Você está na página 1de 3

LIBERTAÇÃO

“Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” – Tg 4:7

“Nem deis lugar ao diabo.” – Ef 4:27

“Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso,
que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles
que me aborrecem.” – Ex 20:5

INTRODUÇÃO

1. MUITOS CRENTES VIVEM DEBAIXO DE INFLUÊNCIAS DEMONÍACAS – O assunto pode


ser polêmico, mas a prática mostra que isso acontece (há casos até de crentes
“demonizados”).

2. A BÍBLIA FALA QUE A MALDIÇÃO REPOUSA ATÉ NA QUARTA GERAÇÃO (Dt 11:26;
30:19) – Há maldições que são herdadas.

3. LIBERTAÇÃO É O PROCESSO PELO QUAL FICAMOS LIVRES DAQUILO QUE NOS


PRENDEU – A maldição se infiltra por alguma porta. Alguém dá legalidade aos
demônios e eles agem.

4. O PECADO É A MAIOR FONTE DE MALDIÇÃO NA VIDA DAS PESSOAS – Isso é verdade


inclusive na vida do povo de Deus.

“Porque a terra está cheia de adúlteros e chora por causa da maldição divina; os pastos do
deserto se secam; pois a carreira dos adúlteros é má, e a sua força não é reta. Pois estão
contaminados, tanto o profeta como o sacerdote; até na minha casa achei a
sua maldade, diz o SENHOR” – Jr 23:10,11

5. DEUS QUER CONVERTER-NOS DO NOSSO PECADO, PARA QUE A MALDIÇÃO SEJA


CANCELADA – O pecado sempre dará legalidade ao diabo para agir.

“Ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais, para que
eu não venha e fira a terra com maldição” – Ml 4:6

VAMOS ENTENDER ALGUMAS VERDADES SOBRE MALDIÇÃO

DESENVOLVIMENTO

1. COMO SURGEM AS MALDIÇÕES? – A maldição sempre tem uma origem definida, ainda
que nós não a conheçamos.
1.1. MALDIÇÕES HEREDITÁRIAS – Transmitidas dentro de uma família através de:
 Pecados cometidos pelos ascendentes
 Palavras liberadas pelos pais
Exemplos: Adultérios, divórcios, suicídios, miséria, vícios, enfermidades que sempre se
manifestam nas gerações.
1.2. MALDIÇÕES LANÇADAS – Transmitidas através de palavras ou trabalhos de feitiçaria.
Exemplos: “Você é burro”, “Nunca vai ser nada na vida”, “Seu casamento vai ser igual ao
meu”, “Vai pagar em dobro o que me fez sofrer”...

1.3. MALDIÇÕES ATRAVÉS DE PECADOS INVOLUNTÁRIOS – Acontecem quando abrimos


legalidade para o inimigo na ignorância, sem sabermos as implicações do que estamos
fazendo.
Exemplos: batismo diante de ídolos, comidas sacrificadas, rituais pagãos, consagrações
no ventre ou na infância, etc...

1.4. MALDIÇÕES ATRAVÉS DE PECADOS VOLUNTÁRIOS – Sempre que transgredimos a


lei de Deus, abrimos brechas para a ação de demônios.
Exemplos: Sexo ilícito, pornografia, roubo (inclusive dízimos), desonra aos pais, hipocrisia
religiosa (tomar a ceia indignamente), etc...

1.5. MALDIÇÕES ORIGINADAS EM TRAUMAS EMOCIONAIS – Muitas vidas estão


marcadas pela maldição através de feridas na alma.
Exemplos: rejeição, abuso sexual, violência, medo, drogas, ausência dos pais, divórcio,
namoros ilícitos, aborto, etc...

2. COMO POSSO QUEBRAR AS MALDIÇÕES? – Vamos ver o que a Bíblia ensina sobre
quebra de maldições.

2.1. É PRECISO ESTAR EM CRISTO – Sem uma experiência de salvação é impossível


quebrar maldições.

“Tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças,
o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz;” – Cl 2:14

2.2. É NECESSÁRIO FECHAR TODAS AS BRECHAS, ROMPENDO COM O PECADO


ATRAVÉS DO ARREPENDIMENTO – Enquanto houver legalidade, a maldição encontrará
pouso.

“Como o pássaro que foge, como a andorinha no seu vôo, assim, a maldição sem
causa não Encontra pouso (se cumpre).” – Pv 26:2

2.3. É PRECISO RECONHECER A NECESSIDADE DE LIBERTAÇÃO – Algumas pessoas,


por orgulho ou medo, negam a necessidade de libertação.

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” – Jo 8:32

2.4. É NECESSÁRIO RENEGAR TODO DIREITO QUE FOI DADO A SATANÁS – Nossas
palavras têm autoridade. Temos que declarar canceladas as maldições e nos desfazer de
tudo o que seja uma brecha para o inimigo (objetos, relacionamentos, etc...).

“Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus,
e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus.” – Mt 18:18

2.5. É PRECISO ANDAR NA LUZ ATRAVÉS DA CONFISSÃO – Satanás não pode agir
numa vida que anda em transparência. É através da confissão que somos curados!

“Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para
serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.” – Tg 5:16
CONCLUSÃO

FICAR LIVRE DAS MALDIÇÕES É UMA ESCOLH NOSSA. DEUS DIZ:

“Eis que, hoje, eu ponho diante de vós a bênção e a maldição: a bênção, quando cumprirdes os
mandamentos do SENHOR, vosso Deus, que hoje vos ordeno; a maldição, se não cumprirdes os
mandamentos do SENHOR, vosso Deus, mas vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno,
para seguirdes outros deuses que não conhecestes.” – Dt 11:26-28

MINISTRAÇÃO

1. Afastar as cadeiras para que os ministradores possam passar orando pelas pessoas.

2. Chamar à frente os que tiveram contato com ocultismo (satanismo, freqüentaram


terreiro, incorporaram espíritos, fizeram pactos de sangue, tentaram comunicação com
mortos, etc...)

3. Orar especificamente por estes, ordenando aos demônios que soltem suas vidas e
declarando que todo direito dado a eles foi cancelado pelo sangue da cruz.

4. Orar com todos (fazendo-os repetir) fazendo renúncia e quebrando toda legalidade dada
a Satanás.

“Eu declaro cancelado...

... todo direito dado aos demônios pelos meus pais e antepassados. Minha paternidade
espiritual está em Deus!
... toda palavra maldita lançada contra mim e qualquer trabalho de feitiçaria contra a
minha vida. Eu sou o que Deus diz que eu sou, tenho o que Ele diz que eu tenho e sou
capaz de realizar o que Ele diz que eu sou capaz.
... toda maldição que teve origem em pecados na ignorância. Renego o batismo e os
rituais do catolicismo romano, a idolatria, práticas espíritas e rituais pagãos.
... toda maldição originada de pecados que cometi voluntariamente. O sangue de Jesus
me purifica de todo pecado!

5. Orientar para que todo pecado não confessado a alguém seja colocado na luz – Ler
novamente Tg 5:16