Você está na página 1de 4

Estados Físicos da Água

A água é encontrada na natureza em três estados físicos, a saber: Líquido, Sólido e Gasoso.
Assim, o ciclo da água corresponde ao movimento da água da natureza e, portanto, apresenta os processos de
transformação da água.

Em outras palavras, as mudanças dos estados físicos da água ocorrem por meio dos processos
denominados: Fusão, Vaporização (Ebulição e Evaporação), Solidificação, Liquefação (Condensação) e Sublimação.

Mudanças de Estado Físico


Os Três Estados Físicos da Água
Dependendo de sua forma, a água pode ser encontrada de três maneiras:

Estado Líquido
Encontrada em maior parte no planeta por meio de rios, lagos e oceanos; o estado líquido não possui forma própria.

Estado Sólido
No estado sólido, a água possui forma, como por exemplo, os cubos de gelos. Isso acontece pois as moléculas de
água encontram-se muito próximas devido à temperatura.

Estado Gasoso
No estado gasoso, as partículas de água encontram-se afastadas umas das outras e, por isso, não possui uma forma
definida.
Mudanças de Estados Físicos da Água
As Mudanças de Estados Físicos da Água são divididas em 5 processos, a saber:
Fusão
Mudança do estado sólido para o estado líquido da água, provocada por aquecimento, por exemplo, um gelo que
derrete num dia de calor.
Além disso, o denominado "Ponto de Fusão" (PF) é a temperatura que a água passa do estado sólido para o líquido.
No caso da água, o ponto de fusão é de 0ºC.
Vaporização
Mudança do estado líquido para o estado gasoso por meio do aquecimento da água. Assim, o "Ponto de Ebulição"
(PE) de uma substância é a temperatura a que essa substância passa do estado líquido para o estado gasoso e, no
caso da água, o é de 100ºC.
Vale lembrar que a Ebulição e a Evaporação são, na realidade, tipos de vaporização. A diferença de ambas reside na
velocidade do aquecimento, ou seja, se for realizado lentamente chama-se evaporação; entretanto, se for realizado
com aquecimento rápido chama-se ebulição.
Solidificação
Mudança de estado líquido para o estado sólido provocado pelo arrefecimento ou resfriamento. Além disso,
o "Ponto de Solidificação" da água é de 0ºC. O exemplo mais visível são os cubos de água que colocamos no
refrigerador para fazer os cubos de gelo.
Liquefação
Chamada também de Condensação, esse processo identifica a mudança do estado gasoso para o estado
líquido decorrente do resfriamento (arrefecimento). Como exemplo podemos citar: a geada e o orvalho das plantas.
Sublimação
Mudança do estado sólido para o estado gasoso, por meio do aquecimento. Também denomina a mudança
do estado gasoso para o estado sólido (ressublimação), por arrefecimento, por exemplo: gelo seco e naftalina.

As mudanças de estado físico são várias. Veja o infográfico abaixo para entender.
A DISTRIBUIÇÃO DA ÁGUA NA TERRA

A água pode ser encontrada de maneiras bem diferentes em nosso planeta. Podemos encontrá-la como água doce,
salgada, salobra. Ela pode ser encontrada em rios, mares, oceanos, lagos na atmosfera e até mesmo debaixo da terra.
Nem toda água é potável, ou seja, nem toda água serve para o consumo humano. Isso porque a água pode conter
diversos organismos e substâncias prejudiciais à saúde.
Aproximadamente 70% da superfície terrestre é coberta por água. Porém, menos de 1% dessa água está disponível
para o consumo dos seres humanos.
Outro fato interessante é que boa parte de toda a água encontrada na Terra, está em icebergs, no estado sólido,
encontradas nos polos sul e norte.

ESTADOS FÍSICOS DA MATÉRIA

Toda matéria é formada por partículas, os átomos.


Os átomos por sua vez tem capacidade de realizar ligações originando assim moléculas. Dependendo da organização
dessas moléculas, a substância em questão se encontrará em determinado estado físico, que pode ser sólido. Líquido
ou gasoso.
Há outros estados físicos da matéria mas aqui vamos falar apenas desses três.
Quando as moléculas estão no estado sólido, elas se movimentam pouco e ficam bem próximas umas as outras.
Ao contrário, no estado gasoso, as moléculas se movimentam bastante em comparação ao estado sólido e também
estão mais distantes uma das outras.
O meio termo fica com o estado líquido. As moléculas tem maior força de atração que no estado gasoso e menos que
no estado sólido.

A água no estado de vapor está presente em todos os ambientes terrestres


O ar que você está respirando nesse momento tem água no estado de vapor.
Nesse estado, a água pode ser encontrada nos mais diferentes ambientes terrestres.
A concentração de água em determinado local chamamos de umidade relativa do ar. A tendência é que em desertos,
por exemplo o ambiente seja mais seco, mas mesmo ali há uma certa quantidade de água na forma de vapor.
De forma geral temos estações secas e chuvosas, em que há uma variação da quantidade de água no ar dependo da
época do ano.

Composição química da água


A composição química da água e a sua estrutura influenciam diretamente as suas
propriedades.

A fórmula química da água é H2O


A água é a substância mais comum do planeta e cobre cerca de 71% da superfície da Terra. Sem ela, o planeta seria
completamente diferente do que conhecemos hoje e certamente não existiria nenhum dos seres vivos atualmente
conhecidos, uma vez que muitas teorias indicam que a vida surgiu nessa substância.
A água é composta por dois elementos químicos: o hidrogênio e o oxigênio. Para formar uma molécula dessa
substância são necessários dois átomos de hidrogênio e apenas um de oxigênio, que se ligam por ligações
covalentes (H-O-H). Nesse tipo de ligação, os elétrons dos átomos são compartilhados.
A ligação covalente da água forma um ângulo de 104,5° que promove a polarização da molécula. Observa-se que, ao
interagirem, o átomo de oxigênio atrai de maneira mais intensa os elétrons do que o hidrogênio, o que gera uma
carga parcial positiva no hidrogênio e uma negativa no oxigênio (veja figura a seguir). É a polaridade que garante
algumas importantes propriedades da água, tais como seu ponto de fusão e ebulição, bem como a capacidade de
dissolver substâncias.

Observe a polarização da molécula de água


As moléculas de água agregam-se umas às outras por meio de ligações de hidrogênio. Isso é possível graças à
atração que os átomos de oxigênio de uma molécula exercem sobre os hidrogênios de outras. No estado líquido,
essas ligações rompem-se e refazem-se rapidamente, provocando o deslocamento de moléculas e garantindo a
fluidez da água; no estado sólido, percebemos ligações mais duráveis; e no estado gasoso, a molécula encontra-se
isolada.
É importante destacar que é impossível encontrar uma fonte de água completamente pura, ou seja, formada apenas
por H2O. A água do mar, por exemplo, apresenta 96,7% de água e os outros 3,3% são compostos por sais dissolvidos.
Isso acontece pela capacidade da água de dissolver substâncias, fator que deu origem ao termo “solvente
universal”. Essa propriedade de solvente é possível graças ao ângulo que a torna polarizada.
Em toda água encontrada naturalmente existem sais dissolvidos, entre eles, o cloreto de sódio. O que diferencia uma
água da outra é, principalmente, a salinidade. A água salgada apresenta grande quantidade de sais quando
comparada à água doce. Uma água pura (destilada) só é conseguida em laboratório por intermédio de uma técnica
especial conhecida como destilação.
Sendo assim, devemos ter em mente que, ao ingerirmos água ou mergulhamos no mar, não estamos tendo contato
apenas com átomos de hidrogênio e oxigênio. Além da molécula de água, estão presentes diversas outras
substâncias dissolvidas.