Você está na página 1de 1

Clube Atlético Mineiro

CNPJ: 17.217.977/0001-68

Demonstrações Contábeis dos


exercícios findos em 31 de
dezembro de 2010 e 2009

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA


(Em Reais) (Valores em Reais)
Senhores Conselheiros: COMENTÁRIOS ADICIONAIS 2010 2009
Apresentamos a V.Sas. as demonstrações financeiras referentes 31/12/2010 31/12/2009
• Devido ao fechamento do Mineirão, durante 8 meses de 2010 não RECEITA OPERACIONAL BRUTA ... 93.290.042 66.126.245 Fluxo de caixa das atividades
ao exercício findo em 31 de dezembro de 2010, comparativas foram apurados resultados positivos com bilheteria; FUTEBOL PROFISSIONAL ............... 80.272.218 56.489.887
com 31 de dezembro de 2009 de acordo com as novas normas operacionais
• As receitas dos clubes recreativos tiveram acréscimos de 60%; Rendas de competições ........................ 8.422.960 13.942.097 Prejuízo do exercício ....................... (19.966.822) (23.248.264)
contábeis adotadas no Brasil. • A avaliação patrimonial do imobilizado/investimento passou de Transmissões esportivas ....................... 29.737.834 27.579.471
Considerando que o resultado operacional foi influenciado pelo Ajustes
R$210 milhões para R$ 636 milhões; Transações com atletas ........................ 10.160.985 6.978.695 Depreciação e amortização ......... 4.251.285 5.736.467
pagamento de dívidas de Administrações anteriores, apresentamos Outras rec. Ativ. Esportivas .................. 3.209.350 2.793.145
o seguinte demonstrativo: • O Patrimônio Líquido do Clube foi de 70 milhões negativos para Realização de reserva de
124 milhões positivos; Projeto torcedor colaborador ............... 711.237 822.247 incentivos fiscais ........................... (1.268.890) (560.743)
R$ Receitas com patrocínios ...................... 28.029.852 4.374.232
Prejuízo do exercício findo em 31/12/2010 ...... (19.966.822) • O Ativo total de R$ 231 milhões foi para R$ 673 milhões; (16.984.427) (18.072.540)
• A receita total de R$ 60 milhões em 2008 para R$ 93 milhões em CLUBES SOCIAIS E ESPORTES (Acréscimo) decréscimo de
Atualização da dívida tributária AMADORES ........................................... 6.996.556 4.391.148
(Timemania/outros) ........................................... 11.346.182 2010; ativos ................................................. (1.495.118) 1.065.119
Receitas com atividades sociais ........... 6.988.556 4.390.148 Contas a receber ............................... (1.177.599) 1.755.166
Contingências trabalhistas ................................... 2.872.714 • Foram pagos em 2 anos mais de R$ 15 milhões de dívidas Esportes amadores ................................ 8.000 1.000
Processo Banco Central ...................................... 2.322.964 trabalhistas antigas; Estoques ............................................ (80.835) (89.764)
RECEITAS PATRIMONIAIS ................. 6.021.268 5.245.210 Adiantamentos a terceiros ............... 671.918 113.012
Custo financeiro ................................................... 2.457.295 • O prejuízo vem sendo reduzido a cada exercício: 2008 = R$ 36 (-) Tributos incidentes sobre a receita (3.826.910) (3.360.257)
Parcelas Timemania ........................................... 1.920.520 milhões, 2009 = 23 milhões, 2010 = 19 milhões. Outros valores a receber .................. (1.145.669) 208.807
RECEITA OPERACIONAL LIQUIDA 89.463.132 62.765.988 Depósitos judiciais ............................ 237.067 (922.102)
Acordos cíveis ..................................................... 1.030.200 ( - ) CUSTOS OPERACIONAIS ............ (77.221.596) (50.534.488)
Prejuízo operacional de 2010 ............................. (474.242) CLUBE ATLÉTICO MINIEIRO Acréscimo (decréscimo) de passivos 24.977.700 3.224.354
FUTEBOL PROFISSIONAL ............... (70.407.617) (45.901.018) Fornecedores .................................... (166.620) (2.405.666)
Custo com pessoal ................................. (28.667.594) (21.743.944) Obrigações fiscais ............................ 17.501.009 13.824.710
Custo com atividades do futebol ........... (38.387.952) (18.878.643) Obrigações trabalhistas .................... (2.788.903) (828.897)
BALANÇO PATRIMONIAL - (Em reais) Custo com projeto torcedor colaborador - (13.693) Exigibilidades com atletas ................ (592.000) (672.877)
A T I V O PASSIVO Custos gerais .......................................... (3.352.071) (5.264.738) Exigibilidades com clubes ................ 603.160 398.895
31/12/2010 31/12/2009 1/1/2009 31/12/2010 31/12/2009 1/1/2009 CLUBES SOCIAIS E ESPORTES Receitas antecipadas ........................ 8.961.900 (4.800.290)
AMADORES ........................................... (6.813.979) (4.633.470) Outros credores ................................ 6.180.268 129.777
CIRCULANTE .............. 9.608.567 4.587.405 6.205.461
CIRCULANTE ........... 84.774.994 46.530.673 50.479.104 Custo com pessoal ................................. (2.433.413) (1.810.096)
Caixa e equivalentes de Fornecedores ............... 1.053.363 1.219.984 3.625.650 Provisão p/contingências .................. (3.760.023) (4.485.136)
Custos gerais .......................................... (4.380.566) (2.823.374) Exigibilidades com empresas .......... (961.091) 2.063.838
caixa ................................ 3.957.054 2.022.036 3.013.458
Empréstimos e RESULTADO BRUTO ............................ 12.241.536 12.231.500
Contas a receber ............. 3.023.746 492.189 898.428
financiamentos ............ 37.953.712 23.314.064 25.145.817 Caixa liquido proveniente das
RECEITAS (DESPESAS) atividades operacionais ................... 6.498.155 (13.783.067)
Estoques .......................... 288.094 207.259 117.495
Obrigações fiscais ....... 23.785.830 12.378.962 6.316.582 OPERACIONAIS ............................... (32.208.358) (35.479.764)
Adiantamentos a terceiros 684.415 1.356.333 1.469.345
Obrigações trabalhistas 2.212.496 5.001.398 5.830.295 Fluxo de caixa das atividades de
Despesas com pessoal .......................... (3.524.753) (2.960.091) investimentos
Outros valores a receber 1.655.258 509.588 706.735
Obrigações sociais ....... 4.076.384 1.968.954 1.310.714 Despesas administrativas ...................... (8.981.822) (5.768.471)
NÃO CIRCULANTE .... 663.364.313 654.724.254 657.116.854 Exigibilidades com Aquisição de imobilizado/intangível (14.482.370) (6.163.910)
Despesas tributárias .............................. (150.678) (52.159) Baixa de imobilizado/intangível ....... - 2.381.558
Realizável a longo prazo atletas ........................... 289.121 881.121 1.553.998 Despesas com atualização de tributos .. (11.346.182) (8.254.439)
Depósitos judiciais ....... 9.867.515 10.104.582 9.182.480
Exigibilidades com Caixa liquido aplicado nas
Resultado financeiro líquido ................. (4.000.510) (10.731.693) atividades de investimentos ............. (14.482.370) (3.782.352)
Contas a receber .......... 1.353.958 2.702.885 clubes ........................... 1.368.436 765.276 366.381 Despesas com depreciação/
Valores em litígio ......... - 11.660 Outros credores ........... 4.545.952 473.114 1.001.577 Fluxo de caixa das a tividades
amortização ........................................... (1.331.699) (3.869.712) de financiamentos
Investimentos .................. 434.968.199 434.968.199 434.968.199
Receitas antecipadas ... 9.489.700 527.800 5.328.090 Despesas com contingências
Imobilizado ..................... 202.203.348 202.494.412 204.943.496
NÃO CIRCULANTE . 463.819.318 467.416.518 443.669.736 Ingresso de novos empréstimos ....... 56.016.787 27.605.177
trabalhistas/fiscais ................................. (2.872.714) (3.843.199) Pagamentos de empréstimos,
Intangível ........................ 16.325.251 5.803.103 5.308.134
Exigível a longo prazo RESULTADO OPERACIONAL .......... (19.966.822) (23.248.264)
Empréstimos e incluindo juros .................................. (46.097.554) (11.031.180)
Imposto de renda e contribuição social . - - Caixa liquido aplicado nas
financiamentos .......... 94.495.631 99.216.046 80.810.296 PREJUÍZO DO EXERCÍCIO ............... (19.966.822) (23.248.264)
Tributos e contribuições atividades de financiamentos .......... 9.919.233 16.573.997
sociais ......................... 138.560.849 132.466.707 124.704.377 As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras Aumento (Redução) no caixa e
Provisão p/contingências 15.271.884 19.031.908 23.517.044 equivalentes de caixa ....................... 1.935.018 (991.422)
Exigibilidades com 3.11. Reconhecimento da receita Aumento (Redução) no caixa e
empresas .................... 5.514.356 6.475.447 4.411.609 As receitas somente são reconhecidas quando os riscos e benefícios equivalentes de caixa ....................... 1.935.018 (991.422)
Impostos diferidos decorrentes da transação são transferidos ao contratante, o valor da Saldo de caixa e equivalentes de
passivos ...................... 209.976.598 210.226.410 210.226.410 receita pode ser estimado com segurança e é provável que os caixa no início do exercício ............. 2.022.036 3.013.458
PATRIMÔNIO benefícios econômicos decorrentes da transação fluirão para o Clube. Saldo de caixa e equivalentes de
LÍQUIDO ................... 124.378.568 145.364.468 169.173.475 As receitas financeiras são reconhecidas pelo regime de competência. caixa no final do exercício ............... 3.957.054 2.022.036
Fundo patrimonial ........ 15.775.631 15.775.631 15.775.631 3.12. Moeda funcional e moeda de apresentação As notas explicativas são parte integrante das
Reservas de incentivos As demonstrações financeiras estão apresentadas na moeda do demonstrações financeiras
fiscais ............................ - 1.268.890 1.829.633 ambiente econômico no qual o Clube atua (moeda funcional). Os
Ajuste de avaliação ativos e passivos em moeda estrangeira são inicialmente registrados normas previstas nos CPCs para o período iniciado em 01/01/
patrimonial ................... 407.601.631 408.086.560 408.086.560 à taxa de câmbio da moeda funcional em vigor na data da transação. 2010 como descrito em suas práticas contábeis. Para as presentes
TOTAL DO ATIVO ....... 672.972.880 659.311.659 663.322.315 Prejuízos acumulados . (298.998.694) (279.766.613) (256.518.349) As variações cambiais são registradas na demonstração do resultado. demonstrações financeiras o saldo de abertura considerado foi o
TOTAL DO PASSIVO 672.972.880 659.311.659 663.322.315 4. JULGAMENTOS, ESTIMATIVAS E PREMISSAS CONTÁBEIS de 01/01/2009, data de transição para os CPCs. Esta nota,explica
As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras SIGNIFICATIVAS os principais ajustes efetuados pelo Clube para reapresentar o
O processo de elaboração das demonstrações requer que a Balanço Patrimonial de abertura no BRGAAP em 01/01/2009 e
Administração efetue estimativas e adote premissas do seu melhor também para o Balanço Patrimonial anteriormente publicado,
DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO (Em reais) preparado de acordo com o BRGAAP para o exercício findo em
julgamento, baseadas na experiência e em outros fatores relevantes
Ajuste que afetam os montantes apresentados dos ativos e passivos, bem 31/12/2009.
como os valores das receitas, custos e despesas. A liquidação das As demonstrações financeiras para o exercício findo em 31 de
Fundo Reserva de Reserva de Prejuízos Avaliação
transações envolvendo essas estimativas poderá resultar em valores dezembro de 2010 são as primeiras apresentadas de acordo com
Patrimonial Incentivos Reavaliação Acumulados Patrimonial Total
divergentes dos registrados nestas demonstrações financeiras. os CPCs e foram apresentadas de acordo com o CPC 37 e 43. O
Saldos em 31 de dezembro de 2008 ......... 15.775.631 1.829.633 205.312.368 (270.622.292) - (47.704.660) Clube adotou todos os pronunciamentos, orientações e
Ajustes de exercício anterior ................... (588.900) (588.900) As estimativas e premissas subjacentes são revisadas
periodicamente. Os efeitos decorrentes das revisões feitas às interpretações do CPC emitidos até 31 de dezembro de 2010.
Realização de reserva .............................. (14.692.843) 14.692.843 CONCILIAÇÃO DAS PRÁTICAS CONTÁBEIS
Ajuste de avaliação patrimonial .............. (190.619.525) 408.086.560 217.467.035 estimativas contábeis são reconhecidos no período em que as
estimativas são revistas, se a revisão afetar apenas este período; ou APLICADAS NA ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES
Saldo em 01 de janeiro de 2009 .............. 15.775.631 1.829.633 - (256.518.349) 408.086.560 169.173.475 FINANCEIRAS ANTERIORMENTE APRESENTADAS.
também em períodos posteriores se a revisão afetar tanto o período
Realização de reserva .............................. (560.743) (560.743) Em conformidade ao Pronunciamento Técnico CPC nº 37 –
presente como períodos futuros.
Prejuízo do exercício ............................... (23.248.264) (23.248.264) 5. ADOÇÃO INICIAL DOS CPCs Adoção Inicial das Normas Internacionais de Contabilidade, o
Saldos em 31 de dezembro de 2009 ......... 15.775.631 1.268.890 - (279.766.613) 408.086.560 145.364.468 Até 31 de dezembro de 2009 as demonstrações financeiras do Clube Clube apresenta a conciliação do ativo, passivo e patrimônio líquido
Realiz. Ajuste avaliação patrimonial ....... 734.741 (484.929) 249.812 eram apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no dos exercícios tornados públicos anteriormente nas informações
Realização de reserva .............................. (1.268.890) (1.268.890) Brasil e Pronunciamentos Técnicos do Comitê de Pronunciamentos anuais referentes aos períodos de 01/01/2009 (data de transição)
Prejuízo do exercício ............................... (19.966.822) (19.966.822) Contábeis emitidos até 31 de dezembro de 2008 e disposições contidas e 31/12/2009, preparados de acordo com as práticas adotadas no
Saldos em 31 de dezembro de 2010 ......... 15.775.631 - - (298.998.694) 407.601.631 124.378.568 na Lei das Sociedades por Ações. Brasil vigentes até 31/12/2009, considerando os CPCs vigentes
As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras O Clube preparou suas demonstrações financeiras cumprindo as em 2010:
01/01/2009 31/12/2009
NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 Publicado Ajuste de CPC Publicado Ajuste de CPC
(Em Reais) anteriormente Transição Ajustado anteriormente Transição Ajustado
ATIVO
1. CONTEXTO OPERACIONAL A depreciação é calculada pelo método linear, às taxas que levam Circulante ............................................... 6.205.461 6.205.461 4.587.405 4.587.405
O CLUBE ATLÉTICO MINEIRO é uma sociedade civil, fundada em consideração a vida útil estimada dos bens e o valor residual Não circulante ....................................... 229.423.409 427.693.445 657.116.854 227.030.809 427.693.445 654.724.254
em 25 de março de 1908, com sede e foro na cidade de Belo estimado dos ativos no final de sua vida útil. Quando aplicável, os Total do Ativo ........................................ 235.628.870 427.693.445 663.322.315 231.618.214 427.693.445 659.311.659
Horizonte, Estado de Minas Gerais, sem fins lucrativos, constituída gastos na reforma do imobilizado são incorporados ao mesmo, PASSIVO
por tempo indeterminado, que tem por objetivos os de promover somente se os benefícios econômicos associados aos gastos forem Circulante ............................................... 51.729.301 (1.250.197) 50.479.104 46.530.673 - 46.530.673
atividades esportivas, sociais, recreativas, culturais e cívicas, bem prováveis e os valores mensurados de forma confiável. Os reparos Passivo não circulante .......................... 231.604.229 212.065.507 443.669.736 255.351.011 212.065.507 467.416.518
como incentivar, por si e/ou em convênio, o desenvolvimento da e manutenções são reconhecidos no resultado quando incorridos. O Patrimonio liquido ................................. (47.704.660) 216.878.135 169.173.475 (70.263.470) 215.627.938 145.364.468
educação física pela prática do desporto em quaisquer de suas valor residual ao final da vida útil e a vida útil estimada dos bens são Total do Passivo e Patrimônio Liquido 235.628.870 427.693.445 663.322.315 231.618.214 427.693.445 659.311.659
modalidades, e a prática de todos os esportes amadores, revisados na data de encerramento do exercício e ajustados, se
notadamente os olímpicos, além do futebol profissional, nos termos 6. INVESTIMENTOS 8. ATIVO INTANGÍVEL
necessário. O valor residual dos itens do imobilizado é reduzido ao 31/12/2010 31/12/2009 01/01/2009
da legislação pertinente em vigor. seu valor recuperável, na hipótese de valor residual exceder o valor 31/12/2010 31/12/2009 01/01/2009
O Clube vem apresentando prejuízos operacionais e deficiência Shopping
recuperável. DiamondMall ..... 434.965.000 434.965.000 434.965.000 Direitos federativos
de capital de giro. A manutenção da atividade operacional, 3.5 Intangível
econômica e financeira do CLUBE ATLÉTICO MINEIRO Outros ................. 3.199 3.199 3.199 com atletas ........................... 26.521.298 15.084.553 11.697.403
Os custos de formação dos atletas (categorias de base) são registrados 434.968.199 434.968.199 434.968.199
depende fundamentalmente da reestruturação operacional, Custos de formação de
no ativo intangível, e amortizados de acordo com o prazo do primeiro
administrativa e financeira que está sendo implementada pela 7. ATIVO IMOBILIZADO atletas ................................... 3.892.411 1.841.387 2.826.778
administração do Clube. contrato assinado de cada atleta profissional.
Taxa
2. BASES E APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES Os direitos federativos com os atletas são registrados pelo custo de Deprec.% 31/12/2010 31/12/2009 01/01/2009 Softwares ............................. 230.172 230.172 224.172
FINANCEIRAS aquisição e amortizados de acordo com o prazo do contrato de cada Imóveis / Outros .................................. 99 99 99
As demonstrações financeiras foram elaboradas e estão atleta. Edificações ... 2,04 a 2,86 199.534.810 199.281.969 202.571.667 Depreciação / Amortização
apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no 3.6. Redução ao valor recuperável dos ativos Equipamentos
No fim de cada exercício, o Clube revisa o valor contábil de seus acumulada ........................... (14.318.729) (11.353.108) (9.440.318)
Brasil, que compreendem as normas contidas na Lei nº 6.404/76 e instalações .. 10 4.493.236 3.947.739 2.761.605
- Lei das Sociedades por Ações – LSA, as expedidas pela Comissão ativos para determinar se há alguma indicação de que tais ativos Móveis e 16.325.251 5.803.103 5.308.134
de Valores Mobiliários (“CVM”) e os pronunciamentos do Comitê sofreram alguma perda por redução ao valor recuperável utensílios ....... 10 1.641.921 1.450.763 1.366.023
de Pronunciamentos Contábeis (“CPC”). (impairment). Se houver tal indicação, o montante recuperável do Computadores 9. EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS
As demonstrações foram preparadas considerando o custo ativo é estimado com a finalidade de mensurar o montante dessa e periféricos .. 20 206.349 155.210 134.514 São representados, principalmente, por empréstimos para capital de
histórico como base de valor e ajustadas para refletir o custo perda, se houver, conforme critérios definidos no Pronunciamento Veículos ........ 20 542.057 542.057 542.057 giro e utilização de contas garantidas, com encargos apropriados até
atribuído (deemed cost) de terrenos e edificações e de propriedades Técnico CPC nº 01 – Redução ao Valor Recuperável de Ativos. A Depreciação/
para investimento na data de transição para as normas perda por redução ao valor recuperável é reconhecida imediatamente a data do balanço. Os financiamentos bancários estão garantidos por
Amortização
internacionais/CPCs. Desta forma, o Clube efetuou ajustes nos no resultado. acumulada .... (4.215.025) (2.883.326) (2.432.370) avais de dirigentes e direitos creditórios do Clube.
saldos das Demonstrações Financeiras em 01/01/2009 e 31/12/ 3.7. Instrumentos financeiros passivos 202.203.348 202.494.412 204.943.496 Os valores podem ser assim demonstrados:
2009, para permitir a comparabilidade entre os exercícios Todos os instrumentos financeiros passivos foram reconhecidos no
apresentados. balanço do Clube. Os passivos financeiros são reconhecidos a partir
A Diretoria autorizou a conclusão da elaboração e aprovou as Descrição Taxa de Juros 31/12/2010 31/12/2009 01/01/2009
da data em que o Clube assume uma obrigação prevista em disposição
demonstrações financeiras de 31 de dezembro de 2010 em 14 de contratual de um instrumento financeiro. Quando reconhecidos, são Instituições financeiras .......................................... Média 1,60 % a/ m 24.378.747 15.861.886 13.266.803
abril de 2011. inicialmente registrados pelos seus valores justos, acrescidos dos Não financeiras ...................................................... Selic / CDI 108.070.596 106.668.224 92.689.310
3. SUMÁRIO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS custos de transação diretamente atribuíveis à suas aquisições ou 132.449.343 122.530.110 105.956.113
3.1 Instrumentos financeiros emissões. Os passivos financeiros do Clube são mensurados pelo
Os instrumentos financeiros usualmente utilizados restringem-se Curto Prazo .............................................................. 37.953.712 23.314.064 25.145.817
custo amortizado. Os principais passivos financeiros reconhecidos
às aplicações financeiras em condições normais de mercado. A pelo Clube são: Empréstimos e Financiamentos e Fornecedores. Longo Prazo ............................................................ 94.495.631 99.216.046 80.810.296
administração deste risco é realizada por meio de definição de Os empréstimos são reconhecidos, de início, pelo valor justo, líquido
estratégias conservadoras, visando liquidez, rentabilidade e 10. TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS A PAGAR 12. PASSIVOS CONTINGENTES
dos custos das transações incorridas e subseqüentemente mensurados 31/12/2010 31/12/2009 01/01/2009
segurança. A política de controle consiste em acompanhamento pelo custo amortizado. As provisões para contingências trabalhistas, cíveis e fiscais foram
Receita Federal /
permanente entre as taxas contratadas e as vigentes no mercado. Qualquer diferença entre os valores captados (líquidos dos custos da constituídas levando-se em consideração as expectativas de perdas
Previdenciária ............ 147.849.766 129.840.852 115.116.219
Não são realizadas operações envolvendo instrumentos financeiros transação) e o valor de liquidação é reconhecida na demonstração FGTS ............................ 13.408.037 12.694.011 11.833.639 da Administração e das avaliações de seus assessores jurídicos.
com finalidade especulativa. Os principais instrumentos do resultado durante o período em que os empréstimos estejam em Tributos Municipais .... 4.580.492 3.810.537 3.501.877 Os passivos contingentes podem ser assim demonstrados:
financeiros registrados em contas patrimoniais são representados Taxas e Contribuições . 584.768 569.223 569.223
andamento, utilizando o método da taxa de juros efetiva. Os 31/12/2010 31/12/2009 01/01/2009
por aplicações financeiras, cujos valores estimados de mercado 166.423.063 146.814.623 131.020.958
são similares aos seus respectivos valores contábeis. empréstimos são classificados como passivo circulante, quando Contingências trabalhistas 3.630.703 5.570.422 7.668.418
exigíveis em prazo de até 12 meses da data do balanço e no passivo Curto Prazo .................. 27.862.214 14.347.916 6.316.582
3.2 Caixa e equivalentes de caixa: Incluem os depósitos bancários Longo Prazo ................ 138.560.849 132.466.707 124.704.376 Contingências fiscais .... - 1.820.305 4.207.443
e os títulos financeiros de alta liquidez, com vencimento em 90 não circulante, quando exigíveis em prazos superiores ao mencionado.
a) Parcelamento Timemania Contingências cíveis ..... 11.641.181 11.641.181 11.641.181
dias ou menos e com risco irrelevante de variação de valor de Os passivos financeiros sujeitos à indexação contratual ou legal são
atualizados mensalmente conforme o índice aplicável. Ganhos e A Lei 11.345 de 14/09/2006 instituiu concurso de prognósticos destinado 15.271.884 19.031.908 23.517.044
mercado, sendo demonstrados pelo custo acrescido de juros ao desenvolvimento da prática desportiva e o parcelamento de débitos A composição dos valores consolidados em discussão em diversas
auferidos. São utilizados pelo Clube para gerenciamento dos perdas decorrentes de variações monetárias são reconhecidos no
tributários (Receita Federal/Previdenciária, e do FGTS). Em agosto instâncias de processos, cuja expectativa de perdas é possível, em
compromissos de curto prazo. resultado do exercício de acordo com o regime de competência. 31 de dezembro de 2010, era como segue:
de 2007 o Clube parcelou essas dívidas em 240 meses. Em 31/12/
3.3 Contas a receber de clientes: Referem-se, principalmente, a 3.8. Provisões 2010 o valor da dívida parcelada no Timemania é de R$ 131.101.992 Trabalhista Cível Fiscal Total
cessão de direitos federativos/econômicos de atletas para clubes As provisões são reconhecidas para obrigações presentes (legal ou (31/12/2009 - R$ 126.292.029 e 01/01/2009 – R$ 121.560.189). 22.771.000 - - 22.771.000
no exterior. As contas a receber de clientes são reconhecidas presumida) resultantes de eventos passados, em que seja possível b) Parcelamento Lei 11.941/09 (Refis IV)
inicialmente pelo valor justo (correspondente ao valor da venda 13. PATRIMÔNIO LÍQUIDO
estimar os valores de forma confiável e cuja liquidação seja provável. O Clube, em 27 de novembro de 2009, aderiu ao parcelamento da
faturado), diminuídas ao valor recuperável, quando necessário. O valor reconhecido como provisão é a melhor estimativa das O patrimônio líquido está constituído pelo fundo patrimonial, e
Lei nº11.941/09 incluindo débitos fiscais referentes ao período de
3.4. Imobilizado e Investimentos considerações requeridas, para liquidar a obrigação no final de cada março a outubro de 2008 e, por conseqüência, registrou os benefícios ajuste de avaliação patrimonial, reduzido pelos prejuízos contábeis
Nos termos do “Pronunciamento Técnico CPC n° 27 – Ativo período de relatório, considerando-se os riscos e as incertezas relativos relativos a redução da dívida, tomando por referência os pagamentos apurados no exercício corrente e anteriores.
Imobilizado” e da “Interpretação Técnica ICPC n° 10 – à obrigação. ao longo de 180 meses. Em 31/12/2010 o valor da dívida incluído no 14. OUTRAS INFORMAÇÕES
Interpretação sobre a Aplicação Inicial ao Ativo Imobilizado e à 3.9. Ajuste a valor presente Refis IV é de R$ 3.318.550 (31/12/2009 - R$ 3.030.815). A partir da Lei nº 9532/97, o Clube passou a ser tributado pela
Propriedade para Investimentos”, dos Pronunciamentos Técnicos Os ativos e passivos monetários de curto e longo prazos são ajustados 11 TRIBUTOS DIFERIDOS PASSIVOS legislação do Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o
CPCs n°s 27, 28, 37 e 43, o Clube verificou o valor justo do ativo pelo seu valor presente quando o efeito é considerado relevante em Os tributos diferidos passivos são compostos conforme apresentado
imobilizado e investimento, tendo constatado diferença relevante abaixo: Lucro. Em 2010 e 2009 o clube apurou prejuízos fiscais e base
relação às demonstrações financeiras. negativa de Contribuição Social sobre o Lucro.
em relação aos bens registrados nas contas de terrenos e 3.10. Imposto sobre a Renda (IRPJ e Contribuição Social sobre o 31/12/2010 31/12/2009 01/01/2009
edificações. Logo, registrou os mesmos ao valor justo, com base IRPJ/CSLL IRPJ/CSLL IRPJ/CSLL
Lucro Líquido (CSLL)
em avaliações efetuadas por técnicos avaliadores com larga Valor do custo atribuído ALEXANDRE KALIL - PRESIDENTE
experiência na avaliação de bens desta natureza. O IRPJ e a CSLL são calculados com base na legislação vigente,
considerando as adições e exclusões legais previstas. São constituídos do imobilizado/
Os efeitos fiscais dessa avaliação foram reconhecidos de acordo investimento ................. 617.578.229 618.312.970 618.312.970 DANIEL DINIZ NEPOMUCENO - VICE-PRESIDENTE
com o ICPC n° 10 e o “Pronunciamento Técnico CPC n° 32 – débitos tributários diferidos sobre as exclusões temporárias, as quais Alíquotas (9% CSLL e
Tributo sobre o Lucro”. Quanto aos demais itens do imobilizado, serão tributadas quando cessarem as condições que atualmente 25% IRPJ) ................... 34% 34% 34% MP ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL - CRC/MG 5.444
não foi verificada diferença substancial entre o valor contábil e o afastam a tributação, contabilizados no Passivo não Circulante – Saldo dos tributos
Longo Prazo. PEDRO ALBERTO DE SOUZA - CONTADOR CRC/MG 32.234
valor justo dos mesmos. diferidos ....................... 209.976.598 210.226.410 210.226.410

RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS


Aos Srs. ela determinou como necessários para permitir a elaboração de selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação Opinião
Conselheiros e Diretores do demonstrações financeiras livres de distorção relevante, dos riscos de distorção relevante das demonstrações financeiras, Em nossa opinião, as demonstrações contábeis acima referidas
CLUBE ATLÉTICO MINEIRO independentemente se causada por fraude ou erro. independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a
Belo Horizonte - MG Responsabilidade dos Auditores Independentes riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a posição patrimonial e financeira do CLUBE ATLÉTICO MINEIRO
Examinamos as demonstrações financeiras do CLUBE ATLÉTICO Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas elaboração e adequada apresentação das demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2010, o desempenho de suas operações e os
MINEIRO, que compreendem o balanço patrimonial em 31 de demonstrações financeiras com base em nossa auditoria, conduzida de da entidade para planejar os procedimentos de auditoria que são
dezembro de 2010, e as respectivas demonstrações do resultado, acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma seus fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, de acordo
das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa para o normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores opinião sobre a eficácia desses controles internos da entidade. Uma com as práticas contábeis adotadas no Brasil.
Artmidia

exercício findo naquela data, assim como o resumo das principais e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas Belo Horizonte, 25 de abril de 2011
práticas contábeis e demais notas explicativas. segurança razoável de que as demonstrações financeiras estão livres contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas SOLTZ, MATTOSO & MENDES
Responsabilidade da Administração pelas Demonstrações Financeiras de distorção relevante. pela administração, bem como a avaliação da apresentação das Auditores Independentes
A Administração do Clube é responsável pela elaboração e adequada Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados demonstrações financeiras tomadas em conjunto. CRCMG Nº 2.684/O - ALVARÁ CRCMG Nº 118/2008
apresentação dessas demonstrações financeiras de acordo com as para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente e apropriada José Roberto de Almeida Mendes - Contador CRCMG 19.932/O-9
práticas contábeis adotadas no Brasil, e pelos controles internos que apresentados nas demonstrações financeiras. Os procedimentos para fundamentar nossa opinião. Fernando Antonio Lopes Matoso - Contador CRCMG 11.628/O-3