P. 1
Pregação - Minha Família (da Aliança) no Plano de Deus - 23.8

Pregação - Minha Família (da Aliança) no Plano de Deus - 23.8

|Views: 48.784|Likes:
Publicado porDaniel Deusdete
No http://www.jamaisdesista.com.br você encontrará muito mais... Todos os dias uma nova palavra de reflexão. Deus nunca me deixou sem uma mensagem para compartilhar com você! A ideia fundamental deste sermão foi apresentar Deus como o criador da família: a família é plano de Deus!
No http://www.jamaisdesista.com.br você encontrará muito mais... Todos os dias uma nova palavra de reflexão. Deus nunca me deixou sem uma mensagem para compartilhar com você! A ideia fundamental deste sermão foi apresentar Deus como o criador da família: a família é plano de Deus!

More info:

Published by: Daniel Deusdete on Aug 24, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
See more
See less

05/11/2014

Não temais

Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

PREGAÇÃO NA CASA DA BÊNÇÃO (23/08/2009). Caro Pr. José Fagundes, anjo da igreja, Pr. Cláudio, Pr. Francisco e irmãos amados e queridos do Senhor, a gloriosa paz do Senhor seja sobre a vida de cada um de nós! Amém! Recebi o convite para vir ministrar uma palavra de Deus pelo irmão, evangelista, pregador da palabra de Deus, Leonardo, em uma aula de Missões na Faculdade Evangélica e confesso que tremi na base tamanha a responsabilidade e o peso que caiu sobre o meu coração. No entanto, o Senhor tem me falado dizendo-me que a obra que ele começou, ele, o Senhor, irá concluí-la e que é para eu não temer, mas dar lugar que ele irá falar e operar. Assim, minha esperança esta noite é que o Senhor visite o teu coração de uma forma que jamais você experimentou e que, ao final, você saia daqui edificado, transformado e mais cheio de fé, de sabedoria e do amor de Deus. O tema de nossa prédica é: A MINHA FAMÍLIA NO PLANO DE DEUS! A leitura bíblica que iremos fazer se encontra, conforme a seguir: GÊNESIS 1: 26 "E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se move sobre a terra." 27 "E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou." 28 "E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra." 29 "E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda erva que dá semente e que está sobre a face de toda a terra e toda árvore em que há fruto de árvore que dá semente; ser-vos-ão para mantimento." 30 E a todo animal da terra, e a toda ave dos céus, e a todo réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde lhes será para mantimento. E assim foi. 31 "E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã: o dia sexto." GÊNESIS 2: 7 "E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente." 8 E plantou o SENHOR Deus um jardim no Éden, da banda do Oriente, e pôs ali o homem que tinha formado. (…)

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 1/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

15 E tomou o SENHOR Deus o homem e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar. 16 E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comerás livremente, 17 "mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás." 18 "E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele." (…) 21 "Então, o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar." 22 "E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão." 23 "E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada." 24 Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. 25 "E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam." MATEUS 19: 8 "Disse-lhes ele: Moisés, por causa da dureza do vosso coração, vos permitiu repudiar vossa mulher; mas, ao princípio, não foi assim." ATOS 17: 24 O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens. 25 "Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas;" 26 e de um só fez toda a geração dos homens para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados e os limites da sua habitação, 27 "para que buscassem ao Senhor, se, porventura, tateando, o pudessem achar, ainda que não está longe de cada um de nós;" 28 porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração. Perguntas importantes que procuraremos responder ao longo de nossa pregação:      Qual a origem e o significado de família? Qual o significado de plano? Quem é Deus para você? O que é plano de Deus e no que isso implica? O que vem a ser, então, “Família no plano de Deus?”

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 2/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

 

Quais são os fundamentos bíblicos e os propósitos do casamento e da família? Quais os piores inimigos da família (o egoismo!)

Repare que são 3 palavras importantes que se destacam no tema: 1. família; 2. plano; 3. Deus. O próprio tema é perfeito e completo e se encaixa dentro do que creio e entendo. Deus [a idéia aqui é apresentar o Deus Soberano que reina e que, portanto, é regente – Deus está no controle de tudo]. Primeiramente creio em um Deus Soberano, sábio e bom. Deus é o administrador e controla todas as coisas. Tudo ele faz muito bem. É o Deus que reina, que tem domínio, e seu trono está firmado desde a eternidade (Salmos 93). Reino. Domínio. Trono. Salmos 93 1. "O SENHOR reina; está vestido de majestade; o SENHOR se revestiu e cingiu de fortaleza; o mundo também está firmado e não poderá vacilar." 2. "O teu trono está firme desde então; tu és desde a eternidade." 3. Os rios levantam, ó SENHOR, os rios levantam o seu ruído, os rios levantam as suas ondas. 4. Mas o SENHOR nas alturas é mais poderoso do que o ruído das grandes águas e do que as grandes ondas do mar. 5. "Mui fiéis são os teus testemunhos; a santidade convém à tua casa, SENHOR, para sempre." Sobre o salmos 93 e o reinado de Deus (primeiro Deus criou os céus e a terra, o reino cósmico, depois o homem e a mulher, a família, para ser vice-gerente e administradora da aliança): O que queremos dizer com reino cósmico é o cosmos inteiro com tudo o que nele há e todas as funções e relações que existem nele. Há quatro elementos específicos que podem ser vistos como constitucionais desse reino no qual todos esses aspectos se encaixam. No salmo 93, lemos bonitas expressões: "Reina o Senhor. Revestiu-se de majestade; de poder se revestiu o Senhor, e se cingiu. Firmou o mundo, que não vacila. Desde a antiguidade está firme o teu trono; tu és desde a eternidade. " Este salmo termina assim: "Fidelíssimos são os teus testemunhos; à tua casa convém a santidade, Senhor, para todo o sempre. "(SI 93. 1,2 e 5). Neste salmo, o reino cósmico de Deus é o universo maior e dentro dele está a casa de Deus, e a casa de Deus é o contexto no qual devemos ver os estatutos de Deus firmes e inabaláveis. Esses estatutos permanecem firmes porque a casa de Deus é um lugar santo. Temos de perguntar a nós mesmos, como é que essa casa de Deus cabe no reino cósmico? Voltemo-nos primeiro à ideia de reino. Encontramos isso nos primeiros dois versículos do salmo. [O primeiro aspeco] O rei do cosmos é apresentado primeiramente; o Senhor, ele reina e reina ativamente. Deus é o rei. Ele é belo, vestido em majestade e ele é um rei poderoso, pois está armado com força. Deus, o rei, único, santo e
Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 3/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

majestoso, é quem tem a autoridade e a capacidade. Ele fez existir o cosmos; ele é aquele que continua sendo o criador e é aquele que está reinando. O segundo aspecto do reino é o reinado ativo de Deus. Deus exerce não somente a sua vontade e defende o seu plano mas ele está realmente governando, dirigindo e controlando. É isso que a palavra reinar significa. Ele reina sobre o universo, o cosmos, porque não somente ele é o seu criador, mas por ele ser aquele que sabe exatamente o que ele é. Foi ele que firmemente o estabeleceu e isso não pode ser mudado. Seu reinado todopoderoso nos assegura que seu reino cósmico é estabelecido para sempre e ele cuidará que esse reino não seja abalado, a despeito do rugir dos mares, a despeito do bramido das grandes águas, porque o Senhor nas alturas é poderoso e reina. O terceiro aspecto é o trono de Deus. Isso se refere a um centro muito específico do qual esse grande, santo e majestoso Deus defende o seu reinado. Seu trono está nos céus, onde está firmemente estabelecido. Ninguém pode removê-lo. Satanás tentou e ainda está tentando, mas ele não pode. Esse trono de Deus nunca, nunca será removido pois a passagem diz: "desde a eternidade"; isso significa que ele está lá desde toda a eternidade até a eternidade, reinando do centro de seu reino no céu dos céus. O quarto aspecto é o domínio. É sobre o que se está imperando. Aqui se refere ao mundo que está firmemente estabelecido. Deus, em sua majestade, soberania e poder, impera sobre todos os aspectos deste mundo; as estrelas, os planetas e as galáxias estão sob seu reinado. E assim também os anjos, os querubins, muitas vezes referidos de maneiras diferentes, como por exemplo, a milícia celestial. Todo aspecto orgânico e não-orgânico do mundo está sob seu controle pois ele os criou. Eles são não apenas parte do reino de Deus: todos os animais, todos os seres vivos, estão dentro de sua Aliança na criação, "O arco estará nas nuvens; vê-lo-ei e me lembrarei da aliança eterna entre Deus e todos os seres viventes de toda carne que há sobre a terra" (Gn 9.16). Por que, de acordo com Jonas 4.4, Jonas hesitava em ir e pregar? Ele sabia que Deus era um Deus de graça e compassivo porque estava preocupado até com o gado da cidade de Nínive. Todas as forças, todas as leis, todas as influências da natureza, são parte do reino cósmico. Nada acontece, não há interação de poderes e forças, seja em meio à tempestade ou no rugido do mar, que não esteja sob o reinado de Deus. Ele faz as sementes na terra brotar. Ele faz as plantas aparecerem da semente que brotou por causa das leis que ele implantou nas sementes e na terra quando elas encontram a água e o calor. O Salmo 67.5 nos diz que todas as nações são parte do reino de Deus. Ele chama a todas para o reconhecerem. Todos os grupos, clãs, famílias e indivíduos, do menor ao maior são parte do domínio de Deus.

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 4/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

A questão é: se considerarmos seriamente o relato da criação, o que foi que Deus criou por último quando fez existir o reino cósmico? Foi o homem e a mulher. Plano. [aqui, a idéia é apresentar o Deus Sábio, onisciente, inteligente, criador, projetista, arquiteto, que tudo planejou: a família é um plano de Deus! – não existe acaso nem ocaso mas um caso] Aqui está presente a inteligência e a sabedoria de um ser que todas as coisas faz para um propósito específico. Nenhuma de suas coisas é feita ao acaso, mas com propósito, com inteligência. Iremos encontrar essa inteligência e propósito até em um grão de areia. Nós somos obra de suas mãos e fazemos parte de seu plano. A família é um dos plano de Deus que tem uma finalidade. 24 O SENHOR, quäo variadas säo as tuas obras! Todas as coisas fizeste com sabedoria; cheia está a terra das tuas riquezas. (Sl 104:24) 19 O SENHOR, com sabedoria fundou a terra; com entendimento preparou os céus. 20 Pelo seu conhecimento se fenderam os abismos, e as nuvens destilam o orvalho. (Pv 3:19-20) 33 O profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quäo insondáveis säo os seus juízos, e quäo inescrutáveis os seus caminhos! 34 Porque quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? 35 Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? 36 Porque dele e por ele, e para ele, säo todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém. (Rm 11:33-36) 4 Porque desde a antiguidade näo se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti que trabalha para aquele que nele espera. (Is 64:4). 17 E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. (Jo5:17). Família. [a idéia aqui é trabalhar o conceito de família mais no sentido bíblico ligado ao Deus Soberano e Sábio que criou propositadamente a família e que deu a ela uma missão por meio de uma aliança para o cumprimento dos mandatos social, cultural e espiritual, sendo a igreja criada para auxiliar a família nisso]. Não se trata aqui de algo que se foi evoluindo ao longo dos tempos até termos o que temos hoje e cujo sentido da palavra está comprometido e gasto. Os estudiosos da família, sociólogos, psicólogos, teólogos e tantos outros logos formulam suas teorias baseados em estudos, pesquisas, história e creio que têm o seu devido valor, mas não podemos esquecer que o nosso Deus que é soberano (reino, domínio e trono) e que tudo projetou (sábio) também estabeleceu, criou a família e deu a ela uma tarefa (os mandatos) que passará os céus e a terra, jamais deixaram de ser válidos.

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 5/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

Vejamos o que Van Groningen diz sobre a origem da família: “A família não aconteceu simplesmente, nem apenas se desenvolveu com o tempo dentro de um contexto social. A família foi planejada. Deus a planejou; Deus a fez existir a partir de sua palavra. Ele fez isso de forma germinal. Ele deu ordens específicas e concisas que alguém poderia considerar realmente pesadas, mas elas foram claras. O que ele decidiu fazer, ele trouxe à existência. Como ela deveria ser formada e qual era o seu propósito foi claramente estabelecido.” Também diz Van Groningen, no mesmo livro: A evolução teísta, tanto quanto a macroevolução, destrói a base bíblica da família. E fazem isso por ignorá-la. Tentam lidar com a família sem se referir à sua criação original. Ignoram ou rejeitam a vontade, a prescrição e os propósitos e alvos de Deus para ela. Se nós nos aventurarmos e tirarmos, excluirmos, Deus de nossas vidas, todas as coisas são válidas e, portanto, deverá prevalecer o argumento ou fato que maior poder terá sobre a nossa razão até que outro surja e depois outro e assim sucessivamente. Ao final, deverão se convergirem para Deus, pois não há saída: Deus não pode ser perpetuamente ignorado. Gerard Von Groningen, o autor do livro A Família da Aliança acrescentaria mais uma palavra importante que seria a aliança e como o autor tem uma visão bíblica ortodoxa e é cristocêntrico, eu irei acrescentar mais esta palavra e dela falar um pouco. Aliança. Recapitulando: Deus que é soberano (rei, reino, trono e domínio) e que tudo projetou também estabeleceu a família da aliança. Essa aliança é algo mais do que seu significado parece dizer. Nas próprias palavras de V. Groningen: A Aliança, portanto, é um vínculo de amor real, de vida de amor caracterizada pelo relacionamento indestrutível entre duas partes, especialmente no contexto bíblico, entre Deus e os seres humanos. A Aliança é soberanamente administrada e quando Deus fez aliança, como, por exemplo, com Abraão, ele disse: "Eu sou o Deus Todo-poderoso; anda na minha presença e sê perfeito. Guardarás a minha aliança, tu e a tua descendência no decurso das suas gerações" (Gn 17.1, 9). Quando Deus faz uma aliança, ele não somente estabelece um relacionamento entre ele mesmo e aqueles que refletem a sua imagem, mas ele usa esse relacionamento como um recurso administrativo. Deus leva adiante a sua vontade, o seu plano, o seu propósito na criação e na redenção. Ele sempre faz isso nesse relacionamento de vida de amor e amor vivo e assim, a ligação amor-vida se torna a maneira e o caminho de Deus administrar tudo o que ele criou e, especialmente, mostra o que ele pretende fazer com a humanidade e em favor dela.

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 6/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

Qual então o papel e a importância dessa família e como Deus a estabeleceu? Partindo disso, como devemos tratar, doravante, esse assunto da família? Agora, vamos trabalhar o conceito dos mandatos. São 3 os mandatos: 1. Social (da frutificação, multiplicação e povoamento da Terra – Gen 1:28 ) 2. Cultural (de reinar, dominar e aflorar todas as influências e potencialidades grandes e maravilhosas na Terra, de acordo com as leis e modelos que Deus havia estabelecido – Gn 1:28) 3. Espiritual (de continuar a andar com Deus. Ela e o seu marido são proibidos de comer do fruto da árvore – Gn 2:15-17) Este mandato espiritual foi dado como parte da ordem criacional.Adão e Eva deveriam permanecer em comunhão com Deus. Eles deveriam continuar a andar com Deus quando ele viesse no final da tarde. Eles deveriam ter comunhão com ele. Deveria haver um relacionamento pessoal como o que temos em oração hoje. Parte desse mandato espiritual era a obediência a Deus em relação à proibição de comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. O mandato espiritual tinha uma grande promessa implícita nele. Deus, Adão e Eva tinham um lindo relacionamento pessoal, sem nada entre eles. Para que esse relacionamento permanecesse, Adão e Eva deveriam responder positivamente à afirmação de Deus, como se dita verbalmente — conheça-me, ame-me, obedeça-me, e continue a andar comigo e a manter esse maravilhoso relacionamento espiritual entre nós. Sobre o relacionamento entre os mandatos: Nós devemos incluir aqui que os crentes, assim como os não-crentes, estão envolvidos pêlos relacionamentos cultural e social mas os não-crentes não estão envolvidos no espiritual. Ao negar a Deus, os incrédulos negam o mandato espiritual, mas nós devemos entender que Deus, segundo sua vontade, deseja que toda a humanidade seja envolvida pêlos relacionamentos social, cultural e espiritual. ( ...) Para concluir desejamos mencionar três fatores. Primeiramente, estes três tipos de relacionamentos foram estabelecidos; Deus os estabeleceu e exige que sejam honrados, obedecidos e desenvolvidos. Os relacionamentos espiritual, social e cultural como instituições designadas por Deus não devem ser negligenciados, rejeitados ou minimizados. Em segundo lugar, estes três tipos de relacionamentos estão de tal modo inter-relacionados que ignorar ou desobedecer a um deles certamente afetará os outros. Isso pode ser ilustrado por fatos da vida. Problemas sociais afetam as áreas espirituais e culturais. Problemas espirituais afetam as áreas culturais e sociais. Problemas culturais irão afetar o lado social e o espiritual.

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 7/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

Sobre a igreja e a família: A igreja deve servir a família... O relacionamento espiritual tem sido tristemente distorcido mas Deus proveu meios para sua continuação, por intermédio do Senhor Jesus Cristo. Um sétimo do nosso tempo, o Sabá, domingo, foi instituído como um meio para que esse relacionamento fosse fortalecido. A Igreja é, na verdade, a forma primária de graça para a família. Por meio dela, a família recebe aquilo que precisa para continuar a permanecer no centro do reino, cumprindo suas responsabilidades culturais e sociais. Estamos afirmando que a Igreja é a instituição primária de Deus na Terra? Podemos afirmar que a Igreja é a instituição organizada para ajudar a família a realizar suas tarefas sociais, culturais e espirituais no reino cósmico de Deus. Tudo pertence a Deus, ao Reino de Deus, portanto nada há de secular e espiritual... É na família, portanto, que a educação deve começar. A Igreja auxilia o trabalho de educar nos mostrando o que as Escrituras nos ensinam através da pregação e do ensino. No lar, as Escrituras devem ser sempre lidas em preparação para a grande tarefa cultural. Nenhum aspecto da vida pode ser separado como se não pertencesse a Deus, e assim, não faz sentido falar sobre secular e espiritual. Tudo pertence ao reino de Deus. Bem, as famílias existem e foram criadas por Deus que com elas fez a sua aliança perpétua atribuindo o papel de cumprirem os seus mandatos social, cultura e espiritual. Já falamos sobre a soberanida de Deus (Rei, Reino, Trono e Domínio) a sabedoria de Deus (plano, projeto, inteligência) e sobre a família, a aliança e os mandatos social, cultural e espiritual. Reparem que ainda nem entramos nas questões próprias da família, como o casamento, filhos, educação, problemas nos relacionamentos, sexo e outras coisas mais como seu relacionamento com a igreja. No entanto, quero deixar claro que a base, o alicerce, já está posto e o restante da construção fica, portanto, mais fácil. Quem sabe em outra oportunidade, permitindo Deus, possamos continuar o assunto. Resumo sobre a família: Em resumo, primeiro, Deus, criador, criou o Reino Cósmico e tudo o que neles há, certo? E, depois disso, o que criou e porque criou? O homem e a mulher! Sabem porque? Para serem os vice-gerentes (não vice-regentes) de tudo o que foi criado! Houve nisso uma finalidade e um propósito dele e agora, com eles, o homem e a mulher Deus estabelece uma aliança, um vínculo de amor e vida para cumprirem os mandatos cultural, social e espiritual.

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 8/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

Portanto, nós concluímos dizendo que a família é colocada de maneira tão central que deve ser vista como o pivô no reino cósmico de Deus. Ele colocou a família como sua subgerente e administradora da Aliança. Nós vimos que a família é básica e central. A família é colocada no centro do reino de Deus e, portanto, a tarefa da família é sub-gerenciar a totalidade do reino cósmico de Deus. Deus está acima de toda a sua criação mas ele colocou seu povo para ser sub-gerente dentro do todo da criação. A Igreja tem o seu papel, deve proclamar a graça, a salvação e realizar o culto; a Igreja, como instituição, no entanto, não deve se tornar família. Todos os membros de qualquer família devem se tornar ativos nas dimensões culturais da vida. Este não é um papel da Igreja mas da família. O papel principal dos aspectos cultural, social e espiritual no reino cósmico deve ser assumido pelo marido. Assim mulheres devem permanecer ao lado dos maridos e apoiá-los. TESTEMUNHOS: a) sobre os relacionamentos marido e mulher: Eu estava um dia destes chateado da vida “coisas de casal que se amam” e recebi uma palavra fenomenal. Como eu estava dizendo, eu estava chateado e assim foi: Filho tu amas a tua esposa? Sim, Senhor eu amo a minha esposa. Filho, tua amas verdadeiramente a tua esposa? Sim, Senhor, eu verdadeiramente amo a minha esposa. Filho, você ama a tua esposa como eu amo a minha igreja? ... aí meu Deus... é IMPOSSÍVEL eu amar a minha esposa como o Senhor ama a sua igreja, está isso muito além das minhas capacidades. Então, filho, se você não consegue amar a tua esposa como eu amei a minha igreja, todo o esforço que você fizer para amá-la será insuficiente ao que eu quero de ti nessa área. Aí, meus irmãos, entendi claramente que assim como está escrito em Efésios 5: 25 a 28: 25. Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, 26. para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, 27. para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. 28. Assim devem os maridos amar a sua própria mulher como a seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher ama-se a si mesmo. Assim, eu devo amar a minha esposa sabendo que todos os meus esforços por amá-la serão insuficientes para atingir aquilo que Deus planejou. E a conclusão disso qual seria? É que eu preciso de Deus no meu casamento! Por isso, eu oro todos os dias da seguinte forma: ORAÇÃO DA MUDANÇA DO CÔNJUGE:

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 9/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

Senhor, Deus dos Impossíveis, mude a minha esposa para que ela seja tudo aquilo que eu desejo de uma mulher! Senhor, também, transforme a minha vida para que eu seja tudo aquilo que minha esposa sonha e quer que eu seja como seu homem. Aproveitando este momento, meu Senhor Deus dos Impossíveis, transforme as nossas vidas para que sejamos tudo aquilo que o Senhor planejou que fôssemos como casal de Deus. Há muito o que falar, meditar e buscar a Deus no tocante ao assunto da família no plano de Deus, mas vamos encerrar, por enquanto, por aqui. b) sobre a minha família: Nós temos 23 anos de casados, 3 maravilhosos filhos: um de 19, outro de 15 e outra, mais novinha, de 5 anos, todos firmes e atuantes nos caminhos de Deus. Qual o segredo? Acaso, sorte, coincidência?          Culto familiar – grupo familiar http://grupofamiliararcadaalianca.blogspot.com/ 5 minutos! Pai e mãe, buscadores do RDJ. Amor, respeito e carinho. Os filhos não sao nossos, mas de Deus! Flores, MSG, mensagens,emails. Encontro de Casais Lua de Mel Outros… ARCA DA ALIANÇA:

Está bom nosso casamento? Sim, está bom, muito bom! Poderia ser melhor? Sim, poderia ser melhor, muito melhor! Então o que fazer?   Investir, semear! Você quer mais de Deus em sua vida? Dê mais de você a Deus! Você quer mais de seu casamento, de sua família? Dê mais de você ao seu casamento, família.

Eu não pedi, nem implorei, nem realcei a importância de estar minha família aqui comigo nesta maravilhosa noite, mas eis que todos estão aqui! Obrigado meus queridos! Deus abençoe vocês. Deus abençoe esta igreja. Deus tenha misericórsias de nós. Amém!

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 10/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

Material de Apoio (não deu tempo para continuar): Sobre o casamento e o divórcio: Deus é a origem de todo casamento. Deus é a origem de toda unidade familiar que tem o casal casado bem no centro. É Jesus que deixa bem claro que, assim como o vínculo entre as pessoas trinitárias é inquebrável, e o vínculo entre Deus e aqueles que foram feitos à sua imagem é uma aliança que nunca vai se quebrar, assim também o vínculo entre homem e mulher deve ser inquebrável. O casamento é uma aliança. Na verdade, ele pode ter um aspecto contratual, ele tem um aspecto legal, ele tem um aspecto de arranjo de vida, mas casamento como uma aliança é muito mais. ... Casamento é o vínculo de amor e de vida que une um homem e uma mulher que então estão unidos para o resto de suas vidas até que a morte os separe. Ele trabalha então o conceito de vínculo e união com uma cola onde cada um se entrega de uma maneira tal para o outro que já não se pode separar. A cola da qual gostaríamos de falar é a ideia de uma unidade que consiste em uma entrega total de cada um para o outro. Tanto é assim que, quando essa submissão acontece, há uma unidade forte e eterna se desenvolvendo entre os dois corações, mentes, mãos, e corpos. Casamento sem essa unidade parece impossível de se manter por qualquer período de tempo. (...) A cola, portanto, que une o casamento da Aliança, inclui o compromisso de estabelecer um lar juntos. Esse lar é para, eventualmente, pela graça de Deus, e pelo maravilhoso ato da procriação, fazer nascer uma família. Um casamento da Aliança tem semente, um casamento que é uma aliança promove a continuidade. A continuidade da aliança entre Deus e o homem e entre o homem e a mulher é realizada através das sementes, os filhos. Em seguida, reforça os conceitos já apresentados e toca na questão do divórcio: O casamento é uma aliança estabelecida por Deus, instituída por Deus, e vivida diante de Deus, para expressar simbolicamente a união de Deus e o seu povo por meio de um amor real. O casamento humano expressa todos os dias simbolicamente a Aliança de Deus conosco. Deus nos colocou nesse vínculo quando nos criou à sua imagem. Ele manteve essa ligação entre ele mesmo e nós, enriqueceu-a e abençoou no princípio e vai abençoá-la por todos os tempos. Essa Aliança entre Deus e nós, estabelecida pelo Pai, selada pelo Filho e vivificada pelo Espírito é um vínculo inquebrável. Deus não quebra alianças e Deus não nos permite pensar em quebrar alianças. O fato é que, se desobedecermos e não aceitarmos as promessas e a vida estipuladas por sua Aliança conosco, então a maldição de sua Aliança se torna uma trágica realidade na vida. Mas Deus não quebra alianças. Repetimos, ele mantém a Aliança,
Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 11/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

mesmo quando executa sua maldição trazendo separação, julgamento e, finalmente, morte eterna. Deus não quebra aliancas. As Escrituras dizem (Is 50.1) que Deus não se divorcia de seu povo, com quem eleja estabeleceu a sua aliança. Pode ser que, por um momento, ele separe seu povo do contexto imediato em que a Aliança foi estabelecida e realizada. Oséias experimentou essa separação quando Gomer o deixou e o mesmo aconteceu com Israel quando foi para o exílio, mas Deus manteve a Aliança, ele trouxe o remanescente de seu povo de volta para que sua Aliança com seu povo pudesse se realizar completamente na vinda do Senhor Jesus. (...) Como Deus não se divorcia, assim marido e mulher não devem se divorciar. Divorciar-se é quebrar o matrimónio da Aliança. Divorciar-se é dizer que a aliança matrimonial não é um vínculo de ligação para todos os tempos. O divórcio diz que nós podemos nos separar depois de certo tempo e ir para nossos diferentes caminhos por causa de outras opções, devido a desapontamentos, por causa das falhas de um ou de ambos. Mas Deus deixou bem claro nas Escrituras, que o divórcio não é uma opção. O profeta Malaquias afirmou claramente: "Deus odeia isso" (2.16). Referimonos antes a Mateus 19.17, quando Jesus afirma que o divórcio é proibido, e que se naquele tempo foi permitido por Moisés, foi por causa da dureza do coração. O divórcio nunca foi intencionado. O divórcio contraria a pura essência do casamento como uma aliança que nunca deverá ser anulada. Toca ainda na questão da união sexual e repreende a questão não heterosexual: Nesse contexto, devemos agora também referirnos ao que lemos nas Escrituras, tanto no Antigo como no Novo Testamentos. Se casamento é mesmo uma aliança, então as duas partes casadas devem complementar um ao outro fisicamente como homem e mulher fazem. O termo hebreu para o homem descrito em termos físicos é o que entra, e a mulher é referida como aquela que é entrada e assim a união física acontece. Tem de haver esse completar um do outro. A união heterossexual é ordem de Deus. Nenhuma outra união sexual o é. Sobre a união entre crentes e não-crentes: Voltemonos para Deuteronômio 7 para falar de outro aspecto que Deus requer no casamento. Deus ordenou a seu povo, quando entrou na terra prometida, que não deveria haver união entre um filho ou filha da Aliança e um pagão. (...) A questão está clara, não está? Deus diz que qualquer um que estiver num relacionamento de Aliança com ele, que tenha recebido suas promessas e vive de acordo com seus preceitos, que sabe que as bênçãos existem, bem como as maldições, não é para se unir num relacionamento para toda a vida com alguém que não tem as mesmas convicções religiosas, ou que não é da mesma fé. Uma pessoa submissa a Deus não se une em aliança matrimonial com quem não é submisso. (...) O Novo Testamento é claro. Não devemos estar em jugo desigual, seja na adoração,
Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 12/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

seja na formação de uma família. Deus diz que o casamento é uma aliança e uma aliança liga duas vidas, dois seres que são totalmente um só no Senhor, um só na esperança, um só na fé, um só no amor, e esse casamento da Aliança é o começo e a base, a fundação, de acordo com as ordenanças de Deus, da família da Aliança. Perguntas "O que os escritores querem dizer quando escrevem a respeito das bases da vida familiar cristã? Serão suficientes as referências a regras, métodos, significados, alvos e bênçãos? O que deve nos motivar? Quais são os reais propósitos da família? Como a família deve realmente se encaixar na sociedade do mundo moderno?" Nós podemos pegar aquele que, geralmente, é conhecido como o caminho dos exemplos. Teologicamente, ele é chamado de Perspectiva Exemplarista. Se seguirmos por esse caminho, olharemos para exemplos bíblicos de família. Nós temos lido muito, falado com muita gente, aconselhado, ouvido, tentado dar orientação, e temos aprendido através de todo o nosso trabalho que é a Bíblia que nos dá a receita do entendimento da família. Precisamos ir até a Bíblia! Ela nos dá a revelação de Deus como ela veio a nós no curso da história. Essa revelação está sempre se desdobrando, sempre progredindo, sempre na parte crucial da vida, sempre guiando, dirigindo, sustendo, corrigindo e avisando as pessoas. A Bíblia é o registro da revelação de Deus. Ela nos revela como Deus lidou com Israel, como ele nos deu Cristo e o resultado da obra de Cristo na Terra. A Bíblia é, em primeiro lugar e acima de tudo, o registro da revelação que nos informa qual era o plano de Deus, quais eram os alvos de Deus e o que Deus prescreve para a família. Não estamos preparados para aceitar o conceito bíblico da família tradicional como burguesa. Nós vamos chamá-la como a Bíblia a chama e nos faz crer de todo o coração que ela seja — a família tradicional é a família da Aliança. Essa família da Aliança, nós cremos, é a ideia de Deus para todos os tempos, para todas as sociedades e em todas as circunstâncias A Aliança, portanto, é um vínculo de amor real, de vida de amor caracterizada pelo relacionamento indestrutível entre duas partes,

A bíblia na perspectiva exemplarista não nos fornece bons exemplos de famílias

A bíblia, no entanto, dá a receita no que concerne ao que Deus planejou sobre a família

A família da aliança

Conceito de aliança – palavras chave: vínculo,

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 13/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

Não temais
Eu estarei convosco todos os dias!

"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandato; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!"

amor , vida, soberania

especialmente no contexto bíblico, entre Deus e os seres humanos. A Aliança é soberanamente administrada e quando Deus fez aliança, como, por exemplo, com Abraão, ele disse: "Eu sou o Deus Todo-poderoso; anda na minha presença e sê perfeito. Guardarás a minha aliança, tu e a tua descendência no decurso das suas gerações" (Gn 17.1, 9). Quando Deus faz uma aliança, ele não somente estabelece um relacionamento entre ele mesmo e aqueles que refletem a sua imagem, mas ele usa esse relacionamento como um recurso administrativo. Deus leva adiante a sua vontade, o seu plano, o seu propósito na criação e na redenção. Ele sempre faz isso nesse relacionamento de vida de amor e amor vivo e assim, a ligação amor-vida se torna a maneira e o caminho de Deus administrar tudo o que ele criou e, especialmente, mostra o que ele pretende fazer com a humanidade e em favor dela. Repetidamente, lemos na Escritura sobre o casamento entre Deus e seu povo (Ez 16.816; Jr 3.14; 31.32). Os profetas afirmam que Deus diz para o seu povo: "Eu sou o seu marido". A aliança assumida por Deus com Abraão e mais tarde com os descendentes de Abraão tem sido citada como um casamento (Êx 2). Esta é a razão de os profetas falarem do casamento entre Deus e o seu povo. Quando nos voltamos para o Novo Testamento, lemos que Cristo é o noivo e o seu povo é a noiva (Ap 21.2,3; 22.17 ). Algo ainda precisa ser acrescentado. Assim como um casamento entre homem e mulher é solenemente estabelecido numa relação de amor e vida, também é uma aliança que os une. Então o casamento é uma representação, uma expressão do cumprimento do vínculo amor-vida entre Deus e seu povo.

Significado de família

Significado bíblico de família

Há tantos significados e muito a ser estudado e isso é papel do psicólogo, do sociólogo e outros. Nesta pregação não falaremos nem aboraremos esses outros conceitos, principalmente devido ao tempo que temos para transmitirmos o recado de Deus. Aqui sim, vamos nos aventurar com maior rigor.

Visite: http://eucreioanimaamin.blogspot.com/ (não se esqueça de citar a fonte) 14/14 As citações presentes neste texto são de Groningen, G. Van. A Família da Aliança. Ed. Cultura Cristão (RECOMENDO A LEITURA)

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->