Você está na página 1de 156

Alimentos Funcionais :

Estética
Danielle Fontes
Nutricionista Clínica CRN3-28539
Especialização em Terapia Nutricional- GANEP
Mestre em Ciências- Faculdade de Medicina –USP
Clique
Roteiro da para
aula editar o título mestre

• Alimentos funcionais
– Compostos bioativos dos alimentos
• Aplicação na estética
– Emagrecimento
– Acne/pele/ cabelo
– Celulite
Clique para
Alimentos editar o
Funcionais título mestre

Crescente interesse nos


chamados "alimentos funcionais"

Dieta rica em frutas e legumes

Benefícios de saúde
Alimentos
CliqueFuncionais:
para editar o título mestre
Crescente interesse
Cliquedepara
Definição editarfuncionais
alimentos o título mestre

Neuza Maria Brunoro Costa,Carla de Oliveira Barbosa Rosa; Alimentos Funcionais – Componentes Bioativos e Efeitos
Fisiológicos. Ed Rubio, 1ºedição. 2010
Cliquedepara
Definição editarfuncionais
alimentos o título mestre

Neuza Maria Brunoro Costa,Carla de Oliveira Barbosa Rosa; Alimentos Funcionais – Componentes Bioativos e Efeitos
Fisiológicos. Ed Rubio, 1ºedição. 2010
CliqueFuncional
Alimento para editar o título mestre
American Dietetic Association

Fornecem nutrientes ou outras substâncias que fornecem energia,


sustentam o crescimento, ou mantêm / reparam os processos vitais.

Também podem proporcionar benefícios adicionais de saúde , que


podem reduzir riscos e / ou promover uma ótima saúde.

Incluem alimentos convencionais, alimentos modificados (ou


seja, fortificados, enriquecidos, ou melhorados), alimentos
medicinais, e os alimentos especiais para utilização dietética.

Position of the American DieteticAssociation: Functional Foods. J AM Diet Assoc. 2009;109:735-746.


CliqueFuncional
Alimento para editar o título
– Brasil mestre
Inicio da dec 90 começaram a discutir sobre o tema ..

Alimento que possa prover


um benefício a saúde,

além dos benefícios


causados pelos nutrientes
tradicionais presentes em
sua composição.

http://e- legis.anvisa.gov.br/leisref/public/showAct.php?id=109
CliqueFuncional
Alimento para editar o título
– Brasil mestre

Alegação de Sugere ou implica a existência de relação


propriedade entre o alimento ou ingrediente com doença
de saúde ou condição relacionada à saúde.

Papel metabólico ou fisiológico que o nutriente ou


Propriedade “não nutriente” tem no crescimento,
funcional desenvolvimento, manutenção e outras funções
normais do organismo humano.

http://e- legis.anvisa.gov.br/leisref/public/showAct.php?id=109
(ANVISA, 1999)
CliqueFuncional
Alimento para editar o título
– Brasil mestre

• Alimento natural;
• Alimento ao qual um componente foi
adicionado;
• Alimento do qual um componente foi
removido;
• Alimento no qual a natureza de um ou mais
componentes foi modificada;
• Alimento no qual a biodisponibilidade de um
ou mais componentes foi modificada.
Cliquedepara
Inovação editar
alimentos o título
funcionais mestre
Cliquedepara
Inovação editar
alimentos o título
funcionais mestre
Clique
Alimentos para≠ editar o título
funcionais mestre
produtos industrializados enriquecidos
Variações
Cliquegenéticas:
para editar o título mestre
Respostas indivíduais

Diferenças genéticas

Um alimento funcional não será


necessariamente funcional
para todos os membros de uma
população
(Kok, 1999).
Clique para editar o título mestre

Compostos Bioativos dos


Alimentos
+ 25.000 compostos nos alimentos

Surh, Nature Reviews 3: 768-780, 2003


Clique
CBAs: parae editar
definição o título
classificação mestre
Clique para editar o título mestre
Isoflavonas

Flavonóides
Flavonas

Ácidos fenólicos
Antocianinas

Polifenóis Estilbenos
Flavonols
Lignanas
Flavonois

Glicosinolatos

Fitoestrógenos
Carotenóides

Maria Aderuza Horst, Franco Maria Lajolo.


Biodisponibilidade de compostos bioativos dos alimentos.
Clique para editar o título mestre
Caju Pimentão

Gengibre Chá
Curcuma
Branco Alimentos que contém compostos bioativos

Feijões Uvas

Alho
TopClique paraFuncionais
10: Plantas editar o título mestre

Soja
Vinho tinto
Sálvia
Alho
Crawberry

Linhaça

Alga Vermelha

Repolho roxo
Batata doce

Gergelim
Clique
Frutas ricaspara editar o
em CBAs título mestre

Maça Amora Cereja Laranja

Morango Ameixa Uva Framboesa Maracujá

Kiwi Pêra Goiaba Abacaxi Limão


Clique
Frutas ricaspara editar o
em CBAs título mestre

+ 100 fitoquímicos em uma única fruta !!


Clique
CBAs paraefeitos
de frutas: editar o título
biológicos mestre
Clique
Frutas parafamillia
vermelhas: editar o título
Ericaceae mestre
Cranberry (Vaccinium macrocarpon)
blueberry (V. angustifolium
bilberry (V.myrtillus
Clique
Frutas ricaspara editar o
em CBAs título mestre
Clique
Laranja para editar o título mestre
Gênero Citrus/ Família Rutaceae

Compostos
limonexic acid e
encontrados Jayaprakasha, G. K.,
sitosterol glucoside
2010

Choi et al. Piccinelli, A. 2008


Propriedades
Anti- Inibe a
agregação
inflamatórias
plaquetária
Clique para editar o título mestre
Maracujá- Composição

•cianidin-3-O-β-glucopyranoside
•Frutose, sacarose,
• cianidin-3-O-β-galactopyranoside glicose
(Fang and Chang, 1981)
•(Chang and Su, 1998)
•(Kidoey et al., 1997)

CBAs Title

α-caroteno,
β-caroteno,
Licopeno, Na, K, Mg, Ca, Zn,
(Mercadente et al., 1998) Al, Mn, Fe
(Goday and Rodriguez, 1994) (Nogueira et al., 1998)

Dhawan K, et.al. Passiflora: a review update. J Ethnopharmacol. 2004


Clique para
Mecanismos editar
de Ação dos o título
CBAs mestre
Metabolismo de carcinógenos
Regulação Hormonal

Ciclo celular
Compostos
Bioativos de
Diferenciação
Alimentos Celular

Apoptose

Reparo DNA

Davis CD, Emenaker NJ, Milner JA. Semin Oncol. 2010 Jun;37(3):243-57.
Clique para editar o título mestre
Clique para
Antioxidantes: editar o título mestre

Os antioxidantes são compostos químicos que podem


prevenir ou diminuir os danos oxidativos de lipídios,
proteínas e ácidos nucleicos causados por espécies de
oxigênio reativo, que incluem os radicais livres, ou seja,
os antioxidantes possuem a capacidade de reagir com
os radicais livres e assim restringir os efeitos maléficos
ao organismo
Clique para
Antioxidantes: editar o título mestre
Clique para
Antioxidantes: editar o
Beterraba título mestre
Clique para
Antioxidantes: editar o
Beterraba título mestre
Clique para editar o título mestre
Clique
Corpo para editar o
e a Beleza título mestre

O culto ao corpo é parte de


um sistema
mundialmente orientado
pelo mercado e
estimulado pela mídia,
que contribui para que a
sociedade desenvolva
comparações em relação
ao próprio corpo,
tornando-o objeto de
desejo.
Clique
O corpo e apara editar o
Beleza título mestre

Necessidade de investimento no corpo,


seja para inserção no âmbito mercadológico
quanto para o bem-estar psicossocial
Alimentação saudável
Clique para : o
editar título mestre
Estética
A nutrição com foco na estética é um novo campo
no cenário da saúde:
implementação de um cuidado nutricional que,
além dos requisitos fundamentais da dietética e da
dietoterapia aplicados à prevenção ou ao tratamento de
doenças crônicas não transmissíveis...

Auxilia as
“necessidades estéticas”
dos pacientes

SCHNEIDER, 2009
Alimentação saudável
Clique para : o
editar título mestre
Estética

– Emagrecimento
– Acne/pele/ cabelo
– Celulite
Clique para
Emagrecimento editar o título mestre
Clique
Obesidade para editar o título mestre

• Hormonios
produzidos no tec.
adiposo
• Inflamação
• Hiperglicemia
• Radicais livres
Clique para
Sobrepeso editar o
e Obesidade título mestre

Síndrome desencadeada pelo


estilo de vida

Definição:

acumulo excessivo de gordura que


impacta na saúde.

A obesidade tem diversas


consequencias como infertilidade,
doença cardiaca e Diabetes tipo II
Clique
Balanço para editar o
energético título mestre
Condição Educação
economica
Genética
Condição social
Estilo de vida

Metabolismo
Tipo de
alimento

Qualidade do
nutriente

Exercício físico
Estratégias
Cliquenutricionais
para editar o título mestre
para a perda ou manutenção do peso

• Grãos integrais
• Carboidratos de baixo índice glicêmico
• Fibras dietéticas
• Probióticos
• Chá verde
• Alimentos ricos em CBAs
Clique
Grãos para editar o
integrais: título mestre
Alimento funcional
Tratamento de combate à obesidade tende a ser mais efetivo quando a alimentação é
baseada em grãos integrais ricos em fibras

Cereal integral :
grão íntegro com endosperma, germe e
casca (farelo) presentes nas mesmas
proporções que existem no grão intacto.

Ricos em fibras, vitaminas, minerais e centenas de compostos


fitoquímicos e Antioxidantes como as lignanas e saponinas.

Arroz integral, feijão, grão de bico, soja, lentilha


Clique
Fibras para
dietéticas editar o título mestre
Fibra alimentar é o componente do alimento
que não é digerido pelo homem
devido à ausência de enzimas específicas ou à
incapacidade das enzimas presentes
no trato gastrointestinal de completarem a
digestão

1. Insolúvel a. Pectina
b. Agar
c. Guar
2. Solúvel d. Oligossacarídios

ingestão de 20 a 35 g de fibras
Clique
Inulina para editar o título mestre

A inulina é um carboidrato
complexo,pertencente à classe das
frutanas, encontrado em raízes de
chicória, alho e cebola.

Mesmas propriedades das fibras solúveis, tais como a


habilidade de reduzir os lipídeos circulantes e
estabilizar a glicose sangüínea (Causey et al., 2000).

Hortic. bras., v. 24, n. 4, out.-dez. 2006


Inulina
Cliquee Oligofrutose
para editar o título mestre
Propriedades (5 – 15g /dia)

1. Não são
digeridas e
absorvidas no CO2/H2
TGI superior Redução do pH
2. No cólon, são Lactato
FERMENTADAS: Butirato
AGCC Acetato
Propionato
Mudança
na Aumento de
Microbiot Bifidobacteria e
a Lactobacilli

Ação
bacteriana
Clique
AGCC para editar
- Principais Efeitos o título mestre
Principal fonte energética mucosa colônica

Estímulo Redução Aumento

absorção de pH massa
NaCl e água colônico bacteriana

proliferação e
diferenciação de
células mucosas
Anticarcinogênico/
fluxo sanguíneo
mucoso anti-inflamatório

produção
de muco
Clique
Quanto mais para editar? o
fibras melhor título mestre

Consumo excessivo

fontes isoladas de fibras pode


impedir a absorção de
nutrientes importantes,

Aumenta a formação de gases,


pode gerar desconforto
abdominal
(Mahan & Escott-Stump, 1998).
O que
Clique
sãopara
probióticos?
editar o título mestre

OMS, 2002
Clique para Probiótico
editar o título mestre
Probióticos: características
Componente
natural da microbiota
intestinal humana (?)

Reduz a aderência
Não-patogênico de patógenos

Boa capacidade de Capacidade de colonizar


adesão à membrana da e multiplicar
mucosa intestinal no intestino grosso

Dunne C et al. Am J Clin Nutr 2001; 73(suppl):S386-S392 . Guarner F et al Int J Food Microbiol 1998; 39:237-238
Clique para
Probióticos: editar o
características título mestre
Modular a bioquímica
Produção de substâncias do hospedeiro:
antimicrobianas
colesterol, ou
absorção de minerais

Produzir ácido lático,


AGCC, ou vitaminas

Resistência a processos Modular a resposta


tecnológicos de conservação imunológica do
e estocagem hospedeiro

Dunne C et al. Am J Clin Nutr 2001; 73(suppl):S386-S392 . Guarner F et al Int J Food Microbiol 1998; 39:237-238
Possíveis
Clique Mecanismos
para editar o título mestre
Benéficos dos probióticos

1) Interação adequada entre hospedeiro- 2) Secreção de muco pelas células


microbiota e exclusão de patógenos calciformes

3) Modulação da função da barreira 4) Produção de fatores antimicrobianos


epitelial
Probióticos:
Clique para editar o título mestre
Benefícios Específicos

Cepa Benefícios Autor, Ano

Lactobacillus acidophilus Probióticos:


Ajuda na diarreia
cólicas intestinais
Borthakur, 2008
Rousseaux, 2006

Benefícios
Lactobacillus casei shirota Específicos
Modulação da microbiota intestinal Spanhaak, 1998
Lactobacillus casei rhamnosus Ajuda a melhorar a atrite Baharav, 2004
rinite alérgica em crianças Giovannini, 2007
Lactobacillus casei defensis
infecções Parassol, 2004
Ajuda na diarreia Sarker, 2005
Lactobacillus paracasei
inflamações do trato intestinal Jahreis, 2002
Lactococcus lactis infecções urinárias e vaginais Todorov, 2007
tempo de trânsito intestinal Meance, 2003
Bifidobacterium animalis
desconforto intestinal De Paula, 2008
Bifidobacterium longum colesterol Selaa, 2008
doenças arteroscleróticas Manzoni, 2008
Enterococcus faecium
HDL-colesterol Rossi, 2000
Clique
Índice para (IG)
glicêmico editar o título mestre
O índice glicêmico (IG) é a velocidade com que é
tranformado o carboidrato em açucar nosangue .
Como um “ranking” com uma escala de 0 a 100
de acordo com os níveis de
açúcar no sangue após consumir algum alimento.
Clique
Índice para (IG)
glicêmico editar o título mestre

Alto Índice Glicêmico


Níveis de açucar no sangue

Quantidade de carboidratos tem


que ser igual

Baixo Índice Glicêmico

Tempo/horas
Clique
Índice para (IG)
glicêmico editar o
Níveis de açucar no sangue
título mestre

Alto Índice
Glicêmico

Tempo/horas
Clique para editar
Índice glicêmico (IG)
o título
Níveis de açucar no sangue
mestre

Baixo Índice
Glicêmico

Tempo/horas
Clique para
Tubérculos editarIGo
com baixo título mestre
Clique
Suco para editar
com vegetais o título
: FIBRAS mestre

Que tal um suco verde ?


Clique
Chá verde para editar o título mestre
Chá
uma das bebidas mais consumidas no
mundo (depois da água)
produzido a partir dos brotos da planta
Camellia sinensis.

3 principais tipos de chá


• Verde,
• Oolong
• Chás preto

Chá verde:
• processado
• cafeína (oolong e chás
pretos)

Schramm L. J Carcinog Mutagen. 2013 20;4(142):1000142.


Clique para
Compostos ativoseditar
do Chá:o título mestre
Catequinas

Principais catequinas encontradas no chá verde

Quantidades de catequinas
em 240 ml de chá verde

Schramm L. J Carcinog Mutagen. 2013 20;4(142):1000142.


Clique para
Catequinas: editar o título mestre

 Apoptose

CATEQUINAS

Parada de
ciclo celular Anti-inflamatório

Davis CD, Emenaker NJ, Milner JA. Semin Oncol. 2010 Jun;37(3):243-57.
Ramshankar V, Krishnamurthy A. J Nat Sci Biol Med. 2014 Jan;5(1):3-7.
Clique para editar o
Catequinas: Anti-inflamatório título mestre

EGCG NFκB
IκB Inibição da migração no
NFkB para o núcleo

Reduz a transcrição de Genes


NFκB
inflamatórios: IL-8, Cox-2, iNOS

Davis CD., et al. Semin Oncol. 2010 Jun;37(3):243-57.


Alimentos funcionais
Clique para e o
editar título mestre
metabolismo
Clique ricos
Alimentos paraem
editar
CLA o título mestre
Clique para
Alimentos editar
ricos em CLA o título mestre

CLA rich foods may be considered as functional foods

CLAs per se are neither a food nor a functional food


but a FA class with some bioactive properties.
Clique para
Formação de CLAeditar o título mestre
Clique para editar o título mestre
Saúde da pele
Clique
Derme para
– Tecido editar
conjuntivo o título mestre
Clique
Derme para
– Tecido editar
conjuntivo o título mestre

A matriz extra celular dérmica é responsável pela capacidade elástica e resistência da


pele. A lesão mais importante no envelhecimento é a destruição da relação entre
fibroblastos e a matriz extracelular
Clique
Matrix para editar
extracelular o título mestre
Clique para editar o título mestre
Alguns fatores que interferem na modificação das
glicosaminoglicanas e proteoglicanos da matriz
Clique para
Alimentação editar o título
e Envelhecimento mestre
Clique para
Envelhecimento editar
celular o título mestre
Clique para
Envelhecimento editar
preoce o título mestre

• Grãos integrais (feijões, arroz integral, soja, etc): fontes de


zinco, importante para ajudar a prevenir o envelhecimento precoce
(já que este mineral faz parte da enzima SOD – superóxido
dismutase – responsável pela neutralização de certos radicais
livres) (3).

Castanha do Pará: tem alto teor de selênio, antioxidante
importante nos tratamentos de rejuvenescimento celular (3) por
também ajudar a neutralizar radicais livres. As demais oleaginosas
(castanhas, nozes, amêndoas) também são fontes de antioxidantes.

Folhas verde-escuras: contém luteína, um antioxidante essencial
na nossa alimentação por não ser produzido pelo nosso organismo.
Ele ajuda a prevenir doenças dos olhos e do coração, além de
proteger a pele contra os efeitos nocivos do sol e do
envelhecimento precoce (3, 5).
Clique para
Envelhecimento editar
preoce o título
/ rugas mestre

• Cacau: contém catequinas e


procianidinas que agem na manutenção
da pele saudável por protegerem sua
estrutura. As catequinas ajudam a
proteger o colágeno contra a ação da
colagenase, e as procianidinas fazem o
mesmo com a elastina, em relação à ação
da elastase.
CháClique paradaeditar
Verde e saúde pele o título mestre
Clique
CBAs para editar
e envelhecimento o título mestre
Clique para editar o título mestre
COLÁGENO

• Maior constituinte conectivo dos animais.


• Família das proteínas fibrosas, produzidas por células tecido
conjuntivo, constituem 25% a 30% do total da proteínas de
todo corpo.
• Mais de 29 variedades de colágeno foram encontradas, cada
um com uma combinação particular

PELE

Constituída em mais de 70% de Tecido conjuntivo


-Encontra-se colágeno tipo I (85%) e tipo III (15%)
- 8% a 11% do total sintetizado por todo organismo.
Clique para editar o título
Gelatina e Colágeno hidrolisado
mestre
Clique para
Ingestão de colágeno
melhora a flacidez?
editar o título mestre

Doses diárias de 10g têm sido usadas em estudos clínicos, mostrando


eficiência na diminuição de dores articulares e melhora da mobilização
de pacientes com vários graus de osteoartrite, osteoporose e flacidez
cutânea

Colágeno hidrolisado resultados significativos e promissores nas doenças


reumatológicas e articulações;
•Ocorre aumento da hidratação da pele (derme e epiderme) com melhora do
grau de envelhecimento de forma significativa e assim reflete no grau de
flacidez cutânea;
•Colágeno em relação á flacidez cutânea é um assunto que carece de mais
estudos randomizados, mas suspeita-se que ocorra a biossíntese de
colágeno tipo I e III na derme;
•Colágeno associado com vitaminas e minerais os resultados são melhores.
Clique para editar o título mestre
Estudos correlacionando colágeno e saúde da pele

Bello, A. E. And Steffen Oesser. Colágeno hydrolisate for the treatment of osteoarthritis and other joint disorders: a review of the literature. Current
Medical Reserch and opinions. Vol.22, n°11, 2006.
2. Oesser,S. et. al. Oral Administration of C14 labeled gelatin hydrolysate Leads to na accumulation of radioactivity in cartilage of Mice (C57/Bl).
American Society for Nutritional Sciences.p.1891-1895, 1999.
3. Kraus, C.; Schwarz, E. “Ossos e Articulações em Bom Funcionamento, mesmo na Velhice”. 2007.
4. Committee on Food Chemicals Codex; Food Chemicals Codex- Institute of Medicine; Fourth Edition; National Academic Press; Washington,
D.C.; 1996
5. Moskowitz, R.; W.; Role of Collagen Hydrolysate in Bone and Joint Disease; Seminars in Arthritis and Rheumatism; vol.30; No. 2; pp 87-99; 2000.
6. Beuker,F.; Rosenfeld,J.; O efeito da substituição regular de gelatina sobre a funcionalidade de articulações do joelho modificadas por artrose;
Universidade de Heidelberg; IV Congresse Internacional deAtividade Física, Envelhecimento e Esportes; 1996.
7. Seellgmuller, K.; Happel, K., H.; Kann eine Gelatine/ l-Cystin-Mischung die Kollagen- und
8. Proteoglykansynthese Stimulieren?; Therapiewoche 39; 3153-3157; 1989.
9. Wen, L.; Petau, C.; Alteração do comportamento biomecânico do tecido através da administração de gelatina – um estudo biométrico “in vivo”;
2008.
10. Beuker, F.; ECK, T.; Rosenfeld, J.; Avaliação bioquímica e clínica do efeito da administração regular de gelatina em afecções degenerativas dos
sistemas de sustenção e de locomoção; Out.; 1995.
11. Bruno, C.; Morganti, P.; Glardina, A; Gelatin-cystine in hair treatments; J. Appl. Cosmetol.; 7; 63-68; july-Sep; 1989.
12. Beuker, F.; Stemper, Th.; Theel, A; Ritsch, M.;On the effect of daily doses of gelatin on the amino acid concentration in blood plasma whilst
carrying out regular strength exercises; Dusseldorf; 1992. 3- Moskowitz, RW. “Role of Collagen Hydrolisate in Boné and Joint Disease”. Seminars
in arthritis and Rheumatism”, Vol. 30, Oct. 2000, p 87-99, 2000.
13. .Moskowitz, R.; W.; Role of Collagen Hydrolysate in Bone and Joint Disease; Seminars in Arthritis and Rheumatism; vol.30; No. 2; pp 87-99; 2000.
14. Beuker,F.; Rosenfeld,J.; O efeito da substituição regular de gelatina sobre a funcionalidade de articulações do joelho modificadas por artrose;
Universidade de Heidelberg; IV Congresse Internacional de Atividade Física, Envelhecimento e Esportes; 1996.
15. Warshaw A. et. al. Protein intake by the intestine:evidence for absorption of intact macromoléculas. Gastroenterology 66:98-9927, 2004.
16. Moskowitz R.W.; Seminars in Arthritis and Rheumatism 30: 87-99; 2000 ;
17. Oesser S. et al.; Cell Tissue Res 311 (3): 393-9; 2003
18. Gromnica-Ihle E. zu BRANDT K.; “Arthrosen” in: HARRISON, Innere Medizin, Berlin: 2182; 2003.
Clique
Silicio para editar o título mestre

Importante oligoelemento que regula o metabolismo de vários tecidos,


particularmente
dos ossos cartilagens e tecido conjuntivo. Alguns artigos mostram que ocorre
síntese, outros apenas estruturação.
Na pele:
- Função estrutura dérmica pelas ligações com glicosaminoglicanas e poliuronídicas
(Tanaka & Myiazaki, 2000).
- Neutralização de RL, prevenindo as reações de glicação.
- Mimetiza as ações dos fatores de crescimento.
- Mantém água ligada ao ácido hialurônico e as proteoglicanas.

A partir dos 25-30 anos diminui a absorção de Si pelo TGI


Clique
Polifenóis para editar o título mestre
Clique para editar
Resveratrol: Uvas e suco de uva
o título mestre

Polifenóis, como o resveratrol, possuem


potente ação antioxidante e anti-
inflamatória.

• Inibe a ativação do NFkB induzida pela radiação UVB;


• Prevenção de câncer de pele;
• Auxilia na manutenção da flexibilidade dos vasos
•sanguíneos;
• Potente antioxidante com propriedade
•antiinflamatória;
Uvas vermelhas e roxas
Pertence a uma classe de moléculas de defesa mais resveratrol do que
chamadas fitoalexinas que protegem contra a infecção as uvas verdes.
e o dano da exposição à radiação ultravioleta.

240ml vinho tinto 240-480ml suco uva


Clique
CBAs- para
Flavonóides editar o título mestre
Clique para editar o título
Alimentos Funcionais = CORES mestre
Antiinflamatórios
Clique para editar o título mestre
naturais
Clique
CBAs: para editar o
Inflamação título mestre

Ômega 3

Kim YS, Young MR, Bobe G, Colburn NH, Milner JA. Cancer Prev Res (Phila). 2009 Mar;2(3):200-8.
Óleo de peixe:
Clique paraFonte de AGo ômega
editar título 3mestre
Poli-
insaturados

Saturados Monoinsaturados Ômega-6: Ômega-3:

Ac linoleico
α-linolênico
ALA
Ac γ-
Ácido graxo Ácido graxo Ácido graxo Ômega-9: linolênico
de cadeia de cadeia de cadeia Ac. Oleico
curta: média: longa: EPA
Ac. acético Ac. caproico Ac. mirístico
Ac
Ac. propiônico Ac. caprílico Ac. palmítico palmitoleico Ac
Ac. butírico Ac. cáprico Ac. esteárico Ac erucico araquidônico DHA
Fontes:
Fontes: -Carne Fontes: Fontes: Fontes:
-Fermentação Fontes: vermelha -Óleo de -Óleo de -Óleo de
de fibras -Óleo de -Leite de oliva soja linhaça
solúveis coco vaca -Óleo de -Óleo de -Óleo de
-Mel de -Leite de -Óleo de macadâmia milho chia
abelha cabra palma -Óleo de -Óleo de -Óleo de
-Manteiga -Manteiga de
canola girassol peixe
cacau
-Microalgas
Clique
Óleo para
de peixe: editar
Fonte de AGo ômega
título 3mestre
AG n-3

Membrana celular n-3 n-3 n-3


n-3

AG n-3

COX-2

NFkB

IL-1
TNF-
IL-6

GCSF IL-2

 Inflamação
Stehr SN & Heller AR. Clin Chim acta 2006;373:1-8
Clique para
Carotenóides
editar o título mestre

pigmentos amplamente
difundidos na natureza Precursor da vitamina A

O b caroteno isolado age como varredor de radicais livres e


estimula positivamente o sistema imunológico contra os danos
teciduais em peles que sofreram exposição solar.

• “A vitamina E e o beta caroteno, são potenciais marcadores de


estresse oxidativo e suas concentrações aumentadas na pele,
devem-se ao estado nutricional dos indivíduos”.

• Dosagem Betacaroteno: 3-8mg/dia, cápsula gelatinosa


Clique para
Tomates: Licopeno
editar o título mestre

O licopeno é um pigmento vermelho


que ocorre naturalmente apenas em
tecidos de hortaliças e algas.

Elevada concentração em tomate e


seus produtos derivados, sendo o
antioxidante mais eficiente dentre
todos os carotenóides testados
Clique para editar
Tomates & saúde da pele
o título mestre

Comer tomate todo dia


ajuda a proteger a pele ?

2 refeições diárias à base de tomate


podem ajudar na prevenção contra os
efeitos maléficos do sol.

10 voluntários , durante 3 meses,


55 g de massa de tomate /dia + 10 g de azeite.
Vs.
Apenas 10g e azeite

33% aumento na proteção


contra os raios solares,
além de maiores níveis de procolágeno.
Clique
Abóboras para editar o título mestre
Carotenóides:
beta-caroteno e
alfa-caroteno
antioxidantes

Excelentes
fontes de
vitamina A,
vitamina C e
fibras.

Luteína e
zeaxantina
(fitoquímicos).
Clique
Hortaliças para editar o título mestre
Clique
Hortaliças para editar o título mestre
Clique
Família para editar
Brassicaceae
Vegetais Crucíferos
o título mestre

Couve-flor,
couve- Repolho Brócolis
manteiga

Mostarda Nabo Agrião

Couve de
Rabanete Rúcula
bruxelas
Clique
Vegetais para editar
Crucíferos: o título mestre

Brócolis, couve de Bruxelas,


couve-flor, couve-folha são todos
excelentes fontes de ácido fólico

Brócolis, couve de bruxelas e couve-folha são


boas fontes de fibras, magnésio e carotenoides

Brócolis é uma boa fonte de potássio

Repolho roxo e rabanetes são ricos em antocianinas.


Além de diferentes polifenóis, tais como ácidos
hidroxicinâmicos, kaempferol e quercetina.

Keum et al. Mutat Res. 2004;555(1-2):191-202.


Clique para editar o título mestre
Glicosinolatos +
enzima mirosinase

Isotiocianatos, indois,
nitrilas, tiocianatos
Hidrólise, Enzimas
endógenas e
microbiota Sulforafano
(isotiocianato) indol-3-
carbinol (indol)

Metabólitos ativos
Antiinflamatório
Hayes JD, et al. European Journal of Nutrition
2008; 47 Suppl 2:73-88.
Clique para editar
Isotiocianatos (ITCs):
o título mestre

Atualmente existem mais de 20 ITCs descritos na


literatura, sendo que a sua quantidade em cada
alimento varia muito entre os vegetais estudados.

ITCs mais estudados:

• Sulforafano (SFN)  brócolis

• Isotiocianato de feniletila (PEITC)  agrião e rúcula

Gupta P et al. Mol Nutr Food Res. 2014 Feb 10.


Clique
Alho para
e Cebola editar o título mestre

Família de vegetais
Allium
(cebola, cebolinha, alho-poró
e cebolinha)
vitaminas B1, B6 e C,
fósforo, ferro, potássio,
zinco, magnésio,
selênio, iodo,
Alho (Allium sativum L.) cobre, cálcio Cebola (Allium cepa L.)

CBAs: quercetina e alicina

Estudos com humanos: Prevenção de câncer gástrico e colorretal.


Estudos in vitro e in vivo: ↓ próstata, bexiga, cólon e estômago.
Clique para
Quercetinas editar o título mestre
+ encontrados
em plantas
comestíveis + estudado
Herrmann, 1988; Lesser S, et.al. 2006
Estrutura Química
Hertog et al. 1992

•Antioxidante
•Anti-inflamatório
Russo M et.al. 2012 Doenças
cardiovasculares
e Câncer
Fontes Alimentares
Russo M et.al. 2012
Clique para editar o
Temperos e Especiarias título mestre

MENOS MAIS
Sal Temperos

temperos naturais como:


azeite de oliva, alho, cebola,
salsa, cebolinha,
raiz curcuma, gengibre

Propriedades funcionais
Clique para editar o título mestre
CURCUMA (Cúrcuma longa)
• Pertence a família das Zingiberaceae, cultivada
nos países asiáticos
• A atividade antiinflamatória é similar a de
antiinflamatórios não esteroidais, sem os
efeitos colaterais no TGI
Clique para editar o título mestre
CURCUMA (Cúrcuma longa)
Clique para editar o título mestre
CURCUMA (Cúrcuma longa)
Curcumina  diminui a atividade de agentes
inflamatórios como NF-kB, COX 2, LOX e a
óxido nítrico sintetase indutível (iNOS)

Inibição da formação de leucotrienos e


prostaglandinas
Antioxidante
Clique para editar o título mestre
CURCUMA (Cúrcuma longa)
Clique para editar o título mestre
Pimentas
Clique
Gengibre para editar o título mestre
Clique
Orégano para editar o título mestre
Clique
Orégano para editar o título mestre
Clique para editar o título mestre
Exemplo de Caldo de Frango
RICO em especiarias

Ingredientes
3 peitos de frango com osso sem pele
4 talos de Salsão
1 cebola grande cortada em 4
6 cabeças de alho
1c. café de coentro em grãos
½ c café de “Quatre epice” ( pimenta
branca, noz moscada, cravo da índia e
gengibre)
3 ramos de tomilho com caule
6 ramos de salsinha e cebolinha
1 c chá de orégano
½ c café de pimenta do reino
1c chá de gengibre picado em 4
1 unidade média de cenoura cortada em
cubos
2 folhas de louro
1 fio de azeite
1c café de sal comum
3,5 L de água
Clique para editar o título mestre
Soja: nutrientes e compostos
Vitaminas e
minerais

[ ]
proteinas
AG ômega 3
Compostos
bioativos

Isoflavonas •Genisteína
• Daizeína
• Gliciteína
Clique para
Isoflavonas: editar
Ação na osoja
título mestre

•Antifúngico
Isoflavonas •Antimicrobianos
• Antioxidante

Melhoram a sobrevivência da soja


Clique para
Isoflavonas: editar o de
mecanismo título
açãomestre

• ações estrogênica
Fitoestrogênios • antiestrogênica

ligar ao receptor de estrogênio alfa ou beta.

SERMs (selective estrogen receptor modulators),


ação agonista ou antagonista
dependendo do tecido
Quantidade de isoflavonas
Clique para editar oem
título mestre
alimentos a base de soja

Alimento Isoflavonas
(mg/ 100g )
Óleo de soja/canola 0
Leite de soja 9,65
Tofu 22-48
Missô 42
Natto (soja cozida e 58
fermentada)
Proteína de soja isolada 97
Soja texturizada 148
Formula infantil MEAD 25
JOHNSON

USDA=lowa State University Database on the Isoflavone Content of Foods. 1999


http://www.nal.usda.gov/fnic/foodcomp/Data/isoflav/isoflav.html
Clique para editar o título mestre
Acne
Clique para
Promotores editar o título
do desequilíbrio do mestre
folículo pilossebáceo
Clique
Terapia para:4 editar
da acne o título
pontos básicos mestre
Clique para editar
Micronutrientes: o título mestre
Acne
Clique para editar o título mestre
Zinco

• Participa da molécula da enzima antioxidante superóxido dismutase (SOD), enzima


• que inibe a despolimerização do ácido hialurônico, responsável pela hidratação e
• elasticidade da pele.
• A deficiência está relacionada com envelhecimento e proliferação do acne.

Fontes alimentares :
Açafrão, gengibre,
oleaginosa, folhas verdes
escuras, semente abóbora
e girassol, sardinha,
gérmen de trigo;
Clique
Ácido para editar(B5)
pantotênico o título mestre
Clique para
Theobroma Cacao editar o título mestre
(CACAU)

Rico flavonóides, ação


antiinflamatória.
Contribuem para a fotoproteção
Ingestão dos flavonóides
endógena e mantém a
do cacau apresenta
hidratação tecidual.
grande
Diminui a expressão COX-2 na pele, bem
proteção no eritema
como os estados próinflamatórios
induzido pela radiação
e pró-oxidantes, relacionados à tumores.
UV.
Clique para editar o título mestre
Açaí (Euterpe oleraceae): Composição Nutricional

Acídos graxos insaturados: Antocianinas:


ácidos oleico e linoleico cianidina 3-glicosídeo
cianidina 3-rutinosídeo
Em 100g de peso seco de açaí:
32,5g Lipidios (saturadas e insaturadas).
8,5g ácidos graxos saturados
(ácido palmítico)
24g ácidos graxos insaturados
(SCHAUSS et al., 2006a).

Fibras alimentares: Fitoesteróis:


100g de peso seco de β-sitosterol, campesterol
açaí encontram-se 12,5g estigmasterol
Clique para editar o título mestre
Açaí (Euterpe oleraceae): Composição Antioxidante

Composição Fitoquimica

Antocianinas:
cianidina 3-glicosídeo
cianidina 3-rutinosídeo

Composição química do açaí o indica


com alto potencial de alimento funcional
Clique para editar o
Açaí : Efeitos das Antocianinas
título mestre
Flavonoides
É um importante
potentes antioxidantes inibidor da COX-1 e
COX-2;

Hipolipidêmico Antocianinas Imunomodulatório/


Anti-inflamatório

Ativação de
PPARγ Antiaterosclerótico
cianidina 3-glicosídeo

PPAR:
receptores
ativados por
proliferação
peroxissomal CALPE-BERDIEL et al., 2005; FITO et al., 2008; LOEST; NOH; KOO, 2002;RAEDERSTORFF et al., 2003
Clique
Açaí para
: Cuidados/ editar
Precauções o título mestre

Associação com produtos


Pacientes diabéticos
com cafeína
Algumas formas
Alguns produtos de açai
comerciais contêm frutose
contêm guaraná (+ cafeina )
e sacarose adicionado

Pacientes renais
Gestantes (  potassio)
(dados insuficientes )

hipersensibilidade
açai e outros da
Contaminações família
Doenças de Chagas Arecaceae
(Pereira et al., 2009)

Ulbricht C, et.al. J Diet Suppl. 2012


CliqueCorpórea
Distribuição para da
editar
Água o título mestre

ACT = 60% do peso corpóreo

Massa Corpórea Magra (MCM) é


composta de 70 a 75% de água

Água Corpórea Total (ACT) varia:

Idade
Sexo
Tecido muscular e adiposo
Doenças

Popkin BM et al. Nutr Rev. 2010;68(8):439-58.


Clique para editar
Essencialidade da Água
o título mestre

Atua como solvente, tornando os solutos disponíveis


para as funções celulares

Componente estrutural que dá forma às células

Fundamental para a digestão, absorção, excreção e


manutenção da temperatura corporal
Clique para
Hidratação da pele
editar o título mestre

Uma pele hidratada é aquela com


quantidade adequada de água
(20-35% de água)
em todas as suas camadas, o que a torna
mais macia elástica e flexível.

Fundamental para a
manutenção de seu estado
normal de funcionamento e
de renovação.
Clique para
Recomendação editar
Diária de Água o título mestre

Guia Alimentar
para a
População
Brasileira (2005)

Mínimo de 2
litros/dia
(6 a 8 copos de
requeijão)
Clique para editar o título mestre
Ingestão de Água e Diminuição da Obesidade

Intervenção: Dieta hipocalórica + 500 ml de água 30 min antes das principais refeições
em adultos de meia-idade e idosos

Grupo dieta hipocalórica Grupo dieta hipocalórica + água

Dennis EA et al. Obesity (Silver Spring). 2010;18(2):300-7.


Clique
Celulite: para editar
lipodistrofia ginóide ouo título mestre
hidrolipodistrofia
Clique para editar
Celulite : definição o título mestre

A celulite é uma palavra de origem latina

lipodistrofia ginóide = inflamação do tecido celular

Foi descrita pela primeira vez na Ocorre geralmente em


década de 1920. mulheres após a adolescência

90% das
mulheres têm
celulite

Ela aparece geralmente nas coxas e nas nádegas.


Isso acontece devido ao hormônio estrogênio que faz
com que a mulher acumule mais gordura
Obs: nem todas têm excesso de peso.
Clique para editar o
Celulite : fisiopatologia título mestre

No tecido adiposo, existem algumas fibras ao redor da


célula que se ligam à musculatura encontrada abaixo e
que separam as células adipócitas em grupos.
Clique para editar o
Celulite : fisiopatologia título mestre

• Na mulher essas fibras são retas e perpendiculares a


pele permitindo que quando há um aumento dessas
células, a gordura se insinue na pele formando as
famosas covinhas de depressões.
Clique para editar o
Celulite : fisiopatologia título mestre

Arquitetura dos septos fibrosos.

Nas mulheres, há um septo fibroso fino, com projeção perpendicular à


derme e epiderme, enquanto que, no homem, existe um septo mais
grosso, com projeção oblíqua.
Estas características histológicas favorecem o sentido de expansão do
tecido gorduroso que, quando aumentado nos homens tomam direção à
profundidade e, para a superfície, na mulher.
Clique para
Celulite: causaseditar o título mestre

Causas da celulite:
•Tecido adiposo
•Hereditariedade
•Falta de atividade física,
•Cigarro,
•Maus hábitos alimentares,
•Alterações nos processos circulatórios
Clique para
Celulite: causaseditar o título mestre

• Fatores mecânicos podem afetar a aparência da celulite, tais


como: alterações ortostáticas, descalço e alterações da coluna
lombar, como a hiperlordose.

• a postura corporal tende a comprimir o tecido adiposo em áreas


específicas, aumentando assim a aparência das depressões.
Clique para editar
Celulite: tratamento o título mestre

Tratada, amenizada e/ou prevenida:

•Alimentação saudável,
• Prática de exercícios físicos, ---- MUSCULAÇÂO
•Cuidados dermatológicos
•Cuidados estéticos (mesoterapia, endermologia,
drenagem linfática manual, ultra-sons, electro-
estimulação)
Clique para editar
Nutrição & Celulite o título mestre
•Redução do tecido adiposo
•Regulação do trânsito intestinal
•Diminuição da retenção hídrica

nutrientes auxiliam na eliminação


de toxinas, que congestionam os
tecidos e dificultam a sua saúde.
Clique para editar o título
Micronutrientes & Celulite mestre
Potássio
Atua na regulação e equilíbrio dos líquidos corporais. As frutas como damasco,
uva passa, tâmara entre outras, verduras e legumes crus são fontes deste
nutriente.

Zinco
Participa dos processos de cicatrização e reprodução celular. Suas fontes são as
carnes (frango, peixe e carne vermelha), grãos integrais, legumes em geral.

Silício
Auxilia na reorganização da matriz intersticial, tecido adiposo e microcirculação (na falta
de nutrientes, a matriz intersticial se geleifica e as fibras colágenas se espiralizam
causando o repuxamento da pele). O silício atua na reorganização dessa matriz e do
colágeno, permitindo novamente o luxo de nutrientes e o descongestionamento das
toxinas. As principais fontes são: aveia, ceveda, salsa, grãos integrais, cavalinha,
alfafa, folhas verdes, beterraba, extrato de bambu, algas marinhas, grãos inteiros
como o arroz integral, a soja e a aveia.
Clique para
Alimentos editar&oCelulite
Funcionais título mestre

Salmão: ácidos graxos ômega-3; ajudam a


reduzir a inflamação permitindo o reparo e
fortalecimento da pele.

Berries : Amoras e mirtilos


( blueberry) ajudam a aumentar a produção
de colágeno, criando novos tecidos da pele.
Consequentemente melhoram o tônus ​e a
textura da pele. Além disso, essas frutinhas
também contêm muitos antioxidantes, que
ajudam a reduzir a gordura ligada ao tecido
conjuntivo.
Clique para
Alimentos editar&oCelulite
Funcionais título mestre

Chá Verde e Ervas : epigalocatequina


galato. Esse composto ajuda a acelerar o
metabolismo e assim aumenta a queima
de gordura. Isso impede a expansão das
células de gordura que causam celulite.

cacau : antioxidantes, que quebram a


gordura da celulite e ajudam a melhorar a
função de todas as células, inclusive as de
construção de pele.
Clique para
Alimentos editar&oCelulite
Funcionais título mestre

Azeite extra virgem : As gorduras monoinsaturadas


encontradas nos azeites ajudam a regular as funções
da tireóide. Esse órgão é funcamental para a
regulação do metabolismo, então se a tireóide está
funcionando corretamente, ela ajuda na queima
gordura e na construção de novas células da pele.

Inhame: contém
fitoestrógenos que ajudam a
manter níveis adequados de
estrógeno, e, com isso,
previnem a celulite.
Clique para
Alimentos editar&oCelulite
Funcionais título mestre

Semente de uva: concentra polifenóis que também se mostraram


bem efetivos na prevenção deste problema (3). Comer a fruta
com a semente ou mesmo usar cosméticos naturais com óleo de
semente de uva são boas alternativas.
Clique para editar o título mestre

Atividade:
Vamos montar um cardápio rico
em alimentos funcionais ?
Clique para editar
Lista de exemplos de alimentos
o título mestre
• Abóbora
• Cereais integrais
• Alho e Cebola
• Especiarias
• Chá verde
• Suco de uva
• Vegetais Folhosos &
brássicas
• Peixes e Óleo de peixe
CliqueAlimentação
para editar Saudável
o título mestre
Horário Alimentos Quantidades

Clique para editar o título mestre


Café da manhã Pão integral
Queijo branco magro
Suco de maça com casca com
2 fatias
1 fatia
1 unidade
Semente de Linhaça Ou Farelo de trigo 1 colher de sopa
Café expresso 1 xícara pequena

Lanche da
Manhã

Almoço

Lanche da
Tarde

Jantar

Ceia
Horário Alimentos Quantidades

Clique para editar o título mestre


Café da manhã Pão integral
Queijo branco magro
Suco de maça com casca com
2 fatias
1 fatia
1 unidade
Semente de Linhaça Ou Farelo de trigo 1 colher de sopa
Café expresso 1 xícara pequena

Lanche da
Manhã
Shake antioxidante
Almoço

Lanche da
Tarde

Jantar

Ceia
Clique para editar o título mestre
Shake antioxidante
Horário Alimentos Quantidades

Clique para editar o título mestre


Café da manhã Pão integral
Queijo branco magro
Suco de maça com casca com
2 fatias
1 fatia
1 unidade
Semente de Linhaça Ou Farelo de trigo 1 colher de sopa
Café expresso 1 xícara pequena

Lanche da Shake antioxidante


Manhã

Almoço Salada de alface, acelga e tomate 1 prato fundo


Arroz integral 2 colheres de servir
Feijão 1 concha
Peixe (salmão) 1 pedaço pequeno
Espinafre e brócolis com alho 3 colheres de servir
Suco de uva integral 1 copo (200ml)

Lanche da Tapioca 1 fatia


Tarde Patê de tofu 2 colheres rasas de sopa
Suco de frutas vermelhas (amora, framboesa e morango) 1 xícara de frutas vermelhas para
Semente de Linhaça Ou Farelo de trigo 200ml de agua
Café expresso 1 colher de sopa
1 xícara pequena

Jantar

Ceia
Horário Alimentos Quantidades

Clique para editar o título mestre


Café da manhã Pão integral
Queijo branco magro
Suco de maça com casca com
2 fatias
1 fatia
1 unidade
Semente de Linhaça Ou Farelo de trigo 1 colher de sopa
Café expresso 1 xícara pequena

Lanche da Shake antioxidante


Manhã

Almoço Salada de alface, acelga e tomate 1 prato fundo


Arroz integral 2 colheres de servir
Feijão 1 concha
Peixe (salmão) 1 pedaço pequeno
Espinafre e brócolis com alho 3 colheres de servir
Suco de uva integral 1 copo (200ml)

Lanche da Tapioca 1 fatia


Tarde Patê de tofu 2 colheres rasas de sopa
Suco de frutas vermelhas (amora, framboesa e morango) 1 xícara de frutas vermelhas para
Semente de Linhaça Ou Farelo de trigo 200ml de agua
Café expresso 1 colher de sopa
1 xícara pequena

Jantar Salada de alface roxa, rúcula e tomate 1 prato fundo


Arroz integral 1 colher de servir
Abóbora com molho de tomate 1 colher de servir
Peixe (atum) com gergelim 1 pedaço pequeno
Couve flor com tofu 3 colheres de servir
Suco de uva integral 1 copo (200ml)

Ceia Abacate com mel e iogurte 1 xícara de chá


Clique para editar o título
www.daniellenutri.com.br mestre