Você está na página 1de 45

CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO

PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

Aula – 02 - Bônus

Olá!!

Como estão os estudos?? Espero que em ritmo total!! Bom, para ajudá-
los na caminhada, mais uma Aula-Bônus com os comentários das questões
FCC de sua Aula 02.

Aproveite para revisar e consolidar o aprendizado. Já sabe: as dúvidas


relacionadas às questões das demais bancas serão dirimidas em nosso fórum.

Vamos em frente!!

QUESTÕES FCC COMENTADAS - AULA 02

01. [FCC – TECNICO JUD. ESPEC. SEGURANÇA – TRT/6ª – 2012] O


emprego do serviço de vigilância patrimonial de uma
instalação/empresa está correto em

(A) atividades direcionadas e restritas à segurança das pessoas, de


forma a não se envolver em outras, como combate a incêndio e
evacuação de emergência.

Os serviços de vigilância não têm suas atividades direcionadas e restritas


somente à segurança das pessoas, e nem se limitam, como antigamente, a
postar pessoal em pontos estratégicos das instituições, com a finalidade de
"vigiar" o local. Hoje, participam da administração do sistema de segurança
integrado, por intermédio de diversos níveis de colaboradores que operam os
meios, empregam as técnicas e utilizam as tecnologias disponíveis, as quais,
embora tendam a substituir o homem, dificilmente o farão completamente.

Nessa integração, o sistema de vigilância patrimonial atua sim em outras


atividades, como o combate ao incêndio e a evacuação de emergência. Sem
dúvida!!

ITEM ERRADO

 Aula 02, pág. 27

1
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(B) rondas a pé realizadas apenas no interior das edificações, em


corredores, acessos e halls de maior circulação de pessoas.

O erro aqui está no uso da palavra “apenas”, pois as rondas a pé não


devem ser realizadas necessariamente nas áreas internas das edificações.
Normalmente as áreas internas já estão bem protegidas pelos circuitos de
CFTV e controle de acesso, por exemplo.

Há edificações que contêm grandes áreas externas, como pátios, jardins


e estacionamentos. Essas áreas geralmente são bastante vulneráveis e
necessitam ser monitoradas mais de perto pelo serviço de vigilância. Rondas a
pé são importantes instrumentos e devem ser planejadas para serem
realizadas de forma contínua e permanente nessas áreas.

ITEM ERRADO

(C) monitoramento de imagens e operação de recursos eletrônicos de


vigilância como circuito fechado de TV (CFTV) de responsabilidade de
um técnico em eletrônica especializado, que não faz parte da equipe de
vigilância patrimonial.

O monitoramento de imagens e a operação de recursos eletrônicos de


vigilância como circuito fechado de TV (CFTV) normalmente é realizado nas
chamadas centrais de monitoramento, também chamadas de centrais de
segurança. Elas são centros de operação de onde são monitoradas várias
centrais de processamento, possibilitando maior nível de interferência nos
eventos. Acionam outros dispositivos - segurança pública ou não pública,
defesa civil, pessoal técnico ou o próprio usuário - e permitem máxima
exploração de suas próprias potencialidades. São normalmente remotas,
podem dispor de ligação áudio e vídeo com os ambientes monitorados e
admitem operação terceirizada.

Normalmente, essa operação terceirizada das centrais de segurança é


realizada pelo sistema de vigilância patrimonial contratada. Os vigilantes
devem ser treinados para operarem corretamente o monitoramento de CFTV e
de outros recursos à sua disposição nas centrais de segurança.

É bom lembrar que ao profissional de segurança cabe dominar


profundamente o emprego das modalidades de controle procedimentais e
pessoais, uma vez que estão intimamente relacionadas com sua atividade-
fim. No que se refere aos controles instrumentais, cabe ao profissional
conhecer as possibilidades operacionais gerais dos tipos mais comuns,
inclusive os tecnologicamente mais avançados, reservando as características
técnicas para especialistas, devidamente cadastrados em listagem própria e
atualizada.

Dois erros do item: afirmar que necessariamente o operador do

2
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

monitoramento de CFTV deva ser um técnico especializado em eletrônica e que


ele não deve fazer parte da equipe de vigilância patrimonial. De forma
alguma!!

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 41, 61 e 62

(D) postos fixos de trabalho criados para diversas finalidades, dentre


elas a vigília de um local específico ou um controle de um acesso.

Pronto!! Essa é o item que retrata com fidelidade o que deve ser a
essência do serviço de vigilância patrimonial. Os serviços de vigilância são, em
geral, contratados pelo número de postos de trabalho e não pelo número de
vigilantes.

O serviço de vigilância consiste exatamente no estabelecimento de


postos fixos e estratégicos de trabalho, ocupados por vigilantes. Esses postos
são criados para as mais diversas finalidades voltadas para a segurança como
o monitoramento do acesso de pessoas e veículos às edificações,
monitoramento dos circuitos de CFTV, ou específico para rondas móveis.

ITEM CORRETO

(E) rondas externas aos limites perimetrais da instalação visando a


repressão imediata da ordem pública.

Caro aluno, tenha sempre em mente uma coisa: não é competência


legal da vigilância patrimonial reprimir a ordem pública!!

Quem tem tais competências são os órgãos de segurança pública como


as polícias militares estaduais. A fiscalização, o controle e a vigilância devem
ser constantes e abranger todos os pontos do perímetro de segurança, de
modo a inibir e impedir qualquer ação criminosa, ressaltando que a atividade
de segurança de áreas e instalações tem caráter PREVENTIVO. Fazer rondas
externas aos limites perimetrais pode ser sim função da vigilância patrimonial,
mas fazer a repressão imediata da ordem pública, de jeito nenhum.

ITEM ERRADO

 Aula 02, pág. 67

Gabarito: Letra “D”

02. [FCC – TECNICO JUD. ESPEC. SEGURANÇA – TRT/6ª – 2012] As


medidas de segurança nas áreas e instalações podem ser

3
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

caracterizadas pelo emprego de recursos humanos ou equipamentos.


Quanto à finalidade, podem ainda ser divididas em preventivas ou
reativas, assim, é correto afirmar:

Já sei que você vai me perguntar: professor, você não acabou de me


dizer que a segurança não pode ser reativa? Como agora a questão afirma que
a segurança pode ser classificada quanto à finalidade como preventiva ou
reativa!?

Opa!! Eu falei que o serviço de vigilância não pode ser REPRESSIVO e


isso é um tanto quanto diferente de ser reativo. Isso essa informação se
estende para a segurança como um todo. É claro que pode ser reativa, ou
seja, ter capacidade de reagir caso necessário. Quando um alarme de incêndio
dispara, quando um vigilante aborda um estranho que adentra as instalações,
quando o sistema de controle de acesso bloqueia um crachá de alguém, temos
aí atitudes reativas, o que não quer dizer repressivas.

Ao estudarmos sobre a segurança passiva e a ativa, indiretamente


estudamos sobre prevenção e reação. Ao analisar os itens teremos a
oportunidade de rever esses conceitos. Vamos lá!!

(A) Os recursos humanos atuam de forma preventiva e reativa, porém


prioriza-se em sua normalidade a forma reativa com o intuito de evitar
constrangimentos com a demonstração da disponibilidade da
segurança.

Vou repetir: a fiscalização, o controle e a vigilância devem ser constantes


e abranger todos os pontos do perímetro de segurança, de modo a inibir e
impedir qualquer ação criminosa, ressaltando que a atividade de segurança de
áreas e instalações tem caráter preventivo.

Não caia nas insinuações da banca de que as atividades de segurança


são mais reativas do que preventivas. Ela sempre tentará induzi-lo ao erro
com esse tipo de afirmativa. O caráter preventivo deve sempre sobressair!!

ITEM ERRADO

 Aula 02, pág. 67

(B) Todos os equipamentos agem de forma exclusivamente reativa e


não possuem viés preventivo, o qual é deixado sob responsabilidade
dos recursos humanos, desde que estes estejam ostensivos e
identificáveis.

Os equipamentos de segurança não possuem viés preventivo? Essa é


demais!! Mas vamos revisar:

A segurança passiva consiste em ações ou atividades da segurança de

4
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

áreas e instalações com caráter eminentemente defensivo (preventivo),


tomadas contra ameaças ou riscos potenciais ou reais.

Embora de perfil evidentemente defensivo, a segurança passiva de


áreas e instalações pode abranger atividades ou ações ofensivas (reativas),
mas, neste caso ainda assim há que prevalecer o caráter defensivo
(preventivo) das medidas e procedimentos adotados.

Como exemplos de segurança passiva temos: o emprego de animais, as


equipes e equipamentos de filmagens, alarmes de intrusão e agentes
descaracterizados.

A segurança ativa consiste em ações ou atividades da segurança de


áreas e instalações com caráter eminentemente ofensivo (reativo), tornadas
contra ameaças ou riscos potenciais ou reais.

Embora de perfil evidentemente ofensiva, e mais propriamente voltada


contra riscos ou ameaças reais, a segurança ativa de áreas e instalações
pode abranger atividades ou ações defensivas (preventivas), prevalecendo
sempre o caráter ofensivo (reativo) das medidas adotadas.

Como exemplos de segurança ativa temos: o emprego de animais,


equipes de controle de distúrbios, circuitos eletrificados e agentes químicos.

É importante salientar, entretanto, que qualquer que seja a medida ativa


(reativa) adotada, esta não exclui o emprego das medidas defensivas
(preventivas) que podem e devem ser tomadas em conjunto, especialmente
ante as alterações de cenário que modifiquem os níveis de segurança
desejáveis, ainda que de forma pouco expressiva.

Percebe-se, portanto, o erro do item ao afirmar que todos os


equipamentos agem de forma exclusivamente reativa e não possuem viés
preventivo.

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 22 a 24

(C) A atuação dos recursos humanos tem caráter essencialmente


reativo, o que deve ser garantido com o uso de uniformes, ou se
descaracterizados, portando identificação que legitime sua ação.

As pessoas podem ser consideradas como segurança física, desde que


ajam caracterizados, ou seja, trajados com indumentária compatível, portando
ou se utilizando de material que permita sua identificação e localização e que
demonstre sua finalidade. Mas podem também estar descaracterizados, a

5
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

depender da finalidade.

Como exemplos de segurança ativa temos: o emprego de animais,


equipes de controle de distúrbios, circuitos eletrificados e agentes químicos.

Na questão anterior vimos como exemplos de segurança passiva: o


emprego de animais, as equipes e equipamentos de filmagens, alarmes de
intrusão e agentes descaracterizados. Como afirmar que os recursos humanos
têm caráter essencialmente reativo? Não caia nessa!!

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 22 a 24 e 30 a 31

(D) Todos os equipamentos agem exclusivamente de forma preventiva


e não possuem viés reativo, o qual é deixado sob responsabilidade dos
recursos humanos, que independe de estarem identificados ou não.

Embora de perfil evidentemente defensivo, a segurança passiva de


áreas e instalações pode abranger atividades ou ações ofensivas (reativas),
mas, neste caso ainda assim há que prevalecer o caráter defensivo
(preventivo) das medidas e procedimentos adotados.

Embora de perfil evidentemente ofensiva, e mais propriamente voltada


contra riscos ou ameaças reais, a segurança ativa de áreas e instalações
pode abranger atividades ou ações defensivas (preventivas), prevalecendo
sempre o caráter ofensivo (reativo) das medidas adotadas.

Usar o termo “exclusivamente” invalidou completamente o item!!

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 22 a 24

(E) Existem equipamentos que atuam de forma preventiva e reativa,


possuindo efeito técnico e psicológico de inibição de ações indesejadas
apenas pelo fato de ali estarem, desde que ostensivos e facilmente
identificáveis.

A segurança física está relacionada aos instrumentos materiais, isto é, os


meios materiais empregados pelos gestores da segurança física e patrimonial
para prover a segurança das áreas, instalações, dependências e ambientes.

Esses instrumentos têm, portanto, existência devidamente localizável


(OSTENSIVIDADE) e finalidade inequivocamente identificável, para bem
cumprir sua destinação.

Todo e qualquer artifício, desde que fisicamente materializado nas áreas

6
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

e instalações, pode ser considerado como meio de segurança física. Assim, o


próprio serviço de vigilância, os controles de acesso e até os meios de
segurança eletrônicos podem ser considerados instrumentos de segurança
física, desde que ostensivos e perfeitamente identificáveis.

Sem se expor demasiadamente para não comprometer sua própria


integridade e finalidade, a segurança física deve evitar a dissimulação, ou
seja, deve evitar estar demasiadamente escondida ou camuflada.

Como vimos, esses equipamentos Podem atuar tanto de forma


preventiva como reativa. Esse é o nosso item!! Essa afirmação é bem
interessante para você levar para a sua prova!!

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 30

Gabarito: Letra “E”

03. [FCC – TECNICO JUD. ESPEC. SEGURANÇA – TRT/6ª – 2012] Em


relação aos controles de acesso:

I. Destinam-se a controlar o acesso e circulação apenas de pessoas e


veículos que se dirijam para a instalação que os possuem.

O controle de acessos é mais um dos importantes procedimentos a


serem planejados e executados pela segurança de áreas e instalações.

Compreende todas as atividades, medidas e procedimentos dos quais


resultem, específica ou acessoriamente, limitação e/ou controle de circulação
ou de acesso, de tudo e de todos, no âmbito de uma instituição. Limita e
controla, portanto, não só a circulação e o acesso de pessoas, mas de veículos,
visitantes, material, documentos, inclusive de dados e informações.

ITEM ERRADO

 Aula 02, pág. 59

II. Devem controlar a forma de acesso e circulação de pessoas,


veículos, materiais e até informações existentes na instalação que os
possuem.

Perfeito!! Exatamente o que acabamos de ver no comentário da questão


anterior!! O controle de acesso limita e controla, portanto, não só a circulação
e o acesso de pessoas, mas de veículos, visitantes, material, documentos,
inclusive de dados e informações.

7
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 59

III. São medidas de controle de acesso desde grandes barreiras físicas


como portões e guaritas até as mais simples e menores como
credenciais e crachás.

Quaisquer procedimentos, meios, agentes ou artifícios podem ser


utilizados como limitadores e/ou controladores de circulação e acesso.

Na segurança da gestão de áreas e instalações, a limitação e o controle


se estabelecem mais intensamente sobre a circulação das pessoas, tanto
funcionários da própria instituição como visitantes, sobre o trânsito de
veículos, orgânicos ou não, e sobre o acesso às áreas e instalações, quaisquer
que sejam. Para tanto, variadas modalidades de controles de acesso,
procedimentais ou propriamente ditos, podem ser utilizadas.

Consideram-se controles de acesso procedimentais protocolos, adesivos,


auxiliares, buttons, crachás, credenciais, passes de trânsito livre e códigos de
cores, além do uso de uniformes, convenções, normas gerais de ação, isto é,
tudo que, empregado, tenha como consequência específica ou acessória
alguma forma de restrição à circulação e/ou ao acesso.

Considerando a natureza do meio empregado, os controles de acesso


propriamente ditos podem ser pessoais, instrumentais ou mistos. Logo, um
vigilante em atividade de ronda constitui um controle pessoal; uma cancela
automática, um controle instrumental; se operada por uma pessoal, um
controle misto.

Portanto, grandes barreiras físicas como portões e guaritas até as mais


simples e menores, como credenciais e crachás, são de fato medidas de
controle de acesso desde.

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 59 A 62

Logo, está correto o que se afirma APENAS em II e III.

Gabarito: Letra “A”

8
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

04. [FCC – TECNICO JUDIC. SEG. E TRANSPORTES – TRF/2ª– 2012]


NÃO é considerada medida preventiva de segurança física o emprego,
em uma edificação, de

Já comentamos a respeito das medidas de segurança preventivas,


também conhecidas como de segurança passiva.

A segurança física está relacionada aos instrumentos materiais, isto é, os


meios materiais empregados pelos gestores da segurança física e patrimonial
para prover a segurança das áreas, instalações, dependências e ambientes.

Esses instrumentos têm, portanto, existência devidamente localizável


(OSTENSIVIDADE) e finalidade inequivocamente identificável, para bem
cumprir sua destinação.

Todo e qualquer artifício, desde que fisicamente materializado nas áreas


e instalações, pode ser considerado como meio de segurança física. Assim, o
próprio serviço de vigilância, os controles de acesso e até os meios de
segurança eletrônicos podem ser considerados instrumentos de segurança
física, desde que ostensivos e perfeitamente identificáveis.

Sem se expor demasiadamente para não comprometer sua própria


integridade e finalidade, a segurança física deve evitar a dissimulação, ou
seja, deve evitar estar demasiadamente escondida ou camuflada.

A questão quer o item errado, ou seja, que não representa uma medida
de segurança preventiva. Vamos analisá-los:

(A) catracas com senhas.

As catracas são usualmente empregadas no controle de acesso de


pessoas, exigem, para tanto, apenas seu direcionamento. Normalmente
requerem uma atividade anterior (cadastramento com captura de imagem, por
exemplo) que distribua um instrumento de acionamento (cartão, bilhete,
crachá etc.). Informatizadas, facultam um grande volume de dados de
interesse dos profissionais de segurança. É óbvio, portanto que são
equipamentos de segurança preventiva.

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 53

(B) animais de vigia, como cães bravos.

O reforço de animais pode sim ser uma medida de segurança passiva e,


também, é clara de segurança ativa. Uso ou aumento do número de animais
na Segurança das Áreas e instalações, utilizando-os para o ataque (cães), para
alarme (gansos, marrecos) ou ação (cavalos) reforçam preventivamente as

9
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

medidas de segurança.

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 24

(C) câmeras de circuito fechado de televisão dissimuladas.

Opa!! Câmeras de circuito fechado de televisão sim, mas dissimuladas


não!! A segurança física deve evitar a dissimulação, ou seja, deve evitar
estar escondida ou camuflada.

ITEM ERRADO

 Aula 02, pág. 30

(D) portas rotatórias com detectores de metais.

As portas rotatórias com detectores de metais são excelentes meios


preventivos de segurança e suas aplicações são numerosas e geralmente bem
conhecidas.

ITEM CORRETO

(E) muros com fossos alagados.

As barreiras, como meios de segurança física, internos ou externos, são


acidentes naturais do terreno, construções ou artifícios normalmente mais
apropriados para emprego em áreas (extraprédios). As barreiras subdividem-
se em barreiras naturais, artificiais e animais. Como exemplos de barreiras
artificiais temos os muros, cercas, grades, alambrados, tonéis, cavaletes,
fossos, valas e valões, os próprios prédios e construções diversas.

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 31

Gabarito: Letra “C”

05. [FCC – TECNICO JUDIC. ESPEC. SEGURANÇA – TRF/1ª– 2011] Com


relação ao planejamento da segurança corporativa, é correto afirmar:

(A) Não cabe à segurança física a atenção e interferência nas questões


de prevenção e combate a incêndios, uma vez que são preocupações
inerentes às brigadas de incêndio.

10
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

Tenho certeza de que você não teve dúvidas do equívoco desse item,
não é mesmo?? Dizer que a segurança física não deve dar atenção e
interferência nas questões de prevenção e combate a incêndios é no mínimo
uma ingenuidade.

A segurança física está relacionada aos instrumentos materiais, isto é,


os meios materiais empregados pelos gestores da segurança de áreas e
instalações (ou física e patrimonial como queira) para prover a segurança das
áreas, instalações, dependências e ambientes.

Na concepção de um projeto de segurança, os equipamentos eletrônicos


utilizados na proteção de empreendimentos, por exemplo, poderão contemplar
e ações como detecção de alarmes perimetral e internos, Circuito Fechado de
Televisão – CFTV, prevenção, detecção e combate a incêndios, controle de
acesso de pessoas, veículos e materiais/produtos e sistemas de comunicação.

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 37 a 40

(B) A dissimulação é uma das características mais importantes da


segurança física; com a utilização dessa estratégia, os equipamentos
não ficam expostos, os agentes de segurança são preservados, não há
agressão visual, nem intimidação ao ambiente da empresa com a
presença ostensiva de tais entes.

Eita, eita!! Totalmente errada!!

A segurança física está relacionada aos instrumentos materiais, isto é, os


meios materiais empregados pelos gestores da segurança física e patrimonial
para prover a segurança das áreas, instalações, dependências e ambientes.

Esses instrumentos têm, portanto, existência devidamente localizável


(ostensividade) e finalidade inequivocamente identificável, para bem
cumprir sua destinação.

Todo e qualquer artifício, desde que fisicamente materializado nas áreas


e instalações, pode ser considerado como meio de segurança física. Assim, o
próprio serviço de vigilância, os controles de acesso e até os meios de
segurança eletrônicos podem ser considerados instrumentos de segurança
física, desde que ostensivos e perfeitamente identificáveis.

Sem se expor demasiadamente para não comprometer sua própria


integridade e finalidade, a segurança física deve evitar a dissimulação, ou
seja, deve evitar estar demasiadamente escondida ou camuflada.

Assim, o simples fato de sua existência poderá agir como um elemento


desestimulador ou, ao menos, como um instrumento ou agente que dificulte

11
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

atividades, atitudes ou ações que possam provocar danos às áreas e


instalações.

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 30

(C) O planejamento, embora deva ser fracionado em níveis


(operacional, técnico, tático e estratégico) exige a participação e o
comprometimento de todos em uma empresa, principalmente dos mais
altos escalões, ainda que estes sejam os que menos operacionalizam e
executem as ações de segurança.

Item relacionado com a nossa próxima aula, a Aula 03!! Vamos fazer um
pequeno ensaio sobre o planejamento de segurança:

Tendo em vista possibilitar a implantação, sem a imposição - que pode


gerar incompreensão, resistências e mesmo sabotagens, inviabilizando um
planejamento de segurança -, convém que se estabeleçam níveis de
planejamento compatíveis com o "público-alvo" que se pretende envolver, ou
seja, que sejam fracionados. São eles:

 Nível institucional (ou estratégico): envolve toda a empresa, porém


está mais identificado com a alta administração. Traça a filosofia e
políticas de segurança e define a missão do departamento responsável.

 Nível departamental (ou tático): busca a otimização dos recursos. É


desenvolvido nos níveis organizacionais intermediários e estabelece
meios necessários para implantação de sistema de segurança integrado.
Detalha condições, prazos e responsabilidades.

 Nível executivo (ou técnico): trata da descrição técnica detalhada do


sistema integrado, como também de seus equipamentos, manutenção,
instalação e equipes de operação e reparo.

 Nível operativo (ou operacional): trata do manual de operações de


segurança propriamente dito, descrevendo normas, condutas,
procedimentos de rotina ou emergenciais e os seus responsáveis.
Define, enfim, como devem ser cumpridas as tarefas.

Independentemente do nível, o planejamento exige a maior


proximidade possível com a alta direção, participação maciça e
profundo comprometimento de todos os segmentos institucionais com
seus objetivos, especialmente por parte da alta gestão. É exatamente o
que diz o nosso item!!

ITEM CORRETO

12
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(D) Uma vez identificado, analisado seus efeitos e consequências,


nenhum risco poderá ser assumido sob pena de falha no planejamento
da segurança.

Certamente você deve ter estranhado esse item. Mas não se preocupe,
pois estudaremos ainda sobre a Análise de Riscos.

Mesmo sem ter estudado ainda, perceba que ele é bastante óbvio e
bobinho. Ora, se eu identifico um risco para nas minhas atividades de
segurança e analiso seus efeitos e consequências, como não assumi-lo e tratá-
lo? É claro que tenho que assumir os riscos identificados e tentar tratá-los à
luz de suas gravidades para a minhas atividades de segurança.

ITEM ERRADO

(E) O acionamento dos órgãos de segurança pública é um dos últimos


serviços a ser empregado na execução de atividades de segurança;
cabendo a interferência da segurança física e patrimonial em situações
nas quais a atuação não seja adequada, como nos casos de exposição
da imagem ou quando já foram esgotados os meios próprios da
empresa.

A mais importante medida ativa da Segurança de Áreas e Instalações é,


sem dúvida, o acionamento dos órgãos de segurança pública e de
defesa civil, sempre que oportuno, cabível e, principalmente, quando não
for desaconselhável, pois há ocasiões em que convém não agir com
publicidade. O acionamento desses órgãos, portanto, não deve ser um dos
últimos serviços a serem empregados. Assim, devem-se explorar ao máximo
as possibilidades e potencialidades dos órgãos públicos competentes,
reservando-se à segurança da gestão de áreas e instalações apenas as
situações em que a interferência do Estado não seja considerada adequada,
oportuna, cabível ou suficiente.

ITEM ERRADO

 Aula 02, pág. 23

Gabarito: Letra “C”

06. [FCC – TECNICO SEGURANÇA – TRT/1ª – 2011] Dentre as


modalidades de segurança planejadas para a aplicação em áreas e
instalações, destacam-se a segurança física e a eletrônica. Com
relação a essas duas modalidades, é correto afirmar que a segurança

(A) física compreende qualquer meio, mecânico ou eletrônico, desde


que identificável, a fim de coibir atitudes indesejáveis; porém não

13
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

compreende, didaticamente, o emprego de pessoas, mesmo


caracterizadas, pois pertence à outra modalidade de segurança.

Ora, ora!! Você não cai mais nesse tipo de afirmação, não é mesmo?

A segurança física está relacionada aos instrumentos materiais, isto é, os


meios materiais empregados pelos gestores da segurança física e patrimonial
para prover a segurança das áreas, instalações, dependências e ambientes.

Todo e qualquer artifício, desde que fisicamente materializado nas


áreas e instalações, pode ser considerado como meio de segurança física.
Assim, o próprio serviço de vigilância, os controles de acesso e até os
meios de segurança eletrônicos podem ser considerados instrumentos de
segurança física, desde que ostensivos e perfeitamente identificáveis.

As pessoas podem ser consideradas como segurança física, desde que


ajam caracterizados, ou seja, trajados com indumentária compatível, portando
ou se utilizando de material que permita sua identificação e localização e que
demonstre sua finalidade.

Os meios mecânicos são normalmente a modalidade de segurança física


mais conhecida e utilizada, em particular nas instalações (intraprédios). Nessa
categoria incluem-se os diferentes tipos de portas, portões, janelas e
basculantes, automatizados ou não, independentemente da forma de
acionamento. A categoria abrange também as películas de todo gênero,
cortinas e persianas, inclusive resistentes a projeteis de arma de fogo, as
cancelas, guaritas e seteiras, os "olhos mágicos", alarmes e sensores, bem
como quaisquer outros itens com o mesmo perfil e finalidade.

As fechaduras de diversos tipos tornaram-se, mais que outros meios


mecânicos de segurança física, um autêntico instrumento de controle de
acesso. Com essa finalidade, hoje largamente utilizada, alcançam elevados
níveis de segurança quando associadas a outros meios, como a leitura de
impressões digitais, da íris ou da face, por exemplo.

As barreiras, como meios de segurança física, internos ou externos, são


acidentes naturais do terreno, construções ou artifícios normalmente mais
apropriados para emprego em áreas (extraprédios).

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 30 e 31

(B) eletrônica que utiliza os meios mecânicos como portões e janelas é


a medida atualmente menos utilizada em instalações, sendo dada

14
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

prioridade ao emprego de pessoas caracterizadas ou não como


agentes.

Não há como falar sobre Segurança da Gestão de Áreas e Instalações


sem falarmos, é claro, da segurança eletrônica, hoje uma grande
ferramenta auxiliar para a proteção de empreendimentos.

Em se tratando de recursos eletrônicos, um dos principais objetivos que


podemos apontar é a utilização destes, principalmente como meio de detecção,
identificação, controle das áreas protegidas e obtenção de informações
gerenciais de segurança.

No desenho da arquitetura geral de um sistema de segurança, os


recursos eletrônicos são normalmente complementares aos demais, mas num
cenário mais otimista, com maiores investimentos financeiros e que exijam
visual menos agressivo, seguramente essa relação pode ser inversa.

Os meios eletrônicos merecem grande atenção por estarem diretamente


ligados à inteligência do sistema de proteção do empreendimento, o que os
tornam muito vulneráveis. O item erra ao afirmar que os meios eletrônicos são
medidas menos utilizadas em instalações. Muito pelo contrário!!

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 37 a 39

(C) física se caracteriza pelo emprego de dispositivos ou materiais


mecânicos que, devido a sua dimensão física, limitam a circulação e
acesso de pessoas, funcionando como barreiras que só permitem a
circulação se retiradas do trajeto que bloqueiam, como portões e
cancelas.

A segurança física se caracteriza pelo emprego não só de meios


mecânicos como também de fechaduras, barreiras e pessoas.

Os meios mecânicos são normalmente a modalidade de segurança física


mais conhecida e utilizada, em particular nas instalações (intraprédios). Nessa
categoria incluem-se os diferentes tipos de portas, portões, janelas e
basculantes, automatizados ou não, independentemente da forma de
acionamento. A categoria abrange também as películas de todo gênero,
cortinas e persianas, inclusive resistentes a projeteis de arma de fogo, as
cancelas, guaritas e seteiras, os "olhos mágicos", alarmes e sensores, bem
como quaisquer outros itens com o mesmo perfil e finalidade.

As barreiras, como meios de segurança física, internos ou externos, são


acidentes naturais do terreno, construções ou artifícios normalmente mais
apropriados para emprego em áreas (extraprédios).

15
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(D) física compreende todo o emprego de materiais e meios,


exclusivamente mecânicos, como barreiras, cancelas e portões; já a
segurança eletrônica se caracteriza pelo emprego de meios
exclusivamente eletrônicos, como circuitos fechados de câmeras de
televisão.

O mesmo erro: afirmar que a segurança física se caracteriza pelo


emprego exclusivo de meios mecânicos. É caracterizada também por
fechaduras, barreiras e pessoas.

E outra: a segurança eletrônica não se caracteriza pelo emprego de


meios exclusivamente eletrônicos, como circuitos fechados de câmeras de
televisão. Os sistemas de segurança eletrônicos atuais compõem-se também
normalmente de três partes: um sensor, uma central de processamento e
uma central de monitoramento.

ITEM ERRADO

 Aula 02, págs. 37 a 39 e 41

(E) eletrônica pode ser caracterizada pelo uso em conjunto de


dispositivos técnicos capazes de emitir sinais sobre a ocorrência de
eventos, advertindo sobre sua ocorrência, sendo composta,
genericamente, por um sensor, uma central de processamento e outra
de monitoramento.

Certinha!! Foi o que acabamos de ver no comentário da questão


anterior!!

Gabarito: Letra “E”

07. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/9ª – 2010] No que


tange às características da segurança corporativa, é INCORRETO
afirmar:

(A) Gerenciar riscos muitas vezes implica assumi-los, pois essa forma
pode se apresentar mais viável e vantajosa por meio de uma análise de
relação custo-benefício.

O assunto gerenciamento de riscos, como eu já disse, será estudado


mais adiante, por isso não se preocupe se você teve alguma dificuldade em
considerar o item correto ou não.

De qualquer forma, posso assegurar-lhe que está correto, pois de fato


gerenciar riscos muitas vezes implica em assumi-los, pois essa forma pode se

16
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

apresentar mais viável e vantajosa por meio de uma análise de relação custo-
benefício.

ITEM CORRETO

(B) Existe especial interesse da gestão de segurança de áreas e


instalações nas medidas de proteção e combate a incêndios, uma vez
que visam também a proteção contra o patrimônio; inclusive algumas
medidas visam primeiramente a proteção contra o patrimônio e
secundariamente a proteção à vida humana.

Muito cuidado com esse item!! Ele nos traz uma linha bem tênue sobre a
razão de ser da segurança patrimonial quando afirma que algumas das
medidas de proteção de áreas e instalações têm como objetivo prioritário o
patrimônio.

De fato, se você der uma olhadinha em alguns dos aspectos estudados


em sua Aula 02, você perceberá que algumas das medidas de segurança
eletrônica têm sim como função principal a proteção do patrimônio, como por
exemplo, alarmes de intrusão em caixas-fortes cujo único propósito é avisar
ação criminosa, ou seja, proteger o patrimônio. Reconheço que esse item
poderia ter sido mais bem escrito. No entanto, pelas razões expostas, tenho
que concordar com o ponto de vista da FCC ao considerar que a expressão
"algumas medidas" não deixa errado o item.

ITEM CORRETO

(C) O serviço de vigilância possui, nos materiais, equipamentos e


tecnologias utilizados, seus mais importantes componentes,
corroborando com isso o fato de que os corretos emprego e alocação
desses componentes possuírem desdobramentos de alta eficácia sobre
a gestão de segurança de áreas e instalações.

Os serviços de vigilância não se limitam, como antigamente, a postar


pessoal em pontos estratégicos das instituições, com a finalidade de "vigiar" o
local. Hoje, participam da administração do sistema de segurança integrado,
por intermédio de diversos níveis de colaboradores que operam os meios,
empregam as técnicas e utilizam as tecnologias disponíveis, as quais, embora
tendam a substituir o homem, dificilmente o farão completamente.

Dessa forma, é um tremendo equívoco afirmar que o serviço de


vigilância possui, nos materiais, equipamentos e tecnologias utilizados, seus
mais importantes componentes. O ser humano é seu maior componente, pois
sem ele os demais meios seriam totalmente ineficazes.

ITEM ERRADO

17
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

 Aula 02, pág. 27

(D) O controle de acesso compreende medidas e procedimentos


destinados à limitação e ao controle de circulação, não apenas de
pessoas e objetos mecânicos ou eletrônicos, mas também de dados e
informações.

Perfeito!! O controle de acesso compreende todas as atividades, medidas


e procedimentos dos quais resultem, específica ou acessoriamente, limitação
e/ou controle de circulação ou de acesso, de tudo e de todos, no âmbito de
uma instituição. Limita e controla, portanto, não só a circulação e o acesso de
pessoas, mas de veículos, visitantes, material, documentos, inclusive de dados
e informações (os "conhecimentos").

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 59

(E) Câmaras ocultas e sensores de presença e movimento colocados


nos acessos e circulação de edificações podem ser considerados
medidas de controle de acesso e circulação, mas jamais podem ser
considerados medidas de segurança física.

Lá vem a banca repetindo a velha pegadinha de sempre: insinuar que a


dissimulação (ou ocultação) é totalmente recomendada na operacionalização
da segurança física.

Todo e qualquer artifício, desde que fisicamente materializado nas áreas


e instalações, pode ser considerado como meio de segurança física. Assim, o
próprio serviço de vigilância, os controles de acesso e até os meios de
segurança eletrônicos podem ser considerados instrumentos de segurança
física, desde que ostensivos e perfeitamente identificáveis.

Sem se expor demasiadamente para não comprometer sua própria


integridade e finalidade, a segurança física deve evitar a dissimulação, ou
seja, deve evitar estar demasiadamente escondida ou camuflada.

ITEM ERRADO

 Aula 02, pág. 30

Nessa questão, dois dos itens estão incorretos e, por isso, a questão está
anulada.

Gabarito: NULA (C e E estão incorretas)

18
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

08. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/9ª – 2010] Uma


grande empresa multinacional adotou as denominações de: áreas
sensíveis para classificar áreas que, se sujeitas a danos,
necessariamente provocarão perdas para a empresas, e áreas
perigosas para classificar áreas que potencialmente possam provocar
danos por si só, cuja perda poderá ocorrer ou não. Sendo assim, nas
instalações dessa empresa, caracterizam, respectivamente, uma área
sensível e uma área perigosa,

Essa é uma daquelas questões chatinhas, um pouco mais complexa e


que pode ter causado certa dificuldade para você. Não é uma questão bem
elaborada por gerar certas discussões. Vou tentar explicar item por item, mas
já te adianto que o melhor mesmo será memorizar quem, dentre as opções
abaixo, é considerada área perigosa e quem é área sensível. Veja:

(A) central de vigilância e central de telecomunicações.

A central de vigilância é outra denominação dada à central de


monitoramento. As centrais de monitoramento, ou centrais de segurança, são
centros de operação de onde são monitoradas várias centrais de
processamento, possibilitando maior nível de interferência nos eventos.
Acionam outros dispositivos - segurança pública ou não pública, defesa civil,
pessoal técnico ou o próprio usuário - e permitem máxima exploração de suas
próprias potencialidades.

Ora, é óbvio que, pela sua criticidade e importância, se uma central de


vigilância sofrer danos, haverá perdas para a empresa. O patrimônio estará
totalmente desprotegido. É, portanto uma área sensível!!

Da mesma forma as centrais de telecomunicações. Essas, sem dúvida, se


sofrerem danos, certamente podem comprometer o funcionamento de uma
empresa e provocar perdas consideráveis. Em um mundo globalizado, não se
imagina uma empresa desprovida, por qualquer momento que seja, de seus
sistemas de telecomunicações. Também são consideradas áreas sensíveis.

Central de vigilância  Área sensível

Central de telecomunicações  Área sensível

SEQUENCIA INCORRETA

(B) central de telecomunicações e guarita de entrada.

A central de telecomunicações, você já sabe: área sensível. A guarita de


entrada não é capaz de provocar dano por si só, mas é bastante vulnerável a
ataques e, portanto, pode sofrer danos e perdas principalmente humanas. Por
isso, é também considerada uma área sensível.

19
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

Central de telecomunicações  Área sensível

Guarita de entrada Área sensível

SEQUENCIA INCORRETA

(C) caldeira e central de telecomunicações.

A caldeira, por ser um equipamento gerador de vapor, tem, por si só,


potencial para provocar dano por si, pois necessita ser bem manuseada.
Agora, um dano a uma caldeira não necessariamente provocará perdas a uma
empresa. Não podemos garantir isso. Por esse motivo, é considerada uma área
perigosa. Seria exagero classificar uma caldeira como área sensível.

Já vimos sobre a central de telecomunicações. Logo, temos que:

Caldeira  Área perigosa

Central de telecomunicações  Área sensível

SEQUENCIA INCORRETA

(D) central de processamento de dados e caldeira.

Uma central de processamento de dados é uma área sensível, pois se


sofrer algum dano, certamente acarretará perdas financeiras ou de informação
para a empresa. Já vimos que a caldeira é uma área perigosa, logo achamos a
nossa resposta!!

Central de processamento de dados  Área sensível

Caldeira  Área perigosa

SEQUENCIA CORRETA

(E) geradores de energia elétrica e baterias de gases combustíveis.

Geradores de energia elétrica são essenciais hoje para grandes empresas


e caso sofram danos, podem paralisar o funcionamento da empresa e
certamente provocar perdas. Não tenha dúvidas que os geradores de energia
elétrica são considerados áreas sensíveis.

Baterias de gases combustíveis normalmente estão localizadas nas salas


de máquinas, onde também ficam os geradores e a caldeira, por exemplo.
Caso sejam mal geridos podem acarretar explosões o que certamente deixaria
a empresa em apuros. São também áreas sensíveis.

Geradores de energia elétrica  Área sensível

20
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

Baterias de gases combustíveis  Área sensível

SEQUENCIA INCORRETA

Repito, caro aluno: o melhor aqui é memorizar quem é quem e levar


esses conceitos para a sua prova, pois a FCC assim os considera, ok??

Gabarito: Letra “D”

09. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRF/4ª – 2010] Das


diversas características de um sistema de gestão da segurança física,
uma que deve sobressair sobre as demais é

(A) manter o foco prioritário nos equipamentos, pois, com o advento


de novas tecnologias, tais como identificação da íris, da retina, de voz
e de face, o trabalho da segurança é facilitado, sem a necessidade de
exposição das pessoas aos riscos atinentes às atividades.

O foco prioritário da segurança deve ser sempre as pessoas e o


patrimônio e não os equipamentos de segurança. Esse é o primeiro erro do
item. Outro: o advento de novas tecnologias, tais como identificação da íris, da
retina, de voz e de face, de fato facilita o trabalho da segurança, mas a
existência desses equipamentos não significa que as pessoas deixarão de ficar
expostas aos riscos.

ITEM ERRADO

(B) a dissimulação, sem intimidar as pessoas com demasiada


exposição das medidas de segurança de uma edificação, com o intuito
de flagrar ações ou atitudes com potencial ameaçador, focando no
elemento surpresa, e atuando de forma reativa.

Acho que você já está cansado de saber que a dissimulação deve ser
evitada e, obviamente, não deve ser o foco prioritário das ações de segurança.

Todo e qualquer artifício, desde que fisicamente materializado nas áreas


e instalações, pode ser considerado como meio de segurança física. Assim, o
próprio serviço de vigilância, os controles de acesso e até os meios de
segurança eletrônicos podem ser considerados instrumentos de segurança
física, desde que ostensivos e perfeitamente identificáveis.

Sem se expor demasiadamente para não comprometer sua própria


integridade e finalidade, a segurança física deve evitar a dissimulação, ou
seja, deve evitar estar demasiadamente escondida ou camuflada.

Assim, o simples fato de sua existência poderá agir como um elemento

21
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

desestimulador ou, ao menos, como um instrumento ou agente que dificulte


atividades, atitudes ou ações que possam provocar danos às áreas e
instalações.

E mais: foco no elemento surpresa e na atuação reativa não são os


maiores propósitos da segurança física.

ITEM ERRADO

(C) manter o foco prioritário nas pessoas, pois os equipamentos,


eletrônicos ou mecânicos, são passíveis de falhas e dependem de
energia; já as pessoas possuem capacidade de discernimento e
raciocínio, ou seja, os equipamentos são importantes ferramentas para
a execução dos serviços de segurança, mas o principal é focar no
elemento humano.

O item não está de todo errado, mas o que a questão nos pede é aquele
que traz a característica de um sistema de gestão da segurança que deve
sobressair sobre as demais. Não devemos esquecer que, além do foco
prioritário ser nas pessoas, ele também deve priorizar o patrimônio.

ITEM ERRADO

(D) a ostensividade, com o intuito de demonstrar os equipamentos e


medidas existentes como forma de desestimular ações ou atitudes que
possam causar danos à área protegida, com atuação principalmente de
forma preventiva.

Esse item é um daqueles que você deve repetir várias vezes em voz alta
e não esquecer de jeito nenhum para a sua prova. Perfeita descrição de qual
deve ser uma característica marcante de um sistema de gestão da segurança
física. Corretíssimo!!

ITEM CORRETO

(E) a visão sistêmica de todos os processos de proteção, pois devem


estar interligados, uma vez que são dependentes entre si e formam,
juntos, o sistema de gestão de risco.

Estamos diante de outro item que não está errado, mas também não é
aquela característica, dentre os demais itens da questão, que deve sobressair
sobre as demais.

ITEM ERRADO

Gabarito: Letra “D”

22
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

10. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRF/4ª – 2010]


Considerando as medidas de segurança física e patrimonial, analise:

I. O acionamento dos órgãos de segurança pública, sempre que


oportuno e cabível, é a medida mais importante quando se tratar de
medidas de gestão da segurança física e patrimonial.

A mais importante medida ativa da Segurança de Áreas e Instalações é,


sem dúvida, o acionamento dos órgãos de segurança pública e de
defesa civil, sempre que oportuno, cabível e, principalmente, quando não
for desaconselhável, pois há ocasiões em que convém não agir com
publicidade. O acionamento desses órgãos, portanto, não deve ser um dos
últimos serviços a serem empregados. Assim, deve-se explorar ao máximo as
possibilidades e potencialidades dos órgãos públicos competentes, reservando-
se à segurança da gestão de áreas e instalações apenas as situações em que a
interferência do Estado não seja considerada adequada, oportuna, cabível ou
suficiente.

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 23

II. A proteção física se dá por meio de elementos, dos mais simples


aos mais sofisticados, como cercas, câmeras de segurança ostensivas
ou dissimuladas e alarmes com sensores de movimento, entre outros.

A questão estaria corretinha não fosse por ter usado o termo


“dissimuladas”. A segurança física está relacionada aos instrumentos materiais,
isto é, os meios materiais empregados pelos gestores da segurança física e
patrimonial para prover a segurança das áreas, instalações, dependências e
ambientes.

Esses instrumentos têm, portanto, existência devidamente localizável


(ostensividade) e finalidade inequivocamente identificável, para bem cumprir
sua destinação.

Todo e qualquer artifício, desde que fisicamente materializado nas áreas


e instalações, pode ser considerado como meio de segurança física. Assim, o
próprio serviço de vigilância, os controles de acesso e até os meios de
segurança eletrônicos podem ser considerados instrumentos de segurança
física, desde que ostensivos e perfeitamente identificáveis.

Sem se expor demasiadamente para não comprometer sua própria


integridade e finalidade, a segurança física deve evitar a dissimulação, ou
seja, deve evitar estar demasiadamente escondida ou camuflada.

ITEM ERRADO

23
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

 Aula 02, pág. 30

III. As medidas de controle de acesso propriamente ditas podem ser,


dentre outras: pessoais, quando se emprega um vigilante em uma
ronda, por exemplo; ou instrumentais, quando se emprega
equipamentos em conjunto com elemento humano, no caso de um
vigilante em uma guarita, por exemplo.

Erro bem sutil e maldoso!!

Os Estes tipos de controles são meios empregados com a finalidade


específica de estabelecer restrições à circulação e/ou ao acesso.
Diferentemente dos controles procedimentais, estabelecem limitações
resultantes de sua própria destinação.

Considerando a natureza do meio empregado, os controles de acesso


propriamente ditos podem ser:

 Pessoais: empregam especificamente os RH como meio de controle;

 Instrumentais: meios materiais diversos ou;

 Mistos: a combinação de ambos para exercer as restrições a que se


destinam.

O item troca o conceito de controles mistos por instrumentais. Quando se


emprega equipamentos em conjunto com elemento humano, estamos diante
de controles mistos e não instrumentais.

 Aula 02, pág. 30

ITEM ERRADO

IV. A localização da edificação, seu conteúdo, o uso a que se destina e


as medidas de segurança nela presentes são circunstâncias que
influenciam na avaliação de riscos da edificação.

Mais um item sobre o assunto gerenciamento de riscos. Mais um também


que você nem precisaria do conhecimento aprofundado sobre o tema para
saber que essa afirmativa é bem básica, simples e certinha.

Mesmo que você não estivesse certo da resposta, os itens já analisados


nos levam ao gabarito da questão, pois na letra “B” já teríamos:

(B) I-V; II-F; III-F; IV-V; V-F.

Só esse item já nos garantia acertar a questão!! Lembre-se sempre de


usar as repostas como suas aliadas em questões desse tipo, ok?

24
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

ITEM CORRETO

Mas vamos continuar:

V. Quanto ao sistema de iluminação de emergência, quando se tratar


de blocos autônomos, como permanecem desligados nas situações
rotineiras, não são de interesse da segurança física e patrimonial, ao
contrário da iluminação normal da edificação.

Aqui você nem precisaria saber o que são esses blocos autônomos para
desconfiar que esse item tivesse algo de errado ao afirmar que a iluminação de
emergência não é de interesse da segurança física e patrimonial.

Os blocos autônomos são mais conhecidos como os anexos de uma


edificação. A depender do tamanho, uma edificação pode ser composta por um
prédio principal e de outros a ele direta ou indiretamente ligados. São os
prédios ou blocos anexos. Alguns desses blocos podem não ser tão utilizados
em situações rotineiras, como por exemplo, um depósito de materiais
inservíveis.

Porém, o fato de não serem utilizados rotineiramente não quer dizer que
não devam ser providos de dispositivos de segurança, como a iluminação de
emergência por exemplo. E mais: é claro que essa iluminação de emergência
deve ser sim ser gerida pela segurança física e patrimonial, pois a sua função é
a de prover a segurança para todos os componentes patrimoniais da instituição
sejam eles prédios principais ou blocos anexos.

Mais do que simplesmente cuidar das condições de luminosidade, à


segurança da gestão de áreas e instalações compete zelar por toda a
segurança do sistema de iluminação. Além de garantir a melhor utilização
da própria luz natural, responsabiliza-se pelas luzes de emergência, plantas de
distribuição, comandos de acionamento, postos de controle, geradores, pessoal
responsável, procedimentos normais e em situações de sinistros ou
emergência. Engloba, enfim, todos os itens da iluminação que possam, de
forma direta ou indireta, contribuir para minimizar ou aumentar riscos ou
ameaças às áreas e instalações.

A localização, a instalação, a manutenção, a operação e a administração


ou até mesmo a modificação de qualquer item procedimental do sistema de
iluminação, constituem objeto de inequívoco interesse da Segurança da
Gestão de Áreas e Instalações.

ITEM ERRADO

Diante do exposto, temos que a correlação verdadeiro (V) e falso (F),


para cada item acima, está correta em:

25
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(A) I-F; II-V; III-F; IV-V; V-V.

(B) I-V; II-F; III-F; IV-V; V-F.

(C) I-V; II-F; III-V; IV-F; V-V.

(D) I-V; II-V; III-F; IV-V; V-F.

(E) I-F; II-F; III-V; IV-V; V-V.

Gabarito: Letra “B”

11. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/18ª – 2008] O setor


de segurança deve usar, no controle da entrada de estranhos, sistemas

Para a efetiva segurança no controle de acesso é indispensável a


instalação de medidas estáticas (circuito fechado de TV, botão de pânico,
aparelhos de controle com base na biometria, etc.) e treinamento constante
dos profissionais de segurança.

Bom, com base no parágrafo acima e em tudo que já estudamos sobre


controle de acesso, fica bem fácil a resolução dessa questão. Vamos à procura
do item que melhor traz os sistemas que devem ser usados para o controle de
entrada de pessoas. Faremos isso através de um esquema de checklist. Todos
os sistemas listados no item devem estar corretos para que o item esteja
correto. Vamos lá:

(A) arquitetônico, trabalhista, jurídico e físico.

Arquitetônico  OK

Ex: guaritas e uso de barreiras.

Trabalhista  ERRADO

Jurídico  ERRADO

Físico  OK

Ex: catracas e cancelas.

ITEM ERRADO

(B) físico, mecânico, eletrônico e humano.

Físico  OK

26
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

Ex: técnicas de paisagismo e uso de barreiras.

Mecânico  OK

Ex: portões e cancelas.

Eletrônico  OK

Ex: botões de pânico, identificadores biométricos.

Humano  OK

Ex: sistema de vigilância.

Essa é a nossa resposta!!

ITEM CORRETO

(C) administrativo, eletrônico, perimétrico e tributário.

Administrativo  ERRADO (poderíamos até aceitar, mas não é bem um


sistema de controle de acesso a ser usado para controle de entrada de
pessoas).

Eletrônico  OK

Ex: detectores de metais.

Perimétrico  OK

Ex: portas, portões e barreiras físicas.

Tributário  ERRADO (nada a ver!!)

ITEM ERRADO

(D) oficial, mecânico, organizacional e jurídico.

Oficial  ERRADO (essa foi demais!!)

Mecânico  OK

Ex: portas e portais.

Organizacional  ERRADO (invenção da banca)

Jurídico  ERRADO

ITEM ERRADO

27
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(E) físico, policial, inflamável e periférico.

Físico  OK

Ex: claviculário.

Policial  ERRADO (controle de entrada por meios policiais??)

Inflamável  ERRADO (palavra desconexa!!)

Periférico  OK

Ex: guaritas.

ITEM ERRADO

Gabarito: Letra “B”

12. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/18ª – 2008] O


técnico judiciário−segurança José foi escalado para controlar as áreas
de trânsito do Tribunal e deve, portanto, cuidar, prioritariamente,

A questão nos pede ações prioritárias no controle das áreas de trânsito


(pessoas, veículos e materiais) do Tribunal. Vamos ver qual item melhor se
encaixa com essa noção de “prioridade”:

(A) somente dos locais onde os riscos de incêndio, invasão e


depredação podem colocar em perigo os funcionários do Tribunal.

Quando a FCC usa termos como “somente” e “apenas”, fique logo


bastante desconfiado!!

Não é somente dos locais onde os riscos de incêndio, invasão e


depredação podem colocar em perigo os funcionários do Tribunal que o técnico
de segurança deve se preocupar. Esses devem sim ser alvos de medidas
preventivas, mas o foco não deve ser prioritário.

ITEM ERRADO

(B) das áreas onde existem altos potenciais de riscos para pessoas e
veículos nas proximidades externas ao Tribunal.

Mesmo raciocínio do item anterior. As áreas onde existem altos


potenciais de riscos devem ser protegidas e isoladas com medidas adotadas
pela equipe de segurança. Não devem nem ser áreas de trânsito do Tribunal.

ITEM ERRADO

28
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(C) somente dos locais reservados cujo acesso seja permitido apenas
às pessoas devidamente autorizadas.

Lá vem a palavra “somente” de novo!! O controle da equipe de


segurança deve ser o mais amplo possível e não somente dos locais
reservados cujo acesso seja permitido apenas às pessoas devidamente
autorizadas.

ITEM ERRADO

(D) das áreas destinadas à guarda de processos e documentos de


interesse dos juízes do Tribunal.

Essas áreas não são normalmente áreas reservadas para o trânsito de


pessoas, veículos e materiais em um Tribunal. São áreas a serem protegidas,
mas são espaço reservados e, portanto, não comumente destinados ao
trânsito.

ITEM ERRADO

(E) dos locais de acesso ao Tribunal, como portas, portões, corredores,


elevadores, rampas da garagem e escadas.

Pronto!! Temos aqui indubitavelmente as verdadeiras áreas de trânsito a


serem prioritariamente protegidas pelo técnico de segurança e sua equipe.

ITEM CORRETO

Gabarito: Letra “E”

13. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/2ª– 2008] Em


geral, os sistemas de segurança eletrônicos podem ser compostos,
normalmente, de três partes: sensores, central de processamento e
central de monitoramento. As centrais de monitoramento são

Para procurarmos o item correto, vamos antes revisar importantes


conceitos de nossa Aula 02:

Os sistemas de segurança eletrônicos atuais, como corretamente afirma


o enunciado, compõem-se normalmente de três partes: um sensor, uma
central de processamento e uma central de monitoramento.

Os sensores são os responsáveis por acusar os eventos, isto é,


literalmente "dar o alarme", denunciando uma ocorrência por intermédio
da emissão de sinais eletromagnéticos, sonoros ou de radiofrequência.

29
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

As centrais de processamento RECEBEM E INTERPRETAM os sinais


emitidos pelos sensores e acionam reações contra os eventos,
programadas e simples, como alertas sonoros ou ligações telefônicas
para o usuário. Podem também acionar reações mais complexas, como
processamento e armazenamentos dos eventos, ligações para centrais
de monitoramento ou acionamento de outros dispositivos - trancamento
de dependências, desligamento ou acionamento de aparelhos, por
exemplo. São normalmente locais, isto é, internas ou muito próximas
das áreas e instalações que buscam proteger.

As centrais de monitoramento, ou centrais de segurança, são


centros de operação de onde são MONITORADAS VÁRIAS CENTRAIS DE
PROCESSAMENTO, possibilitando maior nível de interferência nos
eventos. Acionam outros dispositivos - segurança pública ou não pública,
defesa civil, pessoal técnico ou o próprio usuário - e permitem máxima
exploração de suas próprias potencialidades. São normalmente remotas,
podem dispor de ligação áudio e vídeo com os ambientes monitorados e
admitem operação terceirizada.

 Aula 02, pág. 41

Vamos agora em busca do item fiel ao conceito de central de


monitoramento acima descrito:

(A) as responsáveis por acusar os eventos, isto é, literalmente “dar o


alarme”, denunciando uma ocorrência por intermédio da emissão de
sinais de radiofrequência, exclusivamente.

Quem acusa os eventos e “dá o alarme” são os sensores e não as


centrais de monitoramento.

ITEM ERRADO

(B) centros de operação de onde são monitoradas várias centrais de


processamento, possibilitando maior nível de interferência nos
eventos.

Perfeito!! Essa é uma das funções das centrais de monitoramento.

ITEM CORRETO

(C) detetoras ópticas que captam as emissões de radiação


infravermelha, única e exclusivamente, geradas por qualquer objeto
numa única zona perimetral sensoreada.

Estamos diante de um tipo de sensor, o sensor de infravermelho IVP e


não de central de monitoramento. Veja:

30
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

 Infravermelho passivo (IVP): são detectores ópticos que captam as


emissões de radiação infravermelha geradas por qualquer objeto na
zona sensoreada. Proporcionam variadas possibilidades de coberturas
ambientais, mas, tendo em vista sua alta sensibilidade, exigem
cuidados adicionais para evitar alarmes falsos;

 Aula 02, pág. 43

ITEM ERRADO

(D) detetoras sonoras que captam os sons incompatíveis com o


ambiente ou objeto que buscam proteger, única e exclusivamente,
constituindo ferramenta imprescindível para identificação prévia dos
pontos críticos geradores de riscos.

Temos aqui mais um tipo de sensor, o detector de ruídos. Confira:

 Detectores de ruídos: detectam sons incompatíveis com o ambiente


ou objeto que buscam proteger. Usam microfones para analisar o tipo
de frequência dos sons emitidos pelo evento, e só emitem sinal de
alarme conforme parâmetros previamente estabelecidos.

 Aula 02, pág. 44

ITEM ERRADO

(E) sistemas que exploram a reflexão de ondas de alta frequência em


objetos, disparando o botão de pânico na ocorrência de um evento que
evidencie risco ou ameaça.

Eita banca pra gostar de um sensor!! Aqui temos um tipo de sensor de


movimento por microondas.

 Microondas: são sistemas que exploram o efeito doppler, ou seja, a


reflexão de ondas de alta frequência em objetos. Um transmissor
emite um sinal que é analisado por um receptor. Se alguma alteração
que caracterize movimento for detectada, um sinal de alarme será
gerado e transmitido de diversas formas.

 Aula 02, pág. 43 e 44

ITEM ERRADO

Gabarito: Letra “B”

31
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

14. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/18ª – 2008] O


prédio do tribunal deve estar sob vigilância

(A) ininterruptamente.

É óbvio que sim!! É pra isso que existe o trabalho em escala!! É


inadmissível que um prédio de Tribunal tenha vigilância apenas em horários
específicos. Item corretinho!!

ITEM CORRETO

(B) especificamente no período noturno.

O comentário do primeiro item já diz tudo!! A vigilância deve ser


ininterrupta.

ITEM ERRADO

(C) nos fins de semana, principalmente.

Nos fins de semana sim, mas não principalmente. O prédio deve estar
sob vigilância permanente sendo mais reforçada nos dias úteis quando há
grande movimentação de pessoas, veículos e materiais.

ITEM ERRADO

(D) de 2a a 6a feira, em especial.

Deve estar sob vigilância ininterrupta e não em especial de 2ª a 6ª feira.

ITEM ERRADO

(E) apenas durante o dia, quando o movimento é maior.

Essa é demais!!

ITEM ERRADO

Gabarito: Letra “A”

15. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/18ª – 2008] Para


aprimorar a segurança de qualquer instalação predial, deve ser
controlada, nos portões, a entrada de

Essa questão foi um presente dado pela banca!! Em um sistema de


segurança bem planejado e organizado o controle de acesso deve englobar
todas as pessoas, sem exceção.

32
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

Revisando: o controle de acesso compreende todas as atividades,


medidas e procedimentos dos quais resultem, específica ou acessoriamente,
limitação e/ou controle de circulação ou de acesso, DE TUDO E DE TODOS,
no âmbito de uma instituição. Limita e controla, portanto, não só a circulação e
o acesso de pessoas, mas de veículos, visitantes, material, documentos,
inclusive de dados e informações (os "conhecimentos").

 Aula 02, pág. 59

O nosso item é a letra “A”. Os demais itens usam o termo “apenas” e,


por isso, estão errados.

Gabarito: Letra “A”

16. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/2ª – 2008] A


segurança corporativa é voltada para o ambiente

I. institucional geral.

Claro, foi o que você estudou até aqui!!

As medidas e procedimentos tomados para a segurança direcionam-se,


invariavelmente, contra riscos e/ou ameaças que possam causar dano ou a
pessoas (físicas ou jurídicas) ou ao patrimônio destas.

Independentemente do ambiente em que serão tomadas as medidas ou


procedimentos, haverá sempre um "objeto" para as ações da atividade de
segurança que, por sua vez, estará relacionado a um ser humano ou a um
bem, o qual, tendo em vista o diversificado perfil dos itens que podem ser
considerados como tal, convencionamos chamá-los de "ativos".

ITEM CORRETO

 Aula 02, pág. 59

II. dos patrimônios produtivos, apenas.

Desconfie logo do uso de termo como “apenas” e “somente” em itens,


pois eles são excludentes. Logo, não é só com os patrimônios produtivos que
as ações de segurança se preocupam.

ITEM ERRADO

III. dos patrimônios financeiros, apenas.

E muito menos só dos patrimônios financeiros.

33
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

ITEM ERRADO

IV. dos bens intangíveis, como os documentos históricos e os


softwares.

Um bem intangível é aquele em que não se pode tocar. Todo tipo de


conhecimento é um bem intangível. E deve ser mesmo alvo das ações de
segurança. Até aí tudo bem!! O problema é que documentos históricos e
softwares são tangíveis, ou seja, podemos tocá-los. Essa foi a pegadinha do
item!!

ITEM ERRADO

Assim, é correto o que consta no item I, apenas.

Gabarito: Letra “A”

17. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/2ª– 2008] A


segurança da gestão das áreas e instalações

Para responder aos itens dessa questão, vamos revisar conceitos


importantes de nossa Aula 20:

A Segurança da Gestão de Áreas e instalações consiste na adoção de


medidas e procedimentos de proteção de caráter geral, fiscalização e controle
de acesso de locais considerados "perigosos", seja para visitantes, seja para os
recursos humanos da empresa. Abrange, também, demarcação, bloqueio e
rigoroso controle de acesso a locais considerados "sensíveis".

Para tanto, avalia as necessidades de segurança de certas áreas,


instalações, dependências e ambientes de interesse, o que vai depender do
nível de sensibilidade ou periculosidade de cada local em relação ao processo
institucional, às pessoas, ao meio ambiente e à sociedade.

 Aula 02, pág. 11

Pronto, agora é só fazermos o velho cara-crachá nos itens a seguir!!

I. consiste na adoção de medidas e procedimentos de proteção de


caráter geral.

ITEM CORRETO

II. consiste na fiscalização e controle de acesso a locais considerados


“perigosos”, seja para os recursos humanos da empresa, seja para
visitantes.

34
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

ITEM CORRETO

III. abrange demarcação, bloqueio e rigoroso controle de acesso a


locais considerados “sensíveis”.

ITEM CORRETO

IV. avalia a necessidade de segurança de certas áreas, instalações,


dependências e ambientes de interesse, o que dependerá do nível de
sensiblidade ou periculosidade de cada local em relação ao processo
institucional, às pessoas, ao meio ambiente e à sociedade.

ITEM CORRETO

Não caro aluno, não fui eu o elaborador da questão!! Não sou professor
da FCC!! rsrsr

É você que tem o material certinho para seu concurso!!

Logo, e correto o que consta em I, II, III e IV.

Gabarito: Letra “B”

18. [FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRT/18ª – 2008]


Quando um supervisor de segurança inicia seu trabalho em defesa do
patrimônio do Tribunal, é prioritário

Imagine você iniciando o seu dia de trabalho no Tribunal como


supervisor de segurança. Quais seriam suas ações prioritárias? Lembre-se:
você, mais do que um técnico, é um supervisor.

(A) checar as instalações; verificar se os equipamentos de segurança e


proteção contra incêndios estão em ordem; designar funcionários para
situações de emergências; ter ciência do organograma.

Exatamente!! Está aqui um item que você já deve aprender como


funções do seu futuro dia-a-dia de trabalho no Tribunal.

Talvez você tenha estranhado a expressão “designar funcionários para as


situações de emergência” e tenha ficado na dúvida. Mas você não é um
supervisor?? Essa é uma ação típica e prioritária dessa função!!

Vá logo se acostumando!!

ITEM CORRETO

35
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(B) conhecer todos os diretores, os funcionários do local, o nome das


ruas próximas à organização e os equipamentos de comunicação
interna.

Conhecer todos os diretores e os funcionários do local?

Conhecer o nome das ruas próximas à organização?

As ações acima são prioritárias para um supervisor de segurança?

Sinceramente o elaborador deu uma viajada boa!!

ITEM ERRRADO

(C) verificar o número de funcionários da área de segurança,


identificar as saídas e controlar a movimentação interna da
organização.

O erro aqui é um tanto quanto sutil. Não é bem um ação prioritária do


supervisor verificar o número de funcionários da área de segurança. E outra:
controlar a movimentação interna das pessoas é algo um pouco forte. Como
você vai controlar a movimentação interna rotineira de um Tribunal?? Vai
controlar a movimentação interna de Ministros, Desembargadores e juízes, por
exemplo?

Tarefa árdua e antipática!! Deve haver sim controle de entrada de


pessoas, veículos e material, mas daí a controlar a movimentação interna da
organização não bem uma tarefa prioritária do supervisor.

ITEM ERRADO

(D) aprender o funcionamento dos equipamentos de segurança


existentes, os comandos de energia e conhecer todas as chefias da
organização.

Conhecer todas as chefias da organização é bastante complicado. Aqui


no Banco Central temos uma infinidade de chefes e seria humanamente
impossível conhecê-los todos. Convenhamos, essa não é uma atribuição
prioritária de um supervisor de segurança!!

As outras ações poderemos considerá-las corretas, apesar de eu ter


algumas ressalvas quanto a ter necessidade de conhecer os comandos de
energia.estão

ITEM ERRADO

(E) cumprir as normas exigidas pelos diretores da organização,


independentemente das orientações do chefe de segurança.

36
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

Você deve subordinação ao chefe de segurança. Cumprir as normas


exigidas pelos diretores da organização é um dever funcional, mas não em
detrimento das orientações do seu chefe.

ITEM ERRADO

Gabarito: Letra “A”

19. [FCC – TECNICO DE SEGURANÇA – MPU- 2007] No que tange à


Segurança Corporativa, para que um sistema de segurança resulte
altamente eficaz, é imprescindível que

Questãozinha bem simples. Tenho certeza que com o conhecimento que


já tem você não terá dificuldades em resolvê-la!!

I. as inspeções inopinadas sejam rotineiras;

As inspeções também são conhecidas como rondas. E outras: ser


inopinada significa dizer ser imprevista, súbita, inesperada.

Rondas (ou inspeções) são sistemas de avaliações móveis, que fazem


verificações das medidas estabelecidas e realizam checagens sobre o
cumprimento ou não dos procedimentos previstos. Contemplam todas as
modalidades de controle de acesso ou de segurança empregados e são
normalmente definidas de forma sistematizada, embora admitam realizações
inopinadas.

É bastante aconselhável que a equipe de segurança mantenha uma


rotina de inspeções inopinadas.

 Aula 02, pág. 63

ITEM CORRETO

II. o sistema tenha equipamentos detectores de invasões adequados e


eficientes;

Exatamente!! Vimos em nossa Aula 02 uma boa quantidade de sensores


e alarmes comumente recomendados e utilizados pela Segurança Corporativa.

ITEM CORRETO

III. a equipe de segurança esteja permanente e adequadamente


treinada;

Alguma duvida quanto à verdade do item??

37
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

ITEM CORRETO

IV. conte com equipamentos de hardware e softwares apropriados aos


fins a que se destinam;

Verdade!! Sensores, alarmes, equipamentos de controle de acesso e


CFTV. Todos esses recursos devem ser compostos por hardware e softwares
apropriados. Facinha, facinha!!

ITEM CORRETO

V. todos os componentes da organização sejam sensibilizados a


sentirem-se co-responsáveis pela segurança.

A educação para a segurança é um programa de disciplinas direcionado


para o público interno das instituições, elaborado com a finalidade de
desenvolver, nos Recursos Humanos e na alta administração, uma mentalidade
de segurança que atenda às necessidades corporativas.

Busca "educar", isto é, vai além de simplesmente e ensinar


procedimentos. Seu objetivo consiste, de fato, em envolver o Público interno
no esforço corporativo despendido na busca da melhor segurança institucional
possível.

A Educação para Segurança é parte integrante das políticas setoriais dos


diversos segmentos institucionais e incorpora, na prática, a apresentação do
planejamento de segurança elaborado para a instituição demonstrando a
importância da participação de cada colaborador no seu implemento.

 Aula 03, pág. 15

ITEM CORRETO

É correto então o que consta em I, II, III, IV e V.

Gabarito: Letra “A”

20. [FCC – TECNICO DE SEGURANÇA – MPU- 2007] Com relação ao


Planejamento de Segurança Corporativa, o conjunto de medidas de
segurança especificamente direcionado para os locais onde são
elaborados ou manuseados dados altamente sigilosos, bem como
materiais ultra sensíveis, com a finalidade de salvaguardá-los,
corresponde ao termo técnico designado Segurança

A questão fala em medidas de seguranças para locais onde são


elaborados ou manuseados dados altamente sigilosos, bem como materiais

38
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

ultrassensíveis, com a finalidade de salvaguardá-los. Esse é o perfeito conceito


doutrinário de Segurança de Área. Não esqueça!!

(A) Reativa.

(B) Ultra-secreta.

(C) Determinada.

(D) de Área.

(E) Reservada.

Gabarito: Letra “D”

 Instruções: Para responder às questões de números 21 e 22


considere as informações abaixo.

O Segurança “Y” recebeu a incumbência de pesquisar no mercado


imobiliário um local seguro para instalar uma repartição do Ministério
Público Federal.

21. [FCC – TECNICO DE SEGURANÇA – MPU- 2007] Ele deve optar,


prioritariamente, por um local/instalações

Vamos conferir, através de nossa ferramenta de checklist, qual item nos


traz as melhores características de uma edificação segura para se instalar uma
repartição do MPF. Se uma delas não estiver a contento, o item está errado,
ok?

(A) confortável; de estilo moderno; situado em local nobre; com vários


acessos disponíveis; com possibilidades da instalação de um canil;
próximo de pontos dominantes; com uma rede de refrigeração central;
com privacidade.

Confortável  OK

De estilo moderno  OK

Situado em local nobre  NÃO NECESSARIAMENTE

Com vários acessos disponíveis  OK, pois facilita as operações de comboio e


o planejamento do itinerário da equipe que
faz a segurança pessoal das autoridades. E
mais: facilita o deslocamento em caso de

39
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

necessidade de fuga da equipe de


segurança.

Com possibilidades da instalação de um canil  OK apesar de não ser


necessariamente uma
prioridade.

Próximo de pontos dominantes  ERRADO

A expressão "pontos dominantes" nada mais é do que qualquer lugar ou


ponto próximo à edificação que propicie ao criminoso ou atirador uma
visualização privilegiada de toda a edificação. Uma árvore nas proximidades,
por exemplo, onde escondido e devidamente posicionado, o criminoso possa
ter como alvo fácil áreas internas ou pessoas na edificação. Edificações em
áreas isoladas trazem como desvantagem a grande possibilidade de existência
de pontos dominantes.

Com uma rede de refrigeração central  OK

Com privacidade  NEM TANTO, pois o MPF é uma instituição pública e deve
ser de fácil acesso para a população, mas pode haver sim
certas dentro da edificação que devam ter maior
privacidade, como os gabinetes dos Procuradores, por
exemplo.

ITEM ERRADO

(B) amplo; bem construído; de estilo moderno; de fácil acesso;


distante dos eixos rodoviários; próximo de pontos dominantes.

Amplo  OK

Bem construído  OK

De estilo moderno  OK

De fácil acesso  OK

Distante dos eixos rodoviários  ERRADO, pois estar distante dos eixos
rodoviários pode dificultar as operações de
comboio ou de eventual fuga das equipes
que fazem a segurança pessoal das
autoridades do MPF.

Próximo de pontos dominantes  ERRADO

ITEM ERRADO

40
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(C) com privacidade; com cercas e muros, com altura suficiente para
proteção; sem obstáculos entre a construção e o muro; com vários
acessos ao local da construção; distante de pontos dominantes.

Com privacidade  OK

Com cercas e muros  OK

Com altura suficiente para proteção  OK

Sem obstáculos entre a construção e o muro  OK, entre a construção e o


muro não deve haver obstáculos que
possam dificultar a fluidez das medidas e
procedimentos de segurança.

Com vários acessos ao local da construção  OK

Distante dos pontos dominantes  OK

ITEM CORRETO

(D) com cercas e muros, com altura suficiente para proteção; com uma
rede de refrigeração central; amplo; distante dos eixos rodoviários.

Com cercas e muros  OK

Com altura suficiente para proteção  OK

Com uma rede de refrigeração central  OK

Amplo  OK

Distante dos pontos dominantes  OK

Próximo de pontos dominantes  ERRADO

Distante dos eixos rodoviários  ERRADO

ITEM ERRADO

(E) sem obstáculos entre a construção e o muro; amplo; próximo de


pontos dominantes; de fácil acesso; com rede de refrigeração central;
com possibilidades da instalação de um canil; confortável; construção
de estilo moderno e de alto padrão.

Sem obstáculos entre a construção e o muro  OK

Amplo  OK

41
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

Próximo dos pontos dominantes  ERRADO

De fácil acesso  OK

Com rede de refrigeração central  OK

Com possibilidades de instalação de um canil  OK

Confortável  OK

Construção de estilo moderno e de alto padrão  OK

ITEM ERRADO

Gabarito: Letra “C”

22. [FCC – TECNICO DE SEGURANÇA – MPU- 2007] Com a incumbência


de providenciar as primeiras medidas de segurança para as novas
instalações do imóvel escolhido, o Segurança “Y” planeja que deverá
haver:

(A) utilização de alarmes e emprego de cães; seleção de funcionários;


visitas e usuários identificados; divulgação dos novos serviços;
proteção para todas as aberturas; as dependências vazias devem ser
isoladas; limpeza e boa apresentação.

Utilização de alarmes e emprego de cães  OK

Seleção de funcionários  ERRADO, pois é responsabilidade da área de


recursos humanos.

Visitas e usuários identificados  OK

Divulgação de novos serviços  ERRADO, pois é função da área de


comunicação e não da segurança.

Proteção para todas as aberturas  OK

As dependências vazias devem ser isoladas  NÃO NECESSARIAMENTE

Limpeza e boa apresentação  ERRADO, pois essa função é da área de


patrimônio que deve contratar a execução
de tais serviços.

ITEM ERRADO

42
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

(B) limpeza e boa apresentação das dependências; seleção das


recepcionistas, divulgação dos novos serviços; seleção de funcionários;
visitas e usuários identificados.

Limpeza e boa apresentação das dependências  ERRADO

Seleção das recepcionistas  ERRADO, pois trata-se de mais uma competência


da área de recursos humanos.

Divulgação de novos serviços  ERRADO

Seleção de funcionários  ERRADO

Visitas e usuários identificados  OK

ITEM ERRADO

(C) limpeza e boa apresentação das dependências; seleção das


recepcionistas, divulgação dos novos serviços; utilização de alarmes e
emprego de cães; proteção para todas as aberturas.

Limpeza e boa apresentação das dependências  ERRADO

Seleção das recepcionistas  ERRADO

Divulgação de novos serviços  ERRADO

Utilização de alarmes e emprego de cães  OK

Proteção para todas as aberturas  OK

ITEM ERRADO

(D) seleção de funcionários; visitas e usuários identificados; utilização


de alarmes e emprego de cães; limpeza e boa apresentação das
dependências; seleção das recepcionistas, divulgação dos novos
serviços.

Seleção de funcionários  ERRADO

Visitas e usuários identificados  OK

Utilização de alarmes e emprego de cães  OK

Limpeza e boa apresentação das dependências  ERRADO

Seleção das recepcionistas  ERRADO

Divulgação de novos serviços  ERRADO

43
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

ITEM ERRADO

(E) proteção para todas as aberturas; inspeções frequentes nas


dependências; as dependências vazias devem ser trancadas e
verificadas regularmente; seleção de funcionários de segurança
adequados; visitas e usuários regularmente identificados; utilização de
alarmes e câmeras em locais estratégicos; emprego de cães
devidamente treinados para as funções inerentes à segurança.

Proteção para todas as aberturas  OK

Inspeções frequentes nas dependências  OK

As dependências vazias devem ser trancadas e verificadas regularmente  OK

Seleção de funcionários de segurança adequados  OK, pois apesar da seleção


de funcionários, no geral, ser da área de recurso
humanos, a seleção de funcionários da área de
segurança deve passar sim pelo crivo da equipe
de segurança.

Visitas e usuários regularmente identificados  OK

Utilização de alarmes e câmeras em locais estratégicos  OK

Emprego de cães devidamente treinados para as funções inerentes à


segurança  OK

ITEM CORRETO

Gabarito: Letra “E”

23. [FCC – TECNICO DE SEGURANÇA – MPU- 2007] Ao planejar a


execução da Segurança de áreas ou instalações de uma Organização,
os responsáveis devem atentar para alguns princípios, que são:

I. Existe segurança perfeita, total e absoluta.

Nessa você não cai, tenho certeza!!

Não existe segurança perfeita, total, muito menos absoluta. A função da


equipe de segurança de áreas e instalações é prover a melhor segurança
possível, mitigando o máximo de riscos e vulnerabilidades, mas nunca essa
segurança será total e absoluta. Impossível!!

ITEM ERRADO

44
www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE: SEGURANÇA E TRANSPORTES P/ O TRF 5ª REGIÃO
PROFESSOR: MARCOS GIRÃO

II. Um dos objetivos, no planejamento da segurança, é capacitar os


componentes da Segurança para evitar ou retardar ao máximo uma
possibilidade de ação criminosa contra a Organização.

De fato é verdade!! Você como futuro Técnico de Segurança do Tribunal,


será constantemente capacitado para o exercício de suas funções. E é
importante essa capacitação para que você tenha a expertise para evitar ou
retardar ao máximo uma possibilidade de ação criminosa contra a
Organização.

ITEM CORRETO

III. Capacitar os componentes da Segurança a reagir, no menor espaço


de tempo possível, objetivando a neutralização de possíveis agressões
às áreas.

Certinho. Mesma lógica do item anterior!!

ITEM CORRETO

IV. Segurança é prevenção; prevenção é treinamento; treinamento é


perfeição total.

O item ia até bem, pois de fato segurança é prevenção e prevenção é


treinamento, mas treinamento não significa perfeição total.

ITEM ERRADO

V. O investimento em segurança é inversamente proporcional ao risco


que se corre.

Não é bem assim. Quanto maiores os riscos, maior a necessidade de


investimentos em segurança, ou seja, a relação é diretamente proporcional e
não inversamente.

ITEM ERRADO

Logo, é correto o que consta nos itens II e III, apenas.

Gabarito: Letra “C”

***

Finalizamos mais uma aulinha bônus. Ela e as demais aulas de


comentários lhe servirão como uma boa base de revisão!! Grande abraço, foco
total e bons estudos!!

45
www.pontodosconcursos.com.br