Você está na página 1de 4

“Bem-aventurados os que choram, pois eles serão consolados.


(Mt 5,4)

Vc com certeza já chorou ?

Para muitas pessoas não é raro se emocionar em filmes e chorar com o sofrimento
alheio nas telonas, movidos pelos enredos e por todos os mecanismos de sons e
cores, porém, vivemos um tempo em que é muito difícil se emocionar com a
realidade.

As vezes a dor do outro é, para nós tão alheia, tão pequena … passa despercebido
por nós.

Tem gente que chora por tudo, na alegria e na tristeza. Qual o problema ?

Chorar é uma experiência intimamente humana. Alguns choram sozinhos, no quarto


– já outros precisam de um colo. O choro alivia a alma da angústia e da tensão.

Os meios de comunicação trazem para dentro de casa imagens do mundo inteiro,


corremos até mesmo o risco de nos acostumarmos, de endurecermos o coração
diante da enxurrada de sofrimentos que ameaça nos submergir.

No livro de Mateus, Jesus é o Messias que cumpre as promessas que Deus fez a
Israel e por isso anuncia:
“Bem-aventurados os que choram, pois eles serão consolados.”

Jesus não é indiferente diante das nossas aflições. Ele se empenha pessoalmente em
curar o nosso coração da dureza, do egoísmo, em preencher a nossa solidão, em dar
vigor à nossa ação pelo próximo.

Jesus não quer levar quem é infeliz a uma simples vontade, prometendo uma
recompensa futura. Ele pensa também no presente. Os nossos sofrimentos podem
até permanecer, mas existe uma nova força que nos ajuda a carregar as provações
da vida e a socorrer os outros nas suas dificuldades, para que as superem.
Com Jesus, podemos aprender a ser, uns para os outros, testemunhas e instrumentos
do amor terno e criativo do Pai. É fazer nascer um mundo novo, capaz de sanar a
convivência humana pela raiz e de atrair a presença de Deus entre os homens, fonte
inesgotável de consolação para enxugar toda lágrima, a lágrima do próximo.

Quando choramos é como sentíssemos Cristo sussurrando: cada lágrima derramada


será convertida em rios de alegria abundante; Deus há de se revelar a você, Ele te
renovará, se derrame diante da presença de Deus ! Você tem chorado como nunca,
esperando na fidelidade divina. E, em tudo o que se pode esperar do Criador, você
não será envergonhado – se tudo vc deixar no altar.

A vida de muitos hj pode ser fácil livre dos problemas. Porém, não podemos fechar
os olhos para o próximo, mesmo que seja difícil precisamos abrir o coração.
Podemos entramos na nossa casa confortável, erguemos o vidro do carro, ativamos
a internet do celular e entramos para nosso mundinho apenas para responder
solicitações de amigos, curtir e comentar status que não fazem qualquer diferença,
repassar mensagens de autoajuda e distribuir coraçõezinhos.

Não podemos selecionar nossos “amigos”. Quando selecionamos ficamos


impossibilitados de chorar com os que realmente choram.
Muitas pessoas estão chorando hoje. Não é difícil encontrar quem sofre. Os
hospitais estão lotados de pessoas que choram, os públicos possuem pessoas
espalhadas por todos os lugares. Nos sinais, nas esquinas das ruas, enfim ... todos os
lugares que passamos, podemos encontrar algum passamos por algum motivo.

Em Romanos 12.15 diz:


“Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram.”

Empatia !
- empatia é a capacidade de você sentir o que uma outra pessoa sente caso estivesse
na mesma situação vivenciada por ela, ou seja: procurar experimentar de forma
objetiva e racional o que sente o outro a fim de tentar compreender sentimentos e
emoções. – Agora te pergunto ... vc tem empatia pela dor do próximo, do seu
amigo, daquele que vc conhece pouco ou daquele que vc nem conhece ?
Empatia não é o mesmo que simpatia.
Quando simpatizamos, colocamo-nos lado a lado. Quando empatizamos, colocamo-
nos dentro do outro. É outra dimensão. É um sentir que transcende limitações
pessoais. Você deixa o seu EU de lado. Quando você sente e expressa a empatia
pelo próximo assim como Paulo descreve em Romanos, você desenvolve o mesmo
sentimento que Cristo teve: “Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que
Cristo Jesus tinha” - Filipenses 2:5

Um irmão um amigo está em dificuldade ? Não o evite. Sofra com ele. Existe um
tempo para chorar e um tempo para se alegrar.
- “Há tempo de ficar triste e tempo de se alegrar; tempo de chorar e tempo de
dançar” ... - Eclesiastes 3:4

- Isto não é apenas para alguns, mas para todos. Sendo assim, se é um tempo de
choro para um irmão, não seja indiferente, chore. E quando for um tempo de
alegria, não seja ciumento, mas alegre com ele.

Cristo coloca sempre em nós a melhor forma de compartilhar amor com os que
choram. “Chorar com os que choram” diz muito que devemos fazer muito além de
ORAR, devemos fazer o que for necessário. “Chorar com os que choram” é
demonstrar nossa fé em Deus. Deixar a lágrima rolar, muitas vezes, em silêncio, em
companhia de quem sofre pode ser o melhor consolo, a melhor demonstração de
empatia e de compaixão.

- Chorar com aquele que chora é compartilhar da dor, é levar o fardo pesado do
outro – “Ajudem uns aos outros e assim vocês estarão obedecendo à lei de Cristo.”
Gal 6.2
- É fazer o bem – “Não nos cansemos de fazer o bem. Pois, se não desanimarmos,
chegará o tempo certo em que faremos a colheita.”(Gl. 6.9)
- É fazer o que gostaria que fizessem por você – “Façam aos outros o que querem
que eles façam a vocês; pois isso é o que querem dizer a Lei de Moisés e os
ensinamentos dos Profetas.” Mt 7.12
- É não julgar “Não julguem os outros para vocês não serem julgados por Deus. ”
Mt. 7.1

- É não olhar para a aparência – “Mas o Senhor disse:


— Não se impressione com a aparência nem com a altura deste homem. Eu o
rejeitei porque não julgo como as pessoas julgam. Elas olham para a aparência, mas
eu vejo o coração.” I Sam. 16.7

Se compadecer com a realidade sofrida por muitos é reconhecer que não somos
melhores do que quem está sofrendo. Peça a Deus sempre um coração quebrantado
para que você sempre possa chorar com os que precisam !