Você está na página 1de 21

O Modelo Atômico Atual

Fonte: http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/fisico_quimica/10historiadoatomo.htm
Vamos recordar!!!!!
ALGUMAS PERGUNTAS:
1- Quais as falhas da teoria de Dalton?
 R: o átomo era indivisível.
 R: Os átomos eram diferentes para cada elemento químico e possuíam
também massas diferentes entre si, mas massas iguais quando se tratava
do mesmo elemento.
 2 - Por que o modelo de Rutheford derrubou a teoria de Thomson?
 99% das partículas alfa positivas ao colidirem com a lâmina fina de ouro
conseguiam passar;
 Porque o átomo era formado de um grande vazio de elétrons com
massa extremamente pequena e no seu centro havia um núcleo.
 Por que 1% das partículas alfas eram desviadas ?
 O núcleo era carregado de partículas positivas( prótons) e com massa
praticamente igual a de todo o átomo. Portanto algumas partículas alfas
ao se colidirem com os prótons se repeliam.
 Em que Bohr ajudou Rutherford?
 Os elétrons tinham a tendência de permanecer em suas órbita. Quando
ganhavam energia ( pulavam para uma camada mais externa),
entretanto tinham a tendência a devolver essa energia e retornavam a
sua órbita mais interna.
QUESTÕES PARA REFLEXÃO
 Segundo Rutherford-Bohr se os elétrons estavam
numa eletrosfera em camadas bem definidas em
torno do núcleo, então poderíamos localizar
precisamente sua posição.
 A física clássica no final do século XIX, previa que
os elétrons , ao circundar o núcleo, deviam perder
energia e colidir com ele ( paradoxo do colapso do
átomo);
 Os elétrons ao passarem por fendas muito pequenas
forneciam resultados que só podiam ser explicados
se fossem considerados como ondas e não como
partículas( conceito de dualidade onda/partícula);
FÍSICA CLÁSSICA X QUÍMICA

Mecânica Ondulatória, ou Mecânica Quântica ou


Teoria Quântica

PEDRA
ANGULAR
DA QUÍMICA
MODERNA
Evidências da Dualidade

• (...) A luz emitida pelos átomos nos fornece


informações sobre como os elétrons estão
dispostos no átomo. Ao mesmo tempo, um
entendimento sobre as ondas estacionárias nos
permite vislumbrar uma explicação de por que
os átomos podem existir. Assim a melhor
introdução da mecânica quântica é entender a
natureza da radiação eletromagnética(...)
• ( Brady, 2009)
Radiação Eletromagnética
 Uma onda eletromagnética é geralmente
representada como uma onda senoidal, que tem
uma amplitude, comprimento de onda e
freqüência.
 Essas ondas não precisam de um meio para se
propagar, tal como a água ou o som necessitam.
Elas podem atravessar o espaço vazio,
independentemente de como a a radiação tenha
sido produzida.
 Em qualquer onda, o produto de seu
comprimento de onda pela sua freqüência é
igual a velocidade da onda.
Velocidade de Onda (v)

• V = freqüência x comprimento de onda


• Freqüência (υ) = 1/s = s-1 = Hz
• Comprimento de Onda (λ) = (m)
• A velocidade da radiação eletromagnética no
vácuo é sempre constante e comumente
denominada velocidade da luz (c), cujo valor é
3,0x 108 ms-1 .
c = λ . υ = 3,0 x 108
Vocês sabiam?

• A velocidade da luz é uma das constantes físicas


mais cuidadosamente medidas, porque o
padrão da grandeza metro(m) é definido em
termos dela.
• v = 2,99792458 x 108 m/s (velocidade da luz no vácuo)
• 1 m = a distância percorrida pela luz no vácuo em 1 /
299.792.458 de segundo.
Curiosidades
Sub-grandezas do metro
• 1 mm = 10-3 m

• 1 µm = 10-6 m

• 1nm = 10-9 m

• 1pm = 10-12 m
Espectro Eletromagnético

A luz possui um espectro contínuo!!!


A Radiação Eletromagnética= Quanta
ou Fótons
• Max Plank ( 1900) e Albert Einstein( 1950):
• A energia de um fóton de radiação
eletromagnética é proporcional à freqüência da
radiação, e não a intensidade ou ao brilho,
como se acreditava até aquela época.
• Energia do fóton: E = hυ, onde:
• h = cte. de Plank = 6,626 x 10-34 j.s
• Hipótese: Os elétrons assim com a radiação
eletromagnética, poderiam ser representados
como ondas ou partículas!!!
Como confirmar a hipótese?

• Os espectros
atômicos em linhas
seriam a evidência de
que os elétrons nos
átomos têm energias
quantizadas.

Fonte: Brady, 2009.


A Representação Matemática do
Espectro
• Equação de Rydberg:
• 1 = RH 1 - 1
λ n12 n22

Onde: λ = comprimento de onda (cm);


RH = cte. de Rydberg = 1,096776 X 107 m-1;
n = são parâmetros que variam de 1 a ∞;
Vamos aplicar...

• As linhas da porção visível do espectro do


hidrogênio são chamadas de série de Balmer,
para a qual n1 = 2 na equação de Rydberg.
Calcule o comprimento de onda em
nanômetros da linha espectral nesta série
para a qual n2 = 4 .
Lembra-se do modelo de Bohr:
• O modelo explicou a equação de Rydberg para o
hidrogênio.
• E = - b/ n2 , onde:
• b= cte. de Bohr= 2,18 x 10-18 j
• n = número quântico ( n = 1,2,3 ...∞), ou seja:
• E = (- 2,18 x 10-18 j) (1/n2)
• Quanto mais perto do núcleo (n=1), menos
energético e mais estável o elétron se encontra.
• O modelo de Bohr falhou porque só explicou a
equação de Rydberg para o hidrogênio.
O Modelo Partícula/ Onda do Elétron
de Luis de Broglie
• Equação de Broglie: O comprimento de onda
de uma onda de matéria =
• λ = h / mv , onde:
• h= cte. de Plank;
• m = massa da partícula;
• v = velocidade
• Obs: m.v = momento
O Princípio da Incerteza de Heisenberg
• Em função da dualidade onda-matéria do
elétron a sua posição e velocidade não podem
ser determinadas com precisão
simultaneamente;
• ∆x .∆p >= h/4π , onde:
• ∆x =incerteza na determinação da posição;
• ∆p = incerteza na determinação do momento do
elétron= m.v
• h = cte. de Plank, então:
• ∆x. ∆ mv >= h/4π
O Modelo dos Orbitais
• Erwin Schroedinger ( 1887- 1961) : resolveu
matematicamente uma equação chamada de
equação de onda, obtendo um conjunto de
funções matemáticas chamadas de funções
de onda, o qual denominou de orbital.
• Cada orbital em um átomo possui uma
energia característica e é visto como uma
descrição da região em torno do núcleo onde
se espera poder encontrar o elétron;
Como encontro o elétron?
• As funções de onda que descrevem os orbitais
são caracterizados pelos valores de três
números quânticos:
• Número quântico principal (n);
• Número quântico azimutal ( l);
• Número quântico magnético(m);
Conclusões
• O modelo atômico moderno aproximou ainda mais
as duas ciências ( química e física);
• A química clássica sempre perseguiu a idéia da
existência de um modelo eletrônico para o átomo;
• A física clássica via evidências, mas não encontrava
constatações para explicar a existência do referido
modelo;
• Nasceu a mecânica ondulatória ou mecânica
quântica, juntando as duas ciências e criando novas
ciências a química e física quântica;
• Será que tudo agora está explicado?......