Você está na página 1de 70

7º Módulo – Sexualidade

Versão Masculina

Princípios e Orientações
Existem alguns cuidados que são muito
importantes neste módulo para que seus objetivos
sejam atingidos. Preste bastante atenção em todas as
colocações abaixo e adéqüe-as com cuidado à sua
realidade e faixa etária do público alvo.
• O sigilo e a confiança uns nos outros devem ser constantemente
relembrados, pois coisas muito sérias e secretas serão discutidas no grupo.
• A área da sexualidade é muito íntima e pessoal, por isso permita que cada
participação seja especialmente valorizada e ouvida. Cuide para que os
outros membros do grupo não ridicularizem quem está falando.
• Um dos segredos dessa fase é quebrar a vergonha para usar o linguajar
próprio da área sem a preocupação de ser mal interpretado. Porém para
isso é necessário um impacto na vida dos garotos, mostrando que falar
sobre sexualidade de forma aberta não é pecado nem feio. Na apostila
trazemos algumas estratégias para ajudar nessa tarefa.
• Como em todos os módulos, como líder, sempre olhe primeiro pra você! O
testemunho sincero ainda é a nossa maior arma.
• Várias são as fontes que nos ajudaram a chegar a esse material e
aconselhamos a leitura deles para enriquecimento da sua vida, como líder, e
das pessoas a quem você vai aconselhar. Contudo quando houver citações
ou idéias desses títulos citaremos na nota de rodapé dando “a César o que
é de César”. Fizemos uma coletânea de basicamente 3 sites da internet:
www.monergismo.com, www.sexocristao.com e www.sexxxchurch.com
além de alguns livros e sites isolados. No final dessa introdução colocamos
uma lista de artigos com links que valem a pena ser lidos.
• Lembramos que esse módulo foi elaborado para grupos de adolescentes
masculinos. Porém cremos que também pode ser usado para jovens.
• Essa parte exige dos líderes uma unidade fora do comum, é importante que
todos os líderes leiam com antecedência e discutam todas as lições antes de
começarem essa parte. Se prepare para ser virado ao avesso para as pessoas
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

que estão liderando com você.


• Por fim, aconselhamos que os líderes abusem do uso de multimídia,
transparências, cartazes ou qualquer meio visual que ajude os integrantes
do grupo a ter mais foco. Desta forma você evitará um pouco o olho no
olho, que muitas vezes será constrangedor e o uso dessas ferramentas fará
com que eles retenham mais informações.
• Algumas aulas são muito grandes, pois contêm muitas informações, por isso
é muito importante que todos os líderes estudem a lição e dêem o módulo
juntos.
• Aconselhamos a leitura do livro “A Batalha de todo Adolescente” de
Stephen Arterburn, Fred Stoeker e Mike Yorkey, como leitura
complementar ao assunto. Se todos os materiais que indicamos, você só

1
poder ler um, leia este livro. Ele poderá lhe prepar para perguntas ou
assuntos que não foram abordados de forma profunda nesta apostila.

Orientações Válidas para todas as fases:


• Procure fazer absolutamente tudo de forma bem planejada e pensada. Não
faça coisas somente por fazer. Planeje com antecedência. Prefira não fazer
algo a fazer mal feito.
• As programações do material são apenas sugestões, sintam-se livres para
elaborar outras atividades e dinâmicas.1
• Se possível, tenha sempre uma câmera fotográfica à mão, pois é importante
registrar diferentes momentos vivenciados pelo grupo.
Seja sensato quanto aos feriados. Em caso de feriados e grandes eventos da igreja
(Natal, Arraial, Páscoa, Acampamentos, dentre outros) no dia da reunião ou
antecedendo a mesma, examine a disponibilidade da maior parte do grupo. Caso
muitos integrantes não possam vir, cancele a reunião ou proponha uma atividade
paralela.

Artigos e Links
1. Sexo e Supremacia de Cristo, Parte 1 // John Piper
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/supremacia_sexo.htm, 07/03/08

2. Sexo e Supremacia de Cristo, Parte 2 // John Piper


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/supremacia_sexo2.htm, 07/03/08
3. Qual o problema de gostar um pouco de pornografia? // Augustus
Nicodemus.
http://www.ipb.org.br/estudos_biblicos/index.php3?id=6, 03/04/08
4. O silêncio mata
http://sexxxchurch.com/?p=129, 03/04/08

5. Sexo Oral versus Desejo // Louis e Melissa McBurney


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/sexooral_McBurney.htm, 07/03/08

6. Calvinistas, Pelagianos e Homossexualidade // Misty Irons


http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/calvinista_pelagianos_homossexualida
de.htm, 07/03/08

7. Homossexualismo: Uma Análise Bíblica // Brian Schwertley


SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/homossexualismo_schwertley.htm,
07/03/08

8. Estratégia para Combater o Pecado Sexual // John Piper


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/estrategia_pecado_piper.htm, 07/03/08

9. Razões Bíblicas para Lutar contra a Pornografia // Clyde E. Van Valin


http://www.sexocristao.com/ver-destaque.asp?id=164, 11/03/08

10. Você está Preparado para Lutar Contra a Carne? // Robson do Nascimento
http://www.sexocristao.com/ver-destaque.asp?id=148, 11/03/08

1
Se você elaborar alguma dinâmica interessante e que deu certo no seu grupo, nos conte essa
dinâmica e como repercutiu no seu grupo: central.ipcc@gmail.com ou prdaniellyra@gmail.com.

2
11. Sexo antes do Casamento// Rubem Martins Amorese
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/amorese_s_antes_casamento.pdf, 07/03/08

12. Como Fazer Sexo para a Glória de Deus? // Justin Taylor


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/todas_coisas_sexo_taylor.pdf, 07/03/08

13. Satanás Usa o Desejo Sexual // John Piper


http://www.monergismo.com/textos/pecado_tentacao/satanas-usa-sexual_piper.pdf,
07/03/08

14. Contra a Pornografia


http://sexxxchurch.com/?p=31, 03/04/08

15. Pornografia na internet vicia mais do que crack


http://sexxxchurch.com/?p=93, 03/04/08

16. O mundo em guerra // Steve Gallagher


http://sexxxchurch.com/?p=131, 03/04/08

17. Pensando em sexo?


http://sexxxchurch.com/?p=121, 03/04/08

18. Ninguém tem direito de julgar os outros


http://sexxxchurch.com/?p=182, 03/04/08

19. Não espanque o palhaço


http://sexxxchurch.com/?page_id=25/, 23/04/08

20. Entendendo a masturbação


http://sexxxchurch.com/?page_id=39, 23/04/08

21. Homem
http://sexxxchurch.com/?page_id=13/, 23/04/08

22. Mulher
http://sexxxchurch.com/?page_id=14/, 23/04/08

23. Adolescentes
http://sexxxchurch.com/?page_id=16/, 23/04/08
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

24. 12 Passos
http://sexxxchurch.com/?page_id=18/, 23/04/08

25. Pureza sexual


http://sexxxchurch.com/?page_id=35/, 23/04/08

3
Pesquisa e Valores
Encontro 01

Objetivo da Aula
Mostrar valores iniciais e descobrir um pouco da realidade sexual dos
integrantes.

1. Frases de Fundo
Em toda aula o líder imprimirá ou escreverá um cartaz de forma bem visível
para que todos que cheguem possam ler e refletir. Não será necessário comentar
nada é só confeccioná-la.
Frase:
“Os cristãos não têm o direito de ficar embaraçados ao falarem sobre sexo
e sexualidade. Uma reserva ou embaraço ao tratar estes assuntos é uma
forma de desrespeito à criação de Deus.”2
Albert Mohler

2. Questionário Sexual
A sexualidade é um dos assuntos mais abordados em todos os meios de
comunicação da nossa sociedade atual. As tecnologias de informações atuais (TV,
internet, propagandas, imprenssa e etc) possibilitaram a difusão de idéias certas ou
erradas, em larga escala. Porém a sexualidade é o assunto mais difundido e
procurado. E por quê? Porque vende! Todos pensam, vêem ou tem algum tipo de
contato com o sexo pelo menos uma vez por dia. E por que tal assunto não é
tratado, discutido e falado na igreja? Vergonha? É feio? Não pode? Tabu! As
pessoas, por causa da ênfase da mídia no mau uso do sexo, começam a pensar
que qualquer coisa a respeito da nossa sexualidade se assemelhará ao que o
mundo está fazendo. Precisamos discutir, refletir, ler e orar juntos para que não só
saibamos o que é certo, mas sim para que os valores bíblicos sejam profundamente
fincados em nossos corações. Baseando-se nessa idéia é que escrevemos essa parte
do módulo.
Para começar nossa discussão faremos um questionário sexual que todos do
grupo devem responder sem exceção, aqueles que faltarem devem preencher
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

posteriormente. O propósito do questionário é: conhecer o público com que


estamos trabalhando, mostrar aos integrantes que talvez existam estágios muito
piores aos que eles estão e por fim para mostrar que estamos prontos para ouvi-los
independente das opções que marquem. Afinal se colocamos tal opção no
questionário é porque imaginamos que alguém do grupo pode ter feito ou passado
por aquela situação.
Líder prepare seu coração para ouvir qualquer pecado que possa vir do seu
grupo, e não crie preconceitos, na área da sexualidade as coisas mais “bizarras”
podem vir das pessoas que menos imaginamos. O mais importante é ter

2
R. Albert Mohler, Jr., “The Seduction of Pornography and the Integrity of Chirstian Marriage”,
um discurso entregue aos homens de Boyce Colege (13 de março de 2004), disponível em
www.sbts.edu/docs/Mohler/EveCovenant.pdf, acessado em 14/01/05.

4
sensibilidade para ouvir, sem se assustar. Precisamos lembrar que os pecados
sexuais possuem conseqüências de difícil tratamento, porém em termo de erro é
igual à nossa mentira, orgulho e etc. Jesus não se assustou quando lhe trouxeram
uma adúltera, ele ouviu aos homens e a perdoou sem se preocupar em julga-lá3.
Como dissemos anteriormente fomos longe no questionário porque
estamos dispostos a acreditar que qualquer um do grupo (absolutamente qualquer
um, até aquele mais “santinho”) pode ter pecado em qualquer área da
sexualidade, porém queremos ajudar e tratar seja o que já tenha acontecido.
Queremos quebrar de vez a barreira da vergonha e do silêncio, sexualidade “sem
grilo”.
Após explanar essas idéias introdutórias ao grupo lhes dê o questionário.4

3. Considerações Finais
Após terem entregue os questionários, faça as seguintes considerações:
1. Hierarquia de pecados5 - Não existem pecados piores ou mais feios. A
Bíblia não apresenta uma hierarquia de pecados onde uns são piores do
que os outros, todo e qualquer pecado é um ato de desobediência a
Deus e desagrada-O em igual quantidade. A diferença está apenas nas
conseqüências sociais. Sendo assim, qualquer pecado na área sexual é
tão danoso quanto uma mentira, um pequeno furto, egoísmo, inveja e
etc. Não podemos nos sentir horríveis por termos pecados sexuais e sim
por sermos pecadores, incluindo a área sexual.
2. Temas da pesquisa – rasgamos o verbo para mostrar aos integrantes
que estamos dispostos a ouvir cada um que deseje confessar, ser tratado
e orientado em suas dificuldades, deficiências e pecados sexuais. Pior do
que o medo de escandalizar é a solidão do pecado oculto. A partir de
agora tudo pode acontecer, pois o mais importante não é o que
aconteceu, mas o que irá acontecer com nossa vida daqui em diante.
“Porém uma coisa eu faço: esqueço aquilo que fica para trás e avanço
para o que está na minha frente.” (Filipenses 3:13) e “Quem está unido
com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou
o que é novo.” (II Coríntios 5:17)
3. Exemplo - para provar que o nosso maior intuito é ajudá-los os líderes
serão os primeiros a se abrirem. Entregue a cada um dos integrantes a
“Parte 1 – Histórico Sexual” (da ficha), preenchida com os nomes dos
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

líderes.6 Estamos de peito aberto, prontos para nos expor e ouvir cada
um que deseje compartilhar. Entregamos nosso histórico porque antes

3
Sobre este assunto leia o artigo: Porque não apedrejam os adúlteros hoje em dia? Em:
http://www.sexocristao.com/faq/faq.asp?CATE=#22,%2011/03/08, acessado em 25/04/08.
4
Anexado no final da lição.
5
Inspirado em: http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/missao_igreja.htm, acesso
em 07/03/08.
6
Ter essa atitude não é nada fácil, porém queremos pagar o preço para que eles se sintam seguros
de se abrirem conosco e serem tratados pelo Espírito Santo ao invés de ficarem levando seus
pecados sozinhos. Caso algum líder seja casado, preencha essa ficha correspondente ao período de
sua vida até o dia do casamento.

5
de entregar aos integrantes primeiro entregamos a Deus e fomos
tratados por Ele, assim, queremos dizer duas coisas: existe tratamento e
a luta é constante e real para todos, não estamos sós.
4. Resultados - não divulgaremos o resultado da pesquisa, mas
guardaremos todos os papéis, até o fim do módulo, caso um dia alguém
queira se identificar seja em público, seja com alguém da liderança. A
porta estará sempre aberta.
5. Sigilo – é de suma importância que absolutamente tudo que será
tratado neste módulo fique em absoluto sigilo. Algumas coisas devem
ser evitadas de ser contadas até para os pais, porque a transmissão pode
ser falha e tirar o contexto dos assuntos que estamos tratando, trazendo
assim uma repercussão negativa ao trabalho.
6. Confiança - relembrando os valores do módulo de relacionamento,
precisamos cultivar uma extrema confiança um nos outros dentro do
grupo, para que todos se sintam apoiados a colocarem seus problemas
e dúvidas para o grupo. Confiança é um ato de fé, o ponta-pé inicial
que damos em nossas relações e que em parte começa em nós mesmos
dando, no mínimo, uma chance àqueles que estão à nossa volta.
7. Respeito – ninguém tem o direto de julgar os outros, sendo assim
exigiremos um alto grau de respeito e seriedade a todos os assuntos e
dúvidas que serão tratadas nesse módulo. “Ignorante é aquele que
ignora sua própria ignorância”7

4. Formação de Duplas
Sabendo que Deus concede um poder sobrenatural à confissão interpessoal,
vamos seguir o mandamento bíblico: “Portanto, confessem os seus pecados uns
aos outros e façam oração uns pelos outros, para que vocês sejam curados.”
(Tiago 5:16). O texto afirma que a confissão e a oração são essenciais para a cura,
sabendo disso, formaremos duplas de confissão.
• Cada integrante do grupo deve escolher uma pessoa para acompanhá-
lo em sua vida sexual, será o seu parceiro de confissão.
• Essa pessoa deve ser escolhida por intimidade, pode até ser uma pessoa
fora do grupo, apesar de não ser é o ideal. Mas se for, deve-se explicar
bem a proposta ao amigo para que a dupla possa dar certo.
• A dupla se reunirá uma vez por semana para comentar o último
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

encontro assim como para prestar relatório, em detalhes, de tudo que


aconteceu na vida sexual na última semana (no mínimo. Sendo o
máximo contar coisas escondidas que ainda não foram confessadas).
• Se alguém da dupla faltar o encontro, não tem problema o integrante
que veio conta como foi a aula e eles trocam idéias e confissões.
• Procure ir se abrindo aos poucos, porém saiba que isso exigirá um
enorme esforço de conscientemente se torna frágil para o amigo. Porém
é expondo a nossa fragilidade que seremos fortificados.

7
Sócrates.

6
7
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA
8
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA
Nossos Corpos
Encontro 02

Objetivo da Aula
Desmistificar alguns processos biológicos que acontecem com o ser humano
na área da sexualidade.8

1. Frase de Fundo
“O corpo físico é seu servo, não seu senhor.”9
Robson de Nascimento

2. Duplas em Funcionamento
Cheque com o grupo, as duplas que se confessaram e conversaram sobre a
aula durante a semana, reforce isso toda aula.

3. Funcionamento Biológico10
Antes de falarmos de temas mais pessoais, internos, primeiros queremos
tirar algumas dúvidas a respeito do funcionamento do nosso corpo com relação à
sexualidade. Como são informações e não discussões, não se assuste com o
tamanho da lição, pois passará num instante.

3.1 Atividade das glândulas sexuais11 (Figura 1)


Ao chegar a pré-adolescência, aproximadamente aos dez anos, as funções
da timo e da pineal (duas glândulas que têm uma ação de frear as glândulas
sexuais) vão diminuindo sua ação até permitir que as glândulas sexuais entrem em
plena atividade. É como se o timo e a pienal fossem o freio-de-mão de um carro
estacionado numa ladeira. Quando ele é desacionado o carro (o corpo) começa a
ganhar velocidade à medida que vai descendo. O processo é simples: o hipotálamo
começa a estimular a hipófise e essa, por sua vez, passa a produzir um hormônio
que ativará as glândulas sexuais. O menino começa a produzir nos testículos um
hormônio chamado de testosterona, e a menina, nos ovários, um outro hormônio
chamado de estrógeno. São esses hormônios responsáveis pelas características
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

sexuais secundárias, ou seja, pelo surgimento dos pêlos nas axilas, dos pêlos
pubianos, além da barba, do bigode e do início da produção de esperma no

8
Um dos grandes objetivos dessa aula é introduzir os temas mais pesados, com algo mais comum,
afinal aula de biologia todos têm. Assim os termos sexuais vão sendo introduzidos com o tempo e o
clima das aulas vai ficando mais sério naturalmente.
9
NASCIMENTO, Robson, Você está Preparado para Lutar Contra a Carne?, disponível em
http://www.sexocristao.com/ver-destaque?id=148, acessado em 11/03/08.
10
Figuras ilustrativas no final da lição, extraídos de: AMABIS, José Mariano e MARTHO, Gilberto
Rodrigues, Biologia dos Organismos, classificação, estrutura e função dos seres vivos, São Paulo:
Moderna, 1995. p. 443, 535, 537 e 539. Aconselhamos a leitura detalhada do capítulo 27 –
reprodução e desenvolvimento dos animais, para ministração dessa aula.
11
LOPES, Jamiel de Oliveira, Abrindo o Jogo com o Adolescente, São Paulo: Candeia, 1998. p. 20.

9
menino; o crescimento das mamas, o enlarguecimento do quadril e a ovulação na
menina, etc.
3.2 Sistema reprodutor masculino (Figura 2) existem muito mais
informações no livro, porém colocamos apenas as mais relevantes.
Pênis12
Dentro do pênis existe um tipo de tecido cheios de vasos saguíneos que
quando há estimulação sexual se enchem de sangue provocando a ereção. A
região anterior do pênis forma a glande (a "cabeça" do pênis), onde a pele é fina e
apresenta muitas terminações nervosas, o que determina grande sensibilidade à
estimulação sexual.
Testículo13
O testículo é o órgão onde se formam os espermatozóides. É constituído
por tubos finos e enovelados, os túbulos seminíferos. São nesses tubos que são
produzidos os espermatozóides e a testosterona, hormônio reponsável pelos
características sexuais masculinas.
Epidídimo14
No epidídimo os espermatozóides recém-formados, terminam sua
maturação e ficam armazenados até sua eliminação durante o ato sexual.
Canais deferentes15
São dois tubos musculosos que partem dos epidídimos e que sob a bexiga
se fundem em um tubo único, o duto ejaculador, que desemboca na uretra.
Uretra16
É um tubo que leva tanto a urina e como os espermatozóides para fora do
corpo.
Vesículas seminais17
As vesículas seminais são duas glândulas, localizadas atrás e sob a bexiga
urinária. Elas produzem um líquido nutritivo, o fluido seminal, cuja função é nutrir
os espermatozóides. A secreção das vesículas seminais é lançada no duto
ejaculatório e constitui cerca de 60% do volume total do fluido eliminado durante
o ato sexual.
Próstata18
É a maior glândula acessória do sistema reprodutor masculino. Sua secreção
é viscosa e alcalina; tem por função neutralizar a acidez da urina que fica
acumulada na uretra e também a acidez natural da vagina.
Glândulas bulbouretrais19
Durante a excitação sexual, elas liberam um líquido cuja função ainda não é
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

bem conhecida. Acredita-se que a secreção das glândulas bulbouretrais contribua


para a limpeza do canal uretral antes da passagem dos espermatozóides.

12
AMABIS, e MARTHO, Biologia dos Organismos. p. 534.
13
Ibid. p. 535-536.
14
Ibid. p. 536.
15
Ibid. p. 537.
16
Ibid. p. 538.
17
Ibid. p. 538.
18
Ibid. p. 538.
19
Ibid. p. 538.

10
Ejaculação
A produção de espermatozóides acontece o tempo inteiro, preenchendo
progressivamente os tubos seminíferos e os canais deferentes. Quando eles estão
cheios há 3 meios de esvaziá-lo: Durante uma relação sexual, durante a noite
(polução noturna) e através da masturbação.

3.3 Sistema reprodutor feminino (Figura 3)


Ovários20
Têm forma de uma pequena azeitona, com cerca de 3 centímetros de
comprimento, e apresentam, em sua porção mais externa, as células que darão
origem aos óvulos.
Ovulogênese21
O processo de formação dos óvulos inicia-se ainda antes do nascimento,
em torno do terceiro mês. As células precursoras de óvulos multiplicam-se e logo
depois transformando-se em ovócitos primários, que mais tarde se transformaram
em óvulos. Ao nascer, a menina tem cerca de 400 mil ovócitos primários.
Ovulação22
O óvulo, em seu estágio próprio para fecundação, dura apenas 24hs no
organismo feminino, caso não haja a fecundação ele se degenerá e só haverá
outra oportunidade no mês seguinte.
Trompas de Falópio23
Elas possuem na sua extremidade vários cílios, onde o batimento dos cílios
cria uma força de sucção tal que o óvulo, liberado nas proximidades da abertura
de uma trompa, é sugado o para seu interior. No interior da trompa, o óvulo se
desloca até a cavidade uterina impulsionado pelos batimentos ciliares.
Útero24
O útero é um órgão musculoso e oco, de tamanho e forma aproximados
aos de uma pêra. O interior do útero é revestido por um tecido ricamente
vascularizado, chamado endométrio. A partir da puberdade, todos os meses o
endométrio se torna mais espesso e rico em vasos sanguíneos, como preparação
para uma possível gravidez. Essa preparação só deixa de ocorrer por volta dos 50
anos. Se a gravidez não ocorre, a parte do endométrio que se desenvolveu
destaca-se e é eliminada, juntamente com sangue, como resultado da dege-
neração dos vasos sanguíneos. Esse processo é chamado menstruação.
Vagina25
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

Até a primeira relação sexual, a entrada da vagina é parcialmente recoberta


por uma fina membrana, o hímen, cuja função é ainda desconhecida. Durante a
excitação sexual, a parede da vagina se dilata e se recobre de substâncias
lubrificantes produzidas o que facilita a penetração do pênis durante o ato sexual.

20
AMABIS, e MARTHO, Biologia dos Organismos. p. 538.
21
Ibid. p. 538.
22
Ibid. p. 540.
23
Ibid. p. 540.
24
Ibid. p. 540-541.
25
Ibid. p. 541.

11
Mamas26
Uma das zonas de maior potencial erótico. A mama possui uma glândula
que trabalha em conjunto com a hipófise. Caso seja excitada antes da maturação
completa do corpo da menina, na adolescência, o hormônio por ela produzido ao
invés de produzir leite fica no sangue e causa uma reviravolta no corpo da garota
antecipando seus processos naturais. Ou seja, caso a menina permita ser tocada,
ela irá acelerar o seu processo sexual de maturação.

3.4 Sexo como necessidade biológica


Deus fez o sexo para ser um instrumento de união entre o homem e a
mulher, a relação produz uma serie de hormônios que trazem a sensação de
prazer, felicidade, intimidade e senso de pertencimento. Ou seja, quando a prática
sexual é iniciada, dificilmente conseguiremos negar as sensações prazerosas que
ele traz. Foi Deus quem nos dotou com a capacidade de termos prazer, pelo o que
é belo, pelos sabores e também pelo sexo, mas o sexo é certamente o maior prazer
terreno.27 Sendo assim a relação sexual se tranforma em algo muito mais poderoso
do que um desejo, o nosso corpo começa a responder biologicamente, se
tornando uma necessidade, do ser humano, que será muito difícil e traumática de
parar, por quaisquer motivos.
Quando temos uma vida sexual ativa a produção de hormônios relativos ao
prazer sexual aumentam em nosso organismo, tornando o desejo sexual algo mais
constante, é claro que fatores emocionais e situacionais podem influenciar
negativamente nessa produção. Enfim, quando estamos no bom e
experimentamos algo muito melhor, dificilmente nos contentaremos com o bom
novamente. Imagine que você vai e volta de ônibus para o colégio, mas num
determinado ano você conhece um amigo de turma que é seu vizinho e agora
você vai e volta de carona. Se esse amigo mudar de colégio como será se adaptar
a voltar de ônibus de novo? Deus fez o sexo para ser iniciado e não parado nunca
mais, quando desfrutamos dessa benção fora dos padrões de Deus a luta triplica
de intesidade.

3.5 Orgasmo
O orgasmo é o ápice da sensação prazerosa e não dura mais do que alguns
segundos ou minutos. No homem ele acontece antes da ejaculação durante uma
relação sexual e está geralmente restrito ao pênis. Na mulher o orgasmo pode ser
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

múltiplo, ou seja, em várias áreas ao mesmo tempo.


Todo o corpo, durante a relaxão sexual, se ativa: músculos ficam tensos,
circulação acelera, repiração ofegante, uma verdeira atividade física para atingir o
máximo do prazer, assim, quando essa sensação é atingida o corpo relaxa, e é por
isso que vemos nos filmes o casal dormindo após a relação, porque o corpo tende
a relaxar.
Saiba também que tem dia que o orgasmo é mais intenso, tem dia que ele é
mais fraquinho. Isso depende de diversos fatores. em especial o estado emocional

26
LOPES, Abrindo o Jogo. p. 55.
27
FIGUEIREDO, Onézimo, O Cristão e o Sexo, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/OCristaoeoSexo.pdf, acesso em 07/03/08.

12
(se você está mais tenso e preocupado o orgasmo pode ser menos prazeroso, ou
até nem chegar).28

3.6 Sistema de recompensa do cérebro (Figura 4)29


É muito importante entender como o sexo atua no nosso cérebro, seja ele
adulto ou em desenvolvimento. As 6 grandes divisões da figura foram feitas para
ilustrar resumidamente as áreas do cérebro. A área sensitiva é a responsável pela
captação e elaboração de respostas aos sentidos do nosso corpo, com exceção da
visão. A área motora é a responsável pelo processo de habilidade e domínio
motor (locomoção e movimento) do corpo. O julgamento crítico é a capacidade
de analisar as vantagens e desvantagens de uma situação, seja a curto ou a longo
prazo, e decidir o que fazer. O comportamento emocional é a área do cérebro
responsável pelo processamento e análise dos estímulos emocionias. A visão é
responsável pelo armazenamento e tradução de informações vindas da visão. E a
coordenação é a responsável pelo entrelaçamento de todas as outras áreas.
Mas por que todas essas informações? O cérebro humano se desenvolve de
trás para frente, ou seja, da visão para julgamento crítico. Durante a infância
desenvolvemos a coordenação, a visão, a área motora e a área sensitiva e quando
chegamos a adolescência inicia-se o processo de amadurecimento do
comportamento emocional e julgamento crítico. E eis a razão porque os
adolescentes têm dificuldades de tomar as decisões “corretas” e por vezes se
encontram no mesmo erro constantemente, pois a área do cérebro responsável
pelas emoções e pelo julgamento ainda não estão maduras e só ficarão maduras
por volta dos 30 anos.30 Isso explica também as constantes paixões de
adolescente.
Sabendo disso, precisamos agora falar sobre o sistema de recompensa do
cérebro. É ele quem define o que nos causa prazer e bem-estar. Quando somos
crianças uma das áreas em pleno desenvolvimento é a área motora, sendo assim,
sentimos prazer em brincar, correr, pular e etc. E como funciona esse sistema?
Quando passamos por alguns tipos de situações, o cérebro libera em nossa mente
uma substância chamada dopamina que é responsável pelo prazer, aí toda vez que
nos lembramos da situação o cérebro nos envia um estímulo para repetirmos a
ação, para que a substância seja novamente liberada e possamos sentir a sensação
de prazer mais uma vez. Por exemplo: você é uma criança, sobe numa árvore e
come uma fruta e isso lhe causa prazer. Dias depois você vai ao supermercado e vê
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

a mesma fruta, seu cérebro lhe leva para a árvore em que você subiu dias antes e
lhe impulsiona a procurar a árvore para subir de novo e ter a mesma sensação.
E como isso se aplica na adolescência? Como novas áreas do cérebro estão
agora em estágio de remodelação, de desenvolvimento, o sistema de recompensa
antigo não traz mais tanto prazer, os adolescentes precisam de novos estímulos
que ativem eficazmente o sistema de recompensa a partir dessa nova área que é
área emocional. E é por isso que as meninas começam a se interessar por meninos.

28
Disponível em: http://www.sexocristao.com/fa/faq.asp?CATE=#22, acesso em: 11/03/08.
29
Figura disponível em: http://www.virtual.epm.br/material/depquim/animacoes.htm#, acesso
em: 09/05/2008.
30
HOUZEL, Suzana Herculano, Novas Equações Cerebrais, artigo em: O Olhar Adolescente, vol. 1,
São Paulo: Mente e Cérebro e Duetto, 2007. p. 26-35.

13
Então como funciona o sexo no cérebro de um adolescente? O envolvimento
emocional com um menino traz certo prazer, ou seja, liberação de dopamina no
cérebro, o que o leva a querer aprofundar cada vez mais essa relação para que
possa aumentar essa sensação, e conseqüentemente, o nível de dopamina. O
grande problema está no desenvolvimento do julgamento crítico, que é a última
parte que se desenvolve. Resultado, os adolescentes são facilmente levados pelas
emoções e pelo prazer que estão em fase de teste.
Como novos estímulos estão sendo testados na adolescência sem a ajuda
do julgamento crítico, estímulos indecentes podem ativar o sistema de recompensa
causando um desvio cerebral, que sempre lhe dirá que fazer aquilo que
começamos um dia é prazeroso, aí vencer essa motivação se torna muito
complicado. Sendo assim precisamos tomar muito cuidado com nossas atitudes em
termos de pureza sexual, pois poderemos estar implantando uma bomba dentro
do nosso próprio cérebro.

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

14
Figura 1 – Glândulas Endócrinas

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

15
Figura 2 – Órgão Sexual Masculino

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

16
Figura 3 – Órgão Sexual Feminino

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

17
Figura 4 – Macro-Áreas do Cérebro

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

18
O Propósito do Sexo
Encontro 03

Objetivo da Aula
Ensinar os propósitos de Deus para o sexo e seu entendimento mais
profundo.

1. Frase de Fundo
“Ações começam com pensamentos.”31
SexxxChurch

2. Duplas em Funcionamento
Cheque com o grupo, as duplas que se confessaram e conversaram sobre a
aula durante a semana, reforce isso toda aula.

3. Introdução ao Sexo
Essa aula começa a introduzir uma serie de valores que iremos repetir no
decorrer do módulo, por isso não se preocupe se não conseguir explanar tudo,
mas lembre-se: aprendizado acima do programa.
Fazer sexo é bom né? Bem, pelo menos deve ser! Sexo parece ser o grande
assunto da atualidade, qualquer atividade, relacionamento, pensamento que não
se passa pelo sexo parece não permanecer, por que pensamos tanto em sexo? Por
que ele é tão presente em nosso dia-a-dia? Podemos não ter essas respostas, mas
estamos preocupados com uma pergunta mais fundamental: por que Deus fez o
sexo?
O sexo tem sido tão banalizado, tão pregado que hoje não sabemos mais o
que é certo ou errado nessa área. O propósito de Deus se perdeu, ou então, nunca
foi encontrado. E com o objetivo de descobrir a razão de ser do sexo que
discutiremos essa lição.
Em nossa pesquisa32 perguntamos:
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

4. Propósito 4 – Procriação
Quando Deus criou Adão e Eva, ele deu uma ordem muita clara ao casal:
“e os abençoou, dizendo: — Tenham muitos e muitos filhos; espalhem-se por
toda a terra” (Gênesis 1:28). Esta ordem de Deus nos revela alguns pontos
interessantes. Primeiro Deus abençoou o casal, mandando-os fazer sexo! Afinal só

31
Uma Dolorosa Lição, disponível em http://sexxxchurch.com/?p=160, acessado em 03/04/08.
32
Pesquisa feita com 44 adolescentes, entre 13-17 anos 2008-2010.

19
existe um jeito de ter muitos e muitos filhos, ou você ainda acredita em cegonha?
Deus desejava se relacionar com um povo que pudesse chamar de Seu e o meio
pelo qual Ele criou esse povo (quanto a questão de quantidade) foi através do
sexo. Sabendo que o óvulo feminino não dura mais do que 24hs no organismo
feminino, e sabendo também que Adão não sabia nada de ciclo menstrual, período
fértil, eram necessárias muitas relações para que a gravidez acontecesse!
O segundo ponto é, se Deus se importasse mais com os filhos (fruto do
sexo) do que com a relação sexual em si, Ele poderia ter dado outro meio, que não
suscitasse tanto desejo para obter os filhos? Mas foi o próprio Deus que criou o
sexo para ser vivido entre homem e mulher. A conclusão é óbvia diante desses
dois argumentos: Deus se alegra quando nós fazemos sexo, no casamento, pois
estamos fazendo aquilo para qual ele nos criou.
Assim como gerar filhos é mais uma dádiva das mãos de Deus. A
capacidade de dar vida a outro ser humano é algo fantástico por dois motivos.
Primeiro porque esse foi um ato da misericórdia de Deus, se Deus ao invés de
aumentar a dor do parto, tivesse tornado a mulher ou o homem estéril Ele teria
extinguido a sociedade logo em seu princípio. Segundo, porque a capacidade de
gerar uma pessoa é um poder que Deus nos deu de formar algo eterno, no
momento em que uma criança é concebida, nós não só geramos um corpo, mas
também uma alma que nunca mais será extinta! Então, diante dessas duas
verdades, Deus disse: “no momento em que decidirem ter filhos, eu os
abençoou!” Que benção maravilhosa, gerar filhos é certamente um dos propósitos
do sexo, Deus não deseja se relacionar com Adão e Eva, Ele queria mais, Ele queria
todo um povo que se relacionasse com Ele, que O amasse e O adorasse. Ele queria
se relacionar com um povo! “Estarei sempre com vocês; vocês serão o meu povo,
e eu serei o seu Deus.” (Levíticos 26:12) E por isso pediu que multiplicássemos e
enchêssemos a Terra. Porém esse mandato já foi cumprido e muito bem cumprido.
Sendo assim se a procriação fosse o único propósito, não teríamos mais porque
fazer sexo, o que nos leva ao próximo propósito.

5. Propósito 3 – Prazer
Como já vimos na aula passada, Deus nos deu a capacidade de sentirmos
prazer. Porém dentre todos os prazeres físicos da terra o sexo é o mais forte de
todos. Vimos que o sexo ativa o sistema de recompensa do cérebro, mexe com
todo o funcionamento do corpo e nos trás uma gostosa sensação de felicidade e
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

bem-estar. Contudo neste ponto precisamos introduzir uma verdade, essa


sensação de bem-estar muitas vezes durará apenas alguns segundos, que é o
tempo do orgasmo, porque se uma relação sexual é feita fora dos padrões de
Deus, muitas outras sensações virão sobre nós. Por exemplo, no sexo antes do
casamento, antes da transa pode vir o medo de ser pego, a insegurança de ser
aceito ou não e após a relação poderá vir a culpa, doenças, gravidez indesejada e
etc. Iremos tratar esse assunto mais à frente.
O sexo é na grande maioria das vezes prazeroso, mesmo que feito nas
condições fora do padrão de Deus, dá prazer. Porém se desejamos realmente
entender a bondade de Deus então precisamos experimentar o sexo dentro dos
padrões de Deus: virgem até o casamento e fazendo sexo apenas com nossa
esposa. Esse é o conselho do sábio: “Portanto, alegre-se com a sua mulher, seja

20
feliz com a moça com quem você casou, amorosa como uma corça, graciosa como
uma cabra selvagem. Que ela cerque você com o seu amor (os seus seios te
saciem todo o tempo – Revista Atualizada), e que os seus encantos sempre o
façam feliz!” (Provérbios 5:18-19). O texto coloca o relacionamento e o convite
da mulher imoral de encontro com o relacionamento com a esposa. O contexto é
muito claro, o ato sexual, o desejo! Assim o texto conclui que devemos desfrutar
desse prazer com a nossa esposa.
Mas por que com a esposa? Se um dos propósitos do sexo é dar prazer ao
homem como fruto da bondade de Deus, por que só no casamento? É verdade
que o sexo traz prazer, mas fazer sexo envolve uma habilidade e conexão muito
maior do que apenas saber como fazer o ato, fisicamente falando. Transar é um
ato em que as duas pessoas estão nuas, sem nenhuma capa, frágeis e vulneráveis
ao outro, é uma união muito mais do que física. Vimos no namoro que um bom
relacionamento busca união em 3 áreas: física, espiritual e emocional. O melhor
sexo é aquele no qual existe essa intimidade nessas três áreas, pois só assim um
conseguira sem entregar ao outro e se deixar levar completamente solto pelo
momento. Ou seja, se uma das dicas para se obter o orgasmo é estar relaxado33
essa união se torna extremamente essencial ao ato sexual. E essa realidade nos
leva ao próximo ponto.

6. Propósito 2 – Intimidade com a Esposa


O mandato de Deus para homem e mulher é o seguinte: “É por isso que o
homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua mulher, e os dois se
tornam uma só pessoa.” (Gênesis 2:24) o propósito de Deus para o casamento é
perfeita união, a tal ponto de não haver mais distinção entre um e outro, uma só
carne! Sendo assim, Deus fez o sexo para ser desfrutado e utilizado nessa
realidade, entre duas pessoas que desejam conectar suas vidas sem a possibilidade
de dissolução. Ou seja, um dos grandes propósitos do sexo é auxiliar o casal a
obter essa unidade.
O sexo é uma oportunidade de dedicar um amor profundo à nossa esposa.
Afinal, se no maior prazer que podemos desfrutar estivermos mais preocupados
com outro isso será uma intensa prova de amor. E veremos que o grande prazer
do sexo não está em nós mas no outro, sentimos muito mais prazer quando o
outro, alvo do nosso amor, atinge esse prazer do que quando este nos causa
prazer. A felicidade dela é o nosso aplauso, que faz todo o sacrifício valer a pena.
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

Isso é sexo: o amor ao próximo.

7. Propósito 1 – Nos Relacionar Melhor com Deus34


Muitas vezes pensamos como Deus santo, poderoso, grandioso pode ter
conexão com uma coisa tão “vulgar e suja” como o sexo. Primeiro precisamos nos
desfazer dessa idéia de que o sexo em algum lugar é sujo, fazer sexo dentro dos

33
Disponível em: http://www.sexocristao.com/fa/faq.asp?CATE=#22, acesso em: 11/03/08.
34
PIPER, John, O Sexo e a Supremacia de Cristo, Parte 1, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/supremacia_sexo.htm, acesso em: 07/03/08. E
PIPER, John, O Sexo e a Supremacia de Cristo, Parte 2, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/supremacia_sexo2.htm, acesso em: 07/03/08.
Aconselhamos veementemente a leitura desses dois artigos para a ministração dessa aula.

21
padrões de Deus é um ato de santidade assim como pagar as contas em dia. Por
muito tempo na época medieval cultivou-se que o prazer carnal é pecado, porém
como já vimos que o prazer foi um prazer biológico que Deus nos deu, então já
podemos nos desfazer dessa idéia.
Será que a relação de Deus com o sexo é apenas estabelecida pela
bondade? Em que o sexo interfere ou auxilia o nosso relacionamento com Deus?
Costumamos dizer: Deus tem um propósito pra tudo! Será que os propósitos
apresentados até aqui são os únicos? Não! Cremos que o maior propósito do sexo
é percebermos a profundidade e riqueza do nosso relacionamento com Deus.
Como? E por que então Deus nos deu esse desejo sexual? Seu propósito em criar
seres humanos com individualidade e paixão foi assegurar que houvesse
linguagem e imagens sexuais que apontassem para as promessas e os prazeres do
relacionamento de Deus com o Seu povo e de nosso relacionamento com Ele. A
linguagem e as imagens da sexualidade são as mais gráficas e as mais poderosas
que a Bíblia usa para descrever o relacionamento entre Deus e o Seu povo – tanto
positivamente (quando somos fiéis), como negativamente (quando não somos).
Deus nos criou com paixão sexual para que pudesse haver linguagem para
descrever o que significa se unir a Ele em amor e o que significa se afastar dEle por
causa de outros. Vejamos o texto de Oséias 2:14-20:
“Deus disse ao povo de Israel: — Vou seduzir a minha amada e levá-la de
novo para o deserto, onde lhe falarei do meu amor. Ali, eu devolverei a ela as suas
plantações de uvas e transformarei o vale da Desgraça em uma porta de
esperança. Então ela falará comigo como fazia no tempo em que era moça,
quando saiu do Egito. Mais uma vez ela me chamará de “Meu marido” em vez de
me chamar de “Meu Baal”. Nunca mais deixarei que ela diga o nome Baal; nunca
mais se falará desse deus. Sou eu, o SENHOR, quem está falando. Naquele dia,
farei um acordo com os animais selvagens, com as aves e com as cobras, para que
não ataquem a minha amada. Quebrarei as armas de guerra, os arcos e as
espadas; não haverá mais guerra, e o meu povo viverá em paz e segurança. Israel,
eu casarei com você, e para sempre você será minha legítima esposa. Eu a tratarei
com amor e carinho e serei um marido fiel. Então você se dedicará a mim, o
SENHOR.“
Ou seja, a linguagem sexual na Bíblia para nosso relacionamento com Deus,
nos leva a pensar sobre o conhecer a Deus com base na analogia da intimidade e
êxtase sexual. E onde Cristo entra nessa história? Foi e é através do sacrifício de
Jesus que a igreja se casa intimamente com o Pai na eternidade, numa união
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

indissolúvel, estável e extremamente prazerosa assim como o casamento na Terra,


só que sem a influência e poder do pecado. É por isso que Deus tenciona que a
vida sexual humana seja um indicador e um antegozo de nossa relação com Ele.
Deus quer que O conheçamos e nos relacionemos com Ele de tal forma que
só a relação sexual mais profunda poderia expressar o nível de envolvimento que
Ele deseja ter conosco. É interessante notar que a linguagem bíblica para relação
sexual é: “e ele conheceu sua esposa” (Gn 4:1; 4:17; Nm 31:17; Jz 11:39; I Sm
1:19; I Rs 1:4; Mt 1:25).

22
8. Conclusão
Voltando ao início, sexo é bom! Porém o prazer carnal que ele traz é
momentâneo, por isso Deus intentou algo mais duradouro e mais profundo. O
nosso relacionamento com Cristo vai muito além de segundos de prazer, ele nos
traz a esperança de um gozo maior do que o sexo e é eterno. Ou seja, conhecer a
supremacia de Cristo esclarece tanto a alma, que sexo e seus pequenos prazeres
tornam-se tão pequenos quanto eles realmente são. Almas pequenas fazem
pequenos prazeres terem grande poder. A alma, como é, se expande para abrigar
a grandeza de seu tesouro, que é Cristo e Seu amor por nós.
Nenhuma relação sexual trará tanto prazer do que um momento de
estarmos na presença de Deus e podermos senti-la. São momentos muito raros na
vida de pessoas que buscam a Deus, mas todos esses encontros onde conseguimos
sentir, quase sensorialmente a Deus, são muito marcantes e prazerosos.

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

23
Pornografia – Parte 1
Encontro 04

Objetivo da Aula
Equipar a mente dos integrantes com os danos que a pornografia causa
para não racionalizarem suas atitudes e ganharem mais argumentos para lutar.

1. Frase de Fundo
“Não se pode aprender a verdade sobre sexo com a pornografia”35
SexxxChurch

2. Duplas em Funcionamento
Cheque com o grupo, as duplas que se confessaram e conversaram sobre a
aula durante a semana, reforce isso toda aula.

3. Introdução
Afinal, o que é pornografia mesmo? Limita-se apenas a revistas ou internet?
Será que uma propaganda mais “quente” pode ser considerada pornografia?
Alguém já disse que é mais fácil reconhecer a pornografia do que defini-la. Os
dicionários nos dizem que pornografia é o caráter imoral ou obsceno de uma
publicação. Material pornográfico é aquele que descreve ou retrata atos ou
episódios obscenos ou imorais. Essas definições não ajudam muito, pois
conceitos como "obscenos" e "imorais" são bastante subjetivos no mundo de hoje.
Entretanto, da perspectiva da ética bíblica, definição acima é mais que suficiente.36
A palavra "pornografia" vem da palavra grega “pornéia”, que juntamente
com mais outras 3 palavras (“pornos”, “pornê” e “pornéuo”) são usadas no Novo
Testamento para a prática de relações sexuais ilícitas, imoralidade ou impureza
sexual em geral. Freqüentemente essas palavras de raiz “porn” aparecem em
contextos ou associadas com outras palavras que especificam mais exatamente o
tipo de impureza a que se referem: adultério, incesto, prostituição, fornicação,
homossexualismo e lesbianismo.37
Vejamos alguns dados para termos uma idéia de onde estamos entrando:
1) Em 1995 foi feita uma pesquisa nos EUA abrangendo vários aspectos da
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

pornografia, veja algumas das conclusões:


a. Neste ano gastou-se mais com pornografia do que com Coca-
Cola.
b. 82% dos criminosos sexuais confessaram serem viciados em
pornografia.
c. 86% dos estupradores confessaram repetir cenas que viram
através da pornografia.

35
Mulher, disponível em http://sexxxchurch.com/?page_id=14/, acesso em: 23/04/08.
36
NICODEMUS, Augustus, Qual é o Problema de Gostar um Pouco de Pornografia?, disponível
em: http://www.ipb.org.br/estudos_biblicos/index.php3?id=6, acesso em: 03/04/08
37
Ibid.

24
2) Em 1995, metade dos brasileiros assistiu há um filme de sexo explícito.
3) 1/3 das consultas na internet têm como objetivo assuntos eróticos.38
Considerando que a pesquisa foi em 1995, ano em que a internet se
popularizou no Brasil39, e que desde então este ramo cresceu assustadoramente,
podemos ter uma idéia dos números que essa pesquisa poderia atingir hoje!
Nós dividimos esse assunto em duas partes, na primeira parte iremos falar
de todos os danos e problemas que a pornografia causa em nossa mente, corpo e
alma. O intuito é dar argumentos para evitar a amenização (racionalização) da
pornografia, não intentamos colocar mais culpa na cabeça, mas sim mostrar à
mente o quão danoso a pornografia é ou pode se tornar. Na segunda parte
forneceremos dicas valiosas de como vencer esse inimigo tão forte, visando dar
forças para a batalha.

3. Níveis de Envolvimento
Que a pornografia vicia, não é novidade. Muitas vezes ela se torna pior do
que uma droga química. Apesar da pornografia não ter o fator químico que
influencia diretamente no cérebro ela tem outras “vantagens” que favorecem o
vício. Diferentemente de uma droga como o crack, a pornografia é de fácil
obtenção, oferecida 24hs, de segunda à segunda, no conforto de nossa casa e com
total sigilo. É como se morássemos na boca de fumo.40 Sendo assim, se não
tivermos um bom domínio próprio e a profunda consciência da nossa luta,
facilmente seremos tragados pelo vício. Vejamos agora níveis de pornografia41
para que cada um veja onde se encontra.
NÍVEL 1 - EXPOSIÇÃO PRECOCE - A maioria dos rapazes que ficam
viciados em pornografia começa cedo. Eles vêm pornografia quando são muito
jovens e já estão com um pé na porta do vício. Quanto antes lutar contra a
pornografia menor a probabilidade de se adquirir o vício.
NÍVEL 2 - VÍCIO PORNOGRÁFICO - É quando você continua retornando
à pornografia. Ela se torna uma parte da sua vida. Você está atado e não consegue
se livrar.
NÍVEL 3 – AGRAVAMENTO - Você começa a buscar por mais e mais
materiais pornográficos. Você começa a usar materiais que antes lhe causavam
repulsa. Agora, causam-lhe excitação.
NÍVEL 4 – INSENSIBILIDADE - Você começa a ficar insensível às imagens
que vê. Até a imagem mais pornográfica não o excita mais. Você fica desesperado
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

para sentir a mesma sensação novamente, mas não consegue.


NÍVEL 5 - ATUANDO SEXUALMENTE - Este é o momento em que os
homens dão um salto crucial e começam a pôr em prática as imagens que viram.
Alguns saem das imagens pornográficas de papel e plástico e entram no mundo
real, com pessoas reais, em atitudes destrutivas.

38
Pornografia, Disponível em: http://sexxxchurch.com/?page_id=19/, acesso em: 23/04/08.
39
MARINHO, Avaniel e MARINHO, Jair Henrique (Org.), Juventude pra que te quero? Recife:
Comunigraf Editora, 2006.p. 153.
40
Pornografia Vicia mais que Crack, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=93, acesso em:
03/04/08
41
Homem, Disponível em: http://sexxxchurch.com/?page_id=13/, acesso em: 23/04/08.

25
Quanto mais profundo o nível mais estamos nos distanciando de Deus e do
Seu ideal. Cada passo que dermos para trás precisará ser dado para frente se
quisermos ser restaurados, a diferença é que para irmos para trás é só deixar
acontecer e para ir pra frente precisamos exercer esforço.42

4. Danos
A) Anti-Sexo – Por que a pornografia se encaixa dentro da definição de
imoralidade da Bíblia? Vimos na aula passada que um dos propósitos do sexo é o
prazer, mas vimos que o prazer maior é causar prazer no outro. “Imoralidade é
qualquer tipo de satisfação sexual que não tenha sua esposa como foco.” Sendo
assim vemos que a pornografia se torna um anti-sexo porque valoriza o prazer
próprio, o egoísmo e não o amor. Deus fez os prazeres sexuais para produzir união
e a pornografia, quando acaba, produz solidão se tornando assim o oposto do
sexo.
B) Esgoto a Céu Aberto – Quando a imagem perfeita de Deus no homem
foi maculada pelo pecado, passamos a possuir desejos e impulsos que não
coincidem com o caráter de Deus e que precisamos manter sobre controle. Às
vezes, quando alguém nos causa raiva temos vontade de matar a pessoa, porém
como sabemos que essa solução não é ideal, nem esse desejo, tratamos de nos
controlar e procurar outros meios para lidar e extravasar a raiva. Assim também
acontece com nossos desejos sexuais, o pecado colocou em nós um desejo por
coisas que não devem ser extravasadas. E onde a pornografia entra? A pornografia
trás pra fora os nossos desejos mais baixos, ela alimenta o que devemos
controlar.43 O pecado nos deu de presente um cachorro forte e feroz, quanto mais
o alimentamos mais ele nos destrói e deixa claras suas atrocidades. Essa questão
dos desejos nos leva ao próximo ponto.
C) Liquidificador de Desejos44 – Sabendo que o pecado colocou em nós
vontades e desejos pecaminosos, fica fácil perceber a confusão que se estabelece
em nosso interior, veja como Paulo se sentiu nesse contexto: “Eu não entendo o
que faço, pois não faço o que gostaria de fazer. Pelo contrário, faço justamente
aquilo que odeio.” (Romanos 7:15) O que a pornografia faz com nossos desejos?
Deus colocou em nós o desejo sexual, ele é totalmente legítimo, puro e agradável,
porém o pecado nos faz desejar coisas que vão de encontro a padrão de Deus
estabelecido na Palavra. Coisas como: sexo antes do casamento, adultério,
homossexualismo, pedofilia, zoofilia, alguns tipos de sexo (veremos mais na frente)
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

e etc. E o que a pornografia faz? Ela mistura! Ela coloca todos os desejos debaixo
de apenas uma vontade: sentir prazer. A pornografia eleva o prazer pessoal ao
máximo, além de banalizar o sexo como ato de amor. Sendo assim, nos tornamos
confusos em saber qual desejo é lícito e qual é ilícito. Ela nos faz acreditar que
certos desejos são impuros, sendo eles legítimos se praticados com nossa esposa e
também faz com que queiramos experimentar desejos ilícitos com nossas esposas.

42
Uma Dolorosa Lição.
43
VALIN, Clyde E. Van, Razões Bíblicas para Lutar Contra a Pornografia, disponível em:
http://www.sexocristao.com/ver-destaque.asp?id=164, acesso em: 11/03/08.
44
Se o líder quiser, pode levar um liquidificador para aula e fazer uma rápida dinâmica de como os
nosso desejos são misturados.

26
A pornografia, sem que percebamos, nos “educa” colocando em nossa
mente um padrão de prazer. Ela nos “ensina” que só obteremos prazer se a
situação for igual ou semelhante às imagens que estamos vendo. Um exemplo
para clarear as idéias: A pornografia passa aos consumidores que quando a mulher
diz “não” na verdade está dizendo “sim”.45 Isso cria um distúrbio em nossa mente
que nos torna incapazes de julgar quando a mulher está tendo prazer ou não! Por
quê? Quando saberemos que o “não” é um NÃO de verdade? É baseado nesse
ensinamento da pornografia que o estuprador sente prazer. E por isso repetimos:
A pornografia trás pra fora os nossos desejos mais baixos, ela alimenta o que
devemos controlar.
D) Poluidora Mental – a pornografia treina nossa mente e nos torna sua
serva. “A pessoa boa tira o bem do depósito de coisas boas que tem no seu
coração. E a pessoa má tira o mal do seu depósito de coisas más. Pois a boca fala
do que o coração está cheio.” (Lucas 6:45) “Os olhos são como uma luz para o
corpo: quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz.
Porém, se os seus olhos forem maus, o seu corpo ficará cheio de escuridão. Assim,
se a luz que está em você virar escuridão, como será terrível essa escuridão!”
(Lucas 6:22-23) Esses dois versículos nos ensinam lições muito preciosas: 1)
quanto mais nos enchermos de pornografia mais a veremos em nosso dia-a-dia,
mais difícil será olhar para as mulheres que encontramos sem a olharmos
pornograficamente. 2) o segundo versículo nos ensina que aquilo que permitimos
passar pelos nosso olhos têm o incrível poder de contaminar o nosso corpo, se for
luz nos iluminará, se for trevas, escuro será. Ou seja, a pornografia escraviza sua
mente à sua sexualidade, nos fazendo pensar que não existe nada mais nesse
mundo que valha a pena do que satisfazer nossos desejos sexuais. Viramos
escravos do desejo e do nosso corpo.
E) Quebradora de Relacionamentos – Como dissemos o fim da
pornografia produz solidão. A pornografia prejudica todos os nossos
relacionamentos. Prejudica nosso relacionamento com Deus, pois quanto mais
presos ficamos em sua teia, mais somos alimentados com a maléfica idéia de que
não somos filhos de Deus, pois “Quem continua pecando pertence ao Diabo
porque o Diabo peca desde a criação do mundo.” (I João 3:8a) e cada vez mais
deixamos de orar e nos confessar, pois nos sentimos completamente indignos de
nos chegar diante de Deus. A pornografia estraga o nosso relacionamento com
nossos amigos e amigas. Amigos porque nos relacionamos com pessoas que
possuem valores parecidos com os nossos e pensamos que eles não passam pelo
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

mesmo problema que nós, assim nos sentimos envergonhados. Com nossas
amigas porque começamos a nos relacionar com elas nos focando apenas em seus
potenciais sexuais! E por fim com nossa futura esposa, pois levaremos essa pesada
educação sexual para nosso casamento.
F) Sexo Frágil, Sexo Objeto – A pornografia desvaloriza totalmente a
imagem e personalidade da mulher. Ela transforma a mulher em um mero pedaço
de carne, desconsiderando que ela possui sentimentos, dificuldades, pais, emoções
e principalmente uma alma. Não é à toa que prostituição e pornografia ferem
tanto o coração de Deus. Ele pede que nós amemos ao nosso próximo como a nós
mesmos, mas ao cometer um desses pecados transformamos nosso próximo em

45
NICODEMUS, Gostar de Pornografia?

27
menos que um pedaço de bife, do qual nos alimentamos, nos saciamos por um
tempo, e depois vamos ao mercado do sexo comprar outro. Quando nos deixamos
levar por esses vícios sexuais, estamos profanando a maior criação que Deus fez, o
ser humano. E, profanando a criatura, afrontamos o Criador.46

5. Conclusão
Não queremos concluir esse encontro colocando culpa sobre todos aqueles
que fazem parte do grupo e estão lutando contra a pornografia. Lembramos que o
intuito dessa aula é ajudar cada um a ter argumentos para conseguir dizer não à
pornografia quando a tentação e a oportunidade surgir.
Em Busca da Cura – Primeiro gostaríamos de falar sobre o restante de I
João 3:8-9 – “Quem continua pecando pertence ao Diabo porque o Diabo peca
desde a criação do mundo. E o Filho de Deus veio para isto: para destruir o que o
Diabo tem feito. Quem é filho de Deus não continua pecando, porque a vida que
Deus dá permanece nessa pessoa. E ela não pode continuar pecando, porque Deus
é o seu Pai.” Cristo morreu na cruz para vencermos o pecado, podemos não ficar
totalmente livres, mas o sangue de Cristo nos capacita para não nos tornar escravo
dele.
Estamos Juntos – Sabendo que 88% dos pesquisados já viram fotos
pornográficas na internet, podemos entender que não estamos só! Todos nós
passamos por essa luta, alguns mais ferozmente do que outros, talvez por conta
das oportunidades de ter acesso à “droga”. “Fiquem firmes na fé e enfrentem o
Diabo porque vocês sabem que no mundo inteiro os seus irmãos na fé estão
passando pelos mesmos sofrimentos.” (I Pe 5:9)
Pedindo Perdão - Indignos de nos chegarmos perante Deus, sempre
seremos, e se acharmos que qualquer pecado em nossa vida é o suficiente para
nos afastar completamente de Deus, então estamos pensando que o sacrifício de
Cristo não é suficiente para limpar os nossos pecados. Cristo morreu para nos
salvar de nossos pecados e pecados não tem tamanho ou quantidade, e Ele nos
perdoa de todos eles.
Leia: “Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua
promessa e fará o que é correto: ele perdoará os nossos pecados e nos limpará de
toda maldade.” (I João 1:9) E faça um momento de confissão, onde cada um se
colocará diante de Deus e do grupo pedindo perdão.
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

46
Melancia ou Berinjela???, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=209, acesso em:
27/05/08. E Mulher, disponível em: http://sexxxchurch.com/?page_id=14/, acesso em 27/05/08.

28
Pornografia – Parte 2
Encontro 05

Objetivo da Aula
Dar várias dicas de como lutar e vencer a tentação da pornografia.

1. Frase de Fundo
“Uma das estratégias do nosso inimigo é convencer-nos que só nós
passamos por esse tipo de dificuldade, e aí agente se isola na solidão da
vergonha!”47
Rúbia Sibele

2. Duplas em Funcionamento
Cheque com o grupo, as duplas que se confessaram e conversaram sobre a
aula durante a semana, reforce isso toda aula.

3. Dicas48
Dividimos as várias dicas e orientações em 5 grandes grupos para facilitar o
entendimento. Vimos o poder destrutivo da pornografia no encontro passado e
pedimos perdão por nossos pecados, no entanto o arrependimento envolve não
apenas a confissão do que já passou, mas também a luta para que o que passou
não se repita. É com esse intuito que este encontro será ministrado mostrando e
ajudando cada um a se livrar desse grande mal.
2.1 Prevenção
O quanto antes melhor. Vimos que aqueles que começam cedo são mais
propensos a se tornarem viciados em pornografia. Vimos também que o sistema
de recompensa libera endorfina e dopamina no cérebro nos dando a sensação de
prazer. Os hormônios sexuais tomam conta do nosso corpo pedindo que nos
aprofundemos cada vez mais nessa sensação até atingirmos o máximo de prazer.49
Ou seja, se quisermos evitar o inicio desse processo, que se auto-alimenta,
precisamos evitar o “primeiro gole”. Os Alcoólicos Anônimos, afirmam isso, evite
o primeiro gole, pois será muito mais difícil de parar depois que já tiver começado.
Evite o primeiro contato, seja firme!
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

“Portanto, se o seu olho direito faz com que você peque, arranque-o e
jogue-o fora. Pois é melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro
ser atirado no inferno.” (Mateus 5:29) A Bíblia não está ensinando a mutilação
mas que tudo aquilo que nos fizer pecar deve eliminado, precisamos de medidas
drásticas, precisamos cortar a fonte. Veja essa ilustração: Alguém já reparou como
vivem as ervas daninhas? Elas se misturam com as outras plantas e flores, dando

47
SIBELE, Rúbia, O que eu Faço com meu Desejo? – Parte II, disponível em
http://sexxxchurch.com/?p=179, acesso em: 03/04/08.
48
Dê um resumo das dicas a cada aluno, o modelo do resumo está no final da lição.
49
OLIVEIRA, Eneas Tavares de, Como Fugir do Mundo da Sensualidade?, disponível em:
http://www.sexocristao.com/ver-destque.asp?id=157, acesso em: 11/03/08.

29
um imenso trabalho para limpar o jardim para evitar que elas sejam sufocadas.
Porém todo jardineiro sabe a lição número um sobre as ervas daninhas: destrua-a
antes que elas produzam sementes! Assim será muito mais fácil controlá-las. Corte
a pornografia antes que ela tenha a chance de se reproduzir.50 Faça um trato,
como o de Jó e abranja-o a todas as mulheres: “Eu jurei que os meus olhos nunca
haveriam de cobiçar uma virgem.” (Jó 31:1)
Sendo assim, evite qualquer estimulação desnecessária51, evite qualquer
nível de pornografia, qualquer estímulo: cenas de filme, novela, internet, fotos
“engraçadas” e etc. Seja meticuloso e não se engane, quando nos enganamos e
amenizamos o pecado em nossa mente quem mais sofre somos nós mesmos.
Sempre que formos tentado a olhar e cobiçar lembremos do juramento e de evitar
a estimulação.

2.2 Fortificação do Espírito


Vimos no módulo de Espírito Santo como ser cheio do Espírito. Fizemos um
contraste entre o poder da bebida e o poder do Espírito. Se desejamos lutar contra
a pornografia devemos lutar para manter o Espírito e razão no controle, tornando
o nosso corpo, nosso escravo. Parece um consolo, mas precisamos crer no poder
do Santo Espírito em nossas vidas, Ele habita em nós e vai conosco para
absolutamente todos os lugares. Lembrar que Ele mora em nós, nos fortificará e
nos ajudará a permitir que Ele nos domine. “Eu trato o meu corpo duramente e o
obrigo a ser completamente controlado para que, depois de ter chamado outros
para entrarem na luta, eu mesmo não venha a ser eliminado dela.” (I Coríntios
9:27) Certamente o Espírito nos enviará um sinal de aviso antes de pecarmos, e
quanto mais vulnerável nos tornamos à Sua ação, mais forte será Sua voz.
“Mente vazia, oficina do Diabo” apesar de não ser versículo é verdade. O
que Bíblia nos ensina é o oposto, ao invés de dizer o que acontece com a mente
vazia, ela nos manda enchê-la “encham a mente de vocês com tudo o que é bom
e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e
decente.” (Filipenses 4:8) A leitura da Palavra não é só uma questão de obrigação,
rotina ou disciplina, mas entender que ela é uma poderosa ferramenta para
trabalhar a nossa mente e as nossas idéias. Quanto mais cheios estivermos dela
mais forte estaremos com argumentos e versículos para vencer a batalha. Efésios
6:17 nos ensina que a Palavra é a espada do Espírito, útil para lutarmos contra o
inimigo, o desejo proibido.
“Orem sempre”(I Tessalonicenses 5:17) “Orem pedindo que vocês não
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

sejam tentados.” (Lucas 22:40) Várias vezes Jesus coloca a oração como um meio
de nos afastar da tentação, no próprio Pai Nosso lemos: “não nos deixei cair em
tentação”. Podemos muitas vezes não entender como a oração funciona, mas
Bíblia afirma claramente que a oração é muito poderosa contra a tentação, se não
nos dedicarmos à oração, devemos preparar-nos para os ataques!
Por fim, se fortifique conhecendo a luta de outras pessoas: leia livros!
Biográficos, devocionais e etc. Quando lemos as histórias de como muitos outros

50
NASCIMENTO, Lutar Contra a Carne?
51
PIPER, John, Estratégia para Combater o Pecado Sexual, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/estrategia_pecado_piper.htm, acesso em:
07/03/08

30
sofreram, lutaram, se esforçaram e alcançaram medidas de alegria, santidade e
abundância de frutos na comunhão com Deus, isto nos faz querer dar o máximo
para buscar e alcançar nada menos do que tudo que um pecador salvo pode ser
para glória de Cristo.52

2.3 Ação do Diabo


Como vimos a pornografia alimenta o que devemos manter sobre o
controle. Nosso cão tem um alto potencial, porém se não o alimentarmos ele se
tornará mansinho! O Diabo manipula o meio e os sistemas de nossa sociedade de
uma forma que nos torna exceções fazendo com que nos sintamos maus por
estarmos fazendo o que é certo. O Diabo valoriza o excesso, o ego, o prazer. E
como ele faz isso? Ele alimenta o desejo através da disponibilidade dos meios.
Assim, se o acesso é fácil e pouco é o controle, caímos no excesso! O Diabo
transforma desejos normais e legítimos em excesso: fome em glutonaria, raiva em
ódio e desejo em luxúria.53 O excesso ataca o domínio próprio. “Alguém vai dizer:
“Eu posso fazer tudo o que quero.” Pode, sim, mas nem tudo é bom para você. Eu
poderia dizer: “Posso fazer qualquer coisa.” Mas não vou deixar que nada me
escravize.” (I Coríntios 6:12).
Ela ataca os mais fracos! Quanto mais persistentes na prática do pecado
mais o Diabo ataca nossas mentes tentado nos convencer de duas coisas: “De que
adianta pedir perdão se fazemos de novo?” “Estou sozinho, só eu passo por isso.”
Vimos que não existe pecado que seja maior ou mais forte do sacrifício de Deus
porque nada poderá nos separar do amor de Deus. Assim como vimos que não
estamos só. Quando achamos que estamos só, não nos confessamos um com os
outros, levando todo o peso e toda a culpa. Assim como, afasta de nós aqueles
que poderiam nos ajudar. Não podemos deixar que o inimigo vença! Confesse! Se
abra! Para nos tornar mais fortes precisamos primeiro mostrar nossas fragilidades,
com o intuito de serem fortalecidas. Mas se sempre escondermos nossa
fragilidade, sempre a teremos.

2.4 Companheiros de Jornada


“Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e façam oração uns
pelos outros, para que vocês sejam curados. A oração de uma pessoa obediente a
Deus tem muito poder.” (Tiago 5:16) Esse texto é fantástico! O contexto dele fala
muito de doença, porém esse versículo afirma que precisamos nos confessar e orar
uns pelos outros para sermos curados. Como não existe na Bíblia a afirmação que
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

é preciso estar puro para ser curado duma enfermidade assim como estar enfermo
não significa estar em pecado, então, o sentido do texto é outro. Tiago quis nos
ensinar que quando as nossas enfermidades são espirituais precisamos de duas
coisas: confissão e oração! Confessar e orar são essenciais para que a cura
aconteça. “Não existe liberdade no silêncio”54 Para isso precisamos, sempre de um
companheiro de jornada a quem poderemos compartilhar nossas cargas sexuais e
sermos acompanhados, exortados, fortificados e consolados. Nunca subestime a
necessidade de sermos acompanhados.

52
PIPER, Combater o Pecado Sexual.
53
NASCIMENTO, Lutar Contra a Carne?
54
O Silêncio Mata, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=129, acesso em: 03/04/08.

31
Nossas amizades cristãs precisam ir além, estamos acostumados a toda vez
que nos juntamos conversarmos sobre besteiras e futilidades. Precisamos cultivar
em nossa mente a necessidade de aproveitar esses preciosos momentos para
conversarmos sobre assuntos mais sérios, sem ter medo de encará-los e conversar
com sinceridade. Sexualidade é um ótimo assunto para se conversar, todos se
interessam e todos querem falar. Converse com os amigos sobre os enganos do
pecado e eis alguns dos principais:
A) Racionalização – Nossa mente tem a tendência de dar razões para
amenizar um erro que estamos cometendo, amenizando a sensação de
culpa. Exemplo: Nos masturbamos, aí pensamos “Mas a Bíblia não é
clara nesse assunto mesmo” ou ”Eu fiz só para liberar o semem que
estava acumulado, só isso”.
B) Alívio – Somos tentados a pensar que quando estamos sofrendo muito
ou sob intensa pressão merecemos um alívio através do pecado. Esse é o
chamado perigo da auto-piedade.55 Quando isso lhe vier na cabeça
lembre-se, encha-se com a Palavra que diz: “As tentações que vocês
têm de enfrentar são as mesmas que os outros enfrentam; mas Deus
cumpre a sua promessa e não deixará que vocês sofram tentações que
vocês não têm forças para suportar. Quando uma tentação vier, Deus
dará forças a vocês para suportá-la, e assim vocês poderão sair dela.” (I
Coríntios 10:13).
C) Aumento do Desejo – Quando o nosso desejo sexual aumenta,
Satanás dirige a sua bateria de mísseis em nossa direção. O aumento do
desejo sexual não significa a vitória dele, mas vulnerabilidade a ele.
Quanto mais intenso for o desejo sexual, mais propensos estaremos ao
engano de julgar que não é errado satisfazer esse desejo por meio da
pornografia ou qualquer outro meio.56

2.5 Conselhos Rápidos


Neste fim de encontro vamos dar alguns conselhos rápidos, que são
simples, mas muito legais. Onde fica o computador a sua casa? No quarto? E o
monitor? Virado pra onde? Se possível coloque o seu computador na sala ou
qualquer outro lugar comum, lembre-se, “se teu olho te faz pecar...”Porém se não
houver possibilidade vire o monitor para porta de entrada, assim o medo
aumentará de ser pego.57
Tente enxergar as pessoas como seres eternos, criações únicas das mãos de
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

Deus!58 Mulheres não são chocolates, para serem apreciados, consumidos e


esquecidos, pois mesmo após a “usarmos” ela continuará a existir mesmo que
morra.
Como a excitação masculina é através da visão, eis a razão do poder da
pornografia, a imagem! Então para combatê-la use o mesmo recurso. Cada vez
que sua mente quiser ver imagens pornografias lembre-se das imagens de Cristo
55
PIPER, Combater o Pecado Sexual.
56
PIPER, John, Satanás Uso o Desejo Sexual, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/pecado_tentação/satanas-usa-sexual_piper.pdf, acesso em:
07/03/08.
57
Contra a Pornografia, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=33, acesso em 03/04/08.
58
PIPER, Combater o Pecado Sexual.

32
na cruz, veja o filme A Paixão de Cristo e se equipe para a luta. Desta forma, toda
vez que pensarmos em usar as mulheres, lembraremos do sacrifício de Jesus na
cruz.59
Por fim, o nosso passado não determina o nosso futuro, em dois sentidos.
O fato de termos pecado muitas vezes não deve nos desanimar para continuarmos
lutando, o importante é não desistir, não desdobrar os joelhos. “É claro, irmãos,
que eu não penso que já consegui isso. Porém uma coisa eu faço: esqueço aquilo
que fica para trás e avanço para o que está na minha frente.” (Filipenses 3:13). O
segundo sentido é que o fato de estarmos limpos, ou puros hoje não significa que
não existe a possibilidade de cairmos amanhã, “vigiai e orai” disse Jesus.
Geralmente caímos onde nos achamos que somos mais forte porque não nos
preocupamos em defender essa área. Todavia sexualidade é muito enganosa e
nos passa uma falsa segurança, lembre-se Deus a fez para ser algo muito forte,
não podemos brincar. “Portanto, aquele que pensa que está de pé é melhor ter
cuidado para não cair.” (I Coríntios 10:12)

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

59
PIPER, Combater o Pecado Sexual.

33
34
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA
Masturbação
Encontro 06

Objetivo da Aula
Ensinar a verdade sobre masturbação de forma aberta.

1. Frase de Fundo
“Nossa natureza humana possui um lado que não tem caráter, não tem
determinação, não tem firmeza e não tem auto-controle”60
Steve Gallagher

2. Duplas em Funcionamento
Cheque com o grupo, as duplas que se confessaram e conversaram sobre a
aula durante a semana, reforce isso toda aula.

3. Definição
A masturbação é o ato da estimulação dos órgãos genitais, manualmente
ou por meio de objetos, com o objetivo de obter prazer sexual, seguido ou não de
orgasmo, sendo uma pratica sexual não-penetrativa. O termo “masturbação” foi
usado pela primeira vez pelo médico inglês e fundador da psicologia sexual, Dr.
Havelock Ellis, em 1898. Foi formado pela junção de duas palavras latinas manus,
que significa "mãos", e turbari, que significa "esfregar", com o significado de
"esfregar com as mãos".61

4. Um Pouco de História
Na Grécia Antiga, onde moralidade sexual era muito livre, quando
comparada à moralidade Ocidental atual, a masturbação era um ato sexual usual e
aceito como natural. Com a chegada da cultura judaico-cristã no Ocidente,
iniciou-se um processo de repressão, por motivos morais e religiosos. O
desperdício voluntário de esperma (ou sêmen) era pecado grave, punido, algumas
vezes, até com pena de morte. Este fenômeno teve dois grandes responsáveis: a
Igreja Católica e a Medicina. A Igreja Católica, através do teólogo São Tomas de
Aquino, classificou-a como um pecado contra natureza, mesmo pior do que
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

incesto (sexo entre irmãos). A descoberta do espermatozóide, em 1677, motivou a


Medicina a se associar à Igreja Católica para qualificar a masturbação como uma
doença abominável e um mau moral, uma vez que o espermatozóide veio a ser
considerado como um bebê em miniatura.
A repressão da masturbação foi, conseqüentemente, a regra nos Séculos
XVII a XIX. Era vista como uma doença que provocava distúrbios do estômago e
da digestão, perda do apetite ou fome voraz, vômitos, náuseas, debilitação dos

60
GALLAGHER, Steve, Um Mundo em Guerra, disponível em http://sexxxchurch.com/?p=131,
acesso em: 03/04/08.
61
Masturbação, disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Masturba%C3%A7ao, acesso em:
05/06/08.

35
órgãos respiratórios, tosse, rouquidão, paralisias, enfraquecimento do órgão de
procriação a ponto de causar impotência, falta de desejo sexual e ejaculações
noturnas e diurnas.
Criaram-se mitos anti-científicos fortemente negativos acerca da prática da
masturbação, visando a desencorajar o ato nos jovens ainda em desenvolvimento
psicossexual, o que levou a muitos casos de complexos de culpa, medos e
recalcamentos.
No entanto, no início do século XX, surgiram novos estudiosos com
Sigmund Freud, Kraft-Hebing e Havelock Ellis, com novas linhas de pensamento
que levaram a uma visão diferente da masturbação.62 Sendo hoje uma prática não
só aceita no meio não cristão como aconselhada, sem excessos, pelos psicólogos.

5. Tipos63
Existem 3 tipos de masturbação:
Muda: excitação por pensamentos, leituras ou contemplação;
Manual: excitação praticada com as mãos nos órgãos sexuais;
Instrumental: excitação obtida através de instrumentos.

6. Pecado ou Não?
Afinal masturbação é pecado ou não? Por que sim? Por que não? Que
princípios bíblicos podem nos ajudar a solucionar essa questão? Se a masturbação
é “esfregar com as mãos” todos os tipos de masturbação é pecado?
Se quisermos ser sinceros com a Palavra de Deus precisamos admitir que
não existe uma só citação condenando ou aprovando a masturbação na Bíblia,
mesmo sabendo que provavelmente tal prática já existia na antiguidade. A
masturbação era comumente feita em adoração a deuses pagãos nos cultos à
fertilidade e ao sexo. As únicas citações próximas ao assunto são:
1. Polução Noturna – “Quando estiverem acampados durante uma guerra,
procurem evitar qualquer coisa que os torne impuros. Se durante a noite
alguém ficar impuro por causa da perda de esperma, sairá do
acampamento de manhã. À tarde tomará um banho e ao pôr-do-sol
poderá voltar ao acampamento.” (Deuteronômio 23:9-11) Porém esse
ensinamento tinha como objetivo a limpeza do povo, a higiene. No
Pentateuco os tipos de impurezas se misturavam, impuro de imundícia,
reprovável e o impuro de não-higiênico. A ênfase do texto é a
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

preocupação de Deus com a limpeza do acampamento em momentos


tão precários como as guerras, auxiliando esta idéia observe o versículo
13 do mesmo capítulo: “Junto com as suas armas levem uma pá e,
antes de fazer necessidade, cavem um buraco e depois cubram as fezes
com terra.”
2. Caso Onã (Dt 38)– Havia o costume em Israel, estipulado por Deus, que
se um homem morresse sem dar filhos à sua esposa, o seu irmão,
deveria ter relações com a cunhada para que o nome do sue falecido

62
Masturbação. Wikpédia.
63
Entendendo a Masturbação, disponível em: http://sexxxchurch.com/?page_id=39, acesso em:
23/04/08

36
irmão não se perdesse na história. Onã, filho de Judá que estava
cumprindo suas obrigações familiares dando um herdeiro a seu irmão64
Er, que foi morto por Deus por sua perversidade. A viúva de Er era
Tamar e a Bíblia fala que “Ora, Onã sabia que o filho que nascesse não
seria considerado como seu. Por isso, cada vez que tinha relações com a
viúva do seu irmão, ele deixava que o esperma caísse no chão para que
o seu irmão não tivesse descendentes por meio dele.” (v. 9) e como o
texto fala que Deus o matou por sua atitude desprezível, muitos
defendem que ele se masturbou. Porém a interpretação clara do texto é
que ele teve relações, mas na hora da ejaculação tirava o pênis da
vagina e deixava o esperma cair na terra.
Voltamos ao começo, é pecado ou não? Quanto ao ato em si não, não é
pecado! A Bíblia não nos fala nada sobre isso. Porém... quais as causas que nos
levam à masturbação? E que danos ela produz?

7. Motivações da Masturbação
Para começar nossa análise mais acurada sobre esse assunto, lendo nas
entre linhas, começaremos tratando o que nos motiva a masturbar.
1. Curiosidade – as crianças possuem vários estágios de descobertas sexuais,
porém não há intenção sexual e por isso são classificadas como inocentes. É muito
comum uma criança ficar tocando e descobrindo seus órgãos sexuais, ela está se
adaptando ao seu corpo. O que acontece na adolescência para que a discussão se
acirre tanto? Certamente transformações significativas ocorrem em nossos órgãos
genitais e um dos motivos que nos levam a descobrir a masturbação é a
curiosidade das novas potencialidades do nosso corpo.
Porém essas necessidades e curiosidades são rapidamente satisfeitas e
substituídas por outras motivações. Exemplo: “Um jovem ainda não tinha tido
contato com a masturbação após ver um filme de comédia, onde o personagem
“descarregava sua arma” antes de um encontro, ele conheceu algo que ainda não
sabia. Se estimulasse o pênis com as mãos, sairia um líquido branco de dentro e
que fica duro como gel!”65 Resultado? Vamos à prática! Por quê? Curiosidade! No
entanto o que o fez ficar nessa prática por meses ou até anos após? Curiosidade?
Certamente que não! Existe uma motivação maior por trás que nos torna escravos
da masturbação: sexo!
A masturbação se torna o centro da curiosidade do sexo. Ela é uma sombra
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

do sexo. A masturbação é uma falsidade do real, a manipulação do pênis é feita


com o auxílio de nossa criatividade que tenta imaginar uma situação real de transa.
Nisto experimentamos diversos tipos de masturbação tentando reproduzir um
possível tipo de sexo ou envolvimento, mas sozinho! E aqui entra a pornografia,
geralmente um está associado ao outro, as imagens nos “ajudam” na masturbação
tentando imaginar como será ter relação da forma como as imagens nos
“ensinaram”.
2. Vício – por que vicia? Prazer insatisfeito!66 Que a masturbação produz
prazer, isso é inegável, porém é extremamente rápido e momentâneo. São esses

64
Lei do antigo levirato, veja Dt 25:5-6. Era uma questão cultural, da época.
65
Baseado em fatos reais.
66
Entendendo a Masturbação, sexxxchurch.

37
poucos segundos que nos leva a fazer de novo. A conseqüência óbvia é que
quanto mais se prática mesmo prazerosa se torna e aí procuramos vencer a falta
de qualidade com o aumento da quantidade.
Eis algumas diferenças entre o prazer da masturbação e o prazer de uma
relação sexual verdadeira e saudável:
Masturbação Relação Sexual
Prazer Muito Rápido Prazer mais Duradouro
Estímulo Mental Estímulo Situacional e Externo
Estímulo Artificial Estímulo Natural
Produz Solidão Produz União
Insatisfatório Muito Satisfatório

8. Danos
Agora que vimos as duas grandes causa da masturbação vamos analisar
alguns danos que ela causa.
Culpa – a masturbação nos produz culpa, porque quando terminamos o
ato, sentimos que não atingimos nada. Alguns podem dizer que esse sentimento
acontece por repressão da sociedade em dizer que é errado, mas parece mais difícil
convencermos a nós mesmos que é normal do que do que é errado.
A Bíblia nos orienta que o Espírito Santo nos convence do pecado, e por
que Ele iria incomodar as mentes de tantos cristãos ao redor do mundo se isso
fosse só uma questão social? A culpa constante nos leva a um afastamento de
Deus, nos dando a sensação de estarmos sozinhos e sem Ele.
Frustração – a não satisfação que a masturbação traz gera frustração, pois
por mais que seja praticada, se torna vazia, não satisfaz! E quando isso acontece
por inúmeras vezes se torna uma prática chata, sem novidade, prazer mínimo e
que simplesmente não conseguimos nos desvincular.
Problemas no casamento - Há algumas correntes da psicologia que
defendem que a prática da masturbação pode ser prejudicial à vida conjugal
futura, quando um jovem acostumado à rápida satisfação sexual por meio da
masturbação acaba por desconsiderar egoisticamente as necessidades de satisfação
sexual da sua parceira, podendo gerar problemas no seu relacionamento sexual e
afetivo. Para, além disto, pode constituir um problema psicológico, quando uma
pessoa adulta prefere obter satisfação sexual unicamente pela masturbação, em
vez de uma relação sexual. A masturbação compulsiva não é uma mera busca
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

ocasional de alívio da ansiedade ou da tensão; torna-se numa prejudicial válvula


de escape da realidade, podendo tornar-se numa dependência psicológica
fortíssima.67

9. Princípios Bíblicos
Após essa exposição, que princípios bíblicos são quebrados com o ato da
masturbação?
Poluição da Mente – A Bíblia nos ensina que nossa mente deve estar cheia
com tudo que é “bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno,
correto, puro, agradável e decente.” (Filipense 4:8) e a masturbação não nos

67
Masturbação. Wikpédia.

38
ajuda nessa tarefa. A grande questão está aqui. É possível se masturbar sem que
venha à mente pensamentos indecentes? É! Mas dificilmente conseguiremos isso
mais do que duas vezes na vida. Até porque são estímulos sexuais (imagens,
situações ou até conversas) que suscitam em nós o desejo de se masturbar.
Anti-sexo – Assim como a pornografia, a masturbação é anti-sexo, pois o
foco não é o amor ao próximo (a esposa no caso). Deturpando o propósito de
Deus para o sexo. Se Deus fez nossa sexualidade para melhor entendermos nossa
relação com Ele (amor a Deus), um prazer sexual solitário não nos ensinará o
quanto é ou será bom nossa UNIÃO com Deus.
Liberdade – alguns podem argumentar que a culpa trazida pela
masturbação vem da pressão social, contudo imaginemos que fosse provado que
masturbação não é pecado e que não tem problema algum, o que aconteceria?
Vicio, a grande maioria dos homens cristãos seriam viciados nessa prática. Porque
se com tanto luta ainda há pessoas ferozmente presas a essa prática sem sentido,
imagine não havendo instrução. O sangue de Jesus não nos torna completamente
livres do pecado nesta terra, mas nos liberta da escravidão e nenhuma prática ou
vício advém do Espírito, afinal um dos Seus frutos é domínio próprio.

10. Dicas
A maioria das dicas dadas em Pornografia são válidas para a Masturbação,
mas agora daremos algumas mais específicas.
Banheiro – o banheiro é certamente o maior problema. Sendo assim, evite
ficar muito tempo no banheiro, tome banho de porta aberta, leve um sonzinho e
coloque músicas evangélicas. A adoração inibe a masturbação, é quase mágico.
Por quê? Porque louvores a Deus não combina com os pensamentos que vêem
com a masturbação.
Erro – Admita que é um erro e se confesse. A racionalização é muito mais
forte na masturbação do que na pornografia. Lembre-se: é possível se libertar
dela, ore e peça forças, assim como, clame por perdão quando acontecer.
Vale tudo – no fundo, todas as alternativas valem a pena para se livrar.
Muitos crentes fiéis no desespero para vencer a batalha colocaram duras punições
sobre si mesmos com o intuito de parar. Ora, se a Bíblia nos manda arrancar o
membro fora para não pecar (mesmo sabendo que o sentido é figurado), vale
tudo. Mas cuidado, pense bem antes de tomar alguma decisão.
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

11. Exceções
Existe alguma situação em que ela não é pecado? Sim!
1º Se masturbação é “esfregar com as mãos” não há nada de errado de
esfregar as mãos na nossa esposa. Alguns chamam excitação manual na mulher de
masturbação, se essa mulher for a esposa, não é pecado. Porém preferimos
entender que esse ato é muito mais uma parte da relação sexual do que a
masturbação em si.
2º Curiosidade inicial, não creio que a primeira vez em que um adolescente
se masturbe seja pecado, porque é um mero conhecimento. Mas é claro que tem
que tomar muito cuidado com as próximas vezes porque dificilmente será a
curiosidade o incentivo.

39
3º Se masturbar sem pensar em nada! Porém é tão improvável que
preferimos desconsiderar. Alguns começam dizendo, “vou pensar em nada”, mas
acaba não dando certo e para atingir o prazer, acabam pensando.

12. Mini-Acamp
No final deste módulo é interessante organizar um Mini-Acamp com o
intuito de marcar esse módulo e ser uma espécie de grande comemoração pelo fim
do pequeno grupo. Sendo assim, é interessante que você leia o encontro 10 essa
semana, discuta com os outros líderes, comece a planejar e divulgar esse dia.

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

40
Sexo no Casamento
Encontro 07

Objetivo da Aula
Mostrar o ideal de Deus para o sexo no casamento.

1. Frase de Fundo
“Confiar em si mesmo é o primeiro passo para a queda”68
SexxxChurch

2. Duplas em Funcionamento
Cheque com o grupo, as duplas que se confessaram e conversaram sobre a
aula durante a semana, reforce isso toda aula.

3. Onde surgiu o Casamento?


No início da sociedade os homens viviam num mundo hostil e perigoso à
sua sobrevivência. Para se tornarem mais fortes, as famílias eram unidas em clãs,
porém a confiança era um sério problema entre eles. Para que a convivência fosse
possível, eles começaram a casar os seus filhos. Desta forma, seria mais difícil que a
o homem traísse, roubasse ou matasse membros da família de sua própria esposa.
Com essa estratégia, os clãs foram ficando mais fortes, englobando o maior
número possível de famílias em seu poder.
Havia contratos de casamento, registrados em papel ou algo semelhante,
que descreviam os direitos, obrigações e forma de partilha de herança da nova
família. Como desde o início o homem se importou com o seu lado espiritual,
transcendental, também havia uma parte “mística” na cerimônia de casamento.
Assim, após satisfeita a parte legal do casamento, decidiam as questões espirituais,
escolhendo que deus a nova família iria seguir. Conseqüentemente alguns
abdicavam de seus deuses para seguir a um deus “mais forte”, geralmente o do
clã mais poderoso. Assim a sociedade se organizou e saiu do estado barbárie.69

4. Casamento tem que ser Público, pra ser Válido?


Por que o casamento é público? É realmente necessário casar para uma
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

união estável? A cerimônia de casamento foi uma “invenção” da sociedade, pois


Adão e Eva não se casaram, porém algumas práticas de nossa sociedade são
inspiradas por Deus, materializadas pelo homem, aprovada por Deus e
posteriormente confirmadas na Sua Palavra como sendo a Sua própria vontade.
Como argumentos possuímos passagens como o “milagre de Jesus num
casamento” (Jo 2:1-11 – onde Ele iniciou Seu ministério, não escolheria tal
cerimônia se não a aprovasse); e várias passagens que se ferem ao casamento: Dt
7:3; Hb 13:4; I Co 7:27 e etc.

68
12 Passos, disponível em http://sexxxchurch.com/?page_id=18/, acesso em: 23/04/08.
69
SIMAS, Marcos, Carta a Otto.

41
Um dos elementos essenciais para entendermos a ação de Deus no nosso
meio é a compressão da palavra “povo”, tanto utilizada na Bíblia. Deus se
relaciona com esse povo através de pactos e alianças. São inúmeros os textos que
falam de povo, de corpo, de comunidade, de testemunho público, de compartilhar.
Deus sempre teve Suas ações muito mais ligadas ao contexto e realidade do
povo como um todo. São poucas as ações privadas, íntimas e exclusivas em prol de
um único indivíduo. É bem verdade, que hoje, parecemos privilegiar mais o que é
só nosso. Inclusive Deus, queremos que Ele seja só nosso.
O casamento é a união de duas pessoas diferentes que se juntam e formam
uma só pessoa, uma pessoa nova, ainda desconhecida do povo de Deus. E assim
como no batismo, onde um novo membro é apresentado à família cristã de forma
simbólica, o casamento é também um batismo onde um novo membro, composto
por duas pessoas, é apresentado ao povo. No recebimento de novos membros
existem dois elementos básicos, além da representação da ingressão na família de
Deus. Primeiro a alegria de expressar o que Cristo fez na nossa vida e segundo a
responsabilidade de colaborar com o corpo, um compromisso assumido
publicamente. E no casamento tamém existem esses dois elementos a alegria da
nova união, para os noivos e para os presentes e o compromisso de fidelidade para
com aquele relacionamento, assumido perante todos os presentes.
Afirmar isso significa que casar sem cerimônia é pecado? Não! O valor da
cerimônia é mais importante do que a sua realização. A impossibilidade de batizar
alguém não o impede de entrar na família de Deus.
“Falando mais praticamente, é dentro desse ambiente de obrigações
mútuas, gerado pela Aliança que a igreja empenha sua concordância, bênção e
apoio, na busca de viabilizar o sucesso daquela união. Quando a igreja encara
corretamente a importânica e dificuldade de um casamento ocorre um profundo
envolvimento em todas as etapas daquele novo relacionamento; na aprovação do
namoro, no acompanhamento do noivado e no compromisso como parte do pacto
assumido entre os dois. No Reino não há muito espaço para lares fechados, para a
tão festejada privacidade (quando entendida como isolamento) moderna.”70
E é nesse contexto de união que o sexo é inserido, para melhorar a
unificação do casal. Para melhor entendermos como o sexo ajuda nisso, vejamos a
seguir o que o sexo significa para o homem e para a mulher.

4. Sexo para o Homem71


SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

Não iremos entrar em muitos detalhes neste assunto, pois o casamento não
é o nosso foco e sim a pureza sexual antes de chegarmos a ele. Porém cremos que
entendê-lo é uma poderosa ferramenta para obedecermos e nos guardarmos,
hoje!
1. Satisfaz seu instinto sexual – o impulso sexual do macho, em qualquer
espécie, geralmente, é mais forte e no homem é quase constante. Deus
determinou que o homem fosse o fósforo, o cabeça quente, o que começa a
esquentar a relação. A imensa produção de sêmen e espermatozóides precisa ser
liberada, a retenção desse material gera frustração e afeta o seu bem-estar

70
AMORESE, Rubem Martins, Sexo Antes do Casamento.
71
LAHAYE, Tim e Beverly, O Ato Conjugal, Belo Horizonte: Betânia, 1980. p. 27-36.
Aconselhamos veemente a leitura do capítulo 2 e 3 para a ministração dessa aula.

42
psicológico e físico. O instinto sexual está associado a sua função como marido,
assim como, na cama, ele domina, lidera, tem iniciativa, se não for atendido em
seu instinto sexual sua tendência será não liderar e também não ter iniciativa em
outras áreas da casa e do relacionamento.
2. Satisfaz seu senso de masculinidade – homem satisfeito sexualmente é
um homem auto-confiante também para outros aspectos da vida. O efeito mental
no homem, de que ele tem sucesso em satisfazer a sua esposa, mexe com ele a
ponto de deixá-lo confiante para resolver e ter sucesso em outras questões.
Geralmente o ego do homem o influencia mais do que o da mulher.
3. Aumenta seu amor pela esposa – apesar do sexo ser algo
extremamente prazeroso, apenas o casamento possibilita o prazer maior:
consciência limpa e relaxamento. O impulso sexual do homem só pode ser
liberado pela masturbação, polução e relação. E a última é a mais prazerosa,
porém não tanto se satisfeita fora do casamento, pois o prazer finda com o ato
sendo rapidamente substituído pelo medo e pela culpa. Só o casamento possibilita
um prazer e alívio biológico junto com uma profunda alegria mental, ocasionando
num maior amor à esposa. Que homem satisfeito viraria os olhos pra outra? Se
alguém tem uma Ferrari por que procuraria um Uno?
4. Reduz as tensões no lar – como dissemos, a liberação do instinto causa
um impacto no humor do homem, tornando-o menos irritável, mais tratável
minimizando assim os pequenos conflitos.

5. Sexo para a Mulher72


1. Satisfaz seu senso de feminilidade – uma mulher satisfeita pelo marido
possui uma boa aceitação de si mesma como mulher desejável e parceira.
2. Assegura-lhe o amor do marido – é através do sexo que a mulher
entende, percebe e recebe o amor do marido em vários ângulos: de forma
romântica (quando declarações lhe são feitas, na preparação para o sexo, durante
e depois de uma experiência prazerosa); companheirismo (pois sente que ela e o
marido são um); carinho (quando o marido a toca mentalmente, emocionalmente
e fisicamente através de um sexo cuidadoso e gostoso);
3. Satisfaz seu impulso sexual – diferentemente do homem o impulso da
mulher cresce com o tempo e com boas experiências ao longo do relacionamento,
e quanto mais tempo maior a sua sede por sexo.
4. Proporciona relaxamento do sistema nervoso – quando o instinto é
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

saciado a mulher fica mais calma e mais feliz diminuindo sua ansiedade e
dificuldade com pequenos problemas em casa.
Enfim o sexo serve para gerar no homem e mulher a continuidade do
relacionamento facilitando a convivência usando-o como ferramenta para ajudar a
suportar as agonias do dia-a-dia e também para ajudar o casal a entrar num nível
de conexão emocional, intelectual e físico únicos.
Quando o casal é sexualmente satisfeito o casal possui uma unidade muito
maior. Uma das perguntas mais utilizadas em aconselhamentos para casais é:
“Como está a vida sexual?” Por que o conselheiro pergunta isso? Porque ele sabe

72
LAHAYE, Tim e Beverly, O Ato Conjugal. p. 28-48.

43
que o sexo escasso ou insatisfatório é o primeiro sinal de que o casal está com
problemas em outras áreas.
Uma boa vida sexual transforma a proposta do adultério em algo
praticamente insignificante.73 Lembre-se do exemplo da Ferrari.

6. Pode ou não Pode?


Para falar de sexo precisamos levar em consideração um ponto: dentro do
casamento sexo é abençoado por Deus. Isso significa que quando você for casado,
você poderá fazer sexo a cada momento, em cada canto da sua casa e isso será
benção de Deus.
A Bíblia tem como foco nos instruir a respeito da nossa fé. Alguns
elementos práticos da nossa vida sexual, podemos buscar em outras fontes como
livros, psicólogas e etc. Mas lembre-se que nenhuma informação adquirida fora da
Bíblia será válida se for contra um princípio bíblico.
Não existe um manual para o casal instruindo como chupar isso, pegar
naquilo, sentar assim, se todos os dias têm sexo ou 2 vezes por mês, quem procura
quem, se posso acordar meu marido acariciando-o, se posso beijar minha esposa
de madrugada, se posso grudar ela na cozinha etc.. Não, não existe, o que existe é
apenas o bom senso via palavra de Deus, utilizando-se de princípios contidos nela:
1º) A mulher é simbolizada pela palavra de Deus como “igreja” e seu marido
como o “noivo”, sendo assim, você deve amar sua “igreja” e respeitar, isso é um
ponto essencial.74
Sabendo dessas coisas quais são as diretrizes dos princípios bíblicos para na
área sexual? Como saberemos o que pode e o que não pode?
2° Harmonia e Respeito – o principal parâmetro é o respeito do homem
para com a mulher e vice-versa. Assim o consentimento mútuo é a principal
orientação para o que pode fazer no casamento. Bem-vindos ao mundo do
respeito e da CRIATIVIDADE.
3º Propósito x Bem-estar – tudo aquilo que prejudica o nosso corpo não
pode ter sido planejado pelo Seu Criador. Seguindo esse princípio, sexo vaginal é
permitido assim como o oral é permitido. Alguns acham o sexo oral sujo por
colocar a genitálias em contato com a boca, porém os estudos mostram que se
existe alguma coisa suja no sexo oral não é a genitália, mas a boca! Ela é um dos
lugares onde temos mais bactérias no corpo. Todavia, os médicos afirmam que não
há problema biológico no sexo oral caso não haja o risco de DST. Já o sexo anal,
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

praticado muitas vezes, pode produzir incontinência fecal (dificuldade de reter as


fezes)75, além da mucosa do ânus ser mais frágil aumentando o risco de
machucados e até hemorragias. Sendo assim o sexo anal é prejudicial ao corpo,
indo assim de encontro aos propósitos de Deus.
4º Testemunho Cristão – se a fantasia do casal não ferir o testemunho
deles também não há problema. Nesse item entra a questão do Motel. Caso o
carro seja reconhecido isso pode escandalizar e gerar complicações para o casal,

73
PIPER, John, Satanás Uso o Desejo Sexual.
74
Faça Sexo, Faça Amor, Goze esse Prazer, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=230,
acesso em: 18/06/08.
75
Sexo Anal, disponível em: http://www.sexocristao.com/faq/faq.asp?CATE=#22,%2011/03/08,
acessado em 25/04/08.

44
mesmo casados! E nesse item se inclui relações em público ou locais que não
prezam pela intimidade do casal.
“Mas tenham cuidado para que essa liberdade de vocês não faça com que
os fracos na fé caiam em pecado. Porque, se uma pessoa que tem a consciência
fraca neste assunto vir você, que tem “conhecimento”, comendo alimentos no
templo de um ídolo, será que essa pessoa não vai querer também comer alimentos
oferecidos aos ídolos? Assim este cristão fraco, este seu irmão por quem Cristo
morreu, vai se perder por causa do “conhecimento” que você tem. Desse modo,
pecando contra o seu irmão e ferindo a consciência dele, você estará pecando
contra Cristo.” (I Coríntios 8:9-12) O contexto está falando de comida oferecida à
ídolos, porém o princípio ensinado no texto é para questões secundárias da fé, que
alguns possuem uma visão mais fundamentada dos princípios bíblicos e outras que
ainda não conseguem compreender a liberdade do evangelho em certas áreas, isso
inclui a área sexual. É interessante notar que o texto fala que se ferirmos a
consciência do nosso irmão estaremos também pecando contra Deus. Sendo assim,
se ir ao Motel pode ser um risco à consciência de algum irmão, evite! Cada caso é
um caso.
Deus fez o sexo para ser vivenciado de forma criativa no casamento não
existe orientações claras para o sexo entre marido e mulher, Deus deixa bem
aberto ao casal. Se crescerem saudavelmente nesta área certamente será uma
fonte de muito prazer e felicidade.

7. Mini-Acamp
A essa altura, os líderes já devem ter discutidas as linhas gerais do Mini-
Acamp como: lugar, dia, horário, transporte e etc. Assim podemos divulgar pro
grupo e ver se há disponibilidade com relações as decisões que foram tomadas
pela liderança. Dependendo do que o grupo disser, faça as alterações no dia ou
lugar. Divulgue e instigue para que realmente criem uma expectativa por esse
momento.

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

45
Sexo Pré-Conjugal
Encontro 08

Objetivo da Aula
Conversarmos abertamente sobre o sexo pré-conjugal fornecendo-lhes
motivos porque se preservar.

1. Frase de Fundo
“O sexo antes do casamento é um estupro recíproco. Um estupro
conseguido não pela violência física, mas pela violência persuasiva de quem,
muitas vezes explora a carência afetiva e/ou ingenuidade de outra
pessoa.”76
Rubem Martins Amorese

2. Duplas em Funcionamento
Cheque com o grupo, as duplas que se confessaram e conversaram sobre a
aula durante a semana, reforce isso toda aula.

3. Definição
Onde está fundamentada essa idéia de só poder ter relação no casamento?
Para responder a essa pergunta precisamos analisar alguns textos. Primeiro
veremos Gênesis 2:24. Pense bem, Adão e Eva não tinham pais, porque então
Deus disso aquilo para eles? Porque Deus estava estabelecendo um princípio para
os seres humanos. A intimidade que foi dada ao primeiro casal ocorrer depois
dessa separação da casa dos pais. Deixar pai e mãe e formar uma só carne com
nossa esposa, isso implica em ter condições sociais, financeiras e emocionais para
termos total independência e autonomia.
Outro texto é II Coríntios 11:2: “O mesmo zelo que Deus tem por vocês eu
também tenho. Porque vocês são como uma virgem pura que eu prometi dar em
casamento somente a um homem, que é Cristo.” O texto está fazendo uma
comparação entre a pureza de uma virgem (o cuidado que se tem com ela até o
dia do casamento) e o zelo que Paulo tinha com suas ovelhas. Sendo assim fica
claro que o ideal de Deus para o casamento é que ambos se conheçam
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

sexualmente no casamento. A virgindade era o símbolo do casamento no AT. A


cerimônia de casamento durante 7 dias e o casamento era consumado quando o
marido trazia o lençol sujo de sangue para os convidados atestando que a
virgindade foi tirada.

4. É Muita Pressão, mas Por Quê?


A seguinte idéia parece um disco quebrado em nossas igrejas: o sexo, hoje
em dia, está em todos os lugares, nas ruas, nas propagandas, nos eventos sociais,

76
AMORESE, Rubem Martins, Sexo Antes do Casamento, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/amorese_s_antes_casamento.pdf. acesso em
07/03/08.

46
somos constantemente pressionados. Todos já sabemos disso! Talvez seja mais
eficiente se enfocarmos as conseqüências desse bombardeio.
Para entendermos a pressão de se manter virgem, precisamos primeiro
entender como é ser adolescente, afinal a pressão para experimentar uma relação
sexual, nesta fase, é absurda, alguém duvida? Que rapaz cristão não foi um dia
chamado de “frango” por que não quis beijar uma determinada menina, namorar,
ficar ou etc? A adolescência é o início do processo de identidade e para que cada
um possa achar a pessoa que é, precisa se desligar um pouco dos ideais da sua
casa da infância e dos familiares para buscar novos mundos, procurando a verdade
e a mentira dentre tantas testemunhas. Nessa difícil jornada eles (os adolescentes)
precisam de um apoio para substituir o conforto da casa dos pais em quanto está
“pela estrada a fora”. Onde encontramos isso? Nos amigos, colegas e grupinhos.
Mas esses grupos de adolescentes andam em conjunto, em volta dum mesmo
interesse, para se manterem na turma é preciso, inconscientemente, ter idéias
parecidas ao do grupo.
Como o adolescente ainda não sabe quem ele é, precisa de um retorno de
suas atitudes, e esse retorno é encontrado na opinião dos amigos. Essas novas
realidades lhes são muito tentadoras pois ainda não se conhecem na área sexual.
O adolescente está fazendo teste com a vida, que desconhece, e com outras
pessoas que também não a conhecem.77 Perigo na certa!
E qual é a razão de tanta explicação? Essas pressões parecem nos sufocar
nos levando a pensar que ser diferente é errado. Se todo o resto do mundo já fez
sexo ou não procura se manter puro, parece que nós somos os errados. Imagine
que numa sala de 100 pessoas apenas duas discordam do resto da sala, o que
aconteceria com essas duas? Primeiro todo o resto da turma iria olhar com total
desaprovação, deixando-os com vergonha. Segundo, talvez algum desses dois
desistisse de sua opinião, pensando ter algo errado em seu raciocínio. Se assim
fosse o que faria a única pessoa em 100 ficar com sua opinião? A certeza de suas
convicções e que há outras 100 pessoas que o apóiam, não na sala, mas em outro
meio em que a situação se inverte, onde 99 concordam com ele e apenas um
discorda. Eis a importância de estarmos firmes em nossas igrejas e em comunhão
com Deus.
Ser virgem é certamente um milagre, porém é também uma benção que
será desfrutada no casamento de forma muito boa! Pode ter certeza.
Visando ajudar cada um a ter firmes convicções como a pessoa da história é
que agora vamos tratar os danos de não esperar e as razões porque esperar até o
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

casamento.

5. Danos
A maioria dos danos de quando fornicamos parecem muito extremos
porque sempre temos a tendência de achar que não acontecerá conosco. Porém, a
misericórdia de Deus é exercida pra quem Ele quiser, se errarmos e Ele não quiser
exercê-la não podemos reclamar, pois estamos enfrentando as conseqüências dos
nosso erros. Vamos das mais drásticas às mais sutis:

77
LACERDA, Catarina de Oliveira Pasin de, e LACERDA, Milton Paulo de, Adolescência, Problema,
Mito ou Desafio?, Petrópolis: Vozes, 1998. p.37.

47
A. DST – certamente já ouvimos falar muito sobre doenças sexualmente
transmissíveis e esse é um risco de quem tem uma vida sexual desregrada.
Precisamos confessar que será muito difícil sermos contagiados por essas doenças
se a nossa relação foi com uma menina virgem. Mas se não cultivarmos os outros
valores trabalhados até aqui, poderemos ter sérios problemas. Afinal ninguém
nunca conhece profundamente a realidade sexual de alguém.
Lista de algumas dst’s: AIDS, Herpes, Sífilis, Gonorréia, Clamídia,
Papilimavírus Humano, Tricomoníase, Pediculose Pubiana e Hepatite.78 Dais quais
iremos tratar rapidamente as 3 primeiras.
AIDS: é causada por um vírus conhecido como HIV (Vírus da
Imunodeficiência Humana). O HIV ataca certos glóbulos brancos. O vírus é
transmitido por meio da troca dos fluidos do corpo (sêmem, sangue e produtos
derivados). A fornicação sexual é uma das principais formas de transmissão da
doença. Outros modos são por sangue contaminado e transfusões. O uso de
drogas injetáveis usando agulhas contaminadas, ou profissionais da área da saúde,
como enfermeiros e médicos, que acidentalmente ferem-se com uma agulha ou
algum outro instrumento são também outros modos de infecção.
Sintomas: A AIDS pode ficar incubada em um organismo durante dez anos
ou mais, sem manifestar nenhum sintoma visível. A doença debilita o sistema
imunológico, permitindo que outras doenças ataquem o organismo. Com o
sistema imunológico debilitado, a pessoa pode contrair câncer, pneumonia,
infecções na pele, e outras doenças. O vírus da AIDS pode ser detectado por meio
de exames de sangue. A maioria das pessoas que está infectada ainda não sabe
disso, pois os sintomas ainda não apareceram. Enquanto isso, ao se relacionarem
com múltiplos parceiros, podem estar transmitindo a doença para outras pessoas.
Notas: A AIDS é considerada uma doença fatal. A morte vem por meio das
complicações e de doenças oportunistas que atacam o organismo com a
debilitação do sistema imunológico. Normalmente, a pessoa não morre
diretamente de AIDS, mas de alguma doença oportunista. Essa doença é assassina.
Como o vírus tem muitas mutações, a cura parece ser virtualmente impossível.
Quando uma cura for encontrada, o vírus simplesmente passará por alguma
mutação e continuará matando. A AIDS é uma praga mortal que deve ser evitada
a todo custo.
O governo afirma que a camisinha nos proteje contar a AIDS, porém é
comprovado que a camisinha tem apenas 95% de eficiência,79 será que essa
porcetagem é o suficiente para uma doença tão terível? Sem falar que nenhum
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

médico aconselharia a termos relação com um aidético, nem com 3 camisinhas.


Herpes: Uma contaminação viral contagiosa que afeta a região genital e a
boca em homens e mulheres. Existem duas variedades de herpes, a genital e a
labial, causadas por dois vírus diferentes.
Sintomas: Feridas ou bolhas doloridas que aparecem de tempos em tempos
na boca, nos genitais, nas nádegas e nas coxas, mal-estar geral, dores musculares,
corrimento vaginal, dor ao urinar, dor durante a relação sexual, coceira, e

78
YUSKO, Alan, Estudo Completo sobre Fornicação, disponível em:
http://www.sexocristao.com/ver-destaque.asp?id=149, acesso em: 11/03/08.
79
REIS, Gildásio, O Mito do Sexo Seguro, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/mito_sexo_seguro.htm, acesso em: 07/03/08.

48
crescimento de caroços com pus na virilha. Os sintomas geralmente são mais
fortes durante a primeira erupção. Inicialmente, costumam ocorrer ardor, coceira e
vermelhidão. Em poucos dias, formam-se úlceras muito doloridas. Normalmente,
as feridas começam a cicatrizar e desaparecem entre uma a três semanas. A
ocorrência de novas erupções depende de vários fatores, como estresse, fadigas e
causas emocionais.
Nota: A herpes é muito contagiosa e atualmente, na América do Norte,
uma dentre cada seis pessoas tem a doença. Como é uma doença virótica, o
sistema imunológico luta contra ela, mas o organismo pode ficar debilitado e sob
risco de contrair outras infecções e doenças. Não existe cura para a herpes. Uma
vez que a pessoa contraia a doença, precisará conviver com ela pelo resto da vida.
No entanto, os medicamento, prescritos pelo médico, ajudam a minimizar os
sintomas. A herpes não é uma doença fatal, mas é infectuosa e causa desconforto,
pois as feridas são doloridas. É melhor evitar.
Sífilis: É contraída por contato sexual com uma pessoa infectada com o
vírus.
Sintomas: Variam dependendo do estágio da doença. No estagio inicial:
Aparecimento de vesículas avermelhadas, indolores , geralmente na região genital,
mas também em outras áreas. Se a doença não for tratata, evolui para um
segundo estágio, no qual os sintomas são: Enrubescimento discreto da pele com o
aparecimento de feridas e cascas por todo o corpo, ínguas, sintomas de resfriado
comum, como febre, corpo dolorido, dor de cabeça, fadiga, perda de cabelo em
tufos, crescimento de verrugas na área em volta do ânus. Em estágios mais
avançados ainda, se não for tratada ou curada, após muitos anos, a doença pode
provocar problemas cardíacos, comprometendo a artéria aorta; pode causar danos
no sistema nervoso, provocando paralisia, cegueira e até loucura.
Nota. A sífilis é tratada com antibióticos, como penicilina, eritromicina ou
tetraciclina. No entanto, existem algumas versões que são resistentes às drogas.
Alguns tipos de sífilis podem ser tratados mas outros são incuráveis.
Não queremos tratar das outras pois cremos que essas são suficientes para
entendermos o poder dessas terríveis doenças. Essas doenças pode não apresentar
riscos a você que tem procurado se presevar no nível muito mais profundo mas
nos ajuda a aconselhar nossos amigos que ainda não conhecem a Cristo dos risco
de sua vida desregrada.
Para melhor fixar pense na história e árvore abaixo:
“João é um rapaz cristão que conheceu Maria. Maria é uma menina virgem
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

e João é um rapaz que já teve um pecado sexual em sua bagagem, mas já


se arrependeu e está tudo bem. O pecado de João foi com Zefinha que era
uma menina muito carente que teve vários probelmas ná área sexual e
tinha tido realções com Tunico, Gelárdio e Ademário, além de João.
Gelárdio não era crente e já teve relações com várias meninas.”
Depois disso tudo pensamos existe risco para Maria em dormir uma vez
com João?

49
B. Gravidez Precoce – diferente das doenças a gravidez pode
acontecer na primeira relação. Não precisamos falar muito dos problemas e
dificuldades que trariam uma gravidez precoce (abandono dos estudos, lares
desestruturados, filhos problemáticos, dificuldades financeiras, familiares e etc).
Alguns estudiosos dizem que uma gravidez adianta cerca de 10 anos da vida de
uma garota.80
Foi feita um pesquisa num clínica de mães solteiras com a seguinte
pergunta: “Pra vocês a experiêncial sexual foi agradável, desagradável ou uma
decepção? 50% disseram que foi uma decepção, 30% foi desegradável e
revoltante e 20% foi agradável.”81 Isso só mostra que existe algo errado na
relação fora do casamento, afinal se o sexo foi o maior prazer que Deus nos
proporcionou na terra, porque 80% de desaprovação? Porque está fora do padrão
dEle!
Mas podemos pensar: “Perái rapaz, gravidez? É só tomar
anticoncepcional!” Se uma pílula anticoncepcional é dada a uma garota, antes que
ela esteja fisicamente madura, ela arrisca, primeiro a ter interferência em seu
crescimento normal; segundo... ela se torna mais propensa a desenvolver diabetes;
terceiro, ela pode nunca desenvolver regras regulares em seu sitema reprodutivo.
Quarto, ela pode entrar em depressão. Nunca se deveria dar um pílular a ninguém
com menos de 17 anos.82 A menos que seja por prescrição médica.
C. Culpa Fortíssima – certamente a culpa bate em qualquer cristão que
quebra os princípios de Deus nessa e qualquer outra área. Mas é muito forte na
questão sexual. Uma relação sexual antes do tempo mexe muito com todos os
nosso valores, ideais, auto-estima, auto-imagem e etc. Como vimos, ter uma
relação sexual é muito mais do que um ato físico mas é um evolvimento emocional
muito profundo, assim como suas feridas. Não estamos querendo dizer que não
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

vai dar prazer, vai! Possivelmente lhe dará muito prazer, todavia a culpa que chega
depois, fazendo todo o prazer parecer mínimo! Pode levar muito tempo para que
alguém que passa por essa situação se perdoe pelo o que fez. É um processo lento
e demorado até que o perdão de Cristo seja totalmente compreendido.
D. Registro Sexual – Quando já tivemos uma experiência sexual nossa
mente marca as cenas obtidas tornando a pureza ainda mais difícil de ser mantida.
Imagine um homem louco por sorvete, mas que só teve a oportunidade de comer
sorvetes de marca bem barata. Os sabores desse marca para ele são ótimos, muito

80
REIS, Gildásio, O Mito do Sexo Seguro.
81
Pureza Sexual, disponível em: http://sexxxchurch.com/?page_id=35/, acesso em: 23/04/08.
82
AMORESE, Rubem Martins, Sexo Antes do Casamento.

50
bons, a melhor coisa do mundo, mas de repente, ele ouve falar de uma nova
marca: Kibon! E todos dizem que é maravilhoso, porém é caro! No entanto, ele faz
um esforço, junta dinheiro por anos e vai além do seu limite, e compra um pote de
Kibon! Quando ele coloca a primeira colher na boca... nossa, uma experiência
extra-sensorial! Ele vai à lua! Mas não tinha dinheiro para comprar mais sorvete
era muito caro. Como será agora para se readaptar á marca mais barata?
Impossível? Não! Mas certamente muito mais difícil.
Neste ponto gostaríamos de fazer algumas considerações. Virgindade, em
sua essência, não é físico! A virginidade está em nossa mente! Se alguém
experimentou uma relação sexual antes de converter não tem problema, essa
pessoa ainda é virgem! A Bíblia fala: “Quem está unido com Cristo é uma nova
pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo.” (2 Coríntios 5:17)
Aquilo que aconteceu antes da nossa conversão ficou pra trás! Se conseguimos nos
manter puro de lá pra cá, glória Deus, se considere igual à uma pessoa que não
teve relação nunca. É óbvio, que na mente não é a mesma coisa, a ilustração do
sorvete permanece, mas diante de Deus somos puros.
Ainda para aqueles que caíram depois da conversão, o perdão de Cristo
permanece o mesmo! Que maravilhosa notícia.

6. Por que Esperar?


Existem algumas idéias muito interessantes que nos ajudam a esperar pelo
casamento.
Algo Precioso – vimos o quão bom será o sexo no casamento e sabemos
que Bíblia é o nosso manual. Então não temos dificuldade em entender que esta
verdade, não é uma proibição ou negação ao prazer, é na verdade uma proteção
para algo muito precioso83, que trará muito mais prazer se preservado. Imagine um
jantar de família onde todos sem exceção estão presentes. Um das tias sabe fazer
uma torta maravilhosa que todos adoram, mas ela ainda está preparando.
Pergunta: qual a melhor forma de comer essa torta? Com fome! Quando
desejamos comer algo delicioso, decidimos fazer um breve regime para podermos
comer muito! Assim acontece com o sexo, mas estamos na fase do regime!84
Lua-de-mel de verdade – nossa geração não entende, nem entenderá o
significado da lua-de-mel. Quando desfrutamos do sexo com nossa namorada ou
noiva a lua-de-mel perde o seu brilho, afinal, o mais emocionante é conhecer a
pessoa que você mais ama fisicamente e sem culpa alguma. Além do mais, não há
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

novidade, já havia sexo antes, é apenas fazer sexo em um lugar bonito, tem
prazer? Tem! Mas é bem diferente!
Muitos conseguiram se preservar até o casamento e não achei ninguém que
estivesse triste por ter tomado tal atitude, muito pelo contrário, todos voltam
entusiasmadíssimos de suas luas-de-mel. Uma das grandes diferenças entre sexo
no casamento e fora dele e a nossa consciência. No casamento conseguimos nos
entregar completamente sem estar sendo acusado em nossa mente, livres,
inocentes, puros, excitados e prazerosos! Ao extremo e tudo para a Glória de
Deus! Porque Ele assim deseja! Que sejamos felizes na cama com nossas esposas.

83
PIPER, John, Estratégia para Combater o Pecado Sexual.
84
AMORESE, Rubem Martins, Sexo Antes do Casamento.

51
Obediência a Deus – assim como o pecado traz culpa e nos afasta de
Deus, nos manter puro nos colocará mais aperto de Deus! É maravilhosa a
sensação de ter a consciência limpa em nossa sexualidade, nenhum dinheiro vence
a paz de espírito! (Sl 32:2) Certamente estar “limpo” diante de Deus é um grande
incentivo para assim continuarmos. Na verdade o foco do que estamos discutindo,
ou a grande questão, não é a pureza sexual, mas uma luta por manter o nosso
coração leal a Deus, esse é ponto.85 Ficar impuro é antes uma quebrar da nossa
lealdade a Deus.

7. Dicas
Namoro - Certamente o perigo maior está no namoro, por isso vamos fazer
uma dinâmica. Teste de flexibilidade.86 Precisamos reconhecer que o namoro, na
área física, precisa de limites, pois, haverá um momento, por mais que avancemos,
que se formos um pouco mais íntimos, cairemos numa relação sexual. Ou seja,
estabeleça limites claros e não teste-os pois, se testarmos certamente passaremos e
iremos além, muito além dos limites. Os pontos que existem na escala de
flexibilidade são reais (lembre-se do encontro 06 do módulo de Namoro) e
precisam ser observados constantemente.
Conversas – é muito interessante que o casal tenha um relacionamento
aberto na área sexual em questão de conversa. Converse sobre questões sexuais,
alerte sua namorada em que pontos as coisas esquentam e devem ser evitados e
etc. Porém cuidado com essas conversas, conversar demais sobre sexo nos faz ficar
pensando nele e desejando-o mais ainda. Não precisa ter pressa para começar a
falar desses assuntos, porém não os transforme em um bicho de 7 cabeças. O
intuito da conversa é deixar claros os pontos de perigo e respeitá-los e não enfeitá-
los para serem usados.
Seu Desejo, Seu Inimigo – não que o desejo seja ruim, ele é ótimo e será
maravilhoso no casamento mas a fase é de controlá-lo de lutar contra ele. Sendo
assim, o que ele deseja executar, por enquanto, é seu inimigo número um! Não
brinque com ele, não o desafie, não ouça-o, ele lhe engana e lhe vence.
É muito comum enganarmos e misturarmos nosso desejo com a voz do
Espírito. Quando a namorada coloca uma roupinha um pouco mais decotada, que
não é o ideal, mas você deseja, aí pensamos: “Que nada, é normal, isso é coisa da
minha cabeça”. Geralmente a frase “Não é nada demais” não combina com o
Espírito Santo, essa expressão já é uma racionalização para aliviar a nossa
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

consciência de algo errado que desejamos fazer.

85
TAYLOR, Justin, Como Fazer Sexo para Glória de Deus? disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/todas_coisas_sexo_taylor.pdf. acesso em:
07/03/08.
86
Verificar a execução dessa dinâmica no final da lição.

52
Não Confie em Você – Nunca pense que está forte o suficiente.
Sexo Não é Tudo – reconheça que sexo não é essencial para nossa
personalidade e plena felicidade. Quantas pessoas são felizes sem terem relações
sexuais? Nossa maior alegria não está no sexo, está em Cristo e mesmo depois de
desfrutarmos dessa maravilhosa experiência precisamos continuar com esta visão.
E ainda melhor, depois do sexo, poderemos melhor compreender a bondade de
Deus, nossa união com nossa esposa e com Ele.
Uma Vida Só - nós só temos uma vida, uma existência, tente pensar com
a grandeza da eternidade que o prazer do momento se tornará muito menor. Será
que é impossível se manter puro? Não, não é, é possível! É possível! Acredite!

8. Mini-Acamp
Neste ponto todos os detalhes já devem estar acertados, pois para alguns
grupos, o Mini-Acamp pode ser na semana que vem (caso tenham decidido dar o
encontro 09 no Acamp). Reforce o que já foi combinando, lembrando todos os
detalhes.

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

53
Teste de Flexibilidade87
O teste de flexibilidade é muito utilizado nas academias para avaliar a
capacidade física dos clientes. Para a realização do teste necessitaremos de uma
caixa de madeira medindo 30,5 cm x 30,5 cm x 30,5
cm, sendo que na parte superior, onde se localiza a
escala, haverá um prolongamento de 26,0 cm e o 23º
cm da escala coincidirá com o ponto onde o avaliado
toca a planta dos pés.
O avaliado sentará com os joelhos estendidos,
tocando a planta dos pés, descalços, na caixa sob a
escala, em seguida posicionará as mãos uma sobre a outra na escala, com os
cotovelos estendidos, e executará uma flexão do tronco à frente, registrando-se o
ponto máximo, em centímetros, atingido pelas mãos.
A tabela abaixo indica qual é a média das pessoas
segundo sexo e idade:
Idade 15 a 19 anos 20 a 29 anos 30 a 39 anos
Sexo M F M F M F
Excelente >39 >43 >40 >41 >38 >41
> média 34-38 38-42 34-39 37-40 33-37 36-40
Média 29-33 34-37 30-33 33-36 28-32 32-35
< média 24-28 29-33 25-29 25-29 23-27 27-31
Fraco <23 <28 <24 <27 <22 <26

Idade 40 a 49 anos 50 a 59 anos 60 a 69 anos


Sexo M F M F M F
Excelente >35 >38 >35 >39 >33 >35
> média 29-34 34-37 28-34 33-38 25-32 31-34
Média 24-28 30-33 24-27 30-32 20-24 27-30
< média 18-23 25-29 16-23 25-29 15-19 23-26
Fraco <17 <24 <15 <24 <14 <23

Sabendo disso confeccione o seu teste encaixando os


níveis: Muito Flexível, Flexível, Pouco Flexível, Rígido e Muito
Rígido dentro das médias, respectivamente de Excelente, Acima
da Média, Média, Abaixo da Média e Fraco. Coloque os níveis
dividindo as categorias entre os centímetros. Pode sair meio caro
essa dinâmica, mas também ela poderá ser utilizada em outros
contextos ou grupos, bastando mudar as categorias da
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

metragem. Veja abaixo fotos da caixa que confeccionamos para


um grupo de Homens entre 15 e 19 anos.

87
Disponível em: http://www.avaliacaofisica.com.br/si/site/021501, acesso em: 25/06/08. Para
maiores dúvidas veja o vídeo em: http://www.youtube.com/watch?v=wfR167iwsl0.

54
Homossexualismo
Encontro 09

Objetivo da Aula
Discutirmos de forma franca o homossexualismo buscando atitudes práticas
para como devemos lidar com ele.

1. Frase de Fundo
“Não existe liberdade no silêncio”88
SexxxChurch

2. Duplas em Funcionamento
Cheque com o grupo, as duplas que se confessaram e conversaram sobre a
aula durante a semana, reforce isso toda aula.

3. Discussão da Atualidade
Creio que homossexualismo89 é assunto mais difícil de ser abordado. A
discussão dele é muito ampla em nossos dias e ao mesmo tempo os materiais que
tratam do assunto, são mais relatos de experiências do que orientações práticas de
como lidar com o assunto. Muitas vezes ficamos sem rumo, sem saber o que
pensar e o que fazer. Certamente a parada gay de São Paulo (a maior do mundo,
chegando a atrair 5 milhões de pessoas) tem mexido muito com a cabeça das
pessoas nos forçando à ter uma postura sobre eles. Cada vez mais pessoas
homossexuais estão mais perto de nós, na sala de aula, na igreja, na família e etc.
O que os líderes desse movimento desejam é que um gay seja socialmente
aceito como qualquer outro ser humano heterossexual também é, sem as
represálias, sem constrangimento. Todavia, nesse anseio de querem respeito, pois
nesse aspecto qualquer pessoa merece respeito, eles englobam a opinião como um
desrespeito. O movimento gay tem trabalhado para com que quem não é gay se
sinta preconceituoso em não querer divulgar isso como corriqueiro. E como fazem
isso? Banalizando, divulgando, trazendo aquilo que estava escondido para fora,
mostrando que é mais comum do que se pensava. Essas ações acabam por
confundir nossas cabeças. No meio evangélico parece que há certo medo em se
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

falar da questão, com a possibilidade de parecer homofóbico e etc.


Alguns países legalizaram o casamento gay e aqui no Brasil existem algumas
igrejas que estão começando não só a aceitar os gays como defendê-los em sua
escolha.
Um dos objetivos desse encontro é mostrar que existe uma enorme
diferença entre o respeito e amor pela pessoa, seja ela hetero ou homo, e
concordar com as posturas e atitudes de um homossexual.

88
O Silêncio Mata, sexxxchurch.
89
Precisamos entender homossexualismo aqui como par homens e mulheres.

55
4. Pecado ou Inato?
O questionamento que está no centro da questão homossexual é: o
homossexualismo é de nascença ou fruto de uma escolha? (deixe o grupo discutir)
Existem muitas pesquisas genéticas nessa área tentando provar que o
homossexualismo é biológico e por isso irreversível porém nenhuma delas é
conclusiva. A neurociência afirma que a tendência homossexual é formada no
útero da mãe.90 Já alguns psicólogos e psiquiatras afirmam que a origem está no
seio familiar e nas influências da sociedade, colocando os homossexuais como
fruto do meio, portanto reversível.
Antes de continuarmos precisamos entender que a nossa fé está baseada na
Palavra de Deus acima de qualquer ciência. Nossa fé nos motiva a ir além da nossa
razão por causa de nossa experiência com Deus e certeza de Sua bondade, e por
isso podemos crer em coisas que não vemos. Lembrando que a Bíblia é a nossa
única regra de fé e prática, precisamos olhar o que ela fala sobre o assunto. Crer
que é de nascença, genético é ir de encontro com a Palavra de Deus, pois coloca
algo que a Bíblia afirma como pecado numa situação de imutabilidade e de
inocência, afinal se o homossexualismo é de nascença como mudar algo biológico?
Levíticos 18:1-3 e 22 – “O SENHOR Deus mandou Moisés dizer aos
israelitas o seguinte: — Eu sou o SENHOR, o Deus de vocês. Não sigam os
costumes do povo do Egito, onde vocês moravam, nem os costumes do povo de
Canaã, a terra para onde eu os estou levando. Não vivam de acordo com as leis
desses povos. Nenhum homem deverá ter relações com outro homem; Deus
detesta isso.”
O texto começa dizendo que Deus quer um povo escolhido, separado,
santo, diferente dos outros e uma das diferenças do povo de Deus para os povos
vizinhos era o fato do homossexualismo não ser aceito.91
Romanos 1:24-27 – “Por isso Deus entregou os seres humanos aos desejos
do coração deles para fazerem coisas sujas e para terem relações vergonhosas uns
com os outros. Eles trocam a verdade sobre Deus pela mentira e adoram e servem
as coisas que Deus criou, em vez de adorarem e servirem o próprio Criador, que
deve ser louvado para sempre. Amém! Por causa das coisas que essas pessoas
fazem, Deus as entregou a paixões vergonhosas. Pois até as mulheres trocam as
relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as
relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros.
Homens têm relações vergonhosas uns com os outros e por isso recebem em si
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

mesmos o castigo que merecem por causa dos seus erros.”


O texto diz “até as mulheres” porque no mundo grego homossexualismo
era amplamente aceito, pois considerava a mulher como ser inferior, assim,
homens se relacionavam com homens normalmente. Todavia o lesbianismo não
era comum.
Tendo a verdade obtida no Velho e no Novo Testamento não temos negar
o pensamento de Deus à respeito do homossexualismo, é pecado e Deus não

90
HOUZEL, Suzana Herculano, O Cérebro em Transformação, Rio de Janeiro: Objetiva, 2005. p.
29
91
UKLEJA, P. Michael, A Homossexualidade e o Antigo Testamento, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/homo_at.htm, acesso em: 07/03/08.

56
gosta. Sendo assim, não podemos crer que algo vem de nascença e que por isso é
imutável.

5. Contenção dos Radicais


A grande maioria dos textos evangélicos que tratam sobre o
homossexualismo, está preocupada apenas com o ponto que acabamos de ver:
afirmar que o homossexualismo é pecado e que eles estão errados. Preocupam-se
bastante em firmar uma forte oposição a todos os homossexuais que se acham
certos, porém neste ponto precisamos estar prontos para abrir nosso mentes e
começar a ver essas criaturas de Deus com outros olhos.

Primeiro, não cremos na hierarquia de pecados!92 A Bíblia não nos dá


argumentos ou base para crer que alguns pecados machucam mais o coração de
Deus do que outros. Assim como Deus odeia o homossexualismo, Ele também
abomina o “o assassino, o mentiroso” (Salmos 5:6) “o orgulhoso, o que planeja o
mal e o que provoca brigas” (Provérbios 6:16-19), ou seja, Deus nos detesta tanto
quanto detesta os homossexuais.
Segundo,93 sabendo dessa verdade temos duas formas de enxergar os
homossexuais. 1) A maioria dos cristãos evangélicos pode apenas oferecer-lhes a
seguinte resposta: todo pecado é uma escolha, e pelo fato de a homossexualidade
ser pecado, também se trata de uma opção. A menos que possam rejeitá-la,
morrerão. Mesmo que eles não tenham escolhido a homossexualidade, ela ainda é
pecado, e eles serão julgados por Deus por causa de seu problema. 2) Há porém
outra forma de pensar, todos nós estamos condenados a morrer não por causa das
nossas escolhas pecaminosas, mas por causa de Adão que fez com que todos os
que nasceram depois dele já nascessem contaminados pelo pecado (Rm 5:12).
Assim, se cremos como na segunda opção, o que modifica a vida e o
pensamento de um homossexual declarado é também o que muda a vida de um
drogado, um adúltero, um mentiroso. O poder do sangue de Cristo que tudo
pode, até as coisas que parecem mais impossíveis. Não é o fato dele ser
homossexual que o coloca no inferno, mas a realidade de uma vida de pecado.
Assim pecado, por pecado, nós também temos e por isso não somos melhores do
que ninguém.
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

6. Os Tipos de Homossexuais
Agora que nossa mente está mais contida quanto ao pecado do
homossexualismo e menos preocupado em culpá-los e apontá-los, podemos
conversa abertamente sobre alguns tipos de homossexuais e suas origens.
Em contraste com a opinião dos biólogos nós temos as histórias de vida dos
homossexuais. É verdade que a grande, enorme, maioria de homossexuais tiveram
distúrbios em sua infância, ou história de abuso sexual, ou vivência em ambientes

92
A Missão da Igreja frente à Homossexualidade, disponível em:
http://monergimso.com/textos/homossexualismo/missao_igreja.htm, acesso em: 07/03/08.
93
IRONS, Misty, Calvinistas. Pelagianos e Homossexualidade, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/calvinista_pelagianos_homossexualidade.h
tm, acesso em: 07/03/08.

57
suscetíveis ou abertos ao homossexualismo, ou pais ausentes, ou vícios em
pornografia e etc. Porém não é verdade que todos que passam por problemas
como esses se tornam homossexuais. Eu, Daniel Lyra, até agora não li, nem
conheci nenhum caso em que alguém é homossexual tendo uma família
completamente estruturada, uma infância tranqüila e do nada tenha entrado de
cabeça no homossexualismo, eu até conversei com um ex-homossexual tentando
descobrir algum caso, mas até agora não encontrei. O fato de não ter encontrado
não significa que não exista, mas que pelo menos é bem raro. Porém mesmo
sendo raros, são esses os casos mais difíceis de serem tratados pois a pessoa não
coloca pra fora seu sentimento e confusão.
A verdade é que estamos muito mais dispostos a julgar do que a entender.
É mais fácil dizer: “Homossexual safado, tenha jeito de HOMEM!” do que
pararmos para ouvi-lo(a) sentir o que ele(a) passou e partilhar da luta dele(a).
Peça para que cada adolescente ore antes de ler o texto e depois discutam
rapidamente.

Misty Irons – Testemunho94


Nem sempre cri como agora a respeito dos homossexuais. Eu costumava
afirmar que a homossexualidade era uma escolha devida ao desejo sexual
pervertido, incontrolado, e que “orientação sexual” era apenas um eufemismo
político com o intuito de retirar da homossexualidade qualquer senso de
responsabilidade. Além do mais, por saber que a Bíblia condena os homossexuais,
a explicação não era convincente e, além disso, os ativistas homossexuais radicais
tinham adotado uma resolução temerária, de forma que a questão da escolha
parecia estar resolvida.
Cinco anos atrás, dois homossexuais se mudaram para o apartamento
vizinho ao nosso, e tentei estabelecer com eles uma amizade com o propósito de
partilhar o Evangelho. Os dois eram muito educados e excelentes vizinhos, mas
nunca passamos da amizade pro forma e, aparentemente, nada que eu fizesse
poderia ultrapassar a barreira interposta por eles. Dois anos depois, um deles
morreu por complicações relativas à aids, e eu me senti péssima por Deus ter
colocado em meu coração, durante dois anos, que deveria testemunhar para eles,
mas por eu não saber como ajudá-los, um deles morrera sem, talvez, ter
conhecido a Cristo. Além disso, o rapaz que morreu de aids jamais dissera ser
portador do vírus, e senti-me desconfortável pelo fato de ele temer falar sobre sua
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

situação por eu ser cristã (talvez ele imaginasse que eu o julgaria por isso).
Foi por essa razão que comecei a ler livros de autores homossexuais. Eu
queria ver o que poderia aprender sobre a “cultura gay”, e entender melhor como
dialogar com eles. Com a aids se espalhando pelo mundo todo, seu destino eterno
dependia da minha habilidade de não ser tão ignorante, como eu fora com meu
vizinho. Não estava esperando ser iluminada sobre nenhum assunto, de fato,
minha expectativa era ficar bastante desgostosa com o que encontraria. Quanto
mais eu lia, mais convencida me tornava de que eles não escolheram ser
homossexuais. Eu esperava que as pessoas falassem sobre sua curiosidade sexual e
experiências durante a juventude que as teriam levado a trilhar esse caminho, ou

94
IRONS, Misty, Calvinistas. Pelagianos e Homossexualidade.

58
histórias de pessoas molestadas sexualmente, resultando em desorientação sexual
e comportamento autodestrutivo.
Em vez disso, eu li relatos sobre a infância de pessoas que cresceram sob
circunstâncias muito normais num ambiente familiar tradicional — em alguns casos
até mesmo famílias religiosas conservadoras — cientes, já por volta dos quatro ou
cinco anos, de que algo nelas era diferente. Um homem descreveu lembranças de
querer estabelecer um vínculo emocional com outros garotos do curso da escola
de ensino fundamental, e eles retribuíram de forma mais insinuante que a simples
amizade, confundindo-o, por não conseguir entender o que se passava. Ele falou
sobre como, durante o ensino médio, ainda embaraçado e procurando descobrir o
que havia de diferente nele, roubou da biblioteca um livro de fisiologia humana
para saber se lhe faltava alguma parte essencial da estrutura física masculina.
Outro homem disse que todos os seus amigos do ensino fundamental não mais
consideravam as garotas “esquisitas”, mas ele mesmo, ao entrar na puberdade,
por volta dos 12 anos, estava completamente horrorizado ao perceber que
sonhava com garotos no lugar de garotas, e acordava se sentido sujo, doente e
amedrontado com o que acontecia.
Para outras pessoas que passaram por esse período, muito tempo e energia
foram gastos tentando esconder o que passavam dos amigos do ensino médio,
completamente apavorados pela idéia de serem expulsos ou surrados se outros
garotos descobrissem seus sentimentos pelo mesmo sexo. Quando adultos,
devotaram anos para tentar mudar, gastaram milhares de dólares em psicoterapia
ou hipnose, filiaram-se a igrejas fundamentalistas no esforço de enclausurar seus
sentimentos, casaram-se com pessoas do sexo oposto (na esperança de aprender a
gostar delas), e não raro, essas experiências terminaram no fundo do poço, nas
drogas, nas ruas ou em suicídio.
Na noite do domingo passado, recebi uma ligação de um amigo
homossexual que me disse, chorando, que cortaria seu braço direito se isso
pudesse fazê-lo heterossexual. Ele não queria ser homossexual, mas se sentia
incapaz de mudar, e queria saber se valia ainda a pena viver. Todos os meus
amigos e amigas homossexuais sabem que eu sou uma cristã conservadora que crê
na interpretação tradicional do ensino bíblico a respeito da homossexualidade, mas
eles não parecem se importar. O que lhes interessa é que eu ouço suas histórias, e
creio neles quando descrevem suas tentativas de mudança — geralmente o ponto
onde a conversa é interrompida e choramos. Nos últimos dezoito meses tenho
trocado muitos e-mails, conversado ao telefone, partilhado refeições, chorado com
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

muitas pessoas, e conversado até longas horas na noite. Algumas vezes penso que
meus amigos homossexuais estão realmente felizes por eu ser uma cristã
conservadora porque, no fundo do coração, sabem que sua homossexualidade é
um pecado contra Deus. Eles não ousariam crer que Deus pudesse amar alguém
como eles, mas quando vêem que uma cristã conservadora os ama, isto lhes dá
esperança de que talvez Deus os ame também.

6. Como Ajudá-los?
1. Como foi dito, tememos o que não conhecemos. O temor nos levar
ter dois tipos de atitude atacar o que não conhecemos ou nos esconder com medo
de enfrentá-lo. Na primeira situação atacamos os homossexuais, os xingamos, os

59
escanteamos, afirmamos que eles estão errados, e os enchemos de culpa, até
pregamos a Palavra mas estamos mais preocupado com sua conduta do que com
seu coração. Não podemos tacar pedras e depois quando estão feridos no chão,
cheios de culpa falar do amor de Jesus.95
Pra isso precisamos lembrar de alguns fatos: O responsável por mudar a
conduta das pessoas não somos nós é o Espírito Santo, assim como Ele é o autor
da salvação. O homossexualismo é um pecado que aprisiona como qualquer outro,
como o fumo, as drogas, a pornografia, o roubo, a mentira, a bebida que para
alguns leva um certo tempo para se desvincular após a conversão, assim também
será para um homossexual. “Todo pecado que, um dia, fomos completamente
entregues a ele será um luta até morte para nunca voltarmos pra ele.” (opinião de
um ex-homossexual que foi entrevistado) Só um ex-homossexual sabe o quanto é
difícil manter o equilíbrio e só um drogado sabe como é difícil não ceder a
tentação.
É muito interessante notar como Jesus tratou os marginais por causa da
sexualidade como as prostitutas, mulheres socialmente sem valor, porém vivam
perto de Jesus. No entanto, não existe uma só passagem de uma conversa, um
culpa a mais que Cristo coloca, nem uma palavra específica a elas, nada! Cristo
conhecia a vida e fé delas e conseguia enxergar suas almas além de seus pecados.
Não é por menos que a primeira pessoa que viu Cristo ressurreto foi uma ex-
prostituta, Maria Madalena. Jesus andou com os excluídos e rejeitados amando-os,
e aqueles que teoricamente mereciam louvor (fariseus, religiosos da época) foram
cobertos de críticas pelo nosso Senhor. É por isso que o evangelho é loucura.
Lembre-se do texto que lemos, quando você conhecer um homossexual
não se preocupe em dizê-lo que está em pecado, mas se preocupe em falar do
amor de Deus, pois é pelo poder de Cristo que o resto acontecerá naturalmente.
Não deve ser nossa obrigação forçar os outros a seguir à Palavra, mas sim de
orientar às pessoas para o alvo. Assim como Cristo, procure estar perto de
homossexuais, de drogados, dos excluídos porque ficar perto de boas pessoas
qualquer um consegue, é bom para nosso ego, nos traz prestígio.
2. Respeito e amizade, são as melhores armas que podemos dar a eles
para que eles possam ver em nós confiança para se abrirem. O que mais impede
os homossexuais involuntários de serem tratados é o medo da rejeição.96 E nós
somos os responsáveis por esse medo, as nossas brincadeiras, os nossos medos ou
nossos escândalos com esse tipo de pessoa geralmente as afastam e as deixam
inseguras, deixando a impressão que não podem confiar.
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

3. Medo, muitos têm medo de se relacionarem com eles com medo de que
o nosso respeito por eles venha a fazer com que eles se apaixonem por nós. E a
grande pergunta é: e qual é o problema? Muitos se sentem afetados em sua
masculinidade pelo fato de um homossexual ter se apaixonado por nós, mas acho
que isso mostrar que nós o respeitamos e o tratamos como uma pessoa de valor.
Muitos acham que quando um homossexual ama alguém, ele é como um
psicopata que vai nos atacar, nos beijar à força e etc. Mas essa idéia é fruto do não
conhecimento e o medo de se envolver. Dificilmente um homossexual fará isso,

95
Ninguém tem o Direito de Julgar os Outros, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=182,
acesso em: 03/04/08.
96
O Silêncio Mata.

60
em raros casos soltará cantadas. Assim como temos vergonha de se aproximar de
uma menina por não saber se ela gosta de nós ou não o homossexual passa pelo
mesmo problema só que em maior escala porque além do sentimento é preciso
descobrir se o outro também é gay.
4. Tendência do ato, precisamos, por último, diferenciar a tendência do
ato. Muitos garotos são xingados, ganham apelidos por possuírem uma tendência
homossexual. E novamente repetiremos o mesmo conceito, assim como existe
tendência ao suicídio, à bebedeira, à pornografia, à masturbação também
existência a tendência ao homossexualismo, que isso não o faz melhor nem pior
que nós, mas no mesmo barco só que com um problema diferente. E mais uma
vez, a compreensão e a amizade sincera são as melhores maneiras de ajuda que
podemos oferecer, além de nossas firmes orações clamando pelo poder de Deus.
O que damos vazão à partir da tendência é que é o problema.
Também precisamos entender a diferença entre alguém com feito
afeminado e alguém com jeito de homem, porém é gay. Algumas pessoas
possuem um jeito afeminado porque sua única fonte de informação foram
mulheres, sempre viveu com irmãs, mãe, avó ou tias e não teve nenhum padrão
masculino de comportamento. Já alguns gays tiveram, possuem jeito masculino
mas são gays.
Homossexual não é um bicho, mas pessoas, Deus odeia o que ele faz, mas
os ama como pessoas, assim como odeia o que nós fazemos, mas mesmo assim
teve misericórdia e nos salvou. “Deus nos aceita como somos, mas se recusa a
deixar-nos assim, Ele nos quer simplesmente como Jesus.”

6. Mini-Acamp
Acerte os últimos detalhes do acampamento que deverá acontecer na
próxima semana, relembre tudo que foi combinado até aqui: horário de saída,
quantia reservada, o que cada um vai levar, o que devem esperar desse momento
do pequeno grupo e etc.

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

61
Mini-Acamp
Encontro 10

Objetivo
Marcar o fim do módulo, obter um ambiente propício para firmar o pacto e
celebrar as bênçãos obtidas durante o curso.

1. Lugar
Com toda certeza a escolha do local onde isso irá acontecer é fundamental.
Tente escolher um local diferente, que faça com que os integrantes do grupo criem
um real interesse de irem por sre algo inovador.
A liderança pode fazer esse evento de várias formas, com dormida, sem
dormida, numa casa, num apartamento, numa casa de praia e ou em qualquer
outro local fechado. É interessante apenas que seja fechado pela proposta do dia.
O interessante de dormir, é que dormir junto produz experiências muito gostosas,
porém seu grupo pode ter sérios problemas de permissão dos pais, se assim for,
faça uma programação de passar o dia inteiro juntos.
É muito importante escolher um local atraente, mas que também seja de
possível acesso, não adianta escolher algum local que vá além das suas
possibilidades de locomoção ou acomodação.
Enfim, estude suas opções e escolha aquele que for mais atraente e
possível, mesmo que exija alguns sacrifícios.

2. Transporte
Estude a melhor opção de ir para o local desejado: carro próprio, carro de
algum irmão ou até de algum pai ou mãe dos integrantes do grupo e etc. Talvez ir
de ônibus possa ser uma boa opção, os adolescentes curtem essas aventuras. Veja
esse item com muita cautela, para não dar problemas na hora.

3. Viabilidade e Praticidade
É muito interessante que o que seja decidido seja prático para todos e
principalmente para a liderança que já tem tantas coisas para decidir. Ao invés de
fazer um super acampamento onde os líderes fazem tudo, divida as tarefas com o
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

grupo, mais na frente veremos como.

4. Dia e Horário
Veja qual o melhor dia e horário para esse acontecimento. Faça o máximo
para levar a todos, lembre-se de feriados, possíveis provas ou viagens dos
integrantes. Assim como o horário, vai sair a noite, de dia?

5. Alimentação
Elabore um sistema de alimentação para esse momento juntos. Um sistema
muito prático é procurar um local que tenha geladeira e microondas e pedir para
cada um levar a sua própria comida e lá cada um se vira. Lembre-se de talheres,

62
panelas e outras coisas como óleo, sal, açúcar que é muito comum as pessoas
esquecerem. Essas lembranças são relativas ao local e a estrutura que ele possui.
Outro sistema é combinar previamente o que cada um vai levar, fazendo
cada integrante levar um único tipo de comida, mas em quantidade. Porém se
alguém não levar, alguém pode ficar com fome.

6. Pais
É muito interessante que os integrantes do grupo já conversem com seus
pais, prevendo possíveis proibições. Caso isso ocorra, tente você como líder,
conversar diretamente com os pais. Só saia com a autorização dos pais. Um local
seguro e uma boa organização ajudarão os pais a se sentirem mais seguros.
Talvez a programação tenha que ser mudada pelos os líderes terem sido
ousados de mais.

7. Divisão entre os líderes


É importante que as tarefas por cada área desse acampamento seja dividida
entre os líderes, assim como a programação do dia, cada líder pode ficar
responsável por uma ou duas partes.

8. Expectativa dos integrantes


Assim que todas essas coisas acima forem decididas é hora de divulgar e
criar a expectativa que será um momento maravilhoso do Grupo com Deus. Fale
em todas aulas, empolgue-os o tempo inteiro. Faça com que entendam que será
um momento muito precioso e marcante para todos.
Avise-os que não será um momento de diversão, será um momento
especial pela adoração e comunhão com Deus, a piscina, as brincadeiras e as
outras coisas podem fazer parte desse dia, mas com certeza não as priorize.

9. Peça oração
Peça a todos, em todos os encontros que fiquem orando pedindo que Deus
marque esse dia em nossas vidas. Pedindo que o Espírito Santo pouse no lugar e
no dia do Acamp. Ore muito por esse dia, como você tem orado pelo seu grupo.

10. Programa do Dia


SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

Esses elementos da programação do dia, podem ser mexidos, você pode


tanto inserir outros momentos como tirar alguns. Escolha conforme o que achar
melhor.

Possível Aula
Alguns grupos escolhem dar o encontro 09 dentro do acamp para que o
clima já fique melhor para os próximos momentos. Todavia outros escolhem dar
normalmente, se assim for pule esse momento.

Conversa Sexual Franca


Caso você tenha escolhido dar o encontro 09 no acamp basta dizer
aos meninos que nós recebemos a ficha de cada um, procuramos conversar

63
com as pessoas que se identificaram, tentamos mostrar o ideal de Deus para
a sexualidade, vimos o poder do perdão de Cristo e agora queremos abrir
para um momento de libertação. Onde quem quiser poderá falar com pouco
de suas lutas na área sexual e compartilhar com o grupo o que aprendeu e
como está se sentido.
Não tenha medo do silêncio nesse momento, pois muito querem falar,
mas têm muitas barreiras, dê tempo. Fique calado aguardando e de tempos
em tempos encoraje-os a falar, mostrando bastante receptividade. Todavia,
quando ver que ninguém vai falar mais falar, encerre com uma oração.
Todavia, se você decidiu dar o encontro 09 antes do acamp, faça uma
breve revisão do conteúdo do módulo (é interessante usar multimídia,
transparências ou cartazes) e depois prossiga para esse momento.

Música - Vitória da Cruz


Nós confeccionamos um vídeo com a música “Vitória da Cruz” de Dainte
do Trono.97 O Objetivo dessa música é solidificar a idéia que a vitória de Jesus
superar a desgraça de qualquer pecado e que se estivermos firmes nEle o pecado
não é nosso senhor.
Passe o vídeo a primeira vez para que todos possam aprender a letra e a
segunda para que cada um possa cantar com o coração de adorador, como uma
oração ao Senhor.

Pacto
Nós elaboramos um pacto que visa solidificar o compromisso pela
integridade sexual e nossa santidade. Nós confeccionamos camisinhas
personalizadas. Imprimimos esses rótulos abaixo e colamos com fita adesiva larga
em uma camisinha qualquer.

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

A idéia é a seguinte: cada um do grupo deve carregar essa camisinha na


carteira. Por quê? 1º Para todas as vezes que abrirmos a carteira por algum motivo
lembramos do nosso pacto de santidade feito com Deus. 2º Para que outras
pessoas possam encontrá-la ao mexerem em nossas carteiras, se transformando
assim numa ponte de evangelização ou de solidificação ainda maior da nossa
decisão, explicando que esse é símbolo de que a virgindade será guardada para o
casamento.

97
Esse vídeo está disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=F8_2oFXAVtY, acesso em
07/12/2010.

64
Os membros saem do pacto de duas formas: A primeira é casando! O
membro que vai sair tem a obrigação de convidar todos que estavam com ele no
grupo em que fez o pacto, para entregar a sua credencial em algum momento na
semana do seu casamento (muitos têm feito, no mesmo dia do casamento, só que
horas antes) onde será queimada. Não importa quanto tempo o casamento
demorará para acontecer, afinal é um grupo de adolescentes. Mesmo que apenas
um do grupo original vá, a proposta precisa ser mantida. O pacto só termina
quando todos tiverem saído.
A segunda forma de saída, e a mais triste, é quando o pacto é quebrado e
não há arrependimento. Quando algum membro pecar na área sexual, perdendo
sua virgindade ou tendo relação, ele está fora do pacto, a não ser que se
arrependa.
Para muito essa proposta vai parecer muito radical, e por isso é muito
importante primeiro conversar com o pastor da sua igreja e deixá-lo consciente.
Porém entendemos que o mundo utiliza de vários recursos para levar esses
meninos para o pecado e nós estamos utilizando meios materiais para lembrar a
nossa fé e nosso compromisso. Em nossa igreja, no começo surgiram muitos
questionamentos, mas os benefícios e o testemunho daqueles que honraram seus
pactos, vem matando todas as dúvidas.
Alguns podem argumentar que o adolescente pode se aproveitar de ter
uma camisinha na carteira para ter uma relação. Porém cremos que se alguém vai
ter uma relação sexual, não é o fato de ter ou não uma camisinha que o impedirá
de fazer isso, preferimos acreditar que pegar essa camisinha talvez seja o último
alerta do Espírito Santo.
Encerre esse momento com uma oração.

Momento de Agradecimento
Abra agora a palavra para que um cada possa dizer pelo que é grato a Deus
com relação a tudo que aconteceu no grupo.

Música de Agradecimento
Escolha uma música de gratidão para cantar, pode ser com um cd ou mp3 e
fechar esse momento.

Fotos e Lembranças
Selecione as fotos e vídeos de todos os momentos que foram registrados do
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

pequeno grupo e monte um vídeo ou apresentação. Lembra é reviver.

Discussão da Formatura
Para fechar com chave de ouro aconselhamos fazer uma formatura. Essa
formatura pode ter vários formatos, que deve ser escolhido junto com o grupo. A
idéia principal é oferecer um culto a Deus e convidar amigos e familiares para
celebrarmos juntos o que Deus fez na vida dos integrantes.
Se você fizer algo bem feito, um evento bonito, isso criará um expectativa
muito grande nos meninos para chegar esse momento.
Escolha onde vai ser a festa (casa de recepção, na igreja, na casa de alguém
e etc), escolha o estilo (a rigor, lual, informal), elabore uma bonita decoração,
organize uma refeição gostosa e abundante, escolham quantos convidados cada
65
formando terá direito, elabore diplomas e entregue a cada formando, pode ter um
momento de brincadeiras, é interessante ter testemunhos dos formandos, painéis
de fotos e enfim uma bonita festa!
Que Deus o abençoe! Foi maravilhoso lhe ajudar a educar e criar o caráter
de Cristo nas pessoas através desse trabalho, durante esses 5 anos em que passei
escrevendo esse material, mas creio que o trabalho só está começando, pois meu
sonho é que outras pessoas e igrejas, como vocês usem esse material!

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

66
Bibliografia falta houzel
1. 12 Passos, disponível em http://sexxxchurch.com/?page_id=18/, acesso
em: 23/04/08.

2. AMABIS, José Mariano e MARTHO, Gilberto Rodrigues, Biologia dos


Organismos, classificação, estrutura e função dos seres vivos, São Paulo:
Moderna, 1995.

3. A Missão da Igreja frente à Homossexualidade,


disponível em:
http://monergimso.com/textos/homossexualismo/missao_igreja.htm, acesso
em: 07/03/08.

4. AMORESE, Rubem Martins, Sexo Antes do Casamento, disponível em:


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/amorese_s_antes_casame
nto.pdf. acesso em 07/03/08.

5. Contra a Pornografia, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=33, acesso


em 03/04/08.

6. Disponível em: http://www.avaliacaofisica.com.br/si/site/021501, acesso


em: 25/06/08.

7. Disponível em: http://www.sexocristao.com/fa/faq.asp?CATE=#22, acesso


em: 11/03/08.

8. Disponível em:
http://www.virtual.epm.br/material/depquim/animacoes.htm#, acesso em:
09/05/2008.

9. Entendendo a Masturbação, disponível em:


http://sexxxchurch.com/?page_id=39, acesso em: 23/04/08.

10. Faça Sexo, Faça Amor, Goze esse Prazer, disponível em:
http://sexxxchurch.com/?p=230, acesso em: 18/06/08.
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

11. FIGUEIREDO, Onézimo, O Cristão e o Sexo, disponível em:


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/OCristaoeoSexo.pdf,
acesso em 07/03/08.

12. GALLAGHER, Steve, Um Mundo em Guerra, disponível em


http://sexxxchurch.com/?p=131, acesso em: 03/04/08.

13. Homem, Disponível em: http://sexxxchurch.com/?page_id=13/, acesso em:


23/04/08.

67
14. HOUZEL, Suzana Herculano, Novas Equações Cerebrais, artigo em: O Olhar
Adolescente, vol. 1, São Paulo: Mente e Cérebro e Duetto, 2007.

15. HOUZEL, Suzana Herculano, O Cérebro em Transformação, Rio de Janeiro:


Objetiva, 2005.

16. http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/missao_igreja.htm,
acesso em 07/03/08.

17. IRONS, Misty, Calvinistas. Pelagianos e Homossexualidade, disponível em:


http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/calvinista_pelagiano
s_homossexualidade.htm, acesso em: 07/03/08.

18. JULIÃO, Jônatas Heller, NETO, Tiago Abdalla T. e SOUZA, Vinicius


Nascimento, O Homossexualismo e a Necessidade de uma Abordagem
Cristã, Atibaia, 2005. P. 9. Disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/monografia-
homossexualismo_abdalla.pdf, acesso em: 04/07/08.

19. LACERDA, Catarina de Oliveira Pasin de, e LACERDA, Milton Paulo de,
Adolescência, Problema, Mito ou Desafio?, Petrópolis: Vozes, 1998. p.37.

20. LAHAYE, Tim e Beverly, O Ato Conjugal, Belo Horizonte: Betânia, 1980.

21. LOPES, Jamiel de Oliveira, Abrindo o Jogo com o Adolescente, São Paulo:
Candeia, 1998.

22. Masturbação, disponível em:


http://pt.wikipedia.org/wiki/Masturba%C3%A7ao, acesso em: 05/06/08.

23. MARINHO, Avaniel e MARINHO, Jair Henrique (Org.), Juventude pra que te
quero? Recife: Comunigraf Editora, 2006.

24. Melancia ou Berinjela???, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=209,


acesso em: 27/05/08. E Mulher, disponível em:
http://sexxxchurch.com/?page_id=14/, acesso em 27/05/08.
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

25. Mulher, disponível em http://sexxxchurch.com/?page_id=14/, acesso em:


23/04/08

26. NASCIMENTO, Robson, Você está Preparado para Lutar Contra a Carne?,
disponível em http://www.sexocristao.com/ver-destaque?id=148, acessado
em 11/03/08.

27. NICODEMUS, Augustus, Qual é o Problema de Gostar um Pouco de


Pornografia?, disponível em:
http://www.ipb.org.br/estudos_biblicos/index.php3?id=6, acesso em:
03/04/08.
68
26. Ninguém tem o Direito de Julgar os Outros, disponível em:
http://sexxxchurch.com/?p=182, acesso em: 03/04/08.

28. OLIVEIRA, Eneas Tavares de, Como Fugir do Mundo da Sensualidade?,


disponível em: http://www.sexocristao.com/ver-destque.asp?id=157,
acesso em: 11/03/08.

29. O Silêncio Mata, disponível em: http://sexxxchurch.com/?p=129, acesso


em: 03/04/08.

30. PIPER, John, Estratégia para Combater o Pecado Sexual, disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/estrategia_pecado_piper.
htm, acesso em: 07/03/08.

31. PIPER, John, O Sexo e a Supremacia de Cristo, Parte 1, disponível em:


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/supremacia_sexo.htm,
acesso em: 07/03/08.

32. PIPER, John, O Sexo e a Supremacia de Cristo, Parte 2, disponível em:


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/supremacia_sexo2.htm,
acesso em: 07/03/08.

33. PIPER, John, Satanás Uso o Desejo Sexual, disponível em:


http://www.monergismo.com/textos/pecado_tentação/satanas-usa-
sexual_piper.pdf, acesso em: 07/03/08.

34. Pornografia, Disponível em: http://sexxxchurch.com/?page_id=19/, acesso


em: 23/04/08.

35. Pornografia Vicia mais que Crack, disponível em:


http://sexxxchurch.com/?p=93, acesso em: 03/04/08

36. Porque não apedrejam os adúlteros hoje em dia? Em:


http://www.sexocristao.com/faq/faq.asp?CATE=#22,%2011/03/08,
acessado em 25/04/08.
SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

37. Pureza Sexual, disponível em: http://sexxxchurch.com/?page_id=35/,


acesso em: 23/04/08.

38. R. Albert Mohler, Jr., “The Seduction of Pornography and the Integrity of
Chirstian Marriage”, um discurso entregue aos homens de Boyce Colege (13
de março de 2004), disponível em
www.sbts.edu/docs/Mohler/EveCovenant.pdf, acessado em 14/01/05.

39. REIS, Gildásio, O Mito do Sexo Seguro, disponível em:


http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/mito_sexo_seguro.htm,
acesso em: 07/03/08.
69
40. Sexo Anal, disponível em:
http://www.sexocristao.com/faq/faq.asp?CATE=#22,%2011/03/08,
acessado em 25/04/08.

41. SIBELE, Rúbia, O que eu Faço com meu Desejo? – Parte II, disponível em
http://sexxxchurch.com/?p=179, acesso em: 03/04/08.

42. TAYLOR, Justin, Como Fazer Sexo para Glória de Deus? disponível em:
http://www.monergismo.com/textos/sexualidade/todas_coisas_sexo_taylor.
pdf. acesso em: 07/03/08.

43. UKLEJA, P. Michael, A Homossexualidade e o Antigo Testamento, disponível


em: http://www.monergismo.com/textos/homossexualismo/homo_at.htm,
acesso em: 07/03/08.

44. Uma Dolorosa Lição, disponível em http://sexxxchurch.com/?p=160,


acessado em 03/04/08.

45. VALIN, Clyde E. Van, Razões Bíblicas para Lutar Contra a Pornografia,
disponível em: http://www.sexocristao.com/ver-destaque.asp?id=164,
acesso em: 11/03/08.

46. YUSKO, Alan, Estudo Completo sobre Fornicação, disponível em:


http://www.sexocristao.com/ver-destaque.asp?id=149, acesso em:
11/03/08.

SEXUALIDADE - VERSÃO MASCULINA

70