P. 1
Agentes Biológicos

Agentes Biológicos

5.0

|Views: 11.583|Likes:
Publicado porluis_carlos_467009
Agentes biologicos
Agentes biologicos

More info:

Published by: luis_carlos_467009 on Feb 20, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX or read online from Scribd
See more
See less

02/22/2013

original

Agentes Biológicos

Higiene, Segurança e Ergonomia

Microbiologia

Legislação

Epidemias

Agentes Biológicos
Medidas de Prevenção

Efeitos de exposição

Riscos de Exposição

Microbiologia

Microrganis mos

Eucariontes Unicelulare s

Procarionte s

Protozoário s

Bactérias

Vírus

Microbiologia é o ramo microrganismos, eucariontes procariontes, bactérias,

Microbiologia
incluindo e as vírus. como e

da biologia que estuda os unicelulares fungos

Actualmente, a maioria dos trabalhos em microbiologia é feita com métodos de

Microrganismos
Os microrganismos, chamados ainda de micróbios, são qualquer organismos microscópicos, como bactérias, protozoários ou fungos. A maior parte das bactérias e protistas, e alguns fungi, são

Sistema de classificaç ão de Whittaker

Eucariontes unicelulares Inclui todos os seres vivos com células
eucarióticas, ou seja, com um núcleo celular rodeado separado organelos. por do uma membrana e com ( DNA vários a compartimentado, Possuem conseqüentemente DNA associado

citoplasma)

proteínas histónicas. Os organismos eucariotas unicelulares variam até desde

gigantescos

Mitocôndrias
A mitocôndria é o organito responsável pela transformação da energia contida nos alimentos em energia

Cloroplastos
Os cloroplastos são plastídeos que apenas existem em células autotróficas, ditas vegetais. As células animais, heterotróficas, não produzem cloroplastos mas podem apresentá-los, perfeitamente funcionais, retirados da digestão parcial de células vegetais ou devido a algas verdes que

Procariontes
Procariontes unicelulares material nenhum membrana. que Estes de genético tipo são não delimitado seres não organismos seu uma por apresentam

possuem

compartimentalização

interna por membranas, estando ausentes

Fungos
Os um vasto fungos grupo são de organismos classificados como um reino neste organismos dimensões denominado grupo de Fungi. Estão incluídos

Bactérias organismos unicelulares, procariontes, podem encontrados colónias Monera.

Bactérias são
que ser na e São

forma isolada ou em pertencem ao Reino

Vírus
Os vírus são seres basicamente uma protéica envolvendo que, o material genético, dependendo muito por simples, formados cápsula

Protozoários
Protozoários são seres unicelulares, na maioria heterotróficos, mas com formas autotróficas e

Epidemia s

Fungos

Bactérias

Vírus

Protozoá rios

incidência, em curto período de tempo, de grande número de casos de uma doença.

O que é uma epidemia?

Uma epidemia se caracteriza pela

Epidemias de Encontramos vários fungos tipos de reprodução dos
fungos, que pode sexuada a ser e assexuada, recorrem mitóticas, de tempo parassexuada. Estes divisões podendo existir um

assim num curto espaço

As

Epidemias de bactérias
bactérias podem com grande

reproduzir-se

rapidez, dando origem a um número muito grande de descendentes delas em apenas algumas horas. A maioria reproduzem-se por também assexuadamente, cissiparidade,

chamada de divisão simples ou bipartição. Nesse caso,

Como simples,

Epidemias de vírus
os vírus são seres de estes dependem

muito

celulas

eucarioticas para poderem-se multiplicar.

http://www.roche.pt/sida/virus/life.cfm

Epidemias de protózoários
A reprodução dos protozários realiza-se da nesma maneira que as bactérias. Estes multiplicam-se por divisões mitoticas.

Efeitos de exposiçã oa: Bactérias Fungos Vírus protozoá rios

As bactérias patogênicas são causadoras de inúmeras doenças, tais como: tétano, febre tifóide, pneumonia, sífilis, tuberculose, etc. O tétano é uma das doenças que mais ocorre nos locais de trabanho. A infecção pode ocorrer

Efeitos de exposição a bactérias

Efeitos de exposição a fungos
Neste tipo de exposição, podemos salientar as micoses que causam inflamações na pele ao contacto com os fungos. Dentro das mitoses existe vários tipos de doenças, ums das mais conhecidas é o pé de atleta.

Efeitos de exposição a vírus

Ao invadirem as células de um indivíduo, células doenças. Essas doenças podem ser: e, consequentemente,

eles prejudicam o funcionamento normal dessas

provocam

gripe,

Efeitos de exposição a protozoários

Muitos protozoários causam doenças nos

seres humanos. Entre elas, estão a amebíase ou disenteria amebiana, a doença de Chagas, a úlcera de Bauru, a giardíase e a malária. Estes organismos entram no corpo humano através de feridas, de alimentos, da

Riscos de Exposição
üOs trabalhadores correm o risco de exposição quando estão em contacto com o agente biológico, este pode causar danos para a saúde. üOs meios de transmissão possíveis são: üA água; üO ar; üO solo; üOs animais; üAs matérias primas.

ü ü

Unidades de produção alimentar; Unidades agrícolas;

Riscos de Exposição (actividades)

ü Actividades em que existe contacto com animais e/ou produtos de origem animal; ü Unidades de saúde, incluindo unidades de isolamento e autópsia; ü Laboratórios clínicos, veterinários e de diagnóstico; ü Unidades de recolha, transporte e eliminação de resíduos;

Prevenção
É obrigação do empregador implementar medidas de prevenção e promover a saúde dos trabalhadores, nomeadamente: c)Prevenção Técnica d)Prevenção Médica e)Formação e informação dos

Prevenção Técnica
Identificação teórica dos riscos com base

numa recolha geral de informação: natureza e grupos dos agentes biológicos, modos de transmissão, vias de entrada no organismo, quantidade do agente no material que se manipula.

Via respiratória Via cutâneo-mucosa Via digestiva

Avaliação dos riscos dos trabalhadores

expostos nos respectivos postos de trabalho, a qual implica:

Descrição do posto de trabalho; Frequência e duração da exposição; Organização e procedimentos de

trabalho; Conhecimento dos possíveis riscos por parte do  trabalhador;

A avaliação dos riscos deve identificar os

trabalhadores que podem necessitar de medidas especiais de protecção, por exemplo:

Trabalhadoras grávidas, puérperas ou

lactantes, trabalhadores com

 sensibilização a determinados produtos

(a utilização de luvas de látex

Exposição a Agentes Biológicos: Grupos 2, 3, 4

Avaliação do Risco

Exposição a Agentes Biológicos: Grupos 1

Actividades Actividades com utilização e manipulaçãosem utilização deliberadas de agentes e manipulação biológicos identificados deliberadas de agentes De acordo com a lista biológicos Constante na portaria Nº 1036/98 de 15 de Dezembro

Práticas elementares de Higiene e segurança

Avaliação Periódica

Risco Controlado Medidas:

Risco Potencial Medidas:

Prevenção técnica Prevenção técnica (incluindo também a substituição Prevenção Médica de agentes biológicos e medidas de confinamento  

Prevenção Médica Formação e Informação

Formação e Informação

Se existir, como resultado da avaliação,

um risco para os trabalhadores, este deve evitar-se, se possível, ou reduzir-se ao mais baixo nível. Reduzir ao mínimo possível o número de trabalhadores expostos;

Medidas higienicas
A utilização de medidas de higiene que

evitem ou dificultem a dispersão de agentes biológicos fora do local de trabalho incluem: locais de trabalho;

Proibição de comer, beber ou fumar nos Fornecimento de vestuário de protecção

adequado;
Instalações sanitárias e vestiários

adequados;

Prevençao medica
 Vigilância da saúde

Exames de saúde de admissão, periódicos e ocasionais: ● Exames de admissão - avaliação do estado imunitário e de algum tipo de sensibilidade alérgica; ● Exames periódicos - dependentes do agente, das características da exposição, da actividade profissional e do próprio trabalhador (idade, sexo, gravidez);

Procedimentos individuais de saúde:

● Registo da história clínica e

profissional; ● Avaliação individual do estado de saúde; ● Vigilância biológica; ● Rastreio de efeitos precoces e
Os registos relativos à vigilância da saúde dos trabalhadores devem:

Constar de ficha médica individual, à qual o trabalhador deve ter acesso;

Procedimentos individuais de saúde:
Ser arquivados e mantidos actualizados; Ser entregues ao trabalhador aquando da cessação do contrato de trabalho

Vacinação
●Prever a vacinação gratuita dos trabalhadores;

Aos trabalhadores deve ser assegurada formação e informação adequadas sobre: ● Riscos potenciais para a saúde;

Formação e informação dos trabalhadores

● Precauções a tomar para evitar a exposição aos riscos existentes; ● Normas de higiene; ● Utilização dos equipamentos e do vestuário de protecção;

Os trabalhadores ou os seus representantes têm o direito de conhecer as informações contidas no relatório anual que o empregador tem de elaborar, nomeadamente: ● Trabalhadores expostos; ● Medidas de prevenção e protecção adoptadas; ● Plano de emergência para agentes dos grupos 3 ou 4.

Consequências da exposição aos agentes biológicos

O efeito produzido no organismo como consequência da entrada do agente biológico, depende da sua virulência e interacção com as defesas do organismo e poderá manifestar-se sob a forma de doença, podendo resultar nalguns casos, em doenças profissionais.

legislação
DL n. 84/97, 16 de Abril – Transpõe para a

ordem jurídica interna as Directivas 90/679/CEE, 93/88/CEE do Conselho e 95/30/CE, da Comissão, relativas à protecção da segurança e da saúde dos trabalhadores contra os riscos resultantes da exposição a agentes biológicos durante o trabalho.

 Portaria n. 1036/98, 15 de Dezembro – Altera a

lista de agentes biológicos classificados para efeitos de prevenção de riscos profissionais, aprovada pela Portaria n. 405/98.

 DL n. 126/93, 20 de Abril – Regula a utilização e

comercialização de organismos geneticamente modificados.

 DL n. 2/2001, 4 de Janeiro – Regula a utilização

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->