Você está na página 1de 2

IMPRESSO Ano V - No 26 - Dezembro de 2009

Jornal da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT

Aeroviários e aeronautas
em estado de greve

Oportunismo das empresas leva


trabalhadores a preparar greve às
vésperas do Natal

“As negociações estão encerradas, os


trabalhadores satisfeitos e o reajuste dos
salários não é necessário”. Foram com
essas afirmações que o representante
do Sindicato Nacional das Empresas
Aeroviárias (SNEA), Odilon Junqueira,
informou aos sindicatos de aeroviários
e aeronautas o fim das negociações da
campanha salarial 2009.
A proposta final do SNEA é de 4,5% de
reajuste, índice estimado para a inflação
acumulada do ano. Nada de discussão
sobre os novos pisos, ou itens sociais.
Nada de levar em conta a retomada do
crescimento no setor, o excelente momento
econômico e os lucros das companhias.
Por isso, os sindicatos de aeroviários,
o Sindicato Nacional dos Aeronautas
e a Fentac/CUT convocam todos os
trabalhadores e trabalhadoras da aviação
regular a participar das assembleias gerais
extraordinárias, que acontecem entre os
dias 4 e 9 de dezembro, e deliberar pela
rejeição da proposta das empresa, defesa
do reajuste de 10% e GREVE nos dias 23 e
24 de dezembro.
As empresas lucram cada vez mais e
os trabalhadores não podem se curvar à
ganância e ao descaso.
Dezembro de 2009

CAMPANHA SALARIAL

Fim das negociações por parte do SNEA


leva sindicatos a estado de greve
Sindicatos cutistas de aeroviários e aeronautas realizam assembleias de trabalhadores até o dia 9

O
s aeronautas e aeroviários dos salários, mas a correlação de forças

Henrique Lessa/Ag. Virya


definiram em setembro uma durante a campanha. Um sinal claro de
proposta de renovação da que as empresas não irão repartir seus
Convenção Coletiva de Trabalho, que lucros se nossas categorias não lutarem.
prevê reajuste de 10% sobre os salários e Agora, no último dia 2, as empresas
benefícios, novos pisos e itens sociais. encerraram de forma unilateral as
O percentual visa não só a reposição discussões sobre a campanha. Para elas,
da inflação do último período, mas o há muita gente interessada em trabalhar
aumento real dos salários. Uma forma no setor aéreo e, portanto, os atuais
de melhorar a qualidade de vida dos funcionários são descartáveis.
trabalhadores e distribuir a riqueza obtida Nós, aeronautas e aeroviários, não Ato em Guarulhos da campanha salarial unificada no dia 1º /12

com o crescente lucro das companhias podemos admitir essa lógica perversa.
aéreas no país. Os sindicatos do setor têm lutado pela
Este ano, o Brasil foi reconhecido valorização das categorias e pela
internacionalmente por sua capacidade aviação brasileira. Agora, é o momento
de enfrentar a crise financeira global. de demonstrarmos às empresas que
Isto só foi possível devido à política do sabemos o nosso valor e temos força e
governo, que apostou no poder aquisitivo coragem para defender nossos direitos.
da população como forma de manter o Por isso, os sindicatos conclamam
crescimento do país. Deu certo, e um os trabalhadores a participarem
dos setores mais beneficiados foi o do das assembleias gerais
Transporte Aéreo, que alcançou recordes extraordinárias, que irão debater
de demanda e recuperou as perdas os rumos da nossa campanha
decorrentes da crise nos aeroportos. unificada.
Contudo, ao longo das negociações Defendemos a rejeição
da campanha salarial realizadas entre os da proposta das empresas,
sindicatos de trabalhadores e o Sindicato a manutenção da pauta
Nacional das dos trabalhadores,
Empresas Aeroviárias
(SNEA), não foi 10 de a retomada das
negociações e o
possível avançar
neste sentido. As
dezembro indicativo de greve
nos dias 23 e 24 de
empresas afirmaram dezembro.
que nem sequer Grande ato da Aos passageiros,
iriam discutir os itens campanha salarial pedimos
sociais propostos compreensão neste
pelos trabalhadores, unificada, momento, posto
como a ampliação da no aeroporto que essa situação
licença maternidade, do Galeão, nos foi imposta.
se os sindicatos não no Rio de Janeiro Não é interesse
concordassem com do trabalhador Assembleias Gerais
um reajuste igual ao prejudicar o Extraordinárias
índice da inflação. usuário do
dias 4, 7, 8 e 9/12,
O representante do sindicato patronal transporte aéreo, mas
chegou a declarar que não são os lucros é nosso direito lutar por nos principais
das empresas que definem o aumento nossos salários e dignidade. aeroportos do
país
Expediente
O jornal CONEXÃO é uma publicação da Fentac/CUT - Federação Nacional dos Consulte seu
Trabalhadores em Aviação Civil da CUT - Av. Franklin Roosevelt, 194/702 - 20021-120
Rio de Janeiro - RJ - Fone: (21) 2232.9385 - info@fentac.org.br
Sindicato
Presidente: Celso Klafke / Diretor de Comunicação: Francisco Lemos
Edição, projeto gráfico e redação: Virya Comunicação - www.virya.net
Fone: (21) 4062-9991 / (11) 4062.9991 - info@virya.net / Jorn. Resp.: MTB 1136
Edição finalizada em 03/12/2009 - Tiragem: 16 mil exemplares
Edição especial editorial. Textos de responsabilidade da direção da entidade.