Você está na página 1de 28

Neurofisiologia

Profª Grace Schenatto Pereira


Núcleo de Neurociências – NNc – Bloco A4,
sala 168
Departamento de Fisiologia e Biofísica
ICB-UFMG

www.nnc.icb.ufmg.br
link: apoio à graduação
ciências biológicas
O sistema nervoso recebe(1),
repassa (2) e interpreta(3)
estímulos do meio ambiente,
bem como elabora (4) e
executa (5) uma resposta.
O sistema nervoso recebe(1),
repassa (2) e interpreta(3)
estímulos do meio ambiente,
bem como elabora (4) e
executa (5) uma resposta.

1-Sistema sensorial

2- Sistema nervoso periférico


– nervos

3- Sistema nervoso central:


encéfalo e medula

4- Sistema nervoso central:


encéfalo e medula

5- Sistema motor, sistema


nervoso autônomo
Sistema nervoso

Sistema nervoso Sistema nervoso


central periférico
Nervos e gânglios

Encéfalo: cérebro, tronco


Sistema Nervoso Sistema Nervoso
encefálico e cerebelo
periférico somático periférico visceral
Medula espinhal
Nervos Nervos
cranianos e simpáticos e
espinhais parassimpáticos

Inervam músculos, Inervam órgãos


pele, articulações Sistema nervoso
e órgãos (n. autônomo
cranianos)
Sistema nervoso central

Encéfalo: cérebro, tronco encefálico e cerebelo

Medula espinhal
• Cérebro

Encéfalo • Tronco encefálico: mesencéfalo, ponte e bulbo

• Cerebelo

Cérebro
Medula espinhal
Sistema nervoso periférico
Nervos cranianos
Nervos espinhais
Nervos simpáticos e
parassimpáticos

Sistema nervoso
autônomo
ESCALA
MICROSCÓPICA
Células gliais
Astrócitos: mais numerosos

Oligodendrócitos: encontrado
no SNC

Células de Schwann:
encontradas no SNP

Ependimais: formam camada


celular que reveste os
ventrículos.

Micróglia: células de defesa


Neurônios
Unipolares: um único processo
com diferentes segmentos que
servem ou como superfícies
receptoras ou terminais de
liberação

Bipolares: dois processos que


são funcionalmente
especializados: dendritos
recebem informações e axônio
transmite.

Pseudo-unipolar: subclasse de
bipolar, onde os dois
processos são axônios.

Multipolares: possuem um
axônio e muitos dendritos
Os neurônios são divididos funcionalmente em
• Neurônios sensoriais
• Neurônios motores
• Neurônios de associação ou interneurônios

NEURÔNIO SENSORIAL

SNC
Órgãos INTERNEURÔNIO
Efetuadores
Órgãos
sensoriais

Neurônio motor
NEURÔNIO SENSORIAL

EFETUACAO DE PROCESSAMENTO DETECÇÃO DE SINAIS


RESPOSTA (integração e geração de comandos)
Que língua os neurônios falam?

Frequencia de disparo de potenciais de ação


SINAPSE
Um neurônio faz sinapse com muitos neurônios Tipos de Sinapse Nervosas

1 e 1’ axo-dendritica
2 axo-axonica
3 dendro-dendrítica
4 axo-somática
TIPOS DE SINAPSE
a) Sinapse Elétrica b) Sinapse Química

Sem mediadores químicos Presença de mediadores químicos


Nenhuma modulação Controle e modulação da transmissão
Rápida Lenta
MECANISMO DA NEUROTRANSMISSÃO QUÍMICA

http://www.blackwellpublishing.com/matthews/nmj.html
http://www.blackwellpublishing.com/matthews/neurotrans.html
Os NT causam excitação (estimulação) ou inibição (desestimulação) nas
membranas pós-sinápticas.

NEURÔNIOS EXCITATÓRIOS: NT excitatórios


NEURÔNIOS INIBITÓRIOS: NT inibitórios
NEUROTRANSMISSORES NEUROMODULADORES

Aminoácidos Peptideos
-Acido-gama-amino-butirico (GABA) a) gastrinas:
-Glutamato (Glu) gastrina
-Glicina (Gly) colecistocinina
-Aspartato (Asp) b) Hormônios da neurohipofise:
vasopressina
Aminas ocitocina
- Acetilcolina (Ach) c) Opioides
- Adrenalina d) Secretinas
- Noradrenalina e) Somatostatinas
- Dopamina (DA) f) Taquicininas
- Serotonina (5-HT) g) Insulinas
- Histamina

Purinas Gases
- Adenosina NO
- Trifosfato de adenosina (ATP) CO
MECANISMOS DE AÇAO DOS NT

Há dois tipos de receptores pós-sinápticos

1) Receptor Ionotrópico

O NT abre o canal iônico DIRETAMENTE

Efeito rápido

2) Receptor Metabotrópico

O NT abre o canal iônico INDIRETAMENTE


- freqüentemente, presença de 2º mensageiro
para modificar a excitabilidade do neurônio
pós-sináptico

Efeito mais demorado


A) PEPS

O NT é EXCITATÓRIO
Causa despolarização na membrana pós-
sináptica (p.e.entrada de Na)

b) PIPS

O NT é INIBITÓRIO
Causa hiperpolarização na membrana pós-
sináptica (p.e. entrada de Cl ou saída de K)
A freqüência do PA determina a quantidade de NT liberado

PEPS PA Liberação de NT

A amplitude do PEPS é diretamente


proporcional a intensidade do
estimulo e à freqüência dos PA

A quantidade de NT liberado
depende da freqüência do PA

Fadiga sináptica: esgotamento de


NT para serem liberados.
Integração sináptica
Inibição pós-sináptica

Neurônio excitatório: ATIVO


Neurônio inibitório: inativo

A excitação se propagou do dendrito até o


cone de implantação.

Neurônio excitatório: ATIVO


Neurônio inibitório: ATIVO

A excitação causada pelo neurônio


excitatório foi totalmente bloqueada pelo
neurônio inibitório
SNC

Neurônio sensorial

Órgão efetuador

Neurônio motor

Interneurônio
Neurônio sensorial

Um mesmo órgão efetuador está sujeito ao controle de vários neurônios


associativos situados em diferentes regiões do sistema nervoso