Você está na página 1de 107

Diocese de São José dos Campos

Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

DIOCESE DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Pastoral Catequética

ENCONTROS EM PREPARAÇÃO PARA A


PRIMEIRA EU CARISTIA

Apostila do Catequizando

Etapa I – Módulo II

Catequ izando: _________________________

Catequista: ____________________

1
2
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

CONTEÚDO

Orientações Para a Família ......................................................................................................................................... 4

Planejamento da Catequese ........................................................................................................................................ 7


Vamos Aprender e Guardar as Orações do Cristão!................................................................................................ 8
1º Tema: Acolhida e Entrosamento ........................................................................................................................... 11
2º Tema: Os Amigos de Jesus Vivem em Comunidade ........................................................................................... 15
3º Tema: Jesus Inicia sua Missão a Partir do Batismo.......................................................................................... 17
3º Tema: Jesus Forma sua Equipe ........................................................................................................................... 20
5º Tema: Jesus nos Ensina a Rezar ......................................................................................................................... 24
6º Tema: Jesus Fala do Reino em Parábolas........................................................................................................... 29
7º Tema: Jesus nos Ensina a Repartir..................................................................................................................... 33
8º Tema: Jesus nos Ensina a Amar e Perdoar ........................................................................................................ 35
9º Tema: Jesus nos Ensina a Acolher...................................................................................................................... 39
10º Tema: Jesus nos Ensina a Verdadeira Felicidade ............................................................................................ 41
11º Tema: Entrada de Jesus em Jerusalém ............................................................................................................ 45
12º Tema: Lava-Pés e Instituição da Eucarisita .................................................................................................... 47
13º Tema: Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus ................................................................................................ 51

14º Tema: Jesus Escolhe Pedro ............................................................................................................................... 55


15º Tema: Jesus nos Envia o Espírito Santo .......................................................................................................... 57
16º Tema: O Espírito Santo e Seus Dons ............................................................................................................... 59
17º Tema: Jesus e a Lei de Deus .............................................................................................................................. 61
18º Tema: Mandamentos: Guia para a Vida ............................................................................................................. 65
19º Tema: Mandamentos: Dignidade à Vida (5º, 7º E 10º) ................................................................................... 69
20º Tema: Mandamentos: Dignidade à Vida (6º, 8º E 9º)..................................................................................... 73

1º Tema Extra: Quaresma e Campanha da Fraternidade ..................................................................................... 75


2º Tema Extra: Quaresma e Campanha da Fraternidade ..................................................................................... 77
3º Tema Extra: Semana Santa e Páscoa ................................................................................................................. 79
4º Tema Extra: O Santo Padroeiro ......................................................................................................................... 85
5º Tema Extra: Maio, Mês de Maria e Dia das Mães ............................................................................................ 87
6º Tema Extra: Corpus Christi .................................................................................................................................. 91
7º Tema Extra: Vocação – Dia dos Pais ..................................................................................................................... 95
8º Tema Extra: Setembro - Mês da Bíblia ............................................................................................................. 97
9º Tema Extra: Missões............................................................................................................................................ 101

10º Tema Extra: Dízimo ........................................................................................................................................... 105


Bibligrafia.................................................................................................................................................................. 107

3
OR IENTAÇÕES PARA A FAMÍLIA

Queridos Pais, quando trouxeram seus filhos ao batismo, assumiram o compromisso de educá-los na
fé da Igreja e no amor para com Deus. Neste momento em que os inscrevem na Catequese demonstram que
procuram cumprir com sinceridade o compromisso assumido e desejam que sejam cidadãos do Reino.

A participação dos pais, como primeiros catequistas de seus filhos, é imprescindível. Os pontos
abaixo ajudarão os pais na sua tarefa:
1) Participação nos encontros
A participação no encontro deve ser de atenção ao tema proposto, partilhando suas experiências,
trocando com o outro a vivência que trouxeram de suas casas.
2) Freqüência e Pontualidade
Faltas: Haverá uma tolerância de 05 faltas anuais devendo ser compensadas e justificadas. Se for
necessário faltar os pais façam o Encontro Catequético daquele dia com a criança em casa, anotem as
dúvidas e justifiquem o motivo da falta no final da apostila.
Horário: (inserir os horários de catequese na paróquia)
Atrasos: Os encontros iniciam e terminam com um momento de oração na sala, ou na Capela do
Santíssimo, é importante que o catequizando não perca este momento, portanto estejam atentos para que os
filhos não se atrasem. Ao término do encontro estejam aguardando a saída de seus filhos, e em caso de atraso,
providenciem alguém para buscá-los. Os catequistas são voluntários, têm suas famílias e compromissos de
trabalho, e não dispomos de pessoas para cuidar das crianças enquanto os pais não chegam.
Saídas antecipadas: Somente em caso de extrema necessidade o catequizando será dispensado
antes do término do encontro, desde que traga um pedido, por escrito, do responsável. A catequese
acontece apenas uma vez por semana, portanto evitem marcar outro compromisso para seu(sua) filho(a) no
mesmo horário da catequese.
3) Participação nas missas
Sendo a Liturgia fonte e ápice da ação e da força da Igreja, a formação litúrgica é parte importante
da iniciação das crianças e adolescentes na vida da comunidade paroquial. Os catequizandos devem adquirir
o hábito de participar da missa.
A Missa da Catequese faz parte da formação catequética, é preparada para os catequizandos. É o
momento ideal para que seus filhos possam participar ajudando nas leituras, procissão das ofertas,
encenações ou na acolhida.
4) Vivência
Vivência não é tarefa e sim aplicação prática do tema refletido na semana, e deve levar a criança a
melhorar sua vida acordo com a sua fé. É um exercício de vida. Os pais devem acompanhar, ajudar e
incentivar. Trazer o assunto para discussões em família, mostrar interesse e sempre que possível,
testemunhar com um gesto concreto.
5) Participação nas atividades solicitadas durante o ano
É importante que as crianças vivenciem os tempos litúrgicos e participem das solenidades e
celebrações e campanhas: Campanha da Fraternidade, Via-Sacra, Hora Santa, Procissões, Novenas, Festas
do Padroeiro, Corpus Christi, Semanas especiais. Todas as atividades estão previstas no planejamento da
catequese no início da apostila.

4
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

A criança se espelha nos pais, portanto é a partir do testemunho dos pais que aprenderá em casa a
dar importância às coisas de Deus.
6) Avaliação da Caminhada
Os “Objetivos e Diretrizes da Catequese” em nossa Diocese, recomendam que para passar de um
módulo para outro os catequizandos sejam avaliados em sua caminhada. Estas avaliações acontecerão duas
vezes ao ano, e serão apresentadas aos pais, para que juntos com o catequista possam orientar a
caminhada do catequizando.
Na aprovação e encaminhamento para o Sacramento ou módulo seguinte, além da participação nos
encontros, interesse, aproveitamento e freqüência nos encontros, será observada a maturidade de
caminhada do catequizando.
7) Transferência para outra paróquia ou para outro horário
Os pedidos de transferência para outro horário, ou outra paróquia, devem ser feitos diretamente ao
catequista que encaminhará a Ficha do Catequizando à Equipe de Coordenação, para que esta providencie a
transferência. O catequista que receber o catequizando, deverá receber também a Ficha do Catequizando
que contém informações importantes para o acompanhamento da caminhada.
8) Material
 Bíblia – É o nosso livro didático. Ela deve ser trazida em todos os encontros de catequese.
 Apostila – Para acompanhamento dos encontros de catequese e atividades.
 Estojo com lápis, lápis de cor, borracha e cola.
9) Dízimo
A Catequese não cobra taxas porque é sustentada pelo Dízimo Paroquial dentro da dimensão
evangelizadora que tem o Dízimo. Os pais são convidados, a praticar este ato de fé, que é o pagamento do
dízimo.
Caso ainda não sejam dizimistas, pedimos que reflitam sobre a Palavra de Deus: “De todos os dons
que receberdes, separareis uma parte para o Senhor: tomareis a porção consagrada do que houver de
melhor em vossos dízimos” (Num 18,29) e se acolherem o chamado, preencham a ficha de inscrição anexa e
depositem na urna do dízimo.
10) Dízimo Infantil e Adolescente
Também as crianças e adolescentes são convidados a fazer a sua opção pelo Dízimo. É importante
que aprendam desde cedo que tudo que temos vem de Deus, e que mesmo do pouco que recebem é possível
separar uma parte para Deus.
Quando os pais praticam este ato com tranqüilidade, tendo consciência de que faz parte das
obrigações de todo cristão contribuir para a manutenção da casa de Deus, os filhos percebem o sentido
desta contribuição e procurarão imitá-los.
11) Cursos e Grupo de Oração da Paróquia
(inserir dias e horários dos cursos, oficinas de oração, grupos de oração oferecidos pela paróquia)
A Coordenação estará à disposição para outras informações (inserir forma de contato com a
Coordenação Paroquial ou Secretaria Paroquial)
Que Deus Pai, Filho e Espírito Santo nos dê sabedoria e graça para sermos colaboradores na
construção de um mundo novo.
Equipe de Coordenação da Catequese

5
CCA
ATTEEQ
QUUEES
SEE FFA
AMMIILLIIA
ARR

A Celebração em Família pretende ser uma contribuição da Catequese


para as famílias poderem ajudar as crianças a viver aquilo que semanalmente
lhes é anunciado. Nela pretende-se dar pistas que possam ajudar as famílias
a refletir como vai a sua vida de fé, a sua relação com Deus e com a Igreja.
A Bíblia, que constitui o fundamento do nosso anúncio de Jesus às crianças, é sempre utilizada para basear
os temas dos encontros.

Missa da Catequese
 (inserir dia e horário)

Reunião com os pais:

 (inserir datas)
Momentos fortes de catequese em que solicitamos a participação da família – acompanhe no
Planejamento para 2011 e na folha “Celebrando em Família”:

 Semana Santa e Páscoa – (inserir datas) – acompanhar a programação que será enviada.
 Novena do Padroeiro – (inserir datas) - acompanhar a programação da paróquia.
 Corpus Christi – (inserir data).
 Semana da Família – (inserir data).

T
TEER
RMMO
ODDEE CCO
OMMPPR
ROOM
MIIS
SSSO
ODDO
OSS PPA
AIIS
S

Nós, pais de ___________________________________________________________


sabemos que somos os primeiros responsáveis pela educação da fé de nosso (a) filho (a), sendo assim, nos
comprometemos a participar da Missa, todos os domingos e acompanhar juntos a preparação ao Encontro
de Jesus Cristo.
Estamos ciente de que ele(a) somente passará para a etapa seguinte se tiver um bom
aproveitamento durante o processo formativo. Se não participar conforme os critérios acima,
permanecerá no mesmo módulo, quantas vezes se fizer necessário.

___ de ___________________________ de ____

___________________________________________________________
Assinatura: (Pai, Mãe ou Responsável)

6
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

PLANEJAMENTO DA CATEQUESE

ETAPA I – INICIAÇÃO À VIDA EUCARÍSTICA – MÓDULO II

DATA ENCONTRO TEMA

7
VAMOS APR ENDER E GUARDAR AS ORAÇÕES DO CR ISTÃO!

PERSIGNAÇÃO PROFISSÃO DE FÉ

 (na testa) Pelo sinal Creio em Deus Pai todo – poderoso, Criador do
da Santa Cruz céu e da terra; e em Jesus Cristo, seu único
 (na boca) livrai – nos Filho, nosso Senhor: que foi concebido pelo poder
Deus nosso Senhor do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria;
 (no peito) dos padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto
nossos inimigos. e sepultado; desceu a mansão dos mortos;
ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus; está
SINAL DA CRUZ sentado à direita de Deus Pai todo – poderoso, de
onde há de vir a julgar os vivos e os motos. Creio
Em nome do Pai, do
no Espírito Santo;
Filho e do Espírito Santo. Amém.
na Santa Igreja Católica; na comunhão dos
santos; na remissão dos pecados; na ressurreição
GLÓRIA AO PAI
da carne e na vida eterna. Amém.
Glória ao Pai, ao filho e ao Espírito Santo. Como
era no princípio, agora e sempre. Amém. ANJO DA GUARDA

Santo anjo do Senhor, meu zeloso guardador, se


PAI NOSSO
a ti confiou a piedade divina, sempre me rege,
Pai nosso, que estais nos céus, santificado seja o guarda, governa e ilumina. Amém.
vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita
a vossa vontade, assim na terra como no céu. O ATO DE CONTRIÇÃO
pão nosso de cada dia nos daí hoje; perdoai–nos
Senhor, eu me arrependo sinceramente de todo
as nossas ofensas assim como nós perdoamos a
mal que pratiquei e do bem que deixei de fazer.
quem nos tem ofendido. Não nos deixeis cair em
Pecando, eu vos ofendi, meu Deus e Senhor, digno
tentação. Mas livrai –nos do mal. Amém.
de ser amado sobre todas as coisas. Prometo
firmemente, ajudado com a vossa graça, fazer o
AVE MARIA
bem e fugir das ocasiões de pecar. Amém!
Ave, Maria, cheia de graças, o Senhor é
convosco; bendita sois vós entre as mulheres, E ESPÍRITO SANTO
bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa
Vinde, Espírito Santo, enchei o coração dos
Maria, Mãe de Deus, Rogai por nós, pecadores,
vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor.
agora e na hora de nossa morte. Amém.
Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e
renovareis a face da terra.
SALVE RAINHA
Oremos: Ó Deus, que
Salve, Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura instruístes os corações
e esperança nossa, salve! A vós bradamos, os dos vossos fiéis com a
degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, luz do Espírito Santo
gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, fazei que apreciemos
pois, advogada nossa, esses vossos olhos retamente todas as
misericordiosos a nos volvei, e depois deste coisas segundo o mesmo
desterro mostrai - nos Jesus, bendito fruto de Espírito e gozemos
vosso entre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre da Sua
sempre Virgem Maria. Rogai por nós, Santa Mães consolação. Por Cristo,
de Deus, para que sejamos dignos das promessas Senhor nosso. Amém.
de Cristo.

8
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

Com o rezar o terço


O terço é uma oração simples que
fortifica a fé, alimenta nossa
esperança e nos impulsiona a amar
como Jesus. É uma oração fácil de ser
rezada em qualquer tempo e lugar,
permanecendo assim uma oração nova
e atual. Por ela se contemplam os
mistérios da vida, paixão, morte e
ressurreição de Nosso Senhor Jesus
Cristo. Faz crescer em nós o amor e a
fraternidade, ajuda–nos a superar os
sofrimentos e dificuldades do dia-a–
dia, com alegria e paz.
NA CRUZ:
Oração para oferecimento do terço:
Divino Jesus, nós vos oferecemos este
terço que vamos rezar, contemplando
os mistérios de nossa Redenção.
Concedei– nos, pela intercessão de
Maria, Vossa Mãe Santíssima, a quem
nos dirigimos, as virtudes necessárias
para bem rezá–lo e as graças de
ganhar as indulgências anexas a esta
santa devoção.
Em seguida rezamos a Profissão de Fé (Creio em Deus Pai...).

PRIMEIRA CONTA MAIOR: Um Pai Nosso


AS TRÊS PRIMEIRAS CONTAS MENORES: Três Ave–Marias.
SEGUNDA CONTA MAIOR: Glória ao Pai

Jaculatória: Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu, e
socorrei principalmente as que mais precisarem.

MISTÉRIOS DO ROSÁRIO

Em cada mistério rezamos: Um Pai Nosso, Dez Ave-Marias e Um Glória ao Pai e a jaculatória

Mistérios Gozosos (ou Mistérios da Alegria)

(Rezado às segundas-feiras e Sábados)


Referem-se às alegrias ligadas ao nascimento, infância e vida oculta de Jesus, onde Deus manifestou seu amor salvífico
por nós.

1º Mistério: Anunciação do Anjo Gabriel à Vigem Maria (Lc. 1, 26 – 38)


2º Mistério: Visita de Maria à sua prima Isabel (Lc. 1, 39 – 56).
3º Mistério: Nascimento de Jesus na gruta de Belém (Lc. 2, 1 -20).
4º Mistério: Apresentação do Menino Jesus no Templo (Lc. 2, 21 – 40).
5º Mistério: Encontro do Menino Jesus no templo (Lc. 2, 41 -52).

9
Mistérios Luminosos (ou Mistérios da luz)

(Rezado às quintas-feiras)
Referem-se à vida pública de Jesus. Cada um destes mistérios reflete a luz do Reino divino, personificado e
manifestado em Jesus

1º Mistério: Batismo de Jesus no Rio Jordão ( Mt. 3, 13 – 17).


2º Mistério: Bodas de Caná ( Jo. 2, 1 – 12).
3º Mistério: O anúncio do Reino de Deus e convite à conversão(Mc. 1, 14 -15).
4º Mistério: A Transfiguração de Jesus (Lc. 9, 28 – 36).
5º Mistério: A Instituição da Eucaristia (Lc. 22, 14 - 30).

Mistérios Dolorosos (ou Mistérios da Dor)

(Rezado às terças e sextas-feiras e Sábados)


Referem-se à paixão e morte de Jesus e nos preparam para entender e melhor viver os sofrimentos que Deus nos envia.
No seu grande amor por nós Jesus entrega a própria vida pela nossa salvação

1º Mistério: Sofrimento de Jesus no Jardim das Oliveiras (Lc. 22, 39 – 46).


2º Mistério: A flagelação de Jesus (Jo. 19, 1 – 3).
3º Mistério: A coroação de espinhos (Mt. 27, 27 -31).
4º Mistério: Jesus carrega a Cruz (Jo.19, 16 – 17).
5º Mistério: Jesus morre pregado na Cruz (Jo. 19, 25 - 30).

Mistérios Gloriosos (ou Mistérios da Glória)

(Rezado às quartas-feiras e domingos)


Apresentam-nos o grande Mistério da ressurreição de Jesus e nos convidam a viver na esparança de ressuscitarmos um
dia com Cristo.

1º Mistério: A Ressurreição de Jesus (Mt. 28, 1–8).


2º Mistério: A ascensão de Jesus (Lc. 24, 50–53).
3º Mistério: A Vinda do Espírito Santo sobre os Apóstolos e Maria (Mt. 27, 27 -31).
4º Mistério: Assunção de Maria Santíssima ao céu.
5º Mistério: Coroação de Nossa Senhora como
Rainha do céu e da terra.

Agradecimento: Infinitas graças vos damos, soberana rainha,


pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos
maternais. Dignai-vos agora e para sempre colocar–nos sob a
vossa maternal e poderosa proteção. Para isto, saudamos –vos
com uma Salve Rainha.

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e


esperança nossa, salve! A vós bradamos, os degredados
filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste
vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa, esses vossos
olhos misericordiosos a nos volvei, e depois deste desterro
mostrai - nos Jesus, bendito fruto de vosso entre, ó
clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. Rogai
por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das
promessas de Cristo.

10
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

1º TEMA: ACOLHIDA E ENTROSAMENTO

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

JESUS ME AMA MUITO E QUER SER MEU AMIGO!

Um dia Jesus estava ensinando um grupo de pessoas quando


lhe apresentaram algumas crianças para que as tocasse; mas os
discípulos repreendiam os que as apresentavam. Vendo isto
Jesus indignou-se e disse: "Deixai vir a mim as criancinhas e
não os impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se
assemelham a elas.” E continuou: Em verdade vos digo: todo o
que não receber o Reino de Deus com a mentalidade de uma
criança, nele não entrará."Em seguida, ele as abraçou e as
abençoou, impondo-lhes as mãos. (Mc 10, 13-16)

 Jesus ama a cada um de nós e já aprendemos muitas coisas com Ele.


 Ele que ser meu amigo e também amigos dos meus amigos.
 Juntos nós formamos uma comunidade – a comunidade Igreja, onde se reúnem os amigos
de Jesus.
 A Igreja somos todos nós, pessoas batizadas que assumem um compromisso especial com
Jesus e com os irmãos de viver unidos e de fazer o bem.
 Por isso devemos participar ativamente da Igreja, porque fazemos parte dela.

Nós construímos
a Igreja!

11
Amamos muito a
Jesus e queremos
viver como ele viveu!
Por isso combinamos com a
nossa Catequista praticar
boas atitudes que irão
ajudar a nossa caminhada
cristã!
Veja quais são:

1. Vamos participar dos momentos de oração e celebração com amor e respeito a Deus, seguindo as
orientações do catequista, principalmente quando formos à Capela do Santíssimo. Não vamos fazer
piadinhas, gargalhadas ou, correrias dentro da Igreja.

2. Vamos tratar com muito respeito o nosso catequista e as outras pessoas que vierem nos ajudar a
conhecer melhor Jesus.

3. Vamos ouvir com atenção e aguardar a nossa vez de falar.

4. Vamos tratar com respeito nossos colegas, independente de raça, cor ou aspecto físico, porque somos
filhos amados de Deus, e diante dele somos todos iguais, perfeitos e maravilhosos.

5. Vamos trazer para a catequese todo o material necessário para o encontro: Bíblia, apostila, álbum
litúrgico e estojo. Mas vamos deixar em casa nossas tarefas, joguinhos eletrônicos, brinquedos e celular.
Caso seja necessário trazer o celular, ele ficará dentro da mochila e desligado durante o encontro.

6. Vamos fazer a vivência e pedir para o papai ou a mamãe assinar.

7. Vamos cumprir o horário do encontro e aguardar a permissão do catequista para sair da sala, para tomar
água ou ir ao banheiro.

8. Vamos utilizar com muito carinho o material que a Igreja põe à nossa disposição para a catequese, não
vamos rabiscar, sujar as paredes ou o quadro, nem estragar as cadeiras.

9. Vamos jogar o lixo no local apropriado e, ao terminar o encontro, vamos ajudar nosso catequista a fechar
as janelas, colocar as cadeiras no lugar, apagar as luzes e fechar a porta.

10. Vamos aguardar nossos pais sem correrias e gritarias e, principalmente, respeitando e amando o meu
colega.

Tudo isso vamos fazer com AMOR, por que queremos ser seguidores de Jesus.

Jesus disse que as nossas boas obras brilham como estrelas diante dos
homens e quando as praticamos glorificamos a Deus. (Mateus 5, 16)

12
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

1. Que tal pesquisar alguns dados da nossa Paróquia?

 O nome da Paróquia à qual pertenço:

 O Santo Padroeiro da nossa paróquia:

 O nome do seu pároco:

 O nome do vigário paroquial:

 Que trabalho eles executam:

 O nome da sua(seu) catequista:

 Quem coordena a Catequese na sua paróquia:

2. Diocese é a reunião de várias paróquias e tem um bispo como pastor:


 Nossa paróquia pertence à Diocese de:

 Quem é o Bispo da nossa Diocese?

3. Escreva nos tijolos o seu nome e o nome das pessoas que você conhece e que ajudam a
construir a Igreja:

Minha oração:
Escreva uma oração pedindo Deus pelas pessoas que trabalham pela
Igreja: os padres, os catequistas e o nosso Bispo..

Celebrando em Família:
Queridos pais: queremos ajudá-los a fazer deste período de catequese de
seu(sua) filho(a) um momento de graças para toda a família. Hoje na catequese
discutimos sobre as boas atitudes que devemos aprender para viver como
Jesus. Também falamos sobre a nossa comunidade e como fazemos parte dela.
Converse com seu(sua) filho(a) e peça a ele para contar o que aprendeu.

13
Anotações

14
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

2º TEMA: OS AMIGOS DE JESUS VIVEM EM COMUNIDADE

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Em nosso primeiro encontro vimos que Jesus quer ser nosso amigo e que cada um de nós faz
parte da Igreja e por isso vivemos em comunidade.
Comunidade é um grupo de pessoas que possuem os mesmos interesses, necessidades e
costumes (leis, regras e religião). Pode ser no bairro onde moramos, no clube ou na igreja.

 Vamos procurar na Bíblia: At 2, 42-47


Quando Jesus morreu na cruz os Apóstolos ficaram abalados. Eles pensavam que tudo
estava acabado. Mas Jesus Ressuscitou e apareceu diante deles prometendo enviar o Espírito
Santo, e alguns dias depois Jesus cumpre sua promessa.
Os Apóstolos então entendem que agora são eles que devem anunciar com todo entusiasmo
essa Boa Notícia.
Com muita coragem, chamam outras pessoas para seguir os ensinamentos de Jesus.
As Primeiras comunidades
cristãs viviam unidas.
Reuniam-se nas casas em
pequenos grupos para
conversar sobre a vida e a
Palavra de Deus, para rezar e
celebrar e mantinham-se
firmes na fé.

Os Apóstolos procuraram formar comunidades com um jeito diferente.


Eles batizam e ensinavam a observar tudo o que Jesus havia mandado fazer.
Todos viviam unidos, festejavam a Eucaristia, faziam
orações em comum e repartiam os bens com quem precisava,
pois lembravam das palavras de Jesus:

 Vamos ler na Bíblia em Jo 15, 12-13 e copiar o


mandamento que Jesus nos deixou:

___________________________________________

___________________________________________

___________________________________________

E hoje, como aplicamos este mandamento de Jesus na nossa vida?

15
Hoje Jesus Ressuscitado nos convida a olhar para Ele e viver a nossa vida na fé. Enquanto
estamos neste tempo, somos chamados a viver no amor aos irmãos e na comunhão fraterna com a
Igreja participando de reuniões em comum, Missas, celebrações, encontros, orações, atuando em
pastorais ou movimentos, a exemplo dos primeiros cristãos.
Participando da Missa aos domingos aumentamos a nossa amizade com Jesus de várias
maneiras:
 Jesus está presente no Santíssimo Sacramento da Eucaristia (na Capela do Santíssimo),
a quem devemos nos dirigir ao chegar à Igreja.
 Na pessoa do Padre que representa Jesus na Missa.
 No altar que o Padre beija ao iniciar e ao encerrar a celebração da Missa.
 No perdão dos pecados (leves) que Deus nos concede no Ato Penitencial.
 Na Palavra de Deus que ouvimos e que nos é atualizada pelo Padre na homilia.
 No Pão e no Vinho transformados no Corpo e Sangue de Jesus.

Quando participamos com frequência da Missa, vamos mudando a nossa vida de acordo com
a Palavra de Deus e a Eucaristia que recebemos nos dá força para fazer as mudanças que Jesus
nos pede.

1) Qual é a sua comunidade?

2) Você participa das missas da sua comunidade?

3) Porque é importante participar da missa?

Celebrando em família:
Juntamente com seus pais ou responsáveis, preencha a
cruzadinha com os valores ensinados por Jesus aos Apóstolos.

AMOR – CARIDADE – JUSTIÇA – PERDÃO – PARTILHA - EUCARISTIA

16
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

3º TEMA: JESUS I NICI A SUA MISSÃO A PARTIR DO BATI SMO

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Sabemos como são importantes os preparativos para uma festa.


Tudo tem de estar bem bonito.
Deus Pai desejou que antes alguém preparasse o povo para receber seu Filho. E assim
nasceu João Batista. Ele era primo de Jesus, filho de Zacarias e Isabel. Cresceu e foi para o
deserto onde passou muito tempo fazendo penitência. João Batista cresceu com a mesma
esperança do seu povo: todos esperavam um Messias, um Rei, que viria para libertá-los da opressão
e fazer justiça. Quando ficou adulto, saiu pregando a Palavra de Deus para que as pessoas se
convertessem.
João Batista era muito corajoso, falava sempre a verdade e denunciava o pecado, até
mesmo dos chefes do povo. João Batista foi o último profeta do Antigo Testamento, escolhido por
Deus para anunciar a chegada do Salvador.

 Vamos procurar na Bíblia: Mt 3, 13-17

João Batista pregava e batizava no Rio


Jordão. Ao completar 30 anos Jesus (o Messias, o
Salvador anunciado pelos profetas do Antigo
Testamento) foi ao Rio Jordão para ouvir João
Batista e ser batizado por ele para que se
cumprissem as Escrituras.

João reconhece que Jesus é o enviado de


Deus e diz a todos: “É Ele o Messias” “Eis o cordeiro
que tira o pecado do Mundo” (Jo 1, 29).

Jesus pede para ser Batizado por João


Batista, que fica indeciso, mas aceita o seu pedido. E
Jesus é batizado. Neste momento....

 Vamos ler Mt 3, 16-17 e saber o que aconteceu!

Após o Batismo Jesus também foi para o deserto onde ficou 40 dias, rezando e fazendo
jejum. Enquanto isto, muitas pessoas, ouviam as pregações de João Batista que os convidava a
deixar a vida de pecado e voltar-se para Deus. Muitos se convertiam. Porém, algumas pessoas
(chefes do povo) não gostaram e começaram a persegui-lo até que ele foi preso.

 Vamos procurar na Bíblia: Mt 4, 12-17

17
Ao retornar do deserto, Jesus soube que
João Batista tinha sido preso, então, deixa sua
casa e viaja de cidade em cidade, de aldeia em
aldeia, levando sua mensagem de esperança para
todos, especialmente para os marginalizados e
empobrecidos.
Em Nazaré, Jesus vai à sinagoga, no
sábado, conforme o costume dos judeus. Aí
começou a apresentar-se como Messias esperado
pelo povo.
O que o povo esperava do Messias?
Alguns queriam um Messias líder
guerreiro, que ajudasse o povo a libertar-se dos
romanos. Outros achavam que o Messias iria
recompensar os que praticassem a lei. Porém
todos esperavam que o Messias fosse um grande Rei, importante e poderoso...
Jesus, que nasceu na pobreza, veio para todos, mas principalmente para os pobres e
necessitados. Curou os doentes, consolou os aflitos, acolheu os pecadores, os que eram
marginalizados pela sociedade. Jesus passou a vida fazendo o bem.
O Programa de Vida de Jesus é ser amigo de todas as pessoas, principalmente dos
pobres, doentes e oprimidos.
E Jesus pede que nós também façamos como Ele fez. E isso nos dá esperança de lutarmos
para que o mundo seja transformado num reino de paz, de justiça, de amor, de fraternidade.

Em Jesus, Deus que libertar a todos de modo total.O Reino de Deus é muito mais que uma
vida feliz aqui na terra.

1) Complete as frases abaixo:


a. João Batista pregava um Batismo de __ __ __ __ __ __ __ __ __
b. Ele batizava as pessoas no Rio __ __ __ __ __ __
c. A Mãe de João Batista chamava-se __ __ __ __ __ __
d. O Pai de João Batista chamava-se __ __ __ __ __ __ __ __
e. João Batista veio preparar os caminhos para __ __ __ __ __
f. João Batista era __ __ __ __ __ de Jesus.
h. “Fazei penitência, porque o __ __ __ __ __ dos Céus está próximo” (Mt 3,2)
i. Depois de ser batizado por João Batista, Jesus vai para o __ __ __ __ __ __ __.
j. Num dia de __ __ __ __ __ __ Jesus vai à sinagoga e se apresenta como __ __ __ __ __ __ __ .
k. O programa de vida de Jesus é ser amigo de todas as pessoas, principalmente dos __ __ __ __ __ __, dos
__ __ __ __ __ __ __ e dos __ __ __ __ __ __ __ __ __ .

18
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

Minha oração:

Pai do _____, eu também quero ser _____________ de Jesus.


Quero ajudar as pessoas a seguirem o seu _______________.

Celebrando em família:

1) Juntamente com seus pais ou responsável descubra qual é a nossa missão

completando o texto com as palavras:

vida – caminho – amor – carinho - iluminar -


pessoas - missão.

Nós temos uma __ __ __ __ __ __ muito importante: __ __ __ __ __ __ __ __ o mundo, mostrar

o __ __ __ __ __ __ __ do bem a todos, dar gosto à __ __ __ __ e aquecer o coração das __ __

__ __ __ __ __. com o nosso __ __ __ __ __ __ __ e com o calor do __ __ __ __. de Jesus.

Como podemos fazer isso?

Anotações

19
Anotações

20
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

3º TEMA: JESUS FORMA SUA EQUI PE

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Por causa dos milagres que realizava e também por seus


ensinamentos, Jesus se tornava cada vez mais conhecido e a
cada dia crescia o número dos seus seguidores: os Discípulos.
Jesus, no entanto, queria formar um grupo de amigos
que pudesse continuar a sua Missão.
Um dia, decidiu que era a hora para a escolha desses
seus amigos. Ele se isolou de todos. Foi para a montanha rezar,
ficou toda a noite em oração, conversando com o Pai.
Pela manhã Ele chamou os seus Discípulos e, entre eles,
escolheu doze, e os chamou de Apóstolos.

 Vamos procurar na Bíblia: Lc 6, 12-16 ou Mc 3, 17-19

Sigam-me! O grande convite de Jesus para eles:


Eles deixaram tudo o que possuíam e foram com Jesus,
acompanhando-o em suas viagens e pregações.
Muitos deles eram pescadores, homens muito simples e com pouca
instrução. Jesus ficava conversando com eles, explicando e ensinando as coisas
de Deus e do Reino.
Jesus comia com eles, andava no barco que era deles, pescavam juntos e
repousavam nas casas de pessoas amigas como Marta, Maria e Lázaro.
Eles começaram a perceber que este chamado de
Jesus e a missão que ele confia aos seus amigos é uma vida
nova que começa para eles.
Eles perceberam que seguir Jesus significa pensar
no bem dos outros, e não viver só para si mesmo: procurar
ajudar a todos e de modo especial aos mais fracos, aos
doentes e aos rejeitados.
Ser Discípulo de Jesus significa ter grande amizade
com Ele, estar muito próximo D’Ele e viver com Ele a
aventura do Reino, isto é, acolher os pobres, não ignorar os
doentes e os presos, enfim, fazer o bem a todos.
Foi do grupo dos Doze Apóstolos que nasceu a
Igreja, que está espalhada pelo mundo todo, formando a
grande família de Deus.
O Papa e os Bispos são sucessores dos Apóstolos.
Eles e nós somos os colaboradores no programa de vida de
Jesus.

21
1) Complete a frase com as palavras abaixo e preencha a cruzadinha:

LIBERTAÇÃO - SIM - CONFIAVA - FRATERNIDADE -


AMOR - POVO - JUSTIÇA - ADMIRAÇÃO

Os Apóstolos disseram __ __ __ ao chamado de Jesus. O que os unia era a grande


__ __ __ __ __ __ __ __ __ por Ele. Jesus __ __ __ __ __ __ __ __ no grupo e era amigo de
cada um, mostrando aos Apóstolos com seus ensinamentos que queria o bem do __ __ __ __, que
houvesse __ __ __ __, __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __, __ __ __ __ __ __ __ __ __ __
e __ __ __ __ __ __ __.

2) Ler Mc 3, 13-19 em seguida escreva os nomes dos Apóstolos nos tijolos abaixo.

Sobrou algum tijolo? Escreva nele o seu nome. Você é chamado para
ser discípulo de Jesus e seguir os ensinamentos dos Apóstolos.

3) Leia as placas abaixo. Elas ensinam atitudes de ser discípulo de Jesus. Pinte a placa que
você já pratica no dia a dia.

SOCORRER OS CUIDAR DA AJUDAR VISITAR REPARTIR O


LANCHE
NECESSITADOS NATUREZA EM CASA UM DOENTE COM

22
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

Minha oração:
Jesus, obrigado pelo seu convite, porque assim podemos nos conhecer
melhor e sermos amigos. Queremos sempre vos seguir pelo caminho da
oração, do trabalho, da justiça, da amizade com Deus e com meus irmãos..

Celebrando em família:

Jesus continua chamando, ainda hoje, muitos amigos, muitos Apóstolos


para que continuem a sua obra no meio dos homens. É assim que as pessoas
passam a ser amigas dele.
Será que Jesus convida também a nós para segui-lo ?
Estamos ouvindo o seu convite?
Como podemos ser também apóstolos de Jesus?
Converse com seu(sua) filho(a) e anotem!

Anotações

23
Anotações

24
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

5º TEMA: JESUS NOS ENSI NA A REZAR

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Jesus ensinou aos discípulos que Deus é Pai, amor, misericórdia e perdão. Em meio a tudo o que fazia
Jesus, sempre se retirava para orar ao Pai sozinho,
na montanha, como também participava do culto na
sinagoga com o povo, onde meditava sobre a Sagrada
Escritura.
Os Apóstolos, vendo que Jesus rezava
sempre, quiseram imitá-lo.
Um dia, quando Jesus terminava a sua
oração, um dos Apóstolos fez a Ele um pedido. Vamos
ver este fato em nossa Bíblia.

 Vamos procurar na Bíblia: Mt 6, 9-13 / Lc 11, 1- 4


Rezar é uma das formas de comunicarmos e de cultivar a presença de Deus em nossas vidas, seja
pessoal ou comunitária. A oração é a comunicação onde buscamos ir ao encontro de Deus nosso Pai sem
esconder nada. É contar tudo o que estamos sentindo, pensando e vivendo, é também para agradecer pela
nossa vida, família e tudo que temos.
Mesmo que sejam grandes os nossos compromissos, devemos primeiramente dedicar um tempo para
conversar com Deus: ao levantar (Mc 1, 35), à noite (Lc 6, 12), à hora das refeições, no estudo, na tristeza
(Lc 22, 41), na alegria (Lc 10, 21), na saúde e na doença (Lc18,1) .
E assim Jesus nos ensina a mais bela de todas as orações: o Pai Nosso.
É através desta oração que Jesus nos ensina a chamarmos Deus de Pai.
Na oração do Pai Nosso Jesus resume tudo que podemos e devemos pedir a Deus.Vamos entender
a Oração que Jesus ensinou aos Apóstolos.
Quando rezamos o Pai Nosso fazemos a Deus Pai sete pedidos:
1º Pedido: Pai Nosso que estais no céu: chamamos a Deus de Pai, reconhecemos Deus como Santo,
o Senhor de todas as coisas, cheio de glória e majestade. Nós dizemos “Pai Nosso” e não “Meu Pai”, isto
quer dizer que todos são filhos do único Pai, somos irmãos de todos, independente de raça e condição social.
2º Pedido: Santificado seja o Vosso Nome: que o seu Nome seja Santificado, querido, louvado por
nós, porque é Santo. O Nome de Deus será Santificado quando acolhermos com gestos de amor o nosso
irmão necessitado, faminto, doente e abandonado.
3º Pedido: Venha a nós o vosso Reino: que Deus more no coração das pessoas e em toda a parte,
para que haja paz, amor, compreensão entre todos. Estamos pedindo com insistência que se realize na terra
o que acontece no céu.
4º Pedido: Seja feita a Vossa Vontade, assim na terra como no céu: que tudo de bom aconteça
para ficarmos mais parecidos com o seu Filho Jesus Cristo. Dizemos seja feita a Sua Vontade e não a nossa.
5º Pedido: O pão nosso de cada dia nos dai hoje: que não falte nada a ninguém o necessário para
viver como gente, como filho(a) de Deus. Dizemos ao Pai que vamos partilhar e a repartir o pão material

25
(roupa, comida, habitação, saúde, lazer, etc.) com nossos irmãos mais carentes e que se encontram mais
necessitados materialmente.
Também dizemos ao Pai que vamos ajudar a saciar outro tipo de fome, da qual muitas pessoas sofrem
ao nosso redor: são pessoas famintas de paz, de perdão, fraternidade, amizade, amor, compreensão, carinho,
etc.
6º Pedido: Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos têm ofendido: que
tenhamos um coração aberto, generoso, capaz de perdoar a todos do mesmo modo como Deus, nosso Pai, nos
perdoa das nossas fraquezas.
Estamos reconhecendo que muitas vezes, nós erramos e magoamos nossos irmãos, amigos e
professores. Deus Pai de Jesus e nosso Pai está sempre pronto a nos perdoar, se nós nos arrependermos.
Quando perdoamos, ficamos parecidos com Deus.
7º Pedido: Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal: que sejamos fortes, capazes
de todo o bem e de vencer o mal.
Como gente somos fracos. A tentação da preguiça, da má vontade, da pirraça, da raiva, da falta de
paciência e de muitas outras fraquezas nos levam para o caminho do mal.
Jesus quer para nós somente o bem, por isso, Ele nos ensina a pedir ao Pai que nos livre do mal da
desunião, da maldade, da inveja, da incompreensão, da miséria, do que faz as pessoas infelizes.
Encerramos com o Amém: quer dizer “Faço a vontade do Pai e não a minha”.

1) Mostre que entendeu o sentido da oração do Pai Nosso, respondendo


abaixo:

a) Deus é Pai de __________


b) Por que podemos dizer “Pai Nosso”? ______________________
_____________________________________________________
c) Santificado seja o vosso nome, assim na terra como no céu.
Onde Deus deve ser santificado? ________________ e no .___________
d) Como podemos santificar o nome de Deus?
________________________________________________________________________.
________________________________________________________________________.
e) Seja feita a vossa vontade. Qual é a vontade de Deus Pai?
________________________________________________________________________.
________________________________________________________________________.
f) Assinale com um X a resposta certa: Jesus ensinou a rezar assim: “Venha a nós o vosso Reino”.
O que Jesus quer dizer com a palavra “Reino”?
[ ] um lugar lindo, como um rei, castelos e muito dinheiro
[ ] uma vida de paz, alegria, amor com Deus e com as pessoas.
g) Dizendo “livrai-nos do mal”, de que males estamos querendo que Deus nos proteja?
________________________________________________________________________.
________________________________________________________________________.

26
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

Minha oração
Vamos completar e rezar a oração do Pai Nosso:
Pai _______ que estais no _____. Santificado seja o vosso _______. Venha a nós o vosso
________ Seja feita a vossa ____________, assim na ________ como no _______. O
pão ____________ de cada dia nos daí ________. Perdoai as nossas ____________
assim como nós _____________ a quem nos têm ___________. Não nos deixeis cair em
_________________, mas livrai-nos do ________. Amém!

Celebrando em família:
Juntamente com seus pais ou responsável distribua o Pai Nosso nos quadros
numerados. Preste atenção nas figuras:

3.

1. Reconhecemos que Deus é Pai de todos e


que por isso, somos todos irmãos.

5.
2. Nós queremos que Ele seja louvado,
honrado, amado, respeitado

1. Pai Nosso que estais no céu.

3. Pedimos que o Reino de Deus, comece a


acontecer desde já, no meio de nós, que
desejamos viver o que Jesus ensinou
6.
4. Deus quer a felicidade de todos os homens e
nós pedimos que a vontade D’Ele seja feita por
nós.
2. Santificado seja o Vosso nome.

5. Pedimos o alimento para nossa vida de cada


dia.

4.
6. Pedimos ao Senhor que perdoe nossas faltas
a Ele e aos irmãos e nos propomos perdoar aos
que nos fizeram algum mal.

7. Não nos deixeis cair em tentação e


livrai-nos do mal. Amém!
7. Rezamos para que o Senhor nos dê forças
para fugir da ocasião de fazer o mal.

27
Anotações

28
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

6º TEMA: JESUS FALA DO REI NO EM PARÁBOLAS

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Jesus, os Doze Apóstolos e muitos Discípulos andavam de


aldeia em aldeia. Jesus ensinava o povo contando pequenas
histórias – as Parábolas – para ensinar melhor e para que o povo
compreendesse o que Ele queria dizer.

Jesus fazia comparações, dizendo que o “Reino de Deus”


era semelhante a um semeador, ao fermento na massa ou a um pai
de família. Jesus explicava como deveria ser o comportamento das
pessoas diante da Palavra de Deus, contando Parábolas como a do
tesouro escondido, do servo fiel, do fariseu e do publicano.

Jesus contava as Parábolas sem dar muita explicação, para


que aquele que ouvisse estas pequenas histórias ficasse pensando
nelas até encontrar
uma resposta. Jesus
queria que as pessoas
mudassem o jeito de
pensar e agir.

Jesus vendo o povo cansado, abatido e sofrendo, sentia


compaixão e fazia milagres, curando cegos, surdos, mudos,
leprosos ou paralíticos.

Jesus se apresentava ao povo como o bom Pastor que dá a


sua vida pelas ovelhas.

Para Jesus era importante que a pessoa acreditasse em


Deus, que fizessem uma experiência pessoal da fé. Hoje, nós também, quando lemos os escritos dos
Evangelhos, que narram os ensinamentos de Jesus, suas Parábolas e milagres, somos convidados a fazer esta
experiência de fé que pode transformar a nossa vida.

As parábolas de Jesus eram muito bem adaptadas aos


problemas das pessoas de sua Pátria e do seu tempo. Ele usava
imagens da vida que eram conhecidas por todos.

Para ensinar Jesus não utilizou livros, sala de aula, nem


construiu uma escola.

O grande ensinamento de Jesus foi o AMOR de Deus às


pessoas.

Jesus ensina que precisamos uns dos outros e que a


verdadeira alegria está em ajudar as pessoas.

29
1) O que é Parábola?

____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
2) Leia Mt 13, 1-9, pense e responda: que tipo de terra eu acho que sou? Por quê?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
3) O que acontece com o grão que cai em terra boa?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
4) As histórias que Jesus contou explicavam o que é o Reino de Deus. Relacione:

(1) Mt 5, 13 (2) Mt 13, 31-32 (3) Mt 5, 14 (4) Mt 13, 33

[ ] O Reino de Deus é comparado a um grão de mostarda, a menor de todas as sementes, que


quando cresce torna-se um arbusto maior que todas as hortaliças.

[ ] O Reino de Deus é comparado ao fermento que uma mulher mistura a farinha e faz
fermentar toda a massa.

[ ] Vós sois a luz do mundo. Não se acende uma luz para colocá-la debaixo do móvel, mas sim,
no candelabro.

[ ] Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor?

5) O que é ser sal da terra?


[ ] É ser gente que amarga a vida dos outros.
[ ] É ser gente que faz aparecer o lado bom das pessoas e da vida.
[ ] É ser gente que bota sal na comida dos outros.

Minha oração:

Vamos escrever uma oração bem bonita pedindo a Jesus que nos ajude a amar todas
as pessoas, mesmo aquelas que nos fazem ficar tristes.

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

30
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

Celebrando em família:

1) Juntamente com seus pais ou responsáveis ler as citações Bíblicas e escrever o


nome das Parábolas na linhas abaixo:

Mt. 13, 47-48 Mt 13, 44 Mt 20, 1-16

A __ __ __ __ __ O __ __ __ __ __ __ __ Os __ __ __ __ __ __ __ __ __
milagrosa escondido. contratados.

Lc 15, 1-7 Mt 21, 28-32 Lc 18, 9-14

A __ __ __ __ __ __ O dois __ __ __ __ __ __ O __ __ __ __ e o __ __ __ __ __
perdida

31
Anotações

32
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

7º TEMA: J ESUS NOS ENSINA A R EPAR TIR

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Jesus sempre aproveitava os


acontecimentos já vividos na comunidade para
ensinar ao povo como é importante organizar-se,
amar, perdoar e repartir.
Pelos milagres que realiza, Ele mostra ao
povo o valor da partilha.
Na multiplicação dos pães, todos repartem,
comem, ficam saciados e ainda sobram doze cestos
de pães.

Hoje boa parte do povo passa fome, não


tem casa, nem trabalho, nem direito à educação e a
saúde. O povo tem direito a tudo isso, mas, não lhe
é garantido o uso desse direito. Em nosso país muitas coisas tristes acontecem.
Tudo isso revela o individualismo de cada um, sendo totalmente o contrário daquilo que Jesus veio
ensinar e dar o exemplo.

 Vamos ler na Bíblia: Mt 14, 13-21

Nesta leitura vamos descobrir que Jesus conta com cada um de nós para mudar a situação que
vivem os empobrecidos.
1) O que Jesus quis nos ensinar com a multiplicação dos pães?

2) Escolha consciente. Pense sobre cada frase e assinale com (F) se for falso e com (V) se for
verdadeiro.
[ ] Jesus sentiu que o povo estava com muita fome, mas o que lhe interessava era
ensinar. Por isso continuou ensinando, não se importando com a fome do povo.
[ ] Jesus se preocupou com a fome do povo. Parou de ensinar e tratou de resolver o
problema, mandando arranjar alimento para todos.
[ ] Jesus disse ao povo: “Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem vive na minha amizade
é feliz e faz os outros felizes!”
[ ] O povo entendeu perfeitamente as palavras de Jesus: “Eu sou o Pão Vivo descido do
céu. Quem comer deste pão viverá eternamente.
1. Procure no caça-palavras as 12 palavras que estão no quadro.

33
R PASTOR FOME
O P A S T O

C F O M E L O SALVADOR DOZE

CINCO PEIXES
N Z R E Z O D

DOIS PÃES
I P Ã S D T A
CESTOS MESTRE
C E S T O S V
SENHOR APÓSTOLO
P I Z R I Ó L

à X J E S P A

E E L K X A S

S S E N H O R

Minha oração: Celebrando em família:

Juntamente com seus pais ou responsáveis escreva uma oração por todas as pessoas que têm
muito a oferecer e pelas pessoas que não têm alimento, moradia, assistência médica, escola etc.

34
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

8º TEMA: JESUS NOS ENSI NA A AMAR E PERDOAR

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

JESUS NOS ENSINA A AMAR


As pessoas costumavam seguir Jesus por onde Ele
andava para ouvir seus ensinamentos.

Sua maneira diferente de ensinar tocava o coração


das pessoas levando-as a melhorar suas atitudes.
Jesus aproveitava todos os acontecimentos para dar
uma lição de amor, de caridade, de justiça e como se faz
para viver os valores do Reino de Deus na nossa vida.
Gostar das pessoas que estão perto de nós é fácil,
não é mesmo? O papai, a mamãe, os irmãos e irmãs, os tios e
tias, os primos e primas... são pessoas que convivem com a
gente.
Mas, e aquelas pessoas, que não vemos sempre?
Aqueles colegas da escola que você não conversa
muito, ou aquele vizinho que você quase não vê?
É fácil gostar deles?
Imagino que a sua resposta foi NÃO!
Existe uma pessoa que nos ama muito e deu sua própria vida para nos salvar.
Foi Ele quem nos ensinou a amar todas as pessoas, não importando se é rica ou pobre, com
saúde ou doente, se é boa ou má, se conhecemos ou não. Você sabe quem é esta pessoa?
Então escreva aqui: _____________________
Isso mesmo é Jesus!
Onde quer que estejamos precisamos ser bondosos, amorosos e respeitar as pessoas.
Seja em casa, na escola, na Igreja, no parquinho, no clube, no cinema, no supermercado...
Agindo dessa maneira ficamos parecidos com Jesus.

 Vamos ler na Bíblia: Mt 22, 34-40

JESUS NOS ENSINA A PERDOAR


Jesus nos ensina a pedir perdão a Deus e às pessoas que convivem conosco.
Muitas vezes não amamos, não respeitamos e ofendemos nossos irmãos.
Quando desobedecemos ao papai ou a mamãe, quando contamos uma mentira, falamos
palavrão, brigamos ou xingamos alguém, pegamos coisas que não nos pertence; tudo isto deixa o
coração de Deus triste.

35
Com estas atitudes ruins nos afastamos
de Deus e ficamos tristes também, porque
sabemos que agimos errado.
Mas, Jesus nos ensinou que Deus não
nos abandona, Ele sempre nos perdoa,
Para receber o perdão de Deus
precisamos nos arrepender do mal que fizemos
e nos esforçar muito para não pecar de novo.
Assim como erramos, as pessoas podem
errar conosco também.
Por exemplo, se um colega da escola te
xingar, o que fazer?
Talvez diga que o xingaria também.
Mas dessa maneira você está agindo mal.
Então o que fazer?
Ao colega que falou mal de você, diga que o perdoa pelas coisas que ele disse.
E se ele falar mal de novo?
Perdoe de novo.
Lembre-se: Jesus pede que evitemos julgar os outros, isto quer dizer que devemos
procurar fazer como Jesus fez.

 Vamos procurar na Bíblia: Mt 18, 21-22 / Mt 6, 14-15

É isso mesmo, Jesus nos ensina a perdoar sempre.


Na oração que Jesus nos ensinou nós pedimos perdão pelas ofensas.
Escreva a parte que pedimos perdão:

36
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

1) Quando sabemos amar e perdoar somos felizes porque estamos


perto de Deus. Mas quem quer ficar no pecado fica triste e longe
de Deus.Separe as atitudes que devemos ter para ficarmos felizes
das atitudes que nos deixam infelizes. Escreva-as nas linhas abaixo:

PARTILHA PERDÃO PREGUIÇA RESPEITO


AMOR INVEJA ARREPENDIMENTO MENTIRA
EGOÍSMO BRIGA OBEDIÊNCIA INJUSTIÇA

ATITUDES DE FELICIDADE ATITUDES DE INFELICIDADE

Celebrando em família:

Juntamente com seus pais ou responsáveis escolham a resposta


mais certa para a pergunta. Qual a resposta que você quer quando fizer um
bem a alguém necessitado?

[ ] Um “muito obrigado” por parte da pessoa que ajudei!

[ ] Nenhuma recompensa, pois faço por amor!

[ ] A pessoa tem que fazer o bem de volta para mim, sobretudo quando

eu precisar dela um dia.

37
Anotações

38
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

9º TEMA: JESUS NOS ENSI NA A ACOLHER

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Quando um amigo vem nos visitar, gostamos de dar uma


boa impressão da nossa casa, da nossa família.
Procuramos fazer um lanche gostoso, queremos agradar!
No tempo de Jesus isso também acontecia, porque
cortesia e boa educação sempre existiram no relacionamento
entre as pessoas.
Jesus, sendo uma pessoa maravilhosa, cativava com
facilidade as pessoas e fazia amigos por onde passava.
Ele tinha também o costume de visitar alguns amigos.
Sendo uma pessoa muito querida por todos, era recebido
com alegria e se considerava uma honra tê-lo em casa.

 Vamos procurar na Bíblia: Lc 10, 38-42


Um dia, Jesus fez uma visita à casa de uns amigos. Nessa
casa moravam duas irmãs: Marta e Maria. Logo que Jesus entrou,
Maria sentou-se aos seus pés e ali permaneceu escutando as palavras de Jesus. Marta, por outro lado,
estava ocupada com muito serviço. Parando, por um momento, disse a Jesus:
 Senhor, não lhe importa que minha irmã me deixe sozinha a fazer o serviço? Diga-lhe que me ajude.
Jesus respondeu:
 Marta, Marta, você se inquieta e se agita com muitas coisas. No entanto, pouca coisa é necessária,
na verdade uma só. Maria soube escolher a melhor parte, que não lhe será tirada.

Vamos rezar juntos para que o Senhor nos ajude nesta missão.

Catequista: Senhor Jesus!


Todos: Tu és nossa luz e nossa salvação!
Catequista: Tu nos acolhes como somos.
Todos: Tu és nossa alegria e nossa Paz!
Catequista: Toma conta de nós.
Todos: Indica-nos o caminho que conduz à casa do Pai.
Catequista: Ensina-nos a ajudar as pessoas que passam
necessidades.
Todos: Jesus, ensina-nos a acolher as pessoas como Tu acolhes.
Catequista: Ensina-nos a sermos luz.
Todos: Para ajudar os que estão sozinhos.
Catequista: Faz de nós alegres anunciadores do Teu reino.
Todos: Ensina-nos o amor aos pobres, doentes e necessitados. Amém!

39
1) Preencha a cruzadinha com as palavras que completam o texto:

C R

V P
CONVIVER
PESSOAS
AMIGOS A I S

VISITA
MARTA T Ç O
ACOLHER
JESUS J
ATENÇÃO

Jesus sabia __ __ __ __ __ __ __ __ com as __ __ __ __ __ __ __ .


Por isso, visitava os __ __ __ __ __ __ e gostava de conversar com eles.
Os amigos se sentiam honrados com a sua __ __ __ __ __ __. .
Um dia Jesus foi à casa de .__ __ __ __ __. e Maria.
Ali Jesus revelou como é importante saber __ __ __ __ __ __ __.
Maria mostrou que a palavra de __ __ __ __ __. merece toda a nossa .__ __ __ __ __ __ __.

Celebrando em família:

Jesus compreendeu e acolheu com atenção muitas pessoas que queriam estar
sempre perto d’Ele para ouvi-Lo falar e ver como agia. Todos recebiam algo de
bom, mesmo que fosse somente uma palavra amiga.

Juntamente com seus pais ou responsáveis escreva abaixo, atitudes ou gestos


que podem fazer para ajudar os outros.

40
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

10º TEMA: JESUS NOS ENSI NA A VER DADEIR A FELICI DADE

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Seja um jovem
VOCÊ JÁ PENSOU
CRIANÇA QUE TEM avançado no tempo
NO PRESENTE DE
UM ROBÔ PINÔ, É usando o nosso NATAL PARA O
MAIS FELIZ, E PAPAI? NATAL
CONSEGUE TUDO O TÊNIS VOADOR
SEM PRESENTE
QUE SEMPRE QUIS! Você vai longe, garoto! NÃO É NATAL!

E vai passar os

outros pra trás!

Na TV, nos jornais, nos cartazes de rua, nas vitrines de lojas, a propaganda nos leva a
acreditar que felicidade é ter o que está na moda, ser mais rico a cada dia, mostrar que sabe mais
que o outro...
O pior é que essa idéia vai tomando conta da gente de um jeito que acabamos achando
mesmo que a felicidade vem através das coisas que podemos comprar.
Vemos pessoas que tem tudo isso e não conseguem se sentir felizes, realizadas, de bem
com a vida.
Há gente que tem riqueza luxo, estudo e que vive triste, solitária, sem amigos, sem saber o
que fazer de sua vida.
Por que será? Onde está a felicidade que todos procuram?

 Vamos procurar na Bíblia: Mt 5, 1-10

41
Jesus vendo a situação do povo percebe
o esforço que fazem para mudar de vida. Então
apresenta as bem aventuranças, como proposta
de felicidade: misericórdia, solidariedade,
pureza de coração e promoção da paz. Essa
proposta de felicidade é conhecida como o
Sermão da Montanha ou Bem Aventuranças.
Jesus fala como devem agir todos os que
desejam ser seus discípulos.
Jesus nos ensina que o verdadeiro valor,
não está nas coisas que temos, mas sim naquilo
que temos dentro do coração, nossa maneira de
pensar e agir.
No Sermão da Montanha Jesus anuncia
as Bem Aventuranças que quer dizer muita
felicidade.
São oito as Bem Aventuranças e podemos
perguntar:
Quais são os bem aventurados e por quê?

1) Felizes os que têm um coração de pobre (não são egoísta), porque deles é o reino dos céus.
2) Felizes os que choram: porque serão consolados.
3) Felizes os mansos: porque eles possuirão a terra.
4) Felizes os que têm fome e sede de justiça: porque serão saciados.
5) Felizes os misericordiosos: porque alcançarão misericórdia.
6) Felizes os puros de coração: porque verão a Deus.
7) Felizes os pacíficos: porque trabalham pela paz; estão mostrando que são filhos de Deus.
8) Felizes os que são perseguidos por causa da justiça: porque estão plantando o Reino dos
céus.

Deus criou o mundo e nos criou. Ele conta conosco para cuidar do mundo, que criou com
tanto carinho, para nós. Deus espera que nos coloquemos a serviço da comunidade e dos irmãos.
Ninguém constrói nada sozinho.
O primeiro passo para sermos felizes consiste em descobrir no amigo, na família, no vizinho
ou no parente, num irmão, que, juntos podemos construir a felicidade, praticando as Bem
Aventuranças.
se seguirmos esse caminho, todos seremos felizes e construiremos um mundo melhor, mais
irmão.

42
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

1) Escreva as palavras que faltam nas frases, em seguida preencha


a cruzadinha:

a) Os que trabalham pela __ __ __ , pela compreensão entre as pessoas e os


povos.
b) Os que tratam o irmão com __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ , isto é,
com amor verdadeiro.
c) Os __ __ __ __ __ de coração, que colocam o amor de Deus em tudo que fazem.
d) Os __ __ __ __ __ __, simples e humildes, que agem com serenidade e confiança em Deus.
e) Felizes os que têm __ __ __ __ e sede de justiça, esses serão saciados.
f) Os __ __ __ __ __ __ em espírito, isto é, aqueles que não se prendem às riquezas e aos bens materiais.
g) Os que trabalham pela __ __ __ __ __ __ __ , para que no mundo todas as pessoas tenham os mesmos
direitos e os mesmos deveres.

c) U O

e) F

b) M E C D

g) U I

a) Z

f) B E

d) A S

Celebrando em família:

1) Juntamente com seus pais ou responsável copie as sílabas na linha abaixo, na ordem em que elas
se apresentam, seguindo as retas, a começar pelo lado esquerdo:

43
Anotações

44
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

11º TEMA: ENTRADA DE JESUS EM JERUSALÉM

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Já conhecemos a história de Moisés e de como ele


libertou o povo da escravidão do Egito. A passagem da
escravidão para a libertação foi chamada de PÁSCOA (a
palavra Páscoa significa Passagem).
Deste dia em diante o povo de Deus comemora
esse acontecimento com uma refeição igual à que fizeram
naquele dia.
Jesus também participou da Festa da Páscoa dos
judeus.
Ao aproximar-se da Festa da Páscoa. Jesus foi
para Jerusalém. Muita gente o acompanhou com alegria e
na entrada da cidade estenderam ramos de palmeiras ou
colocaram seus mantos no chão formando um tapete para
que Jesus passasse. Jesus foi aclamado pelo povo como
Rei. Muitos reconheceram que Jesus era o Messias que tinha vindo libertá-los, pois viam que
acolhia os marginalizados, os que sofriam, e principalmente, os milagres que Jesus fazia.
O povo cheio de alegria e esperança acreditava que Jesus os libertaria da escravidão
política e econômica imposta pelos romanos e escravidão religiosa que os obrigavam a acreditar em
vários deuses.
Hoje nossa Igreja faz memória da entrada Triunfal de Jesus em Jerusalém, poucos dias
antes de sofrer a Paixão, Morte e Ressurreição.
Este dia é chamado Domingo de Ramos, porque naquela época o povo usou ramos de árvores,
ramagens e folhas de palmeiras para acenar saudando Jesus quando entrou em Jerusalém,
montado num jumento. O Domingo de Ramos abre a Semana Santa
em que celebramos a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus.
 Vamos procurar na Bíblia: Lc 19, 28-40 e ler como foi
esta entrada festiva de Jesus em Jerusalém.
Mas, ao entrar triunfante em Jerusalém, sendo aclamado
pelo povo com as folhas de palmeiras nas mãos dizendo: “Rei dos
Judeus”, “Hosana ao Filho de Davi”, “Salve o Messias”, Jesus
desperta nos sacerdotes e mestres da lei muita inveja,
desconfiança e medo de perder o poder.
Começa então uma trama para condenar Jesus à morte e morte de cruz.
Os sacerdotes e mestres da lei exigem de Pôncio Pilatos que condene Jesus e enganam o
povo dizendo que Jesus é impostor, blasfemador e falso Messias.

45
1) Complete as frases e faça o caça-palavras
Jesus é o __ __ __ __ __ __ __
Seu __ __ __ __ __ __ __ é manso e humilde.
Jesus é o enviado do Pai para ensinar o caminho do __ __ __ __ __
definitivo.
Quando Jesus entrou em __ __ __ __ __ __ __ __ __ o povo espalhou
__ __ __ __ __ __ e __ __ __ __ __ de árvores.
No Domingo de Ramos se inicia a __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __.

B J R I H D N S L O R H J M S

D Z J E R U S A L E M S T A F

T A S E M A N A S A N T A N R

R C S V R T U G F J E R Q T E

A Z W F G N K L O Ç P Y S O I

M F G S G T J Y R H J I W S N

O V F C O R A Ç Ã O K W I U O

S D V M E S S I A S T R E Q R

Celebrando em família:

Juntamente com seus pais ou responsáveis descubram a saudação das pessoas a


Jesus, quando entrou em Jerusalém!

ASHNOA ANS LUA!TSAR

ONBDEIT O QEU MVE ME

ONEM OD RSHOE!N

46
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

12º TEMA: LAVA-PÉS E INSTI TUIÇÃO DA EUCARISITA

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

JESUS LAVA OS PÉS DOS APÓSTOLOS


Desde a saída do Egito, o povo de Deus celebrava, todos os anos, a festa que lembrava a sua
passagem da escravidão para a liberdade = a festa da Páscoa (Ex 12, 1-14). Jesus participava com
sua família, todos os anos, sendo fiel às suas leis. Faziam uma refeição em ação de graças por tudo
o que o povo conseguiu com a ajuda de Deus. Na antiga Aliança (AT) o cordeiro era sacrificado e
servia de alimento na Páscoa.
Jesus tinha vindo a Jerusalém para celebrar a Páscoa dos judeus. Chegou o dia e então
pediu a Pedro e João que fossem preparar a Ceia da Páscoa.
Quando chegou a hora todos se dirigiram ao lugar combinado. Os discípulos estavam alegres
porque iam comemorar a Festa da Páscoa, Jesus estava pensativo porque sabia que sua hora havia
chegado.
 Vamos ler em João 13, 1-7 e saber o que aconteceu.
O Evangelho diz que Jesus amava seus discípulos e amou-os até o fim, mesmo sabendo que
um deles, Judas iria traí-lo.
Durante a ceia, Jesus levantou-se da mesa, pegou uma toalha e uma bacia e começou a lavar
os pés dos discípulos.
No tempo de Jesus era costume das pessoas lavar os pés
antes de sentar-se à mesa, porque andavam de sandálias pelas
ruas empoeiradas e porque não havia cadeiras, então sentavam-
se no chão para comer. Mas lavar os pés dos convidados era
trabalho dos empregados da casa, dos servos.
Todos se assustaram ao ver Jesus fazendo aquilo e
Pedro, ao chegar a sua vez, não aceitou que Jesus lhe lavasse os
pés, mas Jesus lhe disse:
 Se eu não lhe lavar os pés, não terás parte comigo.
E Pedro então respondeu:
 Senhor, não apenas os pés, mas também as mãos e a cabeça.
Ao terminar Jesus falou:
 Vocês dizem que sou Mestre e Senhor, e vocês estão certos, porque eu o sou.
E continuou...
 Se eu, Mestre e Senhor de vocês, lavei seus pés, vocês também devem lavar os pés uns dos
outros. Dei o exemplo para que vocês façam o mesmo.
E Jesus termina dizendo:
 Se compreenderem isso e praticarem serão felizes.
Jesus deixou uma lição para os Apóstolos e para nós. Ele nos ensinou que devemos cuidar
uns dos outros, se preocupar, procurar ajudar nas dificuldades, não escapar quando alguém precisa

47
de nós. Ajudar um amigo que está com dificuldades na escola, ajudar a mãe nas tarefas de casa,
fazer uma visita para alguém doente e saber se precisa de alguma coisa.
Deus colocou o Amor no coração das pessoas. O amor mora em nós, mas aparece fora de
nós. Quando amamos os nossos irmãos.
Jesus disse aos Apóstolos:
 Eu vos deixo um mandamento novo. Quero que amem uns aos outros assim como eu amo vocês.

JESUS INSTITUI A EUCARISTIA


Vamos lembrar a Aliança que Deus fez com o povo no
Antigo Testamento: foi uma promessa de amor que Deus fez
com os homens: “Eu sou o seu Deus e vocês são o meu povo”.
Agora nesta Ceia com seus Apóstolos, Jesus vai fazer
uma Aliança muito maior no momento em que entrega seu
Corpo e Sangue na Última Ceia.
Ao celebrar a NOVA PÁSCOA, Jesus fez uma NOVA
ALIANÇA: uma ALIANÇA ETERNA, feita para sempre e para
toda a humanidade. A NOVA ALIANÇA foi realizada com a
PAIXÃO,
Jesus tinha um grande desejo de celebrar e comer aquela Páscoa com seus amigos, os
Apóstolos ,que Ele havia escolhido para continuar sua missão aqui na terra; e também para nos
deixar a EUCARISTIA, que é a grande Ação de Graças, sua presença eterna no meio de nós.
Na Quinta feira Santa, antes de sua morte, Jesus realizou o seu desejo quando ceou com os
Apóstolos, na sua Última Páscoa (Lc 22, 7-23).
Jesus mandou preparar o lugar. Prepararam um cordeiro assado, pão sem fermento e ervas
amargas. Eles se reuniram nesse local. Jesus lavou os pés dos Apóstolos e em seguida iniciaram a
ceia.
No meio da Ceia da Páscoa, Jesus tomou o pão, abençoou e o deu aos discípulos dizendo:
“Tomai e comei, isto é o meu corpo”. Depois tomou o cálice com vinho, abençoou e o deu de novo
dizendo: “Tomai e bebei, este é o cálice do meu sangue que será derramado por vós”. Ao
terminar Jesus disse: “Fazei isso em memória de mim” Isso quer dizer que Jesus deixou uma
tarefa para os Apóstolos: “Isso que eu fiz vocês devem continuar fazendo em minha memória”.
Por isso até hoje os cristãos se reúnem para celebrar a Eucaristia (Lc 22, 7-20).
Na Missa celebramos a Eucaristia que é o Cristo que se oferece a Deus por nós. É o novo
cordeiro de Deus que tira os nossos pecados e o pecado do mundo. O cálice que contém sangue de
Jesus sela (confirma) a Nova e Eterna Aliança de Deus com o seu povo, que agora somos nós (1Cor
11, 23-26).
Você reparou em outra coisa? A Eucaristia é celebrada em comunidade. A Eucaristia é a
refeição dos filhos de Deus. É o alimento que nos sustenta na fé e no amor. É a partilha de nossos
dons e de nossa vida com Jesus e o próximo.

48
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

1. Observe a figura na página anterior e responda:


a) O que Jesus está fazendo?

b) Porque Jesus faz isso?

c) Como podemos cumprir o mandamento que Jesus nos deixou:

2. Quando Jesus institui a Eucaristia e com que palavras?

3. Quem repete hoje, na Missa, as próprias palavras de Jesus, na Última Ceia?

4. Complete a frase e escreva na A


a)
cruzadinha:
a. Na Última Ceia Jesus se fez nosso L
b)
_ _ _ _ _ _ _ _.
I
c)
b. Ele ceou com os doze _ _ _ _ _ _ _ _ _.
c. A _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ é um Sacramento. A
d)
d. Foi na Última _ _ _ _ que Jesus instituiu o N
e)
Sacramento da Eucaristia.
e. Jesus realizou a _ _ _ _ Aliança. Ç
f)
f. A ._ _ _ _ _ _ _ é o compromisso de Deus A
g)
com seu povo.
g. Jesus nos deixou o mandamento do
____.

Celebrando em família:

Juntamente com seus pais ou responsáveis completem com as palavras:


Bíblia Apóstolos nós sacerdote Ceia mesa Missa

Na Última _________ os ______________ estavam ao redor da ______


com Jesus.
Na ________________ os novos Apóstolos somos nós.
Durante a Santa Missa ____________ ouvimos os ensinamentos de Deus através da leitura da
____________ e através da orientação do ___________________.

Minha oração:
Escreva uma oração agradecendo a Jesus o amor que Ele nos dá e o alimento que nos
oferece na Eucaristia.

49
Anotações

50
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

13º TEMA: PAIXÃO, MORTE E RESSURR EIÇÃO DE J ESUS

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

PAIXÃO E MORTE DE JESUS


Terminada a Ceia Pascal, Jesus saiu e foi até o jardim das Oliveiras
para rezar. Os Apóstolos Pedro, Tiago e João foram rezar com Jesus.
A oração de Jesus foi esta: Pai, se é do teu agrado, livra-me deste
sofrimento, mas não faça a minha vontade mas sim a tua (Lc 22, 42).
O sofrimento de Jesus foi tão grande que ele chegou a suar sangue.
Judas se aproximou com um grupo armado para prender Jesus.
Esses homens trataram Jesus com muita crueldade: foi amarrado e
levado diante dos tribunais. Ali foi escarnecido, açoitado, espancado e
coroado de espinhos.
Jesus foi levado até o governador Pôncio Pilatos, que deixou o povo decidir quanto ao destino de
Jesus.

 Vamos procurar na Bíblia - Jo 19, 1-30


Jesus foi condenado à morte do jeito mais doloroso que havia
no seu tempo: fizeram com que ele carregasse a madeira pesada da
cruz até o alto do morro Calvário.
Sendo torturado com tanta violência, Jesus sofria o
resultado de toda maldade e pecado que os homens haviam
cometido. Jesus tinha o poder de Deus, mas aceitou ser homem até
o fim.
Jesus ficou três horas pregado na cruz, sofrendo terrível
agonia. Mas mesmo na cruz, Jesus continuou pensando em todos os
homens com muito amor. Olhou para aqueles que o haviam
crucificado e rezou: “Pai, perdoa-lhes porque eles não sabem o que fazem” (Lc 23,34).
Depois de tanto sofrimento, Jesus, inocente morre crucificado no meio de dois ladrões. Antes de
morrer disse:
— “Pai, tudo aquilo que me mandaste fazer eu fiz. Em tuas mãos, Pai, entrego meu espírito” (Lc 23,
46).
Nós também, muitas vezes, nos comportamos como:
 Judas, quando traímos Jesus em nossos irmãos, em nossa família, por dinheiro e por discordar da Boa
Nova do Reino de Deus.
 Pilatos quando por medo ou por interesse próprio, não nos comprometemos com os pobres e inocentes.
 Barrabás quando permitimos que as pessoas sofram por algum mal que nós cometemos. (Lc 15, 1-15).

51
RESSURREIÇÃO DO SENHOR
Jesus de fato morreu. Aqueles que o mataram acreditaram que tinham vencido.
Mas, ao amanhecer de Domingo, no terceiro dia... Jesus Cristo saiu do sepulcro (túmulo) por seu
próprio poder. Ressuscitou para ficar para sempre conosco, vencendo a dor e a Morte.
A Ressurreição de Jesus é o grande sinal da vida:
Na madrugada do Domingo, Maria Madalena e outras mulheres foram ao túmulo de Jesus, e
encontraram a pedra revirada. Um anjo lhes deu a grande noticia: “Jesus não está aqui, Ressuscitou”

 Vamos ler Mt 28, 1-10.


Após a Ressurreição, Jesus apareceu aos discípulos e
disse: “Não tenham medo. Vão contar aos discípulos que eu
Ressuscitei. Digam-lhes que devem ir para a Galiléia. Lá
eles me encontrarão”.

 Vamos ler Mt 28, 16-20.


Jesus Ressuscitado marca bem a passagem das
trevas para a Luz, da morte para a vida, da tristeza para a
alegria.
A Ressurreição de Jesus mostra-nos que todos
podemos ter vida nova (vencendo o egoísmo, o ódio, a
desunião). Isso se consegue através do amor. O mesmo
amor que Cristo teve para conosco dando sua vida para nos
salvar.
Cristo Ressuscitado é presença ontem, hoje e
sempre. Jesus, com a força do Espírito Santo, nos une na participação e na comunhão. Jesus está conosco
ate o fim dos séculos. Podemos conviver e contar com Ele que vive em nós. Crer na Ressurreição é crer que a
vida é mais forte que a morte, o bem é mais forte que o mal.
Jesus Ressuscitado apareceu ainda muitas vezes aos discípulos durante quarenta dias, ensinou ainda
muitas coisas e depois foi para Céu para abrir as portas da Casa do Pai para nós; porque Deus quer para nós,
depois de nossa Morte, que estejamos sempre com Ele em sua casa.

1. Leia Jo 19, 19 e responda: o que Pilatos mandou escrever na cruz de Jesus?

2. Relacione a 1ª e a 2ª coluna:

[ 1 ] Dia da semana em que Jesus foi crucificado [ ] Eucaristia


[ 2 ] Dia em que Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus [ ] Ressurreição
[ 3 ] Alimento de nossa alma [ ] Sexta Feira Santa
[ 4 ] O maior mistério de nossa Fé [ ] Missa
[ 5 ] Ele é o Deus Vivo [ ] Domingo
[ 6 ] Lá nós recordamos a Morte e Ressurreição de Jesus [ ] Jesus Cristo

52
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

3. Completar com as frases com as palavras abaixo:

unidos – venceu - garantiu – nós – amor – verdade – ressurreição

 Jesus, que alegria saber que __ __ __ __ __ __ a morte!


 O Senhor Ressuscitou. Está vivo, no meio de __ __ __ !
 Com isso você nos __ __ __ __ __ __ __ __ que a morte nos leva para a __ __ __ __ __ __ __ __ __
__ __ __.; a vida plena, realizada no céu.
 Jesus, queremos viver __ __ __ __ __ __ a você no __ __ __ __.
 Você é o Caminho, a __ __ __ __ __ __ __ e a Vida.
4. Resolva a cruzadinha:

1 M 1. O Mandamento novo que Jesus nos deu na Última Ceia

2 I 2. Outro nome da Missa e que significa Ação de Graças

3 S 3. Grande festa cristã para celebrar a Ressurreição.

4 S 4. A pessoa mais importante da Missa.

5 A 5. Jantar de despedida de Jesus.

Minha oração:
Faça uma oração dizendo a Jesus que quer manter uma aliança de amizade com Ele
procurando ser mais amigo (a) das pessoas que convive.

Celebrando em família:

Leia na Bíblia as passagens abaixo e escreva na frente de cada uma o que aconteceu
com Jesus:
Jo 19, 1-3:

Jo 19, 17-18:

Jo 19, 40-42:

53
Anotações

54
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

14º TEMA: JESUS ESCOLHE PEDRO

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

JESUS ESCOLHE PEDRO

Um dia, Jesus estava caminhando com seus discípulos e


chegando a um lugar chamado Cesaréia de Filipe, Jesus
pergunta aos discípulos:

 Vamos ler na Bíblia: Mt 16, 13-20

Jesus anuncia a Pedro que ele terá uma tarefa: “tu és


pedra e sobre esta pedra, construirei a minha Igreja”.

Mais tarde numa de suas aparições Jesus Ressuscitado estava entre os apóstolos e
perguntou a Pedro:

 Vamos ler na Bíblia: Jo 21, 15-17

A partir da Ascensão de Jesus, Pedro se torna o responsável pelo grupo dos Apóstolos.

Pedro não teve medo de testemunhar Jesus e defender os mais


fracos.

Por causa disso, foi morto na


cidade de Roma, capital do Império
Romano, no dia 29 de junho.

Pedro foi o primeiro Papa.


Após Pedro vieram seus sucessores.

Bento XVI é o atual Papa.

Assim como Cristo confiou a Pedro e aos Apóstolos a


missão recebida do Pai, eles também continuarão a fazer o
mesmo até o fim dos tempos.

Nesta sucessão os Papas nomeiam os Bispos e os Bispos


impõem as mãos sobre os Padres que guiam os fiéis no
seguimento de Jesus.

Nós, também, somos pedras vivas da Igreja, chamados por Jesus para aderir à mesma fé e,
assim construir comunidade.

55
Para conhecer o que São Pedro diz da Igreja procure na Bíblia 1Pd 2, 9.

1) O que nós somos?

S
O
M
O
S

2. A quem Jesus confiou sua Igreja? ____________________________________________

3. Pedro foi o primeiro Papa de nossa Igreja. E hoje, quem é o sucessor de Pedro, o nosso Papa?

______________________________________________________________________

4. Na Igreja somos chamados por Jesus a ________________________________________

5. O Bispo de nossa Igreja em São José dos Campos é: ______________________________

Celebrando em família:

Leia com seus pais a passagem Mateus 16, 19 e escreva o


que vocês entenderam:

56
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

15º TEMA: JESUS NOS ENVI A O ESPÍ RITO SANTO

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Chegou o dia em que Jesus voltaria para o Pai. Sua missão no mundo tinha sido cumprida.
Jesus se reúne com seus discípulos e lhes promete o Espírito Santo, para ajudá-los a
continuarem o que Ele ensinou.

 Vamos ver como isso aconteceu, vamos ler o que São Lucas nos conta nos Atos
dos Apóstolos 1, 4-14.
Agora vamos refletir e partilhar:
 O que no texto de Atos chamou mais a sua atenção? Por quê?

 Qual a missão da comunidade, de acordo com as últimas palavras de Jesus aos discípulos?

O que Jesus diz sobre o Espírito Santo? O que isso tem a ver com a nossa missão?

 Vamos ler Romanos 5, 5.


Este é um Mistério profundo, grande e bonito. O Espírito Jesus foi
Santo é o amor do Pai e do Filho Jesus Cristo. para o
Céu. Onde
está Ele
agora?

57
Vamos completar o texto com as palavras que estão no quadro ao lado:

Espírito Santo
O __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ é Deus, juntamente nós
com o __ __ __ e o __ __ __ __ __. Jesus
Ele é __ __ __ __ __ __ __ __ __ mas atua em tudo, na início do mundo
criação e na história, desde o __ __ __ __ __ __ __ __ Filho
__ __ __ __ __. Igreja
invisível
É Ele quem dá __ __ __ __ a todos.
Nossa Senhora
E mais! Ele preparou __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __
vida
para ser a __ __ __ de Jesus e ainda conduziu toda a vida de
mãe
__ __ __ __ __.
Pai
Hoje ele guia a __ __ __ __ __ __ e cada um de __ __ __!

Minha oração:
Vamos rezar juntos a Oração ao Espírito Santo:
Vinde, Espírito Santo, enchei o coração dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do
vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.
Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do
Espírito Santo fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo
Espírito e gozemos sempre da Sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

Celebrando em família:

Jesus enviou o Espírito Santo para nos animar a falar dele para todas as
pessoas! Vamos pensar numa maneira de falar de Jesus a alguém?
Escreva abaixo:
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________

58
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

16º TEMA: O ESPÍ RITO SANTO E SEUS DONS

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Há muito tempo, no início da história do povo,


os homens viviam em paz e tinham o necessário para
a sua sobrevivência.

Certo dia os homens quiseram dominar uns


aos outros. Queria chegar ao céu e resolveram
fazer uma torre. Chamou-se a Torre de Babel.

Houve muita confusão porque ninguém se


entendia, parecia que cada um falava uma língua
diferente, a confusão foi tanta que nunca
conseguiram construir a torre.

Esta confusão costuma acontecer quando


cada um quer crescer sozinho e não consegue se
entender com o irmão.

Depois que Jesus foi para o céu, seus


discípulos, juntamente com sua mãe e seus irmãos
(primos) foram para o cenáculo, um quarto no andar de cima de uma casa onde costumavam se
encontrar.

E aí no dia de Pentecostes, um festa dos judeus que costumava acontecer 50 dias depois da
Páscoa...

 Vamos ler o que aconteceu em Atos dos Apóstolos 2, 1-13.


Vamos ler novamente como se estivéssemos lá, vivendo a história.
Agora vamos ler Gn 11, 1-9 e comparar a história da Torre de Babel com a vinda do Espírito
Santo. Onde está a diferença? Por quê?

59
Para que possamos crescer na vida em comunidade, o Espírito Santo nos
concede 7 dons, preste atenção ao que o catequista vai explicar (1Cor 12, 4-
11) e faça a ligação correta das bolinhas:
Sabedoria
  É o dom de orientar e ajudar a quem precisa
É o dom de tornar as pessoas fortes, corajosas para enfrentar as
Inteligência
  dificuldades da fé e da vida.
Ciência
  É o dom da intimidade e da oração

Conselho
  Este dom nos dá a consciência de quanto Deus nos ama
Nos leva a entender e a compreender as verdades da salvação, reveladas na
Fortaleza
  Sagrada Escritura e nos ensinamentos da Igreja.
Nos leva ao verdadeiro conhecimento de Deus e a buscar os reais valores
Piedade
  da vida
Temor de A capacidade de descobrir, inventar, recriar formas, maneiras para salvar o
Deus
  ser humano e a natureza
O Espírito Santo sempre age em nós, mas muitas vezes não percebemos a sua ação. Por isso
usamos símbolos para explicar sua força e ação na comunidade:
Após a explicação do catequista escreva com suas palavras o significado de cada símbolo:

Celebrando em família
O Espírito Santo sempre revelou Deus aos seres humanos. Esse mesmo Espírito
se revela, hoje por meio dos cristãos. Ele quer que você ajude a revelar Jesus a
quem ainda não o conhece. Como você pretende fazer isso?
___________________________________________________________
___________________________________________________________
___________________________________________________________

60
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

17º TEMA: JESUS E A LEI DE DEUS

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Todos os dias fazemos muitas coisas legais. Mas devemos


Você sabia que as leis sempre estar atentos a tudo o que fazemos, cuidando de nós
nos ajudam a escolher mesmos e dos outros, escolhendo os caminhos corretos.
os caminhos corretos e Muitas leis nos envolvem no dia a dia. É bom que existam,
respeitar a vida de pois nos ajudam a viver melhor.
todos? Quando Deus libertou o
Nossa felicidade
povo do Egito construiu depende de
para eles uma lei. Ela é muito importante e por mais de nossas escolhas!
2.500 anos vem ajudando as pessoas a serem felizes.
Deus preparou os Dez Mandamentos, e os deu como um presente para nós. Essa lei
é o caminho para uma vida feliz que Deus foi manifestando aos poucos na história do povo na
Bíblia.
Os 10 Mandamentos (Ex 20, 1-17) foram gravados em duas tábuas de pedra, que foram
guardadas numa arca a Arca da Aliança, que se tornou um sinal do compromisso e do amor que o
povo dedicaria a Deus e Deus, por sua vez, cuidaria para sempre daquele povo.
Os Mandamentos são como luzes que nos iluminam quanto à conduta que devemos ter para com Deus,
com as pessoas e conosco mesmo. Os Mandamentos nos ajudam a ser livres, pois, ao cumpri-los estamos
evitando muitos sofrimentos para nós e para nosso próximo.

 Para conhecê-la leia Ex 20, 1-17

O que levou Deus a decretar os Dez Mandamentos foi o amor incondicional que Ele tem por nós.
Como DEUS amava muito o seu povo Ele deu dez sinais ou
MANDAMENTOS que indicariam o melhor caminho para a libertação,
isto é, para evitar o pecado e viver a fidelidade a DEUS.

Eu sou o Senhor, teu Deus:


I. Não terás outros deuses, nem farás imagens deles para as adorar.
II. Não pronunciarás em vão o nome do Senhor, teu Deus.
III. Lembra-te de santificar o dia do sábado.
IV. Honra teu pai e tua mãe para viveres muito tempo sobre a terra.
V. Não matarás.
VI. Não cometerás adultério.
VII. Não furtarás.
VIII. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
IX. Não cobiçarás a mulher do teu próximo.
X. Não cobiçarás a casa do teu próximo, nem o seu campo, nem o seu
servo ou serva, nem o seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe
pertença.

61
Como a sabedoria de Deus é infinita. Essas leis durarão para sempre. Nós devemos ter estas leis
muito bem guardadas em nossa memória e em nosso coração.

GUARDAR NO CORAÇÃO

A Aliança de Amor que Deus fez conosco, os Dez Mandamentos, são nossa garantia de felicidade.

 Vamos ler os textos de Ex 19, 3-6 e Mt 5, 17-19

Converse com seu amigo sobre:


 O que Deus diz a Moisés em Ex 19, 5
 O que Jesus afirma em Mt 5, 17-18
Responda:
 Há relação de um versículo com o outro? Qual?

Minha oração:

Obrigado, Deus, nosso Pai, por nos revelar sua vontade. Nós queremos segui-la
sempre. Ajuda-nos a sermos perseverantes. Que possamos viver os mandamentos
a cada dia de nossa vida. Sabemos que sem a sua graça os mandamentos podem
ser esquecidos; mas Jesus é nosso amigo e caminha sempre conosco. Ele nos
ensinará como viver os mandamentos de verdade. Muito obrigado por tudo o que
aprendemos hoje. Amém!

Observe que os três primeiros mandamentos se referem a Deus e os outros sete ao próximo. Ciente
disso, que tal você se propor a assumir dois compromissos: um para realizar em relação com Deus e outro em
relação ao próximo, considerando o que Deus nos pede nos mandamentos?.
Escreva nos balões

Amor a
Deus

Amor ao
próximo

62
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

Celebrando em Família:
No encontro de hoje o catequista apresentou ao seu filho os Dez Mandamentos,
conversem com ele sobre este tema.
Leiam juntos Mateus 22, 36-40 e descubram porque Jesus fala em dois
mandamentos, se eles são dez?
Anotem o que descobriram:

63
Anotações

64
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

18º TEMA: MANDAMENTOS: GUIA PARA A VIDA

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

1º MANDAMENTO – AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS

Os três primeiros Para cumprir o 1º Mandamento


mandamentos falam da devemos ser obedientes a Deus e colocá-lo
necessidade de amar, em primeiro lugar na nossa vida.
respeitar e louvar a O amor de Deus é verdadeiro. Esse
Deus. é o amor que devemos ter para com
nossos irmãos.
Deus é o MAIS IMPORTANTE e só unido a ELE PODEMOS SER
FELIZES. Para seguirmos bem este Mandamento, precisamos ser amigos de
Deus. Por isso devemos CONVERSAR com ELE, ou seja, rezar; ir à Missa, ler
a Bíblia, fazer boas obras e cumprir os seus Ensinamentos.

2º MANDAMENTO – NÃO TOMAR O NOME DE DEUS EM VÃO

“Em vão” significa “à-toa”, “inutilmente”, “sem necessidade”.


Devemos falar de Deus sempre com respeito e carinho e ser
sinceros nas nossas orações e atitudes religiosas.
Josué foi o homem que sucedeu a Moisés na liderança do povo de
Israel. Foi ele quem conquistou a terra de Canaã para o povo de Deus.
Ao terminar sua conquista, Josué reuniu todo o povo e fez uma
proposta. Descubra qual é a proposta de Josué ao povo e a resposta
deles.
Deus não é brincadeira. Precisamos levá-Lo a sério. Não tomar o
nome de Deus em vão significa levar a sério nossa vida cristã.
3º MANDAMENTO - GUARDAR O DIA DO SENHOR E AS FESTAS RELIGIOSAS
Guardar significa “reservar para Deus”.
O Domingo é “o dia do Senhor” porque neste dia Jesus Ressuscitou. Por isso o cristão vai à Missa
louvar e adorar a Deus.
O 3º Mandamento pede que se tenha um dia especial para cultivar a amizade com Deus. Para o povo da
antiga aliança foi designado o sábado, o último dia da criação, em memória ao descanso de Deus. Nós
cristãos adotamos o domingo por ser o primeiro dia da criação e o dia da ressurreição de Jesus.
Qual o sentido desse Mandamento?
Será que é só questão de não trabalhar, de ir à Igreja e mais
nada? Não. O que Deus quer dizer é que precisamos reservar um
tempo para refletir mais, para nos aproximar mais D’Ele pela
oração, pela Missa e pela prática do bem.
Festas de preceito são Solenidades da Igreja cujas Missas
podem não “cair” no domingo mas valem como domingo. Estes dias de
Festa são: dia da Santa Mãe de Deus (1º Janeiro), Corpus Christi (5ª
feira após a festa da Santíssima Trindade), Imaculada Conceição (8

65
de dezembro) e Natal (25 de dezembro). Estes dias são chamados de “preceito” porque são dias santos e
temos obrigação de ir à Missa.
A Missa exige “mudança de vida”. Isto quer dizer que todas as vezes que vamos à Missa devemos
levar uma mensagem para vivermos durante a semana. Isto é, devemos praticar o que ouvimos na Missa,
guardar a mensagem passada no Evangelho e transformá-la em amor aos nossos irmãos. Aí, sim, a Missa será
celebrada como agradecimento a Deus e nos fará mudar de vida.

Aquele que deliberadamente falta à Missa no Domingo comete pecado grave; não
devemos faltar a não ser por motivos sérios: por exemplo, se ficamos doentes, se
SEREMOS FELIZES
precisamos cuidar de um bebê ou de um doente.
SE AMARMOS E
 Ler Ex 20, 8-11 e Lc 24, 1-8 RESPEITARMOS
NOSSOS PAIS
4º MANDAMENTO: HONRAR PAI E MÃE

Que bom que Deus nos deu uma FAMÍLIA. Somos fruto do
amor de nosso pai e de nossa mãe. Deus nos pede para honrar nossos
pais. Honrar significa respeitar, estimar, obedecer e amar. Este
Mandamento ensina a amar e respeitar os pais, ou as pessoas que nos
criaram. Para cumpri-lo devemos:
 Obedecer e tratar com carinho e respeito, nossos pais e avós,
 Ser sincero com eles, trocando idéias sem fingimento.
 Ajudá-los na velhice e na doença.
 Procurar cultivar na família um ambiente de amor, alegria e
compreensão.
Outras pessoas que cuidam de nós merecem o mesmo respeito e
carinho: pais adotivos, madrinhas, tias, babás, avós, professores,
catequistas...
Este Mandamento também diz respeito à nossa atitude diante das autoridades. A vida
precisa ser organizada. Para viver em paz, todos, inclusive o governo, nossos pais, os mais velhos, devemos
obedecer às leis que forem justas e contribuírem para garantir o direito de todos.

1) No tempo de Moisés, o dia do Senhor era no Sábado, que o povo celebrava com
repouso e oração. Hoje é celebrado no domingo porque foi nesse dia que
aconteceu a:
[ ] o batismo de Jesus. [ ] o aniversário do Papa

[ ] a Ressurreição de Jesus. [ ] o nosso batizado.


2) Assinale as afirmativas com (V) se forem verdadeiras e com (F) se forem falsas:

[ ] Só devemos nos lembrar de Deus aos domingos.


[ ] No dia de Natal os católicos participam da missa como se fosse domingo.
[ ] Guardar o dia do Senhor é ter um dia de folga na semana.
[ ] No domingo a comunidade deve se reunir para louvar e agradecer a Deus.

66
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

3) Escreva 1 na frase que indica o jeito certo de cumprir o 1º mandamento e 2 na frase que desrespeita
este mandamento:

[ ] Não ter tempo para a oração. [ ] Não se importar com o que acontece com os
irmãos.
[ ] Ir à missa uma vez ou outra. [ ] Ler a Bíblia para saber mais sobre o que
Deus quer.
[ ] Procurar fazer sempre a vontade de Deus. [ ] Dedicar tempo à oração e à leitura da Bíblia.

4) Nos quadrinhos abaixo, pinte de vermelho as sílabas que formam o 1º Mandamento. Com os quadrinhos
que sobrarem, descubra o sentido desse Mandamento e escreva na linha abaixo:

A A DEUS MAR DEVEMOS A DAR DEUS

O SO LUGAR BRE MAIS TO IMPORTANTE

DAS DA AS NOSSA COI VIDA SAS.

5) Como você trata seus pais ou responsáveis?

6) Para cumprir este Mandamento devemos:

Minha oração:
Dos mandamentos que aprendeu hoje escolha o que tem mais dificuldade para
cumprir e faça uma oração pedindo a Jesus que o(a) ajude.
Faça um propósito de cumpri-lo!

Celebrando em Família:
Queridos pais: Conversem com seu filho sobre o que ele aprendeu e juntos assumam uma ação que possam
viver concretamente para viver no amor a Deus e ao próximo junto à sua
comunidade.
Se quiserem podem registrar aqui!

67
Anotações

68
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

19º TEMA: MANDAMENTOS: DIGNI DADE À VIDA (5º, 7º e 10º)

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

5º MANDAMENTO - NÃO MATAR

Neste mandamento Deus mostra de forma mais direta como é importante


valorizar a vida. Não se trata apenas de “não matar”, mas de não maltratar, de não
tornar difícil a vida dos outros. Ofender os outros também é uma forma de “matar” o
bem que existe dentro deles. Dando maus exemplos e aconselhando atitudes erradas
ferimos os outros.

Por isso, para cumprir esse mandamento é preciso:


 Dar aos outros bons exemplos de amor e amizade.
 Cuidar dos doentes e necessitados;
 Tratar todo mundo como gostamos de ser tratados;
 Cuidar da vida dos animais e das plantas.
 Evitar vícios que prejudicam a saúde, como bebida, cigarro e drogas.
 Não ser violentos e malcriados, nem ferindo as pessoas com palavras e atitudes grosseiras.

Todos nós somos criados a imagem e semelhança de Deus (Gn 1, 26).


Por isso o 5º mandamento diz: “não Matar”!
Deus quer que o homem cuide da vida e a respeite como valor central.

7º MANDAMENTO - NÃO FURTAR

Não furtar é o mesmo que não roubar. Quem rouba não é honesto.
Ser honesto é saber se comportar de forma justa em todas as situações
da vida. Atualmente muita gente não se preocupa com a honestidade.
Não é só ladrão que desrespeita este mandamento, mas também todo
aquele que:
 Não devolve o que lhe é emprestado.
 Estraga o que é dos outros e o que é de todos (praça, telefone público, escola, natureza, etc.
 Engana os outros no troco, no preço das mercadorias ou nos serviços que deve prestar.
 Uso do dinheiro público para enriquecimento próprio.
Deus criou o mundo e tudo o que nele existe para o homem cuidar. Mas infelizmente existem pessoas
más que querem tudo para si. Muita gente pensa que é preciso levar vantagem em tudo.

Quantos pobres existem no mundo? Quanta gente passa fome? Qual nossa atitude diante de um mendigo?

Deus quer que ricos e pobres vivam como irmãos.

 Ler Am 8, 4-8

O profeta Amós profetizou uma sociedade corrompida pela desonestidade. Todos procuravam levar
vantagens sobre todos. Você acha que há semelhanças entre aquela sociedade e a nossa sociedade? Cite um
exemplo?

69
10º MANDAMENTO - NÃO COBIÇAR AS COISAS ALHEIAS
O 10º Mandamento nos ensina a ser humildes e aceitar com
amor o que temos e não cobiçar o que não podemos ter. Nossa
sociedade nos faz sentir valiosos ou importantes se podemos
comprar. O consumismo escraviza as pessoas, tira a paz e o
verdadeiro valor pela vida.
Com este mandamento Deus no ensina a:
 Ver com alegria a vitória do amigo.
 Não ter inveja daquilo que os outros conseguem.
 Evitar ciúme nas nossas amizades.
 Usar bem o que temos, progredindo na medida da nossa capacidade.
Deus quer que sejamos amigos, que vivamos como irmãos e nos amemos de verdade.
Mas muitas vezes, as pessoas têm inveja e desejam o mal aos outros. Por ex.: ter raiva do amigo
porque ele ganhou game novo, desejar mal a ele. Isto é errado, pois devemos valorizar aquilo que temos e
respeitar o que é do outro.

 Ler Mt 6, 19-23

1) Nesta leitura Jesus disse: ”Onde está o teu tesouro, lá também está o teu
coração”. Em sua opinião os bens materiais são importantes na nossa vida? Por
quê?

2) Pense no 5º Mandamento e responda:


a) Poluição ambiental e desmatamento tem algo a ver com este Mandamento?

b) Por quê?

3) Preencha os quadros e descubra algumas atitudes que podem nos ajudar a cumprir o 5º mandamento

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
A B D E F G H I L M N O P R S T U V Z

3 4 5 4 3 4 14
N
13 4 14 3 12
Ã
4 9 6 8 1 14
O
*
1 1 14
M
18 9 12 14 8 19 1 14
A
13 14 12 4 6 4 14
T
1 10 13 14 1 14
A
13 4 15 4 14 18 1 14
R

70
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

4) Leia as situações abaixo pinte de verde as atitudes corretas e de vermelho as atitudes erradas.

Ajudar uma pessoa Ficar alegre com a Destruir os


necessitada conquista dos amigos bens públicos

Ser feliz com aquilo Não devolver um Devolver um objeto encontrado


que temos objeto emprestado sabendo quem é o dono.

Pegar coisas, escondido, em Devolver um objeto


Desperdiçar comida,
lojas e supermercados emprestado
energia elétrica, água,...

Minha oração:
Escreva uma oração pedindo a Jesus que o ajude a ser honesto sempre.

Celebrando em família:

Queridos Pais: Muitas vezes nós cobiçamos e deixamos que os bens materiais ocupem muito espaço em
nosso coração. Leia junto com seu filho Mt 6, 21. Agora pensem e anotem abaixo três coisas que devem e
três que não devem ocupar o nosso coração.

Quero
Colar no coração Não colar no coração
colar em
1. Seu 1.
AMOR!
2. 2.

3. 3.

Conversem com seu filho sobre atitudes que valorizam, defendem e promovem a vida. Faça com ele
uma lista destas atitudes. Completem com ele as atividades.

71
Anotações

72
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

20º TEMA: MANDAMENTOS: DIGNI DADE À VIDA (6º, 8º e 9º)

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

6º MANDAMENTO - NÃO PECAR CONTRA A CASTIDADE


Deus criou o homem e a mulher diferentes um do outro, para que no amor
se completassem.O sexo é isso, o homem e a mulher que depois do casamento
se unem e realizam um gesto de amor.
Pecar contra a castidade é pecar contra a pureza. Somos Templos do
Espírito Santo, Deus habita em nós, por isso devemos respeitar o nosso corpo e
o corpo do outro.
Nos namoros e amizades Deus deve estar sempre presente. Este
Mandamento pede que sejamos puros e tenhamos o coração voltado para Deus,
precisamos nos respeitar. Isso é muito importante, pois, só através desse
respeito é que nasce o amor de verdade.
Devemos evitar assistir, ler ou visitar na internet, a filmes, fotos ou textos indecentes, para
mantermos a pureza do nosso coração. Por isso, devemos buscar na nossa liberdade e responsabilidade
fazer sempre o certo.
 Ler Ef 5, 31-33
Neste texto bíblico Jesus nos ensina que é importante se doar pelo outro, fazer o outro feliz. Ao
buscar a felicidade do outro demonstra-se que a sexualidade é um dom de Deus que nos torna felizes. Os
jovens que entendem isso cultivam o namoro sadio e se respeitam.
9º MANDAMENTO - NÃO DESEJAR A MULHER DO PRÓXIMO
O 9º Mandamento diz que o casamento precisa ser respeitado. Deus nos pede
que sejamos responsáveis, amando a família. É possível viver feliz numa família sem
amor?
Quando marido e mulher são felizes, toda a família é feliz. Por isso o casamento
não pode acontecer de qualquer jeito. Ele só pode acontecer quando o casal se conhece
bem, fazendo crescer no amor, o carinho e a fidelidade entre ambos.
O 9º Mandamento nos faz vigilantes contra a desordem de olhar a mulher, ou o
homem, somente pelo seu aspecto físico, como um objeto do qual se usa para fazer
publicidade. Este Mandamento nos convida a purificação do coração que requer pudor,
paciência e discrição.
Quando um homem e uma mulher se casam, têm o direito de ver seu amor crescer em harmonia.
 Ler Ef 5, 25-28. Esta leitura fala sobre os deveres entre os esposos.

8º MANDAMENTO - NÃO LEVANTAR FALSO TESTEMUNHO

Esse mandamento se refere à verdade. Nos ensina a ter lealdade e sinceridade.


Deus não gosta que a gente faça juramento, não gosta de falsidade.
Para cumprir este mandamento devemos:
 Dizer sempre a verdade.
 Cumprir sempre a palavra dada.
 Evitar comentários maldosos sobre os outros.
 Ler Mt 5, 33-37
Jesus considera a nossa palavra como algo muito importante. Ele nos ensina que o
nosso “sim” seja sim, e o nosso “não” seja não. Como seguidores de Jesus temos um
compromisso com a verdade. A palavra é um dom de Deus que precisa ser bem utilizado.
Caluniar uma pessoa é falar coisas dela sem saber se é verdade. Isto é pecado grave.

73
Jesus nos pede que não julguemos ninguém. Podemos censurar o erro, mas não podemos NUNCA JULGAR A
PESSOA porque não podemos ver seu coração, as suas intenções.

Minha oração: Escreva uma oração dizendo a Jesus que a partir de


hoje vai crescer diferente, fugindo da mentira.

1. ) Complete as frases e escreva na cruzadinha

a) Jesus é _ _ _ _ a seu povo.


b) Jesus disse: _ _ _ _-_ _ _ a) F
uns aos outros.
b) I -
c) Quando o homem se separa
da mulher, desobedecendo a
c) D
Deus, acontece o _ _ _ _ _ _ _ _ d) E
d) Quando um homem e uma mulher se amam unem-se e) L
pelo _ _ _ _ _ _ _ _ _.
f) I
e) A _ _ _ _ _ _ _. é o símbolo da união entre esposo
e esposa. g) D
f) No casamento os noivos prometem _ _ _ _ _ _ _ _ h) A
_ _. e respeito um ao outro. i) D
g) O homem _ _ _ _ _ _ _ seus pais e se unirá a uma
j) E
mulher.
h) Receba esta aliança em sinal do meu _ _ _ _ e da
i) minha _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .
j) Os noivos prometem ser fiéis na _ _ _ _ _
e na tristeza.

Celebrando em família: ____________________________________


Queridos pais, conversem ____________________________________
com seu filho sobre a mentira
____________________________________
e suas consequências.
Em especial a mentira aos ____________________________________
pais...
____________________________________
Use o balão para escrever um
conselho ao seu filho! ________________________

74
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

1º TEMA EXTRA: QUARESMA E CAMPANHA DA FRATERNIDADE

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

 Quaresma: é o tempo que Jesus passou no deserto, rezando, sofrendo e vencendo as tentações. A Quaresma
é o tempo de preparação para a festa da Páscoa, inicia na Quarta-feira de Cinzas e vai até o Domingo de
Ramos quando celebramos a Semana Santa.

Quaresma – 40 dias Semana Santa

Quarta-feira de Cinzas Domingo de Ramos Domingo de Páscoa

 A Quarta-feira de Cinzas é um Rito em que se depositam


cinzas na cabeça dos cristãos. As cinzas significam
penitência, representam nossa fraqueza humana. Essas
‘cinzas’ são resultado dos ramos secos usados no Domingo de
Ramos do ano que passou, os quais foram guardados e depois
incinerados.
 Semana Santa: começa no Domingo de Ramos e conclui
no Domingo de Páscoa.
 No Brasil a nossa Igreja nos ajuda nesta preparação com a
Campanha da Fraternidade.
 Campanha significa “um esforço conjunto”, todos se
esforçam para melhorar alguma coisa.
 Fraternidade significa acolher o outro como nosso irmão, que
é o que somos na verdade, porque somos filhos de Deus.
 A CF chama nossa atenção para vivermos de modo especial o
amor aos nossos irmãos mais necessitados.
 Cada ano a Igreja escolhe uma forma de fazermos este
esforço. Este ano o tema escolhido é “Fraternidade e Saúde
Pública”.
 Um pedacinho do que está escrito na Bíblia vem nos ajudar
neste esforço, este é o lema: “Que a Saúde se difunda sobre a Terra”, que está escrito em Eclesiástico,
capítulo 38, versículo 8.

ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012

Senhor Deus de amor, Pai de bondade nós vos louvamos e agradecemos pelo dom da vida,
pelo amor com que cuidais de toda a criação. Vosso Filho Jesus Cristo, em sua misericórdia,
assumiu a cruz dos enfermos e de todos os sofredores, sobre eles derramou a esperança
de vida em plenitude. Enviai-nos, Senhor, o Vosso Espírito. Guiai a vossa Igreja, para que
ela, pela conversão se faça sempre mais, solidária às dores e enfermidades do povo, e que a
saúde se difunda sobre a terra. Amém.

75
1) Vamos completar as frases. Depois é só preencher a cruzadinha.
a) A Quaresma tem a duração de _ _ _ _ _ _ _ _ dias.

b) É uma época em que se revivem os sofrimentos de _ _ _ _ _.

c) São dias de espera e _ _ _ _ _ _.

d) É a _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ para a festa da Páscoa.

e) A Quaresma começa na _ _ _ _ _ _ * _ _ _ _ _ * _ _.* _ _ _ _ _ _

f) A Quaresma lembra os dias que Jesus passou no _ _ _ _ _ _ _.

g) Os cristãos se preparam para uma vida nova com mais _ _ _ _ a Deus e ao próximo.
h) Na Quaresma realiza-se a Campanha da _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _.

2. Quais são o Tema e o Lema da Campanha da Fraternidade deste ano:

Tema:
Lema:

3. Como viver a Quaresma e a Campanha da Fraternidade?

Escreva uma oração pedindo a Jesus que o ajude a viver bem o


Minha oração: tempo de Quaresma e a Campanha da Fraternidade.

Celebrando em família

Queridos pais: conversem com seu(sua) filho(a) sobre a importância do


cuidado com a vida e com a saúde.
Ajude-os a completar a atividade.

76
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

2º TEMA EXTRA: QUARESMA E CAMPANHA DA FRATERNIDADE

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Nossa vida é um dom de Deus e o cuidado com a saúde depende de uma alimentação
saudável, da prática de esportes, das ações de prevenção, do cuidado com o corpo, a mente e o
espírito.
Saúde é um estado de completo bem estar físico, mental, social e espiritual e não apenas
ausência de doenças.

 Vamos acompanhar a história que o catequista irá contar – A doença da onça

1) Desenhe ou registre nos quadrinhos abaixo a história que você ouviu.


2)

2) Será que essa história que aconteceu com os animais da floresta, acontece também com as pessoas?

3) Que relação podemos estabelecer entre limpeza, higiene e saúde?

4) Pense e escreva que atitudes saudáveis você pode ter para ter uma vida saudável e coloque em prática
no seu dia a dia.

77
5) Qual será o nosso gesto concreto para a Campanha da Fraternidade?

Minha oração:

Senhor, somos pequenos, mas também queremos participar do teu projeto


de fraternidade e de construção de um mundo melhor.
Ajuda-nos a perceber a nossa vida como um grande bem e a cuidar dela,
do nosso coração de das pessoas que amamos.

Celebrando em família:

1) Preencha com seu filho o quadro abaixo, respondendo: O que sua família faz para
ser uma comunidade de saúde que promova o bem estar de todos?

2) Preencha os quadrinhos abaixo

Você sabe o que é ter uma boa Como podemos incentivar mais pessoas
alimentação ? a colaborarem com ações básicas de
prevenção e promoção da saúde?
Como você colabora para isso?

Figura casa

78
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

3º TEMA EXTRA: SEMANA SANTA E PÁSCOA

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d


O tempo da Quaresma está acabando. Vamos começar a última semana de preparação para
a festa da Páscoa.
Neste tempo procuramos rezar bastante e ficar
parecido (a) com Jesus.
Na Semana Santa que começa no próximo domingo,
chamado de Domingo de Ramos, é tempo para lembrar como
Jesus sofreu para nos salvar.
Aproveitamos este tempo para fazer algum sacrifício:
 Perdoar uma pessoa com quem brigamos,
 Visitar um doente,
 Ajudar os pobres e necessitados,...
Diante de Jesus Crucificado, a gente se pergunta: por
que tanto sofrimento?
Por que para nos salvar, Ele teve de sofrer tanto e
morrer numa cruz?
A resposta não é
fácil. Estamos diante de
um grande mistério. Só a
fé pode nos iluminar. Jesus dando a sua Vida por nós, para o
perdão de nossos pecados, nos deu a “maior prova de amor” –
“dar a vida por seus amigos” (Jo 15,13).
Jesus nos deu o exemplo: o sofrimento e a morte nos
levam à Ressurreição. A cruz agora, é a cruz gloriosa do
Senhor Jesus. Na cruz de Jesus nosso sofrimento, a nossa
dor, enfim tudo aquilo que nos faz sofrer e morrer tem um
sentido – a Ressurreição, a Vida Eterna.
As celebrações da Semana Santa, devem nos levar a
contemplar com amor Jesus que se sacrifica, por amor a toda
humanidade.
O cristão é convidado a fazer jejum neste dia. O jejum
pode ser a abstenção de uma refeição completa ou de certos
alimentos como doces, refrigerantes, carnes..., de certos afazeres como ver televisão, jogos, ou
outra coisa ou pequenos pecados que cometemos no dia a dia, como brigar, criticar os outros, etc.
O jejum nos leva a participar do sacrifício de Jesus e a participar do sofrimento de nossos
irmãos pobres, sem recursos e doentes, que passam fome, frio e vivem desabrigados os 365 dias
do ano. O nosso jejum, revertido em ajuda financeira, através da Campanha da Fraternidade, vai
aliviar a dor e o sofrimento destes irmãos.

79
Fatos mais importantes da semana
QUINTA-FEIRA SANTA
 Instituição da Eucaristia
 Instituição do Sacerdócio
 Lava-pés
 Mandamento Novo: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amo”
 Oração de Jesus no Horto das Oliveiras
 Prisão de Jesus

“Jesus Cristo deu-se a si mesmo como presente para nós.


Ele gosta das pessoas. Foi por isso que ELE morreu e
ressuscitou. Mas antes de voltar para junto do Pai, reuniu-
se com os apóstolos e lhes deixou a Eucaristia, onde ELE
mesmo se doou aos apóstolos e aos homens de todos os
tempos.” (Mc 14, 12-26)

SEXTA-FEIRA SANTA
 Condenação e morte de Jesus
 Sepultamento de Jesus
 Com sua morte na cruz, Jesus nos obteve o perdão dos nossos
pecados.

SÁBADO SANTO
 No Sábado Santo Jesus permanece no Sepulcro
 A Igreja realiza a Vigília Pascal (Noite da Luz), com a benção do fogo novo que vai acender o
Círio Pascal, que representa Cristo.

DOMINGO DA RESSURREIÇÃO
 Alegremo-nos! Jesus RESSUSCITOU! A morte não tem mais
poder sobre a VIDA! Jesus é VIDA NOVA!
 O sepulcro vazio nos afirma que também nós ressuscitaremos.

80
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

Nós cremos na RESSURREIÇÃO!

Com Jesus nós também queremos ser crianças novas.

Cada vez que fizermos um ato de amor, a Páscoa estará acontecendo


dentro nós.

É PÁSCOA sempre que: PERDOAMOS, AJUDAMOS, ACOLHEMOS,


ORIENTAMOS, SOMOS BONS, SOMOS ALEGRES, SOMOS
AMIGOS LEAIS DE CRISTO.

VIVA JESUS O VENCEDOR DA MORTE !!!

Vamos pintar bem bonito os desenhos que lembram a Semana Santa?

1) Pesquise o que vai acontecer na sua Paróquia durante a Semana Santa e escreva no quadro
abaixo:

Segunda-feira: ____________________________________________________

Terça-feira: ____________________________________________________

Quarta-feira: ____________________________________________________

Quinta-feira: ____________________________________________________

____________________________________________________________________

Sexta-feira: ____________________________________________________

____________________________________________________________________

Sábado: ____________________________________________________

Domingo: ____________________________________________________

____________________________________________________________________

81
2) Com ajuda do catequista vamos resolver a cruzadinha:
1. Pela Ressurreição Jesus declara __ __ __ __ __ __ __ sobre a morte e nos dá a
oportunidade de uma nova vida.
2. Com sua morte e __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ Jesus conseguiu para nós uma
Vida Nova.
3. Com sua Morte na Cruz Jesus venceu o __ __ __ __ __ __
4. A Ressurreição é algo grandioso que deve encher-nos de __ __ __ __ __ __ __, porque
podemos começar a desfrutar dessa Nova Vida, a partir de hoje.
5. O mais importante que celebramos na __ __ __ __ __ __. Santa é a Ressurreição de Jesus.
6. A __ __ __ __ __ de Jesus na Cruz é uma grande ........ (7)
7. __ __ __ __ __. de amor para nós. Nossa própria Salvação.
8. __ __ __ __ __ __ significa passagem da Morte para a Vida, Ressurreição.

1 V I T O R I A

2 R E S S U R R E I Ç A O
3 P E C A D O
4 A L E G R I A

5 S E M A N A
6 M O R T E
7 P R O V A
8 P A S C O A

7) Desenhe na mesa, um pão e um cálice com vinho.

82
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

Minha oração:

Vamos fazer uma oração agradecendo a Jesus por ter dado sua
vida para nos salvar.

Celebrando em Família:

Queridos pais:

A Páscoa e a Semana Santa que a precede é a celebração mais


importante para nós católicos.
Participe das celebrações!

ESPAÇO PARA COLAR O PROGRAMA DA SEMANA SANTA

83
VIA SACRA – 2012

DIRIGENTE: Nesta Quaresma aprendemos a 3ª Estação:


pôr nossa confiança em Deus, a cuidar da nossa JESUS ENCONTRA SUA MÃE
saúde e cultivar sentimentos de fraternidade. DIRIGENTE: Quando Jesus caminhava com a
Agora vamos recordar as horas de
cruz às costas, havia muitas pessoas que O
sofrimento de Jesus. Essas horas se chamam Via
olhavam no caminho. Algumas pessoas não ligavam
Sacra. A cada momento do sofrimento e morte para o seu sofrimento. Mas no meio das pessoas
de Jesus chamamos de Estação.
estava alguém que amava muito Jesus, que estava
Jesus veio ao mundo para trazer vida e
sofrendo muito de vê-Lo daquele jeito. Era sua
paz. É Ele quem nos reúne em oração para
Mãe, Maria.
fazermos memória do seu caminho de dor nesta
Jesus, nós O adoramos.
Via Sacra.
TODOS: Em nome do Pai, do filho e do TODOS: Ó Maria, saúde dos enfermos,
Espírito Santo. Amém. despertai-nos para o serviço aos doentes e a
defesa da boa saúde pública para todos.
1ª Estação:
JESUS É CONDENADO À MORTE 4ª Estação:
JESUS É PREGADO E MORRE NA CRUZ
DIRIGENTE: Jesus veio ao mundo para ensinar
os homens a viverem em Paz. Mas as pessoas não DIRIGENTE: Quando Jesus chegou ao
quiseram mudar de vida e por isso condenaram “Gólgota”, pregaram-No na cruz entre dois
Jesus à morte. criminosos, um à sua direita e outro à sua
esquerda. Jesus era inocente. Ele não tinha culpa
Jesus, nós O adoramos.
de nada, mas morreu na cruz para nos salvar.
TODOS: Porque, morrendo na cruz, Você nos
Jesus, nós O adoramos.
salvou.
TODOS: Ó Deus, fortalecei-nos no amor a
ORAÇÃO: Ó Pai, a cruz de Jesus é o sinal do
Jesus e dá-nos coragem para socorrer a vida
vosso amor para convosco! Que o seguimento de
em todas as situações de sofrimento e
seus passos nos fortaleça neste amor e nos ajude
enfermidade.
a tomar nossas cruzes e nos faça próximos
daqueles sofredores que necessitam de cuidado 5ª Estação:
Amém. JESUS RESSUSCITA

2ª Estação: DIRIGENTE: Depois do sábado Jesus


JESUS RECEBE E CARREGA A CRUZ ressuscita. É um novo dia, um novo céu, uma nova
terra, um novo mar.
DIRIGENTE: Depois que condenaram Jesus à
morte, deram a cruz para que Ele a carregasse Jesus, nós O adoramos.
até o lugar onde seria crucificado. TODOS:Perdão, Senhor, porque esquecemos
Jesus, nós O adoramos. que Você vive e está no meio de nós.

TODOS: Perdão, Senhor, por todas as vezes DIRIGENTE: Queridas crianças, estamos
que nós O ofendemos quando não nos encerrando a nossa Via Sacra, lembrando que
preocupamos com as pessoas que sofrem por para que Jesus possa ressuscitar no nosso
carência de assistência à saúde. coração, é importante estarmos sempre perto
Dele e valorizar e cuidar da nossa saúde.

84
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

4º TEMA EXTRA: O SANTO PADROEIRO

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Inserir imagem do Santo Padroeiro Oração ao Santo Padroeiro

Vida do Santo

85
1. (criar cruzadinha ou caça palavras para o tema)

___________________________________________
___________________________________________
___________________________________________
___________________________________________

2. Que dia celebramos nosso Santo Padroeiro: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _.


3. Porque ________________, mereceu ser canonizado? _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
___________________________________________________

Minha oração:

Junto à imagem do Santo Padroeiro vamos rezar a oração


(no verso do santinho)

Celebrando em Família:
Contar aos pais a história do Santo Padroeiro pedir que participem da Novena
procissão em homenagem a ele.

Rezar juntos pedindo ao Santo Padroeiro que os ajude a fazer somente o bem
a todos.

86
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

5º TEMA EXTR A: MAIO, MÊS DE MARI A E DIA DAS MÃES

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Maria era uma jovem como as outras jovens da época.


Pertencia a uma família simples da cidade de Nazaré, na
Palestina.
Seus pais eram Joaquim e Ana.Ela era alegre, muito
bondosa, humilde, trabalhadora e estava sempre pronta a
ajudar os outros.

 Vamos procurar na Bíblia: Lc 1, 26,38


Por causa do “SIM” de Maria, o Filho de Deus se tornou
uma criança, se fez gente como nós.
Maria amamentou e carregou Jesus no colo. Ajudou o
Menino a caminhar, falar, rezar.
Ela doou-se inteiramente ao Seu Filho.
Mesmo sabendo que ia ser mãe de Deus, Maria não
ficou orgulhosa. Não se considerava melhor que as outras
mulheres.
Ela sabia que quando uma pessoa diz sim a Deus, deve dizer também sim aos irmãos, em
especial, aos menos favorecidos.
Foi isto que Maria fez quando soube que sua prima Izabel precisava de ajuda. Foi à casa
dela para ajudá-la.

 Vamos procurar na Bíblia: Lc 1, 48


Nós católicos gostamos de Maria como nossa Mãe.

Nossa devoção a Maria consiste em imitá-La nesse grande amor a Deus e aos necessitados
e não apenas em fazer promessas ou novenas.

Vamos descobrir porque Maria é nossa mãe.

 Vamos procurar na Bíblia: Jo 19, 25-27


Foi na cruz, antes de morrer que Jesus nos deu Maria Santíssima como mãe, quando,
dirigindo-se a João, lhe disse:” João, eis aí a tua mãe”.
Maria não é maior que Jesus, mas está sempre ao seu lado, como uma mãe está ao lado do
filho.

Nós chamamos Maria por diversos títulos (nomes): Nossa Senhora de Lourdes, de Fátima,
Aparecida, da Paz, Guadalupe...

87
Embora com muitos nomes, ela é sempre a mesma mãe: a mãe de Jesus, a mãe da Igreja ,
a mãe de todas as pessoas.

Nas Festas Litúrgicas expressamos nosso amor a Maria:


 1º de janeiro: dedicada à Santa Maria Mãe de Deus.
 3º Domingo de agosto: celebramos a Assunção de Nossa Senhora, ou seja, Maria foi
elevada ao céu de corpo e alma, após, passar pela morte e junto de Jesus, passou a viver na
Eternidade. Lembremos que sua vida foi sempre colocada a serviço do Reino de Deus, a serviço
do Sim.
8 de dezembro: celebramos o dia da Imaculada Conceição. Entre todas as criaturas,
Maria foi a única a nascer na amizade com Deus, isto é, sem o pecado original, por isso nós a
chamamos de Imaculada, que quer dizer pura, sem mancha, sem pecado.
Também expressamos nosso amor a Maria no Santo Rosário que é o resumo de todo o
Evangelho, ensinando-nos a vida de Jesus, da Anunciação até Sua Morte.
Ver página 8: VAMOS APRENDER A REZAR O TERÇO
Ao entrar em uma Igreja, cumprimente primeiro Jesus Vivo na Eucaristia (no Sacrário),
Em seguida converse com Maria e os santos da Igreja.
Lembre-se eles não são deuses, são exemplos de vida que precisamos seguir
para ter uma vida santa como a deles.

1) Com Maria, vamos aprender a louvar, bendizer e agradecer a Deus


e a usar adequadamente os bens que Ele nos tem dado. Neste
cântico, Maria nos ensina a cumprir os Mandamentos de Deus.
 Vamos procurar na Bíblia: Lc 1, 46-54.
Pinte o versículo que mais chamou a sua atenção.
Escreva abaixo com suas palavras o por que:

___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________
2) Ler Lc 1, 26, 38. Complete:
O anjo ______________________ foi enviado por Deus a uma
jovem chamada _________________.
O Filho de Maria deveria se chamar ________________., de acordo
com o anjo que disse.
E Maria disse: “Eis aqui a serva __________________________.”. O que Maria disse a Deus
devemos também dizer aos nossos irmãos.
Maria foi visitar sua prima ________________ que estava grávida para ajudá-la nos trabalhos
domésticos.

88
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

3) Caça-palavras:
MARIA – ANJO – MULHER – MÃE – ISABEL – JESUS – ESPÍRITO

GABRIEL – DAVI - JOSÉ – GALILÉIA - SANTO – CRIANÇA

M A Z R H M I O N M A R I A O P Ç A Q E Q G

J O S E R T C M S P A P L D A V I Ç Q S U A

P Ç Y H Q W H H A J N L N G F U N M L P Ç L

B C V M R Q W M N U J E S U S Y D Ã O Í P I

O I S A B E L Q T Z O Q Y O M N Q E L R Ç L

S D R E T X Z H O J L C R I A N Ç A Y I P E

G A B R I E L S F G K M N B T Y B N Ç T I I

B H G F D A S M U L H E R V T Y E R L O O A

Celebrando em família:

1) Juntamente com seus pais ou responsáveis enriqueçam seus


conhecimentos sobre Maria.

Maria é conhecida por vários títulos.


Escreva alguns nomes dados a Maria que vocês conhecem.
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________

2) Colem uma gravura ou foto de Nossa Senhora no quadro abaixo e tente obter informações
sobre ela. Registre a pesquisa:
Título:__________________________________________________________________
Nós a chamamos assim por que:
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
Ela se manifestou em:
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

89
COLE AQUI A FIGURA DE NOSSA SENHORA QUE ESCOLHERAM E ESCREVA O NOME

NOSSA SENHORA APARECIDA – PADROEIRA DO BRASIL

No mês de outubro comemoramos o mês de Nossa


Senhora Aparecida a, padroeira do Brasil.
O Rio Paraíba, que nasce em São Paulo e deságua no
litoral fluminense, era limpo e cheio de peixes.
Em 1717, três pescadores;Domingos Garcia, Felipe
Pedroso e João Alves foram encarregados de garantir o
almoço do conde de Assumar, então governador da
província de São Paulo, que visitava a Vila de
Guaratinguetá.
Eles subiam o rio, próximo ao porto de Itaguaçu.
Lançavam as redes sem muito sucesso. Apos, várias
tentativas recolheram o corpo da imagem de Nossa
Senhora Aparecida. Lançaram novamente a rede e
trouxeram a cabeça. A partir desse momento, os peixes
pareciam brotar ao redor do barco.
Pedroso ficou com a imagem em sua casa, onde recebia
várias pessoas para rezar e fazer novenas.
Mais tarde, a família construiu um oratório para a
imagem. Em 1735, o vigário de Guaratinguetá ergueu
uma capela. Como o número de fiéis cada dia era maior,
teve início em 1834 a construção da chamada Basílica
Velha. Em 1928 , o papa Pio XI proclamava a santa como
padroeira do Brasil. O número de fiéis aumentava a
cada dia,então em 1955 tem início a construção de uma
casa bem linda e grande para que coubessem todos os
filhos de Nossa Senhora. Hoje a casa de Nossa
Senhora fica a cada dia mais bonita e acolhedora com a
ajuda da contribuição de seus filhos. A Basílica de
Aparecida é hoje a casa da Mãe de Jesus e está sempre
90 aberta para todos nós.
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

6º TEMA EXTRA: COR PUS CHRISTI

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Corpus Christi: o nome vem do latim e significa Corpo de


Cristo que é Hóstia Consagrada. Hóstia Consagrada é o alimento
para nosso corpo e remédio para nossa alma que recebemos na
Comunhão (lembre-se: você receberá a Comunhão somente no ano que
vem).

A Solenidade de Corpus Christi acontece numa quinta-feira, em


recordação à Quinta-feira Santa, quando durante a Última Ceia com
seus Apóstolos Jesus mandou que celebrassem sua lembrança comendo
o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e
Sangue, pois a minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu
sangue, verdadeiramente uma bebida... (Jo 6, 54-59).

No dia de Corpus Christi , os cristãos enfeitam as ruas


formando um tapete desenhado para que o Sacerdote caminhe sobre ele levando o Santíssimo Sacramento,
acompanhado pelos fiéis em procissão.

Quando saímos em procissão, estamos dando o testemunho da nossa fé.

O MILAGRE DE LANCIANO
Po r vol ta do s anos 700, na cidad e i tal ia na de Lan cia no,
na igr ej a do mo s teiro de São L eg o zi ano , ce rta ma nh ã,
cel ebr ando a S ant a M iss a, um m o ng e qu e d uvidava da
pr es ença d e J esu s n a Hós tia C o ns ag r ada, a pó s pro f er ir
as pal avr as d a C o ns ag r ação, viu a hó stia co nv er te r- se em
C ar ne vi va e o vi nh o em Sa ng ue vivo. Se nti u -se co nfu so e
do mi n ado pel o t emo r di a nt e d e tão e sp anto so mil agr e.
Esse s ang u e e essa c ar ne es tão g uar da do s a té hoj e par a
visit ação.
R ec en teme nt e f oi f eit a u ma an ál is e por ci e ntistas e
co m pr ovado qu e apó s 12 sé cul os e ss e mil agr e p er ma ne ce,
ou seja, o san gu e e a car n e co n ti n ua m vivo s como se
tiv essem sido s r etir ado s h oj e.

91
1) Ler o texto abaixo e encontre as palavras em negrito no caça
palavras:

Jesus instituiu (criou) a Eucaristia na Quinta feira Santa. Mas, nós não
podemos comemorar a festa do Corpo de Cristo nesse dia, porque
estamos tristes relembrando a Paixão e Morte de Jesus. Por isso , a
Igreja reservou a quinta-feira após o primeiro domingo de Pentecostes, para a solenidade da
festa do Corpus Christi. A Eucaristia acontece na Missa, na hora da Consagração. A Hóstia se
torna o Corpo de Cristo. A consagração se dá quando o Padre diz: “Na verdade, ó Pai, Vós sois
fonte de toda Santidade, Santificai estas oferendas (o pão e o vinho), derramando sobre elas o
vosso Espírito Santo, a fim de que se tornem para nós o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, vosso
Filho e Senhor nosso“. Nesse momento, o pão se torna corpo de Cristo e o vinho, o seu sangue. O
Corpus Christi é uma das comemorações mais alegres do povo. Ela nos lembra o grande dom de
Deus que é Eucaristia e que, nela, Jesus está vivo no meio de nós. Por isso, nós enfeitamos as
ruas, para honrar Jesus que na Hóstia Consagrada está vivo no meio de nós, ao alcance de nossos
corações.

H E P E N T E C O S T E W C X S

E S P I R I T O S A N T O E S E

S Y H U G I O P C O Y T P M E C

A H F C O M E M O R A Ç Õ E S O

N O P A D R E M N E H D O R Q R

T R S R S E T U S U H S G T A P

I Ç V I N H O J A C J A D E Z U

F H O S T I A H G A K Q H D S S

I P J T Q W S Y R R L W K E X C

C O M O R T E G A I Ç E P J D H

A F Q A S X D T Ç S P R Ã E C R

I E B V C F R F Ã T O T O S N I

U J N P A I X Ã O I I Y I U V S

H Y V I V O E D V A V O M S B T

B N C O R P O D E C R I S T O I

92
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

2) Complete o texto com as palavras :

Missa - catequese - celebração - rezando - fé - Bíblia

Cultive sua __ __: __ __ __ __ __ __ __ , lendo a __ __ __ __ __ __ , participando dos


Encontros de __ __ __ __ __ __ __ __ __ , da __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ de Corpus
Christi , participando da __ __ __ __ __ para sentir cada vez mais o amor de Deus Pai, Filho e
Espírito Santo em seu coração e partilhá-lo com os irmãos!!!

Minha oração:
Vamos rezar esta oração:

Querido Jesus, muito obrigado por ter deixado a Eucaristia para


nós.
Quero ficar bem preparado para poder fazer a Primeira Eucaristia.

Celebrando em família:

Participe com seu(sua) filho(a) da confecção do tapete e da


Procissão pelas ruas de nossa paróquia.
Sempre procuramos fazer um gesto de solidariedade para com
Jesus presente na pessoa dos mais necessitados.
Maiores detalhes no quadro abaixo.

93
Anotações

94
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

7º TEMA EXTRA: VOCAÇÃ O – DI A DO S PAI S

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

VOCAÇÃO: UM CHAMADO DE DEUS

O mês de agosto é o mês das Vocações Sacerdotais, das Vocações Missionárias


e das Vocações Religiosas.

Todos nós temos uma vocação.


A vocação é um chamado de Deus. Deus nos chama, pelo Batismo, para a vida e o serviço.
Existem vários serviços na Igreja e no mundo.
Deus nos faz vários chamados: vocação à existência, vocação humana, vocação cristã e
vocação específica (cristãos leigos e leigas, Diáconos, Padres, Bispos, Religiosos e Religiosas).

Vocação é o encontro de

duas liberdades:

 a de Deus que chama, e

 a do homem que responde.

Em todos os chamados podemos observar que:

 Deus chama através de fatos e acontecimentos ou através de pessoas.


 Deus toma a iniciativa de chamar.
 Deus escolhe e permite total liberdade de resposta.
 Deus chama para uma missão de serviço ao povo.

A vocação cristã exige que sejamos testemunhas de Cristo.

Foi Jesus quem chamou os primeiros colaboradores.

 Vamos procurar na Bíblia: Lc 5, 1-11

95
Depois de ler Lc 5, 1-11, vamos responder:

1) (Simão) Pedro era pescador e Jesus o chamou dizendo:

2) Mas ao convite de Jesus houve uma resposta de Pedro. O que ele fez?

Não basta apenas ter uma vocação, um chamado.


É necessário dar uma resposta.

3) Complete a Cruzadinha
1- Deus nos chama para a vida e o ___________________
2- Existem vários serviços na Igreja e no _____________
3- Jesus disse a Pedro: "Não tenhas medo!
Doravante serás .______________. de homens.
4- Não basta apenas haver uma vocação.
É necessário dar uma _______________
5- Todos nós temos uma .______________
6- Pedro deixou _____________ e seguiu a Jesus.

Celebrando em família:
Juntamente com seus pais ou responsável responda: Quando respondemos ao
chamado de Deus estamos colaborando com a construção do Reino.
Você acha que, para os discípulos, foi preciso ter coragem para deixar tudo e
seguir Jesus?
_________________________________________________________

E nos dias de hoje, há pessoas que trabalham, estudam e encontram tempo e

coragem para responder à sua vocação? Dê algum exemplo: ___________________________

96
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

8º TEMA EXTRA: SETEMBRO - MÊS DA BÍBLIA

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

A Bíblia é o livro mais conhecido no mundo inteiro.


Já foi traduzido para mais de 1.500 línguas.
A Bíblia surgiu no meio de um povo do Oriente, o Povo de
Israel. A Bíblia relata a história deste povo, suas reflexões, sua
sabedoria, sua oração.
Quando a Bíblia foi escrita, ainda não existia o papel como
nós o conhecemos hoje, pois ele é uma descoberta do século XV da
nossa era. A Bíblia foi escrita sobre os materiais que eram usados
naquela época: o papiro e o pergaminho.
O Papiro - O papiro já era conhecido no Egito 3 mil anos A.C. Seu uso não
se restringia à escrita, pois era usado também para fabricar cestos e até barcos
(Ex 2, 3; Is 18,2).
O que é o papiro? É uma planta que cresce na água, em regiões
quentes.Ele era cortado em tiras, as quais depois eram coladas, prensadas e
alisadas para haver melhor firmeza na escrita. O papiro era usado na forma de
rolos e depois de livro.
A escrita sobre ele era feita com pincel ou pena, utilizando-se tinta preta
ou em cores variadas. Sobre o papiro foram escritos alguns pequenos textos da Bíblia hebraica.
O Pergaminho - O pergaminho foi inventado na cidade de Pérgamo, na Ásia Menor, da qual
derivou seu nome. Era feito com couro de animais, sobretudo de ovelhas ou cordeiros.
Depois de seco era preparado para a escrita, na forma de rolo.
Grande parte dos livros da Bíblia foram escritos nesse material. Na
segunda carta de Timóteo (2Tm 4, 13), Paulo refere-se aos pergaminhos.
No tempo em que a Bíblia foi escrita, existiam outros materiais
usados para escrita, como as tabuinhas de argila, chapas de pedras, jarros
de cerâmica. Os povos antigos registravam nesses materiais os fatos
importantes de sua história. O povo israelita também fez uso de pedras
para gravar nelas a memória de alguns fatos importantes (cf. Js 8, 32).
O que nos diz a Bíblia
No Antigo Testamento está escrito sobre a criação do mundo:
como foram criados a Terra, o mar, os animais e os seres humanos.
Mostra o amor de Deus por tudo que Ele criou e, em especial por nós,
pessoas humanas.
Há também a história de um casal, Abraão e sua mulher Sara.
Abraão é chamado o patriarca do povo de Deus, pois todos nós, que
fazemos parte dessa imensa família do Povo de Deus, somos descendentes de Abraão e Sara.

97
No Antigo Testamento estão, também, a história de outras pessoas muito importantes,
como Moisés, que foi escolhido por Deus para libertar o povo que estava escravo no Egito.
Há, ainda, a história dos profetas, homens que eram usados por Deus para mostrar às
pessoas as coisas certas e erradas que elas faziam. Dentre esses profetas está Isaías que
escreveu o nascimento de Jesus, muitos anos antes dele nascer.
O Novo Testamento conta a história mais importante de todos os tempos: a Vida de Jesus.
Quatro livros nos falam da vida de Jesus; de seus ensinamentos e milagres. Falam também
de sua morte e de sua ressurreição: são os Evangelhos.
No Novo Testamento encontramos, também, a história do início da Igreja, que está no
livro dos "Atos dos Apóstolos". Há também, várias cartas escritas por São Paulo às comunidades
cristãs daquela época, além de cartas de Tiago, Pedro, João, Judas e do livro do Apocalipse.

VAMOS SABER MAIS SOBRE A BÍBLIA?


 A palavra "Bíblia" significa "livros" em grego.
 A Bíblia é o livro mais lido, impresso e conhecido em todo o
mundo.
 A Bíblia é formada por 73 livros. Existem 46 livros no Antigo
Testamento e 27 livros no Novo Testamento.
 Através dos livros da Bíblia que recebem o nome de Evangelho,
podemos conhecer as palavras, atos e milagres de Jesus.
 A Bíblia levou quase 2.000 anos para ser escrita, sendo que
vários homens ajudaram a escrevê-la.
 É importante sabermos que o autor verdadeiro é Deus, pois foi ele quem inspirou esses
homens.
 No Novo Testamento, os quatro primeiros livros falam da vida de Jesus Cristo. Eles
foram escritos por São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João.
 O Evangelho é uma obra de fé e não uma reportagem como as que vemos na televisão
sobre determinados acontecimentos de hoje.
 O Evangelho de Mateus foi escrito por volta do ano 80 depois do nascimento de Jesus,
mais ou menos 50 anos após sua morte.
 O Evangelho é a Palavra de Deus, transmitida a nós pelas pessoas que conhecem as
verdades que Jesus ensinou.
 A divisão em capítulos, na Bíblia, foi organizada em 1.214 D.C. na Inglaterra.
A divisão em versículos foi organizada em 1551 D.C. por um tipógrado e editor.
 A Igreja escolheu o dia 30 de setembro para celebrar o Dia da Bíblia,
porque este é o dia de São Jerônimo, doutor da Igreja que fez a primeira tradução da
Bíblia para o Latim, permitindo assim que ela se tornasse muito mais conhecida.

98
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

1. No Novo Testamento encontramos os Evangelhos e as Epístolas de Paulo


aos Coríntios, Hebreus, Romanos e a Timóteo, dentre outras coisas. Pinte na
Bíblia abaixo as palavras grifadas.

2. Esta brincadeira é muito fácil. Você tenta responder às perguntas feitas e nas que você tem
dúvida é só lembrar: símbolos iguais correspondem a letras iguais.

1- A palavra Bíblia significa _________________ em grego.

L R

2- Qual o livro que vem antes dos Provérbios, no Antigo Testamento?

S M

3- Quem escreveu o segundo livro do Novo Testamento?

O A

4- O Novo Testamento possui quatro __________________.


E G H

99
Celebrando em família:
Pegue sua Bíblia e escreva uma pequena oração agradecendo a Jesus
pela oportunidade de conhecê-lo melhor através dela. Reze-a com
seus familiares.

Anotações

100
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

9º TEMA EXTRA: MISSÕES

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Estamos iniciando o mês de outubro, mês dedicado às missões.


Você sabe o que significa a palavra missionário?
Veja o que Jesus nos diz em Mt 5, 13-14:

“Vós sois o sal da Terra.


Vós sois a luz do mundo”.
Antigamente, a gente pensava que, para ser missionário, tinha de
ir para muito longe, no meio de índios e de povos estranhos, para
pregar o Evangelho.
Mas não é assim. Ser missionário é falar de Jesus Cristo para
todo o mundo que deseja conhecê-Lo. É falar do amor de Deus e do
amor entre as pessoas. É ensinar que Jesus é Deus e veio para salvar
a todos do pecado e das coisas ruins, que fazem a gente sofrer.
Por isso, todos nós somos chamados, por causa do nosso Batismo, para ser
missionários.
Todos nós temos uma missão, uma tarefa para cumprir. Isto exige um esforço cada vez
maior, à medida que vamos progredindo no trabalho de construir o Reino de Deus. Este Reino é o
que Jesus pregou, e está no meio de nós quando somos justos, alegres, prestativos. Jesus quis
contar como é o Reino de Deus.
Na história da Igreja há exemplos de grandes figuras que foram
chamadas a ser sinais do amor e da presença de Deus aqui na
terra.(Madre Teresa de Calcutá, Pe. José de Anchieta, Irmã
Dulce, Papa João Paulo II etc.). Sofrem calúnias,
incompreensões, desprezo. Pois Jesus mesmo disse que, para
ser amigo Dele, a gente tem de pegar a cruz e caminhar com Ele. Seja você
também um missionário, ajude a construir o Reino de Deus com suas boas ações, amando os seus
coleguinhas, o papai, a mamãe e praticando os ensinamentos de Jesus.

101
Vamos saber mais?
Foi o Papa Pio XI que inventou o Dia Universal das Missões; isso foi no ano de
1926. O Papa mandou que este dia fosse festejado no penúltimo domingo de outubro.
É por isso que outubro é o Mês das Missões.
Os missionários têm dois padroeiros (protetores):
 um homem que é São Francisco Xavier , e
 uma mulher que é Santa Teresinha do Menino Jesus.
Ambos dedicaram suas vidas às missões.
Na África, onde estão as raízes de muitos brasileiros, pois o
Brasil é o segundo país do mundo em população de origem negra, o povo
também é um dos mais sofridos, por causa da miséria e da exploração.
Existe uma organização pontifícia para as crianças que vivem em
terras de missão. É a Pontifícia Obra da Santa Infância. Ela foi
fundada em 19 de maio de 1843, na França.
Suas finalidades são:
 Livrar as crianças da morte e da miséria;
 Batizá-las e dar-lhes uma educação cristã;
 Prepará-las para a vida, orientando-as na vocação e na escolha da profissão.

1. Marque a coluna 1 ou 2, mostrando a frase que está correta em cada par. Se ambas
estiverem corretas ou erradas, marque a coluna do meio.

1 X 2

Jesus diz que somos o Jesus diz que somos a


sal da terra. luz do mundo

Jesus ensinava com Jesus ensinava usando


exemplos da vida do uma cartilha.
povo.

Jesus diz que o cristão Jesus diz que não


deve comprometer com a devemos nos envolver
vida. com nada.

Nós temos uma missão: Nossa missão é iluminar


trabalhar para sermos o mundo e mostrar o
ricos. caminho para o Reino de
Deus.

102
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

1. Qual seria a sua missão nestas duas situações?


Fizeram uma grande
Estou numa situação difícil. Dois injustiça comigo, estou
colegas brigaram e agora um não até sem coragem de
quer que eu seja amigo do outro. me defender....
Gosto dos dois... não sei o que
fazer.

_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

Celebrando em família:
Com sua família faça uma oração pelos missionários.
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________

103
Anotações

104
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

10º TEMA EXTRA: DÍZ IMO

Hoje é dia / / Ano Litúrgico: estamos na Semana d

Desenhe nos quadrinhos abaixo a história que você ouviu.

105
1. Coloque um ( X ) nas afirmações corretas:

( ) Dízimo é uma esmola que damos aos pobres.


( ) Dízimo é PARTILHA.
( ) Dízimo é uma doação do resto que nos sobra.
( ) Criança também pode ser dizimista.

2. Ligue as palavras às frases:

Dimensão Religiosa [ ] Uma parte do dízimo que contribui para


formação de novos padres.

Dimensão Missionária [ ] Uma parte do dízimo que contribui para


ajudar as pessoas que precisam.

Dimensão Social [ ] Uma parte do dízimo que contribui para


manutenção da igreja.
3. Escreva o que você entendeu da história.

Minha oração: Vamos rezar a oração do dizimista mirim:

Pai do Céu,
Quero entregar esta minha oferta humilde, mas sincera.
Ela representa minha gratidão e carinho por tudo que fazes por mim e pela
minha família.
Entrego meu dízimo também em intenção de todos os meus amiguinhos, para
que possam ser, assim como eu, amigos do Senhor. Obrigado! Amém!

Celebrando em família:
Converse em casa e responda:
Todos da sua família contribuem com o dízimo?

106
Diocese de São José dos Campos
Pastoral Catequética –Etapa I – Módulo II

BIBLIGR AFIA

1. Bíblia Sagrada - Ave Maria, Editora Ave Maria.

2. Catecismo da Igreja Católica, Editora Vozes e Loyola.

3. Diretório Nacional da Catequese – 84, DOCUMENTOS DA CNBB, Editora Paulinas.

4. Projeto Alicerce – Conteúdo Programático, Pastoral Catequética e Pastoral da Crisma,


Diocese São José dos Campos.

5. Fé, Vida e Comunidade, Livro do Catequista, Ed. Paulus, 2003.

6. Crescer em Comunhão, Livro do Catequista, Vol. I, II, III e IV, Editora Vozes, 2008.

7. Educação para a Comunidade de Fé – Livro do catequista I, II e III e Catequizando I, II


e III, Maria do Carmo Saraiva, Editora Paulinas.

8. Caminhando na Construção do Reino – Livro do Catequista e Catequizando 1, Catequese de


Primeira Eucaristia – Edição revisada e ampliada, Equipe Regional de Catequese –
Votuporanga – SP, Editora Salesiana

9. Sementes de Vida – Primeira Eucaristia - Livro do catequista e catequizando – 1ª fase,


Pastoral Catequética de Ponta Grossa – PR, Editora Ave Maria.

10. Caminhando com Jesus – Catequese – 1º e 2º ano. Gabriel Benedito Issaac Chalita, Editora
Santuário.

11. Venham Cear Comigo – Coleção Deus conosco – Livro do catequista e catequizando, Editora
Vozes.

12. A Caminho da Eucaristia 1ª e 2ª Etapa, Maria de Lurdes Mezzalira Pincinato, Editora


Vozes.

13. Correndo ao Encontro de Jesus – 1ª e 2ª ano. Comissão Arquidiocesana de Iniciação


Eucarística – Arquidiocese Niterói, Editora Vozes.

107