Por sua vez, as suas importações vêm sobretudo da Alemanha,
Obrigado e adeus da China e dos EUA.
Tusk afirmou que a União Europeia está descontente com
a saída da Grã-Bretanha. Para ele, não há razão para dizer que 3. Compromissos europeus
esta quarta-feira é um dia feliz nem para o Reino Unido nem Os defensores do Brexit alegavam que a contribuição do
para a União Europeia. O bloco tem o objetivo de minimizar o Reino Unido para União Europeia era muito elevada. Nesse
custo para os cidadãos europeus, os negócios e para os países processo é preciso discutir quais são as dívidas britânicas com
membros do bloco. "Já sentimos a sua falta, obrigado e adeus", relação ao bloco, a chamada, “conta do divórcio”, que poderá
declarou ao concluir uma breve coletiva de imprensa, segundo custar por volta de 50 bilhões de libras (mais de R$ 191
a Reuters. bilhões).
O presidente do Conselho Europeu já tinha prometido Outras questões que deverão ser discutidas são, por
informar na sexta-feira (31/03) as primeiras diretrizes do exemplo, regras de segurança para o cruzamento de
processo de negociação, mas uma resposta formal do bloco fronteiras; o "Mandado Europeu de Prisão", que é um
dificilmente será divulgada antes do primeiro encontro oficial mandado de prisão válido em todos os países membros do
dos países membros, já sem a presença do Reino Unido, em 29 bloco; a mudança de agências europeias que têm suas bases no
de abril. Reino Unido.
Esta é a primeira vez que o artigo, criado em 2009, é
invocado por um país que decide deixar o bloco, O prazo de Sem acordo?
dois anos de negociações só pode ser prorrogado com uma May, no entanto, declarou em janeiro deste ano que o
aprovação unânime de todos os países da União Europeia. A Reino Unido deixará o bloco mesmo que não haja um pleno
negociação é muito complexa pois exige rescisão de vários acordo nesse período. Segundo a primeira-ministra, ela está
tratados internacionais, acordos comerciais e uma nova pronta a abandonar as discussões se suas exigências não forem
política migratória. atendidas, e chegou a afirmar que “nenhum acordo para o
Reino Unido é melhor do que um acordo ruim para o Reino
Divórcio difícil Unido”.
O processo para encerrar 40 anos de união não é A decisão de sair da União Europeia, conhecida como
automático e se anuncia um divórcio difícil, porque tem de ser Brexit, foi tomada em um referendo, realizado em 23 de junho
discutido com os outros 27 membros do bloco. O afastamento de 2016. Na ocasião, 51,9% dos britânicos optaram por deixar
de um país-membro é inédito no bloco. o bloco, o que provocou a queda do então primeiro-ministro,
A negociação é muito complexa, já que exige rescisão de David Cameron.
vários tratados internacionais. Só com a União Europeia, há Após o referendo, o Brexit foi aprovado também pelo
pelo menos 80 mil páginas de acordos. Por isso, é provável que, Parlamento britânico e no dia 16 de março deste ano suas
após a negociação, exista uma fase de transição. negociações receberam autorização formal da rainha
Elizabeth 2ª.

Oposição escocesa
A decisão de deixar a União Europeia desapontou
especialmente a população da Escócia, onde 66% votaram

30 29/03/2017 – Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/brexit-reino-


unido-entrega-carta-e-da-inicio-a-saida-da-uniao-europeia.ghtml

História de Mato Grosso 30


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

contra o Brexit. Líderes políticos a favor da independência começou uma série de radicais mudanças políticas,
usaram o resultado como argumento para justificar o pedido econômicas, sociais e culturais.
para um novo referendo sobre a independência do país. Fidel nacionalizou empresas estrangeiras, confiscou bens
O Reino Unido tenta barrar ou ao menos adiar a realização e patrimônios e fez a reforma agrária. As multinacionais norte-
da nova consulta para o fim de 2018 ou em 2019, que foi americanas e mais de 50.000 comércios foram expropriados e
aprovada pelo parlamento escocês na terça-feira (28). A chefe se tornaram propriedade do Estado. Impactados pelas
de governo britânica já chamou o novo referendo de medidas, muitos cubanos foram para o exílio.
"inaceitável", porém não há um artigo na Constituição que No campo social, Fidel realizou uma intensa campanha de
proíba a sua realização. alfabetização, erradicou a desnutrição infantil, declarou a
Em 2014, a decisão de permanecer no Reino Unido foi gratuidade do ensino e o fim da privatização da saúde.
aprovada com 55% dos votos em um plebiscito, mas os Eliminou ainda o racismo institucional e fez o país se tornar
nacionalistas escoceses acreditam que o temor de deixar a uma potência olímpica. Sua medicina hoje é reconhecida como
União Europeia será decisiva para aprovação da uma das melhores do mundo.
independência do país. Apesar das inovadoras reformas sociais, houve grande
repressão daqueles que o regime designava como inimigos da
Cuba sem Fidel: relembre a trajetória da ilha revolução. Fidel realizou prisões arbitrárias, reprimiu e matou
caribenha31 opositores. Muitos inimigos foram fuzilados.
O líder cubano Fidel Castro morreu em novembro de 2016, Além da forte repressão, ele montou um regime de partido
após estar 49 anos à frente do regime comunista. único (o Partido Comunista de Cuba) e não permitiu que a
A Revolução Cubana ocorreu em 1959. Fidel Castro população escolhesse seu presidente de forma democrática.
comandou o regime desde então e foi um dos principais Depois da Revolução Cubana, a ilha exerceu um papel
protagonistas da Guerra Fria (1945-1989). central durante a Guerra Fria (1945-1991). O período foi
Após a Revolução Cubana, os EUA mantêm uma política de marcado pelo conflito ideológico entre o mundo capitalista,
sanções econômicas e isolamento de Cuba. A tensão entre os unido sob a liderança dos americanos, e o bloco comunista,
dois países atinge pontos culminantes na Guerra Fria, após a alinhado com os soviéticos.
invasão fracassada da ilha na Baía dos Porcos, o bloqueio
econômico e a Crise dos Mísseis, que quase levou a um Em abril de 1961, depois da tentativa de invasão da Baía
confronto militar direto entre EUA e URSS. dos Porcos por milicianos cubanos que queriam derrubar o
Desde 1962 os EUA mantêm um embargo econômico à regime com o apoio dos EUA, Fidel Castro declarou
ilha, com o objetivo de desestabilizar a econômica cubana. oficialmente o regime comunista e se aproximou da União
O fim da União Soviética fez Cuba perder os subsídios Soviética (URSS). Cuba foi expulsa da Organização dos Estados
econômicos e forçou o país a realizar reformas e aberturas Americanos (OEA), que alegou que o regime socialista era
políticas. incompatível com os princípios da instituição.
Em fevereiro de 2008, Fidel deu lugar a seu irmão, Raúl A URSS passou a ser o principal apoiador dos cubanos,
Castro, que hoje lidera o país e sinaliza uma maior abertura oferecendo um forte auxílio financeiro, econômico e militar. A
política e econômica ao mundo. ilha exportava produtos primários (sobretudo açúcar e
Em 25 de novembro de 2016, morreu Fidel Castro, aos 90 tabaco) a preços vantajosos e importava produtos
anos de idade. Depois de receber homenagens e viajar em industrializados e derivados do petróleo a valores abaixo do
caravana por várias províncias do país cubano, suas cinzas mercado internacional.
foram levadas para o cemitério de Santiago de Cuba, onde Em 1962, os EUA anunciaram um bloqueio comercial e
foram enterradas. financeiro que pretendia sufocar a economia de Cuba. Os
O líder cubano ficou 49 anos à frente do regime comunista cubanos foram impossibilitados de realizar transações
na ilha, instaurado após o golpe contra o presidente Fulgêncio financeiras e de receberem concessões econômicas com
Batista, em 1959. Fidel entrou para a história como uma figura instituições ou empresas norte-americanas.
controversa: para seus admiradores, ele foi um líder No mesmo ano, Cuba autorizou a instalação de mísseis
revolucionário, que resistiu ao imperialismo norte-americano nucleares soviéticos na ilha. As relações entre EUA e Fidel
e buscou melhorar a qualidade de vida dos cubanos. Para os foram cortadas, com o receio da possibilidade de soviéticos
críticos, Fidel foi um ditador de um regime totalitário. dispararem uma bomba nuclear em cidades americanas. O
No início do século XX, Cuba era uma ilha caribenha sem então presidente americano, John F. Kennedy, ordenou um
importância no jogo político mundial. Em 1959 acontece a bloqueio naval contra Cuba e ameaçou atacar o país. As
Revolução Cubana. Os guerrilheiros do Movimento 26 de julho, tensões aumentaram, mas um acordo diplomático fez a União
comandados por Fidel Castro, Che Guevara, Raúl Castro e Soviética ceder e retirar os mísseis.
Camilo Cienfuegos, fazem uma ofensiva pelo país e derrubam Em contrapartida, os EUA se comprometeram a retirar
o regime do general Fulgêncio Batista, que se vê obrigado a seus mísseis da Turquia e não invadir Cuba. O episódio é
fugir. conhecido como “Crise dos Mísseis” e representa o momento
Batista era acusado de corrupção e de manter as mais crítico e tenso da Guerra Fria, que quase levou a um
desigualdades sociais e a miséria da população. Além disso, era confronto militar direto entre EUA e URSS.
criticado pela oposição por sua proximidade com os Estados Durante a Guerra Fria, Fidel buscou promover o socialismo
Unidos. Era visto como um “fantoche” dos EUA, pois teria e aumentar sua influência em outros países. Cuba enviou
tornado a ilha um “quintal” dos norte-americanos. expedições militares à África e apoiou tropas rebeldes em
A pequena ilha caribenha possui uma localização países da América Central. Também promoveu uma política de
estratégica, a apenas 150 km da costa da Flórida. Nos anos ajuda humanitária internacional, com o envio de médicos a
1950, Havana, a capital cubana, era chamada de Miami do diversos países em desenvolvimento.
Caribe, com fortes investimentos dos Estados Unidos na Em 1991, após a Queda do Muro de Berlim (1989), novas
economia. Mas a maioria dos cubanos vivia na pobreza. fronteiras políticas, estratégicas e econômicas foram
Fidel emergiu como líder do novo governo, com um delineadas. A União Soviética entrou em colapso. Em Cuba, os
discurso sobre igualdade e transformações sociais. Ele subsídios soviéticos foram cortados e a ilha sofreu um grave

31 03/02/2017. Fonte: https://vestibular.uol.com.br/resumo-das-


disciplinas/atualidades/cuba-sem-fidel-relembre-a-trajetoria-da-ilha-
caribenha.htm

História de Mato Grosso 31


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

baque na economia, sendo incapaz de continuar as reformas Sem fazer qualquer menção às mortes ocorridas durante
estruturais. O conjunto de países da comunidade socialista as marchas, Maduro parabenizou a Força Armada Nacional
chegou a somar 75% do fluxo comercial e o seu fim foi um Bolivariana (Fanb) pelo “sucesso na largada do Plano Zamora”,
golpe duro para o país caribenho. anunciado na véspera como a grande aposta do Palácio de
Os próximos anos foram marcados pela escassez de Miraflores “para derrotar o golpe de Estado”.
produtos, falta de alimentos, falta de combustível e apagões de — O Plano Zamora está dando resultados — comemorou,
energia elétrica nas cidades cubanas. No campo, a baixa ao fim de uma manifestação convocada para se contrapor,
produtividade agrícola gerou problemas de segurança como de costume, aos protestos opositores.
alimentar, e o governo cubano recorreu ao mercado A repressão também atingiu a imprensa: o sinal da TV do
internacional para se abastecer de comida. jornal colombiano “El Tiempo” foi retirado do ar pelo governo
As sucessivas crises econômicas e a ausência de liberdade quando transmitia ao vivo os protestos. Do Brasil, o chanceler
política e econômica geraram o fenômeno dos “balseros”, Aloysio Nunes, acusou Maduro de ser o responsável pela
pessoas que se aventuram pelo mar em precárias morte do manifestante em Caracas. “Aconteceu o que eu mais
embarcações, tentando chegar aos Estados Unidos a qualquer temia na Venezuela: a repressão do governo matou um
custo. manifestante”, escreveu no Twitter.
Apesar da tensão com Cuba, ao longo dos anos, os Estados — A repressão está se tornando cada vez mais violenta,
Unidos apoiou imigrantes que fugiam da ilha. Nos últimos 50 existe uma vontade evidente de impedir as ações da oposição
anos, mais de dois milhões de cubanos deixaram o país. Quase — disse Carlos Correa, da ONG Espaço Público, que classifica a
80% migraram para os EUA. marcha de quarta-feira como a maior dos últimos anos. — As
Em 1966, Os Estados Unidos criou a Lei de Ajuste Cubano, pessoas estão decididas a continuar nas ruas. As declarações
um dispositivo que permitia que cubanos que chegassem de Maduro e do ministro da Defesa (Vladimir Padrino López)
ilegalmente aos Estados Unidos conseguissem residência. Em mostram um governo em guerra.
1995 foi instaurada a política de "pés secos, pés molhados", Na marcha, como em todas realizadas nos últimos dias —
que permitia que os migrantes cubanos se beneficiassem de até durante a Semana Santa — dirigentes de peso da Mesa de
mecanismos para obter residência permanente, enquanto os Unidade Democrática (MUD) como Capriles, estiveram
que eram interceptados no mar eram devolvidos ao seu país. presentes e foram atingidos pela repressão. O uso de gás
Em janeiro de 2016, esta política foi suspensa. lacrimogêneo — inclusive de helicópteros — é cada vez mais
Por Carolina Cunha, da Novelo Comunicação intenso e obrigou muitas pessoas a serem atendidas em
hospitais.
Sobe para três o número de mortos em protestos na MADURO ACUSA PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA
Venezuela32 Um dos detidos foi o secretário geral do partido Primeiro
Justiça (PJ, de Capriles) em Táchira, Gustavo Gandica, acusado
Membro da Guarda Nacional foi baleado em Caracas; pelo governo de estar envolvido no suposto plano para
governo acusa oposição derrubar Maduro.
CARACAS — Um membro da Guarda Nacional foi morto na — A violência é o último recurso do governo e, por isso,
noite desta quarta-feira em Caracas, elevando para três o estamos vendo uma violência descontrolada. Caracas virou
número de vítimas durante os protestos realizados na uma espécie de Berlim, só que aqui o muro não é de cimento, e
Venezuela. Mais cedo, dois jovens já haviam sido mortos. sim formado por militares que não permitem que
Segundo a Defensoria do Povo, o militar foi baleado por um manifestantes da oposição cheguem ao centro da cidade —
franco-atirador. O deputado chavista Diosdado Cabello, assegurou Carlos Romero, professor da Universidade Central
homem forte do regime, culpou o governador de Miranda, da Venezuela.
Henrique Capriles, e a oposição pela morte. Para ele, o governo já se esqueceu da política, não se
— Acabam de assassinar um guarda nacional em San importa com a repercussão internacional e ignora os alertas:
Antonio de los Altos. Capriles e seu combo de assassinos — Mais cedo ou mais tarde, um setor militar não
estavam buscando mortos, desesperados. Mas aqui haverá acompanhará mais esta aventura repressiva, mas pode levar
justiça, tenham certeza de que vai haver justiça — afirmou meses.
Cabello, em seu programa televisivo semanal.
Já haviam sido confirmadas as mortes de Carlos José Nicolás Maduro
Moreno Baron, de 17 anos, atingido por uma bala na cabeça, na Eleito em abril de 2013 para suceder Hugo Chávez, o
região de San Bernardino, em Caracas; e Paola Ramírez, de 23 presidente enfrenta forte pressão por conta da escassez de
anos, em San Cristóbal, no estado de Táchira. Ambos, segundo alimentos e remédios, agravada pela queda dos preços do
a mídia local, foram atingidos por disparos feitos pelos petróleo. Trava uma guerra política contra o Parlamento,
coletivos chavistas, embora não estivessem participando das controlado pela oposição, que o chama de ditador.
marchas. Maduro acusou o presidente da Assembleia Nacional,
A oposição marcou um novo protesto para esta quinta- deputado Julio Borges, de ter violando a Constituição ao pedir
feira. à Fanb que “esteja ao lado do povo”. Em Caracas, há a sensação
— Amanhã, na mesma hora, convocamos todo o povo de que Borges pode ser um dos próximos perseguidos.
venezuelano a se mobilizar. Hoje fomos milhões e amanhã — Borges, mais uma vez, cometeu um delito contra a
temos que reunir mais pessoas — declarou Capriles, em Constituição e deverá ser processado. Ele está pedindo,
entrevista coletiva. abertamente, um golpe de Estado e a divisão dentro da Fanb
— disse, prometendo eleições “em breve”, mas sem falar em
'MÃE DE TODAS AS MARCHAS' datas.
Chamada de "mãe de todas as marchas", a manifestação Já o presidente da AN assegurou que seu único objetivo é
ocorreu um dia depois de o presidente, Nicolás Maduro, ter “pedir que a Constituição seja respeitada”. E pela segunda vez
denunciado em cadeia nacional uma tentativa de golpe de em menos de um mês, a procuradora-geral da República, a
Estado “da direita venezuelana, liderada pelo Departamento chavista Luisa Ortega, questionou publicamente o governo ao
de Estado dos Estados Unidos”. exigir a garantia ao direito de manifestações pacíficas.

32O GLOBO com Agências Internacionais. Sobe para três número de mortos em 21232749?utm_source=Twitter&utm_medium=Social&utm_campaign=O%20Glo
protestos na Venezuela. Disponível em: < http://oglobo.globo.com/mundo/sobe- bo> Acesso em 20 de abril de 2017.
para-tres-numero-de-mortos-em-protestos-na-venezuela-

História de Mato Grosso 32


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

ficaram feridas, incluindo adolescentes e crianças que faziam


Estados Unidos adiam construção do muro na parte do público. O ataque foi o mais grave no país desde 2005,
fronteira com México33 quando vários atentados suicidas deixaram 52 mortos.
Financiamento do muro colocou em risco votação Algumas mensagens descreveram o ataque como um ato
orçamentária do governo. de vingança em resposta a ataques aéreos no Iraque e na Síria.
Trump recuou e disse que aceita que o dinheiro seja liberado "Parece que bombas da Força Aérea britânica sobre
em setembro crianças em Mossul e Raqqa acabaram de voltar para
A ameaça de uma paralisação do governo americano fez o #Manchester", escreveu um usuário chamado Abdul Haqq no
presidente Donald Trump suspender, por enquanto, uma das Twitter, em referência às cidades iraquianas e sírias
promessas mais repetidas na campanha eleitoral do ano controladas por militantes onde uma coalizão liderada pelos
passado. Estados Unidos, da qual o Reino Unido faz parte, está
A pressa acabou. É que a disputa política virou uma conduzindo ataques aéreos.
barreira maior do que o muro de 3.500 quilômetros entre os Falando em frente à sua residência oficial na Downing
Estados Unidos e o México, que Donald Trump prometeu Street, a premier Theresa May disse que as autoridades ainda
durante a campanha presidencial. não estão prontas para revelar informações sobre o suposto
Trump queria mais de US$ 1 bilhão para começar a terrorista. Ela confirmou que o autor do ataque tinha realizado
construção. E queria a verba até sexta-feira (28), prazo para a ação sozinho, mas ainda não estava claro se outras pessoas
que o Congresso aprove uma extensão do orçamento federal. tinham ajudado na preparação do atentado.
Mas o impasse sobre como financiar o muro estava — Sabemos que um único terrorista detonou um
colocando em risco a votação do orçamento, e poderia forçar dispositivo caseiro perto de uma das saídas da arena,
uma paralisação do governo americano. deliberadamente escolhendo a hora e o local para provocar
Na segunda-feira (24), numa conversa fechada com uma carnificina máxima — declarou a primeira-ministra. — À
jornalistas, Trump recuou e disse que aceita que o dinheiro só noite experimentamos o pior da Humanidade em Manchester
seja liberado em setembro, quando começa um novo ano fiscal. A polícia recebeu um alerta de explosão na Manchester
Nesta terça-feira (25), o presidente afirmou: “O muro vai Arena, com capacidade para 20 mil pessoas, às 22h35 (18h35
ser construído. Temos tempo de sobra.” de Brasília). A área foi isolada e viaturas policiais e
Mas o muro pode não sair do papel da forma como foi ambulâncias foram enviadas ao local.
prometido. Alguns senadores propõem uma mistura de O homem-bomba detonou a carga explosiva na saída do
barreira física com barreira tecnológica, usando câmeras e show. Entre as vítimas estão crianças e adolescentes.
sensores de movimento. O desafio para Donald Trump vai ser O atentado provocou a suspensão dos atos da campanha
explicar essa mudança para os eleitores dele. para as eleições de 8 de junho no Reino Unido e aconteceu
exatamente dois meses depois do ataque perto do Parlamento
Estado Islâmico reivindica autoria de atentado em de Londres que deixou cinco mortos, quando um homem
Manchester34 avançou com seu carro contra uma multidão e esfaqueou um
Partidários do grupo extremista celebraram atentado que policial.
matou ao menos 22 pessoas O nível de ameaça de atentados no Reino Unido é severo, o
MANCHESTER — O Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta segundo mais elevado na escala do governo, e significa que é
terça-feira a autoria do ataque suicida que deixou ao menos 22 altamente provável que aconteçam atentados. O nível mais
mortos e 59 feridos em Manchester, no final do show da elevado na escala é o crítico, ativado em caso de ameaça
cantora americana Ariana Grande. A polícia britânica deteve iminente.
três pessoas, incluindo um jovem de 23 anos, por suspeita de O ataque de Manchester é o mais grave no Reino Unido
conexão com o atentado. Segundo a primeira-ministra desde julho de 2005, quando vários atentados suicidas
britânica, Theresa May, as autoridades acreditam conhecer a deixaram 52 mortos, incluindo quatro terroristas, e 700
identidade do autor do ataque, que morreu ao detonar um feridos no metrô e em um ônibus de dois andares de Londres.
explosivo caseiro no momento em que as pessoas deixavam o Esta ação foi reivindicada por um grupo que dizia pertencer à
concerto. al-Qaeda.
Em comunicado, o grupo extremista disse que um de seus
membros perpetrou o ataque — o mais violento no Reino Portugal vive sua maior tragédia em incêndio
Unido desde os atentados que atingiram os transportes florestal35
públicos de Londres em 2005. Autoridades do Reino Unido e Portugal está arrasada com o incêndio que matou pelo
dos EUA ainda não confirmaram ter comprovado que o menos 61 pessoas e deixou cerca de 60 feridos. Essa é,
atentado foi mesmo realizado pelo EI. certamente, a maior tragédia registrada no país nas últimas
"Um dos soldados do califado colocou uma bomba no meio décadas. O incêndio que atingiu Pedrógrão Grande e região é o
da multidão durante o show", diz a nota. incidente que fez mais vítimas fatais na história recente de
Partidários do Estado Islâmico comemoraram a ação nas Portugal e já é considerado um dos mais graves do mundo. O
redes sociais. Contas do Twitter associadas ao grupo usaram fogo começou no sábado e ainda não está totalmente
hashtags referindo-se à explosão para publicar mensagens de controlado.
celebração, com alguns usuários encorajando ataques O cenário nos vilarejos tomados pelo fogo assusta.
semelhantes em outros lugares. Segundo relata a mídia portuguesa, há corpos espalhados pelo
Manchester Arena, Inglaterra chão esperando para serem recolhidos. Alguns estão cobertos
Em maio de 2017, 22 pessoas foram mortas em um com lençóis brancos. Outros nem isso. Há inúmeras pessoas
atentado suicida no final do show da cantora pop Ariana desaparecidas e outras tantas em desespero por terem
Grande, no Manchester Arena. Outras dezenas de pessoas perdido parentes, vizinhos ou amigos. Pessoas com as quais

33 G1. Estados Unidos adiam construção do muro na fronteira com México. G1, islamico-reivindica-autoria-de-atentado-em-manchester-21379175> Acesso em
Jornal Nacional. Disponível em: < http://g1.globo.com/jornal- 23 de maio de 2017.
nacional/noticia/2017/04/estados-unidos-adiam-construcao-do-muro-na- 35 PUGLLERO, FERNANDA. Portugal vive sua maior tragédia em incêndio florestal.

fronteira-com- Correio do Povo. Disponível em: <


mexico.html?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_content=jn> Acesso http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Internacional/2017/6/620719/Port
em 26 de abril de 2017. ugal-vive-sua-maior-tragedia-em-incendio-florestal> Acesso em 19 de junho de
34 O GLOBO. Estado Islâmico reivindica autoria de atentado em Manchester. O 2017.
Globo, Mundo. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/mundo/estado-

História de Mato Grosso 33


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

conviviam diariamente e cuja família se conhecia a gerações mundo, o relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas
até tudo se acabar em chamas. para Refugiados (Acnur). De acordo com os dados, os números
Para se ter uma ideia do estrago que o fogo causou nos registrados em 2016 superam os de 2015, com um aumento de
vilarejos aos quais chegou é preciso entender Portugal. O país mais de 300 mil pessoas. O número de refugiados aumentou,
tem pouco mais de 10 milhões de habitantes. Cerca de 1/3 da alcançando a marca de 22,5 milhões de pessoas.
população vive na capital Lisboa ou arredores. Outra parte Conflitos políticos, guerras e perseguições são as
reside em volta do Porto, cidade ao Norte do país. O país é principais causas dos deslocamentos. Desse total de pessoas,
pequeno e praticamente todo mundo, de alguma forma, se 17,2 milhões estão sob a responsabilidade do Acnur, e o
conhece – ou conhece alguém que conhece alguém. restante é formado por refugiados palestinos. O conflito na
Pedrógão Grande é uma vila que pertence ao Distrito de Síria mantém o país como o local de origem do maior número
Leiria, na região central do país, com menos de 2 mil de deslocados (5,5 milhões).
habitantes. Há inúmeros vilarejos em volta, que pertencem ao Ainda de acordo com o Acnur, se não for levada em conta a
concelho – a divisão municipal portuguesa difere da brasileira. situação dos palestinos, os afegãos continuam sendo a segunda
Alguns desses vilarejos (ou aldeias, como chamam por aqui) maior população de deslocados (4,7 milhões) no mundo,
têm 100 habitantes. Outros, 30 ou menos. Há vilarejos onde seguidos pelos iraquianos (4,2 milhões).
sobreviveram apenas algumas pessoas para contar a história e O Sudão do Sul também aparece em destaque nos números
narrar os momentos de pavor ao tentar escapar das chamas e de 2016, onde “a desastrosa ruptura dos esforços de paz
salvar pessoas – pois as casas arderam. contribuiu para o êxodo de 739,9 mil pessoas entre julho e
Segundo informações preliminares, o fogo iniciou por dezembro. No total, já são 1,87 milhão de
causas naturais – presume-se que um raio tenha colocado em deslocados originários do Sudão do Sul”.
chamas alguma árvore e, por causa do calor combinado à No fim do ano passado, a organização registrou que 40,3
umidade, o fogo tenha se espalhado rapidamente. A fumaça milhões de pessoas foram forçadas a se deslocar dentro de
que emanou da floresta que fica no local tinha coloração seus próprios países.
branca – e é extremamente tóxica. Sem informação sobre o Além disso, a Síria, o Iraque e “o ainda expressivo
perigo e sobre a grandeza do incidente, alguns moradores deslocamento dentro da Colômbia foram as situações de maior
tentaram fugir das chamas que poderiam chegar às suas casas movimento interno. Esse tipo de deslocamento representa
e se dirigiram à principal estrada da região – que agora ficou quase dois terços dos deslocamentos forçados em todo o
conhecida como “Estrada da Morte”, pois as pessoas que ali mundo”, acrescenta a organização.
estavam acabaram intoxicadas pela fumaça antes de serem Países receptivos
carbonizadas pelas chamas. O relatório diz ainda que, em 2016, 2,8 milhões de pessoas
Um dos maiores canais da televisão portuguesa sobrevoou pediram formalmente refúgio em outros países. Para o Acnur,
a estrada com um drone. O cenário é devastador. Os carros os números indicam a necessidade de consolidar mecanismos
foram consumidos pelas chamas e, provavelmente, as pessoas de proteção para essas pessoas e de suporte para países e
desesperadas com o avançar do fogo não sabiam para onde comunidades que apoiam pessoas deslocadas.
fugir. A maioria morreu dentro dos automóveis. Alguns foram O retorno das pessoas para as suas casas, em conjunto com
encontrados nas laterais da estrada e, presume-se, tenham outras soluções como reassentamento em outros países,
morrido intoxicados antes de terem os corpos queimados – significou melhores condições de vidas para muitos no ano
pois quando uma pessoa morre queimada, coloca os membros passado.
em posição de defesa, o que não se observou nas vítimas que "No total, cerca de 37 países aceitaram 189.300 refugiados
estavam com os braços estendidos ao lado do corpo. para reassentamento. Cerca de meio milhão deles tiveram a
O governo português decretou luto oficial de três dias e oportunidade de voltar para seus países, e aproximadamente
promete investigar as causas do incêndio. Alguns donativos já 6,5 milhões de deslocados internos regressaram para suas
começam a chegar para ajudar as famílias das vítimas fatais e regiões de origem – embora muitos deles em circunstâncias
os sobreviventes a reconstruírem suas vidas – se bem que abaixo do ideal e com um futuro incerto”, afirma a organização.
talvez isso não seja possível, após o trauma de ver o fogo
avançar e nada ser feito. Muitos moradores locais criticam a Desenvolvimento sustentável e ecologia.
lentidão das autoridades em apagar o incêndio: “Deixaram-nos
aqui para morrer”, disse um residente de Pedrógrão Grande a Desenvolvimento sustentável37
um site de notícias português. As festas juninas foram Desenvolvimento sustentável é o modelo que prevê a
suspensas por três dias em todo o país – junho é um mês integração entre economia, sociedade e meio ambiente. Em
festivo em Portugal. O clima está pesado nas ruas e “toda a outras palavras, é a noção de que o crescimento econômico
gente”, como dizem os portugueses, lamenta a tragédia. deve levar em consideração a inclusão social e a proteção
ambiental
Número de refugiados no mundo é o maior já
registrado, diz relatório da ONU36 Gestão do Lixo
De acordo com os dados, números registrados em 2016 O lixo ainda é um dos principais desafios dos governos na
superam os de 2015, com um aumento de mais de 330 mil área de gestão sustentável. No entanto, na última década, o
pessoas que tiveram que ser deslocadas Brasil deu um salto importante no avanço para a gestão
Só no ano passado, cerca de 65,6 milhões de pessoas foram correta dos resíduos sólidos. Segundo dados do Ministério do
forçadas a se deslocar em todo o mundo. Do total forçado a se Meio Ambiente, em 2000, apenas 35% dos resíduos eram
deslocar, 10,3 milhões de pessoas são novas e cerca de dois destinados aos aterros.
terços (6,9 milhões) delas se deslocaram dentro de seus Em 2008, esse número subiu para 58%. Além disso, o
próprios países. As crianças representam a metade do número número de programas de coleta seletiva saltou de 451, em
total dos refugiados de todo o mundo. 2000, para 994, em 2008.
As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (19) Para regulamentar a coleta e tratamento de resíduos
por meio do maior levantamento sobre deslocamentos no urbanos, perigosos e industriais, além de determinar o destino

36 IG SÃO PAULO. Número de refugiados no mundo é o maior já registrado, diz 37 Fonte: http://www.rio20.gov.br/sobre_a_rio_mais_20/desenvolvimento-
relatório da ONU. Último Segundo. Mundo. Disponível em: < sustentavel.html
http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2017-06-19/refugiados.html> Acesso em
19 de junho de 2017.

História de Mato Grosso 34


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

final correto do lixo, o Governo brasileiro criou a Política Cada tonelada de CO2e equivale a 1 crédito de carbono. A
Nacional de Resíduos Sólidos (Lei n° 12.305/10), aprovada em ideia do MDL é que cada tonelada de CO2 e não emitida ou
agosto de 2010. retirada da atmosfera por um país em desenvolvimento possa
ser negociada no mercado mundial por meio de Certificados de
Créditos de Carbono Emissões Reduzidas (CER).
No mercado de carbono, cada tonelada de carbono que As nações que não conseguirem (ou não desejarem)
deixa de ser emitida é transformada em crédito, que pode ser reduzir suas emissões poderão comprar os CER em países em
negociado livremente entre países ou empresas. desenvolvimento e usá-los para cumprir suas obrigações.
O sistema funciona como um mercado, só que ao invés das
ações de compra e venda serem mensuradas em dinheiro, elas Consumo racional39
valem créditos de carbono. É um modo de consumir capaz de garantir não só a
Para isso é usado o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo satisfação das necessidades das gerações atuais, como também
(MDL), que prevê a redução certificada das emissões de gases das futuras gerações. Isso significa optar pelo consumo de
de efeito estufa. Uma vez conquistada essa certificação, quem bens produzidos com tecnologia e materiais menos ofensivos
promove a redução dos gases poluentes tem direito a ao meio ambiente, utilização racional dos bens de consumo,
comercializar os créditos. evitando-se o desperdício e o excesso e ainda, após o consumo,
Por exemplo, um país que reduziu suas emissões e cuidar para que os eventuais resíduos não provoquem
acumulou muitos créditos pode vender este excedente para degradação ao meio ambiente. Principalmente: ações no
outro que esteja emitindo muitos poluentes e precise sentido de rever padrões insustentáveis de consumo e
compensar suas emissões. diminuir as desigualdades sociais.
O Brasil ocupa a terceira posição mundial entre os países Adotar a prática dos três 'erres': Redução, que recomenda
que participam desse mercado, com cerca de 5% do total evitar o consumo de produtos desnecessários; Reutilização,
mundial e 268 projetos. que sugere que se reaproveite diversos materiais; e
Reciclagem, que orienta reaproveitar materiais,
Entenda como funciona o mercado de crédito de transformando-os e lhes dando nova utilidade.
carbono38
A partir dos anos 2000, entrou em cena um mercado Aquecimento Global
voltado para a criação de projetos de redução da emissão dos O aquecimento global é uma consequência das alterações
gases que aceleram o processo de aquecimento do planeta. climáticas ocorridas no planeta. Diversas pesquisas
Trata-se do mercado de créditos de carbono, que surgiu a confirmam o aumento da temperatura média global. Conforme
partir do Protocolo de Quioto, acordo internacional que cientistas do Painel Intergovernamental em Mudança do Clima
estabeleceu que os países desenvolvidos deveriam reduzir, (IPCC), da Organização das Nações Unidas (ONU), o século XX
entre 2008 e 2012, suas emissões de Gases de Efeito Estufa foi o mais quente dos últimos cinco, com aumento de
(GEE) 5,2% em média, em relação aos níveis medidos em temperatura média entre 0,3°C e 0,6°C. Esse aumento pode
1990. parecer insignificante, mas é suficiente para modificar todo
O Protocolo de Quioto criou o Mecanismo de clima de uma região e afetar profundamente a biodiversidade,
Desenvolvimento Limpo (MDL), que prevê a redução desencadeando vários desastres ambientais.
certificada das emissões. Uma vez conquistada essa As causas do aquecimento global são muito pesquisadas.
certificação, quem promove a redução da emissão de gases Existe uma parcela da comunidade científica que atribui esse
poluentes tem direito a créditos de carbono e pode fenômeno como um processo natural, afirmando que o planeta
comercializá-los com os países que têm metas a cumprir. Terra está numa fase de transição natural, um processo longo
“O ecossistema não tem fronteira. Do ponto de vista e dinâmico, saindo da era glacial para a interglacial, sendo o
ambiental, o que importa é que haja uma redução de emissões aumento da temperatura consequência desse fenômeno.
global”, ressalta o consultor de sustentabilidade e energia No entanto, as principais atribuições para o aquecimento
renovável, Antonio Carlos Porto Araújo. global são relacionadas às atividades humanas, que
Durante a última Conferência do Clima (COP 17), realizada intensificam o efeito de estufa através do aumento na queima
em 2011, na África do Sul, as metas de Quioto foram de gases de combustíveis fósseis, como petróleo, carvão
atualizadas e ampliadas para cortes de 25% a 40% nas mineral e gás natural. A queima dessas substâncias produz
emissões, em 2020, sobre os níveis de 1990 para os países gases como o dióxido de carbono (CO2), o metano (CH4) e
desenvolvidos. óxido nitroso (N2O), que retêm o calor proveniente das
“Isso pode significar um fomento nas atividades de crédito radiações solares, como se funcionassem como o vidro de uma
de carbono que andavam pouco atraentes”, disse Araújo, autor estufa de plantas, esse processo causa o aumento da
do livro “Como comercializar créditos de carbono”. temperatura. Outros fatores que contribuem de forma
O Brasil ocupa a terceira posição mundial entre os países significativa para as alterações climáticas são os
que participam desse mercado, com cerca de 5% do total desmatamentos e a constante impermeabilização do solo.
mundial e 268 projetos. A expectativa inicial era absorver Atualmente os principais emissores dos gases do efeito de
20%. O mecanismo incentivou a criação de novas tecnologias estufa são respectivamente: China, Estados Unidos, Rússia,
para a redução das emissões de gases poluentes no Brasil. Índia, Brasil, Japão, Alemanha, Canadá, Reino Unido e Coreia
do Sul. Em busca de alternativas para minimizar o
Cálculo aquecimento global, 162 países assinaram o Protocolo de
A redução de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) é Kyoto em 1997. Conforme o documento, as nações
medida em toneladas de dióxido de carbono equivalente – t desenvolvidas comprometem-se a reduzir sua emissão de
CO2e (equivalente). Cada tonelada de CO2e reduzida ou gases que provocam o efeito de estufa, em pelo menos 5% em
removida da atmosfera corresponde a uma unidade emitida relação aos níveis de 1990. Essa meta teve que ser cumprida
pelo Conselho Executivo do MDL, denominada de Redução entre os anos de 2008 e 2012. Porém, vários países não
Certificada de Emissão (RCE). fizeram nenhum esforço para que a meta fosse atingida, o
principal é os Estados Unidos.

38 Fonte: http://www.brasil.gov.br/meio-ambiente/2012/04/entenda-como- 39Texto adaptado de http://www.wwf.org.br/natureza_


funciona-o-mercado-de-credito-de-carbono brasileira/questoes_ambientais/desenvolvimento_sustentavel/

História de Mato Grosso 35


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Fenômenos climáticos extremos prosseguirão em A seca na Somália deixou 185 mil crianças em situação à
2017, diz ONU40 beira da fome e nos próximos meses espera-se que este
Após um ano de 2016 com temperaturas em nível recorde número alcance 270 mil crianças, segundo o Unicef.
no qual a banquisa (água do mar congelada) no Ártico seguiu
minguando e o nível do mar subindo, as Nações Unidas Trump anuncia saída dos EUA do Acordo de Paris
advertiram nesta terça-feira (21/03) que os fenômenos sobre mudanças climáticas42
climáticos extremos prosseguirão em 2017. Presidente prometeu negociar um retorno futuro ou fazer
A Organização Meteorológica Mundial (OMM), uma um novo acordo mais justo para os americanos. Na campanha
agência especializada da ONU, publicou seu relatório anual eleitoral, ele tinha prometido abandonar consenso da ONU nos
sobre o estado mundial do clima coincidindo com a jornada primeiros 100 dias de governo.
meteorológica mundial, que será realizada em 23 de março. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou
"O relatório confirma que 2016 foi o ano mais quente já nesta quinta-feira (1º) a saída de seu país do Acordo de Paris
registrado. O aumento da temperatura em relação à era pré- sobre mudanças climáticas, mas prometeu negociar um
industrial alcançou 1,1ºC, ou seja, 0,06ºC mais que o recorde retorno ou um novo acordo climático em termos que considere
anterior de 2015", disse o secretário-geral da OMM, Petteri mais justos para os americanos. Ele disse que o atual
Taalas, em um comunicado. documento traz desvantagens para os EUA para beneficiar
Segundo a OMM, os fenômenos chamados extremos não outros países, e prometeu interromper a implementação de
apenas seguirão em 2017, mas os estudos recentes "dão a tudo que for legalmente possível imediatamente.
entender que o aquecimento dos oceanos pode ser mais "Para cumprir o meu dever solene de proteger os Estados
pronunciado do que se acreditava". Unidos e os seus cidadãos, os Estados Unidos vão se retirar do
Os dados provisórios dos quais a ONU dispõe revelam que acordo climático de Paris, mas iniciam as negociações para
o ritmo de crescimento da concentração de dióxido de carbono voltar a entrar no acordo de Paris ou em uma transação
(CO2) na atmosfera não foi freado. inteiramente nova em termos justos para os Estados Unidos,
"Depois que o potente (fenômeno climático) El Niño de suas empresas, seus trabalhadores, suas pessoas, seus
2016 se dissipou, hoje assistimos a outras alterações no contribuintes ", disse Trump.
mundo que não conseguimos elucidar, estamos ao limite de "Estamos saindo, mas vamos começar a negociar e
nossos conhecimentos científicos sobre o clima", disse por sua veremos se podemos fazer um acordo justo. Se pudermos,
vez o diretor do programa mundial de investigação sobre o ótimo. Se não pudermos, tudo bem", disse. "Fui eleito para
clima, David Carlson. representar os cidadãos de Pittsburgh, não Paris", completou.
O fenômeno El Niño, que ocorre a cada quatro ou cinco Logo após o anúncio, no entanto, o prefeito de Pittsburgh,
anos com intensidade variável, provocou um aumento da Bill Peduto, disse que irá "garantir que seguiremos as
temperatura do Pacífico, desencadeando, por sua vez, secas e diretrizes do Acordo de Paris para nosso povo, nossa economia
precipitações superiores à média. e futuro."
Em geral, este fenômeno chega ao seu ponto máximo no Ao iniciar os procedimentos oficiais de retirada,
fim do ano, perto do Natal, daí seu nome, em referência ao respeitando a forma de saída prevista no acordo, Trump
menino Jesus. desencadeia um longo processo que não será concluído até
Por sua vez, o Ártico viveu ao menos três vezes neste novembro de 2020 -- no mesmo mês em que concorrerá à
inverno o equivalente polar de uma onda de calor, segundo a reeleição, garantindo que a questão se torne um grande tema
OMM, que ressalta que em alguns dias a temperatura era de debate na próxima campanha presidencial.
próxima ao degelo. O acordo, assinado em dezembro de 2015 durante a cúpula
Segundo as conclusões dos pesquisadores, as mudanças no da ONU sobre mudanças climáticas, COP 21, prevê que os
Ártico e o degelo da banquisa provocam uma modificação países devem trabalhar para que o aquecimento fique muito
geral da circulação oceânica e atmosférica que afeta, por sua abaixo de 2ºC, buscando limitá-lo a 1,5ºC em relação aos níveis
vez, as condições meteorológicas de outras regiões do mundo. pré-industriais.
É o caso do Canadá e de grande parte dos Estados Unidos, A saída dos EUA, segundo maior produtor mundial de gás
que tiveram um clima suave pouco habitual, enquanto na de efeito estufa, pode minar o acordo internacional, o primeiro
península arábica e no norte da África foram registradas no da história em que os 195 países da ONU se comprometem a
início de 2017 temperaturas anormalmente baixas. reduzir suas emissões.
Além disso, as temperaturas na superfície do mar foram
em 2016 as mais altas já registradas e o aumento do nível Obama
médio do mar prosseguiu, enquanto a superfície da banquisa O ex-presidente Barack Obama, que havia assinado o
no Ártico foi inferior à normal durante grande parte do ano. tratado em 2015, imediatamente reagiu ao anúncio, dizendo
que a administração Trump rejeita o futuro com essa retirada.
Mais de 100 pessoas morrem em 48h por causa da seca "Ainda que este governo tenha se unido a um pequeno
na Somália41 grupo de países que ignoram o futuro, confio nos nossos
Cento e dez pessoas morreram no sul da Somália nas estados, empresas e cidades que darão um passo à frente e
últimas 48 horas em consequência da seca, anunciou o farão ainda mais para liderar o caminho", disse.
primeiro-ministro somali Hassan Ali Khaire. Ao assinar em 2015, Washington tinha se comprometido a
Segundo ele, as vítimas também sofreram com diarreias reduzir em 28% sua produção de gases de efeito estufa, além
severas provocadas pela água insalubre nas regiões do sul da de transferir cerca de US$ 3 bilhões (cerca de R$ 9,6 bilhões)
Somália. A maioria dos mortos é de crianças e idosos, segundo para países pobres como forma de ajudá-los a lutar contra as
as autoridades. mudanças climáticas.
A Somália decretou no final de fevereiro estado de
catástrofe nacional pela seca que atinge o país e ameaça a cerca Medida anunciada
de três milhões de pessoas. Antes de ser eleito, Trump descreveu em várias ocasiões o
aquecimento global como uma enganação criada pela China

40 21/03/2017 – Fonte: http://g1.globo.com/natureza/noticia/fenomenos- 42 G1. Trump anuncia saída dos EUA do acordo de Paris sobre mudanças climáticas.

climaticos-extremos-prosseguirao-em-2017-diz-onu.ghtml G1 Natureza. Disponível em: <http://g1.globo.com/natureza/noticia/trump-


41 05/03/2017. Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/mais-de-100- anuncia-saida-dos-eua-do-acordo-de-paris-sobre-mudancas-climaticas.ghtml>
pessoas-morrem-em-48h-por-causa-da-seca-na-somalia.ghtml Acesso em 02 de junho de 2017.

História de Mato Grosso 36


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

para prejudicar as empresas americanas, e anunciou que iria complexas questões das mudanças climáticas. Os líderes do G7
“cancelar” o Acordo de Paris nos primeiros 100 dias após sua criticaram a decisão de Trump de deixar o tratado e os
posse. governos do Canadá, da China e a União Europeia já
Uma decisão necessária, segundo ele, para favorecer as informaram que continuarão a honrar seus compromissos
empresas petrolíferas e produtores de carvão dos EUA, e dessa com o Acordo de Paris mesmo se os EUA se retirarão.
forma garantir mais crescimento econômico e a criação de A preocupação em nível global com a saída dos Estados
novos empregos. Depois de tomar posse, Trump anunciou que Unidos é o efeito de emulação: outros países poderiam ser
teria estudado o acordo antes de tomar uma decisão sobre o influenciados a reduzir ou atenuar seus compromissos
assunto. internacionais sobre a questão climática ou até abandonar
O presidente norte-americano tem poderes suficientes completamente o acordo.
para retirar os EUA do tratado. Isso porque o texto foi A decisão de se retirar do acordo poderia sinalizar a
denominado “acordo” para permitir que Barack Obama intenção de Trump de cortar outras leis que limitam a
pudesse utilizar seus poderes presidenciais para ratificá-lo produção de gases poluentes nos EUA assinadas pelo seu
sem pedir a permissão do Congresso, então controlado pelo antecessor Obama. Entretanto, a saída dos EUA do Acordo de
Partido Republicano, hostil a qualquer redução das emissões Paris não seria imediata. O processo poderá demorar até três
de poluentes. Por esse motivo, a delegação dos EUA foi anos, assim como estabelecido no próprio acordo, com
obrigada a negociar por muitas horas sobre essa complexa diversas batalhas jurídicas e diplomáticas muito intensas,
linguagem jurídica no dia da assinatura do documento. além do grave desgaste de imagem internacional dos Estados
VEJA PRINCIPAIS PONTOS DO ACORDO DO CLIMA Unidos.
Países devem trabalhar para que o aquecimento fique
muito abaixo de 2ºC, buscando limitá-lo a 1,5ºC O que é o Acordo de Paris
Países ricos devem garantir financiamento de US$ 100 O Acordo de Paris sobre as mudanças climáticas impõe aos
bilhões por ano países signatários conter o aquecimento global em até 2º C em
Não há menção à porcentagem de corte de emissão de relação aos níveis pré-industriais, com o objetivo de não
gases-estufa necessária superar o 1,5º de aumento da temperatura mundial até 2100.
Texto não determina quando emissões precisam parar de Já hoje as temperaturas médias são de 1º acima dos níveis
subir pré-industriais, uma mudança climática ocorrida em larga
Acordo deve ser revisto a cada 5 anos parte nas últimas décadas. Com o acordo assinado em 2015 no
A decisão de Trump pode ter sérias consequências para o final da Cúpula do Clima de Paris (COP 21), 195 países
cumprimento das obrigações previstas pelo tratado por parte signatários se comprometeram a reduzir suas emissões de
de outros países e, mais em geral, sobre a condição climática gases de efeito estufa. Entretanto, segundo muitos cientistas
do planeta, considerando que o aquecimento global é um essas medidas seriam insuficientes para garantir o respeito
fenômeno que já está ocorrendo e que todos os anos perdidos dos objetivos fixados e deveriam ser rapidamente atualizadas.
na luta contra esse fenômeno aumentam o risco de provocar O Acordo de Paris foi assinado na cúpula anual da ONU
efeitos irreversíveis sobre o clima. sobre o clima COP 21, a vigésima-primeira cúpula das Nações
Segundo levantamentos realizados por várias Unidas sobre o tema.
universidades e centros de pesquisa de diferentes países do Segundo o próprio acordo, os países signatários não
mundo, a saída dos EUA do Acordo de Paris acrescentaria 3 podem abandoná-lo antes de três anos, além de um quarto ano
bilhões de toneladas de dióxido de carbono (CO2) emitido por para que o procedimento seja completado. Ou seja, Trump não
ano na atmosfera, aumentando a temperatura da Terra entre poderia se livrar dos vínculos legais do texto antes de 2020,
0,1º e 0,3º C até o final do século. sem cometer uma violação do direito internacional.
Uma alternativa para os EUA poderia ser aquela de
Apoio dividido abandonar completamente a Convenção-Quadro das Nações
A decisão de Trump foi influenciada por uma carta Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCCC) (a que organiza
assinada por 22 senadores republicanos, incluindo o líder da as cúpulas da COP), que Trump criticou fortemente em
bancada Mitch McConnell, que defendia a retirada dos EUA do diversas ocasiões no passado. Uma última opção poderia ser
tratado. Trump preferiu ignorar a opinião de alguns dos seus uma renegociação dos objetivos de corte das emissões,
assessores mais influentes, como a filha, Ivanka, o Secretário obrigando todavia Washington a uma longa e difícil
de Defesa, James Mattis, e o Secretário de Estado Rex Tillerson, negociação com os outros países.
os quais defendiam que ele mantivesse os Estados Unidos no
acordo. Mattis em particular salientou como o Pentágono, o Segurança
Ministério da Defesa dos EUA, já está produzindo uma grande
quantidade de pesquisas sobre o aumento do nível dos mares, Sistema penitenciário: Prender menos ou construir
a mudança nas rotas marinhas para os navios de guerra por mais prisões?43
causa do derretimento das geleiras do Ártico e os efeitos de Em janeiro de 2017, o Brasil assistiu a chacinas que
secas ou de inundações sobre a segurança nacional americana. aconteceram dentro de presídios. No Rio Grande do Norte, 26
presos foram mortos na Penitenciária de Alcaçuz. Segundo o
ONU governo, trata-se de uma disputa entre as facções Primeiro
O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, pediu Comando da Capital (PCC) e Sindicato do Crime RN. Em
oficialmente aos EUA para que não saíssem do Acordo de Paris, Manaus, um guerra de facções (Família do Norte e PCC) causou
sem obter nenhum resultado. Outros países, como Alemanha e a morte de 60 presos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim
França, expressaram suas preocupações com a posição de (Compaj). Além desses fatos, foram registrados confrontos,
Trump sobre o meio ambiente e mudanças climáticas. Até o fugas e rebeliões nos estados da Bahia, Santa Catarina e
Papa Francisco tentou persuadir o presidente norte- Rondônia, no mesmo período.
americano em permanecer no acordo durante sua recente Essa crise no sistema penitenciário revelou um fenômeno
visita no Vaticano, entregando-lhe uma cópia da encíclica no Brasil: o fortalecimento das organizações e facções
“Laudato si'” que o Pontífice escreveu em 2015 sobre as criminosas nos presídios brasileiros. Grupos como PCC, CV e

4327/02/2017. Fonte: https://vestibular.uol.com.br/resumo-das-


disciplinas/atualidades/sistema-penitenciario--prender-menos-ou-construir-
mais-prisoes.htm

História de Mato Grosso 37


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

FDN comandam a venda de drogas no Brasil e disputam entre Em resposta ao massacre que levou à morte mais de 100
si as principais rotas do tráfico. Segundo a polícia, 25 presos no Brasil em janeiro, o presidente Temer anunciou a
organizações batalham pelo controle de regiões, formando construção de cinco presídios federais para resolver a
parcerias com grupos locais. urgência da superlotação. A previsão é que sejam abertas 30
Nos presídios, as facções brigam para ter o maior número mil vagas. Além disso, anunciou que vai investir na compra de
de membros possível. Depois de entrar para um grupo, o preso novos materiais para reforçar a segurança. Entre os
tem que prestar serviços à fação dentro da cadeia e fora dela. equipamentos a serem comprados estão o uso de tornozeleira,
Em troca, ganha proteção. O PCC é a principal facção criminosa scanner de corpo e bloqueador de celular.
brasileira e conta com 30 mil membros espalhados pelo país. Este ano, o governo federal deve destinar R$ 2,2 bilhões
Outro problema é a falta de controle interno nos presídios. para o sistema penitenciário e para os estados construírem
Em Manaus, por exemplo, erros básicos foram cometidos pela presídios. No ano passado, ele liberou R$ 1,2 bilhão para esta
gestão do Compaj. Não havia divisão entre celas, revistas e finalidade. Se o número de presos continuar a crescer no ritmo
monitoramento dos presos. A organização do presídio era atual será necessário um investimento ainda maior no futuro.
controlada internamente pelos próprios detentos, que podiam "Construir novos presídios também é muito importante,
circular livremente. Uma revista realizada lá dentro resultou mas também não resolve o problema", afirmou Paulo Fontes, o
na apreensão de um rifle, facas, celulares e um roteador de Secretário de Segurança Pública do Amazonas, estado onde
internet. estourou a atual crise no sistema penitenciário. Em entrevista
ao UOL, ele diz que o mais importante é o combate ao
A superlotação dos presídios narcotráfico, como a intensificação de barreiras policiais nas
O Brasil possui a quarta maior população carcerária do fronteiras do Amazonas com outros países.
mundo (perdendo apenas para os EUA, China e Rússia). O
número de presos no país aumentou de 233 mil em 2000, para A lentidão da justiça
654 mil em 2017. Esses dados refletem o aumento da A superlotação das prisões também é estimulada pela
criminalidade, especialmente de delitos relacionados ao lentidão em julgar o réu. O mais recente levantamento do
tráfico de drogas e roubo, que representam juntos, mais da Conselho Nacional da Justiça revela que dos 654 mil presos
metade dos presos. brasileiros, 221 mil são provisórios (34%) e foram presos de
O problema é que o nosso sistema penitenciário comporta forma preventiva. Ou seja, um a cada três presos no Brasil
aproximadamente 370 mil vagas. Há um déficit muito alto para ainda aguarda julgamento.
equilibrar o sistema. A superlotação pressiona todas as esferas Em Pernambuco, um preso espera em média 974 dias para
e dificulta o controle das prisões e a prevenção a rebeliões. ser julgado. A justiça mais ágil é a de Rondônia, na qual o preso
No estado de São Paulo, que concentra a maior parte dos espera 172 dias (média 6 meses) para o julgamento de sua
presos no Brasil, dos 22 presídios construídos nos últimos sete sentença.
anos, 19 já estão lotados. Hoje as instalações operam 51% De acordo com o levantamento da CNJ, o crime com base
acima da sua capacidade. no qual há um maior porcentual de presos provisórios é o de
A superlotação compromete a saúde física e mental do tráfico de drogas: 29%. Roubo aparece em seguida, com 26%.
preso e exarceba os níveis de estresse dos detidos, forçando- Após a crise penitenciária do início do ano, o Ministério da
os a competir por espaço e recursos limitados. Ela também Justiça propôs medidas de curto prazo para desafogar os
dificulta a separação entre presos provisórios e definitivos ou presídios superlotados. Entre as principais ações estão a
entre réus primários e reincidentes, como estabelece o Código realização de mutirões de audiências criminais para analisar e
de Processo Penal. julgar os processos de presos provisórios. A expectativa é que
Em teoria, um presídio deve oferecer condições dignas desta forma, o governo reduza a superlotação em 15% até
para o preso se recuperar e voltar à sociedade reabilitado. O 2018.
ambiente que oferece e infraestrutura precária aumenta a Outra tendência é o aumento das penas alternativas em
dificuldade de dar assistência ao preso e se torna um terreno detrimento da prisão. Ou seja, permitir aos condenados
fértil para rebeliões e a proliferação de facções, que ocupam o cumprirem suas penas em regime aberto, sob algumas
vácuo deixado pelo Estado na gestão do local. condições. Entre elas, estão o comparecimento uma vez por
O Supremo Tribunal Federal avançou no tema e deve mês diante do juiz e o uso de tornozeleiras eletrônicas. A ideia
pressionar mudanças na política penitenciária. No início do é possibilitar a ressocialização para aqueles que têm
ano, a Corte decidiu que cabe indenização para o preso que foi condições.
submetido a condições carcerárias degradantes, como celas Em 2015, nos estados de Minas Gerais, Acre, Amapá, Goiás,
superlotadas, falta de assistência à saúde dos presos, a falta de Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí e Roraima,
alimentação e as péssimas condições de higiene. foram concedidas mais penas alternativas à prisão que penas
No entender do STF, é dever do Estado garantir a privativas de liberdade. Nesse caso, os juízes avaliam se o réu
integridade física e psicológica dos presos e reparar os danos foi condenado por crime que tenha sido cometido sem
sofridos pela inobservância desse dever. A decisão fixou violência ou grave ameaça à pessoa, com pena menor que
indenização de R$ 2 mil por danos morais a um condenado que quatro anos. A decisão final leva em conta ainda “a
cumpriu pena no presídio de Corumbá/MS. Essa decisão vale culpabilidade, os antecedentes, a conduta social e a
para todos os presos que entrarem na justiça pedindo esse personalidade do condenado” assim como os motivos e as
direito. circunstâncias da eventual substituição da pena.

Novos presídios A política de combate às drogas


A situação crítica das penitenciárias exige a construção de Alguns analistas avaliam que a política de combate às
mais vagas e uma gestão melhor. Projeções feitas pelo drogas no Brasil se relaciona diretamente com o aumento
Departamento Penitenciário Nacional (Depen) mostram que expressivo da população carcerária.
seriam necessários R$ 11 bilhões para suprir o déficit de 250 Em 2006, a Lei de Drogas (Lei 11.343) aumentou as penas
mil vagas no sistema prisional e teriam que ser gastos R$ 7 para o tráfico e define como crime a porte de drogas para uso
bilhões por ano para manter o serviço. O cálculo levou em pessoal. Como reflexo, aumentaram as prisões para esse tipo
conta o custo médio de mater um preso no Brasil, de R$ 2,4 mil de crime. Em 2006, quando a Lei 11.343 começou a valer, eram
por mês. 31.520 presos por tráfico nos presídios brasileiros. Em 2013,
esse número passou para 138.366, um aumento de 339%.

História de Mato Grosso 38


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Presos por tráfico de drogas representam hoje a maior parcela 06. (Pref. de Lauro Muller/SC – Auxiliar
dos prisioneiros. Administrativo – Instituto Excelência/2017) Ártico tem
Segundo a Organização Human Rights Watch, a aplicação ano recorde de calor e derretimento maciço de gelo. Avaliação
da lei é falha e teve efeito perverso sobre usuários. Muitas foi publicada no Arctic Report Card 2016, relatório revisado
pessoas são presas por portar quantidades pequenas de por pares de 61 cientistas de todo o mundo.
drogas e acabam sendo tratadas como traficantes e Disponível< http://g1.globo.com/natureza/noticia/artico-
encarceradas ao lado de condenados por crimes graves, como temano-recorde-de-calor-e-derretimento-macico-de-
latrocínio, homicídio, entre outros. gelo.ghtml>Acesso em 14 dez de 2016
Sobre essa notícia é INCORRETO afirmar:
Questões (A) O Ártico quebrou recordes de calor no ano passado,
quando um ar excepcionalmente quente provocou o
01 - O arraial de Cuiabá foi transformado em vila, em 1 de derretimento maciço de gelo e de neve e um congelamento
janeiro de 1727, recebendo o nome de: tardio no outono.
(A) Arraial de São Gonçalo. (B) Os cientistas do clima dizem que as razões para o
(B) Vila de Santa Cruz aumento do calor incluem a queima de combustíveis fósseis
(C) Lavras do Sutil. que emitem gases causadores do efeito estufa, que prendem o
(D) São Pedro D’El Rey. calor na atmosfera, bem como a tendência de aquecimento do
(E) Vila Real do Senhor bom Jesus de Cuiabá. oceano El Niño, que terminou no meio do ano.
(C) Essa tendência de aquecimento também levou a uma
02 - A presença de escravos africanos, em Mato Grosso, é cobertura de gelo adulta e grossa que derrete facilmente.
decorrente do desenvolvimento da mineração, a partir da (D) Nenhuma das alternativas.
primeira metade do século XVIII. Desde o começo, a escravidão
foi acompanhada por diversas modalidades de resistência ao 07. (Prefeitura de Cipotânea – MG – Enfermeiro - REIS
trabalho compulsório, entre as quais a fuga e a organização de & REIS/2016) “Apontada como um mecanismo importante de
quilombos. financiamento cultural no Brasil, a ________________ é
constantemente alvo de críticas e voltou ao debate nacional
Assinale a opção que indica os dois quilombos mato- por causa da extinção – agora revertida – do Ministério da
grossenses mais importantes dos séculos XVIII e XIX. Cultura na gestão interina de Michel Temer. Esta Lei foi criada
(A) Piolho e Carucango. em 1991, durante o governo Collor, e permite que produtores
(B) Quariterê e Rio Manso. e instituições captem, junto a pessoas físicas e jurídicas,
(C) Palmares e Piolho. recursos para financiar projetos culturais. O valor destinado a
(D) Carucango e Quariterê. esses projetos pode ser deduzido integralmente do Imposto de
(E) Aldeia da Carlota e Palmares. Renda a pagar.”
Marque a alternativa que completa corretamente o
03 - Em 1891 foi promulgada a primeira Constituição de enunciado acima:
Mato Grosso. A seguir, a Assembleia Constituinte elegeu para (A) Lei Collor.
conduzir o governo do Estado: (B) Lei Rouanet.
(A) Antônio Correa da Costa. (C) Lei de Diretrizes e Bases da Educação.
(B) Generoso Paes Leme de Souza. (D) Lei Echer.
(C) Manuel José Murtinho.
(D) Pedro Celestino. 08. (TJ-SP – Assistente Social Jurídico – Vunesp – 2017)
(E) Delfino Augusto de Figueiredo. O presidente Michel Temer sancionou na noite desta sexta-
feira o projeto de lei que regulamenta a terceirização no país.
04 - Assinale a alternativa incorreta a respeito do governo A iniciativa foi publicada em edição extra do “Diário Oficial
de Totó Paes de Barros: da União” e inclui vetos parciais a três pontos da proposta.
(A) Foi responsável por levar os produtos mato-grossenses (Folha de S.Paulo, 31.03.2017)
a Exposição Internacional de Saint-Louis.
(B) Tinha como base de sustentação política Joaquim O projeto de lei sancionado
Murtinho. (A) Isenta as empresas contratantes e contratadas dos
(C) Editou a revista O Arquivo na qual há a reconstituição serviços terceirizados de qualquer ação no âmbito da Justiça
histórica de Mato Grosso. do Trabalho e determina que todos os trabalhadores
(D) Estimulou o comercio dos produtos do extrativismo terceirizados devem se constituir em microempresários, dessa
vegetal produzidos no Estado, como a erva-mate, a poaia e a forma responsáveis pelos tributos relacionados ao trabalho.
borracha. (B) Determina que todas as empresas privadas podem
(E) A sua decadência política aconteceu na Revolta de terceirizar qualquer atividade profissional, desde que todos os
1906. direitos trabalhistas sejam respeitados, e veta a utilização de
trabalho terceirizado para as empresas de economia mista e a
05 - (UFMT) Sobre a colonização de Mato Grosso no século administração pública, com exceção para a área de saúde.
XX, assinale a alternativa incorreta: (C) Limita a terceirização do trabalhador à denominada
a) Getúlio Vargas implantou a “Marcha para o Oeste”, que atividade-meio e, em caso de litígio trabalhista, as empresas
visava instalar em Mato Grosso os sulistas. contratadas e contratantes devem ser acionadas
b) A Colônia De Dourados foi um projeto de colonização conjuntamente na Justiça do Trabalho e dividirão os custos das
que instalou os sulistas em Mato Grosso. indenizações relacionadas a tais processos.
c) Na década de sessenta ocorreu um crescimento (D) Impede que a empresa de terceirização subcontrate
populacional em Mato Grosso, em função da colonização outras empresas, prática denominada de quarteirização, e
particular. amplia os direitos trabalhistas dos funcionários das empresas
d) SUDAM e SUDECO foram projetos governamentais que de terceirização, por exemplo o aumento da multa sobre o
instalaram o pequeno produtor em Mato Grosso. valor dos depósitos do FGTS em caso de demissão sem justa
e) Em Mato Grosso, a colonização dirigida pelas empresas causa.
particulares fez surgir várias cidades no Estado.

História de Mato Grosso 39


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

(E) Permite a terceirização de todas as atividades e


autoriza a empresa de terceirização a subcontratar outras
empresas para realizar serviços de contratação, remuneração
e direção do trabalho e atribui à empresa terceirizada, em
casos de ações trabalhistas, o pagamento dos direitos
questionados na Justiça, se houver condenação.

09. (CRBio-1ª Região – Auxiliar Administrativo –


Vunesp – 2017) O ministro (...) foi escolhido para ser o novo
relator dos processos da Operação Lava Jato no STF (Supremo
Tribunal Federal), em sorteio realizado nesta quinta-feira
(02.02) por determinação da presidente da Corte, ministra
Cármen Lúcia.
O ministro vai herdar os processos ligados à operação que
estavam com o ministro Teori Zavaski, morto num acidente
aéreo em janeiro. Estavam sob a relatoria de Teori 16
denúncias e outros 58 inquéritos relacionados à Lava Jato.
(Uol, https://goo.gl/NANZYF, 02.02.2017. Adaptado)

O novo relator escolhido por sorteio é o ministro


(A) Alexandre de Moraes
(B) Dias Toffoli
(C) Edson Fachin
(D) Gilmar Mendes
(E) Luiz Fux

Respostas
01 – E / 02 – A / 03 – C / 04 – B / 05 – D / 06 – C / 07 – B /
08 – E / 09 - C

Anotações

História de Mato Grosso 40


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
GEOGRAFIA DE MATO GROSSO

Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

No Brasil, o desenvolvimento do capitalismo foi


caracterizado por forte intervenção do Estado através de
vários instrumentos, que tinham por objetivo a valorização do
capital e a inserção econômica do país no contexto mundial.
A intervenção estatal imprimiu, na região Centro-Oeste,
profundas transformações estruturais:

→ Implantação de programas de desenvolvimento (década


de 1970);
→ Divisão territorial do Estado de Mato Grosso (1977);
1. Mato Grosso e a região → Divisão territorial de Goiás, com a criação do Estado de
Tocantins (1981).
Centro-Oeste
Pode-se constatar, então, que as estratégias de intervenção
do Estado Nacional foram variadas.
Mato Grosso e a Região Centro-Oeste Consequentemente, os impactos na estrutura regional
também foram diferenciados.
Desenvolvimento socioeconômico no contexto da região Assim, em busca da homogeneização econômica nacional –
Centro-Oeste: A estrutura do espaço regional expressa pela integração das regiões brasileiras –, ocorreram
Para compreender o processo de desenvolvimento de transformações que afetaram as relações de produção e
Mato Grosso, é preciso conhecer o contexto da região Centro- modificaram o inter-relacionamento dos núcleos urbanos com
Oeste do Brasil (Figura 1). as áreas produtivas rurais.
O território mato-grossense é resultado de um conjunto de
espaços geográficos moldados ao longo do processo de Como resultado, evidencia-se na região Centro-Oeste:
formação econômico-social do país, posto em prática de forma
efetiva a partir do século XVIII (Figura 2). 1. Espaços estruturados pela iniciativa privada sem a
Isso significa dizer que a estrutura regional do Centro- intervenção direta de políticas governamentais; e
Oeste relaciona-se ao contexto nacional como uma totalidade, 2. Espaços reestruturados por políticas governamentais
sendo regida pela dinâmica capitalista.
Essa dinâmica pode ser entendida como a crescente
integração das regiões brasileiras a partir da homogeneização
da economia nacional.
Assim, a estrutura espacial é resultante de um processo
temporal onde o território é continuamente estruturado e
reestruturado.
Essa dinâmica expressa-se pela articulação inter-regional
entre os Estados brasileiros, através de fluxos de diversas
ordens: bens e serviços, capitais, investimentos e força de Referências Bibliográficas:
trabalho.
Esses fluxos determinaram os processos que moldaram a Geografia de Mato Grosso: Seleção de Conteúdo para o
região Centro-Oeste. Concurso Público do Governo de Mato Grosso. /Gislaene Moreno
Embora não tenha sido a única responsável pela (org.), Tereza Cristina Souza Higa (org.), Gilda Tomasini
construção do espaço regional, a mineração de ouro foi o fator Maitelli (colab.). Cuiabá: Entrelinhas. Disponível em:
inicial de apropriação da terra e construção do espaço http://www.entrelinhaseditora.com.br/uploads/produto
regional, sendo responsável pelo assentamento das primeiras pdf/Apostila_Geografia_2015_Degustacao(1).pdf.
populações não-indígenas na região.

2. Geopolítica de Mato Grosso

Mato Grosso é o terceiro Estado em área da Federação


brasileira, com área total de 906.807 km², aproximadamente.
Encontra-se na região Centro-Oeste do país, centro do
continente Sul-americano.
A sua localização privilegiada – território fronteiriço
internacional e que faz parte da Amazônia brasileira – confere-
lhe a condição de espaço estratégico, ao qual tem sido
atribuído relevante papel nos planos de desenvolvimento
nacional e de integração sul-americana.
Com importância geopolítica e econômica reconhecida
desde o Brasil Colônia, Mato Grosso começou a ser
amplamente explorado a partir da segunda metade do século
XX e, a partir da década de 1970, passou a receber estímulos
para a ocupação do seu território provenientes de diversos
programas federais e estaduais que rapidamente o
transformaram em um dos maiores produtores agropecuários
do país.
O desencadeamento desse processo provocou a
interiorização da economia, crescimento populacional e,

Geografia de Mato Grosso 1


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

consequentemente, intensa urbanização que, ao lado de outros política em que os sulistas se encontravam. No documento
fatores, sobretudo políticos, foram decisivos para contínuas reclamam do descaso dos políticos cuiabanos que, segundo
divisões territoriais originando dezenas de municípios nas eles, usurpavam de toda a verba que o sul destinava ao Estado,
últimas duas décadas do século XX. e nem ao menos tinham representação significativa na
Assim, a área do atual território mato-grossense que, em Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Chegam a apresentar
1970, contava com 34 municípios, chegou a 2000 com 141 algumas consequências que poderiam vir a ocorrer se caso a
unidades municipais e uma população de 2.498.150 habitantes divisão não ocorresse, entre os quais, o não pagamento de
(IBGE, 2000a). Em 2006, com as mesmas 141 unidades imposto e a ameaça de revoltas não pacíficas contra os
municipais, a projeção populacional do IBGE para o Estado é políticos do norte residentes em Cuiabá.
de 2.856.999, bem como chegou a 3.066.046 habitantes, em Somente a partir da apresentação desses documentos
2010. torna-se possível a realização de algumas reflexões acerca da
Esse número foi atualizado em 2016 para 3.305.531. influência da divisão na economia do Estado nesses últimos
quarenta anos.
Referências Bibliográficas:

Geografia de Mato Grosso: Seleção de Conteúdo para o 4. Aspectos físicos e


Concurso Público do Governo de Mato Grosso. /Gislaene Moreno
(org.), Tereza Cristina Souza Higa (org.), Gilda Tomasini domínios naturais do espaço
Maitelli (colab.). Cuiabá: Entrelinhas. (Adaptado). mato-grossense
Disponível em:
http://www.entrelinhaseditora.com.br/uploads/produto
pdf/Apostila_Geografia_2015_Degustacao(1).pdf.
Mato Grosso possui um grande território, nesse existe uma
grande variedade de recursos e paisagens naturais.
Diante da imensa biodiversidade, serão abordadas as
principais características do relevo, clima, vegetação,
3. Ocupação do território hidrografia, além das reservas ecológicas que se faz presente
na região.

As ideias separatistas de Mato Grosso do Sul tiveram início Relevo


no começo do século XX, com uma revolta chefiada pelo O Relevo apresenta as irregularidades da superfície
coronel Mascarenhas, que resultou na derrota dos rebeldes. O terrestre. O território de Mato Grosso é composto por um
norte sempre resistiu, por temer o esvaziamento econômico relevo de baixas altitudes, dessa forma, grande parte do espaço
do Estado. Durante a Revolução Constitucionalista de 1932, a estadual é plano.
região sul aderiu ao movimento, sob a condição de que em caso No entanto, esse tipo de relevo se divide em três tipos de
de vitória obteria a divisão. compostos, chamados de unidade, sendo todos distintos. São
Em 11 de outubro de 1977, Mato Grosso do Sul foi eles:
finalmente desmembrado, transformando-se em Estado no 1º - Planalto mato-grossense: formação a partir de
de janeiro de 1979, com a posse do primeiro governador, o planaltos cristalinos e chapadões sedimentares, nesse as
engenheiro gaúcho Harry Amorim Costa, e da Assembleia altitudes podem variar entre 400 a 800 metros em relação ao
Constituinte. A primeira eleição só ocorreu em 1982. Para nível do mar. Esse planalto tem a função de divisor de águas de
justificar o desmembramento, o governo federal argumentou importantes bacias, tais como Paraguai e alguns rios da bacia
que o antigo Estado dispunha de área muito extensa, que do Amazonas.
dificultava a administração, além de apresentar claras - Planalto Arenítico-basáltico: formado pelos dois
diferenças ecológicas. últimos elementos, podem ser encontrados no sul de Mato
Mesmo que haja certa dificuldade em atribuir o Grosso.
crescimento econômico do Estado dos últimos quarenta anos - Planalto mato-grossense: se estabelece em uma área
à divisão de 1977, uma pesquisa bibliográfica mais acurada rebaixada, já no sul do planalto brasileiro se encontra o divisor
revela alguns aspectos interessantes que refletem de alguma entre as duas bacias, Paraguai e Amazonas.
forma na condição social e econômica do Estado no período A partir dessas considerações, as principais elevações
futuro. Com isso uma releitura desse material torna-se, no (serras) do relevo contido no Estado do Mato Grosso:
presente momento, indicado para este tipo de análise. - Serra dos Parecis
Quando a divisão ocorreu, foi realizado um relatório que - Serra Formosa
determinava para o governo estadual e federal algumas - Serra do Norte
diretrizes administrativas a cumprir que tivessem o objetivo - Serra dos Caiabis
de buscar a revitalização da economia do Estado - Serra dos Apiacás
remanescente como uma compensação de possíveis perdas - Serra do Roncador
que a divisão poderia vir a proporcionar para Mato Grosso. Há Além das serras citadas, existe outra variação do relevo
outro trabalho de extrema relevância a ser averiguado e que são as depressões, desse modo as duas principais são:
refletido, trata-se do livro de BORGES, intitulado, “Prosas com - Depressão do Alto Xingu
Governadores de Mato Grosso 1966 - 2006”. - Depressão do Médio Araguaia
Nele encontram-se entrevistas com personagens centrais
da política mato-grossense não só no período em que ocorreu Clima
a divisão, mas também no período anterior e posterior a O clima do estado sofre variações de acordo com a
mesma. O tema divisão de Mato Grosso é abordado de forma localização geográfica. Com base nessa afirmativa o clima que
direta, e ali os ex governadores expressam a sua opinião, e predomina é o tropical superúmido, característica do clima
adicionam informações para a compreensão de alguns amazônico, no qual há elevadas temperaturas, algo em torno
pormenores que até o momento não havia sido ainda bem de 26ºC em relação à média anual e uma grande incidência de
esclarecidos. precipitações que chegam a 2.000 mm ao ano.
Há também um documento datado de 1934 realizado pela
liga sul mato-grossense que expressa a revolta pela situação

Geografia de Mato Grosso 2


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Outro tipo de clima de grande influência no Estado é o O poder legislativo estadual é unicameral, constituído pela
tropical, que possui duas estações bem definidas, sendo uma Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, localizada
seca e outra chuvosa. no Centro Político Administrativo. Ela é constituída por 24
deputados, que são eleitos a cada quatro anos. No Congresso
Vegetação Nacional, a representação mato-grossense é de três senadores
Uma grande parcela do território mato-grossense é e setenta deputados federais.
composta por cobertura vegetal de floresta equatorial, que O poder judiciário tem a função de julgar, conforme leis
corresponde ao tipo de vegetação da floresta amazônica. criadas pelo legislativo e regras constitucionais brasileiras,
Já ao sul da capital, Cuiabá, o tipo de vegetação que sendo composto por desembargadores, juízes e ministros.
predomina é o cerrado, esse bioma é composto por árvores Atualmente, a maior corte do Poder Judiciário mato-
baixas com troncos retorcidos, folhas e cascas grossas, além de grossense é o Tribunal de Justiça de Mato Grosso.
uma vasta vegetação rasteira formada por capins nativos e
arbustos.
Na área que está localizado o Pantanal o tipo de vegetação 6. Aspectos socioeconômicos
é variado, chamada pelos estudiosos de área de transição entre de Mato Grosso
cerrado, campos, floresta seca, floresta equatorial, floresta
tropical, desse modo, não há um tipo homogêneo de vegetação.
As bases da economia do estado mato-grossense
Hidrografia/Bacias Hidrográficas
Mato Grosso é um dos lugares com maior volume de água O estado de Mato Grosso é conhecido como o celeiro do
doce no mundo. Considerado a caixa-d'água do Brasil por país, campeão na produção de soja, milho, algodão e de
conta dos seus inúmeros rios, aquíferos e nascentes. O planalto rebanho bovino, e agora quer alcançar novos títulos do lado de
dos Parecis, que ocupa toda porção centro-norte do território, fora da porteira das fazendas. Com crescimento “chinês” de
é o principal divisor de águas do estado. Ele reparte as águas seu Produto Interno Bruto, o estado iniciou um planejamento
das três bacias hidrográficas mais importantes do Brasil: Bacia para atacar diversas frentes com potencialidades até então
Amazônica, Bacia Platina e Bacia do Tocantins. adormecidas. A estratégia vai permitir que sua produção seja
Os rio de Mato Grosso estão divididos nessas três grandes diversificada para agregar valor a tudo aquilo que é produzido
bacias hidrográficas que integram o sistema nacional, no em terras mato-grossenses e que acaba abastecendo o Brasil e
entanto, devido à enorme riqueza hídrica do estado, muito rios o mundo.
possuem características específicas e ligações tão estreitas O governado do Estado, por meio da Secretaria de
com os locais que atravessam que representam, por si só, uma Desenvolvimento Econômico (Sedec), está planejando um
unidade geográfica, recebendo o nome de sub-bacias. conjunto de ações para atrair investidores para Mato Grosso.
As principais sub-bacias do estado são: Sub-bacia do Cinco eixos prioritários para esta transformação foram
Guaporé, Sub-bacia do Aripuanã, Sub-bacia do Juruena-Arinos, definidos pela secretaria. A partir de agora serão realizados
Sub-bacia do Teles Pires e Sub-Bacia do Xingu. estudos para reformular as políticas tributária, de atração de
Os rios pertencentes a Bacia Amazônica drenam 2/3 do investimentos, logística e mão de obra.
território mato-grossense. Os cinco setores com grande potencial de crescimento na
região e que terão atenção especial do estado são
Fonte: agroindústria, turismo, piscicultura, economia criativa e pólo
Governo de Mato Grosso. joalheiro. Para isso, o estado pretende reformular o Programa
Disponível em: de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso
http://www.mt.gov.br/geografia. (Prodeic) e o sistema tributário estadual.

Agronegócio
5. Aspectos político- Em pouco mais de uma década, o PIB estadual passou de
administrativos R$ 12,3 bilhões (1999) para R$ 80,8 bilhões (2012),
representando um crescimento de 554%. Neste mesmo
período, o PIB brasileiro aumentou 312%, segundo dados do
O estado do Mato Grosso, assim como em uma república, é IBGE. Grande parte deste desempenho positivo veio do campo.
governado por três poderes, o executivo, representado pelo Atualmente, o estado Mato Grosso lidera a produção de soja no
governador, o legislativo, representado pela Assembleia país, com estimativa de 28,14 milhões de toneladas para a
Legislativa do Estado de Mato Grosso, e o judiciário, safra 2014/2015. Também está à frente na produção de
representado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato algodão em pluma – 856.184 toneladas para 2014/2015 – e
Grosso e outros tribunais e juízes. rebanho bovino, com 28,41 milhões de cabeças. De acordo com
Além dos três poderes, o estado também permite a o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea),
participação popular nas decisões do governo através de o agronegócio representa 50,5% do PIB do estado.
referendos e plebiscitos. Com o agronegócio consolidado, Mato Grosso é terreno
A atual constituição do estado foi promulgada em 1989, fértil para as indústrias que atuam antes e depois da porteira.
acrescida das alterações resultantes de posteriores Emendas Até 2013, segundo a Federação das Indústrias no Estado de
Constitucionais. Mato Grosso (Fiemt), o estado tinha 11.398 unidades
O poder executivo mato-grossense está centralizado no industriais em operação, com 166 mil empregos gerados.
governador do estado, que é eleito em sufrágio universal e Ainda assim, é preciso agregar mais valor ao produto que
voto direto e secreto pela população para mandatos de até sai de Mato Grosso. Da porteira para dentro há potencial para
quatro anos de duração, podendo ser reeleito para mais um as empresas que abastecem os produtores com adubo,
mandato. defensivo e maquinário, entre outros produtos. Da porteira
Sua sede é o Palácio Paiaguás, que desde 1975 é sede do para fora, as empresas de beneficiamento, como a têxtil e de
poder executivo e residência oficial do governador. etanol.
Nas eleições estaduais em Mato Grosso em 2014, Pedro
Taques candidatou-se pelo PDT a governador e foi eleito em 1º
turno com 57,25% dos votos válidos.

Geografia de Mato Grosso 3


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Plantação de soja oferece cursos para produtores rurais e técnicos agrícolas


A Produção de grãos em Mato Grosso está associada à sobre noções básicas de piscicultura.
atividade pecuária. A borracha natural é outro foco da política de incentivos
O mapeamento mostra que a atividade pecuária desenvolvida pelo Governo de Mato Grosso, que quer agregar
predomina em pelo menos 40% de Mato Grosso, com animais valor à borracha produzida no estado, com beneficiamento e
de grande porte e rebanho de corte. industrialização. O estado é o segundo maior produtor de
A atividade predomina no sul do estado, no nordeste, na borracha natural do país, com 40 mil hectares de área plantada
região do Rio Araguaia e no norte, entre Alta Floresta e Nova e 25 mil famílias envolvidas na atividade, conforme dados da
Bandeirantes. Empaer.
A área para a produção de grãos e fibras apresenta maior Pioneira no estado em produção e pesquisa da seringueira,
concentração na região centro-norte do estado, especialmente a empresa possui um campo experimental no município de
nos municípios de Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde, e no Rosário Oeste (128 km ao Norte de Cuiabá) com jardim clonal
centro-sul, sobretudo nos municípios de Campo Verde e e viveiro para atender a agricultura familiar. Os produtores
Primavera do Leste. contam com o apoio do Programa Nacional de Fortalecimento
A atividade associa-se à pecuária de animais de grande da Agricultura Familiar (Pronaf Eco), que disponibiliza uma
porte, dispersa por todas as regiões do estado. linha de crédito com prazo de 20 anos para pagamento e oito
O Mapa da Cobertura e Uso da Terra de Mato Grosso é de carência.
resultado da interpretação de imagens de satélite que são Paralelamente, a Secretaria de Ciência e Tecnologia
comparadas à análise de informações obtidas em trabalhos de (Secitec) investe em inovação e qualificação de mão de obra
campo, análises de tipologia agrícola e de documentação com a criação do primeiro parque tecnológico de Mato Grosso,
acessória disponível, como estatísticas e textos. além de negociação com centros europeus para cooperações
O IBGE também publica o manual Geoestatísticas de na área de tecnologia.
Recursos Naturais da Amazônia Legal, que apresenta Energia também não falta para mover esta máquina.
avaliações qualitativas e quantitativas de dados sobre a Superavitário no setor energético, Mato Grosso alcançou em
organização e a distribuição dos recursos naturais e da 2014 a produção de 14 milhões/MWh. Desse montante,
cobertura da terra disponíveis para a Amazônia Legal, com consumiu 9 milhões/MWh e exportou 5 milhões/MWh via o
base em estatísticas do Banco de Dados e Informações Sistema Interligado Nacional (SIN).
Ambientais, também do instituto, obtidos por aplicativos
computacionais de análise espacial. Do ouro às pedras coradas
O mapa é disponibilizado nos formatos shape – arquivo Se durante a colonização Mato Grosso foi reconhecido pelo
que contém dados geoespaciais em forma de vetor – e PDF, que ouro, hoje é um mercado potencial para a fabricação de joias e
auxilia no processo de gestão ambiental, além de servir de semi joias a partir de pedras preciosas. Além de ser o maior
apoio para a avaliação de impactos ambientais e elaboração de produtor de diamante do Brasil – com 88% do total da
zoneamentos ecológico e econômico e de processos de produção brasileira, segundo o Departamento Nacional de
transformação.1 Produção Mineral (DNPM) –, o estado também se destaca pelas
pedras coradas, como a ametista, o quartzo rosa, a ágata e a
Fonte: turmalina.
Governo de Mato Grosso. A atividade mineral no Estado é histórica. Não há como
Disponível em: falar da povoação de Mato Grosso sem falar da extração do
http://www.mt.gov.br/geografia. ouro e diamante. Era 1719, quando o ouro foi descoberto por
bandeirantes às margens do Rio Coxipó. Já o diamante
Pesquisa e tecnologia começou a ser explorado no fim do século XVIII nas regiões de
O que poucos sabem é que Mato Grosso, além de grãos, é o Coité, Poxoréu e Diamantino.
maior produtor de pescado de água doce do país, responsável Atualmente, conforme dados da Companhia Mato-
por 20% da produção do Brasil, com 75,629 mil toneladas grossense de Mineração (Metamat), as pedras coradas se
(IBGE 2013). E esse mercado tem muito a crescer. O potencial concentram nas regiões noroeste, centro sul e leste de Mato
está na abundância de rios e lagos em território mato- Grosso. A granada, o zircão e o diopsídio em geral são
grossense. encontrados associados ao diamante, nas regiões de
Atualmente, 72% do pescado produzido no estado são Paranatinga e de Juína.
destinados ao consumo interno, de acordo com dados de 2014 Nas proximidades de Rondolândia existe um depósito de
do Imea. O segundo maior consumidor do peixe produzido no quartzo rosa e as turmalinas são encontradas próximas a
estado é o Pará (9,71%), seguido do Tocantins (2,35%). O Cotriguaçu, enquanto as ametistas estão concentradas
plano do Governo do Estado é estimular o aumento da próximas aos municípios de Aripuanã (noroeste) e Pontes e
produção e atrair empresas de beneficiamento do peixe para Lacerda (oeste).
exportá-lo para outros estados.
A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Economia criativa
Extensão Rural (Empaer) é uma das que investe no setor, tanto A política de incentivo do Governo do Estado para o setor
em pesquisa quanto na produção. A instituição mantém no inclui o estímulo a pequenos empresários do ramo joalheiro,
município de Nossa Senhora do Livramento uma estação de dentro do programa de Economia Criativa que vem sendo
piscicultura onde são produzidos e comercializados alevinos desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento
de espécies como pacu, tambacu e tambatinga. A meta da Econômico (Sedec), que abrange setores como moda, design,
instituição é fechar o primeiro quadrimestre de 2015 com uma artes e gastronomia.
produção de 800 mil alevinos. Há 30 anos no mercado de joias em Cuiabá, Carmem
Para isso a Empaer conta com 39 tanques de reprodução D’Lamonica vê Mato Grosso como um futuro polo joalheiro
com capacidade para produzir um milhão de alevinos – sendo pela abundância de pedras coradas existentes no solo mato-
12 tanques de pesquisa e 27 para recria. A instituição também grossense e até então pouco exploradas. Para estruturar o

1 Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2015-


06/ibge-disponibiliza-mapa-da-cobertura-e-uso-da-terra-de-mato-grosso.

Geografia de Mato Grosso 4


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

mercado, avalia, é necessário criar uma política voltada para o É o segundo Estado mais populoso da região Centro-Oeste,
ramo, desde a extração até o produto final. apenas o estado de Goiás possui população superior
“Temos condições de montar uma cadeia produtiva e nos (6.003.788 habitantes). No entanto, o território mato-
tornar referência no setor”, garante a designer, lembrando que grossense possui grandes vazios demográficos, fato que
matéria-prima atrai não apenas joalheiros, mas também interfere diretamente na densidade demográfica estadual,
indústrias de semi joias e bijuterias. que, atualmente, é de 3,3 habitantes por quilômetro quadrado,
portanto, o estado é pouco povoado.
Paraíso do ecoturismo A taxa de crescimento demográfico é de 1,9% ao ano.3
Cachoeiras, safaris, trilhas ecológicas, observação de
pássaros, mergulho em aquários naturais. Seja no Pantanal, no A maioria dos mato-grossenses reside em áreas urbanas
Cerrado ou no Araguaia, Mato Grosso é o destino certo para (82%), a população rural compreende 18%. O estado possui
quem gosta de ecoturismo e para quem planeja investir no 141 municípios, a maioria é habitada por menos de 20 mil
segmento que mais cresce no setor de turismo. pessoas.
Dados da Organização Mundial de Turismo (OMT) Cuiabá, capital do Estado, é a cidade mais populosa –
apontam que o ecoturismo cresce em média 20% ao ano, 551.098 habitantes.
enquanto o turismo convencional apresenta uma taxa de Outros municípios com grande concentração populacional
aumento anual de 7,5%, conforme divulgado pelo Ministério são: Várzea Grande (252.596), Rondonópolis (195.476), Sinop
do Turismo em 2014. A organização estima ainda que pelo (113.099), Cáceres (87.942), Tangará da Serra (83.431).
menos 10% dos turistas em todo o mundo sejam adeptos do Nos últimos anos o Mato Grosso tem recebido
turismo ecológico. consideráveis fluxos migratórios, consequência da expansão
Como belezas naturais não faltam em Mato Grosso, os da fronteira agrícola. A população do estado é formada por
governos Federal e Estadual têm investido em infraestrutura pessoas de diferentes composições étnicas. De acordo com
de acesso a paraísos naturais mato-grossenses, como o dados do IBGE, a distribuição é a seguinte:
Pantanal. Exemplo disso é o projeto de substituição de pontes
de madeira ao longo da rodovia Transpantaneira – que liga a Pardos – 55,2%.
cidade de Poconé até a localidade de Porto Jofre, cortando a Brancos – 36,7%.
planície alagável. Ao todo serão construídas 31 pontes de Negros – 7%.
concreto. Indígenas – 1,1%.
Chapada dos Guimarães é outro ponto prioritário para a
Sedec quando o assunto é infraestrutura. No município, que Portanto, os habitantes que se declaram como pardos é
atrai visitantes adeptos do turismo de contemplação e de maioria.
esporte de aventura, será executada a conclusão do Complexo A população indígena de Mato Grosso se concentra no
Turístico da Salgadeira e a pavimentação da MT-060 e MT-020. Parque Nacional do Xingu, ali vivem tribos indígenas que
O Governo do Estado também retomou o diálogo com o preservam a tradição do Kuarup, ritual realizado em
Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade homenagem aos mortos.
(ICMBio) para o andamento das obras do Portão do Inferno e O estado apresenta grande pluralidade cultural, entre os
da entrada da Cachoeira Véu de Noiva, os dois principais elementos da cultura mato-grossense estão: o Cururu, o Siriri,
pontos de contemplação do Parque Nacional de Chapada. o Rasqueado Cuiabano, o Boi, a Dança de São Gonçalo, a Dança
dos Mascarados e o Congo.
Fonte: O Mato Grosso ocupa a 11° posição no ranking nacional de
Governo de Mato Grosso. Disponível em: Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), com média de
http://www.mt.gov.br/economia. 0,796.
A taxa estadual de mortalidade infantil é de 19,2 a cada mil
crianças nascidas vivas, essa média é a maior do Centro-Oeste.
A taxa de assassinatos por 100 mil habitantes é de 25,2,
7. Formação étnica sendo uma das maiores médias do país.
A maioria dos habitantes é alfabetizada – 89,8%, e 48,7%
possuem oito anos ou mais de estudo.
População2
Referências Bibliográficas:
Mato Grosso é um estado de povos diversos, uma mistura
de índios, negros, espanhóis e portugueses que se FRANCISCO, Wagner de Cerqueria e. "Aspectos da
miscigenaram nos primeiros anos do período colonial. Foi essa população de Mato Grosso"; Brasil Escola. Disponível em
gente miscigenada que recebeu migrantes vindo de outras <http://brasilescola.uol.com.br/brasil/aspectos-populacao-
partes do país. Hoje, 41% dos moradores do estado nasceram mato-grosso.htm>.
em outras partes do país ou no exterior.
Composição étnica
Geografia e dinâmica da população em Mato Grosso

O Mato Grosso é um estado brasileiro localizado na região


Centro-Oeste. Sua extensão territorial é de 903.329,700
quilômetros quadrados, sendo o maior estado da região e o
terceiro maior do Brasil.
Conforme contagem populacional realizada em 2010 pelo
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Mato
Grosso possuía na época 3.035.122 habitantes, o que
representava 1,59% da população brasileira.

2 Governo de Mato Grosso. Disponível em: http://www.mt.gov.br/geografia. 3 Governo de Mato Grosso. Disponível em: http://www.mt.gov.br/geografia.

Geografia de Mato Grosso 5


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Religião: LINGUAJAR
Semelhante ao que ocorre em todo território nacional o
Mato Grosso é predominantemente povoado por pessoas Mato Grosso é uma terra de vários sotaques. Com
cristãs, sendo na sua maioria católicos e uma fração menor influência de Gaúchos, mineiros, paulistas, portugueses,
dividida em inúmeras denominações evangélicas, contando negros, índios e espanhóis, o estado não tem uma fala própria.
ainda com a presença de religiões afrodescendentes. Em lugares como Sorriso, Lucas do Rio Verde e Sinop o acento
do sul fica mais evidente. É claro que o língua é porosa e a
Cultura influência se faz presente, até mesmo nas comunidades mais
fechadas.
DANÇA E MÚSICA No entanto, em Mato Grosso, temos o falar cuiabano, talvez
o sotaque mais marcados da língua portuguesa. Com
A dança e a música de Cuiabá tem influências de origem expressões próprias como “vôte” e “sem-graceira” esse falar se
africana, portuguesa, espanhola, índigenas e chiquitana. É um mistura com uma entonação diferente, como a desnasalização
conjunto muito rico de combinações que resultou no no final de algumas palavras. Infelizmente ele é um dos menos
rasqueado, siriri, cururu e outros ritmos. Os instrumentos retratados na cultura nacional, nunca apareceu em uma novela
principais que dão ritmo às músicas e danças são: a viola de ou filme de sucesso nacional e não possui uma identificação
cocho, ganzá e mocho. imediata.
Devido ao seu enorme isolamento por conta da distância e
• Cururu acontecimentos históricos, o linguajar guardou resquícios do
Música e dança típica de Mato Grosso. Do modo como é português arcaico, misturou-se com o falar dos chiquitanos da
apresentado hoje é uma das mais importante expressões bolívia e dos índios das diversas tribos do estado.
culturais do estado. Teve origem à época dos jesuítas, quando Antônio de Arruda descreveu algumas expressões
era executado dentro das igrejas. Mais tarde, após a vinda de idiomáticas que são verificadas num glossário do Linguajar
outras ordens religiosas, caiu na marginalidade e ruralizou-se. Cuiabano:
É executada por dois ou mais cururueiros com viola de cocho, • É mato - abundante.
ganzás (kere-kechê), trovos e carreiras. • Embromador - tapeador.
• Fuxico - mexerico.
• Congo • Fuzuê - confusão, bagunça.
Esta dança é um ato de devoção a São Benedito. No reinado • Gandaia - cair na farra, adotar atitude suspeita.
do Congo os personagens representados são: o Rei, o • Ladino - esperto, inteligente.
Secretário de Guerra e o Príncipe. Já no reino adversário, • Molóide - fraco.
Bamba, fica o Embaixador do Rei e doze pares de soldados. Os • Muxirum - mutirão.
músicos ficam no reino de Bamba e utilizam: ganzá, viola • Pau-rodado - pessoa de fora que passa a residir na cidade.
caipiria, cavaquinho, chocalho e bumbo. • Perrengue - molóide, fraco.
• Pinchar - jogar fora.
• Chorado • Quebra torto - desjejum reforçado.
Dança surgida na primeira capital de Mato Grosso, Vila • Ressabiado - desconfiado.
Bela de Santíssima Trindade, no período colonial. A dança leva • Sapear - assistir do lado de fora.
esse nome, pois representa o choro dos negros escravos para • Taludo - crescido desenvolvido fisicamente.
seus senhores para que os perdoassem dos castigos imposto • Trens - objetos, coisas.
aos transgressores. O ritmo da música é afro, com marcações • Vote! - Deus me livre
em palmas, mesa, banco ou tambor.
Fonte
• Siriri ARRUDA, Antônio. O Linguajar Cuiabano E Outros Escritos.
Dança com elementos africanos, portugueses e espanhóis. Cuiabá, 1998.
O nome indígena é referência aos cupins com asa, que voavam
num ritmo parecido com a dança nas luminárias. A música é IMAGINÁRIO POPULAR (MITOS E LENDAS)
uma variação do cururu, só que com ritmo bem mais rápido.
Os instrumentos utilizados são: viola de cocho, o ganzá, o adufe • Currupira
e o mocho. Os versos são cantigas populares, do cotidiano da Este personagem faz parte do folclore nacional, mas tem
região. bastante espaço no meio rural de Mato Grosso. Um garoto com
os pés virados, que vaga pela mata aprontando estripulias. Em
• Dança dos Mascarados Mato grosso diz-se que ele protege os animais selvagens da
Dança executada durante a Cavalhada em Poconé. E uma caça e chama garotos que caçam passarinhos para dentro da
apresentação composta apenas por homens - adultos e mata – esta parte é usada pelos adultos para manter as
crianças. Tem esse nome por executarem a dança com crianças longe da mata fechada.
máscaras de arame e massa. O ritmo é instrumental com o uso
de saxofone, tuba, pistões pratos e tambores. O município de • O Minhocão
Poconé é o único do Brasil a realizar esse espetáculo. Este ser mítico é o Monstro do Lago Ness de Cuiabá.
Relatos dos mais antigos atestam que um ser em forma de uma
• Rasqueado cobra gigante, com cerca de 20 metros de cumprimento e dois
Tem origem no siriri e na polca paraguaia. O nome do ritmo de diâmetro, morava nas profundezas do rio e atacava
é referência ao rasqueado que as unhas fazem no instrumento pescadores e banhistas. A lenda percorre toda extensão do rio
de corda, uma forma tradicional de tocar instrumentos. Na sua e foi passada de boca a boca pelos mais velhos.
essência utiliza os mesmos instrumentos que o siriri: viola de
cocho, mocho, adufe e ganzá. Mas evoluiu para o uso de violões, • Boitatá
percussão, sanfona e rabeca. O nome quer dizer “cobra de fogo” (boia = cobra / atatá =
fogo). É uma cobra transparente que pega fogo como se
Fonte: LOUREIRO, Antônio. Cultura mato-grossense. queimasse por dentro. É um fogo azulado. Sua aparição é
Cuiabá, 2006 maior em locais como o Pantanal, onde o fenômeno de fogo

Geografia de Mato Grosso 6


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

fátuo é mais comum. Esse fenômeno se dá por conta da Palácio da Instrução


combustão espontânea de gases emanados de cadáveres e
pântanos. Belíssima construção em pedra canga, localizada na região
central de Cuiabá, ao lado da Catedral Metropolitana.
• Cabeça de Pacu Inaugurado em 1914, é hoje a sede da Secretaria Estadual de
Se você estiver de passagem por Mato Grosso é bom ficar Cultura, do Museu de História Natural e Antropologia e da
atento ao Pacu. De acordo com a lenda local, quem come Biblioteca Pública.
cabeça de Pacu nunca mais saí de Mato Grosso. Se o viajante
for solteiro não tardará a casar com uma moça da terra, caso O Palácio da Instrução foi reinaugurado no dia 06 de
for casado, vai fincar raízes e permanecer no estado. dezembro de 2004. O projeto foi considerado a maior obra de
recuperação feita até hoje no Estado.
Fonte: LOUREIRO, Antônio. Cultura mato-grossense.
Cuiabá, 2006 Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito

GASTRONOMIA A igreja é um dos marcos de fundação da cidade de Cuiabá,


tendo sido construída em arquitetura de terra em torno de
Apesar de ser conhecido como o celeiro do mundo, Mato 1730, próximo às águas do córrego da Prainha, em cujas águas
Grosso tem um enorme potencial também para servir comidas Miguel Sutil descobriu as minas de ouro que impulsionariam a
de excelente qualidade. A culinária do estado tem influências colonização da região.
da África, Portugal, Síria, Espanha e dos antigos indígenas. Com
a migração dos últimos anos a culinária também agregou Igreja Senhor dos Passos
alguns pratos típicos de outras regiões brasileiras.
Pratos considerados bem mato-grossenses são: Maria Instalada há 214 anos num cantinho discreto do Centro
Isabel (carne seca com arroz ) o Pacu assado com farofa de Histórico – no movimentado cruzamento das ruas 7 de
couve, a carne seca com banana-da-terra verde, farofa de setembro e Voluntários da Pátria -, a Igreja do Nosso Senhor
banana-da-terra madura além do tradicional churrasco dos Passos guarda muitas histórias e lendas, que se
pantaneiro que se desenvolveu pelas longas comitivas de gado confundem, e revelam aspectos do folclore, das crendices e do
no pantanal. espírito religioso da Cuiabá antiga.
O peixe é um alimento farto. Ele é comido frito, assado ou
ensopado, recheado com farinha de mandioca ou servido com Museu Histórico de Mato Grosso
pedaços de mandioca. Os peixes de mais prestígio nas mesas
locais são: o pacu, a piraputanga, o bagre, o dourado, o O prédio do antigo Thesouro do Estado foi recuperado e
pacupeva e o pintado. Os peixes dos rios do estado, carnudos e entregue em novembro de 2006. Atualmente, abriga o Museu
saborosos, são uma atração turística para quem visita o estado. Histórico de Mato Grosso. O acervo do Museu contém
Outro elemento bastante presente é o guaraná de ralar, documentos, maquetes e registros que vão desde os tempos
usado principalmente pelos mais velhos que o tomam sempre pré-históricos de ocupação do território, passando pelos
pela manhã antes de começar o dia. períodos colonial e imperial do Estado até chegar à Política
Podemos destacar a variedade de doces e licores Contemporânea.
apreciados pelos mato-grossenses. Temos como os mais
famosos o Furrundu (doce feito de mamão e rapadura de Antiga Residência Oficial dos Governadores de Mato
cana), o doce de mangaba, o doce de goiaba, o doce de caju em Grosso
calda, o doce de figo, o doce de abóbora, e outros. Como
aperitivo temos o licor de pequi, licor de caju, licor de A Residência Oficial dos Governadores de Mato Grosso foi
mangaba, e outros. construída entre os anos de 1939 e 1941, no Governo do
Interventor Júlio Müller. Getúlio Vargas, que ocupava o Palácio
Fonte: LOUREIRO, Antônio. Cultura mato-grossense. do Catete no Rio de Janeiro à época, foi o primeiro presidente
Cuiabá, 2006 brasileiro a visitar o Estado e, também, o primeiro hóspede
ilustre da casa.
PATRIMÔNIO HISTÓRICO Durante 45 anos a residência abrigou 14 dirigentes do
Estado de Mato Grosso e seus familiares. Foi palco de grandes
O Patrimônio Histórico de Mato Grosso vem sendo decisões políticas e governamentais, sendo desativada como
revitalizado através de várias ações em âmbito estadual. residência oficial em 1986. A última reforma/restauro, em
Imóveis que contam a história coletiva dos povos mato- 2000, devolveu a residência suas características do projeto
grossenses, como igrejas e museus, são alvos de projetos de original.
recuperação em várias cidades como Vila Bela de Santíssima
Trindade, Diamantino, Rosário Oeste, Cáceres e Poxoréu. Fonte: Secretaria de Cultura de Mato Grosso

Igreja Nossa Senhora do Bom Despacho ARTESANATO

A igreja dedicada à Nossa Senhora foi uma das primeiras a O artesanato mato-grossense reflete o modo de vida do
serem levantadas em Cuiabá, ainda no século XVIII. A artesão. Em cada obra, vemos representado o dia-a-dia e os
construção atual, entretanto, data de 1918, iniciada durante a costumes da sociedade. Verdadeiras obras de arte enriquecem
presidência de Dom Francisco de Aquino Correia, que também a cultura mato-grossense e transformam o cotidiano num
era arcebispo de Cuiabá na época. Tombada estadualmente em encanto de belezas. São objetos de barro, madeira, fibra
1977, a Igreja foi reinaugurada em 2004 após passar por um vegetal, linhas de algodão e sementes.
amplo processo de recuperação feito em parceria pelos Dentro do artesanato mato-grossense a cerâmica é a que
governos estadual e federal. mais se destaca pelas suas formas e perfeições. Feita de barro
cozido em forno próprio, ela é muito utilizada para a
fabricação de utensílios domésticos e objetos de
ornamentação. Na divulgação da arte, cultura e tradição mato-

Geografia de Mato Grosso 7


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

grossense, a tecelagem também detém grande


representatividade, principalmente pela beleza das cores 8. Programas
refletidas nas redes tingidas e bordadas, uma a uma, pelas
mãos das redeiras. A mistura de cores forma lindas imagens, governamentais e fronteira
que vão desde araras e onças até belas flores nativas. agrícola mato-grossense
Indígena
Espaços estruturados sem a intervenção direta de
A cultura mato-grossense sofre forte influência dos
políticas governamentais
indígenas, através de seus costumes e tradições. O artesanato
é forte e expressivo, representando o modo de vida de cada
O processo de produção do espaço da região foi
tribo. Eles preservam a arte de confeccionar cocar, colares,
descontínuo, nucleado e desarticulado. Assim, para explicar a
brincos e pulseiras, utilizando-se das matérias-primas
estruturação desses espaços, deve-se buscar na história as
oriundas da natureza, como sementes, penas e pigmentos.
razões que desencadearam a ocupação desse território. Nessa
perspectiva, observa-se que, em Mato Grosso, se identificam,
Fonte: Mato Grosso e seus Municípios
as seguintes fases de ocupação:
→ Mineração e fortificações – século XVIII;
FOLCLORE
→ Pecuária extensiva – século XIX, até o final da Guerra do
Paraguai, em 1870;
CAVALHADA
→ Internacionalização da navegação do rio Paraguai e
A Cavalhada é uma das mais ricas manifestações da cultura
diversificação da produção econômica – após 1870;
popular da cidade de Poconé, que rende homenagem a São
→ Processo inicial de integração econômica regional e
Benedito. Uma festa organizada por famílias tradicionais da
modernização de algumas áreas produtivas – décadas de 1940,
região, carrega o Pantanal para uma longínqua Idade Média.
1950 e 1960.
Trata-se de uma disputa entre mouros e cristãos. Nesta luta
são utilizados dezenas de cavalos e cavaleiros que têm por
A primeira fase de ocupação da região deu-se em
objetivo salvar uma princesa presa em uma torre
decorrência da expansão do bandeirantismo paulista durante
permanentemente vigiada. Em dia de Cavalhada, a cidade de
o domínio da Coroa Portuguesa, nos séculos XVII e XVIII. Da
Poconé amanhece azul e vermelha, as cores que representam
mineração, surgiram cidades como Cuiabá (1727) e Vila Bela
os cristãos e os mouros, um exemplo puro de cultura e paixão
da Santíssima Trindade (1752), em Mato Grosso, e as cidades
por suas raízes.
de Goiás (1725) e Pirenópolis (1727), em Goiás. A necessidade
de abastecimento desses núcleos incentivou a agricultura de
FESTA DE SÃO BENEDITO
subsistência nos vales próximos às atividades mineradoras.
Geralmente realizada entre a última semana de junho e a
Posteriormente, buscando consolidar a posse do território
primeira de julho, movimenta milhares de fiéis, em procissão
no interior do Brasil, a metrópole portuguesa ergueu
com bandeiras e mastros tão criativos quanto singelos. Ao final
fortificações militares na fronteira com a Colônia espanhola.
da procissão é levantado o mastro em homenagem ao santo.
Dessa forma, surgiram núcleos urbanos militares às margens
Dias antes do festejo há um ritual no qual os festeiros
dos rios Guaporé e Paraguai.
percorrem as ruas da cidade levando a bandeira do santo de
Com a decadência da mineração, foi desacelerada a
casa em casa e recebendo donativos. Durante os dias de festa
ocupação da região. Tal fato pode ser apontado como
há fartura de comida e diversas iguarias, com distribuição de
responsável pelo longo período de estagnação econômica de
alimentos.
Mato Grosso e Goiás, entre fins do século XVIII e início do
século XX.
DANÇA DOS MASCARADOS
Típica do município de Poconé, é uma mistura de
A segunda fase de ocupação da região Centro-Oeste insere-
contradança européia, danças indígenas e ritmos negros. A
se no contexto histórico do século XIX, até a Guerra do
maior peculiaridade desta dança é o fato de participarem
Paraguai (1864/1870). Nesse período, a ocupação do oeste
apenas homens, aos pares, metade dos quais vestidos de
deu-se através da criação extensiva de gado de forma dispersa,
mulher, com máscaras e roupas coloridas onde predominam o
acompanhando os vales à procura de campos nativos para
vermelho e o amarelo. A Dança dos Mascarados não encontra
serem utilizados como pastagens.
semelhanças com nenhuma outra manifestação no Brasil e sua
origem ainda é um mistério, porém a origem pode estar ligada
Uma terceira fase remonta ao período após a Guerra do
aos índios que habitavam a região.
Paraguai, com a internacionalização da navegação do rio
Paraguai.
DANÇA DO CHORADO
Tal fato desencadeou transformações no espaço regional,
Dança afro, da região de Vila Bela da Santíssima Trindade,
em decorrência do crescimento econômico que se deu pela
surgiu no período colonial, quando escravos fugitivos e
instalação de charqueadas no Pantanal, pela extração de erva-
transgressores eram aprisionados e castigados pelos Senhores
mate, poaia e borracha e pela indústria açucareira na
e seus entes solicitavam o perdão dançando o Chorado. Com o
Depressão Cuiabana.
passar do tempo a dança foi introduzida nos últimos dias da
Festa de São Benedito, pelas mulheres que trabalhavam na
Os períodos subsequentes no processo de ocupação da
cozinha. Com coreografia bem diferente da demais danças
região Centro-Oeste referem-se à integração econômica das
típicas, são equilibradas garrafas na cabeça das dançarinas que
várias localidades espalhadas pelo seu território ao contexto
cantam e dançam um tema próprio.
regional/nacional, através da abertura de novas vias de
escoamento da produção, como rodovias, ferrovias e estradas
vicinais, ao lado da diversificação de atividades econômicas,
consolidação das atividades preexistentes e modernização das
atividades produtivas.
Assim, entre as medidas que ocorreram nas primeiras
décadas do século XX que contribuíram para a estruturação do

Geografia de Mato Grosso 8


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

espaço regional, destacam-se: instalação de empresas do eixo Assim, tiveram a chance de acumular capital por outras vias
São Paulo-Santos no interior de Mato Grosso; melhoria do que não a comercialização de sua produção. Quando a terra,
rebanho pantaneiro; projetos de colonização; e estímulo à valorizada pela infraestrutura colocada pelo Estado, torna-se
imigração. mercadoria de maior valor, as possibilidades de acumulação
O conjunto dos fatores descritos evidencia que a região de capital podiam ocorrer através do arrendamento ou venda
Centro-Oeste apresentou, na primeira metade do século XX, da terra.
um processo próprio de estruturação territorial, desvinculado,
em grande parte, das políticas de desenvolvimento do governo Nesse contexto, distinguem-se dois tipos de produtores:
federal. As atividades econômicas implantadas e consolidadas → Os produtores capitalizados, provenientes do Sul, que
foram apoiadas em diversas articulações, inclusive com o reproduziam o capital trazido, transformando-se em
capital externo. empresários rurais através do crédito e infraestrutura de
armazenagem disponíveis;
Espaços reestruturados por políticas governamentais a → Os produtores descapitalizados e pequenos produtores,
partir da década de 1970 que, não conseguindo usufruir da política creditícia, acabam
vendendo suas terras ou posses, cedendo lugar à concentração
A década de 1970 marcou uma fase significativa no capitalista (de terras ou da produção).
processo de desenvolvimento do país. As indústrias, que
elevaram o país ao grupo dos países em desenvolvimento, já O segundo tipo de área é representado pelos locais de
estavam concentradas no Sudeste brasileiro. O governo economia tradicional de pecuária extensiva, extrativismo
federal considerou que era necessário levar os seus planos de vegetal, garimpagem de ouro e diamantes. São áreas pouco
desenvolvimento para as demais regiões brasileiras. povoadas e distantes dos grandes centros de consumo.
A disseminação desse processo foi empreendida sob o Integram-se às áreas extra regionais através do comércio do
argumento de necessidade de integração nacional, embasada boi magro e dos produtos do extrativismo e mineração.
pela doutrina de segurança nacional. Para difundir o modelo Esses locais foram considerados como áreas de reserva,
econômico pretendido, era preciso integrar as regiões que que poderiam ser incorporadas ao processo produtivo que se
estavam “desconectadas” do centro hegemônico de poder pretendia implantar. Algumas delas receberam grandes
econômico (eixo Rio-São Paulo). investimentos de infraestrutura, tendo como resultado
Na realidade, essa pregação integracionista visava imediato a valorização da terra e a especulação fundiária.
camuflar os interesses existentes naqueles centros, que Em Mato Grosso e na região Centro-Oeste, o processo de
demandavam um aumento da sua área de influência pela ocupação do território e a implantação de novos sistemas de
conquista de novos mercados. Daí a necessidade de integração, produção gerou, além dos conflitos fundiários, problemas
que se estabeleceu com a incorporação de áreas do Centro- ambientais como a degradação dos solos, perdas de fauna e
Oeste no amplo processo de modernização das bases flora, de biodiversidade, diminuição dos estoques pesqueiros
produtivas brasileiras. por assoreamento e poluição dos rios, com forte reflexo no
Desse modo, o governo federal redefiniu uma “nova Índice de Desenvolvimento Humano no Estado.
função” para a região Centro-Oeste no contexto do Com a implantação do Polonoroeste, em 1981, ocorreu a
desenvolvimento capitalista nacional, com a estratégia alocação de recursos financeiros em infraestrutura rodoviária,
econômica de estabelecer a agropecuária em moldes social, e amparo financeiro e creditício para promover a
empresariais. Até aquele momento, a atividade agropecuária integração nacional de áreas próximas à fronteira agrícola. O
era extensiva, considerada de baixa produtividade. Para programa visava absorver o fluxo migratório de forma
mudar esse quadro, seria necessário transformar toda a ordenada e sustentável, à medida em que o governo
estrutura produtiva do setor. reconhecia os problemas ambientais e socioeconômicos
Tal intenção concretizou-se. O governo federal, então, não causados pela migração de colonos para a fronteira agrícola de
só planejou detalhadamente sua atuação, como também a Mato Grosso e Rondônia.
divulgou em documentos denominados “Planos Nacionais de O programa causou grandes transformações na economia
Desenvolvimento – PNDs”. Esses planos explicitam todas as das regiões em que atuou. Os seus investimentos viabilizaram
transformações que se pretendiam alcançar. as atividades empresariais de criação de gado e
Como principal agente na reestruturação do espaço no agroindustriais, articuladas com o eixo São Paulo-Rio de
Centro-Oeste, o poder público foi o incentivador e avalista da Janeiro.
expansão espacial do processo capitalista na região. Para isso: Esse Programa, com financiamento internacional, teve,
→ destinou recursos do setor público para viabilizar a entre seus vários componentes, um zoneamento
implantação de infraestrutura de transporte, energia e agroecológico, que abrangia uma área de 55.000 km²,
armazenagem; aproximadamente, entre Cáceres e parte do Vale do Guaporé.
→ expandiu o processo de ocupação, anexando novas áreas Em 1989, a Fundação de Pesquisas Cândido Rondon – extinta
ao processo produtivo através de incentivos fiscais e no Governo de Carlos Bezerra – finalizou um trabalho de
financeiros – o que atraiu grandes empresas; vocação dos solos em todo o Estado. A Fundação completou,
→ disponibilizou política creditícia àqueles considerados assim, a primeira aproximação de um zoneamento
aptos a inserir a região no cenário econômico nacional socioeconômico/agroecológico de Mato Grosso, que definiu
sete grandes zonas com base nas características de fertilidade
Os espaços, antes da ação política do Estado Nacional do solo, clima, relevo e sócio economia.
Embora o Polonoroeste tenha tido como estratégia o
Ao final da década de 1960, a região Centro-Oeste e, por direcionamento dos migrantes, mantendo-os distantes das
extensão, Mato Grosso, apresentavam dois tipos de estrutura áreas ecologicamente frágeis e/ou ocupadas por índios,
espacial já consolidada. infelizmente não obteve o sucesso esperado. Sua execução foi
O primeiro tipo refere-se às áreas de povoamento pontuada por dificuldades técnicas, institucionais e
estabilizado e espaços estruturados pela pecuária financeiras. Apenas as obras de pavimentação de rodovias
modernizada. cumpriram as metas, enquanto os serviços agrícolas e de apoio
Nessas áreas, os proprietários de terras (pecuaristas) social, e programas de proteção ambiental e indígena
foram beneficiados duplamente: pela infraestrutura fracassaram, pelo pouco alcance que tiveram.
implantada na região e pela sua consequente valorização.

Geografia de Mato Grosso 9


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

O programa recebeu pesadas críticas por ter apresentado capacitação dos técnicos para o entendimento da questão
um resultado questionável na reversão da ocupação acelerada ambiental no Estado.
e do desmatamento. Enfatizou a execução de obras de
infraestrutura, como abertura de estradas para assentamento Diante do exposto, pode-se concluir que:
de colonos, sem que se atentasse para os problemas → A estruturação do território de Mato Grosso e da região
ambientais gerados. Proposto pelo governo federal para o Centro-Oeste foi resultado de um amplo processo de
Estado, este programa não teve nenhuma articulação com os integração regional, entendido como a inserção dessas regiões
municípios ou a sociedade local. no contexto econômico nacional;
Com o insucesso do Polonoroeste, o governo federal → Foram os ciclos econômicos de ocupação do território
decidiu tentar pôr um fim na ocupação desordenada do nacional que justificaram o povoamento (por populações não-
espaço, através da contratação de novo empréstimo índias) destas regiões;
internacional para a realização de outro programa, com o → Essa integração regional significou a ampliação da área
objetivo claro de “firmar as bases para o desenvolvimento de influência do centro hegemônico de poder no Brasil (eixo
sustentável” do Estado: o Programa de Desenvolvimento São Paulo-Rio);
Agroambiental do Estado de Mato Grosso (Prodeagro). → A modernização da atividade agropecuária preexistente
na região foi a forma encontrada para viabilizar o processo de
A ação do Prodeagro produção/reprodução do capital do eixo Rio-São Paulo;
O Prodeagro teve início em 1992, com a assinatura pelo → O processo de modernização foi custeado pelo Estado
governo brasileiro, junto ao Banco Mundial, do contrato que brasileiro, que instalou a infraestrutura necessária para tal
estabelecia as bases do empréstimo destinado à sua fim, disponibilizou política creditícia e incorporou novos
implementação. espaços do território ao processo produtivo;
Apesar de protocolado, vários problemas dificultaram o → O processo de modernização foi efetuado para atender
início dos trabalhos, entre os quais destacaram-se: a não os interesses do centro hegemônico do poder econômico, em
viabilização do zoneamento socioeconômico-ecológico, grave detrimento dos interesses das populações locais já
depredação de áreas indígenas e fragilidade institucional dos estabelecidas na área;
órgãos do Estado envolvidos na execução dos seus → A estruturação do território poderia ocorrer
componentes. naturalmente, sem a intervenção do Estado;
O Programa começou com a liberação da primeira parcela → Do ponto de vista social, a atuação estatal foi desastrosa,
do financiamento, em 1993, após compromisso do governo do uma vez que foi responsável pelos processos de concentração
Estado em sanar os problemas apontados. Organizava-se em fundiária e de produção, que por sua vez desencadearam os
quatro componentes e dezenove subcomponentes, formando conflitos pela posse da terra por parte dos expropriados;
um bloco de atividades vinculadas à proteção ambiental para A tendência para a região é a continuidade de expansão da
todo o território estadual. Entre estes, estavam os seguintes: fronteira agrícola com monoculturas de exportação;
zoneamento socioeconômico-ecológico; regularização → Programas de desenvolvimento, como o Prodeagro, que
fundiária; conservação ambiental e proteção e controle de visam a gestão territorial e ambiental, devem começar em uma
áreas indígenas. determinada região do Estado, de forma a permitir que a
No decorrer de sua execução, o Prodeagro teve a experiência adquirida possa ser, gradualmente, aplicada às
cooperação técnica do Programa das Nações Unidas para o demais regiões;
Desenvolvimento (PNUD), cuja missão principal foi conceber → Os futuros programas de gestão territorial e ambiental a
um sistema de gerenciamento eficiente para programar, serem implementados devem ter mecanismos capazes de
monitorar, avaliar e realimentar, de forma contínua, a assimilar as demandas coletivas e monitorar os impactos de
execução do Programa. suas ações. Que, ao lado disso, estimulem a descentralização, o
Ao longo da implementação do Programa, foram realizadas fortalecimento das localidades em que atuam e a sustentação
três avaliações de desempenho. Os problemas referiam-se ao das instituições. Este conjunto, bem articulado, será capaz de
atraso na execução dos componentes, pela falta de promover o desenvolvimento sustentável.
coordenação e preparação técnica e institucional dos órgãos
governamentais encarregados da execução do Programa para
trabalhar de forma orgânica. Aliado a isto, a falta de fórum para 9. A economia do Estado no
discussões e maior envolvimento da iniciativa privada para contexto nacional
que esta incorporasse a ideia de desenvolvimento sustentável
gerou dificuldades na implementação do Programa. Foi
detectado, ainda, que os próprios beneficiários – pequenos A questão agrária e a privatização do território em
produtores e comunidades indígenas – desconheciam as Mato Grosso4
propostas do Programa, que se apresentavam de forma muito
técnica e foram pouco divulgadas, falhando no processo de A questão agrária se impõe na história do Brasil como
comunicação com a comunidade. elemento fundamental da reprodução de nossa realidade
As restrições de ordem orçamentária impostas em âmbito social e como atualidade nesse processo de reprodução.
federal impediram que o Prodeagro prosseguisse com a Nesse sentido, a questão agrária aparece no presente como
execução de suas ações no Estado. Entretanto, o Zoneamento um dos fundamentos de nosso processo de formação
Socioeconômico-ecológico foi concluído em 2002. Este foi um territorial e da produção do espaço brasileiro. O objetivo
dos seus principais componentes, concebido para garantir que central que apresentamos aqui se constitui na busca por
a utilização dos ativos ambientais seja compatível com os investigar a questão agrária no processo de reprodução das
interesses de conservação/preservação ambiental, e a relações de produção contemporâneo, revelado pelos conflitos
consequente melhoria das condições de vida da população. e contradições postos mesmo no interior das atividades
O Prodeagro, é inegável, possibilitou o fortalecimento dos compreendidas como modernas. Mais especificamente,
órgãos gestores do meio ambiente em Mato Grosso, havendo buscaremos esses elementos pensando a realidade da

4 PADUA, Rafael Faleiros de. QUESTÃO AGRÁRIA, MODERNIZAÇÃO DA http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/geografia/article/downloa


AGROPECUÁRIA E URBANIZAÇÃO EM MATO GROSSO. Revista Mato-Grossense d/770/2845.
de Geografia - Cuiabá - v. 17, n. 1 - p. 33 - 63 - jan/jun 2014. Disponível em:

Geografia de Mato Grosso 10


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

expansão da agropecuária modernizada no Mato Grosso, A luta histórica dos movimentos sociais do campo nos
propondo uma reflexão sobre os novos conteúdos da produção escancara a dimensão cotidiana de enfrentamento da
do espaço, assim como sobre o redimensionamento da relação mediação abstrata da propriedade privada da terra como
cidade-campo nesse processo. condição fundamental da posse, com a transformação do
O debate sobre a questão agrária é fundamental à reflexão sentido da terra de terra de vida e de trabalho (caso dos
sobre o moderno no Brasil, se revelando como fundamento da camponeses e indígenas) para a terra como meio de
história da nossa formação territorial, produzindo e reprodução do capital (caso do agronegócio).
reproduzindo contradições que perpassam o processo A reflexão sobre a questão agrária no Brasil nos coloca
histórico, determinando a produção social do presente. Se por diante de contradições centrais da nossa história, aquela do
um lado a questão agrária exige que busquemos na história os acesso à terra, que tem como consequência a dominação dos
fundamentos da produção do mundo, não permanecemos na meios de vida. O entendimento do presente, no caso da
reflexão sobre o passado, pois o objetivo é o entendimento do Geografia através da dimensão espacial da vida social
presente, mesmo porque essa questão se reproduz sob novas (buscando sempre superar a condição de ciência parcelar),
formas no presente. passa por construirmos um conhecimento que leve em conta o
A formação territorial do Brasil se revela então como um movimento da realidade como processo histórico concreto,
processo de expansão espacial do capitalismo, cuja forma de buscando as mediações que nos expliquem a produção desse
reprodução é necessariamente expropriatória, necessita processo. Nesse sentido, a reflexão envolve dois momentos,
expropriar os meios de vida de grande parcela da população um se refere ao movimento da realidade, e outro ao
para se realizar. A questão agrária se coloca aí como uma movimento do pensamento sobre essa realidade. Tanto a
mediação fundamental dessa expansão capitalista, cujo realidade quanto o pensamento sobre a realidade são
resultado é a expropriação de camponeses e o extermínio de produtos sociais historicamente determinados, nos colocando
grupos indígenas (a questão indígena faz parte da questão a questão de pensar o movimento do real construindo
agrária), produzindo as particularidades do processo necessariamente um conhecimento novo sobre esse real que
capitalista no Brasil. se transforma, como condição necessária do movimento do
A questão agrária, surgida da institucionalização da pensamento do real. Dessa maneira, o debate que propomos
propriedade privada da terra (Lei de Terras de 18503), para a reflexão sobre a questão agrária no Brasil vai na direção
quando o acesso à terra passava a se realizar exclusivamente do enfrentamento da questão a partir dos elementos do
pela mediação do dinheiro, se reproduz ao longo da história, presente, para entendermos a realidade social atual, buscando
se colocando, em diferentes momentos, como o principal na história os fundamentos necessários para o entendimento
entrave para a modernização efetiva do país. Ela se revela, desse presente.
nesse movimento, como a característica arcaica da Nos últimos 40 anos, o processo de expansão da
permanência da concentração fundiária, e determina em agropecuária capitalista no Centro-Oeste e na Amazônia foi
grande parte nosso processo de modernização (MARTINS, determinado pelas ações estatais elaboradas e implementadas
1999), e cujo debate é fundamental mesmo para entendermos durante o período do regime militar (1964-1985). “Assim, a
as nossas contradições sociais, inclusive as que se realizam nas implantação dos projetos agropecuários na Amazônia tem
cidades. Dessa forma, é preciso que encaminhemos a nossa também que ser entendida como uma das estratégias dos
reflexão de modo a entender de que maneira essa questão se governos militares no sentido de patrocinarem o acesso à terra
impõe hoje como determinação de nossa realidade social atual. na região pelos grandes grupos econômicos” (OLIVEIRA, 1997,
Assim, a questão agrária não se define como uma questão p.67). Essas estratégias do Estado brasileiro de ocupação dos
central para o entendimento dos processos do mundo rural “vazios” da Amazônia se realizaram através dos incentivos
somente, mas também para o entendimento do próprio fiscais, buscando atrair grupos capitalistas do centro-sul do
processo de urbanização brasileiro, e a realidade país para o norte. Com isso, grandes grupos econômicos
contemporânea do Mato Grosso nos aponta isso. O urbano vai passam a investir na área da Amazônia Legal, que compreende
além da cidade, assim com a questão agrária e suas toda a região amazônica e parte do cerrado do Centro-Oeste e
implicações vão além do campo. Em nosso processo histórico do Norte. Esses investimentos se deram inicialmente
as contradições se complexificam nas realidades da cidade e sobretudo na pecuária, com a derrubada da vegetação natural
do campo, redimensionando a relação cidade campo, que para a constituição de grandes pastagens.
agora se realiza em novas bases, totalizada pelo urbano. Esses empresários investiram nesta empreitada da
Problematizar a questão agrária hoje significa, portanto, ocupação da Amazônia pela pata do boi, sendo que o resultado,
pensar como ela se reproduz diante da modernização da hoje, passados quase 20 anos [o texto é da segunda metade da
agropecuária, e que espaço é produzido nesse processo, assim década de 1980, observação minha], é no mínimo melancólico.
como desvendar as formas nas quais a propriedade privada da Pois o rastro deixado por este processo foi quase sempre
terra se põe como dominação política e econômica (e cultural), marcado pelo sangue. Sangue derramado das nações indígenas
produzindo novas contradições no âmbito do social. e dos posseiros. Sangue derramado dos peões no trabalho de
Tomando o caso específico do Mato Grosso, é preciso “abertura da mata” (OLIVEIRA, 1997, p.68)
desvendar a produção do espaço sob a dominação da grande O professor Ariovaldo Umbelino de Oliveira, estudioso da
propriedade, agora não mais aquela que já na aparência se questão agrária no Brasil, evidencia em seus trabalhos o
mostrava arcaica (o grande latifúndio), mas a grande resultado desse processo patrocinado pelo Estado durante a
propriedade unida ao capital (o agronegócio). Essa ditadura militar e mesmo depois, quando observamos que a
modernização da agricultura produz um espaço-tempo violência no campo ainda é uma mediação importante para a
característico do processo de produção do que hoje se reprodução das desigualdades de acesso à terra, mesmo nos
denomina o “agronegócio” revelado nas formas das cidades dias de hoje.
novas (sem história, pois produzidas segundo a lógica da A violência, assim como o trabalho escravo, ainda fazem
produção econômica), das lavouras (imensas plantações parte do cenário do processo contraditório de ocupação-
homogêneas), dos equipamentos (máquinas, aviões, etc.), das dominação da terra no Brasil, sobretudo nas regiões de
relações sociais determinadas pelo ritmo da reprodução fronteira, onde a frente pioneira (avanço da grande
econômica (a esfera do financeiro mundializado se imiscuindo propriedade capitalista) se encontra com a frente de expansão
nas relações de proximidade). Ao mesmo tempo, refletir sobre (posseiros e camponeses que ocupam a terra) (Martins, 2009),
a questão agrária implica em pensar a luta pela terra, que traz processo que o documentário “Nas terras do bem-virá”
à tona os conflitos e contradições da posse da terra no Brasil. (Alexandre Rampazzo, 2007) mostra muito bem. Neste

Geografia de Mato Grosso 11


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

documentário podemos ver que nos dias de hoje a violência Se inicialmente os projetos de colonização públicos,
ainda reina com o aval do Estado (vide o massacre de Eldorado através do INCRA, apontavam para uma redistribuição da
dos Carajás (1996), o assassinato de Irmã Dorothy Stang terra, pretendendo resolver a pressão exercida pela
(2005), retratados no filme, assim como o assassinato do casal concentração fundiária, posteriormente se vê que as
de extrativistas José Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo estratégias se direcionam para o incentivo da “ocupação” do
(2011), entre tantos outros atos de violência sobre quem luta território pelas grandes propriedades. As margens da
pela terra e que a Comissão Pastoral da Terra não cansa de Transamazônica (10 km de cada lado) foram inicialmente
denunciar. voltadas para a constituição de assentamentos de reforma
A omissão e/ou morosidade e mesmo a participação do agrária, no entanto os projetos foram realizados sem levar em
Estado na violência sobre as pessoas e movimentos que lutam conta nem mesmo a realidade regional e assim foram logo
pela terra faz parte da questão agrária no Brasil. O Estado é, abandonados pelo Poder Público (OLIVEIRA, 1997). Cabe
dessa forma, um agente fundamental da reprodução da salientar aqui que as rodovias que o Estado brasileiro
concentração fundiária no país, não somente por essa construiu, cortando grande parte da região amazônica, se
violência e omissão, mas também como o mediador que revelaram como os eixos de ocupação-dominação do espaço,
garante que essa reprodução aconteça até os dias de hoje. no processo de avanço da fronteira agrícola, com destaque
Nesse processo, a grande propriedade privada da terra é para as BR-163 (Cuiabá-Santarém), BR-364 (Brasília-Acre) e a
produzida e garantida pela violência, através da grilagem de própria Transamazônica (BR-230).
terras, com a produção de títulos falsos de propriedade, Nesse processo induzido pelas políticas de espaço
expropriando a terra de nações indígenas e posseiros, que implantadas pelos governos da ditadura militar sobretudo a
legitimamente lutam pela terra de vida e de trabalho. Alia-se a partir da década de 1970 há um abandono dos projetos
esse estado de coisas a peonagem, que podemos definir como públicos de colonização e um incentivo aos projetos
a “escravidão branca” (OLIVEIRA, 1997, p.85), onde os peões particulares de colonização, quando se concede a empresas
são aliciados por “gatos” em regiões com alto índice de colonizadoras grandes parcelas do território, e são essas
desemprego, principalmente no Nordeste brasileiro, com empresas que irão vender os lotes, sejam estes rurais ou
propostas enganosas de trabalho, e são levados para o urbanos, já que aí nascem novos municípios cuja posse e
trabalho de desmatamento e formação de pastagens, em propriedade da terra, assim como a própria produção do
condições extremamente degradadas de trabalho, onde tudo o espaço são totalmente controladas por essas empresas. Trata-
que o peão consome ou usa é debitado em sua conta, algo que se de um processo de privatização da terra, que permite o que
nunca conseguirá quitar com o fazendeiro, o que produz um Martins chama de aliança da grande propriedade da terra ao
processo de escravidão por dívida (OLIVEIRA, 1997; capital (MARTINS, 1999).
MARTINS, 2009). O Estado de Mato Grosso concentrou os projetos de
A partir da década de 1970, a Amazônia passa a concentrar colonização privados, que se revelaram como estratégias
os conflitos e as mortes (sobretudo de trabalhadores rurais, espaciais de longo alcance, seja espacialmente como
posseiros, peões) no campo e os genocídios das nações temporalmente, já que ao mesmo tempo dominaram grandes
indígenas com o avanço dos projetos de “ocupação” da terra. parcelas de terras em regiões onde a qualidade do solo é
Devemos entender esse processo no contexto do avanço da particularmente superior (CABRAL, 2007), e onde se
produção capitalista no Brasil. É uma história de expropriação materializaram lógicas de produção do espaço estritamente
e da reprodução de uma estrutura fundiária concentrada (a mediadas pela redução da terra à “qualidade” de mercadoria,
questão agrária). ou seja, o espaço é produzido a partir de projetos privados
Historicamente no Brasil, os camponeses migram para visando o lucro, a terra e a produção do espaço aí se realizam
onde podem ser proprietários de seu próprio trabalho, e nesse estritamente como um grande negócio. Como reprodução
sentido, há um movimento migratório de camponeses desse processo em um contexto de expansão da agricultura
empobrecidos das regiões onde a concentração fundiária se modernizada a partir da década de 1990 são produzidas
aprofunda (através inclusive de uma modernização agrícola realidades regionais características do agronegócio, num
que elimina trabalho no campo), ou seja, onde a terra se torna processo que produz concomitantemente e
raridade, para as regiões onde há uma abundância de terras a complementarmente, o campo e a cidade, como elementos de
serem ocupadas. A região amazônica e parcelas do cerrado do uma mesma realidade. São os casos de cidades como Sinop,
Centro-Oeste e Norte do país são assim o destino dessas Sorriso, Nova Mutum, para citar apenas alguns municípios que
populações empobrecidas expropriadas de suas terras em se formaram no eixo da BR-163 (Cuiabá-Santarém).
suas regiões de origem, embora a terra de chegada não fosse Ainda segundo Ariovaldo Umbelino de Oliveira, Isso reflete
de todo desocupada, tendo em vista a presença de populações a estratégia da geopolítica militar, expressa nos escritos do
indígenas, elas próprias acuadas (e também migrantes) pela General Golbery, onde a ocupação da Amazônia deveria
expansão espacial do capitalismo no Brasil. avançar em cunha a partir do planalto central mato-grossense,
Segundo OLIVEIRA, a presença de posseiros na Amazônia através da Cuiabá- Santarém, e as fronteiras deveriam receber
“passou de mais de 213 mil em 1960, para 360 mil em 1970, assentamentos de modo a “garanti-las” sob domínio brasileiro
452 mil em 1975, e baixando para 404 mil em 1980” (OLIVEIRA, 1997, p.95).
(OLIVEIRA, 2007, p.91). Segundo esse autor, a queda do O projeto estatal de dominação do espaço, que se
número de posseiros em 1980 se deu pela violência dos materializa nas inúmeras estratégias de “colonização”, impõe
grileiros, uma vez que os projetos estatais e o consequente uma lógica ao território, a lógica capitalista. Se por um lado se
avanço das mega-propriedades já se estabeleciam como uma incentiva o estabelecimento de grandes empreendimentos
realidade em direção ao norte do país. Os grandes projetos agropecuários que se revelam como a necessária expansão
agropecuários da SUDAM, que até o final da década de 1980 espacial da produção capitalista (produção de capital, através
somavam 9 milhões de hectares, se concentraram no Pará e no de uma acumulação primitiva, necessariamente
Mato Grosso, com áreas médias por projeto agropecuário de expropriatória), por outro lado os parques indígenas também
“16.300 há no Pará e 31.400 há no Mato Grosso” (OLIVEIRA, se revelam como o estabelecimento dessa lógica no espaço, já
1997, p.83), voltados principalmente para a pecuária. A partir que ao se transformar a terra em mercadoria, se mostra a
desses números podemos construir uma ideia da necessidade de restrição do uso da terra às nações indígenas,
concentração fundiária que se produz a partir desses projetos que são reduzidas às reservas indígenas (OLIVEIRA, 1997). Se
de “ocupação”. a terra como lugar da vida das nações indígenas não tem
limites, os limites são impostos pelo avanço do capitalismo no

Geografia de Mato Grosso 12


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

território, e mesmo os limites onde se fecharam as nações Com isso, ainda segundo esses autores, o setor agrícola
indígenas são usurpados pela necessidade devoradora do passa a ter que lidar com o problema da superprodução, que
capital por espaço, para tornar o espaço produtivo vai incentivar, no caso dos grãos, o direcionamento da
economicamente. produção para a fabricação de ração animal.
Nesta exposição, fica evidente que, mesmo se os setores
A modernização da agricultura e seu impacto em Mato mecânico, químico e biológico/genético se desenvolvem de
Grosso maneira não concomitante e desigual no tempo, eles cada vez
mais passam a se articular, levando a indústria de mecanização
A modernização da agricultura se apresenta como uma a se adaptar às necessidades dos demais setores. Nesse
condição fundamental do processo de expansão espacial da processo, a produção agrícola passa a cada vez mais depender
fronteira econômica no Brasil. Essa modernização se realiza de um pacote industrial: implementos-sementes-insumos
como uma intensificação da inserção dos processos naturais (fertilizantes e agrotóxicos). Ou seja, o grande capital
ao processo do capital. Trata-se, sempre, de uma apropriação representado por esses setores (a grande maioria das
parcial da natureza, mas que se concretiza como uma empresas produtoras de sementes, implementos e insumos
subordinação crescente de setores da agricultura ao processo são grandes corporações multinacionais) exerce um controle
do capital. Essa incorporação da agricultura ao processo do cada vez maior sobre a produção agrícola, restringindo a
capital se coloca no contexto da necessidade de expansão autonomia dos produtores, já que são necessárias práticas de
espacial e setorial da acumulação capitalista, mas encontra cultivo mais precisas, mais cuidadosamente reguladas e
barreiras nos elementos irredutíveis do processo: a terra e as cronologicamente determinadas, mas isto devido às
condições naturais ainda tem um papel relevante na produção consequências diretas e imediatas da maior intromissão nos
agrícola (GOODMAN et al., 1990). processos naturais por parte do capital (GOODMAN et al.,
Esses autores demonstram que em um primeiro momento, 1990, p.36).
que se inicia no século XIX, sobretudo nos EUA, a Esse maior controle externo à produção agrícola irá
industrialização da produção agrícola se dá no processo de provocar uma transformação radical nas relações sociais,
trabalho e nos processos físicos de manejo do solo e não nas impactando sobremaneira a agricultura camponesa. Nesse
questões químicas e biológicas, que serão desenvolvidas em sentido, o “pacote” que passa a dominar a produção agrícola se
um segundo momento, já no século XX. Sobretudo na segunda define como uma série de imposições, começando com as
metade do século XIX há uma intensificação do sementes, as chamadas “variedades de alto rendimento”, que
desenvolvimento dos equipamentos agrícolas, assim como vão exigir novas técnicas de manejo mecanizado do solo, assim
uma diminuição acentuada dos fabricantes destes como a aplicação de pesticidas e fungicidas. O avanço contínuo
equipamentos. Isso revela uma concentração do capital nesse que essas inovações biológicas da produção de sementes
setor, com a constituição de grandes corporações. Entretanto, impõem passa a ditar o ritmo das inovações relativas à
se a mecanização dos processos de trabalho na agricultura produção agrícola como um todo, exigindo que os setores
transformou as relações sociais de produção, com a mecânico e químico acompanhem as novas temporalidades
diminuição drástica de trabalho braçal, alavancando um impostas à produção agrícola (GOODMAN et al., 1990),
aumento da produtividade, a barreira para o processo de produzindo uma transformação na relação espaço-temporal
acumulação na agricultura é o tempo natural das plantas. Os das populações envolvidas nesta produção.
fertilizantes industrializados começam a ser produzidos Do ponto de vista da criação de animais, as principais
também no século XIX, na Inglaterra, promovendo uma inovações se referem às técnicas de confinamento (com a
transformação na fertilidade natural e na recuperação dos industrialização da alimentação animal), promovendo uma
solos. Essa indústria se torna também um importante setor diminuição do espaço necessário para as criações. A partir da
industrial e demanda grandes investimentos para seu década de 1950, a engenharia genética, com as técnicas de
desenvolvimento, o que restringe a sua produção às grandes inseminação artificial vão, por sua vez, promover um
corporações, o que passa a ocorrer já no começo do século XX significativo aumento de produtividade e também um
(GOODMAN et al., 1990). crescente aumento do controle da produção (GOODMAN et al.,
A intensificação das inovações genéticas se dão somente 1990).
no século XX, com pesquisas realizadas sobretudo por órgãos Uma questão que se nos apresenta diante desse quadro de
públicos, dado os riscos em termos de negócios que essas aumento de uma agropecuária modernizada de alta
pesquisas envolviam. As técnicas de hibridização de sementes produtividade, altamente tecnificada, são quais as
(sobretudo do milho nos EUA) permitiram a entrada das necessidades sociais estão sendo contempladas nesse
grandes empresas na pesquisa e produção de sementes, processo, a da sociedade como um todo, que necessita de
esmagando a pesquisa dos órgãos públicos (no caso dos EUA) alimentos para sua sobrevivência ou a reprodução econômica
e os pequenos produtores de sementes. É nesse contexto que dos agentes envolvidos nas cadeias produtivas?
se expande o que ficou conhecido como “Revolução Agrícola” Muitas pesquisas, inclusive aquelas que se dedicam a
ou “Revolução Verde”, que para esses autores se trata da pensar o impacto da atividade do agronegócio sobre a saúde
difusão de sementes e técnicas agrícolas dos países dos trabalhadores e da população nos apontam claramente
temperados para os países tropicais e subtropicais que a finalidade desse processo é a acumulação ampliada do
(GOODMAN et al., 1990), promovendo uma homogeneização capital, que se utiliza da produção agropecuária da forma mais
cada vez maior da agricultura. rentável (e necessariamente mais produtiva economicamente)
Posteriormente, com o aprimoramento das pesquisas em para sua reprodução. As condições de trabalho e a qualidade
biotecnologias, assim como com o avanço no setor químico (e acesso) da sociedade em geral aos alimentos produzidos
(insumos), a difusão das inovações industriais trouxe ganhos estão subordinados à acumulação ampliada, ou seja, o âmbito
espetaculares no crescimento da produtividade total, do social está subordinado às necessidades da reprodução do
transformando a economia política da agricultura e do sistema econômico e às normas do político, mediação fundamental
agroalimentício. Por exemplo, a produção total das safras para a realização desse processo.
aumentou 97% nos Estados Unidos entre 1950 e 1981, com Dessa maneira, o processo de modernização da agricultura
um aumento de apenas 3% nas terras cultivadas e apesar de e da pecuária se substancia em um processo de
um declínio de 63% no emprego de mão de obra (GOODMAN industrialização da produção que as submetem a um
et al., 1990, p.10). movimento crescente de dependência de um pacote
mecânico/químico/biológico genético, dominado por grandes

Geografia de Mato Grosso 13


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

corporações, que muitas vezes controlam todo o processo de Partindo-se de uma visão geral sobre o território mato-
produção, processamento e comercialização dos produtos. A grossense, pode-se, identificar seus desdobramentos
produção de alimentos se revela aí como um grande negócio, particulares nas distintas frações do seu espaço, em seus
mediação da realização de interesses externos, alheios aos tempos respectivos, os principais vetores da expansão recente
agentes imediatamente ligados à produção, ou seja, nesse e as implicações no redesenho de sua estrutura espacial.
processo de industrialização da agricultura e pecuária, há Efetivamente no século XVIII, inicia-se a ocupação do
também um processo de alienação do trabalho. É em um Estado de Mato Grosso, através das incursões dos
contexto de crescente mundialização do capital, assim como de bandeirantes à região, em busca de ouro e na captura e
acentuação das crises do capitalismo, que esse processo de aprisionamento de mão-de-obra indígena, mercadoria que
modernização como força produtiva econômica, que se realiza viabilizou, durante longo tempo, a economia da colônia de
em escala mundial, permite o avanço da agricultura de grande povoamento de São Vicente, (atualmente estado de São Paulo).
escala para o Cerrado e para a Amazônia. Durante todo o século XVIII, mesmo após a descoberta de
Nesse cenário, a partir do final do decênio de setenta, ouro na região de Cuiabá, o espaço mato-grossense
acompanhando a tendência do agro nacional, o contínuo permaneceu “vazio” dado que as atividades econômicas
avanço do capital industrial no ambiente agropecuário implementadas na região de Cuiabá, basicamente mineração
implicou acentuada transformação e diferenciação das do ouro e de diamantes, fundavam-se num sistema
características básicas do agro mato-grossense. comumente designado como o de pilhagem do período
Além do surgimento de número elevado de latifúndios colonial e num povoamento temporário e itinerante.
capitalizados, grande parte dos estabelecimentos então (DSEE/ZSEE - Relatório sobre o Processo de Ocupação do
existentes se transformou em modernas empresas Estado de Mato Grosso. Cuiabá: SEPLAN, 1997).
capitalistas, diferenciando-se cada vez mais dos antigos Sob a lógica da expansão capitalista, de concentração-
latifúndios tradicionais. Essas empresas produzem bens centralização do capital e da dominação-subordinação, no que
dotados de alto valor comercial, como a soja, o algodão, o arroz diz respeito às suas relações sociais e de produção, o
e outros produtos de origem agropecuária (PEREIRA, 2007, desenvolvimento econômico brasileiro, em termos espaciais,
p.50). pode ser visto como um processo de articulação e integração
É esse processo de modernização da agropecuária, que nacional que se desenvolveu, de forma desigual e combinada,
aproxima cada vez mais essa produção da produção industrial, segundo três fases distintas: a do isolamento das regiões; a da
que vai dar um aspecto ideológico de legitimidade na aliança articulação comercial e a de integração produtiva.
entre a grande propriedade da terra e o capital, processo que
contribuirá também para uma desmobilização das lutas dos Diante disso, contextualiza-se também a formação
camponeses pela terra em Mato Grosso e uma desvalorização, histórica de Mato Grosso, caracterizando-se:
também ideológica, da agricultura camponesa. 1) o período da ocupação do território e da constituição da
região, ainda sob uma longa fase de isolamento, que perdura
Produção do espaço regional mato-grossense até às primeiras décadas do século XX;
2) o da diversificação da base produtiva incipiente e sua
A formação e ocupação do território mato-grossense5 articulação comercial com centros produtores-consumidores
nacionais e internacionais; e,
O território mato-grossense compreende, 3) o da criação das condições materiais e não-materiais
aproximadamente, 10% do território nacional e abriga, em (década de 1970) para a efetiva integração produtiva da região
contrapartida, aproximadamente 1,53% da população do país, (década de 1980) ao movimento de produção/reprodução do
(3.033.991habitantes- IBGE/SEPLAN 2010, hoje capital hegemônico nacional quando este, concretamente,
aproximadamente 3.306.000). Constitui exemplo de região apropria-se do espaço, via instrumento jurídico da
que caminha rumo à consolidação de uma área de moderna propriedade da terra, subordinando à sua lógica de
produção agroindustrial, após a transformação de sua base desenvolvimento os processos de trabalho e de produção
produtiva, impulsionada por forte ação estatal. existentes em quase todos os segmentos da economia regional.
Como característica preliminar, pode-se dizer que essa Assim, para melhor compreensão sobre o processo de
área vem-se afirmando, nas últimas décadas, como uma ocupação do estado de Mato Grosso, uma vez que ele será
economia baseada predominantemente na pecuária extensiva apresentado de uma forma sintética, achou-se melhor dividir
de corte e de leite, e, principalmente, na produção intensiva de essa abordagem em sete fases, ou seja:
milho, algodão e soja, afora experiência isolada de indústrias A primeira fase de ocupação do território mato-grossense
madeireiras. tem seu início nos séculos XVII-XVIII, com a penetração
Esses sistemas produtivos têm sido responsáveis pela portuguesa em terras de Mato Grosso promovida pelas
produção de matérias primas para a agroindústria e algumas incursões de bandeirantes paulistas. A partir de então, o
mercadorias processadas, em geral destinadas à exportação avanço bandeirante em direção ao oeste intensificou-se cada
como: grãos, carnes e algodão e, portanto, desencadeadores do vez mais, na medida em que o aprisionamento de índios para
próprio processo de agroindustrialização regional. Esses o trabalho escravo na Província de São Paulo constituía-se
produtos são exportados principalmente para os estados das numa atividade bastante lucrativa. O final dessa fase encerra-
regiões Sul e Sudeste do Brasil e para os países da comunidade se quando o ouro de Mato Grosso, que tinha proporcionado
europeia, Estados Unidos, China, Rússia, etc. grande riqueza ao final do século XVIII, à Coroa Portuguesa,
Deve-se ainda considerar que o território mato-grossense começa a dar sinais de esgotamento, disso resultando o
partilha vasta área de fronteira interna com vários estados esvaziamento dos principais núcleos populacionais ligados à
brasileiros e externa com a Bolívia. mineração.
Embora só tenha recebido atenção há pouco tempo, essa A segunda fase de ocupação do território mato-grossense
área de fronteira internacional ocupa lugar potencialmente acontece nos séculos XIX-XX. Ela mostra que os núcleos
estratégico no espaço econômico latino-americano e sua portuários mais antigos, como Cuiabá, Corumbá e Cáceres,
integração, seja nas articulações com o Mercosul, seja em convivem com uma intensa atividade econômico comercial.
possíveis vias de escoamento pelo pacífico.

5 ABUTAKKA, Antonio. A formação e ocupação do território mato-grossense. http://www.seplan.mt.gov.br/documents/363424/3935270/A+forma%C3%A


Artigos da Secretaria de Estado de Planejamento – SEPLAN. Governo do Mato 7%C3%A3o+e+ocupa%C3%A7%C3%A3o+do+territ%C3%B3rio+mato-
Grosso. Disponível em: grossense.pdf/dd149e42-ce2e-4eb0-8ad7-fffa31ce3d43.

Geografia de Mato Grosso 14


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Cáceres firma-se como centro exportador da poaia, cuja


extração e comercialização geraram grande movimento
agrícola e comercial nas cidades de Barra do Bugres, Vila Bela 10. A urbanização do Estado
da Santíssima Trindade e Cuiabá, e também através da
exportação da seringa (látex), extraída na Bacia Amazônica.
A terceira fase de ocupação é marcada pela “Marcha para o Apontamentos para a reflexão sobre a urbanização nas
Oeste” (1930- 1950), cujo fator principal foi uma política de cidades das regiões de expansão do agronegócio6
interiorização da economia e de incorporação das regiões, em
especial, Centro-Oeste e Norte ao processo de reprodução do As cidades concebidas no contexto de expansão da
capital hegemônico nacional. Enquanto área de fronteira, a agricultura modernizada são desde o seu início produtos e se
necessidade de legitimar os limites estabelecidos, através de reproduzem desde então como negócio, sem passado,
uma ocupação efetiva do território, foi uma constante em toda reproduzindo a temporalidade da produção da agricultura
a formação histórica de Mato Grosso. modernizada (MARTINS e SEABRA, 1993). A história social (a
A quarta fase de ocupação do território mato-grossense é história das migrações, carregadas de esperanças; das
marcada com a construção de Brasília. (Final da década de resistências de posseiros e índios; das expropriações e
1950 a 1960). conflitos no embate da terra como lugar da vida e como lugar
A quinta fase (final da década de 1960 a 1970) foi da acumulação do capital) permanecem no subterrâneo, não
intitulada como sendo a da implementação dos primeiros reveladas, diante desse processo que se realiza na produção
programas de desenvolvimento da região Centro Oeste, simultânea da cidade e do campo (do campo modernizado),
corporificados, em grande parte, no I e II PND (Programa em uma unidade dialética totalizada pelo urbano como modo
Nacional de Desenvolvimento), e com a intensificação do fluxo de vida (LEFEBVRE, 2009; ARRUDA, 2007). O urbano aí se
migratório dirigido a essa região. revela como mediação com a mundialidade, assim como
A sexta fase de ocupação compreendeu os programas de sociabilidade fundamental, mesmo que contraditoriamente
desenvolvimento, pós década de 1970, como o POLOCENTRO, revelando a privação de relações sociais qualitativas e
o POLONOROESTE e o PRODEAGRO. Somente a partir dessa concretas.
década e fruto de uma intervenção do Estado Nacional, O momento atual do modo capitalista de produção aponta
planejada e dirigida à ocupação do Centro-Oeste e Amazônia, é a esfera do financeiro se reproduzindo através da cidade e do
que se criam, na região, as condições efetivas para a campo, induzindo outra temporalidade à produção concreta
apropriação do espaço pelo capital e - além disso - para sua de mercadorias e sua circulação (ARRUDA, 2007). Essa
transformação em espaço econômico integrado ao movimento temporalidade, ligada ao ritmo da reprodução do capital
dominante da produção/reprodução do capital tanto nacional financeiro induz uma determinada produção do espaço, que a
como internacional. (SIQUEIRA, 1990). nosso ver impõe, no contexto da urbanização recente do Mato
A sétima fase é a atual, ou seja, os avanços recentes da Grosso, uma escala de análise que supera a escala intra-
fronteira agrícola do território rumo a “consolidação”. Dessa urbana, embora não a elimine, encaminhando a análise para
forma, as frentes de expansão fizeram surgir um conjunto uma escala de abrangência regional. Assim, a própria escala se
variado de formas de apropriação do espaço agrário, revela como um conteúdo da análise, dado o imbricamento do
tornando-se estas também responsáveis pela transformação local ao regional e deste ao mundial, indicado pelo fato de a
da paisagem natural do Estado. Essa transformação implicou produção agrícola, que se constitui como a principal fonte de
não somente na organização de um setor primário dinâmico, riquezas, estar intimamente ligada a um contexto mundial de
baseado numa gama variada de produtos (extrativos vegetais, produção de matérias-primas.
agrícolas, pecuários, etc.), mas também num leque de impactos A ligação do excedente econômico produzido no
socioeconômicos e ambientais de natureza e intensidade agronegócio à urbanização, realizando esse excedente no
diversas. mercado imobiliário das cidades (em muitas cidades se aceita
De maneira geral, a agricultura empresarial localizou-se quantidade de produção de soja como pagamento de imóveis,
nas áreas planas dos cerrados, cujos solos são potencialmente por exemplo), demonstra que a produção do campo está
de boa qualidade. A pecuária, além de estar também nesse tipo articulada de maneira fundamental à reprodução do espaço
de ambiente, tende a ocupar áreas mais antigas, anteriormente urbano, seja em Cuiabá, seja nas cidades ligadas mais
exploradas pela agricultura tradicional, ou expande-se para a diretamente ao agronegócio (Sinop, Sorriso, Lucas do Rio
região de fronteira de ocupação, em áreas onde as condições Verde, Nova Mutum, Campo Verde, Primavera do Leste e
ecológicas e/ou o fator distância (fretes) são desfavoráveis à outras) e porque não dizer, provavelmente em outras cidades
grande empresa de exploração agrícola. (DSEE/ZSEE - do país e mesmo de outras regiões do mundo.
Relatório sobre o Processo de Ocupação do Estado de Mato É uma realidade voltada para a produção agropecuária, e
Grosso. Cuiabá: SEPLAN, 1997). cria uma espacialidade e temporalidade específicas. Pode-se
Em linhas gerais, o modelo de ocupação pautado na ver a cidade como uma concentração de elementos
agricultura “moderna” mantém-se ancorado no modelo necessários à produção (mão-de-obra, estabelecimentos
agroexportador de contexto “maior” (nacional/internacional) comerciais, serviços bancários, etc.). Mas a concentração
e nas políticas agrícolas nacionais (crédito e financiamento). urbana aponta para novas questões qualitativas: a vida urbana
Esse modelo de ocupação, na medida em que privilegia a e a centralidade como necessidades da realização do humano
agropecuária de caráter empresarial e as cadeias agro- (CARLOS, 2008).
industriais associadas aos produtos de mercado externo (soja, Estamos construindo a hipótese de que a urbanização
cana-de-açúcar, carnes, milho, madeira) tende a adequar-se às recente do Mato Grosso revela uma nova dimensão da relação
normas e padrões determinados pelos mercados nacionais e campo-cidade, pois produz (ou reproduz) o campo e a cidade
internacionais, inclusive quanto à mitigação dos impactos como elementos do urbano (concentração de inúmeros
ambientais derivados. elementos, simultaneidade, fluidez). A agricultura
modernizada nos dá argumentos para pensar a urbanização do
campo. Ou seja, nos colocamos diante da questão: que campo

6 PADUA, Rafael Faleiros de. QUESTÃO AGRÁRIA, MODERNIZAÇÃO DA http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/geografia/article/downloa


AGROPECUÁRIA E URBANIZAÇÃO EM MATO GROSSO. Revista Mato-Grossense d/770/2845.
de Geografia - Cuiabá - v. 17, n. 1 - p. 33 - 63 - jan/jun 2014. Disponível em:

Geografia de Mato Grosso 15


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

e que urbano são produzidos nesse processo? Para pensarmos de estratégias estatais e privadas) que sugere o futuro,
um caminho de resposta a essa questão é preciso refletir realizando o repetitivo da produção de mercadorias (aqui o
teoricamente sobre essa realidade nova, a partir de sua espaço e a cidade também são as mercadorias), com o
materialidade concreta, colhendo aí as indicações de seu esvaziamento do tempo como duração enquanto condição de
conteúdo. realização desse mundo do instantâneo, ligado ao tempo da
Temos ainda que deixar claro que é um processo que usa o reprodução do econômico (o imobiliário, os ramos do
espaço e produz o espaço como se fosse uma página em branco agronegócio, o financeiro), que entra em contradição com as
a ser preenchida, e ao mesmo tempo é um processo que nega necessidades próprias da reprodução da vida, revelando as
uma história concreta, aquela das terras indígenas e dos contradições como o conteúdo do processo.
posseiros que se reproduziam, não através de relações Valores se consolidam, carregando o moderno na
abstratas, mas concretamente a sua vida no espaço hoje concepção da propriedade privada, revelada no “sucesso” do
ocupado pela homogeneidade das grandes plantações e das empreendedorismo individual. Qual o conteúdo desse
cidades planejadas. As resistências e os conflitos escancaram progresso? Produziu-se um espaço característico da atividade
as contradições do processo de avanço da agricultura moderna agrícola modernizada e criaram-se cidades intrinsecamente
no Brasil. Assim, a história da expansão econômica para oeste ligadas a essa atividade. Qual o conteúdo dessa urbanização no
e norte promovida pelo Estado se concretiza não como uma nível da prática socioespacial? Estamos diante de uma
história de ocupação de espaços vazios, mas como a história realidade urbana que é nova (mesmo sendo produzida por
violenta de extermínio dos índios, expulsão de camponeses relações sociais arcaicas) que carrega também o conteúdo da
pobres (os posseiros), pela violência da propriedade privada migração (que traz também a sua complexidade). O que essas
da terra (mesmo sendo esta ilegal) e pela produção cidades revelam enquanto conteúdos do urbano? Dessa
monopolista do espaço, regida hegemonicamente pelo Estado maneira, é preciso pensar a prática socioespacial que é
e por grupos econômicos que dominam economicamente e produzida nesse processo, com todas as dificuldades de
politicamente grandes parcelas do território. alcançá-la.
A questão que importa para nós é: quais os conteúdos A realidade da urbanização recente do Mato Grosso nos
sociais desse crescimento quantitativo que apresentamos no coloca diante de novas questões para pensarmos uma
início do texto? Ou seja, é preciso passarmos do âmbito do problemática urbana. O urbano está posto nesta expansão
quantitativo para aquele do qualitativo para entendermos o para o oeste, pois, como estamos afirmando, é uma realidade
sentido do movimento da realidade urbana (GEORGE, 1966). urbana a que é produzida, inserida no próprio movimento de
Deparamo-nos aqui com a limitação de uma ciência parcelar transformação da realidade brasileira. Já a partir da década de
(em nosso caso a Geografia) a partir da qual vamos nos inserir 1950-60, quando o Brasil se industrializava efetivamente e
no movimento do conhecimento dessa realidade; por outro passava a ser um país de população majoritariamente urbana,
lado, estamos diante de outra limitação inerente à pesquisa a urbanização como realidade trazia novas questões do âmbito
que é a de, a partir de um fragmento da realidade, refletirmos do social: moradia, transporte, saneamento, etc., passava a
sobre todo o conjunto da sociedade. Nesse sentido, sem demandar uma vida urbana concreta, que não se restringe ao
resolvermos as contradições e limitações da pesquisa provimento de serviços urbanos básicos, mas se refere ao uso
científica, devemos sempre ter como horizonte a noção de da cidade pelos cidadãos, o direito à centralidade, enfim, o
totalidade, articulando o objeto específico da pesquisa ao direito à cidade (CARLOS, 2011).
movimento do real, ou seja, à totalidade na qual está inserido As cidades do agronegócio foram criadas por projetos de
(LEFEBVRE, 1955). colonização públicos ou privados, há poucas décadas, se
Outra questão com a qual nos deparamos neste revelando como uma produção do espaço hegemonizada por
encaminhamento é como podemos pensar teoricamente a determinados interesses, criando novas espacialidades. Nesse
urbanização (recente) de Mato Grosso? Até o momento atual, contexto, é o espaço e a produção do espaço que determinam
se privilegiou o estudo da técnica, fundamental para se pensar a produção de novas relações sociais (LEFEBVRE, 2000), que
a produção do espaço (BERNARDES e FREIRE FILHO (orgs.), produzem novas sociabilidades urbanas.
2005; BERNARDES, 2008; BERNARDES, 2010; SANTOS, 2008; Nessa produção do espaço dessa nova realidade social
SANTOS e SILVEIRA, 2011). No entanto é preciso ir além da ligada à produção do agronegócio, a técnica tem um papel
técnica, buscando refletir sobre a vida cotidiana (finalidade importante (BERNARDES, 1996; GOLDMAN et al., 1990). Com
última e conteúdo da produção do espaço), uma vez que o isso, podemos dizer que a industrialização define essa
urbano e a urbanização dizem respeito à vida e não somente à realidade e é determinante na produção dessa urbanização.
reprodução de coisas no espaço (LEFEBVRE, 2009, 2000, A agroindústria, a integração lavoura-indústria (que
1999; CARLOS, 2008, 2001). podemos definir como a relação lavoura-indústria-cidade), é
No limite poderíamos definir o processo de urbanização uma realidade que nasce urbanizada, tendo o urbano como
como o processo de concentração permanente de pessoas em conteúdo e perspectiva. A história desse processo de
um determinado lugar ou região, e que se revela como um urbanização nos aponta para o fato de que é a produção do
lugar de possibilidades, reunião, encontro das diferenças, espaço que explica os conteúdos sociais no momento atual, ou
criação, mesmo em função de uma concentração quantitativa seja, a produção de novas espacialidades produz novas
de população. Ou seja, a partir do quantitativo se revela o relações sociais. O espaço é produto de determinadas relações
qualitativo enquanto possibilidade. Mesmo que resultado de sociais da contemporaneidade, mas também é produtor de
projetos de colonização privados, onde a finalidade reside na novas relações sociais (LEFEBVRE, 2009, 2000). As estratégias
produção e realização de um negócio mercantil, a urbanização públicas e privadas (a ocupação dos “vazios territoriais”, os
carrega em si novos conteúdos, ainda que como possibilidades, projetos de colonização, a produção de um espaço agrícola
virtualidades presentes no real. Dessa maneira, é preciso modernizado), que se revelam como estratégias espaciais,
pensar as relações sociais que envolvem a urbanização nesse produziram e produzem uma realidade específica, com um
contexto de expansão do agronegócio: os agentes sociais que espaço característico. Trata-se um espaço que é produzido, já
produzem essa realidade de fronteira (realidade de migração no início do processo de colonização, de maneira fragmentada,
e de extermínio). com funções específicas, se realizando aos pedaços como
Estamos diante, portanto, de uma persistência do passado negócio.
(a questão agrária como permanência e conteúdo da nossa Henri Lefebvre nos ajuda a pensar esses espaços
modernidade (MARTINS, 1999)) mas que aparece como uma produzidos segundo as estratégias dos agentes hegemônicos
paisagem nova, “moderna” (as cidades novas criadas a partir da produção do espaço em Mato Grosso, quando escreve sobre

Geografia de Mato Grosso 16


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Mourenx, uma cidade nova construída para dar suporte a um do agronegócio, complexificada pela união do capital com a
complexo petroquímico, próxima a sua cidade natal, nos propriedade da terra promovida pelos governos militares
Pireneus franceses: (1964-1985) (MARTINS, 1999).
Mourenx ensinou-me muita coisa. Aqui os objetos têm o O urbano e a produção do espaço aparecem aí como
título de sua existência social: sua função. Cada objeto serve e resultado do aprimoramento da terra como mercadoria,
o diz. Sua função é bem distinta e bem própria. No melhor caso, através dos projetos de colonização, num processo histórico e
quando a cidade nova for acabada e bem sucedida, tudo nela estratégico de privatização da terra em Mato Grosso. A partir
será funcional, e cada objeto terá uma função própria: a sua. das centralidades produzidas com a criação das cidades,
Esta função, cada objeto a indica, significa, grita-a a sua volta. sobretudo ao longo da BR-163, com o processo de
Ele se repete infinitamente. O objeto reduzido a sua função e modernização da agricultura, a indústria e o urbano passam a
também a sua significação; aproxima-se indefinidamente do ser determinantes na produção da sociabilidade, propondo
sinal e o conjunto desses objetos de um sistema de sinais. Em novos conteúdos sociais.
Mourenx, não há ainda muitos sinais verdes ou vermelhos. Assim, devemos considerar que a industrialização
Tudo é apenas sinais verdes ou vermelhos: isto exigido, isto (propiciada pela industrialização da agricultura e pelo
proibido. O objeto reduzido à uma simples significação processamento dos produtos agrícolas) e o urbano se revelam
confunde-se com a coisa nua, despojada, desprovida de na prática socioespacial, descolada da história, pois produzida
sentido (LEFEBVRE,1969, p.140-141). em um espaço-tempo ligado ao processo de realização do
Nas cidades produzidas nas regiões de expansão do capital de forma ampliada. No entanto, os conteúdos do
agronegócio, observamos que ordens estritas comandam o processo de industrialização-urbanização apontam para novas
ritmo da vida. Nessas cidades há pouca tolerância para o questões de ordem qualitativas: a vida urbana, o urbano como
diferente, para aquilo que foge à lógica da produção realização concreta da vida está como perspectiva mesmo
econômica. Muitos são os relatos de que pessoas com pouco ou nesse espaço produzido segundo a lógica da reprodução
nenhum dinheiro são coagidas a sair ou mesmo são expulsas econômica.
dessas cidades.
Constitui-se aí, contraditoriamente, uma realidade urbana, Questões
cujos conteúdos é preciso investigar, de um lado através da
pesquisa sobre a reprodução dessas estratégias espaciais dos 01. (DETRAN/MT – Auxiliar do Serviço de Trânsito –
agentes hegemônicos da produção do espaço (prefeituras, UFMT/2015) Sobre aspectos da Geografia Física do estado de
companhias de colonização, imobiliárias, empresas do Mato Grosso, assinale a afirmativa INCORRETA
agronegócio, bancos, etc.); por outro lado, é preciso investigar (A) Há três grandes biomas: Amazônia, Cerrado e Pantanal.
a prática socioespacial que se produz nesse processo, trazendo Ao norte, o estado é coberto por floresta equatorial, a Floresta
para o debate a noção de vida cotidiana (LEFEBVRE, 1992), Amazônica.
fundamental para refletirmos sobre o nível do social no lugar, (B) O principal divisor de águas de Mato Grosso é o
onde se concretizam as contradições, no embate desigual com Planalto dos Parecis que divide as águas que correm para três
os níveis do político e do econômico. bacias hidrográficas: Amazônica, Platina e do Araguaia-
Podemos a princípio indicar que se trata de uma realidade Tocantins.
onde o campo e a cidade não estão separados de maneira (C) De maneira geral, o relevo é composto por chapadas e
estritamente definida, pois formam uma única realidade, um planaltos na região central, planícies a oeste, planaltos
se realizando no outro, inseridos em uma realidade que como residuais ao norte e depressões ao sul do estado.
conteúdo se revela urbana. A vida urbana é preenchida por (D) O clima no estado caracteriza-se como temperado com
inúmeras informações (concretas), com inúmeros variações na direção sul, chegando a atingir temperaturas
significados, que no momento atual são reduzidas a ordens nas elevadas devido às massas de ar frequentes nos meses de
estratégias espaciais, impondo o mundo do consumo dirigido agosto e setembro.
(LEFEBVRE, 1992). São espaços produzidos com uma única
finalidade que nas cidades do agronegócio são representados 02. (DETRAN/MT – Administrador – UFMT/2015)
pelas agroindústrias, os armazéns, a área residencial, as áreas Sobre os aspectos econômicos do estado de Mato Grosso,
de lazer (clubes), etc., espaços que se realizam por ordens assinale a afirmativa correta.
estritas de uso: o lugar do morar (habitat), o lugar de comprar, (A) O maior contingente populacional reside nas áreas
o lugar da burocracia, o lugar do trabalho, o lugar do lazer. rurais onde se encontra a maior oferta de emprego, o que
A particularidade desses lugares novos (as cidades das reflete as consequências do estilo de desenvolvimento
regiões de expansão agronegócio) se apresenta como adotado.
generalidade do modo de vida urbano, baseado em atividades (B) A agropecuária é a principal atividade econômica e se
que podemos chamar de atividades “modernas”. Mas, mesmo caracteriza pela alta rentabilidade na exportação de
não deixando notar a princípio, dada a “modernidade” commodities e liderança na produção de grãos.
aparente revelada na paisagem, o espaço carrega as (C) Devido à alta produtividade e à moderna tecnologia, o
contradições de nossa formação social. Assim, relações sociais setor industrial lidera as exportações direcionadas ao
arcaicas, atrasadas e reprodutoras de um atraso social fazem mercado asiático.
parte do conteúdo da nossa “modernidade” (MARTINS, 1999). (D) O rebanho bovino do Estado é pouco expressivo com a
O monopólio da terra, mesmo em sua versão atual (o utilização de mão de obra especializada em larga escala.
agronegócio) aponta nessa direção, pois se converte em
mediação central da produção das relações sociais (inclusive 03. (CGE/MT – Auditor – FMP/2015) NÃO se constitui
através do espaço produzido), baseadas em relações de poder um dos irradiadores da influência geopolítica do Mato Grosso
e de domínio político, se revelando também enquanto e em consequência da região Centro-Oeste:
dominação cultural e simbólica. (A) a localização geográfica
Os “significados” do processo no que podemos chamar da (B) a presença do MERCOSUL.
construção da “opinião pública”, são produzidos e difundidos (C) as bacias hidrográficas do Paraguai e Paraná.
pelos detentores das esferas de domínio, ou seja, pela grande (D) as estradas voltadas para o porto de Paranaguá e
propriedade da terra. Nesse sentido, a questão agrária se Santos.
revela como a base da reprodução das relações sociais, (E) os portos bolivianos.
definindo inclusive as particularidades do urbano nas cidades

Geografia de Mato Grosso 17


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

04. (DETRAN/MT – Administrador – UFMT/2015) As III - No sudoeste do Estado predomina a vegetação de


características naturais do estado de Mato Grosso são transição caracterizada pela presença de gramíneas.
constantemente impactadas pelas atividades econômicas A prática da queimada otimiza a produção de feijão e
desenvolvidas. Sobre o assunto, assinale a afirmativa algodão em larga escala.
INCORRETA. Está correto o que se afirma em
(A) O Bioma Cerrado é composto por árvores baixas com (A) II e III, apenas.
troncos retorcidos, folhas e cascas grossas, além de uma vasta (B) I e II, apenas.
vegetação rasteira formada por capins nativos e arbustos; a (C) I, apenas.
ocorrência de incêndios devido às técnicas de manejo (D) III, apenas.
agropecuário pode ocasionar múltiplos danos à vegetação, à
fauna e à saúde humana. 08. (DETRAN/MT – Agente de Fiscalização de Trânsito
(B) Há no estado nascentes das três maiores bacias – UFMT/2015) A Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá
hidrográficas do país, cujas principais fontes de poluição (RMVRC) envolve municípios com estreitas ligações.
resultam, entre outros fatores, dos esgotos domésticos, Sobre o assunto, marque V para as afirmativas verdadeiras
despejos industriais e das águas do retorno de irrigação. e F para as falsas.
(C) A planície mato-grossense é formada por chapadões ( ) O município de Santo Antônio do Leverger está em
com a função de divisores de águas de importantes bacias processo de conurbação com a capital.
hidrográficas cujas Áreas de Preservação Permanentes ( ) Nossa Senhora do Livramento exibe sólidas relações
encontram-se intocadas. socioeconômicas e culturais com o município de Várzea
(D) O Bioma Pantanal é recoberto por uma vegetação Grande.
característica com predominância do Cerrado cujo ( ) A centralização da oferta de bens e serviços está nos
desmatamento para estabelecimento de pastagens cultivadas municípios de Rosário Oeste e Acorizal.
pode levar à perda de áreas nativas e da biodiversidade. ( ) Várzea Grande possui população reduzida e dispersa,
apresentando baixa taxa de urbanização, e crescimento
05. (DPE/RR – Auxiliar Administrativo – FCC/2015) Em urbano em direção ao município de Poconé.
outubro, cerca de 2.000 pessoas, segundo cálculos da Assinale a sequência correta.
prefeitura, foram seduzidas por imagens de pepitas gigantes e (A) V, F, V, V
sacos de dinheiro compartilhadas nos últimos dias nas redes (B) F, F, V, V
sociais. Imagens que ninguém sabe dizer se são verdadeiras. (C) F, V, F, V
Chamada de "Nova Serra Pelada", a área atrai pessoas de (D) V, V, F, F
todo o país.
(Adaptado de: http://www1.folha.uol.com.br/mercado) 09. (DETRAN/MT – Agente de Fiscalização de Trânsito
Esta nova área de atração de população se localiza no – UFMT/2015) Sobre características do modelo da ocupação
Estado demográfica e econômica da Amazônia Legal, que inclui parte
(A) do Mato Grosso. do estado de Mato Grosso, considere:
(B) de Goiás. I - Níveis significativos de desmatamento, resultante de
(C) do Pará. múltiplos fatores, tais como a abertura de estradas, o
(D) do Amazonas. crescimento das cidades, a ampliação de pecuária, a acelerada
(E) de Rondônia. exploração madeireira e a crescente agricultura mecanizada.
II - Desenvolvimento econômico resultante do elevado
06. (DETRAN/MT – Agente do Serviço de Trânsito – contingente industrial via ocupação das áreas urbanas que
UFMT/2015) Assim se denominam os torneios hípicos que se incluem as Áreas de Reserva Legal.
constituíram num dos mais populares folguedos em Mato III - Dinâmica ligada ao mercado de exportação
Grosso, notadamente em Cuiabá, Poconé, São Luís de Cáceres impulsionada pela alta rentabilidade das principais atividades
e Porto Esperidião. [...] Foi uma diversão popular que econômicas, como a extração madeireira, a pecuária e a
conservou vestígios das lutas medievais, preservada pelos produção de grãos.
povoadores de Mato Grosso, que imitaram os celebrados Está correto o que se afirma em
torneios que o feudalismo desenvolveu. [...] Caracteriza-se (A) II e III, apenas.
como as guerras entre mouros e cristãos. (B) I e III, apenas.
(LOUREIRO, R. Cultura Mato-Grossense: Festas de Santos e (C) I e II, apenas.
outras tradições. Cuiabá, MT: Entrelinhas, 2006.) (D) III, apenas
O texto faz referência às
(A) Touradas. 10. (AL/MT – Técnico – FGV/2013) A divisão do estado
(B) Folias de Santos. de Mato Grosso em dois estados, com a consequente criação do
(C) Cavalhadas. estado de Mato Grosso do Sul ocorreu
(D) Folias de Reis. (A) na República Velha, em 1906.
(B) na Era Vargas, em 1930.
07. (DETRAN/MT – Agente de Fiscalização de Trânsito (C) no Estado Novo, em 1942.
– UFMT/2015) A vegetação do estado de Mato Grosso varia (D) no Regime Militar, em 1977.
de acordo com a localização geográfica. Sobre o assunto, (E) na Nova República, em 1987
analise as assertivas.
I - Ao sul da capital, Cuiabá, a vegetação encontrada
originalmente era o cerrado, com características e
biodiversidade próprias. Porém, com o avanço da agricultura,
grande parte da área antes coberta pelo cerrado transformou-
se em plantações principalmente de soja ou algodão.
II - Ao norte do Estado encontra-se o Pantanal, com
predominância de vegetação com árvores altas e raízes
profundas, sendo utilizado pela pecuária intensiva.

Geografia de Mato Grosso 18


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

11. (PGE/MT – Técnico – FCC/2016) Considere o mapa 14. (PGE/MT – Técnico – FCC/2016) Sobre os climas do
do Mato Grosso a seguir. Mato Grosso, é correto afirmar que
(A) em áreas elevadas do sudoeste mato-grossense, o clima
é tropical continental e a média anual atinge os 25ºC, podendo
chegar a 35ºC nos meses de verão.
(B) as baixas latitudes do Estado impedem a presença de
massas de ar polares e continentais, o que torna o clima sujeito
a pequenas variações de temperatura.
(C) no extremo sul do Estado a pluviosidade é alta devido
à presença de serras e chapadas que provocam chuvas
orográficas, principalmente no verão e outono.
(D) ao norte o clima é equatorial com elevada temperatura
média anual, alta pluviosidade e predomínio da massa de ar
equatorial no verão.
(E) no centro-leste do Estado, nas áreas de baixa altitude,
há predomínio do clima tropical úmido com fracos períodos de
seca nos meses de inverno.

15. (PGE/MT – Técnico – FCC/2016) A divisão do


território do Estado do Mato Grosso, que resultou na criação
do Estado do Mato Grosso do Sul
Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia (A) realizou-se por uma decisão do governo de Ernesto
e Estatística), entre os 15 Municípios que dobraram a Geisel, após o longo histórico de pressões pela separação,
população no período compreendido entre 2000 e 2010, desde a Revolução Constitucionalista de 1932 quando a elite
quatro estão localizados no Estado do Mato Grosso na local havia proposto o “Estado de Maracaju”, em moldes
mesorregião democráticos e em contraposição às práticas coronelísticas
(A) Sudoeste mato-grossense. vigentes no norte.
(B) Nordeste mato-grossense. (B) aconteceu no início da ditadura no Brasil, numa
(C) Norte mato-grossense. tentativa do governo militar em solidificar alianças políticas
(D) Centro-Sul mato-grossense. com certos grupos oligárquicos, particularmente famílias ricas
(E) Sudeste mato-grossense. que se dedicavam à pecuária e reforçariam a base política do
ARENA, o partido governista.
12. (PGE/MT – Técnico – FCC/2016) O cultivo da soja no (C) resultou de um plebiscito popular realizado em 1977,
Mato Grosso, uma vez que a população dessa parte do Estado sentia-se
(A) caracteriza-se pelo emprego de moderna tecnologia, negligenciada pelo governo estadual, ao qual reivindicava
incluindo o tipo de maquinário envolvido, o uso de mais investimentos e maior presença do poder público, que
biotecnologia, a pesquisa da transgênese e outros parecia privilegiar o norte do Estado.
investimentos que tornaram o Brasil o maior produtor (D) ocorreu em pleno regime militar, por antigas pressões
mundial. das elites estabelecidas na parte sul do Estado, sob o
(B) teve notável crescimento nas últimas décadas do argumento, dentre outros, de que a diversidade presente na
século XX, sendo o produto agrícola que mais se expandiu em grande extensão do território dificultava sua unidade, sua
âmbito nacional, mas atualmente sofre uma crise resultante da administração e seu desenvolvimento econômico.
concorrência oferecida por novos países produtores, como o (E) derivou de conflitos de interesses, acirrados após os
Canadá. anos 1950, entre a elite do norte do Estado, ligada à produção
(C) iniciou-se concomitantemente às primeiras levas de da soja e à pecuária para o mercado interno, e a elite do sul,
assentamento de migrantes do sul na região, favorecendo a que se dedicava à exportação da erva mate e café, sendo
economia familiar, a descentralização de recursos e somando, formada por empresários paulistas.
com a produção gaúcha, o mais alto volume de exportações de
grãos do Brasil. Respostas
(D) continua em franca expansão em direção ao Norte e ao
Nordeste, em função das grandes demandas de importação 01. D/02. B/03. E/04. C/05. A/06. C/07. C/ 08. D/ 09.
existentes por parte de países como Argentina, China e Estados B/10. D/11. C/ 12. E/13. E/14. D/15. D
Unidos, os principais compradores desse produto brasileiro.
(E) ocupa a maior área plantada do Estado, tem parte da
produção destinada à fabricação de rações para animais e
conta com certo crescimento de seu consumo nos hábitos de
alimentação do brasileiro, ainda que existam polêmicas sobre
os benefícios desse grão à saúde.

13. (SEAP/GO – Vigilante - SEGPLAN/GO/2015)


Oficialmente o Brasil é dividido em 05 grandes regiões: Norte,
Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Cada uma dessas
regiões é formada por vários estados, sendo que o estado de
Goiás faz parte da região Centro-Oeste, juntamente com:
(A) Distrito Federal, Tocantins e Mato Grosso.
(B) Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
(C) Mato Grosso, Bahia e Tocantins.
(D) Distrito Federal, Mato Grosso e Bahia.
(E) Distrito Federal, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Geografia de Mato Grosso 19


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Anotações

Geografia de Mato Grosso 20


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
NOÇÕES BÁSICAS DE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

O Brasil adota o Presidencialismo.

2- Administração Pública.
Administração Pública é conceituada sob 2 aspectos2:
Primeiro, Administração Pública em sentido subjetivo ou
orgânico são os agentes, órgãos e entidades pública que
exercem a função administrativa.
1. Estado, governo e Segundo, Administração Pública em sentido objetivo,
administração pública: conceitos, material ou funcional, nesse sentido a grafia correta é em
letras minúsculas (administração pública), significa a
elementos, poderes e atividade estatal consistente em defender concretamente o
organização; natureza, fins e interesse público.
princípios.
3- Princípios da Administração Pública.
Têm a função de oferecer coerência e harmonia para o
ordenamento jurídico. Encontram-se de maneira explícita ou
1- Estado e Governo: conceitos e diferenças.
não no texto da Constituição Federal. Os primeiros são, por
unanimidade, os chamados princípios expressos (ou
Estado é pessoa jurídica, que goza de personalidade
explícitos), estão previstos no art. 37, caput, da Constituição
jurídica, ou seja, possui aptidão para ser sujeito de direito e de
Federal. Os demais são os denominados princípios
obrigações.
reconhecidos (ou implícitos), estes variam de acordo com cada
O Estado possui 4 elementos: povo, território, governo e
autor, sendo trabalhado, no presente estudo, apenas os
soberania.
princípios reconhecidos pela doutrina majoritária e que são
mais exigidos e concursos.
a- povo: componente humano;
Lembre-se que não há hierarquia entre os princípios
b- território: espaço físico que ocupa;
(expressos ou não), visto que tais diretrizes devem ser
c- governo: elemento condutor ou cúpula diretiva;
aplicadas de forma harmoniosa. Assim, a aplicação de um
d- soberania: poder de autodeterminação, auto-
princípio não exclui a aplicação de outro e nem um princípio
organização. Significa que o Estado é entidade que não
se sobrepõe aos outros.
conhece superior na ordem externa nem igual na ordem
interna1.
Princípios expressos: estão elencados no art. 37 da
Constituição Federal: legalidade, impessoalidade,
Governo é o conjunto das funções necessárias à
moralidade, publicidade e eficiência.
manutenção da ordem jurídica e da administração pública. A
palavra governo tem dois sentidos, coletivo e singular. O
Para decorar: LIMPE.
primeiro, como conjunto de órgãos que orientam a vida
política do Estado. O segundo, como poder executivo, órgão
a. Princípio da Legalidade
que exerce a função mais ativa na direção dos negócios
De acordo com esse princípio ninguém será obrigado a
públicos.
fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei
(art. 5.º, II, da CF). O princípio da legalidade representa uma
A forma de governo é a maneira como se dá a instituição
garantia para os administrados, pois qualquer ato da
do poder na sociedade e como se dá a relação entre
Administração Pública somente terá validade se respaldado
governantes e governados. Existem diversos tipos de governo,
em lei. Representa um limite para a atuação do Estado, visando
como anarquismo (quando existe a ausência ou falta de
à proteção do administrado em relação ao abuso de poder.
governo), democracia (os cidadãos elegíveis participam
igualmente), ditadura (não há participação popular),
b. Princípio da Impessoalidade
monarquia (chefe de governo se mantém no cargo até a
Impessoalidade significa que o administrador não pode
morte), oligarquia (poder político concentrado em um
buscar interesses pessoais, ou seja, ele tem que agir com
pequeno número de pessoas), tirania (utilizada normalmente
ausência de subjetividade.
em situações excepcionais) e outros.
Esse princípio traduz a ideia de que o administrador tem
que tratar a todos sem discriminações, benéficas ou
Sistema de governo é a maneira como o poder político é
detrimentosas. Nem favoritismo nem perseguições são
dividido e exercido no âmbito de um Estado. O sistema de
toleráveis. Simpatias ou animosidades pessoais, políticas ou
governo adotado por um Estado não deve ser confundido com
ideológicas não podem interferir na atuação administrativa e
a sua forma de Estado (Estado unitário ou federal) ou com a
muito menos interesses sectários, de facções ou grupos de
sua forma de governo (monarquia, república etc.).
qualquer espécie.
Temos os seguintes sistemas de governo:
parlamentarismo, presidencialismo e semi-presidencialismo.
c. Princípio da Moralidade
a- parlamentarismo: o poder legislativo oferece a
Traz a ideia de lealdade, boa-fé, princípios éticos,
sustentação política para o poder executivo. No
honestidade correção de atitudes, probidade administrativa.
parlamentarismo, o poder executivo é, geralmente, exercido
Administrador honesto é aquele que atende à moralidade.
por um primeiro-ministro (chanceler).
A moralidade administrativa diverge da moralidade
b- presidencialismo: o chefe de governo também é o chefe
comum. A moralidade comum é o certo e errado dentro das
de Estado e lidera o poder executivo, que é separado do poder
regras de convívio social. Já a moralidade administrativa é
legislativo e do poder judiciário.
mais rigorosa, exigente que a moralidade comum. Nesta, o
c- semi-presidencialismo: o presidente partilha o poder
administrador, além de agir de forma correta, precisa exercer
executivo com um primeiro-ministro e um gabinete, sendo os
boa administração.
dois últimos responsáveis perante a legislatura de um Estado.

1 Jean Bodin (1530-1596). 2 Alexandre Mazza. Manual de Direito Administrativo. Saraiva.

Noções Básicas de Administração Pública 1


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

d. Princípio da Publicidade fim público a que se dirige, vedada aplicação retroativa de


Significa conhecimento, divulgação pública, ciência. É dar nova interpretação.
conhecimento, divulgação, ciência ao titular do direito, do O princípio da segurança jurídica não veda que a
interesse – que é o povo. Administração mude a interpretação dada anteriormente
sobre determinada norma administrativa, porém, veda que a
e. Princípio da Eficiência Administração aplique retroativamente essa nova
A Administração Pública deve aperfeiçoar os serviços e as interpretação.
atividades que presta, buscando otimização de resultados e
visando atender o interesse público com maior eficiência. Questões

Há ainda outros princípios que a Administração Pública 01. (TRT /8ª Região (PA e AP) - Analista Judiciário -
deve perseguir, dentre eles: Área Administrativa – CESPE/2016) A respeito dos
elementos do Estado, assinale a opção correta.
a) Princípio da Motivação: É o princípio mais importante, (A) Povo, território e governo soberano são elementos
visto que sem a motivação não há o devido processo legal. indissociáveis do Estado.
No entanto, motivação, neste caso, nada tem a ver com (B) O Estado é um ente despersonalizado.
aquele estado de ânimo. Motivar significa mencionar o (C) São elementos do Estado o Poder Legislativo, o Poder
dispositivo legal aplicável ao caso concreto, relacionar os fatos Judiciário e o Poder Executivo.
que concretamente levaram à aplicação daquele dispositivo (D) Os elementos do Estado podem se dividir em
legal. presidencialista ou parlamentarista.
Todos os atos administrativos devem ser motivados para (E) A União, o estado, os municípios e o Distrito Federal são
que o Judiciário possa controlar o mérito do ato administrativo elementos do Estado brasileiro.
quanto à sua legalidade. Para efetuar esse controle, devem-se
observar os motivos dos atos administrativos. 02. (IF/AP - Auxiliar em Administração –
FUNIVERSA/2016) No sistema de governo brasileiro, os
b) Princípio da Supremacia do Interesse Público sobre chefes do Poder Executivo (presidente da República,
o Particular: Sempre que houver necessidade de satisfazer governadores e prefeitos) exercem, ao mesmo tempo, as
um interesse público, em detrimento de um interesse funções administrativa (Administração Pública) e política
particular, prevalece o interesse público. São as prerrogativas (governo). No entanto, são funções distintas, com conceitos e
conferidas à Administração Pública, porque esta atua por objetivos bem definidos. Acerca de Administração Pública e
conta dos interesses públicos. governo, assinale a alternativa correta.
(A) Administração Pública e governo são considerados
c) Indisponibilidade do Interesse Público: Os bens e sinônimos, visto que ambos têm como objetivo imediato a
interesses públicos são indisponíveis, ou seja, não pertencem busca da satisfação do interesse coletivo.
à Administração ou a seus agentes, cabendo aos mesmos (B) As ações de Administração Pública têm como objetivo
somente sua gestão em prol da coletividade. Veda ao a satisfação do interesse público e são voltadas à execução das
administrador quaisquer atos que impliquem renúncia de políticas públicas.
direitos da Administração ou que, injustificadamente, onerem (C) Administração Pública é a atividade responsável pela
a sociedade. fixação dos objetivos do Estado, ou seja, nada mais é que o
Estado desempenhando sua função política.
d) Continuidade do Serviço Público: Os serviços (D) Governo é o conjunto de agentes, órgãos e pessoas
públicos por serem prestados no interesse da coletividade jurídicas de que o Estado dispõe para colocar em prática as
devem ser adequados e seu funcionamento não deve sofrer políticas públicas.
interrupções. (E) A Administração pratica tanto atos de governo
Porém, devemos ressaltar que isto não se aplicará às (políticos) como atos de execução das políticas públicas.
interrupções por situações de emergência ou após aviso
prévio – nos casos de segurança, ordem técnica. 03. (TRE-SP - Técnico Judiciário – Área Administrativa
– FCC/2017) Considere a lição de Maria Sylvia Zanella Di
e) Probidade Administrativa: A conduta do Pietro: A Administração não pode atuar com vistas a
administrador público deve ser honesta, pautada na boa prejudicar ou beneficiar pessoas determinadas, uma vez que é
conduta e na boa-fé. Ganhou status constitucional com a atual sempre o interesse público que tem que nortear o seu
Constituição de 1988. comportamento. (Direito Administrativo, São Paulo: Atlas, 29ª
edição, p. 99). Essa lição expressa o conteúdo do princípio da
f) Autotutela: por esse princípio a Administração Pública (A) impessoalidade, expressamente previsto na
poderá revisar seus atos. Não deve ser confundido com a tutela Constituição Federal, que norteia a atuação da Administração
administrativa que representa a relação existente entre a pública de forma a evitar favorecimentos e viabilizar o
Administração Direta e Indireta. atingimento do interesse público, finalidade da função
executiva.
g) Razoabilidade e da Proporcionalidade: São tidos (B) legalidade, que determina à Administração sempre
como princípios gerais de Direito, aplicáveis a praticamente atuar de acordo com o que estiver expressamente previsto na
todos os ramos da ciência jurídica. No âmbito do Direito lei, em sentido estrito, admitindo-se mitigação do
Administrativo encontram aplicação especialmente no que cumprimento em prol do princípio da eficiência.
concerne à prática de atos administrativos que impliquem (C) eficiência, que orienta a atuação e o controle da
restrição ou condicionamento a direitos dos administrados ou Administração pública pelo resultado, de forma que os demais
imposição de sanções administrativas. princípios e regras podem ser relativizados.
(D) supremacia do interesse público, que se coloca com
h) Segurança Jurídica: O ordenamento jurídico vigente primazia sobre os demais princípios e interesses, uma vez que
garante que a Administração deve interpretar a norma atinente à finalidade da função executiva.
administrativa da forma que melhor garanta o atendimento do

Noções Básicas de Administração Pública 2


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

(E) publicidade, tendo em vista que todos os atos da (C) Princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade,
Administração pública devem ser de conhecimento dos publicidade e eficiência.
administrados, para que possam exercer o devido controle. (D) Princípios do sigilo, privacidade, eficácia e ilegalidade.

04. (UECE - Assistente de Administração – 10. (MPE-RN - Técnico do Ministério Público Estadual -
FUNECE/2017) O princípio da Administração Pública, Área Administrativa – COMPERVE/2017) A Administração
previsto na Constituição Federal de 1988, que exige atuação Pública, nos termos do art. 37 da Constituição Federal (CF),
segundo padrões éticos de decoro, probidade e boa-fé é o deve obedecer a certos princípios. Tendo em vista os
princípio da princípios constitucionais expressos no art. 37, da CF,
(A) eficiência. (A) a moralidade administrativa, embora seja observada
(B) legalidade. por grande parte dos administradores, não se configura um
(C) publicidade. princípio positivado no ordenamento jurídico brasileiro.
(D) moralidade. (B) a publicação do nome dos servidores públicos com seus
respectivos vencimentos em sítios eletrônicos, de acordo com
05. (SEDF - Conhecimentos Básicos - Cargos 1, 3 a 2 – o entendimento do Supremo Tribunal Federal, é legítima, haja
CESPE/2017) A respeito dos princípios da administração vista o princípio da publicidade dos atos administrativos.
pública e da organização administrativa, julgue o item a seguir. (C) o princípio da legalidade determina que a
Administração Pública não pode ser obrigada a fazer ou a
Se uma autoridade pública, ao dar publicidade a deixar de fazer alguma coisa senão em virtude da lei.
determinado programa de governo, fizer constar seu nome de (D) o princípio da impessoalidade, de acordo com o
modo a caracterizar promoção pessoal, então, nesse caso, entendimento do Supremo Tribunal Federal, possibilita a
haverá, pela autoridade, violação de preceito relacionado ao contratação de parentes de terceiro grau da autoridade
princípio da impessoalidade. nomeante para o exercício de cargo em comissão.
( ) Certo
( ) Errado Respostas
01. A / 02. B / 03. A / 04. D / 05. Certo
06. (TJM-SP - Escrevente Técnico Judiciário – 06. C / 07. D / 08. Certo / 09. C. / 10. B
VUNESP/2017) Os atos dos servidores públicos deverão estar
em conformidade com o interesse público, e não próprio ou de
acordo com a vontade de um grupo. Tal afirmação está de 2. Organização
acordo com o princípio administrativa do Estado.
(A) do bem público.
(B) da legalidade.
(C) da impessoalidade. Da Organização do Estado (arts. 18 a 43).
(D) do poder vinculado.
(E) da hierarquia. A nossa Constituição Federal, em seu Título III
regulamenta a organização do Estado Brasileiro. Falar em
07. (PGE-MT - Analista – Administrador – FCC/2016) A organização de um estado é falar de como ele está composto,
respeito dos princípios básicos da Administração pública no como está dividido, quais os poderes, as atribuições e
Brasil, é INCORRETO afirmar que o princípio competências de cada entidade que o compõe, é falar o que é
(A) de impessoalidade demanda objetividade no proibido a cada poder e os relacionamentos que devem ter um
atendimento do interesse público, vedada a promoção pessoal para com os outros.
de agentes públicos. Nossa organização político-administrativa compreende a
(B) de legalidade demanda atuação da Administração União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios. A
pública conforme a lei e o Direito. Constituição admite a criação de Territórios Federais, que, se
(C) de moralidade demanda atuação da Administração criados, integrarão a União, podendo ser transformados em
pública segundo padrões éticos de probidade, decoro e boa-fé. Estados ou reintegrados ao Estado de origem.
(D) da eficiência demanda celeridade na atuação da
Administração pública, se necessário em contrariedade à lei, Da União
dada a primazia do resultado sobre a burocracia. A União é autônoma em relação aos Estados, Distrito
(E) de publicidade demanda a divulgação oficial dos atos Federal e Municípios, não se confundindo com a República
administrativos, ressalvadas as hipóteses de sigilo previstas Federativa do Brasil (Estado Federal), uma vez que a integra.
no ordenamento jurídico. Ademais, é a União pessoa jurídica de direito público
interno, possuindo competências administrativas e
08. (INSS - Perito Médico Previdenciário - CESPE) legislativas determinadas constitucionalmente.
Acerca do direito administrativo, julgue os itens a seguir.
Na repartição das competências materiais (matéria
Povo, território e governo soberano são elementos do administrativa) e legislativas (edição de leis), a Constituição
Estado. brasileira optou por enumerar as atribuições da União (arts.
( ) Certo 21 e 22 da CF) e dos Municípios (art. 30) e reservar o restante,
( ) Errado as remanescentes, aos Estados (art. 25, §1º).
Assim, as competências dividem-se em dois grandes
09. (CEGÁS - Assistente Técnico – Programador – grupos: material e legislativa. Podem ser:
IESES/2017) Os princípios da administração pública que - Exclusiva: atribuída a uma entidade, com exclusão das
encontram-se estampados no caput do art. 37 da Constituição demais.
Federal são os seguintes: - Privativa: própria de uma entidade, com a possibilidade
(A) Princípios da ilegalidade, comunicabilidade, sigilo e de delegação ou suplementação.
pessoalidade. - Comum, cumulativa ou paralela: comum a várias
(B) Princípios do contraditório, da compensação, da entidades, em pé de igualdade.
imoralidade e eficácia.

Noções Básicas de Administração Pública 3


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

- Concorrente: possibilidade de disposição sobre o territorial da União. Embora tenha personalidade jurídica não
mesmo assunto ou matéria por mais de uma entidade, porém, tem autonomia política.
com a primazia da União no que tange as normas gerais. A partir de 1988, não existem mais territórios no Brasil.
- Suplementar: decorre da competência concorrente, Antigamente, eram territórios: Roraima, Amapá e Fernando de
consubstanciando o poder de formular normas que Noronha (art. 15 dos ADCT).
desdobrem o conteúdo de princípios ou normas gerais ou que A Formação de Territórios Federais dar-se-á por meio de
supram a ausência ou omissão destas. lei complementar, sendo esta responsável em regulamentar
- Residual ou remanescente: É a competência sua criação, transformação em Estado ou reintegração ao
remanescente, não abrangida por aquelas expressamente Estado de origem (art. 18, §2º da CF).
atribuídas pela Constituição Federal.
Veja os dispositivos acerca do assunto:
Dos Estados Federados
Os Estados têm governo próprio, desempenhando as TÍTULO III
funções dos três poderes estatais — Executivo, Legislativo e Da Organização do Estado
Judiciário. A Constituição da República também lhes adjudica CAPÍTULO I
bens próprios (art. 26). No âmbito da competência legislativa DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA
dos Estados, eles editam as normas e as executam com
autonomia. Os governadores são as autoridades executivas Art. 18. A organização político-administrativa da República
máximas e a Assembleia Legislativa é a sede do Poder Federativa do Brasil compreende a União, os Estados, o
Legislativo. A Constituição da República disciplina, com Distrito Federal e os Municípios, todos autônomos, nos termos
alguma minúcia, tanto as eleições para ambos os poderes, o desta Constituição.
seu funcionamento, bem como aspectos de remuneração dos § 1º Brasília é a Capital Federal.
seus titulares (arts. 27 e 28 da CF/88). § 2º Os Territórios Federais integram a União, e sua
De acordo com o disposto no art. 25 da CF/88 os Estados- criação, transformação em Estado ou reintegração ao Estado
membros organizam-se e se regem pelas Constituições e leis de origem serão reguladas em lei complementar.
que adotarem, além dos princípios estabelecidos na CF/88. Os § 3º Os Estados podem incorporar-se entre si, subdividir-
Estados-membros possuem competência residual, vez que as se ou desmembrar-se para se anexarem a outros, ou formarem
competências e atribuições da União encontram-se expressas novos Estados ou Territórios Federais, mediante aprovação da
na Constituição e a dos Municípios encontram-se associadas população diretamente interessada, através de plebiscito, e do
aos interesses locais. Assim, a “residualidade” indica que não Congresso Nacional, por lei complementar.
havendo atribuição expressa da União ou não se tratando de § 4º A criação, a incorporação, a fusão e o
interesse local, a competência será dos Estados-membros. Os desmembramento de Municípios, far-se-ão por lei estadual,
Estados-membros são reconhecidos como entes federativos dentro do período determinado por Lei Complementar
autônomos. Federal, e dependerão de consulta prévia, mediante plebiscito,
às populações dos Municípios envolvidos, após divulgação dos
Dos Municípios Estudos de Viabilidade Municipal, apresentados e publicados
O Município pode ser definido como pessoa jurídica de na forma da lei. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº
direito público interno e autônoma nos termos e de acordo 15, de 1996)
com as regras estabelecidas na CF/88.
Muito se questionou a respeito de serrem os Municípios Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal
parte integrante ou não de nossa Federação, bem como sobre e aos Municípios:
a sua autonomia. A análise dos arts. 1º e 18, bem como de todo I - estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los,
o capítulo reservado aos Municípios, leva-nos ao único embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus
entendimento de que eles são entes federativos, dotados de representantes relações de dependência ou aliança,
autonomia própria, materializada por sua capacidade de auto- ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público;
organização (art. 29, caput, da CF), autogoverno (elege, II - recusar fé aos documentos públicos;
diretamente, o Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores, conforme III - criar distinções entre brasileiros ou preferências entre
incisos do art. 29 da CF), autoadministração e auto legislação si.
(art. 30 da CF). Ainda mais diante do art. 34, VII, “c”, que
estabelece a intervenção federal na hipótese de o Estado não CAPÍTULO II
respeitar a autonomia municipal. DA UNIÃO

Distrito Federal Art. 20. São bens da União:


Nos termos do que dispõe a Constituição Federal de 1988, I - os que atualmente lhe pertencem e os que lhe vierem a
o Distrito Federal não é mais Capital Federal, pois, de acordo ser atribuídos;
com o art. 18, §1º, a Capital Federal é Brasília, que se situa II - as terras devolutas indispensáveis à defesa das
dentro do território do Distrito Federal. Aliás, nos termos do fronteiras, das fortificações e construções militares, das vias
art. 6º da Lei Orgânica do DF, Brasília, além de Capital da federais de comunicação e à preservação ambiental, definidas
República Federativa do Brasil, é a sede do governo do Distrito em lei;
Federal. III - os lagos, rios e quaisquer correntes de água em
Após a promulgação da Constituição de 1988, o Distrito terrenos de seu domínio, ou que banhem mais de um Estado,
Federal passou a gozar da mais ampla autonomia, sirvam de limites com outros países, ou se estendam a
autogovernando-se através de leis e autoridades próprias; território estrangeiro ou dele provenham, bem como os
possui capacidade de auto-organização, autogoverno, terrenos marginais e as praias fluviais;
autoadministração e auto legislação. IV as ilhas fluviais e lacustres nas zonas limítrofes com
outros países; as praias marítimas; as ilhas oceânicas e as
Dos Territórios costeiras, excluídas, destas, as que contenham a sede de
O Território não é ente da federação, mas sim integrante Municípios, exceto aquelas áreas afetadas ao serviço público e
da União. Trata-se de mera descentralização administrativo- a unidade ambiental federal, e as referidas no art. 26, II;
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 46, de 2005)

Noções Básicas de Administração Pública 4


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

V - os recursos naturais da plataforma continental e da XIV - organizar e manter a polícia civil, a polícia militar e o
zona econômica exclusiva; corpo de bombeiros militar do Distrito Federal, bem como
VI - o mar territorial; prestar assistência financeira ao Distrito Federal para a
VII - os terrenos de marinha e seus acrescidos; execução de serviços públicos, por meio de fundo próprio;
VIII - os potenciais de energia hidráulica; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
IX - os recursos minerais, inclusive os do subsolo; XV - organizar e manter os serviços oficiais de estatística,
X - as cavidades naturais subterrâneas e os sítios geografia, geologia e cartografia de âmbito nacional;
arqueológicos e pré-históricos; XVI - exercer a classificação, para efeito indicativo, de
XI - as terras tradicionalmente ocupadas pelos índios. diversões públicas e de programas de rádio e televisão;
§ 1º É assegurada, nos termos da lei, aos Estados, ao XVII - conceder anistia;
Distrito Federal e aos Municípios, bem como a órgãos da XVIII - planejar e promover a defesa permanente contra as
administração direta da União, participação no resultado da calamidades públicas, especialmente as secas e as inundações;
exploração de petróleo ou gás natural, de recursos hídricos XIX - instituir sistema nacional de gerenciamento de
para fins de geração de energia elétrica e de outros recursos recursos hídricos e definir critérios de outorga de direitos de
minerais no respectivo território, plataforma continental, mar seu uso;
territorial ou zona econômica exclusiva, ou compensação XX - instituir diretrizes para o desenvolvimento urbano,
financeira por essa exploração. inclusive habitação, saneamento básico e transportes urbanos;
§ 2º A faixa de até cento e cinquenta quilômetros de XXI - estabelecer princípios e diretrizes para o sistema
largura, ao longo das fronteiras terrestres, designada como nacional de viação;
faixa de fronteira, é considerada fundamental para defesa do XXII - executar os serviços de polícia marítima,
território nacional, e sua ocupação e utilização serão reguladas aeroportuária e de fronteiras; (Redação dada pela Emenda
em lei. Constitucional nº 19, de 1998)
XXIII - explorar os serviços e instalações nucleares de
Art. 21. Compete à União: qualquer natureza e exercer monopólio estatal sobre a
I - manter relações com Estados estrangeiros e participar pesquisa, a lavra, o enriquecimento e reprocessamento, a
de organizações internacionais; industrialização e o comércio de minérios nucleares e seus
II - declarar a guerra e celebrar a paz; derivados, atendidos os seguintes princípios e condições:
III - assegurar a defesa nacional; a) toda atividade nuclear em território nacional somente
IV - permitir, nos casos previstos em lei complementar, que será admitida para fins pacíficos e mediante aprovação do
forças estrangeiras transitem pelo território nacional ou nele Congresso Nacional;
permaneçam temporariamente; b) sob regime de permissão, são autorizadas a
V - decretar o estado de sítio, o estado de defesa e a comercialização e a utilização de radioisótopos para a
intervenção federal; pesquisa e usos médicos, agrícolas e industriais; (Redação
VI - autorizar e fiscalizar a produção e o comércio de dada pela Emenda Constitucional nº 49, de 2006)
material bélico; c) sob regime de permissão, são autorizadas a produção,
VII - emitir moeda; comercialização e utilização de radioisótopos de meia-vida
VIII - administrar as reservas cambiais do País e fiscalizar igual ou inferior a duas horas; (Redação dada pela Emenda
as operações de natureza financeira, especialmente as de Constitucional nº 49, de 2006)
crédito, câmbio e capitalização, bem como as de seguros e de d) a responsabilidade civil por danos nucleares independe
previdência privada; da existência de culpa; (Redação dada pela Emenda
IX - elaborar e executar planos nacionais e regionais de Constitucional nº 49, de 2006)
ordenação do território e de desenvolvimento econômico e XXIV - organizar, manter e executar a inspeção do trabalho;
social; XXV - estabelecer as áreas e as condições para o exercício
X - manter o serviço postal e o correio aéreo nacional; da atividade de garimpagem, em forma associativa.
XI - explorar, diretamente ou mediante autorização,
concessão ou permissão, os serviços de telecomunicações, nos Art. 22. Compete privativamente à União legislar sobre:
termos da lei, que disporá sobre a organização dos serviços, a I - direito civil, comercial, penal, processual, eleitoral,
criação de um órgão regulador e outros aspectos agrário, marítimo, aeronáutico, espacial e do trabalho;
institucionais; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº II - desapropriação;
8, de 15/08/95:) III - requisições civis e militares, em caso de iminente
XII - explorar, diretamente ou mediante autorização, perigo e em tempo de guerra;
concessão ou permissão: IV - águas, energia, informática, telecomunicações e
a) os serviços de radiodifusão sonora, e de sons e imagens; radiodifusão;
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 8, de V - serviço postal;
15/08/95:) VI - sistema monetário e de medidas, títulos e garantias dos
b) os serviços e instalações de energia elétrica e o metais;
aproveitamento energético dos cursos de água, em articulação VII - política de crédito, câmbio, seguros e transferência de
com os Estados onde se situam os potenciais hidroenergéticos; valores;
c) a navegação aérea, aeroespacial e a infra-estrutura VIII - comércio exterior e interestadual;
aeroportuária; IX - diretrizes da política nacional de transportes;
d) os serviços de transporte ferroviário e aquaviário entre X - regime dos portos, navegação lacustre, fluvial,
portos brasileiros e fronteiras nacionais, ou que transponham marítima, aérea e aeroespacial;
os limites de Estado ou Território; XI - trânsito e transporte;
e) os serviços de transporte rodoviário interestadual e XII - jazidas, minas, outros recursos minerais e metalurgia;
internacional de passageiros; XIII - nacionalidade, cidadania e naturalização;
f) os portos marítimos, fluviais e lacustres; XIV - populações indígenas;
XIII - organizar e manter o Poder Judiciário, o Ministério XV - emigração e imigração, entrada, extradição e expulsão
Público do Distrito Federal e dos Territórios e a Defensoria de estrangeiros;
Pública dos Territórios; (Redação dada pela Emenda XVI - organização do sistema nacional de emprego e
Constitucional nº 69, de 2012) condições para o exercício de profissões;

Noções Básicas de Administração Pública 5


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

XVII - organização judiciária, do Ministério Público do Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal
Distrito Federal e dos Territórios e da Defensoria Pública dos legislar concorrentemente sobre:
Territórios, bem como organização administrativa destes; I - direito tributário, financeiro, penitenciário, econômico e
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 69, de 2012) urbanístico;
(Produção de efeito) II - orçamento;
XVIII - sistema estatístico, sistema cartográfico e de III - juntas comerciais;
geologia nacionais; IV - custas dos serviços forenses;
XIX - sistemas de poupança, captação e garantia da V - produção e consumo;
poupança popular; VI - florestas, caça, pesca, fauna, conservação da natureza,
XX - sistemas de consórcios e sorteios; defesa do solo e dos recursos naturais, proteção do meio
XXI - normas gerais de organização, efetivos, material ambiente e controle da poluição;
bélico, garantias, convocação e mobilização das polícias VII - proteção ao patrimônio histórico, cultural, artístico,
militares e corpos de bombeiros militares; turístico e paisagístico;
XXII - competência da polícia federal e das polícias VIII - responsabilidade por dano ao meio ambiente, ao
rodoviária e ferroviária federais; consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético,
XXIII - seguridade social; histórico, turístico e paisagístico;
XXIV - diretrizes e bases da educação nacional; IX - educação, cultura, ensino, desporto, ciência, tecnologia,
XXV - registros públicos; pesquisa, desenvolvimento e inovação; (Redação dada pela
XXVI - atividades nucleares de qualquer natureza; Emenda Constitucional nº 85, de 2015)
XXVII – normas gerais de licitação e contratação, em todas X - criação, funcionamento e processo do juizado de
as modalidades, para as administrações públicas diretas, pequenas causas;
autárquicas e fundacionais da União, Estados, Distrito Federal XI - procedimentos em matéria processual;
e Municípios, obedecido o disposto no art. 37, XXI, e para as XII - previdência social, proteção e defesa da saúde;
empresas públicas e sociedades de economia mista, nos XIII - assistência jurídica e Defensoria pública;
termos do art. 173, § 1°, III; (Redação dada pela Emenda XIV - proteção e integração social das pessoas portadoras
Constitucional nº 19, de 1998) de deficiência;
XXVIII - defesa territorial, defesa aeroespacial, defesa XV - proteção à infância e à juventude;
marítima, defesa civil e mobilização nacional; XVI - organização, garantias, direitos e deveres das polícias
XXIX - propaganda comercial. civis.
Parágrafo único. Lei complementar poderá autorizar os § 1º No âmbito da legislação concorrente, a competência
Estados a legislar sobre questões específicas das matérias da União limitar-se-á a estabelecer normas gerais.
relacionadas neste artigo. § 2º A competência da União para legislar sobre normas
gerais não exclui a competência suplementar dos Estados.
Art. 23. É competência comum da União, dos Estados, do § 3º Inexistindo lei federal sobre normas gerais, os Estados
Distrito Federal e dos Municípios: exercerão a competência legislativa plena, para atender a suas
I - zelar pela guarda da Constituição, das leis e das peculiaridades.
instituições democráticas e conservar o patrimônio público; § 4º A superveniência de lei federal sobre normas gerais
II - cuidar da saúde e assistência pública, da proteção e suspende a eficácia da lei estadual, no que lhe for contrário.
garantia das pessoas portadoras de deficiência;
III - proteger os documentos, as obras e outros bens de CAPÍTULO III
valor histórico, artístico e cultural, os monumentos, as DOS ESTADOS FEDERADOS
paisagens naturais notáveis e os sítios arqueológicos;
IV - impedir a evasão, a destruição e a descaracterização de Art. 25. Os Estados organizam-se e regem-se pelas
obras de arte e de outros bens de valor histórico, artístico ou Constituições e leis que adotarem, observados os princípios
cultural; desta Constituição.
V - proporcionar os meios de acesso à cultura, à educação, § 1º São reservadas aos Estados as competências que não
à ciência, à tecnologia, à pesquisa e à inovação; (Redação dada lhes sejam vedadas por esta Constituição.
pela Emenda Constitucional nº 85, de 2015) § 2º Cabe aos Estados explorar diretamente, ou mediante
VI - proteger o meio ambiente e combater a poluição em concessão, os serviços locais de gás canalizado, na forma da lei,
qualquer de suas formas; vedada a edição de medida provisória para a sua
VII - preservar as florestas, a fauna e a flora; regulamentação. (Redação dada pela Emenda Constitucional
VIII - fomentar a produção agropecuária e organizar o nº 5, de 1995)
abastecimento alimentar; § 3º Os Estados poderão, mediante lei complementar,
IX - promover programas de construção de moradias e a instituir regiões metropolitanas, aglomerações urbanas e
melhoria das condições habitacionais e de saneamento básico; microrregiões, constituídas por agrupamentos de municípios
X - combater as causas da pobreza e os fatores de limítrofes, para integrar a organização, o planejamento e a
marginalização, promovendo a integração social dos setores execução de funções públicas de interesse comum.
desfavorecidos;
XI - registrar, acompanhar e fiscalizar as concessões de Art. 26. Incluem-se entre os bens dos Estados:
direitos de pesquisa e exploração de recursos hídricos e I - as águas superficiais ou subterrâneas, fluentes,
minerais em seus territórios; emergentes e em depósito, ressalvadas, neste caso, na forma
XII - estabelecer e implantar política de educação para a da lei, as decorrentes de obras da União;
segurança do trânsito. II - as áreas, nas ilhas oceânicas e costeiras, que estiverem
Parágrafo único. Leis complementares fixarão normas no seu domínio, excluídas aquelas sob domínio da União,
para a cooperação entre a União e os Estados, o Distrito Municípios ou terceiros;
Federal e os Municípios, tendo em vista o equilíbrio do III - as ilhas fluviais e lacustres não pertencentes à União;
desenvolvimento e do bem-estar em âmbito nacional. IV - as terras devolutas não compreendidas entre as da
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 53, de 2006) União.

Noções Básicas de Administração Pública 6


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Art. 27. O número de Deputados à Assembleia Legislativa c) 13 (treze) Vereadores, nos Municípios com mais de
corresponderá ao triplo da representação do Estado na 30.000 (trinta mil) habitantes e de até 50.000 (cinquenta mil)
Câmara dos Deputados e, atingido o número de trinta e seis, habitantes; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 58,
será acrescido de tantos quantos forem os Deputados Federais de 2009)
acima de doze. d) 15 (quinze) Vereadores, nos Municípios de mais de
§ 1º Será de quatro anos o mandato dos Deputados 50.000 (cinquenta mil) habitantes e de até 80.000 (oitenta mil)
Estaduais, aplicando- sê-lhes as regras desta Constituição habitantes; (Incluída pela Emenda Constitucional nº 58, de
sobre sistema eleitoral, inviolabilidade, imunidades, 2009)
remuneração, perda de mandato, licença, impedimentos e e) 17 (dezessete) Vereadores, nos Municípios de mais de
incorporação às Forças Armadas. 80.000 (oitenta mil) habitantes e de até 120.000 (cento e vinte
§ 2º O subsídio dos Deputados Estaduais será fixado por lei mil) habitantes; (Incluída pela Emenda Constitucional nº 58,
de iniciativa da Assembleia Legislativa, na razão de, no de 2009)
máximo, setenta e cinco por cento daquele estabelecido, em f) 19 (dezenove) Vereadores, nos Municípios de mais de
espécie, para os Deputados Federais, observado o que dispõem 120.000 (cento e vinte mil) habitantes e de até 160.000 (cento
os arts. 39, § 4º, 57, § 7º, 150, II, 153, III, e 153, § 2º, I. (Redação sessenta mil) habitantes; (Incluída pela Emenda
dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998) Constitucional nº 58, de 2009)
§ 3º Compete às Assembleias Legislativas dispor sobre seu g) 21 (vinte e um) Vereadores, nos Municípios de mais de
regimento interno, polícia e serviços administrativos de sua 160.000 (cento e sessenta mil) habitantes e de até 300.000
secretaria, e prover os respectivos cargos. (trezentos mil) habitantes; (Incluída pela Emenda
§ 4º A lei disporá sobre a iniciativa popular no processo Constitucional nº 58, de 2009)
legislativo estadual. h) 23 (vinte e três) Vereadores, nos Municípios de mais de
300.000 (trezentos mil) habitantes e de até 450.000
Art. 28. A eleição do Governador e do Vice-Governador de (quatrocentos e cinquenta mil) habitantes; (Incluída pela
Estado, para mandato de quatro anos, realizar-se-á no Emenda Constitucional nº 58, de 2009)
primeiro domingo de outubro, em primeiro turno, e no último i) 25 (vinte e cinco) Vereadores, nos Municípios de mais de
domingo de outubro, em segundo turno, se houver, do ano 450.000 (quatrocentos e cinquenta mil) habitantes e de até
anterior ao do término do mandato de seus antecessores, e a 600.000 (seiscentos mil) habitantes; (Incluída pela Emenda
posse ocorrerá em primeiro de janeiro do ano subsequente, Constitucional nº 58, de 2009)
observado, quanto ao mais, o disposto no art. 77. (Redação j) 27 (vinte e sete) Vereadores, nos Municípios de mais de
dada pela Emenda Constitucional nº 16, de1997) 600.000 (seiscentos mil) habitantes e de até 750.000
§ 1º Perderá o mandato o Governador que assumir outro (setecentos cinquenta mil) habitantes; (Incluída pela Emenda
cargo ou função na administração pública direta ou indireta, Constitucional nº 58, de 2009)
ressalvada a posse em virtude de concurso público e k) 29 (vinte e nove) Vereadores, nos Municípios de mais de
observado o disposto no art. 38, I, IV e V. (Renumerado do 750.000 (setecentos e cinquenta mil) habitantes e de até
parágrafo único, pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998) 900.000 (novecentos mil) habitantes; (Incluída pela Emenda
§ 2º Os subsídios do Governador, do Vice-Governador e dos Constitucional nº 58, de 2009)
Secretários de Estado serão fixados por lei de iniciativa da l) 31 (trinta e um) Vereadores, nos Municípios de mais de
Assembleia Legislativa, observado o que dispõem os arts. 37, 900.000 (novecentos mil) habitantes e de até 1.050.000 (um
XI, 39, § 4º, 150, II, 153, III, e 153, § 2º, I. (Incluído pela Emenda milhão e cinquenta mil) habitantes; (Incluída pela Emenda
Constitucional nº 19, de 1998) Constitucional nº 58, de 2009)
m) 33 (trinta e três) Vereadores, nos Municípios de mais
CAPÍTULO IV de 1.050.000 (um milhão e cinquenta mil) habitantes e de até
Dos Municípios 1.200.000 (um milhão e duzentos mil) habitantes; (Incluída
pela Emenda Constitucional nº 58, de 2009)
Art. 29. O Município reger-se-á por lei orgânica, votada em n) 35 (trinta e cinco) Vereadores, nos Municípios de mais
dois turnos, com o interstício mínimo de dez dias, e aprovada de 1.200.000 (um milhão e duzentos mil) habitantes e de até
por dois terços dos membros da Câmara Municipal, que a 1.350.000 (um milhão e trezentos e cinquenta mil) habitantes;
promulgará, atendidos os princípios estabelecidos nesta (Incluída pela Emenda Constitucional nº 58, de 2009)
Constituição, na Constituição do respectivo Estado e os o) 37 (trinta e sete) Vereadores, nos Municípios de
seguintes preceitos: 1.350.000 (um milhão e trezentos e cinquenta mil) habitantes
I - eleição do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Vereadores, e de até 1.500.000 (um milhão e quinhentos mil) habitantes;
para mandato de quatro anos, mediante pleito direto e (Incluída pela Emenda Constitucional nº 58, de 2009)
simultâneo realizado em todo o País; p) 39 (trinta e nove) Vereadores, nos Municípios de mais
II - eleição do Prefeito e do Vice-Prefeito realizada no de 1.500.000 (um milhão e quinhentos mil) habitantes e de até
primeiro domingo de outubro do ano anterior ao término do 1.800.000 (um milhão e oitocentos mil) habitantes; (Incluída
mandato dos que devam suceder, aplicadas as regras do art. pela Emenda Constitucional nº 58, de 2009)
77, no caso de Municípios com mais de duzentos mil eleitores; q) 41 (quarenta e um) Vereadores, nos Municípios de mais
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 16, de1997) de 1.800.000 (um milhão e oitocentos mil) habitantes e de até
III - posse do Prefeito e do Vice-Prefeito no dia 1º de janeiro 2.400.000 (dois milhões e quatrocentos mil) habitantes;
do ano subsequente ao da eleição; (Incluída pela Emenda Constitucional nº 58, de 2009)
IV - para a composição das Câmaras Municipais, será r) 43 (quarenta e três) Vereadores, nos Municípios de mais
observado o limite máximo de: (Redação dada pela Emenda de 2.400.000 (dois milhões e quatrocentos mil) habitantes e de
Constitucional nº 58, de 2009) até 3.000.000 (três milhões) de habitantes; (Incluída pela
a) 9 (nove) Vereadores, nos Municípios de até 15.000 Emenda Constitucional nº 58, de 2009)
(quinze mil) habitantes; (Redação dada pela Emenda s) 45 (quarenta e cinco) Vereadores, nos Municípios de
Constitucional nº 58, de 2009) mais de 3.000.000 (três milhões) de habitantes e de até
b) 11 (onze) Vereadores, nos Municípios de mais de 15.000 4.000.000 (quatro milhões) de habitantes; (Incluída pela
(quinze mil) habitantes e de até 30.000 (trinta mil) habitantes; Emenda Constitucional nº 58, de 2009)
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 58, de 2009) t) 47 (quarenta e sete) Vereadores, nos Municípios de mais
de 4.000.000 (quatro milhões) de habitantes e de até

Noções Básicas de Administração Pública 7


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

5.000.000 (cinco milhões) de habitantes; (Incluída pela XI - organização das funções legislativas e fiscalizadoras da
Emenda Constitucional nº 58, de 2009) Câmara Municipal; (Renumerado do inciso IX, pela Emenda
u) 49 (quarenta e nove) Vereadores, nos Municípios de Constitucional nº 1, de 1992)
mais de 5.000.000 (cinco milhões) de habitantes e de até XII - cooperação das associações representativas no
6.000.000 (seis milhões) de habitantes; (Incluída pela Emenda planejamento municipal; (Renumerado do inciso X, pela
Constitucional nº 58, de 2009) Emenda Constitucional nº 1, de 1992)
v) 51 (cinquenta e um) Vereadores, nos Municípios de mais XIII - iniciativa popular de projetos de lei de interesse
de 6.000.000 (seis milhões) de habitantes e de até 7.000.000 específico do Município, da cidade ou de bairros, através de
(sete milhões) de habitantes; (Incluída pela Emenda manifestação de, pelo menos, cinco por cento do eleitorado;
Constitucional nº 58, de 2009) (Renumerado do inciso XI, pela Emenda Constitucional nº 1,
w) 53 (cinquenta e três) Vereadores, nos Municípios de de 1992)
mais de 7.000.000 (sete milhões) de habitantes e de até XIV - perda do mandato do Prefeito, nos termos do art. 28,
8.000.000 (oito milhões) de habitantes; e (Incluída pela parágrafo único. (Renumerado do inciso XII, pela Emenda
Emenda Constitucional nº 58, de 2009) Constitucional nº 1, de 1992)
x) 55 (cinquenta e cinco) Vereadores, nos Municípios de
mais de 8.000.000 (oito milhões) de habitantes; (Incluída pela Art. 29-A. O total da despesa do Poder Legislativo
Emenda Constitucional nº 58, de 2009) Municipal, incluídos os subsídios dos Vereadores e excluídos
V - subsídios do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Secretários os gastos com inativos, não poderá ultrapassar os seguintes
Municipais fixados por lei de iniciativa da Câmara Municipal, percentuais, relativos ao somatório da receita tributária e das
observado o que dispõem os arts. 37, XI, 39, § 4º, 150, II, 153, transferências previstas no § 5º do art. 153 e nos arts. 158 e
III, e 153, § 2º, I; (Redação dada pela Emenda constitucional nº 159, efetivamente realizado no exercício anterior: (Incluído
19, de 1998) pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
VI - o subsídio dos Vereadores será fixado pelas I - 7% (sete por cento) para Municípios com população de
respectivas Câmaras Municipais em cada legislatura para a até 100.000 (cem mil) habitantes; (Redação dada pela Emenda
subsequente, observado o que dispõe esta Constituição, Constituição Constitucional nº 58, de 2009)
observados os critérios estabelecidos na respectiva Lei II - 6% (seis por cento) para Municípios com população
Orgânica e os seguintes limites máximos: (Redação dada pela entre 100.000 (cem mil) e 300.000 (trezentos mil) habitantes;
Emenda Constitucional nº 25, de 2000) (Redação dada pela Emenda Constituição Constitucional nº 58,
a) em Municípios de até dez mil habitantes, o subsídio de 2009)
máximo dos Vereadores corresponderá a vinte por cento do III - 5% (cinco por cento) para Municípios com população
subsídio dos Deputados Estaduais; (Incluído pela Emenda entre 300.001 (trezentos mil e um) e 500.000 (quinhentos mil)
Constitucional nº 25, de 2000) habitantes; (Redação dada pela Emenda Constituição
b) em Municípios de dez mil e um a cinquenta mil Constitucional nº 58, de 2009)
habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá IV - 4,5% (quatro inteiros e cinco décimos por cento) para
a trinta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; Municípios com população entre 500.001 (quinhentos mil e
(Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000) um) e 3.000.000 (três milhões) de habitantes; (Redação dada
c) em Municípios de cinquenta mil e um a cem mil pela Emenda Constituição Constitucional nº 58, de 2009)
habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá V - 4% (quatro por cento) para Municípios com população
a quarenta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; entre 3.000.001 (três milhões e um) e 8.000.000 (oito milhões)
(Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000) de habitantes; (Incluído pela Emenda Constituição
d) em Municípios de cem mil e um a trezentos mil Constitucional nº 58, de 2009)
habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá VI - 3,5% (três inteiros e cinco décimos por cento) para
a cinquenta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; Municípios com população acima de 8.000.001 (oito milhões e
(Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000) um) habitantes. (Incluído pela Emenda Constituição
e) em Municípios de trezentos mil e um a quinhentos mil Constitucional nº 58, de 2009)
habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá § 1º A Câmara Municipal não gastará mais de setenta por
a sessenta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; cento de sua receita com folha de pagamento, incluído o gasto
(Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000) com o subsídio de seus Vereadores. (Incluído pela Emenda
f) em Municípios de mais de quinhentos mil habitantes, o Constitucional nº 25, de 2000)
subsídio máximo dos Vereadores corresponderá a setenta e § 2º Constitui crime de responsabilidade do Prefeito
cinco por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; Municipal: (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de
(Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000) 2000)
VII - o total da despesa com a remuneração dos Vereadores I - efetuar repasse que supere os limites definidos neste
não poderá ultrapassar o montante de cinco por cento da artigo; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
receita do Município; (Incluído pela Emenda Constitucional nº II - não enviar o repasse até o dia vinte de cada mês; ou
1, de 1992) (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
VIII - inviolabilidade dos Vereadores por suas opiniões, III - enviá-lo a menor em relação à proporção fixada na Lei
palavras e votos no exercício do mandato e na circunscrição do Orçamentária. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de
Município; (Renumerado do inciso VI, pela Emenda 2000)
Constitucional nº 1, de 1992) § 3º Constitui crime de responsabilidade do Presidente da
IX - proibições e incompatibilidades, no exercício da Câmara Municipal o desrespeito ao § 1o deste artigo. (Incluído
vereança, similares, no que couber, ao disposto nesta pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
Constituição para os membros do Congresso Nacional e na
Constituição do respectivo Estado para os membros da Art. 30. Compete aos Municípios:
Assembleia Legislativa; (Renumerado do inciso VII, pela I - legislar sobre assuntos de interesse local;
Emenda Constitucional nº 1, de 1992) II - suplementar a legislação federal e a estadual no que
X - julgamento do Prefeito perante o Tribunal de Justiça; couber;
(Renumerado do inciso VIII, pela Emenda Constitucional nº 1, III - instituir e arrecadar os tributos de sua competência,
de 1992) bem como aplicar suas rendas, sem prejuízo da

Noções Básicas de Administração Pública 8


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

obrigatoriedade de prestar contas e publicar balancetes nos § 2º As contas do Governo do Território serão submetidas
prazos fixados em lei; ao Congresso Nacional, com parecer prévio do Tribunal de
IV - criar, organizar e suprimir distritos, observada a Contas da União.
legislação estadual; § 3º Nos Territórios Federais com mais de cem mil
V - organizar e prestar, diretamente ou sob regime de habitantes, além do Governador nomeado na forma desta
concessão ou permissão, os serviços públicos de interesse Constituição, haverá órgãos judiciários de primeira e segunda
local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter instância, membros do Ministério Público e defensores
essencial; públicos federais; a lei disporá sobre as eleições para a Câmara
VI - manter, com a cooperação técnica e financeira da União Territorial e sua competência deliberativa.
e do Estado, programas de educação infantil e de ensino
fundamental; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº Questões
53, de 2006)
VII - prestar, com a cooperação técnica e financeira da 01. (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto –
União e do Estado, serviços de atendimento à saúde da CESPE/2017) A respeito dos estados-membros da Federação
população; brasileira, assinale a opção correta.
VIII - promover, no que couber, adequado ordenamento (A) Denomina-se cisão o processo em que dois ou mais
territorial, mediante planejamento e controle do uso, do estados se unem geograficamente, formando um terceiro e
parcelamento e da ocupação do solo urbano; novo estado, distinto dos estados anteriores, que perdem a
IX - promover a proteção do patrimônio histórico-cultural personalidade originária.
local, observada a legislação e a ação fiscalizadora federal e (B) Para o STF, a consulta a ser feita em caso de
estadual. desmembramento de estado-membro deve envolver a
população de todo o estado-membro e não só a do território a
Art. 31. A fiscalização do Município será exercida pelo ser desmembrado.
Poder Legislativo Municipal, mediante controle externo, e (C) A CF dá ao estado-membro competência para instituir
pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo regiões metropolitanas e microrregiões, mas não
Municipal, na forma da lei. aglomerações urbanas: a competência de instituição destas é
§ 1º O controle externo da Câmara Municipal será exercido dos municípios.
com o auxílio dos Tribunais de Contas dos Estados ou do (D) Conforme a CF, a incorporação, a subdivisão, o
Município ou dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos desmembramento ou a formação de novos estados dependerá
Municípios, onde houver. de referendo. Assim, o referendo é condição prévia, essencial
§ 2º O parecer prévio, emitido pelo órgão competente ou prejudicial à fase seguinte: a propositura de lei
sobre as contas que o Prefeito deve anualmente prestar, só complementar.
deixará de prevalecer por decisão de dois terços dos membros (E) Segundo o STF, os mecanismos de freios e contrapesos
da Câmara Municipal. previstos em constituição estadual não precisam guardar
§ 3º As contas dos Municípios ficarão, durante sessenta estreita similaridade com aqueles previstos na CF.
dias, anualmente, à disposição de qualquer contribuinte, para
exame e apreciação, o qual poderá questionar-lhes a 02. (Prefeitura de Mogi das Cruzes – SP - Procurador
legitimidade, nos termos da lei. Jurídico - VUNESP/2016) Para a criação, incorporação, fusão
§ 4º É vedada a criação de Tribunais, Conselhos ou órgãos e desmembramento de Municípios, a Constituição Federal
de Contas Municipais. exige a presença dos seguintes requisitos:
(A) lei ordinária federal, estudo de viabilidade municipal,
CAPÍTULO V plebiscito e lei complementar estadual.
DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS (B) lei complementar federal, estudo de viabilidade
Seção I estadual, plebiscito e lei estadual.
DO DISTRITO FEDERAL (C) lei complementar federal, estudo de viabilidade
municipal, plebiscito e lei estadual.
Art. 32. O Distrito Federal, vedada sua divisão em (D) lei federal nacional, estudo de viabilidade municipal, lei
Municípios, reger- se-á por lei orgânica, votada em dois turnos estadual e referendo.
com interstício mínimo de dez dias, e aprovada por dois terços (E) lei complementar federal, estudo de viabilidade
da Câmara Legislativa, que a promulgará, atendidos os municipal, referendo e lei estadual.
princípios estabelecidos nesta Constituição.
§ 1º Ao Distrito Federal são atribuídas as competências 03. (Prefeitura de Mogi das Cruzes – SP - Procurador
legislativas reservadas aos Estados e Municípios. Jurídico _ VUNESP/2016) Considerando a repartição de
§ 2º A eleição do Governador e do Vice-Governador, competências estabelecida pela Constituição Federal,
observadas as regras do art. 77, e dos Deputados Distritais devidamente ratificada pelo entendimento do Supremo
coincidirá com a dos Governadores e Deputados Estaduais, Tribunal Federal, assinale a alternativa que consagra uma
para mandato de igual duração. hipótese de legislação que decorre da competência
§ 3º Aos Deputados Distritais e à Câmara Legislativa aplica- constitucional legislativa pertencente ao Município.
se o disposto no art. 27. (A) Confere gratuidade de estacionamento em
§ 4º Lei federal disporá sobre a utilização, pelo Governo do estabelecimento privado (shopping centers, hipermercados,
Distrito Federal, das polícias civil e militar e do corpo de instituições de ensino, rodoviárias e aeroportos).
bombeiros militar. (B) Fixa um limite máximo de 20% do valor do automóvel
Seção II em relação às multas impostas pelo Detran Estadual dentro do
DOS TERRITÓRIOS território do Município.
(C) Autoriza o uso, pela Guarda Municipal, de armas de
Art. 33. A lei disporá sobre a organização administrativa e fogo apreendidas dentro do território do Município.
judiciária dos Territórios. (D) Proíbe revista íntima em empregados de
§ 1º Os Territórios poderão ser divididos em Municípios, estabelecimentos situados no respectivo território do
aos quais se aplicará, no que couber, o disposto no Capítulo IV Município.
deste Título.

Noções Básicas de Administração Pública 9


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

(E) Determina a instalação de cadeiras de espera, Segundo a Constituição Federal, a competência da União,
bebedouros e equipamentos de segurança em agências de Estados e Municípios relativa a essas matérias é
Bancos dentro do território municipal. (A) privativa nos itens II e III e concorrente nos itens I e IV.
(B) comum nos itens IV e V e concorrente nos itens I e III.
04. (EBSERH - Advogado (HUPEST-UFSC) – IBFC/2016) (C) concorrente nos itens I e III e privativa nos itens II e V.
A Constituição Federal especifica a competência legislativa de (D) concorrente nos itens I e V e comum nos itens II e III
cada ente da Federação. Analise as alternativas abaixo e (E) comum nos itens II e III e concorrente nos itens IV e V.
selecione a que NÃO apresenta uma das competências
privativas da União. Respostas
(A) Diretrizes da política nacional de transportes 01. B. / 02. C. / 03. E. / 04. C. / 05. E. / 06. D. / 07. E.
(B) Normas gerais de organização, efetivos, material
bélico, garantias, convocação e mobilização das polícias
militares e corpos de bombeiros militares 3. Administração direta e
(C) Educação, cultura, ensino, desporto, ciência, tecnologia, indireta.
pesquisa, desenvolvimento e inovação
(D) Águas, energia, informática, telecomunicações e
radiodifusão Organização da Administração Pública
(E) Política de crédito, câmbio, seguros e transferência de
valores A Administração Pública dispõe de um conjunto de órgãos,
serviços e agentes que irão colocar em prática as ações do
05. (Câmara de Bandeirantes - SC - Auxiliar Legislativo governo. A administração é a ferramenta para que o Estado
– ALTERNATIVE CONCURSOS/2016) Sobre a Organização satisfaça seus interesses.
Político-Administrativa dos Municípios, analise as alternativas
e indique a INCORRETA: Em outras palavras, administração pública é a gestão dos
(A) A eleição do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos interesses públicos por meio da prestação de serviços
Vereadores, terá mandato de quatro anos, mediante pleito públicos, sendo dividida em administração direta e indireta.
direto e simultâneo realizado em todo o País.
(B) O subsídio dos Vereadores será fixado pelas ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DIRETA
respectivas Câmaras Municipais em cada legislatura para a A Administração Pública Direta é o conjunto de órgãos
subsequente, observado o que dispõe esta Constituição, públicos vinculados diretamente ao chefe da esfera
observados os critérios estabelecidos na respectiva Lei governamental que integram. Não possuem personalidade
Orgânica. jurídica própria, patrimônio e autonomia administrativa e
(C) A fiscalização do Município será exercida pelo Poder cujas despesas são realizadas diretamente através do
Legislativo Municipal, mediante controle externo, e pelos orçamento da referida esfera.
sistemas de controle interno do Poder Executivo Municipal. Assim, ela é responsável pela gestão dos serviços públicos
(D) O controle externo da Câmara Municipal será exercido executados pelas pessoas políticas via de um conjunto de
com o auxílio dos Tribunais de Contas dos Estados ou do órgãos que estão integrados na sua estrutura.
Município ou dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos Sua competência abarca os diversos órgãos que compõem
Municípios, onde houver. a entidade pública por eles responsáveis. Exemplos:
(E) As contas dos Municípios poderão ficar, durante Ministérios, Secretarias, Departamentos e outros que, como
noventa dias, semestralmente, à disposição de qualquer característica inerente da Administração Pública Direta, não
contribuinte, para exame e apreciação, o qual poderá possuem personalidade jurídica, pois não podem contrair
questionar-lhes a legitimidade. direitos e assumir obrigações, haja vista que estes pertencem
a pessoa política (União, Estado, Distrito Federal e
06. (Câmara de Bandeirantes - SC - Auxiliar Legislativo Municípios).
– ALTERNATIVE CONCURSOS/2016) De acordo com a
Constituição Federal compete privativamente à União legislar ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA INDIRETA
sobre, EXCETO: São integrantes da Administração indireta as fundações, as
(A) Águas, energia, informática, telecomunicações e autarquias, as empresas públicas e as sociedades de economia
radiodifusão. mista.
(B) Sistema monetário e de medidas, títulos e garantias dos Essas quatro pessoas são criadas para a prestação de
metais. serviços públicos ou para a exploração de atividades
(C) Política de crédito, câmbio, seguros e transferência de econômicas, com o objetivo de aumentar o grau de
valores. especialidade e eficiência da prestação do serviço público.
(D) Direito civil, comercial, penal, processual, exceto o
eleitoral, o agrário, o marítimo, o aeronáutico, que são regidos CENTRALIZAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO
pelo Exército e o do trabalho que é de competência do Estado.
(E) Sistemas de poupança, captação e garantia da A execução do serviço público poderá ser:
poupança popular.
Centralização: Quando a execução do serviço estiver
07. (PGE-MT - Analista – Bacharel em Direito – sendo feita pela Administração direta do Estado (ex.:
FCC/2016) Considere as matérias: Secretarias, Ministérios etc.).
I. Legislação sobre trânsito.
II. Preservação das florestas. Descentralização: Quando estiver sendo feita por
III. Fomento da produção agropecuária. terceiros que não se confundem com a Administração direta
IV. Legislação sobre juntas comerciais. do Estado. Assim, descentralizar é repassar a execução e a
V. Legislação sobre direito urbanístico. titularidade, ou só a execução de uma pessoa para outra, não
havendo hierarquia.

Noções Básicas de Administração Pública 10


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

CONCENTRAÇÃO E DESCONCENTRAÇÃO DIRETA E INDIRETA. CONCURSO PÚBLICO (ART. 37, II DA


CONSTITUIÇÃO DO BRASIL). INEXIGÊNCIA DE CONCURSO
Desconcentração (Criar órgãos) PÚBLICO PARA A ADMISSÃO DOS CONTRATADOS PELA OAB.
Ocorre desconcentração administrativa quando uma AUTARQUIAS ESPECIAIS E AGÊNCIAS. CARÁTER JURÍDICO DA
pessoa política ou uma entidade da administração indireta OAB. ENTIDADE PRESTADORA DE SERVIÇO PÚBLICO
distribui competências no âmbito de sua própria estrutura INDEPENDENTE. CATEGORIA ÍMPAR NO ELENCO DAS
afim de tornar mais ágil e eficiente a prestação dos serviços. PERSONALIDADES JURÍDICAS EXISTENTES NO DIREITO
BRASILEIRO. AUTONOMIA E INDEPENDÊNCIA DA ENTIDADE.
Concentração (extinguir órgãos) PRINCÍPIO DA MORALIDADE. VIOLAÇÃO DO ARTIGO 37,
Ocorre quando uma pessoa jurídica integrante da CAPUT, DA CONSTITUIÇÃO DO BRASIL. NÃO OCORRÊNCIA. 1.
administração pública extingue órgãos antes existentes em A Lei n. 8.906, artigo 79, § 1º, possibilitou aos "servidores" da
sua estrutura, reunindo em um número menor de unidade as OAB, cujo regime outrora era estatutário, a opção pelo regime
respectivas competências celetista. Compensação pela escolha: indenização a ser paga à
época da aposentadoria. 2. Não procede a alegação de que a
Diferença entre Descentralização e Desconcentração: OAB sujeita-se aos ditames impostos à Administração Pública
Descentralização, entretanto, significa transferir a execução de Direta e Indireta. 3. A OAB não é uma entidade da
um serviço público para terceiros que não se confundem com Administração Indireta da União. A Ordem é um serviço
a Administração Direta, e a desconcentração significa público independente, categoria ímpar no elenco das
transferir a execução de um serviço público de um órgão para personalidades jurídicas existentes no direito brasileiro. 4. A
o outro dentro da Administração Direta, permanecendo está OAB não está incluída na categoria na qual se inserem essas
no centro. que se tem referido como "autarquias especiais" para
pretender-se afirmar equivocada independência das hoje
São pessoas jurídicas que compõem a Administração chamadas "agências". 5. Por não consubstanciar uma entidade
Pública Indireta: da Administração Indireta, a OAB não está sujeita a controle da
Administração, nem a qualquer das suas partes está vinculada.
AUTARQUIAS Essa não-vinculação é formal e materialmente necessária. 6. A
As autarquias são pessoas jurídicas de direito público OAB ocupa-se de atividades atinentes aos advogados, que
criadas para a prestação de serviços públicos, contando com exercem função constitucionalmente privilegiada, na medida
capital exclusivamente público, ou seja, as autarquias são em que são indispensáveis à administração da Justiça [artigo
regidas integralmente por regras de direito público, podendo, 133 da CB/88]. É entidade cuja finalidade é afeita a atribuições,
tão-somente, serem prestadoras de serviços e contando com interesses e seleção de advogados. Não há ordem de relação ou
capital oriundo da Administração Direta (ex.: INCRA, INSS, dependência entre a OAB e qualquer órgão público. 7. A Ordem
DNER, Banco Central etc.). dos Advogados do Brasil, cujas características são autonomia
e independência, não pode ser tida como congênere dos
AUTARQUIA DE REGIME ESPECIAL demais órgãos de fiscalização profissional. A OAB não está
É toda aquela em que a lei instituidora conferir privilégios voltada exclusivamente a finalidades corporativas. Possui
específicos e aumentar sua autonomia comparativamente com finalidade institucional. 8. Embora decorra de determinação
as autarquias comuns, sem infringir os preceitos legal, o regime estatutário imposto aos empregados da OAB
constitucionais pertinentes a essas entidades de não é compatível com a entidade, que é autônoma e
personalidade pública. O que posiciona a autarquia de regime independente. 9. Improcede o pedido do requerente no
especial são as regalias que a lei criadora lhe confere para o sentido de que se dê interpretação conforme o artigo 37, inciso
pleno desempenho de suas finalidades específicas. 3 II, da Constituição do Brasil ao caput do artigo 79 da Lei n.
8.906, que determina a aplicação do regime trabalhista aos
Assim, são consideradas autarquias de regime especial o servidores da OAB. 10. Incabível a exigência de concurso
Banco Central do Brasil, as entidades encarregadas, por lei, dos público para admissão dos contratados sob o regime
serviços de fiscalização de profissões. Com a política trabalhista pela OAB. 11. Princípio da moralidade. Ética da
governamental de transferir para o setor privado a execução legalidade e moralidade. Confinamento do princípio da
de serviços públicos, reservando ao Estado a regulamentação, moralidade ao âmbito da ética da legalidade, que não pode ser
o controle e fiscalização desses serviços, houve a necessidade ultrapassada, sob pena de dissolução do próprio sistema.
de criar na administração agências especiais destinadas a esse Desvio de poder ou de finalidade. 12. Julgo improcedente o
fim. pedido”. (STF - ADI: 3026 DF, Relator: EROS GRAU, Data de
Julgamento: 08/06/2006, Tribunal Pleno, Data de Publicação:
Havia discussão no mundo jurídico acerca do regime DJ 29-09-2006 PP-00031 EMENT VOL-02249-03 PP-00478)
jurídico da OAB, se seria autarquia de regime especial ou não.
No julgamento da ADIn 3026/DF o STF decidiu que “a OAB não AGÊNCIAS EXECUTIVAS
é uma entidade da Administração Indireta da União. A Ordem A qualificação de agências executivas se dá por meio de
é um serviço público independente, categoria ímpar no elenco requerimento dos órgãos e das entidades que prestam
das personalidades jurídicas existentes no direito brasileiro”. atividades exclusivas do Estado e se candidatam à qualificação.
Veja a íntegra do julgado: Aqui estão envolvidas a instituição e o Ministério responsável
pela sua supervisão.4
“AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. § 1º DO
ARTIGO 79 DA LEI N. 8.906, 2ª PARTE. "SERVIDORES" DA Segundo determina a lei nº 9.649, de 27 de maio de 1998,
ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL. PRECEITO QUE artigos. 51 e 52 e parágrafos, o Poder Executivo poderá
POSSIBILITA A OPÇÃO PELO REGIME CELESTISTA. qualificar como Agência Executiva autarquias ou fundações
COMPENSAÇÃO PELA ESCOLHA DO REGIME JURÍDICO NO que tenham cumprido os requisitos de possuir plano
MOMENTO DA APOSENTADORIA. INDENIZAÇÃO. IMPOSIÇÃO estratégico de reestruturação e de desenvolvimento
DOS DITAMES INERENTES À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

3 http://www.portaleducacao.com.br/direito/artigos/27676/autarquias-de- 4 http://www.ambito-
regime-especial juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=661

Noções Básicas de Administração Pública 11


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

institucional em andamento além da celebração de Contrato administração fiscal responsável a partir do que se encontra
de Gestão com o respectivo Ministério supervisor. positivado pela Lei Complementar 101 de 2000.

Os planos devem definir diretrizes, políticas e medidas Algo semelhante é o que se deu também com o art. 8º e
voltadas para a racionalização de estruturas e do quadro de parágrafo que delega competência para os Ministros
servidores, a revisão dos processos de trabalho, o supervisores e dirigentes máximos das Agências para a fixação
desenvolvimento dos recursos humanos e o fortalecimento da de limites específicos, aplicáveis às Agências Executivas, para
identidade institucional da Agência Executiva. a concessão de suprimento de fundos para atender a despesas
de pequeno vulto.
O Poder Executivo definirá também os critérios e
procedimentos para a elaboração e o acompanhamento dos As Agências Executivas poderão editar regulamento
Contratos de Gestão e dos programas de reestruturação e de próprio de valores de diárias no País e condições especiais
desenvolvimento institucional das Agências. para sua concessão. O que se busca é adequá-las às
necessidades específicas de todos os tipos de deslocamentos.
A qualificação como Agência Executiva deve ser dada por Todos os dados relativos a número, valor, classificação
meio de decreto do Presidente da República. funcional programática e de natureza da despesa,
correspondentes à nota de empenho ou de movimentação de
O Poder Executivo também estabelecerá medidas de créditos devem ser publicados no Diário Oficial da União em
organização administrativa específicas para as Agências atendimento ao princípio constitucional da publicidade.
Executivas, com o objetivo de assegurar a sua autonomia de
gestão, bem como as condições orçamentárias e financeiras As agências reguladoras foram criadas pelo Estado com a
para o cumprimento dos contratos de gestão. finalidade de tentar fiscalizar as atividades das iniciativas
privadas. Tratam-se de espécies do gênero autarquias,
O plano estratégico de reestruturação deve produzir possuem as mesmas características, exceto pelo fato de se
melhorias na gestão da instituição, com vistas à melhoria dos submeterem a um regime especial. Seu escopo principal é a
resultados, do atendimento aos seus clientes e usuários e da regulamentação, controle e fiscalização da execução dos
utilização dos recursos públicos. serviços públicos transferidos ao setor privado.
São criadas por meio de leis e tem natureza de autarquia
O contrato de gestão estabelecerá os objetivos estratégicos com regime jurídico especial, ou seja, é aquela que a lei
e as metas a serem alcançadas pela instituição em instituidora confere privilégios específicos e maior autonomia
determinado período de tempo, além dos indicadores que em comparação com autarquias comuns, sem de forma alguma
medirão seu desempenho na realização de suas metas infringir preceitos constitucionais.
contratuais, condições de execução, gestão de recursos
humanos, de orçamento e de compras e contratos. Uma das principais características das Agências
Reguladoras é a sua relativa autonomia e independência. As
A autonomia concedida estará subordinada à assinatura do agências sujeitam-se ao processo administrativo (Lei
Contrato de Gestão com o Ministério supervisor, no qual serão 9.784/99, na esfera federal, além dos próprios dispositivos das
firmados, de comum acordo, compromissos de resultados. leis especificas).
Caso ocorra lesão ou ameaça de lesão de direito, a empresa
Organização administrativa das Agências Executivas. concessionária poderá ir ao Judiciário. Sua função é regular a
prestação de serviços públicos, organizar e fiscalizar esses
As Agências Executivas serão objeto de medidas serviços a serem prestados por concessionárias ou
específicas de organização administrativa. Os objetivos são, permissionárias.
basicamente, aumento de eficiência na utilização dos recursos
públicos, melhoria do desempenho e da qualidade dos serviços FUNDAÇÕES PÚBLICAS
prestados, maior autonomia de administração orçamentária, Fundação é uma pessoa jurídica composta por um
financeira, operacional e de recursos humanos além de patrimônio personalizado, destacado pelo seu instituidor para
eliminar fatores restritivos à sua atuação como instituição. atingir uma finalidade específica. As fundações poderão ser
tanto de direito público quanto de direito privado.
Os dirigentes máximos das Agências Executivas também As fundações que integram a Administração indireta,
poderão autorizar os afastamentos do País de servidores civis quando forem dotadas de personalidade de direito público,
das respectivas entidades. serão regidas integralmente por regras de Direito Público.
Quando forem dotadas de personalidade de direito privado,
As Agências Executivas também poderão editar serão regidas por regras de direito público e direito privado.
regulamentos próprios de avaliação de desempenho dos seus O patrimônio da fundação pública é destacado pela
servidores. Estes serão previamente aprovados pelo seu Administração direta, que é o instituidor para definir a
Ministério supervisor e, provavelmente, pelo substituto finalidade pública. Como exemplo de fundações, temos: IBGE
Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado nos (Instituto Brasileiro Geográfico Estatístico); Universidade de
governos posteriores à sua extinção. Brasília; FEBEM; FUNAI; Fundação Memorial da América
Latina; Fundação Padre Anchieta (TV Cultura).
De acordo com o que se viu a partir da Emenda As fundações são dotadas dos mesmos privilégios que a
Constitucional nº 19 de 1998, os resultados da avaliação Administração direta, tanto na área tributária (ex.: imunidade
poderão ser levados em conta para efeito de progressão prevista no art. 150 da CF/88), quanto na área processual (ex.:
funcional dos servidores das Agências Executivas. prazo em dobro).
As fundações respondem pelas obrigações contraídas
O art. 7º do Decreto subordina a execução orçamentária e junto a terceiros. A responsabilidade da Administração é de
financeira das Agências Executivas aos termos do contrato de caráter subsidiário, independente de sua personalidade.
gestão e isenta a mesma dos limites nos seus valores para
movimentação, empenho e pagamento. Esta determinação não
se coaduna, entretanto, com o pensamento reinante de

Noções Básicas de Administração Pública 12


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

EMPRESAS PÚBLICAS Os Conselhos Profissionais têm o poder de deslocar a


Empresas públicas são pessoas jurídicas de Direito competência para a justiça federal (art. 109, I, CF). Veja o que
Privado, criadas para a prestação de serviços públicos ou para dispõe a súmula 66 do STJ: "Compete à justiça Federal
a exploração de atividades econômicas que contam com processar e julgar execução fiscal promovida por Conselho de
capital exclusivamente público e são constituídas por qualquer fiscalização profissional".
modalidade empresarial. Se a empresa pública é prestadora de
serviços públicos, por consequência está submetida a regime As anuidades cobradas pelas entidades ostentam a
jurídico público. Se a empresa pública é exploradora de qualidade de tributos federais, devendo portanto obediência
atividade econômica, estará submetida a regime jurídico igual ao princípio da legalidade, não se admitindo a criação sem
ao da iniciativa privada. previsão de lei.
Eles gozam de parafiscalidade, ou seja, a eles é transferida
Quanto à responsabilidade das empresas públicas, temos a capacidade tributária.
que: Os servidores dos Conselhos Profissionais se submetem as
- Empresas públicas exploradoras de atividade econômica: A regras da Lei nº 8.112/90
responsabilidade do Estado não existe, pois, se essas empresas
públicas contassem com alguém que respondesse por suas ENTIDADES PARA ESTATAIS E O TERCEIRO SETOR
obrigações, elas estariam em vantagem sobre as empresas As Entidades Paraestatais possuem conceituação bastante
privadas. Só respondem na forma do § 6.º do art. 37 da CF/88 confusa, os doutrinadores entram, em diversas matérias, em
as empresas privadas prestadoras de serviço público, logo, se contradição uns com os outros.
a empresa pública exerce atividade econômica, será ela a Celso Antônio Bandeira de Mello acredita que as
responsável pelos prejuízos causados a terceiros (art. 15 do sociedades de economia mista e as empresas públicas não são
CC); paraestatais; sendo acompanhado por Marçal Justen Filho que
- Empresas públicas prestadoras de serviço público: Como o acredita serem apenas entidades paraestatais os serviços
regime não é o da livre concorrência, elas respondem pelas sociais autônomos.
suas obrigações e a Administração Direta responde de forma Diferentemente do que eles acreditam, Hely Lopes
subsidiária. A responsabilidade será objetiva, nos termos do Meirelles defende que as empresas públicas e as sociedades de
art. 37, § 6.º, da CF/88. economia mista são paraestatais, juntamente com os serviços
Empresas públicas exploradoras de atividade econômica: sociais autônomos. Hely Lopes Meirelles diz que as entidades
Submetem-se a regime falimentar, fundamentando-se no paraestatais podem ser lucrativas por serem empresariais. Já
princípio da livre concorrência. Ana Patrícia Aguiar, Celso Antônio Bandeira de Mello e Marçal
Empresas públicas prestadoras de serviço público: não se Justen Filho discordam dizendo que elas não devem ser
submetem a regime falimentar, visto não estão em regime de lucrativas.
concorrência. As entidades paraestatais são fomentadas pelo Estado
através de contrato social, quando são de interesse coletivo.
SOCIEDADE DE ECONOMIA MISTA Não se submetem ao Estado porque são autônomas
As sociedades de economia mista são pessoas jurídicas de financeiramente e administrativamente, porém, por terem
Direito Privado criadas para a prestação de serviços públicos relevância social e se tratar de capital público, integral ou
ou para a exploração de atividade econômica, contando com misto, sofrem fiscalização, para não fugirem dos seus fins.
capital misto e constituídas somente sob a forma empresarial Tem como objetivo a formação de instituições que
de S/A. As sociedades de economia mista são: contribuam com os interesses sociais através da realização de
- Pessoas jurídicas de Direito Privado. atividades, obras ou serviços.
- Exploradoras de atividade econômica ou prestadoras de Quanto às espécies de entidades paraestatais, elas variam
serviços públicos. de doutrinador para doutrinador. Hely Lopes Meirelles
- Empresas de capital misto. acredita que elas se dividem em empresas públicas,
- Constituídas sob forma empresarial de S/A. sociedades de economia mista e os serviços sociais
autônomos, diferente de Celso Antônio Bandeira de Mello, pois
As sociedades de economia mista integram a esse diz que as pessoas privadas exercem função típica (não
Administração Indireta e todas as pessoas que a integram exclusiva do Estado), como as de amparo aos hipossuficientes,
precisam de lei para autorizar sua criação, sendo que elas de assistência social, de formação profissional.
serão legalizadas por meio do registro de seus estatutos. Para Marçal Justen Filho elas são sinônimo de serviço
A lei, portanto, não cria, somente autoriza a criação das social autônomo, voltadas à satisfação de necessidades
sociedades de economia mista, ou seja, independentemente coletivas e supra individuais, relacionadas com questões
das atividades que desenvolvam, a lei somente autorizará a assistenciais e educacionais.
criação das sociedades de economia mista, (art. 37, XX, da Ana Patrícia Aguilar insere as organizações sociais na
CF/88). categoria de entidades paraestatais, por serem pessoas
A Sociedade de economia mista, quando explora atividade privadas que atuam em colaboração com o Estado,
econômica, submete-se ao mesmo regime jurídico das "desempenhando atividade não lucrativa e às quais o Poder
empresas privadas, inclusive as comerciais. Logo, a sociedade Público dispensa especial proteção", recebendo, para isso,
mista que explora atividade econômica submete-se ao regime dotação orçamentária por parte do Estado.
falimentar. Sociedade de economia mista prestadora de serviço As Entidades Paraestatais estão sujeitas a licitação,
público não se submete ao regime falimentar, visto que não seguindo a lei 8.666/93, para compras, obras, alienações e
está sob regime de livre concorrência. serviços em geral. Podendo também ter regulamentos
próprios para licitar, mas com observância da lei. Devendo ser
CONSELHOS PROFISSIONAIS: são entidades que se aprovados pela autoridade superior e obedecer ao princípio da
destinam a controlar e fiscalizar algumas profissões publicidade.
regulamentadas. Seus empregados estão sujeitos ao regime Celetista, CLT.
Prevalece o entendimento que possuem natureza jurídica Têm que ser contratados através de concurso público de
de autarquia, assim gozam de todos os privilégios e se acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego,
submetem as restrições impostas. ressalvadas as nomeações para cargo em comissão.

Noções Básicas de Administração Pública 13


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

A administração varia segundo a modalidade, civil ou ligarem-se à estrutura sindical e terem sua denominação
comercial, que a lei determinar. Seus dirigentes são iniciada com a letra “S” – SERVIÇO.
estabelecidos na forma da lei ou do estatuto. Podendo ser
unipessoal ou colegiada. Eles estão sujeitos a mandado de Integram o Sistema “S:” SESI, SESC, SENAC, SEST, SENAI,
segurança e ação popular. SENAR e SEBRAE.

TERCEIRO SETOR: O primeiro setor é o governo, que é Estas entidades visam ministrar assistência ou ensino a
responsável pelas questões sociais. O segundo setor é o algumas categorias sociais ou grupos profissionais, sem fins
privado, responsável pelas questões individuais. Com a lucrativos. São mantidas por dotações orçamentárias e até
falência do Estado, o setor privado começou a ajudar nas mesmo por contribuições parafiscais.
questões sociais, através das inúmeras instituições que
compõem o chamado terceiro setor. Ou seja, o terceiro setor Ainda que sejam oficializadas pelo Estado, não são partes
é constituído por organizações sem fins lucrativos e não integrantes da Administração direta ou indireta, porém
governamentais, que tem como objetivo gerar serviços de trabalham ao lado do Estado, seja cooperando com os diversos
caráter público. setores as atividades e serviços que lhes são repassados.

Podemos caracterizar as entidades do terceiro setor como Organizações Sociais: Criada pela Lei n. 9.637/98,
entes particulares em colaboração, sem fins lucrativos, que organização social é uma qualificação especial outorgada pelo
atuam ao lado do Estado na prestação de serviços públicos não governo federal a entidades da iniciativa privada, sem fins
exclusivos, mas de cunho social. Por prestarem serviços lucrativos, cuja outorga autoriza a fruição de vantagens
públicos recebem incentivos do Poder Público, mediante a peculiares, como isenções fiscais, destinação de recursos
dotação orçamentária, cessão de bens públicos entre outros orçamentários, repasse de bens públicos, bem como
benefícios e, consequentemente, se submetem às restrições de empréstimo temporário de servidores governamentais. 5
controle impostas ao ente estatal.
As áreas de atuação das organizações sociais são ensino,
É importante ressaltar, que essas entidades se submetem pesquisa científica, desenvolvimento tecnológico, proteção e
aos princípios básicos da Administração Pública. preservação do meio ambiente, cultura e saúde.
Desempenham, portanto, atividades de interesse público, mas
Os principais personagens do terceiro setor são: que não se caracterizam como serviços públicos stricto sensu,
A) Fundações: São as instituições que financiam o terceiro razão pela qual é incorreto afirmar que as organizações sociais
setor, fazendo doações às entidades beneficentes. No Brasil, são concessionárias ou permissionárias.
temos também as fundações mistas que doam para terceiros e
ao mesmo tempo executam projetos próprios. Nos termos do art. 2º da Lei n. 9.637/98, a outorga da
B) Entidades Beneficentes: São as operadoras de fato, qualificação constitui decisão discricionária, pois, além da
cuidam dos carentes, idosos, meninos de rua, drogados e entidade preencher os requisitos exigidos na lei, o inciso II do
alcoólatras, órfãos e mães solteiras; protegem testemunhas; referido dispositivo condiciona a atribuição do título a “haver
ajudam a preservar o meio ambiente; educam jovens, velhos e aprovação, quanto à conveniência e oportunidade de sua
adultos; profissionalizam; doam sangue, merenda, livros, qualificação como organização social, do Ministro ou titular de
sopão; dão suporte aos desamparados; cuidam de filhos de órgão supervisor ou regulador da área de atividade
mães que trabalham; ensinam esportes; combatem a violência; correspondente ao seu objeto social e do Ministro de Estado
promovem os direitos humanos e a cidadania; cuidam de da Administração Federal e Reforma do Estado”. Assim, as
cegos, surdos-mudos; enfim, fazem tudo. entidades que preencherem os requisitos legais possuem
C) Fundos Comunitários: As empresas doam para o simples expectativa de direito à obtenção da qualificação,
Fundo Comunitário, sendo que os empresários avaliam, nunca direito adquirido.
estabelecem prioridades, e administram efetivamente a Evidentemente, o caráter discricionário dessa decisão,
distribuição do dinheiro. Um dos poucos fundos existentes no permitindo outorgar a qualificação a uma entidade e negar a
Brasil, com resultados comprovados, é a FEAC, de Campinas. outro que igualmente atendeu aos requisitos legais, viola o
D) Entidades Sem Fins Lucrativos: Infelizmente, muitas princípio da isonomia, devendo-se considerar inconstitucional
entidades sem fins lucrativos são, na realidade, lucrativas ou o art. 2º, II, da Lei n. 9.637/98.
atendem aos interesses dos próprios usuários. Um clube Na verdade, as organizações sociais representam uma
esportivo, por exemplo, é sem fins lucrativos, mas beneficia espécie de parceria entre a Administração e a iniciativa
somente os seus respectivos sócios. privada, exercendo atividades que, antes da Emenda 19/98,
E) ONGs Organizações Não Governamentais: Nem toda eram desempenhadas por entidades públicas. Por isso, seu
entidade beneficente ajuda prestando serviços a pessoas surgimento no Direito Brasileiro está relacionado com um
diretamente. Uma ONG que defenda os direitos da mulher, processo de privatização lato sensu realizado por meio da
fazendo pressão sobre nossos deputados, está ajudando abertura de atividades públicas à iniciativa privada.
indiretamente todas as mulheres.
O instrumento de formalização da parceria entre a
Serviços sociais autônomos: São pessoas jurídicas de Administração e a organização social é o contrato de gestão,
direito privado, criados por intermédio de autorização cuja aprovação deve ser submetida ao Ministro de Estado ou
legislativa. Tratam-se de entes paraestatais de cooperação outra autoridade supervisora da área de atuação da entidade.
com o Poder Público, possuindo administração e patrimônio O contrato de gestão discriminará as atribuições,
próprios. responsabilidades e obrigações do Poder Público e da
organização social, devendo obrigatoriamente observar os
Para ficar mais fácil de compreender, basta pensar no seguintes preceitos:
sistema “S”, cujo o qual resulta do fato destas entidades I – especificação do programa de trabalho proposto pela
organização social, a estipulação das metas a serem atingidas

5MAZZA, Alexandre. Manual de Direito Administrativo. 4ª edição. Ed. Saraiva.


2014.

Noções Básicas de Administração Pública 14


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

e os respectivos prazos de execução, bem como previsão A lei que regula as OSCIPs é a nº 9.790, de 23 março de
expressa dos critérios objetivos de avaliação de desempenho a 1999. Esta lei traz a possibilidade das pessoas jurídicas
serem utilizados, mediante indicadores de qualidade e (grupos de pessoas ou profissionais) de direito privado sem
produtividade; fins lucrativos serem qualificadas, pelo Poder Público, como
II – a estipulação dos limites e critérios para despesa com Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIPs
remuneração e vantagens de qualquer natureza a serem e poderem com ele relacionar-se por meio de parceria, desde
percebidas pelos dirigentes e empregados das organizações que os seus objetivos sociais e as normas estatutárias atendam
sociais, no exercício de suas funções; os requisitos da lei.
III – os Ministros de Estado ou autoridades supervisoras da Um grupo recebe a qualificação de OSCIP depois que o
área de atuação da entidade devem definir as demais cláusulas estatuto da instituição, que se pretende formar, tenha sido
dos contratos de gestão de que sejam signatários. analisado e aprovado pelo Ministério da Justiça. Para tanto, é
A fiscalização do contrato de gestão será exercida pelo necessário que o estatuto atenda a certos pré-requisitos que
órgão ou entidade supervisora da área de atuação estão descritos nos artigos 1º, 2º, 3º e 4º da Lei nº 9.790/1999.
correspondente à atividade fomentada, devendo a organização
social apresentar, ao término de cada exercício, relatório de Questões
cumprimento das metas fixadas no contrato de gestão.
01. (Prefeitura de Paraty – RJ - Procurador - RHS
Se descumpridas as metas previstas no contrato de gestão, Consult/2016) Com relação às autarquias, pode-se afirmar
o Poder Executivo poderá proceder à desqualificação da que:
entidade como organização social, desde que precedida de (A) Possuem personalidade física de direito público
processo administrativo com garantia de contraditório e externo.
ampla defesa. (B) São formas de centralização administrativa.
(C) São entes administrativos autônomos, criados por lei.
Por fim, convém relembrar que o art. 24, XXIV, da Lei n. (D) Agem por delegação.
8.666/93 prevê hipótese de dispensa de licitação para a (E) Subordinam-se hierarquicamente às entidades
celebração de contratos de prestação de serviços com a s estatais.
organizações sociais, qualificadas no âmbito das respectivas
esferas de governo, para atividades contempladas no contrato 02. (Prefeitura de Paraty – RJ - Procurador - RHS
de gestão. Excessivamente abrangente, o art. 24, XXIV, da Lei Consult/2016) Quanto às fundações instituídas pelo Poder
n. 8.666/93, tem a sua constitucionalidade questionada Público, pode-se afirmar que:
perante o Supremo Tribunal Federal na ADIn 1.923/98. (A) Perdem a sua personalidade privada ao se estatizarem.
Recentemente, foi indeferida a medida cautelar que suspendia (B) Não se destinam a realizar atividades de interesse
a eficácia da norma, de modo que o dispositivo voltou a ser público.
aplicável. (C) Configuram-se como entes de cooperação, do gênero
paraestatal.
Entidades de Apoio: As entidades de apoio fazem parte do (D) Prescindem de autorização legislativa para serem
Terceiro Setor e são pessoas jurídicas de direito privado, instituídas.
criados por servidores públicos para a prestação de serviços (E) Desfrutam de prerrogativas estatais, administrativas e
sociais não exclusivos do Estado, possuindo vínculo jurídico tributárias.
com a Administração direta e indireta.
03. (TCM-RJ - Técnico de Controle Externo –
Atualmente são prestadas no Brasil através dos serviços de IBFC/2016) Autarquia, no Direito Administrativo brasileiro,
limpeza, conservação, concursos vestibulares, assistência indica um caso especial de descentralização por serviços.
técnica de equipamentos, administração em restaurantes e Trata-se de ente da administração indireta que, entre outras
hospitais universitários. características:
(A) possui personalidade jurídica de direito privado
O bom motivo da criação das entidades de apoio é a (B) adquire personalidade jurídica com o registro civil
eficiência na utilização desses entes. Através delas, convênios (C) realiza atividades típicas da Administração Pública
são firmados com a Administração Pública, de modo muito (D) desempenha atividade econômica em sentido estrito
semelhante com a celebração de um contrato
04. (SES-PR - Técnico Administrativo – IBFC/2016)
Organização da sociedade civil de interesse público: Leia a afirmação a seguir e assinale a alternativa que preenche
OSCIP é um título fornecido pelo Ministério da Justiça do corretamente a lacuna. _____________é a Entidade integrante da
Brasil, cuja finalidade é facilitar o aparecimento de parcerias e Administração Pública indireta, criada pelo próprio governo,
convênios com todos os níveis de governo e órgãos públicos através de uma Lei Específica para exercer uma função típica,
(federal, estadual e municipal) e permite que doações exclusiva do Estado.
realizadas por empresas possam ser descontadas no imposto (A) Empresa pública.
de renda. OSCIPs são ONGs criadas por iniciativa privada, que (B) Sociedade de economia mista.
obtêm um certificado emitido pelo poder público federal ao (C) Fundações Públicas.
comprovar o cumprimento de certos requisitos, especialmente (D) Autarquias.
aqueles derivados de normas de transparência
administrativas. Em contrapartida, podem celebrar com o 05. (PC-PA - Escrivão de Polícia Civil – FUNCAB/2016)
poder público os chamados termos de parceria, que são uma “Por mais impopular que seja uma decisão, embasada por
alternativa interessante aos convênios para ter maior estudo técnico dos seus servidores, os dirigentes não poderão
agilidade e razoabilidade em prestar contas. ser exonerados à vontade do Chefe do executivo” (PINHEIRO
Uma ONG (Organização Não-Governamental), MADEIRA, José Maria. Administração Pública, Freitas Bastos,
essencialmente é uma OSCIP, no sentido representativo da 12ª. Ed., 2014, p. 929).
sociedade, OSCIP é uma qualificação dada pelo Ministério da
Justiça no Brasil.

Noções Básicas de Administração Pública 15


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Em relação às entidades que integram a Administração 10. (TRE-SP - Analista Judiciário - Área Administrativa
Pública Indireta, nessa citação acima, é correto afirmar que há – FCC/2017) A Administração pública, quando se organiza de
referência à(ao): forma descentralizada, contempla a criação de pessoas
(A) órgão autônomo. jurídicas, com competências próprias, que desempenham
(B) empresa pública. funções originariamente de atribuição da Administração
(C) sociedade de economia mista. direta. Essas pessoas jurídicas,
(D) fundação. (A) quando constituídas sob a forma de autarquias, podem
(E) agência reguladora. ter natureza jurídica de direito público ou privado, podendo
prestar serviços públicos com os mesmos poderes e
06. (SJC-SC - Agente de Segurança Socioeducativo – prerrogativas que a Administração direta.
FEPESE/2016) Assinale a alternativa correta sobre a (B) podem ter natureza jurídica de direito privado ou
autarquia público, mas não estão habilitadas a desempenhar os poderes
(A) A sua criação constitui um exemplo de típicos da Administração direta.
desconcentração de serviço público. (C) desempenham todos os poderes atribuídos à
(B) Possui personalidade, patrimônio e receita próprios, Administração direta, à exceção do poder de polícia, em
para executar atividades típicas da Administração Pública. qualquer de suas vertentes, privativo da Administração direta,
(C) Quando revestida sob a forma de uma Secretaria por envolver limitação de direitos individuais.
estadual, não terá personalidade jurídica própria. (D) quando constituídas sob a forma de autarquias,
(D) Somente poderá ser constituída para a execução de fins possuem natureza jurídica de direito público, podendo exercer
religiosos, morais, culturais ou de assistência. poder de polícia na forma e limites que lhe tiverem sido
(E) Ao adquirir personalidade jurídica de direito privado, atribuídos pela lei de criação.
passa a integrar a administração indireta do ente que a criou. (E) terão natureza jurídica de direito privado quando se
tratar de empresas estatais, mas seus bens estão sujeitos a
07. (TCE-PR - Analista de Controle – Contábil – regime jurídico de direito público, o que também se aplica no
CESPE/2016) Assinale a opção correta, a respeito das que concerne aos poderes da Administração, que
autarquias, fundações públicas, sociedades de economia mista desempenham integralmente, especialmente poder de polícia.
e empresas públicas.
(A) A extinção das empresas públicas e das sociedades de 11. (TRE-SP - Analista Judiciário - Área Judiciária –
economia mista somente pode ocorrer por meio de lei FCC/2017) A figura do contrato de gestão está prevista no
autorizadora. ordenamento para disciplinar diferentes relações jurídicas,
(B) Poderá o Estado instituir fundações públicas quando entre as quais figuram:
pretender intervir no domínio econômico. I. a fixação de metas de desempenho visando à ampliação
(C) Cabe às autarquias a execução de serviços públicos de da autonomia gerencial, orçamentária e financeira dos órgãos
natureza social, de atividades administrativas e de atividades e entidades da Administração direta e indireta.
de cunho econômico e mercantil. II. a disciplina para permissão de serviço público em
(D) As empresas públicas, as sociedades de economia caráter precário, não passível de concessão.
mista e as autarquias têm personalidade jurídica de direito III. o estabelecimento de indicadores de desempenho para
privado. fins de participação nos lucros ou resultados de empregados
(E) Tanto as sociedades de economia mista quanto as públicos submetidos ao regime celetista.
empresas públicas devem ter a forma de sociedades anônimas. Está correto o que consta APENAS em
(A) II.
08. (SEGEP-MA - Auditor Fiscal da Receita Estadual - (B) I e II.
Administração Tributária – FCC/2016) As autarquias (C) I.
devem ser criadas por (D) I e III.
(A) lei e com personalidade jurídica de direito público. (E) II e III.
(B) decreto pelo Ministério ou Secretaria ao qual estejam
vinculadas e podem ter personalidade jurídica de direito 12. (EBSERH - Advogado (HUJB – UFCG) – INSTITUTO
privado ou de direito público. AOCP/2017) A administração pública poderá distribuir suas
(C) decreto quando tiverem personalidade jurídica de competências administrativas a pessoas jurídicas autônomas,
direito privado; e lei quando tiverem personalidade jurídica de para fins de garantir o cumprimento de suas obrigações
direito público. constitucionais. A tal ato dá-se o nome de
(D) lei e sua personalidade jurídica pode ser definida via (A) Imposição.
decreto. (B) Delegação.
(E) lei e podem atuar no mercado financeiro, uma vez que (C) Desconcentração.
podem ter personalidade jurídica de direito privado. (D) Outorga.
(E) Descentralização.
09. (SEGEP-MA - Auditor Fiscal da Receita Estadual -
Administração Tributária – FCC/2016) São exemplos de 13. (SEDF - Conhecimentos Básicos - Cargos 1, 3 a 26 –
empresa pública e sociedade de economia mista, CESPE/2017) A respeito dos princípios da administração
respectivamente: pública e da organização administrativa, julgue o item a seguir.
(A) Banco do Brasil S.A. e Caixa Econômica Federal. Uma autarquia é entidade administrativa personalizada
(B) Agência Nacional de Energia Elétrica e Empresa distinta do ente federado que a criou e se sujeita a regime
Brasileira de Correios e Telégrafos. jurídico de direito público no que diz respeito a sua criação e
(C) Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e Caixa extinção, bem como aos seus poderes, prerrogativas e
Econômica Federal. restrições.
(D) Companhia Nacional de Abastecimento e Banco do ( ) Certo
Brasil S.A. ( ) Errado
(E) Banco do Brasil S.A. e Companhia Nacional de
Abastecimento.

Noções Básicas de Administração Pública 16


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

14. (SEDF - Conhecimentos Básicos - Cargos 1, 3 a 26 – A respeito da situação hipotética apresentada e de


CESPE/2017) A respeito dos princípios da administração aspectos legais e doutrinários a ela relacionados, julgue o item
pública e da organização administrativa, julgue o item a seguir. a seguir.
Embora sejam entidades dotadas de personalidade A criação de um órgão denominado setor de aquisições na
jurídica de direito privado, as empresas públicas, como regra citada prefeitura constitui exemplo de desconcentração.
geral, estão obrigadas a licitar antes de celebrar contratos ( ) Certo
destinados à prestação de serviços por terceiros. ( ) Errado
( ) Certo
( ) Errado Respostas

15. (SEDF - Conhecimentos Básicos - Cargos 1, 3 a 26 – 01. C. / 02. C. / 03. C. / 04. D.


CESPE/2017) João, servidor público ocupante do cargo de 05. E. / 06. B. / 07. A. / 08. A. / 09. D.
motorista de determinada autarquia do DF, estava conduzindo 10. D / 11. C / 12. E / 13. Certo / 14. Certo
o veículo oficial durante o expediente quando avistou sua 15. Certo / 16. Errado / 17. Errado / 18. Certo
esposa no carro de um homem. Imediatamente, João
dolosamente acelerou em direção ao veículo do homem,
provocando uma batida e, por consequência, dano aos 4. Agentes públicos: espécies e
veículos. O homem, então, ingressou com ação judicial contra
a autarquia requerendo a reparação dos danos materiais
classificação, poderes, deveres e
sofridos. A autarquia instaurou procedimento administrativo prerrogativas do cargo, emprego
disciplinar contra João para apurar suposta violação de dever e função públicos.
funcional.

No que se refere à situação hipotética apresentada, julgue


AGENTES PÚBLICOS
o item a seguir.
João é servidor de entidade integrante da administração
Agente é expressão que engloba todas as pessoas lotadas
indireta.
na Administração. Agente público é denominação genérica que
( ) Certo
designa aqueles que servem ao Poder Público. Esses
( ) Errado
servidores subdividem-se em:
1. Agentes políticos;
16. (SEDF - Conhecimentos Básicos - Cargos 1, 3 a 26 –
2. Servidores públicos;
CESPE/2017) Em relação aos princípios da administração
3. Particulares em colaboração com o estado.
pública e à organização administrativa, julgue o item que se
segue.
Os servidores públicos, por sua vez, são classificados em:
Por terem personalidade jurídica de direito privado, as
1. Funcionário público; titularizam cargo e, portanto, estão
sociedades de economia mista não se subordinam
submetidos ao regime estatutário.
hierarquicamente ao ente político que as criou. Exatamente
2. Empregado público; titularizam emprego, sujeitos ao
por isso elas não sofrem controle pelos tribunais de contas.
regime celetista. Ambos exigem concurso.
( ) Certo
3. Contratados em caráter temporário; para determinado
( ) Errado
tempo, dispensa concurso público e cabe nas hipóteses de
excepcional interesse (art. 37, IX, da CF/88).
17. (SEDF - Conhecimentos Básicos - Cargos 36 e 37 –
CESPE/2017) Em relação aos princípios da administração
Agentes políticos: definidos por Celso Antônio Bandeira
pública e à organização administrativa, julgue o item que se
de Melo, são os titulares dos cargos estruturais à organização
segue.
política do País, Presidente da República, Governadores,
Quando a União cria uma nova secretaria vinculada a um
Prefeitos e respectivos vices, os auxiliares imediatos dos
de seus ministérios para repassar a ela algumas de suas
chefes de Executivo, isto é, Ministros e Secretários das diversas
atribuições, o ente federal descentraliza uma atividade
pastas, bem como os Senadores, Deputados Federais e
administrativa a um ente personalizado.
Estaduais e os Vereadores.
( ) Certo
( ) Errado
Particulares em colaboração: são agentes públicos, mas
não integram a Administração e não perdem a característica
18. (SEDF - Analista de Gestão Educacional - Direito e
de particulares. Ex.: jurados, recrutados para o serviço militar,
Legislação – CESPE/2017) O prefeito de determinado
mesário de eleição.
município utilizou recursos do Fundo de Manutenção e
Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos
Agentes de Fato: para que os atos que são praticados pelo
Profissionais da Educação (FUNDEB) para pagamento de
agente de fato sejam considerados válidos se faz mister sua
professores e para a compra de medicamentos e insumos
investidura no cargo. A validade dos atos decorre de exame
hospitalares destinados à assistência médico-odontológica das
caso a caso, visando assegurar a segurança jurídica e da boa-fé
crianças em idade escolar do município.
da população. Caso os atos praticados por agente público não
Mauro, chefe do setor de aquisições da prefeitura,
sejam de sua competência, os atos serão nulos.
propositalmente permitia que o estoque de medicamentos e
insumos hospitalares chegasse a zero para justificar situação
Agentes militares: são uma categoria à parte entre os
emergencial e dispensar indevidamente a licitação, adquirindo
agentes políticos, na medida em que as instituições militares
os produtos, a preços superfaturados, da empresa Y,
são organizadas com base na hierarquia e na disciplina.
pertencente a sua sobrinha, que desconhecia o esquema
fraudulento.
Assim, os militares abrangem as pessoas físicas que
prestam serviços às Forças Armadas - Marinha, Exército e
Aeronáutica (art. 142, caput, e § 3º, da Constituição) - e às
Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares dos

Noções Básicas de Administração Pública 17


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Estados, Distrito Federal e dos Territórios (art. 42), com servidores públicos ainda não foi regulamentado por lei
vínculo estatutário sujeito a regime jurídico próprio, mediante específica. Com isso, o STF possibilitou que seja aplicada a lei
remuneração paga pelos cofres públicos. de greve da iniciativa privada (Lei nº 7.783/89) no setor
público.
Particulares em colaboração: São agentes públicos, mas
não integram a Administração e não perdem a característica A respeito da tão sonhada estabilidade no cargo público,
de particulares. São também conhecidos como agentes prevê a Constituição que esta virá após 3 anos no cargo efetivo
honoríficos, exercendo função pública. com a correspondente aprovação na avaliação e desempenho
por comissão instituída para essa finalidade. Contudo, pode
Essa categoria, de acordo com Celso Antônio Bandeira de ser que o servidor, mesmo estável, venha perder seu cargo nas
Mello é composta por: seguintes hipóteses: sentença judicial transitada em julgado,
processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla
a) requisitados de serviço: como mesários e convocados defesa, procedimento de avaliação periódica de desempenho,
para o serviço militar (conscritos); na forma da lei complementar, assegurada ampla defesa e em
b) gestores de negócios públicos: são particulares que razão de excesso de despesa. Caso a demissão do servidor seja
assumem espontaneamente uma tarefa pública, em situações invalidada por sentença judicial, ele será reintegrado ao cargo
emergenciais, quando o Estado não está presente para de origem (art. 41 e parágrafos da CF/88).
proteger o interesse público. Exemplo: socorrista de Quanto à acumulação de cargos públicos, a Constituição
parturiente; prevê que, em regra, não será permitida. Entretanto, poderão
c) contratados por locação civil de serviços: é o caso, por ser cumulados desde que haja compatibilidade de horário, dois
exemplo, de jurista famoso contratado para emitir um parecer; cargos de professor, um cargo de professor com outro de
d) concessionários e permissionários: exercem função técnico ou científico, dois cargos ou empregos privativos de
pública por delegação estatal; profissionais da saúde, com profissões regulamentas ou cargo
e) delegados de função ou ofício público: é o caso dos de provimento efetivo com cargo de vereador (art. 37, XVI,
titulares de cartórios. CF/88). Esta proibição estende-se a empregos e funções e
abrange as autarquias, fundações, empresas públicas,
Agentes públicos: são classificados da seguinte forma: sociedade de economia mista, suas subsidiárias, e sociedades
- Agentes políticos: pessoas físicas que exercem controladas, direta ou indiretamente, pelo Poder Público (art.
determinada função (legislativa, executiva ou administrativa) 37, XVII, CF/88).
descrita na Constituição Federal. São exemplos: deputado Há outra vedação para os servidores públicos e também
federal, senador, governador de estado, procurador do para o militar (art. 42, CF/88) no tocante à percepção
trabalho, entre outros. simultânea de proventos de aposentadoria com a
- Agentes administrativos: são servidores sujeitos a uma remuneração de cargo, emprego ou função pública,
relação hierárquica com os agentes políticos, isto é, são os ressalvados, outrossim, os cargos acumuláveis, os cargos
servidores públicos propriamente ditos, os empregados eletivos e os cargos declarados em lei de livre nomeação e
públicos (e os servidores temporários exoneração (art. 37, XVI, CF/88).
- Agentes honoríficos: pessoas que desempenham
atividade administrativa em razão de sua honorabilidade CARGO, EMPREGO E FUNÇÃO PÚBLICA
(honra). Ex: mesário da eleição ou jurado convocado para júri
- Agentes delegados: pessoas que recebem a incumbência O vocábulo, cargo, emprego e função pública está inserido
de executarem, por sua conta e risco, um serviço público ou em vários dispositivos da Constituição Federal. Para que sejam
uma atividade de interesse público compreendidos os diferentes significados é preciso ter em
- Agentes credenciados: pessoas que representam a mente que a Administração Pública possui competências
Administração Pública em um determinado evento ou definidas em lei e distribuídas em alguns níveis diversos:
atividade. pessoas jurídicas (União, Estados e Municípios), órgãos
(Ministérios, Secretarias e suas subdivisões) e servidores
Servidores públicos segundo a Constituição Federal de públicos, que ocupam cargos ou empregos, ou ainda que
1988: aspectos gerais exerçam função pública.

Para ingressar num cargo ou emprego público, é Cargo público: é aquele ocupado por servidor público;
necessário ser aprovado em concurso público de provas ou
provas e títulos, conforme disciplina o art. 37, II da CF/88. OBS: Função pública: é a atividade em si mesma, são as tarefas
não é necessário concurso para o ingresso a cargos em desenvolvidas pelos servidores. São espécies:
comissão (correspondem às atribuições de direção, chefia e a) Funções de confiança,
assessoramento – art. 37, V, CF; diferentemente, as funções de b) Funções exercidas por contratados por tempo
confiança são exercidas exclusivamente por servidores determinado.
ocupantes de cargo efetivo) declarados em lei de livre
nomeação e exoneração. Ademais, o certame poderá ter Emprego Público: é aquele ocupado por empregado
duração de até 2 anos, prorrogáveis, uma vez, por igual público que pode atuar em entidade privada ou pública da
período (art. 37, III, CF/88). Ainda sobre concurso público, diz Administração indireta.
a Constituição que “durante o prazo improrrogável previsto no
edital de convocação, aquele aprovado em concurso público de Acumulação de Cargos, Empregos e Funções Públicas:
provas ou de provas e títulos será convocado com prioridade As hipóteses de acumulação constitucionalmente
sobre os novos concursados para assumir cargo ou emprego autorizadas são:
na carreira” (art. 37, IV, CF/88). a) a de dois cargos de professor (art. 37, XVI, a);
Além disso, vale lembrar que os cargos, empregos e b) a de um cargo de professor com outro técnico ou
funções públicas estendem-se não só a brasileiros, mas científico (art. 37, XVI, b);
também aos estrangeiros, na forma da lei (art. 37, I, CF/88). c) a de dois cargos ou empregos privativos de profissionais
É importante salientar que apesar de prevista na de saúde, com profissões regulamentadas (art. 37, XVI, c);
Constituição (art. 37, VI e VII, CF/88) o direito de greve dos

Noções Básicas de Administração Pública 18


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

d) a de um cargo de vereador com outro cargo, emprego ou Formas de Provimento:


função pública (art. 38, III); a) nomeação;
e) a de um cargo de magistrado com outro no magistério b) promoção;
(art. 95, parágrafo único, I); c) readaptação;
f) a de um cargo de membro do Ministério Público com d) reversão;
outro no magistério (art. 128, § 5º, II, d). e) aproveitamento;
f) reintegração;
Servidores Públicos e Empregados Públicos: g) recondução.
O servidor público é o agente público que está investido em
cargo público, que é um conjunto de atribuições e a. Nomeação: é a forma de provimento originário, de
responsabilidades conferidas pela lei. O Empregado Público é modo que não depende de prévia relação jurídica com o
o agente público que tem vínculo contratual, ou seja, sua servidor do Estado, irá depender de habilitação em concurso
relação com a Administração Pública decorre de contrato de público de provas ou de provas e títulos, desde que obedecidos
trabalho. Possui então, vínculo de natureza contratual celetista a ordem que foi classificado e a validade do concurso.
(CLT). Assim, o Empregado Público é regido pela CLT e o
Servidor Público é regido por lei específica, no caso do b. Promoção: é a forma de provimento derivado, que só
servidor público federal, será regido pela Lei 8.112/90. vai favorecer aqueles servidores públicos que ocupem cargos
públicos em caráter efetivo. Para tanto, é necessário ser
Contratados em caráter temporário são servidores aprovado em concurso público e obedecer os demais
contratados por um período certo e determinado, por força de requisitos próprios de seu cargo.
uma situação de excepcional interesse público. Não são
nomeados em caráter efetivo, que tem como qualidade a c. Readaptação: trata-se de provimento derivado, que
definitividade – art. 37, inc. IX, da Constituição Federal. consiste na investidura do servidor em cargo de atribuições e
responsabilidades, que sejam compatíveis com a limitação que
Provimento: é o preenchimento do cargo público, com a tenha sofrido, tanto na sua capacidade física, quanto mental,
designação de seu titular. Pode ser: verificada em inspeção médica.
a) originário ou inicial Ex: motorista da ambulância da prefeitura, que após
b) derivado acidente, fica com debilidade nos movimentos da perna e é
readaptado para a função de auxiliar em outro setor.
Investidura é um ato complexo, exigindo, segundo Hely Caso o readaptando não consiga realizar seu serviço, em
Lopes Meirelles, a manifestação de vontade de mais de um virtude da limitação, ainda que colocado em outra função, ele
órgão administrativo – a nomeação é feita pelo Chefe do será considerado incapaz, e dessa maneira, aposentado.
Executivo; a posse e o exercício são dados pelo Chefe da
Repartição. d. Reversão: é uma espécie de provimento derivado
decorrente do retorno à atividade de servidor aposentado por
O art. 37, inc. I, da Constituição Federal dispõe que os invalidez, quando junta médica oficial declarar insubsistentes
brasileiros e estrangeiros que preencham os requisitos os motivos da aposentadoria; ou no interesse da
estabelecidos em lei terão acesso aos cargos, aos empregos e Administração, desde que: 6
às funções públicas. a) tenha solicitado a reversão;
O art. 37, inc. II, da Constituição Federal estabelece que b) a aposentadoria tenha sido voluntária;
para a investidura em cargo ou emprego público é necessário c) estável quando na atividade;
a aprovação prévia em concurso público de provas ou de d) a aposentadoria tenha ocorrido nos cinco anos
provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade anteriores à solicitação;
do cargo ou emprego. e) haja cargo vago
A exigência de concurso é válida apenas para os cargos de
provimento efetivo – aqueles preenchidos em caráter e. Aproveitamento: é o retorno do servidor que se
permanente. encontra em disponibilidade, sendo que seu regresso é
Os cargos preenchidos em caráter temporário não obrigatório em cargo de atribuições e vencimentos, que seja
precisam ser precedidos de concurso, pois a situação compatível com os ocupados anteriormente.
excepcional e de temporariedade, que fundamenta sua Caso o servidor não entre em exercício no prazo legal, será
necessidade, é incompatível com a criação de um concurso tornado sem efeito o aproveitamento e cassada a sua
público. disponibilidade, exceto se a junta médica oficial comprovar
Para os cargos em comissão também não se exige concurso doença.
público (art.37, inc. V), desde que as atribuições não sejam de
direção, chefia e assessoramento. Esses devem ser f. Reintegração: trata-se da reinvestidura do servidor
preenchidos nas condições e nos percentuais mínimos estável no cargo anteriormente ocupado, ou ainda em cargo de
previstos em lei. sua transformação, se a sua demissão for invalidada por
Para as funções de confiança não se impõe o concurso decisão judicial ou administrativa, permitindo o ressarcimento
público, no entanto a mesma norma acima mencionada de todas as suas vantagens.
estabelece que tal função será exercida exclusivamente por
servidores ocupantes de cargo efetivo. Caso o cargo venha a ser extinto, o servidor deve ficar em
Durante o prazo do concurso, o aprovado não tem direito disponibilidade, podendo ser aproveitado em outro cargo,
adquirido à contratação. Há apenas uma expectativa de direito desde que respeitadas as regras sobre aproveitamento.
em relação a esta. Se o seu cargo estiver provido, o eventual ocupante será
O art. 37, inc. IV, apenas assegura ao aprovado o direito reconduzido ao cargo de origem, sem direito à indenização, ou
adquirido de não ser preterido por novos concursados. aproveitado em outro cargo, ou ainda, posto em
disponibilidade.

6 Mazza, Alexandre. Manual de Direito Administrativo, 4ª edição, 2014.

Noções Básicas de Administração Pública 19


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

g. Recondução: é o retorno do servidor estável ao cargo Vacância


anteriormente ocupado, que decorrerá de inabilitação em A vacância ocorrerá quando o cargo público se torna vago.
estágio probatório referente a outro cargo ou reintegração do A vacância pode decorrer de exoneração, demissão,
anterior ocupante. promoção, readaptação, aposentadoria, posse em outro cargo
Se estiver provido o cargo de origem, o servidor será inacumulável, falecimento ou recondução. Outras formas de
aproveitado em outro. Contudo, se o cargo for extinto durante vacância é a exoneração, demissão, aposentadoria e
o estágio probatório do servidor inexiste direito à recondução. falecimento. Vamos ver cada uma destas últimas.
a- exoneração ocorre quando o servidor deixa o cargo
Estabilidade e Estágio Probatório: público, pode ocorrer a pedido ou de ofício. Há rompimento de
vínculo funcional com o serviço público.
Atualmente o prazo mencionado de 3 anos (36 meses) de Atenção! ao contrário da demissão a exoneração não
efetivo exercício para o servidor público (de forma geral), possui caráter punitivo.
adquirir estabilidade é o que está previsto na Constituição
Federal, que foi alterado após a Emenda nº 19/98. Embora, a b- demissão é o desligamento forçado do servidor de cargo
Lei nº 8.112/90, no artigo 20 cite o prazo de 24 meses para que efetivo. Como já mencionado é uma penalidade disciplinar.
o servidor adquira estabilidade devemos considerar que o c- aposentadoria desde que cumpridos os requisitos
correto é o texto inserido na Constituição Federal. Como não constitucionais, o servidor será aposentado e no lugar da
houve uma revogação expressa de tais normas elas remuneração passa a receber subsídio.
permanecem nos textos legais, mesmo que na prática não são d- falecimento: com o falecimento do servidor, o cargo
aplicadas, pois ferem a CF (existe uma revogação tácita dessas passa a estar vago de pleno direito, isto é, a partir da
normas). Com isso, lá vai uma dica: tendo em vista que todos ocorrência do evento, independentemente de qualquer
os dispositivos mencionados estão em vigor, não foram manifestação formal da Administração, que deve apenas
revogados expressamente pela Emenda nº 19/98, se a prova declarar tal situação.
perguntar “de acordo com a lei 8112/90, assinale o prazo de
24 meses. Se for outro o enunciado, fique com 36 meses. DIREITOS, PODERES, DEVERES E PRERROGATIVAS
Particularmente, creio que esta questão sequer será pedida,
pois uma questão assim é pedir pra ser anulada, já que hoje o 1- Direitos.
entendimento jurisprudencial vem se estabilizando no sentido Segundo a lei nº 8.112/90 são direitos e vantagens do
de que, qualquer que seja o caso, o prazo de estabilidade é servidor público:
comum de 3 anos, conforme o art. 41, caput, CF. A justificativa? - Vencimento;
Eis um prazo previsto na Constituição Federal, nossa Lei - Indenizações;
Maior. - Gratificações;
- Diárias;
Vitaliciedade: Cargos vitalícios são aqueles que oferecem - Adicionais;
a maior garantia de permanência a seus ocupantes. Somente - Férias;
através de processo judicial, como regra, podem os titulares - Licenças;
perder seus cargos (art. 95, I, CF). Desse modo, torna-se - Concessões;
inviável a extinção do vínculo por exclusivo processo - Direito de petição.
administrativo (salvo no período inicial de dois anos até a
aquisição da prerrogativa). A vitaliciedade configura-se como Vamos analisar cada um desses direitos.
verdadeira prerrogativa para os titulares dos cargos dessa
natureza e se justifica pela circunstância de que é necessária a- vencimento: a retribuição pecuniária pelo exercício de
para tornar independente a atuação desses agentes, sem que cargo público, com valor fixado em lei. Já a remuneração é
sejam sujeitos a pressões eventuais impostas por composta pelo vencimento básico do servidor público,
determinados grupos de pessoas.7 acrescido de todas as vantagens pecuniárias permanentes do
Existem três cargos públicos vitalícios no Brasil: cargo.9
- Magistrados (Art. 95, I, CF);
- Membros do Ministério Público (Art. 128, § 5º, I, “a”, CF); É assegurada a isonomia de vencimentos para cargos de
- Membros dos Tribunais de Contas (Art. 73, §3º). atribuições iguais ou assemelhadas do mesmo Poder, ou entre
Por se tratar de prerrogativa de sede constitucional, em servidores dos três Poderes, ressalvadas as vantagens de
função da qual cabe ao Constituinte aferir a natureza do cargo caráter individual e as relativas à natureza ou ao local de
e da função para atribuí-la, não podem Constituições Estaduais trabalho.
e Leis Orgânicas municipais, nem mesmo lei de qualquer
esfera, criar outros cargos com a garantia da vitaliciedade. A remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos e
Consequentemente, apenas Emenda à Constituição Federal funções públicas federais, assim como os proventos de
poderá fazê-lo.8 aposentadoria e pensões pagos pela União, suas autarquias ou
fundações públicas, incluídas as vantagens pessoais ou de
Vencimento e Remuneração qualquer outra natureza, não poderão exceder o subsídio
mensal, em espécie, dos Ministros do Supremo Tribunal
Vencimento: é a retribuição pecuniária pelo exercício de Federal (STF), atualmente está em R$ 54.358,43.10
cargo público, com valor fixado em lei.
O servidor perderá a remuneração do dia em que faltar ao
Remuneração: é o vencimento do cargo efetivo, acrescido serviço, sem motivo justificado, bem como a parcela de
das vantagens pecuniárias permanentes estabelecidas em lei. remuneração diária, proporcional aos atrasos e saídas
antecipadas, ressalvadas as concessões previstas em lei.

7 Idem 10http://www.stf.jus.br/portal/remuneracao/listarRemuneracao.asp?periodo=
8 Ibidem 012016&ano=2016&mes=01&folha=1, acesso em maio/2017.
9 Matheus de Carvalho. Manual de Direito Administrativo. Juspodivm.

Noções Básicas de Administração Pública 20


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

b- Vantagens: as vantagens abrange as gratificações, - por motivo de afastamento do cônjuge ou companheiro;


indenizações e adicionais. São parcelas pecuniárias pagas - para o serviço militar;
juntamente com o vencimento do servidor. - para atividade política;
- para capacitação;
Muita atenção com as observações a seguir: - para tratar de interesses particulares;
- para desempenho de mandato classista.
As indenizações não se incorporam ao vencimento ou
provento para qualquer efeito. Já as gratificações e os Direito de Petição: é assegurado ao servidor o direito de
adicionais incorporam-se ao vencimento ou provento, nos requerer aos Poderes Públicos, em defesa de direito ou
casos e condições indicados em lei. interesse legítimo. Esse requerimento será dirigido à
As vantagens pecuniárias não serão computadas, nem autoridade competente para decidi-lo e encaminhado por
acumuladas, para efeito de concessão de quaisquer outros intermédio daquela a que estiver imediatamente subordinado
acréscimos pecuniários ulteriores, sob o mesmo título ou o requerente. O requerimento deve ser despachado no prazo
idêntico fundamento. de cinco dias e decidido dentro de 30 dias.

Constituem indenizações: O direito de requerer prescreve:


- ajuda de custa; - em cinco anos, quanto aos atos de demissão e de cassação
- diárias; de aposentadoria ou disponibilidade, ou aos que afetem
- transporte; e interesse patrimonial e créditos resultantes das relações de
- auxílio-moradia. trabalho;
- em 120 dias, nos demais casos, salvo quando outro prazo
Ajuda de custo serva para compensar as despesas do for fixado em lei.
servidor com instalação, mudança de domicílio. Ela é
concedida quando o servidor precisar mudar de domicílio, em 2- Deveres do Servidor Público
razão do interesse público. A ajuda de custo durará 3 meses. Os regimes jurídicos estabelecem alguns deveres aos
Se o servidor venha a falecer na nova sede, será assegurada servidores públicos, podendo citar como exemplo, o bom
à família ajuda de custo e transporte para a localidade de funcionamento das atividades. Os deveres funcionais são de
origem, dentro do prazo de um ano do óbito. duas espécies, de forma que podemos citar os deveres gerais,
O servidor ficará obrigado a restituir a ajuda de custo que devem ser cumpridos por todos os servidores e os
quando, injustificadamente, não se apresentar na nova sede no especiais, que obrigam determinadas classes de servidores,
prazo de 30 dias. em razão de determinadas funções.

Diária será paga em caráter eventual ou transitório Os deveres administrativos do setor público e do setor
quando o servidor se afastar da sede do serviço. Custeará as privado são distintos, enquanto o primeiro é um compromisso
despesas com passagens e diárias destinadas a despesa com a coletividade, o privado não passa de uma mera
extraordinária. faculdade.

Transporte conceder-se-para o servidor que realizar Os deveres mais citados pela doutrina são:
despesas com a utilização de meio próprio de locomoção para
a execução de serviços externos, por força das atribuições a. Dever de Probidade: uma das mais importantes condutas
próprias do cargo, conforme se dispuser em regulamento. a ser praticada pelo administrador diz respeito a probidade.
Com efeito, além de estar consolidada na Lei, a conduta dos
O auxílio-moradia é o ressarcimento das despesas agentes públicos deve ser honesta, respeitando a noção de
realizadas pelo servidor com aluguel de moradia ou hotel, no moral administrativa e em seio social.
prazo de um mês após a comprovação da despesa. O auxílio- Tem força de status constitucional, conforme se vê no § 4º,
moradia não será concedido por prazo superior a oito anos art. 37 da Carta Magna, verbis:
dentro de cada período de doze anos.
Os atos de improbidade importarão a suspensão dos
Gratificações: direitos políticos, a perda da função pública, a
Além da remuneração e das indenizações, serão deferidos indisponibilidade dos bens e o ressarcimento ao erário, na
aos servidores as seguintes retribuições, gratificações e forma e gradação previstas em lei, sem prejuízo da ação penal
adicionais: cabível.
- retribuição de função de direção, chefia e
assessoramento; b. Dever de Eficiência: a atividade administrativa deve ser
- gratificação natalina; cada vez mais célere, não devendo se falar apenas em aumento
- adicional de atividades insalubres, perigosas ou penosas; quantitativo, mas também no aspecto qualitativo que é
- adicional de serviço extraordinário; desempenhado pelo profissional público. Quanto mais
- adicional noturno; eficiente for a atividade desenvolvida mais benéfico será para
- adicional de férias; e a coletividade.
- gratificação por encargo de curso ou concurso.
c. Dever de prestar contas: para que se torne público o que
O servidor fará jus a trinta dias de férias anuais, que podem vem sendo desenvolvido pela Administração Púbica, o
ser acumuladas, até o máximo de dois períodos, no caso de administrador tem o dever de prestar contas de suas tarefas
necessidade do serviço, ressalvadas as hipóteses previstas em desenvolvidas para toda a coletividade.
legislação específica. As férias são consideradas como tempo A prestação de contas deve ser feita em todas as esferas,
de efetivo exercício para todos os efeitos. tanto as privadas quanto as públicas. Não há como não pensar
em “mexer, controlar dinheiro alheio” e não demonstrar como
Licenças está sendo prestado esse serviço.
O servidor terá direito às seguintes licenças:
- por motivo de doença em pessoa da família;

Noções Básicas de Administração Pública 21


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

d. Poder-dever de agir: Segundo Hely Lopes Meirelles: A reprovação de Eduardo no estágio probatório, de acordo
“Se para o particular o poder de agir é uma faculdade, para com a lei, é hipótese de exoneração do cargo, e não de
o administrador público é uma obrigação de atuar, desde que demissão, como ocorreu na situação narrada.
se apresente o ensejo de exercitá-lo em benefício da ( ) Certo
comunidade. É que o Direito Público ajunta ao poder do ( ) Errado
administrador o dever de administrar”.
02. (IFF - Assistente de Administração – FCM/2016)
Conclui-se, portanto que o administrador não terá margem Ronaldo, servidor público federal, retira da repartição um
de escolhas sobre o dever de agir, caso se demonstre em documento pertencente ao patrimônio público a fim de
silêncio com os fatos ocorridos, será considerado agente realizar uma diligência inerente às suas atribuições
omisso e a obtenção do ato se dará por via judicial, por regra, profissionais. Diante dessa situação, a conduta de Ronaldo é
utiliza-se o mandado de segurança, caso ferir direito líquido e (A) permitida, desde que o servidor esteja legalmente
certo do interessado. autorizado.
(B) permitida, desde que o documento não seja sigiloso ou
Veja o que dispõe o art. 116 da Lei 8.112/90 que dispõe de relevante interesse público.
sobre o assunto: (C) vedada, uma vez que somente a autoridade superior da
repartição possui essa prerrogativa.
Art. 116. São deveres do servidor: (D) permitida, desde que essa seja uma prática
I - exercer com zelo e dedicação as atribuições do cargo; corriqueiramente executada pelos seus colegas de repartição.
II - ser leal às instituições a que servir; (E) vedada, uma vez que é proibido por lei, em caráter
III - observar as normas legais e regulamentares; absoluto, retirar da repartição pública qualquer documento,
IV - cumprir as ordens superiores, exceto quando livro ou bem pertencente ao patrimônio público.
manifestamente ilegais;
V - atender com presteza: 03. (IFF - Assistente de Administração – FCM/2016) A
a) ao público em geral, prestando as informações vacância de um cargo público NÃO decorrerá de
requeridas, ressalvadas as protegidas por sigilo; (A) reversão.
b) à expedição de certidões requeridas para defesa de direito (B) falecimento.
ou esclarecimento de situações de interesse pessoal; (C) exoneração.
c) às requisições para a defesa da Fazenda Pública. (D) readaptação.
VI - levar as irregularidades de que tiver ciência em razão do (E) aposentadoria.
cargo ao conhecimento da autoridade superior ou, quando
houver suspeita de envolvimento desta, ao conhecimento de 04. (ANVISA - Técnico Administrativo – CESPE/2016)
outra autoridade competente para apuração; José, servidor público estável de órgão do Poder Executivo
VII - zelar pela economia do material e a conservação do federal, durante o período de doze meses, faltou
patrimônio público; intencionalmente ao serviço por cinquenta dias consecutivos,
VIII - guardar sigilo sobre assunto da repartição; sem causa justificada. A administração pública, mediante
IX - manter conduta compatível com a moralidade procedimento disciplinar sumário, enquadrou a conduta de
administrativa; José como abandono de cargo.
X - ser assíduo e pontual ao serviço;
XI - tratar com urbanidade as pessoas; A respeito dessa situação hipotética, julgue o item que se
XII - representar contra ilegalidade, omissão ou abuso de segue.
poder. José somente poderia ser demitido por abandono de cargo
Parágrafo único. A representação de que trata o inciso XII caso tivesse se ausentado por mais de sessenta dias
será encaminhada pela via hierárquica e apreciada pela consecutivos.
autoridade superior àquela contra a qual é formulada, ( ) Certo
assegurando-se ao representando ampla defesa. ( ) Errado

3- Poderes: é um poder-dever de eficiência, de probidade 05. (ANVISA - Técnico Administrativo – CESPE/2016) O


e o de prestar contas etc. teto de um imóvel pertencente à União desabou em
decorrência de fortes chuvas, as quais levaram o poder público
4- Prerrogativas: são os direitos e vantagens dos a decretar estado de calamidade na região. Maria, servidora
servidores públicos, quais sejam: vencimento, indenizações, pública responsável por conduzir o processo licitatório para a
gratificações, diárias, adicionais, férias, licenças, concessões e contratação dos serviços de reparo pertinentes, diante da
direito de petição. situação de calamidade pública, decidiu contratar mediante
dispensa de licitação. Findo o processo de licitação, foi
Questões escolhida a Empresa Y, que apresentou preços superiores ao
preço de mercado, mas, reservadamente, prometeu, caso fosse
01. (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargo 20 – contratada pela União, realizar, com generoso desconto, uma
CESPE/2016) Eduardo, servidor público em estágio grande reforma no banheiro da residência de Maria. Ao final,
probatório, frequentemente se ausentava de seu local de em razão da urgência, foi firmado contrato verbal entre a
trabalho sem justificativa e, quando voltava, se apresentava União e a Empresa Y e executados tanto os reparos
nitidamente embriagado. Em razão desses fatos, a comissão de contratados quanto a reforma prometida.
ética, tendo apreciado a conduta do servidor, decidiu aplicar a Com referência a essa situação hipotética, julgue o item
ele a penalidade de advertência. Eduardo foi, então, reprovado que se segue.
no estágio probatório e, por isso, foi demitido, sem que a
administração pública tenha observado o contraditório e a A autoridade que tiver ciência da conduta de Maria será
ampla defesa. obrigada a promover a sua apuração imediata, mediante
Considerando essa situação hipotética, julgue o item a sindicância ou processo administrativo disciplinar.
seguir. ( ) Certo
( ) Errado

Noções Básicas de Administração Pública 22


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

06. (ANVISA - Técnico Administrativo – CESPE/2016) 10. (IF Farroupilha – RS - Docente -


João, após aprovação em concurso público, foi nomeado em Administração/Gestão de Pessoas – FCM/2016) A
2015 para integrar o quadro de uma entidade da investidura do servidor, em cargo de atribuições e de
administração indireta dotada de personalidade jurídica de responsabilidades compatíveis com a limitação, que tenha
direito privado. sofrido em sua capacidade física ou mental, verificada em
inspeção médica, é denominada de
Acerca dessa situação hipotética, julgue o item seguinte. (A) reversão.
Com a aprovação no referido concurso, João passará a (B) remoção.
ocupar cargo público efetivo regido pelo regime jurídico único (C) recondução.
dos servidores públicos civis. (D) substituição.
( ) Certo (E) readaptação.
( ) Errado
Respostas
07. (TRT - 20ª REGIÃO (SE) - Técnico Judiciário – 01. Certo. / 02. A. / 03. A. / 04. Errado. / 05. Certo.
Administrativa – FCC/2016) Considere 06. Errado. / 07. C. / 08. Errado. / 09. E. / 10. E.
I. Ministro de Estado.
II. Secretário Estadual.
III. Vereador.
IV. Prefeito 5. Poderes administrativos.
De acordo com a Constituição Federal, serão remunerados,
exclusivamente, por subsídio fixado em parcela única, vedado O Estado necessita de alguns poderes, pois sem eles, a
o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, Administração Pública não conseguiria fazer sobrepor a
prêmio, verba de representação ou outra espécie vontade da lei à individual.
remuneratória, obedecidas as normas constitucionais Dentre os poderes serão analisados o poder normativo,
pertinentes, os cargos indicados em disciplinar, discricionário, vinculado, hierárquico e o poder de
(A) II, III e IV, apenas. polícia.
(B) I, II e III, apenas.
(C) I, II, III e IV. São características dos poderes administrativos:
(D) I, III e IV, apenas. - obrigatoriedade.
(E) I e II, apenas. - irrenunciabilidade;
- limitação legal.
08. (PGE-AM - Procurador do Estado – CESPE/2016)
Um motorista alcoolizado abalroou por trás viatura da polícia ESPÉCIES DE PODERES
militar que estava regularmente estacionada. Do acidente
resultaram lesões em cidadão que estava retido dentro do Poder Vinculado: quando o poder é vinculado, o
compartimento traseiro do veículo. Esse cidadão então ajuizou administrador não tem possibilidade de exercer juízo de valor,
ação de indenização por danos materiais contra o Estado, ou seja, não tem campo de discricionariedade. Ocorre quando
alegando responsabilidade objetiva. O procurador a lei determinada que se atue de determinada forma, não
responsável pela contestação deixou de alegar culpa exclusiva dando escolha para o agente.
de terceiro e não solicitou denunciação da lide. O corregedor Ex: licença para construir. Se um cidadão cumpre com
determinou a apuração da responsabilidade do procurador, todos os requisitos legais, a licença deve ser concedida, assim
por entender que houve negligência na elaboração da defesa, a concessão da licença é ato vinculado, não cabendo ao agente
por acreditar que seria útil à defesa do poder público alegar público não concedê-la.
culpa exclusiva de terceiro na geração do acidente.
Poder Discricionário: contrariamente ao poder
Considerando essa situação hipotética, julgue o próximo vinculado, o poder discricionário é aquele em que o agente
item. público pode exercer juízo de valor, ou seja pode analisar a
O procurador poderá defender-se pessoalmente, conveniência e a oportunidade do ato a ser praticado. Embora
advogando em causa própria, se contra ele for instaurado haja esse grau de liberdade, o poder discricionário também é
processo administrativo disciplinar. Outras categorias de balizado pela lei, porque é a própria lei que confere esse poder
servidores, contudo, necessitariam contratar advogado, ao administrador público.
imprescindível para o exercício da ampla defesa no processo São exemplos de poder discricionário: a nomeação para
administrativo disciplinar. cargo em comissão, uma vez que o administrador irá nomear
( ) Certo aquele que é de sua confiança.
( ) Errado
Poder Hierárquico: a Administração Pública é
09. (IF Farroupilha – RS - Docente - hierarquizada, ou seja, existe um escalonamento de poderes
Administração/Gestão de Pessoas – FCM/2016) NÃO é entre as pessoas e órgãos. É pelo poder hierárquico que, por
dever do servidor público, exemplo, um servidor está obrigado a cumprir ordem
(A) guardar sigilo sobre assunto da repartição. emanada de seu superior. É também esse poder que autoriza a
(B) manter conduta compatível com a moralidade delegação, a avocação, etc.
administrativa.
(C) zelar pela economia do material e pela conservação do O direito positivo define as atribuições dos órgãos
patrimônio público. administrativos, cargos e funções, de forma que haja harmonia
(D) atender com presteza as requisições para a defesa da e unidade de direção.
Fazenda Pública. Percebam que o poder hierárquico vincula superior e
(E) cumprir as ordens superiores independentemente de subordinados dentro do quadro da Administração Pública.
sua legalidade, em virtude do respeito à hierarquia.

Noções Básicas de Administração Pública 23


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Quando a organização administrativa corresponda a interesse ou liberdade, regula a prática de ato ou abstenção de
aumento de despesa será de competência do Presidente da fato, em razão de interesse público concernente à segurança, à
República e quando acarretar aumento de despesa será higiene, à ordem, aos costumes, à disciplina da produção e do
matéria de lei de iniciativa do Presidente da República. mercado, ao exercício de atividades econômicas dependentes de
concessão ou autorização do Poder Público, à tranquilidade
Poder Disciplinar: para que a Administração possa pública ou ao respeito à propriedade e aos direitos individuais
organizar-se é necessário que haja a possibilidade de aplicar ou coletivos.
sanções aos agentes que agem de forma ilegal. A aplicação de Parágrafo único. Considera-se regular o exercício do poder
sanções para o agente que infringiu norma de caráter de polícia quando desempenhado pelo órgão competente nos
funcional é exercício do poder disciplinar. Não se trata aqui de limites da lei aplicável, com observância do processo legal e,
sanções penais e sim de penalidades administrativas como tratando-se de atividade que a lei tenha como discricionária,
advertência, suspensão, demissão, entre outras. sem abuso ou desvio de poder.
Estão sujeitos às penalidades os agente públicos quando
praticarem infração funcional, que é aquela que se relaciona Deveres:
com a atividade desenvolvida pelo agente.
Dever de Agir – O administrador público tem o dever de
Poder Regulamentar ou Poder Normativo: é o poder agir, ele tem por obrigação exercitar esse poder em benefício
que tem os chefes do Poder Executivo de criar regulamentos, da comunidade. Esse poder é irrenunciável.
de dar ordens, de editar decretos. São normas internas da
Administração. Dever de Eficiência – Cabe ao agente público realizar suas
É o poder conferido aos Chefes do Executivo para editar atribuições com presteza, perfeição e rendimento funcional.
decretos e regulamentos com a finalidade de oferecer fiel
execução à lei. Temos como exemplo a disposição Dever de Probidade – A Administração poderá invalidar o
constitucional do art. 84, IV, CF/88. ato administrativo praticado com lesão aos bens e interesses
públicos. A probidade é elemento essencial na conduta do
O poder regulamentar enquadra-se em uma categoria mais agente público necessária à legitimidade do ato
ampla denominada poder normativo, que inclui todas as administrativo.
diversas categorias de atos gerais, tais como: regimentos,
instruções, deliberações, resoluções e portarias. O administrador ao desempenhar suas atividades deve
atuar em consonância com os princípios da moralidade e da
Poder de Polícia: é o poder conferido à Administração honestidade na administração pública. É um tipo de dever
para condicionar, restringir, frenar o exercício de direitos e pautado na ética e moral. Em contrapartida, a improbidade
atividades dos particulares em nome dos interesses da relaciona-se com o enriquecimento ilícito e prejuízo ao erário.
coletividade. Ex: fiscalização.
Dever de Prestar Contas – É dever de todo administrador
público prestar contas em decorrência da gestão de bens e
Quanto aos atributos do poder de polícia, é certo que interesses alheios, nesse caso, de bens e interesses coletivos.
busca-se garantir a sua execução e a prioridade do interesse
público. São eles: discricionariedade, autoexecutoriedade e Poder de polícia municipal
coercibilidade.
Conforme ensina Nelson Nery Costa, o poder de polícia
a- Discricionariedade: A Administração Pública goza de municipal deve ser entendido como o conjunto de
liberdade para estabelecer, de acordo com sua conveniência e intervenções administrativas, restringindo direitos e
oportunidade, quais serão os limites impostos ao exercício dos liberdades dos munícipes, em favor dos interesses da
direitos individuais e as sanções aplicáveis nesses casos. coletividade. Tal poder não se presta para suprimir a cidadania
Também confere a liberdade de fixar as condições para o local, mas reduzir os interesses individuais em prol da
exercício de determinado direito. coletividade.
No entanto, a partir do momento em que são fixados esses
limites com suas posteriores sanções, a Administração será O poder de polícia compete, privativamente, ao Município,
obrigada a cumpri-las, ficando dessa maneira com seus atos quando dispõe das matérias previstas nos incisos do art. 30 da
vinculados. Constituição Federal, em relação aos assuntos de interesse
Por exemplo: fixar o limite de velocidade para transitar nas local, organiza e presta os serviços locais, incluído o de
vias públicas. transporte coletivo, promove o adequado ordenamento
b- Autoexecutoriedade: Não é necessário que o Poder territorial, além de outras matérias que lhes são pertinentes,
Judiciário intervenha na atuação da Administração Pública. No bem como outras fixadas em Constituição Estadual. Já em
entanto, essa liberdade não é absoluta, pois compete ao Poder outras circunstâncias, tal poder compete concorrentemente
Judiciário o controle desse ato. com a União e com o Estado, nas competências previstas nos
Somente será permitida a autoexecutoriedade quando esta incisos do art. 23 do texto constitucional federal, como cuidar
for prevista em lei, além de seu uso para situações da saúde e assistência pública; proteger o meio ambiente e
emergenciais, em que será necessária a atuação da combater a poluição; promover programas de construção de
Administração Pública. moradias; fomentar a produção agropecuária e organizar o
c- Coercibilidade: Limita-se ao princípio da abastecimento alimentar, dentre outra.
proporcionalidade, na medida que for necessária será
permitido o uso da força par cumprimento dos atos. Uso e Abuso De Poder

O art. 78 do Código Tributário Nacional assim conceitua Sempre que a Administração extrapolar os limites dos
poder de polícia: poderes aqui expostos, estará cometendo uma ilegalidade. A
ilegalidade traduz o abuso de poder que, por sua vez, pode ser
Art. 78. Considera-se poder de polícia atividade da punido judicialmente.
administração pública que, limitando ou disciplinando direito,

Noções Básicas de Administração Pública 24


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

O abuso de poder pode gerar prejuízos a terceiros, caso em função jurisdicional penal. É exercida pela polícia civil ou
que a Administração será responsabilizada. Todos os Poderes militar, estadual ou federal.
Públicos estão obrigados a respeitar os princípios e as normas
constitucionais, qualquer lesão ou ameaça, outorga ao lesado O que ambas tem em comum?
a possibilidade do ingresso ao Poder Judiciário.
A responsabilidade do Estado se traduz numa obrigação, Simples: ambas exercem a função administrativa de
atribuída ao Poder Público, de compor os danos patrimoniais proteger o interesse da coletividade, para bem do domínio
causados a terceiros por seus agentes públicos tanto no público.
exercício das suas atribuições quanto agindo nessa qualidade.
Principais setores de atuação da polícia administrativa
Desvio de Poder
Como o poder de polícia é mais abrangente e contempla as
O desvio significa o afastamento, a mudança de direção da atividades do Legislativo e do Executivo, os meios de atuação
que fora anteriormente determinada. Este tipo de ato é da polícia administrativa se dão por:
praticado por autoridade competente, que no momento em
que pratica tal ato, distinto do que é visado pela norma legal - atos normativos em geral: o Estado cria limitações
de agir, acaba insurgindo no desvio de poder. administrativas, ao exercício dos direitos e das atividades
individuais, com a instituição de normas gerais e abstratas
Segundo Cretella Júnior: dirigidas indistintamente às pessoas que estejam em idêntica
situação; disciplinando a aplicação da lei aos casos concretos,
“o fim de todo ato administrativo, discricionário ou não, é pode o Executivo baixar decretos, resoluções, portarias,
o interesse público. O fim do ato administrativo é assegurar a instruções;
ordem da Administração, que restaria anarquizada e
comprometida se o fim fosse privado ou particular “ - Atos administrativos e operações materiais de aplicação
da lei ao caso concreto, que envolvam as medidas preventivas
Não ser refere as situações que estejam eivadas de má-fé, (fiscalização, vistoria, ordem, notificação, autorização,
mas sim quando a intenção do agente encontra-se viciada, licença), com o intuito de adequar o comportamento
podendo existir desvio de poder, sem que exista má-fé. É a individual à lei, e medidas repressivas (dissolução de reunião,
junção da vontade de satisfação pessoal com inadequada interdição de atividade, apreensão de mercadorias
finalidade do ato que poderia ser praticado. deterioradas, internação de pessoa com doença contagiosa),
para que o infrator seja coagido a cumprir a lei.
Essa mudança de finalidade, de acordo com a doutrina,
pode ocorrer nas seguintes modalidades: Excesso de Poder: Ocorre quando o agente excede os
a. quando o agente busca uma finalidade alheia ao limites de sua competência. Como por exemplo quando a
interesse público; autoridade aplica uma demissão ao invés de aplicar uma
b. quando o agente público visa uma finalidade que, no suspensão.
entanto, não é o fim pré-determinado pela lei que enseja
validade ao ato administrativo e, por conseguinte, quando o Condições de validade:
agente busca uma finalidade, seja alheia ao interesse público
ou à categoria deste que o ato se revestiu, por meio de omissão. As condições gerais de validade do ato administrativo, bem
como as condições específicas deste ato, dizem respeito a
CICLO DE POLÍCIA competência, finalidade, forma e objeto, além destes também
acrescentamos a proporcionalidade da sanção e de legalidade
É voltado para a adoção ou unificação das funções dos meios empregados pela Administração. Os meios
judiciário-investigativa com a ostensivo-preventiva, que são utilizados não podem ser ilegais, devendo seus atos serem
realizados por polícia única. legítimos para terem validade, não só isso devem ser tomadas
O importante seria unificar as polícias civis e militares, atitudes humanas e compatíveis com a urgência e necessidade
levando a uma única atividade policial, com garantias na da medida adotada.
própria Constituição Federal.
Questões
No entanto, parte da doutrina cita que polícia é gênero, do
qual polícia civil e polícia militar são espécies, não podendo se 01. (ANVISA - Técnico Administrativo – CESPE/2016) O
unificar o que sempre permaneceu unido pelos mesmos teto de um imóvel pertencente à União desabou em
objetivos, ou seja, ambas existem e foram criadas para cuidar decorrência de fortes chuvas, as quais levaram o poder público
da segurança pública, onde o que precisa ser unificado é tão a decretar estado de calamidade na região. Maria, servidora
somente o comando ou a coordenação entre elas, certamente pública responsável por conduzir o processo licitatório para a
na figura do Secretário de Segurança Pública. contratação dos serviços de reparo pertinentes, diante da
situação de calamidade pública, decidiu contratar mediante
POLÍCIA JUDICIÁRIA E POLÍCIA ADMINISTRATIVA dispensa de licitação. Findo o processo de licitação, foi
escolhida a Empresa Y, que apresentou preços superiores ao
A polícia administrativa incide sobre bens, direitos e preço de mercado, mas, reservadamente, prometeu, caso fosse
atividades, visa o bem estar estar da sociedade. Tem a função contratada pela União, realizar, com generoso desconto, uma
de fiscalização, portanto. Podem ser citadas como exemplo a grande reforma no banheiro da residência de Maria. Ao final,
polícia sanitária, polícia de trânsito, polícia edilícia, entre em razão da urgência, foi firmado contrato verbal entre a
outras. União e a Empresa Y e executados tanto os reparos
contratados quanto a reforma prometida.
A polícia judiciária vai em busca do controle do crime,
portanto atua sobre as pessoas, individual e Com referência a essa situação hipotética, julgue o item
indiscriminadamente, com o fito de preparar a atuação da que se segue.

Noções Básicas de Administração Pública 25


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

Maria agiu com excesso de poder ao escolher a Empresa Y. 05. (FIOCRUZ - Assistente Técnico de Gestão em Saúde
( ) Certo – FIOCRUZ/2016) O poder conferido pela lei ao
( ) Errado administrador para que ele, nos atos discricionários, decida
sobre a oportunidade e conveniência de sua prática, é
02. (TRT - 20ª REGIÃO (SE) - Técnico Judiciário – denominado:
Administrativa – FCC/2016) Considere as seguintes (A) mérito administrativo.
assertivas concernentes ao poder disciplinar: (B) presunção de legitimidade.
I. A Administração pública, ao tomar conhecimento de (C) motivação.
infração praticada por servidor, deve instaurar o (D) auto-executoriedade.
procedimento adequado para sua apuração. (E) tipicidade.
II. A Administração pública pode levar em consideração, na
aplicação da pena, a natureza e a gravidade da infração e os 06. (TRE-SP - Técnico Judiciário – Área Administrativa
danos que dela provierem para o serviço público. – FCC/2017) Os servidores públicos estão sujeitos à
III. No procedimento administrativo destinado a apurar hierarquia no exercício de suas atividades funcionais.
eventual infração praticada por servidor, devem ser Considerando esse aspecto,
assegurados o contraditório e a ampla defesa com os meios e (A) o poder disciplinar a que estão sujeitos é decorrente
recursos a ela inerentes. dessa hierarquia, visto que guarda relação com o vínculo
IV. A falta grave é punível com a pena de suspensão e funcional existente e observa a estrutura organizacional da
caberá à Administração pública enquadrar ou não um caso Administração pública para identificação da autoridade
concreto em tal infração. competente para apuração e punição por infrações
O poder disciplinar, em algumas circunstâncias, é disciplinares.
considerado discricionário. Há discricionariedade APENAS (B) submetem-se ao poder de tutela da Administração, que
nos itens projeta efeitos internos, sobre órgãos e servidores, e externos,
(A) I e IV. atingindo relações jurídicas contratuais travadas com
(B) I e II. terceiros.
(C) I e III. (C) conclui-se que o poder hierárquico é premissa para o
(D) III e IV. poder disciplinar, ou seja, este somente tem lugar onde se
(E) II e IV. identificam relações jurídicas hierarquizadas, funcional ou
contratualmente, neste caso, em relação à prestação de
03. (Prefeitura de Paraty – RJ - Procurador - RHS serviços terceirizados.
Consult/2016) Sobre o poder discricionário, pode-se afirmar: (D) o poder hierárquico autoriza a edição de atos
(A) Possui o mesmo valor que o poder arbitrário, posto que normativos de caráter autônomo, com força de lei, no que se
se iguala à vinculada pela maior liberdade de ação que é refere à disciplina jurídica dos direitos e deveres dos
conferida ao administrador. servidores públicos.
(B) Relaciona-se à prática de atos administrativos com (E) somente o poder hierárquico e o poder disciplinar
liberdade na escolha de sua conveniência, oportunidade e produzem efeitos internos na Administração pública, tendo
conteúdo. em vista que o poder de polícia e o poder regulamentar visam
(C) Não se justifica pela impossibilidade de o legislador à produção de efeitos na esfera jurídica de direito privado, não
catalogar na lei todos os atos que a prática administrativa podendo atingir a atuação de servidores públicos.
exige.
(D) Não se sujeita aos condicionamentos externo e interno, 07. (TRE-SP - Analista Judiciário - Área Judiciária –
ou seja, pelo ordenamento jurídico e pelas exigências do bem FCC/2017) Suponha que o Secretário de Transportes de
comum e da moralidade. determinado Estado tomou conhecimento, por intermédio de
(E) Tem por objetivo ordenar, coordenar, controlar e matéria jornalística, da existência de longas filas para
corrigir as atividades administrativas, no âmbito interno da carregamento dos cartões de utilização dos trens
Administração pública. administrados por uma sociedade de economia mista
vinculada àquela Pasta. Diante dos fatos apurados, decidiu
04. (PC-GO - Agente de Polícia Substituto – avocar, para área técnica da Secretaria, algumas atividades de
CESPE/2016) Com relação aos poderes administrativos e ao gerenciamento e logística desempenhadas por uma das
uso e abuso desses poderes, assinale a opção correta. Diretorias da referida empresa. Fundamentou sua decisão no
(A) O poder de polícia refere-se às relações jurídicas exercício dos poderes hierárquico e disciplinar. Considerando
especiais, decorrentes de vínculos jurídicos específicos a situação narrada,
existentes entre o Estado e o particular. (A) a atuação do Secretário justifica-se do ponto de vista da
(B) O poder disciplinar, mediante o qual a administração hierarquia, porém não sob aspecto disciplinar, eis que não
pública está autorizada a apurar e aplicar penalidades, alcança identificada infração administrativa.
tão somente os servidores que compõem o seu quadro de (B) a decisão baseia-se, legitimamente, apenas no poder
pessoal. disciplinar, que compreende o controle e a supervisão.
(C) A invalidação, por motivos de ilegalidade, de conduta (C) descabe a invocação dos poderes citados, sendo certo
abusiva praticada por administradores públicos ocorre no que a atuação da Secretaria deve se dar nos limites do poder
âmbito judicial, mas não na esfera administrativa. de tutela.
(D) Poder regulamentar é a competência atribuída às (D) a decisão somente será justificável, sob o fundamento
entidades administrativas para a edição de normas técnicas de de poder hierárquico, se constada a existência de desvio de
caráter normativo, executivo e judicante. conduta pelos administradores da empresa.
(E) Insere-se no âmbito do poder hierárquico a (E) a decisão extrapolou a competência disciplinar, que
prerrogativa que os agentes públicos possuem de rever os atos somente pode ser exercida para corrigir desvios na
praticados pelos subordinados para anulá-los, quando estes organização administrativa da entidade.
forem considerados ilegais, ou revogá-los por conveniência e
oportunidade, nos termos da legislação respectiva. 08. (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto –
CESPE/2017) De acordo com a legislação e a doutrina
pertinentes, o poder de polícia administrativa

Noções Básicas de Administração Pública 26


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

(A) pode manifestar-se com a edição de atos normativos Os atos administrativos podem ser praticados pelo Estado
como decretos do chefe do Poder Executivo para a fiel ou por alguém que esteja em nome dele. Logo, pode-se concluir
regulamentação de leis. que os atos administrativos não são definidos pela condição da
(B) é poder de natureza vinculada, uma vez que o pessoa que os realiza. Tais atos são regidos pelo Direito
administrador não pode valorar a oportunidade e Público.
conveniência de sua prática, estabelecer o motivo e escolher
seu conteúdo. Segundo Maria Sylvia Zanella di Pietro (2000, p.175) “todo
(C) pode ser exercido por órgão que também exerça o ato praticado no exercício da função administrativa é ato da
poder de polícia judiciária. administração”. Assim, os atos da Administração são bem
(D) é de natureza preventiva, não se prestando o seu vastos e representam, por conseguinte, todos os atos
exercício, portanto, à esfera repressiva. praticados no exercício da função administrativa, e
(E) é poder administrativo que consiste na possibilidade comumente exteriorizam-se através de:
de a administração aplicar punições a agentes públicos que
cometam infrações funcionais. - Atos de direito privado;
- Atos materiais;
09. (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – - Atos políticos.
CESPE/2017) A respeito dos poderes e deveres da
administração, assinale a opção correta, considerando o Atos Administrativos que não são Atos da
disposto na CF. Administração: São todos os atos administrativos praticados
(A) A lei não pode criar instrumentos de fiscalização das em caráter atípico pelo Poder Legislativo ou pelo Poder
finanças públicas, pois tais instrumentos são taxativamente Judiciário.
listados na CF. Fato Administrativo
(B) A eficiência, um dever administrativo, não guarda Fato administrativo é toda realização material da
relação com a realização de supervisão ministerial dos atos Administração em cumprimento de alguma decisão
praticados por unidades da administração indireta. administrativa, tal como a construção de uma ponte, a
(C) O abuso de poder consiste em conduta ilegítima do instalação de um serviço público etc. […] O fato administrativo
agente público, caracterizada pela atuação fora dos objetivos resulta sempre do ato administrativo que o determina
explícitos ou implícitos estabelecidos pela lei. (MEIRELLES, 2007, p.153).
(D) A capacidade de inovar a ordem jurídica e criar
obrigações caracteriza o poder regulamentar da REQUISITOS
administração. São as condições necessárias para a existência válida do
(E) As consequências da condenação pela prática de ato de ato. Do ponto de vista da doutrina tradicional (e majoritária
improbidade administrativa incluem a perda dos direitos nos concursos públicos), os requisitos dos atos
políticos e a suspensão da função pública. administrativos são cinco:

10. (SEDF - Conhecimentos Básicos - Cargos 1, 3 a 26 – Competência: o ato deve ser praticado por sujeito capaz,
CESPE/2017) No que se refere aos poderes administrativos, trata-se de requisito vinculado. Para que um ato seja válido
aos atos administrativos e ao controle da administração, julgue deve-se verificar se foi praticado por agente competente.
o item seguinte.
Objeto lícito: É o conteúdo ato, o resultado que se visa
A avocação se verifica quando o superior chama para si a receber com sua expedição. Todo e qualquer ato
competência de um órgão ou agente público que lhe seja administrativo tem por objeto a criação, modificação ou
subordinado. Esse movimento, que é excepcional e comprovação de situações jurídicas referentes a pessoas,
temporário, decorre do poder administrativo hierárquico. coisas ou atividades voltadas à ação da Administração Pública.
( ) Certo
( ) Errado Forma: é o requisito vinculado que envolve a maneira de
exteriorização e demais procedimentos prévios que forem
Respostas exigidos com a expedição do ato administrativo. Via de regra,
01. Errado / 02. E / 03. B / 04. E / 05. A os atos devem ser escritos, permitindo de maneira excepcional
06. A / 07. C / 08. C / 09. C / 10. Certo atos gestuais, verbais ou provindos de forças que não sejam
produzidas pelo homem, mas sim por máquinas, que são os
casos dos semáforos, por exemplo.
6. Atos administrativos:
Motivo: Este integra os requisitos dos atos
conceitos, requisitos, administrativos tendo em vista a defesa de interesses
atributos, classificação, coletivos. Por isso existe a teoria dos motivos determinantes;
espécies e invalidação.
Difere-se de motivação, pois este é a explicação por escrito
das razões que levaram à prática do ato.
ATO ADMINISTRATIVO
Finalidade: O ato administrativo somente visa a uma
finalidade, que é a pública; se o ato praticado não tiver essa
Ato administrativo é todo ato jurídico, referente a área do
finalidade, ocorrerá abuso de poder;
Direito Administrativo, apresentando portanto diferenças com
relação as demais categorias de atos, em decorrência de seu
ATRIBUTOS
regime peculiar.
São prerrogativas que existem por conta dos interesses
que a Administração representa, são as qualidades que
Trata-se de toda manifestação lícita e unilateral de vontade
permitem diferenciar os atos administrativos dos outros atos
da Administração ou de quem lhe faça às vezes, que agindo
jurídicos. São eles:
nesta qualidade tenha por fim imediato adquirir, transferir,
modificar ou extinguir direitos e obrigações.

Noções Básicas de Administração Pública 27


Apostila Digital Licenciada para Mateus Alves Roque - mateusinho0810@gmail.com (Proibida a Revenda) - www.apostilasopcao.com.br
APOSTILAS OPÇÃO

1. Presunção de Legitimidade: É a presunção de que os atos vinculado e o ato discricionário está no grau de liberdade
administrativos devem ser considerados válidos, até que se conferido ao administrador. Tanto o ato vinculado quanto o
demonstre o contrário, a bem da continuidade da prestação ato discricionário só poderão ser reapreciados pelo Judiciário
dos serviços públicos. no tocante à sua legalidade, pois o judiciário não poderá
intervir no juízo de valor e oportunidade da Administração
2. Imperatividade: É o poder que os atos administrativos Pública.
possuem de gerar unilateralmente obrigações aos
administrados, independente da concordância destes. O SILÊNCIO NO DIREITO ADMINISTRATIVO
O silêncio pode ser considerado como omissão, ausência
3. Exigibilidade ou Coercibilidade: É o poder que possuem de manifestação de vontade. Em alguns casos poderá a lei
os atos administrativos de serem exigidos quanto ao seu determinar a que a Administração Pública manifeste, de forma
cumprimento sob ameaça de sanção. obrigatória, sua vontade. Ao nos depararmos com esses casos
afirmamos que estaremos diante de um ato administrativo.
4. Autoexecutoriedade: É o poder pelo qual os atos
administrativos podem ser executados materialmente pela CLASSIFICAÇÃO
própria administração, independentemente da atuação do Quanto à formação: Os atos se dividem em simples,
Poder Judiciário. complexo e compostos.
Para a ocorrência da autoexecutoriedade é necessário a
presença dos seguintes requisitos: Quanto aos destinatários: gerais e individuais.
a) Quando a lei expressamente prever;
b) Quando estiver tacitamente prevista em lei (nesse caso Quanto à supremacia do poder público: Atos de império e
deverá haver a soma dos seguintes requisitos: Atos de expediente:
- situação de urgência; e
- inexistência de meio judicial idôneo capaz de, a tempo, Quanto à natureza do ato: - Atos-regra, Atos subjetivos, -
evitar a lesão. Atos-condição:

ELEMENTOS Quanto ao regramento: atos vinculados e discricionários


O elemento quer dizer a parte que compõe um todo, e desta
maneira é o que é externo ou antecedente ao ato, não pode ser Quanto aos efeitos: Constitutivo, Declaratório,
parte dele. Modificativo, Extintivo:
Desta maneira podemos considerar que elemento é o
conteúdo e a forma. Quanto à abrangência dos efeitos: Internos e externos.
Quanto à validade: válido, nulo, anulável e inexistente.
Conteúdo: é a disposição sobre a coisa, o objeto. Desta
maneira se distinguem entre si, não sendo iguais. Tem relação Quanto à exequibilidade: Perfeito, Imperfeito, Pendente,
com o que o ato dispõe, ou seja, o que o ato decide, opina, Consumado.
certifica, enuncia e altera na ordem jurídica.
Quanto à forma os atos administrativos podem ser
Forma: diz respeito à exteriorização do ato classificados em decreto, resolução e portaria, circular,
administrativo, do conteúdo e pode ter ou não previsão em lei. despacho, alvará.

EXISTÊNCIA (OU PERFEIÇÃO), VALIDADE E EFICÁCIA ESPÉCIES DE ATO ADMINISTRATIVO


O ato administrativo se torna perfeito quando completa Existem diversas classificações que trata das espécies dos
seu ciclo de formação. atos administrativos. Ainda considerando a simplicidade do
presente trabalho, trataremos apenas das principais espécies
É válido quando completa os requisitos exigidos pelo apresentadas pela doutrina.
ordenamento jurídico. Para facilitar o estudo, dividimos a análise do ato
Por fim, é eficaz quando está apto a produzir efeitos administrativo utilizando dois critérios distintos: o conteúdo e
jurídicos. a forma.

A existência ou perfeição é o primeiro plano lógico do ato Quanto ao conteúdo, os atos administrativos podem ser
administrativo. Nesse plano é necessário a verificação dos classificados em autorização, licença, admissão, permissão,
elementos e pressupostos que compõem seu ciclo de aprovação, homologação, parecer e visto.
formação. Após isso e, se presentes os requisitos, o