Você está na página 1de 24

Vamo que Vamo

PROPRIEDADES COLIGATIVAS
EFEITOS COLIGATIVOS

O “efeito coligativo” é a alteração em algumas


propriedades de um solvente quando nele
adicionados um soluto não-volátil, dependendo do
número de partículas dissolvidas.
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
OSMOSE

Osmose é a passagem de um solvente para o interior de


uma solução feita desse mesmo solvente, através de
uma membrana semipermeável (MSP).
Osmose também é uma propriedade coligativa da
solução, pois depende do número de partículas
dissolvidas.
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
OSMOSE

Após um certo
tempo

Osmose
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
OSMOSE
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
OSMOSE

Osmoscopia é a medida da pressão osmótica, que pode ser medida por


aparelhos chamados osmômetros.

• Soluções isotônicas são soluções de mesma pressão osmótica.

• Solução hipotônica em relação à outra, quando tiver menor pressão


osmótica;

• Solução hipertônica em relação à outra ,quando tiver maior pressão


osmótica.
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
OSMOSE
Leis de Van’t Hoff para a Osmose
1a) A pressão osmótica é diretamente proporcional à temperatura absoluta da solução:

  k T
2a) A pressão osmótica é diretamente proporcional à concentração molar da solução:

  k '  

V  n R T
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
OSMOSE
Leis de Van’t Hoff para a Osmose

Onde:
k – constante universal dos gases perfeitos (R);
π = Pressão osmótica da solução (atm ou mmHg);
V = Volume da solução (litros);
n = Quantidade em mols do soluto;
T = Temperatura absoluta da solução (kelvin).

atm  L mmHg  L
V  n R T  R  0, 082 ; R  62,3
mol  K mol  K
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
TONOSCOPIA
ADIÇÃO DE SOLUTO NÃO- VOLÁTIL
Ocorre o abaixamento da pressão máxima de vapor de um líquido puro. Ocasionado
pela dissolução de um soluto não-volátil.
Em uma solução de NaCl(b), a quantidade de moléculas de água que passa para a fase
gasosa é menor que na água pura (a), a uma mesma temperatura.
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
GRÁFICO-Efeitos: tonoscópico, ebulioscópico e crioscópico
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
GRÁFICO-Efeitos: tonoscópico, ebulioscópico e crioscópico
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
QUANTITATIVO-Efeitos: tonoscópico, ebulioscópico e crioscópico
LEI DE RAOULT
 
Em 1878 o químico francês François-Marie Raoult (1830-1901) afirma que o efeito coligativo de um soluto não volátil
molecular em um solvente é diretamente proporcional à molalidade da solução.
Efeito Coligativo = K . W

Tonoscopia Ebulioscopia Crioscopia

R .T 2 R .T 2
K E   K C  
1000 . L V 1000 . L F
M solvente
K T  
1000 R = constante = 1,98 cal/mol. K;
L = calor latente do solvente (cal/g);
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
QUANTITATIVO-Efeitos: tonoscópico, ebulioscópico e crioscópico
Tonoscopia Ebulioscopia Crioscopia Osmoscopia
n
  R T
V
R .T 2 R .T 2
K E   K C  
1000 . L V 1000 . L F V  n R T
M solvente
K T  
1000
atm  L
R  0, 082
mol  K
R = constante = 1,98 cal/mol. K; mmHg  L
L = calor latente do solvente (cal/g); R  62,3
mol  K
Bserv Fator de Van’t Hoff

O fator de Van’t Hoff (i) é usado para calcular e analisar os


efeitos coligativos em soluções iônicas. E relaciona o número
total de partículas finais em relação as partículas iniciais nas
soluções iônicas.

A expressão para o fator é a seguinte: i  (q  1)  1

Assim, os efeitos coligativos apresentam i como fator de correção:

efeito coligativo  k  concentração  i


Exercícios Questão 01 p.45 EP
Exercícios Questão 03 p.46 EP
Exercícios Questão 04 p.46 EP
Exercícios Questão 03 p.46 EC
Exercícios Questão 04 p.46 EC
Exercícios Questão 20 p.48 EC
Exercícios Questão 18 p.48 EP
Exercícios Questão 01 p.49 EP
Exercícios Questão 02 p.49 EP
Exercícios Questão 03 p.49 EP