Você está na página 1de 9

Super Dicas Para

Fluência

Acelere seu aprendizado e Potencialize os Resultados

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados


Apresentação

Olá eu sou Raphael Silveira criador do Curso Propulsão para Fluência,


empreendedor digital autor de vários projetos de sucesso online e criador do
blog www.inglesagora.blog.br.

Falo inglês fluentemente há muitos anos e entre outras atividades profissionais


ensino inglês há mais de 10 anos. Quero dividir algumas informações com você
que podem te poupar muito tempo e dissabores quando o assunto é aprender
falar inglês fluentemente.

Primeiramente gostaria de agradecer a confiança e por ter chegado até aqui. O


fato de você estar aqui fala muito da sua vontade de realização e de sua
capacidade de ir à busca dos meios necessários para alcançar suas metas.
Esta é a característica principal das pessoas de sucesso seja em relação ao
aprendizado de inglês ou não.

Através da minha experiência nos bastidores do sistema de ensino de inglês eu


posso te ajudar a evitar algumas armadilhas que estão roubando sua energia.
Ou seja, você pode estar se esforçando muito e vendo poucos resultados.

Neste e-book eu quero compartilhar com você um pouco da minha experiência


para te ajudar a identificar simples erros que você pode estar cometendo, mas
que tem um impacto negativo muito forte no seu aprendizado. Por isso elaborei
uma série de 5 dicas para te ajudar a desconstruir falsos conceitos que te
impediram de ir mais longe até hoje.

Boa leitura!

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados


Introdução

Se conhecer é o primeiro passo para saber como melhorar. Durante o tempo


que atuei como professor em cursos de inglês identifiquei vários perfis de
alunos, mas entre eles 4 se destacam. Veja qual tem mais a ver com você:

1 – Os que reclamam

Este tipo de pessoa tem sempre alguma reclamação a fazer e muitas


justificativas para o seu insucesso. É comum culpar as pessoas e as
circunstâncias por não ter de fato chegado lá. Não importa o que se faça eles
invariavelmente fracassam ou por não acreditar que é possível conseguir ou
porque param no meio do caminho.

Se você se identificou com este perfil recomendo uma auto-análise. Não é uma
crítica acintosa, mas uma recomendação. Não importa qual seja a
circunstância você está onde precisa estar e pode chegar onde almeja.
Pode aprender inglês de verdade deixando de lado a negatividade e tomando a
direção certa.

2 – Os que adiam

Este tipo de pessoa até reconhece que precisa tomar algumas atitudes para
que seu sonho saia do papel, mas por falta de foco ou prioridade esta sempre
adiando fazer o que é preciso ser feito. Eles são chamados procrastinadores e
o ano que vem é sempre o tempo ideal para começar fazer a coisa certa.

Para os procrastinadores estender que não se aprende inglês apertando um


botão é primordial. Você terá que fazer alguma coisa e adiar suas ações irá
adiar ainda mais seu objetivo e os benefícios que vêm com ele.

3 – Os que não desistem

Como se costuma dizer não há fracasso, mas sim desistência. E quem não
desiste e toma atitudes que o leve em direção aos seus objetivos irão
fatalmente chegar onde desejam, ainda que, muitas vezes, a intuição seja seu
único guia.

Estas pessoas não medem esforços para cumprir suas metas. E se você é uma
destas pessoas, chegar até aqui foi um passo importante para a realização do
seu objetivo de falar inglês. Mas força de vontade apenas não resolve tudo se
você não esta fazendo a coisa certa.

Pelo contrário quanto mais esforço em cavar para sair do buraco mais fundo
ele se torna. Vontade sem estratégia pode ser ainda mais frustrante.

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados


4 – Os que estão preparados

Este tipo de pessoa chega onde quer em menos tempo que maioria das
pessoas e aprende inglês enquanto seus amigos ainda estão estudando o
“verbo to be”. Não por ser um gênio ou por que tenha jeito ou facilidade para
aprender, mas por que conseguem de forma coerente usar as estratégias
corretas economizando tempo e esforço desnecessário.

É preciso direcionamento para aperfeiçoar seus resultados e é isso que vamos


ver a seguir. Sucesso é a combinação de vontade com preparação e as
ferramentas e estratégias adequadas.

A importância da direção correta

Mesmo que você seja uma pessoa persistente a falta de resultados pode te
desanimar. E há muitas pessoas determinadas nesta situação. Isto por que
mesmo com empenho você precisa de direção para poder chegar ao seu
objetivo de falar inglês. Se os cursos de inglês dessem conta do recado não
haveria tantas pessoas que não conseguem falar inglês.

Isso quer dizer que estes cursos não têm nada de bom? Não é isso que estou
afirmando, mas eles funcionam para um determinado número de pessoas
apenas, e as estatísticas comprovam que funcionam para a minoria. Cerca de
11% das pessoas.

As metodologias em sua maioria estão fundamentadas em conceitos arcaicos e


pura decoreba o que torna quase impossível para o aluno realmente falar
inglês mesmo que se esforce muito. Alguns até acabam aprendendo depois de
muitos anos como sabemos. É a metodologia da “água mole pedra dura
tanto bate até que fura”.

E não precisa ser assim. Se você tem ou já teve dificuldade para aprender
inglês ou conhece alguém nesta situação saiba que isto ocorre por dois
motivos:

• Você está fazendo o que não deveria fazer, mas faz porque
alguém colocou na sua cabeça que deve ser assim;

• Porque você não está fazendo a coisa certa porque ninguém


nunca te disse como deveria ser.

A seguir eu quero compartilhar com você algumas dicas simples, mas muito
valiosas para te ajudar a descobrir alguns erros que estão impedindo seu
progresso e como otimizar seu aprendizado. Estas dicas são apenas a ponta
do iceberg, há muito mais ainda, mas já será um bom começo seja você um
completo iniciante, alguém que estuda por conta própria ou mesmo que já
possua alguma desenvoltura com o idioma.

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados


Dica Nº1: Não Estude Palavras Isoladas. Estude Frases.

Para atingir a fluência você precisa mudar a maneira como estuda inglês. E a
sua primeira ação deve ser parar de estudar palavras isoladas.

Nativos da língua como americanos e ingleses não aprenderam a falar inglês


memorizando palavras isoladas. Eles aprendem frases.

Uma frase é um grupo de palavras que geralmente aparecem juntas em


determinadas situações. Elas se combinam e se completam mutuamente.

Uma pesquisa feita pelo renomado lingüista Dr. James Asher provou que o
processo de aprendizagem através de frases é de 4 a 5 vezes mais rápido e
eficiente do que simplesmente estudar palavras isoladas.

A pesquisa também provou que quem estuda através de frases possui nível
gramatical superior.

Sempre estude e revise palavras contextualizadas. Nunca estude uma frase


isolada de seu contexto.

Quando você encontrar uma nova palavra sempre escreva a frase em que ela
está contida. Quando você for revisar sempre revise a frase toda e não
somente a palavra. Fazendo isso, sua velocidade de aprendizado irá
significativamente.

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados


Dica Nº2: Não estude gramática metódica

Se a gramática tivesse uma face muitas pessoas a veriam como a imagem


acima. Mas, a gramática em si não é ruim. Ela tem a função de normatizar o
uso do idioma.

Geralmente quando o indivíduo é introduzido ao estudo da gramática ele já


possui capacidade comunicativa na língua. Ou seja, o indivíduo aprende a
gramática de uma língua desde os primeiros contatos. Porém, isto é feito de
forma intuitiva e contextualizada. As regras vêem depois para criar normas e
padrões de uso.

O estudo da gramática passa a ser nocivo quando é dada maior prioridade às


estruturas do que a comunicação. Livros de Gramáticas te ensinam a pensar
sobre inglês quando o que você quer é falar de forma automática sem pensar!

Nativos não pensam em regras gramaticais ao falar e por isso falam rápido,
pois é um processo natural. Quanto mais regras você estuda mais você ira
pensar antes de falar. Ou seja, você irá falar de forma mais lenta e artificial.

Procure entender a gramática de forma contextualizada e dê sempre a


prioridade à intenção comunicativa. Fazendo assim, você irá falar de forma
cada vez mais natural e espontânea.

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados


Dica Nº3: Aprenda as expressões idiomáticas mais comuns

O que é uma expressão idiomática?

Uma expressão idiomática – ou como chamamos em inglês: um “idiom” - é


uma frase composta por um grupo de palavras que juntas possuem um
significado especial. Elas possuem uma peculiaridade: dificilmente são
encontradas em dicionários.

Existem milhares de expressões idiomáticas em inglês. Mas felizmente você


não precisa saber todas elas. Entretanto para falar inglês fluente você precisa
conhecer as mais usadas – pois falantes nativos usam muitas expressões
quando falam, seja em músicas, filmes, negócios e muitas outras situações.

Existe uma grande diferença entre inglês falado e o inglês dos livros. Na fala é
muito mais comum a utilização de expressões e para se dar bem nas
conversas você precisa entender as expressões idiomáticas mais usadas.

No Curso Propulsão para Fluência você aprende a maioria das expressões


usadas por nativos em situações autênticas.

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados


Dica Nº4: Foque sua atenção no inglês falado ou informal

Como usar as palavras mais comuns de forma rápida e automática?

Para falar inglês de forma automática, rápida e correta usando as palavras


mais comuns do idioma você precisa focar a sua atenção no inglês falado.
Ouça músicas, assista filmes ou qualquer outra fonte de áudio de qualidade.

Essa prática te colocará em contato com a cultura do idioma, o que é


fundamental. Aprender um novo idioma é mais do que simplesmente aprender
a substituir palavras. É essencial entrar em contato com a cultura do
idioma.

E no caso da língua inglesa isso é bem fácil, pois a maioria dos hits musicais
internacionais são em inglês. Há uma grande variedade de mídias disponíveis
para quem quer de fato mergulhar no universo da língua inglesa.

Os livros de escola foram elaborados para te ensinar a ler em inglês e não a se


comunicar com desenvoltura. É o inglês da norma culta padrão, mas não o da
vida real que você irá se deparar quando fizer uma viagem internacional, for
assistir sua serie de TV favorita ou filme predileto.

Fazendo isso, você aprenderá a entender e falar com nativos de forma muito
mais rápida.

Dica Nº5: Ouvir é chave para o sucesso

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados


Ouvir produz mais velocidade na hora de falar do que a leitura. Parece simples,
mas a maioria dos estudantes de língua inglesa foca a sua atenção na leitura.
Ler é sempre muito bom e você nunca será prejudicado porque leu algo, muito
menos em inglês. Quanto mais você ler mais você irá melhorar sua capacidade
de leitura e escrita.

Entretanto, se você deseja melhorar sua habilidade de conversação você


precisa focar a sua atenção na audição de inglês de qualidade. Ou seja, você
precisa ouvir mais. Grande capacidade de falar vem de grande dedicação à
audição.

Audição qualificada melhora sua pronúncia, amplia sua capacidade de


entender outras pessoas falando inglês e é fundamental para que você fale de
forma natural e correta. Se você quer velocidade e qualidade você precisa ouvir
mais.

Gostou destas dicas? Aprofunde-se no assunto gratuitamente!

Se você curtiu estas dicas e gostaria de saber ainda mais não deixe de visitar o
blog do inglesagora onde poderá ter acesso a muitas outras sacadas legais
para aprender inglês mais rápido, fácil e melhor.

Visite também a Fanpage InglesAgora e fique por dentro de muitos temas e


assuntos relacionados ao aprendizado de inglês, além de saber o que a
comunidade pensa e está falando.

Sobre o Autor

Raphael Silveira é professor de inglês há mais de anos, empreendedor digital


e autor do blog www.inglesagora.blog.br

www.inglesagora.blog.br Todos os Direitos Reservados