Você está na página 1de 37

MARATONA RESIDÊNCIAS

ADMINISTRAÇÃO DE ENFERMAGEM
RENATA PASCOAL FREIRE
ORGANIZAÇÃO

 Sistema planejado de esforço cooperativo no qual cada participante tem um


papel definido a desempenhar e deveres e tarefas a executar (CURY, 2000);
 Elementos da organização

Objetivos Pessoas Poder Estrutura

Tecnologia Processo Ambiente


Perspectiva Teoria Autor Palavras chave
Racionalização da tarefa. Padronização das
Científica Taylor
Racional atividades. Supervisão.
Clássica Fayol Ênfase na divisão do trabalho. Hierarquia.
Ênfase nas pessoas. Organização Informal.
Relações Humanas Mayo
Liderança.
Burocrática Weber Ênfase nas normas e rotinas. Burocracia

Diversos autores Necessidades humanas (Maslow) - motivação


Comportamentalista
dentre eles Maslow humana, pirâmide das necessidades.
Orgânica
Relações de interdependência entre serviços.
Teoria dos Sistemas Bertalanffly Interações externas e internas que influenciam na
organização. Mecanismos de autoregulação.
Influncia do ambiente externo. Tecnologias de
Contingencial
rotina e não rotina.
Poder nas organizações. Interesses. Conflito,
Política Política
coalisão e sabotagem. Negociação.
Questão

Dentre as teorias administrativas, aquela que visa a eficiência organizacional,


mediante a pormenorização dos processos do funcionamento organizacional, é
conhecida como:
a)Teoria Clássica
b)Teoria Comportamentalista
c)Teoria Contingencial
d)Teoria dos Sistemas
e)Teoria Burocrática
Questão

Dentre as teorias administrativas, aquela que visa a eficiência organizacional,


mediante a pormenorização dos processos do funcionamento organizacional, é
conhecida como:
a)Teoria Clássica
b)Teoria Comportamentalista
c)Teoria Contingencial
d)Teoria dos Sistemas
e)Teoria Burocrática
Questão

O principal teórico da Teoria Administrativa das “Relações


Humanas” foi:
a) Taylor
b) Mayo
c) Maslow
d) Fayol
e) Weber
Questão

O principal teórico da Teoria Administrativa das “Relações


Humanas” foi:
a) Taylor
b) Mayo
c) Maslow
d) Fayol
e) Weber
Questão

A valorização das normas e regras tem influenciado a prática da enfermagem,


contribuindo para um estilo administrativo estanque. O termo que melhor
caracteriza esta forma de organização é:
a) Clássica
b) Científica
c) Humanista
d) Burocrática
e) Comportamentalista
Questão

A valorização das normas e regras tem influenciado a prática da enfermagem,


contribuindo para um estilo administrativo estanque. O termo que melhor
caracteriza esta forma de organização é:
a) Clássica
b) Científica
c) Humanista
d) Burocrática
e) Comportamentalista
Questão

A teoria das necessidades humanas básicas, de Wanda de Aguiar Horta, foi


desenvolvida a partir da teoria:
a) Holística, de Levine
b) Homeostática, de McDowell
c) Sinergista, de Brodt
d) Da Adaptação, de Callista Roy
e) Da Motivação Humana de Maslow
Questão

A teoria das necessidades humanas básicas, de Wanda de Aguiar Horta, foi


desenvolvida a partir da teoria:
a) Holística, de Levine
b) Homeostática, de McDowell
c) Sinergista, de Brodt
d) Da Adaptação, de Callista Roy
e) Da Motivação Humana de Maslow
Instrumentos Administrativos

Manual: esclarecer dúvidas, orientar à execução de


tarefas, atuando como facilitador do serviço; Reúne de
forma sistematizada, normas, rotinas, procedimentos e
outras informações necessárias para a execução das
ações;
Instrumentos Administrativos

Regulamento: Ato normativo de caráter estável, com o que regula e amplia


o estatuto, caracterizando a organização. Conteúdos: instituição:
denominação, política de atuação e finalidade, filosofia da organização,
estrutura organizacional, objetivos e atividades nas unidades administrativas
e quadro de pessoal da organização;

Regimento: Ato normativo, aprovado pela administração superior, de caráter


flexível no qual contem diretrizes básicas para o funcionamento do serviço.
Conteúdos: filosofia e objetivo do serviço, posição do serviço na estrutura da
organização, atividades a serem desenvolvidas, competência dos
profissionais da equipe e quadro de pessoal.
Instrumentos Administrativos

Normas: conjunto de regras ou instruções para fixar procedimentos, métodos,


organização para o desenvolvimento das atividades. A confecção deve ser
realizada por profissional competente/especialista no assunto, ser baseado
em teorias e praticas atuais, com o estabelecimento de metas de melhorias e
meios para alcançá-los;

Rotinas: conjunto de elementos que especifica de maneira exata pela qual uma
ou mais atividades devem ser realizadas. Descrição dos passos a serem
seguidos para a realização das ações, na sequencia de sua execução. Instrui
sobre o que deve ser feito, quem deve fazer e onde;

Procedimentos: descrição detalhada e sequencial da ação e como ela deve ser


realizada. Baseado em princípios científicos, por isso, não modifica de
unidade para unidade, ao contrário das rotinas. Descreve o “como fazer certa
atividade”.
Questão

Na administração dos serviços de enfermagem, a utilização dos manuais é de extrema


valia, pois orientam todos os profissionais dessa equipe sobre como proceder diante das
mais diversas situações. O conjunto de elementos que especifica da maneira exata pela
qual uma ou mais atividades devem ser realizadas, com descrição sistemática dos passos a
serem dados para a realização das ações componentes de uma atividade, na sequencia de
execução, instruído sobre o que deve ser feito, quem deve ser feito e onde, é definido
como:

(A) rotina
(B) procedimento
(C) regulamento
(D) regimento
(E) norma
Questão

Na administração dos serviços de enfermagem, a utilização dos manuais é de extrema


valia, pois orientam todos os profissionais dessa equipe sobre como proceder diante das
mais diversas situações. O conjunto de elementos que especifica da maneira exata pela
qual uma ou mais atividades devem ser realizadas, com descrição sistemática dos passos a
serem dados para a realização das ações componentes de uma atividade, na sequencia de
execução, instruído sobre o que deve ser feito, quem deve ser feito e onde, é definido
como:

(A) rotina
(B) procedimento
(C) regulamento
(D) regimento
(E) norma
Questão

Na administração dos serviços de enfermagem, a utilização dos manuais é de extrema


valia, pois orientam todos os profissionais dessa equipe sobre como proceder diante das
mais diversas situações. O conjunto de elementos que especifica da maneira exata pela
qual uma ou mais atividades devem ser realizadas, com descrição sistemática dos passos a
serem dados para a realização das ações componentes de uma atividade, na sequencia de
execução, instruído sobre o que deve ser feito, quem deve ser feito e onde, é definido
como:

(A) rotina
(B) procedimento
(C) regulamento
(D) regimento
(E) norma
Planejamento Normativo ou Tradicional

Proposta idealizada e tecnocrática que restringia espaços para


negociação política, realizada por especialistas em planejamento
desconsiderando os atores envolvidos no processo.

Utilizado para resolução de problemas bem definidos e em situações


estáveis, apresenta-se as seguintes etapas:
Planejamento Estratégico Situacional (PES)

 Surge no campo das políticas públicas no intuito de resolução de questões


sociais não resolvidas no método racional, define-se como um método
voltado para solução de problemas envolvendo os diferentes atores que
atuem no processo.

 Conceitua como problema uma discrepância entre a realidade constatada


ou simulada e uma norma aceita ou criada como referência para um
determinado ator social, podendo ser classificado como: bem
estruturados, quase-estruturados e mal-estruturados; finais ou
Intermediários e atuais ou potenciais.
Planejamento Estratégico Situacional (PES)

 Considera ainda: o projeto de governo (conteúdo da proposta de


governo, a seleção de problemas e como enfrenta-los), a
governabilidade (controle do ator sobre a situação problema) e a
capacidade de governo (compensar os efeitos positivos e negativos
gerados pela execução do planejamento), representadas pela imagem do
Triângulo de Governo.
Liderança

Inicio na teoria das relações humanas desenvolvida por Mayo, tendo como
competências necessárias para a liderança as características próprias desse
individuo, ou seja, traços individuais, físicos, intelectuais e da personalidade
destes líderes.

Com o avanço de outras concepções teóricas surgem como atributos


necessários ao líder as características do grupo que ele lidera, ou seja suas
características de cada elemento a ser liderado e como o grupo identifica-as,
conceituada como liderança como propriedade de grupo ou liderança
situacional.
• Atividades determinadas pelo líder, este que explora, estimula a
dependência mediante a satisfação de necessidades
Liderança evidenciadas pelos liderados.
• Elogiando-os de forma pessoal a tarefa desempenhada.
autocrática: • Resultados esperados: procedimentos de menor qualidade e
maior quantidade;

Liderança • Atividades desenvolvidas pelos funcionários sem a interferência


do líder, participando apenas quando solicitado.
liberal: • Também chamado laissez-faire;

• Tarefas planejadas pelo líder em discussão com o grupo e as


decisões tomadas pela maioria e em coletivo, desenvolvendo a
Liderança determinação, a responsabilidade e a criatividade do grupo.
• Elogia coletivamente.
democrática: • Resultados esperados: maior qualidade e menor quantidade em
comparação com a liderança autocrática;
Questão

São habilidades básicas de um gerente/líder de equipe negociador, EXCETO:

(A) ser pró-ativo.


(B) não aceitar as coisas como elas são, mas sim, perguntar por que não
poderiam ser feitas melhor.
(C) quebrar resistências
(D) acreditar no aprendizado da negociação.
(E) diante do enfrentamento de situações desconhecidas, reconhecer as
possibilidades de perda e ter medo do ataque.
Questão

São habilidades básicas de um gerente/líder de equipe negociador,


EXCETO:

(A) ser pró-ativo.


(B) não aceitar as coisas como elas são, mas sim, perguntar por que não
poderiam ser feitas melhor.
(C) quebrar resistências
(D) acreditar no aprendizado da negociação.
(E) diante do enfrentamento de situações desconhecidas,
reconhecer as possibilidades de perda e ter medo do ataque.
Gerenciamento de Conflitos

• Conflito é o processo que começa quando uma


parte frustou ou vai frustar seus interesses
(HAMPTON, 1991).
Gerenciamento de Conflitos

• Efeitos Negativos: Geram uma série de sentimentos ambíguos e uma relação


hostil entre as partes conflitantes, o que dificulta a comunicação, estendendo-
se além do problema original. Enorme dispêndio de energia, tomadas de
decisões de baixa qualidade, com tendência ao não compartilhamento,
focalizando a parte e não todo o problema ou da situação envolvida;

• Efeitos Positivos: Oportunidade de incrementar o entendimento de diversas


perspectivas de análises de problemas. Surge o esclarecimento das soluções
competitivas, assim como explicitação dos poderes e dos recursos que cada
ator detém ou dispõe. Abre-se perspectiva de desenvolvimento de lideranças
compartilhadas, condicionando as partes a apresentarem, de forma
transparente, não só os fatos, como também a situação conflituosa.
Gerenciamento de Conflitos

Como trabalhar com as situações de conflito

 Teoria das Relações Humanas: o conflito é uma doença que precisa ser
curada. Hipótese: os conflitos surgem em função de características individuais.
Importância do desenvolvimento de projetos voltados para ampliar a motivação
no trabalho;

 Enfoque Gerencial Contemporâneo: Organizações como uma rede de


negociações, incluindo o ambiente interno e externo. O conflito é inerente às
organizações e que, portanto, não é patológico. As organizações saudáveis
são aquelas que explicitam e discutem os conflitos de modo transparente, na
medida em que surgem, e não aquelas que não possuem conflitos.
Questão

No que se refere ao gerenciamento de conflitos, o enfoque gerencial


contemporâneo:
(A) parte do pressuposto que o conflito pode ser suprimido.
(B) admite que o conflito é inerente às organizações e que, portanto, não é
patológico.
(C) objetiva o estabelecimento da harmonia.
(D) enfatiza a importância do desenvolvimento de projetos voltados para ampliar
a motivação no trabalho.
(E) parte do pressuposto que o conflito surge em função de características
individuais.
Questão

No que se refere ao gerenciamento de conflitos, o enfoque gerencial


contemporâneo:
(A) parte do pressuposto que o conflito pode ser suprimido.
(B) admite que o conflito é inerente às organizações e que, portanto, não é
patológico.
(C) objetiva o estabelecimento da harmonia.
(D) enfatiza a importância do desenvolvimento de projetos voltados para ampliar
a motivação no trabalho.
(E) parte do pressuposto que o conflito surge em função de características
individuais.
Questão

A partir da década de 1980 surgem mudanças no ambiente externo das


organizações que exigem respostas rápidas e soluções criativas para os
problemas de gerenciamento no trabalho. O caráter relacional se evidencia e as
abordagens gerenciais precisam atender às demandas que ocorrem nos conflitos
entre pessoas, grupos, organizações.

Segundo Kurcgant e Ciampone (2011), os conflitos possuem efeitos positivos e


negativos. Sobre tais efeitos, analise as afirmativas a seguir:
Questão

I. Quando há sentimentos ambíguos e ocorre hostilidade entre as partes, a comunicação


fica dificultada e este é um efeito negativo do conflito.
II. O conflito gera dispêndio de energia, que é desviada para fora dos propósitos
organizacionais, sendo este um efeito positivo do conflito
III. O conflito gera oportunidade de se fazer diferentes análises do problema, sendo este
um efeito positivo do conflito.
IV. O fluxo de comunicação sofre inferências e tende a ser direcionada aos aliados, sendo
este um efeito positivo do conflito.
V. A quebra da confiança e a sobreposição dos valores individuais aos institucionais são
efeitos negativos dos conflitos.

Estão corretas apenas as afirmativas:


(A) I, II, III e V. (B) II, III, IV e V. (C) I, III e V. (D) I, II, IV e V. (E) II e IV.
Questão

I. Quando há sentimentos ambíguos e ocorre hostilidade entre as partes, a comunicação fica


dificultada e este é um efeito negativo do conflito.
II. O conflito gera dispêndio de energia, que é desviada para fora dos propósitos organizacionais,
sendo este um efeito positivo do conflito
III. O conflito gera oportunidade de se fazer diferentes análises do problema, sendo este um
efeito positivo do conflito.
IV. O fluxo de comunicação sofre inferências e tende a ser direcionada aos aliados, sendo este um
efeito positivo do conflito.
V. A quebra da confiança e a sobreposição dos valores individuais aos institucionais são efeitos
negativos dos conflitos.

Estão corretas apenas as afirmativas:


(A) I, II, III e V. (B) II, III, IV e V. (C) I, III e V. (D) I, II, IV e V. (E) II e IV.
Supervisão
Processo educativo e contínuo que consiste fundamentalmente em motivar e
orientar os supervisionados na execução de atividades com base em normas, a
fim de manter elevada a qualidade dos serviços prestados.

Considerado um processo dinâmico e democrático de integração e coordenação


dos recursos humanos e materiais, numa estrutura organizada, visando alcançar
objetivos definidos em um programa de trabalho, mediante o desenvolvimento
do pessoal.

Função administrativa que envolve um processo de orientação contínua de pessoal


com a finalidade de desenvolvê-la e capacitá-lo para o serviço.
Auditoria

Avaliação sistemática e formal de uma atividade, por alguém não envolvido em sua
execução, para determinar se a atividade está sendo feita de acordo com os
objetivos;

Comparação entre a assistência prestada e os padrões de assistência considerados


como aceitáveis, ou seja a mensuração da assistência.

Avaliação sistemática da qualidade da assistência verificada através das anotações


de enfermagem no prontuário do paciente e/ou das próprias condições;

Fase final do processo de planejamento da assistência de enfermagem.


Auditoria

Retrospectiva: realizada após a alta do paciente.


Verificação: prontuário do paciente, livro de registro de prontuários na
unidade, livro de ordens e ocorrências.

Concorrente : realizada no paciente está hospitalizado ou em


atendimento ambulatorial.
Verificação: realização de avaliação do paciente e da sua família ou
pesquisa junto a equipe médica, verificando o cumprimento das ações
delegadas.
Auditoria

Interna: realizada por elementos da própria instituição, permitindo


maior profundidade no trabalho, vinculação funcional, porém
dependência administrativa e possível envolvimento afetivo do
auditor;

Externa: realizada por elemento não pertencente a instituição o que


permite independência administrativa e afetiva, porém pode realizar
um levantamento menos aprofundado com sugestões pouco
adequadas.
Auditoria

Quanto ao tempo:
Contínua: avaliação em períodos determinados, iniciando sempre a partir da
última auditoria.
Periódica: sem a necessidade da avaliação em continuidade.
Quanto à natureza:
Normal: realizada em períodos determinados com objetivos regulares de
comprovação.
Específica: atende a uma necessidade do momento
Quanto ao limite:
Total: abrange todos os setores da instituição.
Parcial: limitada a um serviço/setor especifico da instituição