Você está na página 1de 5

Aula 08 Fase das Invasões Bárbaras:

> Pacíficas: até o século V.

> Violentas: entre os séculos V e IX.

Século V ao XI A pressão dos hunos foi decisiva para o início


das invasões bárbaras no Império Romano.

POVOS BÁRBAROS

> Características dos povos germânicos:

Sociedade:

> nômades, formada por clãs, numa relação


desorganizada e instável.

Economia:

> Agro-pastoril; em função das necessidades, > FRANCOS


a exploração era coletiva.
Caráter: organizados, estáveis e longa
Religião: duração.

> adoravam as forças da natureza e Merolíngios


acreditavam que os guerreiros alcançariam o
paraíso. > Em 496, conversão de Clóvis ao cristianismo
– unificação e início do reino dos francos.

Carolíngios
Direito:
> O principal governante foi Carlos Magno
> normas costumeiras e utilização do ordálio. (768-814) que se alinhou com a Igreja na sua
expansão territorial. Conquistou as Gálias,
Artes: Itália e Germânia.

> destaque para ornamentação de objetos,


como armas, braceletes, anéis, etc.
Administração > ÁRABES
> unidades administrativas (ducados, > Beduínos (seminômades) e urbanos
condados e marcas). (sedentários).

> organizou as Capitulares-leis escritas > Não havia unidade política, mas cultural
aplicadas pelos Missi Dominici e estimulou o (idioma e religião).
Renascimento Carolíngio.

Maomé e sua Religião


Contexto Histórico
> islamismo – doutrina encontra-se no
> Despovoamento das cidades e ruralização alcorão.
da sociedade.
> O seguidor: muçulmano.
> Surgimento das vilas.

> Decadência do comércio e da indústria.


Estado Islâmico
> Crescimento do domínio político da
aristocracia.
> A religião tornou possível a união dos
árabes, antes agrupados apenas pelos laços
> Consolidação das doações de benefícios e
de parentesco.
dos vínculos de fidelidade e obediência
(comitatus e recomendação).

O Império Carolíngio concedeu as bases para


Expansão Islâmica
estruturação do modo de produção feudal.
> Expansão pelas guerras santas e pela
procura de novas terras e rotas comerciais,
provocada pela ação política dos califas.
Decadência

> Descentralização do poder e crescimento


político da nobreza agrária após a divisão do
Economia
Império Carolíngio.
> Comércio e indústria manufatureira: joias,
Divisão Do Império Carolíngio (843) vidros, armas, sedas, etc.

> Tratado de Verdum

Agricultura

> De acordo com as características de cada


região do Império.
> Aperfeiçoamento do setor científico Artes:
(Matemática, Física, Química e Medicina).
> arquitetura, escultura e mosaicos
> Na literatura (fábulas e contos) e desenvolvidos. (ex.: Igreja de Santa Sofia).
arquitetura com construções de mesquitas.

Decadência
IMPÉRIO BIZANTINO
> Desorganização política após a morte de
> Império Romano do Oriente. Justiniano.

> Capital: Constantinopla – maior ponto > Caiu com a invasão dos turcos, em 1453.
estratégico mercantil da antiguidade e do
medievo.

MODO DE PRODUÇÃO FEUDAL


Justiniano (527 a 565)

> Expandiu militarmente o Império e


governou de forma absolutista
(Cesaropapismo) e organizou obras jurídicas
(Código de Justiniano).

Economia

> Comércio dinâmico favorecido pela


localização geográfica.

> Agricultura concentrava-se nas terras da


Igreja. Entre os séculos V e XV, a Europa Ocidental,
passou por um processo de transformações
> Havia um controle de Estado sobre as que culminou na estruturação do modo de
atividades econômicas. produção feudal.

O feudalismo foi estruturado em instituições


romanas (colonato, precarium e clientela) e
Cultura nas instituições germânicas (beneficium,
comitatus e recomendação).
> Religião apresentava-se com debates de
questões religiosas heréticas (monofisismo e A sociedade era rural, imóvel e aristocrática. O
iconoclastas). Surgimento da Igreja Ortodoxa poder político era descentralizado.
(Cisma do Oriente, em 1054).
Havia relação recíproca de obrigações entre os Exercícios
elementos do feudo (corvéia, talha, banalidade,
hospitalidade).
01. (FUVEST) Sobre as invasões dos "bárbaros"
na Europa Ocidental, ocorridas entre os
Economicamente, o feudo era uma unidade
séculos III e IX, é correto afirmar que:
agrária com produção auto-suficiente. O
comércio sofreu forte decadência, mas
a) foi uma ocupação militar violenta que,
continuou a existir.
causando destruição e barbárie, acarretou a
ruína das instituições romanas.
Características Básicas
b) se, por um lado, causaram destruição e
> Ruralização da sociedade morte, por outro contribuíram, decisivamente,
para o nascimento de uma nova civilização, a
> Sociedade com pouca mobilidade. da Europa Cristã.

> Fragmentação do poder. c) apesar dos estragos causados, a Europa


conseguiu, afinal, conter os bárbaros,
> Relação de dependência social. derrotando-os militarmente e, sem solução de
continuidade, absorveu e integrou os seus
> Exércitos particulares. remanescentes.

> Predomínio do teocentrismo e do d) se não fossem elas, o Império Romano não


espiritualismo teria desaparecido, pois, superada a crise do
século III, passou a dispor de uma estrutura
socioeconômica dinâmica e de uma
constituição política centralizada.

e) os Godos foram os povos menos


importantes, pois quase não deixaram marcas
de sua presença.

02. (FGV) O surgimento do Islamismo permitiu


à Arábia:
Composição do Feudo
a) consolidar uma unidade política e religiosa,
> Manso senhorial fortalecendo-a e possibilitando a expansão de
seu Império;
> Manso servil
b) o fortalecimento e a propagação da primeira
> Terras comuns religião politeísta moderna;

c) a autonomia dos diversos Califados e,


portanto, a difusão e fortalecimento de seus
interesses comerciais e religiosos.
d) centralizar os diversos Califados e, portanto, 05. (UNAERP) O feudalismo, como todos os
a expansão do politeísmo por todo o outros modos de produção, não surgiu
Mediterrâneo. repentinamente. Ele foi o resultado:

e) unificar apenas religiosamente a região, a) do surgimento da Igreja Católica Romana,


permanecendo, portanto, os interesses instituição que, de certa forma, tomou o lugar
comerciais dos diversos Califados em conflito. do Estado romano.

b) de uma síntese entre a sociedade romana


em expansão e a sociedade bárbaro-
03. (PUCPR) Dentre os vários Reinos Bárbaros germânica em decadência.
que se formaram na Europa, após a queda do
Império Romano Ocidental, um teve grande c) das contribuições isoladas dos bárbaros e
destaque, em virtude de personagens como dos romanos que deram aos feudos um
Clóvis e Carlos Magno. caráter urbano.

O grupo Germano organizador de tal reino foi o d) do fortalecimento do Estado e da


dos: fragmentação política.

a) Saxões. e) de uma lenta transformação que começou


no final do império romano, passou pela
b) Godos.
invasão dos bárbaros-germânicos no século V,
c) Ostrogodos. atravessou o império carolíngio, e começou a
d) Francos. se efetivar a partir do século IX.

e) Vândalos.

04. (UNESP) A Civilização Bizantina floresceu


na Idade Média, deixando em muitas regiões
da Ásia e da Europa testemunhos de sua
irradiação cultural. Assinale importante e
preponderante contribuição artística bizantina
que se difundiu expressando forte destinação
religiosa:

a) Adornos de bronze e cobre.


b) Aquedutos e esgotos.
c) Telhados de beirais recurvos. Gabarito
d) Mosaicos coloridos e cúpulas arredondadas.
1–D 2–A 3–D 4–D 5–E
e) Vias calçadas com artefatos de couro.