P. 1
Prescriçao de Exercicios para Diabeticos

Prescriçao de Exercicios para Diabeticos

|Views: 800|Likes:
Publicado porFitim Halimi

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Fitim Halimi on Dec 01, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/04/2013

pdf

text

original

Prescrição de Exercícios para Diabéticos

Ana Maria Claudia Cavalcante Fitim Halimi Larissa Flores Rosa Lopes

Introdução
Vários estudos demonstram que a prática regular de exercício físico apresenta efeitos benéficos na prevenção e tratamento de várias patologias, como por exemplo, a hipertensão arterial, dislipidemia, resistência à insulina, obesidade e diabetes, melhorando o sistema imunológico e proporcionando mudança de comportamento dos indivíduos

O QUE E DIABETES
Grupo de doenças metabólicas crônicas que está relacionada a uma falha na secreção e/ou na ação da insulina. Caracteristicas: ‡Hiperglicemia crônica ‡Distúrbios do metabolismo dos carboidratos, lipídios e proteínas ‡Vasculares e neurológicas

Diabetes do tipo I
‡ Destruição das células beta do pâncreas promovendo completa deficiência da insulina ‡ Fatores hereditários ‡ Desenvolvimento de anticorpos auto-imunes ‡ Destruição viral ‡ Tratamento: feito obrigatoriamente com uso de insulina exógena

Diabetes do tipo II
‡ Insuficiência relativa de insulina e falhas na ação celular do hormônio. ‡ Causado pela diminuição no número de receptores periféricos de insulina ‡ Relacionado com a obesidade ‡ Tratamento: dieta, atividade física, uso de medicamentos hipoglicemiantes orais, terapia concomitante de outros fatores de risco cardiovascular e educação do paciente

‡Hemorragia retiniana (sangramento na retina dos olhos); ‡Proteinúria (perda de proteína na urina) devido a nefropatia ‡Neuropatia periférica, que pode promover o desenvolvimento de úlceras, principalmente nos pés ‡Hipertensão, pressão sistólica de repouso acima de 180 mmHg ou pressão diastólica acima de 105 mmHg; ‡Hipertermia (aumento excessivo da temperatura corporal). ‡Retinopatia ‡Doenças cardiovasculares

Complicações do Diabetes:

Fisiologia do exercício
‡ A prática regular de exercícios físicos é uma etapa fundamental no tratamento não medicamentoso do diabetes. Associado á um programa de dieta saudável e equilibrada, assistencia médica e educação ao paciente atua prevenindo o aparecimento do diabetes tipo 2 e as complicações a ele associadas. Os beneficios da atividade física no diabetes são a curto, médio e longo prazo. Promovido por 3 mecanismos ‡ aumento da ação da insulina ‡ atuação especifica do exercício nos glicotransportadores GLUT 4 ‡ aumento da sensibilidade a insulina

Inicio do exercício:
‡ Atividade Física = Insulina ‡ Utilização de glicose pela célula ‡ (nos primeiros 30 minutos de exercício. Assim, a atividade física tem função parecida com a insulina no tocante à elevação da utilização de glicose pela célula. Talvez não seja preciso colocar no slide, deixa para apenas explicação)

Pós exercício físico:
‡ Captação de glicose pela célula = ‡ Hipoglicemias em até 48 horas após o término da atividade física ‡ É explicado pela reposição de glicogênio pelas células e pelo gasto energético causado pela recuperação do organismo, ajudando no controle da glicemia e composição corporal.

‡ Aumento da sensibilidade celular á insulina é devido à ação dos glicotransportadores. Esse efeito possui duração limitada de dois a três dias, por isso, prescrevem-se rotinas de no mínimo, três dias intercalados por semana.

Melhora do perfil lipídico:
‡ Melhora do perfil lipídico: ‡ triglicerídeos e níveis de colesterol total ‡ concentração de HDL ‡ leve da concentração de LDL

Sistema cardiovascular
‡ normalização da pressão arterial ‡ da circulação colateral ‡ da freqüência cardíaca de repouso e durante o exercício. ‡ Diminuição dos fatores de risco de doenças cardiovasculares, que tendem á aumentarem em indivíduos diabéticos.

‡ O exercício resistido promove aumento da síntese protéica no organismo no período de recuperação, que associada com uma dieta adequada promove ganho de massa. Esse aumento de tecido captador de glicose, mesmo em repouso também auxilia no controle da glicemia.

Perda de peso
‡ Fundamental no Diabetes tipo 2 relacionada a obesidade. Porém deve ser associado á reeducação alimentar e dieta balanceada. ‡ O gasto energético no exercício físico deve ser maior que o consumo energético diário

‡ ‡ ‡

‡ ‡

Alterações fisiológicas que melhoram o prognóstico do paciente: incremento das funções cardiorespiratórias incremento da força e da resistência também alterações comportamentais que favorecem o cuidado e auto controle do próprio paciente diminuição da ansiedade e depressão Tipos de exercício

‡ O tipo, frequencia, intensidade e duração do exercício físico devem ser escolhidos de forma individual a cada paciente, visando evitar riscos e otimizar os beneficios

Sugestão de exercícios
‡ ‡ ‡ ‡ NATAÇÃO A CAMINHADA A BICICLETA (ERGOMÉTRICA OU NÃO) De preferência diários e constantes. Nunca esquecer de antes de praticar qualquer exercício físico, antes deve-se passar pela orientação de um médico.

Treinamento físico vigoroso:
‡ O aumento significativo de tolerancia á glicose ‡ Aument da ação da insulina ‡ Porém em pacientes sedentários, fisicamente debilitados e obesos é indicado exercicio fisico de menor intensidade

O exercício contínuo
‡ Não deve durar menos que 20 minutos e não deve exceder 60 minutos ‡ Exercício prolongado: ‡ Apresenta grandes vantagens, mas também maior risco de hipoglicemia.

‡ Pacientes com hipertensão arterial não controlada e ou cardiomiopatia: ‡ Exercicios físicos aeróbicos são contra indicados temporariamente, sendo inicados práticas de técnicas de relaxamento e movimentos suaves, como os movimentos do tipo Yoga por exemplo. Promovem ‡ relaxamento psicofísico ‡ atividade simpático- adrenérgica ‡ controle metabólico e da pressão arterial

‡ Os exercícios físicos de alongamento e flexibilidade ‡ Melhora da postura ‡ Melhora da eficácia dos demais exercícios ‡ Previne retrações em tendões, encurtamentos musculares, resistências articulares e deformidade ósseas. ‡ Duração: 30 minutos Freqüência:4 vezes por semana.

A musculação é indicada

Riscos e Cuidados
‡ Glicemia controlada antes do inicio da atividade física: ‡ Hiperglicemia / Hipoglicemia ‡ Exercicios supervisionados feitos corretamente ‡ Controle da Frequencia cardiaca ‡ Dependendo da intensidade e duração do exercício se a glicemia estiver normal ou baixa (hipoglicemia), é necessária a ingestão de carboidratos extras ‡ Levar em consideração: idade do paciente, grau de treinamento anterior, o controle metabólico, duração do diabetes e a presença de complicações específicas da doença

Adesão do paciente ao exercício
‡ É de extrema importância que o paciente tenha consciência dos benefícios que o exercício físico traz para sua saúde e qualidade de vida. E mais do que isso, ele dever acreditar e desejar alcançar esses benefícios e essa melhora. Um paciente que não acredita, dificilmente aceitará se exercitar, e se não desejar pode até começar com um programa de exercícios físicos regulares, mas isso não durará por muito tempo.

Conclusão
‡ É de extrema importância que o paciente tenha consciência dos benefícios que o exercício físico traz para sua saúde e qualidade de vida. E mais do que isso, ele dever acreditar e desejar alcançar esses benefícios e essa melhora. Um paciente que não acredita, dificilmente aceitará se exercitar, e se não desejar pode até começar com um programa de exercícios físicos regulares, mas isso não durará por muito tempo.

Referencias
‡ 1 ) Pitanga, F. J. G. /Epidemiologia, atividade física e saúde. Rev. Bras. Ciên. e Mov. 10 (3): 49-54, 2002. ‡ ‡ 2) Prof. DRA. SilviaCristina C. Alves /Prescrição de Exercícios para Diabéticos Ano 01 - Edição nº 02 - 09/06/2008 ‡ 3) Emmanuel Gomes Ciolac1 e Guilherme Veiga Guimarães / Exercício físico e síndrome metabólica -Rev Bras Med Esporte _ Vol. 10, Nº 4 Jul/Ago, 2004 ‡ 4) Krolewski AS, Warran JH. Clinical features and epidemiology of diabetic nephropathy. In: John Pickup and ‡ Gareth Williams editors. Textbook of Diabetes. - 2nd ed. Oxford: Blackwell Science. 1997;1-53.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->