Você está na página 1de 68

BIO-QUIMICA

HORMÔNIOS

Profa. Rosilene Linhares Dutra

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Hormônios
BIO-QUIMICA

• Substâncias químicas que transferem informações e


instruções entre as células;

• Mensageiros químicos do corpo: regulam


crescimento, desenvolvimento, controlam funções
de tecidos, auxiliam funções reprodutivas e regulam
metabolismo;

• Sistema nervoso: transmite informações via


impulsos elétricos rapidamente, efeito imediato de
curto prazo;

• Sistema hormonal: mais vagaroso efeitos mantêm-se


por período mais longo.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Sistema Endócrino
• Conjunto de células especializadas formam glândulas
que liberam substâncias químicas no sangue: Hormônios;

• Via de transporte - sistema circulatório;

Hormônios com ação sistêmica  atua vários tecidos do


corpo;
Ex. Hormônio do Crescimento

Hormônios com ação específica - atua Tecido-Alvo;


Ex: Hormônio antidiurético (ADH) : ação nos rins.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Tipos de glândulas

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Glândulas endócrinas BIO-QUIMICA

HIPÓFISE
TIREÓIDE
PARATIREÓIDE

T I M O

SUPRARENAIS

PÂNCREAS

OVÁRIOS

TESTÍCULOS

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Glândulas endócrinas:
BIO-QUIMICA

Hipófise (8 hormônios) - cavidade óssea, abaixo do


hipotálamo;

Tireóide (3 hormônios) - parte anterior do pescoço,

Paratireóide (1 hormônio) - atrás da tireóide;

Supra-renais (4 hormônios) – acima de cada rim;

Ilhotas de Langerhans – Pâncreas (3 hormônios); atrás


e abaixo do estômago

Ovários (2 hormônios) - Cavidade pélvica;

Testículos (1 hormônio) - bolsa Escrotal.


Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com
BIO-QUIMICA

Hipófise (Pituitária)
Formada por 2 partes distintas:
• Hipófise anterior ou adeno-hipófise (controle
glandular)
• Controle pelo hipotálamo
• Secreção de estimulantes ou inibidores de todos
hormônios da hipófise anterior sangue.

Secreção de 6 hormônios:
- Hormônio crescimento
- Hormônio tireoestimulante
- Hormônio adrenocorticotrópico
- Hormônio prolactina
- Hormônio foliculoestimulante
- Hormônio luteinizante
Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com
Hipófise posterior ou
BIO-QUIMICA

neurohipófise

Secreção de 2 hormônios:

- Hormônio antidiurético
- Hormônio ocitocina

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


ESTRUTURA QUÍMICA
BIO-QUIMICA

3 classes de hormônios:

1- proteínas e polipeptídios insulina e glucagon


2- esteróides cortisol e aldosterona
3- derivados da tirosina tiroxina e epinefrina

Hormônios polipeptídicos: armazenados em vesículas


secretórias até ser utilizado;

Hormônios esteróides: sintetizados do colesterol, não são


armazenados são lipossolúveis

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Tipos de
comunicação
BIO-QUIMICA

Comunicação Endócrina

Mediador age em células que são


alcançadas via corrente
sanguínea;

Célula endócrina: sintetiza e


secreta o mediador
diretamente na corrente
sangüínea

Célula alvo: células que possuem


receptores hormonais cuja
função será controlada pela
ação do hormônio.

• Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


COMUNICAÇÃO A LONGA DISTÂNCIA BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

TRASPORTE NO SANGUE
H. Peptídicos: HIDROSSOLÚVEIS;

H. Esteróides e Tireóideos  lipossolúveis


ligados a proteínas plasmáticas;

Enquanto ligados às proteínas - inativos;


Hormônios ligados às proteínas - reservatório.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Especificidade da ação hormonal


Alguns hormônios exercem efeitos sobre todos os
tecidos do corpo;

Maioria atua sobre um órgão específico, em receptor


hormonal;
Para ocorrer resposta, célula-alvo precisa ter
RECEPTORES ESPECÍFICOS;

LOCALIZAÇÃO:
Superfície de Membrana  H. Peptídicos
Núcleo  H. Tireóideos e H. Esteróides
Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com
BIO-QUIMICA

RECEPTOR
HORMÔNIO + =

EFEITO

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Receptores na Membrana Plasmática

• Hormônios peptídicos e polipeptídicos


• Catecolaminas e outros neuro-transmissores
• Prostaglandinas

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Receptores de membrana

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Atravessam a membrana e atuam no


núcleo:

• Hormônios esteróides
• Hormônio tireoidiano
• Retinóides
• 1,25 (OH)2 vitamina D

PASSAGEM LIVRE PELA MEMBRANA PLASMÁTICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Receptores nucleares BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Hormônios Tróficos
• Trópicos ou tróficos - atuam sobre outras glândulas
endócrinas, comanda secreção de outros hormônios:

• Hormônio adrenocorticotrópico = ACTH;


• Hormônio estimulante da tireóide = TSH;
• Hormônio luteinizante = LH;
• Hormônio folículo-estimulante =FSH;
• Hormônio do crescimento =GH;
• Prolactina;

• Sintetizados, armazenados e secretados pela hipófise


anterior (Adeno-hipófise).

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com
Hormônios
BIO-QUIMICA

reguladores do metabolismo
• Somatotrófico: atua no crescimento;

• Tireotrópicos: atuam sobre a glândula endócrina


tireóide;

• Adrenocorticotrópicos: atuam sobre o córtex da


glândula endócrina adrenal (supra-renal);

• Gonadotrópicos: atuam sobre as gônadas masculinas e


femininas.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Hormônios
BIO-QUIMICA

reguladores do metabolismo
• Hormônio do crescimento - GH
• Hormônios tireoideanos – T3/T4
• Hormônio glicocorticóide – Cortisol
• Hormônio adrenal – Adrenalina
• Hormônios pancreáticos – Insulina/ Glucagon

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Hormônio crescimento BIO-QUIMICA

• Polipeptídeo (191 aminoácidos)


• Secretado pela hipófise anterior durante toda a vida

• Função:
• Adolescência- desenvolvimento e aumento dos
tecidos corporais

• Após Adolescência- síntese de proteínas e


elementos celulares
• Crescimento para, exceto mandíbula e nariz
• Aumenta síntese de proteínas
• Diminui utilização de carboidratos pelas células
• Aumenta mobilização de gordura para energia

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

FUNÇÕES DO GH
• Diminuição captação de glicose por Musc. esquelético e
Tec.Adiposo;
• Aumento da GLICOGENÓLISE
• AUMENTO da secreção de insulina

• Aumento Nível da GLICEMIA;

• Efeitos do GH chamados DIABETOGÊNICO;

• Secreção excessiva pode gerar quadro semelhante à


Diabete Tipo II.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Hormônio tireoestimulante
Secretado pela hipófise anterior

• Tiroxina
• Aumenta velocidade de reações químicas nas células
• Mecanismo desconhecido
• Aumento de mitocôndrias

Função:
• Controle secreção glândula tireóide (aumento células
tireoidianas)
• Controla a tireóide

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


HORMÔNIOS DA TIREÓIDE BIO-QUIMICA
GLÂNDULA TIREÓIDE

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Regulação da atividade da tireóide BIO-QUIMICA

Hipotálamo Hormônio Liberador


Do TSH Hipófise

TSH

T3 e T4

AUMENTO DO
METABOLISMO

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Paratireóide
Secreção do hormônio paratireoidiano

Paratormônio

• Pequeno polipeptídeo (PM 9.500);

• Secretado pelas glândulas paratireóides;

• Ativa os osteoclastos nas cavidades dos ossos;

• Aumento da secreção quando concentração de


cálcio cai abaixo do normal.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Alterações hormonais
• Hipotireoidismo = diminuição ou ausência
de tiroxina

• Diminuição da atividade celular até


metade

• Hipertireoidismo = aumento de tiroxina

• Aumento da atividade celular até dobro do


normal

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Tetania hipoparatireoidiana

Perda das glândulas paratireóides, levando a ausência


do hormônio seguida de morte.

• Função:
• Regulação da concentração de cálcio nos líquidos;

• Liberação dos sais de cálcio dos ossos;

• Absorção de cálcio pelo intestino e túbulos renais.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


GLÂNDULA ADRENAL BIO-QUIMICA

Supra renal

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Hormônio adrenocorticotrópico
(ACTH)

• Secretado pela hipófise anterior

Função:
• Controle secreção hormônios supra-renais
(aumento células supra-renais)
• Controla atividade das supra-renais

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

GLÂNDULA ADRENAL

• Medula e córtex - secretoras de hormônios diferentes,


comporta-se como duas glândulas;

• Córtex: secreta três tipos de hormônios:


glicocorticóides, mineralocorticóides e androgênicos;

• Medula: secreta os hormônios chamados


catecolaminas

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Córtex
• Zona glomerulosa: produz mineralocortióides
(aldosterona e desoxicorticosterona), responsáveis
pelo equilíbrio do sal no organismo;

• Zona fasciculada: secretam glicocorticóides


(cortisol e corticosterona), envolvidos no
metabolismo dos carboidratos;

• Zona reticular: produz hormônios androgênios,


glicocorticóides e outros hormônios como
progesterona e estrógeno.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Hormônios da Córtex

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Hormônios da medula

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA
AÇÃO DOS GLICOCORTICÓIDES-
CORTISOL

- Hormônio essencial à vida


- Mantém Gliconeogênese: glicose a partir de proteína
-Estimula Glicogenólise, por estimular o Glucagon;
- Facilita o metabolismo das Gorduras;

Efeito metabólico - CATABÓLICO e ANTIANABÓLICO e


DIABETOGÊNICO.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

AÇÃO DO CORTISOL
BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Aldosterona
BIO-QUIMICA

Hormônio esteróide
mineralocorticóide –
regula o balanço de
Na e K no sangue.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


CONTROLE HORMONAL
ADH: Hormônio anti-diurético (vasopressina). Aumenta a
absorção de água pelos túbulos coletores;

Aldosterona: ao detectar queda de pressão sangüínea, as


células do rim secretam hormônios que estimula a
adrenal a produzir aldosterona;

Estimula a reabsorção de sódio e aumenta a reabsorção


de água, volume e pressão sangüínea.
BIO-QUIMICA

MEDULA ADRENAL
- Hormônio Catecolaminérgico: ADRENALINA;
- Pequenas quantidades de Noradrenalina;

EFEITOS METABÓLICOS DA ADRENALINA

Aumento glicogenólise e gliconeogênese;


Aumento da lipólise;
Aumenta secreção de glucagon;
Diminui secreção insulina.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


EFEITOS DA ADRENALINA
BIO-QUIMICA

Todo efeito visa PREVENIR


HIPOGLICEMIA ou RESTAURAR níveis GLICOSE plasma.

NO EXERCÍCIO:

• promove uso do glicogênio muscular;

• eficiente uso do Lactato para Gliconeogênese

• fornece Ác.Graxos livres como fonte alternativa de


combustível.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


EFEITOS METABÓLICOS DA ADRENALINA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


HORMÔNIOS DO PÂNCREAS BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

PÂNCREAS

Composto por 3 tipos diferentes de células:

Célula β  fonte de INSULINA


*

*
Célula α  fonte de GLUCAGON

*
Célula δ  fonte de SOMATOSTATINA
*

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

INSULINA
•Hormônio glicorregulatório, antilipolítico,
anticetogênico e anabólico;

ESTÍMULOS PARA SECREÇÃO


DA INSULINA
• Ingestão de GLICOSE
• Liberação REDUZIDA no JEJUM e EXERCÍCIO;

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


EFEITOS DA INSULINA NO
BIO-QUIMICA

METABOLISMO

• Promove armazenamento de combustível;

•Hormônio HIPOGLICEMIANTE

•Inibe GLICOGENÓLISE hepática, GLICONEOGÊNESE e


liberação de Glicose;

•Inibe lipólise e proteólise;

•AUMENTA CAPTAÇÃO da GLICOSE muscular e


armazena como glicogênio.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Principais alvos da insulina
BIO-QUIMICA

 FÍGADO = Glicogênese

 MÚSCULO = Glicogênese

 Tec.ADIPOSO = Glicose metabolizada e armazenada


como Triglicerídeo.

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

GLUCAGON
Estimulado em resposta à hipoglicemia;

Secreção INIBIDA pela GLICOSE, Ác. Graxos e INSULINA;

PAPEL VITAL no estado de JEJUM prolongado e durante


EXERCÍCIO

AÇÃO ANTAGÔNICA À INSULINA


• Mobiliza a glicose armazenada; No fígado, promove
GLICOGENÓLISE e GLICONEOGÊNESE;

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


REGULAÇÃO METABÓLICA
BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Hormônios gonadotróficos
• Hipófise anterior (FSH = espermatogênese) e (LH =
testosterona)

• Testículos

• Secreção do Hormônio masculino: Testosterona;

• Secreção pelas células intersticiais de Leydig;

• Desenvolvimento dos caracteres secundários masculinos;

• Diferenciação dos órgãos sexuais masculinos na


gravidez.
Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com
BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA
Hormônio BIO-QUIMICA

foliculoestimulante
Secretado pela hipófise anterior
Função:
Sexo feminino
• Desencadeia crescimento dos folículos nos ovários
(desenvolvimento gametas)
• Secreção de estrogênio pelos ovários

Sexo Masculino
• Desencadeia crescimento dos testículos
(desenvolvimento gametas)

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Hormônio luteinizante
BIO-QUIMICA

• Secretado pela hipófise anterior

Função:
• Sexo feminino
• Desencadeia rompimento folículo (ovulação)
• Secreção de estrogênio e progesterona

• Sexo Masculino
• Desencadeia secreção de testosterona pelos
testículos

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Hormônio Prolactina

• Secretado pela hipófise anterior (durante a gravidez


e amamentação)

Função:

• Crescimento das mamas


• Aumento da função secretora

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Ovários
• Regulação pelos hormônios hipofisários (FSH e LH):

• Secreção do Hormônio feminino (estrogênio);

• Folículo ovariano após ovulação (secreta


progesterona);

• Função:
• Desenvolvimento dos caracteres secundários
femininos
• preparação do útero para a gravidez

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Disfunção hormonal da hipófise

• Produção em excesso
(hiperfunção) – organismo
produz hormônio do
crescimento em excesso
durante toda a infância -
GIGANTISMO

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Disfunção hormonal da hipófise


• Produção abaixo da média
( hiperfunção): produção
insuficiente de hormônio
do crescimento na
infância, estatura muito
abaixo da média -
NANISMO

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


BIO-QUIMICA

Professora Dra Rosi Bio-quimica.blogspot.com


Hormônio Origem Função

Aldosterona Adrenais Equilibra o sal e água através da retenção e


excreção do potássio

Hormônio antidiurético Hipófise Faz com que os rins retenham água e,


(vasopressina) juntamente com aldosterona, ajuda no
controle da pressão arterial
Corticosteróide Adrenais Produz efeitos disseminados por todo o
organismo;tem ação antiinflamatória;
mantém concentração sérica de açúcar, a
pressão arterial e a força muscular; auxilia
no controle do equilíbrio do sal e água

Corticotropina Hipófise Controla a produção e a secreção de


hormônios do córtex adrenal

Eritropoietina Rins Estimula a produção de eritrócitos

Estrogênios Ovários Controla o desenvolvimento das


características sexuais e do sistema
reprodutivo femininos
Glucagon Pâncreas Aumenta a concentração sérica de açúcar

Hormônio do Hipófise Controla o crescimento e o


crescimento desenvolvimento; promove a síntese
proteínas
Insulina Pâncreas Reduz concentração sérica de açúcar; afeta
metabolismo da glicose, proteínas e gorduras em
todo corpo
Hormônio luteinizante Hipófise Controlam as funções reprodutoras, como a
e hormônio produção de espermatozóides, maturação dos
folículoestimulante óvulos e os ciclos menstruais; controlam as
características sexuais masculinas e femininas
(distribuição dos pêlos, formação dos músculos,
textura e espessura da pele)
Ocitocina Hipófise Produz contração da musculatura uterina e dos
condutos das glândulas mamárias
Paratormônio Paratireóide Controla a formação óssea e a excreção do cálcio e
(hormônio fósforo
paratireoídeo)
Progesterona Ovários Prepara o revestimento do útero para implantação
do ovo fertilizado e prepara as glândulas mamárias
para a secreção de leite
Prolactina Hipófise Inicia e mantém a produção de leite das glândulas
mamárias
Renina e angiotensina Rins Controlam pressão arterial
Hormônio tireoidiano Tireóide Regula o crescimento, maturação e velocidade do
metabolismo
Hormônio estimulante Hipófise Estimula a produção e secreção de hormônios pela
da tireóide tireóide