Você está na página 1de 3

6º Simulado – 2ª Série EMI – EVL - 2015-09-13

Geografia – Robson Pontes

01. Fácil – Competência de área 4. Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos
processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
Habilidades: 16, 17 e 18.

Sob o ponto de vista da incorporação de tecnologia, a industrialização pode ser dividida em três etapas ou fases,
denominadas Primeira, Segunda e Terceira Revolução Industrial.
Quanto às características principais das Revoluções Industriais, assinale a alternativa correta:
a) A Terceira Revolução Industrial foi marcada pela economia planificada, lançada pela extinta União Soviética e
tendo como principais seguidores Rússia, China, Coreia do Norte e Cuba.
b) A Primeira Revolução Industrial caracterizou-se pela máquina a vapor, tendo o carvão como principal fonte de
energia, e também pela incorporação da força de trabalho não especializada nem qualificada.
c) A Segunda Revolução Industrial teve o carvão mineral como principal fonte energética e destacou-se pela
incorporação de máquinas mais sofisticadas e pela especialização da força de trabalho empregada.
d) A Primeira Revolução Industrial desenvolveu-se durante e logo após a Primeira Guerra Mundial e foi marcada
pela adaptação das indústrias, tendo em vista a produção de armamentos e de material bélico para as tropas
de países europeus envolvidas no grande conflito.
e) A Segunda Revolução Industrial, também denominada Técnico-Científica, é marcada pelo predomínio de
indústrias altamente sofisticadas nos campos da informática, da robótica, das telecomunicações e da química
fina. Em alguns setores, o trabalhador é substituído por robôs.

02. Intermediária - Competência de área 4. Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto
nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
Habilidades: 16, 17 e 18.

Retrato de dois Brasis


Em 1950, ano da primeira Copa do Mundo realizada no Brasil, uma geladeira era feita para durar décadas. A
indústria ainda não adotara a obsolescência programada. Em 2014, não passa um ano do lançamento de um
modelo e um novo iPhone é anunciado. Vivemos em um mundo 2.0 ... Oops já é 3.0.
Fonte: GAMA, Rinaldo. Retrato de dois Brasis: 1950/2014. Revista Veja. São Paulo: Abril, n. 24, p. 74-83, 11 jun.
2014. (adaptado)
O texto apresenta uma das características da globalização, a obsolescência programada, que pode ser entendida
como
a) novo hábito de consumo caracterizado por elevados salários dos operários e pelo dinheiro magnético.
b) avanço tecnológico favorecido pela interligação acelerada dos mercados.
c) modelo de produção uniformizada para estabelecimento de um padrão cultural oriental.
d) fabricação de bens com curto prazo de validade para aumento das vendas de modelos mais novos.
e) expansão dos lucros em novos mercados conduzida por grandes empresas nacionais.

03. Difícil - Competência de área 4. Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos
processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
Habilidades: 16, 17 e 18.
As transformações do espaço mundial da era industrial estão muito associadas aos longos ciclos de inovação
tecnológica. Por meio deles, a economia contemporânea foi evoluindo até a “revolução da inovação” do mundo
de hoje, de acordo com o esquema apresentado abaixo.
Considerando-se a ordenação sequencial dos ciclos no esquema, é um elemento representativo para cada um
desses ciclos, respectivamente:
a) ferro, carvão, petróleo, novas mídias, aviação
b) têxteis, siderurgia, automóveis, petroquímicos, biotecnologia
c) navios a vapor, carvão mineral, petróleo, aviação, redes digitais
d) ferrovias, siderurgia, telefone, eletrônicos, softwares
e) força hidráulica, ferrovias, petroquímicos, eletricidade, novas mídias

04. Intermediária - Competência de área 4. Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto
nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
Habilidades: 16, 17 e 18.
“No passado, a fumaça das chaminés servia para distinguir os países desenvolvidos dos países subdesenvolvidos.”
(MAGNOLI & ARAÚJO, 2004, p.126).
Até a década de 1930, eram considerados países desenvolvidos aqueles cuja economia estivesse fundamentada
na produção industrial e países subdesenvolvidos aqueles em que a economia estivesse assentada na agricultura
ou exploração mineral. Atualmente, com algumas exceções, no panorama global, funciona como importante
critério para separar os países desenvolvidos dos subdesenvolvidos o
a) elevado nível de urbanização.
b) predomínio do Setor Terciário na absorção da população ativa.
c) predomínio das exportações sobre as importações no comércio mundial.
d) controle sobre o conhecimento e sobre as tecnologias de ponta.
e) controle de matérias-primas pesadas e o uso intensivo de energia.

05. Fácil - Competência de área 4. Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos
processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
Habilidades: 16 e 17.
A evolução do processo de transformação de matérias-primas em produtos acabados ocorreu em três estágios:
artesanato, manufatura e maquinofatura. Um desses estágios foi o artesanato, em que se
a) trabalhava conforme o ritmo das máquinas e de maneira padronizada.
b) trabalhava geralmente sem o uso de máquinas e de modo diferente do modelo de produção em série.
c) empregavam fontes de energia abundantes para o funcionamento das máquinas.
d) realizava parte da produção por cada operário, com uso de máquinas e trabalho assalariado.
e) faziam interferências do processo produtivo por técnicos e gerentes com vistas a determinar o ritmo de
produção.

06. Difícil - Competência de área 4. Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos
processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
Habilidades: 16, 17 e 18.
Analise as fotografias

As diferenças observadas entre a fábrica fordista e a fábrica pós-fordista são explicadas, principalmente, pela
introdução da estratégia de organização produtiva denominada:
a) regulação
b) terceirização
c) padronização
d) hierarquização
e) obsolescência.