Você está na página 1de 15

ETEC JÚLIO DE MESQUITA

Fernanda Sirqueira da Silva

Exercícios – Física

Santo André - SP
2020
1. Ao tocar um violão, um músico produz ondas nas cordas desse
instrumento. Em consequência, são produzidas ondas sonoras que se
propagam no ar. Comparando-se uma onda produzida em uma das
cordas do violão com a onda sonora correspondente, é CORRETO afirmar
que as duas têm:

a) A mesma amplitude;
b) A mesma freqüência;
c) A mesma velocidade de propagação;
d) O mesmo comprimento de onda.

Seria a mesma freqüência pois elas teriam o mesmo hertz, já que teriam as
mesmas oscilações por segundo

2. O aparelho auditivo humano distingue no som 3 qualidades, que são:


altura, intensidade e timbre. A altura é a qualidade que permite a esta
estrutura diferenciar sons graves de agudos, dependendo apenas da
freqüência do som. Assim sendo, podemos afirmar que:

a) o som será mais grave quanto menor for sua freqüência;


b) o som será mais grave quanto maior for sua freqüência;
c) o som será mais agudo quanto menor for sua freqüência;
d) o som será mais alto quanto maior for sua intensidade;
e) o som será mais alto quanto menor for sua freqüência.

Os sons com menor frequência (vibrações lentas), correspondem a um som


baixo, logo grave, como o contrabaixo, trombone, tuba e violoncello.

3. Considere as seguintes afirmações a respeito de uma onda sonora:

I) É uma onda longitudinal.


II) A densidade das moléculas no meio oscila no espaço.
III) A velocidade de propagação independe do meio.

Quais dessas afirmações são verdadeiras?

a) I, II e III
b) I e II
c) I e III
d) II e III
e) Nenhuma delas
4. O menor intervalo de tempo para que o cérebro humano consiga
distinguir dois sons que chegam ao ouvido é, em média, 100 m/s. Este
fenômeno é chamado persistência auditiva. Qual a menor distância que
podemos ficar de um obstáculo para ouvir o eco de nossa voz?

Dado: a velocidade do som no ar é 330 m/s

a) 16,5 m
b) 17,5 m
c) 18,5 m
d) 19,5 m
e) 20,5 m

V (330 m/s)= d/Δt Δt → 100 m = 0,1 s

d = 330 x 0,1/2 → d = 16,5

V = velocidade d = densidade Δt = variação de tempo

Dividimos 330 x 0,1 por 2 para sabermos a distância só de ida, já que o som vai
e volta.

5. Considere uma corda de violão com 50cm de comprimento, que está


afinada para vibrar com uma freqüência fundamental de 5,0. 102Hz.

a) Qual o módulo da velocidade de propagação, nessa corda, das


ondas que deram origem à onda estacionária formada?

50 cm = 0,5 m

V = λ/T → T = 1/f → T = 1/5,0 x 102

T = 0,002

V = 0,5/0,002 → V = 250m/s

250 x 2 = 500 m/s


b) Se o comprimento da corda for reduzido à metade, qual a nova
freqüência do som fundamental emitido?

V=λxf → 500 = λ x 2

λ = 500/2 → λ = 250Hz

6. Uma corda sonora de comprimento L = 2,0m tem as duas extremidades


fixas. Estabelece-se na corda um sistema de ondas estacionárias com a
formação de três ventres e com freqüência igual a 120Hz.

Determine:

a) o comprimento de onda das ondas que deram origem às ondas


estacionárias.

L→2m f → 120Hz

N → número harmônico = número de ventres = 3

λ = L x 2/n → λ = 2 x 2/3

λ = 4/3m ou 1,33m

b) o módulo da velocidade de propagação na corda das ondas que


deram origem às ondas estacionárias. R = 160m/s

V=λxf → V = 4/3 x 120

V = 4 x 40 → V = 160m/s

c) a distância entre dois nós consecutivos.

d = λ/2 → d = (4/3)/2 → d = (4/3) x (1/2)

d = 2/3 m ou 0,67m
7. Considere um tubo sonoro fechado, de 34cm de comprimento, cheio de
ar, onde as ondas sonoras se propagam com velocidade de módulo igual
a 340m/s. Calcule a freqüência da onda nas situações de 1º, 3º, 5º e 7º
harmônicos.

F = n x v/ 4 x L

1º harmônico → F = 1 x 340/4 x 34 x 102

F = 340/136 x 102 → 2,5 x 102 = 250Hz

3º harmônico → F = 3 x 340/4 x 34 x 102

F = 1020/136 x 102 → 7,5 x 102 = 750Hz

5º harmônico → F = 5 x 340/4 x 34 x 102

F = 1700/136 x 102 → 12,5 x 102 = 1250Hz

7º harmônico → F = 7 x 340/4 x 34 x 102

F = 2380/136 x 102 → 17,5 x 102 = 1750Hz

8. Um observador, situado no ponto O, recebe ondas sonoras emitidas por


duas fontes situadas nos pontos A e B, idênticas, que emitem em
oposição de fase. A velocidade de propagação do som emitido pelas
fontes é de 340 m/s e a freqüência é de 170 Hz. No ponto O ocorre
interferência:
V=λxf → 340 = λ x 170 → λ=2

Se n for par = destrutiva Se n for impar = construtiva

dA = 20 dB = 25

Δ x = │da - db│ → Δx = n x λ/2

N = │da - db│/(λ/2) → n = │20 - 25│/(2/2)

N = 5/1 → n = 5 (construtiva)

a) destrutiva e não se ouve o som emitido pelas fontes;


b) construtiva e a freqüência da onda sonora resultante será de 170 Hz;
c) construtiva e a freqüência da onda sonora resultante será de 340 Hz;
d) construtiva e a freqüência da onda sonora resultante será de 510 Hz;
e) destrutiva e a freqüência da onda sonora nesse ponto será de 340 Hz.

9. (Mackenzie-SP) Um ferreiro golpeia, com a marreta, uma lâmina de ferro,


em ritmo uniforme, a cada 0,9 s. Um observador afastado desse ferreiro
vê, com um binóculo, a marreta atingir o ferro e ouve o som das
respectivas batidas. A velocidade do som, nas condições do local, é 330
m/s. A menor distância entre o ferreiro e o observador é:

a) 149 m
b) 224 m
c) 297 m
d) 375 m
e) 596 m

V=λxT → 330 = λ x 0,9 → λ = 330 x 0,9

λ = 297 m
10.(PUC-MG) Uma martelada é dada na extremidade de um trilho. Na outra
extremidade, encontra-se uma pessoa que ouve dois sons separados por
um intervalo de tempo de 0,18 s. O primeiro dos sons se propaga através
do trilho com uma velocidade de 3400 m/s, e o segundo através do ar,
com uma velocidade de 340 m/s. O comprimento do trilho em metros
será de:

a) 340 m
b) 68 m
c) 168 m
d) 170 m

0,18 = d/Var – d/Vtrilho

0,18 = d/3400 – d/340 →

612 = 9d → d = 68 m

11.(PUC-Campinas-SP) Quando se ouve uma orquestra tocando uma sonata


de Bach, consegue-se distinguir diversos instrumentos, mesmo que
estejam tocando a mesma nota musical. A qualidade fisiológica do som
que permite essa distinção é:

a) A altura
b) A intensidade
c) A potencia
d) A freqüência
e) O timbre
12.(PUC-PR) Uma corda de 1,0 m de comprimento está fixa em suas
extremidades e vibra na configuração estacionária conforme a figura ao
lado. Conhecida a freqüência de vibração igual a 1000 Hz, podemos
afirmar que a velocidade da onda na corda é:

a) 500 m/s
b) 1000 m/s
c) 250 m/s
d) 100 m/s
e) 200 m/s

V=λxf → V = 1 x 1000 → V = 1000m/s

13.(UFMG - 95) Essa figura mostra parte de duas ondas, I e II, que se
propagam na superfície da água de dois reservatórios idênticos.

Com base nessa figura é correto afirmar que:

a) A freqüência da onda I é menor do que o da onda II, e o


comprimento de onda de I é maior do que o de II.
b) As duas onda têm a mesma amplitudes, mas a freqüência da onda I é
menor do que o da onda II.
c) As duas onda têm a mesma freqüência, e o comprimento de onda é
maior na onda I do que na onda II.
d) Os valores da amplitude e do comprimento de onda são maiores na
onda I do que na onda II.
e) Os valores da freqüência e do comprimento de onda são maiores na
onda I do que na onda II.

14.Calcular o nível sonoro de um local com intensidade sonora dada abaixo,


sabendo que Io = 10-12 W/m².

a) 10 – 2 W/m²
b) 10 – 8 W/m²
c) 10 – 5 W/m²
d) 10 – 3 W/m²
e) 10 – 9 W/m²
f) 10 – 7 W/m²

15.Determine a intensidade física correspondente ao nível sonoro de


algumas situações. Supor Io =10-12 W/m²

a) 80 dB
b) 60 dB
c) 30 dB
d) 130 dB

16.Um tubo sonoro aberto de 50cm de comprimento emite um som cuja


frequência é de 1360Hz. Sendo o módulo da velocidade de propagação
do som no ar igual a 340m/s, o som emitido é o ________ harmônico.

a) Segundo
b) Terceiro
c) Quarto
d) Quinto
e) Sexto

F=nxv/2xL → 1360 = n x 340 / 2 x 50

1360 = n x 340/100 → 136000 = n x 340

N = 136000/340 → n = 400 (4º harmônico)


17.Considere um tubo de comprimento 35 cm, com uma das extremidades
fechada e a outra aberta. Uma fonte sonora introduz nesse tubo uma
onda acústica com velocidade de 340 m/s e frequência 1,7 KHz. Quantos
nós e quantos ventres a onda estacionária, gerada no interior do tubo,
apresenta?

a) 4 nós e 3 ventres
b) 3 nós e 4 ventres
c) 5 nós e 4 ventres
d) 4 nós e 4 ventres

1,7 KHz = 1700 Hz

F=nxv/2xL → 1700 = n x 340/ 2 x 35

1700 = n x 340/70 → 119000 = n x 340

N = 119000/340 → n = 350 (4º harmônico)

L = n x λ/2 → 35 = n x

Número de nós = 4

Como a onda está no 4º harmônico ela tem 4 nós

18.Analise as afirmativa(s) a seguir e assinale verdadeira (V) ou falsa (F).

( V ) O som grave é um som de baixa frequência.

( F ) O som propaga-se mais rapidamente no ar que nos sólidos.

( F ) O som é uma forma de energia que se propaga por meio de ondas


transversais.

( V ) O intervalo acústico entre dois sons é a diferença entre as suas


frequências.

( F ) Tubos abertos só admitem harmônicos pares.


19.Têm-se dois tubos sonoros A e B cheios de ar. A é aberto e B fechado,
ambos com comprimento de 85 cm. Quais as frequências fundamentais
em Hz, em A e B, respectivamente, se a velocidade do som no ar é de
340 m/s?

a) 100 e 200
b) 100 e 400
c) 200 e 100
d) 300 e 400
e) 400 e 300

Tubo A (aberto):

L = λ/2 X L → λ=2xL 85 cm = 0,85 m

F = V/λ → f = V/ 2 x L → f = 340/ 2 x 0,85

F = 340/1,7 → f = 200Hz

Tubo B (fechado):

L = L = λ/4 X L → λ=4xL

F = V/λ → f = V/ 4 x L → f = 340/ 4 x 0,85

F = 340/3,4 → f = 100Hz

20. Efeito Doppler- está relacionado com a sensação de:

a) variação de altura do som;


b) variação de timbre do som;
c) aumento de intensidade do som;
d) diminuição de intensidade do som;
e) constância da altura do som.
21.Bruna afina a corda mi de seu violino, para que ela vibre com uma
freqüência mínima de 680 Hz. A parte vibrante das cordas do violino de
Bruna mede 35 cm de comprimento, como mostrado nesta figura

Considerando essas informações,

a) CALCULE a velocidade de propagação de uma onda na corda mi desse


violino.

V=λxf → V=2xLxf

V = 2 x 0,35 x 680 → V = 0,7 x 680

V = 476 m/s

b) Considere que a corda mi esteja vibrando com uma frequência de 680


Hz. DETERMINE o comprimento de onda, no ar, da onda sonora
produzida por essa corda. Velocidade do som no ar = 340 m/s.

V=λxf → 340 = λ x 680

λ = 340/680 → λ = 0,5m ou 50cm

22.Quando uma onda incide sobre um obstáculo e se reflete:


a) A frequência aumenta;
b) A frequência diminui;
c) O comprimento de onda aumenta;
d) A velocidade diminui;
e) A velocidade permanece constante;
23.Um raio luminoso, ao atravessar a superfície de separação entre os
meios (1) e (2), se afasta da normal, conforme figura abaixo. Então
podemos dizer que:

a) a velocidade de propagação da luz no meio (1) é maior que no meio


(2).
b) a frequência da radiação luminosa no meio (1) é maior que no meio
(2).
c) a velocidade de propagação da luz no meio (1) é menor que no meio
(2).
d) a frequência da radiação luminosa no meio (1) é menor que no meio
(2).
e) a velocidade e a frequência da luz não se alteram ao passar do meio
(1) para o meio (2).

24.Numa corda de extremos A e B fixos e comprimento AB =1,5m forma-se


uma onda estacionária de três ventres. As ondas incidente e refletida
que essa onda estacionária gera propagam-se com velocidade de 3m/s.
Em hertz, qual a freqüência de vibração dos pontos da corda, excluídos
os nós?

a) 1,5
b) 2,0
c) 2,5
d) 3,0
e) 3,5

F = n x v/ 2 x L → F = 3 x 3/ 2 x 1,5

F = 3Hz
25.As velocidades do som no ar e na água destilada a 0o C são
respectivamente 332 m/s e 1.404 m/s. Fazendo-se um diapasão de 440
Hz vibrar nas proximidades de um reservatório àquela temperatura, o
quociente dos comprimentos de onda dentro e fora da água será
aproximadamente:

a) 1
b) 4,23
c) 0,314
d) 0,236
e) Depende do índice de refração da água

1404 = λ . 440

λ = 1404 /440

λ ~ 3,19 m

332 = λ . 440

λ = 332 / 440

λ = 0,75 m

3,19 / 0,75 ~ 4,25

26.Uma corda sonora emite o quarto harmônico de freqüência 900 Hz.


Sabendo o comprimento da corda 1 metro, a velocidade da onda na
corda é de:

a) 300 m/s
b) 340 m/s
c) 400 m/s
d) 450 m/s
e) 500 m/s

F = n x V/2 x L → 900 = 4 x V/ 2 x 1

900 = 4 x V/ 2 → 900 = 2 x V
V = 900/2 → V = 450m/s