Você está na página 1de 6

Regulamento do Participante

Feira do Ambiente e Vegan do Algarve (FAVA)

Local: Largo do Tribunal de Loulé (Rua Drª Laura Aires)


Data: 25 (quarta-feira) a 26 de julho (quinta-feira)
Horário: Das 19:30h às 23:30h, em ambos os dias

Organização: Associação Vegetariana Portuguesa


Parceiro: Câmara Municipal de Loulé
Participante: Pessoa singular ou coletiva que integre a FAVA enquanto expositor
ou operador

Contactos
Email: fava@avp.org.pt
Rosa de Sousa - 917370761
Domingos Pereira - 936220476
Ana Poeta - 913987123

Propósito

A Feira do Ambiente e Vegan do Algarve (FAVA) é um evento que visa sensibilizar e


promover um estilo de vida mais saudável e ético, amigo da natureza e dos animais,
dando a conhecer associações, cooperativas, empresas, atividades, produtos,
serviços e marcas que apresentem soluções para promover uma economia circular,
a criação e utilização de moedas sociais, a exploração de energias verdes,
transporte e construção sustentáveis, redução da produção de lixo urbano e
incentivar uma agricultura sem agrotóxicos. Do mesmo modo, na alimentação, na
higiene e cosmética, vestuário, calçado e acessórios, artesanato e atividades de
entretenimento, ou quaisquer outras atividades económicas, culturais e de lazer, a
FAVA pretende dar visibilidade às alternativas que não utilizem animais ou
quaisquer subprodutos de origem animal, nos seus processos de organização,
transporte, fabrico, promoção ou venda.

Fundamentação

Regulamento do Participante
Feira do Ambiente e Vegan do Algarve 2018
Disponível em http://goo.gl/Tvytt9
Para protegermos o meio ambiente é imperativo envolver-nos nas suas várias
dimensões, por exemplo travando a dependência e uso de combustíveis fósseis e
todos os seus derivados, fazendo uma gestão de resíduos mais inteligente e focada
numa economia circular e protegendo as florestas, paisagens e outros recursos
naturais de interesses económicos. Mas a FAVA junta a causa ambiental com a
causa vegan por entender que não é possível protegermos o património natural do
planeta sem dirigirmos as nossas atenções para a indústria agropecuária, cujas
práticas não sustentáveis são a principal causa do agravamento do aquecimento
global e alterações climáticas.

A criação de animais para abate, que também dá suporte à indústria da moda, não
só é responsável pela emissão de gases devastadores para a nossa atmosfera, de
impacto e gravidade superiores, por exemplo, à poluição gerada por todos os meios
de transporte juntos (carros, comboios, aviões, etc.), como implica ainda a
exploração de recursos naturais como água e solo de formas arrasadoras para a
vida no planeta. A produção de cereais necessária para alimentar os animais de
pecuária, que se fosse canalizada diretamente para as pessoas seria suficiente para
acabar com a fome no mundo, tem devastado florestas, destruído habitats naturais
e ecossistemas e arrasado a capacidade produtiva dos solos.

Direta e indiretamente o movimento vegan tem vindo a desempenhar um papel


preponderante para a identificação de um problema ambiental gigantesco, mas que
tem uma solução simples e que depende apenas da iniciativa de cada indivíduo.
Falamos da opção por uma alimentação vegetariana, isto é, sem carne e quaisquer
derivados de origem animal, que reconhece o direito à vida e bem-estar de todos os
animais, defende melhor a natureza e promove a ética e boa saúde das pessoas. É
importante ainda ressalvar, que no que toca à saúde humana, têm surgido cada vez
mais profissionais de saúde em todo o mundo e estudos científicos que relacionam
o consumo de carne, leite e ovos com o aparecimento de doenças mortais como
cancro e a diabetes.

Assim, a FAVA pretende ser um local de afirmação de que para proteger o meio
ambiente é necessário proteger os animais e vice-versa, e que respeitar os animais
significa optar por produtos, serviços, marcas e atividades que não recorram à
exploração de animais, seja na área da saúde e cosmética, vestuário e calçado,
alimentação, entretenimento, ou qualquer outra. Na FAVA queremos promover o
desenvolvimento sustentável e celebrar a vida.

Organização do espaço

Regulamento do Participante
Feira do Ambiente e Vegan do Algarve 2018
Disponível em http://goo.gl/Tvytt9
A FAVA estará organizada de forma a apresentar as seguintes áreas de
participação:

Área de participação Estrutura

Mercadinho de hortícolas e frutas de agricultura Bancas de 2 m cada


biológica

Tasquinhas de comes e bebes Estrutura própria equipada

Exposição de veículos elétricos, mobilidade Espaço livre + banca/tenda


partilhada e energias renováveis

Causas e projetos sociais (Associações, Tenda individual, dupla ou


Cooperativas, Movimentos) tripla (estrutura não
equipada)

Atividades económicas diversas (produtos Tenda individual, dupla ou


alimentares, cosmética, artesanato, etc.) tripla (estrutura não
equipada)

Espetáculo musical Palco

Disposições gerais

1. O Participante aceita e compromete-se a veicular este estilo de vida durante a sua


presença no evento e obriga-se ao cumprimento das disposições contidas no
presente regulamento.

2. O espaço a explorar pelo Participante será definido pela Organização e o


Participante não poderá ceder o espaço atribuído, no seu todo ou em partes, sem a
autorização da Organização.

3. A montagem e desmontagem do stand do Participante (tasquinha, tenda, banca) é


responsabilidade do Parceiro, mas o Participante compromete-se a estar
devidamente aberto ao público durante o período de funcionamento do evento,
cumprindo escrupulosamente o horário de abertura e de encerramento do evento.

4. O Participante deve providenciar equipamentos e materiais necessários para a


correta exploração do espaço que lhe seja atribuído, assim como providenciar a
aquisição de produtos de higienização pessoal bem como de higienização do
espaço por si explorado.

Regulamento do Participante
Feira do Ambiente e Vegan do Algarve 2018
Disponível em http://goo.gl/Tvytt9
5. A Organização pode solicitar a retirada de produtos que se encontrem expostos
quando os considerar impróprios para consumo, perigosos ou inadequados aos
propósitos do evento.

6. O Participante é o único responsável por quaisquer danos ou prejuízos, de qualquer


natureza, causados a pessoas ou a produtos expostos antes, durante ou após o
evento.

7. O Participante poderá fixar os preços dos seus produtos e serviços em moeda


corrente e/ou moeda social.

8. O Participante deverá evitar a utilização de materiais de plástico como sacos, copos,


pratos, talheres, etc., fazendo-os substituir por outros à base de tecido, material
reciclado, amido de milho, bambu, etc.

9. O Participante é obrigado a disponibilizar meios de facturação de todos os produtos


que venda, bem como a apresentar toda a documentação que lhe seja exigida por
entidades de fiscalização.

10. O incumprimento do disposto no presente regulamento, e em função da gravidade


da situação, dá o direito à Organização de retirar o direito ao Participante de
continuar a desenvolver a sua atividade no evento e proibir a sua participação em
futuros eventos.

Taxas de participação

1. O Participante fica obrigado ao pagamento de um donativo a ser efetuado à


Associação Vegetariana Portuguesa ou outra associação aceite pela organização.

2. A missão e/ ou espírito de conduta da instituição escolhida para receber o donativo


terá de estar de acordo com a missão da FAVA.

3. Os valores dos donativos que estão definidos na tabela seguinte são referentes ao
total de dois dias do evento:

Área de participação Em euros Em tostões

Mercadinho de hortícolas e frutas 10 10

Tasquinhas de comes e bebes 60 60

Exposição de veículos e renováveis 80 80

Regulamento do Participante
Feira do Ambiente e Vegan do Algarve 2018
Disponível em http://goo.gl/Tvytt9
Associações sem fins lucrativos, causas sociais gratuito

Outras atividades 25 25

4. O Participante pode optar por fazer o donativo na moeda corrente - o euro - ou em


moeda alternativa - o tostão.

5. O Tostão é uma moeda social complementar, amiga das pessoas, do comércio local
e das causas solidárias, utilizada como meio de troca entre as pessoas e
organizações aderentes, para transacionar todo o tipo de produtos e serviços de
mercearia, vestuário, informática, lazer, reparações, educação, bem-estar, etc. A
moeda é virtual e é gerida através do site www.ricostostoes.com a partir do qual
fazem os membros fazem as suas transferências entre si.

6. O donativo terá sempre de ser feito diretamente pelo Participante à AVP ou a outra
associação local acordada com esta.

Candidaturas

1. As candidaturas a Participante serão apreciadas e aceites pela equipa organizadora


de acordo com os seguintes critérios:

○ aproximação do Participante para com o propósito do evento;


○ localização do Participante;
○ relevância e criatividade em relação ao produto / serviço / marca;
○ utilização de alguma moeda social para além da moeda corrente;
○ currículo e histórico de participação em eventos similares;
○ ordem de chegada das candidaturas.

2. As candidaturas devem ser efetuadas através do endereço fava@avp.org.pt até 7 de


junho, apresentando os seguintes elementos:

○ Designação comercial / nome da instituição;


○ Dados fiscais, nome e contactos da ou das pessoas responsáveis pela
candidatura;
○ Proposta explicativa do que pretende apresentar / fazer no evento e
mobiliário / equipamentos que pretende levar;
○ Declaração de aceitação do regulamento do evento;
○ Documento comprovativo de licença para praticar a atividade proposta;
○ Documento comprovativo da existência de plano HACCP se aplicável.

Regulamento do Participante
Feira do Ambiente e Vegan do Algarve 2018
Disponível em http://goo.gl/Tvytt9
3. Após ser notificado de que a sua candidatura foi aceite, o Participante terá três dias
para fazer o donativo à associação/instituição e enviar o respetivo comprovativo para
o endereço fava@avp.org.pt

Regulamento do Participante
Feira do Ambiente e Vegan do Algarve 2018
Disponível em http://goo.gl/Tvytt9

Interesses relacionados