Você está na página 1de 5

UNIDADE DE ENSINO: Sociologia

O USO DA SOCIOLOGIA EM DIVERSOS CAMPOS DA ATIVIDADE HUMANA
O USO DA SOCIOLOGIA EM DIVERSOS CAMPOS DA ATIVIDADE HUMANA
O USO DA SOCIOLOGIA EM DIVERSOS CAMPOS DA ATIVIDADE HUMANA Figura 1 Um profissional atento a

Figura 1

Um profissional atento a todas as transformações sociais é um profissional bem informado. Um advogado que tenha conhecimento da forma com que as leis são construídas e o contexto social na qual são aplicadas, com certeza será um profissional melhor. Ao empreender uma publicidade, assessorar um político, administrar uma empresa, analisar livros e notas contábeis, entender o meio e as atitudes de meu paciente, saber lidar com as mídias e seus envolvimentos, ajudar alguém que necessite é necessário compreender a composição, os dados, as características e tendências da população na qual você interage.

ead.faminas.edu.br

1
1

UNIDADE DE ENSINO: Sociologia

Para Pensar

Que tal observarmos nossa realidade???Quem poderá ser estes agentes que profissionalmente irei interagir diretamente??? Como melhor conhecê-los??? Quais os problemas que posso encontrar mediante o envolvimento com indivíduos tão diferentes uns dos outros???

Para que nossos objetivos profissionais sejam alcançados é necessário conhecer as pessoas envolvidas, seus interesses, suas crenças, seus hábitos, suas culturas e suas tradições, o que pode ser uma forma de guiar em sua conduta. Nenhum profissional consegue agir adequadamente sem abstrair da sociedade na qual atuará noções básicas de seu entendimento.

A Sociologia hoje

noções básicas de seu entendimento. A Sociologia hoje Figura 2 Após uma intensa evolução social, nos

Figura 2

Após uma intensa evolução social, nos encontramos em pleno século XXI, num momento em que cada vez a sociedade nos impõe determinados valores, atitudes e ações. Novos desafios são estabelecidos ao homem moderno, novas tecnologias, novas formas de comunicação, novos valores, novos conceitos, novas relações de trabalho, formas até distintas de relações de poder. Isto requer que nós tenhamos cada dia mais um cuidado para que não nos deixemos envolver por ações que possam denegrir nossa individualidade. Devemos organizar, planejar nossos atos e com certeza só

ead.faminas.edu.br

2
2

UNIDADE DE ENSINO: Sociologia

conseguimos chegar a este estágio, se compreendermos mais profundamente nossa posição e objetivos. De acordo com Cristina Costa (COSTA, 2005:22) é hora de repensar os padrões, as regularidades que ordenam a vida social e hierarquizá-los. Nesse contexto, a ciência da sociedade ganha nova importância e se confronta com novos desafios. Portanto, arregacemos as mangas e mãos a obra, pois, o mundo exige cada dia mais de nós mesmos, seja como profissional, como ser humano, como filho, como mãe, como pai, como irmão, como amigo

ATIVIDADE DE FIXAÇÃO
ATIVIDADE DE FIXAÇÃO

Na canção de Chico Buarque de Holanda procure indícios que demonstrem as ações do homem atual e as angústias por ele enfrentadas. Este homem é visível na nossa região?? Estarei a espera das respostas na minha caixa de mensagem presente no Ambiente EaD. Bom trabalho!!!

Construção

Composição: Chico Buarque

Amou daquela vez como se fosse a última Beijou sua mulher como se fosse a última

E

cada filho seu como se fosse o único

E

atravessou a rua com seu passo tímido

Subiu a construção como se fosse máquina Ergueu no patamar quatro paredes sólidas Tijolo com tijolo num desenho mágico Seus olhos embotados de cimento e lágrima Sentou pra descansar como se fosse sábado Comeu feijão com arroz como se fosse um príncipe Bebeu e soluçou como se fosse um náufrago

Dançou e gargalhou como se ouvisse música

E

tropeçou no céu como se fosse um bêbado

E

flutuou no ar como se fosse um pássaro

ead.faminas.edu.br

3
3

E se acabou no chão feito um pacote flácido

Agonizou no meio do passeio público Morreu na contramão atrapalhando o tráfego

Amou daquela vez como se fosse o último Beijou sua mulher como se fosse a única

E

cada filho seu como se fosse o pródigo

E

atravessou a rua com seu passo bêbado

Subiu a construção como se fosse sólido Ergueu no patamar quatro paredes mágicas

Tijolo com tijolo num desenho lógico Seus olhos embotados de cimento e tráfego Sentou pra descansar como se fosse um príncipe Comeu feijão com arroz como se fosse o máximo Bebeu e soluçou como se fosse máquina Dançou e gargalhou como se fosse o próximo

E

tropeçou no céu como se ouvisse música

E

flutuou no ar como se fosse sábado

E

se acabou no chão feito um pacote tímido

Agonizou no meio do passeio náufrago Morreu na contramão atrapalhando o público Amou daquela vez como se fosse máquina Beijou sua mulher como se fosse lógico

Ergueu no patamar quatro paredes flácidas

Sentou pra descansar como se fosse um pássaro

E

flutuou no ar como se fosse um príncipe

E

se acabou no chão feito um pacote bêbado

Morreu na contra-mão atrapalhando o sábado

Por esse pão pra comer, por esse chão prá dormir

A certidão pra nascer e a concessão pra sorrir

Por me deixar respirar, por me deixar existir, Deus lhe pague Pela cachaça de graça que a gente tem que engolir Pela fumaça e a desgraça, que a gente tem que tossir Pelos andaimes pingentes que a gente tem que cair, Deus lhe pague

ead.faminas.edu.br

UNIDADE DE ENSINO: Sociologia

4
4

Pela mulher carpideira pra nos louvar e cuspir

E pelas moscas bicheiras a nos beijar e cobrir

E pela paz derradeira que enfim vai nos redimir, Deus lhe pague.

UNIDADE DE ENSINO: Sociologia

REFERÊNCIAS
REFERÊNCIAS

Material elaborado por Drª. Vitoria F. Schettini Andrade. COSTA, Cristina. Sociologia. Introdução à ciência da sociedade. São Paulo: Moderna, 2005. Figura 1 Disponível em

sdepsicologiaconductista.jpg> Figura 2 Disponível em

ead.faminas.edu.br

5
5