Você está na página 1de 1

Como as democracias morrem

Steven Levitsky e Daniel Ziblatt

Best-seller do New York Times

“Um livro perspicaz e muito bem fundamentado sobre


como a democracia está sendo enfraquecida em dezenas de
países – e de modo perfeitamente legal.”
Fareed Zakaria, CNN

Se a história de fato não se repete, devemos ao menos


aprender suas lições para proteger nossa democracia antes
que seja tarde demais. Professores da Universidade Harvard,
Steven Levitsky e Daniel Ziblatt passaram os últimos vinte anos
estudando o colapso dos regimes democráticos na Europa e na
América Latina. Em Como as democracias morrem, os dois
280 páginas oferecem uma análise alarmante do processo de subversão da
Tradução: Renato Aguiar democracia que ocorre hoje nos Estados Unidos, a partir da
Prefácio: Jairo Nicolau, eleição de Donald Trump.
professor titular da UFRJ

Para isso comparam o caso de Trump com exemplos históricos


de rompimento da democracia nos últimos cem anos: da ascen-
são de Hitler e Mussolini nos anos 1930 à atual onda populista
“Talvez o livro mais valioso para a
de extrema-direita na Europa, passando pelas ditaduras milita-
compreensão do fenômeno do
ressurgimento do autoritarismo. res da América Latina dos anos 1970. E alertam: a democracia
Essencial para entender a política atualmente não termina com uma ruptura violenta nos moldes
atual, e alerta os brasileiros sobre os de uma revolução ou de um golpe militar; agora, a escalada do
perigos para a nossa democracia.” autoritarismo se dá com o enfraquecimento lento e constante
O ESTADO DE S. PAULO
de instituições críticas – como o judiciário e a imprensa – e a
“Livraço... A história parece muito mais
erosão gradual de normas políticas de longa data.
familiar do que seria desejável.”
Celso Rocha de Barros, Sucesso de público e de crítica nos Estados Unidos e na Europa,
FOLHA DE S. PAULO Como as democracias morrem é um guia indispensável para
manter e recuperar democracias ameaçadas. Uma obra funda-
“Abrangente, esclarecedor e mental para o momento nebuloso que vivemos no Brasil e em
assustadoramente oportuno.”
THE NEW YORK TIMES BOOK REVIEW
boa parte do mundo.

STEVEN LEVITSKY E DANIEL ZIBLATT são professores de ciên-


cia política na Universidade Harvard. A pesquisa de Levitsky se
concentra na América Latina e no mundo em desenvolvimento.
É autor de Competitive Authoritarianism, tendo recebido diver-
sos prêmios por excelência no ensino. Ziblatt estuda a Europa
do século XIX aos dias de hoje. Publicou, mais recentemente,
Conservative Parties and the Birth of Democracy. Os dois colaboram
para publicações como The New York Times e Vox.

www.zahar.com.br • 21 2529-4750