Você está na página 1de 41

SISTEMA NERVOSO

SISTEMA NERVOSO
Coordena todas as funções do corpo humano,
armazena todas informações e permite ao corpo
reagir às mudanças dos ambientes interno e
externo.
CENTRAL

SISTEMA NERVOSO

PERIFÉRICO
CÉLULAS DO SISTEMA
NERVOSO
Neuróglias ou células da glia - preenchem os espaços
entre os neurônios. Têm a sustentação, revestimento,
modulação da atividade neuronal e defesa.

Neurônio - unidade estrutural e funcional do sistema


nervoso, é especializada em: de impulsos nervosos,
funções, como o pensamento, controle da atividade
muscular e regulação das glândulas. É composto de um
corpo celular, dendritos e axônio.
NEURÔNIO
TRANSMITEM IMPULSO
DO SISTEMA
EFERENTES NERVOSO CENTRAL
TRAZ EM
DIREÇÃO À PERIFERIA

NEURÔNIOS

TRANSMITEM IMPULSO
VINDO DA
AFERENTES PERIFERIA PARA O
SISTEMA
NERVOSO CENTRAL.
SISTEMA NERVOSO CENTRAL
CONSTITUÍDO PELO ENCÉFALO E
PELA MEDULA ESPINAL.

Recepção de estímulo, de
comando e formador de respostas
Onde ocorre o
processamento
das informações
Corpo de neurônios e
neuróglia

CINZENTA

SISTEMA NERVOSO
CENTRAL

BRANCA

Vias de do
Dendritos, axônios e neuróglias
impulso nervoso
AS MENINGES SÃO MEMBRANAS DE TECIDO
CONJUNTIVO DIVIDIDAS EM TRÊS
CAMADAS:
DURA-MATER ARACNÓIDE PIA-MATER
EXISTEM TRÊS ESPAÇOS
MENÍNGEOS

ESPAÇO EXTRADURAL OU EPIDURAL: entre
os ossos do crânio e a dura-máter

ESPAÇO SUBDURAL: entre a dura-máter e a
aracnoidea

ESPAÇO SUBARACNOIDEO: entre a aracnóidea
e a pia-máter, que contém o líquido cerebrospinal.
LÍQUIDO CEREBROSPINAL OU
CEFALORRAQUIDIANO
(LIQUOR)

A função do líquido é proteger


o encéfalo contra impactos
causados por traumas na cabeça,
distribuir nutrientes filtrados do
sangue, assim como,
remover impurezas do encéfalo e
da medula espinal.
VÍDEO
LÍQUIDO CEREBROSPINAL OU
CEFALORRAQUIDIANO
(LIQUOR)
É claro, incolor, produzido pelas células
lateral e no 3° e 4° ventrículo.
LÍQUIDO CEREBROSPINAL OU
CEFALORRAQUIDIANO
(LIQUOR)
O líquor circula pelos ventrículos, pelo canal central da
medula espinal e pelo espaço subaracnoideo ao redor
de todo SNC. Ele retorna ao sistema circulatório por
meio das granulações aracnoideas para os capilares
venosos.
ENCÉFALO
COMPOSTO DE:

CÉREBRO

CEREBELO

TRONCO ENCEFÁLICO (MESENCÉFALO,
PONTE E BULBO)
HEMISFÉRIO CEREBRAL HEMISFÉRIO CEREBRAL
DIREITO ESQUERDO

HABILIDADE VERBAIS
INTELIGÊNCIA
RACIOCÍNIO LÓGICO
FUNÇÃO ARTÍSTICA
LER
ARGUMENTAÇÃO
ESCREVER
DIENCÉFALO

TÁLAMO

HIPOTÁLAMO

EPITÁLAMO

HIPÓFISE
TÁLAMO: RESPONSABILIDADE DE REDIRECIONAR OS IMPULSOS
SENSITIVOS E SENSORIAIS, MENOS O OLFATÓRIO, PARA O CÓRTEX CEREBRAL.

HIPOTÁLAMO: REGULAÇÃO DAS FUNÇÕES VISCERAIS, ASSIM COMO EMOCIONAL


E INSTINTIVA
EPITÁLAMO: ONDE É PRODUZIDO LÍQUIDO CEREBROSPINAL.

HIPÓFISE: FUNÇÃO ENDÓCRINA


MESENCÉFALO PONTE BULBO

CENTRO CARDÍACO
REGULAÇÃO DOS
CONDUZ O LÍQUIDO
RITMOS
CEFALORRAQUIDIANO CENTRO VASO MOTOR
RESPIRATÓRIOS

CENTRO RESPIRATÓRIO

COORDERNAM A
DEGLUTIÇÃO,
VÔMITO, ESPIRRO,
A TOSSE E O SOLUÇO.
CEREBELO
CEREBELO
MANTER TÔNUS MUSCULAR

COORDENAR O MOVIMENTO
MUSCULAR

CONTROLE DE EQUILÍBRIO
MEDULA ESPINHAL
MEDULA ESPINHAL

ESTRUTURA CINZENTA ENVOLVIDA EM SUBSTÂNCIA BRANCA, É CILÍNDRICA E


SE LOCALIZA NO CANAL VERTEBRAL, DESDE A BASE DO CRÂNIO ATÉ A
REGIÃO LOMBAR SUPERIOR DA COLUNA VERTEBRAL (L2).
MEDULA ESPINHAL

ATIVIDADE
CORNOS DORSAIS CORNOS VENTRAIS MOTORA
(POSTERIORES) SENSITIVOS (ANTERIORES) REFLEXA E
VOLUNTÁRIA
MEDULA ESPINHAL
ENCONTRAMOS
31 PARES DE
NERVOS
ESPINAIS QUE
INTERLIGAM AS
REGIÕES DO
CORPO COM O
SISTEMA
NERVOSO
CENTRAL
MEDULA ESPINHAL
FUNÇÃO:

CONDUZIR IMPULSOS DE E PARA O ENCÉFALO, ASSIM COMO, DE


INTEGRAÇÃO DE REFLEXOS ESPINAIS.
SISTEMA NERVOSO
PERIFÉRICO
CONSISTE NA PORÇÃO DO SN QUE SE SITUA FORA DO SNC, CONDUZ
IMPULSOS DE E PARA O ENCÉFALO E MEDULA ESPINAL.

É COMPOSTO PELOS 12 PARES DE NERVOS CRANIANOS, 31 PARES DE NERVOS


ESPINAIS E OS GÂNGLIOS, QUE SÃO OS CORPOS DOS NEURÔNIOS, FORMANDO
O SISTEMA NERVOSO CENTRAL.
NERVOS CRANIANOS

I. NERVO OLFATÓRIO

II. NERVO ÓPTICO

III. OCULOMOTOR

IV. TROCLEAR

V. TRIGÊMEO

VI. ABDUCENTE

VII. FACIAL

VIII. VESTIBULOCOCLEAR

IX. GLOSSOFARÍNGEO

X. VAGO

XI. ACESSÓRIO

XII. HIPOGLOSSO
NERVOS ESPINAIS
31 PARES DE NERVOS ESPINAIS

CADA NERVO É FORMADO POR FIBRAS


AFERENTES (SENSORIAIS) E
EFERENTES (MOTORAS)


8 CERVICAIS

12 TORÁCICOS

5 LOMBARES

5 SACRAIS

1 COCCÍGEO
PLEXOS NERVOSOS
REDES DE NERVOS ESPINAIS QUE NÃO SE
APROXIMAM DIRETAMENTE DAS
ESTRUTURAS DO CORPO SUPRIDAS POR ELES


PLEXO CERVICAL

PLEXO BRAQUIAL

PLEXO LOMBAR

PLEXO SACRAL
SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO
O SEU FUNCIONAMENTO INDEPENDE DO CONTROLE CONSCIENTE DA PESSOA

PARTICIPA TAMBÉM DE PARTES DO SNC E SNP

SEUS NERVOS SUPREM ÓRGÃOS QUE NÃO ESTÃO SOB O CONTROLE


VOLUNTÁRIO

ATUA EM SITUAÇÕES DE
EMERGÊNCIA OU FUGA

VASOCONSTRIÇÃO
SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICA
SIMPÁTICO

PA

FLUXO SANGUÍNEO NOS
MÚSCULOS

FREQUÊNCIA CARDÍACA

DILATAÇÃO DAS PUPILAS

EJACULAÇÃO

SISTEMA NERVOSO
AUTÔNOMO


AÇÃO REGULATÓRIA DO
SN SIMPÁTICO

FREQUÊNCIA CARDÍACA

CONSTRIÇÃO DO
SISTEMA NERVOSO MÚSCULO LISO BRAQUIAL
PARASSIMPÁTICO 
PERISTALTISMO

RELAXAMENTO DE
ESFÍNCTER URINÁRIO

EREÇÃO DO PÊNIS

Vídeo