Você está na página 1de 12

PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL

TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS

LEI Nº 11.343/06: LEI ANTIDROGAS


➢ Bem jurídico tutelado: é a saúde pública (coletividade).
➢ Norma penal em branco heterogênea: o conceito de drogas é definido por uma norma
infralegal, de acordo com o Parágrafo único do Art. 1º e o Art. 66: Portaria SVS/MS nº
344/1998 — do Poder Executivo da União, pelo Ministério da Saúde. Portanto, estamos diante
de uma norma penal em branco em sentido estrito (stricto sensu) ou própria, também chamada
de heterogênea (heteróloga).
➢ Manutenção de crime e despenalização: para ambos os tribunais superiores, a nova lei de
drogas não implicou abolitio criminis nem criou uma infração penal sui generis, continuando a
ser considerado crime o art. 28, porém ocorreu a sua despenalização: não há mais incidência
de pena privativa de liberdade.
“Posse de droga para consumo pessoal: (art. 28 da L. 11.343/06 – nova lei de drogas): natureza
jurídica de crime. (…). Ocorrência, pois, de ‘despenalização’, entendida como exclusão, para o tipo,
das penas privativas de liberdade. Questão de ordem resolvida no sentido de que a L. 11.343/06 não
implicou abolitio criminis (C. Penal, art. 107).”.1

“Com o advento da Lei n. 11.343/2006, não houve descriminalização da conduta de porte de


substância entorpecente para consumo pessoal, mas mera despenalização.”.2

I) Advertência;

Primário: até 5 meses.


II) Prest. de serviços à comunidade;
III) Medida educativa à programa.
Reincidente: até 10 meses.

Medidas coercitivas de garantia de cumprimento das penas: quando o agente não cumprir as
medidas determinadas pelo juiz, então ele poderá e sucessivamente submetê-lo a duas coisas:
1. Admoestação verbal (uma advertência); e, posteriormente,
2. Multa.
Art. 28 – Lei Antidrogas (Lei nº 11.343/2006):
Uso de drogas: Fato atípico.
Posse de drogas p/ consumo
Obrigatória a apreensão da droga (materialidade).
pessoal:
Vedada prisão: São proibidas as prisões em flagrante e judicial.
Julgamento pelo JECRIM: Infração de menor potencial ofensivo, admite transação.
Despenalização: De acordo com o STF, houve a despenalização, porém ainda é crime.
Não gerou abolitio criminis, descriminalização ou infração sui
Não ocorreu:
generis.
Advertência, Prest. de serviços comunitários ou Medida educativa a
Penas:
curso.
Prazo máximo (salvo
5 meses (se primário) e 10 meses (se reincidente).
advertência):
Prescrição: 2 anos.
O juiz poderá e, sucessivamente, submeter o agente que
Medida coercitiva p/ garantia das
injustificadamente não cumprir as penas a: admoestação verbal e
penas:
multa.

1STF, QO no RE 430.105/RJ, Rel. Min. Sepúlveda Pertence, julgado em 13/2/2007, 1ª Turma, DJe 27/4/2007.
2STJ, Jurisprudência em Teses nº 45. Precedentes: HC 299988/MG; HC 279716/SP; HC 306858/SP; AgRg no AREsp 173825/MG; HC 275126/SP; HC
292292/SP; HC 245581/SP; HC 216667/SP; HC 185507/SP; AgRg no AREsp 226547/PR (Vide Inf. 568).
— “Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito
delicada.”. (Oscar Wilde) 1
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS
Princípio da especialidade:

Produção Matéria-Prima Plantio Local Maquinário


Art. 33, caput Art. 33, §1º, I Art. 33, §1º, II Art. 33, §1º, III Art. 34

Tráfico privilegiado (art. 33, §4º): é direito subjetivo e cumulativo. O juiz é obrigado a
conceder tal benesse ao réu quando ele preencher os requisitos objetivos: ser primário, ter bons
antecedentes e não se dedicar às atividades criminosas nem integrar organização criminosa.
ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA ASSOCIAÇÃO AO TRÁFICO
Mín. pessoas: 4 pessoas 3 pessoas 2 pessoas
Art. 1º, §1º, Lei nº
Legislação: Art. 288, Código Penal Art. 35, Lei nº 11.343/06
12.850/13
Reclusão de 3 a 8 anos e Reclusão de 3 a 10 anos e
Pena: Reclusão de 1 a 3 anos
multa multa

— “Talento é mais barato que sal. O que separa a pessoa talentosa da bem-sucedida é muito trabalho duro.”. (Stephen King) 2
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS

Direção perigosa de embarcação ou aeronave sob o efeito de drogas:

Inimputabilidade:

— “Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito
delicada.”. (Oscar Wilde) 3
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS

EXERCÍCIOS (CESPE - 2018 - DPF - PERITO CRIMINAL FEDERAL)


Considere a seguinte situação hipotética.
LEI ANTIDROGAS (LEI Nº 11.343/06) Em um aeroporto no Rio de Janeiro, enquanto estava na fila
(CESPE - 2018 - PC-SE - DELEGADO DE POLÍCIA) para check-in de um voo com destino a um país sul-
1. Situação hipotética: Em um mesmo contexto fático, americano, Fábio, maior e capaz, foi preso em flagrante
um cidadão foi preso em flagrante por manter em delito por estar levando consigo três quilos de crack.
depósito grande variedade de drogas, entre elas, 7. Nessa situação hipotética, ainda que não esteja
cocaína, maconha, haxixe e crack, todas para fins de consumada a transposição de fronteiras, Fábio
mercancia. Foram apreendidos também maquinários responderá por tráfico transnacional de drogas e a
para o preparo de drogas, entre eles, uma balança comprovação da destinação internacional da droga
digital e uma serra portátil. Assertiva: Nessa situação, levará a um aumento da pena de um sexto a dois
afastada a existência de contextos autônomos entre as terços.
condutas delitivas, o crime será único. (CESPE - 2018 - PC-MA - ESCRIVÃO DE POLÍCIA CIVIL)
(CESPE - 2018 - DPF - AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL) 8. Indivíduo não reincidente que semeie, para consumo
2. Durante uma vistoria, no estado do Paraná, em pessoal, plantas destinadas à preparação de pequena
passageiros que viajavam de ônibus de Foz do Iguaçu quantidade de produto capaz de causar dependência
– PR para Florianópolis – SC, policiais rodoviários psíquica se sujeita à penalidade imediata de:
federais encontraram seis quilos de maconha na a) perda de bens e valores.
mochila de Lucas, que foi preso em flagrante delito.
b) medida educativa de internação em unidade de
Nessa situação, no cálculo da pena de Lucas, não se
tratamento.
considerará a majorante do tráfico interestadual de
drogas, pois a transposição da fronteira entre os c) advertência sobre os efeitos das drogas.
estados ainda não tinha ocorrido. d) admoestação verbal pelo juiz.
(CESPE - 2018 - DPF - ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL) e) prestação pecuniária.
3. Em caso de prisão por tráfico de drogas ilícitas, o juiz (CESPE - 2018 - PC-MA - ESCRIVÃO DE POLÍCIA CIVIL)
não poderá substituir a pena privativa de liberdade Texto 1A2AAA
por restritiva de direito.
Em determinada comarca de um estado da Federação, em
(CESPE - 2018 - DPF - DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL) razão de uma denúncia anônima e após a realização de
Considere a seguinte situação hipotética. diligências, a polícia civil prendeu Maria, de dezoito anos de
Em diligência com o objetivo de combater o tráfico idade, que supostamente traficava maconha em uma praça
internacional de entorpecentes, policiais federais nas proximidades da escola pública onde ela estudava.
localizaram uma plantação de maconha, onde encontraram Levada à delegacia de polícia local, Maria foi autuada e
equipamentos utilizados para embalar a droga. No local, indiciada. Depois de reunidos elementos informativos
foram apreendidos dinheiro e veículos e foram presas cinco suficientes, o delegado elaborou um relatório com a
pessoas que se encontravam na posse dos bens e cuidavam descrição dos fatos, apontando os indícios de autoria. Com
da plantação. o encerramento das investigações, o inquérito policial foi
encaminhado à autoridade competente.
4. Nessa situação hipotética, independentemente de
autorização judicial, a autoridade policial deverá 9. Com relação à situação hipotética descrita no Texto
proceder de forma a garantir a imediata destruição da 1A2AAA, assinale a opção correta.
plantação — que poderá ser queimada —, devendo a) O prazo para a conclusão do inquérito policial não
preservar apenas quantidade suficiente da droga para poderá ser superior a dez dias.
a realização de perícia. b) A duplicação do prazo para o encerramento do
(CESPE - 2018 - DPF - DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL) inquérito policial poderá ser requerida apenas pelo
Considere a seguinte situação hipotética. Ministério Público, por ser ele o titular da ação
penal.
Em viagem pela Europa, Ronaldo, primário, de bons
antecedentes e não integrante de organização criminosa, c) No relatório encaminhado ao titular da ação penal,
adquiriu quinze cápsulas do entorpecente LSD com o a autoridade policial não era obrigada a justificar as
objetivo de obter lucro capaz de custear as despesas com a razões da classificação do delito.
viagem. De volta ao Brasil, Ronaldo foi preso em flagrante d) O inquérito policial poderia ter sido instaurado em
quando tentava vender a droga. razão de notícia anônima, desde que tivessem
5. Nessa situação hipotética, caso seja condenado pelo ocorrido investigações preliminares para
crime tráfico de entorpecentes, Ronaldo poderá obter averiguação dos fatos noticiados.
a redução da pena de um sexto a dois terços. e) Será necessário nomear curador especial para
(CESPE - 2018 - DPF - DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL) Maria, em razão da natureza hedionda do delito por
ela cometido.
6. Aquele que adquirir, transportar e guardar cocaína
para consumo próprio ficará sujeito às mesmas penas (CESPE - 2018 - ABIN - OFICIAL TÉCNICO DE INTELIGÊNCIA -
imputadas àquele que adquirir, transportar e guardar ÁREA 2)
cocaína para fornecer a parentes e amigos, ainda que Texto 5197148
gratuitamente.

— “Talento é mais barato que sal. O que separa a pessoa talentosa da bem-sucedida é muito trabalho duro.”. (Stephen King) 4
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS
Maria, esposa de Carlos, que cumpre pena de reclusão, era b) não é considerado crime a conduta do agente que
obrigada por ele, de forma reiterada, a levar drogas para consente que outrem utilize local ou bem de que
dentro do sistema penitenciário, para distribuição. Carlos a tenha a propriedade, de forma gratuita, sem
ameaçava dizendo que, se ela não realizasse a missão, seu autorização ou em desacordo com determinação
filho, enteado de Carlos, seria assassinado pelos comparsas legal ou regulamentar, para o tráfico ilícito de
soltos. Durante a revista de rotina em uma das visitas a drogas, tratando-se de mera infração civil-
Carlos, Maria foi flagrada carregando a encomenda. Por administrativa.
considerar que estava sob proteção policial, ela revelou o c) não é crime a condução de embarcação ou
que a motivava a praticar tal conduta, tendo provado as aeronave após o consumo de drogas, ainda que
ameaças sofridas a partir de gravações por ela realizadas. exponha a dano potencial a incolumidade de
Em sua defesa, Carlos alegou que o crime não fora outrem, tratando-se de mera infração civil-
consumado. administrativa.
No que se refere a situação hipotética descrita no Texto d) não é crime a conduta de quem induz, instiga ou
5197148, julgue o próximo item. auxilia alguém ao uso indevido de droga, tratando-
se de mera contravenção penal.
10. Carlos não será punido, pois, de fato, o crime não se
e) é isento de pena o agente que, em razão da
consumou.
dependência, era, ao tempo da ação ou da omissão,
(CESPE - 2018 - ABIN - OFICIAL TÉCNICO DE INTELIGÊNCIA - qualquer que tenha sido a infração penal
ÁREA 2) praticada, inteiramente incapaz de entender o
No que se refere a situação hipotética descrita no Texto caráter ilícito do fato ou de determinar-se de
5197148, julgue o próximo item. acordo com esse entendimento.
11. Maria será punida, mas terá direito ao benefício de (FUMARC - 2018 - PC-MG - DELEGADO DE POLÍCIA)
atenuante por ter colaborado com a polícia no Considerando exclusivamente o disposto na Lei nº
desbaratamento do tráfico dentro do sistema 11.343/06 acerca do procedimento de destruição de drogas
prisional. apreendidas no curso de investigações, é CORRETO
(CESPE - 2018 - STJ - ANALISTA JUDICIÁRIO) afirmar:
Tendo como referência a legislação penal extravagante e a 16. Nos termos da Lei nº 11.343/06, a destruição de
jurisprudência das súmulas dos tribunais superiores, julgue drogas apreendidas sem a ocorrência de prisão em
o item que se segue. flagrante será feita por incineração, no prazo máximo
12. Aquele que oferece droga, mesmo que seja em caráter de 30 (trinta) dias contados da data da determinação
eventual e sem o objetivo de lucro, a pessoa de seu judicial.
relacionamento, para juntos a consumirem, comete (FUMARC - 2018 - PC-MG - DELEGADO DE POLÍCIA)
crime. Considerando exclusivamente o disposto na Lei nº
(CESPE - 2018 - DPE-PE - DEFENSOR PÚBLICO) 11.343/06 acerca do procedimento de destruição de drogas
Julgue o item a seguir de acordo com a jurisprudência apreendidas no curso de investigações, é CORRETO
sumulada do Superior Tribunal de Justiça (STJ). afirmar:
13. A demonstração inequívoca da intenção do agente de 17. Na hipótese de ocorrência de prisão em flagrante, a Lei
realizar tráfico entre estados da Federação é suficiente nº 11.343/06 estabelece que a destruição das drogas
para a incidência do aumento de um sexto a dois terços apreendidas será executada pelo delegado de polícia
da pena para o crime de tráfico de drogas, sendo competente, no prazo de 15 (quinze) dias, na presença
desnecessária a efetiva transposição da fronteira entre do Ministério Público e da autoridade sanitária,
os estados. levando em consideração a necessária determinação
judicial para a destruição.
(CESPE - 2018 - DPE-PE - DEFENSOR PÚBLICO)
(IADES - 2018 - PM-DF - SOLDADO DA POLÍCIA MILITAR)
De acordo com a legislação penal especial, julgue o item.
Pedro adquiriu, por vontade livre e consciente, maquinário
14. A autoridade policial pode praticar a ação controlada
destinado à transformação de drogas, já que descobriu uma
— que consiste no retardamento da intervenção
fórmula para baratear os custos do próprio negócio ilícito,
policial para aguardar o momento mais eficaz à
consistente na transformação da cocaína em outros tipos de
formação de provas e obtenção de informações —
drogas mais potentes, objetivando lucro exponencial e
independentemente de prévia comunicação ao juiz
aumento do respectivo mercado ilegal, sob a ótica
competente.
geográfica.
(FCC - 2018 - CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL -
18. Nesse caso hipotético, considerando que Pedro ainda
AGENTE DE POLÍCIA LEGISLATIVA)
não utilizou efetivamente o maquinário para
15. Considerando o que dispõe a Lei nº 11.343/2006 que, transformar a droga, é correto afirmar que ele:
dentre outras funções, instituiu o Sistema Nacional de
a) praticou o crime previsto no artigo 33 da Lei nº
Políticas Públicas sobre Drogas,
11.343/2006, qual seja, tráfico de drogas.
a) não é considerado crime de tráfico de drogas a
b) praticou o crime previsto no artigo 34 da Lei nº
conduta daquele que oferece droga,
11.343/2006, qual seja, aquisição de maquinário
eventualmente e sem objetivo de lucro, a pessoa
para o fim de fabricar, preparar, produzir ou
de seu relacionamento, para juntos a consumirem.

— “Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito
delicada.”. (Oscar Wilde) 5
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS
transformar drogas, pois a mera aquisição de (FUNDATEC - 2018 - PC-RS - DELEGADO DE POLÍCIA)
maquinário constitui um fato típico por si só. Sobre a Lei de Drogas e a jurisprudência dos Tribunais
c) praticou o crime previsto no artigo 35 da Lei nº Superiores, analise a assertiva abaixo.
11.343/2006, qual seja, associação criminosa. 23. A destruição de drogas apreendidas sem a ocorrência
d) não praticou crime previsto na Lei nº 11.343/2006, de prisão em flagrante será feita por incineração, no
pois a ação de adquirir maquinário é um pós-fato prazo máximo de 30 (trinta) dias contados da data da
impunível. apreensão, guardando-se amostra necessária à
e) não praticou crime previsto na Lei nº 11.343/2006, realização do laudo definitivo, aplicando-se, no que
pois a ação de adquirir maquinário é um antefato couber, o procedimento dos §§ 3º a 5º do art. 50.
impunível. (CESPE - 2017 - TRF5R - JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO)
(FUNDATEC - 2018 - PC-RS - DELEGADO DE POLÍCIA) Ricardo, pai de família e esposo dedicado, trabalhador
Sobre a Lei de Drogas e a jurisprudência dos Tribunais empregado como serventuário da justiça à época dos fatos,
Superiores, analise a assertiva abaixo. primário e de bons antecedentes, não integrante de
qualquer organização criminosa, foi surpreendido
19. Em qualquer fase da persecução criminal relativa aos
portando cinquenta pinos de cocaína. Tendo Ricardo sido
crimes previstos na Lei de Drogas, é permitida,
denunciado pela prática de tráfico de drogas, a defesa
independente de autorização judicial, a não-atuação
requereu que fosse aplicado o benefício da redução da pena
policial sobre os portadores de drogas, seus
previsto na legislação especial, mas o juízo competente
precursores químicos ou outros produtos utilizados
negou o pedido sob o argumento de que o réu responde a
em sua produção, que se encontrem no território
outros inquéritos policiais e ações penais, de forma que isso
brasileiro, com a finalidade de identificar e
demonstraria que ele se dedica a atividades criminosas.
responsabilizar maior número de integrantes de
Durante o cumprimento da pena por tráfico de drogas,
operações de tráfico e distribuição, sem prejuízo da
Ricardo convenceu sua esposa, Adriana, menor de idade,
ação penal cabível.
mãe dedicada, atendente de telemarketing, primária e de
(FUNDATEC - 2018 - PC-RS - DELEGADO DE POLÍCIA) bons antecedentes, não integrante de qualquer organização
Sobre a Lei de Drogas e a jurisprudência dos Tribunais criminosa, a receber, transportar e negociar trinta quilos de
Superiores, analise a assertiva abaixo. maconha, a fim de saldar dívida do marido contraída na
20. Conforme orientação do Supremo Tribunal Federal, a prisão. Quando foi visitar o marido no presídio, Adriana
entrada forçada em domicílio sem mandado judicial só levou, ainda, alguns pinos de cocaína a um conhecido dele
é lícita, mesmo em período noturno, quando amparada que mora bem ao lado do estabelecimento prisional.
em fundadas razões, devidamente justificadas a Adriana foi flagrada.
posteriori, que indiquem que dentro da casa ocorre 24. A respeito dessa situação hipotética, assinale a opção
situação de flagrante delito, sob pena de correta à luz da Lei Antidrogas.
responsabilidade disciplinar, civil e penal do agente ou a) A atuação de Adriana, por si só, induz à conclusão
da autoridade e de nulidade dos atos praticados. de que ela integra a mesma organização criminosa
(FUNDATEC - 2018 - PC-RS - DELEGADO DE POLÍCIA) que seu marido, sendo prescindível a prova de seu
Sobre a Lei de Drogas e a jurisprudência dos Tribunais envolvimento, estável e permanente, com o grupo
Superiores, analise a assertiva abaixo. criminoso, sendo suficiente para afastar a aplicação
da minorante prevista na legislação especial.3
21. Para efeito da lavratura do auto de prisão em flagrante
e estabelecimento da materialidade do delito de tráfico b) Como Adriana é adolescente, Ricardo responderá
de drogas, é suficiente o laudo de constatação da pelo crime de tráfico de drogas em concurso com a
natureza e quantidade da droga, firmado por perito corrupção de menores por tê-la utilizado na prática
oficial ou, na falta deste, por dois peritos nomeados. do crime.4
(FUNDATEC - 2018 - PC-RS - DELEGADO DE POLÍCIA) c) No que se refere à entrega da cocaína ao amigo de
Ricardo residente perto do presídio, não incide a
Sobre a Lei de Drogas e a jurisprudência dos Tribunais
causa de aumento prevista na legislação especial, a
Superiores, analise a assertiva abaixo.
qual só poderia ser aplicada se o comprador do
22. O inquérito policial será concluído no prazo de 30 entorpecente fosse um dos detentos do
(trinta) dias, se o indiciado estiver preso, e de 90 estabelecimento.5
(noventa) dias, quando solto, quando se tratar de
d) A aplicação da causa de diminuição de pena
investigação baseada na Lei de Drogas.
prevista na legislação especial não é capaz de
afastar a hediondez do crime de tráfico de drogas
praticado por Ricardo.6

3 “Para a caracterização do crime de associação para o tráfico é 5 “A aplicação da causa de aumento prevista no art. 40, inciso III, da Lei nº
imprescindível o dolo de se associar com estabilidade e permanência.”. (STJ, 11.343/06 se justifica quando constatada a comercialização de drogas nas
JT 45, de 11/11/2015) imediações de estabelecimentos prisionais, sendo irrelevante se o agente
4 “Na hipótese de o delito praticado pelo agente e pelo menor de 18 anos não infrator visa ou não os frequentadores daquele local.”. (STF, Inf. 858, de
estar previsto nos arts. 33 a 37 da Lei de Drogas, o réu poderá ser condenado 21/3/2017)
pelo crime de corrupção de menores, porém, se a conduta estiver tipificada 6 “Acolhimento da tese segundo a qual o tráfico ilícito de drogas na sua forma

em um desses artigos (33 a 37), não será possível a condenação por aquele privilegiada (art. 33, §4º, da Lei nº 11.343/2006) não é crime equiparado a
delito, mas apenas a majoração da sua pena com base no art. 40, VI, da Lei hediondo, com o consequente cancelamento do enunciado 512 da Súmula
nº 11.343/2006.”. (STJ, Inf. 595, de 15/2/2017)
— “Talento é mais barato que sal. O que separa a pessoa talentosa da bem-sucedida é muito trabalho duro.”. (Stephen King) 6
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS
e) Agiu corretamente o juízo ao negar o benefício de a) Em processo de tráfico internacional de drogas,
redução de pena previsto na legislação especial, basta a primariedade para a aplicação da redução
uma vez que é possível a utilização de inquéritos da pena.
policiais e ações penais em curso para a formação b) Dado o instituto da delação premiada previsto
da convicção do juiz, de modo a afastar o benefício nessa lei, ao acusado que colaborar
legal.7 voluntariamente com a investigação policial
(CESPE - 2017 - DPU - DEFENSOR PÚBLICO FEDERAL) podem ser concedidos os benefícios da redução de
Tendo como referência as disposições da Lei de Drogas (Lei pena, do perdão judicial ou da aplicação de regime
nº 11.343/2006) e a jurisprudência pertinente, julgue o penitenciário mais brando.
item subsecutivo. c) É vedada à autoridade policial a destruição de
25. Segundo o entendimento do STJ, em eventual plantações ilícitas de substâncias entorpecentes
condenação, o juiz sentenciante não poderá aplicar ao antes da realização de laudo pericial definitivo, por
réu a causa de aumento de pena relativa ao tráfico de perito oficial, no local do plantio.
entorpecentes em transporte público, se o acusado d) Para a configuração da transnacionalidade do
tiver feito uso desse transporte apenas para conduzir, delito de tráfico ilícito de drogas, não se exige a
de forma oculta, droga para comercialização em outro efetiva transposição de fronteiras nem efetiva
ambiente, diverso do transporte público. coautoria ou participação de agentes de estados
(CESPE - 2017 - DPU - DEFENSOR PÚBLICO FEDERAL) diversos.
Tendo como referência as disposições da Lei de Drogas (Lei e) O crime de associação para o tráfico se consuma
nº 11.343/2006) e a jurisprudência pertinente, julgue o com a mera união dos envolvidos, ainda que de
item subsecutivo. forma individual e ocasional.
26. Situação hipotética: Com o intuito de vender (CESPE - 2017 - MPE-RR - PROMOTOR DE JUSTIÇA)
maconha em bairro nobre da cidade onde mora, Mário Tendo em vista que o consumo de drogas ilícitas é um
utilizou o transporte público para transportar 3 kg problema de saúde pública e o seu tráfico, um problema de
dessa droga. Antes de chegar ao destino, Mário foi segurança pública, julgue o item seguinte em relação aos
abordado por policiais militares, que o prenderam em crimes e às penas previstos na Lei Antidrogas.
flagrante. Assertiva: Nessa situação, Mário 29. A materialidade delitiva da posse de drogas para
responderá por tentativa de tráfico, já que não chegou consumo próprio dispensa o laudo de constatação da
a comercializar a droga. substância entorpecente que evidencie a natureza e a
(CESPE - 2017 - PC-GO - DELEGADO DE POLÍCIA SUBSTITUTO) quantidade apreendida.8
27. Vantuir e Lúcio cometeram, em momentos distintos e (CESPE - 2017 - MPE-RR - PROMOTOR DE JUSTIÇA)
sem associação, crimes previstos na Lei de Drogas (Lei Tendo em vista que o consumo de drogas ilícitas é um
nº 11.343/2006). No momento da ação, Vantuir, em problema de saúde pública e o seu tráfico, um problema de
razão de dependência química e de estar sob influência segurança pública, julgue o item seguinte em relação aos
de entorpecentes, era inteiramente incapaz de crimes e às penas previstos na Lei Antidrogas.
entender o caráter ilícito do fato. Lúcio, ao agir, estava
30. A condenação simultânea nos crimes de tráfico e
sob efeito de droga, proveniente de caso fortuito,
associação para o tráfico não afasta a incidência da
sendo também incapaz de entender o caráter ilícito do
causa especial de diminuição da pena prevista na Lei
fato. Nessas situações hipotéticas, qualquer que tenha
Antidrogas, uma vez que sejam cumpridos todos os
sido a infração penal praticada,
requisitos legais estabelecidos.
a) Vantuir terá direito à redução de pena de um a dois
(CESPE - 2017 - TJ-PR - JUIZ SUBSTITUTO)
terços e Lúcio será isento de pena.
Considerando a jurisprudência do STJ a respeito dos crimes
b) somente Vantuir será isento de pena.
da Lei nº 11.343/2006, julgue o item a seguir.
c) Lúcio e Vantuir serão isentos de pena.
31. Por ser crime acessório, a associação para o tráfico de
d) somente Lúcio terá direito à redução de pena de drogas não pode existir sem a prova da materialidade
um a dois terços. do crime principal.
e) Lúcio e Vantuir terão direito à redução de pena de (VUNESP - 2017 - TJ-SP - JUIZ SUBSTITUTO)
um a dois terços.
No que concerne à Lei Antidrogas (Lei nº 11.343/2006), é
(CESPE - 2017 - PC-GO - DELEGADO DE POLÍCIA SUBSTITUTO) correto afirmar que:
28. Considerando o disposto na Lei nº 11.343/2006 e o 32. O emprego de arma de fogo constitui causa de
posicionamento jurisprudencial e doutrinário aumento da pena no crime de tráfico, não
dominantes sobre a matéria regida por essa lei, configurando majorante, porém, o concurso de
assinale a opção correta. pessoas.

deste Superior Tribunal de Justiça.”. (STJ, Pet 11.796/DF, j. 23/11/2016) 8“Para a comprovação da materialidade delitiva quanto ao delito de posse
Precedente: STF, HC 118.533/MS – Inf. 831. de drogas, É IMPRESCINDÍVEL O LAUDO DE CONSTATAÇÃO de substância
7 “É possível a utilização de inquéritos policiais e/ou ações penais em curso entorpecente, para que seja evidenciada a sua toxicidade.”. (STJ, HC
para formação da convicção de que o réu se dedica a atividades criminosas, 336.465/RS, Rel. Min. Nefi Cordeiro, julgado em 4/2/2016, 6ª Turma,
de modo a afastar o benefício legal previsto no artigo 33, §4º, da Lei nº DJe 16/2/2016)
11.343/06.”. (STJ, Inf. 596, de 1/3/2017)
— “Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito
delicada.”. (Oscar Wilde) 7
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS
(FCC - 2017 - PC-AP - DELEGADO DE POLÍCIA) (CESPE - 2016 - PC-PE - DELEGADO DE POLÍCIA)
Com relação ao sistema nacional de políticas públicas sobre 38. Se determinada pessoa, maior e capaz, estiver
drogas e, ainda, com base na Lei nº 11.343/2006, julgue o portando certa quantidade de droga para consumo
item que se segue. pessoal e for abordada por um agente de polícia, ela
33. A lei descriminalizou a conduta de quem adquire, a) estará sujeita à pena privativa de liberdade, se for
guarda, tem em depósito, transporta ou traz consigo, reincidente por este mesmo fato.
para consumo pessoal, drogas em autorização ou em b) estará sujeita à pena privativa de liberdade, se for
desacordo com determinação legal ou regulamentar. condenada a prestar serviços à comunidade e,
Dessa forma, o usuário de drogas é isento de pena, injustificadamente, recusar a cumprir a referida
submetendo-se, apenas, a tratamento para medida educativa.
recuperação.
c) estará sujeita à pena, imprescritível, de
(FCC - 2017 - PC-AP - DELEGADO DE POLÍCIA) comparecimento a programa ou curso educativo.
Com relação ao sistema nacional de políticas públicas sobre d) poderá ser submetida à pena de advertência sobre
drogas e, ainda, com base na Lei nº 11.343/2006, é correto os efeitos da droga, de prestação de serviço à
afirmar que: comunidade ou de medida educativa de
34. O indiciado ou acusado que colaborar voluntariamente comparecimento a programa ou curso educativo.
com a investigação policial e o processo criminal na e) deverá ser presa em flagrante pela autoridade
identificação dos demais coautores ou partícipes do policial.
crime e na recuperação total ou parcial do produto do
(CESPE - 2016 - PC-PE - DELEGADO DE POLÍCIA)
crime, no caso de condenação, terá pena reduzida de
um terço a dois terços. O ordenamento penal brasileiro adotou a sistemática
bipartida de infração penal — crimes e contravenções
(FCC - 2017 - TJ-SC - JUIZ SUBSTITUTO)
penais —, cominando suas respectivas penas, por força do
“A” praticou o crime de tráfico de drogas (art. 33 da Lei nº princípio da legalidade. Acerca das infrações penais e suas
11.343/2006), depois de haver sido condenado, com respectivas reprimendas, julgue o item subsecutivo.
trânsito em julgado, no mesmo ano, pelo delito previsto no
39. No crime de tráfico de entorpecente, é cabível a
artigo 28 do mesmo estatuto.
substituição da pena privativa de liberdade por
35. Na sentença, a condenação anterior poderá ser restritiva de direitos, bem como a fixação de regime
considerada para fins de reincidência, mesmo não aberto, quando preenchidos os requisitos legais.
tendo o réu recebido pena privativa de liberdade.
(CESPE - 2016 - TJ-DFT - JUIZ)
(IBADE - 2017 - PC-AC - DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL)
A respeito do processo e do julgamento previsto na Lei
36. Quanto à natureza jurídica do art. 28, que trata do Antidrogas, julgue o item a seguir.
porte de drogas para consumo pessoal, prevalece no
40. O magistrado, durante a persecução penal em juízo,
Supremo Tribunal Federal o entendimento de que:
poderá, independentemente da oitiva do MP, autorizar
a) houve uma descriminalização formal e a infiltração de investigador em meio a traficantes,
transformação em infração sui generis. para o fim de esclarecer a verdade real, ou poderá,
b) houve uma descriminalização substancial e ainda, autorizar que não atue diante de eventual
transformação em infração do Direito judicial flagrante, com a finalidade de identificar e
sancionador. responsabilizar o maior número de integrantes de
c) houve uma descriminalização substancial e operações de tráfico e distribuição.
transformação em infração sui generis. (CESPE - 2016 - TJ-DFT - JUIZ)
d) houve uma despenalização e descriminalização A respeito do processo e do julgamento previsto na Lei
formal e substancial. Antidrogas, julgue o item a seguir.
e) houve uma despenalização e manutenção do status 41. A lavratura do auto de prisão em flagrante e o
de crime. estabelecimento da materialidade do delito exigem a
(CESPE - 2016 - TCE-PA - ADMINISTRATIVO - SERVIÇO SOCIAL) elaboração do laudo definitivo em substância, cuja
falta obriga o juiz a relaxar imediatamente a prisão,
A Declaração Universal dos Direitos Humanos reconhece a
que será considerada ilegal.
liberdade, a justiça e a paz no mundo como os fundamentos
para que os direitos sejam iguais. A esse respeito, julgue o (PM-SC - 2016 - PM-SC - CABO DA POLÍCIA MILITAR)
item que se segue. Acerca da Lei nº 11.343, de 23 de agosto de 2006 (Lei do
37. As penas definidas pelo Sistema Nacional de Políticas SISNAD), julgue o seguinte item.
Públicas sobre Drogas (SISNAD) a serem aplicadas ao 42. Kelvin (23 anos), é flagrado pela Polícia Militar
indivíduo que adquire, guarda ou transporta drogas trazendo consigo 1 (um) cigarro de substância
para consumo pessoal sem autorização incluem entorpecente (maconha), para consumo próprio.
advertência sobre os efeitos das drogas, prestação de Neste caso, Kelvin pode ser punido com pena privativa
serviços à comunidade, liberdade assistida e medida de liberdade.
educativa de comparecimento a programa ou curso (PM-SC - 2016 - PM-SC - CABO DA POLÍCIA MILITAR)
educativo.
Acerca da Lei nº 11.343, de 23 de agosto de 2006 (Lei do
SISNAD), julgue o seguinte item.

— “Talento é mais barato que sal. O que separa a pessoa talentosa da bem-sucedida é muito trabalho duro.”. (Stephen King) 8
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS
43. O indiciado ou acusado que colaborar socioeducativa de internação do jovem, salvo na
obrigatoriamente com a investigação policial e o modalidade de tráfico privilegiado.14
processo criminal na identificação dos demais (CESPE - 2015 - TJ-PB - JUIZ SUBSTITUTO)
coautores ou partícipes do crime, mesmo não sendo
Julgue o item que se segue a respeito das penas e efeitos da
possível a recuperação total ou parcial do produto do
condenação previstos na Lei nº 11.343/2006, que define
crime, no caso de condenação, terá pena reduzida de
normas para repressão ao tráfico ilícito de drogas.
um terço a dois terços.
46. O agente reincidente pelo crime de porte de
(CESPE - 2015 - DPU - DEFENSOR PÚBLICO FEDERAL)
substâncias entorpecentes sem autorização para
Considerando que Carlo, maior e capaz, compartilhe com consumo pessoal deve ser punido com as penas de
Carla, sua parceira eventual, substância entorpecente que prestação de serviços à comunidade e medida
traga consigo para uso pessoal, julgue o item que se segue. educativa de comparecimento a programa ou curso
44. Carlo responderá pela prática do crime de educativo que, cujo não cumprimento importará na
oferecimento de substância entorpecente, sem conversão automática da pena em privativa de
prejuízo da responsabilização pela posse ilegal de liberdade.
droga para consumo pessoal. (VUNESP - 2015 - APMBB - QUADRO AUXILIAR DE OFICIAIS DA
(CESPE - 2015 - TRF5R - JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO) POLÍCIA MILITAR)
45. Com base na Lei Antidrogas (Lei nº 11.343/2006) e no 47. A posse ilegal de substância entorpecente controlada,
entendimento sumulado pelo STJ, assinale a opção em circunstâncias que indiquem o propósito do
correta. possuidor de fornecimento, ainda que gratuito, a
a) Caso um juiz considere condenar um réu que terceiros, consiste em crime previsto no art. 35, da Lei
colaborou, como informante, com uma organização nº 11.343/2006 (Lei Antidrogas).
voltada para o tráfico, como consequência lógica, (CESPE - 2014 - TJ-SE - TITULAR DE SERVIÇOS DE NOTAS E DE
ele deverá condenar esse réu também pela prática REGISTROS - REMOÇÃO)
de associação para o tráfico.9 À luz das disposições da Lei Antidrogas (Lei nº
b) Um réu condenado por associação para o tráfico 11.343/2006), julgue o item subsecutivo.
não pode ser reconhecido como agente de tráfico 48. O juiz poderá conceder o perdão judicial ou reduzir a
privilegiado no mesmo feito, haja vista a pena pela delação premiada, se o réu colaborar de
incompatibilidade de ordem objetiva preconizada forma efetiva e voluntária e a relevância da informação
pela Lei Antidrogas.10 prestada contribuir, de fato, com as investigações ou
c) No que diz respeito a crime de tráfico internacional com o processo, por meio da identificação dos corréus
de drogas e conforme entendimento sumulado de e partícipes do crime de tráfico de drogas.
tribunal superior, o juiz, ao reconhecer, em sua (CESPE - 2014 - TJ-SE - TITULAR DE SERVIÇOS DE NOTAS E DE
sentença, que a conduta do réu caracteriza tráfico REGISTROS - REMOÇÃO)
privilegiado, não poderá impor a esse réu pena
À luz das disposições da Lei Antidrogas (Lei nº
abaixo do mínimo legal.11
11.343/2006), julgue o item subsecutivo.
d) O juiz pode aplicar causa majorante de pena de um
49. A transnacionalidade do delito é circunstância
sexto a dois terços quando o crime de tráfico de
agravante que se aplica ao tráfico de drogas, desde que
drogas tiver sido perpetrado com emprego
a substância entorpecente seja proveniente de outro
ostensivo de arma de fogo para a intimidação
país ou a outro país se destine, sendo irrelevante o fato
difusa ou coletiva. Se a arma tiver sido utilizada em
de ter sido produzida ou não no Brasil.
contexto diverso do de crime de tráfico, tratar-se-á
de concurso material de crimes.12-13 (CESPE - 2014 - DPF - AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL)
e) O ato infracional análogo ao crime de tráfico de 50. Considere que a Polícia Federal tenha realizado
drogas cometido por adolescente, por si só, conduz operação para combater ilícitos transnacionais e tenha
obrigatoriamente à imposição de medida encontrado extensa plantação de maconha, em
território brasileiro, sem a ocorrência de prisão em

9 “Responderá apenas pelo crime de associação do art. 35 da Lei nº assegurar o sucesso da mercancia ilícita. Nesse caso, trata-se de crime meio
11.343/2006 — e não pelo mencionado crime em concurso com o de para se atingir o crime fim que é o tráfico de drogas, exige-se o nexo
colaboração como informante, previsto no art. 37 da mesma lei — o agente finalístico entre as condutas de portar ou possuir arma de fogo e aquelas
que, já integrando associação que se destine à prática do tráfico de drogas, relativas ao tráfico. Precedente.”. (STJ, HC 395.762/RJ, Rel. Min. Felix
passar, em determinado momento, a colaborar com esta especificamente na Fischer, julgado em 14/11/2017, 5ª Turma, DJe 21/11/2017)
condição de informante.”. (STJ, Inf. 527, de 9/10/2013) 13 “[…] 2. A majorante do art. 40, IV, da Lei nº 11.343/06, incide nos crimes
10 “[…] o acusado não preenche os requisitos necessários para a aplicação do de tráfico de drogas armado, de objetividade jurídica distinta do crime de
benefício previsto no §4º do art. 33 da Lei nº 11.343/06, […] condição porte ilícito de arma de fogo, de modo que o cometimento de delitos que
subjetiva exigida e que o condenado não se dedica à atividade ou integra abarcam desígnios autônomos impede o pretendido afastamento do
organização criminosa.”. (STJ, HC 73.652/PR, Rel. Min. Laurita Vaz, concurso material de crimes. 3. Flagrado o paciente na posse arma de fogo
julgado em 3/4/2008, 5ª Turma, DJe 28/4/2008) de uso restrito, conduta autônoma ao também constatado delito de tráfico
11 Súmula nº 231 – STJ: “A incidência da circunstância atenuante não pode de drogas, correta é a incidência do cúmulo material.”. (STJ, HC
conduzir à redução da pena abaixo do mínimo legal.”. 258.996/RJ, Rel. Min. Nefi Cordeiro, julgado em 7/6/2016, 6ª Turma,
12 “Segundo o entendimento do Superior Tribunal de Justiça, a absorção do DJe 17/6/2016)
crime de porte ou posse ilegal de arma pelo delito de tráfico de drogas, em 14 Súmula nº 492 – STJ: “O ato infracional análogo ao tráfico de drogas, por

detrimento do concurso material, deve ocorrer quando o uso da arma está si só, não conduz obrigatoriamente à imposição de medida socioeducativa de
ligado diretamente ao comércio ilícito de entorpecentes, ou seja, para internação do adolescente.”.
— “Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito
delicada.”. (Oscar Wilde) 9
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS
flagrante. Nessa situação, mesmo que não haja para juntos a consumirem, não sendo estabelecida
autorização judicial, a referida plantação será distinção entre a oferta dirigida a pessoa imputável ou
destruída pelo delegado de polícia, que deverá inimputável.
recolher quantidade suficiente para exame pericial. (CESPE - 2013 - STF - ANALISTA JUDICIÁRIO)
(CESPE - 2014 - TJ-SE - TITULAR DE SERVIÇOS DE NOTAS E DE No que se refere às condutas tipificadas como crimes em
REGISTROS - REMOÇÃO) leis penais extravagantes, julgue o item seguinte.
Com base no que dispõe a Lei Antidrogas (Lei nº 59. Equipara-se à figura delitiva do tráfico ilícito de
11.343/2006), julgue o tem que se segue. substância entorpecente a conduta daquele que
51. Um agente pode ser processado e condenado por oferece droga, sem objetivo de lucro, a pessoa de seu
tráfico privilegiado, em concurso material com relacionamento para juntos a consumirem.
associação para o tráfico, por serem autônomos os (UEG - 2013 - PM-GO - ASPIRANTE DA POLÍCIA MILITAR)
crimes.15
Segundo o procedimento previsto na Lei nº 11.343/2006
(CESPE - 2013 - PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL) (Lei Antidrogas), julgue o item que se segue.
52. Caso uma pessoa injete em seu próprio organismo 60. O inquérito policial para apurar os crimes previstos na
substância entorpecente e, em seguida, seja Lei nº 11.343/06 será concluído no prazo
encontrada por policiais, ainda que os agentes não improrrogável de 10 (dez) dias, se o indiciado estiver
encontrem substâncias entorpecentes em poder dessa preso, ou de 30 (trinta) dias, se o imputado estiver
pessoa, ela estará sujeita às penas de advertência, solto.
prestação de serviço à comunidade ou medida
(FUNCAB - 2013 - PC-ES - ESCRIVÃO DE POLÍCIA)
educativa de comparecimento a programa ou curso
educativo. 61. Elder, após fazer uso de cloridrato de cocaína
(cocaína), saiu pilotando o seu iate. Como estivesse
(CESPE - 2013 - PC-DF - AGENTE DE POLÍCIA)
efetuando manobras que colocavam em risco
53. Um indivíduo que consuma maconha e a ofereça aos tripulantes de outra embarcação, foi abordado por
seus amigos durante uma festa deverá ser considerado uma patrulha marítima. Após sofrer busca pessoal e
usuário, em face da eventualidade e da ausência de em sua embarcação, foi conduzido à delegacia, em face
objetivo de lucro. de restar provado o consumo da droga ilícita, não
(CESPE - 2013 - PC-DF - ESCRIVÃO DE POLÍCIA) obstante não haver apreensão da mesma e de o piloto
54. Será isento de pena um namorado que ofereça droga a não estar com a capacidade psicomotora alterada.
sua namorada, eventualmente e sem objetivo de lucro, Assim, Elder:
para juntos eles a consumirem. a) não praticou crime, em face da ausência de
(CESPE - 2013 - DPF - DELEGADO DE POLÍCIA) apreensão de droga ilícita.
55. O crime de tráfico de drogas é inafiançável e o acusado b) praticou uma contravenção penal (Decreto-Lei nº
desse crime, insuscetível de sursis, graça, indulto ou 3.688/1941).
anistia, não podendo as penas a que eventualmente c) praticou crime previsto no Código de Trânsito
seja condenado ser convertidas em penas restritivas Brasileiro (Lei nº 9.503/1997).
de direitos. d) praticou crime contra o meio ambiente (Lei nº
(CESPE - 2013 - DPF - DELEGADO DE POLÍCIA) 9.605/1998).
56. A autoridade de polícia judiciária deve comunicar ao e) praticou crime previsto na Lei Antidrogas (Lei nº
juiz competente a prisão em flagrante no prazo 11.343/2006).
improrrogável de cinco dias, remetendo-lhe cópia do (UEG - 2013 - PM-GO - ASPIRANTE DA POLÍCIA MILITAR)
auto lavrado, do qual será dada vista ao MP em até
Segundo o procedimento previsto na Lei nº 11.343/2006
vinte e quatro horas.
(Lei Antidrogas), julgue o item que se segue.
(CESPE - 2013 - DPF - DELEGADO DE POLÍCIA)
62. Em qualquer fase da persecução criminal relativa aos
57. Um homem penalmente capaz foi preso e autuado em crimes previstos na Lei nº 11.343/06, é permitida,
flagrante pela prática de tráfico ilícito de mediante autorização judicial e ouvido o Ministério
entorpecentes. Ao final do processo-crime, o juiz da Público, a infiltração por agentes de polícia, em tarefas
causa determinou a juntada do laudo toxicológico de investigação, constituída por órgãos especializados
definitivo, o que não ocorreu. Nessa situação, de pertinentes.
acordo com a jurisprudência do STJ, não poderá o juiz
(VUNESP - 2013 - PC-SP - INVESTIGADOR DE POLÍCIA)
proferir sentença condenatória valendo-se apenas do
laudo preliminar da substância entorpecente. Nos termos do que estabelece a Lei Antidrogas (Lei nº
11.343/2006), julgue o item que se segue.
(CESPE - 2013 - DPF - DELEGADO DE POLÍCIA)
63. Quem adquirir, guardar, tiver em depósito,
58. Na Lei de Drogas, é prevista como crime a conduta do
transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal,
agente que oferte drogas, eventualmente e sem
drogas sem autorização ou em desacordo com
objetivo de lucro, a pessoa do seu relacionamento,
determinação legal ou regulamentar poderá sofrer a

15“[…] 3. Considerando a manutenção do decreto condenatório pela prática associação para o tráfico obsta o reconhecimento da referida minorante,
dos crimes tipificados nos arts. 33 e 35, ambos da Lei nº 11.343/2006, não há ante a dedicação à atividade criminosa inerente ao delito.”. (STJ, HC
possibilidade de aplicação da causa de diminuição prevista no art. 33, §4º, 401.050/SP, Rel. Min. Joel Ilan Paciornik, julgado em 11/9/2018, 5ª
da Lei de Drogas. Isso porque a condenação pela prática do crime de Turma, DJe 18/9/2018)
— “Talento é mais barato que sal. O que separa a pessoa talentosa da bem-sucedida é muito trabalho duro.”. (Stephen King) 10
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS
pena de medida educativa de comparecimento a (CESPE - 2009 - PC-ES - AGENTE DE POLÍCIA)
programa ou curso educativo, pelo prazo máximo de 69. Se Y, imputável, oferecer droga a Z, imputável, sem
cinco meses, se não reincidente. objetivo de lucro, para juntos a consumirem, a conduta
(UEG - 2013 - PM-GO - ASPIRANTE DA POLÍCIA MILITAR) de Y se enquadrará à figura do uso e não da traficância.
De acordo com a Lei nº 11.343/2006 (Repressão ao tráfico (CESPE - 2004 - DPF - ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL)
e uso de droga), pode-se afirmar que: No item a seguir, é apresentada uma situação hipotética,
64. O indiciado que planta, manuseia, prepara e depois seguida de uma assertiva a ser julgada.
vende maconha (“cannabis sativa lineu”), responde em 70. Juliano foi preso em flagrante por ingressar no país
concurso por cada uma das condutas nucleares do tipo portando cloreto de etila, uma substância definida
penal, pois elas são realizadas em momentos distintos como entorpecente em portaria expedida pelo
e plenamente identificáveis. Ministério da Saúde. O advogado de Juliano impugnou
(CESPE - 2012 - TJ-AC - TÉCNICO JUDICIÁRIO) judicialmente a prisão, argumentando que, em
Acerca das leis penais extravagantes, julgue o item respeito ao princípio da legalidade, uma substância
subsecutivo, de acordo com o magistério doutrinário e somente pode ser definida como entorpecente
jurisprudencial dominantes. mediante lei federal. Nessa situação, o argumento do
advogado é improcedente.
65. Suponha que Manoel, penalmente capaz, em caráter
eventual e sem fins lucrativos, forneça droga ao amigo (CESPE - 2004 - DPF - AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL)
Carlos, também imputável, e, juntos, sejam flagrados Em cada um do item a seguir, é apresentada uma situação
pela polícia no momento do uso e que Manoel, de hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada
pronto, alegue a posse da substância, afirmando tê-la 71. Um policial rodoviário federal verificou que
fornecido ao amigo gratuitamente. Nessa situação, a determinado motorista levava um pacote de
conduta de Manoel configura o tipo penal privilegiado substância entorpecente em um fundo falso do porta-
do tráfico ilícito de entorpecentes, que tem por luvas do seu automóvel. Nessa situação, o automóvel
finalidade abrandar a punição daquele que deverá ser imediatamente apreendido, pois sobre ele
compartilha substância entorpecente com amigos. recairá pena de perdimento em favor da União.
(FUNCAB - 2010 - PM-GO - SOLDADO DA POLÍCIA MILITAR) (CESPE - 2000 - DPF - AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL)
Com base na Lei Antidrogas (Lei nº 11.343/2006), julgue o Em meados de julho do corrente ano, X, Y e Z associaram-
item que se segue. se, com vontade associativa permanente, a fim de
66. O crime de tráfico ilícito de entorpecentes admite a praticarem tráfico ilícito de substância entorpecente. No dia
modalidade culposa. 13 de agosto, por volta das 13 h, agentes de polícia federal,
(ACAFE - 2010 - PC-SC - ESCRIVÃO DE POLÍCIA CIVIL) passando-se por compradores, adentraram na residência
de Z e, em cumprimento a mandado de busca, efetuaram a
67. A conduta de quem utiliza local de que tem a
prisão em flagrante de X, Y e Z, que detinham em depósito,
propriedade, posse, administração, guarda ou
para negócio, doze quilos de cocaína.
vigilância, ou consente que outrem dele se utilize,
ainda que gratuitamente, para uso indevido de drogas, Com referência à situação hipotética apresentada e a
segundo a legislação penal brasileira é: considerações penais correlatas, julgue o item que se segue.
a) infração penal equiparada ao tráfico de drogas. 72. X, Y e Z praticaram os crimes de associação criminosa
e tráfico ilícito de entorpecentes.
b) infração penal de menor potencial ofensivo.
(RALFA - 2018)
c) crime putativo.
Com base no que dispõe a Lei Antidrogas (Lei nº
d) fato penalmente atípico.
11.343/2006), julgue o item que se segue.
(FUNRIO - 2009 - PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL)
73. Se uma substância psicotrópica for retirada da lista de
68. Um motorista é interceptado pela Polícia Rodoviária uso proscrito da autoridade sanitária competente, o
Federal transportando matéria-prima destinada à princípio da aplicação da retroatividade da lei penal
preparação de drogas. Para efetuar tal transporte: mais benéfica levaria à extinção da punibilidade da
a) é indispensável apresentar apenas licença prévia conduta no caso de crime de porte e tráfico de drogas
da autoridade competente. cometido antes da exclusão da substância da lista
b) é indispensável apresentar somente nota fiscal da mencionada.
origem e registro do comprador do produto. GABARITOS
c) é necessário apresentar somente nota fiscal da
1. C 10. E 19. E 28. D 37. E 46. E 55. E 64. E 73. C
origem do produto.
2. E 11. E 20. C 29. E 38. D 47. E 56. E 65. C
d) é necessário apresentar registro do comprador do 3. E 12. C 21. E 30. E 39. C 48. E 57. C 66. E
produto, independente da apresentação da licença 4. C 13. C 22. C 31. E 40. E 49. E 58. C 67. D
prévia. 5. C 14. E 23. C 32. C 41. E 50. C 59. E 68. E
e) é indispensável apresentar licença prévia da 6. E 15. E 24. E 33. E 42. E 51. E 60. E 69. E
autoridade competente, observadas as demais 7. C 16. E 25. C 34. C 43. E 52. E 61. E 70. C
exigências legais. 8. C 17. C 26. E 35. C 44. C 53. E 62. C 71. C
9. D 18. B 27. C 36. E 45. D 54. E 63. C 72. E

— “Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito
delicada.”. (Oscar Wilde) 11
PROFESSOR: RAFAEL ANDRADE DE MEDEIROS LEGISLAÇÃO ESPECIAL
TURMA: PRF 2018 LEI ANTIDROGAS

— “Talento é mais barato que sal. O que separa a pessoa talentosa da bem-sucedida é muito trabalho duro.”. (Stephen King) 12