Você está na página 1de 12

Disciplina: 169081– Circuitos Polifásicos

Professor: Felipe V. Lopes


Semestre: 2019.1

Lista de Exercícios 1

Questão 1
Um resistor de 90 Ω, um indutor de 32 mH e um capacitor de 5 μF são ligados em série aos terminais
de uma fonte de tensão senoidal, conforme ilustrado na figura a seguir. Calcule o fasor da corrente i e
em seguida escreva a expressão desta no tempo. Assuma uma referência na forma de cosseno.

Questão 2
Use a transformação Δ-Y nas impedâncias do circuito a seguir para determinar o fasor da corrente I.

Questão 3
Em um laboratório foi montado o circuito da Figura abaixo para medir a indutância L de uma bobina e a
resistência r do seu enrolamento.

a) Um aluno observou que o valor Vac era diferente do valor da soma das tensões Vab e Vbc, logo,
afirmou: “as medidas são incoerentes, portanto devem estar erradas”. Analise essa afirmativa;
b) Determine o valor da indutância do enrolamento.

Questão 4
Determine o fasor da corrente Io no circuito da figura a seguir.

Questão 5
Uma fonte de 240/0o V RMS, 60 Hz, supre uma carga 10 kW (resistiva), 15 kvar (capacitiva) e 22 kvar
(indutiva). Determine: (a) A potência aparente; (b) A corrente absorvida da fonte; (c) A capacitância e
valor nominal em ‘kvar’ necessários para aumentar o fator de potência para 0,96 at.; (d) A corrente
fornecida pela fonte sob as novas condições de fator de potência.

Questão 6
A instalação elétrica de uma oficina metalúrgica é composta pelas seguintes cargas:
- 2 tornos de 7 cv, FP = 0,85 atrasado, η=0,9;
- 2 fresas de 6 kW, FP = 0,85 atrasado; e
- 40 lâmpadas de valor de sódio, 70 W e FP de 0,93 atrasado.
Sabendo que a metalúrgica é alimentada com tensão 220 Vef, 60 Hz, calcule:
a)O triângulo de potência e a corrente solicitada pela instalação;
b) O tipo, o valor e o modo de ligação de um elemento para corrigir o FP da instalação para 0,92
atrasado (explique);
c) A potência aparente da instalação após a correção de FP.

Questão 7
Dado o circuito a seguir, determine a tensão VS e o fator de potência total da rede.

Questão 8
A tensão entre a fase A e o neutro N em um circuito trifásico equilibrado é 240∠30° V. Se a sequência
de fases é ABC, qual é o fasor da tensão de linha entre as fases B e C?
Questão 9
A tensão da fase C em um circuito trifásico equilibrado do tipo Y é 450∠ − 25° V. Se a sequência de
fases é CBA, qual é o fasor da tensão de linha entre as fases A e B?

Questão 10
A corrente Î𝐶𝐴 em uma carga trifásica equilibrada ligada em triângulo é 8∠ − 15° A. Se a sequência de
fases é ABC, qual é o fasor da corrente de linha na fase C?

Questão 11
Uma carga trifásica equilibrada ligada em triângulo é alimentada por um circuito trifásico equilibrado. O
sentido de referência da corrente de linha na fase B é da fonte para a carga. O valor da corrente de linha
na fase B é 12∠65° A. Se a sequência de fases é CBA, qual é o fasor da corrente de fase Î𝐴𝐵 na carga?

Questão 12
A tensão de linha entre os terminais A e B de uma carga trifásica equilibrada do tipo Δ é 4160∠0° V. A
corrente de linha Î𝑎𝐴 é 69,28∠ − 10° A. (a) Calcule a impedância por fase da carga se a sequência de
fases for ABC; (b) Calcule a impedância por fase da carga se a sequência de fases for CBA.

Questão 13
Um gerador trifásico conectado em estrela equilibrado com impedância por fase 0,4 + 𝑗0,3 Ω é
conectado a uma carga em estrela equilibrada com impedância 24 + 𝑗19 Ω por fase. A linha que
conecta o gerador e a carga tem impedância 0,6 + 𝑗0,7 Ω por fase. Supondo uma sequência de fases
ABC para as tensões do gerador e que 𝑉̂𝑎𝑛 = 120∠30° 𝑉, determine: (a) as tensões de linha no gerador;
(b) as correntes de linha.

Questão 14
Para a carga conectada em Y da figura a seguir: (a) Determine a potência ativa para cada fase e a
potência ativa total; (b) Determine a potência reativa para cada fase e a potência reativa total; (c)
Determine a potência aparente para cada fase e a potência aparente total; (d) Determine o fator de
potência da carga.
Questão 15
Calcule as correntes de linha no sistema trifásico estrela-estrela a seguir.

Questão 16
Uma fonte conectada em estrela equilibrada com sequência ABC com 𝑉̂𝑎𝑛 = 100∠10° [𝑉] é conectada a
uma carga em triângulo equilibrada com impedância 8 + 𝑗4 𝛺 por fase. Calcule as correntes de fase na
carga em triângulo e as correntes de linha.

Questão 17
Uma tensão de linha de uma fonte conectada em estrela equilibrada é 𝑉̂𝑎𝑏 = 120∠ − 20° [𝑉]. Se a
fonte estiver conectada a uma carga em triângulo de 20∠40° Ω, determine as correntes de fase na
carga e as correntes de linha. Suponha sequência de fases ABC.

Questão 18
Uma carga conectada em estrela equilibrada com impedância por fase 40 + 𝑗25 𝛺 é alimentada por
uma fonte conectada em triângulo equilibrada e de sequência ABC com tensão de linha igual a 210 V
RMS. Calcule as correntes de fase no gerador. Use 𝑉̂𝑎𝑏 como referência.

Questão 19
Em um circuito triângulo-estrela, sequência ABC, 𝑉̂𝑎𝑏 = 240∠15° [𝑉] e 𝑍𝑌 = 12 + 𝑗15 𝛺. Calcule as
correntes de linha.

Questão 20
Calcule a corrente de linha necessária para um motor trifásico de 30 kW de fator de potência 0,85
(atrasado), se ele estiver conectado a uma fonte equilibrada com tensão de linha 440 V RMS.

Questão 21
Determine a potência complexa fornecida à carga trifásica de um circuito Y-Y de quatro fios, onde as
tensões de fase da fonte são 𝑉̂𝑎 = 110∠0° V rms, 𝑉̂𝑏 = 110∠ − 120° V rms, 𝑉̂𝑐 = 110∠120° V rms. As
impedâncias da carga são 𝑍𝑎 = 𝑍𝑏 = 𝑍𝑐 = 50 + j80 Ω

Questão 22
Uma carga trifásica equilibrada recebe 15 kW com um fator de potência de 0,8 atrasado e a tensão de
linha é 480 V rms. Calcule a impedância por fase da carga sabendo que esta tem ligação do tipo Y.
Questão 23
Um circuito trifásico equilibrado é formado por uma fonte em Y ligada a uma carga equilibrada. O valor
de cada uma das impedâncias de linha é 𝑍𝑙 = 2 + j0,5 Ω. A carga recebe 15 kW com um fator de
potência de 0,8 atrasado e a tensão de linha é 480 V rms. Determine a tensão da fonte e a potência
complexa fornecida pela fonte.

Questão 24
Um sistema trifásico de sequência de fases ABC (positiva) e uma tensão de linha de 380 V, em valor
eficaz, alimenta um motor de indução trifásico ligado em Y. As três linhas que conduzem a energia até a
carga possuem impedâncias desprezíveis tendo em vista a pequena distância que separa o sistema de
suprimento e a carga. O motor opera com 15cv no seu eixo e rendimento de 80% nesta condição, o fator
de potência é 0,75 atrasado. Determine: a) as correntes nas linhas; b) a potência ativa e; c)a potência
reativa requerida pelo motor; d) a potência do banco de capacitores trifásico para corrigir o fator de
potência para 0,92 atrasado.
Obs.: 1cv=735,5W. Use como referência angular a tensão 𝑉̂𝑎𝑏 .

Questão 25
Uma fonte trifásica equilibrada ligada em Y alimenta um edifício de escritórios através de uma linha de
distribuição de quatro fios. O circuito opera a 60 Hz. A tensão na fonte é tal que 𝑉̂𝑎𝑏 é tomada na
referência angular e seu valor é 380 V em valor eficaz e sequência de fases ABC (positiva). Todos os
condutores da linha de distribuição são de mesmo material e possuem seções transversais iguais.
Considerando o comprimento da linha e as características dos cabos elétricos, as impedâncias tanto do
condutor neutro quanto dos condutores das fases são iguais a 0,01 Ω com reatâncias desprezíveis a 60
Hz. A carga equilibrada ligada em Y equivale por fase a uma resistência de 1,45 Ω em série com uma
indutância de 2,65 𝑚𝐻. Determine: a) as correntes nas linhas; b) a tensão na fase da carga ligada em Y;
c) a potência ativa requerida pela carga; d) a potência reativa requerida pela carga; e) a potência
dissipada na linha; f) a potência reativa dos capacitores conectados em Y para corrigir o fator de
potência da carga para 0,92 indutivo; g) a potência dissipada na linha, considerando a correção do FP.

Questão 26
Para o circuito da figura abaixo, obtenha: a) as correntes de linha; b) as tensões de linha na carga; c) a
potência consumida pela carga; d) o fator de potência da carga; e) o novo valor do fator de potência, ao
se conectar um capacitor de valor −𝑗2 Ω em paralelo com cada elemento da carga trifásica. As
impedâncias apresentadas neste circuito estão expressas em ohms e as tensões em volts.

Questão 27
Dada a carga desequilibrada da figura a seguir, onde as impedâncias estão expressas em ohms, calcule
as correntes de fase e as correntes de linha sabendo que a sequência de fases é 𝑉̂ab , 𝑉̂ca , 𝑉̂bc e que 𝑉̂ab =
110/0o V?
Questão 28
Para a carga trifásica desequilibrada vista na figura a seguir, onde as impedâncias estão expressas em
ohms, calcule as correntes de linha. Sequência de fases é 𝑉̂ab , 𝑉̂ca , 𝑉̂bc e que 𝑉̂ab = 220/90o V.

Questão 29
Aplicando o cálculo da tensão de deslocamento de neutro, determine as correntes de linha que
percorrem o circuito mostrado na figura a seguir (impedâncias expressas em ohms). A sequência de
fases é CBA e 𝑉̂bc é a referência (𝑉̂bc = 230/0o V).

Questão 30
O sistema de tensões trifásico equilibrado aplicado aos terminais a, b e c do circuito da figura a seguir,
apresenta tensão de linha com módulo igual a 120 V. Adote sequência de fases CBA. Escolha 𝑉̂bc como
referência e calcule as correntes de linha ÎaA , ÎbB , ÎcC. As impedâncias estão expressas em ohms na figura
citada.
Questão 31
Considere o sistema trifásico a 4 fios com carga ligada em estrela ilustrado na figura a seguir.
Considerando que as impedâncias são expressas em ohms na figura, calcule as correntes de linha e a
corrente de neutro, assumindo sequência de fases CBA e adotando 𝑉̂bc como referência, sendo |𝑉̂bc| =
173,2 V.

Questão 32
Para o circuito da figura a seguir, calcule a corrente no neutro e as correntes de linha, sabendo que 𝑉̂a’n’=
127/0oV, 𝑉̂b’n’ = 127/-120o V e 𝑉̂c’n’ = 127/120o V.

Questão 33
Na figura a seguir, percebe-se que o sistema de 60 Hz possui duas lâmpadas conectadas. Ao ligar o
circuito, nota-se que a lâmpada ABC brilha com mais intensidade que a lâmpada ACB. Prove que isso é
verdade calculando as correntes de linha que passam pelas duas lâmpadas.
Questão 34
A carga conectada em estrela desequilibrada da figura a seguir tem tensões de fase equilibradas de 100
V e sequência de fases CBA. Calcule as correntes de linha e a corrente no neutro. Adote ZA = 15 Ω, ZB = 10
+ j5 Ω e ZC = 6 – j8 Ω. Assuma a tensão fase-neutro A-N como sendo a referência.

Questão 35
A carga conectada em triângulo desequilibrada da figura a seguir é alimentada por tensões de fase-fase
(de linha) equilibradas de 440 V na sequência ABC. Determine as correntes de linha, adotando 𝑉̂ab como
referência.

Questão 36
Determine as correntes de linha no circuito trifásico desequilibrado da figura a seguir.
Questão 37
O circuito abaixo é alimentado por uma fonte trifásica equilibrada com uma tensão de linha de 210
Vrms. Se Zl=1+j1 Ω, Z∆=24-j30 Ω e ZY=12+j5 Ω, determine o valor da corrente de linha das cargas
associadas.

Questão 38
Em uma carga ligada em ∆ as impedância estão equilibrada e têm um valor de 16,5 /30° Ω. As tensões
entre fases são de 220 V, na sequência ABC. Se perdeu-se a alimentação da fase C e se toma a tensão
Van como referência, calcule as correntes nas fases A, B e C.

Questão 39
Uma indústria de tecelagem localizada no Guará é alimentada por um transformador de distribuição
trifásico com ̂𝑉𝑎𝑛 =220/0° e sequência positiva. Os condutores que alimentam a indústria são
considerados com Z=0, devido a proximidade do transformador. Na indústria estão instaladas duas
cargas trifásicas equilibradas:
C1 -> motor de indução de 8 kW, FP=0,88 atrasado, η=0,95, ligado em estrela;
C2 -> motor de indução 6kW, FP=0,9 atrasado, η=0,89, ligado em delta;
A carga de iluminação, por falta de cuidado do projetista, está ligada em apenas duas fases:
C3 -> 950 W de iluminação com FP=0,92 atrasado, ligada entre An.
C4 -> 700 W de iluminação com Fp=0,89 atrasado, ligada entre Bn.
a) Desenhe o diagrama que represente a instalação elétrica da indústria;
b) Calcule as corretes de linha do transformador;
c) Calcule a corrente do neutro;
d) Esta instalação está equilibrada? Justifique.
e) Imagine que você, como engenheiro, foi procurado para corrigir o FP da carga C1 para 0,92
atrasado. Qual tipo, modo de instalação e valor do elemento a ser instalado?
GABARITO
1) (a) î = 5/-23,13o A;
(b) i(t) = 7,071.cos(5000t – 23,13o) A.

2) 4/28,07o A.

3) a) Valor obtido devido à adição de números complexos;


b) L=77.84 mH.

4) 221,6/-28,13o A.

5) (a) 12,21 kVA;


(b) 50,86/-35o A;
(c) 4,083 kvar, 188,03 μF;
(d) 43,4/-16,26o A.

6) (a) Pt=26,26 kW, Qt=15,65 kVAr ind e S=30,57/30.79°;


(b) Capacitor, paralelo (Padrão – explicação teórica: maior tensão, logo, maior
potência reativa, além de manter constantes as grandezas de tensão e, assim,
corrente.) e C=821,78 μF ;
(c) 28,54/23,08° Kva.

7) 281,03/8,75o V; fp=0,756 atrasado.

8) 𝟒𝟏𝟓, 𝟔𝟗∠ − 𝟔𝟎° 𝑽.

9) 𝟕𝟕𝟗, 𝟒𝟐∠𝟔𝟓° 𝑽.

10) 𝟏𝟑, 𝟖𝟔∠ − 𝟒𝟓° 𝑨.

11) 𝟔, 𝟗𝟑∠ − 𝟖𝟓° 𝑨.

12) (a) 𝟏𝟎𝟒∠ − 𝟐𝟎° 𝜴;


(b) 𝟏𝟎𝟒∠𝟒𝟎° 𝜴.

13) (a) 𝑽̂ 𝒂𝒃 = 𝟐𝟎𝟒, 𝟔∠𝟔𝟎° 𝑽, 𝑽


̂ 𝒃𝒄 = 𝟐𝟎𝟒, 𝟔∠ − 𝟔𝟎° 𝑽, 𝑽
̂ 𝒄𝒂 = 𝟐𝟎𝟒, 𝟔∠𝟏𝟖𝟎 𝑽;
(b) 𝑰̂𝒂 = 𝟑, 𝟕𝟓∠ − 𝟖, 𝟔𝟔° 𝑨, 𝑰̂𝒃 = 𝟑, 𝟕𝟓∠ − 𝟏𝟐𝟖, 𝟔𝟔° 𝑨, 𝑰̂𝒄 = 𝟑, 𝟕𝟓∠𝟏𝟏𝟏, 𝟑𝟒° 𝑨.

14) (a) 1200 W e 3600 W;


(b) 1600 var e 4800 var;
(c) 2000 VA e 6000 VA;
(d) 0,6 atrasado.

15) 𝑰̂𝒂 = 𝟔, 𝟖𝟏∠ − 𝟐𝟏, 𝟖° A, 𝑰̂𝒃 = 𝟔, 𝟖𝟏∠ − 𝟏𝟒𝟏, 𝟖° A, 𝑰̂𝒄 = 𝟔, 𝟖𝟏∠𝟗𝟖, 𝟐° 𝑨.

16) 𝑰̂𝒂𝒃 = 𝟏𝟗, 𝟑𝟔∠𝟏𝟑, 𝟒𝟑° [𝑨], 𝑰̂𝒃𝒄 = 𝟏𝟗, 𝟑𝟔∠ − 𝟏𝟎𝟔, 𝟓𝟕° [𝑨],
𝑰̂𝒄𝒂 = 𝟏𝟗, 𝟑𝟔∠𝟏𝟑𝟑, 𝟒𝟑° [𝑨],
𝑰̂𝒂 = 𝟑𝟑, 𝟓𝟑∠ − 𝟏𝟔, 𝟓𝟕° [𝑨], 𝑰̂𝒃 = 𝟑𝟑, 𝟓𝟑∠ − 𝟏𝟑𝟔, 𝟓𝟕° [𝑨],
𝑰̂𝒄 = 𝟑𝟑, 𝟓𝟑∠𝟏𝟎𝟑, 𝟒𝟑° [𝑨].
17) 𝑰̂𝒂𝒃 = 𝟔∠ − 𝟔𝟎° [𝑨], 𝑰̂𝒃𝒄 = 𝟔∠𝟏𝟖𝟎° [𝑨], 𝑰̂𝒄𝒂 = 𝟔∠𝟔𝟎° [𝑨]
𝑰̂𝒂 = 𝟏𝟎, 𝟑𝟗𝟐∠ − 𝟗𝟎° [𝑨], 𝑰̂𝒃 = 𝟏𝟎, 𝟑𝟗𝟐∠𝟏𝟓𝟎° [𝑨], 𝑰̂𝒄 = 𝟏𝟎, 𝟑𝟗𝟐∠𝟑𝟎° [𝑨].

18) 𝑰̂𝒂𝒃 = 𝟏, 𝟒𝟖𝟒∠ − 𝟑𝟐° [𝑨], 𝑰̂𝒃𝒄 = 𝟏, 𝟒𝟖𝟒∠ − 𝟏𝟓𝟐° [𝑨], 𝑰̂𝒄𝒂 = 𝟏, 𝟒𝟖𝟒∠𝟖𝟖° [𝑨].

19) 𝑰̂𝒂 = 𝟕, 𝟐𝟏∠ − 𝟔𝟔, 𝟑𝟒° [𝑨], 𝑰̂𝒃 = 𝟕, 𝟐𝟏∠𝟏𝟕𝟑, 𝟔𝟔° [𝑨], 𝑰̂𝒄 = 𝟕, 𝟐𝟏∠𝟓𝟑, 𝟔𝟔° [𝑨].

20) 46,31 A.

21) 𝑺𝟑∅ = 𝟐𝟎𝟒 + 𝐣𝟑𝟐𝟔 VA.

22) 𝒁𝒀 = 𝟗, 𝟖𝟐 + 𝐣𝟕, 𝟑𝟕 Ω.

̂ 𝒂 = 𝟑20,6∠ϕ − 3, 𝟑° [𝐕] 𝐫𝐦𝐬, 𝑽


23) 𝑽 ̂ 𝒃 = 𝟑𝟐𝟎, 𝟔∠𝝓 − 𝟏𝟐𝟑, 𝟑° [𝐕] 𝐫𝐦𝐬,
̂
𝑽𝒄 = 𝟑𝟐𝟎∠𝝓 + 𝟏𝟏𝟔, 𝟕° [𝐕] 𝐫𝐦𝐬 , 𝑺𝒇𝒐𝒏𝒕𝒆 = 𝟏𝟖, 𝟏 + 𝐣𝟏𝟐, 𝟎 𝐤𝐕𝐀 .

24) a) 𝑰̂𝒂𝑨 = 𝟐𝟕, 𝟗𝟒∠ − 𝟕𝟏, 𝟒° [𝑨], 𝑰̂𝒃𝑩 = 𝟐𝟕, 𝟗𝟒∠ − 𝟏𝟗𝟏, 𝟒° [𝑨],
𝑰̂𝒄𝑪 = 𝟐𝟕, 𝟗𝟒∠𝟒𝟖, 𝟔° [𝑨];
b) 𝑷𝑴 = 𝟏𝟑, 𝟕𝟗𝟐𝟏𝒌𝑾; c) 𝑸𝑴 = 𝟏𝟐, 𝟏𝟑𝟕𝟏 𝒌𝒗𝒂𝒓; d) 𝑸𝑩𝑪 = −𝟔, 𝟐𝟔𝟏𝟔 𝒌𝒗𝒂𝒓.

25) a) 𝑰̂𝒂𝑨 = 𝟏𝟐𝟒, 𝟑𝟐∠ − 𝟔𝟒, 𝟒° [𝑨],


𝑰̂𝒃𝑩 = 𝟏𝟐𝟒, 𝟑𝟐∠𝟏𝟕𝟓, 𝟔° [𝑨],𝑰̂𝒄𝑪 = 𝟏𝟐𝟒, 𝟑𝟐∠𝟓𝟓, 𝟔° [𝑨];
b) 𝑽̂ 𝑨𝑵 = 𝟐𝟏𝟖, 𝟗𝟖∠ − 𝟐𝟗, 𝟖𝟐° [𝑽],𝑽
̂ 𝑩𝑵 = 𝟐𝟏𝟖, 𝟗𝟖∠ − 𝟏𝟒𝟗, 𝟖𝟐° [𝑽],𝑽
̂ 𝑪𝑵 =
𝟐𝟏𝟖, 𝟗𝟖∠𝟗𝟎, 𝟏𝟖° [𝑽];
c) 𝑷 = 𝟔𝟕, 𝟐𝟒 𝒌𝑾;
d) 𝑸 = 𝟒𝟔, 𝟑𝟓 𝒌𝒗𝒂𝒓;
e) 𝑷𝑳 = 𝟒𝟔𝟑, 𝟔𝟔 𝑾;
f) 𝑸𝒄 = −𝟏𝟕, 𝟕𝟏 𝒌𝒗𝒂𝒓;
g) 𝑷𝑳𝟏 = 𝟑𝟕𝟏, 𝟑𝟔 𝑾.

26) a) Î𝒂𝒂′ = 𝟗, 𝟕𝟏𝟑∠ − 𝟐𝟗, 𝟎𝟓° 𝑨, Î𝒃𝒃′ = 𝟗, 𝟕𝟏𝟑∠ − 𝟏𝟒𝟗, 𝟎𝟓° 𝑨,


Î𝒄𝒄′ = 𝟗, 𝟕𝟏𝟑∠𝟗𝟎, 𝟗𝟓° 𝑨;
̅ 𝒂′ 𝒃′ = 𝟏𝟑𝟓, 𝟔𝟑𝟐𝟕∠𝟖, 𝟎𝟕° 𝑽, 𝑽
b) 𝑽 ̅ 𝒃′ 𝒄′ = 𝟏𝟑𝟓, 𝟔𝟑𝟐𝟕∠ − 𝟏𝟏𝟏, 𝟗𝟑° 𝑽, 𝑽
̅ 𝒄′ 𝒂′ =
𝟏𝟑𝟓, 𝟔𝟑𝟐𝟕∠𝟏𝟐𝟖, 𝟎𝟕° 𝑽;
c) 𝑷𝒄𝒂𝒓𝒈𝒂 = 𝟐𝟐𝟔𝟒, 𝟐𝟎𝟗𝟓 𝑾;
d) 𝒇. 𝒑. = 𝟎, 𝟗𝟗 𝒊𝒏𝒅𝒖𝒕𝒊𝒗𝒐;
e) 𝒇. 𝒑. = 𝟎, 𝟐𝟒𝟔 𝒄𝒂𝒑𝒂𝒄𝒊𝒕𝒊𝒗𝒐.

27) Îab = 22/53,13o A, Îbc = 49,19/56,57o A, Îca = 11/-120o A, Îa’a = 32,95/55,42o A,


Îb’b = 27,26/59,35o A, Îc’c = 60,17/-122,80o A.

28) Îa’a = 19,84/130,16o A, Îb’b = 14,50/-98,77o A, Îc’c = 15,03/-3,17o A.

29) ÎaA = 34,01/-91,62o A, ÎbB = 15,05/64,58o A, ÎcC = 21,13/105,09o A.

30) ÎaA = 20,37/-67,49o A, ÎbB = 22,69/-11,58o A, ÎcC = 38,05/142,10o A.

31) Îa’a = 2,50/-140o A, Îb’b = 2/90o A, Îc’c = 4/180o A, Înn’ = 5,93/176,20o A.

32) Îa’a = 11,68/-12,78o A, Îb’b = 18,37/-96,86o A, Îc’c = 19,72/70,10o A, Înn’ = 16,08/-8,14o A.


33) 𝑰̂bn = 0,91/-134,66o A, 𝑰̂cn = 0,259/123,15o A.

34) Îa = 6,67/0o A, Îb = 8,94/93,44o A, Îc = 10/-66,87o A, În = 10,06/178,47o A.


35) Îa = 39,71/-41,07o A, Îb = 64,12/-139,77o A, Îc = 70,126/74,27o A.

36) 𝑰̂aA= 64,00/80,10o A, 𝑰̂bB= 38,11/-60o A, 𝑰̂cC = 42,50/-135o A.

37) 13,66 A.

38) 𝑰̂a=20 A, 𝑰̂b=20/180° A, 𝑰̂c=0 A.

39) a)

b) 𝑰̂la=30,53/-26.61° A, 𝑰̂lb=29,4/-147,2° A 𝑰̂lc=25,85/92,75° A;


c) 𝑰̂n=4/-70,78° A;
d) Não, pois 𝑰̂n ≠ 𝟎;
e) Capacitor, ligação em delta e C=17,36 μF.