Você está na página 1de 19

Seminário de Parasitologia

Teníase e Cisticercose

UNIARA Centro Universitário de Araraquara Sarah Marjorie M. S. Zanoni 4ºBiomedicina Bloco D

Classe Cestoda

Classe Cestoda Introdução • Parasitos hermafroditas; • Segmentados; • Corpo achatado
Classe Cestoda Introdução • Parasitos hermafroditas; • Segmentados; • Corpo achatado
Introdução • Parasitos hermafroditas; • Segmentados; • Corpo achatado dorsoventramente; • Providos de
Introdução
Introdução

Parasitos hermafroditas;

Segmentados;

• Parasitos hermafroditas; • Segmentados;

Corpo achatado dorsoventramente;

Providos de órgão de adesão;

Complexo Teníase-Cisticercose

Homem pode ser:

Hospedeiro Definitivo;

Hospedeiro Intermediário;

Taenia solium

Taenia saginata

▫ Homem pode ser:  Hospedeiro Definitivo;  Hospedeiro Intermediário; Taenia solium Taenia saginata
▫ Homem pode ser:  Hospedeiro Definitivo;  Hospedeiro Intermediário; Taenia solium Taenia saginata

Família Taenidae

Conhecida desde à antiguidade (Solitária);

Distribuição mundial;

Homem H.D e H.I;

Heteroxênico;

mundial; • Homem H.D e H.I; • Heteroxênico; Filo Platyhelminthes Classe Cestoda Ordem Cyclophyllidea

Filo Platyhelminthes Classe Cestoda Ordem Cyclophyllidea

• Homem H.D e H.I; • Heteroxênico; Filo Platyhelminthes Classe Cestoda Ordem Cyclophyllidea Família Taeniidae
• Homem H.D e H.I; • Heteroxênico; Filo Platyhelminthes Classe Cestoda Ordem Cyclophyllidea Família Taeniidae

Família Taeniidae

• Homem H.D e H.I; • Heteroxênico; Filo Platyhelminthes Classe Cestoda Ordem Cyclophyllidea Família Taeniidae
• Homem H.D e H.I; • Heteroxênico; Filo Platyhelminthes Classe Cestoda Ordem Cyclophyllidea Família Taeniidae
Morfologia
Morfologia

Verme Adulto

Excólex (4 ventosas);

Estróbilos (Proglotes);

Ovo

Esféricos;

Embrióforo (Embrião hexacanto);

Cisticerco

Vesículas translúcidas;

Escólex invaginado;

Esféricos;  Embrióforo (Embrião hexacanto); Cisticerco  Vesículas translúcidas;  Escólex invaginado;
Diferenciação das Espécies
Diferenciação das Espécies
Diferenciação das Espécies Escolex – Quadrangular sem rostro e sem acúleos Proglotes – Numerosas

Escolex Quadrangular sem rostro e sem acúleos

Proglotes Numerosas ramificações dicotômicas

Proglotes – Numerosas ramificações dicotômicas Excolex – Globoso com rostro e acúleos Proglotes –

Excolex Globoso com rostro e acúleos

Proglotes Poucas ramificações dentríticas

T.solium T.saginata PCR
T.solium T.saginata
T.solium T.saginata
T.solium T.saginata

T.solium

T.saginata

T.solium T.saginata
PCR
PCR
T.solium T.saginata PCR

Tenísiase

Introdução
Introdução

Infecção parasitária;

Associada:

Ingestão de carne mal cozida;

Presença de larvas (cisticerco);

▫ Ingestão de carne mal cozida;  Presença de larvas (cisticerco); T. solium ou T.saginata Forma
T. solium ou T.saginata
T. solium ou T.saginata
Forma Adulta (ID)
Forma Adulta (ID)
▫ Ingestão de carne mal cozida;  Presença de larvas (cisticerco); T. solium ou T.saginata Forma
▫ Ingestão de carne mal cozida;  Presença de larvas (cisticerco); T. solium ou T.saginata Forma
Ciclo Biológico
Ciclo Biológico
▫ Hospedeiro definitivo; ▫ Porco ou boi intermediário; Carne com cisticercos Cisticercos ingeridos Tênia se
▫ Hospedeiro definitivo;
▫ Porco ou boi intermediário;
Carne com cisticercos
Cisticercos ingeridos
Tênia se desenvolvendo

Heteroxênico

Homem:

Patogênia
Patogênia
Ingestão de larvas

Ingestão de larvas

Ingestão de larvas
Ingestão de larvas
Ingestão de larvas
Ingestão de larvas
Ingestão de larvas
Ingestão de larvas
Ingestão de larvas
Ingestão de larvas
Ingestão de larvas
Patogênia Ingestão de larvas Ingestão do cisticerco Ação do suco gástrico Evaginação da larva Fixação mediada
Ingestão do cisticerco Ação do suco gástrico Evaginação da larva Fixação mediada pelo escólex no
Ingestão do cisticerco
Ação do suco gástrico
Evaginação da larva
Fixação mediada pelo escólex no I.D
Desenvolvimento da fase adulta
Três meses após a ingesta, inicio da apólise, lideração
das proglotes grávidas
I.D Desenvolvimento da fase adulta Três meses após a ingesta, inicio da apólise, lideração das proglotes
Manifestações Clínicas
Manifestações Clínicas

Sintomatologia não característica

Desnutrição:

Tontura;

Apetite excessivo;

Náuseas;

Parasitismo a longo prazo:

Alergia;

Hemorragia;

▫ Tontura; ▫ Apetite excessivo; ▫ Náuseas; • Parasitismo a longo prazo: ▫ Alergia; ▫ Hemorragia;
Diagnóstico Laboratorial
Diagnóstico Laboratorial

Baseia-se na análise das fezes;

Presença de ovos;

Proglotes;

Métodos Indicados

Ovos

Exame direto com lugol;

Ploglotes

Tamização;

de ovos; • Proglotes; ▫ Métodos Indicados  Ovos  Exame direto com lugol;  Ploglotes

Cisticercose

Introdução
Introdução

Infecção parasitária;

De caráter invasivo;

Ingestão acidental de ovos;

Alimentos mal lavados;

Outros fatores;

De caráter invasivo; ▫ Ingestão acidental de ovos;  Alimentos mal lavados;  Outros fatores; Taenia
De caráter invasivo; ▫ Ingestão acidental de ovos;  Alimentos mal lavados;  Outros fatores; Taenia
De caráter invasivo; ▫ Ingestão acidental de ovos;  Alimentos mal lavados;  Outros fatores; Taenia
De caráter invasivo; ▫ Ingestão acidental de ovos;  Alimentos mal lavados;  Outros fatores; Taenia

Taenia solium

Ciclo Biológico Heteroxênico • Homem: ▫ Hospedeiro:  Intermediário;  Definitivo; Ingestão de ovos
Ciclo Biológico
Heteroxênico
• Homem:
Hospedeiro:
 Intermediário;
 Definitivo;
Ingestão de ovos
Invasão de tecido
Cisticerco
Patogênia
Patogênia
Ingestão de ovos

Ingestão de ovos

Ingestão de ovos
Ingestão de ovos
Ingestão de ovos
Ingestão de ovos
Ingestão de ovos
Ingestão de ovos
Ingestão de ovos
Ingestão de ovos
Ingestão de ovos
Patogênia Ingestão de ovos Ingestão de ovos No estômago, ação da pepsina Intestino, oncosferas sofrem ação
Ingestão de ovos No estômago, ação da pepsina Intestino, oncosferas sofrem ação dos sais biliares
Ingestão de ovos
No estômago, ação da pepsina
Intestino, oncosferas sofrem ação dos sais biliares
Liberação do embrióforo, penetração pelos acúleos
Disseminação por corrente circulatória
Bloqueio capitar, implantação e disseminação do
cisticerco para os tecidos adjacentes
De modo geral, tecidos moles e anexos, são lugares suscetíveis a implantação do cisticerco. Sendo
De modo geral, tecidos moles e
anexos, são lugares suscetíveis a
implantação do cisticerco. Sendo os
sítios anatômicos mais comuns
infectados globo ocular e cérebro.
Cisticerco com escólex Cisticerco Cavidades formadas
Cisticerco com
escólex
Cisticerco
Cavidades formadas
Cisticercos pós- exumação Formação inicial Diferentes formas

Cisticercos pós- exumação

Formação inicial
Formação inicial
Cisticercos pós- exumação Formação inicial Diferentes formas

Diferentes formas

Relato de Caso I
Relato de Caso I
Relato de Caso II
Relato de Caso II
Relato de Caso III
Relato de Caso III

Blibiografia

http://medicalstate.tumblr.com/post/3039637117/neurocysticercosis-taenia-solium-a-parasitic

(27/04/2011 - 21h40min)

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/reino-animalia/imagens/tenias.jpg

http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/hidrica/Taenia_solium.htm

http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/hidrica/Taenia_sag.htm

http://natani.tumblr.com/page/2

http://legallypatty.blig.ig.com.br/imagens/teniazinha1.jpg

http://2.bp.blogspot.com/_oVDEQ4LWS4Y/TSJ8LioRh1I/AAAAAAAAAAs/R8j8c4QU7lE/s1600/000

20189%255B1%255D.jpg

http://www.ufrgs.br/para-site/siteantigo/Imagensatlas/Animalia/Taenia%20saginata.htm

http://4.bp.blogspot.com/_GzqgJVVDvqg/TJphRAP3e-

I/AAAAAAAAAHQ/QJnnxjuJqPk/s1600/Taenia_solium_anel.jpg

http://3.bp.blogspot.com/_FmFWRs6GJmg/SezXMAmU9YI/AAAAAAAABuQ/x1f1zTkkOz8/s200/Ta

enia_saginataD.JPG

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/2/22/Taenia_egg.jpg/120px-Taenia_egg.jpg

http://2.bp.blogspot.com/_cixe6PcQn8c/TGrBV2QGA-

I/AAAAAAAAAB0/wfJxCjhiiv0/s1600/taenia.jpg

http://ppsus.cederj.edu.br/site/buscar?termo=biologia&tipo=0&campo=0&p

agina=19

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/25/Taenia_LifeCycle.gif

http://www.gotadeluzdosol.com/images/corpo_05.jpg

http://euamoanatureza.files.wordpress.com/2010/11/ciclo-da-teniase1.jpg

http://anatpat.unicamp.br/neurorotaulasinfl.html#cisticerco

http://4.bp.blogspot.com/_805mXP8c2zY/SZ0vzqIWfOI/AAAAAAAAACo

/nec-ssy8d-0/s320/Cisticercos+Cerebrais+-+1.jpg

REIS,L. Parasitologia e Doenças Parasitárias do Homem nos Trópicos Ocidentais. 4ª ed., São Paulo: Makron Books, vol. 1, 2008.

NEVES, D. P. Parasitologia Humana. 11 ed. São Paulo: Atheneu, 2004.