AURICULOTERAP

IA
CHINESA

Histórico
• Auriculoterapia é uma técnica da acupuntura,
que usa o pavilhão auricular para efetuar
tratamento de saúde.
• O uso da auriculoterapia reporta-se à
antiguidade e tem apresentado grande difusão
• A partir do 3º Século, o desenvolvimento da
auriculoterapia se acentuou
• No séc. 17, Zacuto usava cauterizar um ponto do
pavilhão auricular para tratamento de ciatalgia

ORIGEM DO DIAGNÓSTICO E
TRATAMENTO AURICULAR NA CHINA
• Origem na China.

• Nos textos antigos já se justificava a relação do
pavilhão auricular com o resto do corpo

• O povo chinês foi, provavelmente o primeiro a
esboçar a estreita relação existente entre o
pavilhão auricular, os canais e colaterais, os Zang
Fu e o resto do organismo.

Bases Teóricas da
Auriculoterapia
• Os médicos da antiguidade, através da
observação do pavilhão auricular, de seu
tamanho, textura, coloração e forma,
determinavam o estado dos Zang Fu.
• A auriculoterapia aproveita o reflexo que a
aurícula exerce sobre o sistema nervoso central

sendo um ramo na especialidade da acupuntura constitui um sistema independente no tratamento e diagnóstico das enfermidades. Princípios Fisiológicos que fundamentam o diagnóstico e tratamento através do pavilhão auricular • A auriculoterapia é parte da MTC. • A acupuntura foi oficializada pela OMS como uma terapia de microssistema .

Sensações do estímulo
auricular
A estimulação auricular pode promover reações tanto locais quanto ao
nível do corpo
• Sensações na orelha • Sensação no corpo
- Calor
- Calor - Pontadas
- Adormecimento - Adormecimento
- Dor - Dor
- Formigamento
- Garganta seca
- Peso
- Frio
- Movimentos peristálticos
- Vazio total

Relação com o
Sistema Nervoso Central

• O pavilhão auricular está inervado principalmente por
nervos espinhais do plexo cervical, como o nervo
auricular maior e o nervo occipital menor e por nervos
cerebrais como o auriculotemporal, facial,
glossofaríngeo, ramos do vago e simpático.

neurastenia. entre as quais estão: de caráter funcional. depressão. ansiedade.) . sintomas neurológicos etc. insônia. enfermidades de caráter neurótico e psicótico (cefaléias.• Através da auriculoterapia podemos tratar cerca de 200 enfermidades.

como alcoolismo. dismenorréias. • tratamento para beleza e anti-envelhecimento . • enfermidades do aparelho urinário (prostatite. dores lombares. dores das pernas. gastrite e colecistite. dispepsias. hipertensão arterial. úlceras gástricas e duodenais. tabagismo.Podemos tratar também enfermidades de: • caráter estrutural como cervicalgias. • enfermidades cardiovasculares. dependências. drogas. ciatalgias. hiperplasia prostática benigna) • enfermidades alérgicas.

é rica em nervos. . vasos sanguíneos e linfáticos e os terços superiores estão formados basicamente por cartilagem e o lóbulo da orelha por tecido adiposo e conjuntivo. formado também por ligamentos. • É constituído por um tecido fibrocartilaginoso. • A parte inferior do pavilhão. ANATOMIA DO PAVILHÃO AURICULAR • O pavilhão auricular destina-se a captar as ondas sonoras. tecido adiposo e músculos.

Nervos auriculares • Nervo facial • Nervo auriculotemporal • Ramo auricular do plexo cervical superficial • Nervos espinhais • Nervo auricular maior • Nervo auriculotemporal • Nervo occipital menor • Ramo auricular do vago .

metâmeros .

.

Distribuição dos Nervos .

.

• Raiz do hélix. • Antihélix. Nomenclatura anatômica As proeminências presentes no pavilhão auricular são: • Hélix. • Trago e • Antítrago. • Lóbulo. • Tubérculo auricular. • Fossa triangular. . • Fossa escafóide.

FACE ANTERIOR DO PAVILHÃO AURICULAR • Hélix: Começa na Hélix cavidade da concha na raiz da hélix margeia a circunferência do pavilhão e termina na parte superior do lóbulo. .

• Raiz do hélix: constitui o extremo ínfero-anterior do hélix. divide as conchas Raiz do Hélix • Representa o diafragma e em torno do hélix se distribui o aparelho digestivo .

• Tubérculo Auricular: Tubérculo proeminência pequena na parte póstero-superior do hélix .

na cruz inferior do anti-hélix se localiza a Anti-hélix região glútea. e na cruz superior os membros inferiores .• Anti-hélix: ascende paralelo ao segmento posterior e se divide na parte superior em dois ramos • Representa o tronco.

• Fossa triangular: depressão formada entre os ramos superior e inferior do Fossa Triangular anti-hélix • Representa a região pélvica e os órgãos genitais internos .

• Fossa Escafóide: Entre o hélix e o antihélix • Representa os Fossa membros superiores Escafóide .

• Trago: proeminência triangular anterior da concha e inferior do hélix • Representa laringe- faringe. supra-renal e nervo temporoauricular . nariz Trago externo e interno.

• Incisura superior do trago: depressão entre hélix e o bordo superior do trago Incisura • Representa o ouvido Superior externo do trago .

• Antitrago: proeminência também triangular situada abaixo do antihélix e oposto ao trago • Representa cabeça e Antitrago cérebro .

• Incisura do intertrago: A depressão formado entre o trago e o antítrago • Representa glândulas endócrinas Incisura do intertrago .

• Fossa superior do antítrago: depressão entre o antítrago e o anti-hélix Fossa superior do antitrago .

• Lóbulo da orelha: porção carnosa inferior ao lóbulo da orelha • Representa região cefálica e facial Lóbulo .

e o trago. • Concha Cava: Cavidade torácica • Concha cimba: Cavidade Abdominal . A raiz do hélix divide a concha em duas partes Concha uma superior e estreita cimba a concha cimba e outra Concha inferior e mais larga a cava concha cava. é uma escavação profunda.• Concha: entre o anti- hélix.

.

Sulco do antítrago • .Eminência posterior da fossa fossa escafóide triangular • .face dorsal do lóbulo • .Sulco da cruz inferior do • .Eminência posterior da anti-hélix concha cimba • .Eminência posterior da fossa • .face dorsal do hélix escafóide • .Sulco posterior do anti-hélix .face dorsal entre o lóbulo e • . FACE POSTERIOR DO PAVILHÃO AURICULAR • Formada por 4 proeminências.Sulco da raiz do hélix • .Eminência posterior da • Os 4 sulcos são: concha cava • . 4 sulcos e 3 faces • As 4 proeminências são: • As 3 faces são: • .

Face Posterior do Pavilhão Auricular .

que refletem a atividade funcional de todo o nosso corpo. função e Diagnóstico dos Pontos Auriculares • Os pontos auriculares são zonas específicas distribuídas na superfície auricular. • O pavilhão auricular está relacionado com os canais e colaterais através dos quais Qi e Xue se comunicam expressando a atividade funcional de todo o organismo. Definição. .

da coloração da pele. através de mudanças morfológicas. • O ponto diagnosticado como positivo se emprega para o tratamento utilizando sua estimulação mecânica ou com a aplicação das agulhas. dor à exploração táctil.• Quando se sucedem mudanças patológicas em nosso organismo. estas se manifestam fielmente no ponto ou área específica da região comprometida.. eletroestímulo. presença de edemas ou cordõezinhos uma reação positiva ao exame elétrico. moxas. laser. obtendo a melhora sintomática . etc.

CLASSIFICAÇÃO DOS PONTOS AURICULARES • A professora Huang Li Chun classificou o pavilhão auricular. em seis classes: • Pontos da Zona correspondente • Pontos dos Cinco Zang e Seis Fu • Pontos do Sistema Nervoso • Pontos do Sistema Endócrino • Pontos Específicos • Pontos do Dorso da Orelha e Outros . atividade específica e experiências. os pontos de acordo com seu caráter. função.

Pontos da Zona Correspondente • São pontos que representam a anatomia corporal dentro do pavilhão auricular. • Estes pontos torna-se reativos num processo patológico em sua zona correspondente . órgão ou membro que representam. recebem o nome da articulação.

Bexiga. Intestino Grosso. são: Coração. Intestino Delgado. Fígado. Baço. Pontos dos Cinco Zang e Seis Fu • São pontos que representam os órgãos e as vísceras. vesícula Biliar. Pulmão. Estômago e San Jiao • São pontos importantes no diagnóstico e tratamento . Rim.

Ciático • Apresentam também atividades excitadoras ou repressoras do sistema nervoso (Shen Men e Excitação) • Pontos denominados segundo a desordem do sistema nervoso (ponto e área da neurastenia) • Podem receber o nome do nervo que estimulam diretamente como o ponto do nervo auriculotemporal. Simpático. Tálamo. nervo auricular maior. nervo occipital menor etc. . Tronco cerebral. Pontos do Sistema Nervoso • Representam partes do sistema Nervoso como por exemplo: Cérebro.

gônadas. ovários. tireóide. pâncreas. próstata • O Ponto endócrino é um regulador sistêmico da atividade endócrina e metabólica do organismo . Pontos do Sistema Endócrino • Representam cada uma das glândulas do sistema endócrino dentro do pavilhão auricular como hipófise. supra-renais.

área 1 e 2 de tumor . tuberculose. Pontos específicos • São aqueles que têm uma delimitada função diagnóstica e terapêutica. as quais respondem a sua função específica como por exemplo: alergia. • Sua eficácia é mais significativa em um número reduzido de patologias. hipertensor.

Pontos do Dorso da Orelha • No dorso da orelha estão localizados pontos representativos dos cinco Zang. • Os pontos do dorso da orelha apresentam 3 raízes e um sulco -sulco hipotensor -raiz superior Face dorsal Face Ventral -raiz média Baço Estômago -raiz inferior Fígado Fígado Pulmão Pulmão coração Shen Men Rim Cerebro .

Localização Função e Diagnóstico dos Pontos Auriculares .

Lóbulo .

Área da bochecha 6. Ponto Maxilar Superior 11. LÓBULO 1. ATM . Ponto Dente 7. Ponto Paladar Inferior 8. Ponto Neurastenia 2. Ponto Paladar Superior 9. Ponto Olho 3. Ponto Ouvido Interno 4. Ponto Maxilar Inferior 12. Ponto Língua 10. Ponto Amigdala 5.

• Diagnóstico: se os pontos paladar superior e inferior e ponto língua revela proeminência ou depressão de forma irregular. PONTO PALATO INFERIOR • Localização: Na borda superior da zona 2. . úlceras bucais. PONTO DENTE • Localização: No centro da zona 1 • Função: tratamento de odontalgias e periodontites 2. acompanhado de reação positiva indicam úlceras bucais. no terço medial • Função: Tratamento das afecções inflamatórias dos lábios. periodontite e neuralgias do trigêmio. tanto na exploração visual como na exploração tátil.1.

3. PONTO PALATO SUPERIOR
• Localização: Na borda que divide a zona 2 da zona 3, no quarto
inferior
• Função: idem paladar inferior.
• Diagnóstico: se o ponto apresenta reação positiva intensa nos
confirma o diagnóstico de neuralgia do trigêmeo.

4. PONTO LINGUA
• Localização: entre os pontos paladar superior e paladar inferior.
• Indicações: indicado para tratamento de afecções da língua, glossite,
fissura lingual, úlceras linguais e outras.
• Diagnóstico: Se apresentar uma proeminência de cor avermelhada
pode indicar diagnóstico de glossite ou de úlceras linguais.

5. PONTO MAXILAR SUPERIOR
• Localização: No centro da zona 3
• Função: Tratamento das odontalgias incluindo as
periodontites, pulpites, etc. Tratamento de artrite e
subluxação da articulação temporomandibular,
neuralgias do trigêmeo

6. PONTO MAXILAR INFERIOR
• Localização: No centro da linha superior da zona 3
• Função: Mesmas indicações do ponto Maxilar Superior

7. PONTO NEURASTENIA
• Localização: No centro da zona 4
• Função: tratamento dos estados de neurastenia e
transtornos do sono como sono leve de curto tempo de
duração, despertar fácil, pesadelos e sonhos excessivos.

8. PONTO OLHO
• Localização: No centro da zona 5
• Função: tratamento de todas as afecções oftalmológicas
como conjuntivite aguda, calázio, ametropia, glaucoma,
blefarite, ceratite etc.

9. PONTO OUVIDO INTERNO
• Localização: No centro da zona 6
• Função: tratamento das afecções correspondentes a esta
região do ouvido como hipoacusia, tinidos, otite, estados
vertiginosos causados por alteração vestibulococlear.

10. PONTO AMÍGDALA
• Localização: No centro da zona 8
• Função: Tratamento da amigdalite e faringite

5 e 6. 12. neuralgias do trigêmeo.11. ATM • Localização: localizado formando um triângulo entre maxila superior e maxila inferior • Função: é um ponto chave para diagnóstico e tratamento de alterações da articulação temporo-mandibular . afecções dermatológicas da face e manutenção da beleza facial. ÁREA DA BOCHECHA • Localização: Se distribui nas zonas 3. formando um óvulo de forma obliqua • Função: tratamento de afecções faciais que incluem paralisia facial.

depressão. ANSIEDADE Localização: No centro da zona7 Função: Usado para diagnóstico e tratamento de desordens do sistema emocional. e fadiga . estresse.13. assim como ansiedade.

.

Antitrago .

Antitrago Antitrago face externa Antitrago face Interna 1. Ponto Cérebro 2. Ponto Parótida 10. Ponto Asma 11. Ponto Vértex 15. Ponto Testículo 6. Ponto Fronte 13. Ponto occipital 14. Área do Subcórtex 5. Ponto Tálamo 3. Área de Neurastenia . Ponto hipófise 8. Área da vertigem 9. Ponto Excitação 4. Epilepsia 7. Ponto Temporal 12.

dispnéia. • Função: tratamento de parotidite. . ANTITRAGO (FACE EXTERNA) 1. • Funções: ponto empregado para diagnóstico e tratamento da asma. alergia revelam reação positiva à exploração elétrica podemos afirmar um quadro de alergia. PONTO ASMA • Localização: a 2mm abaixo do ponto parótida. pruridos e dermatites em geral 2. dermatites neurogênicas. PONTO PARÓTIDA • Localização: Na ponta do antítrago. Mas se o ponto brônquio oferece reação positiva e o ponto dispnéia negativa nos confirma um quadro de bronquite ou um bronquiectasia. • Diagnóstico: Se os pontos brônquios.

falta de concentração. para sensação de peso e distensão na cabeça. cefaléia frontal.3. • Funções: trata enxaquecas. síndromes de estagnação e hipertensão arterial. sonolência. perda de memória. PONTO TEMPORAL • Localização: abaixo do ponto asma no centro da linha em forma de arco traçada desde o bordo superior ao inferior do mesmo. • Indicações: fortalece a mente. PONTO FRONTE • Localização: No extremo ântero-inferior da linha em forma de arco. 4. • Diagnóstico: Se o ponto apresenta proeminência com forma circular. ou alargada como cordão indica cefaléia frontal . cefaléias temporais ação semelhante a do ponto TaiYang. queda nos níveis de atenção.

• Funções: Acalma a vertigem e tontura produzida por transtornos do ouvido interno. acalma a tosse e a dispnéia. acalma o pânico e a convulsão. prurido. sintomas da hipertensão. • Funções: tratamento das cefaléias no vértex e nos estados de neurastenia. . PONTO VÉRTEX • Localização: a 1mm por baixo do ponto occipital.5. vômito. PONTO OCCIPITAL • Localização: No extremo póstero-superior da linha traçada em forma de arco. arterioesclerose. • Diagnóstico: Se a área apresenta proeminência com reação positiva sugere que o paciente é portador de cefaléia de vértex. dor e diarréia. ametropia 6. função hipotensora e para cefaléia occipital. paralisia facial.

7. diabetes. menstruação irregular e impotência. • Função: para diagnóstico e tratamento da vertigem com a presença de cordão e telangiectasias . adenomas de hipófise. PONTO HIPÓFISE • Localização: No bordo superior do antítrago próximo à fossa superior do antítrago. metrorragia. • Funções: tratamento de afecções ginecológicas causadas por transtornos do sistema endócrino como amenorréia. nanismo. hemorragia. melena. ÁREA DA VERTIGEM • Localização: entre os pontos tronco cerebral e hipófise. hemorragia uterina funcional 8. enfermidade hemorrágicas.

. dificuldade de conciliar o sono. • Funções: tratamento da neurastenia. para obtenção de uma maior resposta ao tratamento.9. ÁREA DA NEURASTENIA • Localização: Por trás dos pontos occipital e vértex. este ponto se reforça anterior e posteriormente. • Diagnóstico: quando há manifestação de neurastenia este ponto apresenta um cordão.

.

. sonolência e letargia. Tratamento de afecções endocrinometabólicas (obesidade endógena e exógena. estados de letargia. eficiência na absorção dos alimentos pela atividade digestiva. na linha entre os pontos parótida e pulmão • Função: controle da temperatura corporal. diabetes) edemas. 2. homeostase do metabolismo hidromineral controle central da atividade endócrina. PONTO TÁLAMO • Localização: No extremo interno do antitrago. ANTITRAGO (FACE INTERNA) 1. obesidade. hipofunções do sistema endócrino. enurese noturna. impotência e amenorréia. PONTO EXCITAÇÃO • Localização: Entre os pontos testículo e tálamo. • Função: Estimulação do córtex cerebral .

Localização: medial a Área digestiva do subcórtex. vômitos e náuseas. flebites. 3. dispepsia. . enfermidades do fígado e da vesícula biliar. arritmias etc. enfermidade de Raynaud. úlceras gástricas e duodenais. constipação. depressão. formando um triângulo com a área digestiva e a área nervosa do subcórtex . diarréia. • 3. distensão abdominal.Localização: Entre o ponto tálamo e ponto ovário .Localização: localizado no centro da metade inferior do antitrago -Funções: afecções do sistema digestivo.2 Área DIGESTIVA do subcórtex: . neuroses e esquizofrenia.Funções: mantém o equilíbrio da excitação. neurastenia. cardiopatias. tromboangeíte obliterante. • 3.3 Área CARDIOVASCULAR do subcórtex: . transtorno do sistema vegetativo .Funções: Hipertensão. ÁREA DO SUBCÓRTEX • 3. gastrite.1 Área NERVOSA do subcórtex: .

esterilidade masculina e prostatite. formando um triangulo com os pontos testiculo e Área digestiva do subcórtex • Função: indicado para diagnóstico e tratamento da epilepsia . 5. pelve. • Diagnóstico: reação positiva nas áreas dos genitais internos. EPILEPSIA • Localização: na metade inferior interna do antitrago. sugere diagnóstico de impotência ou disfunção sexual. impotência. PONTO TESTÍCULO • Localização: a 2 mm atrás do ponto parótida • Função: orquite.4. endócrino e rim.

ataxia cerebelosa.6. esterilidade. e metrorragia funcional. hipercinesia. . PONTO CÉREBRO • Localização: No lado interno e superior do antítrago. PONTO OVÁRIO • Localização: sobre o começo do bordo interno do antitrago • Funções: indicado para desordens menstruais. anexites. • Funções: insuficiência cerebrovascular. fortalece a capacidade cognitiva • 7. epilepsia.

.

Fossa Superior do Antitrago .

Ponto Tronco cerebral 2. Ponto Laringe-dente . Fossa Superior do Antitrago 1.

estimula a mente e acalma o espírito. PONTO TRONCO CEREBRAL • Localização: No bordo superior da fossa do antitrago. convulsão. tratar epilepsia. • Função: afecções da orofaringe e das odontalgias . • Função: ação sedativa. 2. esquizofrenia. PONTO LARINGE-DENTE • Localização: a 2 mm abaixo do ponto tronco cerebral. neurose.1. para síndrome do pânico. meningite e bronquite.

.

Trago .

Ponto Supra-renal 8. Ponto Nariz Externo 9. Ponto Fome 6. Ponto do órgão 10. Ponto Nariz interno 4. Ponto do Nervo coração Auriculotemporal 5. Ponto Laringe 2. Ponto glote 11. Ponto Faringe 12. Ponto Sede . Trago 1. Ponto Nasofaringe 3. Ponto Ápice do Trago 7.

Controla o tônus vasomotor do sistema vascular. usado para sangria. 2. por vasocontrição. hemorragias uterinas disfuncional. PONTO ÁPICE DO TRAGO • Localização: na metade superior do trago. tratamento de febre. TRAGO FACE EXTERNA 1. • Funções: ação anti-inflamatório. sedante e analgésica. trata. antipirética. para enfermidades febris. ação anti-alérgica. melenas. lado externo. de qualquer etiologia. está contra indicado nos pacientes com hipertensão arterial metrorragias. antiinfecciosa e anti-inflamatórias. PONTO SUPRA-RENAL • Localização: Na metade inferior do trago. • Funções: ativa as funções das glândulas supra-renais. epistaxe . tratamento da doença de Addison e Cushing.

máculas. PONTO NARIZ EXTERNO • Localização: Na face externa do trago. formando um triângulo com os pontos supra-renal e ápice do trago.3. PONTO SEDE • Localização: entre os pontos nariz externo e ápice do trago. diabetes. enurese e polidipsia de caráter neurológico . • Funções: afecções da área do nariz. • Funções: regula o mecanismo da sede. acne 4. inflamações.

• Funções: regula o apetite. 6. hipertireoidismo. . • Funções: taquicardia. obesidade. polifagia de caráter neurológico. PONTO DO ÓRGÃO CORAÇÃO (Bradicardia) • Localização: a meia distância entre o ponto sede e ouvido externo. fibrilação auricular.5. PONTO FOME • Localização: entre os pontos nariz externo e ponto supra- renal. • Diagnóstico: se a área do coração mostra reação positiva e reação positiva também no ponto órgão coração. e na área cardiovascular do subcórtex pode afirmar um quadro de taquicardia.

tonsilite. dor de garganta . PONTO FARINGE • Localização: Na metade superior da face interna do trago. PONTO GLOTE • Localização: na parte superior da face interna do trago • Funções: rouquidão. globo histérico. TRAGO FACE INTERNA 5. dor de garganta e globo histérico 6. forma um triângulo com o nervo auriculotemporal e nariz interno • Funções: faringite aguda e crônica.

asma e globo histérico 8. rouquidão. laringite aguda e crônica. PONTO NASOFARINGE • Localização: Entre o meato acústico e o ponto nariz interno • Funções: tratamento para alterações da nasofaringe e gotejamento pós-nasal .7. PONTO LARINGE • Localização: Entre os pontos Faringe e Glote • Funções: dores de garganta. broncoespasmo.

que associa a um proeminência no ponto fronte . Na sinusite proeminência em forma de gomo. rinite atópica proeminência de cor esbranquiçada acompanhada de edema.9. rinite alérgica. resfriado comum. obstrução nasal. forma um triângulo com o ponto Nervo auriculotemporal e Nariz Interno • Funções: afecções do nariz. PONTO NARIZ INTERNO • Localização: Na metade inferior. sinusite etc. • Diagnóstico: na rinite reação positiva. epistaxe. da face interna do trago. Na rinite hipertrófica proeminência de cor esbranquiçada.

enxaquecas. e nariz externo formando um triângulo. afecções do pavilhão auricular. . • Funções: neuralgias do trigêmeo principalmente de seu ramo inferior. laringe-faringe. cefaléias. entre os pontos.10. vertigens e nas enfermidades causadas por transtornos dos nervos craniais. PONTO DO NERVO AURICULOTEMPORAL • Localização: Na face interna do trago.

.

Incisura do Supratrago .

rinites e sinusites. tinido. síndrome de Meniére. Acalma a dor. Incisura do Supratrago 1. garante a função auditiva. afecções do conduto auditivo externo. lesões dermatológicas e neuralgias do pavilhão auricular. drena as fossas nasais. • Função: afecções do ouvido. acalma a vertem e tontura. PONTO OUVIDO EXTERNO • Localização: Na depressão entre a fossa do supratrago e o hélix. Cefaléia. hipoacusia. enxaqueca. dor suboccipital. afecções vertiginosas. surdez. .

Anti-hélix .

Vertebras Lombares 12. Ponto dos músculos 2. Ponto da região do 7. Ponto Articulação 4. Sacro sacroilíaca 5. Ponto cóccix 13. Ponto da Região intercostal . Ponto Abdômen 15. Ponto pescoço 14. Ponto Tórax hipocôndrio 8. Vertebras torácicas lombares 3. Vertebras cervicais 11. Ponto Calor 10. Ponto das glândulas mamárias 6. Anti-hélix 1. Ponto Tireóide 9. Ponto Ombro e espalda 16.

VÉRTEBRAS TORÁCICAS • Localização: abrange o segundo e terceiro quinto do anti- hélix de baixo para cima consecutivamente. VERTEBRAS CERVICAIS • Localização: abrange o primeiro quinto da parte inferior do anti-hélix. . • Funções: algias dorsais de etiologia traumática ou por subluxações • Diagnóstico: mudanças patológicas que ocorrem a este nível ex: cordões (Tb). Diagnóstico: transtornos da região cervical. • Funções: afecções da região de qualquer etiologia. hiperplasia óssea cervical 2.1.

sacrolombalgias. hiperplasia óssea lombar. Quando a reação positiva abrange as zonas lombar e sacra e se estende até o ponto da articulação do quadril leva a expor o diagnóstico da subluxação do quadril ou da artrite da mesma . VÉRTEBRAS LOMBARES • Localização: Nos 2/5 superiores da anti-hélix • Funções: afecções da coluna lombar. SACRO • Localização: No 1/5 superior da anti-hélix • Funções: espermatorréia. • Diagnóstico: cordões revelam hiperplasia óssea 4.3. • Diagnóstico: nas sacrolombalgias há a presença de cordões. e lombalgias de qualquer etiologia.

hipotireoidismo. • Diagnóstico: Na coccigodínia o ponto apresenta reação positiva e presença de cordão. PONTO PESCOÇO: • Localização: Ao centro das vértebras cervicais no bordo interno do anti-hélix. inflamação da cadeia ganglionar do pescoço .5. 6. PONTO CÓCCIX • Localização: No ponto de união da Cruz superior e inferior do anti-hélix. • Função: afecções do pescoço. • Função: tratamento de coccigodínia.

• Funções: angina de peito. herpes zoster etc. • Funções: enterites. 8. PONTO ABDÔMEN • Localização: Sobre o bordo interno do anti-hélix ao centro da região sacrolombar. mas pelo bordo interno do anti-hélix. sensação de opressão torácica. neuralgias intercostais. dismenorréia. . constipação. PONTO TÓRAX • Localização: Ao centro das vertebras torácica.7. osteocondrites. dor pós-parto. obesidade.

• Diagnóstico: paciente com fibromiosite da musculatura do ombro e da escápula pode se observar uma proeminência em forma de cordão esbranquiçado 10. herpes zoster. sobre a parte mais próxima da fossa escafóide • Funções: traumas. cervicobraquialgias. .9. neuralgias psicogênicas e intercostais e sensação de plenitude torácica etc. PONTO OMBRO E ESPALDA • Localização: Localizado no nível da região cervical mas sobre a parte mais próxima da fossa escafóide. PONTO DA REGIÃO INTERCOSTAL • Localização: Ao nível da região torácica. • Funções: cervicalgias. dor no ombro e escápula causadas por fibroses da musculatura desta área.

etc. • Diagnóstico: Num quadro de lombalgia aguda pode-se observar uma mudança da coloração da pele para um tom vermelho acompanhada de uma disposição tortuosa dos capilares. no bordo mais próximo à fossa escafóide. artrite da articulação. Função: diagnóstico e tratamento dos transtornos desta articulação. PONTO DOS MÚSCULOS LOMBARES • Localização: sobre o anti-hélix a nível da zona lombar.11. PONTO DA ARTICULAÇÃO SACROILÍACA Localização: a meia distância entre o ponto sacro e o da articulação do quadril. Num quadro de evolução prolongada podemos observar um ponto de cor esbranquiçada que se estende para o bordo externo da anti-hélix 12. . subluxação sacroilíaca. • Função: afecções da musculatura paralombar.

entre o ponto tórax e abdômen. enquanto que o ponto que se localiza entre as vértebras torácicas e o ponto da região das costelas representa a mama do lado da orelha que se puntura. hiperplasia do conduto lactífero tumores do parênquima. PONTO DA REGIÃO DO HIPOCÔNDRIO Localização: localiza-se sobre o bordo interno da anti-hélix. O ponto que se localiza sobre o anti-hélix entre o ponto tórax e a região das vértebras torácicas representa a mama do lado oposto ao da orelha que se puntura.13. displasias etc. Funções: moléstias do hipocôndrio e hepatomegalia. mastite. • Funções: afecções das glândulas mamárias. . PONTO GLÂNDULAS MAMÁRIAS • Localização:formado por 2 pontos em representação de cada mama. 14.

tais como hipotireoidismo. • Funções: para diagnóstico e tratamento das afecções da tireóide.15. eleva a temperatura da pele. hipertireoidismo e nódulos da tireóide. PONTO TIREÓIDE • Localização: entre a área do pescoço e o ponto tronco cerebral. PONTO CALOR • Localização: a meia distância entre o ponto cóccix e o ponto abdômen. • Funções: incrementa a circulação sanguínea a nível distal. 16. tratamento da tromboangeíte obliterante e enfermidade de Raynaud .

.

Cruz Inferior da Anti-helix .

Ponto do nervo ciático 3. Ponto do nervo simpático . Cruz Inferior da Anti-helix 1. Ponto da região glútea 2.

PONTO NERVO CIÁTICO • Localização: No terço central da cruz inferior da anti- hélix.1.PONTO DA REGIÃO GLÚTEA • Localização: está sobre o primeiro terço da cruz inferior do anti-hélix. • Funções: deve-se colocar o ponto pela parte anterior e posterior do pavilhão auricular. e do sacro e das ciatalgias 2. • Funções: algias da região glútea. .

acalma as dores dos órgãos internos.3. colecistolitíases. cálculos renais e das vias urinárias. PONTO DO NERVO SIMPÁTICO • Localização: No terço interno da cruz inferior do anti- hélix. • Funções: regula a função do sistema neurovegetativo. úlceras gástricas e duodenais. gastrites. relaxa os espasmos da musculatura lisa. função vasodilatadora (tratamento da tromboangeíte obliterante e hipertensão). asma etc. regula as secreções internas (trata hiperidrose e hiperacidez gástrica) . (espasmos gastrointestinais. Este ponto não deve ser usado na distensão abdominal.

.

Cruz Superior do Anti-hélix .

Cruz Superior do Anti-hélix
1. Ponto artelhos
2. Ponto do Calcâneo
3. Sola do pé
4. Dorso do pé
5. Ponto da Articulação do tornozelo
6. Ponto da articulação do quadril
7. Ponto da articulação do Joelho
8. Ponto Joelho externo
9. Ponto fossa poplítea
10. Ponto dos músculos gastrocnêmios
11. Ponto do músculo quadríceps

1. PONTO ARTELHOS
• Localização: No bordo externo da cruz superior do anti-
hélix.
• Funções: entorses das articulações dos artelhos,
traumas, debilidade vascular das extremidades,
intumescimento, aversão ao frio e nas micoses

2. PONTO DO CALCÂNEO
• Localização: No bordo interno da cruz superior do anti-
hélix.
• Funções: trata esporões de calcâneo.
• Diagnóstico: reação positiva nos casos de dor em
calcâneo e cordão nos casos de esporão de calcâneo.

3. SOLA DO PÉ
Localização: Entre os pontos calcâneo e artelhos
Função: trata alterações da sola do pé

4. DORSO DO PÉ
Localização: a meia distância entre artelhos e tornozelo
Função: para diagnóstico e tratamentoo de dores no dorso
do pé

5. PONTO DA ARTICULAÇÃO DO TORNOZELO
• Localização: entre o ponto calcâneo e articulação do
joelho.
• Funções: entorse de tornozelo, inflamações do tornozelo.
• Diagnóstico: Nos casos de entorse apresenta um cordão.

6. PONTO DA ARTICULAÇÃO DO QUADRIL
• Localização: No ponto central da área onde começa a
cruz superior do anti-hélix.
• Função: tratamento das afecções da articulação do
quadril, dor lombar, dor no quadril, ciatalgias

PONTO DA ARTICULAÇÃO DO JOELHO • Localização: No centro da cruz superior da anti-hélix. • Diagnóstico: em casos agudos o ponto apresenta com coloração avermelhada com a presença de capilares tortuosos. . • Função: tratamento das afecções do joelho. entorses. • Função: afecções do joelho. • Diagnóstico: ponto mostra reação positiva nas lesões de joelho. artrites. o ponto revela à exploração a presença de um cordão como sinal principal 8. traumas e dores em geral.7. PONTO JOELHO EXTERNO • Localização: Mais próximo a fossa escafóide no nível do ponto onde começa a cruz superior da anti-hélix. nas afecções crônicas.

• Função: afecções patológicas dos músculos da coxa. • Função:Tratamento de dores reflexas na fossa poplítea decorrente de ciatalgia. PONTO MÚSCULOS GASTROCNÊMIOS • Localização A meia distância entre os pontos artelhos e joelho.9. fibroses e dores decorrentes de ciatalgia) 11. . • Diagnóstico: reação positiva nos casos de ciatalgia. 10. PONTO DO MÚSCULO QUADRÍCEPS • Localização: a meia distância entre o ponto articulação do joelho e a articulação do quadril. PONTO FOSSA POPLÍTEA • Localização: entre o ponto ShenMen e Ponto quadril. • Função: afecções do músculo gastrocnêmio (espasmos.

.

Fossa Escafóide .

Ponto Alergia . Ponto da articulação do Ombro 7. Ponto Nefrite 3. Ponto Axila do punho 11. Ponto da articulação 10.1. Ponto cotovelo Auricular Maior 5. Ponto Falanges 8. Ponto clavícula 9. Linha reumática 2. Ponto Nervo 4. Ponto Ombro 6.

entorses. • Função: afecções das falanges. Hiperidrose. PONTO CLAVÍCULA • Localização: No centro da fossa escafóide ao nível da fossa do intertrago e do ponto coração. parestesia dos dedos devido a transtornos radiculares da cervical 2. • Diagnóstico: Na periartrite de ombro o ponto apresenta reação positiva forte. PONTO FALANGES • Localização: No extremo superior da fossa escafóide.1. dor escapular e cervicobraquialgia. Síndrome de Raynaud. luxações. dermatite. • Função: periartrite de ombro . .

• Função: entorses. na união da primeira parte com a segunda. • Função: afecções do punho. epicondilite. PONTO COTOVELO • Localização: na terceira parte da fossa escafóide.3. de cima para baixo. artrite reumatóide 5. tratamento de tenossinovites. . PONTO OMBRO • Localização: na quarta divisão da fossa escafóide. síndrome do túnel do carpo 4. PONTO DA ARTICULAÇÃO DO PUNHO • Localização: Para localizar dividir a fossa escafóide desde o ponto falanges até o ponto clavícula em cinco partes . • Função: periartrite de ombro. traumas. entorses. de cima para baixo.

PONTO DA ARTICULAÇÃO DO OMBRO • Localização: entre o ponto ombro e o ponto clavícula. PONTO ALERGIA • Localização: entre os pontos falange e articulação do punho. • Função: periartrite de ombro e entorse. dermatite atópica. nas afecções de curso crônico a região apresenta- se com edema e de coloração esbranquiçada . espru tropical. • Diagnóstico: nos casos de urticária aguda. rinite. na área da alergia apresenta telangiectasias de aspecto rosado pálido. • Funções: Asma. 7. urticária atópicas.6.

Linha reumática Localização: entre os pontos falanges e clavícula Funções: uso diagnóstico e tratamento de doenças reumáticas 9.8. Ponto Nefrite Localização: na linha externa entre o ponto articulação do ombro e clavícula Funções: Ponto para diagnóstico e tratamento da nefrite .

11. formando um triângulo com clavicula e vertebras cervicais Funções: trata cervicoartrose. Ponto Axila Localização: a meia distância entre articulação do ombro e clavicula Função: tratamento de dor na axila e hiperidrose 12. dor cervical e ombralgia. periartrite de ombro. tensão dos musculos da região cervical . Nervo Auricular Maior Localização: Na altura das vertebras cervicais.

.

Fossa triangular .

Ponto Constipação . Ponto Anexos do útero 7. Ponto Hipotensor 2. Ponto Hepatite 5.1. Ponto da Articulação Coxofemoral 9. Ponto Pelve 3. Ponto Genitais internos 6. Ponto Shen Men 4. Ponto Cólo do útero 8.

dismenorréia e dores no baixo ventre. prostatite. . • Função: para diagnóstico e tratamento da hipertensão 2. próximo ao bordo interno da anti-hélix.1. Nos homens prostatite. • Diagnóstico: Nas mulheres reação positiva nos casos de inflamação pélvica e dismenorréia. PONTO HIPOTENSOR • Localização: Sobre o bordo interno da fossa triangular. PONTO PELVE • Localização: No ponto onde se originam a cruz superior e inferior do anti-hélix por seu bordo interno. • Função: inflamação pélvica. dores no hipogástrio.

cardiovascular. • Função: ação analgésica. 4. sedante para tosse. . acalma o espírito usado para tratar enfermidades do sistema nervoso. diarréia. • Diagnóstico: quando reativo indica enfermidade dolorosa ou neurastenia. no primeiro terço. dispnéia. função hipotensora. leucorréia. respiratório e digestivo. PONTO HEPATITE • Localização: Entre os pontos hipotensor e ponto ShenMen • Função: tratamento das afecções hepáticas e da vesícula biliar.3. ação antiinflamatória. PONTO SHEN MEN • Localização: Divide a linha entre os pontos hipotensor e ponto pelve em 3 partes. prurido. vertigem.

dismenorréia. leucorréias. indica que a mulher terminou seu ciclo menstrual. hiperplasia do endométrio e disfunções sexuais. endometrites. endócrino. amenorréia. e subcórtex têm reação positiva indica que o paciente é portador de disfunção sexual. Se o ponto tem reação positiva junto com o ponto pelve e próstata indica quadro de prostatite. Nos homens quando estão reativos os pontos genitais internos. coração. Quando aparece telangiectasia com cor cinzento violácea.PONTO GENITAIS INTERNOS/ UTERO • Localização na depressão interna da fossa triangular • Função: menstruação irregular.5. endometrioses. • Diagnóstico: a presença de cordão indica endometrite ou hiperplasia do endométrio. rim. . hemorragia disfuncional uterina.

está na divisão do 1º. terço • Função: anexites. PONTO CÓLO DO ÚTERO • Localização: Entre os pontos genitais internos e pelve • Função: cervicite. • Diagnóstico: Quando este ponto apresenta de coloração rosada e com a presença de descamação de caráter sebáceo indica cervicite. leucorréias. PONTO ANEXOS DO ÚTERO • Localização: Divide em 3 partes uma linha entre os pontos Pelve e genitais internos. Nos homens indica prostatite ou dor em baixo ventre. leucorréia. • Diagnóstico: Nos casos de anexites pode apresentar cordõezinho ou uma proeminência. leucorréias e dismenorréias. Com o 2º. Nos homens pode ser indicativo de prostatite . ectopias do colo.6. 7.

varicocele e da funiculite.8. inflamação da cadeia ganglionar da região inguinal. • Função: para diagnóstico e tratamento da constipação pode haver a presença de corão nos casos de constipação. • Função: algias no hipogástrio. sobre o bordo inferior da fossa triangular. 9. PONTO DA ARTICULAÇÃO COXOFEMORAL • Localização: forma um triângulo entre o ponto da região glútea e o ponto do nervo ciático. PONTO CONSTIPAÇÃO • Localização: forma um triângulo com os pontos ciático e simpático. sobre o bordo inferior da fossa triangular. .

.

Raiz da hélix .

1. Ponto Ouvido central 2. Ponto diafragma .

2.1. libera espasmos. PONTO OUVIDO CENTRAL • Localização: Sobre o nascimento da raiz do hélix (conecta com o nervo vago). • Função: regula a atividade funcional dos órgãos internos. • Função: homeostase sanguínea. indicado também para enurese noturna. espasmos do diafragma. PONTO DIAFRAGMA • Localização: sobre a raiz do hélix. ao nível do conduto auricular. utilizado nas afecções do aparelho digestivo e cardiovascular. tratamento de afecções dermatológicas. . enfermidades hemorrágicas (hemorragia disfuncional uterina).

.

Pontos que circundam a raiz do hélix .

Ponto Cárdia 4. Sigmóide . Ponto Intestino Grosso 8. Ponto apêndice 9. Ponto Intestino delgado 7.1. Ponto Esôfago 3. Ponto Boca 2. Ponto Estômago 5. Ponto Duodeno 6.

PONTO BOCA • Localização: No começo do bordo inferior da raiz da hélix • Função: afecções da cavidade bucal. • Diagnóstico: Se o ponto apresentar depressões revela que no paciente foram realizadas extrações dentárias.1. laringe. gengivite. . Ação sedante para tratamento da insônia. Acalma a tosse utilizado na tratamento da traqueíte aguda e crônica. úlceras bucais. glossite. transtornos da articulação temporomandibular. laringofaringite. Ponto que restabelece o cansaço excessivo onde há perda da força muscular. faringe.

. • Função: esofagite. disfagia. opressão torácica. PONTO CÁRDIA • Localização: Entre o ponto estômago e esôfago. Se o ponto cardia mais área de tumoração 1 mostra reação positiva forte sugere a processo tumoral. 3. • Diagnóstico: se estiver com reação positiva for indica esofagite. PONTO ESÔFAGO • Localização: No terço inferior da borda externa da raiz da hélix.2. se tiver reação positiva mais dor indica perda total do controle esfincteriano da cárdia . • Diagnóstico: reação positiva em pacientes com náuseas ou vômitos de caráter recorrente. se estiver acompanhada de reação positiva forte na região de tumoração 1 indica câncer de esôfago. • Função: refluxo gastroesofágico. náuseas. ao nível do ponto ouvido central. sensação de plenitude torácica.

PONTO ESTÔMAGO • Localização: No ponto onde desaparece a raiz do hélix. • Função: duodenites e úlceras duodenais. • Função: gastrite. cefaléia frontal. . PONTO DUODENO • Localização: No bordo superior da raiz do hélix ao nível do ponto cárdia. histeria e depressão 5. odontalgias. espasmos estomacais e transtornos gastrointestinais. afecções do sistema nervoso. úlceras gástricas.4.

Pela relação interior exterior permite o tratamento de dermatites. úlceras bucais. laringotraqueobronquite . PONTO INTESTINO GROSSO • Localização: bordo superior da raiz do hélix. ao nível do ponto esôfago.6. Pela relação interior-exterior pode tratar hipogalactia. ao nível do ponto boca. distensão abdominal. diarréias. Função: enterite. constipação. proeminência edematosa ao tato 7. afecções da faringe e da laringe. transtornos intestinais. constipação. hematúria. enfermidades do nariz e garganta. PONTO INTESTINO DELGADO • Localização: No bordo superior da raiz do hélix. • Função: dispepsias. • Diagnóstico: Quando reativo sugere transtorno da função de absorção do intestino. distensão abdominal e transtornos gastrointestinais.

diarréia e distúrbios funcionais do intestino • Diagnóstico: alteração de coloração branca – constipação. CÓLON SIGMÓIDE • Localização: está a meia distância entre ID e IG. Somente na orelha esquerda • Função: indicado para constipação. e reação positiva. Somente na orelha direita • Função: apendicite aguda e plastrão apendicular. No plastrão apendicular apresenta proeminência de cor esbranquiçada ao tato. entre os pontos intestino Grosso e intestino delgado. • Diagnóstico: Na apendicite aguda este ponto mostra-se de coloração avermelhada acentuada. 8. PONTO APÊNDICE • Localização: no bordo superior da raiz do hélix. Nos casos de apendicectomia mostra a presença de cordão. 9. para alteração de cor vermelha – diarréia .

.

Concha cimba .

Ponto Vesícula biliar 10. Ponto Rim 7. Ponto Fígado Concha Cimba 6. Ponto Centro da 5. Área da (D) e Pâncreas (E) Hepatomegalia 11. Área da distensão abdominal 12. Ponto Bexiga 9. Ponto Ascite 4. Ponto Próstata e Diabetes 3. Drunk Point . Ponto Ureter 8.1. Ponto Ducto Biliar (D) 2.

artralgias. transtornos intelectuais. espermatorréia. nefrite. dor lombar. enfermidades crônicas. anúria e edema. PONTO RIM • Localização: Na cavidade que se forma por baixo da cruz inferior do anti-hélix. diarréias. . transtornos neurovegetativos. ao mesmo nível do ponto pelve. enfermidades oftalmológicas. • Função: Manutenção e conservação do estado de saúde.1. impotência. neurastenia. • Diagnóstico: o ponto pode estar reativo em muitas enfermidades. estados de astenia e debilidade geral. e dos joelhos. dispepsias. dor no calcâneo. irregularidades menstruais. glomerulonefrite. alopecia areata e seborreíca. tinido e hipoacusia.

3. 2. URETER • Localização: no terço posterior entre o ponto próstata e o ponto Rim • Funções: Para diagnóstico e tratamento de urolitíase . PONTO PRÓSTATA • Localização: No ângulo superior da concha cimba. como prostatite e hiperplasia prostática. por baixo da cruz inferior do anti-hélix no lado mais próximo ao bordo interno do hélix. sepse no sistema urogenital e transtorno da função sexual. Nos homens este ponto reativo certifica o diagnóstico de prostatite. • Diagnóstico: Nas mulheres se este ponto estiver reativo junto com o ponto da uretra sugere o diagnóstico de sepse das vias urinárias. • Funções: afecções da próstata.

elimina a umidade calor patogênica da mesma. glomerulonefrite. indica infecção de caráter agudo do aparelho genital. Se o ponto tem uma reação positiva e o ponto uretra. além da reação positiva mostra a presença de um cordão . disúria. • Diagnóstico: Se o ponto mostra dor intensa à pressão associada a uma reação positiva no ponto uretra.4. trata polaciúria. PONTO BEXIGA • Localização: traçando uma linha desde o ponto próstata até o ponto rim o ponto está no primeiro terço da mesma. • Funções: Regula a atividade funcional da bexiga. . retenção urinária. ao nível do ponto constipação. indica afecção de curso prolongado do aparelho urogenital.

• Diagnóstico: Nas alterações patológicas funcionais o ponto se torna reativo (hepatomegalia) . trata vertigens. epilepsias. Controla a região intercostal. hipertensão. gastrite crônica e da distensão abdominal. afecções ginecológicas. vasculares . afecções do aparelho urogenital. intumescimento dos membros. neuroses. enfermidades dos olhos. elimina fleuma. utilizado no tratamento de hepatite crônica. • Função: Favorece a atividade funcional do fígado e a drenagem da vesícula biliar. ativa a circulação de sangue e tonifica a energia. discrasias sanguíneas. seqüelas das hepatites. PONTO FÍGADO • Localização: Localiza no bordo póstero-superior da concha cimba. cefaléias do vértex. espasmos de mãos e pés. afecções das vias biliares. fortalece a função do baço e do estômago. paralisia facial. desobstrui os canais e acalma a dor.5.

distensão e plenitude intercostal. Trata enfermidades das vias biliares. enxaqueca. PONTO VESÍCULA BILIAR (D) E PÂNCREAS (E) • Localização: entre o ponto fígado e o ponto rim. herpes zoster. rigidez de nuca. está localizado no centro da concha cimba. litíase renal. tratamento de dismenorréia. Este ponto representa na orelha esquerda ao pâncreas e na orelha direita a vesícula biliar. prostatite. PONTO CENTRO DA CONCHA CIMBA • Localização: Também chamado de ponto da região periumbilical.6. áscaris nas vias biliares . gosto amargo na boca. • Função: Diagnóstico e tratamento das dores periumbilicais. • Função: utilidade diagnóstica e tratamento na pancreatite e no diabetes melito. 7. dores abdominais. surdez. tinido.

PONTO DUCTO BILIAR (D)/DIABETES (E) • Localização: Ducto biliar está entre duodeno e pâncreas na orelha direita e o ponto diabetes está na orelha esquerda 9. edema por distúrbios endócrinos. PONTO ASCITE • Localização: No terço superior entre Rim e Duodeno • Função: trata retenção hidrica.8. . obesidade. angioedema.

acima da área da Esplenomegalia • Funções: diagnóstico e tratamento da hepatomegalia 11. Area da Hepatomegalia • Localização: posterior ao ponto Estômago. diagnóstico e tratamento de distensão abdominal . ID.10. duodeno. apendice e IG • Funções: flatulência. Area da distensão abdominal • Localização: area compreendida entre os pontos Rim. Ureter. Bexiga.

12. AQUECEDOR INFERIOR • Localização: Entre Bexiga e Intestino Grosso • Função: diagnóstico de dor de dente ou caries dentárias . DRUNK POINT • Localização: no terço superior entre Rim e ID • Função: indicado para tratamento de alcoolismo 13.

.

Concha Cava .

Área da Esplenomegalia 9.1. Ponto Pulmão 3. Blood Point . Ponto San Jiao 7. Ponto da Tuberculose 8. Ponto Baço 6. Ponto Traquéia 4. Ponto Brônquios 5. Ponto Coração 2.

PONTO CORAÇÃO • Localização: No centro da concha cava. regula a pressão arterial. glossite. ativa a circulação de sangue. hiperidrose. hipertensão. • Função: Atividade funcional ampla incluindo fortalecimento da atividade funcional do coração.1. faringite. enfermidade de Raynaud. nos casos de palpitação e transtornos do sono pode-se encontrar nesta área uma depressão de forma circular e de coloração vermelha ou edema. neurastenia. acalma o espírito. neuroses. transtorno do sono. cardiopatias e transtornos da condução elétrica do coração. vasculites. • Diagnóstico: No caso de neurastenia os pontos área e ponto da neurastenia. disartria e úlceras bucais. subcórtex e Shen Men mostram reação positiva. . trata enfermidades cerebrovasculares.

diverticulose.• 2. PONTO PULMÃO • Localização: Está acima e abaixo do ponto Coração. O Ponto inferior é o ponto homolateral • Funções: Trata dispnéia. dermatites. sinusite. rinite. para todas as afecções do sistema respiratório. constipação. asma. . resfriados. afonia. alopécia. bronquite. tosse. estados edematosos. O ponto superior é o Pulmão contralateral. pneumonias. faringite.

• Função: Acalma a tosse. elimina a fleuma. PONTO BRÔNQUIOS • Localização: Entre o ponto traquéia e o ponto pulmão. epiglotite. traqueíte. periodontite. trata laringites aguda e crônica. elimina a fleuma. pode-se perceber um cordão ao tato. PONTO TRAQUÉIA • Localização: Entre o conduto auditivo externo e o ponto coração. dispnéia. • Diagnóstico: Na Bronquite aguda apresenta reação positiva forte. pulpite e gengivite. laringotraqueobronquite. bronquites aguda e crônica. drena a garganta.3. epiglote. 4. asma bronquial. Na bronquiectasia há presença de mútiplos cordõezinhos na exploração tátil com menor freqüência podem-se apresentar aranhas vasculares que cobrem de forma horizontal em direção á área do pulmão. e bronquiectasia. • Diagnóstico: diagnóstico da laringite. • Função: acalma a tosse. na bronquite crônica o ponto mostra uma proeminência em forma de gomo que pode estar acompanhada de pápulas. .

afecções hemorrágicas. inflamação dos lábios. algias lombares e dos membros.5. PONTO BAÇO • Localização: no bordo supra-externo da concha cava. . da vagina. hérnias. atrofia muscular e perda de força muscular dos quatro membros. glossite. prolapsos de estômago. ascites. úlceras bucais. dos ombros. • Função: Tratamento de transtornos do sistema digestivo. do reto. dispepsias. hemorragia uterina. • Diagnóstico: A presença de reação positiva acompanhada de uma proeminência e um cordão ao tato indica presença de esplenomegalia. afecções edematosas. eczema de pele. da espalda. vesical. na metade da distância entre o ponto estômago e a fossa do intertrago. distensão abdominal. diarréia. constipação. metrorragia.

facial e vago. constipação.6. dor intercostal. neuralgia do trigêmeo. espasmos da musculatura facial. tratamento de paralisia facial. na zona onde se reúnem os pontos dos nervos glossofaríngeo. do sistema digestivo. a meia distância do bordo inferior do conduto auditivo e o ponto subcórtex. PONTO SAN JIAO • Localização: está por baixo do conduto auditivo externo. odontalgia e afecções da cavidade bucal. tinido. • Diagnóstico: Este ponto apresenta reação positiva nos casos de distensões abdominais e nos edemas superficiais . edemas discretos. • Função: tratamento das enfermidades do aparelho urogenital. distensão abdominal.

ÁREA DA ESPLENOMEGALIA • Localização: traçar uma linha horizontal entre estômago e a antihélix. terceira linha entre tronco cerebral e baço e a quarta linha está na borda interna da antihelix • Funções: diagnóstico e tratamento da esplenomegalia 9. 7. linha vertical com o Baço. PONTO DA TUBERCULOSE • Localização: forma um triângulo entre o ramo inferior do ponto pulmão e do ponto coração. • Função: importante para o diagnóstico do quadro de tuberculose pulmonar e extrapulmonar 8. Blood Point • Localização: no centro da área da esplenomegalia • Funções: tratamento das doenças do sangue .

.

INCISURA DO INTERTRAGO .

INCISURA DO INTERTRAGO 1. Ponto Visão 2 4. Ponto Hipertensor 5. Gonadotrofina . Ponto Visão1 3. Ponto ovário 6. Ponto Endócrino 2.

esclerodermia). dispepsias. • Função: Regula as funções do sistema endócrino. enfermidades alérgicas e infecciosas. lúpus eritematoso. menstruações irregulares .5 mm para dentro. a 0. como nefrites. trata edemas de origem endócrina ou vascular. eczemas e obesidade. PONTO ENDÓCRINO • Localização: está na parte mais baixa da incisura do intertrago. enfermidades do colágeno (artrite reumatóide. diabetes melito. gastrite atrófica.1. inflamação pélvica. disfunção da glândula tireóide. • Diagnóstico: empregado para diagnóstico das enfermidades urogenitais.

queratite e outras afecções oftalmológicas. PONTO HIPERTENSOR • Localização: no bordo inferior da incisura intertrago entre os pontos visão 1 e 2 • Função: ponto específico no diagnóstico e tratamento da hipotensão. retinite. PONTO VISÃO 1 • Localização: no bordo ântero-inferior da incisura do intertrago. 3. • Função: diagnóstico da ametropia 4. PONTO VISÃO 2 • Localização: no bordo póstero-inferior da incisura do intertrago. . • Função: tratamento de glaucoma.2.

amenorréia e hemorragia uterina disfuncional . disordens menstruais. hemorragias uterinas de caráter funcional. 5. anexites. Função: trata transtornos menstruais. GONADOTROFINA • Localização: a meia distância entre ovário e visão 2 • Função: detecta patologias endócrinas. PONTO OVÁRIO • Localização: na incisura do intertrago. infertilidade. sobre o começo do bordo externo do antítrago. edema ou um cordãozinho ao tato indica alterações no ovário (cistos) 6. • Diagnóstico: a reação positiva do ponto associada a uma proeminência. hipofunção e impotência sexual.

.

Hélix .

libido 6. Pontos Hélix 1 a 6 orelha 8. Ponto nervo occipital 2. Ponto ápice da 7. Hélix 1. Ponto genitais 9. Ponto ânus menor 3. Ponto Yang do Fígado . Área de tumor II 4. Ponto uretra 11. Ponto reto 12. Simpático externo 5. Área de tumor I externos 10.

1. neurastenia. antialérgica. hipotensora. vertigens. clareia visão. hipertensão. PONTO ÁPICE DA ORELHA • Localização: No ponto mais alto do pavilhão auricular na ponta que se cria ao dobrar o pavilhão para frente. Se a região apresentar pregas com mudança de coloração indica que o paciente é portador de prurido anal. • Função: função antiinflamatória. fissura anal etc. cefaléias. para casos de hipertermias. a nível do bordo inferior da cruz superior do anti-hélix. antipirética. enfermidades oftalmológicas e dermatites em geral 2. externas ou mistas. • Função: tratamento de hemorróidas internas e externas ou mistas. PONTO ÂNUS • Localização: Sobre o hélix. prolapso retal e prurido anal • Diagnóstico: para diagnóstico de hemorróidas internas. .

. PONTO ÓRGÃOS GENITAIS EXTERNOS • Localização: sobre o hélix.3. impotência • Diagnóstico: Exame diagnóstico dos genitais externos pele com textura porosa. prurido genital. • Função: tratamento das afecções dos órgãos genitais externos. no nível do ponto próstata • Função: afecções uretrais . no nível do ponto simpático. polaciúria e poliúria etc. eczema do escroto. como uretrites. prostatite. acompanhada de pregas. enurese noturna. sepse das vias urinárias baixas. indica prurido genital 4. ou mudança de coloração. PONTO URETRA • Localização: Sobre o hélix.

no nível do ponto intestino grosso • Função: tratamento das hemorróidas internas e externas. PONTO YANG DO FÍGADO • Localização: Localiza-se no tubérculo auricular • Função: tratamento da síndrome de ascensão do Yang do fígado e das hepatites. da incontinência fecal. do prolapso retal. das enterites e das disenterias bacilares. • Diagnóstico: o ponto apresenta reação positiva e coloração avermelhada no ponto intestino grosso sugere a presenç a de diarréia ou enterite 6. .5. PONTO RETO • Localização: sobre o hélix.

de cima para baixo são 6 pontos • Função: Estes pontos em conjunto tem função anti-inflamatória e no curso de enfermidades febris. 8. sensação de parestesia em uma parte do corpo produzida pela neurose. no bordo interno do tubérculo auricular • Função: efeito sedante e analgésico. NERVO OCCIPITAL MENOR • Localização: No nível do ponto Yang do Fígado.7. divide em 5 secções. trata cefaléia occipital. neuralgia do nervo occipital menor e dor do pavilhão auricular. PONTOS HÉLIX de 1 a 6 • Localização: Estes pontos se distribuem desde o tubérculo auricular para baixo até o bordo inferior da curvatura do lóbulo da orelha. . seqüela dos acidentes cerebrais.

9. ÁREA DE TUMOR II • Localização: na parte interna do canto superior do tubérculo da hélix • Função: diagnóstico de tumor através da inspeção e palpação. a presença de coloração acinzentada ou marrom escura indica a presença de tumor no corpo . ÁREA DE TUMOR I • Localização: entre Hélix 4 e Hélix 6 • Função: diagnóstico de tumor somente por detecção elétrica 10.

SIMPÁTICO EXTERNO • Localização: está localizado no canto externo da helix. migrânea e cefaléia de topo. LIBIDO • Localização: está localizado no canto interno da hélix • Funções: indicado para tratamento de impotência e hipofunção sexual. 12. . vertigem. ao nível da cruz inferior da antihélix • Função: indicado para patologias oculares.11. cefaléia frontal.

.

Dorso da Orelha .

Dorso da Orelha • Raiz superior do Pavilhão • Raiz central do Pavilhão • Raiz Inferior do Pavilhão • Sulco Posterior da Orelha • Ponto Coração do dorso da Orelha • Ponto Baço do dorso da Orelha • Ponto Rim do dorso da Orelha • Ponto Fígado do dorso da Orelha • Ponto Pulmão do dorso da Orelha .

RAIZ CENTRAL DO PAVILHÃO • Localização: Na parte média da linha que une a raiz superior e inferior do dorso da orelha. RAIZ SUPERIOR DO PAVILHÃO • Localização: Na proeminência póstero-superior que forma a raiz superior do pavilhão • Função: tratamento da epistaxe 2. diarréia. cefaléia . duodenite. ao mesmo nível da raiz do hélix • Função: tratamento da colecistite.1. nas vias biliares. úlcera péptica. colelitíase. taquicardia. obstrução nasal. ascaridíase.

• Função: diagnóstico da hipertensão e hipotensão e tratamento da hipotensão arterial .3. SULCO POSTERIOR DA ORELHA • Localização: Por trás da cruz superior e inferior do anti- hélix. na depressão que se forma um Y. RAIZ INFERIOR DO PAVILHÃO • Localização: No ponto onde se insere o lóbulo da orelha com a face • Função: utilizado no tratamento da hipotensão e nos transtornos do sistema endócrino 4.

6. por trás do ponto Shen Men • Função: tratamento das palpitações. ou insônia. hipertensão e cefaléias. PONTO CORAÇÃO DO DORSO DA ORELHA • Localização: Na parte superior do dorso da orelha. sonhos excessivos e pesadelos. dispepsias e anorexias . úlcera péptica. PONTO BAÇO DO DORSO DA ORELHA • Localização: Na área central do dorso da orelha • Função: tratamento da gastrite.5.

e dores do hipocôndrio. . 9. da bronquite. cólica hepática. por trás do ponto cérebro • Função: tratamento de cefaléias. asma e dermatites atópicas. vertigens neurastenia. PONTO FÍGADO DO DORSO DA ORELHA • Localização: tratamento da colecistite.7. PONTO PULMÃO DO DORSO DA ORELHA • Localização: Na parte central do dorso da orelha. transtornos do sistema vegetativo e nas neuroses 8. colelitíase. PONTO RIM DO DORSO DA ORELHA • Localização: Na parte inferior do dorso da orelha. mas por dentro do ponto baço • Função: tratamento da laringotraqueobronquite.

.

Princípios do Diagnóstico Auricular .

do tronco. sendo capaz de funcionar como um receptor de sinais de alta especificidade. dos órgãos do sentido enfim de todo o organismo. dos tecidos.• O Pavilhão auricular conforma um microssistema. dos quatro membros. podendo refletir todas as mudanças fisiopatológicas dos órgãos e vísceras. dos órgãos. .

também desaparecer depois de cura da enfermidade ou ficar como uma marca da mesma. mudanças de coloração. descamações. desde mudanças no limiar doloroso. • Todas estas reações positivas podem aparecem no pavilhão auricular. mudanças morfológicas nestas áreas. presença de telangiectasias. eczemas.• As reações positivas podem ser de diferentes tipos. . ainda antes que a enfermidade manifeste e.

morfológicas.Diagnóstico através da observação • Observamos mudanças de coloração. Com essa informação podemos determinar se a enfermidade possui caráter agudo ou crônico e sua localização. • MUDANÇAS DE COLORAÇÃO .Cor cinza-escuro . aranhas vasculares. vermelho pálido e escuro) .Cor Parda ou castanho escuro . pápulas.Cor vermelha (vermelho-brilhante.Cor branca . descamações.

Podem se apresentar manifestações de aspereza.• PROEMINÊNCIAS . gomos ou fatias • POROSIDADES E IRREGULARIDADES . e espessamento na área ou no ponto são vistas com frequência nas enfermidades dermatológicas . porém pode-se encontrar em forma de cordões ou pequenos ramos.Se apresentam em forma de nós. • DEPRESSÕES . linhas.Podem ser em forma de sulcos. rugas.

Apresenta-se com cor esbranquiçada que quando ao ser raspada. indica dermatite seborréica ou psoríase.Aparece nas enfermidades dermatológicas (dermatite seborréica) descamação na área da alergia e no ponto pulmão. desprende-se com facilidade. .• REAÇÃO DE DESCAMAÇÃO .Nas afecções ginecológicas de caráter inflamatório e nas leucorréias descamação na fossa triangular . .Descamação de todo pavilhão.Descamação no ponto esôfago e cárdia indica transtornos dispépticos . .

as angiectasias . bronquite.Podem expressar-se de diferentes formas como pápulas em forma de pontos ou vesículas com coloração vermelha. • REAÇÕES VASCULARES . ou cinza-escuro pode indicar prurido. cordões. pregas. em forma de rede. branca.As mais comuns são as telangiectasias. diarréias.• REAÇÕES EM FORMA DE PÁPULAS . arritmias cardíacas. neurodermatite. dermatites atópicas.

podendo ser observado com mais evidência nas enfermidades agudas e tumores.Diagnóstico através dos pontos dolorosos à pressão • Num estado patológico podemos encontrar na zona correspondente. uma diminuição do limiar doloroso. O uso deste diagnóstico é mais conveniente em patologias agudas. enfermidades dolorosas e tumores. .

Determina se a enfermidade é de caráter agudo ou crônico. coloração e o tempo de permanência. . Nesta marca são todas diferentes características como a profundidade. podem se observar mudanças morfológicas como proeminências e edemas. a pressão sobre estes pontos produz uma marca ou impressão como parte da reação do ponto.Diagnóstico através da Marca deixada à pressão • Nos pontos do pavilhão que guardam estreita relação com a patologia .

todo o desenvolvimento e evolução da mesmo vão ficando marcados no pavilhão auricular. cordõezinhos. edemas que ajudam a completar o conhecimento da enfermidade e determinar sua cronicidade . • Com o uso de um lápis explorador podemos encontrar no pavilhão proeminências.Diagnóstico através da palpação • Quando se produz uma enfermidade. depressões. Mesmo depois de desaparecer a enfermidade se mantém as reações nos pontos.

Diagnóstico através da exploração elétrica • Diante de um quadro patológico os pontos que possuem relação com a enfermidade produzem uma queda da resistência elétrica da num alcance de 20 – 500 quilo- ohms. ou um miliamperímetro • O paciente segura o pólo negativo e com a ponto do explorador examinam os pontos . uma lâmpada indicadora. sendo de 5 a 10 mega-ohms nos pontos que não guardam relação com a enfermidade • Para isso um equipamento explorador mostra os pontos de baixa resistência elétrica por variações auditivas.

.

.

.

.

.

.

PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO AURICULOTERAPÊUTICA .

Dorso da orelha . Hélix . Concha cimba . Fossa escafóide . Em torno da raiz do hélix . Incisura do antitrago . anti-hélix . Lóbulo da orelha . Cruz superior e inferior do anti-hélix . Exploração de acordo com a anatomia • Realiza-se da seguinte forma: . Concha cava . Antitrago . Fossa triangular .

Vesícula biliar. etc.se exploram no pavilhão auricular esquerdo • Pulmão e rins – explorados em ambos pavilhões . coração. Exploração Individuais na Exploração de ambas as orelhas • Fígado. baço . intestino delgado e grosso. – exploram no pavilhão auricular direito • Pâncreas. apêndice.

razão pela qual o valor da sua resistência elétrica é muito menor do que nos adultos . que favorece a condutividade elétrica de toda a superfície auricular e com isso os pontos se mostram positivos em todos os casos • A pele do pavilhão auricular das crianças é mais fina e delicada. este não deve ser higienizado nem manipulado. Considerar • Antes de explorar o pavilhão auricular. com a limpeza incrementamos a irrigação sanguínea e a temperatura do pavilhão auricular.

Considerar • Existem pontos fisiologicamente sensíveis e aqueles que se apresentam patologicamente sensíveis • Esterilizar o pavilhão antes de proceder o tratamento .

Infecções • Ocorrem por inadequada assepsia do pavilhão auricular antes do tratamento • A cartilagem do pavilhão auricular possui irrigação sanguínea reduzida em relação ao restante do corpo.É mais frequente com o uso da agulha permanente ou da agulha intradérmica • INFECÇÃO DA CARTILAGEM . como resultado pode-se produzir infecções difíceis de curar • INFECÇÃO DA PELE .Se produz por causa de uma infecção da pele do pavilhão auricular que não foi tratada adequadamente .

TÉCNICAS DE TRATAMENTO AURICULOTERAPÊUTICO .

• Tratamento com agulhas filiformes • Tratamento com agulha intradérmica ou permanente • Tratamento com eletroauriculopuntura • Tratamento com colocação de sementes • Tratamento de mesopuntura • Tratamento mediante cortes e emplastos de medicamentos • Tratamento mediante parches medicinais • Tratamento com moxibustão • Tratamento mediante sangria • Tratamento com radioisótopos • Tratamento com magnetoterapia • Tratamento com laserpuntura • Tratamento com brincos • Tratamento com martelo de flor de ameixeira • Tratamento mediante massagem .

Com a mão esquerda sustenta parte do pavilhão.Primeiramente deve-se realizar uma massagem no pavilhão auricular para facilitar a irrigação sanguínea e posteriormente a assepsia da área .Consiste no uso de agulhas filiformes. com a mão direita executa a manobra de puntura que deve ser com agilidade e rapidez . triangulares. perfurações ou pequenos cortes em zonas e veias específicas do pavilhão auricular com objetivo de sangrar . intramusculares ou bisturi oftalmológico para realizar picadas.• TRATAMENTO MEDIANTE SANGRIA .

Trata zumbido. trata enfermidades agudas e crônicas e febre • Sangria no sulco hipotensor . tontura e hipertensão . hipertensão. sedante. inflamações de garganta. sedante e analgésica. soluciona a mente e clareia a visão usada nos casos de febre alta. antiinflamatória. • Sangria em Ponto Yang do Fígado . cefaléia. hipotensora. choque ou perda de conhecimento. bronquite . enfermidades oftalmológicas etc. antiinflamatória.• Sangria no ápice da orelha -Tem função antipirética. conjuntivite aguda. visão turva e tontura • Sangria de ápice do trago . alergias.Sangria no dorso da Orelha .Tem função antipirética.Realiza-se no terceiro ramo das veias posteriores da orelha e trata enfermidades dermatológicas.Trata cefaléia. antialérgica.

GUIA GERAL PARA TRATAMENTOS AURICULARES .

Seleção de pontos para tratamento • Segundo a zona correspondente • Segundo a diferenciação sindrômica por Zang Fu e por canais e colaterais • Critérios da Medicina Moderna • Segundo a função do ponto • Segundo experiência clínica .

Seleção segundo a zona correspondente • Como os processos patológicos são refletidos no pavilhão auricular. articulação do ombro e o ponto ombro • O ponto de reação positiva é o principal ponto relacionado com a patologia. sendo este o mais importante no tratamento . a localização exata do ponto da zona correspondente precisa ser o primeiro objetivo de estudo na auriculoterapia • Os pontos da zona correspondente estão ligados ao sintoma principal • Ex: Numa periartrite de ombro selecionam-se os pontos: clavícula.

Seleção segundo a diferenciação de síndromes por Zang Fu e por canais e colaterais • Fundamentada nos critérios da MTC • Ex: Cabelo (Rim) – Alopecia • Ex: Dermatite (Pulmão) – Dermatite A teoria dos canais e colaterais se constitui uma base para selecionar pontos • Ex: ciatalgia (Canal da bexiga) – pontos da bexiga • Cefaléia Shao Yang – pontos da vesícula biliar .

Segundo o critério da medicina moderna • Ex: úlcera péptica (associada a excitação mental excessiva – ponto subcórtex digestivo • Ex: enurese – pontos hipófise. endócrino e tálamo .

analgesia • Ex: Sangria de ápice de orelha – antipirética. antiinflamatória. sedante. hipotensora. antialérgica . Segundo sua função • Está relacionado com as funções específicas que realizam os pontos • Ex: Shen Men .

Segundo a experiência clínica • Baseia na experiência clínica de cada médico • Ex: Pontos Occipital e Shen Men – função analgésica. sedante sonífera. • Ex: Pontos fígado. San Jiao. centro da concha cimba e subcórtex – para distensão abdominal . Baço.

distensão e frialdade • Reações em outras partes do corpo: sensação de calor ou de conforto. melhora do apetite. sensação de sono e tranquilidade . melhora do movimento peristáltico. Reações comuns esperadas durante a auriculoterapia • No pavilhão auricular: sensação de entumescimento. pode apresentar movimento involuntário dos músculos. • Reações sistêmicas: aumento da força e da vitalidade. sensação de fluxo que corre para os membros • Reações a nível dos canais e colaterais: distensão. intumescimento e formigamento etc.

ausência de De Qi.• Reação conectiva: há casos. produz melhora de outros sintomas • Reação com retardo: Nos casos onde não há resultado após um ciclo de tratamento • Reação de caráter intermitente: Não se deve manter um tratamento contínuo durante um tempo prolongado. em que ao tratar a queixa principal. pois diminui a capacidade terapêutica do ponto auricular • Reação letárgica: paciente que não encontramos reação dos pontos. resultados terapêuticos escassos • Reação de efeito contrário: Há casos em que não só se deixar de obter o resultado terapêutico como aparece um agravamento da sintomatologia .