Você está na página 1de 2

Escola de Ensino Fundamental e Médio Santa Mônica

Turma 3M1 – Exercícios


Capacitores

1. Um capacitor de 0,1µF é ligado em série com outro Assim, para cada capacitor, temos:
capacitor de 0,5µF. O conjunto é ligado aos terminais
de uma bateria de 6V. Determine a carga e a ddp de Q1 = C1.U = 2µ.8 = 16µC
cada capacitor. Q2 = C2.U = 5µ.8 = 40µC
Q3 = C3.U = 10µ.8 = 80µC
b) A carga da associação em paraleo é a soma da carga
de cada capacitor. Então:
QT = Q1 + Q2 + Q3 = 16µ + 40µ + 80µ
QT = 136µC
c) A capacitância equivalente de cada de uma
associação de capacitores em paralelo é a soma da
Resolução: capacitância de cada capacitor. Então,
A capacitância equivalente de dois capacitores
associados em paralelo pode ser calculada pela relação.
Ceq = C1 + C2 + C3 = 17µF
Ceq = C1.C2 / (C1 + C2)
Ceq = 0,1.0,5 / 0,1 + 0,5 d) A energia potencial elétrica armazenada pela
Ceq = (1/12) µF associação é a energia potencial elétrica do capacitor
equivalente. Então

A carga Q do capacitor equivalente é:


Ep = Q.U / 2 = 136µ.8 / 2 = 544µJ
Q = Ceq.U = (1/12)µ . 6 = 0,5µC
Como os capacitores estão associados em paralelo as 3. Para o circuito esquematizado, determine a carga e a
suas cargas são iguais. Então: energia potencial elétrica do capacitor
Qeq = Q1 = Q2 = 0,5µC

Agora podemos calcular a ddp de cada capacitor:


U1 = Q / C1 = 0,5µ / 0,1 = 5V
U2 = Q / C2 = 0,5µ / 0,5 = 1V

Para a resolução de exercícios com capacitores


2. Três capacitores são associados conforme a figura:
em circuitos elétricos, admitimos que o capacitor já
esteja carregado, isto é, não nos preocupamos com o
fenômeno transitório de carga do capacitor. No trecho
de circuito que está o capacitor, não passa corrente
elétrica.
Inicialmente calculamos a corrente elétrica:

U = Req.i
Aplicando-se entre A e B a ddp de 8V, determine: 12 = 6.i
a) a ddp e a carga em cada capacitor;
b) a carga da associação; i = 2A
c) a capacitância do capacitor equivalente;
(Onde Req = 2 + 1 + 2 + 1 = 6Ω.)
d) a energia potencial elétrica da associação.
A ddp no capacitor é a mesma no resistor de
Solução: 1Ω situado entre A e B (estão em associados em
paralelo):
a) Os capacitores estão associados em paralelo,
portanto estão submetidos a mesma ddp. U = 8V U = R.i
Escola de Ensino Fundamental e Médio Santa Mônica
Turma 3M1 – Exercícios
Capacitores

U = 1.2 = 2V
Agora, sabendo a ddp no capacitor, podemos
calcular a sua carga:

Q = C.U
Q = 1µ.2 = 2µC
Como Ep = Q.U/2 R: 40nC 100nC 40nC
Ep = 2µ.2/2 = 4µ/2 = 2µJ

Resposta: Q = 2µC e Ep = 2µJ 6. No circuito ao lado temos três capacitores em série:


C1 = 8µF; C2 = 8µF C3 = 12µF. Aos terminais A e B
dessa associação liga-se um gerador ideal, que fornece
4. Considere o circuito a seguir: a ela 32V. Determine:
a) a capacitância equivalente entre A e B;
b) a carga elétrica Q da associação;
c) a ddp em cada um deles.

Supondo encerrado o processo de carga do capacitor,


determine: R: 3µF, 96µC; 12V; 12V e 80V
a) a ddp entre os pontos A e B;
b) a carga elétrica armazenada no capacitor. 7. (Mackenzie – SP)

R: 5V e 10µC

5. No circuito abaixo têm-se três resistores, um


capacitor e um gerador. Sabe-se que o capacitor
encontra-se carregado.

A carga elétrica que a associação de capacitores abaixo


armazena, quando estabelecemos entre A e B a d.d.p.
Com base nessas informações, calcule: de 22V, é
a) a corrente fornecida pela bateria; A) 22 µ C
b) a ddp nos terminais do resistor de 4Ω. B) 33 µ C
c) a carga elétrica armazenada no capacitor. C) 44 µ C
R: 2A; 8V; 24µC D) 66 µ C
E) 88 µ C
5. Observe o circuito ao lado, no qual se encontram em
paralelo três capacitores: C1 = 2nF; C2 = 5nF e C3 = R: E
2nF. Sendo os três capacitores submetidos a uma
tensão elétrica de 20V, calcule a carga elétrica de cada
um.