Você está na página 1de 15

A restauração de Deus na

tragédia
Referência: Jó 1, 2, 42

INTRODUÇÃO

1.Um esforço concentrado do inferno para


destruir a família

A família está sendo bombardeada com arsenal


pesado. Há torpedos mortíferos apontados para a
família. É a crise conjugal. É crise dos jovens. É a
crise dos valores.

A família está perdida. A educação moderna está


perdida. As instituições não sabem o que fazer
para reverter essa crise.

2.Seis áreas básicas que o inimigo tenta atacar


em nossa vida

a)Nosso relacionamento com Deus


b)Finanças

c)Filhos

d)Saúde

e)Casamento

f)Amizades.

3.Deus proclama o caráter de Jó – 1.8

Deus conhece os que são seus. Deus conhece sua


vida. Ele sabe quem é você. Ele sabe o que você não
faz e o que você faz. Ele conhece seus
pensamentos, seus desejos, seus sonhos. Deus
elogia Jó pela sua piedade e integridade.

4.Satanás levanta suspeitas sobre as motivações


de Jó – 1.9-11

Ele disse que Jó serve a Deus por interesse.

Disse que Jó serve a Deus porque Deus o tem


enriquecido.
Satanás acusa Jó de amar mais o dinheiro, os filhos
e a saúde do que a Deus.

5.Deus constitui Jó como seu advogado na terra


– 1.12

Deus confia em Jó. Jó não sabia, mas ele havia sido


constituído como advogado de Deus na terra ao
passar pelas duras provas e revezes da vida. Se Jó
naufragasse, era o nome e a reputação de Deus que
estava em jogo.

I.OS TORPEDOS DO INFERNO NA FAMÍLIA DE JÓ

1.Satanás acatou os bens de Jó – 1.13-20

a)Ele usou homens – sabeus e caldeus roubaram e


saquearam os rebanhos de Jó. Ele foi espoliado,
roubado. Jó decretou falência. Foi à bancarrota.
Abriu concordata.

b)Ele usou fogo – queimou ovelhas e servos (1.16).


Jó sendo o homem mais rico do Oriente, ficou
pobre, sem crédito. Sua empresa faliu, seu negócio
acabou.

A crise financeira é a crise de muitas famílias hoje.


É o investimento que não deu certo. É o negócio
que se frustrou. É a empresa que não reage. É a
globalização que solapou sua estabilidade. É o
jovem que sai da Faculdade sem perspectiva de
emprego. É o pai de família que é mandado
embora aos 50 anos e não arranja mais emprego.

Talvez um acidente, uma tragédia, uma mudança


de política na empresa pegou você de surpresa e
pôs sua vida financeira de cabeça para baixo. Tudo
que você construiu durante anos foi de água para
baixo.

2.Satanás atacou os filhos de Jó – 1.19

a)Jó era um pai exemplar (1.4,5) – Jó inspirava


amizade no coração dos filhos (1.4). Ele tinha
comunhão com os filhos (1.5). Ele santificava os
filhos (1.5). Ele orava por todos os filhos (1.5). Ele
orava pelos filhos de madrugada e continuamente
(1.5). Ele priorizava a vida espiritual dos filhos.

b)Satanás atacou os filhos de Jó num dia de festa e


comunhão familiar – Todos os filhos morreram
num único desastre. Jó vai para o cemitério
sepultar todos os seus 10 filhos de uma única vez.
Sua dor é indescritível. Jó raspou a cabeça,
mostrando que a sua glória havia apagado.

c)Os amigos de Jó o acusam – Disseram que a


habitação de Jó havia sido amaldiçoada (5.3).
Disseram que seus filhos haviam sido
desamparados e destruídos (5.4). Disseram que
seus filhos eram rebeldes e por isso Deus os havia
destruído (8.4).

d)Quem sabe este é dilema da sua vida hoje – Há


muitos filhos que estão sendo atingidos pelos
dardos inflamados do maligno. Há muitos pais e
mães que estão chorando pelos filhos. Há muitos
filhos que estão no mundo, no vício, no pecado.
Quem sabe seus filhos são rebeldes, desobedientes
e isso está acabando com você.

3.Satanás atacou a saúde de Jó – 2.4-6

Satanás achou que Jó amava mais a sua pele do


que a Deus.

Jó então foi ferido: infecção, mau hálito, dor, pele


necrosada, corpo encarquilhado. Raspava suas
feridas com cacos de telha.

As pessoas cuspiam nele. Seus ossos ardiam.


Formavam-se bolhas de pus e ele mordia nessas
bolhas para aliviar sua dor.

Sua dor foi tão grande que ele: 1) Desejou morrer


no ventre da mãe (3.11; 10.18); 2) Desejou morrer
ao nascer (3.11); Desejou que os seios de sua mãe
estivessem murchos para morrer de fome (3.12); 4)
Procurou e desejou a morte, mas a morte fugiu
dele (3.21,22).
Quem sabe você vive o drama de uma enfermidade
na família, uma doença crônica, um diagnóstico
sombrio e uma cirurgia iminente.

4.Satanás atacou o casamento de Jó – 2.9,10

A mulher de Jó não suportou a pressão. Ela estava


acostumada com o sucesso e não com o sofrimento.
Ela estava acostumada com as glórias da
prosperidade e não com o vale da adversidade.

Ele se insurgiu contra Deus, blasfemou contra ele,


ergueu os punhos contra o céu e ordenou seu
marido a romper com Deus e morrer.

Jó enfrenta o drama da crise conjugal. Do


abandono da esposa na hora da sua maior solidão
e aflição. É a dor que supera o romance. É a revolta
mostra a carranca. É a crise no casamento que se
instala. É o divórcio do cônjuge e depois dos filhos.

5.Satanás atacou as amizades de Jó

Eles são amigos – Vêm de longe.


Eles são solidários – Choram

Eles acusam Jó de:

a)Dizem que Jó não é convertido – 22.21-30ç

b)Dizem que Jó é um pecador endurecido – 11.3

c)Dizem que Jó é rebelde contra Deus – 34.35-37

d)Dizem que Jó é hipócrita – 4.3-5

e)Dizem que Jó é adúltero – 8.6,7ç 22.5

f)Dizem que Jó é ladrão – 18.19

g)Dizem que Jó é explorador dos pobres – 22.6

h)Dizem que Jó é insensível às necessidades dos


aflitos – 22.7,9

i)Dizem que Jó é louco – 5.2

Quem sabe seus amigos mais achegados se voltam


contra você: é a decepção, a mágoa, a traição, a
acusação insolente, injusta.

II. A ATITUDE DE JÓ DIANTE DO DRAMA DO


SOFRIMENTO

1.Jó desaba com Deus sobre sua dor

Jó, na sua angústia levou aos céus 16 vezes a


pergunta: POR QUE.

a)Por que estou sofrendo

b)Por que perdi meus filhos

c)Por que Deus não responde minhas orações

d)Por que perdi meus bens

e)Por que meu casamento acabou

f)Por que meus amigos me acusam

g)Por que Deus não me mata


Jó estava cheio de queixas. Ele levantou 34 queixas
contra Deus.

2.Ninguém entendeu a causa do sofrimento de


a)Satanás – Ele serve a Deus por interesse.

b)A mulher de Jó – Revolta-se contra Deus,


abandona-o e pede ao marido para desistir de Deus
e morrer.

c)Seus amigos – A causa são os pecados de Jó.

d)Jó – acha que suas aflições foram impostas por


Deus.

e)Ninguém discerniu que era Satanás que estava


atacando Jó. Ilustração: SARA.

III. A INTERVENÇÃO DE DEUS NA


RESTAURAÇÃO DE JÓ
1.Deus não respondeu sequer um dos
questionamentos de Jó, mas faz-lhe 70
perguntas.

Onde estavas tu quando eu lançava os


fundamentos da terra

Onde estavas tu quando eu espalhava as estrelas


no firmamento.

Onde estavas tu quando eu punha limite nas águas


do mar.

Deus mostrou para Jó sua soberania.

Quando não pudermos entender o que Deus está


fazendo: podemos saber que ele está no controle e
é nosso Pai.

2.Tudo que Satanás intentou contra Jó, Deus


reverteu em bênção

Satanás tentou afastar Jó de Deus, mas Jó ficou


mais perto do Senhor.
Satanás tentou destruir a confiança de Jó através
do sofrimento, mostrando que Deus não era nem
soberano nem amor; mas Jó se curva diante da
soberania de Deus – Ilustração – O satanista que
enviou uma compra para uma crente em
necessidade.

Satanás tentou azedar o coração de Jó com mágoa


de seus amigos, mas Jó intercede por eles.

Satanás tentou tirar tudo de Jó, mas Deus


devolveu-o em dobro.

Jó compreendeu seis coisas:

1)Ele entendeu que não há crise que Deus não


possa reverter – “Bem sei que tudo podes…” (42.2);

2)Ele entendeu que os desígnios de Deus não


podem ser frustrados: “E nenhum dos teus
desígnios pode ser frustrado” (42.2);

3)Ele admitiu que o seu conhecimento de Deus era


superficial – “Eu te conhecia só de ouvir” (42.5);
4)Ele passou a conhecer a Deus de forma mais
profunda a pessoal – “… mas agora os meus olhos
te vêem” (42.5);

5)Ele reconheceu sua precipitação no falar – “Na


verdade falei do que não entendia; coisas
maravilhosas demais para mim, coisas que eu não
conhecia” (42.3);

6)Ele passou a conhecer profundamente a si


mesmo – “Por isso me arrependo no pó e na cinza”
(42.6).

3.Deus restaurou a sorte de Jó

Deus restaurou todas as áreas atingidas na vida de


Jó:

a)Deus restaurou os bens de Jó – dando-lhe o


dobro. Hoje Deus pode por em ordem sua vida
financeira. Ele pode reerguer você. Ele é o Deus da
provisão.
b)Deus restaurou a saúde de Jó – Viveu mais 140
anos. Ele viu seus filhos e os filhos de seus filhos.
Ele teve uma vida longa e feliz. Deus pode curar
suas enfermidades. Deus pode lhe dar a alegria de
ver seus filhos crescendo, se casando. Deus pode
lhe dar a alegria de ver seus netos e sendo
instrumentos de bênção no mundo.

c)Deus restaurou o casamento de Jó – O casamento


de Jó foi curado, transformado. Acabou a mágoa, a
revolta, o esfriamento. Deus é especialista em
reparar vasos quebrados. Para Deus não há causa
perdida nem casamento perdido. Talvez você
pensa que o divórcio é a única saída. Mas Jesus
pode transformar a água em vinho.

d)Deus restaurou os filhos de Jó – Agora, Jó tem 10


filhos no céu e 10 filhos na terra. Não deu o dobro,
porque não perdemos os nossos filhos com a
morte. Seus filhos são filhos da promessa. Não abra
mão de seus filhos. Aqueles filhos que hoje podem
estar lhe trazendo dor, amanhã serão baluartes nas
mãos de Deus.

e)Deus restaurou os amigos de Jó – Em vez de


guardar mágoa das pessoas que falam mal de você,
ore por eles. Porque através da intercessão Deus
vai curar você e perdoar seus amigos.

CONCLUSÃO

Deus pode restaurar sua família. Deixe de


murmurar. Dobre os joelhos e comece a orar e os
céus se manifestarão;

Foi quando Jó começou a orar que a sua cura


brotou.

Jó começou esse processo tendo Deus como o ponto


principal de relacionamento e terminou com Deus
em primeiro lugar.

9 Curta teste artigo


Share It