Você está na página 1de 1

Transcrição de parte do Programa “Gasparetto Conversando

com Você” de Luiz Antonio Gasparetto transmitido pela Rádio


Mundial 95,7 FM no dia 09/jun/2010

Nosso espírito mostra a verdade, devemos estar na verdade do nosso espírito. Devemos ver a coisa
de outra forma, podemos nos recusar a ver as coisas como todo mundo, podemos ver de fora, com
o nosso espírito. Não precisamos fazer parte desse sofrimento coletivo.

Eu como espírito estou para criar beleza, magia, evolução. Eu como espírito sou o canal da benção,
nada destas circunstâncias tem força sobre mim, eu fico na paz na confiança.

Quando começamos a ver as coisas como espírito, começamos a ver como as coisas funcionam, as
leis da vida, que cria uma nova posição, uma nova verdade, maior. As aflições que vivemos são
aprendizado, sensibilização para conseguirmos ver as coisas com o espírito. Conforme vamos
entendo vemos como são frágeis as circunstâncias. Não é porque acreditamos que se torna
realidade.

A realidade é a consciência do espírito, essa é a lei, a verdade. Ela se torna realidade e a vida anda
e passamos a ter paz, felicidade, vindo de dentro. O estado de felicidade é a manifestação do
espírito.

Enquanto estamos presos nos conceitos limitantes as circunstancias não devem ter força sobre
você. O amanhã não existe. Existe o hoje. Você cria o futuro com as suas verdades. Eu posso crer
e descrer, posso terminar com as minhas ilusões, criar meu futuro, pois as circunstancias não tem
força sobre mim, são visões distorcidas que criamos, que o mundo cria e as vivemos. Não devemos
criar essas coisas negativas, para a vida se expressar pelo que pensamos.

O que interessa o exterior se o seu interior é belo. O seu interior é o que você cria. Não cultive
dramaticidade, negatividade. Não importa onde esteja eu estarei em mim.
O que você está criando para você? Você não está preso ao passado! Você pode criar estímulos
para mudar tudo. Essa realidade é ilusão. Eu crio minha realidade, meu amanhã. O que importa é
eu estar centrada no meu espírito, em mim, lá fora é só uma forma de vermos as coisas.

Se eu estou bem vou sempre enxergar tudo bem, se tudo estiver mal dentro de você tudo vai estar
mal também. Não há nada que devemos temer. Temer algo é uma crença sua, é como você vê o
mundo, seu espírito não é isso, quando você está no seu espírito, sabe que você é luz, é energia, é
benção. Não adianta a mente trazer as velhas leituras, criando sua realidade dolorosa e triste, não
adianta embarcar no mundo exterior.

As pessoas vivem as realidades delas conforme seu próprio amadurecimento e, com o tempo, vão
amadurecer e descobrir isso. São apenas pessoas em exercício de evolução, estão trabalhando as
suas próprias questões. Viver em outro plano aquilo que podem fazer. Estamos numa troca, somos
amigos porque estamos na mesma escola, cada um caminha conforme suas forças, suas crenças,
aquilo que você coloca paixão e vai atrás.

Aquilo que você vê que acha que é a realidade, se estiver nublado com a mediocridade cotidiana,
se estiver com a lucidez do espírito, com isso pode atuar na sua própria realidade. você o que você
quer ver. O espírito da vida é você.

Por Luiz Antonio Gasparetto