Você está na página 1de 18

CIVILIZAÇÃO GREGA

Curso: Médio Integrado

Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa


ORIGEM DO POVO GREGO
GRÉCIA – GREGOS HÉLADE – HELENOS

Geografia
Grécia continental – Peninsular – insular
Montanhas – Vales férteis
Povos
Aqueus (Micenas) – 2000 a.C.
Jônios (Atenas) – 1700 a.C.
Eólios (Tebas) – 1700 a.C.
Dórios (Esparta) – 1200 a.C.
EVOLUÇÃO DO POVO GREGO

 Genos: reunião de famílias chefiadas por patriarcas;


 Fratrias: associações de diferentes genos;
 Tribo: reunião de várias fratrias chefiadas pelo
basileus (rei);
 Rei: funções de natureza militar, religiosa e jurídica.

Decadência dos Genos

 Direito à herança paterna (filho mais velho);


 Diferenciação de classes;
 Regime de propriedade privada;
 Generalização do regime escravista;
 Aparecimento do Estado (cidades-Estado) – Pólis.
MITOLOGIA

História fabulosa dos deuses e heróis e seus


envolvimentos com os humanos que exerceu
grande influência sobre a arte e o pensamento
dos povos ocidentais.

Sistema simbólico para transmissão de


conhecimento de valores morais, éticos e
estéticos.

Conjunto dos mitos próprios de um povo, de uma


civilização, de uma religião.

Tempos homéricos
 Ilíada
 Odisseia
Causas da expansão grega

 Aumento da população
 Situação de miséria dos camponeses e artesãos
 Produção agrícola insuficiente
 Procura de novos mercados
 Procura de novas condições de vida

Consequências da expansão grega

 Fundação de cidades (Bizâncio, Nice, Marselha,


Odessa, Siracusa, Nápoles...)
 Difusão da cultura grega
 Expansão do comércio marítimo
 Troca de produtos (armas, cerâmicas, cereais,
peles, madeiras, perfumes, ...)
Guerras médicas
Batalhas contra os persas
 Defesa das colônias;

 Xerxes I derrota Esparta e saqueia Atenas.

 Derrota persa na Batalha de Salamina.

Período helenístico
Domínio macedônico
 Império Macedônico (Felipe / Alexandre);

 Ásia Menor, Egito, Mesopotâmia e parte da


Índia;
 Helenismo.
PÓLIS

Quadro comparativo: Atenas e Esparta

Atenas Esparta
Povos fundadores Jônios Dórios

Democracia
elitista
Regime político patriarcal Oligarquia
escravista

Força militar marítima terrestre

comercial
Força econômica agricultura
marítima
Atenas Esparta
Esparciatas
Eupátridas (cidadãos) (cidadãos)
direitos políticos exército e negócios
donos de terras públicos

Classes Metecos (estrangeiros) Periecos (Aqueus)


sociais comércio e artesanato sem direitos
serviço militar políticos/exército
comércio e artesanato
Escravos (maioria)
leis protetoras Hilotas
servos presos à terra

Monarquia Diarquia
Oligarquia Gerúsia (Conselho
Desenvolvimento da Legisladores: dos Anciãos)
estrutura político- - Drácon Ápela (cidadãos)
administrativa - Sólon Éforos
- Clístenes (cinco membros)
HERANÇA CULTURAL GREGA
Filosofia e Ciências

 Passagem do mito à razão


 Tales, Pitágoras,
 Protágoras (sofista),
 Sócrates, Platão (República),
 Aristóteles (Política).

Temas

 Materialismo - idealismo - monoteísmo -


 politeísmo - concepção estática do ser -
concepção dialética da vida.
 Medicina, Física, Química, Astronomia,
Engenharia e Matemática.
ARTES
Caráter dramático, plástico e emotivo.

Literatura
- Aperfeiçoamento do alfabeto

- Formas literárias: lírica, epopéia (Ilíada e


Odisséia), novela, romance, ensaio,
biografia.

Teatro
 Tragédia, comédia, sátiras (personas).

Escultura
 Exaltação idealizada do corpo humano.
Arquitetura
 Estilos: jônio, dório e coríntio.
Arquitetura
 Estilos: jônio, dório e coríntio.
Escultura

Exaltação idealizada do corpo humano.


Pintura
RELIGIÃO E MITOLOGIA

 Politeísmo / antropomorfismo;
 Culto doméstico e público.
Cultura helenística
Interação cultural e sentido cosmopolita.

Filosofia
Estoicismo (Zenão)
Hedonismo (Epicuro).

Ciências
Geometria (Euclides), Matemática (cálculo
integral);
Física (peso específico dos corpos )-(Arquimedes);
Astronomia (esfericidade da Terra)- Eratóstenes);
Trigonometria-(Hiparco).
JOGOS OLÍMPICOS
As Olimpíadas eram realizadas em homenagem a Zeus;
os jogos olímpicos eram considerados atividades
religiosas e cívicas; só homens podiam participar.
REFERÊNCIAS

BURNS, E. McNall. História da Civilização Ocidental. 27. ed. Rio de Janeiro: Globo,
1986. V. I e II.
CAMPOS F. de e MIRANDA, R. Garcia. Oficina de História: História Integrada. São
Paulo: Moderna, 2001.
COTRIM, Gilberto. História Global – Brasil e Geral. 8ª Ed. São Paulo: Saraiva, 2007.
FIGUEIRA, Garcia Divalte. História. São Paulo: Ática, 2005. (Série: Novo Ensino
Médio).
MORAES, José Geraldo V. de. Caminhos das Civilizações. São Paulo: Atual, 1955.
MOTA, M. B. e BRAICK, P. R. História das Cavernas ao Terceiro Milênio. São
Paulo: Moderna, 2000.
TEIXEIRA M. P. Francisco. Brasil – História e Sociedade. São Paulo: Ática, 2000.
VAINFAS, Ronaldo et al. HISTÓRIA:das sociedades sem Estado às monarquias
absolutistas. São Paulo: Saraiva, 2010. V. 1