Você está na página 1de 56

UNIVERSIDADE FEDERAL CAMPUS DE

DO PARANÁ JANDAIA DO SUL

Projeto Conceitual

Disciplina: Projeto do Produto (JEP020)


Professor: William Rodrigues dos Santos
Onde
estamos?
Projeto conceitual
 O projeto conceitual tem o objetivo de produzir
princípios de projeto para o novo produto.

 Como o produto deverá ser para atingir os


benefícios básicos pensados.

3
O processo do projeto conceitual

4
O processo do projeto conceitual
 Etapa 1: Gerar o maior número de conceitos
possíveis
 Etapa 2: Selecione o melhor deles

5
O processo do projeto conceitual

6
Projeto Conceitual (Rosenfeld, 2006)
Conceito de produto é uma descrição aproximada da
tecnologia, dos princípios de funcionamento e da
forma do produto.
É uma descrição concisa de como o produto satisfará as
necessidades do cliente.
Um conceito é geralmente expresso como um esboço ou
como um modelo tridimensional bruto e é muitas vezes
acompanhado por uma breve descrição textual.
Geração de conceitos
Ideia x conceito
Triagem dos conceitos gerados
Técnicas/ Ferramentas para geração de
conceitos

 Análise das tarefas


 Análise das funções
Técnicas/ Ferramentas para geração de
conceitos

 Análise das tarefas


 Análise das funções
Análise das tarefas
 Consiste na análise do processo de uso do
produto a ser projetado.
 A contribuição dessa ferramenta pode ser
poderosa, pois foca na interface homem-
produto.

 Poucos processos de projeto vão a fundo nas


relações de uso. Como o usuário pega o
produto, guarda, maneja, usa em situações
adversas, etc.
Vamos retomar o caso da PLASTECK...

 Conclusão da especificação da oportunidade:


 Desenvolver um descascador de batatas
Vamos retomar o caso da PLASTECK...

 Análise dos concorrentes


Vamos retomar o caso da PLASTECK...

 Análise dos concorrentes


Vamos retomar o caso da PLASTECK...

 Pesquisa de mercado
Análise da tarefa: caso da PLASTECK
Análise da tarefa: caso da PLASTECK
Análise da tarefa: antropometria

20
Análise da tarefa: caso da PLASTECK

 Importantes elementos foram tirados dessa


análise:
1. Acredita-se que lâminas de dois fios se destinavam a
pessoas destras e canhotas
2. Para retirar os olhos das batatas constatou-se que a
ponta do descascador ficava muito longe e por isso o
usuário precisava forçar a lâmina
Análise da tarefa: caso da PLASTECK
Técnicas/ Ferramentas para geração de
conceitos

 Análise das tarefas


 Análise das funções
Técnicas/ Ferramentas para geração de
conceitos

 Análise das tarefas


 Análise das funções
Análise das funções
 Útil na primeira fase do projeto conceitual

 Busca-se apresentar as funções de um


determinado produto com base como elas são
percebidas pelos consumidores.

 Trata-se de primeiro identificar a função principal


do produto. Após definir a função principal faz se
a pergunta: como? (de forma sucessiva).
Análise das funções
 Função total

26
Análise das funções
 Desdobrar a função total em funções mais
simples

27
Análise das funções: exemplo
 Função total: lavar roupas

28
Análise das funções: exemplo
 Lavar roupas: primeiro desdobramento

29
Análise das funções: exemplo
 Lavar roupas: estrutura total de funções

30
31
Novamente voltamos ao descascador de
batatas
Análise das funções
 Quando a análise estiver completa, busca-se
encontrar “novos como” para cada função
identificada no produto do concorrente.

 Se a mudanças focarem itens que estão em uma


parte superior da arvore de funções, essa pode ser
considerada uma inovação radical. Do contrário,
trata-se de uma inovação incremental.

 Com base nessas análise busca-se analogias


funcionais ao descascador analisado.
Análise das funções: exemplo
 Exemplo: nova furadeira
a) Furar paredes de concreto
b) Aumentar a velocidade em relação ao conceito
existente de ferramenta elétrica.
Considerações sobre análise das funções

 Algumas poderão focar na decomposição por


sequência de ações do usuário.
 O problema da furadeira pode ser dividido em três
ações do usuário:
 mover a ferramenta para o local do furo, posicionar a
ferramenta com precisão e apertar o gatilho da
ferramenta.
 Esta abordagem é muitas vezes útil para
produtos com funções técnicas muito
simples que envolvem muita interação com o
usuário;
Considerações sobre análise das funções

 Outras poderão focar na decomposição pelas


principais necessidades do cliente.
 Para a furadeira, esta decomposição pode incluir os
seguintes subproblemas: resposta rápida, ser leve e
possuir uma grande capacidade de furar.
 Abordagem útil para os produtos em que a forma
é o principal problema, e não os princípios
técnicos ou tecnológicos.
 Exemplos de tais produtos incluem escovas de dentes
e recipientes para acondicionamento de produtos.
Técnicas/ Ferramentas para geração de
conceitos

 Análise das tarefas


 Análise das funções
 Matriz morfológica
Matriz morfológica
 Possibilita a captura e a visualização das
funcionalidades necessárias para o produto e
explora meios alternativos e combinações para
atender às funcionalidades.
 Cada função do produto existe um número de
possíveis soluções.
 Gerar novos conceitos pela consideração de diferentes
combinações para cada função

40
Matriz morfológica

41
Exemplo matriz morfológica
 Equipamento para limpeza de mexilhões

42
Exemplo matriz morfológica
 Estrutura funcional do equipamento para limpeza
de mexilhões

43
Exemplo matriz morfológica

44
Exemplo matriz morfológica

45
Exemplo matriz morfológica

 Combinar os princípios de soluções para gerar


conceitos considerando as restrições físicas,
mecânicas, geométricas entre as funções

46
47
Sugestões para Gerar conceitos da
solução
 Fazer analogias.

 Desejos e preocupação: “Desejo que nós


poderíamos” - “Pergunto-me o que aconteceria
se” – “Gostaria que a ferramenta tivesse um
sistema de martelete ajustável gradualmente”.

 Usar estímulos relacionados: pode ser, por


exemplo, o uso de fotografias do ambiente de
utilização do produto.
Concepção do estilo
 Após ter definido as características funcionais do
produto deve-se pensar no estilo do produto.

 Essa escolha não deve ser aleatória e deve


respeitar o segmento de mercado, as principais
características do produto e seu desempenho.

 Assim são importantes aspectos semânticos e


simbólicos do produto.
Semântico
 Cada tipo de produto deve ter uma aparência
visual adequada a sua função.
 Produtos feitos para se moverem rapidamente deve ter
aspecto liso e aerodinâmico
 Produtos para o trabalho pesado deve ter aspecto
robusto e forte.
Simbólico
 Elemento que reforça a auto imagem do usuário.

 Na maioria das vezes escolhemos os produtos


por suas funções, entretanto, frente a produtos
de funções iguais a escolha pode recair sobre
aquele com maior apelo simbólico.
Simbólico
UNIVERSIDADE FEDERAL CAMPUS DE
DO PARANÁ JANDAIA DO SUL

Projeto Conceitual

Disciplina: Projeto do Produto (JEP020)


Professor: William Rodrigues dos Santos