Você está na página 1de 53

2018

O Caminho dos Dragões

Vitor Ruivo
O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Os Dragões não são nem Luz nem Trevas, mas de todo o Universo.

A MAGIA DOS DRAGÕES E OS SEUS ELEMENTOS

Os Dragões Sagrados são regidos pela Lei Maior e a Justiça Divina, isto é, são seres que fazem parte da hierarquia dos
Seres de Luz dentro da Criação Divina, eles não trabalham para o mal, só para o bem.

Para os antigos Bruxos e os Alquimistas, os Dragões eram seres dotados de dons mágicos, representando seres divinos,
inteligentes e superiores.

As suas dimensões mágicas, credenciam-os para que eles possam realizar encantos e magias a partir do domínio dos 4
elementos naturais: Terra, Fogo, Água, Ar e Caos.

Neste sentido, dominando pelos 4 elementos, os Alquimistas agrupavam e identificavam os Dragões de acordo com
cada elemento, tendo capacidades específicas e peculiaridades próprias que os distinguiam entre si.

O Dragão do Ar ou alado é representado pelo “mercúrio dos sábios”. A sua característica está voltado para o estado
volátil, flexível, onde os seus pontos fortes estão na sua força, inteligência, agilidade de pensamento, liberdade, psique
desenvolvida e elevação espiritual. Cores simbólicas: Amarelos e dourados.

O Dragão do Fogo ou ígnea, vulgarmente conhecido como “cuspidor de fogo” é representado pelo “enxofre dos
sábios”. A sua característica está voltada para a calcinação, o uso da sua força radiante e da energia de autocombustão
que cria e destrói. Simbolicamente, a sua injeção de labaredas está associada à sua intuição e vontade espiritual. É um
ser bastante espiritualizado. Cores simbólicas: Vermelhos e cores quentes.

O Dragão da Água ou aquático é representado pelo “sal harmônico”. A sua característica está voltada à sua força
fluente e a dissolução da matéria. Este dragão apresenta emoções superiores, baseada na alma, onde o seu inconsciente
individual é usado como força de conhecimento. Cores Simbólicas: Azuis e verdes azulados.

O Dragão da Terra ou terrestre é representado pelo “chumbo dos sábios” ou “negrume”. A sua característica está
voltada para a força de coesão, a matéria e o corpo físico do alquimísta, elementos essencialmente da terra. Cores
simbólicas: Marrons e as suas variações.

O Dragão do Caos é um pouco complexo de lidar. As suas personalidades podem variar bastante; tem uma tendência
à anarquia e a quebrar regras; os seus códigos de honra pessoais também são diversificados, porém seguem-nos com
fidelidade. Não podem ser considerados maus ou bons, visto que apenas gostam de provocar intensas mudanças para o
crescimento do magista. São interessados e gostam de interagir, julgar e observar quem os invoca, sendo sinceros nos
seus julgamentos; podem provocar confrontos com os medos e os aspectos obscuros do magista, procurando a
evolução pessoal do mesmo.

A Magia com Dragões do Caos pode ser feita em busca de mudanças bruscas e fortes, renovação, inícios ou fins de
ciclos, sorte, aprendizado, e quebra de barreiras e de coisas prejudiciais. Estes Dragões favorecem Magia Estelar,
Planetária e divinações em geral, ainda que possam trabalhar com todas as esferas de magia.

Todos os direitos Reservados Página 1 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Uma vez que um relacionamento é criado entre um magista e um Dragão do Caos, este o acompanhará em todas as
suas actividades mágicas, e trará os ventos da mudança a todo instante para a sua vida.

Cores: Tons escuros de roxo e o preto; também são relacionados com o prata.
Correspondências mágicas: Mudança, caos, magia, divinação, autoconfiança e autoconhecimento, aprendizado,
meditações, evolução, aperfeiçoamento, sucesso, renovação.
Correspondências negativas: Inconstância, caos, arrogância, destruição, catástrofes, aleatoriedade, imprevisibilidade,
dispersão.

Energia e Proteção de Um Dragão:

Há muitas idéias diferentes sobre a natureza dos dragões.


Algumas pessoas pensam neles como energias elementais sem existência independente.
Outros não acreditam na verdadeira existência dos dragões e consideram apenas a imagem simbólica.
Ainda outras pessoas gostam de pensar que talvez os dragões existiram na forma física e vagavam pela Terra, dando
origem à vários mitos e lendas que o cercam.
No entanto, os dragões já não são seres físicos.

Eles mudaram-se para o reino espiritual ou astral que só pode ser sentido a um nível energético ou psíquico.
Experiências de algumas pessoas levaram a acreditar que eles ainda são criaturas reais que entram e saem do plano
astral como bem entenderem.
Durante centenas de anos, a imaginação da humanidade foi capturada pela visão do dragão mítico – um arquétipo que
ressoa profundamente dentro da psique humana como um símbolo de conhecimento e sabedoria além do alcance dos
seres humanos mortais.

No entanto, os dragões são muito mais do que criaturas imaginárias em contos de fadas.
Dragões são tão reais para quem acredita que dão o ar da graça como reconhecimento por acreditarem neles, mas eles
vivem no plano astral, que coexiste com nosso plano físico.
Dragões têm o controle das correntes mais profundas das energias elementares que geralmente são sentidos pelas
pessoas que, uma vez torna-se amigo.

São fiéis aos seus amigos e excelentes colegas dos magos mais poderosos.
A dedicação do dragão em ser protector do seu amigo é gratificante, é da natureza deles tentar proteger alguém, sendo
um maravilhoso guarda costas para quem acreditar nele.
Tente fazer a experiência de ter um dragão como seu amigo, realmente ele afasta toda maldade que possa aproximar-se
de si.

Todos os direitos Reservados Página 2 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Como manter Contato com um Dragão

Os Dragões são uma força primitiva – uma força espiritual e física.


Na ordem hierárquica dos seres que estão no mesmo nível como os anjos.
Eles são as fontes de energia da Terra, o poder dos ventos, o fogo nos vulcões, a ferocidade da tempestade e das ondas,
as Linhas de Lei da Terra.
Os dragões são criaturas admiráveis, inteligentes e educados.
Eles têm algumas características fascinantes em adição aos vislumbres ocasionais que nos são dadas através de contos
de fadas e lendas.

Os dragões são uma das maiores das criaturas do outro mundo e no mundo fantástico de animais, o dragão é único.
Nenhuma outra criatura tem aparecido numa variedade tão rica de formas.
Embora muitas pessoas pensem que eles vivem apenas nos livros e nos mitos, no reino do espírito são muito reais.
Há muitos tipos diferentes de dragões, incluindo os de várias cores diferentes.
Dragões também podem vir ao mundo físico na forma de vastos campos de energias, aparições e, em alguns raros
casos eles sequer aparecem como criaturas mundanas.
Se acontecer de sentir um campo de energia de grande porte, as chances são de que é um dragão.
Eles são atraídos por pessoas com virtudes compatíveis, tais como honra, integridade, sinceridade e coragem.

Eles também gostam de pessoas que estão muito interessados e dedicados a dragões.
Tente falar com eles.
Se não pode falar em voz alta, tente fazê-lo telepaticamente.
A Magia Draconiana, caracteriza-se por ser todo o tipo de magia feita na companhia ou com o auxílio de Dragões. Não
é uma forma de religião ou culto, mas sim uma forma de realizar magia com a presença e com a energia dos Dragões.

Sobretudo, é preciso começar por compreender o quê, ou quem são os Dragões. A denominação por si só tem um
estereótipo fantástico, de seres alados e poderosos que tem o poder de soprar fogo e que estão presentes nos mais
diversos livros fantasiosos, videojogos e filmes. Mas eles vão muito além disso.

Apesar de serem citados como uma raça inteira, cada Dragão possui a sua personalidade e os seus gostos. Portanto,
seja diplomático ao contatar com Dragões, para não ofendê-los ou conseguir a sua antipatia. Conheça-os, envolva-se
com eles, para conquistar a confiança e ser digno de possuir o auxílio dos mesmos nas suas práticas mágicas.

Assim como os seres humanos, ou como outros seres mágicos, como as Fadas, cada Dragão possui as suas
particularidades, as suas preferências, e também o seu próprio código de honra e ética.
Os Dragões levam os seus códigos de honra muito a sério, portanto, caso vá contra o código pessoal do mesmo, não
espere auxílio ou amistosidade. Ter ética e honra é uma qualidade muito apreciada pelos Dragões, e essencial para
qualquer praticante de Magia Draconiana.

Todos os direitos Reservados Página 3 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
As descrições sobre como os Dragões possuem bastante variações, ainda que sempre sejam considerados grandes
entidades reptilianas. Possuem asas, escamas, olhos similares aos dos répteis, embora a quantidade de asas e patas seja
variável de acordo com a cultura. Os Dragões asiáticos, por exemplo, são como grandes serpentes e não possuem asas;
já os europeus parecem-se com os clássicos da literatura fantástica e dos videojogos: quatro patas, asas grandes e corpo
robusto. Ainda assim, o que importa é a energia que o Dragão emana, e que auxiliará não apenas na relação que será
mantida com o mesmo, mas também nas formas de magia que serão desenvolvidas em conjunto. A sua aparência é
apenas a forma como o reconhecerá em meditações e interações.

INVOCAR OS DRAGÕES PELA PRIMEIRA VEZ

Existem inúmeras formas de iniciar o contato com os Dragões. Porém, todos eles podem ser resumidos num método
bastante simples: convide-os. Atraia-os para a sua vida. Não é preciso elaborar rituais complexos para dar o seu
primeiro passo; apenas mentalize que deseja invocá-los para fazer parte da sua vida, e siga a sua intuição.

Depois de dado o primeiro passo, pense: que tipo de Dragão quer atrair? Com qual se identifica mais? Pode ser que já
possua um Dragão Guardião de um dos elementos acima, caso tenha se identificado fortemente com a descrição de
algum deles. Se não tem certeza, ou se prefere iniciar através de uma apresentação mais formal, segue um exemplo de
um ritual simples para a invocação de Dragões.

Ritual Simples para a Evocação de Dragões

- Material necessário:
- 1 vela da cor do elemento ou branca
- 1 pequena oferenda

Este ritual pode ser feito em qualquer dia da semana, em qualquer horário, desde que não haja interrupções durante a
realização. Prepare o lugar, purificando-o com incenso de uma erva de sua preferência. Pode optar por músicas calmas,
se achar necessário.

Abra o círculo mágico, caso costume utilizá-lo. Convide os Dragões para participarem do seu ritual, e diga quais as
motivações por trás desta invocação. Se deseja somente atrair o seu Dragão Guardião, peça diretamente a ele que
esteja consigo. Seja sincero e fale tudo aquilo que sentir necessidade.

Quando se sentir pronto, feche os olhos. Sente-se, e coloque uma vela à sua frente. Se não souber que cor utilizar, opte
pelo branco. Se desejar invocar um Dragão específico - para convidá-lo a manter contato consigo, por exemplo -,
utilize uma vela da cor correspondente ao seu elemento.

Fique em silêncio e visualize o seu templo interior. O seu templo interior é aquele lugar onde mais se sente seguro, e
pode ser completamente imaginário. Deixe a sua mente relaxar e fluir. Em algum momento, o Dragão estará consigo.

Todos os direitos Reservados Página 4 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Após a meditação, faça uma pequena oferenda em honra do Dragão. Pode ser uma poesia, uma dança, uma fruta, ou
até mesmo a consagração de um objecto ou joia. Repita o ritual se sentir necessidade de se conectar com os Dragões,
ou de interagir com o seu Dragão Guardião.

Também pode-se realizar este ritual caso queira a intervenção de uma divindade no contato com os Dragões. Neste
caso, convide o Deus ou a Deusa em questão - que pode ou não ser Tiamat, a Deusa conhecida por ser a mãe dos
Dragões - e os Dragões na sua invocação no início do ritual. Peça para a divindade que ela lhe auxilie, enviando-lhe
um Dragão interessado em manter um relacionamento consigo. Se for do seu interesse, já pode consultar um oráculo
durante o ritual para descobrir qual o elemento do Dragão que lhe acompanhará.

Qualquer que seja o caso, em alguns dias, o Dragão que invocou aparecerá na sua vida, por meio de sonhos,
meditações ou diversas outras formas. Então, cabe a si manter o seu contato com ele, através de meditações e da
prática de magia. Lembre-se que o relacionamento com os Dragões deve ser construído com paciência e determinação,
então, não inicie um contato caso não vá mantê-lo. Dragões tendem a ir embora se forem negligenciados ou notarem
falta de interesse.

Quando de facto começar a trabalhar com o Dragão que invocou, lembre-se de ser respeitoso, e agradeça sempre que
possível o seu auxílio. Mantenha em mente que é um aprendiz, e que caso seja sincero e ético na hora de lidar com os
Dragões, terá poderosos amigos para lhe ajudar nas suas atividades mágicas.

Dragão Guardião e Dragão Guia


O Dragão Guardião é aquele que escolheu proteger-lhe. Nem todos possuem um Dragão Guardião; porém, todos
podem convidar um Dragão que se interesse para que os protejam e para que esteja presente nas suas vidas. Ele pode ir
embora a qualquer momento; mas, se o fizer, pode criar laços com outro Dragão interssado. Os Dragões Guardiões são
aqueles que costumam aparecer em meditações e auxiliam bastante na prática de magia; após construído um laço entre
o Dragão e o magista, eles costumam aparecer com frequência. Quando se sentir desprotegido ou com medo, contacte
com o seu Dragão Guardião através de meditação ou de um ritual.

Dragões Guias são aqueles que optam por auxiliar no seu caminho. Podem ser os mesmos Dragões que agem como os
seus Guardiões, como podem ser Dragões completamente diferentes. É bastante difícil contactar com o seu (ou os
seus) Dragão Guia, visto que preferem aparecer somente quando julgam necessário. As suas aparições são feitas
através de sonhos ou de meditações, e servem para lhe ensinar certas lições. Quando se sentir perdido ou sem
propósito, tente meditar ou consultar um oráculo com o seu Dragão Guia.

Todos os direitos Reservados Página 5 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Altar aos Dragões
Ter um altar focado na Magia Draconiana não é necessário; ainda assim, é uma forma de centralizar o seu contato com
os Dragões, e também de facilitar o processo da realização de magia. Se já possuir um altar focado nas práticas
mágicas, pode adaptá-lo para a magia com os Dragões; se não, pode facilmente adaptar um cantinho para dedicar a
eles.

Um altar simples pode conter apenas as representações básicas de cada elemento - copo com água ou conchinhas, um
incenso ou uma pena, uma vela e um cristal ou um pratinho com sal ou terra - e algum símbolo em homenagem aos
Dragões. Pode colocar estátuas, desenhos, poemas, velas, incensos, cristais, flores, e coisas relacionadas ao elemento
do, ou dos Dragões com quem se relaciona. Oferendas e rituais também serão feitos nesse altar.

Caso tenha um foco mais direcionado na prática de magia, é recomendado que tenha instrumentos mágicos
consagrados apenas para a Magia Draconiana. Podem ser instrumentos simples, desde que sirvam para esse propósito;
caso consagre algum instrumento ou objecto para Magia Draconiana, evite utilizá-los em magias que os Dragões não
participem.

As oferendas aos Dragões podem ser bastante variadas, dependendo principalmente do elemento e da personalidade do
Dragão com quem trabalha. Em geral, Dragões apreciam coisas feitas para eles - desenhos, poemas, músicas, danças,
estátuas, ou até mesmo alimentos feitos com a intenção de agradá-los. Para saber de oferendas mais específicas, a
recomendação é que medite e interaja com o seu Dragão, pois os seus gostos podem diferir bastante.

Divinação com os Dragões


Dragões costumam interagir bastante através de oráculos, e também favorecem as divinações em geral. Se procura por
respostas diretas e precisas, convide um Dragão para o acompanhar na próxima consulta aos oráculos que fizer. Eles
podem ajudar em qualquer meio que preferir - seja ele o Tarot, as Cartas Ciganas, as Runas Nórdicas, entre outros.

A melhor forma de divinar com os Dragões, no entanto, é através das Runas dos Dragões. Elas podem ser usadas para
comunicar diretamente com eles, ou para que eles auxiliem a interpretar da melhor maneira possível as respostas
obtidas através desse oráculo.

Na Magia Draconiana, pode-se incorporar símbolos relacionados a quaisquer sistemas mágicos ou crenças. Portanto,
qualquer que seja o tipo de magia que esteja a praticar, sinta-se à vontade para empregar os símbolos que achar
importantes e que auxiliarão nas energias empregadas.

No entanto, alguns símbolos são considerados de importância especial para os Dragões. Caso utilizados corretamente,
podem fortalecer ainda mais a magia em curso, e também honrar o Dragão que estejam a trabalhar nela. Alguns
exemplos são:

Todos os direitos Reservados Página 6 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
O Pentagrama - É o símbolo clássico da Bruxaria, mas também pode representar os cinco elementos aos quais os
Dragões pertencem: Terra, Fogo, Ar, Água e Caos. É um ótimo símbolo protector, especialmente se consagrado para o
contato dracônico.

Olho de Dragão - Representa aquilo que está oculto, ou que é desconhecido. É utilizado como um símbolo de
proteção, mas também como um símbolo para a magia e para o conhecimento das artes ocultas.

Chamas/Fogo - São um dos símbolos dracônicos - a baforada de chamas. Mesmo que nem todos os Dragões cuspam
fogo, é poderoso por representar a cura e a destruição.

Serpente - É o animal mais próximo aos Dragões que conhecemos; as serpentes são conhecidas por lembrarem
renovação, sabedoria, conhecimento, astúcia, sexualidade, imortalidade e novos começos.

Ouroboros - O Ouroboros é uma imagem de uma serpente, ou de um Dragão, engolindo a própria cauda. Ela
demonstra a completude, o infinito, a recriação de si mesmo - ou seja, um ótimo símbolo para a conexão com os
Dragões do Caos, que são responsáveis por esses acontecimentos.

Espiral - Encontrado em várias culturas e tradições, a espiral na Magia Draconiana representa a magia acontecer, e
pode servir para intensificar actividades mágicas feitas com os Dragões.

Dicas para praticantes de Magia com Dragões


Disciplina e responsabilidade são as palavras chave na Magia Draconiana. E confiança é a base do seu relacionamento
com os Dragões; portanto, tenha palavra e honra.

Não tenha medo dos Dragões. Deve ganhar a sua confiança, porém o medo apenas o atrapalhará e os afastará.

Seja respeitoso. Agradeça pela ajuda deles sempre que for possível. Retribua o auxílio com oferendas. Não tente dar
ordens a um Dragão, pois dessa forma, nenhum quererá trabalhar consigo.

Utilize a magia de forma responsável. Não se desvie do seu código de ética ou peça para um Dragão ajudar em algo
que vai contra os princípios dele.

Pode ser difícil começar a relacionar-se com os Dragões. Mas não desista; seja sincero e persistente, e demonstre que
vale a pena trabalhar consigo. Caso fique confuso com o que determinado Dragão está a tentar lhe mostrar, peça por
sinais diretos, e tenha paciência.

Não pode forçar um Dragão a ajuda-lo, nem pode definir qual será a personalidade e o elemento do seu Dragão
Guardião. O que pode fazer é convidá-los para a sua vida e certificar-se de que se sintam atraídos.

Caso o Dragão com que está a trabalhar diga o seu nome, ou lhe peça para nomeá-lo, guarde bem esse nome e não
divulgue-o a menos que ele lhe permita. Esse será o nome que poderá utilizar para invocá-lo e para pedir a sua ajuda.

Todos os direitos Reservados Página 7 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Dragões irão inevitavelmente testa-lo e fazer passar por dificuldades para conhecerem quem realmente é. Faz parte da
Magia Draconiana lidar com estes desafios, para que se alcance autoconhecimento e crescimento pessoal.

Magia Draconiana leva tempo para aprender. Para algumas pessoas, apenas algumas semanas são necessárias para
começar a praticar magia com os Dragões; para outras, meses de estudo podem não ser suficientes. Reconheça as suas
limitações e estude o máximo que puder.

MAGIA PARA TRAZER PROTEÇÃO DOS DRAGÕES

Esta magia vai trazer proteção para si, para o seu lar e os seus rituais, com estes animais adoráveis que são os Dragões.
Escreva a prece abaixo num papel branco e com lápis.
Realize este ritual de preferência à noite e num local aberto.
Com muito cuidado, coloque num frasco de ferro ou no seu caldeirão, meia chavena de álcool e posicione num local
seguro.
Com dois palitos de fósforo, acenda as chamas no caldeirão.
Em seguida leia esta prece, e deite nas chamas em homenagem aos Dragões.
Enquanto realiza este ritual, visualize nos céus acima de si, um ou mais Dragões sobrevoando e observando.

“Pequenos dragões,
Com o brilho das chamas nos olhos,
Nos vigiem dia e noite,
E protejam de todos os males.
Enviem bons votos a todos nós,
Em todos momentos.
Protejam-nos de dia e de noite
Enquanto despertos ou durante o sono
Que através do seu amor e de sua vigilância
Esta família permaneça em segurança.”

DATAS DAS INFLUÊNCIAS DOS ANIMAIS DRAGÕES

A maioria das pessoas sabe que a água cobre 2/3 do nosso planeta e compõe 95% no nosso corpo, não podemos viver
sem este Elemental. Na china, a água produz a madeira, que significa o crescimento e é o elemento natural do dragão.

O dragão do Fogo, governa acumulação de riqueza e aponta para o Leste as 7 horas da manhã, no mês de Janeiro e
abre os caminhos para tudo.

As 10 horas entra o Dragão Água que traz a criatividade, inteligência e poder, entra no mês de Abril, vindo do Sul.

As 13 horas entra o Dragão do Ar, trazendo inspiração, criatividade e prosperidade nos negócios, entras no mês de
Julho, vindo do Oeste.

As 16 horas entra o Dragão da Terra, transmitindo firmeza, auto-confiança, elevando a nossa energia vital, entra no
mês de Setembro, vindo do Norte.

Todos os direitos Reservados Página 8 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
O próximo será a cada 5 anos, entrando o dragão do Fogo, após 5 anos o Dragão do Ar, após 5 anos o Dragão da Terra
e em seguida , após 5 anos o Dragão da Água.

Todos os anos existe as fases da Lua dos Dragões; devem procurar todo ano as tabelas para se orientarem sobre a Lua
dos Dragões.

UM POUCO SOBRE A LENDA DOS DRAGÕES

Na Idade Média, período em que o cristianismo começou a expandir-se, a figura do dragão, estava sempre presente no
imaginário das pessoas. Neste período, o Dragão simbolizava o pecado e o paganismo.
Heróis, santos e mártires aparecem em histórias relacionadas a lutas e vitórias sobre estes; chamados de monstros, na
época. A lenda de São Jorge, que lutou e venceu o dragão, apresenta-se nestes textos biblícos.

Os Dragão são animais lendários, simbolizados por grandes répteis monstruosos e outros que possuem a capacidade de
voar e cuspir fogo pela boca. Mitos e lendas com dragões, são constantes no Médio Oriente Antigo, simbolizando,
nestas culturas, a destruição e o mal.

Na Mesopotâmia, conta-se que havia uma lenda (criada há 2000 a.C) em que o Dragão era chamado de "Tiamat". Este,
simbolizava o oceano e comandava as orlas do caos. A sua destruição era uma condição para a sobrevivência das
civilizações antigas; pois as suas casas e cidades eram feitas de madeira, não conseguiam domesticar e nem impedir
que os dragões atacassem os seus rebanhos e causa-sem a destruição das suas casas e vilas, com o fogo soltado pelas
suas bocas e narinas.

Na mitologia egípcia, "Apohis" era o dragão da escuridão e era expulso do universo todos os dias pelo deus do Sol
(Rá), no período da manhã.

Na cultura hebraica bíblica, o dragão representava a morte e o mal. Esta figura aparece no Apocalipse e é repleta de
simbolismos.

Criaturas que eram selvagens e cuidavam dos seus domínios; mas são lindos , nobres, criativos e de grande sabedoria;
estão evoluídos agora e ensinam-nos a sabedoria, humildade e a como superar os obstáculos na nossa vida, enchendo-
nos de força e otimismo.

Todos os direitos Reservados Página 9 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
OS DRAGÕES E SEUS NOMES PARA INVOCAÇÃO:

DELORE

Dragão "DELORE"- auxilia na proteção e faz vigia por si , trazendo-lhe respostas e é


muito observador. Elemental Ar

AYLLOR

Dragão "Ayllor"- Transmite sabedoria dos antepassados e leva-nos ao Astral.


Elemental Ar

BELTHOR

Dragão "Belthor"-Gosta de observar as caças terrestres, auxilia nos caminhos que


tem de vencer os obstáculo-
Elemental Terra.

BATHRUS

Dragão "Bathrus"-transmite defesa, proteção, poder físico e mental.


Elemental Fogo

FAILLUX

Dragão "Faillux"- transmite sabedoria em empreendimentos financeiros,


prosperidade.

Elemental Terra

Todos os direitos Reservados Página 10 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
TRABER

Dragão "Traber"- transmite luz para doutrinar as energias maléficas, protege e


acolhe os seus escolhidos-

Elemental Água.

FHERLOR

Dragão "Fherlor"- Transmite amor, harmonia, sabedoria e paciência. Este é um dos


mais calmos, mas arisco como todos.

Elemental Água.

VLADIS

Dragão "Vladis"- transmite poder sexual, virilidade, trata o emocional.

Elemental fogo

RONDHI

Dragão "Rondhi"- Um dos bravos Dragões para alta defesa contra magias negras e
malefícios-

Elemental Fogo

Todos os direitos Reservados Página 11 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
CENGUS

Dragão "Cengus" - O Dragão Negro, apesar desta cor é muito protetor e leva-nos
entre o tempo e o espaço. Mostrando por onde Ele andou.

Elemental Terra.

FRAGYLIS

Dragão "Fragylis"- Este Dragão adora passar ensinamentos e de conquistar bens


financeiros, traz riqueza e fortuna.

Elemental Terra

AFENICYS

Dragão Mãe "Afenicys"- Protetora da família e do casamento, ensina a ter paciência


e harmonia nas conquistas tanto amorosas , quanto financeiras.

Elemental Água

FERRIS

Dragão "Ferris"- Transmite a arte das mágias ocultas e como se comunicar com os
Elementais e obter a proteção deles. Grande guardião-

Elemental Fogo

Todos os direitos Reservados Página 12 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
ANUTHOS

Dragão "Anuthos" – ensina-nos a sabedoria para acalmar os animais guardiões e


como saber aproveitar com amor, a companhia deste protetor.

Elemental Fogo

FLATOS

Dragão "Flatos"- Transmite a sabedoria do auto conhecimento, do verdadeiro Eu


interior, ajuda -nos a achar o nosso" Centrum "com ensinamentos de vidas passadas.
Elemental Terra

FLAMIS

Dragão "Flamis" - ensina a abrir e fechar portais para a busca de conhecimento entre
os mundos, muito protetor.

Elemental Ar

ALTILUS BECK

Dragão "Altilus BECK" - Transmite ensinamentos de sobrevivencia em épocas


difíceis, ajudando-nos a superar obstáculos, ensina a prática da meditação.
Elemental Água

Todos os direitos Reservados Página 13 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
CERVOROS

Dragão "Cervoros"- Dragão inteligente, ardiloso, mas muito protetor, ensina as


passagens do Tempo e mostra as outras reencarnações.
Elemental Água

DRAGUES WHITE

Dragão "Dragues White" - Chefe dos Dragões, o mais poderoso e forte , aparece
quando Ele quer, dificil, aparecer em ritos de invocação, porque se Ele vier os
outros vêm atrás. É ele que ordena a hierarquia dos Dragões. quem conseguir a
proteção dele, jamais será atingido por magia negra.

Elemental Ar

ARVRUS

Dragão da época de "Rei Arthur" é chamado de "Arvrus"- mal aparecia, pois na


época estavam quase todos extintos- ajuda na depressão, na saúde e ensinamento de
curas.

Elemental Terra

SATLER FIRE

Dragão "Satler Fire"- Este Dragão é muito minucioso nos detalhes nos seus
ensinamentos, apesar desta expressão feroz, tem o coração amoroso e carente, mas
gosta de se mostrar imponente, protege muito até o final de nossa vida.

Elemental Água

Todos os direitos Reservados Página 14 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
MANTHUS

Dragão do Astral "Manthus"- Adora as viagens astrais e levar o conhecimento das


artes magicas a quem ele adotar como aprendiz.

Elemental Ar

GÂNOS

Dragão violento e extremamente arredio "Gânos" - Este Dragão é muito sábio, traz
a esperteza, a malícia e não admite desrespeito., quanto as "Leis dos Dragões " é
alterada ou desrespeitada, Ele vem cobrar; ele é o guardião dos guardiões.

Elemental Fogo

MIRLUS

Dragão "Mirlus"- Transmite sabedoria, bons pensamentos e auxilia os estudiosos,


gosta de ajudar aqueles que necessitam de sabedoria .

Elemental Ar

FHANE

Dragão imponente "Fhane"- transmite imponência, vigor, auto estima e confiança na


vida, proteção.

Elemental Água

DRAGHO

Dragão "Dragho"- Transmite ensinamentos de sabedoria, paz, harmonia, respeito


mutuo e ensina as "Leis dos Dragões" a quem o conquistar com amor.
Elemental Ar

Todos os direitos Reservados Página 15 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
IMCUBUS

Dragão "Imcubus"- Traz ensinamento de auto defesa contra magias negras e


malefícios, grande protetor e conhecedor das artes ocultas.

Elemental Ar

ARLOS

Dragão da antiga Atlantida "Arlos"- transmite muita sabedoria, ajuda estudiosos nas
ciências ocultas.
Elemental Água

CORFHIS

Dragão "Corfhis"- Transmite saúde, ensinamentos antigos de cura e elevação


espiritual.

ElementalTerra

ORNIX

Dragão das montanhas rochosas "Ornix"- Transmite sabedoria e abre os caminhos


para a vitória, protegendo contra os obstáculos da vida, é contra os vícios humanos,
que Ele não aceita.

Elemental Ar

Todos os direitos Reservados Página 16 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
BURLOS

Dragão Serpente " Burlos" - Transmite a sabedoria de controle sobre o financeiro,


para crescimento espiritual, ajuda a quem é impulsivo, para medir as consequências
dos seus actos.

Elemental Água

VETURIANO

Dragão da guerra "Veturiano"- Ensina a arte da guerra, transmite sabedoria para


vencer inimigos, é arredio e impetuoso.

Elemental Fogo

VASTHOS

Dragão Serpente "Vasthos" - Transmite proteção, riqueza e ensina os principios da


sabedoria nos negócios.

Elemental Terra

AFHETUS

Dragão "Afhetus"- Este Dragão muito observador auxilia na doutrina do


comportamento humano, tanto emocional ou físico, ensinando a seguir bons
caminhos.

Elemental Água

Todos os direitos Reservados Página 17 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
VERRUGUS

Dragão "Verrugus"- Transmite poder físico e energia vital para a perca do medo de
vencer batalhas é o dragão alaranjado.

Elemental Ar

FHYTUS

Dragão "Fhytus"- De enorme agressividade- Quando calmo, transmite sabedorias


muito antigas e traz elevação espiritual. Este dragão voa através dos tempos,
passado, presente e futuro.

Elemental fogo

RONNDHUS

Dragão "Ronndhus"- transmite proteção, tem que ser cuidadoso(a) para lidar com
este Dragão; pois Ele irrita-se facilmente- traz sabedoria e ensina o futuro.
Elemental Ar

MANTRA DE INVOCAÇÃO DO DRAGÃO GUARDIÃO

dracos...draguitania... dratinia... dratunos....dratus... dratan... dratetone.... dratutos.... dratidanian


_______________________________________________________________________________________

MANTRA DE INVOCAÇÃO DO DRAGÃO

“DRACONIS... DRACONIS... DRACONIS...”


________________________________________________________________________________________

Todos os direitos Reservados Página 18 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
DRAGÕES GUARDIÕES DOS 4 QUADRANTES

Na energia dos Dragões assim como noutras tradições temos os governantes dos portais, que auxiliarão no trabalho
mágico. Abaixo segue um breve resumo de cada Dragão as suas cores e afins.

Elemento Ar - governa o quadrante leste do círculo e do universo. O seu regente


Dragão é Sairys. A sua cor é o amarelo. Aspectos positivos são: nascer do sol,
primavera, incenso, varinha, sino, nuvens, ventos, a respiração, otimismo, alegria,
inteligência, rapidez mental, renovação. Associações negativas são: leviandade,
inconstância, fofocas, desatenção, egocentrismo, vendavais, tornados, furacões e
afins.

O seu ar é quente e húmido.

Sairys auxilia na Inspiração e na transformação dentro do circulo, Tanto Sairys quanto os seus dragões são grandes
mestres que sabem dividir o seu conhecimento com seus pupilos.

Invocação a Sairys:

Sairys grande dragão dos quatro ventos


Sopre neste circulo a clareza para os pensamentos
Que o portal Leste seja vigiado para que este circulo
de magia não seja quebrado

Elemento Fogo –O seu regente é dragão Fafnir, que comanda os Dragões de Fogo e os raios de sol. A sua cor é o
vermelho. O fogo é: verão ao meio-dia, o punhal e a espada, velas, a
brasa do incenso, o sol, o entusiasmo, a actividade, a mudança, paixão,
coragem, ousadia, força de vontade e liderança. Associações negativas
são: ódio, inveja, raiva, medo, guerra, ego conflitos, raios, vulcões.

O seu Ar é quente e seco.

Fafnir dá-nos coragem o impulso inicial, ajudando na transmutação e


combustão das energias envolvidas no trabalho mágico. Quando
invocado Fafnir e os seus dragões fazem a temperatura do ambiente oscilar, e também podem-se manifestar através da
chama da vela e caldeirão.

Invocação de Fafnir:

Fafnir Força viva pulsante das grandes chamas e vulcões


Aqueça este circulo e os nossos corações
Que o portal Sul esteja com seu fogo protegido
e que neste circulo nenhum mal seja gerido.

Todos os direitos Reservados Página 19 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Elemento Água - rege o quadrante oeste do círculo. O seu regente Dragão é Naelyon (Nail' yon-), que comanda os
dragões do mar, fontes, lagos, lagoas e rios. A sua cor é azul. Aspectos positivos
são: pôr do sol, o outono, o cálice de água, compaixão, paz, perdão, amor,
intuição, calma, paz de espírito. Aspectos negativos são: inundações, tempestades,
redemoinhos, a preguiça, a indiferença, a instabilidade, a falta de controle
emocional, insegurança.

O seu ar é frio e húmido.

Naelyon auxilia-nos na purificação e nas mudanças, principalmente aquelas


voltadas para o lado emocional e curativo, a sua presença dentro do circulo pode
oscilar com o calor de Fafnir deixando o local por vezes frio por vezes quente.

Invocação de Naelyon:

Naelyon governante de águas curativas


Desperte no nosso circulo as forças intuitivas
Que o portal oeste esteja na sua proteção
Mantenha o nosso circulo sobre a sua observação

Elemento Terra - governa o quadrante norte do círculo. O seu regente Dragão é Grael, que supervisiona os dragões
das montanhas, terra, minerais, pedras preciosas, e lunares. A sua cor é verde.
Aspectos positivos são: a meia-noite, Inverno, o cálice de vinho, sal ritual, a tigela
do dragão , gemas, espelho do dragão, pedras, montanhas, cavernas, solo, respeito,
perseverança, responsabilidade, estabilidade, prosperidade, perfeição, propósito na
vida. Aspectos negativos são: rigidez, para alterar ou ver um outro lado de um
problema, teimosia, falta de consciência, vacilação, terremotos.

O seu ar é frio e seco.

Grael traz a força e firmeza para o trabalho mágico, ele e os seus dragões vertem a energia ligada à concretização, a
parte sólida das forças. Ligados à prosperidade e tesouros são excelentes parceiros em magias de crescimento e novos
inícios.

Invocação de Grael:

Grael grande força terrestre


Traga para este trabalho a sua sabedoria de mestre
Que o portal norte pela terra seja guardado
e qualquer mal a terra seja voltado.

O processo de invocação é basicamente o mesmo da invocação tradicional dos quadrantes. Após a invocação dos
quatro guardiões faça a união do elementos com a força de Tiamat.

Todos os direitos Reservados Página 20 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
União dos elementos:

Terra, Água, Fogo e Ar em formato circular


Peço a Grande mãe Tiamat e aos dragões do Caos para tudo transformar
Sairys, Fafnir, Grael e Naelyon venham connosco se juntar
Draconis, Draconis, Draconis é a chave de poder
pela força universal este circulo protegido deve ser.

RITUAL BENÇÃO DOS DRAGÕES

Este Ritual serve para espalhar amor, vida, saúde, prosperidade, felicidade, compaixão e sentimentos puros pelo
mundo indiscriminadamente. Sabemos muito bem como funcionam os rituais tendo em vista que fazemos muitos para
beneficiar alguém ou nós mesmo por isso este é um ritual diferenciado levando em consideração que não faremos para
nós mesmos e nem escolheremos alguém para beneficiar. Este é um Ritual que usa as Leis do Universo onde tudo o
que fizer volta para si, mas o melhor deste ritual é que nunca saberemos quantos seres ajudamos e quando receberemos
estas energias de volta, pois este ritual é uma mostra de amor incondicional sem apegos.

Material necessário:
- Varinhas Incenso de Jasmim
- Noz Moscada, Verbena, Orquídea
- Pedras do Sol e Lua
- Velas: Azul, Branca e Arco-Íris
- Talco ou Cinzas de Incenso, podendo usar os dois misturados num Prato branco
- Papel branco e Lapis

Se puder fazer este ritual na Natureza ou num lugar aberto e espaçoso terá um resultado melhor. Os participantes
devem iniciar este trabalho mágico com o Círculo de Proteção invocando os Guardiões dos Templos Elementais.
Dispor o prato com o Talco e as Cinzas no centro do Círculo. Coloque as velas de volta do prato formando um
Triângulo com a vela arco-íris voltada para o Leste e os incensos formando um Hexagrama por fora das velas como na
imagem.

Todos os direitos Reservados Página 21 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
MEDITAÇÃO PARA UNIR-SE AO SEU DRAGÃO GUARDIÃO

Esta meditação serve para a conexão com o seu Dragão Interno, o seu EU Mágico a união entre você e a sua
consciência.
Com esta meditação sentira cada vez mais o seu próprio corpo astral e com isto os seus trabalhos mágicos terão mais
força, claro isto também dependerá da sua própria força de vontade.

Prepare o ambiente com musica calma se possível musica de água, cachoeira ou até mesmo de ventania e sem voz para
não perder a concentração.

Deite-se ou sente-se confortavelmente e acalme a mente.


Respire profundamente por alguns minutos atentando suster a respiração por três segundos.
Inspire, sustenha por três segundos, solte a respiração e vá repetindo novamente.

Faça esta respiração por 12 ciclos, ou seja, inspire por seis vezes e expire mais seis vezes.
Visualize uma cachoeira ou lago, praia, fundo do mar, alto de uma montanha com ventania, uma tempestade, um
deserto, uma gruta de cristais, nas nuvens, um bosque ou floresta densa, um galciar, um vulcão, o Sol ou a Lua outros
Planetas ou o espaço.

Sinta o seu corpo neste ambiente tomado consciência do seu relevo, da sua densidade, iluminação.
Aqui darei o exemplo da praia, mas pode aplicar em qualquer outro lucal da sua escolha adaptando somente a forma
como o seu corpo relaxará.

Cachoeira ou Lago: O seu corpo será tocado pelas brumas que saem da cachoeira ou lago.
Praia: Seu corpo será tocado pelas ondas do mar sem que se afogue.
Fundo do Mar: O seu corpo será tocado pela força das marés, sem que se afogue.
Alto de uma montanha: O seu corpo será tocado pelos ventos que estão a circular a montanha.
Tempestade: O seu corpo será tocado pela água da tempestade.
Deserto: O seu corpo será tocado pelas areias.
Gruta de Cristais: O seu corpo será tocado pelos cristais.
Nuvens: O seu corpo será tocado pelas próprias nuvens.
Bosque ou Floresta: O seu corpo será tocado por raízes, folhas ou a própria terra.
Glaciar: O seu corpo será tocado pelo gelo que esta no ambiente sem que sinta frio extremo.
Vulcão: O seu corpo será tocado pela lava incandescente sem que se queime ou sinta calor extremo.
Sol: O seu corpo será tocado pelo seu calor, sem se queimar ou sentir calor extremo.
Lua: O seu corpo será tocado pela força gravitacional até se juntar ao solo lunar.
Planetas: O seu corpo será tocado pela força gravitacional até se juntar ao solo do planeta escolhido e se este planeta
tiver anéis pode também imaginar o seu corpo a absorver estes anéis aos poucos.
Espaço: O seu corpo será tocado pela inércia, flutuando do vazio que aqui simbolizará o Chaos o quinto elemento dos
Dragões.

Todos os direitos Reservados Página 22 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Visualize o seu corpo a ser tocado pelas forças que escolheu da seguinte forma:

EXERCÍCIOS PARA CONEXÃO COM OS DRAGÕES

MEDITAÇÃO I:

Deite-se confortavelmente. Relaxe os seus ombros... Os braços... Cabeça... Pescoço... Respire profundamente...

Sinta as suas pernas pesadas, relaxadas em contato com o solo.

Inspire profundamente e diga:

“DRACONIS... DRACONIS... DRACONIS...”

Assim que se sentir relaxado e leve, perceba que o seu corpo vai sendo puxado por um túnel mágico... E cada vez mais
rápido, vai atravessar as estrelas, planetas e Galáxias Longínquas...

No final deste túnel, como um clarão de luz, percebe que está deitado num relvado lindo... Ao seu redor ouve o canto
dos pássaros e observa o balançar das folhas das árvores.

Levante-se e caminhe-se em direção a uma formação rochosa logo adiante. Ali no meio de algumas pedras se encontra
um Cristal Mágico.

Ele emite um leve brilho azulado que de uma forma mágica, o atrai mais para perto dele.

Aproxima, senta-se confortavelmente à frente do belo cristal e o toca.

Neste momento, na sua mente, ouve uma bela voz a falar.

Seja bem vindo ao Reino dos Dragões, neste momento irei envia-lo até Tiamat, a Mãe de todos os Dragões e Deusa
deste mundo. Fecha os seus olhos e quando os abre, encontra-se diante da Gloriosa Mãe dos Dragões, Tiamat.

Apresente-se a ela neste momento.

Pergunte o que fazer para ser bem vindo ao reino de Tiamat. Escute atentamente o que ela tem a lhe responder.

O que mais necessitar perguntar, este é o momento de o fazer... Faça as suas perguntas e espere pelas respostas de
forma paciente. Caso não entenda o que lhe for dito de inicio, não se preocupe, haverá tempo para meditar mais vezes
com este encontro com Tiamat.

Quando já tiver terminado o seu encontro com a Deusa Dragão, feche os olhos e sinta o Cristal Mágico a envolve-lo
numa linda luz azul. Esta luz enviará através do túnel de volta ao seu corpo.

Sinta-se sugado por este túnel de Luz, passando novamente pelas Galáxias, Estrelas e Planetas... e ao seu final, numa
explosão de luz, veja-se de volta no seu corpo.

Movimente os seus membros bem devagar... respire fundo!

Abra seus olhos...

Todos os direitos Reservados Página 23 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
MEDITAÇÃO II:

Deite-se confortavelmente. Relaxe todos os seus membros... sinta o seu corpo pesado contra o solo...

Inspire profundamente e diga: DRACONIS – DRACONIS – DRACONIS.

Imagine-se sendo sugado por um túnel de luz... Transportando-lhe numa incrível velocidade pelas estrelas, planetas e
galáxias longínquas...

O túnel termina numa explosão de luz que ofusca os seus olhos... Quando os abre percebe que está no reino dos
dragões, deitado num confortável relvado.

Levante-se e observe tudo à sua volta... Logo a sua direita encontra-se a entrada de uma caverna muito escura.

Sente uma vontade incontrolável de entrar no lugar e sem perceber, ruma para dentro da caverna.

Já dentro da caverna escuta os seus passos ecoarem por entre as rochas e paredes da caverna, enquanto a luz da entrada
vai ficando cada vez mais longe e fraca...

Caminhando cada vez mais fundo dentro da terra, encontra um grande salão de rochas... Este local é iluminado por
cristais azuis, deixando o ambiente numa penumbra confortável.

Quando se familiariza com o local, percebe que por traz de uma grande rocha de formato arredondado, por entre as
sombras, existe uma criatura.

Quem é que está ali?

Aproxima-se e percebe uma longa cauda sendo iluminada por entre as pedras. Ali encontra-se um Dragão!

Aos poucos ele vai se mostrando... a sua cauda...as suas patas... asas... corpo.. e por ultimo a sua face...

Como é este Dragão? A sua cor, escamas, chifres e asas...

Existe algum detalhe no seu corpo?

Este Dragão irá auxiliar nos passos iniciais da Magia com Dragões, converse com ele...

Pergunte o que precisar e aguarde com paciência pelas respostas.

Ele possui nome?

Familiarize-se com ele...

De seguida despeça-se cordialmente agradecendo por ter se mostrado a si...

Caminhe de volta à entrada da caverna... vá caminhando por toda a extensão de entrada dessa Caverna...

Quando se aproxima da saída da caverna, os seus olhos são surpreendidos por uma explosão de luz...

Quando abre os olhos percebe que está de volta ao seu corpo.

Faça movimentos lentos com as suas mãos, braços e pernas... Inspire profundamente e expire lentamente...

Nunca se esqueça, Agradeça sempre ao seu Dragão por mais este ensinamento.

Todos os direitos Reservados Página 24 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
CONVERSAR COM O DRAGÃO
Lance o circulo de proteção

Deite-se, sente-se ou fique numa posição confortável, acenda um incenso respire profundamente, peça a Tiamat a
permissão para a entrada no seu reino:

" Tiamat abençoado seja o seu reino, que a luz dos seus dragões entrem neste circulo, e se for da sua permissão
e vontade que os portais para o reinos dos dragões se abram"

Quando sentir que deve começar a falar diga os seus motivos, fale porque quer ter a amizade deles, se neste momento
se começar a ter visões não interfira, deixe que elas se formem naturalmente. Se algum dragão se apresentar tente
conversar, caso não haja nenhum tipo de comunicação, permaneça na meditação o tempo que achar necessário,
agradeça a Tiamat por permitir o acesso ao seu reino, disperse as energias e abra o circulo.

INVOCAR A PROTECÇÃO DE UM DRAGÃO

“Pequenos dragões,
Com o brilho das chamas nos olhos,
Nos vigiem de dia e noite,
E protejam de todos os males.
Enviem bons votos a todos nós,
Em todos momentos.
Protejam-nos de dia e de noite
Enquanto despertos ou durante o sono
Que através do seu amor e da sua vigilância
sempre teremos um amigo e guardião .”

RITUAL DO DRAGÃO

A força e a sabedoria dos dragões é um ótimo amuleto para proteção de lares, negócios, pessoas, etc. Para alcançar a
graça dos temperamentais dragões pode usar este ritual, ou algum ligado aos animais de poder.

Material Necessário:

1 imagem de Dragão
1 caldeirão
1 vela vermelha
1 incenso
1 recipiente de vidro ou cristal
Água
1 cristal

Todos os direitos Reservados Página 25 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
RITUAL:
Numa noite de Lua Cheia, coloque o recipiente de vidro com água e o cristal à sua frente. Faça as suas preces, o
círculo, o procedimento de preparação inicial, e diga:

"Espíritos ancestrais, auxiliem-me neste momento!


Dêem vida a este Dragão, cujo poder eu aumento!
Que nas águas da vida ele possa mergulhar! (mergulhe a imagem no recipiente de água)
Que ele possa no céu alto livre voar! (passe o Dragão pelo incenso)
Que ele perto de mim possa pousar, (toque o cristal como Dragão)
Sempre que eu dele precisar!
E que ele possa me proteger, a mim e ao meu lar,
De todo inimigo visível ou invisível.
Que ele possa agora neste fogo sagrado despertar (passe-o na chama)
Tornando-se assim o meu fiel protetor
E o meu inspirador!
Que a coragem e honradez,
A justiça e a bondade,
Sejam nossas companheiras em luz e graça.
Que assim seja, assim se faça!"

A partir deste momento deve sentir a textura da estatueta mudar, aquecer ou parecer pele de lagarto. O seu Dragão está
desperto e deve ficar num lugar elevado. Lembre-se de que Dragões detestam ficar em locais muito baixos e não
suportam ficar escondidos em gavetas ou caixas.

RITUAL COM DRAGÕES DO CAOS E O ARCANJO MIGUEL

Este ritual é indicado em momentos que se necessita limpar a nossa vida e restaurar a ordem das coisas.

Os Dragões do Caos, eles tem um nome forte, mas na verdade não causam o “caos”, eles trabalham com o caos e
com as situações caóticas, o que eles fazem na verdade é limpar o nosso campo áurico e impulsionam-nos para a
Ordem.

Este ritual serve tanto para pessoas como para situações. Se for usá-lo para pessoas, nunca envie energias negativas
à mesma, somente devolva aquilo que foi enviado a si. Pois o que não foi você que produziu não lhe pertence, então
não está a enviar nada de mal, apenas a devolver todos os pensamentos que foram enviado, se foram bons ou maus,
aí é com remetente.

Todos os direitos Reservados Página 26 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Material necessário:

- Papel branco.
- Uma vela negra.
- Uma vela azul.
- Poção Sangue de Dragão.
- Incenso.
- Um cálice com água.
- Um cristal branco ou uma drusa de cristal de quartzo hialino ou de ametista.
- Athame.

RITUAL:

Primeiro tome um banho com a Poção Sangue de Dragão, se não a tem faça o seguinte: ferva a água com os cristais
brancos e depois adicione 3 punhados de sal grosso, faça uma oração sobre a poção.

Feito isso, acenda o incenso, coloque uma música calma e invoque Tiamat e os Dragões do Caos, se quiser pode
invocar o Arcanjo Miguel.

Com o athame, escreva o nome da pessoa ou a situação na vela. Pegue no papel e escreva tudo o que essa pessoa ou
situação está a causar ou que fez, e tudo aquilo que quer desfazer. Tente escrever numa única linha e recorte a tira
de papel e enrole no corpo da vela.

Acenda a vela, chame mais uma vez os Dragões do Caos e diga:

Tudo o que não me serve está escrito neste papel


Energias retornem à sua fonte, cruzem o céu
Dragões do Caos queimem tudo, levem estas energias embora
Que o caos dê lugar à ordem, neste lugar e nesta hora!
E que assim seja se for para o meu bem e de todos os envolvidos!

Deixe a vela queimar até o fim, o papel vai queimar juntamente, os Dragões irão começar a trabalhar. Mas de nada
adianta limpar o campo áurico sem selá-lo com uma proteção.

Acenda uma vela azul.

Respire, sinta a proteção das asas de Miguel e quando se sentir pronto diga:

São Miguel à frente para me defender.


São Miguel atrás para me proteger.
São Miguel à direita e à esquerda para me acompanhar.
São Miguel acima para me iluminar.
São Miguel abaixo para me sustentar.
São Miguel, São Miguel, São Miguel!
Eu Sou o seu amor que me protege aqui. (repetir 3 vezes)
Que sejam transmutadas todas as forças negativas que tentam me escravizar. (repetir 3
vezes)
Está feito. Nunca façam magias enviando energias negativas, apenas devolvam o que foi
enviado, a lei tríplice e a justiça divina encarregar-se-ão de fazer o resto.

Um bom conselho é depois disto limpar e selar a nossa casa também! Fiquem com a bênção de Miguel.

Todos os direitos Reservados Página 27 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
DRAGÕES DAS ESFERAS PLANETÁRIAS:

Existe a possibilidade de termos auxílio de determinados tipos de Dragões, conforme necessitemos. Existem
Dragões específicos para cada tipo de situação. Há possibilidade de escolha também pelas características
planetárias que cada um está ligado. A seguir encontrá os Planetas e os principais Dragões ligados ás suas
energias.

SOL

Dragões: Fafnir, Salaquet.


Metal: Ouro.
Cores: Dourado, Amarelo forte, Alaranjado.
Dia: Domingo.
Elemento: Fogo.
Signo: Leão.

Uso Mágico: Sucesso, prosperidade, realização Pessoal, favores, promoções, fama, sorte, brilho, ganhos
financeiros, saúde, energia, autoconfiança, simpatia de pessoas poderosas, emprego.

LUA

Dragões: Memezah, Naelyon, Sairys.


Metal: Prata.
Cores: branco, marfim, pérola.
Dia: Segunda-feira.
Elemento: Água e ar.
Signo: Caranguejo.

Uso Mágico: Amor, fertilidade, assuntos domésticos, pequenas viagens, planos temporários, medicina, sorte,
receptividade, lar, crianças, poderes psíquicos, intuição, divinação, o passado, memória, desejos pessoais.

MERCÚRIO

Dragões: Talm, Sairys.


Metal: Mercúrio, Nióbio.
Cores: Laranja, multicor, amarelo esverdeado.
Dia: Quarta-feira.
Elemento: ar.
Signo: Virgem, Gêmeos.

Uso Mágico: Intelecto, criatividade, divinação, oratória, inspiração, cura mental, comunicação, negócios,
consciência, mensagens, percepção, memória, educação, parentes, viagem, ilusão.

Todos os direitos Reservados Página 28 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
VÊNUS

Dragões: Shemaleth, Naelyon.


Metal: cobre.
Cores: rosa-claro, azul turquesa, verde.
Dia: sexta-feira.
Elemento: água.
Signo: touro, Balança.

Uso Mágico: amizade, amor, romance, eventos sociais, negociação, refinamento, casamento, beleza,
sensualidade, artes, criatividade, parceria, música.

MARTE

Dragões: Durankayta, Fafnir.


Metal: ferro, aço.
Cores: todos os tons de vermelho.
Dia: terça-feira.
Elemento: fogo.
Signo:Carneiro, escorpião.

Uso Mágico: coragem, vitória, energia, impulso, auto confiança, agressão, ação, sexo, perigo, ambição,
conquista, argumentos, força, resolução ou criação de conflitos, polícia.

JÚPITER

Dragões: Yanizar, Sairys.


Metal: estanho.
Cores: azul real, azul índigo, púrpura.
Dia: quinta-feira.
Elemento: ar.
Signo: Sagitário, Peixes.

Uso Mágico: Saúde, amor, expansão, sucesso, dinheiro, riquezas, desejos do coração, carreira ou trabalho,
assuntos legais, leis e regras, crescimento dos negócios, fama, honra, educação universitária ou
especializada, juízes, cortes, doutores, liberdade e novas retomadas.

SATURNO

Dragões: Bullakasz, Grael, Charoesia.


Metal: chumbo.
Cores: preto, tons de azul muito escuro, púrpura e marrom escuro.
Dia: Sábado.
Elemento: terra, tempestade.
Signo: Capricórnio, Aquário.

Uso Mágico: créditos e débitos do karma, morte, reencarnação, proteção, conhecimento mágico, sabedoria
sagrada, disciplina, conhecimento, aliados animais, deveres, responsabilidades, limitações, ganhos e
objetivos de longo prazo.

Todos os direitos Reservados Página 29 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
URANO

Dragões: Keetan, Sairys.


Metal: Platina e Urânio.
Cores: Azul Gelo, Azul furta-cor.
Horas: horas de Mercúrio.
Elemento: Ar.
Signo: Aquário.

Uso Mágico: Jornadas Xamânicas profundas, magia, astrologia, inspiração divina, insanidade, liberdade,
expansão mental, eletricidade, ocultismo, metafísica, caos. Planeta do inesperado, rege as revoluções de
ideias e invenções.

NETUNO

Dragões: Vunoket, Naelyon.


Metal: Titanium.
Cores: Verde azulado, verde-mar.
Horas: horas de vênus.
Elemento: água.
Signo: Peixes.

Uso Mágico: Comunicação psíquica, imaginação, jornadas interiores, visões, ilusões, martírio, terremotos,
segredos divinos. Planeta dos sonhos e dos palpites, reino do subconsciente.

PLUTÃO

Dragões: Zeirahnak, Grael, Charoesia.


Metal: Electrum, Plutônio.
Cores: Vermelhos Profundos, Magenta.
Horas: horas de Marte.
Elemento: Terra, tempestade.
Signo: Escorpião.

Uso Mágico: Sensualidade, jornadas pessoais kármicas, transformações massivas, luxúria, busca,
transformações radicais, raízes, caos, intimidação. Esse planeta rege as mudanças inevitáveis e radicais.

ASTERÓIDES:

QUIRON

Dragão Regente: Charoesia.


Cor: Cinza.
Dia: qualquer dia nas horas de Urano ou Plutão.
Elemento: Tempestade.
Signo Zodiacal: Virgem.

Uso Mágico: Lida com assuntos e energia pessoal e transpessoal. Possibilita contatos com Unicórnios e
outros seres fantásticos do mundo astral. Emana energia guerreira e de cura. É muito útil para o Guerreiro do
Dragão. Limpa traumas e relacionamentos de vidas passadas. Elimina bloqueios nesta vida originados de
vidas passadas. Liga os dois hemisférios do cérebro. Desbloqueia portas para conhecimentos perdidos.
Ensina temas secretos egípcios. Fecha antigas portas para abrir novas oportunidades.

Todos os direitos Reservados Página 30 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
CERES

Dragão Regente: Fylufor.


Cor: Verde e marrom de camuflagem, Dourado com pontos laranja.
Dia: Segunda, sexta e sábado.
Elemento: Tempestade, Terra e Água.
Signo Zodiacal: Câncer, Touro e Escorpião.

Uso Mágico: Transformação, ritual para morte e renascimento, cura o ódio, ajuda a deixar partir uma dor
antiga, perda de família.

PALLAS

Dragão Regente: Fylufor.


Cor: Cinza escuro, metalizado, tons de azul metalizado.
Dia: Segunda.
Elemento: Tempestade, ar.
Signo Zodiacal: Balança, Leão, Aquário.

Uso Mágico: Magia, justiça, assuntos políticos e sociais, estratégia, polícia, militares, escudos e barreiras,
visualização criativa, mulheres guerreiras.

JUNO

Dragão Regente: Fylufor.


Cor: Prateado, Cinza azulado, cinza muito claro.
Dia: Sexta-feira.
Elemento: Tempestade, água.
Signo Zodiacal: Escorpião, Balança.

Uso Mágico: Casamento e Divórcio, Julgamento, lei, confiança, recursos divididos, magia do dinheiro,
separação de alguém.

VESTA

Dragão Regente: Fylufor.


Cor: Púrpura avermelhado escuro.
Dia: Terça-feira.
Elemento: Tempestade, fogo.
Signo Zodiacal: Escorpião e Virgem.

Uso Mágico: Nascimento de Criança, lar, compromisso com um caminho, rituais sagrados, dedicação a uma
divindade, desenvolvimento psíquico, união interior espiritual, mudança de estilo de vida.

Para os Asteroides, em todos, o metal será os Tektites e meteoritos. O Dragão que comanda a todos, exceto
Quiron, é Fylufor, que algumas pessoas chamam de Lúcifer. Este Dragão influencia em eventos inesperados
e somente age sob as ordens do grande DeusPai e da grande Deusa Mãe, ou seja, a Divindade Suprema.

Todos os direitos Reservados Página 31 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
DRAGÕES REGENTES DOS DIAS DA SEMANA:

Domingo: Salaquet.
Segunda: Memezah.
Terça: Durankayta.
Quarta: Talm.
Quinta: Yanizar.
Sexta: Shemaleth
Sábado: Bullakasz.

MÉTODO PARA DESCOBRIR O NOME DO SEU DRAGÃO

Quando quiser uma ajudinha para saber o nome de um dragão, pode recorrer a a este método com as suas cartas de
tarot. Acenda uma vela branca e um incenso e respire profundamente três vezes, inspirando pelo nariz, retendo um
pouco nos pulmões e expirando pela boca. Quando estiver relaxado, passe o baralho na chama da vela e na fumaça do
incenso, dizendo:

Tiamat, peço a sua permissão para saber o nome do dragão que agora me acompanha. Amigo do Reino dos
Dragões, se for do seu gosto, revele-me o seu nome para que possamos ser amigos hoje e sempre.

Baralhe as cartas, corte em três e una-as novamente. Descarte as sete primeiras cartas e puxe três de qualquer lugar do
baralho. Com essas três cartas pode descobrir o nome do seu dragão.

Vamos supor que as seguintes cartas saíram:

Rei de Copas, Rei de Espadas e Sete de Copas. Pela tabela, teremos o seguinte:

Rei de Rei de Sete de


Copas Espadas Copas

“MUR” “LI” “KE”

O nome do dragão em questão é Murlike, mas qualquer outra combinação é válida, como Likemur, por exemplo.
Talvez, este nome seja apenas uma aproximação e o dragão vá dar uns palpites. Confirme com o pêndulo.

Tabelas Divinatórias para nomes mágicos pelo Tarot

Todos os direitos Reservados Página 32 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
ARCANOS MAIORES
Carta Sílaba
O Mago shal
Grã Sacerdotisa shan
A Imperatriz jan
O Imperador shi
O Papa ran
Os Enamorados shar
O Carro san
A Força the
O Hermita Kam
A Roda da Fortuna Tan
O Enforcado Ken
A Justiça Sher
A Morte Sha
A Temperança Nen
O Diabo Lan
A Torre She
A Estrela Oma
A Lua Aur
O Sol Dia
O Julgamento Tho
O Mundo Tho
O Louco Ria
ARCANOS MENORES
Paus Copas Espadas Ouros
Ás ba Ás Be Ás As Ás co
2 ca 2 Ce 2 Di 2 do
3 da 3 De 3 Ta 3 go
4 fa 4 Ge 4 Hi 4 lo
5 ga 5 He 5 Va 5 no
6 ha 6 Je 6 Mi 6 po
7 ja 7 Ke 7 Ni 7 so
8 ka 8 Lê 8 Pi 8 to
9 la 9 me 9 Ri 9 yo
10 ma 10 ne 10 Si 10 tha
Dama na Dama te Dama Ti Dama ram
Valete pa Valete ve Valete Bi Valete thi
Rainha ra Dama an Dama Fi Dama lyn
Rei el Rei mur Rei Li Rei ar

Todos os direitos Reservados Página 33 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
O SEU NOME MÁGICO

O nome Mágico é o que permite que entre e saia de mundos invisíveis. O seu nome mágico é como é reconhecido
pelos seres de outros planos. Ele não deve ser um nome usado como apelido. Não deve chegar para o pessoal do
escritório ou da sua família e dizer “A partir de agora, quero ser chamado de “Gandolf, o Cinzento”. Se este for o seu
nome mágico, ele só pode ser usado em meios mágicos, entre o seu coven e em rituais.
O nome mágico pode ser dado pela pessoa que o inicia, pode aparecer em sonho, pode ser dado através de um ritual e
isso vai variar. No nosso caso, vamos nos concentrar no nome mágico usado por quem pratica a magia dos dragões.
É comum que os dragões lhe dêem um nome. Raramente eles vão chamá-lo pelo seu nome de batismo ou pelo seu
apelido. O nome que eles usarem para si é o seu nome mágico. Pode receber esse nome através de sonhos e vidência e
o método utilizado aqui para descobrir o nome de um dragão através do tarot pode ser usado para descobrir seu próprio
nome mágico. Também pode escolher o seu nome de outra fonte e assumi-lo num ritual específico.
O nome mágico não deve ser divulgado aos quatro ventos pelo poder que ele possui. Se uma pessoa souber o seu nome
mágico e tiver o conhecimento para isso, ela pode bloquear os seus acessos, fechar portas e impedir a sua intuição.
Acreditamos sempre que uma pessoa não vai querer fazer uma coisa dessas. Use o seu nome mágico com sabedoria e
discrição, e não como um estandarte para elevar o seu status ou para o seu endereço de e-mail ficar mais bonito.

O USO DAS RUNAS

Não usamos as runas dos dragões como oráculo, mas como aconselhador. Quem responde é o seu Dragão pessoal.
Pode ser jogada apenas por magos ou bruxas que já tenham se iniciado na magia dos Dragões.
Dever ser jogada duas vezes ao dia, ao acordar e ao deitar. Baralhe as e tire duas ao acaso, vire apenas uma.
A primeira vez ela dirá algo, apenas siga. Ouça a sua intuição, medite e reflita sobre o seu significado.
Agradeça sempre aos Dragões por cada runa tirada.
Volte as duas para o restante das runas, sem ver o significado da runa que estava virada, muito menos o seu nome.

Ela representa o oculto, o que não deve ser visto, pois pode atrapalhar as forças positivas.
Antes de ir dormir faça o mesmo processo, tire duas e veja apenas uma.
Medite sobre o seu significado e tradução. Chame pelo nome da Runa sete vezes.
Vá dormir. No dia seguinte antes de tirar novamente, tente lembrar-se da sua noite, como foi, o que sonhou.
Os Dragões usam as Runas como canal para se conectarem connosco.
Eles podem vir ate nós e vice e versa.

Lembre é um conselheiro pessoal. Não se deve tirar para os outros, pois é o canal entre si e o seu Dragão pessoal.
A meditação sobre as Runas é individual. Cada um terá uma resposta diferente nas suas praticas. Os Dragões listados
são os mais comuns. As ideias são básicas para ajudar ao estudante a conectar-se com cada força.

Tire uma copia ou corte a pagina com as Runas. Recorte as runas e cole as numa cartolina branca. Consagre aos
Dragões e pronto! Comece a usar!

Todos os direitos Reservados Página 34 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Obtenção das Runas dos Dragões: Criando!

Como estas runas não são encontradas em lojas, mesmo as encontradas na internet, o único forma de obter um
conjunto de Runas dos Dragões é fazendo-na - e acredite, se não tem contato com eles ainda, é uma ótima forma de
chamar a atenção deles!

Se não sabe exatamente como criar um conjunto de runas, pode fazer com madeira de galhos caídos, cristais
comprados em lojas esotéricas, pedras bonitinhas e coloridas - que não precisam ser preciosas - ou pedras comuns
(sim, as pedrinhas de jardim mesmo), conchas, sementes, ou até criar as runas com materiais do tipo argila, etc.

Os materiais são inúmeros, escolha o que mais achar correto, ou o que tiver uma facilidade maior de encontrar. E
para desenhar as runas, dependendo de qual material for utilizar, pode ser feito com esmalte, tinta, caneta
permanente, cola alto-relevo, bem como pode ser gravado com fogo ou entalhado com algum instrumento
pontiagudo.

Faça também uma bolsa ou saquinho que possa guardar as Runas, desenhando no saquinho alguns símbolos de
proteção e para a amplificação dos poderes oraculares das Runas dos Dragões. Pode criar alguns sigilos ou bindrunes
(ou seja, runas combinadas, que significa unir diferentes runas utilizando seus significados para um único propósito)
para proteger ou aumentar o poder das suas Runas dos Dragões.

Ao final, deve purificar as runas - pode purificar antes e depois de criá-las -, e então consagrá-las para Tiamat ou para
os Dragões.

Quando traçar o círculo mágico, convide Tiamat e/ou os Dragões - e nenhuma outra deidade, por favor, pois é uma
desonra e um desrespeito com os Dragões -, e diga que deseja oferecer a eles este produto da sua criação, que ele
será um instrumento divinatório e de honra aos Dragões, que nunca venderá os seus serviços, nunca os
desrespeitará, nunca mentirá ao utilizar as Runas, e todas as outras coisas que desejar esclarecer sobre seu uso deste
oráculo.

Pode fazer alguma outra oferenda junto com a consagração, a fim de agradá-los e agradecê-los pelo conhecimento
que lhe ensinarão, e Tiamat aceitará qualquer oferenda desde que feita de coração e com sinceridade.

Os Dragões não gostam de mentiras, de egoísmo ou de narcisismo, então não tenha atitudes desta natureza quando
estiver a trabalhar com eles, ou terá a sua inimizade e não haverá ajuda nenhuma provinda deles.

As primeiras leituras podem e devem ser feitas para teste - especifique isto para o oráculo e também para os
Dragões ou Tiamat, caso os convide -, ou seja, fazendo perguntas que sabe e retirando de uma a três runas, até que
perceba e/ou sinta que as Runas estão perfeitamente alinhadas com asua energia, e respondendo apenas a verdade.

Todos os direitos Reservados Página 35 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
O USO DAS RUNAS

Não usamos as runas dos dragões como oráculo, mas como aconselhador. Quem responde é o seu Dragão pessoal.
Pode ser jogada apenas por magos ou bruxas que já tenham se iniciado na magia dos Dragões.

Dever ser jogada duas vezes ao dia, ao acordar e ao deitar.

Baralhe as e tire duas ao acaso, vire apenas uma.

A primeira vez ela dirá algo, apenas siga. Ouça a sua intuição, medite e reflita sobre o seu significado.

Agradeça sempre aos Dragões por cada runa tirada.

Volte as duas para o restante das runas, sem ver o significado da runa que estava virada, muito menos o seu nome.

Ela representa o oculto, o que não deve ser visto, pois pode atrapalhar as forças positivas.

Antes de ir dormir faça o mesmo processo, tire duas e veja apenas uma.

Medite sobre o seu significado e tradução.

Chame pelo nome da Runa sete vezes.

Vá dormir. No dia seguinte antes de tirar novamente, tente lembrar-se da sua noite, como foi, o que sonhou.

Os Dragões usam as Runas como canal para se conectarem conosco.

Eles podem vir ate nós e vice e versa.

Lembre é um conselheiro pessoal. Não se deve tirar para os outros, pois é o canal entre si e o seu Dragão pessoal.

A meditação sobre as Runas é individual. Cada um terá uma resposta diferente nas suas praticas. Os Dragões listados
são os mais comuns.

As ideias são básicas para ajudar ao estudante a conectar-se com cada força.

Tire uma copia ou corte esta pagina. Recorte as runas e cole as numa cartolina branca. Consagre aos Dragões e
pronto! Comece a usar!

Todos os direitos Reservados Página 36 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo

1 10 19

2 11 20

3 12 21

4 13 22

5 14 23

6 15 24

7 16 25

8 17 26

9 18 27

SIGNIFICADOS E INTERPRETAÇÕES

1 -Ratanen: Sonho Enevoado. Ratanen representa as névoas do passado, presente e


futuro. Fala sobre o conhecimento de criar ou destruir as coisas, sobre o caos e sobre o
tempo. Pode demonstrar sonhos, pois Ratanen é feito da mesma substância dos
mesmos. Também demonstra a força que impede o tempo de estagnar e de esvair.

Como interpretar: reflita sobre o passado, sobre o presente e sobre o que o futuro
pode lhe reservar. Atente para os sonhos, seja no ato de sonhar, ou nos planos para o
futuro. Esta runa pode pedir que você siga em frente, e não pare, nem desista.
Aprenda a lidar com o caos e a ter o poder de tomar decisões sem arrependimentos.

Todos os direitos Reservados Página 37 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
2 - Drakani: Rainha Dragão. É a runa de Tiamat, a Deusa-mãe de todos os Dragões, e
também aquela cujo corpo criou a terra e os céus. Ela pode modificar o caos, dando-
lhe forma, bem como pode criar o tempo por si mesmo e também aqueles que o
habitam. Drakani tem domínio sobre Ratanen, assim como para obter respostas do
caos, ou auxílio de Tiamat.

Como interpretar: esta runa é a mais poderosa. Representa a própria Tiamat, ou seja,
sobre todas as coisas que a mesma pode ter ligação. Drakani fala sobre liderança,
sobre o poder de modificar a realidade, sobre lidar com o tempo e saber controlá-lo. Pode representar a necessidade
de respostas, ou que elas estão por chegar, caso você saiba como consegui-las.

3 - Sha'oren: Conhecimento Fluído. A runa do éter, que contém todo o conhecimento.


O entendimento sobre esta runa vem com o tempo, mas saiba que o conhecimento
puro pode ser prejudicial sem a sabedoria para utilizá-lo. Pode ser combinado com
Drakani para entender o caos entre as névoas. Meditar com Sha'oren pode trazer o
conhecimento puro provindo do éter e do Akasha.

Como interpretar: Conhecimento demanda sabedoria. Pede que você obtenha a


sabedoria necessária para lidar com as situações que estão por vir. Aja com cautela e
após bastante reflexão, para não acabar sendo prejudicado por sua imprudência. Pode pedir também um pouco de
paciência, ou de maior esforço para obter os resultados desejados.

4 - Ihanen: Dança dos Sonhos. É a runa que tece a existência através do tecido dos
sonhos. Orienta pelo caos e pela desordem, e é a runa da criação. Também representa
os primeiros Dragões a se apresentarem através das névoas. As runas a seguir são os
Dragões mais comuns que foram conhecidos após Ihanen.

Como interpretar: Criação é a palavra chave, o principal aspecto desta runa. Novos
projetos, novas pessoas, novos conhecimentos, orientação provinda por meio do caos.
Tudo que há de novo pode acontecer, mudanças principalmente consigo.

Todos os direitos Reservados Página 38 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
5 - Ma'erhen: Tempestade Livre. Runa do espírito e dos Dragões Astrais que existem
nos planos superiores.

Como interpretar: Conexão maior com o espírito, ou o éter - que é considerado a


quinta ponta do pentagrama, ou seja, o último elemento. Talvez a ajuda ou o interesse
na situação provenha dos Dragões Astrais, os que possuem maior ligação com o éter.
Os tempos podem ser dificultosos, então seja forte e aguente firme, tenha como meta
a introspecção.

6 - Ra: Água. Runa do clã Oceano Profundo, ou seja, os Dragões Aquáticos. Representa
a cura e o conhecimento profundo guiado pela curiosidade.

Como interpretar: Conexão maior com a água, com as emoções, e com os sentimentos.
Podem acontecer situações na qual as emoções estejam mais fortalecidas, e o amor
estará em evidência. Problemas de saúde podem acometer a você ou a pessoas
próximas, ou seja, reforce suas proteções, e magias e esforços para a cura e a saúde
estarão favorecidos neste momento. Preze por sua curiosidade e pela busca de
conhecimento.

7 - Liwaen: Fogo Frio. Runa dos Dragões da Escuridão. Esta runa fala sobre
contemplação, meditação e proteção.

Como interpretar: Conexão com os Dragões da Escuridão, que podem estar


interessados em você ou nas situações. Podem haver dificuldades a seguir, então tenha
a proteção e os cuidados com você e com as pessoas amadas. Pode indicar ataques
mágicos e/ou intenções maléficas sobre você. Preze a introspecção, o cuidado e o
equilíbrio para que não seja muito prejudicado por problemas exteriores.

8 - Li: Fogo. Runa do clã Abismo Vermelho, ou seja, dos Dragões de Fogo. Paixão, fura,
ira, e lealdade estão em voga.

Como interpretar: Conexão com o fogo, e com suas propriedades. Pode representar as
emoções em seu estado mais agitado, problemas por ciúmes ou com inveja. Cuidado
com suas atitudes, tenha moderação, e não se deixe levar por problemas que podem
parecer muito grandes no momento, mas que podem ser apenas passageiros. Pode
representar paixões arrebatadoras, ou amores voltando à tona. A lealdade pode ser
cobrada de você, bem como pode acabar se revelando das pessoas ao seu redor.

Todos os direitos Reservados Página 39 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
9 - Li'aan: Fogo Supremo. Runa dos Dragões da Luz. Representa a iluminação de
segredos, e a justiça.

Como interpretar: Conexão com os Dragões da Luz, que podem estar interessados em
você ou nas situações. Esta runa pode denotar a resolução de problemas que há muito
tempo estão pendentes, principalmente no âmbito judicial. Segredos, traições e coisas
ocultas podem acabar sendo reveladas, tanto de você quanto ao seu redor - tenha
cuidado. Busque pessoas e atitudes que representem apenas as coisas boas, procure a
felicidade ao seu redor.

10 - Mah: Tempestade. Runa do clã Tempestade Ondulante, clã de Dragões


Tempestuosos. Representa rapidez e as relações sociais.

Como interpretar: Comunidades, associações e relações com outras pessoas estão


favorecidas. Isto também pode refletir em relacionamentos pessoais, namoros e
casamentos, todas as formas de união: família, alianças no trabalho, dentre outras. As
coisas podem acabar acontecendo rápido, então adapte-se ao modo como as situações
fluirão nos próximos tempos, e acompanhe-a, não ficando parado ou caindo na
monotonia.

11 - Ninathan: Familiares da Terra. Runa dos Dragões da Floresta, clã de Dragões


Terrestres. Representa o crescimento e a fertilidade, e todas as coisas vivas.

Como interpretar: Fertilidade, crescimento de projetos, planos, e tudo que estiver em


movimento. É a hora para colocar ideias em prática, para inícios e recomeços. Se você
está tentando engravidar, este é o momento. A fertilidade pode se apresentar de
diversas formas, aproveite este impulso, e a criatividade que a mesma pode acabar lhe
trazendo. Conexão com a terra pode estar muito favorecida neste momento, ou os
Dragões Terrestres estão interessados em você e/ou nas situações.

12 - Thaan: Montanha. Runa da Montanha Branca, clã de Dragões das Montanhas.


Representa o conhecimento trazido e forjado através da comunidade.

Como interpretar: Esta runa pode principalmente falar sobre duas coisas: o coletivo, e
o conhecimento. E estas coisas provavelmente estarão interligadas, ou seja, você
provavelmente terá as respostas que procura através de outras pessoas, ou por
situações que sejam criadas por alheios. Pode pedir um pouco mais de socialização de
sua parte, pois ter contato com outras pessoas pode lhe trazer muitos benefícios - o
conhecimento é um deles. Os Dragões da Montanha podem estar interessados em si e/ou nas situações.

Todos os direitos Reservados Página 40 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
13 - Waethan: Pedras Congeladas. Runa dos Dragões de Cristal. Representa ideias e
pensamentos se manifestando com orientação.

Como interpretar: Esta runa fala sobre o favorecimento da criatividade, das ideias, das
coisas do pensamento. Podem estar em voga principalmente as expressões artísticas
e/ou acadêmicas. Aproveite o momento para criar poemas, pinturas, textos, compor
músicas, tudo o que lhe dê prazer e que possua uma veia artística. Além disso, pode
haver ajuda e assistência, tanto a partir de você quanto a partir de outras pessoas. Os
Dragões de Cristal podem estar interessados em você e/ou nas situações.

14 - Ta'kaya: Círculo Nebuloso. A runa do ano, e que também pode representar a Roda
do Ano para Wiccanos. O tempo criado como um subproduto da consciência é
demonstrado nesta runa. Ela representa os ciclos da natureza, a forma que as coisas
ocorrem de ano a ano e assim se repetem.

Como interpretar: Mudanças, retornos, partidas. Representa principalmente a


movimentação, novidades acontecendo. Ciclos podem estar começando, terminando,
ou ainda podem estar retornando ao seu curso original. Deixe que o tempo flua, que as
coisas ocorram naturalmente, tente não interferir. Situações podem se repetir, então aja da forma que for mais
condizente.

15 - Shaan: Conhecimento Supremo. Runa do Mago. Representa o aprendizado, o


curso do conhecimento da magia. Também mostra as tentativas de moldar a realidade
através de magia e da intenção. Principalmente, demonstra muita energia e poder,
mas sem precisão e/ou controle.

Como interpretar: Pede um uso mais moderado e controlado de sua magia. Mais
estudos, mais conhecimentos, principalmente o autoconhecimento. As situações
podem estar acontecendo de forma arrebatadora, então tenha persistência no que
você deseja, e nos seus objetivos. Pode indicar também a necessidade de acompanhamento e de ajuda. Dedique-se
mais aos seus desejos, e reforce seus conhecimentos e suas práticas mágicas.

Todos os direitos Reservados Página 41 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
16 - Deigomah: Tempestade Corrompida. O aumento do uso da magia em situações
caóticas atrai mais caos, caos que confunde e embaralha as mentes dos envolvidos
nestas situações. Esta runa é necessária para o desenvolvimento da existência,
trazendo com ela as mudanças e a criatividade.

Como interpretar: Cuidado com dúvidas, e com situações ambíguas. Tenha cautela.
Você pode estar vivendo dentre ilusões, e/ou se iludindo com determinadas coisas.
Medite para procurar respostas para seus problemas, e não tome decisões
precipitadamente. Além disso, preste atenção nas mudanças que ocorrerão.

Estas mudanças podem trazer benefícios, podem fazer com que as verdades emerjam e também lhe trazer a
criatividade que precisa para enfrentar a realidade. As coisas mudarão, e com esta mudança acarretará na
prosperidade e no crescimento.

17 - Athihan: Dança das Espadas. Repleta de conhecimentos, Deigomah lidera os seres


para a existência em Athihan. Athihan é a runa das guerras e dos conflitos necessários
para esculpir e moldar as civilizações de forma que elas possam finalmente prosperar e
se manter.

Como interpretar: Conflitos. Problemas, desafios, duelos. Podem ser caóticos e


maléficos em um primeiro momento, mas que no final, trarão maior experiência e
maior resistência a você. Todas as formas de relação podem acabar sendo
influenciadas por estes conflitos, mas que ao final estarão fortalecidos o suficiente para não sofrerem mais com estes
problemas atuais. A prosperidade chegará, mas não neste momento, então tenha paciência e, principalmente,
resista firmemente para que nada atrapalhe o futuro benéfico que está por vir. Preze a diplomacia e as alianças
pessoais, aja com cautela.

18 - Kaegos: Pureza e Vícios. Esta é a runa do equilíbrio que surge das cinzas dos
conflitos presenciados em Athihan. O caos e a ordem estão em balanço nesta runa, e a
existência pode prosperar.

Como interpretar: O equilíbrio é a palavra chave. As situações que se seguirão serão de


calma e de crescimento em todos os aspectos, mas lembre-se de que mesmo a
calmaria mais profunda pode esconder problemas em seu interior. Tome uma pausa,
respire fundo, e prepare-se para seguir em frente; este é o momento de refletir e de
pensar sobre o futuro com bastante calma. Esta runa pode indicar a prosperidade fluindo calmamente, então
esforce-se para que ela tome forma e prossiga crescendo em sua vida. Em relacionamentos, indica que tudo estará
bem por este momento, e problemas não podem ser vistos no horizonte ainda.

Todos os direitos Reservados Página 42 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
19 Thaenrathi: Líder/Rei Poderoso. A runa do campeão. Como um resultado do
equilíbrio, o campeão de Thaenrathi governa de forma justa e a presença deste líder
cria espaço para que a ordem tome conta do momento.

Como interpretar: Liderança, governança justa e sábia em forma de um símbolo. Pode


pedir que haja complacência e também que você dedique-se a aprender as maiores
virtudes de um bom líder. A ordem está crescendo e ampliando-se, então deixe que as
situações se organizem e se ajustem, prezando as ações balanceadas e que foram
bastante ponderadas previamente. Também pode representar os aspectos masculinos, a força, a vitalidade e a honra
como principais necessidades no momento.

20 - Athanen: Forja dos Sonhos. As névoas um dia caóticas acabaram por se forjarem
na rigidez da lei e da ordem. Muitas coisas podem prosperar em tempos de justiça e de
paz, mas muito pouco é descoberto, criado ou encontrado.

Como interpretar: Estagnação. O caos se foi, e com ele a total calmaria tomou conta - e
isto nem sempre é bom. Não há mais mudanças, nem novidades, ou seja, apenas a
monotonia. Procure mudar esta situação, procure conhecer pessoas novas e estar em
situações que você nunca esteve. Vá atrás de coisas novas, e entregue-se às novidades,
ou você pode acabar caindo no cotidiano - e isto se aplica também aos relacionamentos e ao trabalho. Ainda assim,
se for o caso, preste atenção e dedique-se às coisas que estão prosperando neste momento; talvez seja melhor
deixar as coisas como estão.

21 - Shoren: Sabedoria Fluída. A quietude trazida por Athanen abre espaço para que
haja reflexão sobre o conhecimento e as experiências que se passaram há muito tempo
atrás. A sabedoria se desenvolve rapidamente e muitos acabam sendo iluminados por
este fato.

Como interpretar: Aqui, a palavra chave é a sabedoria. Tire um tempo para refletir
sobre o passado. Pondere sobre suas atitudes, sobre as situações na qual você está
agora: são derivadas de suas atitudes anteriores? Aprenda com seu passado e com as
experiências que você vivenciou. Deixe que a sabedoria tome espaço em sua vida, e principalmente reflita. É um bom
momento para expressar-se artisticamente, ou para tomar decisões, sendo influenciado pelo momento de pura
sabedoria que está por se aproximar. O passado pode acabar vindo à tona, então tente conhecê-lo, e não rejeitá-lo.

Todos os direitos Reservados Página 43 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
22 - Nanen: Corações em Sonho. Muitos dos que foram iluminados pelo Shoren
encontraram outros em caminhos similares, acabando por tornarem-se companheiros
em sua caminhada através da vida. Os Dragões que se uniram durante o Nanen
encontram os caminhos que os levam um ao encontro do outro no decorrer de suas
vidas, por muitas e muitas encarnações.

Como interpretar: É a runa do amor, das relações amorosas, da família e das


manifestações mais puras do sentimento mais forte que existe. O amor estará
favorecido e brilhando fortemente neste momento, então aproveite-o. Se você está em um relacionamento, reforce-
o com atitudes e com demonstrações; se você está solteiro, é o momento para investir na procura e/ou na conquista
da pessoa amada. Os sonhos tornam-se realidade, os planos em conjunto fluem e se tornam reais. Pode haver
encontros inesperados, uniões, casamentos, reatamentos, nascimentos.

23 - Ionali: Poderoso Fogo dos Corações. Aqueles que ainda mantém uma fagulha de
caos em si mesmos podem experienciar a paixão temperada com sabedoria. A paixão
do Ionali vem para aqueles que não se uniram durante o Nanen, e estes Dragões
entram em introspecção para experienciar suas motivações na vida, os propósitos que
desejam alcançar. Isto traz plenitude, e razões para ainda permanecerem no plano em
que se encontram.

Como interpretar: Paixão arrebatadora, bem como introspecção. Pode presenciar


situações de profundos sentimentos, e se deixar levar pelos mesmos, sendo envolvido pela sabedoria da mesma
forma. Ainda assim, pode haver uma necessidade de refletir sobre a vida, talvez uma forma de crise existencial.
Pondere sobre suas motivações, suas atitudes e seus propósitos - eles valem a pena, você tem se esforçado? -, pois
talvez seja isso que falte para você alcançar seus desejos. É um momento de autoconhecimento, de sabedoria, e de
completa plenitude. Aproveite as paixões, que podem se manifestar em "hobbies", em amores, ou em novas
situações em sua vida.

Todos os direitos Reservados Página 44 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
24 - Drakaneal: Beleza Dragônica. Todos os que experienciaram Nanen ou Ionali
dividem laços um para com o outro, e muitos trabalham juntos em comunidade, cada
qual providenciando o que pode para a vida em comum. A despeito de todas as
fagulhas de caos que ainda vagam, os Dragões coexistem durante o Drakaneal para
alcançar toda a criatividade que podem. As faíscas de caos remanescentes são
divididas e nutridas por todos unidos em um momento de quietude enquanto podem,
pois muitos já se preparam para os tempos de transição que se aproximam.

Como interpretar: A palavra chave é a criatividade. Há a harmonia, mas ela possui seu tempo de existência contada;
aproveite o momento de paz para pegar impulso para as mudanças que ocorrerão em breve. Preze a convivência e
as relações em comunidade, pois há muito a ajudar e muito a se beneficiar na vida em comum com outras pessoas.

25 - Zhukaya: Ciclos de Ação. É a runa da justiça. Se manifesta fortemente agora,


levando embora todos os problemas e conflitos pendentes, para bem ou para mal. As
consequências das ações de todos retornarão para os mesmos, as lições serão
ensinadas, recompensas serão aproveitadas, e alguns carregarão isto até outras
encarnações, mas praticamente tudo será resolvido agora.

Como interpretar: Carma, Lei do Retorno, estão ambos em foco neste momento. Tudo
o que estava em pendência para ser resolvido, terá seu término agora. Aproveite para
cobrar dívidas - mas também para pagá-las -, para tirar proveito das coisas que você pode desfrutar. Cuidado com
suas atitudes, pois elas terão um retorno imediato. Resolva todos os problemas de forma pacífica, mas tenha
preferência por fazê-lo o quanto antes; não se sabe o que o futuro reserva, então é melhor fazê-lo agora. Questões
judiciais estão favorecidas. Caso esteja em um momento difícil, pondere e tenha momentos de reflexão pessoal;
podem ser consequências de seus atos, então lide com isto da melhor forma possível, mas não se esquive de suas
responsabilidades.

Todos os direitos Reservados Página 45 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
26 - Abanen: Sonho dos Céus. Representa a progressão para os planos astrais, e
eventualmente para a próxima encarnação, ou a manifestação direta em outros
planos. É uma época de nostalgia, e muitos dos que experienciaram o Nanen se
reencontrarão, enquanto outros contemplarão esta vida no atual plano astral, até
estarem prontos para encarnarem novamente.

Como interpretar: Nostalgia, saudade, lembranças de tempos idos. Você pode receber
notícias de pessoas que não vê há algum tempo, bem como pode lidar com situações
acontecidas no passado. Representa mudanças, quebras, partidas, mas também pode representar o oposto:
reencontros, chegadas, laços reatados. Pode haver a transição de coisas, novos empregos, novas relações, novas
oportunidades na vida. Da mesma maneira, pode haver a transição com elementos retornando do passado: relações
novas com pessoas que você tinha conexão no passado, empregos novos em áreas que você trabalhava no passado,
oportunidades que você tem pela segunda vez em sua vida. Aproveite o momento ao máximo, pois logo haverão
mudanças, por bem ou por mal.

27 - Satihan: Dança dos Furacões. O caos longamente subjugado começa a fluir,


iniciando a consumir toda a ordem que encontra, e que considera tão desagradável,
fazendo parte novamente das névoas atemporais. O plano é limpo, e pronto para
novas tentativas de modificá-lo com influência das intenções.

Como interpretar: Término de ciclos, fim da calmaria e da ordem, retorno do caos e da


desordem. Este caos levará as coisas a terminarem, e se encerrarem completamente,
não deixando nada sobrando. Isto pode representar coisas boas e ruins, pois os
problemas podem ter fim, mas situações boas também podem. Tenha cautela e força para não deixar que as coisas
que você preza sejam levadas com o caos e com os problemas. Procure o equilíbrio e as boas relações, para que você
também não tenha algo levado de si com as tempestades caóticas por não ter tido uma base sólida que o apoiasse.
Mas no geral, costuma ser uma runa de bons resultados, com pendências e problemas sendo varridos embora de sua
vida completamente.

Todos os direitos Reservados Página 46 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Considerações finais sobre as Runas dos Dragões:

Recomenda-se fortemente que já possua um contato prévio com Tiamat e/ou com o seu Dragão Guardião, pelo
menos, antes de começar as leituras oraculares com estas Runas. O aprendizado com qualquer tipo de oráculo
demanda tempo e dedicação, e será mais fácil e menos árduo caso já compreenda um pouco sobre os Dragões antes
de começar efectivamente a ler o seu oráculo.

Lembre-se de que estas runas são bastante intuitivas e também são fortemente ligadas aos Dragões, à sua
existência, e eles podem lhe ajudar mais com as leituras. Ou seja, quando for fazer uma divinação, convide Tiamat ou
seu Dragão Guardião para lhe acompanharem o guiarem. As runas podem ter significados opostos dependendo das
situações, como você bem pôde ler em algumas, então é preferível que não esteja com as emoções abaldas, com a
cabeça livre de problemas e bastante calmo.

Tome um chá preparatório para divinações - preferivelmente com Artemísia, Calêndula, Louro ou Camomila, que
podem ajudar bastante em intuição ou divinação -, permaneça algum tempo com uma ametista, ou prepare-se bem
para compreender exatamente o que as runas lhe dirão.

Como todas as diferentes formas de Runas, as Runas dos Dragões possuem várias formas de serem jogadas e lidas.
As mais simples e indicadas para iniciantes e/ou para responder dúvidas simples e diretas são:

Após mexer bem no saquinho de Runas, mentalize a sua pergunta claramente, e peça à Tiamat, ou ao seu Dragão
Guardião, que lhe digam a resposta para a sua dúvida. Retire, então uma das runas, agradeça a resposta para Tiamat
ou ao seu Dragão, e interprete-a dependendo da situação.

Mentalize a pergunta de forma detalhada. Retire, então, três runas, e coloque-as em ordem. A primeira representará
o passado; a segunda representará o presente, e a terceira será um comentário a respeito do futuro. A principal e
que deve ser levada em conta é a segunda; ou seja, as duas outras terão seu significado sendo direcionado em
relação à segunda runa.

Faça um pequeno círculo no chão, no máximo,d o tamanho da sua mão. Se tiver uma toalha para leitura de Runas
com os círculos, e ela não for consagrada especialmente para um oráculo, então use o círculo no seu interior. Agite
as Runas dos Dragões nas suas mãos, e jogue-as de joelhos, um tanto distante do local no qual as mesmas devem
cair. As runas que caírem no círculo pequeno serão as respostas para a sua pergunta; a mais próxima do centro do
círculo será a principal; as outras serão comentários que pode levar em consideração. Se apenas uma cair, então esta
é a única resposta.

Todos os direitos Reservados Página 47 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
MÉTODO DE EDDIE VAN FEU

A preparação para jogar as runas pode seguir o método que já utilizava antes, mas deve concentrar-se alguns
momentos para conectar-se com a energia dos dragões. Mentalmente, chame os dragões e peça a sua ajuda para ver
o que se oculta por trás dos véus do passado, presente e futuro. Pode chamar um dragão em especial (como o seu,
por exemplo), como também pode deixar o chamado em aberto para os dragões que quiserem e puderem atender.
Acender velas e/ou incensos ajuda sempre na consulta de um oráculo, mas fica ao seu critério usar ou não, pois por
mais que ajudem, não são indispensáveis.

Quando estiver pronto, visualize um dragão onde irá colocar as runas. Fiz um desenho e peço que ignore que parece
um misto de uma lagartixa espatifada com o símbolo do Batman. Se quiser, pode desenhar num tecido uma figura
parecida, mas a visualização já é o bastante para fazer uma boa interpretação.

Agora, basta tirar as runas e colocá-las nas posições indicadas, na ordem numérica, e fazer a interpretação de acordo
com as instruções seguintes.

1. Como os outros o veem:

Esta runa indica como se apresenta para o mundo. Ela é importante porque às vezes não temos uma boa noção de
como realmente somos. Achamos que somos bons, bonitos, seres fantásticos, quando na verdade passamos a
imagem de pessoas tolas ou grosseiras. Não se martirize, o facto de estar à procura de um oráculo demonstra um
interesse no auto conhecimento que pouca gente infelizmente tem. Utilize esta runa como um espelho. Se as
pessoas têm uma imagem negativa de si, fica mais fácil consertar agora que já sabe. Se elas têm uma imagem
positiva, procure ver se essa imagem condiz com a realidade.

Todos os direitos Reservados Página 48 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
2. Os Seus medos:

Nesta posição, a runa revela os seus medos, tanto os óbvios quanto os ocultos. Ela ajuda-o a clarear a mente e a
visão para ver do que realmente tem medo. Muita gente procura se esconder do que teme os seus medos, o que
transforma este medo em insegurança ou ódio.

3. O que quer:

Aqui, a runa revela o que está à procura. Ela também pode alertar sobre algo desconhecido, mostrando que deseja
realmente uma coisa (num nível subconsciente), mas acaba por trabalhar contra (num nível consciente), por não
saber exatamente o que quer. Muitas pessoas vivem esse dilema. Seguem orientações, conselhos e cedem a
pressões de pessoas próximas que acreditam saber o que é melhor para elas e acabam negligenciando os seus
desejos verdadeiros. Quando isto acontece, o resultado é sempre frustração, tristeza, sensação de vazio e muitas
vezes uma ira incompreensível contra outras pessoas (especialmente as que seguiram seus instintos e corações).

4. O que precisa:

Esta runa dá.lhe uma ideia do que precisa para conseguir o que quer. É uma das runas mais efêmeras do jogo, pois
ela mostra o que precisa neste momento. Assim que der mais um passo, a sua necessidade mudará.

5. O Seu objetivo:

Nesta posição, a runa mostra qual é o seu objetivo final, o que deseja alcançar com o que está a desejar agora, sendo
mais ampla que a runa na posição 3. Por exemplo, uma pessoa quer, neste momento, passar para uma boa
faculdade. Este não é o objetivo final dela. O objetivo final é transformar-se num grande profissional, ganhar bem,
ter uma vida confortável, realizar a sua vocação, etc...

6. Obstáculos a superar:

Esta runa revela um obstáculo interior que deve superar. Ela está ligada aos seus problemas internos, geralmente
emocionais. Por exemplo, se a sua família não apóia o seu sonho, isso certamente irá causa insegurança e frustração
que podem trabalhar contra si na hora de lutar pelo seu sonho.

7. Influências externas:

Esta runa mostra as energias externas que atrapalham a sua meta. Pode ser uma pessoa ou situações que neste
momento trabalham contra si.

Todos os direitos Reservados Página 49 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
8. O caminho para o seu verdadeiro EU:

Aqui, esta runa mostra o que deve desenvolver em si mesmo para alcançar o seu objetivo. Pode ser algo intelectual,
espiritual ou emocional. É uma maneira de aprimorar o seu conhecimento de si mesmo, mas também uma dica de
ouro sobre quais qualidades precisa desenvolver para se realizar.

9. O Seu verdadeiro EU:

Esta runa mostra a sua verdadeira essência, a pessoa ideal que está em sintonia com o mundo. Esta runa mostra até
onde pode chegar se desenvolver as suas qualidades. É um retrato perfeito, uma inspiração, uma verdade que ainda
não aconteceu, mas tem tudo para acontecer. Depende de si. Esta runa mudará conforme amadurecer, pois sempre
há por onde crescer.

10. Conclusão mais provável da questão:

Esta runa mostra como a situação vai terminar, tendo por base a pessoa que é agora. Quando muda, tudo à sua volta
muda também e isso mudará o rumo das coisas. Nada é definitivo, a não ser a mudança.

Todos os direitos Reservados Página 50 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo
Informação Final

Aloha!

Com este workshop houve uma profunda conexão com os Dragões, por meio de meditações e exercícios
propostos. É necessário que melhore ainda mais essa conexão, praticando as técnicas ensinadas. Aconselho a
faze-lo pelo menos durante 1 ano seguido, para chegar a ter a energia de um magista experiente de Magia
Draconiana. Mas isto não significa que apenas irá conectar-se com os Dragões após esse periodo. Na
realidade a conexão já começou e apenas aumentará ainda mais durante esse periodo e poderá ser notada a
cada dia.

Confie na sua intuição e verifique se o seu Dragão deseja falar-lhe algo. É importante, agora e sempre,
aproximar-se cada vez mais dele.

Que a Paz do Eu nos envolva!

Aloha Mai

Vitor Ruivo

Bibliografia:

Eddie Van Feu - Magia dos Dragões


Sinfonia da Lua_ Dragon Magick_ Magia Draconiana

Contactos:
Email: espiritoaloha@gmail.com
Telemóvel: 913 774 141
Caso saiba de alguém interessado nas actividades ajude a divulgar.

Todos os direitos Reservados Página 51 de 52


O Caminho dos Dragões
Formador: Vítor Ruivo

1 10 19

2 11 20

3 12 21

4 13 22

5 14 23

6 15 24

7 16 25

8 17 26

9 18 27

Todos os direitos Reservados Página 52 de 52