Você está na página 1de 32

UNIVERSIDADE FEDERAL

DE JUIZ DE FORA

Análise de Sistemas
Elétricos de Potência 1

Aula 04: Circuitos Trifásicos Equilibrados


e Desequilibrados
P rof. Fl á vi o Va nde rson G ome s
E-mail: flavio.gomes@ufjf.edu.br
ENE005 - Período 2012-3
Ementa Base
2

1. Visão Geral do Sistema Elétrico de Potência;


2. Representação dos Sistemas Elétricos de Potência;
3. Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e
Desequilibrados;
4. Revisão de Representação “por unidade” (PU);
5. Componentes Simétricas;
6. Representação Matricial da Topologia de Redes (Ybarra,
Zbarra);
7. Cálculo de Curto-circuito Simétrico e Assimétrico;

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Histórico
3
Sistema Trifásico:
Tornou-se o mais conveniente por razões técnicas e econômicas:
Trifásico (3 fios, 3F) comparado a monofásico (2 fios, F+N):
Gerador e transformador de menor porte para a mesma potência
• Custos de construção menores e melhor aproveitamento dos recursos.
Condutores menores para a mesma potência
• Diminui os custos na instalação de 1 cabo adicional
No monofásico a potência instantânea cai a zero duas vezes por ciclo, no
trifásico a potência trifásica nunca cai a zero e se mantém praticamente
estável.
• melhores características operacionais para motores trifásicos
Problemas em um condutor não interrompe o atendimento da carga
como um todo
Uso de sistemas com maior número de fases não cobre os custos adicionais
de transmissão (Nikola Tesla).

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sistemas Polifásicos Simétricos
4

Sistema de tensões polifásico simétrico:

 v1 = Vm ⋅ cos(ωt )
  1
 v2 = Vm ⋅ cos ωt − 2π ⋅ 
  n
  2
 v3 = Vm ⋅ cos ωt − 2π ⋅ 
  n
 M
  n −1 
vn = Vm ⋅ cos ωt − 2π ⋅ n  n → n º de fases
   Sistemas trifásicos: n=3.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sistema Trifásico Simétrico
5

v1 = Vm ⋅ cos(ωt )
 2π 
v2 = Vm ⋅ cos ωt − 
 3 
 4π 
v3 = Vm ⋅ cos ωt − 
 3 
.
Representação Fasorial: V 1 = V∠0o
.
V 2 = V∠ − 120o
.
V 3 = V∠ + 120 o

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Definições
6

Sistema de Tensões Trifásico Simétrico:


Sistema trifásico em que as tensões nos
terminais dos geradores são senoidais
de mesmo valor máximo
defasadas entre si de 2π/3 rad
ou 120º

Sistema de Tensões Trifásico Assimétrico:


Sistema trifásico em que as tensões nos terminais dos
geradores não atendem a pelo menos uma das condição acima

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Definições
7

Linha (ou Rede) Trifásica Equilibrada:


Linha (ou rede) trifásica, constituída por 3 ou 4 fios (3F+N), na
qual se verificam as seguintes relações:
Impedância própria dos fios iguais entre si,
Impedância mútua entre os fios iguais entre si,
Impedância mútua entre os fios de fase e o de retorno (N) iguais.

Linha (ou Rede) Trifásica Desequilibrada:


Linha (ou rede) trifásica, constituída por 3 ou 4 fios (3F+N), na
qual não se verifica uma das relações acima.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Definições
8

Carga Trifásica Equilibrada:


Carga constituída por 3 elementos (impedância complexa)
iguais ligados em estrela (Y) ou triângulo (delta).

Carga Trifásica Desequilibrada:


Carga na qual não se verifica a condição descrita acima

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Classificação de Sistemas Trifásicos
9
Geração Transmissão (3 ou 4 fios) Carga

Simétrica Equilibrada Equilibrada

Assimétrica Desequilibrada Desequilibrada

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Definições
10

Simplificação na Nomenclatura:
Exemplo:
Sistema Trifásico Simétrico Equilibrado com Carga Desequilibrada
Sistema de Tensões Trifásico Simétrico,
Linha (ou Rede) Trifásica Equilibrada,
Carga Trifásica Desequilibrada.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Característica de um SEP
11

Sistema de Geração
Simétrico
Conectado em Estrela (Y)
com neutro solidamente aterrado

Sistema de Transmissão
Equilibrado ou Desequilibrado

Cargas
Equilibrado ou Desequilibrado
Conectado em Estrela (Y) ou Triângulo (Delta)
Neutro aterrado ou não
Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados
Sequência de fases
12

Ordem pela qual as tensões de fase passam pelo


máximo

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sequência de fases
13

Sequência de Fase ABC


Sequência Direta ou Sequência Positiva
Ordem ABC = BCA = CAB
Só muda qual a primeira tensão a passar pelo máximo

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sequência de fases
14

E se trocássemos a posição das


bobinas B e C do gerador?
Ou se invertêssemos o sentido
de rotação do gerador?

Sequência de Fase ACB:


Sequência Indireta
Sequência Negativa
Ordem ACB = CBA = BAC

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Exercício (3.0.1)
15

Um sistema trifásico simétrico tem sequência de fase


BAC e Vc igual a 220V com ângulo de fase de 40º.
Determine as tensões (módulo e ângulo) nas fases A
e B.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sistema Simétrico Equilibrado
com Carga Equilibrada (Y) e Condutor Neutro
16

Rede:
Gerador: Tensões iguais em módulo e defasadas de 120º,
Neutro Solidamente Aterrado.
Linha: Impedâncias próprias iguais em módulo e fase,
Impedâncias Mútuas Desprezadas.
Carga: Impedâncias iguais em módulo e fase,
Aterramento ausente ou com alta impedância.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sistema Simétrico Equilibrado
com Carga Equilibrada (Y) e Condutor Neutro
17

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sistema Simétrico Equilibrado
com Carga Equilibrada (Y) e Condutor Neutro
18

Circuito Fase A

V AN A V∠0 º V
I&A = = = ∠ −ϕ
Z Z∠ϕ Z

Circuito Fase B
V BN B V ∠ − 120 º V
I&B = = = ∠ − 120 º −ϕ
Z Z∠ϕ Z

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sistema Simétrico Equilibrado
com Carga Equilibrada (Y) e Condutor Neutro
19

Circuito Fase C

VCN C V ∠ + 120 º V
I&C = = = ∠ + 120 º −ϕ
Z Z∠ϕ Z

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sistema Simétrico Equilibrado
com Carga Equilibrada (Y) e Condutor Neutro
20

&I = V ∠ − ϕ
A
Z
V
I&B = ∠ − 120 − ϕ
Z
V
I&C = ∠ + 120 − ϕ
Z
Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados
Sistema Simétrico Equilibrado
com Carga Equilibrada (Y) e Condutor Neutro
21

I&NN ' = I&A + I&B + I&C = 0

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Definições
22

Tensão de Fase
Tensão entre condutor (ou terminal) fase e o neutro
Tensão de Linha
Tensão entre dois condutores (ou terminais) de fase
Corrente de Fase
Corrente que percorre cada um dos elementos do componente
Corrente que passa nas bobinas do gerador
Corrente que passa nas impedâncias da carga
Corrente de Linha
Corrente que percorre o condutor
ou o terminal do componente,
exceto o neutro.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Sistema Simétrico Equilibrado
com Carga Equilibrada (Y) e Condutor Neutro
23

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Relação entre valores de Fase e de Linha
24

Seja um sistema trifásico simétrico e equilibrado


ligado em estrela (Y):
Determine a correlação entre as grandezas de fase e de linha.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Relação entre valores de Fase e de Linha
25

Grandeza: Corrente

I&AN = I&A
I&BN = I&B
I& = I&
CN C

Correntes de Fase = Correntes de Linha


Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados
Relação entre valores de Fase e de Linha
26

Grandeza: Tensões

V AN

VCN VBN

V&AN 
Tensões de & 
Fase VBN 
V&CN 
 
Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados
Relação entre valores de Fase e de Linha
27

Grandeza: Tensões

V AN
VAB

VBN

V&AB = V&AN − V&BN


&
Tensões de Linha VBC = V&BN − V&CN
V& = V& − V&
 CA CN AN

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Relação entre valores de Fase e de Linha
28

Análise pelo Diagrama Fasorial

V&AB = V&AN − V&BN

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Relação entre valores de Fase e de Linha
29

Análise pelo Diagrama Fasorial

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Relação entre valores de Fase e de Linha
30
Resumo

VAN
VAB

VBN

I&AN = I&A
V&AB  V&AN 
I&BN = I&B &  0  & 
V
 BC  = 3 ⋅ 30 ⋅ V
 BN 
I& = I&
CN C
V&CA  V&CN 
   
I&NN ' = 0
Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados
Exercício (3.0.2)
31

Refaça as relações entre os valores de fase e linha, para


tensão e corrente, no exemplo anterior, considerando-
se a sequencia de fase inversa.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados


Exercício (3.0.3)
32

Uma carga equilibrada ligada em estrela é


alimentada por um sistema trifásico simétrico e
equilibrado com sequência de fase direta. Sabendo
que a tensão de fase (Vbn) nos terminais da carga é
igual a 220V fase 58º, determine:
(a) Todas as tensões de fase na carga;
(b) Todas as tensões de linha na carga.

Refaça o exercício para admitindo sequência de fase


inversa.

Aula 04 – Revisão de Circuitos Trifásicos Equilibrados e Desequilibrados