P. 1
PesquisaQualitativaQuantitativa

PesquisaQualitativaQuantitativa

|Views: 430|Likes:
Publicado porcisjr

More info:

Published by: cisjr on Feb 10, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/11/2013

pdf

text

original

Pesquisa Quantitativa e Pesquisa Qualitativa

Positivismo x Fenomenologia

Positivismo: sistema criado por Auguste Comte (1798-1857), e desenvolvido por inúmeros epígonos, que se propõe a ordenar as ciências experimentais, considerando-as o modelo por excelência do conhecimento humano, em detrimento das especulações metafísicas ou teológicas. Fenomenologia: em E. Husserl (1859-1938), método filosófico que se propõe a uma descrição da experiência vivida da consciência, cujas manifestações são expurgadas de suas características reais ou empíricas e consideradas no plano da generalidade essencial [Reconhecida como uma das principais correntes filosóficas do sXX, influenciou autores como Heidegger (1889-1976), Sartre (1905-1980) e Merleau-Ponty (1908-1961).

A NATUREZA DA PESQUISA QUANTITATIVA .

os resultados da pesquisa quantitativa podem ser quantificados. .A natureza da Pesquisa Quantitativa Diferentemente da pesquisa qualitativa. os resultados são tomados como se constituíssem um retrato real de toda a população alvo da pesquisa. Como as amostras geralmente são grandes e consideradas representativas da população.

as relações entre variáveis. . recolhidos com o auxílio de instrumentos padronizados e neutros. etc. considera que a realidade só pode ser compreendida com base na análise de dados brutos.A natureza da Pesquisa Quantitativa A pesquisa quantitativa se centra na objetividade. Influenciada pelo positivismo. A pesquisa quantitativa recorre à linguagem matemática para descrever as causas de um fenômeno.

A natureza da Pesquisa Quantitativa Argumentos favoráveis: a) A objetividade e o rigor reconhecidos neste tipo de método. c) A existência de rigorosas regras de procedimentos que possibilitam a previsão do conjunto de etapas que caracterizam a investigação. b) A existência e o uso de mecanismos de controle durante o processo investigatório. .

. f) Os resultados alcançados suportam a formulação de leis – explicações gerais – em função da regularidade do fenômeno investigado. e) As conclusões alcançadas permitem a generalização dos resultados.A natureza da Pesquisa Quantitativa Argumentos favoráveis: d) A representatividade estatística da população investigada amplia a credibilidade das conclusões alcançadas.

A NATUREZA DA PESQUISA QUALITATIVA .

de uma organização etc. . Os pesquisadores que adotam a abordagem qualitativa se opõem ao pressuposto que defende um modelo único de pesquisa para todas as ciências. mas sim com o aprofundamento da compreensão de um grupo social. o que pressupõe uma metodologia própria.A natureza da Pesquisa Qualitativa A pesquisa qualitativa não se preocupa com representatividade numérica. já que as ciências sociais têm sua especificidade.

. exprimindo o que convém ser feito. mas não quantificam os valores e as trocas simbólicas nem se submetem à prova de fatos.A natureza da Pesquisa Qualitativa Os pesquisadores que utilizam os métodos qualitativos buscam explicar o porquê das coisas. pois os dados analisados são não-métricos (suscitados e de interação) e se valem de diferentes abordagens.

O conhecimento do pesquisador é parcial e limitado.A natureza da Pesquisa Qualitativa Na pesquisa qualitativa.o que importa é que ela seja capaz de produzir novas informações. o cientista é ao mesmo tempo o sujeito e o objeto de suas pesquisas. . O objetivo da amostra é de produzir informações aprofundadas e ilustrativas : seja ela pequena ou grande. O desenvolvimento da pesquisa é imprevisível.

A natureza da Pesquisa Qualitativa Argumentos favoráveis: a) A importância do singular assumida na investigação dos fenômenos sociais acaba contribuindo no resgate da idéia de o homem ser reconhecido como o singular universal no processo investigatório. b) Valoriza a idéia de intensidade em detrimento da idéia de quantidade. .

d) A quantidade de tempo envolvida no processo de investigação somada à intensidade dos contatos estabelecidos entre o pesquisador e os sujeitos da investigação correspondem a fatores que reduzem significativamente a fabricação de comportamentos “maquiados”.A natureza da Pesquisa Qualitativa Argumentos favoráveis: c) A credibilidade das conclusões alcançadas é reflexo das multiperspectivas resultantes das diferentes fontes de consulta exploradas pelo método qualitativo. Isto pressupõe um olhar profundo e prolongado da realidade investigada. .

.A natureza da Pesquisa Qualitativa Argumentos favoráveis: e) A quantidade de tempo envolvida no processo de investigação somada à multiplicidade de fontes de evidência figuram como fatores que dificultam o pesquisador manter pre-conceitos frente ao objeto de investigação.

. o método funcionalista. o método monográfico. a abordagem fenomenológica hermenêutica.A natureza da Pesquisa Qualitativa Ao longo do tempo é possível perceber que a abordagem qualitativa ganhou diferentes denominações: a abordagem qualitativa idealista. o método do estudo de caso e o método de pesquisa-ação. o método etnográfico.

Comparação dos aspectos entre pesquisa qualitativa e quantitativa .

Comparação entre o método quantitativo e método qualitativo .

.Pesquisa Experimental O estudo experimental segue um planejamento rigoroso. definir as formas de controle e de observação dos efeitos que a variável produz no objeto. as etapas de pesquisa iniciam pela formulação exata do problema e das hipóteses que delimitam as variáveis precisas e controladas que atuam no fenômeno estudado (TRIVINOS. selecionar as variáveis que seriam capazes de influenciá-lo. a pesquisa experimental consiste em determinar um objeto de estudo. Para Gil (2007). 1987).

procurando referências teóricas publicadas com o objetivo de recolher informações ou conhecimentos prévios sobre o problema a respeito do qual se procura a resposta (FONSECA. . 2002).Pesquisa Bibliográfica A pesquisa bibliográfica é feita a partir do levantamento de referências teóricas já analisadas. os exemplos mais característicos deste tipo de pesquisa são sobre ideologias ou aquelas que se propõem à análise das diversas posições acerca de um problema. Qualquer trabalho científico inicia-se com uma pesquisa bibliográfica. Existem porém pesquisas científicas que se baseiam unicamente na pesquisa bibliográfica. p. e publicadas. que permite ao pesquisador conhecer o que já se estudou sobre o assunto. Para Gil (2007.44).

2002). etc. pesquisa participante. se coletam dados junto à pessoas utilizando diversos tipos de pesquisa (pesquisa ex-post-facto. pesquisa ação.Pesquisa de Campo A Pesquisa de Campo caracteriza-se pelas investigações em que além da pesquisa bibliográfica e/ou documental. .) (FONSECA.

tomandose primeiramente um grupo de alunos a quem seria dado um determinado tratamento e observar-se-ia depois o índice de evasão. pelo fato de nem sempre ser possível manipular as variáveis necessárias para o estudo da causa e do seu efeito (FONSECA. • Como exemplo deste tipo de pesquisa. 2002). quando se tenta analisar suas causas. • A pesquisa ex-post-facto é utilizada quando há impossibilidade de aplicação da pesquisa experimental.Pesquisa Ex-post-facto • A Pesquisa Ex-post-facto tem por objetivo investigar possíveis relações de causa e efeito entre um determinado fato identificado pelo pesquisador e um fenômeno que ocorre posteriormente. pode-se citar um estudo sobre a evasão escolar. . seria o inverso. Num estudo experimental. A principal característica deste tipo de pesquisa é o fato de os dados serem coletados após a ocorrência dos eventos.

da indústria e da agricultura. . o levantamento pode ser de dois tipos: levantamento de uma amostra ou levantamento de uma população (também designado de Censo). sejam eles provenientes da iniciativa privada ou de qualquer nível de governo.Pesquisa de Levantamento • A realização de levantamentos possibilita o acompanhamento conjuntural da economia. utilizado em estudos exploratórios e descritivos. Particularmente. • Através de pesquisas mensais do comércio. A coleta de dados realiza-se em ambos os casos através de questionários ou entrevistas (FONSECA. É possível recolher informações sobre o seu desempenho. • Os censos produzem informações imprescindíveis para a definição de políticas públicas estaduais e municipais e para a tomada de decisões de investimentos. 2002).

. • Neste tipo de pesquisa o respondente não é identificável. 1999). 2002). indicado como representante de uma população-alvo. especialmente em pesquisas exploratórias e descritivas (SANTOS. São exemplos deste tipo de estudo: as pesquisas de opinião sobre determinado atributo. • É a pesquisa que busca informação diretamente com um grupo de interesse a respeito dos dados que se deseja obter. utilizando um questionário como instrumento de pesquisa (FONSECA. a realização de um mapeamento geológico ou botânico. Trata-se de um procedimento útil. portanto o sigilo é garantido.Pesquisa Survey • A pesquisa com survey pode ser referida como sendo a obtenção de dados ou informações sobre as características ou as opiniões de determinado grupo de pessoas.

2002). procurando descobrir o que há nela de mais essencial e característico.Pesquisa Estudo de Caso • Um estudo de caso pode ser caracterizado como um estudo de uma entidade bem definida como um programa. que procura compreender como é o mundo do ponto de vista dos participantes. • O estudo de caso pode decorrer de acordo com uma perspectiva interpretativa. uma pessoa. ou uma unidade social. 2002). tanto quanto possível completa e coerente. . que visa simplesmente apresentar uma perspectiva global. (FONSECA. ou uma perspectiva pragmática. um sistema educativo. uma instituição. mas revelálo tal como ele o percebe. O pesquisador não pretende intervir sobre o objeto a ser estudado. do objeto de estudo do ponto de vista do investigador (FONSECA. Visa conhecer em profundidade o como e o porquê de uma determinada situação que se supõe ser única em muitos aspectos.

o qual para conhecer os nativos das ilhas Trobriand foi se tornar um deles. 2002).Pesquisa Participante • Este tipo de pesquisa caracteriza-se pelo envolvimento e identificação do pesquisador com as pessoas investigadas. . • A pesquisa participante teve a sua origem em Bronislaw Malinowski. montava a sua tenda nas aldeias que desejava estudar. aprendia as suas línguas e observava a sua vida quotidiana (FONSECA. Rompendo com a sociedade ocidental.

2002). • Para Thiollent (1988): “A pesquisa ação é um tipo de investigação social com base empírica que é concebida e realizada em estreita associação com uma ação ou com a resolução de um problema coletivo no qual os pesquisadores e os participantes representativos da situação ou do problema estão envolvidos de modo cooperativo ou participativo”.Pesquisa-Ação • A pesquisa ação pressupõe uma participação planejada do pesquisador na situação problemática a ser investigada. no sentido de transformar as realidades observadas. O processo de pesquisa recorre a uma metodologia sistemática. a partir da sua compreensão. . conhecimento e compromisso para a ação dos elementos envolvidos na pesquisa (FONSECA.

O investigador abandona o papel de observador em proveito de uma atitude participativa e de uma relação o sujeito a sujeito com os outros parceiros. Os dados recolhidos no decurso do trabalho não têm valor significativo em si. A reflexão sobre a prática implica em modificações no conhecimento do pesquisador (FONSECA. 2002). O pesquisador quando participa na ação traz consigo uma série de conhecimentos que serão o substrato para a realização da sua análise reflexiva sobre a realidade e os elementos que a integram. . interessando enquanto elementos de um processo de mudança social.Pesquisa-Ação • O objeto da pesquisa-ação é uma situação social situada em conjunto e não um conjunto de variáveis isoladas que se poderiam analisar independentemente do resto.

analisando as relações escola. professor. transcritos literalmente para a utilização no relatório. As características específicas da pesquisa etnográfica são: . Exemplo deste tipo de pesquisa são as realizadas sobre os processos educativos.a visão dos sujeitos pesquisados sobre as suas experiências. da entrevista intensiva e da análise de documentos. que pode ser semanas.a interação entre pesquisador e objeto pesquisado.a coleta dos dados descritivos. .a não intervenção do pesquisador sobre o ambiente pesquisado. .a variação do período. . e não nos resultados finais. . com o intuito de conhecer profundamente os diferentes problemas que a sua interação desperta. .o uso da observação participante. . . meses e até anos.Pesquisa Etnográfica A pesquisa etnográfica pode ser entendida como o estudo de um grupo ou povo.a ênfase no processo. .a flexibilidade para modificar os rumos da pesquisa. aluno e sociedade.

2004. Manolita Correia. Denise Tolfo. São Paulo: Saraiva.Fontes: LIMA. Monografia – a engenharia da produção acadêmica. Tatiana Engel Apostila Métodos de Pesquisa da Disciplina DERAD 05 do Curso de graduação tecnológica Planejamento e Gestão para o desenvolvimento rural . SILVEIRA. GERHARDT.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->