P. 1
Manual Wilcon 9br

Manual Wilcon 9br

|Views: 12.355|Likes:
Publicado porVirlei Leandro

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: Virlei Leandro on Mar 08, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/25/2014

pdf

text

original

Wilcom ES

Versão 9

Manual do Usuário

Copyright (Direitos de Autor) 1990-2004 pela Wilcom International Pty Ltd. Reservados todos os direitos. Nenhuma parte desta publicação nem do software que a acompanha pode ser copiada ou distribuída, transmitida, transcrita, instalada num sistema de retenção de informação, ou traduzida em qualquer língua humana ou linguagem de computador, ou passada para terceiros sem o consentimento expresso por escrito de: Wilcom International Pty Ltd (A.B.N. 43 001 971 919) 146-156 Wyndham Street, Alexandria (Sydney) New South Wales, 2015, Australia PO Box 581, Alexandria, 1435 Phone: +61 2 9578 5100 Fax: +61 2 9578 5108 Email: wilcom@wilcom.com.au Web: http://www.wilcom.com.au O ‘Processador de Pontos (SP)’ é uma parte deste produto que está coberta pelas seguintes patentes: Patente dos EUA Nº. 4.821.662 Patente Europeia Nº. 0221163 Patente Japonesa Nº. 2029491 TrueView™ e Point & Stitch™ são Trademarks (Marcas Registadas) da Wilcom International Pty Ltd. A Wilcom International Pty Ltd. não representa nem garante o que diz respeito ao conteúdo desta publicação e especificamente declara não ser responsável por quaisquer garantias implícitas na qualidade ou nas boas condições de comercialização, para qualquer finalidade. Para além disso, a Wilcom International Pty Ltd. reserva o direito de rever esta publicação e de lhe fazer modificações de vez em quando, sem que a Wilcom International Pty Ltd. tenha obrigação de notificar qualquer pessoa ou organização para tais revisões ou mudanças. Nesta publicação, as ilustrações em forma de monitor têm a intenção de ser exemplos e não cópias exactas da disposição de imagens geradas pelo software. Sujeito a quaisquer garantias dispostas por lei, que não possam ser excluídas, o software é comprado ‘tal como vem’ sem quaisquer garantias relativamente ao seu funcionamento, certeza, ausência de erro ou a quaisquer resultados gerados através do seu uso, e sem qualquer garantia implícita relativamente à comercialização ou às boas condições para qualquer finalidade particular para a qual o software é comprado. O comprador confia na sua própria habilidade, sabedoria e julgamento ao seleccionar o software para seu próprio uso e assume completamente o risco em relação aos resultados e performance do software. A Wilcom International Pty Ltd. especificamente não garante que o software vá ao encontro dos requisitos do comprador ou que funcione sem interrupção ou erro.

P/N W1193

Rev 2

Jan 2004

PARTE I

FUNDAMENTOS

V8

Wilcom ES — Manual Online

1

V8

2

Capítulo 1

Introdução

Bem-vindo ao produto Wilcom ES, a aplicação de software líder em desenho e fabrico na indústria de bordados. O software do produto Wilcom ES baseia-se no sistema de Windows e incorpora muitas das convenções com as quais a maioria dos usuários de PCs já se encontram familiarizados.

Usuários sem experiência
Se o produto Wilcom ES é novidade para você, não duvide que ficará satisfeito com as suas flexíveis capacidades de digitação, com a facilidade com que pode criar e editar desenhos e com a simplicidade para adicionar e criar as suas próprias letras. Contudo, antes que você comece a trabalhar com o produto, leia o. Introdução ao Designer ES Este capítulo apresenta uma panorâmica dos conceitos básicos de digitação com o produto Wilcom ES e proporciona-lhe indicações importantes sobre como usar este software para alcançar os melhores resultados. Você também deve familiarizar-se com os Modos de Proceder Básicos. Este capítulo explica como iniciar a aplicação e como usar algumas das ferramentas e características essenciais que o produto Wilcom ES oferece. Se familiarize também com os capítulos Ver Desenhos e Selecionar Objetos de Desenho. Estes contêm informação essencial sobre as muitas maneiras de visualizar desenhos em Wilcom ES e de selecionar e manipular ‘objetos’ de desenho.

Usuários que estão atualizando o produto
O produto Wilcom ES V8 possui muitas características novas e expandidas que tornam a digitação mais fácil e mais eficiente. Leia o capítulo Introdução ao Designer ES para se familiarizar rapidamente com o âmbito destes melhoramentos.

Dispositivos de segurança
O acesso ao software do produto Wilcom ES é controlado por um dispositivo de segurança instalado dentro ou ligado fora do seu computador. As atualizações podem ser feitas com facilidade dando entrada aos novos códigos de acesso ou substituindo o dispositivo de segurança externo (‘dongle’). Veja Dar entrada aos códigos de segurança para maiores

V8

Wilcom ES — Manual Online

3

detalhes. O software oferece agora uma proteção de segurança melhorada com novos ‘dongles’ e condutores HASP. Veja também a brochura sobre Instruções de Instalação.

Modelos do produto Wilcom ES
A série Wilcom ES V8.0 inclui modelos de produtos distintos descritos mais abaixo. Cada modelo de produto pode ainda ser mais enriquecido juntamente com um certo número de opções de custo extra. Veja Tabela de Diferenciação do Produto para maiores detalhes.

ES21L
O ES21L é um sistema profissional de letras que pode ser usado para criar e editar letras em qualquer desenho. Faça a sua escolha a partir de um leque variado de alfabetos estandardizados. Você pode produzir monogramas ou usar a opção avançada Envolvente para distorcer letras. Você pode também alterar a escala de desenhos e editar pontos de bordado individuais para refinar os seus desenhos e obter um acabamento perfeito.

ES21E
O ES21E possui toda a versatilidade do ES21L, mas adiciona funcionalidade à edição. Você pode modificar um desenho ou combinar desenhos diferentes totalmente ou em parte. Os elementos de um desenho podem ser remodelados e transformados interativamente na tela. Você pode alterar os tipos de pontos entre Ponto Cheio, Zigue-zague e Tatami assim como, a densidade do ponto de partes do desenho. Você pode também voltar a colocar em sequência os elementos do desenho.

ES21D
O ES21D é um sistema de digitação profissional que possui todas as características de edição e de letras proporcionadas pelo ES21E associadas a poderosas características de digitação. Você pode criar formas para serem bordadas com pontos que se viram (circulares) ou paralelos e pode usar motivos ou trabalho artísticos, copiados com scanner ou importados, para digitar desenhos na tela ou num quadro de digitação. O ES21D proporciona um certo número de poderosas características de digitação automáticas e semi-automáticas. A variável Converter Fonte True Type permite-lhe alterar qualquer Tipo de Letra TrueType do Windows para um alfabeto de bordado. A variável Desenho Smart pega numa imagem bitmap existente e gera pontos em três passos simples.

V8

Capítulo 1

Introdução

4

ES45
O ES45 é um popular e poderoso sistema de produção de digitação. Adicionalmente à digitação, edição e características de letras do ES21D, o ES45 proporciona características avançadas, tais como Efeito Florentino, Trapunto, Distorção a 3D. ES45 also permite que você faça a criação de motivos, a sua imagem no espelho e alteração da escala. Com Photo Flash, você pode criar o bordado automático de linhas a partir de fotografias. O Appliqué torna-se mais fácil com Auto Appliqué. Com o ES45 você pode também gravar os seus estilos favoritos.

ES65
O ES65 é o melhor produto para digitação e edição. Possui todas as características do ES45 e ainda mais. O ES65 possui ferramentas de digitação especializadas para círculos, anéis e estrelas, adicionalmente a um leque variado de padrões de enchimento artísticos, decorativos, que se incluem apenas. As ferramentas Point & Stitch™ oferecem tudo o que é necessário para digitar formas em imagens bitmap automaticamente, sem usar métodos de entrada manuais. Você pode criar os seus próprios alfabetos com facilidade usando Alfabetos Definidos pelo Usuário. É possível realizar vários tipos de bordado e de efeitos de bordado com o ES65. Você pode criar bordados ES Chenille, juntamente com desenhos a ponto-cruz tradicional. O ES65 vende-se juntamente com o poderoso sistema de gerenciamento de desenhos do Design Warehouse™, Wilcom para desenhistas de bordados e fabricantes. O Design Warehouse™ é desenhado para eficientemente armazenar, organizar, proteger e utilizar melhor a sua coleção de desenhos. Construído com base no software de base de dados da Microsoft SQL e nos servidores de redes Windows 2000/NT, proporciona um armazenamento robusto e de confiança para toda a sua informação sobre os desenhos. O Design Warehouse™ também proporciona à sua companhia uma base sólida para outras aplicações na Intranet e Internet. Aviso Os níveis do produto e as capacidades opcionais extra são controlados pelo dispositivo de segurança. Este dispositivo é a parte mais importante e valiosa do seu sistema e deve ser tratada com cuidado.

Documentação do produto Wilcom ES
A documentação do produto Wilcom ES inclui: Anotações sobre Novos Lançamentos

V8

Wilcom ES — Manual Online

5

Instruções de Instalação Manual do Usuário Ajuda Online Combinação de teclas rápidas Mapa de Referência para os Comandos Carta Menu do Digitador.

Manual do Usuário
O Manual do Usuário do Wilcom ES é produzido em formato impresso e eletrônico (online). O manual documenta os seguintes componentes do produto: O Designer ES (apenas para bordados normais) O Design Explorer ES. As opções do Gestor da Máquina ES, ES Chenille, ES Schiffli e Ponto-Cruz ES encontram-se documentadas em suplementos separados. O manual contém instruções passo-a-passo que cobrem todas as características do Designer ES e do Design Explorer ES sobre as quais você tem controlo direto. Os primeiros quatro capítulos do manual contêm informação relevante para todos os modelos do produto Wilcom ES. Para o ajudar a identificar a informação específica para o modelo do seu produto e quaisquer opções que você possa ter selecionado, veja a Tabela de Diferenciação do Produto. Nota O manual em papel encontra-se atualmente disponível na versão V8.0. Para lançamentos de software posteriores à versão V8.0, consulte o manual online para obter as informações mais recentes.

Ajuda Online
A versão online é acessada a partir do menu de Ajuda do produto Wilcom ES.

Instruções de Instalação
As Instruções de Instalação explicam como configurar o produto Wilcom ES no seu sistema.

Combinação de teclas rápidas
A tabela de combinação de teclas rápidas lista todas as combinações de teclas disponíveis no Designer ES. Este guia pode ser colocado perto do seu computador para ser usado como uma referência conveniente. Se inclui

V8

Capítulo 1

Introdução

6

uma cópia da combinação de teclas rápidas neste manual. Veja Teclas de Atalho.

Mapa de Referência para os Comandos
Todos os comandos no Designer ES podem ser acessados através dos vários menus, quer os do ‘tipo cortina’ quer os do ‘tipo que saltam’, ícones de barras de ferramentas, cartas menu (para usar com quadros de digitação), assim como teclas de ‘acesso’ e ‘rápidas’ . Muitos comandos podem ser acessados por vários métodos. O Mapa de Referência para os Comandos permite a você ver rapidamente que método mais lhe convém.

Carta Menu do Digitador
A carta menu precisa ser colocada no seu quadro digitador, caso você esteja usando um. Esta contém ícones de comandos que você seleciona com o mouse de digitação. Se inclui uma cópia da carta menu neste manual. Veja Menu Gráfico.

Convenções usadas no manual
Comandos
Neste manual, os comandos num sub-menu referem-se ao sub-menu e ao nome do comando. Por exemplo, o comando ‘Abrir’ no sub-menu ‘Disco de Bordado’ é referido como Disco de Bordado > Abrir.

Caixas de diálogo
As caixas de diálogo são referidas como ‘diálogos’ e só se mostram no manual se proporcionarem informação importante relativa ao modo de usar o produto Wilcom ES. As imagens na tela que oferecemos para demonstração podem ser ligeiramente diferentes dos arranjos gerados pelo software.

Convenções para uso do mouse
Instrução Clique Clique no botão direito do mouse Clique duplo Símbolo [ ] . Descrição Clique no botão esquerdo do mouse. Clique no botão direito do mouse. Clique duas vezes no botão do mouse sem movimentá-lo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

7

Instrução Shift-clique Clique OK

Símbolo V+[ [ ou j

Descrição Mantenha pressionada a tecla Shift e clique no botão do mouse. Clique OK com o mouse ou pressione a tecla Enter no teclado, para completar a ação.

Convenções para o teclado
acesso rápido C+S C+V+H Descrição Enquanto mantém pressionada a tecla Control (Ctrl), pressione a letra minúscula da tecla S. Enquanto mantém pressionada a tecla Control (Ctrl), pressione as teclas Shift e H.

Para obter uma lista completa de combinação de teclas rápidas, veja Teclas de Atalho.

V8

Capítulo 1

Introdução

8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

O Designer ES proporciona aos bordadores uma maneira rápida e flexível de criar e editar desenhos de bordados. Foi desenhado para apoiar os requisitos da alta produtividade e eficiência de digitadores profissionais. Também permite aos principiantes e usuários menos frequentes tornarem-se digitadores profissionais. O produto Designer ES permite-lhe criar e modificar desenhos em qualquer altura, ou adaptar desenhos existentes em vários tecidos diferentes e em máquinas diferentes. O processo de digitação de bordados com o produto Wilcom ES consiste em algumas ou em todas as seguintes etapas:

1 planejar desenhos 2 digitar desenhos 3 modificar desenhos 4 melhoramento da qualidade do desenho 5 adicionar letras 6 dar saída de desenhos.

Planejar o desenho
A boa qualidade dos bordados começa com o desenho. Você precisa ter depois uma máquina de boa qualidade para os bordar. Mas depois você precisa usar o tecido, fios, reforço, tensão, etc. corretos. Pense nos seguintes pontos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

9

O desenho parece bonito e correto — as formas, as cores e o equilíbrio Os pontos estão colocados em ângulo para combinarem com as formas As formas estão preenchidas com o enchimento e delineadas com os pontos de contorno corretos As letras estão claras e fáceis de ler

Os detalhes encontram-se claramente definidos Os pontos estão bonitos, suaves e uniformes As formas estão corretamdente bordadas — não existem intervalos indesejados

O desenho que vai ser bordado deve ter também as seguintes características: Desenho sai eficazmente bordado da máquina. Tecido não franziu em volta das áreas bordadas. Desenho encontra-se livre de imprecisões.

Trabalhos artísticos
Podem-se inserir, enxertar/colar ou copiar com scanner trabalhos artísticos, quer em formatações ‘bitmap’ quer em formatações ‘vetor’, para o Designer ES para serem usados com ‘panos de fundo’ para a digitação. Nao use trabalhos artísticos complicados, a menos que você seja um digitador com experiência. As fontes possíveis incluem: livros de padrões para bordados e livros de histórias infantis toalhas de mesa ou de chá impressas cartões de visita, postais e papel de embrulho bibliotecas de clip art do seu processador de texto ou programa de gráficos bibliotecas de clipart na internet ou em CD amostras na pasta Desenho do produto Wilcom ES trabalhos artísticos originais — por ex. desenhos infantis. Nota Certifique-se que verifica os direitos autorais -copyright- de quaisquer imagens que não tenham sido criadas por você. Se não tiver certeza, contate a companhia e peça autorização para as usar.

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

10

Formas de desenhos e sequência do bordado
Antes de você iniciar a digitação, você precisa analizar cuidadosamente, planejar as formas do desenho e a sequência de pontos. As formas dos desenhos precisam ser definidas com clareza, para que fiquem fáceis de bordar. As formas mais fáceis de bordar têm uma largura relativamente constante, com orlas suaves, sem viragens repentinas nem detalhes pequenos e sobressaídos. A sequência do desenho define a sequência do bordado, ou a ordem pela qual as formas vão ser bordadas. É claro que você pode alterar a sequência dos objetos no desenho para melhorar a costura — por exemplo, para minimizar mudanças de cor. Os detalhes devem ser os últimos a bordar. Veja Resequenciar objetos de bordado para maiores detalhes.
1 detalhes por último

5

2 3 4

Quadro de digitação
Se você está usando um quadro digitador, você precisa preparar um desenho ampliado do trabalho artístico e de colocá-lo no quadro digitador. Depois de registrar o desenho, você digita-o usando o mouse de digitação. Veja Usar Quadros de Digitação para maiores detalhes.

Digitar desenhos
Os desenhos criados com o Designer ES são compostos por ‘objetos de bordado’. São chamados de ‘objetos’ por que são entidades discretas que podem ser manipuladas independentemente umas das outras. Cada objeto tem certas características que o define ou ‘propriedades’ tais como cor, tamanho, posição, e outras. A propriedade mais importante de um objeto de bordado é o seu tipo de ponto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

11

A digitação consiste na transformação das formas básicas de um desenho em objetos de bordado. Ferramentas diferentes são apropriadas para formas diferentes. Você pode digitar essas formas manualmente se marcar pontos de referência ao longo do contorno, ou usando ferramentas ‘smart’ que transformam formas automaticamente em objetos de bordado. O Designer ES proporciona numerosas maneiras de se poder ver um desenho de bordado. Você pode mostrar ou esconder os contornos do objeto, os pontos de penetração da agulha, conectores, ângulos do ponto, funções da máquina, e os próprios símbolos e pontos de bordar. Amplie com Zoom + sobre uma área para ver mais detalhe do desenho ou mesmo pontos individuais. Veja Fazer zoom para aumentar e diminuir a imagem para maiores detalhes. Use as linhas da grelha para ajudar a alinhar ou a alterar o tamanho de objetos de bordado com precisão. Você pode mostrar ou esconder a grelha. Veja Mostrar a grelha para maiores detalhes. Você pode ver o desenho no seu tamanho real ou numa janela Panorâmica separada. TrueView™ Você pode fazer pan (panorâmica) ao longo de todo o desenho em vez de desenrolar, ou pode alternar rapidamente entre a vista corrente e a anterior. Visualizar desenhos completos em TrueView™. A Lista de Cores-Objetos é uma lista sequencial que oferece uma maneira fácil de selecionar objetos em desenhos e acessar as suas propriedades. Você pode usá-la para agrupar e desagrupar, trancar e destrancar, mostrar e esconder objetos. Veja Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos para maiores detalhes. Você pode ver a sequência de bordado se ‘fizer o percurso’ pelo seu desenho através dos pontos, segmentos, cores, funções de máquina ou objetos. Você também pode ver a sequência redesenhando lentamente o seu desenho na tela. Veja Verificar a sequência do bordado para maiores detalhes.

Vista normal

Tipos de pontos
Existem três tipos básicos de pontos disponíveis para máquinas de bordar tranca-ponto — Ponto Corrido, Ponto Cheio e Tatami. Todos os outros pontos são variações destes. O tipo de ponto que você usa depende da

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

12

forma do objeto, do tamanho e do efeito que você deseja alcançar. Veja Pontos de Enchimento para maiores detalhes. No Designer ES, o Ponto Corrido é ao mesmo tempo um tipo de ponto e um ‘método de entrada’ (veja mais abaixo). Use Ponto Corrido e Ponto Corrido Triplo para digitar linhas de pontos de bordar corridos, singulares ou triplos. Veja Digitar linhas para maiores detalhes.

Ponto Corrido para linhas Tatami para formas grandes

Ponto Cheio para formas estreitas

O Ponto Cheio é bastante apropriado para bordar colunas e formas estreitas, onde o comprimento de cada ponto forma a largura da coluna. O Ponto Cheio cria um efeito brilhante e de alta qualidade. O Ponto Cheio Triplo é usado muitas vezes para desenhos folclóricos para imitar bordados feitos à mão que usam fios mais grossos. Veja Criar enchimentos com Ponto Cheio para maiores detalhes. O ponto Tatami é apropriado para preencher formas grandes, de desenho irregular para dar a aparência de um campo sólido de pontos. Com os enchimentos Tatami você pode especificar o modo como cada linha é deslocada para criar padrões formados por penetrações da agulha. Veja Criar enchimentos com ponto Tatami e Criar texturas com deslocamentos Tatami para maiores detalhes.

Métodos de entrada
Dependendo da forma e do tipo de bordado que deseje, você vai usar diferentes ‘métodos de entrada’ ou ‘ferramentas’ para dar entrada a ‘pontos de referência’. Os método de entrada determinam se o bordado é apenas um contorno, um enchimento de pontos paralelos, ou uma coluna de pontos que se curvam para seguirem a forma. Os métodos no Designer ES incluem Manual, Ponto Corrido, Entrada A, Entrada B, Entrada C, e Enchimento Complexo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

13

forma grande e irregular (Enchimento Complexo)

linha (Ponto Corrido) coluna estreita (Entrada C) coluna de largura variada (Entrada A) pontos que se viram (Entrada B)

Digite pontos individuais com o método de entrada Manual. Você pode digitar pontos singulares em ‘manual’, ou dar entrada a três camadas de pontos de cada vez, com a ferramenta Manual Triplo. Os pontos em manual, quando digitados em conjunto formam um único objeto de bordado. Veja Digitar pontos individuais para maiores detalhes. Use as ferramentas Ponto Corrido e Ponto Corrido Triplo para digitar bordados com linhas de pontos corridos singulares ou com pontos corridos triplos. O Ponto Corrido coloca uma única carreira de pontos corridos ao longo de uma linha digitada. O Ponto Corrido Triplo repete cada ponto três (ou mais) vezes para se obter uma linha mais grossa. Veja Digitar linhas para maiores detalhes.

Use Entrada A para suavizar enchimentos que se viram

Use Entrada B para formas com pontos que se viram

Use a ferramenta Entrada A para digitar colunas de largura variada e ângulos do ponto. O contorno é definido por pares de pontos de pontos de referência digitados, enquanto que as linhas que ligam os pares definem os ângulos do ponto. Veja Digitar colunas de largura variável para maiores detalhes. Use a ferramenta Entrada B para digitar formas quando um dos lados é diferente do outro, especialmente quando um dos lados precisa de mais pontos de referência que o outro. Os pontos curvam-se uniformemente ao longo de toda a forma. Veja Digitar colunas assimétricas de pontos curvos para maiores detalhes.

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

14

Use Entrada C para digitar colunas de largura constante

Use Enchimento Complexo para formas grandes e irregulares

Use Entrada Cpara digitar colunas de largura constante. Usa-se tipicamente para digitar barras e contornos de formas grandes. Você pode digitar colunas para criar linhas ou barras grossas. A Entrada C usa-se geralmente com Ponto Cheio. Veja Digitar colunas de largura fixa para maiores detalhes. Use a ferramenta Enchimento Complexo para digitar formas grandes e irregulares. A maioria das formas pode ser digitada com esta ferramenta. Ao digitar contornos a partir de objetos de Enchimento Complexo, você pode criar objetos preenchidos com orifícios. Veja Digitar formas complexas com ângulos do ponto fixos para maiores detalhes.

Propriedades do objeto, estilos e escantilhões
Quando você inicia um novo desenho, o produto Designer ES usa a configuração por defeito ou ‘valores’ armazenados no escantilhão. A maioria dos desenhos usam o escantilhão ‘Normal’, mas você pode criar e usar o seu próprio escantilhão.
Estilo 1 Estilo 2

Você pode gravar qualquer combinação de valores da configuração nos seus estilos, para poder aplicá-los rapidamente a objetos de bordado e letras. Os estilos são armazenados como fazendo parte de um escantilhão de desenho. Você pode armazenar propriedades de objeto personalizadas num escantilhão, tais como valores da configuração para pontos ou letras. Veja

V8

Wilcom ES — Manual Online

15

Aplicar e gerenciar estilos e Criar escantilhões de desenho para maiores detalhes.

Cores do fio e mostruários de fios
Você precisa decidir quantas cores diferentes de fio vai usar e em que 1 sequência elas serão bordadas. Quando você faz a digitação, 2 seleciona cores de fio a partir da 3 paleta de cores. Sempre que possível, simplifique o desenho para 4 reduzir o número de mudanças de 5 cor. Comece sempre pelas formas localizadas no pano de fundo e venha trabalhando para a frente, camada a camada. Veja Alterar as cores do fio para maiores detalhes.

Percursos da Cor
Use Percursos da Cor para antever um desenho em diferentes cores sobre diferentes tecidos, defina múltiplos esquemas de cores e alterne entre eles. Para cada percurso de cor que define, você pode usar cores pré-defenidas a partir de mostruários de fios comerciais ou definir as cores. Veja Percursos da Cor e Mostruários de Fios para maiores detalhes.
Percurso de Cor 1 Percurso de Cor 2

No produto Designer ES você pode procurar certos fios manualmente usando vários critérios. A combinação automática de cores do fio permite que você encontre e altere uma cor do fio com base na combinação mais aproximada existente em um ou mais mostruários de fios. Você também pode combinar cores de fio a partir de gráficos vetor importados — (simples ou agrupados) ou bitmap. Veja Combinar as cores do fio para maiores detalhes.

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

16

No produto Designer ES, você pode alterar a cor do plano de fundo da janela de desenho para que esta combine com a cor do seu tecido. Ou você pode selecionar um tecido como plano de fundo para obter antevisões e apresentações mais realistas. Veja Alterar planos de fundo e valores de projeção na tela para maiores detalhes.

Digitar com trabalhos artísticos
Existem duas categorias gerais de fichários de trabalhos artísticos, podendo ambas ser importadas para o Designer ES para serem usadas como panos de fundo para digitação. Desenhos vetor: Estes desenhos consistem em contornos que podem ser coloridos e ter enchimentos coloridos. Os contornos dos desenhos vetor continuam finos e nítidos mesmo quando observados em fatores de zoom de alta percentagem, para que você os possa digitar com precisão. Os desenhos vetor também podem ser convertidos diretamente em objetos de bordado. Veja Digitar com Desenhos Vetor para maiores detalhes. Imagens bitmap: Estas consistem em pontinhos coloridos ou pixels. Quando você dá zoom in numa área pequena, os contornos ficam dentados e são projetados como uma série de quadradinhos coloridos ou pixels. As imagens bitmap podem ser ‘reconhecidas’ como desenhos vetor com algum êxito, dependendo da qualidade e da adaptabilidade da imagem fonte. Veja Para Digitar com Imagens Bitmap para maiores detalhes. Para criar bordados de boa qualidade, você precisa escolher trabalhos artísticos apropriados para qualquer formatação. Para objetivos de digitação manual e automática, as imagens ‘limpas’, com um número limite de cores sólidas e com contornos bem definidos, funcionam melhor.

imagem bitmap colocada à escala e plano de fundo removido — pronto para digitação manual

áreas recoloridas e contornos melhorados — pronto para digitação automática

V8

Wilcom ES — Manual Online

17

Os trabalhos artísticos que não se encontrem na forma digital precisam ser corretamente copiados com um scanner, para produzirem imagens de boa qualidade. Antes de usar bitmaps para digitação automática, você tem que prepará-los usando as ferramentas de preparação de trabalhos artísticos do Designer ES. Veja Preparar Imagens para Digitação Automática para maiores detalhes. Use as ferramentas Dar Forma para fundir, cortar ou dividir desenhos selecionados e objetos de bordado em formas diferentes. Use as mesmas ferramentas para remover áreas sobrepostas. Use-as também para fazer com que os objetos partilhem as mesmas propriedades. Veja Dar forma a objetos de desenho e a objetos de bordado para maiores detalhes.

Digitação automática
Com o seu pano de fundo importado para a janela de desenho, você pode aplicar características de digitação automática, tais como Traçado Automático, Point & Stitch™, Desenho Smart ou Photo Flash. Os desenhos vetor têm vantagens relativamente a imagens bitmap porque podem ser convertidos diretamente em objetos de desenho usando uma variedade de métodos de entrada. Contudo, com Traçado Automático, você pode converter imagens bitmap em desenho vetor. Veja Converter desenhos vetor para objetos de bordado e Converter imagens bitmaps para imagens vetor com Traçado Automático para maiores detalhes.

desenhos vetor convertidos em objetos de bordado

As ferramentas Point & Stitch™ oferecem tudo o que é necessário para digitar formas em imagens bitmap automaticamente sem se usarem método de entrada manuais. Várias formas de trabalho artístico podem ser

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

18

usadas como entrada — quer bitmap quer vetor. Veja Digtação automática de formas com Point & Stitch™ para maiores detalhes. Digitar imagens completas automaticamente com Desenho Smart. Você pode ajustar os valores da configuração para reconhecimento de objetos para qualquer cor no desenho que você identifique como um ‘detalhe’. Um detalhe pode ser um contorno, um ponto corrido de pickout, ou uma pequena área do desenho que você deseje bordar no final. Veja Digitação Automática com Desenho Smart para maiores detalhes.
todas as cores omitidas exceto preto cor do plano de fundo omitida

Digite fotografias ou imagens a preto e branco com Photo Flash. Veja Criando desenhos de bordado com imagens preto e branco para maiores detalhes.
imagem a preto e branco

imagem digitada com Photo Flash

V8

Wilcom ES — Manual Online

19

Modificar desenhos
Depois de digitar o seu desenho você pode modificá-lo como um todo, editar objetos individuais ou mesmo pontos individuais. O produto Designer ES permite-lhe fazer adições em desenhos rapidamente, através de duplicação e cópia de objetos existentes. Este também permite você combinar desenhos através da inserção de conteúdo de um fichário para outro. Veja Combinar objetos e desenhos para maiores detalhes. A sequência do bordado geralmente ocorre pela ordem em que o desenho foi digitado. Contudo, você pode alterar esta sequência de várias maneiras. A Lista de Cores-Objetos proporciona uma lista sequencial de objetos agrupados por objeto e por cor. A Lista de Objetos proporciona uma maneira fácil de agrupar, cortar, copiar e enxertar/colar, e voltar a pôr em sequência objetos selecionados e blocos de cor. Veja Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos e Resequenciar objetos de bordado para maiores detalhes. A característica Ramificar permite-lhe digitar coisas parecidas com objetos — por ex.: os dedos de uma mão — sem ter que pensar sobre a sequência mais eficiente do bordado e das junções. Aplique Ramificar para juntar objetos conectores selecionados para se formar um compridos único ‘objeto ramificado’. Todos os objetos componentes são selecionáveis como se fossem um único objeto. Você pode aplicar um ponto de suporte a todos eles.

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

20

Organizar e transformar objetos
Você pode alterar a posição, o tamanho e a orientação dos objetos num desenho, movimentando-os alterando a escala ou transformando-os. Agrupe os objetos todos juntos quando quiser aplicar uma alteração em todos eles de uma só vez. Veja Organizar e Transformar Objetos para maiores detalhes.

Remodelar objetos
O Designer ES deixa você remodelar objetos com pontos de controle. Veja Remodelar objetos usando pontos de controle para maiores detalhes. Depois da digitação, você pode fazer a conversão entre tipos diferentes de objetos de bordado, assim como entre objetos de bordado e objetos de desenho. Veja Converter entre tipos de objeto para maiores detalhes. Com objetos de Enchimento Complexo, Entrada A e Entrada B você pode configurar os ângulos do ponto para todo o objeto ou pode adicionar múltiplos ângulos do ponto, ferramenta Ângulos do Ponto. Você não pode alterar o ângulo do ponto de objetos de Entrada C visto os pontos se curvam automaticamente para seguirem a forma. Veja Ajustar ângulos do ponto para maiores detalhes.

Editar pontos
Você pode usar Editar Pontos para selecionar e mover pontos individuais e múltiplos. Você pode adicionar pontos para preencher intervalos e eliminar pontos individuais. Veja Editar pontos para maiores detalhes. Os pontos muito pequenos podem estragar o tecido e fazer com que o fio ou a agulha se partam. Antes de você enviar um desenho para bordar, você pode remover automaticamente os pequenos pontos indesejados. Veja Remover pontos pequenos automaticamente para maiores detalhes. Você pode usar a Lista de Pontos para ajudar a localizar e a selecionar pontos para editar. Quando você seleciona um ponto na lista, esse ponto também é selecionado no seu desenho para ser editado. Veja Editar Pontos e Funções de Máquina para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

21

Melhorar a qualidade do ponto
Os pontos de bordar pucham o tecido para dentro, no local onde a agulha penetra. Isto faz com que tecido se enrrugue e aparecem intervalos no bordado. Use ponto de suporte automático, compensação de encolhimento, encurtamento do ponto, espaçamento fracional e Cantos Elaborados para obter uma colocação de pontos suave e regular e para eliminar intervalos no seu desenho. Estas características são propriedades do objeto, e podem ser aplicadas, removidas ou modificadas a qualquer momento. Veja Melhorar a Qualidade do Ponto para maiores detalhes.

Reduzir o ajuntamento de pontos
Você pode reduzir o ajuntamento de pontos com espaçamento fracional ou encurtamento do ponto. Curvas e cantos pronunciados podem causar ajuntamento ao longo da orla interior. Isto pode fazer com que o fio se parta quando se começa a bordar. Quanto mais compridos os pontos, pior o problema.

sem Espaçamento Fracional

com Espaçamento Fracional

Aplique espaçamento fracional em formas curvas para uniformizar a densidade do ponto juntamente com as orlas exterior e interior. Aplique encurtamento do ponto em cantos pronunciados, para diminuir a densidade do ponto na orla interna. Veja Reduzir o ajuntamento de pontos com encurtamento do ponto e Reduzir o ajuntamento de pontos com espaçamento fracional para maiores detalhes. As partes mais aguçadas de uma forma podem causar um ajuntamento de pontos e as penetrações da agulha que podem criar uma área dura no bordado e podem estragar o tecido ou a agulha. Use Cantos Elaborados — Esquadria de Canto sem Encurtamento e Cobrir Canto para cantos pronunciados. Veja Controlar o bordado de cantos para maiores detalhes.

com Encurtamento

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

22

pontos normais (compridos demais)

com Cantos de Esquadria

com Cantos Arredondados

Ideia Os digitadores experientes podem também compensar manualmente o alongamento do tecido sobrepondo objetos à medida que os digitam. Áreas maiores e tecidos mais elásticos, tais como malhas e piqué precisam de mais pontos de suporte que áreas menores e tecidos mais firmes, tais como dril ou couro. Veja Compensação para a elasticidade do tecido para maiores detalhes.

Ajustar a densidade do ponto
Use o Processador de Pontos para ajustar a densidade do ponto, alterando ou não a escala. Isto permite-lhe reduzir o número de pontos num desenho quando usar tecidos ou fios diferentes, ou para tornar a produção mais barata. Veja Ajustar a densidade do ponto para maiores detalhes.

mais pontos

menos pontos

Dividir ou preservar pontos compridos
Você pode aplicar Divisão Automática para dividir pontos compridos em pontos menores distribuindo as penetrações da agulha aleatoriamente, para que não formem uma linha no meio da forma.

V8

Wilcom ES — Manual Online

23

sem efeitos

com Divisão Automática

com Salto Automático

Você pode preservar pontos compridos num objeto, dividindo-os numa série de saltos com Salto Automático. Se um ponto exceder o máximo do movimento da armação da máquina, e Salto Automático não se encontrar selecionado, o ponto é dividido em pontos menores. Isto pode afetar a aparência do bordado, especialmente enchimentos a Ponto Cheio. Veja Dividir pontos compridos com Divisão Automática e Preservar pontos compridos com Salto Automático para maiores detalhes.

Técnicas Especializadas de Digitação
O produto Designer ES proporciona características de digitação especializadas para poupar tempo a medida que você digita e para efeitos especiais e funções da máquina. Existem ferramentas de entrada para digitação de objetos que são círculos, estrelas, anéis e appliqué. Existem também métodos especiais para adicionar contornos, preencher orifícios, e reforçar contornos. Se a sua máquina é compatível com perfuração ou colocação de lantejoulas, você pode usar o produto Designer ES para digitar também estes efeitos. Você pode também extrair formas de appliqué de um desenho e fazer a sua saída para uma cortadora ou para um fichário separado.

Círculos, estrelas e anéis
O produto Designer ES proporciona ferramentas de entrada especiais para poupar tempo na digitação de círculos, estrelas e anéis. Use as ferramentas Anel e Círculo para digitar círculos ou anéis e a ferramenta Estrela para efeitos de círculos em uma escala menor. Você pode digitar anéis com uma variedade de tipos de pontos de enchimento. O Ponto de Contorno é muito apropriado para anéis, visto passar pontos em volta

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

24

do anel num padrão em forma de espiral. Veja Digitar círculos, estrelas e anéis para maiores detalhes.

Contornos e preencher orifícios
O produto Designer ES proporciona ferramentas para criação de contornos e áreas preenchidas rapidamente com base nos limites existentes. Use a função Objeto Deslocado para criar contornos baseados nos limites de um objeto selecionado. Use a função Orifícios Preenchidos para criar novos objetos a partir de limites de objetos de Enchimento Complexo. Veja Criar contornos e orifícios preenchidos para maiores detalhes.

Reforçar contornos
Use Bordar para trás e Repetir para reforçar contornos. Os pontos do Bordado para trás são colocados no sentido contrário e são usados para tornar as linhas de contorno a ponto corrido mais grossas sem se criarem pontos connectores indesejados. Repetir duplica o sentido original do ponto e usa-se geralmente em formas fechadas. Veja Reforçar contornos para maiores detalhes.

Lantejoulas e perfurar orifícios
Algumas máquinas estão equipadas com um abastecedor de lantejoulas que lança lantejoulas sobre o tecido à medida que as costura. Algumas estão também equipadas com um furador ou agulha de furar que abre orifícios no tecido, produzindo um efeito semelhante a renda. Usam-se muitas vezes as duas técnicas juntas. Veja Digitar lantejoulas e perfurar orifícios para maiores detalhes.

Appliqué
Você pode criar automaticamente todos os pontos de bordado que você precisa para appliqué usando Auto Appliqué. Você pode extrair formas de appliqué de um desenho para um fichário separado. Veja Digitar para appliqué para maiores detalhes. Nota O Ponto-Cruz é por vezes combinado com appliqué para se obterem efeitos especiais. O bordado a Ponto-Cruz é uma técnica muito usada no

V8

Wilcom ES — Manual Online

25

preenchimento de áreas grandes com baixa contagem de pontos. Pode também ser usado para contornos e barras. É apropriado para roupas de casa, toalhas de mesa, roupas infantis e desenhos folclóricos. Veja o Suplemento de Ponto-Cruz ES para obter maiores detalhes.

Efeitos de pontos artísticos e orlas texturadas
Crie pontos abertos ou efeitos sombreados com Trapunto ou Espaçamento de Acordeão. Use Orla Dentada para criar orlas grosseiras em objetos, para criar efeitos de sombreado, ou para imitar pêlo ou penugem ou outras texturas fofinhas. Veja Criar orlas dentadas e Criar efeitos de espaçamento de acordeão para maiores detalhes.

Enchimento Complexo com efeito Trapunto

Espaçamento de Acordeão com círculos

Orla Dentada com Ponto de contorno em ponto atrás em Tatami espiral

O ponto de Contorno é um tipo de ponto de enchimento curvo — que segue os contornos da forma, criando um efeito de curva e de luz e sombra. Existem dois tipos destes pontos — Standard e Espiral. Veja Criar efeitos para que os pontos sigam o contorno da forma para maiores detalhes. Com Efeito Florentino você pode curvar o Enchimento Complexo ao longo da linha digitada para criar efeitos de movimento ou curvos. O Efeito Líquido é semelhante a Efeito Florentino exceto que você dá entrada curvas gêmeas para que os pontos as sigam em objetos de Enchimento Complexo. Isto quer dizer que os pontos situados no topo de uma forma podem seguir uma curva diferente dos pontos situados na base da mesma forma. Veja Criar enchimentos curvos com Efeito Florentino e Criar enchimentos de curva com Efeito Líquido para maiores detalhes.

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

26

Deslocamento Tatami

Tatami com Linhas Divisórias

Efeito Florentino

Efeito Líquido

A configuração por defeito do deslocamento Tatami foi desenhada para criar um padrão ou textura de penetrações de agulha no bordado que é uniformemente liso e suave. A característica Linha Divisória proporciona um método alternativo para deslocar penetrações da agulha em enchimentos Tatami. Podem ser estabelecidos dois parâmetros — Sequência e Ângulo. Veja Criar texturas com deslocamentos Tatami para maiores detalhes. A Divisão Programada é um ponto de enchimento decorativo onde as penetrações da agulha formam um padrão ladrilhado. Selecione um padrão existente ou crie o seu próprio padrão. Veja Criar texturas com Divisão Programada para maiores detalhes. A Divisão Flexível é um efeito decorativo onde uma ou mais linhas de um padrão de Divisão Programada são usadas no enchimento do objeto. O padrão segue o ângulo do ponto e pode ser posto à escala para caber na largura do objeto.

Divisão Programada

Divisão Flexível

Divisão Definida pelo Utilizador

A Divisão Definida pelo Utilizador permite que você adicione detalhes a objetos preenchidos, digitando linhas de penetração da agulha chamadas ‘linhas divididas’. Veja Criar texturas com Divisão Flexível e Criar texturas com Divisão Definida pelo Utilizador para obter maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

27

Ponto Corrido de Motivo e Enchimentos
Você pode usar motivos artísticos tais como corações, folhas ou padrões de barras para criar pontos corridos ornamentados e enchimentos texturados. Você pode criar os seus próprios motivos artísticos ou usar os oferecidos pelo software. Podemos mudar a escala de motivos artísticos assim como rodá-los e criar a sua imagem no espelho tal qual como fazemos para outros objetos. Você pode usar motivos artísticos sozinhos, ou ligá-los juntos ao longo da linha digitada, usando Corrida de Motivos. Você também pode encher formas com carreiras de motivos artísticos repetidos e aplicar efeitos especiais, usando Enchimento de Motivo. Usar Distorção a 3D com objetos de Enchimento de Motivo, você também pode criar efeitos tri-dimensionais. Veja Corrida de Motivos e Enchimentos para maiores detalhes.

Melhoramentos em Bordado de Letras
Você pode adicionar rápida e facilmente letras em desenhos e depois adicioná-las diretamente na tela. Você pode aplicar formatação a objetos de letras da mesma maneira que o faz com um processador de texto, incluindo letras em itálico, negrito, e alinhamento esquerda/direita. Veja Adicionando letras para desenhos de bordado e Formatar letras para maiores detalhes. Você pode adicionar caracteres e símbolos especiais diretamente no diálogo Selecionar Símbolos ou a partir Mapa de Caracteres do Windows.

Você pode aplicar linhas de base horizontais, verticais e curvas nos seus objetos de letras. Veja Aplicar linhas de base para letras para maiores detalhes. Ao usar ‘letras elásticas’ você pode também distorcer as formas das letras. Veja Criar efeitos especiais com envolventes para maiores detalhes.

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

28

Você pode criar contornos como retângulos, ovais e escudos para objetos de letras usando estabelecer símbolo Cristas. Quando você adiciona um contorno, você talvez precise redimensionar e centralizar este para acomodar em volta dos objetos de letras. A característica Agrupar Nomes permite-lhe criar desenhos com múltiplos nomes. Por exemplo, você pode usar o mesmo logotipo com nomes diferentes para times esportivos ou uniformes corporativos sem ter que criar múltiplas cópias do mesmo desenho. Veja Agrupar Letras para maiores detalhes. Você também pode criar um novo alfabeto através da conversão do TrueType de fontes. Veja Converter fontes TrueType para fontes de bordado para maiores detalhes.

Saída, armazenamento e gerenciamento de desenhos
Você pode fazer a saída de desenhos de bordado de várias maneiras — gravando para o disco de bordados, furando para a fita de papel, enviando formas de appliqué para uma cortadora, ou enviando diretamente para a máquina para bordar. A partir do mesmo fichário de desenho, você também pode fazer a saída de uma folha de produção para o operador da máquina de bordar. Os desenhistas desejam frequentemente distribuir os seus desenhos para que possam ser vistos em cores verdadeiras, em TrueView™ ou noutra aplicação. A partir do Designer ES você pode gravar imagens de desenhos e folhas de produção num disquete ou enviá-las diretamente por correio eletrônico. Veja Saída de Desenhos e Discos de Bordado e Fitas de Papel para maiores detalhes. Por defeito, o produto Designer ES grava desenhos em fichários da sua formatação nativa, EMB. Esta formatação contém informações necessárias quer ao bordado do desenho quer para se fazerem modificações mais tarde. Quando um desenho é gravado ficam registrados o nome, localização, formatação e atualizações com qualquer alteração que você faça no fichário. Os fichários de formatação EMB são automaticamente comprimidos para reduzir espaço de armazagem, tornando possível a gravação de fichários grandes. Veja Processar Fichários de Desenho para maiores detalhes. Uma vez que um desenho esteja concluído, você pode enviá-lo para bordar em qualquer máquina de bordar que seja compatível sem alterar a formatação original do desenho. Quando você seleciona uma formatação de

V8

Wilcom ES — Manual Online

29

máquina, o produto Designer ES traduz os comandos que foram aplicados durante a digitação em funções de máquina que possam ser compreendidas por essa máquina em particular. Máquinas de bordar diferentes falam linguagens diferentes. Cada uma tem os seu próprios comandos de controle para as várias funções de máquina. Antes de você poder bordar um desenho, este deve-se encontrar numa formatação que possa ser compreendida pela máquina de bordar. Você pode selecionar a formatação de uma máquina para um certo desenho, fazer a sua saída noutras formatações e personalizar formatações de máquina que vão ao encontro dos requisitos da sua máquina. Veja Alterar Formatações de Máquina para maiores detalhes.

Gerenciamento de desenhos
O Design Explorer ES proporciona-lhe uma maneira eficiente para administrar os seus desenhos de bordado. Esta ferramenta de gerenciamento de desenhos pode acessar fichários de desenho armazenados no disco rígido (hard disk) do seu computador, em CD-ROM ou disquete. Reconhece todas as formatações de fichários de desenho usados por Designer ES. Veja Administrar os Desenhos para maiores detalhes. Os catálogos de desenhos existentes dentro das pastas contêm miniaturas e/ou informações sumárias. Podem ser enviados para uma impressora, publicados na sua página eletrônica na internet ou intranet e exportados em formatações apropriadas para folhas de cálculo (spreadsheets) e programas de bases de dados. Nota O Wilcom Design Warehouse™ é uma aplicação de armazenamento central e de gerenciamento para desenhos de bordados. Qualquer formatação de desenhos que possa ser lida pelo Designer ES pode ser armazenada no Design Warehouse™. O Design Warehouse™ usa a tecnologia Microsoft SQL e é uma verdadeira ferramenta para múltiplos usuários, que permite muito maior controle dos desenhos por toda a companhia. Veja o Suplemento do Armazém de Desenhos para obter maiores detalhes.

V8

Capítulo 2

Introdução ao Designer ES

30

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

Para começar a usar o produto Designer ES, você precisa saber os modos de proceder básicos, tais como: iniciar, abrir e criar desenhos e gravar. Outros modos de proceder básicos incluem: mostrar e esconder a grelha, mostrar e usar barras de ferramentas, alternar para TrueView™ e acessar o menu tipo cortina. Você pode dar um zoom e uma pan no desenho, abrir uma Janela Panorâmica e mostrar ou esconder objetos ou guias de desenho, tais como: pontos da agulha, contornos e pontos de bordar.

Os códigos de segurança controlam o acesso a opções especiais no software. Você precisa de ser capaz de identificar os seus códigos de identidade no sistema e dar entrada a novos códigos de acesso para atualizações. Esta seção descreve o modo como se deve iniciar o produto Designer ES, como abrir os desenhos, iniciar novos desenhos e usar os comandos básicos. Também explica como ligar e desligar a grelha e medir distâncias na tela. Você aprenderá também como selecionar uma formatação de Máquina para diferentes saídas, assim como o modo de gravar desenhos. Esta seção também explica o modo de proceder para entrada dos códigos de segurança.

V8

Wilcom ES — Manual Online

31

Iniciar o produto Designer ES
Dê um clique duplo para iniciar o Designer ES.

Abra o produto Designer ES usando o ícone da janela principal ou o menu Iniciar de Windows.

Para iniciar o produto Designer ES
Clique duas vezes seguidas no ícone de atalho Designer ES na janela principal de Windows. Alternativamente, selecione Programas > Wilcom ES > ES Designer a partir do menu Start.

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

32

barras de títulos e de menus barra de ferramentas Standard barra de ferramentas dos Tipos de Ponto barra de ferramentas Point & Stitch barra de ferramentas de Estilos barra de ferramentas Gerar barra de ferramentas Chenille barra de ferramentas Dar Forma barra de ferramentas Apontador barra de ferramentas de Métodos de Entrada

barra de ferramentas de Desenho barra de ferramentas de Percurso

janela de desenho

Paleta de cores lista de Percursos da Cor barra de Status linha de Alerta contagem de pontos ou ponto ativo coordenadas XY, comprimento, ângulo tipo de ponto, valores fator de zoom

O produto Designer ES abre-se com um novo, desenho em branco (Desenho1). Personalize a janela de desenho mostrando ou escondendo a grelha, alterando as dimenssões da grelha e mostrando e escondendo barras de ferramentas. Veja Mostrar a grelha e Mostrar ou esconder barras de ferramentas para obter maiores detalhes.

Usar comandos
Uma vez que você inicia o produto Designer ES, você vai passar a usar comandos ou ferramentas e diálogos para completar as suas tarefas. Você seleciona comandos em Designer ES do mesmo modo que o faz noutras

V8

Wilcom ES — Manual Online

33

aplicações de Windows — a partir de menus, barras de ferramentas, ou de menus tipo cortina. Também se encontram disponíveis teclas de atalho no teclado para os comandos usados mais frequentemente. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes.

Mostrar ou esconder barras de ferramentas
Use Mostrar Barra de Ferramentas Apontador (barra de ferramentas Mostrar Verticalmente) para mostrar a barra de ferramentas Apontador. Use Mostrar Barra de Ferramentas de Entrada para mostrar a barra de ferramentas Entrada. Use Mostrar Barra de Ferramentas de Percurso para mostrar a barra de ferramentas Percurso. Use Mostrar Barra de Ferramentas de Desenho para mostrar a barra de ferramentas Desenho. As Barras de Ferramentas proporcionam um acesso rápido e fácil aos comandos do produto Designer ES. Você pode escolher mostrar ou esconder essas barras para sua conveniência. Ideia Para aumentar a sua área de trabalho, esconda as barras de ferramentas que não deseja ter abertas e em sua substituição use o menu e os comandos do teclado. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes.

Para mostrar ou esconder barras de ferramentas 1 Selecione Ver > Barra de Ferramentas.
Abre-se o diálogo Barras de Ferramentas.

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

34

2 Selecione as barras de ferramentas que deseja mostrar. 3 Clique OK.
Ideia Use os botões na barra de ferramentas Mostrar Verticalmente para mostrar as barras de ferramentas Apontador, Entrada, Percurso e Desenho no lado da janela de desenho. Ideia As barras de ferramentas do produto Designer ES podem mudar-se e manter-se fixas noutro local. Para movimentar uma barra de ferramentas para uma localização mais conveniente, clique nela e arraste-a. Para a manter fixa na sua posição normal, dê um clique duplo no título da barra de ferramentas.

Selecionar comandos de barras de ferramentas
As barras de ferramentas proporcionam um acesso rápido e fácil aos comandos do produto Designer ES. Clique num botão da barra de ferramentas para ativar um comando ou, quando for aplicável, clique com o botão direito do mouse para configurar as suas propriedades.

Para selecionar comandos a partir de barras de ferramentas
Descanse o apontador sobre o ícone da ferramenta para ver o seu nome numa ‘caixinha’. Clique o ícone para ativar o comando. Clique com o botão direito do mouse para alterar as opções para esse comando ou para ativar o comando secundário.

V8

Wilcom ES — Manual Online

35

Se a ferramenta tiver comandos ligados ao botão esquerdo e direito do mouse, o seu nome vem dividido com uma barra (/). Por exemplo, a ferramenta Selecionar Polígono/Selecionar Linha deixa você selecionar objetos dentro de um polígono quando você clica nele, ou objetos ao longo de uma linha quando você clica com o botão direito do mouse em cima dele. Para muitos comandos, clicar com o botão direito do mouse, deixa você configurar as propriedades do comando principal (clique à esquerda). Por exemplo, Ponto Cheio/Valores seleciona Ponto Cheio como o tipo de ponto quando você clica, ou abre o diálogo Propriedades do Objeto para estabelecer valores para o Ponto Cheio quando você clica com o botão direito do mouse. Nota Nem todas as ferramentas têm uma função ligada ao botão direito do mouse.

Usar menus tipo cortina
Clicar com o botão direito do mouse num objeto selecionado abre um menu tipo cortina contendo comandos que se usam frequentemente.

Para usar menus tipo cortina 1 Clique com o botão direito do mouse num objeto selecionado.
Abre-se o menu tipo cortina.

2 Selecione um comando a partir desse menu.

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

36

Ideia Um dos comandos mais frequentemente usado é Propriedades. Isto abre o diálogo Propriedades do Objeto para os objetos selecionados.

Desfazer e refazer comandos
Use Desfazer (barra de ferramentas Standard) para desfazer um comando. Use Refazer (barra de ferramentas Standard) para reaplicar um comando que tinha sido ‘desfeito’. Você pode desfazer os efeitos da maioria dos comandos. Depois, se mudar de idéia, pode refazer os efeitos de novo. Você pode desfazer vários comandos em seguida.

Para desfazer e refazer comandos
Para desfazer um comando, clique no ícone Desfazer. Quando o produto Designer ES já não se lembra de mais comandos, a função Desfazer fica obscurecida. Clique Refazer para reaplicar um comando 'desfeito'.

Abrir desenhos
Use Abrir (barra de ferramentas Standard) para abrir um desenho existente. O produto Designer ES abre uma série compreensiva de fichários de ‘contorno’ e de ‘bordado’. Você pode também abrir desenhos a partir de discos de bordado patenteados, ou ler a partir de fita de papel. Veja também Formatações de desenhos de bordado e Discos de Bordado e Fitas de Papel. Aviso Você não pode abrir fichários EMB criados com uma versão de software posterior àquela que você está usando. Se isto acontecer, você será avisado para atualizar o seu sistema para a versão corrente.

Para abrir um desenho 1 Clique no ícone Abrir.
Abre-se o espaço de diálogo Abrir.

V8

Wilcom ES — Manual Online

37

antever painel

dados do desenho

antevisão ligada/desligada

2 Selecione uma pasta a partir da lista Examinar. 3 Se o desenho não se encontrar na formatação EMB, selecione um tipo
de fichário a partir da lista Fichários do Tipo.

4 Selecione um desenho ou desenhos.
Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

5 Selecione a caixa de verificação Antever para antever o desenho (para
fichários cujas formatações sejam compatíveis) juntamente com os dados do desenho. Isto inclui pontos de bordar e números de cor, mudanças de cor, altura e largura dos desenhos e o número da versão do software (V6.0 e seguintes). Ideia Para obter maiores informações sobre o fichário selecionado, clique com o botão direito do mouse nesse fichário e selecione Propriedades a partir do menu tipo cortina. Veja Ver informações sobre o desenho em Windows Explorer para maiores detalhes.

6 Para tipos de fichários que não sejam EMB nem ESD, clique em Opções
e altere as opções de descodificação. Veja Processar Fichários de Desenho para maiores detalhes.

7 Clique em Abrir.

Criar novos desenhos
Quando você inicia o produto Designer ES, um novo fichário — Desenho1 — é automaticamente criado, pronto para você começar a digitação. Por

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

38

defeito, o Desenho1 baseia-se no escantilhão NORMAL. Os escantilhões contêm estilos, valores por defeito ou objetos pré-definidos, para tornar a digitação mais rápida e mais fácil. Quando você cria um fichário com base num escantilhão, os valores do escantilhão são copiados para o novo desenho. Você pode criar desenhos adicionais com base no escantilhão NORMAL, ou selecionar um escantilhão diferente. Dá-se um nome aos novos desenhos e estes são também numerados em sequência (por ex. Desenho1, Desenho2 e seguintes). Ideia Quando você criar um desenho novo, grave-o com um novo nome. Veja Gravar desenhos para maiores detalhes.

Criar desenhos novos com o escantilhão NORMAL
Use Novo (barra de ferramentas Standard) para iniciar um desenho novo com o escantilhão NORMAL. Você pode criar um desenho novo com o escantilhão NORMAL.

Para criar desenhos novos com o escantilhão NORMAL
Clique no ícone Novo. Abre-se um desenho em branco na janela de desenho.

Criar novos desenhos com escantilhões personalizados
Você pode selecionar um escantilhão personalizado para nele basear o seu desenho. Veja também Gerenciar escantilhões de desenho.

Para criar novos desenhos com um escantilhão personalizado 1 Selecione Fichário > Novo.
Abre-se o diálogo Novo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

39

Ideia Se não existir outro escantilhão sem ser aquele por defeito, o diálogo Novo pode não aparecer.

2 Selecione um escantilhão a partir da lista. 3 Clique OK.

Gerar pontos de bordado
Use Gerar Pontos (barra de ferramentas Gerar) para gerar pontos para objetos novos ou selecionados. Com desenhos do produto Designer ES, os pontos são gerados automaticamente a partir dos contornos e das propriedades do desenho. Isto quer dizer que você pode alterar a escala, transformar e remodelar desenhos do produto Designer ES sem afetar a densidade ou a qualidade do ponto. Você pode gerar pontos à medida que digita ou esperar até que tenha definido os contornos, para depois gerar os pontos. Com a ferramenta Gerar Pontos ligada, os pontos são calculados para novos objetos, quando você pressiona a tecla Enter. Os pontos também são atualizados cada vez que você altera a escala, transforma ou movimenta o objeto. Você também pode digitar objetos com a ferramenta Gerar Pontos desligada, ou selecionar objetos e remover os pontos que foram gerados. Apenas os contornos desses objetos se mostram.

Para gerar pontos
Para gerar pontos para objetos novos ou selecionados, clique no ícone Gerar Pontos. Se estiverem selecionados alguns objetos, os pontos são automaticamente gerados para esses objetos. Se existirem objetos correntemente selecionados, os pontos são gerados para os novos objetos assim que você pressiona a tecla Enter. Para remover pontos, ou digitar sem gerar pontos de bordado, desative Gerar Pontos. Ideia Certifique-se que a função Mostrar Contornos se encontra selectionada ou os objetos não serão visíveis na janela de desenho.

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

40

Mostrar a grelha
Clique Mostrar Grelha (barra de ferramentas Standard) para mostrar ou esconder a grelha. Clique com o botão direito do mouse para alterar os valores de configuração da Grelha. Use as linhas da grelha para ajudar a alinhar ou a colocar à escala objetos de bordado corretamente. Você pode mostrar ou esconder a grelha. Ideia Você pode alterar o espaçamento da grelha, selecione um ponto de referência e ligue e desligue Grudar na Grelha no diálogo Opções. Veja Configurar a grelha de opções para maiores detalhes.

Para mostrar a grelha
Clique no ícone Mostrar Grelha. Quando a ferramenta é selecionada, a grelha aparece. Clique em Grelha novamente para desligar a grelha.

Medir distâncias na tela
Use Medir (menu Ver) para medir distâncias na tela. Meça a distância entre dois pontos na tela usando o comando Medir. As medidas aparecem em milímetros ou polegadas, dependendo da opção selecionada no Painel de Controle do Windows. Veja a sua documentação do Windows para obter maiores informações. Ideia Para obter resultados mais exatos, dê um 'zoom in' antes de medir. A medida é sempre o tamanho real e não é afetada pelo fator de zoom.

Para medir a distância na tela 1 Selecione Ver > Medir. 2 Clique no ponto inicial. 3 Movimente o apontador para o ponto final e mantenha o mouse parado.
Aparece a seguinte informação na Linha de Status: Coordenadas da posição do ponto final (X=, Y=).

V8

Wilcom ES — Manual Online

41

Comprimento da linha medida (L=). Ângulo da linha relativa à horizontal (A=).

4 Pressione a tecla Esc para terminar.

Selecionar formatações de máquina
Selecione Selecionar Formatação da Máquina (menu Máquina) para selecionar uma formatação de máquina. Antes de você iniciar a digitação, decida que formatação da máquina vai usar. A formatação de máquina para um desenho pode ser alterada em qualquer altura para que o desenho possa ser bordado noutro tipo de máquina, ou para poder ser enviado para ser perfurado numa fita de papel ou para um disquete de bordados.

Para selecionar uma formatação de máquina 1 Selecione Máquina > Selecionar Formatação da Máquina.
Abre-se o diálogo Selecionar Formatação da Máquina.

Selecione uma formatação de máquina

2 Selecione uma formatação de máquina a partir da lista.
Nota Você pode personalizar ou adicionar formatações que sirvam as máquinas de bordar que você vai usar para bordar o desenho. Veja Criar formatações de máquina personalizadas ou Modificar formatações de máquina standard para obter maiores detalhes.

3 Clique OK.

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

42

Gravar desenhos
Use Gravar (barra de ferramentas Standard) para gravar o desenho corrente. Clique com o botão direito do mouse para abrir o diálogo Gravar Como. O produto Designer ES deixa você gravar desenhos em EMB nativo assim como em fichários de outras formatações para ‘contorno’ e ‘bordado’. Você também pode gravar desenhos em discos de bordado patenteados, ou furar desenhos numa fita de papel. Veja também Formatações de desenhos de bordado e Discos de Bordado e Fitas de Papel. Quando um desenho é gravado ficam registrados o nome, localização, formatação e atualizações de qualquer alteração que você faça no fichário. Quando você grava um desenho existente com outro nome, para uma localização ou formatação diferente, você cria uma cópia do desenho original. Ideia Grave o seu desenho desde o início e muitas vezes. Não espere até terminar de trabalhar. Você pode também configurar o produto Designer ES para que vá gravando automaticamente enquanto você trabalha. Veja Definir guardar automáticamente e opções de backup para maiores detalhes.

Para gravar um desenho 1 Clique no ícone Gravar.
Se esta é a primeira vez que você está gravando o seu desenho, o espaço de diálogo Gravar Como abre-se. Ideia Para gravar alterações em um fichário existente mas preservando o original, use Gravar Como.

V8

Wilcom ES — Manual Online

43

pasta contendo desenho

Nome do desenho

formatar lista

2 Selecione a pasta onde você deseja gravar o desenho a partir da lista
Gravar Em.

3 Dê entrada a um nome para o desenho no campo Nome do Fichário. 4 Selecione a formatação do fichário a partir do tipo de lista Gravar Como.
Veja Formatações de fichário de bordado compatíveis para maiores detalhes. Aviso Se uma característica de desenho não se encontra disponível no tipo de fichário que você selecionou, esta será convertida — por ex. o ponto Divisão Flexível pode ser alterado para Tatami simples.

5 Se se encontrar disponível, selecione a caixa de verificação Gravar Ícone
para incluir uma imagem em miniatura do desenho com o fichário de desenho. Este ícone aparece no painel de controle da máquina durante o bordado. Aparece também no painel de antevisão do diálogo Abrir. Veja também Abrir desenhos.

6 Clique Gravar.
Ideia Os fichários gravados na formatação EMB são automaticamente comprimidos quando são gravados e descomprimidos quando são reabertos. Isto reduz o espaço de armazenagem requerido e torna possível gravar fichários grandes num disquete, ou enviá-los como anexos por correio eletrônico. Uma vez que você tenha gravado um desenho, cada vez que você clica em Gravar na barra de ferramentas o fichário será atualizado.

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

44

Dar entrada aos códigos de segurança
Use Segurança (menu Especial) para dar entrada aos códigos de segurança. As opções no produto Designer ES são controladas por um dispositivo de segurança instalado no computador e por códigos de segurança ao acesso aos quais se deu entrada no software. Cada dispositivo de segurança tem um número de série e um código de identidade únicos; assim, o seu sistema pode ser reconhecido automaticamente. Podem ser adicionadas novas opções, ou podem ser atualizados produtos, se se alterarem as opções do dispositivo de segurança. Para fazer isto você precisa dar entrada a novos códigos de segurança para acesso. Estes serão enviados por fax ou correio eletrônico. Você pode dar entrada a códigos manualmente no produto Designer ES, ou pode importá-los a partir de um fichário de texto. Veja também Problemas com ligação de dipositivos.

Identificar o seu dispositivo de segurança
Quando se referir ao seu sistema na sua correspondência ou por telefone, você precisa mencionar o número de série e o código de segurança. Esta Informação encontra-se no diálogo Dispositivo de Segurança.

Para identificar o seu dispositivo de segurança
Selecione Especial > Segurança para abrir o diálogo Dispositivo de Segurança.

Opção 1 Opção 2 Opção 3 Opção 4 Opção 5

O Número de Série e o Código de Identidade do seu dispositivo de segurança aparecem na parte superior do diálogo. As opções fornecidas com o seu sistema corrente são listadas na lista de Opções Ativadas.

V8

Wilcom ES — Manual Online

45

Dar entrada aos código de acesso manualmente
Você pode dar entrada aos código de segurança ao acesso manualmente, para poder atualizar para novas opções ou novos lançamentos de software. Ideia Você também pode dar entrada a códigos de acesso importando-os a partir de um fichário de texto. Veja Importar códigos de acesso para maiores detalhes.

Para dar entrada a códigos de acesso manualmente 1 Selecione Especial > Segurança para abrir o diálogo Dispositivo de
Segurança.

Opção 1 Opção 2 Opção 3 Opção 4 Opção 5

2 Clique Configurar Opções para abrir o diálogo Configurar Opções do
Dispositivo de Segurança.

3 Dê entrada aos códigos de acesso nos campos, usando as teclas
Tabulador ou Enter para alternar entre eles. Nota Não tecle espaços.

4 Clique OK.
Aparece uma mensagem indicando que os códigos de acesso foram introduzidos com êxito. Se existir mais que um par de códigos de acesso, dê-lhes entrada agora, um par de cada vez.

5 Compare o Código de Identidade que aparece no diálogo Dispositivo de
Segurança com aquele que se providencia com os códigos de acesso. Os dois códigos têm que ser idênticos.

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

46

6 Clique OK. 7 Volte a iniciar o produto Designer ES.

Importar códigos de acesso
Você pode importar códigos de segurança ao acesso a partir de um fichário de texto. Isto poupa tempo quando é necessário um grande número de códigos de acesso — por exemplo para se fazer uma atualização de várias novas opções. Os fichários de texto geralmente fornecem-se por correio eletrônico.

Para importar códigos de acesso 1 Copie o fichário de texto para a pasta de desenho do produto Designer
ES. Para fácil reconhecimento e identificação, o nome do fichário é o mesmo que o número de série dos eu dispositivo de segurança que se encontra impresso no rótulo.

2 No produto Designer ES, selecione Especial > Segurança para abrir o
diálogo Dispositivo de Segurança.

Opção 1 Opção 2 Opção 3 Opção 4 Opção 5

Clique para importar códigos

3 Verifique se o Número de Série e o Código de Identidade combinam com
os enviados por correio eletrônico contendo o fichário de texto com os novos códigos de acesso.

4 Clique Importar Códigos.
Abre-se o diálogo Abrir, por defeito para a pasta de desenhos, onde você gravou o seu fichário.

5 Selecione o fichário de texto contendo os novos códigos de acesso e
clique Abrir. Os códigos são automaticamente atualizados.

6 Volte a iniciar o produto Designer ES.

V8

Wilcom ES — Manual Online

47

Ver informações online
Selecione Tópicos de Ajuda (menu Ajuda) para ver ajuda online. Selecione Manual Online (menu Ajuda) para ver o manual online. Selecione Página Eletrônica da Wilcom (menu Ajuda) para ver a Página Eletrônica da Wilcom. Proporciona-se documentação para o usuário na forma de um manual impresso, de um manual online e ajuda online.

Usar ajuda online
A ajuda online oferece um acesso rápido a informações gerais sobre as características do produto Designer ES e instruções passo-a-passo.

Para usar ajuda online 1 Selecione Ajuda > Tópicos de Ajuda para abrir a janela principal de
Designer ES Ajuda.

2 Clique em Conteúdo para se mostrar a lista de tópicos principais.
Os tópicos encontram-se agrupados sob cabeçalhos de nível mais elevado com com ícones em forma de 'livro' do seu lado.

3 Clique duas vezes seguidas num dos 'livros' para ver a lista de tópicos e
depois dê outro clique duplo num tópico. Ideia Alternativamente, clique Localizar e dê entrada a palavras-chave sobre um assunto específico.

Ver o manual online
Você pode ler este manual online, usando o leitor Adobe Acrobat™ Reader. Esta aplicação é fornecida com o software do produto Designer ES. Ao usar o manual online você pode procurar rapidamente a informação de que necessita, usando características standard do leitor Adobe Acrobat™ Reader.

Para ver o manual online
Selecione Ajuda > Manual Online.

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

48

Nota Se o produto Designer ES não estiver aberto, você pode abrir o manual online diretamente do Windows Explorer. Para tal, navegue até à pasta ES Win\Bin e dê um clique duplo em DSGNEDIT.PDF.

Ligar à página eletrônica da Wilcom
Você pode obter facilmente acesso a informações sobre vendas e apoio sobre os produtos a partir do software.

Ligar à página eletrônica da Wilcom
Selecione Ajuda > Página Eletrônica da Wilcom. Você está ligado diretamente com a página eletrônica da Wilcom localizada em: http://www.wilcom.com.au/ Nota Você tem que ter um navegador da web no seu sistema corretamente configurado juntamente com acesso à web.

V8

Wilcom ES — Manual Online

49

V8

Capítulo 3

Modos de Proceder Básicos

50

Capítulo 4

Ver Desenhos

O produto Designer ES proporciona muitas características de visualização, para lhe ser mais fácil trabalhar com o seu desenho. Você pode dar um zoom in numa certa área para ver mais detalhes, para ver o desenho no seu tamanho real, ou para ver uma miniatura de todo o desenho numa Janela Panorâmica separada. Dê uma pan (panorâmica) do desenho para o mover ao longo da janela de desenho, em vez de o fazer correr na janela; e poder alternar rapidamente entre a vista corrente e a anterior. Mostre ou esconda os vários elementos de desenho com a configuração disponível na tela. Você pode mostrar ou esconder os contornos do objeto, os pontos de penetração da agulha, conectores, ângulos do ponto, funções da máquina, e os próprios símbolos e pontos de bordar. Você pode também ver desenhos em TrueView™.

Quando trabalhar com desenhos de bordados, você precisa compreender a sequência dos pontos de bordar no bordado. Você pode verificar a sequência de bordado de um desenho no produto Designer ES se ‘fizer o percurso’ pelo desenho ponto-por-ponto. Você também pode verificar a sequência de pontos redesenhando lentamente o seu desenho na tela. A partir do produto Designer ES, você pode antever um desenho existente em cores diferentes sobre tecidos diferentes, selecionando a partir de um número qualquer de percursos de cor pré-definidos. O produto Designer ES também proporciona informações sobre desenhos de várias maneiras e formatações. Antes mesmo de abrir o produto Designer ES ou o seu desenho, você pode verificar o número da versão de software e outras informações sobre o desenho para fichários EMB EMB diretamente a partir do Windows Explorer. Você pode ver detalhes de bordado sobre o

V8

Wilcom ES — Manual Online

51

desenho no diálogo Propriedades do Desenho. A folha de produção também proporciona informações essenciais sobre produção, incluindo uma antevisão do desenho, o tamanho do desenho, a sequência de cores e quaisquer outras instruções especiais. Esta seção explica os modos de visualização do desenho no produto Designer ES assim como as várias configurações de vizualização do desenho. Também descreve o modo como ver desenhos realizando o ‘percurso’ através da sequência do bordado. Os percursos de cor do desenho encontram-se explicados, assim como o modo de obter e modificar informação sobre o desenho.

Modos de visualizar desenhos
O produto Designer ES proporciona muitos modos de visualização, para lhe ser mais fácil trabalhar com o seu desenho. Você pode dar um zoom in numa certa área para ver mais detalhes, para ver o desenho no seu tamanho real, ou para ver uma miniatura de todo o desenho numa Janela Panorâmica separada. Dar uma pan (panorâmica) do desenho em vez de o fazer correr na janela; e pode alternar rapidamente entre a vista corrente e a anterior.

Fazer zoom para aumentar e diminuir a imagem
Selecione Ampliar com Zoom + 2X (menu Ver) para mostrar um desenho com uma aparência duas vezes maior que o seu tamanho corrente. Selecione Reduzir com Zoom - 2X (menu Ver) para mostrar um desenho com uma aparência que é metade do seu tamanho corrente. Selecione Zoom 1:1 (menu Ver) para mostrar um desenho no seu tamanho corrente. Selecione Fator de Zoom (menu Ver) para mostrar um desenho numa escala em particular. Selecione Caixa de Zoom (menu Ver) para dar um zoom in numa seção do desenho. Amplie a vista do desenho dando um zoom in em pontos individuais ou detlhes, ou fazendo zoom out para mostrar mais a área do desenho na janela. Nota Para se certificar que o seu desenho está sendo mostrado no tamanho correto, você pode precisar calibrar o seu monitor. Veja Calibrando o monitor para maiores detalhes.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

52

Para dar um zoom in e zoom out
Para mostrar um desenho com uma aparência duas vezes maior que o seu tamanho corrente, selecione Ver > Ampliar com Zoom + 2X. Para mostrar um desenho com uma aparência que é metade do seu tamanho corrente, selecione Ver > Reduzir com Zoom - 2X. Para mostrar um desenho no seu tamanho real, selecione Ver > Zoom 1:1. Para mostrar pontos numa escala em particular, selecione Ver > Fator de Zoom. Alternativamente, pressione a tecla F no teclado. Quando aparecer o diálogo Factor de Zoom, dê entrada à escala como uma porcentagem do tamanho real, e clique OK. Para dar um zoom in numa seção de um desenho, selecione Ver > Caixa de Zoom e arraste uma envolvente de confinação em volta da área de zoom. Nota O fator de zoom corrente mostra-se no canto direito inferior da tela.

Ver o desenho completo
Clique Mostrar o Desenho Todo (barra de ferramentas Standard) para mostrar o desenho todo na janela de desenho. O produto Designer ES proporciona um certo número de técnicas para mostrar rapidamente o desenho todo na janela de desenho.

Para ver o desenho completo
Para ver o desenho completo: Selecione Ver > Mostrar Tudo > Desenho Clique no ícone Mostrar o Desenho Todo, ou Pressione a tecla 0. Para mostrar objetos selecionados na janela, selecione Ver > Mostrar Tudo > Objetos Selecionados. Veja também Valores da configuração para mostrar o desenho.

V8

Wilcom ES — Manual Online

53

Dar uma pan ao longo de desenhos
Selecione Pan (menu Ver) para ver partes do desenho que não se encontram presentemente visíveis. Adicionalmente às barra de elevadores, dar uma ‘pan’ proporciona uma maneira rápida de ver as partes do desenho que não se encontram presentemente visíveis na janela de desenho. Tipicamente, pan usa-se depois de se dar um zoom in uma certa área. Veja também Fazer zoom para aumentar e diminuir a imagem.

Para dar uma pan ao longo de um desenho 1 Selecione Ver > Pan.
Uma caixa representando o tamanho da janela agarra-se ao apontador do mouse.

2 Mova a caixa sobre a parte do desenho que você deseja ver.
dê uma pan da caixa colocada sobre a área a ser vista

3 Clique, quando a caixa se encontrar na posição correta.
O produto Designer ES centra a janela de desenho em volta do ponto onde você clicou.

a janela de desenho move-se para a nova posição

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

54

Ver desenhos na janela panorâmica
Use Janela Panorâmica (barra de ferramentas Standard) para ver uma miniatura do desenho. Use a janela Panorâmica para ver uma miniatura do desenho. A janela é atualizada sempre que você faz uma alteração e pode ser usada para se dar um zoom in ou uma pan ao longo da janela de desenho. Nota Para alterar as preferências de vista para a Janela Panorâmica, clique nela para a tornar na janela ativa. Veja Valores da configuração para mostrar o desenho para maiores detalhes.

Para ver um desenho na janela panorâmica
Clique no ícone Janela Panorâmica. A janela panorâmica aparece.

Para dar um zoom in ou zoom out, clique no botão de Zoom na parte inferior da janela panorâmica e arraste uma envolvente de confinação ao longo da área. Para dar um pan ao longo do desenho, mova o cursor dentro da caixa de realce — esta altera-se para um cursor com uma cruz com setas nos quatro sentidos — e arraste a caixa.

Restabelecer a vista anterior e redesenhar desenhos
Selecione Vista Anterior (menu Ver) para mudar para a última vista que você selecionou.

V8

Wilcom ES — Manual Online

55

Selecione Redesenhar (menu Ver) para redesenhar o desenho. Você pode alternar rapidamente entre a vista corrente e a última vista que você selecionou. Depois de certas operações, tais como editar cores do fio, você pode também precisar de redesenhar a tela para obter uma apresentação mais nítida. Nota Para ver a sequência do bordado, use Redesenhar Devagar. Veja Redesenhar devagar a sequência dos pontos do bordado para maiores detalhes.

Para restabelecer a vista anterior e redesenhar um desenho
Para voltar à vista anterior, selecione Ver > Vista Anterior. Para redesenhar a tela, selecione Ver > Redesenhar.

Valores da configuração para mostrar o desenho
Você pode mostrar ou esconder elementos de desenho com uma variedade de valores de configuração da tela. Você pode mostrar ou esconder os contornos do objeto, os pontos de penetração da agulha, conectores, ângulos do ponto, funções da máquina e os próprios símbolos e pontos de bordar. Você pode também mostrar ou esconder cores selecionadas. Ideia Você pode alterar os valores de configuração da janela panorâmica separadamente dos da janela de desenho. Por exemplo, você pode ver o desenho em TrueView™ na Janela Panorâmica e na vista normal na janela de desenho. Veja também Ver desenhos na janela panorâmica.

Ver pontos e contornos
Clique Mostrar Pontos (barra de ferramentas Standard) para mostrar ou esconder pontos. Clique Mostrar Contornos (barra de ferramentas Standard) para mostrar ou esconder os contorno do objeto. Você pode mostrar ou esconder pontos e contornos do objeto à medida que você vai trabalhando. Quando remodelar a forma, esconda os pontos para ver os contornos com mais clareza. Mostre os contornos se o comando Gerar Pontos estiver desligado. Veja também Gerar pontos de bordado.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

56

Nota Mostrar Contornos não funcionará com fichários de ‘bordado’ que foram lidos sem o reconhecimento dos pontos de bordado. Veja Abrir fichários de bordado em Designer ES para maiores detalhes.

Para ver pontos de bordar e contornos
Para mostrar os contorno do objeto, clique no ícone Mostrar Contornos. Clique no ícone Mostrar Pontos (ou carregue na tecla S) para ligar e desligar a viragem dos pontos.

pontos LIGADOS

contornos LIGADOS

pontos e contornos LIGADOS

Ideia Se clicar com o botão direito do mouse nestas ferramentas abre-se o tabulador Opções > Ver Desenho. Veja Ver partes selecionadas de um desenho para maiores detalhes.

Ver desenhos em TrueView™
Use TrueView™ (barra de ferramentas Standard) para alterar entre a vista normal e TrueView™. TrueView™ oferece uma representação gráfica da aparência do bordado final. Ideia Altere os valores da configuração de TrueView™ para obter efeitos diferentes. Veja Definir TrueView™ para maiores detalhes.

Para ver desenhos em TrueView™
Clique no ícone TrueView™ para alternar entre TrueView™ e vista normal.

V8

Wilcom ES — Manual Online

57

vista normal (pontos e contornos)

TrueView™ LIGADOS

Ideia Use TrueView™ juntamente com um tecido de plano de fundo, para ver como o seu desenho ficará depois de bordado. Veja Alterar cores em planos de fundo e em tecidos para maiores detalhes.

Ver pontos da agulha, conectores e funções
Clique Mostrar Pontos da Agulha (barra de ferramentas Standard) para mostrar ou esconder os pontos da agulha num desenho. Clique Mostrar Conectores (barra de ferramentas Standard) para mostrar ou esconder os conectores. Clique Mostrar Funções (barra de ferramentas Standard) para mostrar ou esconder os símbolos de função. Você pode mostrar ou esconder elementos de desenho, tais como pontos da agulha, conectores e marcadores de função, no seu desenho. Por exemplo, ver os ‘pontos da agulha’ para selecionar pontos para serem editados, ‘funções’ para verificar as mudanças de cor ou cortes de fio, e ‘conectores’ para ajudar a posicionar os pontos de entrada e de saída dos pontos de bordar. Veja também Conectar Objetos de Bordado e Editar Pontos e Funções de Máquina. Nota Você pode mostrar ou esconder elementos de desenho em qualquer combinação. Nenhum aparece enquanto se estiver vendo em TrueView™.

Para ver pontos da agulha, conectores e funções do desenho
Para mostrar ou esconder pontos da agulha, clique no ícone Mostrar Pontos da Agulha.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

58

pontos da Agulha LIGADOS

funções LIGADAS

conectores LIGADOS

Para mostrar ou esconder conectores, clique no ícone Mostrar Conectores. Veja também Tipos de conectores. Para mostrar ou esconder funções de máquina, clique no ícone Mostrar Funções. Veja também Tipos de função da máquina. Ideia Se clicar com o botão direito do mouse nestas ferramentas abre-se o tabulador Opções > Ver Desenho. Veja Ver partes selecionadas de um desenho e Configurarr elementos do desenho vizualizar opções para maiores detalhes.

Ver partes selecionadas de um desenho
Selecione Opções (menu Especial) para mostrar todos os objetos de bordado num desenho, ou para esconder todos, exceto os objetos selecionados. Você pode configurar o seu sistema para que se mostrem todos os objetos de bordado num desenho, ou para esconder todos, exceto os objetos selecionados. Você pode também desligar todos os objeto de bordado para poder ver imagens de pano de fundo com maior clareza. Nota A configuração da tela aplica-se na janela de desenho e na folha de produção. Veja também Modos de visualizar desenhos e Antever folhas de produção. Ideia A Lista de Cores-Objetos proporciona outro modo para ver objetos de desenho. Veja Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

59

Para visualizar partes selecionadas de um desenho 1 Selecionar Especial > Opções.
Abre-se o diálogo Opções.

2 Selecionar o tabulador Ver Desenho.

Selecione o modo para se ver (e imprimir) o desenho

3 No painel de Visibilidade, selecione uma opção para mostrar a tela.
Sem Alteração: a tela continua como antes. Mostrar o Desenho Todo: todos os objeto de bordado no desenho se encontram visíveis. Veja também Ver o desenho completo. Mostrar Objetos Selecionados: São apenas visíveis os objetos que se encontram correntemente selecionados. Esta opção só se encontra disponível quando são objetos selecionados.

Mostrar Objetos Não-Selecionados: acontece o oposto da opção acima descrita. Esta opção só se encontra disponível quando são objetos selecionados.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

60

Esconder o Desenho Todo: todos os objeto de bordado no desenho se encontram escondidos. Nota A partir deste diálogo você pode também selecionar os elementos de desenho que deseja mostrar — por ex. pontos, contornos, etc. Você pode também alterar os valores da configuração TrueView™ para obter efeitos diferentes. Veja Configurarr elementos do desenho vizualizar opções e Definir TrueView™ para maiores detalhes.

4 Clique OK.

Ver objetos de desenho por cor
Selecionar Ver por Cor (menu Ver) para isolar elementos de desenho por cor. Para ajudar você a isolar elementos de desenho individuais para verificação ou manipulação, a função Ver por Cor permite-lhe ver objetos por cor. Isto torna-se particularmente quando você faz a resequência de objetos por cor. Veja também Voltar a pôr em sequência objetos por cor. Ideia A Lista de Cores-Objetos proporciona outro modo para ver objetos de desenho. Veja Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos para maiores detalhes.

Para ver objetos de desenho por cor 1 Criar ou abrir um desenho. 2 Selecione Ver > Ver por Cor.
Abre-se o diálogo A folha de produção também proporciona informações e Selecionar por Cor.

V8

Wilcom ES — Manual Online

61

3 Selecione as cores que você deseja ver.
Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

4 Clique OK.
O desenho aparece apenas com essas cores que você selecionou em Ver. Nota O comando Ver por Cor não funciona com objetos agrupados.

Verificar a sequência do bordado
Quando trabalhar com desenhos de bordados, você precisa compreender a sequência dos pontos de bordar no bordado. Você pode verificar a sequência de bordado de um desenho, se ‘fizer o percurso’ pelos pontos, segmentos, funções de máquina ou objetos. Você também pode verificar a sequência de pontos redesenhando lentamente o seu desenho na tela. O produto Designer ES simula o bordado que vai sair, alterando pontos a preto para a cor de fio que lhes foi atribuída, à medida que esses pontos são ‘bordados’.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

62

Nota A sequência de bordado pode apenas ser vista em ‘ver pontos'. Não pode ser usada em TrueView™.

Ideia Você pode alterar a projeção das cores dos pontos que ainda não foram bordados. Veja Alterar a projeção de cores na tela para maiores detalhes.

Percorrer o desenho por pontos de bordar
Clique Percurso por 1 Ponto (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso por 1 ponto de cada vez. Clique Percurso por 10 Pontos (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso por 10 pontos de cada vez. Clique Percurso por 100 Pontos (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso por 100 pontos de cada vez. Clique Percurso por 1000 Pontos (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso por 1000 pontos de cada vez. Use as ferramentas de percurso por pontos ou as teclas de atalho para realizar o percurso pelo desenho por um ou mais pontos de cada vez. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes. Nota A posição da agulha corrente é indicada por uma grande cruz branca ou ‘marcador da posição da agulha’. Inicialmente, este marcador encontra-se localizado no final do desenho. Quando você realiza o percurso pelos pontos, o marcador da posição da agulha movimenta-se de acordo com esse percurso. O número do ponto corrente aparece na Linha de Status.

V8

Wilcom ES — Manual Online

63

marcador da posição da agulha

Para realizar o percurso por pontos
Clique na ferramenta de percurso que você requer para realizar o percurso para trás através da sequência de pontos por 1, 10, 100 ou 1000 pontos. Clique com o botão direito do mouse na ferramenta que requer para realizar o percurso para a frente através da sequência de pontos.
Realizar o percurso para trás um ponto

Ideia A função Redesenhar Devagar permite-lhe ver a sequência de pontos de bordar e das cores de um desenho em câmara lenta. Veja Redesenhar devagar a sequência dos pontos do bordado para maiores detalhes.

Percurso por segmento
Clique Percorrer por Segmento (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso para os segmentos anterior e seguinte. Use a ferramenta de percurso por segmento ou as teclas de atalho do teclado para realizar o percurso através do desenho por segmento de objeto. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

64

Percurso por segmento
Para realizar o percurso para o segmento anterior, clique no ícone Percurso por Segmento. Para realizar o percurso para o segmento seguinte, clique com o botão direito do mouse no ícone Percurso por Segmento.

Percurso para o início ou final de um desenho
Clique Início/Fim do Desenho (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso para o início ou final de um desenho. Use a ferramenta Início/Fim do Desenho ou as teclas de atalho do teclado para realizar o percurso rapidamente para o início ou final da sequência de pontos. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes.

Para realizar o percurso para o início ou final de um desenho
Para realizar o percurso para o início de um desenho, clique no ícone Início/Fim do Desenho. Para realizar o percurso para o final de um desenho, clique com o botão direito do mouse no ícone Início/Fim do Desenho.

Percurso por objeto
Use Percurso por Objeto (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso para o objeto anterior ou seguinte. Use a ferramenta de Percurso por Objeto ou as teclas de atalho do teclado para realizar o percurso através do desenho por objeto. Esta técnica é útil se você precisa localizar um objeto específico para poder inserir outro objeto ou eliminar esse objeto da sequência de bordado. Use esta técnica em

V8

Wilcom ES — Manual Online

65

conjunto com as ferramentas de percurso por pontos, se desejar ‘aninhar’ um objeto. Veja também Aninhar objetos.

Ideia Você pode selecionar uma série de objetos se realizar o percurso por objeto com a função Seleções Ligadas ativada. Veja Selecionar de objetos com Seleção Ligada para maiores detalhes.

Para realizar o percurso por objeto
Para realizar o percurso para o objeto anterior, clique no ícone Percurso por Objeto. Para realizar o percurso para o objeto seguinte, clique com o botão direito do mouse, no ícone Percurso por Objeto. Ideia Use a ferramenta de percurso por objeto ou as teclas de atalho do teclado para realizar o percurso através do desenho por objeto. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes.

Percurso por Cor
Use Percurso por Cor (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso para a função de mudança de cor anterior ou seguinte. Use a ferramenta de percurso por cor ou as teclas de atalho do teclado para realizar o percurso através do desenho por cor. Esta técnica é útil se você precisar de localizar uma mudança de cor específica para poder inserir outro objeto ou eliminar esse objeto da sequência de bordado. Veja também Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos e Teclas de Atalho.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

66

Nota Quando você realiza o percurso por cor, o sistema procura pela próxima função de mudança de cor ou pela anterior. São reconhecidas as funções de mudança de cor inseridas automática e manualmente.

Para realizar o percurso por cor
Para realizar o percurso para a cor anterior, clique no ícone Percurso por Cor. Para realizar o percurso para a cor seguinte, clique com o botão direito do mouse no ícone Percurso por Cor.

Percurso por funções da máquina
Use Percurso por Função (barra de ferramentas Percorrer) para realizar o percurso para a função de máquina anterior ou seguinte. Use a ferramenta de percurso por função da máquina, para realizar o percurso através do desenho por função da máquina. Isto torna-se útil, por exemplo, caso você esteja procurando cortes de fio extra que não devem existir. Note, contudo, que o ponto da agulha vai parar em cada salto, corte de fio e mudança de cor. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes. Nota São reconhecidas as funções de mudança de cor inseridas automática e manualmente. Veja também Alterar Formatações de Máquina.

V8

Wilcom ES — Manual Online

67

Para realizar o percurso por função da máquina
Para realizar o percurso para a próxima função da máquina, clique com o botão direito do mouse no ícone Percurso por Função. Para realizar o percurso para a função da máquina anterior, clique no ícone Percurso por Função.

Redesenhar devagar a sequência dos pontos do bordado
Selecionar Redesenhar Devagar Redesenhar Devagar (menu Ver) para ver a formação de pontos e a sequência de cores de um desenho, em câmara lenta. A função Redesenhar Devagar permite-lhe ver a sequência de pontos de bordar e das cores de um desenho em câmara lenta. Você pode esconder as partes que ainda não foram bordadas num desenho até que que estas sejam ‘bordadas’ na tela. O redesenho pode ser inciado a partir de qualquer ponto do desenho. Para desenhos maiores, você pode escolher desenrolar automaticamente, para que a área que está sendo bordada continue na tela.
desenho meio bordado

Nota A função Redesenhar Devagar não pode ser usada com TrueView™.

Para redesenhar a sequência de bordado devagar 1 Selecione Ver > Redesenhar Devagar.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

68

O diálogo Redesenhar Devagar se abre.

Ajustar opções de projeção na tela

Siga Pausa Parar

De volta para o Início

2 Use a barra deslizante para estabelecer a velocidade de redesenho. 3 Selecionar as opções tal como for necessário:
Esconder Antes: Esconde as partes de um desenhos que ainda não foram bordadas, até que sejam bordadas na tela.
Apenas se mostram as áreas que estão sendo redesenhadas, o resto está escondido

Realizar o percurso até meio do desenho, e depois iniciar Redesenhar Devagar

Rolamento Automático: Para desenhos grandes, esta função desenrola os desenhos automaticamente, para que a área que está sendo bordada continue na tela.

4 Clique em Vai.
O desenho é redesenhado na tela de acordo com a sequência do bordado e a velocidade selecionada.

5 Clique em Pausa, Parar ou De Volta ao Início tal como for necessário.
A função Pausa pausa o redesenho, deixando você recomeçar onde parou. A função Parar pára o redesenho e volta para o início do desenho. A função De Volta ao Início redesenha a partir do início do desenho.

V8

Wilcom ES — Manual Online

69

Nota Você pode ajustar a projeção das cores dos pontos que ainda não foram bordados. Veja Alterar a projeção de cores na tela para maiores detalhes.

Ver percursos de cor
Use Percursos da Cor (barra de ferramentas Percursos da Cor) para selecionar um novo esquema de cores para o seu desenho. Um ‘percurso de cor’ é uma paleta de cores de fio na qual um desenho pode ser bordado, juntamente com a cor do plano de fundo. Quando você inicia um desenho novo, o Percurso de Cor 1 aparece por defeito na paleta de cores. Você pode alterá-lo se selecionar outro a partir de um certo número de percursos de cor pré-defenidos para o escantilhão que você está usando. Do mesmo modo, você pode antever um desenho existente em cores diferentes sobre tecidos diferentes, selecionando a partir de um certo número de percursos de cor pré-defenidos para esse desenho. Nota No produto Designer ES, você pode agora definir múltiplos esquemas de cores, ou percursos de cor, para um mesmo desenho. Você pode imprimir múltiplos percursos de cor, ícones de blocos de cor e planos de fundo de desenhos juntamente com a folha de produção. Veja Usar múltiplos percursos da cor para maiores detalhes.

Para ver um percurso de cor 1 Abrir um desenho. 2 Selecione um percurso de cor da barra de ferramentas Percursos de Cor. 3 Selecione Ver > Redesenhar para ‘refrescar’ o monitor.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

70

Percurso de Cor 1

Percurso de Cor 2

Ver informações sobre o desenho
Você pode obter informação sobre o desenho de várias maneiras e a partir de várias formatações — antes de abrir o fichário EMB através do Windows Explorer, a partir do diálogo Propriedades do Desenho, assim como a partir da folha de produção.

Ver informações sobre o desenho em Windows Explorer
Antes de abrir fichários EMB, você pode verificar o número da versão de software e outras informações sobre o desenho através de Windows Explorer. O diálogo Propriedades mostra uma antevisão do desenho juntamente com informações sobre o desenho, tais como, contagem de pontos, número de paragens e de mudanças de cor, assim como a formatação da máquina. Você também pode ver informações gerais sobre o fichário, tais como, o tamanho do fichário e as datas das modificações. Nota Este mesmo diálogo pode ser acessado a partir do diálogo Abrir dentro do produto Designer ES. Veja também Abrir desenhos.

Para ver informação sobre um desenho em Windows Explorer 1 A partir de Windows Explorer, selecione um fichário. 2 Clique com o botão direito do mouse no fichário e selecione
Propriedades a partir do menu que salta. Abre-se o diálogo Propriedades e mostra-se o tabulador EMB.

V8

Wilcom ES — Manual Online

71

3 Verifique as informações sobre o desenho, ou clique nos outros
tabuladores para obter informações gerais sobre o fichário.

Ideia O tabulador Sumário algumas das mesmas informações a que se deu entrada no tabulador Propriedades do Desenho > Sumário a partir do produto Designer ES. Veja Ver informações sobre o desenho em Designer ES para maiores detalhes.

4 Clique OK.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

72

Ver informações sobre o desenho em Designer ES
Use Propriedades do Desenho (menu Fichário) para ver detalhes de bordado sobre o desenho. Você pode verificar o número da versão de software e outras informações sobre o desenho através do diálogo Propriedades do Desenho. Também se proporcionam detalhes sobre o bordado. A maioria dos campos não podem ser modificados diretamente para contagem de pontos, informação sumária, Percursos da Cor e Elementos. Nota Um ‘elemento’ é um bloco de objetos em sequência e com a mesma cor. Você pode dar entrada a nomes para estes elementos. O operador geralmente usa-os para se certificar que as cores serão corretamente bordadas. Veja Atribuir nomes de elementos para maiores detalhes.

Para ver informação sobre um desenho no Designer ES 1 Selecione Fichário > Propriedades do Desenho.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Informação.

Este tabulador contém informação sobre a altura, largura, contagem de pontos e cores do desenho. Estes dados são extraídos do desenho e, exceto para a contagem de pontos, não podem ser modificados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

73

Nota Isto proporciona também informações importantes sobre a origem do fichário – Desenho Nativo, Contornos Importados, Pontos Processados, ou Pontos Importados. Veja Formatações de desenhos de bordado para maiores detalhes.

2 Clique Cálculo do Comprimento para rever a contagem de pontos de
acordo com a espessura do tecido. Veja Estimativa do uso total de fios de bordar para maiores detalhes.

3 Selecione o tabulador Sequência de Paragens para se ver a sequência
de cores e a contagem de pontos para cada elemento de desenho.

Os dados neste tabulador foram extraídos do desenho e, exceto para Elementos, não podem ser modificados. Veja também Atribuir nomes de elementos. Nota Existe uma contagem de pontos para cada elemento do desenho. Você pode mostrar isto como uma contagem de pontos para cada elemento ou como uma contagem de pontos cumulativa. Veja Definir outras opções gerais para maiores detalhes.

4 Selecione o tabulador Sumário para ver ou dar entrada a uma
informação resumida sobre o desenho.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

74

5 Clique num campo e dê entrada a qualquer texto que ajude você a
identificar o desenho mais tarde. Nota As informações sobre este tabulador estão incluídas na folha de produção, assim como as informações sobre o tabulador Sumário do diálogo Propriedades de Windows. Veja Ver informações sobre o desenho em Windows Explorer e Antever folhas de produção para maiores detalhes.

6 Clique OK.

Estimativa do uso total de fios de bordar
Use Propriedades do Desenho (menu Fichário) para ver o uso total de pontos. Para conseguir estimativas mais precisas sobre o uso de fios de bordar, você pode ajustar a espessura do tecido para que esta seja apropriada para o tecido que vai ser usado.

Para se estimar a quantidade de fio que vai ser usado 1 Selecione Fichário > Propriedades do Desenho.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Informação.

2 Clique em Cálculo do Comprimento.
Abre-se o espaço de diálogo Cálculo do Comprimento.

V8

Wilcom ES — Manual Online

75

Dê entrada à espessura do tecido que vai ser usado em mm Dê entrada ao comprimento do fio para a bobina em (porcentagem) %

3 Dê entrada à espessura do tecido que vai ser usado em milímetros. 4 Ajuste o comprimento do fio para a bobina de acordo com a mistura de
tipos de fio no desenho. Este fator proporciona um mecanismo simples para se obter um comprimento do fio para a bobina para uma estimativa mais exata. O (100%) valor por defeito é apropriado para um desenho com uma mistura de tipos de pontos. Se o desenho for todo bordado em Pontos Corridos ou todo bordado em Tatami, será usado mais fio da bobina e o fator pode ser aumentado, digamos, para 125%. Se o desenho for todo bordado a Ponto Cheio, o fator pode ser reduzido, digamos, para 65%.

5 Clique OK.
Os valores do Total de Fio e do Total da Bobina são ajustados para tomarem em conta a espessura do tecido nos requisitos do ‘total de fio'. Ideia Clique Gravar para gravar as preferências revistas para o escantilhão corrente.

Atribuir nomes de elementos
Use Propriedades do Desenho (menu Fichário) para atribuir nomes a blocos de objetos sequenciais, com a mesma cor. Você pode atribuir nomes a blocos de objetos sequenciais, com a mesma cor, conhecidos como ‘elementos’. Os nomes dos elementos aparecem na folha de produção.

Para atribuir nomes aos elementos 1 Selecione Fichário > Propriedades do Desenho.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Informação.

2 Selecione o tabulador Sequência de Paragens.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

76

Dê entrada aos nomes dos elementos para cada bloco de cor

3 Nos campos Elemento, dê entrada aos nomes para cada bloco de cor tal
como se pede. Para tal, clique no campo, tecle o nome e pressione a tecla Enter. Nota Esta informação pode ser incluída na folha de produção. Veja Personalizar informações sobre folhas de produção para maiores detalhes.

4 Clique OK.

Antever folhas de produção
Clique Antever Impressão (barra de ferramentas Standard) para antever a folha de produção na tela. A folha de produção é a ligação entre o desenhista e o operador da máquina de bordar. A folha de produção também proporciona informações essenciais sobre produção, incluindo uma antevisão do desenho, o tamanho do desenho, a sequência de cores e quaisquer outras instruções especiais. Veja também Imprimir uma folha de produção na impressora ou na plotter.

Para antever uma folha de produção 1 Clique no ícone Antever Impressão.
A folha de produção aparece numa janela de antevisão.

V8

Wilcom ES — Manual Online

77

Clique para que visualizem uma ou duas páginas Clique Imprimir para imprimir a folha de produção

Clique Fechar para voltar para a Janela de Desenho

informação sobre o produto O desenho aparece no seu tamanho real

2 Ajuste a vista tal como se pede:
Para alterar a orientação do papel, clique Horizontal ou Vertical. Para alterar a informação que se mostra e configurar preferências de impressão/impressão com plotter, clique em Opções. Veja também Estabelecer opções de impressão para a folha de produção. Para imprimir o desenho, clique Imprimir. Para fechar a antevisão da folha de produção, clique Fechar. Ideia Zoom in para ler a informação sobre produção ou para fazer a antevisão do desenho mais de perto. Os desenhos grandes podem ser observados ao longo de um certo número de páginas.

V8

Capítulo 4

Ver Desenhos

78

Capítulo 5

Selecionar Objetos de Desenho

O produto Designer ES proporciona várias maneiras de selecionar objetos que compreendem desenhos de bordados. Você pode selecionar todos os objetos para modificar o desenho como um todo, ou objetos individualmente, para obter uma modificação mais precisa.

Nota No Designer ES, os objetos de desenho e os objetos de bordado são na verdade inter-convertíveis visto partilharem muitas das mesmas características. Veja também Digitar com Desenhos Vetor. Esta seção descreve como selecionar objetos usando as ferramentas de seleção e o teclado. Mostra também como selecionar objetos enquanto realiza o percurso pelo desenho, ou utilizando a Lista de Cores-Objetos.

Selecionar e desativar objetos
Você pode selecionar todos os objetos num desenho, cancelar todas as seleções, ou retirar objetos individuais de um grupo selecionado.

Selecionar todos os objetos de um desenho
Selecione todos os objetos para realizar alterações a um desenho completo. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

79

Para selecionar todos os objetos de um desenho
Selecione Editar > Selecionar Tudo ou pressione nas teclas Ctrl + A. Os grampos de dimensionamento aparecem em volta de todo o desenho.

nenhuns objetos selecionados

todos os objetos selecionados

Para desativar, selecione Editar > Des-selecionar Tudo, pressione na tecla X ou Esc.

Desativar objetos
Você pode cancelar todas as seleções no desenho, ou remover objetos individuais de um grupo de objetos selecionados.

Para desativar objetos
Cancele uma seleção usando qualquer um dos seguintes métodos. Pressione a tecla Esc. Clique no ícone Cancelar. Selecione outro objeto. Clique numa área vazia no plano de fundo. Selecione Editar > Desativar Tudo. Remova um objeto de uma seleção pressionando e segurando a tecla Ctrl e clicando no objeto a ser desativado.

Selecionar objetos com a ferramenta Selecionar Objeto
A ferramenta Selecionar Objeto proporciona várias maneiras de selecionar objetos incluindo 'apontar e clicar', e seleção através de uma envolvente de confinação. Você pode também usar a ferramenta em conjunto com as

V8

Capítulo 5

Selecionar Objetos de Desenho

80

teclas Shift e Ctrl para selecionar grupos de objetos. Veja Teclas de Atalho para maiores detalhes.

Selecionar objetos usando 'apontar e clicar'
Clique Selecionar Objeto (barra de ferramentas Apontador) e clique no objeto a selecionar. A maneira mais simples de selecionar objetos é apontando para eles e clicando-lhes em cima com o mouse usando a ferramenta Selecionar Objeto ativada. Com a s teclas Shift e Ctrl, você pode selecionar múltiplos objetos.

Para selecionar objetos usando 'apontar e clicar' 1 Clique no ícone Selecionar Objeto. 2 Clique no objeto que deseja selecionar.
Quando você clica num objeto, os grampos de seleção aparecem em sua volta. Você pode clicar em qualquer local dentro dessa área compreendida entre os grampos, para clicar e arrastar o objeto.

OU Clique no primeiro objeto Ctrl + Pressione e segure a tecla Ctrl e clique noutro objeto Shift + Pressione e segure a tecla Shift e clique no último objeto

3 Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à
medida que os seleciona. Ideia Quando se utiliza este método, é bom saber-se a sequência pela qual o desenho foi bordado. Veja Percurso por objeto para maiores detalhes.

4 Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida
que os seleciona.

V8

Wilcom ES — Manual Online

81

Ideia Para selecionar um objeto que se encontra por trás de outro objeto, dê um zoom in e clique no contorno. Alternativamente, posicione o apontador sobre o objeto, pressione e segure a tecla 2 e clique até que o objeto esteja selecionado. Cada clique seleciona o próximo objeto sobreposto.

Selecionar objetos com uma envolvente de confinação
Clique Selecionar Objeto (barra de ferramentas Apontador) e arraste uma envolvente de confinação em volta do objeto a selecionar. Com a ferramenta Selecionar Objeto ativada, você pode selecionar objetos arrastando uma envolvente de confinação em sua volta.

Para selecionar objetos com uma envolvente de confinação 1 Clique no ícone Selecionar Objeto. 2 Arraste uma envolvente de confinação em volta dos objetos que deseja
selecionar. Os objetos são selecionados quando você solta o botão do mouse.

Arraste uma envolvente de confinação em volta dos objetos

Os objetos são selecionados

Nota A menos que eles já tenham sido agrupados, apenas os objetos que se encontram completamente dentro da envolvente de confinação serão selecionados quando você soltar o botão do mouse. Veja também Agrupar objetos.

V8

Capítulo 5

Selecionar Objetos de Desenho

82

Selecionar objetos ‘rapidamente’
Você pode selecionar uma série of objetos fazendo o percurso por objeto com a função Seleção Ligada ativada, ou usando a ferramenta Selecionar Objeto em conjunto com as teclas Shift, Ctrl e Tab.

Selecionar de objetos com Seleção Ligada
Clique Seleção Ligada (barra de ferramentas Standard) para selecionar uma série de objetos à medida que você realiza o percurso através do desenho. A ferramenta Seleção Ligada adiciona objetos à seleção à medida que você realiza o percurso através da sequência de bordado.

Para selecionar objetos com Seleções Ligadas 1 Clique no ícone Seleção Ligada. 2 Clique no ícone Selecionar Objeto.
Nota Se a ferramenta Selecionar Objeto não estiver selecionada, a função Seleção Ligada não faz efeito.

3 Percurso pelo desenho. Veja Percurso por objeto para maiores detalhes.
À medida que você realiza o percurso, os objetos são adicionados à seleção.

Selecionar objetos enquanto se realiza o percurso por um desenho
Clique Selecionar Objeto (barra de ferramentas Apontador) juntamente com a tecla Ctrl para selecionar objetos à medida que realiza o percurso pelo desenho. Você pode selecionar objetos à medida que você ‘realiza o percurso’ através do desenho usando a tecla Ctrl. O percurso encontra-se geralmente associado com a verificação da sequência do bordado.

Para selecionar objetos enquanto se realiza o percurso por um desenho 1 Clique no ícone Selecionar Objeto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

83

2 Percorra o desenho e pare mesmo antes do objeto a selecionar.
Veja Percurso por objeto para maiores detalhes.

Pare antes do primeiro objeto

3 Pressione e segure a tecla Ctrl e realize o percurso por cima do objeto
para o selecionar. Nota Se o objeto já se encontrar selecionado, ficara des-selecionado quando você realizar o percurso através dele.

Pressione e segure a tecla Ctrl e realize o percurso por objeto

Para selecionar mais objetos, continue a fazer o percurso com a tecla Ctrl pressionada. Para deixar um objeto fora da seleção, solte a tecla Ctrl antes de realizar o percurso por esse objeto. Ideia Você pode selecionar o objeto que você está presentemente percorrendo, se pressionar as teclas Shift + O ou se clicar com o botão direito do mouse na ferramenta Selecionar Objeto.

Selecionar o objeto seguinte ou o anterior
Clique Selecionar Objeto (barra de ferramentas Apontador) com um objeto selecionado e pressione a tecla Tab ou Shift + Tab para selecionar o próximo objeto ou o anterior. Se um objeto se selecionado, você pode selecionar o objeto anterior ou seguinte na sequência de bordado usando a tecla Tab ou Shift + Tab com a ferramenta Selecionar Objeto ativada. Enquanto não estiver nenhum

V8

Capítulo 5

Selecionar Objetos de Desenho

84

objeto selecionado, você pode selecionar o primeiro ou o último objeto na sequência do desenho.

Para selecionar o próximo objeto ou o anterior 1 Clique no ícone Selecionar Objeto. 2 Selecione um objeto tal como for necessário. 3 Siga uma das seguintes instruções:
Pressione a tecla Tab para selecionar o próximo objeto na sequência do bordado. Pressione ass teclas Shift + Tab para selecionar o objeto anterior na sequência do bordado. Ideia Pressione e segure a tecla Ctrl e depois pressione as teclas Tab ou Shift + Tab para adicionar o objeto anterior ou o próximo à seleção.

Selecionar objetos com Selecionar Polígono / Selecionar Linha
Por vezes a ferramenta Selecionar Objeto não oferece um controle suficientemente refinado. A ferramenta Selecionar Polígono/Selecionar Linha permite-lhe selecionar objetos individuais, desenhando um contorno em sua volta ou uma linha através dos mesmos. Ideia Para selecionar um objeto que se encontra por trás de outro objeto, dê um zoom in e clique no contorno. Alternativamente, posicione o apontador sobre o objeto, pressione e segure a tecla 2 e clique até que o objeto esteja selecionado. Cada clique seleciona o próximo objeto sobreposto.

Selecionar objetos com Selecionar Polígono
Clique Selecionar Polígono (barra de ferramentas Apontador) para selecionar objetos com uma envolvente de confinação. Com a ferramenta Selecionar Polígono / Selecionar Linha você pode selecionar um objeto específico desenhando uma envolvente de confinação em sua volta.

V8

Wilcom ES — Manual Online

85

Para selecionar objetos com Selecionar Polígono 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Selecionar
Polígono/Selecionar Linha.

2 Marque pontos de referência em volta do(s) objeto(s) que você deseja
selecionar.

Marque pontos de referência em volta do(s) objeto(s) a selecionar.

Os objetos que você deseja selecionar têm que se encontrar completamente dentro do contorno.

3 Pressione a tecla Enter para selecionar.

Selecionar objetos com Selecionar Linha
Clique Selecionar Polígono/Selecionar Linha (barra de ferramentas Apontador) para desenhar uma linha ao longo do objeto a selecionar. Com a ferramenta Selecionar Linha você pode selecionar um objeto específico desenhando uma linha ao longo desse objeto.

Para selecionar objetos com Selecionar Linha 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Selecionar
Polígono/Selecionar Linha.

2 Marque dois pontos de referência em um dos lados do(s) objeto(s) a
selecionar.
Marque dois pontos de referência

A linha deve cruzar completamente os dois lados do objeto.

V8

Capítulo 5

Selecionar Objetos de Desenho

86

3 Pressione a tecla Enter para selecionar.

Selecionar objetos relacionados
Você pode selecionar todos os objetos da mesma cor ou com o mesmo tipo de ponto com um simples comando. Use esta característica para aplicar uma alteração ao longo de todos os objetos do mesmo tipo.

Selecionar objetos por cor
Você pode selecionar todos os objetos da mesma cor com um simples comando. Use esta característica para aplicar uma alteração ao longo de todos os objetos da mesma cor. Veja também Ver objetos de desenho por cor.

Para selecionar objetos por cor 1 Selecione Editar > Selecionar Por > Cor.
Abre-se o diálogo Selecionar por Cor.

2 Selecione um fio da lista de cores.

Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

3 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

87

Os objetos que usem as cores de fio selecionadas encontram-se ativados no desenho. Nota As funções de cor manuais são ignoradas. Quaisquer objetos com mudanças de cor manuais são selecionados com base na sua cor original.

Selecionar objetos por tipo de ponto
Você pode selecionar todos os objetos com o mesmo tipo de ponto com um simples comando. Use esta característica para aplicar uma alteração ao longo de todos os objetos com o mesmo tipo de ponto.

Para selecionar objetos por tipo de ponto 1 Selecione Editar > Selecionar Por > Tipo de Ponto.
Abre-se o diálogo Selecionar por Tipo de Ponto.

Selecione o tipo de ponto

2 Selecione um tipo de ponto a partir da lista.

Para selecionar uma série de pontos, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos pontos, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

3 Clique OK.
Os objetos com os tipos de pontos selecionados são selecionados no desenho.

V8

Capítulo 5

Selecionar Objetos de Desenho

88

Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos
Use Lista de Cores-Objetos (barra de ferramentas Standard) para selecionar e visualizar objetos num desenho. A Lista de Cores-Objetos proporciona uma lista sequencial de objetos tal como foram digitados, e agrupados por ‘bloco de cor’. Esta lista é uma maneira fácil de selecionar objetos e de os ver seletivamente. A lista se encontra sincronizada com a janela de desenho, atualizando os objetos de modo dinâmico sempre que você os manipula. Geralmente essa lista se encontra ancorada no lado direito da janela de desenho, mas pode ser arrastada para qualquer posição desejada. Nota Você pode usar a Lista de Cores-Objetos para agrupar e trancar objetos. Pode também usá-la para remover, copiar e enxertar, voltar a pôr em sequência, assim como ramificar objetos. Ver também Agrupar e trancar objetos com a Lista de Cores-Objetos, Copiar e colar objetos, Voltar a pôr em sequência cores e objetos com a Lista de Cores-Objetos e Ramificar objetos com a Lista de Cores-Objetos.

Para selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos 1 Clique no ícone Lista de Cores-Objetos.
O diálogo Lista de Cores-Objetos se abre. A lista pode ficar ancorada do lado esquerdo ou direito da janela de desenho, ou pode ser arrastada para qualquer posição.

V8

Wilcom ES — Manual Online

89

contagem total de blocos de cor nó do fichário da imagem nó do objeto de desenho nó de bloco de cor

ícones de objetos

contagem total de objetos

contagem de pontos total

número de objetos / objeto número tipo de objeto tipo de ponto

contagem de pontos mais que um tipo de objeto mais que um tipo de ponto

A Lista de Cores-Objetos mostra um ícone separado para cada bloco de cor e para cada objeto no desenho, pela ordem de sequência do bordado. Mostra-se a contagem de pontos de cada objeto, juntamente com o método de entrada e o tipo de ponto usado na sua criação.

2 Clique no ícone de um ‘nó’ para abrir ou fechar um bloco de cor e ver os
seus objetos componentes.
Clique para abrir / fechar todos os nós dos blocos de cor

Clique para abrir / fechar um nó individual de um bloco de cor

Aparece um contorno azul em volta do objeto selecionado

3 Clique num ícone para selecionar um bloco de cor e/ou objetos
individuais.

V8

Capítulo 5

Selecionar Objetos de Desenho

90

Quando se seleciona um nó de um bloco de cor, todos os objetos ficam também selecionados. Aparece um contorno azul em volta dos objetos selecionados. Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona. Para selecionar todos os itens, clique com o botão do lado direito do mouse Todos e depois selecione Selecionar Tudo a partir do menu que salta direto na tela.
Clique com o botão do lado direito do mouse ‘Todos’ e selecione ‘Selecionar Tudo’

Para desativar objetos, clique em qualquer parte fora do ícone do nó de cores e objetos.

4 Esconda os bloco de cor e os objetos selecionados através dos comandos
do menu que salta direto na tela. Clique com o botão do lado direito do mouse num ícone de um bloco de cor ou de um objeto e aplique Esconder a partir do menu que salta direto na tela. Para voltar a mostar todos os itens, clique com o botão do lado direito do mouse em Todos e depois selecione Voltar a Mostrar Tudo a partir do menu que salta direto na tela.

Selecione ‘Voltar a Mostrar Tudo’

Para ver apenas os itens selecionados, selecione Esconder os Outros a partir do menu que salta direto na tela.

V8

Wilcom ES — Manual Online

91

Clique em Localizar para ver rapidamente os itens selecionados

Selecione Esconder os Outros para ver apenas os itens selecionados

Alternativamente, selecione os itens que deseja ver isoladamente, e clique em Localizar. Nota O botão Localizar vai esconder todos os objetos que não foram selecionados, mas não fará o pan (panorama) do objeto localizado. Nem atualizará a janela Panorâmica.

V8

Capítulo 5

Selecionar Objetos de Desenho

92

PARTE II

PRINCÍPIOS DE DIGITAÇÃO

V8

Wilcom ES — Manual Online

93

V8

94

Capítulo 6

Digitação Manual

No produto Designer ES, você constrói desenhos a partir de formas básicas ou ‘objetos de bordado’. Tal como os objetos de desenho, os objetos de bordado possuem certas características ou ‘propriedades’ que os definem, tais como cor, tamanho, posição, e outras. Eles também têm propriedades exclusivas no ramo dos bordados, tais como o tipo de ponto e a densidade. As propriedades dos objetos que você cria são definidas à medida que você vai digitando, mas podem ser modificadas a qualquer momento. Você também pode modificar os valores da configuração de algumas ferramentas de entrada, para definir certas propriedades do objeto antes de o criar. Você também pode definir propriedades ‘correntes’ para que influenciem todos os objetos que você criar. Veja Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões para maiores detalhes. Nota A propriedade mais importante de um objeto de bordado é o seu tipo de ponto. Diferentes tipos de pontos são apropriados para diferentes tipos de formas. Veja Pontos de Enchimento para maiores detalhes. Esta seção descreve o modo como se deve digitar formas com os métodos de entrada principais. Explica também como se deve ajustar os valores de configuração de entrada para se obter melhores resultados.

Usar métodos de entrada
Ao processo de criação de objetos de bordado na tela chamamos ‘digitação’. Tal como quando se criam desenhos em aplicações de gráficos, isto envolve o uso de várias ferramentas de desenho ou ‘entrada’. As ferramentas de entrada no produto Designer ES são semelhantes as ferramentas de

V8

Wilcom ES — Manual Online

95

desenho exceto que o resultado final é um objeto de bordado em vez de um objeto de desenho. Ideia Os próprios objetos de desenho podem ser convertidos em objetos de bordado usando, no produto Designer ES, as ferramentas de Point & Stitch™. Veja Digtação automática de formas com Point & Stitch™ para maiores detalhes.

Selecionar métodos de entrada
Use Manual (barra de ferramentas Entrada) para dar entrada a pontos manuais individuais. Use Manual Triplo (barra de ferramentas Entrada) para dar entrada a pontos em manual triplo. Use Ponto Corrido (barra de ferramentas Entrada) para colocar uma carreira singular de pontos corridos ao longo de uma linha digitada. Use Ponto Corrido Triplo (barra de ferramentas Entrada) para cololcar uma carreira tripla de pontos corridos ao longo de uma linha digitada. Use Entrada A (barra de ferramentas Entrada) para criar colunas de largura e ângulo do ponto variáveis. Use Entrada B (barra de ferramentas Entrada) para criar colunas assimétricas com pontos curvos, cujos lados opostos têm formas diferentes. Use Entrada C (barra de ferramenta Entrada) para digitar colunas ou rebordos de largura fixa. Use Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para digitar formas preenchidas. Métodos de entrada ou ‘ferramentas’ diferentes são apropriados para criar formas ou elementos de desenho diferentes. Os métodos de entrada dividem-se basicamente em duas categorias — contorno e enchimento. Os métodos de entrada Ponto Corrido e Manual são usados para digitar contornos ou pontos individuais. Os métodos de Entrada A, B e C são usados para criar formas tipo colunas preenchidas com características diferenciadas. Enchimento Complexo, a ferramenta de entrada mais comum usada, pode ser usada para criar quase qualquer forma preenchida. Você pode ajustar os valores da configuração da maioria dos métodos de entrada clicando com o botão direito do mouse nas ferramentas e selecionando opções no diálogo.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

96

Nota O ponto corrido é um método de entrada e um tipo de ponto. Os métodos de entrada para enchimento podem usar tipos de pontos de enchimento diferentes, dependendo da aplicação em particular. Veja também Pontos de Enchimento.

Pontos de referência e pontos de controle no produto Designer ES
Uma vez que você tiver selecionado um método de entrada, você digita formas da mesma maneira, marcando ‘pontos de referência’ ao longo de um contorno. Geralmente, você marca um ponto de referência onde: um contorno curvo muda de curvatura o contorno tem cantos o contorno muda de uma linha reta para uma linha curva.
2 3 2 3 1 o objeto é automaticamente fechado

4

4

1 o objeto é automaticamente fechado

6

5

6

5

Você usa sempre o botão esquerdo do mouse para marcar um ponto de canto e o botão direito do mouse para marcar um ponto de curva. Dois pontos marcados com o botão esquerdo do mouse são sempre ligados com uma linha reta. Dois pontos marcados com o botão esquerdo do mouse para marcar um ponto de cantolado direito do mouse são sempre ligados com uma linha curva. Os pontos de referência que você marcar quando estiver digitando a forma, tornam-se os 'pontos de controle' do objeto selecionado. Os pontos de controle aparecem nos contornos do objeto e são usados para editar ou ‘transformar’ objetos. Estas ações podem incluir remodelação, alteração de escala (alterar o tamanho), alteração do espaçamento das letras e alteração dos pontos de entrada e saída.

V8

Wilcom ES — Manual Online

97

ponto de entrada

Chave para os pontos de controle = ponto de entrada = ponto de saída = ponto de canto

ponto de canto

ponto de saída

= ponto de curva = ponto do ângulo do ponto

A maioria dos pontos de controle podem ser adicionados, eliminados, movidos ou alterados para pontos de canto ou de curva. Alguns pontos de controle têm uma função específica e não podem ser eliminados — por exemplo, o ponto marcador do ponto de entrada.

Alternar entre métodos de entrada de enchimento e de contorno
Você pode passar rapidamente de um método de entrada para ponto de enchimento para um método de entrada de Ponto Corrido ou Manual usando as teclas de atalho no teclado. Ideia Depois de digitar, você pode converter objetos entre Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo e Entrada C, assim como converter objetos entre Enchimento Complexo e Entrada A e B. Veja Converter entre tipos de objeto para maiores detalhes.

Para alternar entre métodos de entrada de enchimento e de contorno
Pressione a tecla Enter para alternar entre um método de entrada de enchimento e um método de entrada Manual. Pressione a tecla Barra de Espaços para alternar entre um método de entrada de enchimento e um método de entrada de Ponto Corrido.

Digitar pontos individuais
Use Manual (barra de ferramentas Entrada) para dar entrada manual a pontos individuais.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

98

Use Manual Triplo (barra de ferramentas Entrada) para dar entrada manual a pontos triplo. Digite pontos individuais com o método de entrada Manual. Você pode dar entrada a pontos singulares em manual, ou dar entrada a três camadas de pontos de cada vez, com a ferramenta Manual Triplo. Os pontos em manual, quando digitados em conjunto formam um único objeto de bordado. Os pontos em manual não são muito apropriados para alterações de escalas ou ações de transformação, visto a contagem de pontos não ser recalculada automaticamente. Raramente use os pontos em manual; por exemplo, apenas para adicionar alguns pontos num desenho acabado. Veja Editar Pontos e Funções de Máquina para maiores detalhes. Nota Como cada ponto é definido individualmente, as únicas propriedades do objeto requeridas por objetos em manual são as propriedades Geral e Conector.

Para digitar pontos individuais 1 Clique no ícone Manual ou Manual Triplo. 2 Clique para marcar o início do ponto e novamente para marcar o seu
final. O ponto-final passa a ser o início do ponto seguinte.

3 Continue marcando pontos para os pontos de bordado até que o objeto
em ponto manual fique completo.
2 4 1 Use o botão esquerdo do mouse 3 5 6 7 9 8 10 11

Ideia Você pode criar saltos manualmente clicando com o botão direito do mouse à medida que vai digitando. Veja Usar saltos como conectores para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

99

Clique para pontos em manual

Clique com o botão direito do mouse para saltos

Digitar linhas
Use as ferramentas Ponto Corrido e Ponto Corrido Triplo para digitar bordados com linhas de pontos corridos singulares ou com pontos corridos triplos. O Ponto Corrido coloca uma única carreira de pontos corridos ao longo de uma linha digitada. O Ponto Corrido Triplo repete cada ponto três (ou mais) vezes para se obter uma linha mais grossa. Estas ferramentas são usadas tipicamente para adicionar rebordos e pontos corridos de pickout em desenhos.

Comprimento 1 2 Ponto Corrido 3 Ponto Corrido Triplo 1 2 6 4 5

3

4

5

6

Você pode alterar o comprimento do ponto, o intervalo da corda e o número de repetições de pontos (apenas Ponto Corrido Triplo) no tabulador Ponto de Contorno no diálogo Propriedades do Objeto. Pré-estabeleça os valores de Ponto Corrido e Ponto Corrido Triplo alterando as propriedades correntes antes de começar a digitar. Veja Estabelecer propriedades do objeto correntes para maiores detalhes.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

100

Comprimento do Ponto Corrido 2.5 mm

Comprimento do Ponto Corrido 1.6 mm

Comprimento Variável para o Ponto Corrido 2.5 mm

Ideia O produto Designer ES deixa você converter objetos entre Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo e Entrada C. Veja Converter entre tipos de objeto para maiores detalhes.

Criar pontos de bordado em ponto corrido
Use Ponto Corrido (barra de ferramentas Entrada) para colocar uma carreira singular de pontos corridos ao longo de uma linha digitada. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração. Use Ponto Corrido Triplo (barra de ferramentas Entrada) para cololcar uma carreira tripla de pontos corridos ao longo de uma linha digitada. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração. Digite linhas formadas por pontos corridos singulares ou triplos com as ferramentas Ponto Corrido e Ponto Corrido Triplo. Crie objetos usando o botão esquerdo e o botão direito do mouse para clicar e marcar pontos de referência para formar um contorno. Use o botão esquerdo para dar entrada a pontos de canto e o o botão direito para dar entrada a pontos de curva.

Para criar pontos de bordado em ponto corrido 1 Clique no ícone Manual ou Manual Triplo. 2 Digite a forma da linha marcando pontos de referência.
Clique para inserir pontos de canto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

101

Clique com o botão direito do mouse para dar entrada a pontos de curva.
1 14 13 2 4 6 3 5 7 8 9 Clique para obter pontos de canto Clique com o botão direito do mouse para obter pontos de curva

12 11

10

Para constrangir a linha para 15° incrementos, pressione e mantenha pressionada a tecla Ctrl à medida que vai digitando. Para obter um arco circular perfeito, marque três pontos clicando com o botão direito do mouse. Nos casos onde curvas se conectam — numa linha reta ou noutra linha curva — clique, para marcar o ponto de ligação.
2 ponto curvo 1 ponto curvo 3 ponto curvo Conectar cantos ecurvas com um ponto de canto

90° 60° 45° 30° 180° 0°

270°
Pressione e mantenha pressionada a tecla Ctrl

Ideia Se se enganar, pressione a tecla Backspace para apagar o último ponto de referência e depois continue a digitar.

3 Pressione a tecla Enter para terminar de digitar a linha.

Estabelecer o comprimento do ponto corrido
Clique com o botão direito do mouse em Ponto Corrido (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer o comprimento do ponto corrido. Clique com o botão direito do mouse em Ponto Corrido Triplo (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer o comprimento do ponto corrido. Para ambos os pontos Ponto Corrido e Ponto Corrido Triplo, estabeleça o comprimento do ponto apropriado para a forma digitada. Nos locais onde o

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

102

objeto têm curvas apertadas, selecione um comprimento do ponto menor. Para reduzir a contagem de pontos para curvas menos pronunciadas, aumente o comprimento do ponto. Nota Estes valores só se aplicam a objetos criados com método de entrada de Ponto Corrido ou Ponto Corrido Triplo. Estes valores não afetam o bordado dos pontos corridos de percurso ou do ponto de suporte.

Para estabelecer o comprimento do ponto corrido 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone de Ponto Corrido ou Ponto
Corrido Triplo. Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Contorno.
Selecione um tipo de ponto Dê entrada ao comprimento do ponto

2 Selecione um tipo de ponto a partir da lista Tipo de Ponto. 3 Dê entrada a um comprimento de ponto na caixa Comprimento do Ponto
Corrido.

Comprimento do Ponto Corrido não existem pontos suficientes para se seguir uma linha curva pronunciada

Compriment o do Ponto Corrido os pontos seguem a curva mais de perto

Se uma linha tiver cuvas apertadas e pronunciadas, reduza o comprimento, por exemplo para 1.8mm, para que os pontos sigam a linha. Ideia Imite os bordados feitos à mão estabelecendo o comprimento do Ponto Corrido Triplo em 4.0mm.

4 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

103

Estabelecer comprimentos de ponto variáveis
Clique com o botão direito do mouse em Ponto Corrido (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer um comprimento de ponto variável. Clique com o botão direito do mouse em Ponto Corrido Triplo (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer um comprimento de ponto variável. O produto Designer ES pode calcular automaticamente o melhor comprimento pata cada ponto, com a opção Comprimento Variável para o Ponto Corrido.

Para estabelecer comprimentos de ponto variáveis 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone de Ponto Corrido ou Ponto
Corrido Triplo. Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Contorno.
Selecione Comprimento Variável para o Ponto Corrido Dê entrada ao comprimento mínimo do ponto Dê entrada ao Intervalo da Corda

2 Selecione a caixa de verificação Comprimento Variável para o Ponto
Corrido.

3 No campo Comprimento Mínimo do Ponto, dê entrada ao comprimento
mínimo do ponto permitido.

4 No campo Intervalo da Corda, dê entrada à distância máxima permitida
entre o contorno digitado e os pontos. Quando este valor é ultrapassado o comprimento do ponto é reduzido para que se siga o contorno mais de perto.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

104

Intervalo da Corda Comprimento do Ponto Corrido

Comprimento Fixo para o Ponto Corrido: não existem pontos suficientes para se seguir uma linha curva pronunciada

Comprimento Variável para o Ponto Corrido: usando valores por defeito

Comprimento Variável para o Ponto Corrido: aumente o Intervalo da Corda de .07 mm (por defeito) para 2 mm

Nota Os pontos não serão reduzidos para um valor menor que o do comprimento mínimo especificado, mesmo que o valor do intervalo da corda seja ultrapassado.

5 Clique OK.

Estabelecer a contagem de pontos do Ponto Corrido Triplo
Clique com o botão direito do mouse em Ponto Corrido (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer a contagem do ponto corrido triplo. Por defeito, o Ponto Corrido Triplo repete cada ponto de bordado três vezes. Você pode alterar o número de repetições usado pelo Ponto Corrido Triplo alterando esse valor no diálogo Propriedades do Objeto.

Para estabelecer a contagem de pontos do Ponto Corrido Triplo 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone de Ponto Corrido Triplo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Contorno.
Selecione o Tipo de Ponto: Ponto Corrido Triplo

Selecione o no. de repetições

V8

Wilcom ES — Manual Online

105

2 Selecione Ponto Corrido Triplo a partir da lista Tipos de Ponto. 3 Dê entrada ao número de repetições no campo Contagem do Ponto
Corrido.

4 Clique OK.

Digitar colunas de largura fixa
Use Entrada C (barra de ferramentas Entrada) para digitar colunas ou rebordos de largura fixa. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores da configuração de Entrada C para objetos novos ou selecionados. Use Entrada C para digitar colunas de largura fixa. Usa-se tipicamente para digitar barras e contornos de formas grandes. Você pode digitar colunas para criar linhas ou barras grossas. A Entrada C é geralmente usada com Ponto Cheio.

coluna reta coluna curva

Ideia O produto Designer ES deixa você converter objetos entre Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo e Entrada C. Veja Converter entre tipos de objeto para maiores detalhes.

Criar colunas e rebordos
Use Entrada C (barra de ferramentas Entrada) para digitar colunas ou rebordos de largura fixa. Digite colunas e rebordos de largura fixa com a ferramenta Entrada C. Crie objetos usando o botão esquerdo e o botão direito do mouse para clicar e marcar pontos de referência para formar um contorno. Use o botão esquerdo para dar entrada a pontos de canto e o o botão direito para dar entrada a pontos de curva. E seguidamente especifique a largura da coluna. Você pode deixar a forma aberta, ou criar um rebordo juntando o primeiro e o último pontos de referência.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

106

Entrada C — digite colunas de pontos perpendiculares para criar linhas ou rebordos espessos

Para criar colunas e rebordos 1 Clique no ícone Entrada C. 2 Digite a forma da coluna marcando pontos de referência.
Clique para inserir pontos de canto. Clique com o botão direito do mouse para dar entrada a pontos de curva.
4 2 3 1 5 7 6

Ideia Caso se enganar, pressione a tecla Backspace para apagar o último ponto de referência e depois continue a digitar.

3 Quando terminar de digitar a linha, faça uma das seguintes ações:
Pressione a tecla Enter para manter o último ponto e colocar o ponto de saída no último ponto marcado, ou Pressione a Barra de espaços para omitir o último ponto e colocar o ponto de saída no lado oposto da coluna. Ideia Para fazer um rebordo, ‘feche’ a forma dando entrada ao último ponto de referência exatamente em cima do primeiro. Se os pontos não estiverem exatamente em cima um do outro, os pontos não se curvarão suavemente em volta do canto.

4 Especifique a largura da coluna.
Para usar a largura corrente (como foi estabelecido no tabulador Entrada C), pressione a tecla Enter. para especificar a largura, marque dois pontos de referência adicionais. A distância entre estes dois pontos é a largura da coluna.

V8

Wilcom ES — Manual Online

107

Digite a largura da coluna em qualquer local da janela de desenho

8 9

Ideia Você pode digitar a largura da coluna em qualquer local da tela, a qualquer ângulo. Para deslocar os pontos do centro da linha, clique com o botão direito do mouse para marcar exatamente onde você deseja posicionar esses pontos.

Estabelecer deslocamentos
Clique com o botão direito do mouse em Entrada C (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer os deslocamentos. Por defeito, os pontos são posicionados em volta do centro de uma linha digitada. Contudo, você pode, fazer o seu deslocamento para um lado ou para o outro. Faça isto a medida que os digita, marcando a largura da coluna com o botão direito do mouse na posição de deslocamento que você requer. Alternativamente, dê entrada ao valor de deslocamento exato no diálogo Propriedades do Objeto. Veja também Criar colunas e rebordos.

Para estabelecer deslocamentos 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Entrada C.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Entrada C.

Selecione Deslocamento Estabeleça os deslocamentos no campo do Lado 1 ou do Lado 2

2 No painel Entrar Lado, selecione Deslocamento. 3 Estabeleça os deslocamentos no campo do Lado 1 ou do Lado 2.
Você pode dar entrada ao valor de deslocamento como uma medida exata ou como uma porcentagem. Se você der entrada a uma medida exata, o total dos campos do Lado 1 e do Lado 2 é a largura do objeto. Se der entrada a uma porcentagem, o total é igual a 100%.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

108

deslocamento de Entrada C: 25%

deslocamento de Entrada C: 75%

Ideia Use os diagramas de exemplo como guia, para saber distinguir os lados um do outro. Você só precisa dar entrada ao valor para um lado, visto o produto Designer ES calcula o outro automaticamente.

4 Clique OK.

Estabelecer a largura da coluna
Clique com o botão direito do mouse em Entrada C (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer a largura da coluna. Você pode estabelecer a largura exata das colunas de Entrada C no diálogo Propriedades do Objeto. O valor que você estabelecer passa a ser o valor da largura por defeito para novos objetos criados com Entrada C.

Para estabelecer a largura da coluna 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Entrada C.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Entrada C.
Dê entrada à largura da coluna necessária

2 Dê entrada a um valor para a largura, no campo Largura da Coluna. 3 Clique OK.
Nota Você também pode alterar a largura de objetos de Entrada C selecionando a ferramenta Remodelar e movendo os pontos de controle da largura. Veja Remodelar objetos usando pontos de controle para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

109

Estabelecer frações de canto
Clique com o botão direito do mouse em Entrada C (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer as frações de canto. Você pode controlar o modo como os pontos se viram nos cantos, em objetos de Entrada C alterando a distância sobre a qual eles se viram. Esta distância é determinada pela ‘fração de canto’. Quanto maior a fração, maior a distância. Ideia A ferramenta Arredondar os Cantos Aguçados também se encontra disponível para objetos de Entrada C para que você tenha a opção de arredondar os cantos aguçados. Veja Arredondar cantos aguçados para maiores detalhes.

Para estabelecer frações de canto 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Entrada C.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Entrada C.
Dê entrada à nova fração de canto

2 Dê entrada a uma nova fração de canto, no campo Fração de Canto.
fração de canto 0.8 fração de canto 0.5 fração de canto 0.25

Aumentar a fração espalha a curva por mais pontos. Diminuir a fração reduz o número de pontos que se viram.

3 Clique OK.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

110

Digitar colunas de largura variável
Use Entrada A (barra de ferramentas Entrada) para criar colunas de largura e ângulo do ponto variáveis. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores da configuração de Entrada A para objetos novos ou selecionados. Use a ferramenta Entrada A para digitar colunas de largura e ângulos do ponto de largura variável. O contorno é definido por pares de pontos de referência digitados, enquanto que as linhas que ligam os pares definem os ângulos do ponto. Ideia A característica Entrada Contínua largura variável — use ângulos espaçados uniformemente para obter lhe proporciona uma maneira simples e um enchimento de curva mais suave eficiente de digitar um objeto singular de Entrada A composto por seções de pontos bordadas separadamente. Veja Criar juntas suaves para maiores detalhes. Nota O produto Designer ES deixa você fazer a conversão entre objetos de Enchimento Complexo e de Entrada A ou B. Veja Converter Entrada A ou B em Enchimento Complexo para maiores detalhes.
Em Entrada A — crie colunas de

Para digitar colunas de largura variável 1 Clique no ícone Entrada A. 2 Digite a coluna marcando pontos de referência em lados alternados da
coluna. Clique para inserir pontos de canto. Clique com o botão direito do mouse para dar entrada a pontos de curva. Marque um par de pontos sempre que o contorno se altera e sempre que você deseja alterar o ângulo do ponto.
Os pontos alteram o ângulo gradualmente ao longo de toda a forma Os pontos continuam paralelos entre ângulos do ponto paralelos

V8

Wilcom ES — Manual Online

111

Nota Os pontos de controle num par não têm que ser do mesmo tipo. Por exemplo, um pode ser um ponto de canto e o outro um ponto de curva. Ideia Se se enganar, pressione a Backspace para apagar o último ponto de referência e depois continue a digitar.

3 Quando terminar de digitar a linha, faça uma das seguintes ações:
Pressione a tecla Enter para manter o último ponto e colocar o ponto de saída no último ponto de referência que você digitou, ou Pressione a tecla Barra de espaços para omitir o último ponto e colocar o ponto de saída no lado oposto da coluna.
iniciar Pressionar a tecla ENTER iniciar terminar Pressionar a tecla BARRADE SPAÇOS

OU

terminar

Ideia Se você está juntando duas colunas, omita o último ponto na primeira coluna para que o ponto de saída fique perto do ponto de entrada da próxima coluna.

Digitar colunas assimétricas de pontos curvos
Use Entrada B (barra de ferramentas Entrada) para criar colunas com pontos curvos, cujos lados opostos têm formas diferentes. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores da configuração de Entrada B para objetos novos ou selecionados. Use a ferramenta Entrada B para digitar formas quando um dos lados é diferente do outro, especialmente quando um dos lados precisa de mais pontos de referência que o outro. Os pontos curvam-se uniformemente ao longo de toda a forma. Você pode usar qualquer tipo de ponto de enchimento exceto Enchimento de Motivo.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

112

Entrada B — cria formas irregulares com pontos que se curvam

Ideia O produto Designer ES deixa você fazer a conversão entre objetos de Enchimento Complexo e de Entrada A ou B. Veja Converter Entrada A ou B em Enchimento Complexo para maiores detalhes.

Para digitar colunas assimétricas de pontos que se curvam 1 Clique no ícone Entrada B. 2 Digite o primeiro lado da forma (ou seja, a parte superior ou a parte
esquerda) marcando pontos de referência. Clique para inserir pontos de canto. Clique com o botão direito do mouse para dar entrada a pontos de curva.
2 3 1 4 5 6

7

3 Pressionar a tecla Inserir.
Aparece uma linha elástica agarrada ao cursor, pronta para você digitar o segundo lado da forma. Ideia Caso se enganar, pressione a tecla Backspace para apagar o último ponto de referência e depois continue a digitar.

4 Digite o segundo lado do objeto (ou seja, a parte inferior ou a parte
direita).
Pressione a tecla Enter ou a Barra de Espaços os pontos curvam-se uniformemente

9

10

V8

Wilcom ES — Manual Online

113

Ideia Você pode controlar o ângulo do Ponto ‘cortando’ as extremidades aguçadas de uma forma e marcando o primeiro e o último pontos de referência mais afastados um do outro.

90°

enchimento curvo

enchimento paralelo

enchimento inclinado

5 Quando terminar de digitar a forma, faça uma das seguintes ações:
Pressione a tecla Enter para manter o último ponto e colocar o ponto de saída no último ponto de referência que você digitou, ou Pressione a tecla Barra de espaços para omitir o último ponto e colocar o ponto de saída no lado oposto da coluna.

Digitar formas complexas com ângulos do ponto fixos
Use Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para digitar formas preenchidas. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores da configuração de Enchimento Complexo para objetos novos ou selecionados. Use a ferramenta Enchimento Complexo para digitar formas grandes e complexas. A maioria das formas pode ser digitada com esta ferramenta. Ao digitar contornos a partir de objetos de Enchimento Complexo, você pode criar objetos preenchidos com orifícios. Você também pode criar novos objetos a partir de limites de objetos de Enchimento Complexo.

Os limites de objetos de Enchimento Complexo não se devem sobrepôr nem cruzar uns aos outros. Um limite não deve sobrepôr-se a si próprio e não deve conter dentro de si um segundo limite (um orifício dentro de um

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

114

orifício). Estas formas, por exemplo, não podem ser digitadas com êxito em Enchimento Complexo:

os limites sobrepõem-se

o limite se sobrepõe a si próprio

um orifício dentro de um orifício

Quando isto ocorre em formas de Enchimento Complexo, os limites que se sobrepõem são ignorados e são gerados pontos na área maior definida pelos limites. Ideia O produto Designer ES deixa você fazer a conversão entre objetos de Enchimento Complexo e de Entrada A ou B. Veja Ajustar os ângulos do ponto de Enchimento Complexo na tela para maiores detalhes.

Criar objetos em Enchimento Complexo
Use Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para digitar formas preenchidas. Digite formas complexas com a ferramenta Enchimento Complexo. Crie objetos usando o botão esquerdo e o botão direito do mouse para clicar e marcar pontos de referência para formar um contorno limite.

Para criar objetos em Enchimento Complexo 1 Clique no ícone Enchimento Complexo. 2 Digite o limite da forma, marcando pontos de referência em volta do
contorno da forma. Clique para inserir pontos de canto. Clique com o botão direito do mouse para dar entrada a pontos de curva.

V8

Wilcom ES — Manual Online

115

Ideia Siga os avisos na barra de status que o ajudam a digitar. Caso se enganar, pressione a tecla Backspace para apagar o último ponto de referência e depois continue a digitar.

3 Encerre a forma.
Para encerrar a forma com o mesmo tipo de ponto de referência como o último que digitou — ou seja, canto ou curva —simplesmente clique na tecla Enter. Para encerrar a forma usando um tipo de ponto de referência diferente, marque o último em cima do primeiro e pressione a tecla Enter.
4 3 2 1 8 5 6 7 10 9 3 2 1
ha lin eta r

4

8 5 6 7

9 10 11

11 a 12 rv cu o objeto é automaticamente fechado

12

13

o último ponto é marcado em cima do primeiro com o botão esquerdo

4 Digite quaisquer limites adicionais do memso modo.
Nota Os limites não podem sobrepôr-se.

5 Pressionar a tecla Inserir. 6 Marque a posição do primeiro e do último pontos clicando no contorno. 7 Defina o ângulo do ponto digitando dois pontos.
13

14 12 1 14 sentido do ângulo do ponto 1 13 sentido do ângulo do ponto

15

Ideia Para minimizar segmentos e intervalos no seu bordado, coloque o ponto de entrada e de saída opostos um ao outro na parte de fora do limite. Depois defina o ângulo do ponto de modo a que este seja perpendicular à linha entre os pontos de entrada e de saída.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

116

8 Pressionar a tecla Inserir.
Nota Os objetos de Enchimento Complexo podem ser bordados em vários segmentos menores, unidos através de pontos corridos de percurso. Todos os segmentos e limites num objeto de Enchimento Complexo fazem parte do mesmo objeto.

Adicionar carreiras sobrepostas
Clique com o botão direito do mouse em Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para ajustar o número de carreiras sobrepostas. Nos locais onde os segmentos dentro da forma se encontram, o repuxar e encolher o tecido pode causar intervalos no bordado. Ao adicionar carreiras sobrepostas, estes intervalos podem-se prevenir.

Para adicionar carreiras sobrepostas 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento Complexo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Enchimento Complexo.
Dê entrada ao número of carreiras necessário

2 No campo Carreiras Sobrepostas, dê entrada ao número de carreiras a
sobrepôr onde os segmentos se juntam.

carreiras sobrepostas

3 Clique OK.

Adicionar limites
Use Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para adicionar limites a objetos selecionados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

117

Com o produto Designer ES você pode adicionar limites a objetos de Enchimento Complexo existentes.

Ideia Você também pode criar novos objetos a partir de limites existentes em objetos de Enchimento Complexo usando a característica Orifícios Preenchidos. Veja Preencher orifícios em objetos de Enchimento Complexo para maiores detalhes.

Para adicionar limites 1 Selecione o objeto de Enchimento Complexo a ser modificado. 2 Clique no ícone Enchimento Complexo.
Aparecem pontos de referência em volta do contorno do objeto. Ideia Siga as instruções na barra de alerta para o ajudarem a digitar limites adicionais.

3 Digite limites adicionais para o objeto, certificando-se que os limites não
se sobrepõem. Pressione a tecla Enter depois de cada limite.

4 Depois de você ter digitado todos os limites adicionais, pressione a tecla
Enter novamente.

5 Se for necessário, dê entrada a um novo ponto de entrada, ponto de
saída e ângulo do ponto para o objeto. Para usar os valores da configuração correntes, pressione a tecla Enter para ultrapassar cada opção.

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

118

6 Pressionar a tecla Enter.
Nota Para remover limites de um objeto de Enchimento Complexo, clique no ícone Remodelar Objeto para que apareçam os pontos de controle do objeto. Selecione os pontos de controle no limite indesejado e pressione a tecla Delete (eliminar).

V8

Wilcom ES — Manual Online

119

V8

Capítulo 6

Digitação Manual

120

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

Todos os objetos de bordado no produto Designer ES contêm uma série definida de valores da configuração ou ‘valores’. Os valores que se encontram armazenados com um objeto tornam-se suas ‘propriedades’. Todos os objetos possuem certas propriedades em comum, tais como tamanho e posição. Existem outras propriedades de objetos mais específicas, que dependem do tipo de objeto. A propriedade mais importante para todos os objetos de bordado é o tipo de ponto. O software usa os contorno do objeto e os tipos de ponto que lhe estão associados para gerar pontos para um objeto. Sempre que você remodela, transforma ou altera a escala de um objeto, voltam-se a gerar pontos de acordo com as propriedades do ponto.

As propriedades do ponto são definidas à medida que você digita o objeto, mas podem ser alteradas a qualquer momento. Quando você cria um objeto de bordado, você pode aceitar os valores da configuração estabelecidos por defeito para esse método de entrada em particular, ou pode aplicar novos valores. Os valores da configuração por defeito ficam armazenados no escantilhão de desenho. Você também pode definir propriedades ‘correntes’ para que influenciem todos os objetos que você criar no desenho corrente. Veja Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões para maiores detalhes. Esta seção explica como selecionar um tipo de ponto para um objeto, assim como alterar valores da configuração do ponto para se obterem os melhores resultados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

121

Selecionar pontos de enchimento
Use Ponto Cheio (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para colunas e formas estreitas. Use Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para formas grandes e irregulares. Use Zigue-zague (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para colunas estreitas e compridas preenchidas com pontos inclinados lado-a-lado formando um padrão em zigue-zague. Use Ponto Dentado (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para obter um efeito de ‘pente’ em colunas estreitas e compridas. Diferentes tipos de pontos são apropriados para diferentes tipos de objetos. Quando você digita um objeto, este usa o tipo de ponto corrente pata o método de entrada selecionado. Contudo, você pode alterar o tipo de ponto de um objeto a qualquer momento. Você também pode pré-estabelecer o tipo de ponto selecionando-o como 'corrente' antes da digitação. Veja Estabelecer propriedades do objeto correntes para maiores detalhes. Ideia Você pode alternar rapidamente entre tipos de pontos de enchimento usando os botões em Tipos de Pontos barra de ferramentas, ou usando o teclado para alternar entre ponto de enchimento e ponto de contorno. Veja Selecionar comandos de barras de ferramentas e Alternar entre métodos de entrada de enchimento e de contorno para maiores detalhes.

Para selecionar um ponto de enchimento 1 Selecione o objeto (ou objetos) cujos tipos de ponto você deseja alterar. 2 Selecione o ícone tipo de ponto.
O novo tipo de ponto é aplicado ao objeto. Nota Você não pode selecionar os tipos de ponto Ponto Corrido ou Ponto Corrido Triplo a partir da barra de ferramentas Tipos de Ponto. Para usar estes tipos de pontos, você precisa de alterar o método de entrada para Ponto Corrido ou Ponto Corrido Triplo. Veja Digitar linhas para maiores detalhes.

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

122

Criar enchimentos com Ponto Cheio
Use Ponto Cheio (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar Ponto Cheio em colunas ou formas estreitas novas ou selecionadas. Clique com o botão direito do mouse para ajustar a configuração do Ponto Cheio. O Ponto Cheio é bastante apropriado para bordar colunas e formas estreitas, onde o comprimento de cada ponto forma a largura da coluna. Os pontos de Ponto Cheio são quase paralelos, com cada segundo ponto ligeiramente inclinado. Como geralmente não existem penetrações da agulha a quebrar o enchimento, o Ponto Cheio cria um efeito lustroso, de alta qualidade.

coluna reta coluna curva

Se uma coluna for muito larga, os pontos podem ficar muito separados e não cobrir bem o tecido. Inversamente, em colunas muito estreitas, a densidade do ponto pode ser muito alta, e as penetrações da agulha podem estragar o tecido. Ajuste a densidade do ponto estabelecendo um valor fixo de espaçamento, ou deixe que o Espaçamento Automático calcule o espaçamento. O Espaçamento Automático ajusta automaticamente o espaçamento do ponto onde a coluna muda de largura. As caracaterísticas Divisão Automática e Salto Automático ajudam você a controlar os pontos de Ponto Cheio mais compridos. Veja Dividir pontos compridos com Divisão Automática e Preservar pontos compridos com Salto Automático para maiores detalhes.

Ajustar o espaçamento de Ponto Cheio
Clique com o botão direito do mouse em Ponto Cheio (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar o espaçamento do Ponto Cheio. O espaçamento do ponto é a distância em milímetros entre duas penetrações da agulha no mesmo lado da coluna. Nas áreas onde uma coluna for estreita, os pontos são apertados, precisando-se assim de menos pontos para cobrir o tecido. Em áreas onde uma coluna for muito estreita,

V8

Wilcom ES — Manual Online

123

os pontos precisam ser menos densos porque muitas penetrações da agulha podem estragar o tecido. Veja também Ajustar a densidade do ponto.
espaçamento do Ponto Cheio espaçamento do Ponto Cheio

Altere a densidade do ponto em enchimentos a Ponto Cheio ajustando o espaçamento do ponto estebelecido no diálogo Propriedades do Objeto. Quanto maior o espaçamento entre pontos, menor a densidade. Quanto menor o espaçamento, maior a densidade. Ideia Se você está usando um quadro de digitação, você pode alternar rapidamente entre o estilo pré-estabelecido e diferentes valores de espaçamento. Cada botão do mouse de digitação acessa o próximo estilo pré-estabelecido. Por exemplo, se clicar no botão 1 acessa <PRESET_SATIN_1>.

Para ajustar o espaçamento do Ponto Cheio 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto Cheio.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.
Selecione Ponto Cheio Ajuste o espaçamento do ponto Limpe o Espaçamento Automático

2 Limpe a caixa de verificação Espaçamento Automático.
Nota Se Espaçamento Automático se encontrar selecionado, o valor de espaçamento de pontos fixado não é usado. Veja Aplicar Espaçamento Automático no Ponto Cheio para maiores detalhes.

3 No campo Espaçamento do ponto, dê entrada ao espaçamento.

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

124

Para aumentar a densidade do ponto, dê entrada a um valor menor. Para reduzir a densidade para obter um bordado mais aberto, dê entrada a um valor maior.

Espaçamento do Ponto 1.0 mm

Espaçamento do Ponto 1.8 mm

4 Se você deseja controlar pontos compridos a Ponto Cheio, selecione a
caixa de verificação Divisão Automática e especifique os valores do Comprimento da Divisão Automática e do Ponto Mínimo da Divisão Automática. Veja Dividir pontos compridos com Divisão Automática e Preservar pontos compridos com Salto Automático para maiores detalhes.

5 Clique OK.

Aplicar Espaçamento Automático no Ponto Cheio
Clique com o botão direito do mouse em Ponto Cheio (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores do Espaçamento Automático. O Espaçamento Automático ajusta o espaçamento do ponto para os pontos de Ponto Cheio de acordo com a largura da coluna. Para objetos em que a largura varia, o Espaçamento Automático altera o espaçamento para a melhor densidade para a largura. Veja também Ajustar a densidade do ponto.

Espaçamento Automático

Espaçamento Automático

Para aplicar Espaçamento Automático no Ponto Cheio 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto Cheio.

V8

Wilcom ES — Manual Online

125

Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.
Selecione Espaçamento Automático Ajuste valores de espaçamento

2 Selecione a caixa de verificação Espaçamento Automático. 3 Ajustar Espaçamento Automático no campo Ajustar.
O espaçamento é dado como uma porcentagem dos valores pré-estabelecidos: Para diminuir a densidade do ponto, aumente a porcentagem — por ex. para 110% -115%. Para aumentar a densidade do ponto, diminua a porcentagem — por ex. para 90% - 85%.

ajuste: maior que 100% (por ex. 115%), menos pontos

ajuste:100%, sem ajuste

ajuste: menor que 100% (por ex. 85%), mais pontos

Ideia 75% generalmente produz bordados de muito alta qualidade. Uma contagem de pontos aumentada significa que o desenho demorará mais tempo e o bordado ficará mais caro.

4 Clique OK.
Nota Para obter ainda resultados mais precisos, você pode ajustar os valores do Espaçamento Automático. Veja Ajustar valores de Espaçamento Automático para maiores detalhes.

Ajustar valores de Espaçamento Automático
Clique com o botão direito do mouse em Ponto Cheio (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores do Espaçamento Automático. Ajuste os valores do Espaçamento Automático para obter exatamente os resultados que deseja. Você pode especificar o quão rapidamente o

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

126

espaçamento se altera e quanto, alterando o comprimento do ponto e os valores do espaçamento. Você também pode especificar o espaçamento do deslocamento para ajustar automaticamente o espaçamento para tipos de fio diferentes.
espaçamento 2 espaçamento 1 comprimento 1 espaçamento fixo Espaçamento Automático comprimento 2

Para ajustar valores de Espaçamento automático 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto Cheio.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Clique Valores

2 Clique Valores no painel de Espaçamento Automático.

Ajuste os valores do comprimento do ponto Ajuste os valores de espaçamento

Dê entrada ao espaçamento do deslocamento para cada tipo de fio

3 Ajuste os valores do ponto no painel Ponto:

V8

Wilcom ES — Manual Online

127

valores do Espaçamento Por Defeito

valores do Espaçamento Personalizado

Comprimento: Estes valores definem os incrementos pelos quais o espaçamento é ajustado. Quanto menor a distância entre cada comprimento, mais rapidamente o bordado muda de aberto para denso. Cada valor do comprimento tem que ser maior que o anterior. Espaçamento: Estes valores definem o espaçamento correspondente a cada comprimento do ponto.

4 Ajuste o espaçamento do deslocamento para tipos de fio diferentes.
O deslocamento estabelece a quantidade de compensação para ajuste dos valores de configuração do ponto para tipos de fio diferentes. O Fio Tipo A é o fio mais comum, e generalmente usa o valor por defeito, 0.01 mm. Fio Tipo B é mais espesso que o fio normal e requer um valor de deslocamento maior — por ex. 0.03 mm — para aumentar ligeiramente o espaçamento do ponto (diminuindo a densidade). Fio Tipo C é mais fino que o fio normal e requer um valor negativo — por ex. -0.03 mm — para diminuir o espaçamento do ponto (aumentando a densidade). Fio Tipo D é muito fino e requer um valor negativo ainda menor — por ex. -0.06 mm. Nota Você atribui o tipo de fio no diálogo Adicionar Fio. O espaçamento do ponto do tipo de fio atribuído é automaticamente ajustado de acordo com os valores aqui estabelecidos. Veja Adicionar as suas próprias cores a mostruários de fios para maiores detalhes.

5 Clique OK.
Ideia Se mudar de idéia, clique Reestabelecer para reverter para os valores de fábrica por defeito.

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

128

Ajustar a contagem do Ponto Cheio
Clique com o botão direito do mouse em Ponto Cheio (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar a contagem de pontos em Ponto Cheio.
O

Ponto Cheio Triplo é usado muitas vezes para desenhos folclóricos para imitar bordados feitos à mão que usam fios mais grossos. Se precisar de pontos mais grossos, defina o Ponto Cheio de modo que este se repita múltiplas vezes. Você define o número de repetições de cada ponto no campo Contagem do Ponto Cheio. Cada ponto ímpar (para a frente) da coluna Ponto Cheio Triplo pode ser bordado até 15 vezes.

Para ajustar a contagem de pontos a Ponto Cheio 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto Cheio.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Dê entrada ao número de repetições

2 Dê entrada ao número de repetições no campo Contagem do Ponto
Cheio. Nota Usar um valor maior que 10 pode fazer com que o fio se parta, dependendo do desenho, do tecido, ou da tensão do fio.

3 Clique OK.

Criar enchimentos com ponto Tatami
Clique em Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar o ponto Tatami em formas grandes e irregulares, novas ou selecionadas. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração de Tatami.

V8

Wilcom ES — Manual Online

129

O ponto Tatami consiste de carreiras de pontos corridos e é apropriado para o preenchimento de formas grandes e irregulares. Os pontos são bordados em carreiras que se movimentam para a frente e para trás ao longo da forma. Estes podem ser paralelos ou ligeiramente curvos. Os deslocamentos dos pontos em cada carreira são usados para eliminar linhas divididas horizontais.

Você pode controlar a densidade do ponto em objetos Tatami ajustando o tipo de ponto atrás, o comprimento do ponto, e o espaçamento das carreiras. Com enchimentos Tatami você pode especificar o modo como cada carreira é deslocada para controlar os padrões formados pelas penetrações da agulha. Veja Criar texturas com deslocamentos Tatami para maiores detalhes.

Ajustar o espaçamento do ponto Tatami
Clique com o botão direito do mouse em Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar o espaçamento do Tatami. Para Tatami, a densidade do ponto é determinada pela distância entre cada carreira de pontos. O valor de espaçamento é a distância entre duas carreiras para a frente. Veja também Ajustar a densidade do ponto.
Espaçamento das carreiras

fração de deslocamento

Comprimento do ponto

sentido da carreira

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

130

Para ajustar o espaçamento do ponto Tatami 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Tatami.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento Stitch.

Ajuste o espaçamento do ponto

2 No campo de Espaçamento do ponto, dê entrada ao novo valor de
espaçamento. Este valor é a distância entre cada carreira de pontos para a frente. Para aumentar a densidade do ponto, dê entrada a um valor menor. Para diminuir a densidade do ponto, dê entrada a um valor maior.
Espaçamento do Ponto: 1.0 mm

Espaçamento do Ponto: 0.7 mm

3 Clique OK.

Ajustar o comprimento do ponto Tatami
Clique com o botão direito do mouse em Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar o comprimento do ponto Tatami. Especifique o comprimento do ponto e o ponto mínimo gerado para objetos em Tatami. O comprimento do ponto varia ligeiramente em enchimentos Tatami para assegurar que não se geram pontos pequenos nas orlas da forma.

Para ajustar o comprimento do ponto Tatami 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Tatami.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

V8

Wilcom ES — Manual Online

131

Dê entrada ao comprimento máx. e mín. do ponto

2 No campo Comprimento do Ponto, dê entrada ao comprimento máximo
requerido.

Comprimento: 4.5 mm Ponto Mínimo: 0.4 mm

Comprimento: 2 mm Ponto Mínimo: 0.4 mm

Comprimento: 1 mm Ponto Mínimo: 0.4 mm

3 No campo Compr. mín. ponto, dê entrada ao comprimento do ponto
mais curto que deve ser gerado.

Comprimento: 4 mm Ponto Mínimo: 0.4 mm

Comprimento: 4 mm Ponto Mínimo: 0.8 mm

Comprimento: 4 mm Ponto Mínimo: 1.2 mm

4 Clique OK.

Selecionar um ponto atrás em Tatami
Clique com o botão direito do mouse em Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para selecionar um ponto atrás em Tatami. Clique para se aplicar o ponto atrás Standard. Clique para se aplicar o ponto atrás Limite. Clique para se aplicar o ponto atrás Diagonal.

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

132

Ponto Atrás é o termo usado para cada segunda carreira de pontos num enchimento Tatami. Encontram-se disponíveis três tipos— Standard, Limite e Diagonal.

ponto atrás Standard

Ponto Limite atrás

ponto atrás Diagonal

Ponto atrás Standard
As carreiras são aproximadamente paralelas, com cada carreira de ponto atrás ligeiramente mais curta que a carreira para a frente. Como as carreiras são de comprimentos diferentes, existem poucos pontos pequenos na orla da forma, reduzindo-se a probabilidade de estragar o tecido. O ponto atrás Standard é apropriado para enchimentos de alta densidade.

Ponto atrás Limite
As carreiras são aproximadamente paralelas. Com enchimentos de baixa densidade, o ponto atrás limite cria uma orla suave e bem definida. O ponto Limite atrás também é conhecido por estilo Trapunto. Veja Criar efeitos de bordado Trapunto para maiores detalhes. Nota Os pontos Limite atrás podem não seguir o contorno da forma se o espaçamento de pontos for menor que o comprimento mínimo do ponto. Nos casos em que as carreiras de pontos são perpendiculares ao limite, os pontos conectores são ajustados para serem maiores que o ponto mínimo.

ponto mínimo Espaçamento do Ponto os pontos conectores são ajustados

os pontos conectores seguem o limite

Ponto Diagonal atrás
As carreiras para trás são diagonais e ligam-se diretamente nas carreiras para a frente. O ponto atrás Diagonal é apropriado para formas com pontos

V8

Wilcom ES — Manual Online

133

que se viram e obtêm-se bons resultados com Orla Dentada. Veja Criar orlas dentadas para maiores detalhes.

Para selecionar um ponto atrás Tatami 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Tatami.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Selecione o tipo de ponto atrás

2 Selecione um tipo de ponto atrás no painel Ponto Atrás. 3 Clique OK.

Criar enchimentos com ponto Zigue-zague
Clique em Zigue-zague (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar o ponto Zigue-zague em objetos novos ou selecionados. Clique com o botão direito do mouse para ajustar a configuração do ponto Zigue-zague. O ponto zigue-zague é semelhante ao Ponto Cheio mas generalmente é usado quando são necessários poucos pontos. A agulha penetra cada lado da coluna, deitando o fio ao atravessar num padrão de Zigue-zague aberto. Todos os pontos são inclinados, por isso geram-se metade dos pontos que são gerados com Ponto Cheio. A densidade é determinada pelos valores de espaçamento do ponto.

coluna reta coluna curva

Nota Os valores da configuração para os pontos de enchimento em Zigue-zague são armazenados separadamente dos valores de ponto de suporte Zigue-zague e Zigue-zague Duplo. Contudo, são estabelecidos

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

134

da mesma maneira. Veja Ajustar os valores da configuração dos pontos de suporte Ponto Corrido Central e Ponto Corrido para Margem para maiores detalhes.

Para ajustar o espaçamento do ponto Zigue-zague 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Zigue-zague.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Dê entrada ao valor de espaçamento

2 Dê entrada ao novo valor de espaçamento no campo Espaçamento do
ponto. O valor do espaçamento do ponto é a distância em milímetros entre duas penetrações da agulha no mesmo lado da coluna.

espaçamento do ponto: 2.0 mm

espaçamento do ponto: 3.0 mm

espaçamento do ponto: 4.5 mm

3 Clique OK.

Criara enchimentos com Ponto Dentado
Clique Ponto Dentado (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar o ponto Ponto Dentado em objetos novos ou selecionados. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores do Ponto Dentado. O Ponto Dentado é usado para criar colunas compridas e estreitas com um efeito de ‘pente’. Usa-se muitas vezes para bordar barras em volta de appliqués. A agulha penetra ambos os lados da coluna e depois penetra o segundo lado novamente, deitando o fio ao longo do lado. Geralmente, os Pontos Dentados são mais abertos que o Ponto Cheio ou Zigue-zague.

V8

Wilcom ES — Manual Online

135

coluna reta coluna curva

Você pode alterar o espaçamento entre cada ponto perpendicular do Ponto Dentado adicionando pontos corridos extra entre eles. Os pontos corridos são distribuídos uniformemente entre os pontos de Ponto Dentado. O seu comprimento é calculado dividindo o espaçamento do Ponto Dentado pelo número de pontos corridos.
espaçamento do Ponto Dentado espaçamento do Ponto Dentado

O número de pontos corridos é o mesmo entre cada par de pontos do Ponto Dentado, exceto em curvas apertadas onde o comprimento do ponto seris muito pequeno.

Para ajustar o espaçamento do Ponto Dentado 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto Dentado.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Dê entrada ao valor de espaçamento Dê entrada ao no. de pontos corridos

2 No campo Espaçamento do ponto dê entrada ao novo valor de
espaçamento. Este valor é a distância em milímetros entre cada ponto perpendicular.

Espaçamento do Ponto: 1.0 mm

Espaçamento do Ponto: 2.0 mm

Espaçamento do Ponto: 3.5 mm

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

136

3 No campo Número de Pontos Corridos, dê entrada ao número de pontos
corridos entre cada Ponto Dentado.

1 ponto corrido

espaçamento do Ponto Dentado

3 pontos corridos espaçamento do Ponto Dentado

4 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

137

V8

Capítulo 7

Pontos de Enchimento

138

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

As propriedades de objetos de bordado definem características gerais tais como, tamanho e posição, assim como características de bordado específicas tais como, tipo de ponto e densidade. Os valores particulares de configuração do ponto determinam o modo como os pontos voltarão a ser gerados quando você remodela, transforma ou altera a escala de um objeto.

Quando você cria um objeto de bordado, você pode aceitar os valores da configuração estabelecidos por defeito para esse método de entrada em particular, ou pode aplicar novos valores. Os valores da configuração por defeito ficam armazenados no escantilhão de desenho. Você também pode definir propriedades ‘correntes’ para que influenciem todos os objetos que você criar no desenho corrente. Um estilo é uma série de propriedades do objeto armazenadas sob um nome exclusivo. Você pode gravar qualquer combinação de valores da configuração nos seus estilos, para poder aplicá-los rapidamente a objetos de bordado e letras. Os estilos são armazenados como fazendo parte de um escantilhão de desenho. Você pode armazenar todos os estilos num único escantilhão ou em vários escantilhões. Cada escantilhão pode conter estilos específicos para tipos de bordados diferentes. O escantilhão NORMAL proporciona uma seleção de estilos pré-estabelecidos para você usar. Você pode modificar estes estilos de modo a servir as suas necessidades.

V8

Wilcom ES — Manual Online

139

Esta seção explica como alterar as propriedades do objeto no seu desenho, assim como aplicar, criar e manter estilos e escantilhões no produto Designer ES.

Aplicar e gerenciar propriedades do objeto
O produto Designer ES armazena três séries de propriedades do objeto — Por defeito, correntes e existentes. Nota Algumas propriedades do objeto podem ser modificadas na tela; por exemplo, você pode alterar as propriedades do tamanho alterando a escala do objeto com os grampos de seleção. Outras propriedades, tais como, espaçamento ou comprimento do ponto, são modificadas no diálogo Propriedades do Objeto.

Propriedades do objeto por defeito
As propriedades do objeto Por Defeito são aquelas propriedades que se encontram armazenadas num escantilhão de desenho e que passam a ser os valores de configuração iniciais usados quando se cria um novo desenho com base nesse escantilhão.

Propriedades do objeto correntes
As propriedades Correntes do objeto são os valores da configuração usados para criar novos objetos. A menos que você altere valores, eles mantêm-se sempre na mesma, como valores por defeito do escantilhão. Você generalmente os altera para poupar tempo quando faz a digitação. Por exemplo, você pode pré-estabelecer o espaçamento do ponto Tatami para que se use uma densidade específica para todos os novos objetos em Tatami que você criar. Nota A alteração afeta novos objetos no desenho, mas não o escantilhão em si. Para que as alterações sejam aplicadas a todos os novos desenhos criados com base no escantilhão corrente, você precisa de alterar os valores por defeito — e não as propriedades — correntes.

Propriedades de objetos existentes
As propriedades de objetos existentes são os valores da configuração armazenados com cada objeto no desenho. Você pode fazer com que as propriedades de um objeto selecionado passem a ser as novas propriedades correntes ou por defeito. Você também pode aplicar as propriedades correntes em objetos existentes.

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

140

Estabelecer propriedades do objeto correntes
Use Propriedades (barra de ferramentas Gerar) para estabelecer propriedades para o desenho corrente. Quando você altera as propriedades do objeto correntes, os novos valores estabelecidos são automaticamente aplicados a quaisquer novos objetos criados no desenho corrente. Você também pode aplicar as propriedades correntes em objetos existentes. Antes de começar, você pode ajustar as propriedades correntes do objeto aos novos valores estabelecidos. Ideia Você também pode definir algumas propriedades do objeto selecionando o botão relevante na barra de ferramentas. Quando um botão é selecionado, os valores estabelecidos para essa ferramenta são os valores correntes.

Para estabelecer propriedades do objeto correntes 1 Certfique-se que não se encontram selecionados quaisquer objetos. 2 Clique no ícone Propriedades.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.
Selecione tabulador Altere os valores estabelecidos tal como for necessário

Aparecem os Tabuladores no topo de Propriedades do Objeto. Estes proporcionam acesso a todos os valores possíveis das propriedades.

3 Clique num tabulador para ver os valores correntes e alterá-los como for
necessário.

4 Clique OK.

Aplicar propriedades correntes a objetos existentes
Use Aplicar Propriedades Correntes (barra de ferramentas Estilos) para aplicar as propriedades correntes aos objetos selecionados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

141

Quando você altera as propriedades correntes do objeto, os novos valores aplicam-se automaticamente a quaisquer novos objetos que você criar. Você também pode aplicar estes novos valores a objetos existentes.

Para aplicar propriedades correntes a objetos existentes 1 Selecione o objeto (ou objetos) cujas propriedades deseja alterar. 2 Clique no ícone Aplicar Propriedades Correntes.
Os valores correntes são aplicados a todos os objetos selecionados.

Alterar as propriedades de objetos selecionados
Você pode alterar as propriedades de um objeto ou objetos selecionados. Se selecionar mais que um objeto, o diálogo Propriedades do Objeto mostrará apenas tabuladores que incluam valores estabelecidos relevantes para todos os objetos selecionados. Por exemplo, se você selecionar um objeto de Enchimento Complexo e um objeto de Entrada C, nem os tabuladores de Enchimento Complexo nem os de Entrada C aparecerão, visto estes valores não se aplicarem a ambos os objetos. Se objetos selecionados tiverem valores correntes diferentes para o mesmo cenário, o campo aparecerá em branco. Se você der entrada a um vovo valor, este será aplicado a ambos os objetos. Nota Alterar as propriedades de objetos existentes não afeta os valores correntes ou por defeito, nem as propriedades de quaisquer objetos que não se encontrem correntemente selecionados.

Para alterar propriedades de objetos selecionados 1 Selecione o objeto (ou objetos) cujas propriedades deseja alterar.

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

142

2

Dê um clique duplo para abrir o diálogo Propriedades do Objeto. como for necessário.

3 Selecione o tabulador que deseja e altere os valores da configuração tal 4 Clique OK.
Nota Você pode aplicar algumas propriedades do objeto selecionando o objeto e clicando no ícone da barra de ferramentas relevante. Quando a ferramenta é selecionada, o efeito é aplicado diretamente no objeto selecionado.

Tornar correntes as propriedades do objeto
Clique Tornar Propriedades Correntes (barra de ferramentas Estilos) para tornar as propriedades de um objeto selecionado correntes para o desenho. Você agora pode tornar as propriedades de um objeto existente em propriedades correntes para todos os novos objetos criados. Nota Apenas se alteram os valores estabelecidos aplicáveis ao objeto selecionado. As outras propriedades mantêm os valores correntes. Por exemplo, se você tornar correntes as propriedades de um objeto de Entrada C selecionado, os valores correntes Enchimento Complexo não irão se alterar.

Para tornar correntes as propriedades do objeto 1 Selecione o objeto no qual quer colocar as propriedades correntes. 2 Clique no ícone Aplicar Propriedades Correntes.
As propriedades do objeto selecionado tornam-se as propriedades correntes. Você agora pode criar novos objetos com estes valores ou aplicá-los a objetos existentes. Ideia Para verificar que os valores agora correntes estão como você deseja, abra o diálogo Propriedades do Objeto.

Alterar as propriedades do objeto por defeito
Você pode alterar as propriedades do objeto por defeito a qualquer momento, gravando as propriedades do objeto em que está trabalhando para o escantilhão corrente. São apenas gravados os valores de

V8

Wilcom ES — Manual Online

143

configuração para esse objeto. As outras propriedades mantêm os seus valores correntes. Por exemplo, se você tornar correntes as propriedades de um objeto de Entrada C os valores por defeito de Enchimento Complexo não irão se alterar. Nota A alteração afeta todos os novos desenhos criados usando este escantilhão. Se apenas deseja que as alterações sejam aplicadas ao desenho em que você está trabalhando, altere as propriedades correntes — mas não altere as propriedades — por defeito. Veja Estabelecer propriedades do objeto correntes para detalhes.

Para alterar as propriedades do objeto por defeito 1 Selecione o objeto (ou objetos) no qual quer basear os valores por
defeito.

2 Dê um clique duplo para abrir o diálogo Propriedades do Objeto.

Altere os valores estabelecidos tal como for necessário

Clique Guardar

3 Selecione o tabulador que deseja e altere os valores da configuração tal
como for necessário.

4 Clique Guardar.
As propriedades do objeto são gravadas no escantilhão corrente e serão aplicadas a quaisquer novos objetos em qualquer desenho que tenha como base este escantilhão.

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

144

Nota Você também pode criar um novo escantilhão usando propriedades do objeto modificadas como valores por defeito. Veja Usar escantilhões de desenho para maiores detalhes.

Aplicar e gerenciar estilos
Quando você aplica um estilo num objeto, os valores da configuração desse estilo substituem as propriedades correntes do objeto. Quaisquer propriedades que não se encontrem especificadas como fazendo parte de um estilo, retêm os seus valores de configuração correntes. Nota Os estilos são gravados no escantilhão corrente e são usados por todos os desenhos que utilizem esse escantilhão.

Barra de ferramentas Estilos

Use a barra de ferramentas Estilos para aplicar rapidamente estilos ao seu desenho. Esta barra de ferramentas permite que você: aplique valores de configuração correntes a objetos selecionados altere os valores de configuração correntes, e aplique estilos a objetos selecionados. A cada um dos estilos que você selecionar como favoritos será atribuído um ícone na barra de ferramentas Estilos.

Aplicar estilos
Clique Aplicar Estilo (barra de ferramentas Estilos) para aplicar um estilo, a partir do escantilhão, a todos os novos objetos selecionados. Use a barra de ferramentas Estilos para aplicar estilos favoritos a novos objetos ou a objetos selecionados. Quando você seleciona um estilo, os valores da configuração substituem as propriedades correntes do objeto. Você pode aplicar um estilo nas propriedades correntes do objeto antes de o digitar, ou num objeto selecionado. Veja também Aplicar e gerenciar propriedades do objeto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

145

Ideia Se você está usando um quadro de digitação, você pode alternar rapidamente entre estilos pré-estabelecidos. Cada botão do mouse de digitação acessa o próximo estilo pré-estabelecido com valores de espaçamento diferentes. Por exemplo, clicando no Botão 1 obtém-se acesso a <PRESET_SATIN_1>.

Para aplicar estilos 1 Clique no ícone Aplicar Estilo.
Abre-se o diálogo Usar Estilo do Objeto.

Selecione um estilo

2 Selecione um estilo a partir da lista tipo cortina e depois clique OK.
Se um objeto for selecionado, os valores de configuração do estilo são aplicados apenas a esse objeto. Se não se encontrar selecionado nenhum objeto, os valores da configuração do estilo tornam-se as propriedades correntes do objeto e aplicam-se a quaisquer novos objetos que você criar. Quaisquer valores da configuração que não sejam especificados nesse estilo, continuarão inalterados. Ideia Para aplicar um estilo favorito, clique no ícone Estilo Favorito que lhe foi atribuído. Veja também Atribuir estilos favoritos.

Definir novos estilos
Selecione Definir Estilo (menu Ponto) para tornar as propriedades de um objeto selecionado correntes para o desenho. Defina novos estilos para um escantilhão, inventados de novo ou com base num estilo ou objeto existentes. Você pode criar estilos na caixa Propriedades do Objeto especificando valores da configuração em qualquer ou em todos os tabuladores. São gravados novos estilos no escantilhão corrente.

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

146

Nota O tipo de ponto, os valores da configuração e os Efeitos que você especificar para o novo estilo não se alteram automaticamente nas propriedades correntes objeto. Veja também Aplicar propriedades correntes a objetos existentes.

Para definir novos estilos 1 Para basear o novo estilo no estilo de um objeto existente, selecione-o
agora. Para o basear nos valores da configuração correntes, certifique-se que não existem objetos selecionados.

2 Selecione Ponto > Definir Estilo.
Abre-se o diálogo Organizar Estilos.

Clique em Novo

3 Clique em Novo.
Abre-se o diálogo Novo Estilo de Objeto.

4 Dê entrada a um nome no campo Nome do Estilo. 5 Para basear o novo estilo num estilo existente, selecione-o a partir da
lista tipo cortina Baseado no Estilo. Ideia Se você deseja que um novo estilo seja adicionado na lista Estilos Favoritos na barra de ferramentas Estilos, selecione a caixa de verificação Adicionar aos Favoritos.

6 Clique OK.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto. Se você selecionou um estilo ou um objeto no qual basear o novo estilo, irão aparecer os seus valores da configuração.

V8

Wilcom ES — Manual Online

147

7 Dê entrada aos valores necessários para esse novo estilo nos
tabuladores de Propriedades do Objeto. Nota Você não tem que dar entrada a valores em todos os campos, mas apenas naqueles que você deseja especificamente armazenar.

8 Clique OK e depois Fechar.
O novo estilo é gravado no escantilhão corrente.

Atribuir estilos favoritos
Selecione Definir Estilo (menu Ponto) para atribuir um estilo favorito. Você pode atribuir até dez estilos favoritos a ícones de ferramentas na barra de ferramentas Estilos. Quando desejar aplicar um estilo, então você seleciona simplesmente a ferramenta.

Para atribuir estilos favoritos 1 Selecione Ponto > Definir Estilo.
Abre-se o diálogo Organizar Estilos.

Clique em Favoritos

2 Clique em Favoritos.
Abre-se o diálogo Organizar Favoritos.

Clique Adicionar

3 Clique Adicionar.
Abre-se o diálogo Adicionar aos Favoritos.

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

148

Selecione um estilo

4 Selecione um estilo a partir da lista. 5 Clique OK. 6 Altere a ordem pela qual os favoritos aparecem na barra de ferramentas
Estilos usando Mover para cima e Mover para baixo.

7 Clique OK e depois Fechar.
Os estilos são atribuídos pela ordem em que aparecem na caixa Organizar Favoritos. A ferramenta indicada em cada botão mostra o nome do estilo.

Fundir estilos
Selecione Definir Estilo (menu Ponto) para fundir valores de configuração dos estilo. Você pode fundir valores de configuração de um estilo para outro. Quando você realiza a fusão, os valores da configuração do segundo estilo substituem os do primeiro.

Para fundir estilos 1 Selecione Ponto > Definir Estilo.
Abre-se o diálogo Organizar Estilos.

Selecione um estilo

Clique Fundir

2 Selecione o estilo a fundir PARA. 3 Clique Fundir.
Abre-se o diálogo Fundir com o Estilo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

149

Selecione um estilo

4 Selecione um estilo a partir do qual se vai fazer a fusão e clique OK.
Os estilos são fundidos.

5 Clique Fechar.
O primeiro estilo selecionado é atualizado e gravado no escantilhão corrente.

Modificar estilos
Selecione Definir Estilo (menu Ponto) para modificar um estilo. Você pode modificar todos os estilos, incluindo estilos pré-estabelecidos no escantilhão NORMAL. Ideia A certa altura, você pode querer reverter para os valores de configuração do estilo original no escantilhão NORMAL. Veja O escantilhão NORMAL para maiores detalhes.

Para modificar um estilo 1 Selecione Ponto > Definir Estilo.
Abre-se o diálogo Organizar Estilos.

Selecione um estilo Clique Editar

2 Selecione o estilo a modificar. 3 Clique Editar.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

4 Altere os valores da configuração nos tabuladores, tal como for
necessário.

5 Clique OK.

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

150

Aparece uma mensagem de advertência pedindo-lhe que confirme que deseja mesmo substituir os valores existentes de configuração do estilo.

6 Clique OK.
Nota As alterações só se aplicam aos usos futuros do estilo. Os objetos existentes que foram baseados neste estilo, não são afetados.

Alterar o nome de estilos
Você pode alterar o nome de um estilo sem afetar os seus valores da configuração. Ideia A certa altura, você pode querer reverter para os valores de configuração do estilo original no escantilhão NORMAL. Veja O escantilhão NORMAL para maiores detalhes.

Para alterar o nome ou remover um estilo 1 Selecione Ponto > Definir Estilo.
Abre-se o diálogo Organizar Estilos.

Selecione um estilo

Clique Alterar Nome

2 Selecione o estilo ao qual se vai alterar o nome. 3 Clique Alterar Nome.
Abre-se o diálogo Alterar o Nome do Estilo do Objeto.

Dê entrada ao novo nome do estilo

4 Dê entrada a um novo nome de estilo. 5 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

151

Eliminar estilos
Você pode remover de um escantilhão quaisquer estilos que não queira. Ideia A certa altura, você pode querer reverter para os valores de configuração do estilo original no escantilhão NORMAL. Veja O escantilhão NORMAL para maiores detalhes.

Para eliminar estilos 1 Selecione Ponto > Definir Estilo.
Abre-se o diálogo Organizar Estilos.

Selecione um estilo

Clique Remover

2 Selecione o estilo a eliminar. 3 Clique Remover.
Uma mensagem de advertência pede para você confirmar que deseja mesmo eliminar.

4 Clique OK.
O estilo é eliminado do escantilhão corrente e removido da lista de nomes de estilos. Nota Para remover todos os estilos de um escantilhão clique Remover Tudo.

Gerenciar escantilhões de desenho
Os escantilhões são fichários especiais usados para armazenar estilos e valores da configuração por defeito. Use escantilhões quando digitar tipos de desenhos usados frequentemente, para não ter que definir as propriedades correntes todas as vezes. Por exemplo, um escantilhão pode incluir objetos standard e amostras de letras. Pode simplesmente conter

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

152

valores preferidos de configuração do ponto, tipos e tamanhos de letras e cores definidas como propriedades correntes. Ou pode ter uma densidade especial, compensação de encolhimento do tecido ou valores da configuração do ponto de suporte estabelecidos de modo a servirem tecidos diferentes.

O escantilhão NORMAL
O escantilhão NORMAL é o escantilhão por defeito que vem instalado no produto Designer ES. Contém as propriedades correntes do objeto, assim como uma seleção de estilos pré-estabelecidos. Estes estilos incluem variações nas propriedades correntes do objeto. Por exemplo, <PRESET_SATIN_1> contém valores da configuração para o espaçamento de pontos para Ponto Cheio. <PRESET_SATIN_2> usa valores da configuração de espaçamento diferentes. Você pode ver e modificar os valores da configuração destes estilos a qualquer momento. Veja Modificar estilos para maiores detalhes. Se for necessário, você pode reverter para o escantilhão NORMAL original depois de o modificar. Veja Reverter para o escantilhão NORMAL para maiores detalhes.

Criar escantilhões de desenho
Você cria escantilhões a partir de desenhos contendo os objetos e as propriedades dos objetos necessários. Simplesmente grave o desenho, ou elementos do desenho, como um escantilhão. Os escantilhões tem a mesma aparência que os fichários de desenho, mas usam uma extensão de fichário EMT. Nota Você não pode substituir as informações existentes em escantilhões por acidente. Sempre que você criar um desenho novo a partir de um escantilhão, o produto Designer ES abre um duplicado. Quando você grava o desenho pela primeira vez, o diálogo Gravar Como se abre para que você pode gravar o escantilhão sob um novo nome.

Para criar um escantilhão de desenho 1 Inicie um novo desenho ou abra um desenho existente. 2 Ajuste as propriedades do objeto, estilos e os efeitos como for
necessário.

3 Adicione os objetos e letras que você deseja que apareçam no
escantilhão.

V8

Wilcom ES — Manual Online

153

Ideia Você pode dar entrada a linhas de base para letras por si só, mas ajuda se incluir um texto de amostra. Você pode substituir o texto da mostra quando estiver usando o escantilhão.

4 Selecione Fichário > Gravar Como.
Abre-se o espaço de diálogo Gravar Como.

Dê entrada ao nome do escantilhão

Selecione Escantilhões de Desenho (EMT)

5 Selecione Escantilhões de Desenho (EMT) a partir da lista tipo cortina
Guardar como Tipo. O produto Designer ES abre automaticamenet o seu produto acrônimo ESWin\Template folder (Pasta de escantilhões). Os escantilhões de desenho têm que ser gravados aqui ou então não aparecerão na lista de escantilhões quando você inicia um novo desenho.

6 Dê entrada a um nome para o escantilhão, no campo Nome do Fichário. 7 Clique Gravar.

Usar escantilhões de desenho
Quando você inicia um desenho novo a partir do menu Fichário, aparece uma lista dos escantilhões disponíveis no diálogo Novo. Veja Criar novos desenhos com escantilhões personalizados para maiores detalhes. Nota A lista dos escantilhões só aparece quando você inicia um desenho a partir do menu Fichário. Se você selecionar a ferramenta Novo, escantilhão NORMAL é aplicado por defeito.

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

154

Modificar escantilhões de desenho
Você pode modificar escantilhões do memso modo que modifica um desenho normal. Nota As alterações só se aplicam aos usos futuros do escantilhão. Os desenhos existentes que foram baseados neste escantilhão, não são afetados.

Para modificar escantilhões de desenho 1 Selecione Fichário > Abrir.
Abre-se o diálogo Abrir.

2 Navegue para a pasta ESWin\Template folder (Pasta de escantilhões) e
depois selecione Escantilhões (EMT) a partir da lista tipo cortina Fichários do Tipo. Os fichários dos escantilhões disponíveis aparecem.

3 Selecione o escantilhão que você deseja modificar e clique Abrir. 4 Modifique as propriedades do objeto, estilos e outros valores da
configuração como for necessário.

5 Selecione Fichário > Gravar Como.
Abre-se o espaço de diálogo Gravar Como.

6 Altere a localização para a pasta ESWin\Template folder (Pasta dos
escantilhões).

7 A partir da lista tipo cortina Guardar como Tipo, selecione Escantilhões
(EMT) e clique Gravar. Ideia Para criar um novo escantilhão baseado naquele que foi modificado, tecle um novo nome de fichário e clique Gravar.

8 Clique Sim para confirmar.
O escantilhão que foi modificado está pronto para ser usado.

Gravar propriedades correntes num escantilhão
Você pode facilmente gravar as propriedades correntos do objeto no escantilhão corrente. Veja também Aplicar e gerenciar propriedades do objeto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

155

Para gravar as propriedades correntes num escantilhão 1 Obtenha acesso ao diálogo Propriedades do Objeto.
Para usar as propriedades do objeto correntes, desative todos os objetos e depois clique no ícone Propriedades. Para usar as propriedades para um objeto em particular, selecione o objeto e depois dê um clique duplo no objeto.

2 Altere os valores da configuração das propriedades do objeto como for
necessário.

3 Clique Gravar.
Aparece um aviso de confirmação. Nota Apenas as propriedades correntes do objeto — e não os objetos ou outros valores da configuração no desenho — são gravados no escantilhão.

4 Clique OK para atualizar o escantilhão. 5 Clique OK para voltar à janela de desenho.
Os novos valores da configuração são gravados no escantilhão a partir do qual o desnnho foi criado e encontram-se disponíveis para serem usados. Ideia Para gravar mais que uma série de propriedades do objeto num escantilhão, grave as propriedades do objeto como um estilo em vez de como um escantilhão.

Reverter para o escantilhão NORMAL
Se você modificar o escantilhão NORMAL fornecido com o Designer ES, você pode reverter para a versão original. Uma cópia de fábrica encontra-se sempre localizada no seu programa, para que o escantilhão NORMAL possa ser restaurado.

Para reverter para o escantilhão NORMAL 1 Feche o produto Designer ES. 2 Clique no botão Start do Windows e selecione Programas > Wilcom ES
> Reverter. Abre-se o diálogo Reverter para o Escantilhão de Fábrica.

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

156

Clique OK

Selecionar Escantilhões

3 Selecione a caixa de verificação Escantilhões e clique OK.
Os valores da configuração originais do escantilhão NORMAL são restabelecidos.

Eliminar escantilhões de desenho
Elimine escantilhões da mesma maneira que faz com outros fichários de Windows, usando o Windows Explorer. Os escantilhões estão locazidos na pasta ESWin\Template folder (Pasta de escantilhões).

V8

Wilcom ES — Manual Online

157

V8

Capítulo 8

Propriedades do Objeto, Estilos e Escantilhões

158

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

Quando você digita, você seleciona as cores do fio para cada objeto que você cria, a partir da paleta de cores na janela de desenho. A paleta de cores contém uma seleção de cores de fio à medida de cada desenho. Este esquema de cores, ou ‘percurso de cor’, representa as cores de fio reais nas quais o desenho vai ser bordado. A característica Múltiplos Percursos de Cor deixa você antever um desenho com várias cores sobre vários tecidos. Na verdade, permite-lhe definir esquemas de cor múltiplos e alternar entre eles. Divisão Alternada de Linhas de Bordado. Você pode imprimir múltiplos percursos de cor, planos de fundo de desenhos e ícones de blocos de cor juntamente com a folha de produção.

Para cada percurso de cor que você define, você pode selecionar cores a partir de mostruários de fios comerciais contendo uma série de cores tiradas de diferentes fabricantes de fios de bordar, ou pode definir as suas próprias cores. Para poupar tempo quando estiver a configurar novos percursos de cor, você pode criar os seus próprios mostruários de fios, usando as cores mais frequentemente aplicadas. Você pode adicionar, editar e eliminar fios do mostruário de fios, ou pode alterar o nome ou eliminar o próprio mostruário. No produto Designer ES você pode procurar certos fios em particular usando vários critérios. A combinação automática de cores do fio permite que você encontre e altere uma cor do fio com base na combinação mais aproximada existente em um ou mais mostruários de fios. Você também pode combinar as cores do fio a partir de gráficos importados — vetor (simples ou agrupados) ou bitmap.

V8

Wilcom ES — Manual Online

159

Esta seção descreve o modo como deve selecionar cores a partir da paleta de cores, assim como o modo como pode alterar os percursos da cor. Também explica o modo como deve definir, modificar e eliminar percurso de cor. Existe também uma explicação sobre como definir as sua próprias cores de fio e mostruários de cores.

Alterar as cores do fio
Os novos objetos quando são digitados usam a cor selecionada na paleta de cores. Você pode alterar a cor antes ou depois de digitar. Se a cor que você deseja não se encontrar disponível na paleta de cores, você precisar adicionar essa cor ao percurso de cor. Veja Modificar percursos de cor para maiores detalhes. Ideia Se a própria paleta de cores não aparecer, você precisa selecioná-la a partir do diálogo Barras de Ferramentas. Veja Mostrar ou esconder barras de ferramentas para maiores detalhes. Nota As funções de máquina para mudança de cor são inseridas automaticamente, quando você atribui uma cor.

Selecionar a nova cor corrente
Quando você digita um novo objeto, ele fica automaticamente com a cor selecionada na paleta de cores. Esta é a cor ‘corrente’.

Para selecionar uma nova cor corrente
Desative todos os objetos e depois selecione uma cor a partir da paleta de cores.

cor corrente

Esta cor passa a ser a cor corrente para todos os novos objetos.

Recolorir objetos selecionados
Altere a cor de um ou mais objetos selecionados no seu desenho a qualquer momento.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

160

Para recolorir um objeto selecionado 1 Selecione o objeto (ou objetos) que deseja recolorir. 2 Selecione uma cor a partir da paleta de cores.
objeto selecionado cor alterada

Os objetos aparecem na nova cor. A cor corrente não se altera.

Recolorir objetos consecutivos
Selecione Estabelecer Cor (menu Máquina) para alterar a cor de objetos consecutivos. Você pode alterar a cor de objetos consecutivos da mesma cor ao mesmo tempo. Os objetos consecutivos seguem-se uns aos outros na sequência de bordado.

Para recolorir objetos consecutivos 1 Selecione o primeiro objeto na sequência para recolorir.

azul

azul

verde

2 Selecione Máquina > Estabelecer Cor.
Abre-se o diálogo Estabelecer Cor.

V8

Wilcom ES — Manual Online

161

Selecione alterar a cor de objetos consecutivos Selecione cor

3 Selecione a opção Todos os objetos consecutivos da mesma cor.
Nota Se você selecionou mais que um objeto, esta opção não se encontra disponível.

4 Selecione uma cor a partir da lista.
Apenas se encontram disponíveis as cores do percurso de cor.

5 Clique OK.

vermelho vermelho verde

Usar múltiplos percursos da cor
No produto Designer ES, você pode definir múltiplos esquemas de cores, ou 'percursos de cor', para um mesmo desenho. A característica Múltiplos Percursos de Cor deixa você antever um desenho com várias cores sobre vários tecidos. Na verdade, permite-lhe definir esquemas de cor múltiplos e alternar entre eles. Veja Ver percursos de cor para maiores detalhes. Nota As propriedades seguintes encontram-se incluídas, como fazendo parte da definição de percurso da cor — cor do plano de fundo ou do tecido, assim como projeção de cores para símbolos do furador, pontos não bordados, objetos selecionados, contornos do objeto e a grelha. Os percursos de cor são automaticamente gravados quando se grava em formatação EMB. Você pode gravar todos os seus percursos da cor como um fichário escantilhão EMT, para ser usado em futuros desenhos. Contudo, não podem ser gravados com fichários de pontos de bordar.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

162

Objetos consecutivos da mesma cor
Quando estiver criando um desenho, você pode querer definir dois objetos da mesma cor num percurso da cor, mas atribuir cores diferentes a esses dois objetos em outro percurso da cor.
Percurso de Cor 1 Percurso de Cor 2

mesma cor, espaços de cor diferentes

Você pode fazer isto se definir o primeiro objeto com uma cor de fio X e o próximo objecto com uma cor de fio Y. Ambos estão atribuídos à mesma cor de fio no percurso de cor corrente. Isto permite que se atribua à cor do fio Y uma cor de fio diferente noutro percurso da cor.

Diferentes densidades do ponto
Como os fios de bordar de cores mais escuras cobrem tecidos claros melhor do que vice-versa, podem ser necessárias densidades diferentes quando você muda de um percurso de cor para outro. Por exemplo, um desenho preto numa camisa branca pode ter sido digitado com um ponto Tatami ligeiramente aberto, para se pouparem pontos de bordar. Se o percurso da cor for alterado para branco sobre preto, então a densidade do ponto Tatami pode precisar ser ajustada. Veja Ajustar a densidade do ponto para maiores detalhes. Nota Os percursos de cor não foram criados para compensar as diferentes densidades. Por isso, devem ser usados estilos diferentes, ou desenhos separados — um para fios escuros sobre tecidos claros e outro para fios claros sobre tecidos escuros.

Selecionar percursos de cor
Quando você inicia um desenho novo, o Percurso de Cor 1 aparece por defeito na paleta de cores. Você pode alterá-lo se selecionar outro a partir de um certo número de percursos de cor pré-defenidos para o escantilhão que você está usando. Do mesmo modo, você pode antever um desenho existente em cores diferentes sobre tecidos diferentes, selecionando a partir de um certo número de percursos de cor pré-defenidos para esse desenho.

V8

Wilcom ES — Manual Online

163

Para selecionar um percurso de cor 1 Abrir um desenho. 2 Selecione um percurso de cor da barra de ferramentas Percursos de Cor.

Selecionar um percurso de cor

3 Selecione Ver > Redesenhar para 'refrescar' o monitor.

Percurso de Cor 1

Percurso de Cor 2

Modificar percursos de cor
Clique com o botão direito do mouse na paleta para modificar um percurso de cor. Você pode modificar um percurso de cor adicionando ou alterando cores. Podem ser selecionadas novas cores a partir de quaisquer mostruários de fio disponíveis. Quaisquer modificações realizadas nas cores do fio apenas afetam os percursos de cor selecionados. Todos os outros se mantêm inalterados. O percurso de cor que foi modificado pode ser gravado com o desenho em que você está trabalhando e/ou escantilhão corrente. Nota Os valores por defeito são armazenados no Percurso de Cor 1. Se você alterar o plano de fundo no Percurso de Cor 1 e gravar o seu escantilhão, aquele projetar-se-á sempre deste modo no início. Todos os percursos de cor que foram definidos são gravados no escantilhão.

Para modificar um percurso de cor 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

164

Dar entrada ao total de cores requiridas

Selecionar a cor que vai ser alterada

Selecionar mostruário de fios

Ideia Clique com o botão direito do mouse na lista de desenrolar de Percurso da Cor ou na paleta para abrir o tabulador Percursos da Cor.

2 Dê entrada ao número total de cores que deseja usar, no campo Fios na
Paleta de cores. Ideia Os percursos de cor estão limitados a 128 cores cada um. 36 caberão confortavelmente numa resolução de 800 x 600.

3 Selecione um mostruário de fios a partir da lista. 4 Selecione a cor que você deseja alterar na tabela de percursos da cor.
Alternativamente, selecione um espaço com uma cor vazia, a que presentemente não esteja atribuída nenhuma cor.

Selecione a cor que vai ser atribuída

Clique em Atribuir

5 Selecione a cor que vai ser atribuída. 6 Clique em Atribuir. 7 Repetir até que todas as cores que tenciona usar no desenho estejam
atribuídas.

8 Clique OK.
As novas cores do fio aparecem no percurso de cor selecionado.

V8

Wilcom ES — Manual Online

165

Criar percursos da cor
Clique com o botão direito do mouse na paleta para criar um novo percurso de cor. Você pode definir um número ilimitado de percursos de cor para cada desenho.

Para criar um percurso de cor. 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

Clique em Novo para definir um novo percurso de cor

2 Clique em Novo e dê entrada a um nome para Novo Percurso de Cor.
Dê entrada ao nome do Novo Percurso de Cor Selecione o percurso de cor onde vai ser a sua base

Ideia Por defeito, o campo Com base no Percurso de Cor contém o Percurso da Cor 1 que pode ou não consistir de cores por defeito pertencentes ao sistema. Se deseja que o seu novo percurso de cor fique localizado nos valores por defeito do sistema, deixe este campo em branco.

3 Clique OK.
O novo percurso de cor aparece no tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

166

novo percurso de cor

Clique para mostrar a argola de detalhes do fio Clique para mostrar a argola do mostruário de fios

Ideia Você pode escolher diferentes modos de projeção, a partir do tabulador Percursos de Cor. Quando o botão superior em forma de seta aponta para a direita, estão listados múltiplos percursos de cor. Clique na seta para projetar no monitor detalhes sobre o fio de bordar do percurso de cor selecionado. Quando botão inferior em forma de seta aponta para baixo, aparece a lista de mostruários de fios. Clique na seta para esconder.

Alterar o nome de percursos de cor
clique com o botão direito do mouse na paleta para alterar o nome de um percurso de cor. Você pode alterar o nome a um percurso de cor a qualquer momento, no desenho corrente e/ou no escantilhão corrente.

Para alterar o nome de um percurso de cor 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

V8

Wilcom ES — Manual Online

167

Clique em Alterar Nome para alterar o nome de um percurso de cor selecionado

2 Selecione o percurso de cor ao qual deseja alterar o nome e clique
Alterar Nome. Abre-se o diálogo Alterar o Nome do Percurso da Cor.

Dê entrada ao nome do Novo Percurso de Cor

3 Dê entrada ao novo nome do percurso de cor e clique OK.

Alterar o percurso de cor por defeito
Grave o seu percurso de cor favorito como sendo o que aparece por defeito para os novos desenhos.

Para alterar o percurso de cor por defeito 1 Selecione Fichário > Gravar Como.
Abre-se o espaço de diálogo Gravar Como.

2 Na lista Gravar Como Tipo, selecione Escantilhões (EMT).

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

168

selecione Normal.EMT

selecione Escantilhões (EMT)

3 Grave o fichário como Normal. EMT, substituindo o escantilhão por
defeito original. O percurso de cor corrente é o que aparece por defeito para os todos os novos desenhos.

Eliminar percursos da cor
Clique com o botão direito do mouse na paleta para eliminar um percurso de cor. Você pode eliminar um percurso de cor a qualquer momento, no desenho corrente e/ou no escantilhão corrente.

Para eliminar um percurso de cor 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

Clique em Eliminar para eliminar o percurso de cor selecionado

2 Selecione o percurso de cor que deseja eliminar e clique Eliminar.
Você é avisado para confirmar a eliminação.

3 Clique Sim.

V8

Wilcom ES — Manual Online

169

Combinar as cores do fio
No produto Designer ES você pode procurar certos fios manualmente usando vários critérios. A combinação automática cores do fio permite que você encontre e altere uma cor do fio com base na combinação mais aproximada existente em um ou mais mostruários de fios. Você também pode combinar cores de fio a partir de gráficos vetor importados — (simples ou agrupados) ou bitmap.

Procurar tipos de fios
Clique com o botão direito do mouse na paleta para procurar por um fio. Você pode procurar um fio por código, marca, descrição ou espessura, no diálogo Cores do Fio.

Para procurar um tipo de fio 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.
Dê entrada ao texto a procurar Selecionar mostruário de fios Selecione o critério do fio

2 Selecione o(s) Mostruário(s) de Fios que vão ser incluídos na pesquisa,
a partir da lista Mostruários de Fios.

3 A partir da lista Na Coluna, selecione o critério do fio a pesquisar em —
Código, Marca, Descrição: ou Espessura.

4 No campo Localizar dê entrada aos primeiros caracteres dos código,
marca, ou descrição requeridos, ou dê entrada ao código da espessura. O sistema procura a combinação mais aproximada em todos os mostruários de fios selecionados e projeta-os na lista de cores de fio abaixo indicada.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

170

Combinar cores de mostruários diferentes
Clique com o botão direito do mouse na paleta para combinar um fio a partir de um mostruário diferente. Você pode encontrar e alterar uma cor do fio com base na combinação mais aproximada existente em um ou mais mostruários de fios.

Para combinar fios a partir de mostruários diferentes 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

Selecionar a cor que vai ser combinada

Clique Combinar

Selecionar mostruário de fios

2 Selecione o(s) Mostruário(s) de Fios que vão ser incluídos na pesquisa,
a partir da lista Mostruários de Fios.

3 Selecione a cor que vai ser combinada. 4 Clique Combinar.
O sistema procura a combinação mais aproximada em todos os mostruários de fios selecionados e projeta-os na lista de cores de fio abaixo indicada.

Selecione a cor que vai ser atribuída

Clique em Atribuir

V8

Wilcom ES — Manual Online

171

5 Selecione uma cor de fio e realize a sua atribuição na paleta de cores de
fio dando um clique duplo ou simplesmente clicando em Atribuir.

6 Repetir, até que todas as cores que tenciona usar no desenho tenham
sido combinadas. Nota Cada pesquisa recusa os resultados anteriores.

7 Clique OK.
O sistema atribui as cores de fio selecionadas ao percurso de cor.

Combinar as cores da imagem com os fios
Clique com o botão direito do mouse na paleta para combinar as cores da imagem com as dos fios. Você pode combinar as cores dos fios com um desenho ou percurso de cor, manual ou automaticamente, a partir da inserção de uma imagem bitmap ou desenho vetor, usando o espaço de diálogo Combinar Cor do Desenho.

Para combinar as cores da imagem com as dos fios 1 Clique na imagem com o botão direito do mouse. 2 Selecione Combinar Cor do Desenho a partir do menu que salta do
monitor. Todas as cores usadas na imagem aparecem no espaço de diálogo Combinar Cor do Desenho.

Selecionar a cor que vai ser combinada Selecione o mostruário de fios a partir do qual vai ser feita a combinação

Clique Combinar Cores combinadas listadas

3 Selecione o(s) Mostruário(s) de Fios que vão ser incluídos na pesquisa,
a partir da lista Mostruários de Fios.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

172

Nota Para combinar automaticamente as cores da imagem com as cores de fio disponíveis, clique simplesmente em OK. O sistema atribui automaticamente as cores do fio a partir dos mostruários selecionados para o percurso de cor corrente.

4 Para fazer as suas próprias seleções de cores, primeiro selecione a cor
a combinar.

5 Clique Combinar.
O sistema procura a combinação mais aproximada em todos os mostruários de fios selecionados e projeta-os na lista de cores de fio abaixo indicada.

6 Selecione uma cor de fio e realize a sua atribuição na paleta de cores de
fio dando um clique duplo ou simplesmente clicando em Atribuir.

7 Repetir, até que todas as cores que tenciona usar no desenho tenham
sido combinadas. Nota Cada pesquisa recusa os resultados anteriores.

8 Clique OK.
O sistema atribui as cores de fio selecionadas ao percurso de cor corrente. Se número de cores de fio disponíveis for menor que o número de cores na imagem, o sistema aumentará o número de espaços na palheta de cores de acordo com o número de cores. Nota O número máximo de novas cores de fio que pode ser adicionado a uma paleta de cores a partir de um bitmap é 128.

Alterar planos de fundo e valores de projeção na tela
Os planos de fundo e os tecidos são tratados como propriedades do desenho em vez de valores estabelecidos na janela do desenho. Isto acontece porque o plano de fundo é agora parte integral do percurso de cor. Adicionalmente, a projeção de cores para o furador, para pontos não bordados e pontos selecionados, para os contorno do objeto e para a grelha fazem todos parte da definição de percurso de cor.

Alterar cores em planos de fundo e em tecidos
Clique com o botão direito do mouse na paleta para alterar a cor do plano de fundo e dos tecidos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

173

No produto Designer ES, você pode alterar a cor do plano de fundo da janela de desenho para que esta combine com a cor do seu tecido. Ou você pode selecionar um tecido como plano de fundo para obter antevisões e apresentações mais realistas. O plano de fundo é gravado com o percurso de cor. Nota Os valores por defeito para o escantilhão são armazenados como Percurso de Cor 1. Se você alterar o plano de fundo no Percurso de Cor 1 e gravar o seu escantilhão, aquele projetar-se-á sempre deste modo no início.

Para alterar a cor do plano de fundo ou do tecido 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.
Selecione para alterar a cor do plano de fundo

Clique para editar uma cor

2 Dar um clique duplo no espaço BKG, o primeiro existente no percurso
de cor. O espaço de diálogo Mostrar abre-se no percurso de cor selecionado.

Selecione cor plano de fundo ou tecido

Editar cor Selecionar o padrão do tecido

Centrar ou azulejar o padrão do tecido na janela

3 Selecionar o tipo de plano de fundo da janela de desenho.
Cor: usa cor selecionada. Tecido: usa uma imagem de um tecido.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

174

4 Selecionar uma cor ou um tecido a usar.
Para selecionar uma cor de plano de fundo, clique em Editar. Selecione a cor a partir do espaço de diálogo Cor e clique OK. Para selecionar um tecido, clique Procurar. Selecione um tipo de tecido a partir do espaço de diálogo Abrir e clique OK. Centrar ou azulejar o bitmap do tecido na janela de desenho. Se o bitmap for suficientemente grande para encher toda a janela, selecione Centrar. Senão, selecione Azulejar.

5 Clique OK.
O plano de fundo é gravado com o percurso de cor.

plano de fundo 1

plano de fundo 2

Alterar a projeção de cores na tela
Clique com o botão direito do mouse na paleta para alterar a mostra de cores. Adicionalmente à cor do plano de fundo ou do tecido, a projeção de cores dos orificios do furador, os pontos não bordados ou selecionados, os contornos do objeto e a grelha fazem todos parte da definição de percurso de cor. Você pode querer fazer alterações, se a projeção de cores usual não for visível contra a cor do plano de fundo, para esse percurso de cor em particular.

Para alterar as cores de projeção na tela 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

V8

Wilcom ES — Manual Online

175

Selecionar para alterar a projeção de cores

Clique para editar uma cor

2 Dar um clique duplo no espaço BKG, o primeiro existente no percurso
de cor. O espaço de diálogo Mostrar abre-se no percurso de cor selecionado.

Selecionar item Editar cor

3 Selecione um item a partir da lista Selecionar.
Furador: pontos do furador. Não bordado: pontos não bordados quando se faz o percurso pelo desenho. Selecionado: objetos ou pontos selecionados. Contorno do Objeto: contornos do objeto. Grelha: linhas da grelha.

4 Clique Editar. 5 Selecione ou misture a nova cor a projetar na tela e clique OK.

contorno preto

contorno azul

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

176

Criar os seus próprios mostruários de fios
Os mostruários de fios são listas de cores de fios pré-defenidas. Podem ser baseados em mostruários de fios disponíveis comercialmente, ou podem ser mostruários definidos por você.

Criar novos mostruários de fios
Clique com o botão direito do mouse na paleta para criar novos mostruários de fios. Quando você cria um mostruário de fios, você está criando um armazém de cores para usar com os seus desenhos.

Para criar um novo mostruário de fios 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

Clique em Modifica Mostruários

2 Clique Modificar Mostruários.
Abre-se o diálogo Modificar Mostruário de Fios.

Clique em Novo

3 Clique Novo.
O diálogo Novo Mostruário de Fios.

Dê entrada ao nome para o mostruário

4 Dê entrada ao nome para o mostruário e clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

177

Você volta para o diálogo Modificar Mostruário de Fios. O novo mostruário é criado e está pronto para que você adicione cores de fio.

Clique para adicionar as suas próprias cores de fio Clique para copiar a partir de outro mostruário

5 Selecione o mostruário a partir da lista Mostruário de Fios > Nome. 6 Clique Copiar De para adicionar cores a partir de um mostruário
existente. Veja Copiar cores entre mostruários para maiores detalhes.

7 Clique Adicionar para adicionar as suas próprias cores de fio.
Veja Adicionar as suas próprias cores a mostruários de fios para maiores detalhes.

8 Clique Fechar para terminar.
O novo mostruário é criado e está pronto para ser usado.

Copiar cores entre mostruários
Você pode copiar cores entre mostruários de fios diferentes para criar os seus próprios mostruários a partir de cores existentes.

Para copiar cores entre mostruários 1 Abrir o diálogo Modificar Mostruário de Fios.
Veja Criar novos mostruários de fios para maiores detalhes.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

178

Selecionar mostruário de fios

Clique para copiar a partir de outro mostruário

2 Selecione o mostruário a partir da lista Mostruário de Fios > Nome. 3 Clique Copiar De.
Abre-se o diálogo Copiar De.

Selecionar mostruário de fios

4 A partir da lista Nome, selecione o mostruário de fios que contém a cor
que você deseja copiar.

5 Selecione a cor que deseja copiar e depois clique OK.
A cor é copiada para o mostruário de fios e aparece no final da lista.

Adicionar as suas próprias cores a mostruários de fios
Você pode adicionar cores em mostruários de fios usando cores de outros mostruários ou cores misturadas por você.

Para adicionar as suas próprias cores a um mostruário de fios 1 Abrir o diálogo Modificar Mostruário de Fios.

V8

Wilcom ES — Manual Online

179

Veja Criar novos mostruários de fios para maiores detalhes.

2 Clique Adicionar para adicionar as suas próprias cores de fio.
Abre-se o diálogo Adicionar Fio.

3 Dê entrada aos detalhes do código, marca e descrição para a nova cor
de fio. O código é o número de identificação de uma cor de fio numa certa marca.

4 Selecione a espessura de fio correta.
Espessura A: fio de bordar normal (espessura 120/2, ou 40) Espessura B: mais espesso que o normal Espessura C: menos espesso que o normal Espessura D: muito fino Nota Este valor determina o Espaçamento automático usado com o fio. Veja também Aplicar Espaçamento Automático no Ponto Cheio.

5 Misture a cor de fio a projetar na tela.
Veja Misturar as suas próprias cores de fio para maiores detalhes.

6 Clique OK.
A nova cor aparece na lista Fios.

Misturar as suas próprias cores de fio
Você pode alterar a cor que se projeta na tela para um fio em particular, ou pode criar novas cores de fio usando o diálogo Cor.

Para misturar as suas próprias cores de fio 1 No diálogo Adicionar Fio ou Editar Fio, clique em Misturar.
Veja Adicionar as suas próprias cores a mostruários de fios para maiores detalhes.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

180

Veja Modificar detalhes dos fios para maiores detalhes. Abre-se o diálogo Cor.

2 A partir da tabela Cores Básicas, selecione uma cor que seja muito
parecida com a cor que você requer.

3 Clique e arraste a cruz no espectro de cores, para obter exatamente a
cor que você requer.

4 Arraste a barra deslizante à direita do espectro de cores para ajustar o
brilho da cor. Os valores de HLS e RGB aparecem no canto inferior direito do diálogo Cor. Dê entrada a estes valores diretamente para definir cores exatas.

5 Depois de você ter misturado a cor que requer, clique em Adiconar às
Cores Personalizadas.

6 Clique OK.
A nova cor aparece na caixa de antevisão Cor.

Modificar mostruários de fios
Atualize mostruários de fios existentes modificando detalhes de fios ou removendo fios. Você também pode alterar o nome ou eliminar mostruários de fios.

Modificar detalhes dos fios
Altere o código, descrição, marca, espessura ou cor de projeção na tela para um fio existente.

V8

Wilcom ES — Manual Online

181

Para modificar detalhes do fio 1 No diálogo Cores do Fio, clique Modificar Mostruários. 2 Selecione o mostruário a modificar a partir da lista Nome. 3 Na lista Fios, selecione o fio a modificar. 4 Clique Editar.
Abre-se o diálogo Editar Fio.

5 Altere o código, descrição, marca, espessura ou cor de projeção na tela
tal como for necessário. Veja Misturar as suas próprias cores de fio para maiores detalhes.

6 Clique OK.

Remover fios de mostruários
Clique com o botão direito do mouse na paleta para remover fios de mostruários. Remova cores de fio obsoletas de um mostruário usando o diálogo Modificar Mostruários.

Para remover fios de mostruários 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

2 Clique Modificar Mostruários. 3 Selecione o mostruário a modificar a partir da lista Nome. 4 A partir da lista Fios, selecione o fio (ou fios) a remover. 5 Clique Remover. Você é avisado para confirmar a remoção. 6 Clique Sim.
Ideia para eliminar todos os fios do mostruário, clique Apagar Tudo.

Alterar o nome de mostruários de fios
Clique com o botão direito do mouse na paleta para alterar o nome de mostruários de fios. Altere o nome de mostruários de fios a partir do diálogo Modificar Mostruário de Fios.

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

182

Ideia Selecione nomes que ajudem você a lembrar-se dos mostruários que precisa de usar, ou de modo que os nomes de mostruários mais frequentemente usados apareçam no topo da lista.

Para alterar o nome de mostruários de fios 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

2 Clique Modificar Mostruários. 3 Selecione o mostruário a modificar a partir da lista Nome. 4 Clique Alterar Nome. 5 Dê entrada a um novo nome para o mostruário de fios e depois clique
OK.

Eliminar mostruários de fios
Clique com o botão direito do mouse na paleta para eliminar mostruários de fios. Elimine mostruários de fios obsoletos usando o diálogo Modificar Mostruários. Nota Tome cuidado quando eliminar mostruários de fios. Se você eliminar o mostruário errado, você precisa de voltar a instalar o produto Designer ES para o restabelecer.

Para eliminar mostruários de fios 1 Clique com o botão direito do mouse na paleta de cores.
Abre-se o tabulador Propriedades do Desenho > Percursos de Cor.

2 Clique Modificar Mostruários. 3 Selecione o mostruário a eliminar a partir da lista Nome. 4 Clique Eliminar.
Você é avisado para confirmar a eliminação.

5 Clique Sim.

V8

Wilcom ES — Manual Online

183

V8

Capítulo 9

Percursos da Cor e Mostruários de Fios

184

Capítulo 10

Conectar Objetos de Bordado

Os conectores ligam objetos num desenho. Eles podem ser pontos corridos ou saltos. Você pode usar valores da configuração automáticos para gerar conectores, cortes de fio e remates finais, ou pode adicioná-los manualmente. Esta seção descreve o modo como se podem adicionar conectores, remates finais e cortes de fio ao seus desenhos. Descreve também como se ajustam os valores de configuração para se obterem conectores automáticos, incluindo o comprimento do ponto para pontos corridos de percurso. Nota Você pode estabelecer valores da configuração separados para os conectores de Início e Final Automáticos. Veja Estabelecer pontos de início e final automáticos para maiores detalhes.

Tipos de conectores
O tipo de conector que você usa depende se você deseja que ele seja visível no desenho final. Os conectores por defeito estabelecidos no produto Designer ES são saltos.

Saltos
Você pode usar saltos automáticos conectores entre objetos de bordado. Os saltos movimentam a armação de uma parte do desenho para outra sem penetrações de agulha. Você geralmente precisa fazer o remate final e cortar o fio conector. Nota O comprimento do salto conector por defeito é o mesmo que o configurado para Salto Automático.

V8

Wilcom ES — Manual Online

185

Você também pode digitar saltos manualmente usando a função Agulhas Fora. Veja Adicionar saltos com agulhas fora para maiores detalhes.

Pontos Corrido
Como os pontos corrido não são cortados, podem ser visíveis no bordado final. Por este motivo, são menos usados como conectores que os saltos. Se existirem objetos adjacentes e os conectores ficarem escondidos, então podem ser usados. Nota Os pontos corridos conectores são diferentes dos pontos corridos de percurso que juntam segmentos dentro de objetos de Enchimento Complexo. Em outras palavras, aqueles não se aplicam a segmentos dentro de um objeto. Veja também Ajustar o comprimento dos pontos corridos de percurso.

Remates iniciais
Os pontos usados no remate inicial são inseridos no início dos objetos para prevenir que os pontos se descosturem. São inseridos dentro da forma no segundo ponto. Você generalmente os usa quando o conector anterior foi cortado.

Remates finais
Quando se usam saltos, o ponto tem que ser rematado para que o fio possa ser cortado sem que os pontos se descosturem. Você pode ajustar os valores da configuração dos conectores para que sejam adicionados remates automáticamente ou manualmente. Você também pode incluir funções de corte para que as máquinas com cortadoras cortem o fio automaticamente.

Cortes de fio
Se você está usando uma máquina com uma cortadora automática, a função de corte faz com que o fio seja cortado depois de um remate final. No software, os cortes de fio são representados por um triângulo com um pequeno círculo no ponto onde o bordado recomeça. O conector cortado aparece como uma linha pontilhada. Você pode ajustar os valores da configuração dos conectores para que sejam adicionados cortes de fio automáticamente ou manualmente.

V8

Capítulo 10

Conectar Objetos de Bordado

186

conector

cortar

o bordado começa

Usar conectores automáticos
Você pode gerar conectores automáticos no seu desenho com base nos valores de configuração do tabulador Propriedades do Objeto > Conectores. Você pode alterar os valores de configuração dos conectores para todo o desenho ou para objetos selecionados. Ideia Se você preferir adicionar remates finais e cortes de fio à medida que vai digitando, você pode desligar estas características no tabulador para prevenir que elas se gerem automaticamente. Nota A nova característica de Ramificar permite-lhe digitar coisas parecidas com objetos — por ex.: os dedos de uma mão— sem ter que pensar sobre a sequência mais eficiente do bordado e das junções. Veja Ramificação automática para maiores detalhes.

Usar saltos como conectores
Use Propriedades (barra de ferramentas Gerar) para estabelecer saltos como conectores. Você pode usar saltos automáticos conectores entre objetos de bordado. Os saltos movimentam a armação de uma parte do desenho para outra sem penetrações de agulha. Você geralmente precisa fazer o remate final e cortar o fio conector.

Saltos conectores

os conectores não são visíveis em TrueView™

V8

Wilcom ES — Manual Online

187

Você também pode digitar saltos manualmente usando a função Agulhas Fora. Veja Adicionar saltos com agulhas fora para maiores detalhes.

Para usar saltos como conectores 1 Pressionar o botão do mouse Propriedades ícone.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

2 Selecione o tabulador Propriedades do Objeto > Conectores.
Selecione o tipo de conector Selecione Salto e dê entrada à distância Dê entrada aos valores de remate final Dê entrada aos valores de corte de fio

Dê entrada aos valores de remate inicial

3 Selecione o tipo de conector.
Conector Depois do Objeto: seleciona conectores entre objetos. Conector Dentro do Objeto: seleciona conectores entre letras e motivos artísticos. Nota Esta opção não se aplica a segmentos dentro do objeto. Veja também Ajustar o comprimento dos pontos corridos de percurso.

4 Selecione Salto e dê entrada à distância para cada movimento de
armação.

5 No painel Remate Inicial Antes, dê entrada a valores de remate inicial.
Veja Ajustar os valores de remates iniciais automáticos para maiores detalhes.

6 No painel Cortar Depois do Objecto, dê entrada a valores de corte.
Veja Ajustar valores de corte automático para maiores detalhes.

7 No painel Remate Final Depois do Objeto, dê entrada aos valores do
remate final. Veja Ajustar os valores de remates finais automáticos para maiores detalhes.

8 Clique OK.

V8

Capítulo 10

Conectar Objetos de Bordado

188

Usar pontos corridos como conectores
Use Propriedades (barra de ferramentas Gerar) para usar pontos corridos como conectores. Você pode usar carreiras de pontos corridos para ligar objetos num desenho. Como os pontos corridos não podem ser cortados, eles são visíveis no bordado final, a menos que se digite outro objeto que os cubra. Por este motivo, são menos usados como conectores que os saltos.

pontos corridos conectores

conectores DESLIGADOS

Para usar pontos corridos como conectores 1 Clique no ícone Propriedades.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

2 Selecione o tabulador Propriedades do Objeto > Conectores.
Selecione o tipo de conector Selecione Ponto Corrido e dê entrada ao comprimento

Dê entrada aos valores de remate inicial

3 Selecione o tipo de conector.
Conector Depois do Objeto: seleciona conectores entre objetos. Conector Dentro do Objeto: seleciona conectores entre letras e motivos artísticos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

189

Nota Esta opção não se aplica a segmentos dentro do objeto. Veja também Ajustar o comprimento dos pontos corridos de percurso.

4 Selecione Ponto Corrido e dê entrada a um comprimento para os pontos
corridos conectores. Os paineis Cortar Depois do Objeto e Remate Final Depois do Objecto estão desativados visto não serem aplicáveis a pontos corridos de percurso.

5 No painel Remate Inicial Antes do Objeto, dê entrada a valores de
remate inicial. Veja Ajustar os valores de remates iniciais automáticos para maiores detalhes.

6 Clique OK.

Ajustar os valores de remates iniciais automáticos
Os pontos usados no remate inicial são inseridos no início dos objetos para prevenir que os pontos se descosturem. São inseridos dentro da forma no segundo ponto. Você generalmente usa-os quando o conector anterior foi cortado.

Remate inicial co dois pontos

Para austar os valores de remates iniciais 1 Clique no ícone Propriedades.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

2 Selecione o tabulador Propriedades do Objeto > Conectores.
Dê entrada aos valores de remate inicial

3 No painel Remate Inicial Antes do Objecto, selecione uma opção de
remate inicial. Desligado: não são inseridos nenhuns remates iniciais.

V8

Capítulo 10

Conectar Objetos de Bordado

190

Remate Inicial sempre: os remates iniciais são inseridos antes do objeto. Remate Inicial caso: os remates iniciais são criados se se reunirem certas condições. Quando você seleciona esta opção, a condição 'caixas de verificação' fica disponível.

4 Se você selecionar Remate Inicial caso, estabeleça as condições.
Depois do Corte / Mudança de Cor: os remates iniciais são inseridos depois dos cortes de fio e das mudanças de cor. Conector anterior maior que: os remates iniciais são inseridos quando o conector anterior ultrapassou o comprimento que você especificou.

5 Clique Valores.
Abre-se o diálogo Valores do Remate Inicial.

6 Estabeleça os valores do remate inicial.
Comprimento do Ponto: determina o comprimento dos pontos de remate inicial. Número de Pontos: determina o número de pontos de remate inicial que se vão gerar.

7 Clique OK.

Ajustar os valores de remates finais automáticos
Quando se usam saltos, o ponto tem que ser rematado para que o fio possa ser cortado sem que os pontos se descosturem. Você pode selecionar entre dois métodos de remate final automático: O primeiro insere os pontos do remate final ao longo do último ponto. Isto é apropriado para formas grandes preenchidas com Tatami. O segundo insere os pontos do remate final entre os últimos dois pontos. Isto atua como preventivo contra ajuntamento de pontos nos extremos das formas. Isto é apropriado para colunas a Ponto Cheio e objetos de Letras.

V8

Wilcom ES — Manual Online

191

método 1 com dois pontos

método 2 com um ponto

método 2 com dois pontos

Nota Para formas ou colunas estreitas: por ex. letras pequenas: use apenas um ponto para remate final. Você também pode diminuir o comprimento do ponto.

Para ajustar os valores de remate final 1 Clique no ícone Propriedades.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

2 Selecione o tabulador Propriedades do Objeto > Conectores.
Dê entrada aos valores de remate final

3 No painel Remate Final Depois do Objeto selecione uma opção de
remate final. Desligado: não são inseridos nenhuns remates finais. Ao selecionar esta opção, você pode adicionar funções de remate final manualmente. Veja Adicionar remates finais para maiores detalhes. Remate final sempre: os remates finais são inseridos depois do objeto. Remate Final caso: os remates finais são criados se se reunirem certas condições. Quando você seleciona esta opção, a condição 'caixas de verificação' fica disponível.

4 Se você selecionar Remate Final se, estabeleça as condições.
Depois do Corte / Mudança de Cor: os remates finais são inseridos antes dos cortes de fio e das mudanças de cor.

V8

Capítulo 10

Conectar Objetos de Bordado

192

Próximo conector maior que: os remates finais são inseridos quando o conector seguinte ultrapassa o comprimento que você especificou.

5 Clique em Valores.
Abre-se o diálogo Valores do Remate Final.

6 Estabeleça os valores do remate final.
Comprimento do Ponto: determina o comprimento dos pontos de remate final. Número de Pontos: determina o número de pontos de remate final que se vão gerar.

7 Clique OK.

Ajustar valores de corte automático
Você pode escolher desligar o corte automático, para cortar sempre os pontos conectores, ou cortar apenas quando o ponto conector for maior que o valor especificado.

Para ajustar valores de corte automático 1 Clique no ícone Propriedades.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

2 Selecione o tabulador Propriedades do Objeto > Conectores.
Dê entrada aos valores de corte de fio

3 No painel Cortar Depois do Objecto selecione uma opção de corte.
Desligado: não são inseridos nenhuns cortes de fio.

V8

Wilcom ES — Manual Online

193

Esta característica é útil caso o corte de fio provocar o abrandamento da sua máquina, ou a agulha perder o fio e bordar. Você pode ou adicionar funções de corte pessoalmente, ou realizar os cortes no bordado final à mão. Corte de fio sempre: os cortes são inseridos depois do objeto. Cortar se Próximo Conector mais comprido que: os cortes são inseridos quando o próximo conector ultrapassa o comprimento que você especificou. Ideia Geralmente, os conectores menores que 3 mm não são visíveis no bordado final. Você pode precisar por vezes de um valor menor: por ex. se a cor do fio contrastar com a cor do plano de fundo.

4 Clique OK.

Adicionar conectores manualmente
Você pode adicionar remates finais e cortes de fio num desenho pessoalmente, usando ferramentas Remate Final, Cortar e Ponto Vazio. Este método é menos eficiente que o uso de conectores automáticos e não se recomenda, mas dá-lhe mais controle sobre o desenho final. Algumas formatações de máquina não são capazes de ler as funções que aparecem num ponto normal. Para estas máquinas, você precisa adicionar: cortar, remate final e outras funções de máquina a um Ponto Vazio ou Salto Vazio. Você também pode precisar de adicionar um mais pontos vazios ou saltos vazios, antes ou depois de uma função, para que a máquina leia essa função corretamente. Nota Se você quer adicionar pessoalmente todos os remates finais e cortes de fio, desligue as características automáticas no tabulador Conectores do diálogo Propriedades do Objeto. Veja Usar conectores automáticos para maiores detalhes.

Adicionar remates finais
Clique Remate Final (barra de ferramentas Apontador) para inserir um remate final. Você pode adicionar remates finais no seu desenho usando a ferramenta Remate Final. Os remates finais são geralmente adicionados no final de objeto, antes de um corte de fio.

V8

Capítulo 10

Conectar Objetos de Bordado

194

Ideia Você também pode inserir funções de máquina manualmente usando o diálogo função Inserir Máquina. Veja Inserir funções de máquina manualmente para maiores detalhes.

Para adicionar um remate final 1 Realize o percurso até à posição da agulha onde você quer o remate
final. Veja Percorrer o desenho por pontos de bordar para maiores detalhes.

2 Clique no ícone Remate Final.
É inserida uma função de Remate Final. O número de pontos remate final por defeito é de dois. Isto quer dizer que a agulha costura para trás duas vezes e volta ao ponto de inserção. Ajuste este valor no tabulador Propriedades do Objeto > Conectores. Veja Ajustar os valores de remates finais automáticos para maiores detalhes.

Início da função de remate final Fim da função de remate final

Função de remate final inserida — a agulha costura pontos para trás e volta para a frente

Nota Generalmente você realiza um corte de fio seguidamente a um remate final. Veja Adiconar cortes de fio para detalhes.

Adiconar cortes de fio
Clique Cortar (barra de ferramentas Apontador) para inserir um corte de fio. Você pode adicionar ao seu desenho usando a ferramenta Cortar. Quando você adiciona um corte de fio desta maneira, a função de corte é adicionada ao ponto corrente. Algumas máquinas requerem pontos vazios ou saltos

V8

Wilcom ES — Manual Online

195

vazios antes ou depois do corte de fio. Se for este o caso da máquina para a qual você vai enviar o desenho para ser bordado, você precisa inserí-los. Ideia Certifique-se que todos os pontos que você corta foram rematados no início e no final, senão os pontos não ficam bem seguros.

Para adicionar um corte de fio 1 Realize o percurso até à posição da agulha onde você quer cortar o fio.
Veja Percorrer o desenho por pontos de bordar para maiores detalhes.

2 Clique no ícone Cortar.
É inserida uma função de corte na posição corrente da agulha.

símbolo de corte

Ideia Você também pode inserir funções de máquina manualmente usando o diálogo função Inserir Máquina. Veja Inserir funções de máquina manualmente para maiores detalhes.

Adicionar pontos vazios e saltos vazios
Clique Ponto Vazio/Salto Vazio (barra de ferramenta Apontador) para inserir um ponto vazio. Clique com o botão do lado direito do mouse para inserir um salto vazio. O ponto vazio é um tranca-ponto apertado, usado juntamente com, ou como alternativa a, pontos de remate inicial e de remate final. Use pontos vazios em vez de remates iniciais para objetos preenchidos com pontos de baixa densidade onde os pontos de remate inicial e final standard podem ser visíveis. Use também pontos vazios ou saltos vazios quando forem requeridos pela formatação de máquina selecionada. Ideia Você também pode inserir funções de máquina manualmente usando o diálogo função Inserir Máquina. Veja Inserir funções de máquina manualmente para maiores detalhes.

V8

Capítulo 10

Conectar Objetos de Bordado

196

Para adicionar pontos vazios e saltos vazios 1 Realize o percurso até à posição da agulha onde você quer cortar o fio.
Veja Percorrer o desenho por pontos de bordar para maiores detalhes.

2 Clique no ícone Ponto Vazio/Salto Vazio para inserir um ponto vazio. 3 Clique com o botão do lado direito do mouse Ponto Vazio/Salto Vazio
para inserir um ponto vazio.

Adicionar saltos com agulhas fora
Limpar Agulhas Dentro (barra de ferramentas Geral) para criar saltos com agulhas fora. Você pode criar saltos conectores manualmente num desenho, digitando agulhas fora. A função Agulhas Fora não deixa a agulha penetrar no tecido, forçando a máquina a movimentar-se ao longo do desenho numa série de saltos. Você pode usar Agulhas Fora com qualquer método de entrada.

Para adicionar um salto com agulhas fora 1 Selecione um método de entrada. 2 Limpe Agulhas Dentro. 3 Digite o conector (ou a carreira de saltos) do modo habitual.

Agulha fora, Saltos

Ponto Cheio

Saltos

Tatami

Os saltos são gravados juntamente como um objeto de bordado.

Ajustar o comprimento dos pontos corridos de percurso
Use Propriedades (barra de ferramentas Gerar) para estabelecer o comprimento dos pontos corridos de percurso.

V8

Wilcom ES — Manual Online

197

Os pontos corridos de percurso são tipicamente usados para ligarem segmentos de objetos preenchidos. Geralmente, são cobertos por pontos de enchimento quando um objeto é bordado. Você pode alterar o comprimento do ponto de pontos corridos de percurso para se assegurar que eles não apareçam por debaixo dos pontos de cobertura. Você também pode ajustar o comprimento dos pontos corridos de percurso para reduzir a contagem de pontos.

Para ajustar o comprimento dos pontos corridos de percurso 1 Clique no ícone Propriedades.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

2 Selecione o tabulador Propriedades do Objeto > Bordado.
Dê entrada ao comprimento dos pontos corridos de percurso

3 Dê entrada ao valor, no campo Comprimento do Ponto Corrido de
Percurso. Aumente o comprimento do ponto para reduzir a contagem de pontos. Diminua o comprimento do ponto para se assegurar que os pontos corridos de percurso fiquem dentro da forma em curvas apertadas.
Comprimento do Ponto Corrido de Percurso: 1mm Comprimento do Ponto Corrido de Percurso: 3mm

4 Clique OK.

V8

Capítulo 10

Conectar Objetos de Bordado

198

PARTE III

DIGITAÇÃO COM TRABALHOS ARTÍSTICOS

V8

Wilcom ES — Manual Online

199

V8

200

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

O Designer ES proporciona ferramentas para desenhar formas e contornos diretamente na tela. Alternativamente, você pode inserir ou enxertar desenhos vetor criados em outros pacotes de desenho para serem usados como panos de fundo para digitação. Você pode alterar a escala e transformar esses desenhos do mesmo modo que você faz com os objetos de bordado. Você também pode selecionar cores para contornos e enchimentos de objetos de desenho. O Designer ES também permite que você junte, corte e divida objetos de desenho para formar formas variadas.

Os desenhos vetor têm vantagens relativamente a imagens bitmap porque você pode convertê-los diretamente em objetos de desenho usando uma variedade de métodos de entrada. Isso significa que você pode concentrar-se nas formas do desenho sem ter que pensar sobre as propriedades do ponto e sequência. Essa seção descreve como criar objetos de desenho usando ferramentas de desenho ou importando-os de outras aplicações. Também explica como converter objetos de desenho em objetos de bordado, e como os manipular de várias maneiras.

V8

Wilcom ES — Manual Online

201

Criar desenhos em Designer ES
Designer ES ferramentas de desenho permitem você ‘desenhar’ diretamente na tela formas e contornos. Os objetos de desenho podem então ser convertidos em objetos de bordado através da aplicação de métodos de entrada e de tipos de ponto. Veja Converter desenhos vetor para objetos de bordado para maiores detalhes. Ideia Contudo, o produto Designer ES permite você selecionar cores para contornos e enchimentos de objetos de desenho. Estes podem ser diferentes dos objetos de bordado correspondentes. Veja Colorindo objetos de desenho para maiores detalhes.

Desenhos em linha reta
Usar Linha (barra de ferramentas Desenhar) para criar linhas retas desenhando em objetos. Desenhar linhas retas em seu desenho usando a ferramenta de desenho Linha. Nota Você pode converter objetos de desenho compostos apenas por linhas em objetos de bordado, usando um método de entrada para contorno — por ex. Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, ou Motivo Ponto Corrido — ou Entrada C. Veja Converter desenhos vetor para objetos de bordado para maiores detalhes.

Para desenhar linhas de ponto reto 1 Clique no ícone Linhas. 2 Clique no ponto inicial. 3 Clique no ponto final.
Ideia Para constranger a linha vertical, horizontalmente em 15° ângulo, pressione Ctrl onde você marca o ponto final.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

202

Desenho com forma aberta
Usar Linha Poligonal (barra de ferramentas Desenho) para criar uma linha reta em objetos de desenho. Desenhar linhas de qualquer forma usando a ferramenta de desenho Linha Poligonal. Inserir pontos de referência para criar a forma desejada. Nota Você pode converter linhas poligonais de objetos de desenho em objetos de bordado usando um método para contorno Entrada C ou método de entrada para contorno — por ex. Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, ou Ponto Corrido de Motivos. Veja Converter desenhos vetor para objetos de bordado para maiores detalhes.

Para desenhos de forma aberta 1 Clique no ícone Linha Poligonal. 2 Marcar os pontos de referência para desenhar formas fora da linha.
Clique inserir ponto curvo. Apontar com o botão direito do mouse para ponto curvo.
ponto curvo

ponto de canto

3 Apertar Inserir.
Ideia Contudo, o produto Designer ES permite você selecionar cores para contornos e enchimentos de objetos de desenho. Estes podem ser diferentes dos objetos de bordado correspondentes. Veja Colorindo objetos de desenho para maiores detalhes.

Desenhando Polígonos
Usar Polígono (barra de ferramentas Desenho) para criar objetos de desenho fechados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

203

Desenho de formas fechadas usando a ferramenta de desenho Polígono. Inserir pontos de referência para criar a forma desejada. Nota Você pode converter objetos de desenho polígono para objetos de bordado usando Entrada C, Enchimento Complexo, ou um método de entrada para contorno — por ex. Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, ou Ponto Corrido de Motivos. Veja Converter desenhos vetor para objetos de bordado para maiores detalhes.

Para desenhar polígonos 1 Clique no ícone Polígono. 2 Digitar a forma através da referência de marcação de pontos na tela.
Clique inserir ponto curvo. Apontar com o botão direito do mouse para ponto curvo.

ponto curvo ponto de canto

Ideia Para constranger a linha entre dois pontos para um aumento de 15°, pressione Ctrl quando você marcar o segundo ponto.

3 Apertar Inserir para fechar a forma.
Ideia Contudo, o produto Designer ES permite você selecionar cores para contornos e enchimentos de objetos de desenho. Estes podem ser diferentes dos objetos de bordado correspondentes. Veja Colorindo objetos de desenho para maiores detalhes.

Desenhar retângulos e quadrados
Usar Retângulo (barra de ferramenta Desenho) para criar objetos de desenho retângulares ou quadrados.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

204

Desenho retângulares e quadrados usando a ferramenta de desenho Retângulo. Nota Você pode converter objetos de desenho retângulo em objetos de bordado usando Entrada C, Enchimento Complexo, ou um método de entrada para contorno — por ex. Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, ou Ponto Corrido de Motivos. Veja Converter desenhos vetor para objetos de bordado para maiores detalhes.

Para desenhar retângulos e quadrados 1 Clique no ícone Retângulo. 2 Clique para marcar a curva do retângulo.
Um contorno se junta ao cursor mouse.

3 Mover o cursor até que o contorno fique do tamanho e forma requeridos,
então clique novamente.
Clique para inserir ponto curvo Arraste o cursor, clique novamente

Nota Para desenhar um quadrado, segure a tecla Ctrl quando você mover o cursor.

Desenhar círculos e elipses
Usar Elipse (ferramenta Desenho) para criação circular ou eliptical em objetos de desenho. Desenhar círculos e elipses usando a ferramenta de desenho Elipse.

V8

Wilcom ES — Manual Online

205

Nota Você pode converter objetos de desenho elipse em objetos de bordado usando Entrada C , Enchimento Complexo, ou um método de entrada para contorno — por ex. Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, ou Ponto Corrido de Motivos. Veja Converter desenhos vetor para objetos de bordado para maiores detalhes.

Para desenhar círculos e elipses 1 Clique no ícone Elipse. 2 Clique para marcar o centro do círculo ou elipse.
O contorno do círculo se junta ao cursor do mouse.

3 Mover o cursor até que o contorno fique do tamnho e forma requeridos,
então clique novamente. Para desenhar um círculo perfeito, pressione a tecla Enter. Para desenhar uma elipse, mover o cursor novamente, então marcar o segundo ponto raio quando o contorno estiver do tamanho requerido. Apertar Inserir.

Clique para dar entrada ao ponto central Pressione a tecla Enter para círculo OU Marque apontar para elipse

Arraste o cursor

Ideia Contudo, o produto Designer ES permite você selecionar cores para contornos e enchimentos de objetos de desenho. Estes podem ser diferentes dos objetos de bordado correspondentes. Veja Colorindo objetos de desenho para maiores detalhes.

Importar e exportar desenhos vetor
Você pode inserir ou enxertar desenhos vetor criados em outros pacotes de desenho para serem usados como panos de fundo para digitação. Você pode depois converter estes objetos de bordado usando uma variedade de métodos de entrada ou as ferramentas de Point & Stitch™. Veja também Converter desenhos vetor para objetos de bordado e Digtação automática de formas com Point & Stitch™.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

206

Nota A característica Traçado Automático permite-lhe converter trabalhos artísticos copiados com scanner em objetos de desenho. Veja Converter imagens bitmaps para imagens vetor com Traçado Automático para maiores detalhes.

Inserir desenhos vector
Usar Inserir Fichário de Desenho (menu Imagem) para inserir um desenho vetor que será usado como pano de fundo. Os desenhos vindos de outras aplicações podem ser inseridos no Designer ES numa variedade de formatações nativas e para intercâmbio de desenhos vetor. Você pode escolher remover objetos que se sobreponham em desenhos vetor, ‘aplanando’ os mesmos. Isto elimina áreas de bordado que se sobreponham quando os objetos de desenho são convertidos em objetos de desenho. Você pode também importar desenhos vetor (não DXF) como desenhos bitmap. Veja também Formatações de desenho e imagem compatíveis. Ideia Também é possível enxertar estes desenhos diretamente no Designer ES através do clipboard de Windows. Veja Inserir desenhos vetor para detalhes.

Para inserir um desenho vetor 1 Criar um novo fichário em Designer ES ou abrir o fichário de desenho o
qual você quer inserir odesenho.

2 Selecionar Imagem > Inserir Fichário de Desenho.
Abre-se o diálogo Abrir.

V8

Wilcom ES — Manual Online

207

Selecionar para remover objetos sobrepostos Selecione para inserir como bitmap em vez de inserir como vetor

3 A partir da lista Examinar, selecione a pasta onde você quer guardar os
seus fichários de desenho.

4 A partir da lista Tipos de Fichário liste, selecione uma formatação de
desenho vetor adequada e o fichário que você deseja inserir.

5 Se você está trabalhando com fichários DXF:
Clique em Opções. Abre-se o diálogo Opções de Fichário DXF.

Selecione Polegadas ou Milímetros na lista de Unidades de Medida e clique OK. Se esta informação não for especificada, o desenho pode não aparecer no tamanho correto.

6 Selecione a caixa de verificação Como Bitmap para inserir o desenho
vetor como uma imagem bitmap.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

208

importado como desenho vetor — podem ser selecionados objetos individuais

importado como imagem bitmap — não podem ser selecionados objetos individuais

Nota Os fichários DXF não podem ser importados como desenhos bitmap.

7 Selecione a caixa de verificação Aplanar para remover quiasquer áreas
que se sobreponham, do desenho vetor.
áreas escondidas removidas áreas escondidas preservadas

objetos de desenho ‘aplanados’

objetos de desenho não ‘aplanados’

Nota Se um desenho vetor for importado como bitmap, é automaticamente aplanado.

8 Selecione a caixa de verificação Antever para poder antever o desenho
vetor.

9 Clique em Abrir para inserir o desenho na janela de desenho.
Nota Para trabalhar com um objeto de vetor individual no desenho, você precisa primeiro desagrupá-los. Veja Desagrupando objetos para maiores detalhes.

Exportar desenhos vetor
Você pode exportar desenhos vetor e desenhos de bordados a partir do Designer ES em várias formatações para vetor, para usar com outros

V8

Wilcom ES — Manual Online

209

programas. Isto pode ser útil, por exemplo, para imprimir a tela. Veja Formatações de desenho e imagem compatíveis para maiores detalhes.

Para exportar um desenho vetor 1 Selecione o desenho vetor ou o desenho de bordado. 2 Selecione Fichário > Exportar Como.
O espaço de diálogo Exportar Como abre-se.

3 Selecione uma pasta a partir do campo Guardar Em. 4 Selecione uma formatação a partir da lista tipo cortina Tipo de Fichário. 5 Insira um novo nome de fichário e pressione Guardar.

Inserir desenhos vetor
Usar Enxertar Desenho > Como Vetor (menu Editar) para inserir um desenho vetor para ser usado como pano de fundo para digitação. Você pode inserir um desenho vetor em Designer ES copiando-o de outro bordado de desenho ou aplicação gráfica e colando-a diretamente no seu desenho.

Para colar desenhos de vetor 1 Selecione o desenho vetor ou o desenho de bordados que deseja copiar
e enxertar.

2 Copiá-lo para uma Janela da área de transferência (clipboard). 3 Criar um novo fichário em Designer ES ou abrir o fichário de desenho no
qual você quer inserir o desenho.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

210

4 Selecionar Editar > Enxertar Desenho > Como Vetor.
O desenho foi enxertado no seu desenho.

Nota Você não pode aplanar desenhos vetor usando Enxertar.

Manipular desenhos vetor
Os desenhos vetor podem consistir de objetos de desenho agrupados. Você pode desagrupar esses objetos para trabalhar com eles individualmente. O Designer ES permite que você remova unnecessary pontos de controle desnecessários aplicando ‘suavizar’ em objetos individuais desagrupados. Você pode selecionar cores para contornos assim como para enchimentos. A característica Fazer Forma Complexa permite que você combine qualquer número de curvas de desenho em uma única ‘forma complexa’ — ou seja, uma forma que contenha orifícios. Você pode também mostrar ou esconder desenhos vetor no desenho. Ideia Você pode alterar a escala e transformar desenhos vetor do mesmo modo que o faz com objetos de bordado. Ao contrário das imagens bitmap, qualquer mudança que você fizer nos objetos de desenho vetor são atualizadas e gravadas com o fichário de desenho. Veja também Organizar e Transformar Objetos.

Suavizar as curvas do desenhos vetor
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Apontar) combinando com Imagem > Suavizar Curvas do Desenho para remover pontos de controle desnecessários dos objetos de desenho. Quando você inserir um desenho vetor em um desenho, pontos de controle — o mesmo para objetos de bordado — são adicionados para o contorno.

V8

Wilcom ES — Manual Online

211

Em formatos onde o ângulo muda constantemente, o software pode inserir centenas de pontos de controle, tornando a remodelagem mais difícil. Para remover-se pontos de controle desnecessários, desagrupar o desenho, e aplicar ‘suavizando’ para o objeto de desenho vetor.
Precisão: 0,1mm

sem suavizar

Precisão: 0,5mm

Para suavizar as curvas de desenhos vetor 1 Selecionar o objeto de desenho (ou objetos) a suavizar.
Nota Você pode apenas suavizar objetos de desenho que forão desagrupados e selecionados. Entretanto, você pode selecionar múltiplos objetos.

2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Aparecem pontos de controle em redor dos objetos de desenho.

3 Selecionar Imagem > Suavizar Curvas do Desenho.
O Suavizar Curvas do Desenho o diálogo se abre.
Inserir suavizar valor de precisão

4 No campo de Precisão inserir suavizar valor de precisão.
Este valor controla o quão próximo o contorno suavizar está do original. Quanto maior o valor de precisão, menor os pontos de controle.

5 Clique OK.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

212

Colorindo objetos de desenho
Usar Opções (menu Especial) para selecionar Mostrar Cores Verdadeiras. Use Propriedades (barra de ferramentas Gerar) para selecionar cores para o contorno e preenchimento do desenho. Os desenhos vetor podem ser compostos apenas por contornos a preto. O Designer ES permite que você selecione cores para contornos assim como para enchimentos. Estes podem ser diferentes dos objetos de bordado que você pode criar a partir deles. A coloração torna os objetos de desenho mais fáceis de interpretar. Por exemplo, uma cor de preenchimento sólida pode sugerir Ponto Cheio ou Tatami enquanto que um padrão de preenchimento pode ser interpretado como Preenchimento de Motivo ou Divisão Programada. Ideia Os contornos de desenhos coloridos também são importantes para o corte de appliqué. Se os objetos de appliqué forem digitados no Designer ES, podem ser desagrupados, duplicados e enviados para a cortadora a LASER ou qualquer outra cortadora. Algumas cortadoras conseguem cortar várias camadas de tecido ao mesmo tempo. A profundidade do corte é controlada pelas cores dos objetos. Estas podem ser configuradas em Designer ES sem terem que se exportar as formas para um pacote de gráficos. Veja também Recortar formas de appliqué.

Para colorir objetos de desenho 1 Selecionar Especial > Opções. 2 Selecionar o tabulador Ver Desenho.

Selecionar Mostrar Cores Verdadeiras

3 Selecionar caixa de verificação Mostrar Cores Verdadeiras. 4 Clique OK. 5 Selecione um objeto de desenho e clique com o botão direito do mouse.

V8

Wilcom ES — Manual Online

213

desenho vetor com contorno a preto

6 Pressionar o botão do mouse Propriedades ícone.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

7 Selecione o tabulador Objeto de Desenho.

Selecione o estilo de contorno Selecione a largura do contorno Selecione a cor do contorno

8 Selecione um contorno e/ou estilo de enchimento, a partir da lista Estilo. 9 Selecione uma largura para o contorno, a partir do campo Largura. 10 Clique em Cor e selecionar uma cor para o contorno ou um
preenchimento, a partir do espaço de diálogo Cor.

11 Clique OK.

estilo de contorno e cor alterados

estilo de enchimento e cor alterados

Nota Para ver as alterações na folha de produção, selecione Fichário > Imprimir Antever. Depois, clique em Opções e selecione a caixa de verificação Desenhos.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

214

Combinar o desenho de curvas em formas complexas
A característica Fazer Forma Complexa permite que você combine qualquer número de curvas de desenho em uma única ‘forma complexa’ — ou seja, uma forma que contenha orifícios. Esta pode depois ser diretamente convertida num objeto de bordado. Veja também Dar forma a objetos de desenho e a objetos de bordado.

Ideia Você pode aplicar um destes Enchimento Complexo, Entrada C, um método de entrada de contorno — Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, ou Ponto Corrido de Motivo — ou o Enchimento Tatami ferramenta para formas complexas, preservando-se quaisquer orifícios que existam dentro delas. Veja também Digitar formas com Enchimento Tatami.

Para combinar o desenho de curvas em formas complexas 1 Insira um desenho vetor ou crie um usando as ferramentas de desenho. 2 Selecionar os objetos que deseja combinar.

Ideia Desagrupar qualquer objeto de desenho importado para selecionar os objetos componentes requeridos.

3 Selecionar Imagem > Fazer Forma Complexa ou pressionar as teclas
Shift + H.

V8

Wilcom ES — Manual Online

215

Os objetos selecionados transformam-se num objeto de desenho de Forma Complexa.

4 Você pode usar a característica Objeto Deslocado para digitar formas
complexas. Veja Criar contornos e orifícios preenchidos para maiores detalhes.

objeto de forma complexa criado e colorido

Entrada C aplicada

Ponto Corrido aplicado

Ponto Corrido de Motivo aplicado

Ideia Você pode selecionar qualquer número de curvas. Seleções diferentes criam formas complexas diferentes.

Ideia Por se copiarem os objetos de desenho originais, você também pode criar rebordos e orifícios preenchidos. Veja também Criar contornos e orifícios preenchidos.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

216

Criar formas complexas sobrepostas
Se existirem objetos de desenho sobrepostos, Fazer Forma Complexa selecionar a área maior e aparar o resto da forma. Dependendo das formas que usar, você pode criar formas combinadas ou aparadas. Veja também Dar forma a objetos de desenho e a objetos de bordado.

Para criar formas complexas sobrepostas 1 Insira um desenho vetor ou crie um usando as ferramentas de desenho.

2 Decida como deseja combinar as formas.
Se deseja combinar as formas que se sobrepõem, desenhe um enquadramento em volta destas e selecione todos os objetos.

Se deseja aparar as formas que se sobrepõem, simplesmente as selecione.

V8

Wilcom ES — Manual Online

217

3 Selecionar Imagem > Fazer Forma Complexa.
Os objetos selecionados transformam-se num único objeto de desenho. Fazer Forma Complexa selecionar a área maior e aparar o resto da forma.

Ver e esconder desenhos vetor
Clique com o botão do lado direito do mouse Mostrar Desenho (barra de ferramentas Standard) para estabelecer a opção para esconder desenhos vetor. Você pode mostrar ou esconder desenhos vetor, juntamente com qualquer imagem bitmap no desenho. Esconder não significa apagar. Nota Você não pode esconder desenhos vetor agrupados.

Para ver ou esconder desenhos vetor
Clique no ícone Mostrar Desenho. Quando este é selecionado, os desenhos dos panos de fundo ficam visíveis. Nota Se um desenho incluir uma imagem bitmap e um desenho vetor, ambos serão projetados. Veja também Ver e esconder imagens bitmap. Para esconder o desenho, clique Mostrar Desenho novamente.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

218

Para esconder um desenho enquanto se mostra um desenho de pano de fundo, clique com o botão do lado direito do mouse no ícone Mostrar Desenho.
Desative Ver Imagens

Desative a caixa de verificação Ver Imagens e clique OK.

desenho vetor juntamente com imagem bitmap

Dar forma a objetos de desenho e a objetos de bordado
Quando trabalhar com objetos de desenho ou objetos de bordado que se sobreponham, você pode amalgamar, cortar ou dividi-los usando ferramentas de Dar Forma. Todos os objetos de bordado ‘a que se deu forma’ são convertidos em Enchimento Complexo, os objetos de desenho continuam a ser objetos de desenho, enquanto as combinações são convertidas em Enchimento Complexo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

219

Tabela sumária das ferramentas para dar forma
Fonte Aplicar Ferramenta Resultado Descrição

Soldar

Os objetos selecionados são combinados num único objeto. O objeto resultante fica com as propriedades — cor e tipo de ponto, etc — do objeto que esteja mais à superfície.

Aplanar

Apenas se mantêm as áreas que são únicas em todos os objetos selecionados. Todas as áreas que se sobrepõem são removidas. Apenas se mantêm as áreas que são comuns a todos os objetos selecionados. Todas as áreas que não se sobrepõem são removidas.

Intersetar

Excluir

As áreas onde pares de objetos selecionados se sobrepõem são removidas, começando pelo objeto mais à superfície.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

220

Fonte

Aplicar Ferramenta

Resultado

Descrição O objeto mais à superfície é retido, mas todas as outras áreas que se sobrepõem com outros objetos selecionados são removidas. O objeto mais em baixo de todos é retido, mas todas as outras áreas que se sobrepõem com outros objetos selecionados são removidas.

Frente-Trás

Frente-Trás

Dividir

Os objetos são divididos sempre que ocorram sobreposições e todas as áreas escondidas são removidas.

Combinar

As áreas onde pares de objetos selecionados se sobrepõem são removidas, começando pelo objeto mais à superfície. Os objetos resultantes ficam com as propriedades — cor e tipo de ponto, etc — do objeto que esteja mais à superfície.

Ideia A característica Fazer Forma Complexa permite que você combine qualquer número de desenhos de curvas numa única ‘forma complexa’. Esta pode ser convertida num objeto de bordado. Veja Combinar o desenho de curvas em formas complexas para maiores detalhes.

Fundir desenho e objetos de bordado
Use Soldar (barra de ferramentas Dar Forma ) para amalgamar objetos que se sobreponham num único objeto ‘aplanado’. Use Combinar (barra de ferramentas Dar Forma ) para amalgamar as propriedades de objetos que se sobreponham e cortar as áreas que se sobreponham. Realize a fusão dos objetos selecionados usando as ferramentas Soldar ou Combinar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

221

Combinar

Soldar

Para fundir o desenho e os objetos de bordado
Selecione o desenho ou os objetos de bordado a que vai ser dada forma. Clique em Soldar para amalgamar objetos que se sobreponham num único objeto ‘aplanado’.

Se aplicou Soldar (apenas nas pétalas)

Ideia Fazer formas simétricas digitando metada da forma, duplicando e reflectindo, depois solde as formas em duplicado.

Aplicou-se Soldar

Clique em Combinar para converter objetos de bordado em objetos múltiplos que partilhem as mesmas propriedades — cor e tipo de ponto, etc — da parte mais à superfície do objeto selecionado.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

222

Se aplicou Combinar (apenas nas pétalas)

Se forem usados objetos de desenho como entrada, Combinar converte-os numa forma única complexa.

Se aplicou Combinar (apenas nas pétalas)

Se as áreas que se sobrepõem forem compostas por um número par, serão todas removidas quando se aplicar Combinar. Se as áreas que se sobrepõem forem compostas por um número ímpar, a área mais à superfície é mantida. Compare isto com o comportamento da ferramenta Excluir. Veja Cortar desenho e objetos de bordado para detalhes. Ideia Divida objetos ao meio desenhando uma linha passando pelo meio deles e aplicando Dividir. Apique Combinar para criar objetos fechados ou Soldar para fundir objetos.

Soldar + Ponto Corrido aplicado aos objetos resultantes

Se aplicou Dividir

Combinar + Enchimento Complexo aplicado aos objetos resultantes

V8

Wilcom ES — Manual Online

223

Cortar desenho e objetos de bordado
Use Intersetar (barra de ferramentas Dar Forma) para cortar áreas que se sobreponham, para que apenas aquelas intersetadas por todos objetos selecionados sejam mantidas. Use Excluir (barra de ferramentas Dar Forma) para cortar objetos que se sobreponham e para preservar as suas propriedades individuais. Use Frente-Trás (barra de ferramentas Dar Forma) para cortar objetos que se sobreponham para que apenas fiquem as áreas que não se sobrepõem localizadas na superfície do objeto. Use Frente-Trás (barra de ferramentas Dar Forma) para cortar objetos que se sobreponham para que apenas fiquem as áreas que não se sobrepõem localizadas na camada mais profunda do objeto. Corte objetos selecionados usando as ferramentas Intersetar, Excluir, Frente-Trás or Trás-Frente.

Se usou Intersetar

Se usou Excluir

Se usou Frente-Trás

Se usou Trás-Frente

Para cortar o desenho e os objetos de bordado
Selecione o desenho ou os objetos de bordado a que vai ser dada forma. Clique em Intersetar para cortar as áreas que se sobreponham, para que fiquem apenas as áreas intersetadas por todos os objetos selecionados.

Se aplicou Intersetar

Clique em Excluir para cortar objetos que se sobreponham e preservar as suas propriedades individuais. O resultado é simelhante a Combinar exceto para as propriedades do objeto que não são fundidas (amalgamadas).

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

224

Se aplicou Excluir (apenas nas pétalas)

Se as áreas que se sobrepõem forem compostas por um número par, serão todas removidas quando se aplicar Excluir. Se as áreas que se sobrepõem forem compostas por um número ímpar, a área mais profunda é mantida. Compare isto com o comportamento da ferramenta Combinar. Veja Fundir desenho e objetos de bordado para maiores detalhes. Ideia Use Excluir para cortar orifícios em objetos de Enchimento Complexo. Use Frente-Trás para cortar objetos que se sobreponham, para que fiquem apenas as áreas que nao se sobrepõem, localizadas na superfície do objeto.

Se aplicou Frente-Trás

Ideia Use Imagem > Fazer Forma Complexa ou aperte a tecla Shift + H para cortar formas que se sobreponham, em objetos de desenho não preenchidos overlapping. Use Trás-Frente para cortar objetos que se sobreponham, para que fiquem apenas as áreas que nao se sobrepõem, localizadas na parte mais profunda do objeto.

Se aplicou Trás-Frente

V8

Wilcom ES — Manual Online

225

Dividir desenho e objetos de bordado
Use Aplanar (barra de ferramentas Dar Forma) para cortar todas as sobreposições, enquanto se retêm os objetos originais. Use Dividir (barra de ferramentas Dar Forma) para dividir objetos selecionados em objetos adjacentes mas separados, onde quer que se intersetem com outros objetos selecionados. Dividir objetos Selecionados usando as ferramentas Aplanar ou Dividir. Estas ferramentas conservam os contornos das formas originais.

Aplanar

Dividir

Para dividir o desenho e os objetos de bordado
Selecione o desenho ou os objetos de bordado a que vai ser dada forma. Clique em Aplanar para cortar todas as sobreposições, enqiuanto se mantêm os objetos originais.

Se aplicou Aplanar

Clique Dividir para dividir objetos selecionados em objetos adjacentes mas separados. Todas as áreas sobrepostas se tornam objetos discretos.

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

226

Se aplicou Dividir (apenas nas pétalas)

V8

Wilcom ES — Manual Online

227

V8

Capítulo 11

Digitar com Desenhos Vetor

228

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

As imagens bitmap podem ser inseridas, enxertadas ou copiadas com scanner para o Designer ES para serem usadas como panos de fundo para digitação.

Os panos de fundo podem ajudar você a: Digitar formas manualmente. Você traça as formas e as linhas sobre o trabalho artístico usando os métodos de entrada apropriados. Usar uma imagem bitmap desta maneira é como usar um desenho ampliado e um quadro de digitação, exceto que tudo se faz na tela. Veja Digitação Manual para maiores detalhes. Digitar formas automaticamente com Point & Stitch™. As ferramentas Point & Stitch™ oferecem tudo o que é necessário para digitar formas em imagens bitmap automaticamente, sem se usarem métodos de entrada manuais. Veja Digtação automática de formas com Point & Stitch™ para maiores detalhes. Digite imagens completas automaticamente com Desenho Smart. O Desenho Smart converte automaticamente imagens bitmap em bordados completamente digitados, com pouca ou nenhuma intervenção. Veja Digitação automática para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

229

Digite fotografias com Photo Flash. Com Photo Flash você pode criar desenhos de bordado diretamente a partir de fotografias e outras imagens bitmap a preto e branco. Veja Criando desenhos de bordado com imagens preto e branco para maiores detalhes. A partir do Designer ES você pode abrir imagens em MS Paint, Corel PHOTO-PAINT®, ou Paint Shop Pro™. As imagens que são atualizadas desta maneira são automaticamente re-importadas para Designer ES. Ideia Podem também ser importados planos de fundo texturados para se mostrar como um certo desenho ficará sobre tecido verdadeiro. Podem ser usados praticamente todos os trabalhos artísticos — fotografias, figuras de revistas, desenhos de ‘clipart’ e mesmo amostras de tecidos. Veja também Alterar cores em planos de fundo e em tecidos. Esta seção descreve como se deve fazer o scanning de imagens para o Designer ES e como se devem editar antes de serem usadas como pano de fundo para digitação. Também descreve o modo como se devem inserir e gravar imagens bitmap para o Designer ES, assim como, o modo de as mostrar ou esconder à medida que você as digita.

Escolher trabalhos artísticos apropriados
Para efeitos de digitação manual e automática, a ‘limpeza’ de imagens, por vezes referidas como ‘animação’, funciona melhor. Tais imagens têm um número limitado de cores sólidas, que por sua vez têm contornos bem definidos. Idealmente, estas imagens são: bem definidas, onde cada forma é formada por pixels da mesma cor claramente ‘bloqueada’, onde cada forma é de um tamanho bordável, pelo menos 1m² gravada com uma profundidade de cor de pelo menos 256 cores (8 bits), ou preferivelmente milhões de cores (16 bits). (As imagens são automaticamente reduzidas para 256 cores ou menos quando carregadas para Designer ES.)

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

230

limpar a imagem com contornos bem definidos

limpar a imagem com blocos de cor bem definidos

Imagem complexa, precisa ser editada para se remover o plano de fundo e se melhorarem os contornos

Designer ES As técnicas de digitação automática dos produtos — Desenho Smart e Point & Stitch™ — produzem melhores resultados com imagens do tipo das que se encontram em bibliotecas de ‘clipart’ ou criadas de raiz num pacote de gráficos. A digitação automática pode funcionar com imagens vindas de outras fontes, mas estas requerem alguma preparação. Isto acontece porque as imagens que se encontram mais vulgarmente disponíveis não são formadas por cores sólidas. Os scanners causam ‘noise’ (pontinhos), enquanto que os pacotes de gráficos realizam ‘dithering’ e ‘anti-aliasing’ para melhorar a qualidade de impressão da imagem. A digitação automática funciona de modo menos efetivo com imagens fotográficas, as quais podem conter muitas cores tremidas e formas complexas. Contudo, com fotografias, você pode destacar as formas que deseja bordar, deixando de fora detalhes desnecessários. Alternativamente, use Photo Flash para criar desenhos de bordado a partir de fotografias a preto e branco copiadas com scanner.

Imagens copiadas com scanner
As imagens copiadas através de scanner, a partir de desenhos em papel ou de bordados existentes, contêm geralmente muito ‘barulho’ que foi introduzido pelo scanner. Apesar destas imagens poderem ser usadas para entrada em digitação automática, sublinhamos, mais uma vez, que os melhores resultados se obtêm com imagens relativamente limpas que consistam de blocos de cores sólidas. Tipicamente, logotipos e desenhos simples copiados com scanner a partir de cartões de visita, papel timbrado, livros, revistas, cartões, todos entram nesta categoria. Geralmente, as imagens barulhentas precisam ser preparadas através da redução da contagem

imagem contendo muito ‘barulho’ onde cada forma é de um tamanho bordável, feito pelo scanner

V8

Wilcom ES — Manual Online

231

de cores e avivando os contornos. Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

Imagens dithering
Dithering é uma técnica de software que combina cores existentes num quadro de verificação para organização dos pixels. É geralmente usada para simular cores inexistentes numa paleta de cores.

bloco de cores ‘dithered’

Tal como as imagens barulhentas, as imagens dithered precisam que lhes reduza a cor antes de poderem ser usadas. Contudo, esteja consciente que enquanto este software é excelente para o processamento de cores ‘dithered’ com um contorno definido, não funciona tão bem com imagens sem um contorno bem definido. Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

Imagens anti-aliased
Anti-aliasing é uma técnica de software semelhante a dithering, que é usada para suavizar contornos fortes onde os blocos de cor se cruzam. Esta técnica produz contornos mais suaves ‘manchando’ os pixels onde as cores se juntam. Onde anti-aliasing é usado deliberadamente para manchar contornos, estes precisam ser ‘avivados’ antes de serem usados com digitação automática. Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

contornos anti-aliased

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

232

Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES
Se você tem trabalhos artísticos anteriores, você pode copiá-los com um scanner através de TWAIN-compatível com a utilização de scanner, usando a função Designer ES Copiar com Scanner. É importante que faça corretamente a cópia da sua imagem com scanner, se tenciona usar uma das técnicas de digitação automática; a qualidade da imagem que foi copiada com scanner irá afetar a qualidade do desenho do bordado final.

Preparar trabalhos artísticos para serem copiados com scanner
Com desenhos de bordado, a simplicidade é o melhor. Você não precisa de todos os detalhes numa imagem para poder criar um desenho. Você usa a ‘estrutura’ da imagem em vez de detalhes refinados de textura e cor. Para simplificar o trabalho artístico, pode cobrí-lo com papel vegetal fino e transparente e desenhar apenas as formas essenciais e as linhas que podem ser preenchidas com pontos de bordar. Quando copiar com o scanner, retire o trabalho artístico original e coloque um papel branco por trás do papel vegetal. Superfícies lustrosas, tais como fotografias em papel brilhante podem não ficar bem copiadas com o scanner. Cubra essas figuras com papel vegetal fino transparente. Se o trabalho artístico tiver cores muito leves, realce os contornos das formas com uma caneta de ponta de feltro fina.

Resolução para quando se copia com scanner
A maioria dos scanners requerem que você dê entrada a informações sobre a resolução. A resolução determina o número de pontinhos por polegada (dpi) usados para criar um desenho. Quanto maior o valor, mais nítida é a imagem, mas também maior é o fichário. para efeitos de digitação, use uma resolução máxima de 300 dpi (pontos por polegada). Uma resolução de 72dpi (resolução da tela) é geralmente suficiente. Em geral, quanto menor for a imagem fonte e/ou quanto mais detalhes esta contém, maior precisa ser a resolução. Use a seguinte tabela como guia. Tipo de trabalho artístico Cartões de visita, papel timbrado Esboços feitos à mão Resolução para copiar com scanner 150 - 300 dpi 150 - 300 dpi

V8

Wilcom ES — Manual Online

233

Tipo de trabalho artístico Fotos e imagens Arte comercial, desenhos formados por linhas

Resolução para copiar com scanner 150 - 300 dpi 72 - 150 dpi

Modo da Cor
A maioria dos scanners também requer que você dê entrada às informações sobre o modo da cor. Primeiro, decida se a sua imagem é um produto artístico formado só por linhas (um desenho preto e branco), esboço, uma figura a cores, ou uma fotografia preto e branco ou a cores, e depois escolha o modo apropriado. O modo preto e branco produz os fichários menores de todos. Os modos das fotografias a cores e da escala cinza geram imagens com 256 cores e produzem fichários de tamanhos semelhantes. Os modos de ‘RGB’, ‘True Color’ ou ‘millions of colors’ (milhões de cores) geram 16,7 milhões de cores e produzem os maiores fichários de todos. Consulte a tabela abaixo indicada para estabelecer qual o modo que deve usar para a sua imagem. No. de cores na imagem copiada com scanner 2 2

Imagem fonte

Exemplo

Descrição

Modo de cor recomendado * Desenho preto e branco Line art

Line art

Duas cores — geralmente preto e branco

Desenho/esboço

Esboço ou desenho com sombreado a cinza

Escala cinza Line art

256 2

* Os diferentes tipos de software existentes para copiar com scanner usam termos diferentes para o mesmo modo.

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

234

Imagem fonte

Exemplo

Descrição

Modo de cor recomendado * Fotografia a preto/branco Escala cinza

No. de cores na imagem copiada com scanner 256 256

Fotografia preto e branco

Tonalidades de cinzento

Fotografia a cores

Muitas cores

Cor RGB Foto a cores

16 milhões 256

Figura a cores

Duas cores ou mais

Cor RGB Milhões de cores Desenho a cores

16 milhões 16 milhões 2 - 256

* Os diferentes tipos de software existentes para copiar com scanner usam termos diferentes para o mesmo modo.

Dicas para scanning
Não copie com scanner imagens de ‘line art’ (formadas apenas por linhas) em modo de escala cinza; copiar com scanner em modo de ‘escala cinza’ produz orlas mal definidas. Faça a cópia de imagens a cores com scanner em modo de RGB (milhões de cores) em vez de 256 cores. Você pode não notar qualquer diferença na tela. Na verdade a imagem de 256 cores pode até paracer melhor que a imagem RGB. Contudo, o produto Designer ES converte todas as imagens para 256 cores ou menos depois destas serem carregadas. O produto utiliza as informações extra para produzir uma imagem melhor do que se a imagem tivesse sido originalmente copiada com scanner em modo de 256 cores.

V8

Wilcom ES — Manual Online

235

copiada com scanner em modo de 256 cores

copiada com scanner em modo de cor RGB (milhões de cores)

Não copie imagens coloridas em modo CMYK (Ciano, Magenta, Amarelo, e Preto) visto este ser apenas usado para imagens que venham a ser imprimidas; as cores podem ser diferentes das cores RGB. Se precisar de alterar o tamanho de uma imagem, altere-lhe a escala quando a copiar com o scanner. Se alterar a escala depois pode distorcer a imagem.

Realçar a imagem
Alguns softwares paro scanners permitem que você aplique aquilo a que se chama ‘realçar a imagem’ à medida que você usa o scanner. A função ‘Realçar a imagem’ compensa a pequena desfocagem que ocorre numa imagem copiada com scanner, verificando quaisquer diferenças entre as cores da imagem. A função ‘Realçar a imagem’ acentua essas diferenças o que torna as orlas da imagem mais definidas. Não aumenta os detalhes da imagem; apenas os torna mais óbvios. Em geral, use a função ‘Realçar a imagem’ com imagens de contornos bem definidos. Não use a função ‘Realçar a imagem’ com imagens sem contornos.
copiada com scanner, com realce de imagem copiada com scanner, sem realce de imagem

Copiar imagens bitmap com scanner
Use Copiar com scanner (menu Fichário) para copiar uma imagem com scanner Designer ES.

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

236

Você pode copiar imagens com o scanner diretamente em Designer ES para usar como pano de fundo. Você também pode copiar com scanner planos de fundos texturizados para ver como o desenho vai ficar no tecido. Tecidos podem ser copiados com o scanner para prover completos, centrados, planos de fundo, para o seu desenho, ou os menores exemplos podem ser ladrilhados para preencher a tela. Veja também Alterar cores em planos de fundo e em tecidos. A característica de se copiar com o scanner em Designer ES permite que você use a maioria dos scanner compatíveis com TWAIN (TWAIN-compatible scanners). Você pode usar qualquer software copiado provido que este pode guardar a imagem em um dos formatos compatíveis.

Para copiar imagens bitmap com scanner 1 Configure o seu scanner.
Veja Configurar scanners para maiores detalhes.

2 Prepare o trabalho artístico para ser copiado com o scanner.
Veja Preparar trabalhos artísticos para serem copiados com scanner para maiores detalhes.

3 Criar um novo fichário ou abrir o desenho que você quer inserir o
Desenho dentro.

4 Selecione Fichário > Copiar com o scanner.
Seu programa copiado irá abrir.

5 Escolha um modo copiado e a resolução.
Veja Resolução para quando se copia com scanner e Modo da Cor para maiores detalhes. Ideia Se você está copiando com o “scanner” o plano de fundo de um tecido, defina o “scanner” para 256 cores, 100% e 72 dpi (pontinhos por polegada). Uma vez colocados esses vão lhe dar um pequeno fichário o qual vai mostrar bem na sua tela sem ocupar muito espaço no disco ou na memória.

6 Antever a imagem no programa copiando com scanner. 7 Selecione a área a ser copiada com o “scanner” e copie o imagem. 8 Guardar a imagem copiada com o scanner imagem em um formato
compátivel com a imagem do fichário para pasta Desenho.

9 Copiar com o scanner o trabalho artístico.

V8

Wilcom ES — Manual Online

237

Nota Desenhos copiados com o scanner são bitmaps e precisam ser guardados separadamentedo fichário de desenho ou eles vão se perder quando você fechar o desenho. Veja Guardando imagens bitmap como fichários separados para maiores detalhes.

Editar imagens antes de as usar
O Designer ES permite que você recorte imagens bitmap antes de as usar. A partir do Designer ES você pode também abrir imagens diretamente em pacotes de gráficos de outras aplicações. As imagens que são atualizadas desta maneira são automaticamente re-importadas para Designer ES.

Preparação de imagens para digitação
Usar Aparar Imagem (menu Imagem) para aparar uma imagem retangular. Usar Aparar Imagem Com Polígono (menu Imagem) para aparar uma imagem com uma forma livre. Antes de usar imagens bitmap para objetivos de desenho purposes, tem que as preparar (aparar) para remover detalhes desnecessários e poupar o tempo de processamento.

Para aparar imagens para digitação 1 Selecionar Imagem > Inserir Fichário de Desenho para carregar uma
imagem.

2 Selecionar a imagem.

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

238

3 Selecionar uma ferramenta de preparação.
Selecionar Imagem > Preparar Imagem para preparar a imagem numa forma retangular. Clique e arraste um retângulo preparado em volta da parte da imagem que deseja. Selecionar Imagem > Preparar Imagem com Polígono para preparar a imagem numa forma livre. Marque pontos para criar uma forma preparada em volta da parte da imagem que requer e pressione a tecla Inserir.

Preparar imagem

Preparar imagem com polígono

Ideia Usar a linha de aviso como guia. A característica Designer ES prepara a área dentro do retângulo de preparação ou da seleção de polígonos. Este processo pode demorar algum tempo.
imagem preparada ao longo dos pontos marcados

imagem preparada em forma retangular

Editar imagens noutras aplicações
Usar Editar Imagem Usando (menu Imagem) para editar imagens em um pacote de gráficos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

239

Por vezes você precisa editar imagens diretamente num outro pacote de gráficos. Normalmente, você procederia deste modo para eliminar planos de fundo, áreas sólidas coloridas muito preenchidas, para adicionar ou reforçar contornos, ou fechar intervalos. A partir do Designer ES você pode abrir imagens diretamente em MS Paint, Corel PHOTO-PAINT®, ou Paint Shop Pro™. As imagens que são atualizadas desta maneira são automaticamente re-importadas para Designer ES. Existem muitos pacotes gráficos que o podem ajudar a melhorar imagens copiadas com scanner. Em um dos finais do espectro o que há é simples programa MS Paint. Este vem juntamente e gratuitamente com Windows mas suporta poucas formatações ou conversões de cor. Por outro lado, você tem acesso a ferramentas profissionais, tais como Corel PHOTO-PAINT®. Tais programas conseguem fazer quase tudo, mas podem ser muito caros para uso ocasional. Um excelente programa intermediário é Paint Shop Pro™ que possui muitas das características das ferramentas mais poderosas mas que é muito mais barato.

Para editar imagens em outra aplicação 1 Selecionar Imagem > Inserir Fichário de Desenho para carregar uma
imagem.

2 Selecionar a imagem.

plano de fundo pode ser limpo e adicionados os olhos

3 Selecionar Imagem > Editar imagem usando e selecionar um pacote de
gráficos. Abre-se a imagem no pacote de gráficos.

4 Editar a imagem e gravar.

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

240

plano de fundo limpo

olhos adicionados

Nota Se você voltar para o Designer ES antes de fechar a imagem no pacote de gráficos, esta aparece no Designer ES coberta de riscas.

O fichário ainda se encontra aberto no pacote de gráficos

Volte ao pacote de gráficos e selecione ou Fichário > Fechar ou Fichário > Sair & Voltar <Nome de fichário>. As riscas desaparecerão no Designer ES.

Inserir e gravar imagens bitmap
As imagens bitmap podem ser inseridas, enxertadas ou copiadas com scanner para o Designer ES para serem usadas como panos de fundo para digitação. Para efeitos de digitação manual e automática, a ‘limpeza’ de imagens, por vezes referidas como ‘animação’, funciona melhor. Os scanners são ‘barulhentos’, enquanto que os pacotes de gráficos realizam ‘dithering’ e ‘anti-aliasing’ para melhorar a qualidade de impressão da imagem. Veja também Técnicas de preparação da imagem.

V8

Wilcom ES — Manual Online

241

bitmap parcialmente digitadas

bitmap original

Inserindo imagens bitmap
Use Inserir Fichário de Desenho (menu Imagem ) para inserir uma imagem para usar como pano de fundo. Você pode inserir imagens bitmap de variadas formatações para usar como panos de fundo de digitação. Veja Formatações de desenho e imagem compatíveis para maiores detalhes. Nota Você também pode inserir o fichário de desenhos vetor. Veja Inserir desenhos vector para maiores detalhes.

Para inserir imagens bitmap 1 Selecionar Imagem Inserir Fichário de Desenho.
Abre-se o diálogo Abrir.
Selecione o Fichário

Selecionar a formatação requerida

2 Selecione uma pasta a partir da lista Examinar. 3 Selecione um tipo de fichário a partir da lista Tipos de Fichário (ex.
BMP).

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

242

4 Selecionar o fichário que você quer inserir.
Ideia Selecionar a caixa de verificação de Antevisão para antever o fichário selecionado.

5 Clique em Abrir.

Enxertar imagens bitmap
Usar Enxertar Desenhos Como Bitmap (menu Editar) para inserir uma imagem para usar como pano de fundo. Você pode inserir uma imagem dentro de Designer ES copiando-a de outro bordado de desenho ou aplicação gráfica e enxertando-a diretamente no seu desenho.

Para enxertar imagens bitmap 1 Selecionar o desenho que você quer copiar e enxertar. 2 Copiá-lo para uma Janela da área de transferência (clipboard). 3 Criar um novo fichário em Designer ES ou abrir o fichário de desenho no
qual você quer inserir o desenho.

4 Selecionar Editar > Colar Desenho > Como Bitmap.
O desenho foi enxertado no seu desenho.

Guardando imagens bitmap como fichários separados
Usar Guardar Bitmap Como (menu Fichário) para guardar uma imagem como um fichário separado. Quando você gravar um desenho contendo pano de fundo, a referência para o fichário imagem é guardada juntamente com a informação na sua posição no desenho. Quando você reabrir o desenho, o fichário imagem é reinserido. Se você escalar ou transformar um pano de fundo, você vai precisar guardá-lo como um fichário separado ou as mudanças se perderão. Nota Os desenhos que são copiados com scanner a partir do produto Designer ES têm que ser guardados deste modo ou se perderão quando se fechar o desenho.

V8

Wilcom ES — Manual Online

243

Para guardar imagens bitmap em fichários separados 1 Selecionar o pano de fundo. 2 Selecionar Fichário > Guardar Bitmap Como. 3 No campo Guardar em, selecione uma pasta, então selecione o formato
a partir da lista tipo cortina Tipo de Fichário.

4 Insira um novo nome de fichário e pressione Gravar.
Quando você guardar o desenho, a referência é atualizada para ser usada no novo fichário de desenho.

Manipular imagens bitmap
Uma vez que você tenha inserido uma imagem no Designer ES, você pode estabelecer propriedades gerais, tais como tamanho e posição. Você pode também alterar a escala e transformar imagens bitmap no Designer ES, contudo talvez seja melhor fazer isso durante o processo de scanning. Alterar a escala depois de scanning pode distorcer a imagem. Veja também Organizar e Transformar Objetos. Ideia Se você escalar ou transformar um pano de fundo, você vai precisar guardá-lo como um fichário separado ou as mudanças se perderão. Veja Guardando imagens bitmap como fichários separados para maiores detalhes.

Suavizar imagens bitmap
Quando você alterar a escala ou transformar um pano de fundo, muitas vezes a qualidade é reduzida — ex. pontos retos finos se tornam dentados ou distorcidos. Se você suavizar a imagem antes e depois de alterar a sua escala e de a transformar, você pode preservar a qualidade dessa imagem e torna-a mais fácil de digitar.

Para suavizar uma imagem bitmap 1 Dê um clique duplo na imagem.
Abre-se o espaço de diálogo Propriedades do Objeto.

2 Selecionar o tabulador Imagem.

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

244

Selecionar a opção requirida para suavizar

3 Selecionar a opção requirida para suavizar, dependendo se a maioria das
linhas da imagem são claras ou escuras. Suavizar (linhas escuras): as linhas escuras da imagem são suavizadas. Suavizar (linhas claras): as linhas claras da imagem são suavizadas. Não Suavizar: desligado.

4 Se lhe for requerido, definar as opções escalar e transformar no
tabulador Geral. Você pode escalar e transformar objetos ambos aqui e na tela.

5 Clique OK.

não suavizar

linhas claras suavizadas

linhas escuras suavizadas

Nota Escalar e transformar demora mais que o normal quando suavizando é aplicado.

Ver e esconder imagens bitmap
Use Mostrar Desenho (barra de ferramentas Standard) para mostrar e esconder panos de fundo. Clique com o botão direito do mouse para selecionar mostrar as opções de imagem. Você pode mostrar e esconder temporariamente panos de fundo bitmap enquanto você digita. Dependendo das opções estabelecidas para visualização no diálogo Opções, o desenho se mostra em colorido, ou obscurecido.

V8

Wilcom ES — Manual Online

245

Para ver ou esconder imagens bitmap
Clique no ícone Mostrar Desenho. Quando este é selecionado, os desenhos dos panos de fundo ficam visíveis. Nota Se um desenho incluir uma imagem bitmap e um desenho vetor, ambos serão projetados. Veja também Ver e esconder desenhos vetor. Para esconder a imagem, clique Mostrar Desenho novamente. Para esconder um desenho enquanto se mostra uma imagem de pano de fundo, clique com o botão do lado direito do mouse no ícone Mostrar Desenho.

Limpar Ver Desenhos Vetor

Desative a caixa de verificação Ver Imagens e clique OK.

desenho vetor juntamente com imagem bitmap

Obscurecer panos de fundo
Clique com o botão do lado direito do mouse em Mostrar Desenho (barra de ferramentas Standard) e ative Obcurecida para obscurecer os panos de fundo. Você pode obscurecer panos de fundo na sua tela para ficar mais fácil de se ver os pontos quando estes são da mesma cor do bitmap. Nota O obscurecimento se aplica apenas em imagens — você não pode obscurecer desenhos vetor.

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

246

Para obscurecer os panos de fundo 1 Clique no ícone Exibir Desenho.
O tabulador Opções > Exibir Desenho.
Selecionar Ver Imagens Selecionar Obcurecida

2 Selecionar a caixa de verificação Ver Imagens. 3 Selecionar a caixa de verificação Obcurecida. 4 Clique OK.

imagens bitmap originais

imagens bitmap obscurecidas

Nota Para retornar ao colorido, desative a caixa de verificação Obcurecida.

V8

Wilcom ES — Manual Online

247

V8

Capítulo 12

Para Digitar com Imagens Bitmap

248

Capítulo 13

Preparar Imagens para Digitação Automática

Designer ES apoia a digitação automática e semi-automática de ambas imagens bitmap e imagem de desenho vetor. A qualidade dos desenhos resultantes depende bastante do tipo e da qualidade do trabalho artístico. Para que as imagens bitmap se tornem mais apropriadas para digitação automática, o produto Designer ES proporciona também capacidades de processamento de imagem e ligações a pacotes de gráficos.

Esta seção descreve como preparar imagens para digitação automática. Isso explica como recortar imagens para digitação assim como preparar imagens com e sem contorno.

Técnicas de preparação da imagem
Antes de aplicar a digitação automática, vai ter que melhorar ou ‘limpar’ frequentemente o seu trabalho artístico. Na realidade, para se poder trabalhar bem, ambos os produtos Desenho Smart e Point & Stitch™ requerem que seja dada entrada a imagens formadas por cores sólidas. Você pode melhorar trabalhos artísticos com ferramentas de edição de bitmaps em pacotes gráficos e/ou em ferramentas de processamento de imagem proporcionadas em Designer ES. Na verdade, o software não deixará você aplicar Desenho Smart até que a imagem tenha sido processada apropriadamente.

V8

Wilcom ES — Manual Online

249

Imagens ‘com contornos’ por oposição a ‘sem contornos’
Antes de preparar a sua imagem, você precisa saber que tipo de imagem está usando. Para objetivos de digitação automática, existem duas categorias — ‘com contornos’ e ‘sem contornos’. Idealmente, as imagens com contornos têm um contorno sólido preto em volta de cada área colorida. Idealmente, as imagens sem contornos consistem de áreas sólidas de cor. As imagens ‘com contornos’ e ‘sem contornos’ requerem métodos de preparação diferentes.

imagem ‘com contornos’

imagem ‘sem contornos’

Limpar imagens
Na prática, a limpeza de imagens copiadas com scanner pode envolver qualquer combinação de uma das seguintes técnicas: redução do número de cores adição ou ênfase dos contornos remoção de barulho, tremura ou ‘anti-aliasing’ eliminação de detalhes desnecessários preparação de seções eliminação de planos de fundo support. Veja também Escolher trabalhos artísticos apropriados.

Redução de Cores
Por vezes uma imagem pode parecer limpa, mas durante o processo de cópia com scanner ou num pacote de gráficos serão introduzidas cores extras. Quando falamos em Redução de Cores, queremos realmente dizer, reduzir o número das cores existentes na imagem, para que se possam eliminar detalhes desnecessários e reduzir cada bloco a uma única cor. A Redução de Cores também limpa a imagem, removendo barulhos e ‘anti-aliasing’ caso estes estejam presentes. Por sua vez isto ajuda a minimizar o número de cortes de fio e de mudanças de cor que são

V8

Capítulo 13

Preparar Imagens para Digitação Automática

250

requeridas no desenho de bordado final. Reduza as cores a uma imagem sem contornos usando a ferramenta Reduzir Cores e numa imagem com contornos usando a ferramenta Avivar Orlas. A Redução de Cores só deve ser aplicada se a perda de detalhe não afetar as formas da imagem. Antes da redução de cores, as áreas coloridas, como na imagem abaixo, incluem muitas cores. Depois da redução, cada área é reduzida a uma única cor. Os detalhes são preservados.

imagem antes da Redução de Cores

imagem depois da Redução de Cores

Se você estiver copiando imagens com scanner, verifique se você as copiou bem e assim irá obter melhores resultados. Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.
imagem copiada com scanner em modo de cor RGB, seguida da redução de cores para 6

imagem copiada com scanner em modo de cor 256, seguida da redução de cores para 6

Saiba que a ferramenta Reduzir Cores é boa para a remoção de ‘barulho’ e de ‘anti-aliasing’ mas não é tão boa para processar ‘dithering’ em imagens sem contornos. Contrariamente, a ferramenta Avivar Orlas é excelente no processamento de cores ‘dithered’ visto realizar a média de todos os pixels dentro de um contorno definido. Veja também Escolher trabalhos artísticos apropriados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

251

A ferramenta Reduzir Cores é usada na imagem sem contorno — blocos de cor ‘dithered’ não completamente limpos, orla mal definida

A ferramenta Avivar Contorno é usada na imagem com contorno — blocos de cor ‘dithered’ limpos, orla bem definida

Realçar Contorno
Realçar os contornos quer dizer o mesmo que definir com mais nitidez os contornos dos rebordos que distinguem blocos de cor ou formas no trabalho artístico. Pode ser que estes já estivessem mal definidos no original ou que se tornaram assim devido ao processo de cópia com scanner. A função ‘realçar contorno’ é importante para a digitação automática porque torna-se mais fácil para o software identificar as áreas distintas que se transformaram em objetos de bordado no desenho resultante. Nota A função Realçar Contorno só funciona em imagens com contornos pretos ou escuros.
imagem antes de se realçar contorno imagem depois de se realçar contorno

Algumas imagens têm contornos sólidos mas podem estar mal definidos ou incompletos. Estas precisam ser retificadas com Designer ES ferramentas de preparação da imagem ou num pacote de gráficos. Veja Editar imagens noutras aplicações para maiores detalhes.

V8

Capítulo 13

Preparar Imagens para Digitação Automática

252

Filtragem do Barulho
A filtragem do barulho é o mesmo que repôr os blocos de cor sólidos do trabalho artístico original em imagens copiadas com scanner. Isto pode ser alcançado juntando-se diferentes tons numa só cor sólida. A filtragem do barulho é importante para a digitação automática porque torna-se mais fácil para o software identificar blocos de cor sólida que se transformaram em objetos de bordado no desenho resultante. Também limpa áreas de cor desfocadas ou manchadas.
imagem antes da filtragem do ‘barulho’, cores manchadas

imagem depois da filtragem do ‘barulho’, cores singulares

Ferramentas de preparação da imagem
Usar as ferramentas de preparação de trabalho artístico para preparar imagens para digitação automática. A ferramenta que escolher vai depender do trabalho artístico. Existem três ferramentas: Ferramenta Editar Imagem Objetivo Ligar a um pacote de gráficos — por ex. Paint Shop Pro™ — para editar a imagem aqui fora Designer ES. Preparar qualquer imagem sem contornos. Capacidades Deixa você preparar, avivar, recolorir, adicionar contornos, remover ‘barulhos’ de uma imagem.

Reduzir Cores

Deixa você reduzir automaticamente o número de cores para um número específico. Automaticamente: • reduzir cada bloco a uma cor singular • remover ‘anti-aliasing’, barulho e tremura ou ‘anti-aliasing’ • remover cores em áreas menores que a área especificada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

253

Ferramenta Avivar Orlas

Objetivo Preparar imagens com contornos.

Capacidades Deixa você ajustar a tonalidade dos contornos automaticamente. Automaticamente: • mistura cada bloco contornado numa cor singular • remover ‘anti-aliasing’, barulho e tremura ou ‘anti-aliasing’ • aviva os contornos.

Nota Mesmo que o seu trabalho artístico pareça pronto para bordar quando é inserido no software, a sua imagem precisa ser processada antes da conversão. O software não irá deixar você aplicar técnicas de digitação automática, sem anteriormente realizar o processamento da imagem.

Usar ferramentas de preparação da imagem
É importante usar as ferramentas de preparação da imagem corretas no seu trabalho artístico. O exemplo abaixo mostra a imagem com contornos mal definidos. Se a ferramenta Avivar Orlas for usada, pode-se colocar contornos mais escuros e mais nítidos para melhorar o bordado. Contrariamente, usar a ferramenta Reduzir Cores antes de bordar, produz um bordado pobre do desenho.

A função Reduzir Cores foi usada — os contornos não estão nítidos, bordado pobre imagem com contornos mal definidos

Avivar Orlas usado — um bordado melhor

imagem com contornos sólidos

V8

Capítulo 13

Preparar Imagens para Digitação Automática

254

Antes de usar a ferramenta Avivar Orlas certifique-se que a imagem contém contornos sólidos. Se existirem intervalos, as áreas de cor separadas serão misturadas numa só cor.

Avivar Orlas usado

imagem com contornos parciais, alguma área não se encontram encerradas

cores da imagem misturadas

Se precisar adicionar contornos, fechar intervalos, ou reforçar um contorno, pode ter que os desenhar à mão antes de copiar a imagem com scanner. Ou você pode adicioná-los num pacote de gráficos depois do scanning. Veja Editar imagens noutras aplicações para maiores detalhes.

Avivar Orlas usado contorno da imagem completado em pacote de gráficos contornos avivados

Ideia Tente escurecer os contornos usando o deslizador da aparência dos contornos. Veja Preparação de imagens sem contorno para maiores detalhes.

Sumário da preparação da imagem
Ação Copiar trabalho artístico com scanner Imagem com contornos • Copiar com scanner em modo RGB • Usar Avivar Contornos Copiar com scanner em 2 modo de cor Imagem sem contornos • Copiar com scanner em modo RGB • Não Avivar Contornos Fotografia Copiar com scanner em modo RGB

Copiar com scanner linha do desenho

-

V8

Wilcom ES — Manual Online

255

Ação Retocar no pacote de gráficos

Imagem com contornos • Preparar • Adicionar ou editar contornos • Editar Cores • Remover barulho

Imagem sem contornos • Preparar • Editar formas da imagem • Editar Cores • Remover barulho

Fotografia • Preparar • Converter para escala preto e branco • Remover plano de fundo • Clarear ou escurecer • Ajustar contraste -

Usar Avivar Orlas a ferramenta Designer ES Usar a ferramenta Reduzir Cores em Designer ES Digitar

Avivar Contornos e remover barulho. -

Reduzir Cores e Remover Barulho. • Manual • Point & Stitch™ • Desenho Smart

• Manual • Point & Stitch™ • Desenho Smart

Photo Flash

Preparação de imagens sem contornos
Usar Reduzir Cores (barra de ferramentas Desenho) para reduzir o número de cores e remover ‘barulho’ da imagem em imagens sem contornos. Usar a ferramenta Reduzir Cores para preparar imagens não contornadas para digitação automática. A ferramenta reduz automaticamente blocos de cor de imagens bitmap para uma única cor, removendo ‘anti-aliasing’ e ‘barulho’. Você pode deixar o software reduzir a contagem de cores automaticamente ou dar entrada ao número exato de cores que deseja. Esta última opção é útil se você deseja combinar cores de desenho com um número exato de cores do fio. Ideia Dependendo da qualidade da imagemcopiada com scanner, você pode ter necessidade de a retocar manualmente antes de a processar Designer ES. Normalmente, você procederia deste modo para eliminar planos de fundo ou áreas sólidas coloridas muito preenchidas. Veja Editar imagens noutras aplicações para maiores detalhes.

V8

Capítulo 13

Preparar Imagens para Digitação Automática

256

Para preparar imagens não contornadas 1 Selecionar Imagem > Inserir Fichário de Desenho para carregar uma
imagem.

2 Selecionar a imagem.

imagem copiada com scanner em modo de cor RGB — convertida para 256 cores carregando

3 Clique em ícone Reduzir Cores.
Abre-se o diálogo Reduzir Cores.

Mais e menos zoom na antevisão da imagem

Estabeleça as opções para Reduzir Cores Estabelecer as opções para Filtragem do Barulho

Gravar Imagem depois do seu processamento

V8

Wilcom ES — Manual Online

257

A imagem aparece no painel de antevisão. O campo Contagem de Cores mostra o número de cores da imagem.

4 Clique em Mais Zoom para ver a imagem mais perto. 5 Estabelecer as opções de Reduzir Cores requerida:
Selecionar a opção Por Número para dar entrada ao número requerido A característica Designer ES sugere um número e mostra como a imagem vai ficar. Você pode aceitar este número ou alterá-lo. Selecionar a opção Seleção Automática se desejar que o software reduza a contagem de cores automaticamente. O deslizador aumenta ou diminui o efeito — movimentando-se para 100% oferece mais cores, movimentando-se para o outro lado, menos cores.

reduzido para 13 cores

reduzido para 6 cores

reduzido para 3 cores

6 Verifique quantas cores existem na imagem.
Isto é indicado pela Contagem de Cor. Se as cores parecerem muitas, provavelmente a imagem contém barulho.

7 Estabeleça as opções de Filtragem do Barulho requerida.
Área mínima de cor: Esta define a menor área reconhecida pela conversão. O valor por defeito é de 0,5 por 0,5 mm² (cerca de oito pixels). Aumente este valor se a sua imagem tiver muitos pixels ‘sem cor’. A Área mínima de cor não deve exceder 1/16 da área total. Comprimento mínimo da linha: Este define o comprimento da linha mais curta reconhecida como objeto. O valor por defeito é de 2 mm. O Comprimento mínimo da linha não deve exceder 25% da dimensão menor.

V8

Capítulo 13

Preparar Imagens para Digitação Automática

258

Área mín. de cor: 0,5 mm² Comprimento Mín. da linha: 2 mm

Área mín. de cor: 1 mm² Comprimento Mín. da linha: 5 mm

Área mín. de cor: 5 mm² Comprimento Mín. da linha: 9 mm

8 Clique em Gravar Bitmap como para gravar as alterações. 9 Clique OK para aplicar as alterações.

Preparação de imagens sem contorno
Usar Avivar Orlas (Desenho barra de ferramentas) para avivar contornos e reduzir barulho em imagens com contorno. Use a ferramenta Avivar Orlas para preparar imagens contornadaspara digitação automática. A ferramenta aviva automaticamente os contornos e reduz ‘barulho’. As áreas fechadas por um contorno preto são reduzidas a uma única cor. Ao avivar os contornos facilitamos ao software o reconhecimento de áreas distintas no trabalho artístico. Estas áreas transformam-se depois em objetos de bordado do desenho final. Usar esta ferramenta especialmente quando os contornos se encontram esbatidos, sumidos ou mal definidos. Ideia Dependendo da qualidade da imagemcopiada com scanner, você pode ter necessidade de a retocar manualmente antes de a processar Designer ES. Normalmente, você procederia deste modo para eliminar planos de fundo, áreas sólidas coloridas muito preenchidas, para adicionar ou reforçar contornos, ou fechar intervalos. Veja Editar imagens noutras aplicações para maiores detalhes.

Para avivar contornos da imagem 1 Selecionar Imagem > Inserir Fichário de Desenho para carregar uma
imagem.

V8

Wilcom ES — Manual Online

259

2 Selecionar a imagem.

área aumentada ou diminuída com zoom

3 Clique ícone Avivar Orlas.
Abre-se a caixa de diálogo Avivar Orlas.

Mais e menos zoom na antevisão da imagem

Estabelecer a aparência do contorno

Clique para ver as áreas coloridas Gravar Imagem depois do seu processamento

A imagem aparece no painel de antevisão. O campo Contagem de Cores mostra o número de cores da imagem.

4 Clique em Mais Zoom para ver a imagem mais perto. 5 Estabeleça a tolerância do contraste arrastando o controle do deslizador.
Isto produz uma antevisão preto e branco dos contornos detectados.

V8

Capítulo 13

Preparar Imagens para Digitação Automática

260

Estabelecer a aparência do contorno

6 Definir as opções que você requer em Reduzindo Barulho.
Área mínima de cor: Esta define a menor área reconhecida pela conversão. O valor por defeito é de 0,5 por 0,5 mm² (cerca de oito pixels). Aumente este valor se a sua imagem tiver muitos pixels ‘sem cor’. A Área mínima de cor não deve exceder 1/16 da área total. Comprimento mínimo da linha: Este define o comprimento da linha mais curta reconhecida como objeto. O valor por defeito é de 2 mm. O Comprimento mínimo da linha não deve exceder 25% da dimensão menor. Ideia Movimente o deslizador para a direita até que tenha muito preto, depois movimente-o devagar de volta para a esquerda. Pre quando a imagem mostrar todos os contornos que você precisa.

7 Clique em Mostrar Áreas Coloridas para ver a imagem atualizada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

261

contornos sem serem avivados

controle deslizador movimentado para a esquerda

controle deslizador movimentado para a direita

8 Clique em Gravar Bitmap como para gravar as alterações. 9 Clique OK para aplicar as alterações.

contornos avivados e ‘noise’ (pontinhos) reduzido

V8

Capítulo 13

Preparar Imagens para Digitação Automática

262

Capítulo 14

Digitação automática

O Designer ES proporciona uma variedade de ferramentas e técnicas complementares para digitação automática de trabalhos artísticos convenientemente preparados. A característica Traçado Automático permite-lhe converter trabalhos artísticos copiados com scanner em objetos de desenho. Você pode então converter estes trabalhos artísticos em objetos de bordado usando uma variedade de métodos de entrada. As ferramentas Point & Stitch™ oferecem tudo o que é necessário para digitar formas em imagens bitmap automaticamente, sem se usarem métodos de entrada manuais. Estas ferramentas são úteis para quando se quer criar objetos de bordado rapidamente à partir de imagens reproduzidas com scanner, que não requerem efeitos artísticos especiais nem conhecimentos sobre bordados específicos. A nova característica Fazer Forma Complexa uma vez usada lhe dá mais tempo livre para gastar no lado artístico ou áreas inerentes complicadas do seus desenhos. A digitação automática com Desenho Smart é destinada a pessoas que trabalhem em todos os níveis da indústria de bordados. O Desenho Smart converte automaticamente imagens bitmap em bordados completamente digitados, com pouca ou nenhuma intervenção.

Com Desenho Smart, os bordadores menos experientes podem criar desenhos simples rápida e facilmente. Do mesmo modo, os bordadores experientes podem melhorar a sua produtividade quando trabalham com

V8

Wilcom ES — Manual Online

263

desenhos simples. Os vendedores podem fazer uma estimativa de pontos de bordar rápida e corretamente para poderem dar um orçamento. Com Photo Flash você pode criar desenhos de bordado diretamente a partir de fotografias e outras imagens bitmap a preto e branco. Os desenhos Photo Flash consistem em carreiras de Pontos Cheios ou de pontos de Contorno (compostos por pontos corridos) com vários valores de espaçamento. O efeito lembra a saída de uma folha de uma impressora de linhas. Esta seção descreve como converter imagens bitmap automaticamente para desenhos de bordado e criar bordados a partir de imagens a preto e branco.

Converter imagens bitmaps para imagens vetor com Traçado Automático
Usar Traçado Automático (barra de ferramentas Desenho) para converter trabalhos artísticos em desenho vetor para conversão em objetos de bordado. Use Traçado Automático para gerar contornos vetor a partir de imagens bitmap. Traçado Automático traça áreas da mesma cor em bitmaps para criar objetos de desenho. Pode localizar orifícios em formas — quer dentro quer fora dos limites. Veja também Converter desenhos vetor para objetos de bordado. Nota Mesmo que o seu trabalho artístico pareça pronto para bordar, quando é inserido no software, a sua imagem precisa ser processada antes da conversão. Veja Preparar Imagens para Digitação Automática para maiores detalhes.

Para converter o trabalho artístico em desenho vetor com Traçado Automático 1 Copiar com scanner ou carregar uma imagem.
Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.

2 Selecionar a imagem e processa-la.
Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

3 Clique no ícone Traçado Automático.
A característica Designer ES irá avisá-lo para clicar numa imagem para selecionar uma área apenas com uma cor.

4 Clique na forma que deseja digitar.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

264

5 Pressione a tecla Enter.
O objeto de desenho é gerado e selecionado.

Clique no objeto

Pressionar a tecla Enter

Selecionar o Método de Entrada

Neste momento você pode converter um objeto de desenho gerado diretamente em um objeto de bordado. Veja também Converter desenhos vetor para objetos de bordado.

Digtação automática de formas com Point & Stitch™
As ferramentas Point & Stitch™ oferecem tudo o que é necessário para digitar formas em imagens bitmap automaticamente, sem se usarem métodos de entrada manuais. Várias formas de trabalho artístico podem ser usadas como entrada — quer bitmap quer vetor.

imagem bitmap

desenho de bordado digitado com ferramentas Point & Stitch™

Nota Mesmo que o seu trabalho artístico pareça pronto para bordar, quando é inserido no software, a sua imagem precisa ser processada antes da conversão. O software não irá deixar você aplicar técnicas de digitação automática, sem anteriormente realizar o processamento da imagem. Veja Preparar Imagens para Digitação Automática para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

265

Digitar formas com Ponto Cheio que se Vira
Use Ponto Cheio que se Vira (barra de ferramentas Point & Stitch™) para digitar formas com colunas estreitas. Usar Ponto Cheio que se Vira para digitar formas com colunas estreitas no seu trabalho artístico com Ponto Cheio.

Para digitar formas com Ponto Cheio que se Vira 1 Copiar com scanner ou carregar uma imagem.
Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.

2 Selecionar a imagem e processa-la.
Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

3 Selecione uma cor para o fio a partir da barra de ferramentas Cor. 4 Clique no ícone Ponto Cheio que se Vira.
A característica Designer ES irá avisá-lo para clicar numa imagem ou num objeto de desenho.

5 Clique na forma que deseja digitar.
A forma é preenchida com Ponto Cheio.

Clique para digitar

Clique para digitar

Nota Os pontos são gerados de acordo com os valores correntes estabelecidos para Ponto Cheio. Podem acontecer saltos, se o comprimento do ponto exceder os valores por defeito.

Digitar formas com Enchimento Tatami
Use Enchimento Tatami (barra de ferramentas Point & Stitch™ ) para digitar áreas grandes, preservando quaisquer orifícios.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

266

Use Enchimento Tatami para digitar áreas grandes no seu trabalho artístico com ponto Tatami preservando quaisquer orifícios dentro dessas áreas. Nota Se você está usando um desenho vetor, primeiro você precisa definir a forma como ‘objeto de desenho de forma complexa’. Veja Dar forma a objetos de desenho e a objetos de bordado para maiores detalhes.

Para digitar formas com Enchimento Tatami 1 Copiar com scanner ou carregar uma imagem.
Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.

2 Selecionar a imagem e processa-la.
Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

3 Selecione uma cor para o fio a partir da barra de ferramentas Cor. 4 Clique no ícone Enchimento Tatami.
A característica Designer ES irá avisá-lo para clicar numa imagem ou num objeto de desenho.

5 Clique na forma que deseja digitar.
A forma é preenchida com ponto Tatami.

Clique para digitar

Nota Os pontos são gerados de acordo com os valores correntes estabelecidos para Tatami.

Digitar formas com Enchimento Tatami sem Orifícios
Usar Enchimento Tatami sem Orifícios (barra de ferramentas Point & Stitch™) para digitar áreas grandes, mas ignorando quaisquer orifícios.

V8

Wilcom ES — Manual Online

267

Use Enchimento Tatami sem Orifícios para digitar áreas grandes no seu trabalho artístico com ponto Tatami ignorando quaisquer orifícios dentro dessas áreas.

Para digitar formas com Enchimento Tatami sem Orifícios 1 Copiar com scanner ou carregar uma imagem.
Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.

2 Selecionar a imagem e processa-la.
Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

3 Selecione uma cor para o fio a partir da barra de ferramentas Cor. 4 Clique no ícone Enchimento Tatami sem Orifícios.
A característica Designer ES irá avisá-lo para clicar numa imagem ou num objeto de desenho.

5 Clique na forma que deseja digitar.
Quaisquer orifícios existentes na forma serão ignorados.

Clique para digitar uma área grande — o orifício é ignorado

Digitar formas com Ponto Corrido de Pickout
Use Ponto Corrido de Pickout (para digitar linhas centrais Point & Stitch™) para digitar linhas centrais. Usar Ponto Corrido de Pickout para digitar linhas centrais no seu trabalho artístico com ponto corrido.

Para digitar formas com Ponto Corrido de Pickout 1 Copiar com scanner ou carregar uma imagem.
Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

268

2 Selecionar a imagem e processa-la.
Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

3 Selecione uma cor para o fio a partir da barra de ferramentas Cor. 4 Clique no ícone Ponto Corrido de Pickout.
A característica Designer ES irá avisá-lo para clicar numa imagem ou num objeto de desenho.

5 Clique na linha central que deseja digitar.
A linha central é traçada com Ponto Corrido.
Clique para digitar

Nota Os pontos são gerados de acordo com os valores correntes estabelecidos para Ponto Corrido.

Digitar formas com Ponto Corrido de Contorno
Use Ponto Corrido de Contorno (barra de ferramentas Point & Stitch™) para digitar contornos de formas. Usar Ponto Corrido de Contorno para digitar os contornos de formas com Ponto Corrido. São aplicadas as propriedades correntes. Você pode alterar o tipo de ponto para Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, Ponto Cheio, Entrada C or Ponto Corrido de Motivo para obter um contorno mais leve ou mais carregado. Ideia O Ponto Corrido de Contorno pode ser aplicado em formas finas e intrincadas, em casos onde o Ponto Corrido de Pickout possa não encontrar a linha central correta da forma. Alternativamente, use-o para os contornos de formas grandes, em casos onde você pode querer alterar o tipo de ponto mais tarde.

Para digitar formas com Ponto Corrido de Contorno 1 Copiar com scanner ou carregar uma imagem.
Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

269

2 Selecionar a imagem e processa-la.
Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

3 Selecione uma cor para o fio a partir da barra de ferramentas Cor. 4 Clique no ícone Ponto Corrido de Contorno.
A característica Designer ES irá avisá-lo para clicar numa imagem ou num objeto de desenho.

5 Clique no contorno que deseja digitar.
O contorno é traçado com Ponto Corrido.

Clique para digitar os contornos

Nota Os pontos são gerados de acordo com os valores correntes estabelecidos para Ponto Corrido.

Combinar cores da paleta com a imagem
Usar Combinar com a Paleta (barra de ferramentas Point & Stitch™) para encontrar a combinação mais próxima entre a cor da imagem selecionada e a paleta de cores. Usar a ferramenta Combinar com a Paleta para que se localize a combinação mais apropriada entre um bloco de cor de uma imagem selecionada e a cor na paleta. Se a ferramenta Combinar com a Paleta não for selecionada, o bloco de cor é digitado na cor corrente da paleta. Nota Se o seu trabalho artístico contém cores muito diferentes das cores existentes no percurso de cor, você pode usar a função Combinar Cor do Desenho para adicionar essas cores primeiro. Veja Combinar as cores da imagem com os fios para maiores detalhes.

Para combinar as cores da paleta com uma imagem 1 Copiar com scanner ou carregar uma imagem.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

270

Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.

2 Clique no ícone Combinar com a Paleta. 3 Selecionar a imagem e processa-la.
Veja Técnicas de preparação da imagem para maiores detalhes.

4 Selecionar um método de digitação Point & Stitch™. 5 Clique na forma que deseja digitar.
O objeto é digitado na cor mais próxima existente na paleta.

imagem original

combinada com a paleta

digitado na cor corrente

Nota Se a ferramenta Combinar com a Paleta não for selecionada, o objeto é digitado na cor corrente da paleta.

Digitação Automática com Desenho Smart
Uma extensão da tecnologia Point & Stitch™, Desenho Smart, reconhece formas em imagens bitmap e toma decisões sobre os métodos de entrada mais convenientes e tipos de pontos que se devem usar. Também determina a sequência do bordado, com base na junta mais próxima. O trabalho artístico é efetivamente ‘processado numa mesma série’ para criar os muitos objetos de bordado, que ao todo formam um Desenho. Desenho Smart lhe dá um controle sobre como a imagem é interpretada durante a conversão. Você pode escolher omitir as cores selecionadas, assim como selecionar cores para bordar na frente ou atrás. Existem opções para se adicionarem cores do desenho na paleta, ou para combiná-las com as cores já existentes na paleta. Você pode escolher ignorar linhas ou formatos sobre uma largura específica. Uma vez criada, você sempre pode editar o resultado final usando as técnicas de digitação disponíveis. Veja Digitação Manual para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

271

Nota Mesmo que o seu trabalho artístico pareça pronto para bordar, quando é inserido no software, a sua imagem precisa ser processada antes da conversão. O software não irá deixar você aplicar técnicas de digitação automática, sem anteriormente realizar o processamento da imagem. Veja Preparar Imagens para Digitação Automática para maiores detalhes.

Criar desenhos de bordado com Desenho Smart
Usar Desenho Smart (barra de ferramentas Desenho) para criar desenhos de bordado diretamente de imagens importadas. O essencial, quando se cria um desenho de bordado com Desenho Smart é simplesmente uma questão de selecionar a imagem que deseja converter e clicar na ferramenta Desenho Smart. Contudo, existem muitos valores que podem ser ajustados para otimizar o processo de conversão para uma imagem em particular. Nota Só pode ser selecionada uma imagem de cada vez. O comando fica desativado quando a seleção contém qualquer outra coisa que não seja uma imagem. O modo de projeção da imagem — por exemplo, ‘obscurecida’ — não irá afetar as cores do objeto de bordado.

Para criar bordados de desenho com Desenho Smart 1 Copiar com scanner ou carregar uma imagem.
Veja Copiar com scanner trabalho artístico para o produto Designer ES para maiores detalhes.

2 Selecionar a imagem e processa-la.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

272

Veja Preparar Imagens para Digitação Automática para maiores detalhes.

3 Selecionar a imagem e clicar no ícone Desenho Smart.
Abre-se a caixa de diálogo Desenho Smart. As cores da imagem são distribuídas entre os campos Omitir, Preencher, e Detalhes dependendo do modo como o software interpreta a imagem fonte.

Selecionar o método de conversão de cor Clique e arraste cores entre os campos

Nota As informações sobre a imagem são dadas no painel superior, incluindo os valores da largura e da altura, assim como o número de cores da imagem.

4 Clique e arraste quaisquer cores que deseje omitir do processamento
automático do ponto, para o campo Omitir.
cor branca do plano de fundo omitida todas as cores omitidas exceto preto

5 Clique e arraste quaisquer cores ou deixe ficar quaisquer cores que
deseje ver tratadas como áreas preenchidas no campo Preencher.
preencher apenas cor-de-rosa, o resto omisso preencher as cores rosa e amarelo, o resto omisso

V8

Wilcom ES — Manual Online

273

Nota Você pode ajustar os estilos de bordar e outros estabelecimentos de valores para o preenchimento de cores. Veja Ajustando os valores estabelecidos para as cores de enchimento para maiores detalhes.

6 Clique e arraste quaisquer cores que deseje ver tratadas como ‘detalhes’
— por exemplo: quaisquer contornos, rebordos ou pequenas áreas que deseje bordar no final — para o campo Detalhes.

detalhar apenas cor preta

detalhar apenas cor verde

Nota Você pode ajustar os estilos de bordar para obter cores detalhadas. Veja Ajustar os valores de detalhes de cores para maiores detalhes.

7 Selecionar um método de conversão Cores do Fio para processamento
da imagem. Por defeito, as cores das imagens são combinadas com as cores de fio mais parecidas existentes no percurso de cor corrente. Selecionar a opção Adicionar Cores na Paleta para adicionar cores do desenho na paleta.
cores do desenho adicionadas à paleta cores do desenho combinadas com as cores de fio mais parecidas

8 Clique OK.
A característica Desenho Smart converte o trabalho artístico em objetos de bordado e gera pontos.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

274

Nota Clique Gravar para guardar os valores estabelecidos no diálogo, no escantilhão.

Ajustar os valores de detalhes de cores
A característica Desenho Smart permite-lhe ajustar os valores de reconhecimento do objeto por quaisquer cores contidas no desenho que você identifique como um ‘detalhe’. Um detalhe pode ser: um contorno, um rebordo, um ponto corrido de pickout, ou uma pequena área do desenho que você deseje bordar no final. Relativamente ao software, os detalhes podem ser linhas, linhas mais espessas, ou linhas grossas ou formas pequenas de largura variada. Ideia Se a cor de uma imagem for simultaneamente um enchimento e um detalhe, você pode recolorir a cor de enchimento no pacote de gráficos, ou omitir a cor para editar mais tarde.

Adjustar os valores de detalhes de cores 1 Selecionar a imagem processada e clicar no ícone Desenho Smart.
Abre-se a caixa de diálogo Desenho Smart.

2 Selecionar Cor Opções de Bordado para a imagem.
Veja Criar desenhos de bordado com Desenho Smart para maiores detalhes.

Estabelecer o estilo dos pontos de bordado para os detalhes

3 Selecionar um estilo de bordado para os detalhes das cores a partir da
lista de desenrolar. Ponto Corrido Duplo: é o ponto mais aconselhável para se usar com linhas finas. Entrada C: aconselhável para ser usada em linhas grossas. Ponto Cheio: é o ponto mais aconselhável para se usar com linhas grossas ou formas pequenas de largura variável.

4 Clique OK.
A característica Desenho Smart converte o trabalho artístico em objetos de bordado e gera pontos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

275

detalhes: contornos a preto com Ponto Corrido Duplo

detalhes: contornos a preto com Ponto Cheio

Ajustando os valores estabelecidos para as cores de enchimento
A característica Desenho Smart deixa você ajustar os valores estabelecidos para reconhecimento do objeto para cores de enchimento, dando-lhe controle sobre os Tipos de Pontos, Ângulos do Ponto e estabelecimento de valores de sequência.

Para ajustar os valores estabelecidos para enchimento de cores 1 Selecionar a imagem processada e clicar no ícone Desenho Smart.
Abre-se a caixa de diálogo Desenho Smart.

2 Selecionar Cor Opções de Bordado para a imagem.
Veja Criar desenhos de bordado com Desenho Smart para maiores detalhes.

Ajuste dos valores estabelecidos para as cores de enchimento

3 Clique Valores.
Abre-se o diálogo Valores de Bordado Automáticos.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

276

Ajuste as larguras máximas para cada tipo de objeto

Selecionar um estilo para ser aplicado a cada um dos tipos de objeto

Ajuste as preferências para reconhecimento de objetos de Enchimento Complexo

Ajuste os valores estabelecidos para a sequência automática do objeto

4 Selecionar o quadradinho de ativação de Detectar linhas no objeto se
desejar que as áreas definidas dentro da largura máxima sejam interpretadas como ‘linhas’ e preenchidas com Ponto Cheio. O exemplo mostra partes lineares e estreitas das formas, sendo bordadas como objetos de Entrada C em vez de serem bordadas como objetos de Tatami Enchimento Complexo.
imagem original

amarelo e verde selecionadas como cores de Detalhe com a opção Ponto Cheio — áreas maiores podem produzir pontos muito compridos inaceitáveis A função Detectar Linhas não se encontra selecionada, os valores por defeito foram usados — na maioria do objetos bordados a Tatami A função selecionada Detectar Linhas, usou Ponto Cheio para — os enchimentos bordados a Tatami, linhas a Ponto Cheio

5 Ajustar a Largura Máxima para cada Tipo de Objeto.
Estas carreiras determinam o modo através do qual elementos gráficos de espessura especificada devem ser interpretados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

277

Nota O valor inserido no campo Largura Máxima torna-se o valor da Largura Mínima para o próximo elemento gráfico.

6 Selecionar um Estilo ou um Tipo de Ponto para aplicar a cada Objeto —
por ex. Ponto Corrido, Ponto Cheio, Tatami, etc.
Selecionados os estilos Ponto Cheio com Divisão Automática

Selecionados os estilos Tatami

7 Ajuste os valores estabelecidos para o reconhecimento de Enchimento
Complexo objetos do painel Opções do Objeto.

Ângulo do Ponto 90°

Ângulo do Ponto 0°

8 Ajuste os valores estabelecidos para que se realize a sequência
automática do objeto no painel Sequência do Objeto. Veja Ajustando os valores estabelecidos para a sequência do objeto para maiores detalhes.

9 Clique OK.
A característica Desenho Smart converte o trabalho artístico em objetos de bordado e gera pontos.

Ajustando os valores estabelecidos para a sequência do objeto
A característica Desenho Smart permite-lhe ajustar os valores estabelecidos para a sequência automática dos objetos reconhecidos como objetos de bordado.

Para ajustar a sequência estabelecida do objeto 1 Do diálogo Desenho Smart obtenha acesso ao espaço de diálogo Valores
de Bordado Automáticos.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

278

Veja Ajustando os valores estabelecidos para as cores de enchimento para maiores detalhes.

Ajuste os valores estabelecidos para a sequência automática do objeto

2 Inserir o comprimento do conector máximo do caminho de percurso, no
campo Comprimento Máximo do Caminho de Percurso. Você pode dar entrada a um valor maior para evitar cortes de fio que podem causar problemas na produção.

3 Inserir a largura mínima dos objetos localizados no plano da frente para
que se sobreponham os objetos localizados no plano de fundo, ‘Bordar por baixo de objetos com largura inferior a...’.

imagem original

largura inferior a 1,5mm

largura inferior a 4,0mm

4 Inserir o comprimento mínimo do ponto que deseja manter, no campo
‘Filtrar objetos pequenos abaixo da largura de...’. Veja Remover pontos pequenos automaticamente para maiores detalhes.

5 Clique OK.
A característica Desenho Smart converte o trabalho artístico em objetos de bordado e gera pontos.

Criando desenhos de bordado com imagens preto e branco
Usar Photo Flash (menu Inserir) para criar bordados de desenho diretamente de imagens preto e branco. Usar Photo Flash para criar bordados a partir de fotografias e outras imagens a preto e branco. As imagens preto e branco são formadas por

V8

Wilcom ES — Manual Online

279

diferente sombras de pixels cinzentos. Geralmente, você pode selecionar a escala preto e branco como opção, quando copia com scanner ou quando grava uma imagem bitmap.

Os desenhos Photo Flash consistem em carreiras de Pontos Cheios ou de pontos de Contorno (compostos por pontos corridos) com vários valores de espaçamento. O efeito lembra a saída de uma folha de uma impressora de linhas. Ideia Para melhores resultados, usar imagens com assuntos bem definidos ou que as sombras variam constantemente.

Para criar desenhos de bordado com imagens preto e branco 1 Inserir fichário bitmap preto e branco no seu desenho e escalá-lo para o
tamanho pedido. Veja Inserindo imagens bitmap para maiores detalhes.

2 Com o bitmap ainda selecionado, selecione Inserir > Photo Flash.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Photo Flash.
Inserir a largura máxima para cada carreira Inserir abertura entre cada carreira Selecione uma opção para o Plano de fundo

Inserir Ângulo de inclinação para Ponto Cheio

3 No campo Largura Máxima inserir a largura máxima para cada carreira
do bordado.

V8

Capítulo 14

Digitação automática

280

Espaçamento das carreiras Largura Máxima

4 No campo Espaçamento das carreiras inserir o tamanho da abertura
entre cada carreira do bordado.

5 No painel Ponto de enchimento inserir ângulo de Inclinação. Este
seleciona o ângulo de pontos Ponto Cheio. Nota Se Contorno é o tipo de ponto selecionado, este campo é desabilitado.

Ângulo de inclinação

6 No painel Plano de fundo, selecione uma opção de Plano de fundo.
Luz: se aplica no valor Largura Máxima para a parte mais luminosa da imagem. Escuro: se aplica em Largura Máxima para a parte mais escura da imagem. Ideia Em geral a opção que você seleciona depende se o tecido é claro ou escuro. A opção Escuro produz um negativo da imagem.

7 Clique OK. 8 Selecione a parte da imagem que você deseja converter.
Para tal, lique e arraste um retângulo preparado em volta da parte da imagem que deseja. Designer ES gera pontos para a área de dentro do retângulo recortado. Este processo pode demorar algum tempo. Ideia Usar TrueView™ para conseguir uma representação mais acurada do bordado.

V8

Wilcom ES — Manual Online

281

V8

Capítulo 14

Digitação automática

282

PARTE IV

MODIFICAÇÃO DE DESENHOS

V8

Wilcom ES — Manual Online

283

V8

284

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

O produto Designer ES permite-lhe fazer adições rapidamente em desenhos, através de duplicação e cópia de objetos existentes. Este também permite você combinar desenhos através da inserção de conteúdo de um fichário para outro. A sequência do bordado geralmente ocorre pela ordem em que o desenho foi digitado. Contudo, você pode alterar esta sequência de várias maneiras. A característica Ramificar permite-lhe digitar coisas parecidas com objetos — por ex.: os dedos de uma mão — sem ter que pensar sobre a sequência mais eficiente do bordado e das junções. Aplique Ramificar para juntar objetos selecionados para se formar um único ‘objeto ramificado’. Todos os objetos componentes são selecionáveis como se fossem um único objeto. Você pode aplicar um ponto de suporte a todos eles. Esta seção descreve como combinar objetos e desenhos copiando, colando, duplicando e técnicas de inserção. Este também descreve como resequenciar objetos através do recortar e colar, pela cor, com a Lista de Cores-Objetos e por número. Esta seção descreve ainda como usar Ramificar para colocar objetos em sequência.

Combinar objetos e desenhos
Você pode copiar ou eliminar um objeto ou objetos de desenho para a área de transferência (clipboard) de Windows para armazenagem temporária. Este objeto de desenho pode então ser enxertado/colado quantas vezes forem necessárias, dentro do mesmo ou de outro desenho, até que seja

V8

Wilcom ES — Manual Online

285

substituído na área de transferência. Você também pode recortar, copiar e colar objetos de letra dentro e entre desenhos.

Copiar e colar objetos
Clique em Copiar (barra de ferramentas Standard) para copiar objetos selecionados na área de transferência. Clique em Colar (barra de ferramentas Standard) para colar objetos copiados no desenho. Você pode copiar objetos para criar múltiplos, idênticos objetos, ou para inserir objetos de outros desenhos. Ideia O Designer ES permite a você arrastar e soltar objetos entre desenhos. Para copiar, pressione e mantenha pressionada a tecla Ctrl à medida que vai arrastando. para desativar temporariamente o Percurso Automático (Auto Scroll), pressione e mantenha pressionada a tecla Shift.

pétalas copiadas e coladas

Nota Recortar e Colar altera a sequência de pontos no desenho. Veja Colocar objetos novamente em sequência com recortar e colar para maiores detalhes.

Para copiar e colar objetos 1 Selecionar um objeto (ou objetos) para copiar. 2 Clique no ícone Copiar.
O objeto selecionado é copiado na área de transferência.

3 Percorre para a posição na sequência de pontos na qual você quer colar
o objeto. Veja Verificar a sequência do bordado para maiores detalhes. Alternativamente, use a Lista de Cores-Objetos para localizar a posição requerida na sequência de bordado. Veja Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos para maiores detalhes.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

286

Ideia Você pode colar entre outros objetos na sequência, ou ‘aninhar’ o objeto copiado dentro de um objeto. Veja Aninhar objetos para maiores detalhes.

4 Clique no ícone Colar.
O objeto é colado no desenho, de acordo com as opções de colagem atuais. O objeto permanece na área de transferência e pode ser colado repetidamente até o próximo comando Copiar ou Recortar. Aviso Tenha certeza de que só existe um objeto copiado em qualquer posição. Se um objeto é colado duas vezes na mesma posição, este será bordado duas vezes. Ideia Se requerido, mude as opções atuais de colagem. Veja Definir opções colar posições para maiores detalhes.

Duplicar objetos
Selecionar Duplicar (menu Editar) para duplicar objetos selecionados. Objetos podem ser duplicados ao invés de serem copiados. Quando um objeto é duplicado, este não é copiado na área de transferência. Este deixa a área de transferência livre para você recortar ou copiar outros objetos.

Para duplicar objetos 1 Selecionar o objeto (ou objetos) para duplicar. 2 Percorre para a posição na sequência de pontos na qual você quer
colocar o objeto. Veja Verificar a sequência do bordado para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

287

Você pode colocar a duplicação entre outros objetos na sequência, ou ‘aninhá-la’ dentro de um objeto. Veja Aninhar objetos para maiores detalhes.

3 Selecionar Editar > Duplicar.
O objeto duplicado é colocado diretamente em cima do original, em uma posição especifica na sequência de pontos.

4 Mova o objeto duplicado para a posição específica.

Apagar objetos
Selecionar Apagar (menu Editar) para apagar objetos selecionados. Vários métodos estão disponíveis para apagar objetos.

Para apagar objetos
Selecionar o objeto (ou objetos) a serem apagados e fazer um dos seguintes: Pressione a tecla Eliminar. Selecionar Editar > Apagar. Pressionar o botão direito do mouse e selecionar Apagar a partir do menu que salta direto do monitor.

Aninhar objetos
Você pode ‘aninhar’ um objeto no meio de outra sequência de bordado de objeto para previnir que conectores longos sejam gerados. Aninhar objetos permite que você crie ou insira um objeto num ponto exato da sequência de pontos.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

288

objetos não aninhados — conectores longos

objetos aninhados — conectores curtos

Esta característica é particularmente útil para motivos artísticos e outros desenhos onde conectores longos podem ser gerados. Nota A sequência de bordados de objetos aninhados é mantida quando pontos são regenerados para qualquer objeto. Entretanto, se você resequenciar um desenho contendo objetos aninhados este irá bordar objetos na sequência original do objeto.

Para aninhar objetos 1 Realize o percurso através do primeiro objeto até que o marcador da
posição da agulha fique posicionado no lugar que você deseja inserir o segundo objeto. Veja Percorrer o desenho por pontos de bordar para maiores detalhes.

2 Inserir o segundo objeto. Para tal, digite o objeto, ou copie e
enxerte/cole ou elimine e enxerte/cole na posição. O segundo objeto é ‘aninhado’ na sequência de pontos do primeiro objeto. Todas as funções requeridas são automaticamente inseridas para o segundo objeto. Ideia Para ver os conectores que são gerados para o objeto aninhado, clique no ícone Mostrar Conectores.

V8

Wilcom ES — Manual Online

289

Combinar desenhos
Designer ES permite que você insira um desenho em outro. Os dois (ou mais) desenhos podem então ser guardados como um desenho combinado. Quando você inserir um desenho em outro, as duas paletas de cores são combinadas. Cores com os mesmos valores RGB são automaticamente identificadas como tendo a mesma cor de fio. Se você quiser preservar estas como cores separadas, você precisa mudar uma ou a outra antes de fundir. Veja Modificar percursos de cor para maiores detalhes.

Para combinar desenhos 1 Abrir o primeiro desenho. 2 Percorre para a posição na sequência de pontos onde você quer inserir
o desenho. Veja Verificar a sequência do bordado para maiores detalhes. Você pode inserir o desenho entre objetos na sequência, ou ‘aninhar’ o desenho dentro de um objeto. Veja Aninhar objetos para maiores detalhes.

3 Selecionar Inserir > Fichário de Bordado.
Para selecionar um desenho de qualquer unidade DOS disponível, selecionar o Disco DOS. Para selecionar um desenho de um disco de bordado, selecionar Disco de Bordado. Abre-se o diálogo Abrir.

4 A partir da lista tipo cortina Examinar, selecionar a pasta onde o desenho
que você quer inserir está guardado e selecionar o formato requerido a partir da lista tipo cortina Tipo de Fichários.

5 Selecionar o fichário de desenho a ser inserido e clicar em Abrir.
O desenho é inserido na posição da agulha corrente.

6 Mover o segundo desenho para a posição requerida.
Veja Posicionar objetos manualmente para maiores detalhes. Ideia Para ter certeza de que todos os objetos inseridos no desenho fiquem juntos, agrupe o desenho enquanto trabalhando com ele. Veja Agrupar objetos para maiores detalhes.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

290

7 Guardar o desenho combinado como o original ou com nome diferente.
Os desenhos que você inseriu são agora combinados em outro desenho.

Separando objetos
Usar Separar Objeto (menu Editar) para separar objetos selecionados. Você pode dividir objetos de bordado que foram criados com ferramentas de Entrada A, Entrada B e Entrada C, se o tipo de ponto selecionado for Ponto Cheio, Tatami, ou Divisão Programada. Os objetos de Ponto Corrido podem também ser divididos, mas os objetos de Enchimento Complexo não podem.

Para separar objetos 1 Selecionar um objeto para separar. 2 Percorrer até o ponto onde você quer separar.
Você pode percorrer até o ponto Ponto Cheio, Tatami, Corrido ou Manual dentro de um objeto. Veja Percorrer o desenho por pontos de bordar para maiores detalhes. Nota Você não pode separar um objeto no primeiro ponto.

3 Selecionar Editar > Separar Objeto.
O objeto é separado em dois objetos na posição marcada pela agulha.
Separar objeto apagado

Separar objeto

V8

Wilcom ES — Manual Online

291

Ideia Você pode converter qualquer separação de objetos Manual para objetos com contorno com Processar. Veja Reconhecer objeto/contornos depois de editar para maiores detalhes.

Resequenciar objetos de bordado
Os objetos de bordado em um desenho formam uma sequência de pontos. Inicialmente, objetos são bordados em ordem a qual eles foram criados. Você pode mudar a posição de um objeto selecionado recortando-o, então colando-o em algum outro lugar na sequência, ou usando o comando Resequenciar. Você também pode resequenciar objetos pela cor ou usar a Lista de Cores-Objetos.

Colocar objetos novamente em sequência com recortar e colar
Clique em Recortar (barra de ferramentas Standard) para recortar um objeto ou objetos selecionados e colocá-los na área de transferência. Clique em Colar (barra de ferramentas Standard) para colar objetos copiados no desenho. Você pode voltar a pôr em sequência objetos recortando um objeto do desenho e colando-o de volta em um ponto diferente na sequência. Isto não muda a localização física do objeto.

Para voltar a pôr em sequência objetos com recortar e colar 1 Selecionar o objeto (ou objetos) para voltar a pôr em sequência. 2 Clique no ícone Recortar.
O objeto selecionado é removido do desenho e movido para a área de transferência.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

292

desenho completado com o primeiro ponto no centro

Selecionar e recortar o objeto a ser mudado

3 Percorre para a posição na sequência de pontos onde você quer colar o
objeto. Veja Verificar a sequência do bordado para maiores detalhes. Você pode colar entre outros objetos na sequência, ou ‘aninhar’ o objeto recortado dentro de outro objeto. Veja Aninhar objetos para maiores detalhes. Se você não mover a posição do marcador da agulha corrente, o objeto será colado no final da sequência.

4 Clique no ícone Colar.
marcador da posição da agulha

Percorre até o final do desenho

Colar o objeto

O objeto é colado de volta no desenho de acordo com a opção de colagem corrente. Veja também Definir opções colar posições. Nota O objeto permanece na área de transferência e pode ser colado repetidamente até o próximo comando Copiar ou Recortar.

Voltar a pôr em sequência objetos selecionados
Selecionar Voltar a pôr em sequência por seleção (menu Editar) para voltar a pôr em sequência objetos selecionados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

293

Você pode voltar a pôr em sequência objetos selecionando-os na ordem de pontos requerida.

Para voltar a pôr em sequência objetos selecionados 1 Selecionar o primeiro objeto na série que você quer voltar a pôr em
sequência.

2 Pressionar para baixo a tecla Ctrl, selecionar os objetos subsequentes
para voltar a pôr em sequência. Nota Selecionar cada objeto na ordem que você quer que este seja bordado.

3 Com os objetos ainda selecionados, selecionar Editar > Voltar a pôr em
sequência > Por seleção. Os objetos são colocados novamente em sequência na ordem que eles foram selecionados.

Voltar a pôr em sequência objetos por cor
Selecionar Voltar a pôr em sequência por cor (menu Editar) para voltar a pôr em sequência objetos por cor. Você pode voltar a pôr em sequência objetos por cor. Isso reduz o número de mudança de cores em um desenho.

Para voltar a pôr em sequência objetos por cor 1 Selecionar os objetos para voltar a pôr em sequência. 2 Selecionar Editar > Voltar a pôr em sequência > Por Cor.
Abre-se o diálogo Sequência por Cor listando as cores usadas nos objetos selecionados.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

294

3 Selecione a cor e clique Mover para cima ou Mover para baixo para
mudar a sua posição na sequência.

4 Clique OK.

Voltar a pôr em sequência cores e objetos com a Lista de Cores-Objetos
Use Lista de Cores-Objetos (barra de ferramentas Standard) para voltar a pôr objetos em sequência. A Lista de Cores-Objetos oferece uma maneira fácil de selecionar objetos em desenhos e acessar as suas propriedades. Você pode facilmente voltar a pôr em sequência blocos de cor e objetos, alterando apenas a sua posição na Lista de Cores-Objetos. Ideia Você pode também usá-la para agrupar e desagrupar, trancar e destrancar, mostrar e esconder objetos. Pode também usá-la para remover, copiar e enxertar/colar, voltar a pôr em sequência, assim como ramificar objetos. Ver também Agrupar e trancar objetos com a Lista de Cores-Objetos, Copiar e colar objetos e Ramificar objetos com a Lista de Cores-Objetos.

Para voltar a pôr em sequência objetos com a Lista de Cores-Objetos 1 Clique no ícone Lista de Cores-Objetos.
O diálogo Lista de Cores-Objetos se abre.
Clique e arraste o objeto para a nova posição

V8

Wilcom ES — Manual Online

295

2 Selecione o bloco de cor ou o objeto que se vai voltar a pôr em
sequência. Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

3 Arraste e solte objetos selecionados para reposicioná-los.
Nota Você não pode mover um objeto entre cores em uma mudança de cor manual. Contudo, você pode mover um objeto entre membros consecutivos de um objeto agrupado.

Soltar o objeto em uma nova posição

Ideia Você talvez precise selecionar tudo — Ctrl + A — e gerar os pontos novamente — G — para atualizar a mostra na tela.

Voltar a pôr em sequência objetos por número
Use Lista de Cores-Objetos (barra de ferramentas Standard) para voltar a pôr objetos em sequência por número. Você pode resequenciar objetos numericamente com a Lista de Cores-Objetos. Use-a para mover um objeto para uma posição entre membros consecutivos de um bloco de cor. Veja também Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos.

Para voltar a pôr em sequência objetos por número 1 Clique no ícone Lista de Cores-Objetos.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

296

O diálogo Lista de Cores-Objetos se abre.

2 Selecione o objeto que deseja voltar a pôr em sequência. 3 Clique com o botão do lado direito do mouse no objeto para voltar a
pô-lo em sequência na lista.

4 Selecione Voltar a pôr em sequência Por Número a partir do menu que
salta direto na tela.

Inserir o número de objetos alvo

5 No campo Objeto, inserir antes o número do objeto ue você quer
posicionar o seu objeto selecionado. Nota Se você preferir posicionar o objeto selecionado depois um número selecionado — por ex. para fazer deste o último objeto na lista — selecionar a opção Posicionar Depois.

6 Clique OK.
O objeto selecionado será colocado em uma nova posição e todos os outros objetos voltarão a ser postos em sequência de acordo.

Ramificação automática
Clique em Ramificar (barra de ferramentas Standard) para ramificar automaticamente os objetos de bordado selecionados. Esta característica Ramificar permite você digitar como objetos — por ex. os dedos de uma mão, seções de uma letra personalizada — sem ter que pensar no modo mais eficiente para sequência de pontos e junções. A Ramificar foi desenhada para ser usada com formas compostas por objetos que se sobreponham — por ex. letras complicadas, caracteres asiáticos, etc. Aplique Ramificar para juntar objetos selecionados de modo a que formem um único ‘objeto ramificado’. Todos os objetos componentes são agrupados e podem ser selecionados como se fossem um só objeto. Por exemplo, como os efeitos de enchimento curvos apenas podem ser usados com objetos de Enchimento Complexo você pode adicioná-los em formas de Entrada A ou B convertendo-os primeiro em Enchimento Complexo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

297

Propriedades de objetos ramificados
Ramificar funciona com objetos de bordado que consistam de um ou de uma combinação dos seguintes tipos de entrada — Entrada A, Entrada B, Entrada C, Ponto Corrido e Enchimento Complexo. Os objetos com pontos tipo Ponto Corrido de Motivo e Enchimento de Motivo não podem ser usados. Apenas um tipo de ponto de enchimento e um tipo de ponto de contorno de cada um dos objetos selecionados será aplicado ao objeto ramificado. O tipo de ponto passa a ser o do primeiro objeto selecionado. Se, por exemplo, você seleciona primeiro um objeto Tatami seguido de dois objetos Ponto Cheio, o objeto resultante é preenchido com pontos Tatami. Os efeitos do ponto serão também os mesmos do primeiro objeto selecionado. Nota Quando objetos diferentes são selecionados e ramificados, quaisquer objetos que não possam ser ramificados são omitidos.

Conexões entre objetos ramificados
Os objetos componentes do objeto ramificado são conectados pelo método Junta Mais Próxima usado com alfabetos personalizados. Todos os objetos são ‘re-sequenciados’ ambos exteriormente (em relação a outros objetos) e internamente (automaticamente se segmentando). Veja também Digitando caracteres personalizados. Nota A característica Ramificar não divide objetos segmentados em objetos separados. A ordem do bordado de segmentos sobreposto é preservada. Na verdade, todos os objetos são colocados juntos em um só objeto agrupado. Veja também Trancar e agrupar objetos.

Editar objetos ramificados
Os objetos ramificados continuam a poder editar-se. Podem ser remodelados. Existe apenas um ponto de entrada e um ponto de saída, mas todos os objetos componentes contêm pontos de remodelação individual. Pode-se obter acesso às Propriedades do Objeto de um objeto ramificado através do espaço de diálogo Propriedades do Objeto. Os tipos de pontos também podem ser atribuídos novamente através da barra de ferramentas.

Aplicar ramificar
Clique em Ramificar (barra de ferramentas Standard) para ramificar automaticamente objetos de bordado selecionados.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

298

Aplicar Ramificar a objetos selecionados. Estes transformam-se num único objeto ramificado.

Para aplicar ramificação 1 Selecione os objetos.
Nota A função só se encontra disponível se mais do que um objeto de qualquer tipo apropriado for selecionado. Os objetos podem ser uma combinação dos seguintes tipos de entrada — Entrada A, Entrada B, Entrada C, Ponto Corrido e Enchimento Complexo.

conectores compridos entre objetos separados

2 Clique no ícone Ramificar.
A característica Designer ES irá avisar você para que digite os pontos de entrada e de saída.

3 Digite os pontos de entrada e de saída, ou pressione duas vezes na tecla
Enter para aceitar os valores por defeito.

V8

Wilcom ES — Manual Online

299

objetos re-sequenciados, conectores minimizados

Os pontos são gerados novamente. Os objetos componentes são agrupados e usam o tipo de ponto e a cor do primeiro objeto selecionado.

4 Realize o percurso pelo objeto ramificado para verificar o bordado.
Veja Verificar a sequência do bordado para maiores detalhes.

Ramificar objetos com a Lista de Cores-Objetos
Use Lista de Cores-Objetos (barra de ferramentas Standard) para ramificar objetos num desenho. A Lista de Cores-Objetos oferece uma maneira fácil de selecionar objetos em desenhos e acessar as suas propriedades. Você pode usá-la para ramificar objetos semelhantes num desenho. Ideia Use também a Lista de Cores-Objetos para eliminar, copiar e enxertar/colar, agrupar e desagrupar, trancar e destrancar, e mostrar e esconder objetos, assim como para voltar a pôr objetos em sequência. Ver também Agrupar e trancar objetos com a Lista de Cores-Objetos, Copiar e colar objetos e Voltar a pôr em sequência cores e objetos com a Lista de Cores-Objetos.

Para aplicar ramificação com a Lista de Cores-Objetos 1 Clique no ícone Lista de Cores-Objetos.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

300

conectores compridos entre objetos separados

2 Selecionar objetos na Lista de Cores-Objetos. 3 Clique no botão direito do mouse e selecione Ramificar, a partir do menu
que salta direto do monitor.

Nota A função só se encontra disponível se mais do que um objeto de qualquer tipo apropriado for selecionado.

4 Digite os pontos de entrada e de saída, ou pressione duas vezes na tecla
Enter para aceitar os valores por defeito. Os objetos voltam a ser postos em sequência, os conectores minimizados, os objetos componentes agrupados, e voltam-se a gerar pontos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

301

O símbolo de ramificação identifica o objeto como um objeto ‘ramificado’

Nota Os objetos componentes usam o tipo de ponto e a cor do primeiro objeto selecionado.

Aplicar ponto de suporte automático para objetos ramificados
Clique com o botão direito do mouse em Ponto de Suporte Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para selecionar um tipo de ponto de suporte para aplicar em objetos ramificados. Visto Ramificar combinar objetos para que formem um único objeto ramificado, você pode aplicar um único ponto de suporte (simples ou duplo) a todos.

Para aplicar o ponto de suporte automático em objetos ramificados 1 Selecionar o objeto ramificado. 2 Apertar com o botão direito do mouse no ícone Ponto de Suporte
Automático. Abre-se o tabulador Efeitos > Ponto de Suporte Automático.
Selecionar Ponto de Suporte Selecionar um tipo de Ponto de Suporte

3 Selecionar o quadradinho de ativação Ponto de Suporte e selecionar um
tipo de ponto de suporte.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

302

4 Clique OK.
Os pontos de suporte são gerados automaticamente para o objeto ramificado. Nota Se os objetos componentes se tocam ou se sobrepõem, borda-se primeiro o ponto de suporte em todo o objeto ramificado, seguido do ponto de cobertura.
cobre os pontos depois do ponto de suporte

todo primeiro ponto de suporte

Aviso Enchimento Complexo objetos não devem ser sobrepostos visto que isto faz com que os pontos desapareçam de vez.

Aplicar duas camadas de ponto corrido com ramificações
Com Ponto Corrido, os digitadores tentam frequentemente obter duas camadas de pontos em cada segmento, enquanto tentam minimizar saltos e cortes de fio. Na verdade, esta técnica acaba com a necessidade de se terem pontos de percurso ou saltos extra para se ir de uma parte do contorno para a outra. Isto acontece porque o programa usa os próprios pontos de bordado como pontos de percurso sempre que possível, proporcionando um resultado de maior qualidade no processo.

Para aplicar duas camadas de ponto corrido com ramificação 1 Selecione os objetos.

uma camada de pontos corridos de contorno

V8

Wilcom ES — Manual Online

303

2 Clique em Ramificar e digite os pontos de entrada e de saída da maneira
normal. Veja Aplicar ramificar para maiores detalhes. Os pontos são gerados novamente. Os objetos componentes são agrupados e os conetores minimizados — sem saltos, sem percursos extra.

foi criada uma combinação de uma e de duas camadas de pontos corridos

3 Realize o percurso pelo objeto ramificado para verificar o bordado.
Veja Verificar a sequência do bordado para maiores detalhes. Ideia Quando o ponto inicial e final são o mesmo, existem duas camadas de pontos de contorno. Se esses pontos forem diferentes, o caminho entre o ponto de entrada e de saída terá três camadas. A escolha é sua, ou fica com uma camada de percurso extra ou então fica com uma conexão para o próximo objeto, a qual terá que cortar.

V8

Capítulo 15

Combinar e Resequenciar Objetos

304

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

Você pode alterar a posição, o tamanho e a orientação dos objetos num desenho, movimentando-os alterando a escala ou transformando-os. Objetos são agrupados juntos para aplicar uma alteração em todos ao mesmo tempo, ou para os trancar para evitar qualquer modificação sem intenção. Você pode modificar objetos diretamente na tela, ou no diálogo Propriedades do Objeto. Você também pode acessar a maioria dessas funções usando a Lista de Cores-Objetos e o menu que salta direto na tela.

Aviso A escalação e a qualidade do bordado de um desenho depende definitivamente da fonte original – Desenho Nativo, Contornos Importados, Pontos Processados, ou Pontos Importados. Apenas desenhos nativos EMB contém a configuração concluída da informação do desenho requerida para 100% de escalação perfeita e transformação. Veja também Formatações de desenhos de bordado. Esta seção descreve como posicionar objetos, como trancar e agrupar, alinhar e espaçar objetos, assim como escalar, rodar, inclinar e espelhar objetos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

305

Posicionar objetos
Posicionar objetos no seu desenho usando o mouse para arrastá-los para uma nova posição, colocando-os com as teclas da seta ou especificando as coordenadas X:Y no diálogo Propriedades do Objeto.

Posicionar objetos manualmente
O modo mais simples de mover um objeto no seu desenho é clicar e arrastar o desenho para a nova posição. Usar a tecla da seta para ‘colocar’ objetos na posição.

Para posicionar objetos manualmente 1 Selecionar o/s objeto/s para mover. 2 Clique e arraste o objeto para a nova posição.

Use o cursor em forma de cruz para centrar o objeto

3 Para um posicionamento mais correto, use as teclas que são setas para
‘ajeitar’ o objeto na posição requerida. Ideia Amplie com Zoom + para fazer pequenos ajustes. A distância que o objeto move depende do fator de zoom atual. Quanto maior o fator de zoom, menor a distância movida.

Posicionar objetos usando propriedades do objeto
Você pode posicionar objetos selecionados relativamente para o centro do desenho inserindo suas coordenadas X:Y no diálogo Propriedades do Objeto.

Para posicionar objetos usando propriedades do objeto 1 Selecionar o/s objeto/s para mover.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

306

2 Clique duas vezes no objeto para abrir o diálogo Propriedades do Objeto
e selecione o tabulador Geral.

Inserir novas coordenadas

3 Nos campos Posicionar, inserir as novas coordenadas para o objeto. 4 Clique OK.
O objeto é centralizado sobre as coordenadas definidas por você.

Trancar e agrupar objetos
Quando você tranca ou agrupa objetos, você pode aplicar uma alteração para todos os objetos de uma vez só, economizando tempo e garantindo que a mudança seja constante em todos.

Trancar objetos
Selecionar Trancar (menu Organizar) para trancar objetos selecionados. Selecionar Destrancar (menu Organizar) para destrancar objetos selecionados. Objetos trancados para previni-los de serem movidos ou modificados por acidente. Por exemplo, trancar imagens de pano de fundo ou desenhos vetor para mantê-los no lugar que você os digitou, transformar ou remodelar objetos de bordado próximos a eles. Objetos trancados podem ser destrancados para modificação a qualquer hora.

Para trancar objetos
Selecionar o/s objeto/s para trancar e selecionar Organizar > Trancar. A seleção de grampos desaparece, indicando que o objeto não pode mais ser selecionado ou modificado. Para destrancar objetos selecionados Organizar > Destrancar. Todos os objetos trancados no desenho são destrancados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

307

Agrupar objetos
Clique em Agrupar (barra de ferramentas Standard) para agrupar objetos selecionados. Você pode agrupar objetos selecionados ou o desennho todo para guardá-los juntos para ações de movimento, escala e transformação.

Para agrupar objetos 1 Selecionar os objetos a serem agrupados. 2 Clique no ícone Agrupar.

Selecione, movimente, altere as dimensões, ou transforme objetos agrupados como um único objeto

Objetos selecionados são combinados em um grupo. Este pode ser selecionado, movido, redimensionado e transformado como um único objeto. Ideia Para selecionar com um contorno envolvente, simplesmente arraste o contorno sobre um objeto componente e o grupo todo será selecionado. Veja também Selecionar objetos com uma envolvente de confinação.

Desagrupando objetos
Clique em Desagrupar (barra de ferramentas Standard) para desagrupar objetos selecionados. Quando você terminar de fazer as alterações para um grupo, você pode desagrupa-lo e trabalhar com objetos individualmente. Nota Antes você precisa desagrupar para você poder definir propriedades do bordado para qualquer objeto individual em um grupo.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

308

Para desagrupar objetos 1 Selecionar o objeto agrupado. 2 Clique no ícone Desagrupar.

Objetos desagrupados se encontra selecionado

O objeto é desagrupado e os objetos componentes selecionados.

Agrupar e trancar objetos com a Lista de Cores-Objetos
Use Lista de Cores-Objetos (barra de ferramentas Standard) para agrupar e/ou trancar objetos. A Lista de Cores-Objetos oferece uma maneira fácil de selecionar objetos em desenhos e acessar as suas propriedades. Você pode usá-la para agrupar e desagrupar, trancar e destrancar e mostrar e esconder objetos. Ideia Use a Lista de Cores-Objetos para também remover, copiar e enxertar/colar, voltar a pôr em sequência, assim como ramificar objetos. Ver também Copiar e colar objetos, Voltar a pôr em sequência cores e objetos com a Lista de Cores-Objetos e Ramificar objetos com a Lista de Cores-Objetos.

Para agrupar/trancar objetos com a Lista de Cores-Objetos 1 Clique no ícone Lista de Cores-Objetos.
O diálogo Lista de Cores-Objetos se abre.

2 Clique em um ‘nó’ para abrir ou fechar um bloco de cor e ver os seus
objetos componentes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

309

Clique para abrir ou fechar um nó

Agrupar/Trancar objetos

3 Agrupar e/ou trancar blocos de cor selecionados e objetos através do
menu que salta direto na tela. Clique com o botão do lado direito do mouse num ícone de um bloco de cor ou objeto e aplique o comando requerido, a partir do menu que salta direto na tela, para itens selecionados. Para destrancar todos os itens, clique com o botão do lado direito do mouse em Todos e depois selecione o comando requerido a partir do menu que salta direto na tela.

Destrancar todos os objetos trancados

Alinhar e espaçar objetos
Designer ES permite que você alinhe objetos posicionando-os relativamente um ao outro, ou distribuindo-os uniformemente no seu desenho.

Alinhar objetos
Selecionar Alinhar (menu Ordenar) para alinhar objetos selecionados no desenho.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

310

Você pode alinhar objetos selecionados no desenho. Designer ES permite você alinhar para a esquerda, direita, na parte superior, na parte inferior ou centralizar um objeto específico.

Para alinhar objetos 1 Selecionar os objetos que você quer alinhar. 2 Selecionar o objeto que você quer alinhar com. 3 Selecionar Organizar > Alinhar, então selecionar uma opção de
alinhamento.

Alinhar Centrar

3 2

1

Alinhar para Esquerda

Alinhar na parte Inferior

Nota Objetos são alinhados com o último objeto selecionado.

Espaçar objetos uniformemente
Selecionar Espaçar Uniformemente (barra de ferramentas Organizar) para espaçar objetos uniformemente ao longo ou para baixo. Você pode definir o espaçamento para ser consistente entre objetos selecionados. Designer ES permite você definir o espaçamento vertical ou horizontal.

Para espaçar objetos uniformemente 1 Selecionar objetos que você quer espaçar. 2 Selecionar objetos com o espaçamento requerido.

V8

Wilcom ES — Manual Online

311

3 Selecione Ordenar > Espaçar Uniformemente, e depois selecione Ao
longo de ou Para baixo.

Espaçar uniformemente ao longo de afeta o espaçamento horizontal de objetos selecionados. Espaçar uniformemente para baixo afeta o espaçamento vertical de objetos selecionados. Nota O novo espaçamento é baseado no último dos dois objetos selecionados.

Escalar objetos
Você pode escalar objetos arrastando a seleção de grampos com o mouse, especificar as dimensões exatas no diálogo Propriedades do Objeto, ou definir a distância entre os pontos de referência no desenho. Assim que um objeto é escalado, a contagem de pontos se altera para preservar o espaçamento de pontos atual. Nota Apenas desenhos nativos EMB contém a configuração concluída da informação do desenho requerida para 100% de escalação perfeita e transformação.

Escalar objetos usar clique e arraste
Você pode alterar a altura e largura de um objeto, ou escalá-lo proporcionalmente usando a seleção de grampos. Escalar objetos individualmente, ou selecionar múltiplos objetos e escalá-los juntos.

Para escalar objetos clique e arraste 1 Selecionar o/s objetos para escalar.
Oito seleções de grampos se mostram ao redor do objeto.

2 Clique e arraste a seleção de grampos para redimensionar o objeto.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

312

Escalar proporcionalmente

Arrastar

Escalar proporcionalmente acerca do centro

Shift + arrastar

Para escalar a altura e largura proporcionalmente, usar os grampos de canto.
Arrastar

Escalar verticalmente

Arrastar

Para alterar a altura, usar grampos do centro superior ou do centro inferior.

Arrastar Escalar horizontalmente Escalar horizontalmente

Para alterar a largura, usar grampos dos lados centrais. Ideia Para redimensionar acerca da âncora central, pressione a tecla Shift para baixo enquanto redimensionando. Ctrl + Shift redimensiona a altura e largura simultaneamente acerca da âncora central.

V8

Wilcom ES — Manual Online

313

Escalar verticalmente em ambas as direções

Escalar horizontalmente em ambas as direções Shift + arrastar

Shift + arrastar

Escalar objetos usar propriedades do objeto
Você pode escalar objetos ou todo o desenho usando propriedades do objeto. Este permite que pontos sejam gerados e a densidade do ponto original preservada. Ideia Você também pode ajustar a densidade dos pontos ao mesmo tempo. Veja também Ajustar a densidade do ponto. Aviso Se você escalar um ponto no desenho mais de 5%, altera a densidade do ponto que irá afetar a qualidade do desenho. Veja também Formatações de desenhos de bordado.

Para escalar objetos usando propriedades do objeto 1 Selecionar o/s objetos para escalar. 2 Clique duas vezes no objeto para abrir o diálogo Propriedades do Objeto
e selecione o tabulador Geral.

3 No painel Dimensões, escalar o objeto como requerido. Escolher entre:
Inserir os valores exatos de altura e largura. Inserir a nova altura e largura como uma porcentagem das dimensões atuais.
Inserir as dimensões como valores absolutos ou como uma porcentagem

4 Clique OK.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

314

objetos originais jarra colocada à escala Largura: 120% Altura: 140%

sombra colocada à escala Largura: 140% Altura: 120%

Nota Depois de escalar o novo tamanho do objeto é redefinido para 100%.

Escalar objetos usar pontos de referência
Selecionar Transformar (menu Editar) para escalar um objeto ou desenho usando pontos de referência. Você pode escalar um objeto ou desenho marcando os pontos de referência e especificando o comprimento de linha requerido entre eles. Por exemplo, para redimensionar um desenho para uma largura específica, selecione todos os objetos, então marque os pontos de referência ao longo da largura do desenho.

Para escalar objetos usando os pontos de referência 1 Selecionar o/s objetos para escalar. 2 Selecionar Editar > Transformar.
Abre-se o diálogo Transformar.

Selecionar caixa de verificação Tamanho

Especificar o tamanho

3 Selecionar a caixa de verificação Tamanho e inserir a distância requerida
entre os pontos de referência.

4 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

315

Você é avisado para inserir o início e final dos pontos da linha de referência. Você já terá decidido quais dois pontos do objeto ou desenho irão formar a linha de referência.

Clique para marcar os pontos de referência

5 Clique para marcar os pontos de referência no desenho.
O objeto é escalado de modo que a distância entre pontos é do valor que você inseriu no diálogo. Ideia Alternativamente, pressione a tecla Enter duas vezes para usar a largura do objeto selecionado como a linha de referência por defeito.

Fazer objetos do mesmo tamanho
Selecionar Fazer do Mesmo Tamanho (menu Editar) para escalar um objeto ou desenho para o mesmo tamanho que o objeto de referência. Você pode escalar objetos para o mesmo tamanho que o objeto de referência no seu desenho. Redimensionar a altura ou largura separadamente ou proporcionalmente.

Para fazer objetos do mesmo tamanho 1 Selecionar o/s objeto/s para redimensionar. 2 Selecionar o objeto do tamanho requerido. 3 Selecione Ordenar > Fazer do Mesmo Tamanho, e depois selecione
Altura, Largura ou Ambas.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

316

Fazer da Mesma Largura

3 2

1 Fazer da Mesma Altura

Fazer Ambos do Mesmo Tamanho

Nota Objetos são redimensionados de acordo com o último objeto selecionado.

Rodar objetos
Você pode rodar objetos diretamente na tela ou definir o ângulo de rotação no diálogo Propriedades do Objeto.

Rodar objetos usar clique e arraste
Quando você seleciona um objeto, os grampos selecionados mostram as extremidades. Se você clicar novamente no objeto, grampos alteram-se para grampos de rotação.

Para rodar objetos usar clique e arraste 1 Selecionar objeto/s para rodar. 2 Clique no objeto pela segunda vez.
Rodar grampos aparece nos cantos do objeto e um ponto âncora mostra-se no centro do objeto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

317

grampo de inclinação rotação grampo ponto âncora

O primeiro clique mostra a seleção de grampos

O segundo clique mostra a rotação dos grampos

Nota Se você der um clique muito rápido, abre-se o diálogo Propriedades do Objeto.

3 Se requerido, arraste a âncora de rotação do centro para a nova posição. 4 Clique no grampo de rotação e o arraste no sentido horário ou
anti-horário. Aparece um contorno à medida que você roda.

Arrastar um canto para rodar acerca do ponto âncora

Arrastar o ponto âncora

Arrastar um canto para rodar acerca do ponto âncora

Rodar objetos usar propriedades do objeto
Você pode rodar objetos selecionados inserindo um ângulo exato no diálogo Propriedades do Objeto.

Para rodar objetos usar propriedades do objeto 1 Selecionar objeto/s para rodar. 2 Clique duas vezes no objeto para abrir o diálogo Propriedades do Objeto
e selecione o tabulador Geral.

3 No campo Rodar por, inserir o ângulo de rotação requerido por você.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

318

Inserir ângulo de rotação

4 Clique OK.

Rodar objetos pela linha de referência
Selecionar Transformação Especial (menu Editar) para rodar um objeto usando os pontos de referência. A ferramenta Transformação Especial permite que você rode objetos selecionados apenas com a ajuda dos pontos de referência. Pode ser usada com objetos de bordado e objetos de desenho. Ideia Esta técnica é particularmente útil para duplicar e rodar objetos acerca de um ponto âncora — por ex. as pétalas de uma flor.

Para rodar objetos pela linha de referência 1 Selecionar objeto/s para rodar. 2 Selecione Editar > Transformação Especial. 3 Siga os avisos:
Clique no primeiro ponto de referência. Este vai ser o ponto de charneira para a rotação. Clique num segundo ponto de referência. um contorno junta-se ao cursor.

Mover o cursor

V8

Wilcom ES — Manual Online

319

Clique no ponto de charneira. O cursor/apontador se alinha então com o segundo ponto de referência. Clique num ponto guia para a posição de rotação requerida. Use as coordenadas localizadas na barra de Status para obter um alinhamento exato.

Rodar objetos pela linha e ângulo de referência
Selecionar Transformar (menu Editar) para escalar um objeto ou desenho usando pontos de referência e ângulo específico. A ferramenta Transformar providencia outro método para transformar objetos selecionados usando a combinação de pontos de referência e valores numéricos. Este providencia uma técnica muito precisa para rodar objetos selecionados. Esta pode ser usada com objetos de bordado, gráficos vetor ou imagens bitmap. Ideia Esta técnica é particularmente útil quando você quer alinhar objetos precisamente com a linha de referência comum — por ex. alinhar imagens copiadas com o scanner com o eixo horizontal.

Para rodar objetos pela linha e ângulo de referência 1 Selecionar objeto/s para rodar. 2 Decida quais dois pontos no objeto ou desenho irão formar a linha de
referência. Esta deve ser uma linha significante — por ex. uma que precisa ser perfeitamente horizontal ou vertical no desenho final.

3 Selecionar Editar > Transformar.
Abre-se o diálogo Transformar.

Selecionar ângulo

Inserir o ângulo de rotação absoluta em graus

4 Selecionar a caixa de verificação Ângulo e inserir o ângulo de rotação da
linha de referência. Por exemplo, para rodar a imagem de modo que esta se alinhe com o eixo horizontal, inserir o valor 0°.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

320

Selecionar o ângulo de rotação — por ex. 0°

Digitar a linha de referência — alinhar com a base do objeto

linha de referência definir para um ângulo específico no diálogo

5 Clique OK. 6 Clique para marcar o início e final dos pontos da linha de referência.
Ideia Pressione a tecla Ctrl para constranger o ângulo do eixo para 15° de aumento. Pressione a tecla Enter duas vezes para usar a linha de referência horizontal por defeito.

Inclinar objetos
Você pode inclinar objetos diretamente na tela ou estabelecer um ângulo de inclinação no diálogo Propriedades do Objeto.

Inclinar objetos use clique e arraste
Você pode inclinar objetos ao longo do plano horizontal clicando nos grampos de inclinação e arrastando para o ângulo requerido.

Para inclinar objetos usar clique e arraste 1 Selecionar o/s objeto/s para inclinar. 2 Clique no objeto pela segunda vez.
Rodar e inclinar grampos aparece acerca do objeto. Inclinar grampos que são em forma de losango e aparecem no centro da parte superior e inferior do objeto.

3 Arrastar os grampos de inclinação da esquerda para direita.
O objeto se inclina ao longo do plano horizontal.

V8

Wilcom ES — Manual Online

321

Arrastar o grampo de inclinação da esquerda para direita

Inclinar objetos usar propriedades do objeto
Você pode inclinar objetos selecionados inserindo um ângulo exato no diálogo Propriedades do Objeto.

Para inclinar objetos usar propriedades do objeto 1 Selecionar o/s objeto/s para inclinar. 2 Clique duas vezes no objeto para abrir o diálogo Propriedades do Objeto
e selecione o tabulador Geral.

3 No campo Inclinação de, inserir o ângulo de inclinação por você
requerido.

Inserir ângulo de inclinação

4 Clique OK.

Espelhar objetos
Você pode espelhar objetos horizontalmente e verticalmente usando o diálogo Propriedades do Objeto. Você também pode espelhar acerca de um eixo personalizado usando a linha de referência.

Espelhar objetos usar propriedades do objeto
Você pode espelhar objetos selecionados horizontalmente ou verticalmente usando o diálogo Propriedades do Objeto.

Para espelhar objetos usar propriedades do objeto 1 Selecionar objeto/s para espelhar.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

322

2 Clique duas vezes no objeto para abrir o diálogo Propriedades do Objeto
e selecione o tabulador Geral.

3 No painel Espelhar, selecionar a caixa de verificação Em X ou Em Y.
Em X espelha o objeto no plano horizontal. Em Y espelha o objeto no plano vertical.
Folhear horizontalmente Folhear verticalmente

Ideia Selecionar ambas as caixas de verificação para espelhar em ambos os eixos.
Espelhado em X Começando objeto

Espelhado em X & Y

Espelhado em Y

4 Clique OK.

Espelhar objetos sobre um eixo específico
Selecionar Transformar (menu Editar) para espelhar objetos sobre um eixo específico. Você pode espelhar objetos em volta de um eixo personalizado usando uma linha de referência. Usar este método que você marca o início e o final dos pontos da linha em volta de cada objeto espelho.

Para espelhar objetos acerca de um eixo específico 1 Selecionar objeto/s para espelhar. 2 Selecionar Editar > Transformar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

323

Abre-se o diálogo Transformar.

Selecionar Espelho

3 Selecionar a caixa de verificação Espelho. 4 Clique OK.
Começando objeto

Espelhado

5 Clique para marcar os pontos de referência dos eixos espelho.
Depois do segundo clique, o objeto selecionado é espelhado na linha de referência. Ideia Se você quer apenas espelhar a sua seleção em volta de um eixo horizontal, pressione duas vezes a tecla Enter. O eixo espelho por defeito para zero.

V8

Capítulo 16

Organizar e Transformar Objetos

324

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

O Designer ES também deixa você converter entre objetos vetor e objetos de bordado de tipos diferentes durante todas as etapas do seu desenho. Você modificar a forma de objetos e os pontos de entrada e de saída através dos pontos de controle. Você pode modificar os ângulos do ponto de objetos selecionados, incluindo estabelecer múltiplos ângulos do ponto. Linhas do ângulo do ponto e todos os marcadores de entrada e saída aparecem em volta dos objetos selecionados. Pontos de Controle variam um pouco de acordo com o tipo de objeto.

Ideia Antes de modificar qualquer desenho, uma boa prática é guardar uma cópia com um novo nome e guardar a original em caso de você descartar as suas mudanças e começar novamente. Esta seção descreve como o modo se podem remodelar objetos com pontos de controle, remodelar círculo, objetos de estrela e anel. Também descreve o modo como se podem converter tipos de objetos, ajustar os ângulos do ponto, alterar os pontos de entrada e de saída, assim como manter ou omitir o último ponto.

Converter entre tipos de objeto
O Designer ES deixa você converter desenhos vetor diretamente em objetos de bordado usando uma variedade de métodos de entrada. Do mesmo modo, você pode converter desenhos de bordado ou objetos de bordado em

V8

Wilcom ES — Manual Online

325

desenhos vetor. Estes podem depois ser convertidos em qualquer tipo de objetos de bordado. Você pode também fazer conversões entre objetos de Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo e Entrada C. Isto torna-se útil quando se altera a escala de desenhos — por ex. para criar colunas mais largas ou mais estreitas e rebordos, ou quando se faz a conversão entre objetos de Enchimento Complexo e Entrada A ou B. Ideia Você pode alternar rapidamente do método ponto de enchimento para métodos de entrada Ponto Corrido ou Manual usar maneiras de cortar caminho do teclado. Veja Alternar entre métodos de entrada de enchimento e de contorno para maiores detalhes.

Converter desenhos vetor para objetos de bordado
Use Converter > Enchimento Complexo (menu que salta direto na tela) para converter objetos de desenho em objetos de Enchimento Complexo. Use Converter > Entrada C (menu que salta direto na tela) para converter objetos de desenho em objetos de Entrada C. Use Converter > Auto Appliqué (menu que salta direto na tela) para converter objetos de desenho em objetos de Appliqué. Use Converter > Ponto Corrido (menu que salta direto na tela) para converter objetos de desenho em objetos de Ponto Corrido. Use Converter > Ponto Corrido Triplo (menu que salta direto na tela) para converter objetos de desenho em objetos de Ponto Corrido Triplo. Use Converter > Ponto Corrido de Motivo (menu que salta direto na tela) para converter objetos de desenho em objetos de Ponto Corrido de Motivo. Você pode converter objetos de desenho em objetos de bordado usando Enchimento Complexo, Entrada C, ou um método de entrada para contorno. O objeto resultante levará o tipo de ponto corrente, cor e propriedades do objeto definidos para o método de entrada. Objetos de desenho podem ser convertidos em appliqué. Você pode mesmo enviá-los diretamente para uma cortadora a laser. Veja também Recortar formas de appliqué. Ideia As ferramentas de Point & Stitch™ podem também ser usadas com desenhos vetor criados num pacote de gráficos ou com as ferramentas de desenho do Designer ES. Veja Digtação automática de formas com Point & Stitch™ para maiores detalhes.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

326

desenho vetor

converter para Entrada C

convertido em Enchimento Complexo

convertido em Ponto Corrido

Ideia Você pode também criar objetos de bordado com pontos que se viram se aplicar ângulos do ponto diretamente em objetos de desenho. Veja Ajustar ângulos do ponto para maiores detalhes.

Para converter objetos de desenho para objetos de bordado 1 Selecionar uma cor para o fio a partir da paleta de cores. 2 Selecionar o objeto de desenho à ser convertido.
Nota Se você selecionar Enchimento Complexo como método de entrada, você pode selecionar vários objetos de desenho para criar um objeto com vários limites.

3 Seleccionar um Método de Entrada a partir da barra de ferramentas
Método de Entrada. Alternativamente, clique com o botão do lado direito do mouse e selecione Converter a partir do menu que salta direto na tela. Ideia Antes de você aplicar um método de entrada, selecione as propriedades corretas. Para Enchimento Complexo e Entrada C, selecione um tipo de ponto e defina os efeitos que deseja, ou entao serão usados os tipos de pontos e as propriedades quer foram usados por último. Para formas abertas e contornos, selecionar Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, Ponto Corrido de Motivo ou Entrada C. Você pode aplicar estes métodos de entrada para formas fechadas e também quando quiser costurar seus contornos. Para formas fechadas e preenchidas, use Enchimento Complexo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

327

Ideia Você pode também criar objetos de bordado com pontos que se viram se adicionar ângulos do ponto diretamente em objetos de desenho. Veja Adicionar múltiplos ângulos do ponto a objetos de Entrada A & B para maiores detalhes.

4 Dependendo do Método de Entrada selecionado, é natural que a
característica Designer ES o avise para lhe proporcionar informações adicionais. Para objetos Enchimento Complexo, marque os pontos de entrada e saídae defina o ângulo do ponto. Para objetos de Entrada C, marque dois pontos de referência para definir a largura da coluna. Para objetos Auto Appliqué, marque os pontos de entrada e saída e outros detalhes quando prontos. Veja Criar objetos de appliqué para maiores detalhes. Ideia Pressione a tecla Enter para aceitar os valores por defeito em cada passo. Você pode editar os resultados a qualquer momento.

5 Clique em Inserir.
Esses pontos são gerados de acordo com as propriedades atuais do método de entrada selecionado. Para preencher métodos de entrada, as propriedades atuais incluem também os tipos de ponto.

Converter objetos de bordado em objetos de desenho
Use Converter > Desenho (menu que salta direto na tela) para converter objetos de bordado em objetos de desenho. Você pode converter desenhos ou objetos de bordado em desenhos vetor, em qualquer altura. Estes podem depois ser reconvertidos em qualquer tipo de objetos de bordado. Veja também Inserir desenhos vetor.

Para converter um objeto de bordado num objeto de desenho 1 Selecione um objeto ou desenho de bordado. 2 Clique nele com o botão do lado direito do mouse e selecione Converter
> Desenho a partir da lista que aparece direto na tela. Os objetos de bordado selecionados são convertidos em objetos de desenho.

3 Converta os objetos de desenho selecionados em objetos de bordado,
tal como for necessário.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

328

Objeto Ponto Corrido

Objeto de Desenho

Objeto de Appliqué

Conversão entre objetos de Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, Ponto Corrido Triplode Motivo e Entrada C
Use Ponto Corrido (barra de ferramentas ou menu que salta direto na tela Entrada) para digitar e depois converter em Ponto Corrido Triplo ou Entrada C. Use Ponto Corrido Triplo (barra de ferramentas ou menu que salta direto na tela Entrada) para digitar e depois converter em Ponto Corrido ou Entrada C. Use Ponto Corrido de Motivo (barra de ferramentas ou menu que salta direto na tela Entrada) para digitar e depois converter em Ponto Corrido ou Entrada C. Use Entrada C (barra de ferramentas ou menu que salta direto na tela Entrada) para digitar e depois converter em Ponto Corrido ou Entrada C. Você pode inter-converter rapidamente objetos digitados com Ponto Corrido e Ponto Corrido Triplo Ponto Corrido, Ponto Corrido de Motivo Ponto Corrido ou Entrada C. Isto torna-se útil para criar colunas mais espessas ou mais delgadas e contornos quando se altera a escala de desenhos.

Ideia Você pode converter desenhos em objetos de bordado (e vice-versa) da mesma maneira. Veja também Converter desenhos vetor para objetos de bordado.

V8

Wilcom ES — Manual Online

329

Para converter entre objetos de Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, Ponto Corrido de Motivo e Entrada C 1 Selecione, digamos, um objeto de Ponto Corrido.
Objeto Ponto Corrido

2 Clique nos ícones Ponto Corrido Triplo, Ponto Corrido de Motivo ou
Entrada C. Alternativamente, clique com o botão do lado direito do mouse e selecione Converter > Ponto Corrido Triplo, Ponto Corrido de Motivo ou Entrada C a partir da lista tipo cortina.

3 Seguir as instruções da barra de aviso:
O Ponto Corrido de Motivo é automaticamente convertido. Inserir o ponto de entrada para Ponto Corrido Triplo ou pressionar a tecla Enter para aceitar por defeito. Inserir largura ponto1 e largura ponto2 para Entrada C.

4 Clique em Inserir.
O objeto é convertido.

Inserir largura ponto1 e ponto2

Pressionar a tecla Enter para converter o objeto para Entrada C

Nota Você pode fazer conversões entre quaisquer destes tipos de objetos, da mesma maneira.

Converter Entrada A ou B em Enchimento Complexo
Use Enchimento Complexo (barra de ferramentas ou menu que salta direto na tela Entrada) para converter objetos de Entrada A ou B em objetos de Enchimento Complexo. Você pode converter objetos de Entrada A ou B em objetos de Enchimento Complexo com a ferramenta de Enchimento Complexo. Isto torna-se útil em edição. Por exemplo, como os efeitos de enchimento curvos apenas podem

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

330

ser usados com objetos de Enchimento Complexo você pode adicioná-los em formas de Entrada A ou B convertendo-os primeiro em Enchimento Complexo. Também quando alterar a escala de desenhos, uma forma de Entrada A ou B pode tornar-se muito grande para o Ponto Cheio que se Vira. Ao fazer a conversão para Enchimento Complexo, pode ser usado Tatami ou qualquer outro tipo de ponto de enchimento. Se o objeto original contém áreas que se sobrepõem, estas serão removidas. Ideia Você pode também converter de Enchimento Complexo para Entrada A ou B usando a ferramenta Ângulos do Ponto. Veja Adicionar múltiplos ângulos do ponto a objetos de Enchimento Complexo para maiores detalhes.

foi aplicado enchimento de motivo

foi aplicado efeito de curva

Ideia Você pode converter desenhos em objetos de bordado (e vice-versa) da mesma maneira. Veja também Converter desenhos vetor para objetos de bordado.

Para converter Entrada A ou B em Enchimento Complexo 1 Selecione um objeto de Entrada A ou de Entrada B. 2 Clique no ícone Enchimento Complexo.
Alternativamente, clique com o botão do lado direito do mouse e selecione Converter > Enchimento Complexo a partir do menu tipo cortina. Seguir as instruções da barra de aviso.

3 Dar entrada aos ângulo dos pontos 1 e 2.
Os ângulos do ponto se alteram e se cria um objeto de Enchimento Complexo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

331

Dar entrada aos ângulo dos pontos

foi convertido em Enchimento Complexo

Nota Se o tipo de ponto do objeto de Entrada A ou B não for aplicável a Enchimento Complexo — por ex. ponto de contorno — Tatami será substituído. Se o tipo de ponto de suporte não for aplicável — por exemplo Ponto Corrido Centrado — então será usado o ponto Zigue-zague.

4 Ajuste os pontos de controle e adicione efeitos, tal como como for
necessário. Ideia Você pode alterar um objeto de Auto Appliqué ou um objeto de desenho para um objeto de Enchimento Complexo da mesma maneira.

Converter Enchimento Complexo em Auto Appliqué
Use Auto Appliqué (barra de ferramentas ou menu que salta direto na tela Entrada) para converter objetos de Enchimento Complexo em Auto Appliqué. Você pode converter objetos de Enchimento Complexo para Auto Appliqué com a ferramenta Auto Appliqué. Ao adicionar pontos de entrada, de saída e posição de armação fora, o objeto é convertido num objeto de appliqué. Nota A técnica funciona com objetos simples de Enchimento Complexo, mas a forma tem que ter apenas um limite.

Para converter Enchimento Complexo em Auto Appliqué 1 Selecione o objeto de Enchimento Complexo.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

332

Objeto de Enchimento Complexo

2 Clique no ícone Auto Appliqué.
Alternativamente, clique com o botão do lado direito do mouse e selecione Converter > Auto Appliqué a partir do menu tipo cortina. Seguir as instruções da barra de aviso.

3 Clique no contorno para estabelecer os pontos de entrada e de saída do
ponto de bordado ou pressione a tecla Enter para aceitar os valores por defeito.

4 Caso seja avisado, marque a posição da armação fora.
Para usar os valores correntes de armação fora, pressione a tecla Enter. Veja também Ajustar a posição por defeito da armação fora. Para especificar uma posição de armação fora, clique num ponto do desenho.

pontos de entrada e saída

posição de armação fora

Nota Você pode converter um objeto de desenho num objeto de Auto Appliqué da mesma maneira.

Remodelar objetos usando pontos de controle
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Apontador) para remodelar objetos selecionados usando os pontos de controle.

V8

Wilcom ES — Manual Online

333

Alterar formas de objetos com a ferramenta Remodelar Objeto. Use esta ferramenta para adicionar, eliminar, ou mover os pontos de controle no contorno do objeto. Para alguns objetos, você também pode mudar pontos de controle de canto para pontos curvos. Nota A ferramenta Remodelar Objeto deixa você modificar formas sem afetar os ângulos do ponto.

Para remodelar objetos usar os pontos de controle 1 Selecionar o objeto para remodelar. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Os pontos de controle aparecem em volta do objeto.

3 Adicione pontos de controle extra, se for necessário:
Clique com o botão esquerdo do mouse para adicionar um ponto de canto. Clique com o botão direito do mouse para adicionar um ponto curvo.
Clique com o botão direito do mouse

Clique com o botão

4 Selecione pontos de controle como for necessário:
Clique para selecionar um único ponto de controle.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

334

Pressione a tecla Ctrl, clique para selecionar pontos de controle múltiplos. Clique e arraste a linha envolvente em volta de um grupo de pontos de controle para selecionar.

5 Ajuste a posição de pontos de controle selecionados arrastando-os ao
longo do contorno, tal como for necessário.

6 Pressione a tecla Apagar para apagar pontos de controle indesejados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

335

Se o objeto tem apenas dois pontos de controle (ou dois pares de pontos de controle como neste caso objetos Entrada A), eliminando um elimina-se o objeto todo. Nota Você não pode eliminar pontos finais de objetos Entrada B ou quaisquer pontos de controle de objetos criados com ferramentas Círculo/Estrela ou Anel. Veja também Remodelar objetos círculo, estrela e anel.

7 Pressione a Barra de Espaços para alterar os pontos de controle de
canto selecionados para curvas, e vice-versa.

Nota Você não pode mudar pontos finais de colunas Entrada A e Entrada B, ou qualquer ponto de controle em objetos criados com as ferramentas Círculo/Estrela ou Anel. Veja também Remodelar objetos círculo, estrela e anel.

8 Mudar pontos de entrada e saída e ângulo do ponto como requerido.
Veja Ajustar ângulos do ponto para maiores detalhes.
ponto de entrada ponto de controle curvo ponto de controle curvo

linha do ângulo do ponto ponto de controle do ângulo do ponto ponto de controle do ângulo do ponto

ponto de controle de canto

ponto de saída

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

336

9 Pressione a tecla Enter para aplicar as mudanças.

Remodelar objetos círculo, estrela e anel
Para objetos criados com as ferramentas Círculo/Estrela ou Anel, você remodela usando apenas os pontos de controle existentes. Você não pode adicionar, mudar ou eliminar pontos de controle nesses objetos.

Remodelar objetos círculo/estrela
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para remodelar objetos círculo e estrela. Você pode mudar objetos Círculo/Estrela de circulares para ovais usando a ferramenta Remodelar Objeto. Objetos Círculo/Estrela tem dois pontos de controle para remodelar (usados para mudar o raio e a orientação do objeto), o ponto central (usado para reposicionar) e bordar o ponto de entrada.
ponto de entrada

90° ponto central ponto de controle ângulo do ponto

Ideia Para escalar um círculo sem mudar para um oval, selecione com a ferramenta Selecionar Objeto, e use a seleção de seguradores para escalá-lo.

Para remodelar objetos círculo/estrela 1 Selecionar o objeto Círculo/Estrela. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Ideia Para mover um círculo, clique no ponto de controle do centro do círculo e o arraste para a nova posição.

V8

Wilcom ES — Manual Online

337

3 Clique no ponto de controle na circunferência do círculo e arraste para
remodelar o contorno.

Para remodelar sem mudar a orientação, usar o ponto de controle na parte superior do objeto. Para remodelar e rodar o objeto em volta do seu ponto central, use o ponto de controle lateral.

4 Clique em Inserir.

Remodelar objetos anel
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para remodelar objetos anel. Você pode remodelar os limites internos ou externos dos objetos Anel, usar a ferramenta Remodelar Objeto. Remodelar anéis é similar a remodelar objetos Círculo/Estrela, excepcionalmente que você remodela cada limite individualmente. Cada limite tem dois pontos de controle para remodelação, para alterar o raio e a orientação, assim como para alterar o ponto central para se mover o limite. O objeto tem um único ponto de entrada.

ponto de entrada O ponto central talvez não seja visível

ponto de controle

Para remodelar objetos anel 1 Selecionar o objeto Anel. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

338

3 Clique no ponto de controle na circunferência do limite que você quer
remodelar e arraste-o para mudar o contorno. Para remodelar sem mudar a orientação, usar o ponto de controle na parte superior do limite. Para remodelar e rodar o limite em vollta do seu ponto central, use o ponto de controle lateral.

4 Para o deslocamento dos limites, selecione o ponto central do limite e
arraste-o para a nova posição. Nota Os pontos centrais são geralmente para começar um em cima do outro e podem não ser visíveis.

5 Clique em Inserir.

Arraste o ponto central

Ajustar ângulos do ponto
Ajustamentos do ângulo do ponto dependem do tipo de objeto que você está trabalhando. Com objetos Enchimento Complexo você pode definir um ângulo de ponto para o objeto inteiro. Alternativamente, você pode adicionar ângulos de pontos múltiplos com a ferramenta Ângulos do Ponto. Você pode fazer o mesmo com objetos de Entrada A e Entrada B. Você também pode ajustar o ângulo de ponto em objetos de Entrada A e Enchimento Complexo usando a ferramenta Remodelar Objeto. Nota Você não pode mudar o ângulo do ponto de objetos Estrela, Anel e Entrada C como os pontos se tornam automaticamente para seguir a forma. Você pode, entretanto, mudar o ângulo do ponto de objetos Círculo movendo o ponto de entrada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

339

Ajustar Enchimento Complexo ângulos de ponto usando propriedades do objeto
Usar Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para definir ângulos de ponto. Você pode mudar o ângulo do ponto de objetos de Enchimento Complexo usando propriedades do objeto.

Para ajustar Enchimento Complexo ângulos do ponto usando propriedades do objeto 1 Selecione um objeto de Enchimento Complexo. 2 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento Complexo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Enchimento Complexo.

Inserir o ângulo do ponto requerido

3 No campo Ângulo, inserir o ângulo do ponto requerido.

Ângulo: 90°

Ângulo: 0°

4 Clique OK.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

340

Ajustar os ângulos do ponto de Enchimento Complexo na tela
Clique em Remodelar Objeto (barra de ferramentas Apontar) para mostrar os pontos de controle e linhas do ângulo dos pontos em objetos selecionados. Você pode mudar o ângulo do ponto de objetos Enchimento Complexo usando a ferramenta Remodelar Objeto.

Para ajustar os ângulos do ponto de Enchimento Complexo na tela 1 Selecione um objeto de Enchimento Complexo. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Pontos de Controle aparecem juntos com a linha ângulo do ponto.

3 Clique e arraste a linha como requerido. 4 Clique em Inserir.

Adicionar múltiplos ângulos do ponto a objetos de Entrada A&B
Use Ângulos do Ponto (barra de ferramentas ou menu que salta direto na tela Apontador) para estabelecer múltiplos ângulos do ponto para objetos de Entrada A ou B. Modificar os ângulos do ponto de objetos de Entrada A e B com a ferramenta Ângulos do Ponto. Você pode também criar objetos de bordado com pontos que se viram se aplicar ângulos do ponto diretamente em objetos de desenho. Veja também Converter entre tipos de objeto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

341

Entrada A com múltiplos ângulos do ponto

Entrada B com múltiplos ângulos do ponto

Ideia Com a ferramenta Remodelar, você pode adicionar pontos de controle individuais em cada lado dos objetos Entrada A e B, modificar a forma sem afetar os ângulos do ponto. Veja Remodelar objetos usando pontos de controle para maiores detalhes.

Para adicionar múltiplos ângulos do ponto a objetos de Entrada A & B 1 Selecione o objeto de Entrada A ou Entrada B.
Objeto de Entrada A

Objeto de Entrada B

2 Clique no ícone Ângulos do Ponto.
Você é alertado para selecionar e mover um ou vários pontos de controle para serem remodelados. Ignore esta mensagem.

3 Pressione e mantenha pressionada a tecla Ctrl e clique o local do
contorno onde deseja colocar uma linha do ângulo do ponto. A nova linha do ângulo do ponto não conecta pontos de controle.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

342

Pressione e mantenha pressionada a tecla Ctrl e clique no contorno para dar entrada aos ângulos do ponto

4 Selecione e ajuste os ângulos do ponto, tal como for necessário.
Os objetos de Entrada A passam a ser objetos de Entrada B.

Adicionar múltiplos ângulos do ponto a objetos de Enchimento Complexo
Use Ângulos do Ponto (barra de ferramentas ou menu que salta direto na tela Apontador) para estabelecer múltiplos ângulos do ponto em objetos de Enchimento Complexo. Adicionar ângulos do ponto a objetos de Enchimento Complexo converte-os em objetos de Entrada A ou B. Modificar os ângulos do ponto de objetos de Enchimento Complexo com a ferramenta Ângulos do Ponto. Você pode também criar objetos de bordado com pontos que se viram se adicionar ângulos do ponto diretamente em objetos de desenho. Adicionar ângulos do ponto a objetos de Enchimento Complexo converte-os em objetos de Entrada A ou Entrada B, enquanto os objetos de desenho são geralmente convertidos em Entrada B. Veja também Converter entre tipos de objeto. Nota Os múltiplos ângulos do ponto não podem ser adicionados a objetos de Enchimento Complexo com orifícios — a ferramenta Ângulos do Ponto encontra-se desativada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

343

Objeto de Enchimento Complexo — um ângulo do ponto

Enchimento Complexo convertido em Entrada B

Ideia Você pode converter objetos de Entrada A ou B em objetos de Enchimento Complexo usando a ferramenta Enchimento Complexo. Veja Converter Entrada A ou B em Enchimento Complexo para maiores detalhes.

Para adicionar múltiplos ângulos do ponto a objetos de Enchimento Complexo 1 Selecione o objeto de Enchimento Complexo.
Objeto de Enchimento Complexo — um ângulo do ponto

2 Clique no ícone Ângulos do Ponto.
Alternativamente, clique com o botão do lado direito do mouse e selecione Converter > Ângulos do Ponto a partir do menu tipo cortina. Você vai ser avisado para dar entrada aos ângulos do ponto.

3 Digite os ângulos do ponto de modo que estes cruzem dois lados do
objeto. Certifique-se que os ângulos do ponto não se cruzam um ao outro.
Dar entrada aos ângulos do ponto Enchimento Complexo convertido em Entrada B

4 Para obter um efeito de enchimento que se vira, dar entrada aos pontos
1 e 2 do ângulo tantas vezes quantas você quiser.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

344

5 Clique em Inserir.
O objeto volta a gerar-se com os novos ângulos. Normalmente o Enchimento Complexo é convertido em Entrada B. Use a ferramenta Remodelar Objeto para editar os pontos de controle para que se possa fazer a conversão para Entrada A.

Aperfeiçoamento dos pontos de entrada/saída e dos últimos pontos
O Designer ES deixa você alterar os pontos de entrada e de saída de objetos individuais. Você pode também manter ou omitir o último ponto numa coluna de pontos.

Mudar pontos de entrada e saída
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Apontar) para ajustar os pontos de entrada e saída de objetos selecionados. Você pode mudar os pontos de entrada e saída de objetos individuais. Faça isso para colocar o ponto de saída próximo dos objetos confinando para pontos de conexão menores, ou para reduzir o número de percursos executados. Nota Em objetos Círculo, o ângulo do ponto é perpendicular a linha conectando o ponto de entrada com o centro do círculo. Assim, mudando o ponto de entrada em um objeto Círculo muda o seu ângulo do ponto.

Para mudar os pontos de entrada e de saída 1 Selecionar o objeto para mudar. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Pontos de controle aparecem, incluindo pontos de entrada e de saída. Nota Em objetos Círculo/Estrela ou Anel, apenas o ponto de entrada aparece.

3 Selecionar o ponto de entrada e de saída como requerido e arrastá-lo
para uma posição diferente no contorno do objeto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

345

4 Clique em Inserir.

Mantendo ou omitindo o último ponto
Clique em Manter o Último Ponto (barra de ferramentas Apontar) para manter o último ponto em uma coluna. Apertar com o botão direito do mouse para omitir o último ponto em uma coluna. Se você está digitando colunas juntas, você pode manter ou omitir o último ponto na primeira coluna para alcançar uma junta mais suave ou conectores mais curtos.
colunas juntas suavemente

colunas com espaço indesejado

Nota Esta característica apenas se aplica quando o ponto de saída está no final da coluna — por ex. ponto de saída por defeito. Mover o ponto de saída usar Remodelar Objeto a ferramenta prevalece sobre o comando Manter o Último Ponto/Omitir o Último Ponto.

Para manter ou omitir o último ponto
Para manter o último ponto, selecione o objeto e clique no ícone Manter o Último Ponto/Omitir o Último Ponto. Para omitir o último ponto, selecione o objeto e clique com o botão direito do mouse no ícone Manter o Último Ponto/Omitir o Último Ponto.

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

346

últimos pontos mantidos colunas juntas suavemente

últimos pontos omitidos

V8

Wilcom ES — Manual Online

347

V8

Capítulo 17

Converter, Remodelar e Editar Objetos

348

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

Com desenhos do produto Designer ES, os pontos são gerados automaticamente a partir dos contornos e das propriedades do desenho. Isto quer dizer que você pode alterar a escala, transformar e remodelar desenhos do produto Designer ES sem afetar a densidade ou a qualidade do ponto. O produto Designer ES também deixa você editar pontos individuais. Você simplesmente seleciona esses pontos como seleciona qualquer outro objeto e move a posição do ponto da agulha tal como for necessário. Você pode precisar fazer isto, particularmente quando trabalha com fichários de ‘pontos’ que não contêm dados sobre contorno do desenho. Veja Formatações de desenhos de bordado para maiores detalhes. Tal como os pontos, a maioria das funções de máquina são inseridas automaticamente sempre que você seleciona comandos ou especifica propriedades do objeto. Elas são armazenadas com o objeto de bordado e são atualizadas sempre que o objeto é modificado. Contudo, o produto Designer ES também deixa você inserir manualmente funções de máquina e modificá-las. Esta flexibilidade permite você adaptar desenhos aos requisitos de quase todas as máquinas. Aviso Quando você insere pontos ou funções de máquina manualmente, você tem que os manter manualmente. Se os pontos do objeto voltarem a gerar por qualquer motivo, a edição de pontos e as funções de máquina perdem-se. Por esse motivo, insira apenas funções em manual se estas não puderem ser adicionadas automaticamente. Esta seção lida com a seleção e edição de pontos e com a conversão de pontos selecionados em objetos. Também inclui instruções para inserir, selecionar, editar e limpar funções inseridas manualmente.

V8

Wilcom ES — Manual Online

349

Selecionar pontos
A ferramenta Editar Pontos permite a você selecionar pontos singulares, vários pontos, ou uma série de pontos, selecionando os pontos da agulha, ou arrastando uma envolvente de confinação em sua volta. Os pontos selecionados são realçados numa cor diferente. Você também pode selecionar pontos individuais no seu desenho usando Lista de Pontos.

Selecionar pontos por ponto da agulha
Use Editar Pontos (barra de ferramentas Apontador) para selecionar pontos individuais para editar. Você pode selecionar pontos individuais no modo Editar Pontos, selecionando os seus pontos da agulha. Ideia Zoom in e mostra os pontos da agulha para uma seleção mais fácil.

Para selecionar pontos por ponto da agulha 1 Clique no ícone Editar Pontos. 2 Clique num ponto da agulha.
O ponto da agulha muda de cor e o marcador da posição da agulha movimenta-se para o ponto selecionado. Todos os pontos situados depois do marcador da posição da agulha na sequência do bordado aparecem a preto.

ponto seleciona do

Pressione e mantenha pressionada a tecla Shift para selecionar uma série de pontos

Para selecionar uma série de pontos, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos pontos, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

350

Selecionar pontos com uma envolvente de confinação
Clique Editar Pontos (barra de ferramentas Apontador) para selecionar pontos com uma envolvente de confinação. Você pode selecionar rapidamente todos os pontos num grupo se arrastar uma envolvente de confinação em sua volta.

Para selecionar pontos com uma envolvente de confinação 1 Clique no ícone Editar Pontos. 2 Arraste uma envolvente de confinação em volta dos pontos que você
deseja selecionar. Os pontos são selecionados quando você solta o botão do mouse.
envolvente de confinação pontos selecion ados

Selecionar pontos com a Lista de Pontos
Use Lista de Pontos (barra de ferramentas Standard) para selecionar pontos individuais. Você também pode selecionar pontos individuais no seu desenho usando Lista de Pontos. Veja também Editar pontos e funções com a Lista de Pontos.

Para selecionar pontos com a Lista de Pontos 1 Clique no ícone Lista de Pontos.
A Lista de Pontos se abre. Mostra as coordenadas da posição do ponto e informações sobre a função do ponto — por ex. se o ponto é um salto. Mostra também o comprimento de cada ponto no desenho.

V8

Wilcom ES — Manual Online

351

2 Clique um ponto na Lista de Pontos para o selecionar.
Os pontos selecionados na Lista de Pontos são também selecionados no desenho e vice-versa. Para selecionar uma série de pontos, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos pontos, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

selecionado pontos

Ideia clique com o botão direito do mouse dentro da Lista de Pontos para obter acesso às opções do menu que salta direto do monitor. Nota Você pode selecionar mostrar a Lista de Pontos branco e preto, ou abrir o diálogo Editar Pontos. Veja Editar as coordenadas do ponto com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

352

Editar pontos
Você pode inserir pontos num objeto para preencher os intervalos. Você pode mover ou eliminar pontos individuais selecionados ou grupos de pontos elecionados. Aviso Se os pontos do objeto voltarem a gerar por qualquer motivo, todas as funções de edição de pontos se perdem. Sempre que possível, edite sempre as propriedades do objeto, em vez de pontos individuais.

Inserir pontos
Use Editar Pontos (barra de ferramentas Apontador) para inserir pontos num objeto. Você pode inserir pontos num objeto para preencher os intervalos. Os pontos inseridos são considerados parte do objeto (em vez de objetos independentes). Contudo, os pontos inseridos perder-se-ão, se voltarem a gerar pontos para o objeto. Sempre que possível, edite sempre as propriedades do objeto, em vez de pontos individuais. Por exemplo, para aumentar a densidade do ponto, reduza o espaçamento em vez de inserir pontos. Nota Inserir pontos é diferente de criar pontos usando o método de entrada Manual. Ao usar a ferramenta Manual você cria um objeto separado, com as suas próprias propriedades e conectores. Veja Digitar pontos individuais para maiores detalhes.

Para inserir pontos 1 Clique no ícone Editar Pontos. 2 Zoom na área que você quer editar. 3 Selecione um ponto da agulha.

O ponto da agulha muda de cor e o marcador da posição da agulha movimenta-se para o ponto selecionado.

V8

Wilcom ES — Manual Online

353

4 Movimente o apontador do mouse para onde você deseja inserir o novo
ponto e clique com o botão direito do mouse.

Clique no botão direito do mouse

5 Movimente o apontador do mouse para onde você deseja inserir o ponto
seguinte e clique com o botão direito do mouse.

Clique no botão direito do mouse

6 Continue clicando com o botão direito do mouse como for necessário.

Mover pontos
Use Editar Pontos (barra de ferramentas Apontador) para selecionar pontos individuais para mover. Você pode mover ou eliminar pontos individual selecionados ou grupos de pontos selecionados. Aviso Se os pontos do objeto voltarem a gerar por qualquer motivo, todas as funções de edição de pontos se perdem. Sempre que possível, remodele o objeto em vez de mover pontos individuais. Veja Converter, Remodelar e Editar Objetos para maiores detalhes.

Para mover pontos 1 Clique no ícone Editar Pontos. 2 Selecione os pontos e arraste-os para uma nova posição.
O contorno pontilhado a sombreado mostra a nova posição.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

354

contorno sombreado pontos selecionados Arraste o ponto para a nova posição

3 Apertar Inserir.

Eliminar pontos
Use Editar Pontos (barra de ferramentas Apontador) para selecionar pontos individuais para serem eliminados. Você pode eliminar pontos individuais selecionados ou grupos de pontos selecionados. Aviso Se os pontos do objeto voltarem a gerar por qualquer motivo, todas as funções de edição de pontos se perdem. Sempre que possível, edite sempre as propriedades do objeto, em vez de pontos individuais. Veja Ajustar o espaçamento de Ponto Cheio, Ajustar o espaçamento do ponto Tatami e Ajustar a densidade do ponto para maoires detalhes.

Para eliminar pontos 1 Clique no ícone Editar Pontos. 2 Selecione um ponto ou pontos. 3 Pressione a tecla Eliminar.
Selecionar pontos

Pression e a tecla Eliminar

V8

Wilcom ES — Manual Online

355

Converter pontos selecionados em objetos
Use Editar Pontos (barra de ferramentas Apontador) juntamente com Reconhecer Objeto/Contorno para transformar pontos selecionados num objeto de bordado. Você pode reconhecer contornos de objetos novos ou revistos, depois dos pontos terem sido editados. Esta capacidade é particularmente útil com fichários de bordados que foram abertos sem reconhecimento do Objeto/Contorno. Você pode fazer isto para preservar o bordado original na maior parte do desenho, enquanto modifica apenas uma seção do mesmo. Você também pode desejar transformar pontos editados num objeto de bordado para se preservarem as edições. Veja também Reconhecer objeto/contornos depois de editar.

Converter pontos selecionados em objetos 1 Selecione os pontos individuais que deseja processar.
Veja Selecionar pontos para maiores detalhes.

pontos selecionados

2 Selecione Editar > Reconhecer Objeto/Contorno.
Os pontos selecionados são convertidos em objetos.

objetos e contornos criados

Editar funções de máquina
A maioria das funções de máquina são inseridas automaticamente sempre que você seleciona comandos ou especifica propriedades do objeto. Elas são armazenadas com o objeto de bordado e são atualizadas sempre que o

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

356

objeto é modificado. Contudo, o produto Designer ES também deixa você inserir manualmente funções de máquina. Dependendo do tipo de máquina que você tiver, encontram-se disponíveis diferentes funções de máquina. Os tipos mais comuns estão descritos abaixo. Consulte o manual da sua máquina de bordar para maiores detalhes. Aviso Quando você insere pontos ou funções de máquina manualmente, você tem que os manter manualmente. Se os pontos do objeto voltarem a gerar por qualquer motivo, perde-se a edição de pontos e as funções de máquina. Por esse motivo, insira apenas funções em manual se estas não puderem ser adicionadas automaticamente.

Tipos de função da máquina
O produto Designer ES deixa você inserir mudanças de cor, cortes de fio, saltos, paragens de máquina, comandos de agulha dentro e fora e comandos de perfuração manualmente.

Funções de mudança de cor
As funções de Mudança de Cor dizem à máquina que use a próxima cor de fio no desenho. As cores são automaticamente inseridas quando você seleciona uma nova cor a partir da paleta de cores. Veja Alterar as cores do fio para maiores detalhes. Você só precisa inserir funções de mudança de cor manualmente, se você não conseguir recolorir usando os métodos standard, por exemplo, quando usar cores múltiplas dentro de um objeto singular. Veja Editar funções de máquina para maiores detalhes.

Funções de corte
As funções de Cortar dão instruções às máquinas com cortadoras para que cortem os fios conectores antes de passarem ao objeto seguinte. Você insere cortes automaticamente estabelecendo valores para os conectores ou usando a ferramenta Cortar. Veja Ajustar valores de corte automático e Adiconar cortes de fio para maiores detalhes. Se precisar cortes adicionais, você pode inserir as funções manualmente. Veja Editar funções de máquina para maiores detalhes. Nota Se uma máquina não tiver cortadora, a função Cortar é ignorada. Dependendo da formatação da máquina, a função Cortar pode ser um código ou uma sequência de saltos. Veja Configurar funções de corte para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

357

Funções de paragem
Se você quer que a máquina de bordar pare por algum motivo especial enquanto estiver bordando um desenho, você precisa inserir uma função de Paragem na sequência de bordado. Para indicar uma paragem no seu desenho, você tem que inserir uma função de Paragem manualmente. Veja Editar funções de máquina para maiores detalhes. Ideia Como uma função de Paragem pode ser inserida por vários motivos, você deve registrar o objetivo da paragem na folha de produção para ajudar o operador da máquina.

Funções de salto
As funções de Salto causam movimentos de armação sem penetrações da agulha e são usadas para movimentação suave de uma parte do desenho para outra. Existem vários métodos para dar entrada automática a funções de Salto. Aplique Salto Automático para preservar os pontos compridos. Veja Preservar pontos compridos com Salto Automático para maiores detalhes. Digite saltos individuais clicando com o botão direito do mouse no ícone Manual. Veja Digitar pontos individuais para maiores detalhes. Selecione saltos como conectores. Veja Usar saltos como conectores para maiores detalhes. Crie conectores em forma de saltos manualmente digitando Agulha Fora. Veja Adicionar saltos com agulhas fora para maiores detalhes. Se precisar saltos adicionais, você pode inserir as funções manualmente. Veja Editar funções de máquina para maiores detalhes.

Funções Agulha Dentro e Agulha Fora
As funções de Agulha Dentro e Agulha Fora instruem a máquina a usar ou a não usar penetrações da agulha. Você pode dar entrada a estas funções automaticamente usando a ferramenta Agulha Dentro. Veja Adicionar saltos com agulhas fora para maiores detalhes. Se você precisar funções adicionais de Agulha Dentro ou Agulha Fora, você pode inserí-las manualmente. Veja Editar funções de máquina para maiores detalhes. Nota Lembre-se de inserir uma função de Agulha Dentro para instruir a máquina a retornar ao bordado normal.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

358

Funções de Furador Dentro e Furador Fora
As funções de Furador Dentro e Furador Fora encontram-se disponíveis para máquinas de bordar equipadas com um furador. Essas funções instruem a máquina quando deve usar a faca ou ferramenta de perfuração em vez de uma agulha. Você pode inserir estas funções automaticamente usando a ferramenta Furador Dentro. Veja Digitar a perfuração de orifícios para maiores detalhes. Se você precisar de funções adicionais de Agulha Dentro ou Agulha Fora, você pode inserí-las manualmente. Veja Editar funções de máquina para maiores detalhes.

Funções de Lantejoula Dentro e Lantejoula Fora
As funções de Lantejoula Dentro e Lantejoula Fora encontram-se disponíveis para máquinas de bordar que estejam equipadas com um abastecedor de lantejoulas. Estas funções instruem a máquina quando deve soltar uma lantejoula sobre o tecido para ser bordada. Você pode inserir estas funções automaticamente usando o comando Modo de Lantejoula. Veja Digitar com lantejoulas para maiores detalhes. Se você precisar de funções adicionais de Lantejoula Dentro ou Lantejoula Fora, você pode inserí-las manualmente. Veja Editar funções de máquina para maiores detalhes.

Inserir funções de máquina manualmente
Você também pode inserir funções de máquina manualmente usando o diálogo Inserir função. Dependendo dos requisitos da sua máquina, você ou adiciona a função ao ponto corrente, ou a insere num Ponto Vazio ou Salto Vazio. Em algumas máquinas, você precisará também de adicionar Pontos Vazios ou Saltos Vazios antes ou depois de algumas funções. Consulte o manual da sua máquina de bordar para maiores detalhes.

Para inserir funções de máquina manualmente 1 Vá até à posição no desenho onde deseja inserir a função da máquina.
Veja Percorrer o desenho por pontos de bordar para maiores detalhes.

2 Selecione Máquina > Inserir Função.
Abre-se o diálogo função Inserir.

V8

Wilcom ES — Manual Online

359

Selecione entre as funções listadas para a formatação da máquina selecionada

3 A partir da lista de função Disponível, selecione a função que você
deseja inserir. Para algumas funções, você pode escolher se deseja inserir a função no ponto corrente, ou num Ponto Vazio. Nota As funções disponíveis e as suas opções dependem da formatação da máquina selecionada. Veja Selecionar formatações de máquina para maiores detalhes.

4 Se este se encontrar disponível, escolha o método de inserção:
Inserir no Ponto Vazio: insere a função num ponto vazio. Adicionar ao Ponto Corrente: insere a função no ponto corrente. Dependendo da formatação da sua máquina, você pode precisar inserir Pontos Vazios ou Saltos Vazios antes ou depois da função. Consulte o manual da sua máquina de bordar para maiores detalhes.

5 Para inserir um Ponto Vazio ou Salto Vazio, selecione um ou outro no
campo de Componente. Para o inserir antes da função, selecione Inserir Antes. Para o inserir depois da função, selecione Inserir Depois. Ideia Para inserir Pontos Vazios ou Saltos Vazios adicionais, clique Adicionar. A função e quaisquer Pontos Vazios ou Saltos Vazios aparecem no painel de Sequência.

6 Clique OK.
O nome da função inserida aparece na linha de Aviso.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

360

Ideia A Lista de Pontos proporciona um meio alternativo para se inserirem funções de máquina manualmente. Veja Editar as coordenadas do ponto com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

Editar funções de máquina
Selecione Editar Função (menu Máquina) para inserir funções de máquina manualmente no seu desenho. Você pode editar a codificação das funções de máquina alterando o número ou a sequência dos Pontos Vazios ou Saltos Vazios que aparece em seu redor. Algumas máquinas requerem um número específico de Pontos Vazios ou Saltos Vazios em combinação com uma função para que esta seja interpretada corretamente. Você pode precisar editar funções caso estas tenham sido inseridas incorretamente ou caso a formatação da máquina tenha sido alterada. Nota Geralmente, você só precisa editar as funções de máquina que foram inseridas manualmente. As funções adicionadas pelo produto Designer ES são atualizadas automaticamente se a formatação da máquina for alterada.

Para editar funções de máquina 1 Realize o percurso até à função que você deseja editar. Veja Percurso por
funções da máquina para maiores detalhes. Quando chegar a essa função, o nome dela aparece na linha de Aviso.

2 Selecione Máquina > Editar Função.
Abre-se o diálogo Editar função.

Insira ponto/salto vazio antes ou depois da função da máquina

Selecione ponto vazio ou salto vazio

V8

Wilcom ES — Manual Online

361

O painel Sequência mostra a formatação corrente da função selecionada. Para inserir Ponto Vazio ou Salto Vazio, selecione um deles no campo Componente e clique Inserir Antes ou Inserir Depois, como for necessário. Para inserir Pontos Vazios ou Saltos Vazios adicionais antes da função, clique Adicionar. Para eliminar um Ponto Vazio ou Salto Vazio da sequência, selecione-o e depois clique Remover.

3 Clique OK.
Ideia A Lista de Pontos proporciona um meio alternativo para se editarem funções de máquina manualmente. Veja Editar funções de máquina com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

Limpar funções de máquina
As funções de máquina inseridas manualmente não são removidas nem atualizadas automaticamente quando um objeto é modificado. Se uma função já não for necessária, deve ser limpa manualmente do seu desenho. Podem ser removidas quer as funções automáticas quer as inseridas manualmente. Ideia Ative a linha de Aviso onde aparece o nome da função para se assegurar que limpa a função correta.

Para limpar funções de máquina 1 Realize o percurso até à função que você deseja remover. Veja Percurso
por funções da máquina para maiores detalhes. Quando chegar a essa função, o nome dela aparece na linha de Aviso.

2 Selecione Máquina > Limpar.
A função é removida. Ideia A Lista de Pontos proporciona um meio alternativo para se editarem funções de máquina manualmente. Veja Editar funções de máquina com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

362

Editar pontos e funções com a Lista de Pontos
Você pode usar a Lista de Pontos para ajudar a localizar e a selecionar pontos para editar. A Lista de Pontos mostra o Número de Pontos, as Coordenadas do Ponto, o Comprimento do Ponto, a Função do Ponto, a Cor do Ponto. Quando você seleciona um ponto na lista, esse ponto é selecionado simultaneamente no seu desenho.

Editar as coordenadas do ponto com a Lista de Pontos
Use Lista de Pontos (barra de ferramentas Standard) para editar as coordenadas de pontos individuais. Use a Lista de Pontos para editar as coordenadas e, assim, a posição de pontos individuais. Nota Se os pontos do objeto voltarem a gerar por qualquer motivo, a alteração feita nas coordenadas de pontos, que são edições de pontos, se perde.

Para editar as coordenadas do ponto com a Lista de Pontos 1 Abra a Lista de Pontos.
Veja Selecionar pontos com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

2 Clique duas vezes no ponto que você deseja editar.
Abre-se o diálogo Mover Ponto.

Dê entrada às novas coordenadas

3 Dê entrada às novas coordenadas nos campos X e Y.
Nota As coordenadas especificadas vão mudar a localização do ponto-final do ponto de bordar.

4 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

363

O ponto volta a gerar-se na sua nova posição e a informação na Lista de Pontos é atualizada.

Inserir funções de máquina com a Lista de Pontos
Use Lista de Pontos (barra de ferramentas Standard) para inserir funções de máquina diretamente na sequência de bordado. Você pode usar a Lista de Pontos para acessar o diálogo Inserir função. Isto proporciona uma maneira conveniente para se inserirem funções de máquina manualmente na sequência de bordado. Aviso Quando você insere funções de máquina manualmente, você tem que as manter manualmente. Por esse motivo, insira apenas funções em manual se estas não puderem ser adicionadas automaticamente.

Para inserir funções de máquina com a Lista de Pontos 1 Abra a Lista de Pontos.
Veja Selecionar pontos com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

2 Localize a posição na sequência de bordado onde deseja inserir a função
de máquina.

3 Clique com o botão direito do mouse no ponto na Lista de Pontos e
selecione Inserir Função a partir do menu que salta direto do monitor.

4 A partir da lista de função Disponível, selecione a função que você
deseja inserir. Veja Inserir funções de máquina manualmente para maiores detalhes.

5 Clique OK.
O nome da função inserida aparece na linha de Aviso.

Editar funções de máquina com a Lista de Pontos
Use Lista de Pontos (barra de ferramentas Standard) para editar a codificação das funções de máquina e para limpar funções de máquina. Você pode usar a Lista de Pontos para acessar o diálogo Editar função. Isto proporciona um meio conveniente para se editarem funções de máquina existentes. A Lista de Pontos também deixa você limpar funções de máquina da sequência de bordado.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

364

Nota Geralmente, você só precisa editar as funções de máquina que foram inseridas manualmente. As funções adicionadas pelo produto Designer ES são atualizadas automaticamente se a formatação da máquina for alterada.

Para editar funções de máquina com a Lista de Pontos 1 Abra a Lista de Pontos.
Veja Selecionar pontos com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

2 Localize a função que você deseja editar. 3 Clique com o botão direito do mouse no ponto na Lista de Pontos e
selecione Editar Função a partir do menu que salta direto do monitor. Abre-se o diálogo Editar função.

4 Edite a função tal como for necessário.
Veja Editar funções de máquina para maiores detalhes.

5 Para remover a função totalmente da sequência de bordado, selecione
Limpar Função a partir do menu que salta direto do monitor.

Filtrar pontos por função
Use Lista de Pontos (barra de ferramentas Standard) para mostrar pontos associados com funções específicas. Você pode aplicar um filtro na Lista de Pontos para que apenas os pontos associados com funções específicas apareçam na lista.

Para filtrar pontos por função 1 Abra a Lista de Pontos.
Veja Selecionar pontos com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

2 Clique com o botão direito do mouse em qualquer ponto na Lista de
Pontos e selecione Mostrar Funções a partir do menu que salta direto do monitor. Abre-se o diálogo Funções.

V8

Wilcom ES — Manual Online

365

Selecione as funções a mostrar

3 Selecione as funções que deseja mostrar.
Ideia Clique Selecionar Tudo para mostrar todos os tipos de funções. Para selecionar múltiplos tipos de funções, pressione a tecla Ctrl à medida que os seleciona. Para selecionar uma série, clique no primeiro tipo da série e depois pressione a tecla Shift e clique no último objeto da série.

4 Clique OK.
Apenas as funções selecionadas aparecem na lista.

Apenas as funções selecionadas aparecem

Ideia Para mostrar o texto na cor de ponto que lhe está associada, selecione Texto Multicolorido a partir do menu que salta direto do monitor. Para mostrar o texto a preto, selecione Texto a Preto.

5 Para mostrar novamente todos os pontos, clique com o botão direito do
mouse em Lista de Pontos e selecione Mostrar Tudo a partir do menu que salta direto do monitor.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

366

Filtrar pontos por comprimento do ponto
Use Lista de Pontos (barra de ferramentas Standard) para mostrar apenas pontos com um certo comprimento. Você pode aplicar um filtro na Lista de Pontos para que apenas os pontos com um certo comprimento apareçam na lista. O objetivo principal desta característica é o de encontrar pontos que possam causar problemas na produção, tais como, pontos curtos (por ex. < 1.0 mm). Veja também Remover pontos pequenos automaticamente.

Para filtrar pontos por comprimento do ponto 1 Abra a Lista de Pontos.
Veja Selecionar pontos com a Lista de Pontos para maiores detalhes.

2 Clique com o botão direito do mouse em qualquer ponto na Lista de
Pontos e selecione Mostrar Pontos a partir do menu que salta direto do monitor. Abre-se o diálogo Mostrar Pontos.

Selecione a série de pontos a mostrar

3 Selecione a série de comprimentos de ponto que você deseja mostrar.
Radial corresponde ao comprimento real do ponto. Axial X,Y corresponde aos movimentos horizontal e vertical da armação. Veja Ajustar os valores de configuração de Salto Automático para maiores detalhes.

4 Clique OK.
Apenas os pontos selecionados aparecem na lista.

V8

Wilcom ES — Manual Online

367

Ideia Para mostrar o texto na cor de ponto que lhe está associada, selecione Texto Multicolorido a partir do menu que salta direto do monitor. Para mostrar o texto a preto, selecione Texto a Preto.

5 Para mostrar novamente todos os pontos, clique com o botão direito do
mouse em Lista de Pontos e selecione Mostrar Tudo a partir do menu que salta direto do monitor.

V8

Capítulo 18

Editar Pontos e Funções de Máquina

368

PARTE V

DIGITAÇÃO AVANÇADA

V8

Wilcom ES — Manual Online

369

V8

370

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

Use ponto de suporte automático, compensação de encolhimento, encurtamento do ponto, espaçamento fracional e Cantos Elaborados para obter uma colocação de pontos suave e regular e para eliminar intervalos no seu desenho. Estas características são propriedades do objeto, e podem ser aplicadas, removidas ou modificadas a qualquer momento.

Esta seção descreve o modo como reforçar e estabilizar desenhos com pontos de suporte automáticos, assim como compensar para o alongamento do tecido. Esta seção também trata de como se pode reduzir o ajuntamento de pontos com encurtamento do ponto e espaçamento fracional, assim como ajustar a densidade do ponto e remover pontos pequenos automaticamente. Descrevem-se aqui as técnicas para controlar o bordado de pontos de canto e de pontos compridos usando Divisão Automática e Salto Automático. Você também encontrará detalhes sobre o estabelecimento de pontos inicial e final automáticos.

Reforçar e estabilizar bordados com ponto de suporte automático
O ponto de suporte ajuda a estabilizar o tecido à medida que você borda, reduzindo a distorção causada pelo efeito de encurtamento do tecido. Também proporciona mais ‘elevação’, estufando os pontos de cobertura e prevenindo para que não afundem quando usados em tecidos moles.

V8

Wilcom ES — Manual Online

371

Quando não se aplica ponto de suporte, o bordado é realizado diretamente em cima do tecido. Assim, não só fica com pouco volume, mas muitas vezes o tecido aparece por debaixo dos pontos de bordado. As bordadoras e os digitadores de bordados com pouca experiência podem ficar tentados a aumentar a densidade do ponto; contudo, as coisas funcionam melhor quando se aplica um ponto de suporte apropriado. O Ponto de Suporte Automático gera o ponto de suporte para objetos baseados nos valores de configuração especificados no diálogo Efeitos. Os valores de configuração do ponto de suporte ficam armazenados com cada objeto do mesmo modo que as outras propriedades do objeto. Os pontos voltam a gerar-se sempre que se altera a escala ou se transforma o objeto.

Aplicar ponto de suporte automático
Use Ponto de Suporte Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para reforçar e estabilizar desenhos de bordado com pontos de suporte automático. Clique com o botão direito do mouse para ajustar a configuração do ponto de suporte. Você pode gerar o bordado automático de um ponto de suporte quando cria um objeto pela primeira vez ou aplicando o processo a objetos existentes. O tipo de ponto de suporte que você escolher é determinado pelo objetivo que deve servir. Pode ser aplicada qualquer combinação de tipos de ponto de suporte, para que se alcancem os objetivos desejados.

com ponto de suporte

sem ponto de suporte

Para aplicar ponto de suporte automático
Clique no ícone Ponto de Suporte Automático caso tenha ou não tenha objetos selecionados. Se não estiverem selecionados nenhuns objetos, os pontos de suporte são automaticamente gerados para todos os novos objetos. Para objetos novos e para objetos selecionados, os pontos de suporte gerados automaticamente são baseados nas propriedades correntes. Clique novamente para desligar o efeito.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

372

Selecionar pontos de suporte
Clique com o botão direito do mouse em Ponto de Suporte Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para selecionar um tipo de ponto de suporte. O produto Designer ES proporciona uma seleção de tipos de ponto de suporte por onde escolher. Use uma única camada de ponto de suporte, ou para reforçar melhor, combine dois tipos de ponto de suporte. A característica Ponto de Suporte Automático deixa você ver ambas as preferências do ponto de suporte ao memso tempo.

Pontos de suporte Ponto Corrido Central e Zigue-zague Duplo

Pontos de suporte Ponto Corrido de Margem e Zigue-zague

Para selecionar pontos de suporte 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto de Suporte
Automático. Abre-se o tabulador Efeitos > Ponto de Suporte Automático.
Selecione o primeiro ponto de suporte espaçamento e comprimento do primeiro tipo de ponto de suporte Selecione o segundo ponto de suporte espaçamento e comprimento do segundo tipo de ponto de suporte primeiro tipo de ponto de suporte

margens do primeiro tipo de ponto de suporte segundo tipo de ponto de suporte

margens do segundo tipo de ponto de suporte

2 Selecione a primeira caixa de verificação de Ponto de Suporte. 3 A partir do Primeiro campo, selecione o primeiro tipo de ponto de
suporte.

4 Selecione a segunda caixa de verificação de Ponto de Suporte tal como
for necessário.

V8

Wilcom ES — Manual Online

373

5 A partir do Segundo campo, selecione o segundo tipo de ponto de
suporte.

6 Clique OK.

Ajustar os valores da configuração dos pontos de suporte Ponto Corrido Central e Ponto Corrido para Margem
Clique com o botão direito do mouse Ponto de Suporte Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores da configuração de Ponto Corrido Central e Ponto Corrido para Margem. O Ponto Corrido Central coloca uma carreira de pontos ao longo do centro da coluna. É usado para estabilizar colunas estreitas (por ex. com 2-3 mm de largura). O Ponto Corrido para Margem coloca pontos em volta da orla de um objeto. Use Ponto Corrido para Margem juntamente com ponto de suporte em Zigue-zague ou Tatami quando digitar formas grandes.

Ponto de suporte Ponto Corrido Central

Ponto de suporte Ponto Corrido para Margem

Nota Você não pode usar Ponto Corrido Central com objetos de Enchimento Complexo. Ajuste o comprimento do ponto para os pontos de suporte Ponto Corrido Central e Ponto Corrido para Margem para assegurar que os pontos de suporte seguem a forma das curvas e não são visíveis no bordado final. Defina um comprimento específico para o ponto corrido, ou use um um comprimento de ponto variável calculado pelo Designer ES. Se você usar um comprimento variável, dê entrada ao valor do intervalo de corda para controlar a proximidade dos pontos quando seguem as linhas digitadas. O intervalo da corda é a distância entre a curva digitada e o ponto de suporte. Veja também Estabelecer comprimentos de ponto variáveis. Nota Os valores da configuração dos pontos de suporte Ponto Corrido Central e Ponto Corrido para Margem são armazenados separadamente e não afetam os valores da configuração dos pontos de cobertura para objetos de Ponto Corrido e Ponto Corrido Triplo.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

374

Para ajustar os valores de configuração dos pontos de suporte Ponto Corrido Central e Ponto Corrido para Margem 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto de Suporte
Automático. Abre-se o tabulador Efeitos > Ponto de Suporte Automático.
Selecione o primeiro ponto de suporte Dê entrada ao comprimento do ponto fixo ou variável Selecione o segundo ponto de suporte Dê entrada ao comprimento do ponto fixo ou variável Selecione Ponto Corrido Central ou Ponto Corrido para Orla para primeiro ponto de suporte

Selecione Ponto Corrido Central ou Ponto Corrido para Orla para segundo ponto de suporte

2 Selecione as caixas de verificação do primeiro e do segundo Ponto de
Suporte (se for necessário) e selecione Ponto Corrido Central ou Ponto Corrido para Orla como o Primeiro ou Segundo tipos de ponto de suporte.

3 Nos painéis de Valores do Ponto, dê entrada aos valores desejados para
cada tipo de ponto de suporte: Comprimento: Define o comprimento máximo de cada ponto. Variar Comprimento do Ponto Corrido: Se estiver ativado, especifique os valores do Comprimento Mínimo do Ponto e do Intervalo de Corda tal como for necessário. Veja Estabelecer comprimentos de ponto variáveis para maiores detalhes.

Pontos de suporte Ponto Corrido para Margem e Ponto Corrido Central com 2,5 mm de comprimento do ponto

Pontos de suporte Ponto Corrido para Margem e Ponto Corrido Central com um comprimento do ponto corrido variável

4 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

375

Ajustar os valores da configuração do ponto de suporte em Zigue-zague e Zigue-zague Duplo
Clique com o botão direito do mouse Ponto de Suporte Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores da configuração do ponto de Zigue-zague e Zigue-zague Duplo. Use o ponto de suporte em Zigue-zague e Zigue-zague Duplo para reforçar colunas largas. Você pode combinar Zigue-zague ou Zigue-zague Duplo com os pontos de suporte Ponto Corrido Central ou Ponto Corrido para Margem.

Ponto de Suporte em Zigue-zague

Ponto de suporte Zigue-zague Duplo

Você pode estabelecer propriedades de espaçamento e de comprimento do ponto para os pontos de suporte Zigue-zague e Zigue-zague Duplo. Nota Os valores da configuração para os pontos de enchimento em Zigue-zague são armazenados separadamente dos valores de ponto de cobertura Zigue-zague e não os afetam.

Para ajustar os valores de configuração do ponto de suporte em Zigue-zague e Zigue-zague Duplo 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto de Suporte
Automático. Abre-se o tabulador Efeitos > Ponto de Suporte Automático.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

376

Selecione o primeiro ponto de suporte Dê entrada aos valores do ponto Zigue-zague

Selecione Zigue-zague ou Zigue-zague Duplo

2 Selecione as caixas de verificação do primeiro e do segundo Ponto de
Suporte (se for necessário) e selecione Zigue-zague ou Zigue-zague Duplo como o Primeiro ou Segundo tipos de ponto de suporte.

3 Nos painéis de Valores do Ponto, dê entrada aos valores desejados para
cada tipo de ponto de suporte: Espaçamento: Define a distância necessária entre duas penetrações da agulha do mesmo lado da coluna. Comprimento: Define o comprimento máximo de cada ponto.

Espaçamento: 3,0 mm

Espaçamento: 4,0 mm

4 Clique OK.

Ajustar os valores de configuração do ponto de suporte Tatami
Clique com o botão direito do mouse Ponto de Suporte Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores da configuração de Tatami. O ponto de suporte Tatami é usado para estabilizar formas grandes e preenchidas. Lembra um ponto de enchimento Tatami extremamente aberto, onde as carreiras de pontos são colocadas ao longo do objeto para criar o ponto de suporte. O ponto de suporte Tatami é muitas vezes usado juntamente com Ponto Corrido para Margem, especialmente em objetos de Enchimento Complexo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

377

Ponto de suporte em Ponto Tatami com Ponto Corrido para Margem

sentido dos pontos de suporte sentido dos pontos de cobertura

Altere o espaçamento dos pontos e os valores de configuração do comprimento para o ponto de suporte Tatami do mesmo modo que o faz para os pontos de enchimento Tatami. Selecione o tipo de ponto atrás que necessita, para objetos de Enchimento Complexo, defina o ângulo dos pontos de suporte. Nota Os valores da configuração para os pontos de enchimento em Tatami são armazenados separadamente dos valores do ponto de cobertura Tatami e não os afetam.

Para ajustar os valores da configuração do ponto de suporte Tatami 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto de Suporte
Automático. Abre-se o tabulador Efeitos > Ponto de Suporte Automático.
Selecione o primeiro ponto de suporte Dê entrada aos valores do ponto Tatami Selecione Tatami

2 Selecione a caixa de verificação do primeiro e segundo Ponto de Suporte
(se for necessário) e selecione Tatami como o Primeiro ou Segundo tipo de ponto de suporte.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

378

3 Nos painéis de Valores do Ponto, dê entrada aos valores desejados para
cada tipo de ponto de suporte: Espaçamento: Define a distância entre cada carreira de pontos de bordado. Comprimento: Define o comprimento máximo de cada ponto.
Espaçamento: 3mm

Espaçamento: 2mm

4 Para objetos de Enchimento Complexo, você também pode definir
ângulo do ponto para os pontos de suporte Tatami. Ângulo 1: o ângulo do ponto para o ponto de suporte, quando Tatami é selecionado como o Primeiro tipo de ponto de suporte. Ângulo 2: o ângulo do ponto para o ponto de suporte, quando Tatami é selecionado como o Segundo tipo de ponto de suporte.
Ângulo: 45º

Ângulo: 135º

Nota Você só pode definir o ângulo do ponto de objetos de Enchimento Complexo.

5 Selecione um ponto atrás. Veja Selecionar um ponto atrás em Tatami
para maiores detalhes.

6 Clique OK.

Estabelecer as margens do ponto de suporte
Clique com o botão direito do mouse em Ponto de Suporte Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar as margens do ponto de suporte.

V8

Wilcom ES — Manual Online

379

A margem do ponto de suporte é a distância entre o contorno de um objeto e a orla do ponto de suporte. Aumente esta margem para prevenir que os pontos de suporte ultrapassem a área dos pontos de cobertura.

margens do ponto de suporte

Para objetos de Enchimento Complexo, você pode dar entrada e um único valor para a margem que é usado para todas as orlas da forma. Para objetos criados com ferramentas de Entrada A, Entrada B, Entrada C ou Letras, você pode estabelecer três margens diferentes — uma para os lados da coluna e uma para cada extremo. Nota Os valores das margens não são aplicáveis em pontos de suporte Ponto Corrido Central.

Para estabelecer as margens do ponto de suporte 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto de Suporte
Automático. Abre-se o tabulador Efeitos > Ponto de Suporte Automático.

2 Selecione a caixa de verificação do primeiro e segundo Ponto de Suporte
(se for necessário), e seleciones os pontos de suporte que você deseja, a partir das listas tipo cortina Primeiro e Segundo.
Selecione Ponto de Suporte Selecione o tipo de ponto

Defina as margens necessárias

3 No painel Margens, defina as margens necessárias.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

380

Para objetos de Entrada A, Entrada B, Entrada C e Letras, dê entrada às margens nos campos 1:, 2: e 3:, usando o diagrama como guia. Para objetos de Enchimento Complexo, dê entrada à margem, apenas no campo 1:. Os valores localizados noutros campos serão ignorados.

Mgn 1: 0,8 mm, Mgn 2: 0,2 mm, Mgn 3: 0,4 mm

todas as margens: 0,1 mm

Ideia Se estiver juntando duas colunas, use um valor negativo na junta final. O Ponto de Suporte vai-se espalhar para fora da área do ponto de cobertura, permitindo que as colunas se juntem suavemente.

duas colunas juntas

4 Clique OK.

Compensação para a elasticidade do tecido
Os pontos de bordar arrepanham o tecido para dentro, no local onde a agulha penetra. Isto faz com que tecido se enrugue e aparecem intervalos no bordado. A compensação de encolhimento automática contraria este efeito ‘bordando demais’ os contornos de formas preenchidas, dos lados, onde a agulha penetra. Veja também Ajustar a densidade do ponto.

contorno digitado contorno calculado

encolhimento compensação

Ajuste a quantidade de bordado de várias camadas de pontos que você precisa variando a compensação de encolhimento estabelecida no diálogo Efeitos. Isto torna-se vantajoso quando você quer bordar um desenho em tecidos com diversos graus de elasticidade.

V8

Wilcom ES — Manual Online

381

Ideia Aplicar o ponto de suporte e usar um reforço e revestimento superior apropriados quando borda, também pode reduzir o efeito de encolhimento.

Aplicar a compensação de encolhimento automática
Use Compensação de Encolhimento (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para compensar automaticamente para a elasticidade do tecido. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de compensação do encolhimento. Aplique a compensação de encolhimento automática em objetos no desenho, ou antes ou depois de digitar.

Compensação de Encolhimento DESLIGADA

Compensação de Encolhimento LIGADA

Para aplicar a compensação de encolhimento automática
Clique no ícone Compensação de Encolhimento caso tenha ou não tenha objetos selecionados. Sem objetos selecionados, a compensação de encolhimento é aplicada a todos os novos objetos. Para objetos novos e para objetos selecionados, a compensação de encolhimento baseia-se nas propriedades correntes. Clique novamente para desligar o efeito.

Ajustar os valores de configuração da compensação de encolhimento
Clique com o botão direito do mouse Compensação de Encolhimento (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração da compensação de encolhimento. A quantidade do bordado de várias camadas de pontos que você requer para a compensação de encolhimento depende do tecido que você vai usar para o bordado. Use a seguinte tabela como guia.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

382

Tecido Drill, Algodão Camiseta Lã, Malha Letras

Compensação de encolhimento (mm) 0,17 0,25 0,25 - 0,4 0,2 - 0,3

Para ajustar os valores de configuração da compensação de encolhimento 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Compensação de
Encolhimento. Abre-se o tabulador Efeitos > Outros.
Selecione Compensação de Encolhimento Dê entrada à concessão de bordado de várias camadas de pontos

2 Selecione a caixa de verificação Compensação de Encolhimento. 3 Dê entrada à quantidade (em milímetros) que você deseja fazer com o
bordado de várias camadas de pontos.

Compensação de Encolhimento: 0,3 mm

Compensação de Encolhimento: 0,6 mm

4 Clique OK.

Ajustar a largura da coluna
Clique com o botão do lado direito do mouse em Compensação de Encolhimento (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores estabelecidos para a largura da coluna. Os valores estabelecidos para a Largura da Coluna ajustam a largura de formas que se paraecem com colunas. O objetivo é ‘engrossar’ ou

V8

Wilcom ES — Manual Online

383

‘adelgassar’ uma coluna; por exemplo, para se criarem letras em ‘negrito’ (bold). Veja também Fazer letras em negrito.

Para ajustar a largura da coluna 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Compensação de
Encolhimento. Abre-se o tabulador Efeitos > Outros.
Selecione Largura da Coluna Insira o valor do ajuste da largura da coluna em %

2 Selecione a caixa de verificação Largura da Coluna. 3 Insira o valor (em percentagem) que você deseja, para ajustar a largura
da coluna.

Largura da coluna: 80%

Largura da coluna: 100%

Largura da coluna: 140%

4 Clique OK.

Inverter o sentido dos pontos
Use Inverter Curva (menu Imagem) para reverter a direção dos pontos no desenho ou em objetos de bordado fechados. O sentido dos pontos pode afetar a qualidade do bordado porque afeta o efeito de alongamento e encolhimento do tecido. Os valores por defeito do

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

384

cartão StarLan de configuração da máquina Melco foram corrigidos Inverter Curva permite-lhe controlar o efeito de alongamento / encolhimento, se inverter a direção do ponto. Por sua vez, isto afeta o sentido dos pontos de objetos de Orla Dentada, Ponto de Contorno e Ponto Dentado. Pode também afetar os deslocamentos Tatami, a orientação do padrão em Divisão Flexível, e a orientação do Ponto Corrido de Motivo. Nota Apenas se podem reverter desenhos fechados e objetos de bordado, tais como Entrada C. O efeito nos objetos de desenho não é visível até que sejam convertidos em objetos de bordado primeiro.

Para inverter o sentido dos pontos 1 Selecione um objeto de bordado fechado. 2 Selecione Imagem > Inverter Curva.
A direção dos pontos é invertida.
Onbjeto de Entrada C com Orla Dentada

Aplicação de Inversão de Curva

Reduzir o ajuntamento de pontos com encurtamento do ponto
O espaçamento de pontos standard é calculado na orla mais exterior da forma. Com curvas pronunciadas, o espaçamento que proporciona cobertura adequada na parte mais exterior da forma pode causar ajuntamento de pontos ao longo da orla mais interior. Isto pode fazer com que o fio se parta quando se começa a bordar. Quanto mais compridos os pontos, pior o problema.

V8

Wilcom ES — Manual Online

385

pontos encurtados

O Encurtamento reduz o comprimento de alguns pontos em curvas pronunciadas, para que as penetrações da agulha sejam distribuídas uniformemente, criando um bordado mais suave. Ideia O Espaçamento Fracional proporciona outra maneira de reduzir o ajuntamento de pontos. Veja Reduzir o ajuntamento de pontos com espaçamento fracional para maiores detalhes.

Aplicar encurtamento do ponto
Use Encurtamento (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para reduzir o ajuntamento de pontos em curvas apertadas encurtando alguns pontos na parte mais interior da orla. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores do encurtamento do ponto. Aplique encurtamento do ponto em cantos pronunciados, para diminuir a densidade do ponto na orla interna.

Para aplicar encurtamento do ponto
Clique no ícone Encurtamento caso tenha ou não tenha objetos selecionados. Sem objetos selecionados, o encurtamento do ponto é aplicado a todos os novos objetos. Para objetos novos e para objetos selecionados, o encurtamento do ponto baseia-se nas propriedades correntes.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

386

Clique novamente para desligar o efeito.

Ajustar os valores de encurtamento do ponto
Clique com o botão direito do mouse Encurtamento (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração do encurtamento do ponto. Os valores de configuração por defeito são estabelecidos para servirem a maioria dos desenhos. Contudo, os utilizadores avançados podem ajustar o modo com o produto Designer ES encurta os pontos estabelecendo valore de encurtamento precisos. Nota Você só deve alterar estes valores se compreender como o encurtamento do ponto é calculado.

Para ajustar os valores de configuração do encurtamento do ponto 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Encurtamento.
Abre-se o tabulador Efeitos > Encurtamento.

Dê entrada ao no. máx. permitido de pontos curtos consecutivos Defina o comprimento dos pontos curtos relativamente ao comprimento do ponto original Aleatorizar padrões de encurtamento

Dê entrada ao espaçamento mínimo permitido

2 No campo Se o Espaçamento, dê entrada ao espaçamento mínimo
permitido entre pontos (como % do espaçamento nominal) antes que o encurtamento automático entre em efeito.

V8

Wilcom ES — Manual Online

387

Se o espaçamento < 90%

Se o espaçamento < 40%

3 No campo No. máx. de Pontos Pequenos, dê entrada ao número máximo
de pontos curtos consecutivos a permitir, até um limite de cinco.

No. máx. de pontos curtos: 1

No. máx. de pontos curtos: 5

Um número maior permite uma distribuição mais uniforme das penetrações da agulha em curvas apertadas e reduz o ajuntamento de pontos.

4 No painel Encurtar o Comprimento do Ponto (%), defina os
comprimentos individuais de pontos curtos consecutivos, como uma percentagem do original.

No. máx. de pontos curtos: 1 Encurtar o comprimento do ponto para: 80%

No. máx. de pontos curtos: 1 Encurtar o comprimento do ponto para: 50%

Nota Um valor de 80% significa que o ponto é encurtado para 80% do comprimento original e não em 80%. Quanto menor a percentagem, mais curto o ponto.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

388

Se você permitir três pontos curtos, você só precisa preencher as primeiras três carreiras. Se você permitir cinco pontos curtos, preencha as cinco carreiras.

No. máx. de pontos curtos: 5 Encurtar o comprimento do ponto para: 50% Carreira 1: 90 Carreira 2: 70 60 Carreira 3: 55 85 55 Carreira 4: 55 85 75 55 Carreira 5: 55 70 45 70 55

No. máx. de pontos curtos: 5 Encurtar o comprimento do ponto para: 50% Carreira 1: 80 Carreira 2: 85 70 Carreira 3: 70 90 70 Carreira 4: 70 90 80 70 Carreira 5: 70 85 65 85 70

Se apenas se gerar um ponto curto entre os pontos normais, o valor na Carreira 1 se aplica. Se forem gerados dois pontos curtos consecutivos, os valores na Carreira 2 se aplicam ao 1º e 2º pontos respectivamente. E assim consecutivamente subindo na escala. Ideia Para obter melhores resultados use um padrão dentado entre pontos consecutivos.

5 Selecione a caixa de verificação Aleatorizar para encurtar
aleatoriamente os valores do padrão. Isto eliminará linhas indesejadas que aparecem em curvas regulares.

Aleatorizar LIGADO

Aleatorizar DESLIGADO

6 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

389

Reduzir o ajuntamento de pontos com espaçamento fracional
O espaçamento de pontos standard é calculado na orla mais exterior da forma. Com curvas pronunciadas, o espaçamento que proporciona cobertura adequada na parte mais exterior da forma pode causar ajuntamento de pontos ao longo da orla mais interior. Isto pode fazer com que o fio se parta quando se começa a bordar. Quanto mais compridos os pontos, pior o problema.
Fração de deslocamento: 0,00 0,33 0,66 1,00 Orla mais exterior

Com Espaçamento Fracional, o produto Designer ES calcula os valores de espaçamento de um ponto específico chamado fração de deslocamento. Este ponto fica localizado entre a orla mais exterior e orla mais interior da forma. Você pode alterar a fração de deslocamento para ajustar o espaçamento de pontos nas orlas mais interior e mais exterior. Ideia O Encurtamento proporciona outra maneira de reduzir o ajuntamento de pontos. Veja Reduzir o ajuntamento de pontos com encurtamento do ponto para maiores detalhes.

Aplicar espaçamento fracional
Use Espaçamento Fracional (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para reduzir o ajuntamento de pontos em curvas apertadas ajustando o ponto no qual o espaçamento de pontos é calculado. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração do espaçamento fracional. Aplique espaçamento fracional em formas curvas para uniformizar a densidade do ponto juntamente com as orlas exterior e interior. O espaçamento fracional é particularmente útil para colunas a Ponto Cheio com viragens e curvas apertadas.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

390

Espaçamento fracional DESLIGADO

Espaçamento fracional LIGADO

Ideia Para obter melhores resultados, combine os efeitos de encurtamento do ponto e espaçamento fracional.

Para aplicar o espaçamento fracional
Clique no ícone Espaçamento Fracional caso tenha ou não tenha objetos selecionados. Sem objetos selecionados, o espaçamento fracional é aplicado a todos os novos objetos. Para objetos novos e para objetos selecionados, o espaçamento fracional baseia-se nas propriedades correntes. Veja Ajustar os valores de configuração do espaçamento fracional para detalhes. Clique novamente para desligar o efeito.

Ajustar os valores de configuração do espaçamento fracional
Clique com o botão direito do mouse em Espaçamento Fracional (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração do espaçamento fracional. O espaçamento fracional do ponto calcula espaçamento a um certo ponto entre a orla mais interior e a orla mais exterior da forma. Este ponto é chamado de fração de deslocamento. Dá-se entrada à fração de deslocamento como um fração da largura da coluna, onde a orla mais exterior é 0,00 e a orla mais interior é 1,00.

Para ajustar os valores de configuração do espaçamento fracional 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Espaçamento Fracional.
Abre-se o tabulador Efeitos > Outros.

V8

Wilcom ES — Manual Online

391

Selecione Espaçamento Fracional

Dê entrada à fração de deslocamento como uma fração da largura da coluna

2 Selecione a caixa de verificação Espaçamento Fracional. 3 No campo Fração de Deslocamento, dê entrada ao valor da fração de
deslocamento como uma fração da largura da coluna, onde a orla mais exterior é 0,00 e a orla mais interior é 1,00.

59 pontos

49 pontos

43 pontos

Fração de deslocamento 0,00

Fração de deslocamento 0,33

Fração de deslocamento 0,66

Ideia Uma fração de deslocamento de 0,33 gera menos pontos que o espaçamento standard, reduzindo o ajuntamento de pontos ao longo da orla mais interior. Uma fração de deslocamento de 0,66 elimina o ajuntamento de pontos na orla mais interior, mas pode produzir pontos insuficientes para cobertura do tecido.

4 Clique OK.

Ajustar a densidade do ponto
Você pode desejar alterar a densidade do ponto para poder bordar num tecido diferente ou para usar um fio diferente. Alternativamente, pode desejar tornar a produção mais barata reduzindo a contagem geral do número de pontos num desenho. A característica Processar deixa você alterar a densidade de todos os tipos de pontos (exceto Manual) ao longo de todo o desenho ou de partes selecionadas de um desenho. Também deixa você ajustar a densidade de tipos de pontos selecionados. Você pode mesmo usar esta característica para alterar a escala de um desenho. Veja

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

392

também Ajustar valores de Espaçamento Automático e Remover pontos pequenos automaticamente.

100%: 5195 pontos

20%: 987 pontos

Ajustar a densidade geral do ponto
Use Processar (barra de ferramentas Gerar) para ajustar a densidade do ponto e/ou alterar a escala de todo o desenho ou de partes selecionadas de um desenho. A ferramenta Processar deixa você ajustar a densidade geral do ponto ao longo de todo o desenho ou de partes selecionadas de um desenho, para que se atinja um certo número de pontos. Você pode ajustar a densidade como uma percentagem para evitar ter que calcular o espaçamento de pontos absoluto e os valores do comprimento para cada tipo de ponto. Ideia Se um desenho foi criado originalmente com o produto Designer ES, ou se foi convertido em objetos, as alterações que você fizer ao longo do diálogo Processar vão alterar as propriedades dos objetos selecionados. Você pode verificar quaisquer alterações através do diálogo Propriedades do Objeto.

Para ajustar a densidade geral do ponto 1 Selecione o desenho ou objetos que você deseja processar. 2 Clique no ícone Processar.
Abre-se o diálogo Processar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

393

Dê entrada à contagem de pontos a alcançar

Ajuste Compensação de Encolhimento

3 No painel Valores do Ponto, dê entrada ao número de Pontos de Destino
ou em percentagem ou como valor absoluto (em milímetros). Este valor determina quanto a densidade de cada tipo de ponto precisa ser alterada para que se alcance a contagem de pontos estabelecida. Os valores de espaçamento e comprimento para cada tipo de ponto ajustam-se automaticamente de acordo com os novos valores da densidade geral.

4 No campo Compensação de Encolhimento, dê entrada à quantidade de
bordado de várias camadas de pontos (ou à não inserção de tantas camadas de bordado normal) para compensar para o encolhimento do tecido. Se o desenho foi criado originalmente no Designer ES, ou se foi convertido para uma formatação EMB, dê entrada ao valor da compensação de encolhimento que vai ser aplicado a todos os objetos no desenho. Veja também Compensação para a elasticidade do tecido.

5 No painel Dimensões, ajuste os valores da Largura e a Altura para que
se altere a escala dos objetos selecionados tal como for necessário.
Ajuste os valores da Largura e da Altura para que se altere a escala dos objetos selecionados

Dê entrada aos novos tamanhos como um valor absoluto ou como uma percentagem do tamanho corrente. O valor por defeito 100% para o espaçamento e comprimento de pontos ajusta-se automaticamente para refletir a nova densidade. Veja Escalar objetos usar propriedades do objeto para maiores detalhes.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

394

6 Clique OK.
Os pontos para objetos de Tatami, Ponto Cheio, Ponto Corrido e Divisão Programada voltam-se a gerar usando os novos valores de configuração.

100%: 5195 pontos

20%: 987 pontos

Nota Tal como no diálogo Propriedades do Objeto, o diálogo Processar deixa você especificar as dimensões do desenho precisamente.

Ajustar a densidade do ponto para certos tipos de ponto
Use Processar (barra de ferramentas Gerar) para alterar a densidade de tipos de ponto selecionados num desenho. A ferramenta Processar deixa você alterar a densidade de um ou mais tipos de pontos ao longo de todo o desenho ou de partes selecionadas de um desenho. Você pode alterar a densidade do ponto como uma percentagem e não tem que selecionar objetos individualmente. Mesmo que a seleção inclua objetos criados com tipos de pontos diferentes, você pode alterar a densidade apenas de um tipo. Por exemplo, você pode selecionar todo o desenho e depois alterar a densidade de todos os objetos a Ponto Cheio. As alterações se refletem nas propriedades de objetos individuais.

Para ajustar a densidade de certos tipos de pontos 1 Selecione o desenho ou objetos que você deseja processar. 2 Clique no ícone Processar.
Abre-se o diálogo Processar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

395

Selecione Espaçamento Automático

Ajustar as densidades do ponto

Ajuste Compensação de Encolhimento

3 No painel Valores do Ponto, ajuste a densidade para cada tipo de ponto
tal como for necessário. Você pode selecionar o novo espaçamento ou comprimento como uma percentagem do original — de 10% a 1000% — ou como um valor absoluto (em milímetros). Nota Se não deseja alterar a densidade de um certo tipo de ponto, deixe-a ficar em 100%.

4 Selecione a caixa de verificação se você deseja usar Espaçamento
Automático para bordado a Ponto Cheio. Se a caixa de verificação estiver desativada, o Espaçamento Automático será removido de todos os elementos do desenho de Ponto Cheio qua se irão alterar para um espaçamento fixo. Se a caixa de verificação estiver obscurecida, os valores originais de Espaçamento Automático são mantidos. Veja também Aplicar Espaçamento Automático no Ponto Cheio.

5 No campo Compensação de Encolhimento, dê entrada à quantidade de
bordado de várias camadas de pontos (ou à não inserção de tantas camadas de bordado normal) para compensar para o encolhimento do tecido. Se o desenho foi criado originalmente no Designer ES, ou se foi convertido para uma formatação EMB, dê entrada ao valor da compensação de encolhimento que vai ser aplicado a todos os objetos no desenho. Veja também Compensação para a elasticidade do tecido.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

396

Divisão Programada

Pontos Tatami

Espaçamento de pontos reduzido em Tatami (densidade aumentada)

Espaçamento de pontos de Divisão Programada reduzido (densidade aumentada)

6 Clique OK.
Nota Tal como no diálogo Propriedades do Objeto, o diálogo Processar deixa você especificar as dimensões do desenho precisamente.

Remover pontos pequenos automaticamente
Os pontos muito pequenos podem estragar o tecido e fazer com que o fio ou a agulha se partam. Antes de você enviar um desenho para bordar, você pode remover automaticamente os pequenos pontos indesejados. Veja também Filtrar pontos por comprimento do ponto. Ideia Para que os pontos pequenos sejam removidos automaticamente sempre que você faz a saída do desenho, selecione a caixa de verificação Executar Filtro de Pontos Pequenos à Saída no diálogo Opções. Veja Definir outras opções gerais para maiores detalhes.

Para remover pontos pequenos automaticamente 1 Selecione Ponto > Pontos Pequenos.
Abre-se o diálogo Pontos Pequenosabre-se.

Dê entrada ao comprimento mínimo do ponto a manter

2 Dê entrada ao comprimento mínimo do ponto que você deseja manter.

V8

Wilcom ES — Manual Online

397

3 Clique OK.
Todos os pontos mais curtos que o comprimento especificado serão removidos de desenho. Ideia Se o novo valor for menor que o valor anterior, volte a gerar os pontos para o objeto antes de o enviar para bordar. Verifique a barra de Status para obter a nova contagem de pontos.

Controlar o bordado de cantos
As partes mais aguçadas de uma forma podem causar um ajuntamento de pontos e as penetrações da agulha que podem criar uma área dura no bordado e podem estragar o tecido ou a agulha. A função Cantos Elaborados ajuda-o a controlar os cantos pronunciados em objetos de Entrada A e Entrada C. Existem dois tipos — Cantos de Esquadria e Cantos Redondos. Especifique o ângulo do canto a partir do qual ambos serão invocados. Os Cantos de Esquadria criam uma linha afiada na interseção de duas colunas. Use-os principalmente para ângulos de canto de 75° a 90°. Cantos Arredondados são apropriados muito aguçados visto gerarem menos pontos.

Cantos Elaborados DESLIGADO

Cantos Arredondados

Cantos de Esquadria

Aplicar Cantos Elaborados
Use Cantos Elaborados (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para controlar o bordado de cantos pronunciados em objetos de Entrada A e Entrada C. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração. Aplique Cantos Elaborados Para reduzir o número de pontos e o risco de um bordado com ajuntamento de pontos e distorcido em cantos pontiagudos.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

398

Para aplicar Cantos Elaborados
Clique no ícone Cantos Elaborados caso tenha ou não tenha objetos selecionados. Se não estiverem selecionados nenhuns objetos, os Cantos Elaborados são automaticamente gerados para todos os novos objetos. Para ambos objetos novos e objetos selecionados, as Cantos Elaborados baseiam-se nas propriedades correntes. Veja Ajustar os valores de configuração de Cantos Elaborados para detalhes.

Cantos Elaborados DESLIGADO

Canto Arredondado

Canto de Esquadria

Nota Você também pode aplicar Cantos Elaborados em objetos de Entrada C em conjunto com o arredondamento de cantos aguçados. Veja Arredondar cantos aguçados para maiores detalhes. Clique novamente para desligar o efeito.

Ajustar os valores de configuração de Cantos Elaborados
Clique com o botão direito do mouse em Cantos Elaborados (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de Cantos Elaborados. Você pode estabelecer os ângulos que irão ser aplicados nos Cantos de Esquadria e nos Cantos Arredondados, e especificar a margem que foi dada para equilibrar sobreposição e comprimento do ponto. Nota Você pode usar as opções de Canto de Esquadria and Canto Arredondado juntas. Por exemplo, você pode preferir que um canto com um ângulo menor que 75° seja uma esquadria, mas preferir que os cantos pronunciados menores que 45° sejam arredondados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

399

Para ajustar os valores de configuração de Cantos Elaborados 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Cantos Elaborados.
Abre-se o tabulador Efeitos > Cantos Elaborados.
Selecione Cantos Elaborados Ajuste os valores da configuração de Canto de Esquadria

Ajuste os valores da configuração de Canto Arredondado

2 Selecione a caixa de verificação Bordar Cantos Elaborados. 3 No painel Cantos de Esquadria, selecione a caixa de verificação e dê
entrada aos seguintes valores: Esquadria abaixo do Ângulo: o ângulo abaixo do qual se deve aplicar Cantos de Esquadria. Quaisquer cantos menores que este ângulo são colocados com esquadria.
Esquadria abaixo do ângulo: 75° Esquadria abaixo do ângulo: 45°

Por exemplo, estabeleça o produto Designer ES de modo que este faça automaticamente uma esquadria em cantos com um ângulo menor que 75°, mas que borde ângulos mais abertos usando os valores do ponto de enchimento normais. Sobreposição de Esquadria: a distância a que os pontos se podem sobrepôr no centro do canto.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

400

Sobreposição de esquadria: 0,5mm

Sobreposição de esquadria: 1,5mm

4 No painel Canto Arredondado, selecione a caixa de verificação e dê
entrada aos seguintes valores: Cobertura abaixo do Ângulo: o ângulo abaixo do qual se deve aplicar um canto com coberto. Quaisquer cantos menores que este ângulo são cobertos.
Cobertura abaixo do ângulo: 45° Cobertura abaixo do ângulo: 75°

Se os Cantos de Esquadria também estiverem selecionados, este valor é geralmente menor que o ângulo de esquadria. Cobrindo a sobreposição: o número de sobreposição de carreiras permitidas onde as seções da cobertura se juntam.
Sobreposição de coberturas: 1 Sobreposição de coberturas: 3

Comprimento Máx. do ponto para Coberturas: o comprimento máximo dos pontos numa cobertura. Cantos Arredondados com pontos que ultrapassem este comprimento serão transformados em Cantos de Esquadria. Assim se previne que pontos compridos e curtos apareçam uns ao lado dos outros.

5 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

401

Arredondar cantos aguçados
Clique com o botão direito do mouse em Entrada C (barra de ferramentas Entrada) para estabelecer o arredondamento de cantos aguçados. O produto Designer ES aplica o arredondamento de cantos aguçados por defeito. A ferramenta Arredondar os Cantos Aguçados também se encontra disponível para objetos de Entrada C para que você tenha a opção de aguçar ou arredondar os cantos aguçados. A opção apenas se encontra disponível em conjunto com o efeito de Cantos Elaborados e é tipicamente usada com a opção Canto Arredondado. Veja também Aplicar Cantos Elaborados.

Para arredondar os cantos aguçados 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Entrada C.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Entrada C.

Selecione Arredondar os Cantos Aguçados

2 Selecione a caixa de verificação Arredondar os Cantos Aguçados.
Esta caixa de verificação só se encontra ativada quando Cantos Elaborados se encontram ligados no diálogo Efeitos. Veja Controlar o bordado de cantos para maiores detalhes.

3 Clique OK.

canto aguçados

cantos arredondados

Dividir pontos compridos com Divisão Automática
Clique com o botão direito do mouse em Ponto Cheio (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar Divisão Automática em objetos de Ponto Cheio novos ou selecionados.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

402

Se uma forma a Ponto Cheio for larga, alguns pontos podem exceder o ponto máximo que essa máquina de bordar em particular consegue produzir. Quando se aplica Divisão Automática, o Designer ES parte todos os pontos de Ponto Cheio que sejam compridos em pontos menores. Também distribui as penetrações da agulha num padrão aleatório, para que não formem uma linha no meio da forma.
Divisão Automática DESLIGADA Divisão Automática LIGADA

Apesar da Divisão Automática ser proporcionada em primeiro lugar para prevenir que se formem pontos compridos em colunas largas, também pode ser usada como alternativa ao enchimento Tatami. A Divisão Automática parece-se mais com Ponto Cheio e funciona bem com pontos que se viram, criando linhas suaves e um pouco mais de profundidade. Em contraste, o Tatami é mais abatido e pode mostrar padrões indesejáveis em curvas apertadas. Nota Se você deseja preservar o efeito de Ponto Cheio — por exemplo, se apenas alguns pontos são muito compridos — você pode usar Salto Automático em sua substituição. A Divisão Automática deve ser desligada para que o Salto Automático faça efeito. Veja Preservar pontos compridos com Salto Automático para maiores detalhes. Se você não aplicar Divisão Automática ou Salto Automático, os pontos são divididos em pontos menores de igual comprimento. A linha formada pelas penetrações da agulha será visível no bordado final.

Para dividir pontos compridos com Divisão Automática 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Ponto Cheio.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.
Selecione Divisão Automática Dê entrada ao comprimento máx. e mín. do ponto

V8

Wilcom ES — Manual Online

403

2 Selecione a caixa de verificação Divisão Automática. 3 No campo Comprimento dê entrada ao comprimento máximo do Ponto
Cheio permitido, antes que Divisão Automática seja aplicada. Os pontos que excedem este valor serão divididos em pontos menores. Este valor pode ser menor que o ponto máximo usado generalmente no desenho.

Comprimento: 5 mm Ponto Mínimo: 0,4 mm

Comprimento: 4 mm Ponto Mínimo: 0,4 mm

Comprimento: 3 mm Ponto Mínimo: 0,4 mm

Ideia Use um comprimento de 7,00 mm para preservar o efeito do Ponto Cheio.

4 No campo Ponto Mínimo, dê entrada ao ponto mais curto que pode ser
gerado quando se usa Divisão Automática.

Comprimento: 4 mm Ponto Mínimo: 5 mm

Comprimento: 4 mm Ponto Mínimo: 3 mm

Comprimento: 4 mm Ponto Mínimo: 1 mm

5 Clique OK.
Ideia Como alternativa a Divisão Automática, tente um enchimento texturado em Tatami ou Divisão Programada. Ou, use Divisão Definida pelo Utilizador para gerenciar linhas divididas em enchimento a Ponto Cheio. Veja Enchimentos Texturados para maiores detalhes.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

404

com Tatami

com Divisão Programada

com Divisão Definida pelo Utilizador

Preservar pontos compridos com Salto Automático
As máquinas de bordar têm um comprimento de ponto máximo possível, que é determinado pelas limitações do movimento da armação da própria máquina. Se um ponto excede esse comprimento máximo, é partido em pontos menores. Isto pode afetar a aparência do bordado, especialmente enchimentos a Ponto Cheio. Ao aplicar Salto Automático, você pode preservar os pontos compridos num objeto, se os transformar em uma série de saltos.

Salto Automático DESLIGADO

Salto Automático LIGADO

Nota Salto Automático é aplicado por defeito a conectores. Veja também Usar saltos como conectores. O Salto Automático pode ser usado, por exemplo, com pontos de suporte digitados manualmente. Pode também ser usado para criar efeitos estofados, por exemplo, se for aplicado em áreas de Ponto Cheio que tenham várias camadas de pontos formadas por Pontos Corridos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

405

Para criar uma coluna estreita com mais ‘elevação’ tque a do Ponto Cheio normal, aplique Salto Automático, em conjunto com um ponto de suporte apropriado, com um comprimento máximo do ponto estabelecido num valor baixo, por ex. 6 mm. Se os pontos de cobertura forem curtos, dividí-los com um salto torna-os mais soltos e assim mais fáceis de elevar relativamente ao tecido. Veja também Reforçar e estabilizar bordados com ponto de suporte automático. Nota O movimento máximo da armação é definido no software pelos valores de formatação de máquina. Veja Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard para maiores detalhes.

Aplicar Salto Automático
Use Salto Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para preservar pontos compridos em objetos novos e selecionados. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração. Aplique Salto Automático em objetos com pontos que excedem o comprimento máximo do ponto.
Se não existem pontos que são saltos — existem penetrações da agulha adicionais Pontos que são saltos — não são cortados

Nota Muitas máquinas cortam os pontos executando saltos. Assim, para evitar que as tesouras sejam ativadas, realizam-se geralmente apenas um ou dois saltos entre penetrações da agulha. Veja também Configurar funções de corte.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

406

Para aplicar Salto Automático
Clique no ícone Salto Automático caso tenha ou não tenha objetos selecionados. Sem objetos selecionados, o Salto Automático é aplicado a todos os novos objetos. Para objetos novos e para objetos selecionados, o Salto Automático baseia-se nas propriedades correntes. Clique novamente para desligar o efeito.

Ajustar os valores de configuração de Salto Automático
Clique com o botão direito do mouse em Salto Automático (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração. Você pode ajustar os valores de configuração de Salto Automático de modo que variem o comprimento onde os pontos são convertidos em saltos, o comprimento dos próprios saltos e o método de calcular comprimento do ponto.

Para ajustar os valores de configuração de Salto Automático 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Salto Automático.
Abre-se o tabulador Efeitos > Salto Automático.
Selecione Salto Automático Dê entrada aos valores do ponto máximo e do comprimento do salto Selecione o método de calcular

2 Selecione a caixa de verificação Salto Automático. 3 No campo Ponto Máximo, dê entrada ao comprimento máximo do ponto
a reconhecer. Aos pontos que excederem este valor, vai aplicar-se Salto Automático.

V8

Wilcom ES — Manual Online

407

Nota Este valor tem que ser menor ou igual ao máximo comprimento do ponto possível para a formatação da máquina selecionada. Veja Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard para maiores detalhes.

4 No campo Comprimento do Salto, dê entrada ao comprimento de cada
salto. Saltos mais pequenos aumentam o tempo de bordado, mas movimentam a armação mais suavemente ao longo do desenho.

5 No painel Cálculo do Comprimento clique no método requerido para se
calcular o comprimento do ponto. Ao longo do Raio: mede a distância entre duas penetrações da agulha consecutivas. Ao longo do Eixo: mede o movimento horizontal ou vertical requerido pelo ponto.
medido ao longo do raio Ponto máximo Ponto máximo Y medido ao longo do eixo

X Ponto máximo

A opção que você selecionar depende do modo como a sua máquina mede o comprimento do ponto. Consulte o manual da sua máquina de bordar para maiores detalhes.

6 Clique OK.

Estabelecer pontos de início e final automáticos
Antes de bordar, algumas máquina de bordar requerem que você posicione a agulha iniciante exatamente acima do primeiro ponto de penetração da agulha. Use Início e Final Automáticos para conectar o primeiro e o último pontos no desenho. Isto torna mais fácil o posicionamento da agulha antes de bordar e reduz a hipótese da agulha bater no lado da argola.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

408

Para estabelecer pontos de início e final automáticos 1 Selecione Bordar > Início e Final Automáticos.
O espaço de diálogo Início e Final Automáticos.
Selecione Usar Início e Final Automáticos Selecionar um método de centragem Especifique como combinar pontos conectores Especifique o tipo de conector Selecione ponto-final pré-estabelecido

2 Selecione a caixa de verificação Usar Início e Final Automáticos para
ligar o primeiro e o último pontos no desenho.

3 Selecione a caixa de verificação Manter Automaticamente para manter
o centro do desenho depois de modificar o desenho.

4 Selecionar um método de centragem.
Início e Final Automáticos: por defeito, os pontos conectores são criados a partir dos pontos de início e final e para o centro do desenho. Selecione um dos nove pontos-finais pré-estabelecidos. Voltar ao Ponto Inicial: cria um ponto conector do ponto final ao ponto inicial. Digitar Ponto de Início / Final Automáticos: cria pontos conectores a partir dos pontos de início e fim para um ponto que você defina. Se você selecionar isto, você vai ser avisado para selecionar o ponto depois de clicar OK.

5 Selecione para combinar pontos conectores no plano Horizontal, Vertical
ou ambos, no painel Igualar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

409

Igualar na vertical

Igualar na horizontal

Igualar em ambos

6 Selecionar o tipo e o comprimento dos pontos conectores no painel
Conectores. Veja Conectar Objetos de Bordado para maiores detalhes.

7 Clique OK.
Os pontos conectores serão inseridos tal como for necessário antes do primeiro e depois do último pontos do desenho.

V8

Capítulo 19

Melhorar a Qualidade do Ponto

410

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

O produto Designer ES proporciona características de digitação especializadas para poupar tempo na digitação à medida que você digita e para proporcionar efeitos especiais e funções de máquina. Existem ferramentas de entrada para a digitação de círculos, estrelas, anéis e objetos de appliqué, assim como métodos para preenchimento de orifícios, criando duplicados repetidos ‘para a frente’ ou repetidos ‘para trás’ e para adicionar rebordos. Se o seu tipo de máquina é compatível com perfuração ou colocação de lantejoulas, você pode usar o produto Designer ES para digitar também estes efeitos. Esta seção descreve o modo como reforçar contornos. Também descreve o modo como se devem digitar círculos, estrelas e anéis. Também cobre assuntos relacionados com a criação de juntas suaves, rebordos e preenchimento de orifícios. Você também pode descobrir como se faz a digitação especializada para appliqué, lantejoulas e perfuração.

Reforçar contornos
Use Para Trás / Repetir (ferramenta Apontador) para reforçar um contorno, bordando-o no mesmo sentido ou no sentido oposto. Use Para Trás e Repetir para reforçar contornos enquanto especifica o sentido dos pontos de bordado. Os pontos Para Trás são bordados no sentido inverso do sentido original. Tipicamente, é usado para tornar os contornos a ponto corrido mais grossos sem criar pontos conectores indesejados. Os pontos criados com Repetir duplicam o sentido original do ponto e usam-se geralmente em formas fechadas.

V8

Wilcom ES — Manual Online

411

Use Para Trás em formas abertas

Use Repetir em formas fechadas

Nota Se você usar Repetir para formas abertas, é inserido um ponto conector do final ao início do objeto e esse conector precisa ser cortado.

Para reforçar contornos 1 Selecionar o objeto (ou objetos) a que se vai reforçar o contorno. 2 Clique no ícone Para Trás/Repetir para bordar para trás, clique com o
botão direito do mouse para repetir. O objeto é duplicado e colocado em cima do original. Tem a mesma cor que o original e é colocado a seguir ao original na sequência de bordado.

3 Verifique se o objeto foi duplicado usando um dos métodos seguintes:
Verifique a contagem de pontos na Linha de Status. Use Redesenhar Devagar. Veja Redesenhar devagar a sequência dos pontos do bordado para maiores detalhes. Realize o percurso ao longo dos pontos. Veja Verificar a sequência do bordado para maiores detalhes.

Digitar círculos, estrelas e anéis
O produto Designer ES proporciona ferramentas de entrada especiais para poupar tempo na digitação de círculos, estrelas e anéis. Use as ferramentas Anel e Círculo para digitar círculos ou anéis e a ferramenta Estrela para efeitos de círculos a uma escala menor. Você pode usar qualquer tipo de ponto de enchimento com círculos e ovais, apesar do Ponto de Contorno só ficar bem com ovais compridas e estreitas.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

412

Círculo com Divisão Programada

Estrela

Oval com Ponto de Contorno

Digitar círculos e ovais
Use Círculo/Estrela (barra de ferramentas Entrada) para digitar círculos e ovais preenchidos. Digite círculos e ovais preenchidos com apenas uns cliques. Você pode usar qualquer tipo de ponto de enchimento com círculos e ovais, apesar do Ponto de Contorno só ficar bem com ovais compridas e estreitas.

Círculo com Divisão Programada

Oval com Ponto de Contorno

Ideia Para alcançar um enchimento com um efeito de contorno em espiral para um círculo, digite o círculo usando um método de entrada diferente — por ex. Anel — deixando um pequeno orifício no meio.

Para digitar círculos e ovais 1 Clique no ícone Círculo/Estrela. 2 Digite o círculo ou oval.
Clique para marcar o centro do círculo ou oval. Um contorno do círculo se agrega ao apontador. Movimente o apontador até que o contorno esteja do tamanho correto e depois clique para marcar o raio do ponto de referência. Este ponto também marca o ponto de entrada do ponto de bordar. O ângulo do ponto vai ser perpendicular à linha que conecta o ponto central e o raio do ponto de referência. Para criar um círculo, pressione a tecla Enter.

V8

Wilcom ES — Manual Online

413

Para criar uma oval, clique novamente para marcar um segundo ponto radial e pressione a tecla Enter.
ponto de referência 2
90°

ponto de referência 3

1 centrar

Digitar estrelas
Use Círculo/Estrela (barra de ferramentas Entrada) para digitar formas de estrelas preenchidas com ponto Zigue-zague. Você pode digitar círculos e ovais que usam pontos curvos de Zigue-zague para criar uma ‘Estrela’ ou ‘pontinho francês’.

Nota As estrelas só são bordadas a ponto Zigue-zague. Você não pode selecionar um tipo de ponto diferente para este efeito.

Para digitar estrelas 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Círculo/Estrela. 2 Digite os pontos de referência para a estrela.
Clique para marcar o centro da estrela. Um contorno do círculo se agrega ao apontador. Movimente o apontador até que o contorno esteja do tamanho correto e depois clique para marcar o raio do ponto de referência. Este ponto também marca o ponto de entrada para a estrela. Para criar uma estrela circular, pressione a tecla Enter.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

414

2

ponto de referência

1 centrar

Para criar uma estrela oval, clique novamente para marcar o segundo ponto radial e pressione a tecla Enter.

Digitar Anéis
Use Anel (barra de ferramentas Entrada) para digitar anéis em forma de círculos e de ovais. Crie anéis digitando círculos e ovais uns dentro dos outros. Use combinações diferentes de formas com limites internos e externos para criar efeitos diferentes.

círculo em oval

oval em círculo

oval em oval

Você pode digitar anéis com uma variedade de tipos de pontos de enchimento. O Ponto de Contorno é muito apropriado para anéis, visto passar pontos em volta do anel num padrão em forma de espiral.

anel com Ponto Cheio

anel com Ponto de Contorno

anel com Tatami

Ideia Digite o círculo interior primeiro para se assegurar que os pontos alongam para fora.

V8

Wilcom ES — Manual Online

415

Para digitar anéis 1 Clique no ícone Anel. 2 Digite o limite interior do anel.
Clique uma vez para marcar o centro do limite interior. Um contorno do círculo se agrega ao apontador. Movimente o apontador até que o contorno esteja do tamanho correto e depois clique para marcar o raio do ponto de referência. Este ponto é também o ponto de entrada para o limite interior. Pressione a tecla Enter para criar um círculo, ou clique novamente para marcar um segundo ponto radial para a oval. O contorno do segundo limite se agrega agora ao apontador.

3 Digite o limite exterior do anel do memso modo que digitou o primeiro
e depois pressione a tecla Enter.
ponto de 4 referência ponto de 2 referência 1 centrar 3 ponto de referência

Criar juntas suaves
Use Entrada A (barra de ferramentas Entrada) juntamente com Entrada Contínua para criar objetos singulares que englobam seções bordadas separadamente. A característica Entrada Contínua proporciona-lhe uma maneira simples e eficaz de digitar um objeto singular de Entrada A composto por seções bordadas separadamente. A característica Entrada Contínua proporciona-lhe uma maneira simples e eficiente de digitar um objeto singular composto por seções bordadas separadamente. Nota Entrada Contínua se aplica apenas a Entrada A. Os objetos criados desta maneira podem ser apagados ou editados usando ferramentas de remodelação standard.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

416

Para criar juntas suaves 1 Selecione Especial > Opções e clique no tabulador Geral.
Abre-se o tabulador Opções > Geral.

Selecione um estilo de entrada contínua

2 Selecione um estilo de entrada contínua.
Normal: use este estilo para uma entrada não-contínua. Substituição Contínua: use este estilo para continuar a digitar o mesmo objeto depois de cada vez que pressiona a tecla Enter. Quaisquer propriedades que você alterar durante a digitação afetarão todo o objeto e não apenas a seção em que você está trabalhando.

primeira seção criada

segunda seção ‘unida suavemente’ à primeira — duas seções transformadas num objeto singular

Adição Contínua: Use esta função para unir objetos de tamanho diferente, quando se usam tipos de pontos diferentes — por ex. numa seção estreita de Ponto Cheio que se junta a uma seção larga de Tatami.
segunda seção 'unida suavemente’ à primeira — duas seções transformadas em dois objetos separados

primeira seção criada

3 Clique OK. 4 Digite um objeto de Entrada A. Veja Digitar colunas de largura variável
para maiores detalhes. Quando você pressiona a tecla Enter, o objeto digitado enche-se de pontos. A ferramenta de entrada ainda se encontra ativa.

V8

Wilcom ES — Manual Online

417

5 Se você está usando o modo de Adição Contínua, você pode selecionar
outro tipo de ponto nesta altura. Ideia Para fazer com que a tela pare de desenrolar enquanto você movimenta o mouse, pressione e segure a tecla Shift e clique no botão do tipo de ponto que deseja.

6 Recomece a digitar onde tinha parado e pressione a tecla Enter quando
terminar. A nova seção se preenche com pontos e une-se à seção anterior. Se você está usando o modo de Adição Contínua, a nova seção compreende um novo objeto. Isto quer dizer que, apesar das duas seções (objetos) estarem unidas suavemente, elas podem ter um estabelecimento de valores diferente.

7 Para iniciar um novo objeto sem o juntar ao objeto anterior, clique no
ícone de Entrada A novamente.

Criar contornos e orifícios preenchidos
O produto Designer ES proporciona rapidamente ferramentas para criação de contornos e áreas preenchidas, com base nos limites existentes. A característica Objeto Deslocado cria novos contornos a partir de contornos de objetos selecionados. A característica Orifícios Preenchidos cria objetos preenchidos a partir dos contornos de objetos de Enchimento Complexo selecionados.

Criar contornos com objetos deslocados
Use Deslocamento do Objeto (menu Inserir) para criar contornos exatos para objetos de Enchimento Complexo, Entrada A e Entrada B. A característica Objeto Deslocado cria novos contornos a partir de contornos de objetos selecionados. Qualquer objeto fechado pode ser usado como entrada, incluindo objetos de desenho, pontos corridos, ou quaisquer tipos de entrada. O contorno gerado é um objeto independente que pode ser remodelado ou modificado tal como for necessário. Use objetos deslocados para realçar detalhes de desenho — por ex. pequenos objetos a Ponto Cheio— ou para criar rebordos sem costuras. Você pode centrar objetos deslocados sobre o contorno original, ou pode deslocá-los para dentro ou para fora. Encontram-se disponíveis vários tipos de contornos em — Ponto Corrido, Ponto Corrido Triplo, Ponto Corrido de Motivo ou Entrada C.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

418

Contorno de Ponto Corrido de Motivo

Contorno de Ponto Corrido

Para criar contornos com objetos deslocados 1 Selecione o objeto para o qual deseja criar um rebordo. 2 Selecione Inserir > Objeto Deslocado.
Abre-se a caixa de diálogo Objeto Deslocado.

Dar entrada ao deslocamento desejado Selecione o método de entrada para o contorno

3 No campo Deslocamento dê entrada ao deslocamento em milímetros.

Objeto de Enchimento Complexo

Deslocamento Negativo

Deslocamento Zero

Deslocamento Positivo

Para centrar o contorno por sobre o limite do objeto, aceite o valor por defeito de 0.00. Para posicionar o contorno na parte exterior do objeto, dê entrada a um deslocamento positivo (por ex. 1.00). Para posicionar o contorno na parte interior do objeto, dê entrada a um deslocamento negativo (por ex. -1.00). Nota Para objetos de Enchimento Complexo, os objetos deslocados são criados em volta de todos os limites. Caso seja necessário, selecione quaisquer objetos que não deseje e pressione a tecla Eliminar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

419

4 A partir da lista Tipo de Objeto, selecione um método de entrada para o
contorno.

Objeto de Desenho

Ponto Corrido

Entrada C

Ponto Corrido de Motivo

Enchimento Complexo

Ideia Se você está usando Entrada C, estabeleça a largura da coluna no espaço de diálogo Propriedades do Objeto antes de começar a trabalhar, visto o valor por defeito ser geralmente muito largo.

5 Clique OK.
Nota Se selecionar Enchimento Complexo como o tipo de objeto para contorno, você obtém uma forma completamente deslocada e não apenas um contorno.

Preencher orifícios em objetos de Enchimento Complexo
Use Orifícios Preenchidos (menu Inserir) para criar novos objetos a partir de limites de objetos de Enchimento Complexo usando a característica Orifícios Preenchidos. Crie novos objetos a partir de limites de objetos de Enchimento Complexo usando a característica Orifícios Preenchidos. Esta, deixa você preencher orifícios formados por limites existentes, sem ter que digitar novamente a forma. Quando você preenche um orifício, se cria um novo objeto usando o ponto de enchimento corrente. Você pode escolher preencher o orifício exatamente ou deslocá-lo.
deslocamento positivo - intervalo entre objetos

deslocamento negativo - sobrepôr objetos

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

420

Para preencher orifícios em objetos de Enchimento Complexo 1 Selecione o objeto de Enchimento Complexo no qual você deseja
preencher orifícios.

2 Selecione Inserir > Orifícios Preenchidos.
Abre-se o diálogo Orifícios.

Dar entrada ao deslocamento desejado

3 No campo Deslocamento, dê entrada ao valor do deslocamento.

Deslocamento: 0.00

Deslocamento: 1.00

Deslocamento: -0.50

Para cobrir os orifícios exatamente, aceite o valor por defeito 0.00. Para deixar um intervalo entre os orifícios preenchidos e o objeto original, dê entrada a um deslocamento positivo (por ex. 1.00). Para deixar um intervalo entre os orifícios preenchidos e o objeto original, dê entrada a um deslocamento negativo (por ex. -1.00). Sobrepôr os objetos previne que apareçam intervalos entre eles.

4 Clique OK.
Todos os orifícios no objeto são convertidos para objetos de Enchimento Complexo e são preenchidos com o tipo de ponto de enchimento e cor correntes. Você pode modificar os contornos e as propriedades do objeto dos orifícios preenchidos do mesmo modo que o faz para objetos de Enchimento Complexo. Nota Se você não quer preencher todos os orifícios, selecione os novos objetos indesejados e pressione a tecla Eliminar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

421

Digitar para appliqué
Use Auto Appliqué (barra de ferramentas Entrada) para digitar objetos de appliqué. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração de Auto Appliqué. Crie automaticamente todos os bordados que você precisa para appliqué usando o método de entrada Auto Appliqué. Quando você digita um objeto com Auto Appliqué, o ponto corrido de guia, o pesponto e os pontos de cobertura são gerados automaticamente usando os valores de configuração de Auto Appliqué correntes. Você também pode extrair formas de appliqué de um desenho e fazer a sua saída para uma cortadora ou para um fichário separado. Veja Recortar formas de appliqué para maiores detalhes. Ideia Aplique Cantos Elaborados em objetos de appliqué caso seja necessário. Veja Controlar o bordado de cantos para maiores detalhes.

Criar objetos de appliqué
Use Auto Appliqué (barra de ferramentas Entrada) para digitar objetos de appliqué. Use Auto Appliqué para produzir o bordado que você requer para objetos de appliqué. Os objetos de appliqué são digitados do mesmo modo que os objetos de Enchimento Complexo e podem ter múltiplos limites. Ideia Você também pode converter objetos de Enchimento Complexo e objetos de desenho em appliqué selecionando-os e depois clicando no ícone Auto Appliqué.

Para criar objetos de appliqué 1 Clique no ícone Auto Appliqué. 2 Digite o limite do appliqué, marcando pontos de referência em volta do
contorno da forma. Clique para inserir um ponto de canto. Clique com o botão direito do mouse para criar um ponto de curva.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

422

Ideia Siga os avisos na Linha de Status que o ajudam a digitar. Caso se enganar, pressione a tecla Backspace para apagar o último ponto de referência e depois continue a digitar.

3 Pressione a tecla Enter para fechar a forma. 4 Clique no contorno para estabelecer os pontos de entrada e de saída do
ponto de bordado ou pressione a tecla Enter para aceitar os valores por defeito.

5 Caso seja avisado, marque a posição da armação fora.
Para usar os valores correntes de armação fora, pressione a tecla Enter. Veja também Ajustar a posição por defeito da armação fora. Para especificar uma posição de armação fora, clique num ponto do desenho.
posição de armação fora

Nota Se você selecionar Nenhum como opção de Armação Fora no diálogo Propriedades do Objeto > Auto Appliqué para ambos os pontos de guia e de pesponto, você não será avisado para dar entrada a uma posição de armação fora. Veja Ajustar valores de ponto corrido de guia ou Ajustar os valores do pesponto para maiores detalhes.

6 Clique em Inserir.
Gera-se um máximo de três camadas de pontos — ponto corrido de guia, pesponto e cobertura — para o objeto de appliqué, dependendo dos valores de configuração do Auto Appliqué corrente.

V8

Wilcom ES — Manual Online

423

Ideia Quando você borda um objeto de appliqué, a máquina pára entre camadas. Antes de você começar, coloque o tecido sobre o desenho e inicie a máquina. Quando a linha de guia estiver bordada, corte o excesso de material de appliqué e volte a iniciar novamente a máquina para o pesponto e ponto de cobertura.

Ajustar valores de ponto corrido de guia
Clique com o botão direito do mouse em Appliqué Automático (barra de ferramentas Entrada) para ajustar os valores de ponto corrido de guia em Appliqué Automático. Um ‘ponto corrido de guia’ é uma camada de pontos corridos em volta do contorno de um objeto de appliqué. É a primeira camada de appliqué bordada e é usada para posicionar as formas de appliqué no plano de fundo do material. Você pode ajustar os valores do comprimento do ponto, deslocamento e armação fora dos pontos corridos de guia.

Para ajustar os valores de configuração dos pontos corridos de guia 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Appliqué Automático.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Appliqué Automático.
Defina valores para os pontos corridos de guia

2 Dê entrada aos valores de Comprimento do Ponto e Deslocamento tal
como for necessário, no painel Ponto Corrido de Guia. Um valor de deslocamento negativo movimenta o ponto corrido de guia dentro do contorno, um valor positivo move-o para fora.

Deslocamento: 1

Deslocamento: -1

Deslocamento: 0

3 Selecione uma opção Armação Fora para inserir uma Paragem ou
Mudança de Cor depois do ponto corrido de guia.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

424

Nota Se você selecionar Nenhum para ambos os pontos de guia e pesponto, você não será avisado para dar entrada a uma posição de armação fora. Veja Criar objetos de appliqué para maiores detalhes.

4 Clique OK.

Ajustar a posição por defeito da armação fora
Clique com o botão direito do mouse em Appliqué Automático (barra de ferramentas Entrada) para ajustar os valores da armação fora em Appliqué Automático. Quando você borda objetos de appliqué, você pode estabelecer uma posição de ‘armação fora’. Isto desloca a argola para fora por debaixo da agulha, fazendo com que seja mais fácil colocar e cortar as formas de appliqué. Os valores de armação fora determinam a distância e o sentido do movimento da argola.

Para ajustar a posição por defeito de armação fora 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone em Appliqué Automático.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Appliqué Automático.

Defina as coordenadas da armação fora

2 No painel Armação Fora, defina as coordenadas da armação fora.
X: dê entrada a uma distância horizontal para a argola se movimentar. Y: dê entrada a uma distância vertical para a argola se movimentar.

3 Clique OK.

Ajustar os valores do pesponto
Clique com o botão direito do mouse em Appliqué Automático (barra de ferramentas Entrada) para ajustar os valores do pesponto em Appliqué Automático. O pesponto é usado para fixar as formas de appliqué no plano de fundo de um tecido antes do ponto de cobertura ser aplicado. Você pode alterar o tipo

V8

Wilcom ES — Manual Online

425

de ponto e valores de configuração usados para gerar pesponto, ou escolher omitir esta camada completamente.

Para ajustar os valores do pesponto 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Appliqué Automático.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Appliqué Automático.

Selecione o tipo de pesponto

2 Selecione um tipo de pesponto no painel Pesponto.
Se não precisar de uma camada de pesponto, selecione Nenhum.

pespontar: Ponto Dentado

pespontar: Zigue-zague

3 Selecione os valores de pesponto. Dependendo do tipo de ponto
selecionado, você pode estabelecer diferentes propriedades do ponto: Comprimento do Ponto: dê entrada ao comprimento do ponto (apenas Ponto Corrido). Deslocamento: um deslocamento com um valor negativo movimenta o pesponto para dentro do contorno, um valor positivo movimenta o pesponto para fora (apenas Ponto Corrido). Espaçamento: dê entrada ao valor do espaçamento do ponto (Ponto Dentado e Zigue-zague). Contagem: dê entrada ao número de repetições do ponto (apenas Zigue-zague). No. de Pontos Corridos: dê entrada ao número de pontos corridos entre pontos de bordar (apenas Ponto Dentado). Largura: dê entrada à largura da coluna (Zigue-zague e Ponto Dentado).

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

426

Dentro/Fora: dê entrada ao valor de deslocamento como uma medida exata ou como uma percentagem. Se você der entrada a uma medida exata, o total dos campos Dentro e Fora é a largura da coluna. Se der entrada a uma percentagem, o total é igual a 100%.

dentro: 25% fora: 75%

dentro: 50% fora: 50%

dentro: 75% fora: 25%

4 Selecione uma opção Armação Fora para inserir uma Paragem ou
Mudança de Cor depois do pesponto. Nota Se você selecionar Nenhum para ambos os pontos de guia e pesponto, você não será avisado para dar entrada a uma posição de armação fora. Veja Criar objetos de appliqué para maiores detalhes.

5 Clique OK.

Ajustar os valores do ponto de cobertura
Clique com o botão direito do mouse em Appliqué Automático (barra de ferramentas Entrada) para ajustar os valores do ponto de cobertura em Appliqué Automático. O ponto de cobertura é o rebordo a Ponto Cheio em volta da forma de appliqué. Você pode alterar a largura do ponto de cobertura e deslocá-lo para dentro ou para fora do contorno digitado.

Para ajustar os valores do ponto de cobertura 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Appliqué Automático.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Appliqué Automático.
Dê entrada aos valores do ponto de cobertura

2 No painel Cobertura, ajuste o valor do ponto de cobertura.
Largura: dê entrada à largura da coluna a Ponto Cheio.

V8

Wilcom ES — Manual Online

427

Dentro/Fora: dê entrada à quantidade a deslocar para dentro e para fora do limite, como uma medida exata ou em percentagem. Se você der entrada a uma medida exata, o total dos campos Dentro e Fora é a largura da coluna. Se der entrada a uma percentagem, o total é igual a 100%.

dentro: 10% fora: 90%

dentro: 90% fora: 10%

3 Clique OK.
Ideia Desagupe o objeto de appliqué automático, depois Selecione Tudo e gere os pontos. Você tem agora um ponto de guia, pesponto e cobertura que são três objetos separados. Isto permite que você edite estes pontos separadamente ou que os volte a colocar em sequência por cor. Esta técnica é útil quando você tem múltiplos objetos de appliqué automático no mesmo desenho.

Criar objetos de appliqué com cobertura parcial
Clique com o botão direito do mouse em Appliqué Automático (barra de ferramentas Entrada) para criar objetos de appliqué com pontos de cobertura parcial. Você pode agora criar objetos de appliqué com pontos de bordado de cobertura parcial, para criar um efeito de sobreposição sem duplicar os rebordos.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

428

cobertura parcial

parte do limite que não foi bordado

Para criar objetos de appliqué com cobertura parcial 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Appliqué Automático.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Appliqué Automático.

2 Selecione a caixa de verificação Cobertura Parcial e clique OK.
Selecione a caixa de verificação de Cobertura Parcial

3 Digite a forma de appliqué da mesma maneira que digita formas com
Enchimento Complexo.

4 Digite os pontos de entrada e de saída para definir a posição do primeiro
e do último pontos do objeto.

5 Digitar os pontos de entrada e de saída de preenchimento da cobertura.
posição de armação for

ponto-inicial

ponto-final ponto-final ponto-inicial

6 Se for necessário digite a posição da ‘armação fora’ ou pressione a tecla
Enter para aceitar as coordenadas X, Y por defeito.

V8

Wilcom ES — Manual Online

429

Os pontos de cobertura são gerados no sentido dos ponteiros do relógio entre os pontos inicial e final especificados, deixando o resto do limite por bordar.

Digitar lantejoulas e perfurar orifícios
Algumas máquinas estão equipadas com um abastecedor de lantejoulas que lança lantejoulas sobre o tecido à medida que costura. Algumas estão também equipadas com um furador ou agulha de furar que abre orifícios no tecido, produzindo um efeito semelhante a renda. Usam-se muitas vezes as duas técnicas juntas. O produto Designer ES proporciona apoio para ambas.

Digitar com lantejoulas
Use Manual (barra de ferramentas Entrada) juntamente com Lantejoulas Ligadas para digitar desenhos com lantejoulas. Use Modo de Lantejoula (menu Máquina) para digitar desenhos com lantejoulas. Você pode digitar desenhos com lantejoulas em máquinas compatíveis usando Lantejoulas Ligadas juntamente com o método de entrada Manual. Conudo, não se esqueça que precisa planejar a sequência de bordado cuidadosamente para minimizar pontos desnecessários. Para adicionar lantejoulas, clique com o botão direito do mouse para soltar uma lantejoula no desenho e depois costure-a com pontos de Manual. Nota Presentemente, o modo de Lantejoula é apenas compatível com as formatações da máquina de bordar Tajima, ZSK1 e ZSK2. Antes que você possa usar Lantejoulas Ligadas, você tem que selecionar uma formatação de máquina que seja compatível com o Modo de Lantejoula. Veja Selecionar formatações de máquina para maiores detalhes.

Para digitar com lantejoulas 1 Clique no ícone Manual. 2 Selecione Máquina > Modo de Lantejoula.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

430

3 Clique com o botão direito do mouse para adicionar uma lantejoula ao
desenho e pressione a tecla Enter. Aparece um círculo no desenho, representando a lantejoula. Nota As lantejoulas não são visíveis em TrueView™.

4 Digite pontos em Manual em volta da lantejoula para a pregar.
Geralmente, usam-se três pontos (em forma de ‘Y’) para segurar a lantejoula no seu lugar. Nota Os pontos da agulha de cada ponto de bordar têm que ser colocados com exatidão para assegurar que as lantejoulas não são perfuradas pela agulha quando estiver a bordar. Zoom in para obter uma digitação mais exata.

Digitar a perfuração de orifícios
Use Ponto Corrido (barra de ferramentas Entrada) para digitar um contorno em volta da forma que você deseja perfurar. Use Furadores Dentro (barra de ferramentas Gerar) para digitar a perfuração de orifícios. Se a sua máquina de bordar se encontra equipada com uma faca ou agulha de perfurar, você pode usar Furadores Dentro para cortar orifícios no tecido, produzindo um efeito semelhante a renda. A perfuração de orifícios geralmente é estabilizada com Zigue-zague (para prevenir que o fio se desgaste e que haja movimento) e o seu rebordo é bordado com Ponto Cheio. Para digitar para perfuração, você precisa especificar onde deseja furar os orifícios e criar a estabilização e os pontos de rebordo em volta de cada orifício. Ideia A perfuração é uma técnica de digitação difícil de dominar. Você pode precisar fazer experiências com a sua máquina e com os valores de configuração da largura do ponto e do espaçamento, para atingir o efeito que deseja obter. Com Furadores Dentro selecionados, cada ponto de penetração da agulha torna-se um orifício perfurado, seja qual for o tipo de ponto que se está a usar. Os Furadores Dentro inserem uma função de Pararagem que permite que a máquina altere a posição da agulha que usa o o instrumento de

V8

Wilcom ES — Manual Online

431

perfuração. A máquina deve ser programada corretamente para usar a posição correta da agulha. Nota Os valores por defeito para os furadores são para a ‘faca’ de perfuração, na qual a posição de corte está deslocada 12 mm do alinhamento principal da agulha. Se você está usando uma agulha de perfuração, você precisa alterar o valor de deslocamento para 0. Veja Configurar funções de perfuração para maiores detalhes.

Para digitar a perfuração de orifícios 1 Clique no ícone Ponto Corrido e digite um contorno em volta da forma
que você deseja perfurar. Isto ajuda a prevenir que o tecido se rasgue.

2 Clique no ícone Furadores Dentro.
Uma função de máquina é inserida para indicar a alteração de bordado para perfuração.

3 Clique Ponto Corrido novamente e digite uma ou duas linhas onde você
quer que apareça um orifício perfurado. Veja Digitar linhas para maiores detalhes. Para um orifício circular, digite duas linhas que se cruzam. Para um orifício oval, digite uma linha.

Os pontos de penetração do furador aparecem como losangos, ligados por linhas a tracejado. Estas linhas não aparecem em TrueView™. Ideia Reduza o comprimento do Ponto Corrido— por ex. 1.0-1.5 mm — para colocar as penetrações do furador mais juntas, assegurando-se que o tecido vai ser todo recortado. Veja Estabelecer o comprimento do ponto corrido para maiores detalhes.

4 Clique em Furadores Dentro novamente para os desativar.

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

432

Deste modo, você volta ao bordado normal. Você precisa estabilizar o tecido e criar rebordos bordadndo à sua volta com Zigue-zague e Ponto Cheio.

5 Digite em volta do orifício usando Entrada A com Zigue-zague. Veja
Digitar colunas de largura variável para maiores detalhes. Coloque a orla mais interior do objeto perto do centro do orifício, para que o tecido seja ‘envolvido’.

6 Digite o ponto de rebordo usando a ferramenta Entrada A com o tipo de
ponto Ponto Cheio. Coloque a orla mais interior do objeto perto do centro do orifício e certifique-se que os pontos de Zigue-zague estão cobertos. Nota Você não pode usar Ponto Cheio com Ponto de Suporte Automático em Zigue-zague porque também se gera um ponto corrido (para voltar para o ponto de entrada do Ponto Cheio). Isto pode fazer com que o fio se parta.

V8

Wilcom ES — Manual Online

433

V8

Capítulo 20

Técnicas de digitação especializadas

434

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

O produto Designer ES proporciona muitos efeitos artísticos e tipos de ponto para criar bordados com um enchimento texturado e padronizado. Você pode criar efeitos de orla dentada, usar Trapunto ou Espaçamento de Acordeão para criar um ponto aberto ou efeitos sombreados. Ao usar Ponto de Contorno, você pode definir os pontos de modo que sigam a forma da curva ou de modo que dêem efeitos de espiral. Você também pode criar efeitos especiais com pontos curvos ao longo das linhas digitadas. Esta seção descreve o modo como se deve aplicar estes tipos de pontos artísticos e efeitos de objetos de bordado e como ajustar os seus valores de configuração para obter os resultados que você deseja. Ideia O produto Designer ES também proporciona ferramentas especiais para se criarem padrões a partir de penetrações da agulha. Estas incluem Divisão Programada, Divisão Definida pelo Utilizador e Divisão Flexível. Veja Enchimentos Texturados para maiores detalhes.

Criar orlas dentadas
Use Orla Dentada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para criar orlas grosseiras e efeitos de sombreado, ou para imitar texturas tipo penugem. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores do Ponto Dentado.

V8

Wilcom ES — Manual Online

435

Use Orla Dentada para criar orlas grosseiras em objetos, para criar efeitos de sombreado, ou para imitar pêlo ou penugem ou outras texturas fofinhas no seu desenho.

Nota Orla Dentada não funciona com Ponto de Contorno.

Aplicar Orla Dentada
Clique Orla Dentada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar o efeito em objetos novos ou selecionados. Aplique Orla Dentada para criar uma orla grosseira ao longo de um ou mais lados de um objeto. Orla Dentada se aplica usando os valores de configuração correntes de Orla Dentada a partir do diálogo Efeitos. Altere estes valores de configuração antes ou depois de aplicar o efeito. Veja Ajustar os valores de Orla Dentada para maiores detalhes.

Para aplicar Orla Dentada
Clique no ícone Orla Dentada. O efeito é aplicado a objetos novos ou selecionados, com base nos valores de configuração correntes de Orla Dentada.

lado 2 dentado

lado 1 dentado com ponto atrás em Tatami

ambos os lados dentados

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

436

Ideia Para objetos preenchidos com Tatami, use ponto Diagonal atrás para obter os melhores resultados. Veja Selecionar um ponto atrás em Tatami para maiores detalhes.

Ajustar os valores de Orla Dentada
Clique com o botão direito do mouse em Orla Dentada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de Orla Dentada. Ajuste os valores de Orla Dentada para alterar a quantidade de 'dentadas', o lado do objeto no qual o efeito é aplicado e a margem na qual os pontos devem ser bordados.

série

Para ajustar valores de Orla Dentada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Orla Dentada.
Abre-se o tabulador Efeitos > Orla Dentada.
Selecione Dentado

Selecionar Valores

2 Selecionar a caixa de verificação Dentado. 3 A partir da lista Lado Dentado, selecione o lado do objeto no qual se
vai aplicar o efeito.

V8

Wilcom ES — Manual Online

437

Lado 2

Lado 1

4 No campo Aspereza, dê entrada a um valor entre 1 e 10 para indicar o
grau necessário de ‘dentadas’. Quanto maior o valor, maior a variação no comprimento do ponto.

Aspereza: 1 mais variação no comprimento do ponto

Aspereza: 10 menos variação no comprimento do ponto

5 No campo Série, dê entrada à margem na qual você quer que os pontos
sejam bordados.
Série: 4

Série: 1.5

6 Clique OK.

Criar efeitos de espaçamento de acordeão
Use Espaçamento de Acordeão (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para variar o espaçamento do pontos entre enchimento denso e aberto. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração do Espaçamento de Acordeão. O Espaçamento de Acordeão varia o espaçamento do ponto entre enchimento denso e aberto, produzindo efeitos de sombreado e cor que são

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

438

difíceis de realizar manualmente. Existem oito efeitos de Espaçamento de Acordeão diferentes e disponíveis.
Círculo com espaçamento de Acordeão

Anel com espaçamento de Acordeão

Quando você usa Espaçamento de Acordeão, os valores de espaçamento correntes — incluindo Espaçamento Automático e Espaçamento Fracional — são ignorados. Contudo, ainda serão aplicáveis outros efeitos do ponto. Ideia Use Espaçamento de Acordeão para fundir cores. Para fazer isto, duplique o objeto e seguidamente selecione efeitos de Espaçamento de Acordeão opostos — por ex. Aumento Exponencial e Diminuição Exponencial — e coloque um sobre o outro. Aumente o espaçamento do ponto da camada superior, para que ambas as cores sejam visíveis. Você pode também usar Espaçamento de Acordeão sobre Tatami standard para criar efeitos de sombreado interessantes.

Aplicar Espaçamento de Acordeão
Clique Espaçamento de Acordeão (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar o efeito em objetos novos ou selecionados. Use Espaçamento de Acordeão para criar a fusão de cores, efeitos de perspectiva e sombreado.

espaçamento máximo

espaçamento mínimo

Você pode aplicá-lo usando os valores correntes no diálogo Efeitos. Estes podem ser ajustados e o tipo de Espaçamento de Acordeão pode ser alterado antes ou depois de o aplicar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

439

Nota Você não pode usar Espaçamento de Acordeão com Ponto de Contorno ou Enchimento de Motivo.

Para aplicar Espaçamento de Acordeão
Clique no ícone Espaçamento de Acordeão. O efeito é aplicado a objetos novos ou selecionados, com base nos valores de configuração correntes de Espaçamento de Acordeão.

Ajustar valores de Espaçamento de Acordeão
Clique com o botão direito do mouse em Espaçamento de Acordeão (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração. Selecione o tipo de Espaçamento de Acordeão para usar e estabelecer os valores de espaçamento máximo e mínimo no diálogo Efeitos.

Para ajustar os valores de Espaçamento de Acordeão 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Espaçamento de
Acordeão. Abre-se o tabulador Efeitos > Acordeão.
Selecione Espaçamento de Acordeão

Selecione efeito de espaçamento

Selecione valores de espaçamento

2 Selecione a caixa de verificação Espaçamento de Acordeão. 3 No painel Perfil, clique no ícone Espaçamento de Acordeão.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

440

4 No painel Valores, dê entrada aos novos valores de espaçamento
necessários: Espaçamento Máximo: o maior valor de espaçamento permitido. Espaçamento Mínimo: o menor valor de espaçamento permitido.

espaçamento máx: 3.5 mm

espaçamento máx: 6 mm

espaçamento mín: 1 mm

espaçamento mín: 3 mm

Ideia Para prevenir que o ponto de suporte apareça por entre o bordado, clique no tabulador Ponto de Suporte Automático e desative a caixa de verificação Ponto de Suporte. Veja também Reforçar e estabilizar bordados com ponto de suporte automático.

5 Clique OK.

Criar efeitos de bordado Trapunto
Use Trapunto (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar um ponto de enchimento aberto em objetos novos ou selecionados. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração de Trapunto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

441

Trapunto é um termo geral para ponto de enchimento muito aberto, usado muitas vezes como plano de fundo ou para preenchimento de formas grandes.
Enchimento Complexo com efeito Trapunto

Tatami com Ponto Atrás de Linha de Rebordo — espaçamento aumentado para bordado aberto

Você pode criar um efeito Trapunto manualmente com qualquer tipo de objeto, usando ponto de Tatami com ponto atrás para Linha de Rebordo. Aumente o espaçamento das carreiras para criar um bordado aberto. Em objetos de Enchimento Complexo, contudo, os pontos corridos de percurso, variações de espaçamento e sobreposição de carreiras entre segmentos são visíveis e podem estragar o efeito. A característica Trapunto move automaticamente os pontos corridos de percurso para as orlas de objetos de Enchimento Complexo. Também aplica um espaçamento de carreiras consistente e previne a sobreposição de segmentos, sem levar em considereção a Sobreposição de Carreiras estabelecerno tabulador de Enchimento Complexo.
pontos de percurso movidos para os limites

Enchimento Complexo com Tatami — efeito Trapunto DESLIGADO

Enchimento Complexo com Tatami — efeito Trapunto LIGADO

Nota A característica Trapunto só se encontra disponível para objetos de Enchimento Complexo usando ponto Tatami. Outros tipos de objetos não a requerem.

Para aplicar Trapunto 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Tatami.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

442

Dê entrada ao espaçamento do ponto

Selecione ponto atrás de linha de rebordo

2 No campo de Espaçamento do Ponto, dê entrada ao valor de
espaçamento. Quanto maior o valor, mais aberto o espaçamento. Ideia Um valor de 3.00 mm oferece bons resultados.
Espaçamento: 3 mm

Espaçamento: 5 mm

3 Selecione o tipo de ponto atrás de Linha de Rebordo. 4 Clique OK.
O bordado adota o efeito Trapunto.

5 Para objetos de Enchimento Complexo, clique no ícone Trapunto.
Os pontos corridos de percurso e as carreiras sobrepostas foram removidos e aplica-se um espaçamento das carreiras consistente.

V8

Wilcom ES — Manual Online

443

Criar efeitos para que os pontos sigam o contorno da forma
Use Contorno (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para criar enchimentos curvos em que os pontos seguem o contorno da forma. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de Contorno. O ponto de Contorno é um tipo de ponto de enchimento curvo — que segue os contornos da forma, criando um efeito de curva e de luz e sombra. Existem dois tipos — Standard e Espiral — ambos podem ser usados com Entrada A, Entrada B e Entrada C. Nota Você não pode aplicar Ponto de Contorno a objetos de Enchimento Complexo ou Estrela. Nem pode aplicar Contorno em Espiral a objetos de Círculo ou em objetos que não sejam fechados.

Contorno Standard
O Contorno Standard cria carreiras de pontos ao longo da forma, perpendiculares ao ângulo do ponto digitado. O número de linhas de pontos é constante, sendo assim o bordado mais denso onde a forma é mais estreita e mais aberto onde a forma é mais larga.

Contorno Standard

Contorno em Espiral
O Contorno em Espiral cria uma linha única e contínua de pontos que formam espirais em volta do enchimento da forma. Tipicamente, este ponto é usado para anéis e rebordos, mas também é apropriado para outras formas fechadas.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

444

Contorno em Espiral

círculo com Contorno em Espiral criado a partir de um anel

O Contorno em Espiral só pode ser usado com formas fechadas com dois contornos, tais como anéis. Se uma forma não se encontrar completamente fechada, será preenchida com Contorno Standard em vez de Contorno em Espiral. Você não pode usar Contorno em Espiral com objetos de Círculo. Ideia Para preencher uma forma sólida com Contorno em Espiral, crie um objetos fechado com um orifício muito pequeno no seu centro. Por exemplo, para criar um círculo preenchido com Contorno em Espiral, digite um anel espesso com um contorno interno muito pequeno.

Aplicar Ponto de Contorno a enchimentos
Clique em Contorno (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar Ponto de Contorno em objetos novos ou selecionados. Você aplica Contorno em objetos preenchidos do mesmo modo que o faz com outros tipos de pontos — selecionando Contorno a partir da barra de ferramentas, antes ou depois da digitação.

Para aplicar Ponto de Contorno a enchimentos
Clique no ícone Contorno. O Ponto de Contorno é aplicado a objetos selecionados com base nos valores de configuração no diálogo Propriedades do Objeto. Veja Ajustar os valores do Ponto de Contorno para maiores detalhes. Ideia Quando você digita formas com extremos pontiagudos — por ex. folhas, losangos, estrelas — corte os extremos para prevenir um ajuntamento de pontos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

445

2 1 6 7

3

4

Entrada B 8 2 3 9 4

5 10

1 5

Entrada B 6 7

8

ajuntamento de pontos em extremos aguçados

Selecionar tipos de Pontos de Contorno
Clique com o botão direito do mouse em Contorno (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para selecionar tipos de ponto de Contorno. Aplique Standard ou Contorno em Espiral em objetos novos ou selecionados num desenho.

Para selecionar tipos de ponto de Contorno 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Contorno.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Selecione efeito de contorno

Selecione o tipo de ponto atrás

2 No painel Tipo, clique num dos ícones de efeito de contorno.
Standard: larga carreiras de pontos para trás e para a frente ao longo da forma. Espiral: preenche a forma com uma espiral contínua de pontos.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

446

Standard

Espiral

3 No painel Ponto Atrás, clique num tipo de ícone ponto atrás.
Standard: cria carreiras de ponto atrás que são ligeiramente mais curtos que as carreiras para a frente, reduzindo pontos pequenos. Apropriado para enchimentos de alta densidade. Linha de Rebordo: cria carreiras de ponto atrás paralelas para se obter uma orla suave e bem definida. Apropriada para enchimentos de baixa densidade.
Standard

Linha de Rebordo

Nota Se o espaçamento for pequeno, o ponto atrás da Linha de Rebordo não será aplicado. Isto acontece para prevenir quaisquer estragos no tecido provocados pelo grande número de pontos pequenos que se geram.

4 Se for necessário, ajuste os valores de configuração do Ponto de
Contorno. Veja Ajustar os valores do Ponto de Contorno para maiores detalhes.

5 Clique OK.

Ajustar os valores do Ponto de Contorno
Clique com o botão direito do mouse em Contorno (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração do ponto de Contorno. Estabeleça os valores de configuração dos enchimentos de Contorno para ajustar o comprimento do ponto, o espaçamento e a fração de deslocamento.

V8

Wilcom ES — Manual Online

447

Para ajustar os valores do Ponto Contorno 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Contorno.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.
Ajuste o espaçamento máximo Ajuste o comprimento do ponto Ajuste o valor de deslocamento Ajuste comprimentos do ponto variáveis

2 No campo Comprimento do Ponto, dê entrada a um comprimento
máximo aproximado. Cada ponto é ajustado de modo a que os pontos sejam uniformemente distribuídos por toda a forma. Veja Ajustar o comprimento do ponto Tatami para maiores detalhes.
comprimento do ponto 3.6 mm

comprimento do ponto 1.5 mm

3 Dê entrada ao valor do espaçamento máximo, no campo Espaçamento.
Este valor é usado na parte mais larga da forma. À medida que a forma fica mais estreita, o espaçamento diminui. Veja Ajustar o espaçamento do ponto Tatami para maiores detalhes.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

448

espaçamento do ponto: 3.0 mm

espaçamento do ponto: 1.5 mm

4 No campo Fração de Deslocamento dê entrada ao valor de
deslocamento requerido. A fração de deslocamento controla o padrão de penetrações da agulha para que se alcance uma distribuição uniforme de pontos e para prevenir que as penetrações da agulha formem linhas indesejadas.

deslocamento por defeito: 0.25 mm, pontos uniformemente distribuídos

deslocamento muito grande: 1 mm, linhas indesejadas

5 No painel Comprimento Variável, estabeleça os valores variáveis do
comprimento do ponto, se for necessário. Veja Estabelecer comprimentos de ponto variáveis para maiores detalhes.

Comprimento Variável selecionado, os valores do ponto variam

Comprimento Variável não selecionado, os valores do ponto são fixos

6 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

449

Criar enchimentos curvos com Efeito Florentino
Use Efeito Florentino (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para curvar os pontos ao longo de uma linha digitada. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração. Com Efeito Florentino você pode curvar o Enchimento Complexo ao longo da linha digitada para criar efeitos de movimento. Os pontos seguem a linha digitada mas mantêm uma densidade uniforme e padrões de penetração da agulha.

Nota Efeito Florentino só se encontra disponível para objetos de Enchimento Complexo. Para todos os outros tipos de objeto, use Contorno Standard para obter pontos curvos. O método para aplicação de Efeito Florentino varia e depende se você está aplicando o efeito em objetos novos ou existentes. Ideia Você também pode curvar pontos usando duas linhas com Efeito Líquido. Veja Criar enchimentos de curva com Efeito Líquido para maiores detalhes.

Criar novos objetos com Efeito Florentino
Use Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para criar um objeto de bordado. Use Efeito Florentino (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para criar pontos curvos em objetos novos.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

450

Para aplicar o efeito de Enchimento Complexo em objetos novos, selecione Efeito Florentino antes de começar. Ideia Use comprimentos do ponto menores — por ex. 4.00 mm ou menos — para obter os melhores resultados.

Para criar um novo objeto com Efeito Florentino 1 Clique no ícone Enchimento Complexo e selecione um tipo de ponto
apropriado (por ex. Tatami).

2 Clique no ícone Efeito Florentino. 3 Digite os limites, os pontos de entrada e de saída e o ângulo do ponto
do objeto de Enchimento Complexo seguindo as mensagens. Nota O ângulo do ponto a que você der entrada será ignorado.

4 Digite a linha que você quer que os pontos sigam.
A linha deve cruzar ambos os lados do objeto, ter pelo menos três pontos e não deve sobrepôr-se a si própria. As curvas geralmente proporcionam um resultado melhor que os cantos pronunciados.

Ideia Para usar a mesma curva para vários objetos, digite a linha de modo a que ela se prolongue além dos limites do objeto. Mais tarde, você pode digitar um segundo objeto de Enchimento Complexo por cima da curva digitada. Para aplicar a curva ao novo objeto, selecione ambos os objetos e depois clique no ícone Efeito Florentino.

V8

Wilcom ES — Manual Online

451

5 Pressionar a tecla Enter.
Ideia Para modificar a curva, selecione o objeto e seguidamente o ícone Remodelar Objeto. Clique e arraste as curvas para as formas que deseja e pressione a tecla Enter.

Aplicar Efeito Florentino a objetos existentes
Use Efeito Florentino (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para curvar os pontos em objetos existentes. Use Remodelar Objeto (barra de ferramentas Apontador) para ajustar os pontos de controle de objetos selecionados. Aplique Efeito Florentino a objetos de Enchimento Complexo existentes num desenho, a partir do diálogo Efeitos. Depois use o ícone Remodelar Objeto para ajustar a linha curva.

Para aplicar Efeito Florentino a objetos existentes 1 Selecione o objeto de Enchimento Complexo no qual você deseja aplicar
o efeito. Nota O ícone só se encontra disponível se o objeto usar um tipo de ponto apropriado.

2 Clique com o botão direito do mouse no ícone Efeito Florentino.
Abre-se o tabulador Efeitos > Enchimento de Curva.

Selecione Efeito Florentino

3 Selecione a caixa de verificação Efeito Florentino.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

452

4 Clique OK na caixa Efeitos. 5 Ainda com o objeto selecionado, clique no ícone Remodelar Objeto.
Aparece uma linha por defeito com três pontos de controle de canto.

6 Remodelar a linha movendo, adicionando, alterando ou eliminando
pontos de referência.

7 Pressionar a tecla Enter.
O produto Designer ES volta a gerar os pontos ao longo da nova curva. Ideia Ligue TrueView™ ou clique no êcone Mostrar Pontos da Agulha para ver os resultados.

Ajustar os valores de Efeito Florentino settings
Clique com o botão direito do mouse em Efeito Florentino (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar valores. Num enchimento de Efeito Florentino, os comprimentos do ponto variam para ajustarem o padrão dos pontos da agulha à curva da linha digitada. Você pode especificar o modo como o produto Designer ES calcula o comprimento do ponto, escolhendo entre Nominal e Máximo. O Nominal calcula o comprimento do ponto de modo a que a média combine com o valor estabelecido no tabulador de Ponto de Enchimento. Aproximadamente o mesmo número de pontos de enchimento são gerados, tal como com o bordado normal. O Máximo calcula o comprimento do ponto de modo que o mais comprido combine com o valor estabelecido no tabulador de Ponto de Enchimento. Este valor estabelecido generalmente produz curvas mais suaves que o Nominal, mas a contagem de pontos é mais alta. Ideia Use Máximo quando a curva é apertada relativamente ao comprimento do ponto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

453

Para ajustar os valores estabelecidos para Efeito Florentino 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Efeito Florentino.
Abre-se o tabulador Efeitos > Enchimento de Curva.

Selecione Efeito Florentino

2 Selecione a caixa de verificação Efeito Florentino. 3 Selecione a opção de cálculo do comprimento do ponto desejável:
Nominal: o comprimento médio dos pontos de enchimento combina com os valores estabelecidos em Comprimento do Ponto. Máximo: o ponto mais comprido combina com os valores estabelecidos em Comprimento do Ponto.
Nominal

Máximo

4 Clique OK.

Criar enchimentos de curva com Efeito Líquido
A característica Efeito Líquido é semelhante a Efeito Florentino exceto que aqui, você dá entrada a curvas gêmeas para que os pontos as sigam, em objetos de Enchimento Complexo. Isto quer dizer que os pontos situados no topo de uma forma podem seguir uma curva diferente dos pontos situados na base da mesma forma.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

454

A alteração entre as duas curvas é distribuída uniformemente para produzir um bordado suave.

Criar novos objetos com Efeito Líquido
Use Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para criar um objeto de bordado. Use Efeito Líquido (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para criar efeitos de ponto curvo com duas curvas. Ao contrário de Efeito Florentino, com Efeito Líquido as linhas curvas são digitadas fora do objeto, em vez de o serem sobre o objeto. Se qualquer parte de uma linha curva cruzar o limite do objeto, aparece uma mensagem de erro na tela. Nota Para aplicar Efeito Líquido, você precisa selecioná-lo antes de digitar. Não pode ser aplicado em objetos existentes.

Para criar novos objetos com Efeito Líquido 1 Clique em Enchimento Complexo e selecione um tipo de ponto
apropriado (por ex. Tatami).

2 Clique no ícone Efeito Líquido.
Você é avisado para dar entrada à linha curva que deseja que os pontos sigam.

3 Digite os limites, os pontos de entrada e de saída e o ângulo do ponto
do objeto de Enchimento Complexo seguindo as mensagens.

V8

Wilcom ES — Manual Online

455

Nota Você não é avisado para digitar o ângulo do ponto.

4 Digite a primeira linha curva em volta da parte exterior do objeto.
Você tem que dar entrada a pelo menos três pontos de referência.

5 Pressione a tecla Enter.

Linha curva 1

Você é avisado para dar entrada à segunda curva. Repare que o apontador tem agora 'linhas elásticas' agarradas nele. Estas linhas juntam cada um dos lados da forma de linhas curvas.

6 Digite a segunda curva no mesmo sentido da primeira, marcando pelo
menos três pontos de referência. Nota As duas curvas não devem sobrepôr nem cruzar os contornos do objeto.

7 Pressione a tecla Enter.
linha curva 2

linha curva 1

Ideia Para modificar as curvas, selecione o objeto e seguidamente o ícone Remodelar Objeto. Clique e arraste as curvas para as formas que deseja e pressione a tecla Enter.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

456

Ajustar os valores de Efeito Líquido
Clique com o botão direito do mouse em Efeito Líquido (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores. Tal como com Efeito Florentino você pode especificar o modo como o produto Designer ES calcula o comprimento do ponto, se escolher entre Nominal e Máximo. Ideia Use Máximo quando a curva é relativamente apertada com relação ao comprimento do ponto.

Para ajustar valores de Efeito Líquido 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Efeito Líquido.
Abre-se o tabulador Efeitos > Enchimento de Curva.
Selecione Efeito Líquido

2 Selecione a caixa de verificação Efeito Líquido. 3 Selecione a opção de cálculo do comprimento do ponto desejável:
Nominal: o comprimento médio dos pontos de enchimento combina com os valores estabelecidos em Comprimento do Ponto. Máximo: o ponto mais comprido combina com os valores estabelecidos em Comprimento do Ponto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

457

Nominal

Máximo

4 Clique OK.

V8

Capítulo 21

Efeitos Artísticos do Ponto

458

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

O produto Designer ES proporciona ferramentas especiais para criar efeitos texturados a partir de penetrações da agulha. Estes incluem Divisão Programada, Divisão Definida pelo Usuário e Divisão Flexível. Adicionalmente, você pode aplicar frações de deslocamento e linhas divisórias em enchimentos a Tatami para criar padrões de linha dividida. Esta seção descreve o modo como devem aplicar-se texturas em enchimentos e como ajustar os seus valores da configuração para obter os resultados que deseja. Ideia A Divisão Automática pode ser usada para criar texturas especiais em Ponto Cheio como alternativa ao enchimento Tatami. Veja Dividir pontos compridos com Divisão Automática para maiores detalhes.

Criar texturas com deslocamentos Tatami
Use Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar em objetos novos ou selecionados. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração. Com os enchimentos Tatami você pode especificar o modo como cada linha é deslocada para criar padrões formados por penetrações da agulha. Você faz isto ajustando ou as frações de deslocamento ou as linhas divisórias. Com apenas dois deslocamentos disponíveis, o número de padrões fica limitado, mas mesmo com pequenos deslocamentos, são produzidas linhas visíveis. As linhas divisórias, com oito deslocamentos ou menos, podem criar mais padrões. Ao usar um fator aleatório você pode eliminar padrões

V8

Wilcom ES — Manual Online

459

formados por penetrações da agulha regulares e distribuir os pontos aleatoriamente dentro da forma.

Deslocamento Tatami

Linhas Divisórias

Fator Aleatório

Estabelecer as frações de deslocamento de Tatami
Clique com o botão direito do mouse em Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar as frações de deslocamento de Tatami. A configuração por defeito do deslocamento de Tatami foi desenhada para criar um padrão ou textura de penetrações de agulha no bordado, que é uniformemente liso e suave. A textura é como a de um tapete tecido em Tatami sem linhas divididas óbvias. Ao manipular frações de deslocamento, você pode criar enchimentos preenchidos onde as penetrações do ponto são mais claramente visíveis.

valores de deslocamento por defeito

enchimento texturado

penetrações do ponto visíveis

Para controlar os padrões criados por penetrações da agulha, você tem que estabelecer as frações de deslocamento para ambas as linhas: para a frente e para trás.

A=0.25, B=0.25 fração de deslocamento B fração de deslocamento A

para a frente

para trás

fração de deslocamento B fração de deslocamento A

Ideia Para ajustar os deslocamentos, você também pode melhorar a qualidade do ponto de Tatami curvo, onde o padrão possa ser perturbado por pontos que não sejam paralelos. Alterar os deslocamentos pode reduzir esta interferência.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

460

Para estabelecer frações de deslocamento para Tatami 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Tatami.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.
Selecione Fração de Deslocamento Dê entrada aos valores de fração de deslocamento

2 Selecione a opção Fração de Deslocamento. 3 Nos campos A: e B:, dê entrada aos valores da fração de deslocamento
que você requer. Diferentes combinações de valores de deslocamento criam efeitos diferentes.

A=0.00, B=0.00

A=0.50, B=0.50

A=0.25, B=0.25

A=0.50, B=0.25

A=0.30, B=0.60

A=0.40, B=0.00

Bordados uniformes: estabeleça ambos os campos a 0.25. Linhas horizontais fortes: estabeleça ambos os campos a 0.00 ou 1.00. A distância entre cada linha de penetrações da agulha é o comprimento do ponto. Linhas horizontais leves: estabeleça ambos os campos a 0.5. As linhas são produzidas em intervalos com metade do comprimento do ponto. Linhas diagonais: estabeleça ambos os campos a qualquer valor que não seja 0.00, 0.50 e 1.00. As linhas diagonais são menos notáveis que as linhas horizontais ou verticais. Varie ambos os valores para alterar o ângulo das linhas e a distância entre elas.

V8

Wilcom ES — Manual Online

461

Outro: estabeleça um campo a 0.00 e experimente com outros valores para colocar as penetrações da agulha nas linhas que correm para a frente e para trás próximas umas das outras, mas com efeitos diferentes.

4 Clique OK.

Aplicar linhas divisórias em Tatami
Clique com o botão direito do mouse em Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar as linhas divisórias de Tatami. A característica Linha Divisória proporciona um método alternativo para deslocar penetrações da agulha em enchimentos Tatami. Podem ser estabelecidos dois parâmetros — Sequência e Ângulo.

Estabelecer a sequência
Linha Divisória permite-lhe especificar até oito deslocamentos Tatami. Cada comprimento do ponto é dividido em ‘nós’ numerados com qualquer número de 0 até 7. Por exemplo, uma sequência de números típica para linha divisória pode ser 20143. O que se traduz no seguinte padrão.
Comprimento do ponto nó 2 linha 1 linha 2 linha 3 linha 4 linha 5 nó 3 nó 0 nó 1 nó 4 nó 0

Nesta sequência de linhas divisórias, 20143, existem cinco linhas de pontos indicadas por cinco dígitos. O comprimento do ponto também se divide em cinco nós numerados de 0 a 4. (Em qualquer padrão, tanto o número de

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

462

linhas como o número de nós são determinados pelo número de dígitos no número da sequência.) O primeiro dígito na sequência, 2, é o número do nó onde a penetração da agulha ocorrerá na primeira linha. O segundo dígito, nó 0, é o nó atribuído à segunda linha. E assim sucessivamente. Deste modo, a cada linha numa sequência de linha divisória é atribuído um dígito que representa um nó em particular. Nota Como a Linha Divisória lhe permite especificar apenas um máximo de oito deslocamentos Tatami (0 a 7), o software ignora os dígitos 8 e 9 e não aparece nada no campo de entrada.

Estabelecer o ângulo
Se você imaginar linhas desenhadas através de linhas e nós divisórios, elas formam uma grelha, tal como se viu mais acima. Você pode inclinar a grelha formada pelos nós divisórios, para variar ainda mais as penetrações da agulha. Por exemplo, a sequência das linhas divisórias 20143 a um ângulo de 45° produz o seguinte padrão de pontos:
linha 1 linha 2 linha 3 linha 4 linha 5

Para aplicar linhas divisórias 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Tatami.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimentoabre-se.

Selecione Linha Divisória Dê entrada à sequência de linhas divisórias e ao ângulo da grelha

V8

Wilcom ES — Manual Online

463

2 Selecione a opção Linha Divisória. 3 No campo Sequência, dê entrada ao número de sequência da linha
divisória. Em qualquer padrão, tanto o número de linhas como o número de nós são determinados pelo número de dígitos no número da sequência. Veja Estabelecer a sequência para maiores detalhes.

Sequência: 11

Sequência: 012

Sequência: 01

4 No campo Ângulo, dê entrada ao ângulo da grelha que você requer.
Sequência: 11 Ângulo: 135

Sequência: 11 Ângulo: 45

5 Clique OK.

Aplicar fatores aleatórios
Clique com o botão direito do mouse Tatami (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar fatores aleatórios e eliminar padrões de linhas divididas. Se usar um fator aleatório você pode eliminar os padrões de linha dividida formados por penetrações da agulha regulares e distribuir os pontos aleatoriamente dentro da forma. Assim, pode criar efeitos sarapintados interessantes.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

464

Fator aleatório: 50%

Fator aleatório: 0%

Para aplicar fatores aleatórios 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Tatami.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Inserir um fator aleatório

2 No campo Fator Aleatório especifique um fator aleatório entre 0% e
100%.

fator aleatório: 10% fração de deslocamento A: 0.25, B: 0.25

fator aleatório: 50% fração de deslocamento A: 0.25, B: 0.25

fator aleatório: 100% fração de deslocamento A:0.25, B: 0.25

Ideia Um valor por volta de 50% oferece bons resultados.

3 Clique OK.

Criar texturas com Divisão Programada
Use Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para criar pontos de enchimento decorativos quando as penetrações da agulha formam um padrão azulejado. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração.

V8

Wilcom ES — Manual Online

465

A Divisão Programada é um ponto de enchimento decorativo onde as penetrações da agulha formam um padrão ladrilhado. Selecione um padrão existente ou crie o seu próprio padrão.

Aplicar Divisão Programada
Clique Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar o efeito em objetos novos ou selecionados. Você pode aplicar Divisão Programada a objetos de Entrada A, Entrada B, Entrada C, Enchimento Complexo e Círculo/Anel. Os valores correntes de Divisão Programada são estabelecidos no tabulador de Ponto de Enchimento no diálogo Propriedades do Objeto. Você pode ajustar estes valores antes ou depois de aplicar o efeito.

Para aplicar Divisão Programada
Clique no ícone Divisão Programada. A Divisão Programada é aplicada a objetos novos ou selecionados, com base nos valores correntes de Divisão Programada.

Ideia Ligue TrueView™ ou clique no ícone Mostrar Pontos da Agulha para ver o efeito da Divisão Programada.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

466

Selecionar padrões de Divisão Programada
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para selecionar padrões de Divisão Programada. Você pode selecionar padrões diferentes para usar em Divisão Programada a partir do diálogo Propriedades do Objeto. Selecione o padrão antes ou depois de digitar o objeto.

Nota Para obter um catálogo de amostras completo, veja Amostras de Divisão Programada.

Para selecionar padrões de Divisão Programada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Selecione o padrão

2 A partir da lista tipo cortina Padrão, selecione o padrão que deseja.
Aparece uma antevisão do padrão.

3 Clique OK.

Alterar a escala de padrões de Divisão Programada
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para alterar a escala dos padrões de Divisão Programada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

467

Estabeleça o tamanho exato dos padrões de Divisão Programada no diálogo Propriedades do Objeto.

Para alterar a escala de padrões de Divisão Programada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimentoabre-se.

Dê entrada à largura do padrão Dê entrada à altura do padrão

2 No campo Tamanho X, dê entrada à largura requerida de cada padrão
de enchimento.

3 No campo Tamanho Y, dê entrada à altura requerida de cada padrão de
enchimento.

valores por defeito

Tamanho X e Tamanho Y diminuidos

Tamanho X aumentado

4 Clique OK.

Selecionar opções de Divisão Combinada
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para obter acesso a opções de Divisão Programada. Selecione diferentes combinações de Ponto Cheio e Tatami em Divisão Programada para criar vários efeitos com o mesmo padrão. Existem três opções de Divisão Combinada — Ponto Cheio em Ponto Cheio, Ponto Cheio em Tatami e Tatami em Tatami.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

468

Ponto Cheio em Ponto Cheio

Ponto Cheio em Tatami

Tatami em Tatami

Para selecionar opções de Divisão Combinada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimentoabre-se.
Selecione uma Divisão Combinada

2 No painel Divisão Combinada, clique no ícone que você requer.
Ponto Cheio em Ponto Cheio: A agulha penetra no tecido apenas onde os padrões cruzam as linhas de pontos. Este é o tipo de ponto standard de Divisão Programada, que produz o menor número de pontos. Ponto Cheio em Tatami: O primeiro plano do padrão usa bordado a Ponto Cheio, enquanto que o plano de fundo é preenchido com Tatami. Use esta opção para evitar pontos compridos quando os padrões são pequenos, mas os espaçamentos das colunas e das linhas são largos. Tatami em Tatami: Quer o primeiro plano quer o plano de fundo usam Tatami. Selecione esta opção pata objetos e padrões grandes para evitar pontos compridos.

Ponto Cheio em Ponto Cheio

Ponto Cheio em Tatami

Tatami em Tatami

3 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

469

Ajustar os valores do espaçamento de colunas e linhas
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para obter acesso aos valores de configuração do espaçamento de colunas e linhas. Estabeleça o espaçamento exato das linhas e das colunas em objetos de Divisão Programada. Os valores de espaçamento das linhas e das colunas determinam a distância entre as linhas da grelha. Os padrões são colocados nos pontos de interseção — o centro de cada padrão coincide com uma interseção.

valores do espaçamento por defeito

espaçamento das colunas aumentado

espaçamento das linhas diminuido

Os valores iniciais definem uma grelha simples, onde o espaçamento iguala as dimensões do padrão. O deslocamento de linhas é estabelecido em 0.00 mm e sendo assim, as colunas e as linhas são perpendiculares. Nota O espaçamento é medido a partir do início de cada padrão. Assim, para definir um novo valor de espaçamento, adicione a distância que você requer entre padrões ao valor original. Se a reduzir, isso fará com que os padrões se sobreponham.

Para ajustar os valores do espaçamento de colunas e linhas 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.
Estabeleça os valores do espaçamento das colunas e do deslocamento Estabeleça os valores do espaçamento das linhas e do deslocamento

2 No painel Coluna, estabeleça os valores de espaçamento e de
deslocamento para colunas na grelha do padrão. Espaçamento: a distância entre cada coluna vertical de padrões.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

470

Deslocamento: a distância pela qual se devem deslocar os padrões em cada coluna.

3 No painel linhas, estabeleça os valores de espaçamento e de
deslocamento para as linhas da mesma maneira que o fez para as colunas.

valores do Espaçamento Por Defeito

espaçamento das colunas aumentado

espaçamento das linhas diminuido

4 Clique OK.

Ajustar os valores do ponto de Divisão Programada
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração do ponto. Especifique o comprimento do ponto, o comprimento mínimo do ponto e os valores de espaçamento para objetos de Divisão Programada, do mesmo modo que o faz para outros tipos de ponto de enchimento.

Para ajustar os valores do ponto de Divisão Programada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Ajuste os valores de configuração do ponto

2 No campo Espaçamento do ponto, dê entrada ao valor de espaçamento
requerido. Para Tatami este valor é a distância entre duas linhas de pontos para a frente, para Ponto Cheio e a distância entre cada ponto para a frente.

V8

Wilcom ES — Manual Online

471

3 Dê entrada a um comprimento de ponto, no campo Comprimento do
Ponto. Este é o comprimento máximo do ponto a ser gerado no enchimento.

4 No campo Comprimento Mínimo do Ponto, dê entrada ao comprimento
do ponto mais curto que deve ser gerado.

valores do Espaçamento Por Defeito

espaçamento do ponto aumentado

espaçamento do ponto diminuido

5 Clique OK.

Ajustar os valores de deslocamento de Divisão Programada
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para os valores de deslocamento de colunas e linhas. Você pode aplicar valores de deslocamento a linhas, colunas ou pontos Tatami em objetos de Divisão Programada.

Deslocar colunas e linhas
Os valores de espaçamento das linhas e das colunas determinam o ângulo entre as linhas da grelha. Se ambos os deslocamentos estiverem estabelecidos no 0, as linhas da grelha são perfeitamente verticais e horizontais.
deslocamento de coluna negativo – positivo + positivo +

0 0

deslocamento de linha negativo –

Deslocar pontos
Você pode controlar as divisões de penetração da agulha deslocando cada linha de pontos para a frente.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

472

Deslocamento Zero

deslocamento de coluna positivo

deslocamento de linha positiv

Ideia Dê apenas entrada aos valores de configuração do deslocamento do ponto para Divisão Programada usando as combinações Ponto Cheio em Tatami ou Tatami em Tatami.

Para ajustar os valores de configuração do deslocamento do ponto para Divisão Programada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimentoabre-se.
Dê entrada ao deslocamento da coluna Dê entrada ao deslocamento da linha Dê entrada ao deslocamento do ponto

2 Dê entrada ao deslocamento para cada coluna do padrão, no campo
Coluna > Deslocamento.

deslocamento de coluna: 0

deslocamento de coluna: 1

deslocamento de coluna: 4

3 Dê entrada ao deslocamento para cada linha do padrão, no campo linha
> Deslocamento.

V8

Wilcom ES — Manual Online

473

deslocamento de linha: 0

deslocamento de linha: 1

deslocamento de linha: 4

4 Dê entrada a um deslocamento para pontos, usando as combinações
Ponto Cheio em Tatami ou Tatami em Tatami no campo Valores do Ponto > Deslocamento. Este deslocamento controla o local onde as penetrações da agulha se alinham para cada linha de pontos.

Deslocamento: 0.00

Deslocamento: 0.25

Deslocamento 0.50

5 Clique OK.

Aplicar fatores aleatórios de Divisão Programada
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração do fator aleatório. Você pode eliminar padrões indesejados e distribuir os pontos uniformemente dentro de uma forma usando um fator aleatório. Aplique fatores aleatórios em Divisão Programada que usem combinações de Ponto Cheio em Tatami ou Tatami em Tatami. Nota O fator aleatório não afeta as penetrações da agulha deliberadas que formam o padrão.

Para aplicar fatores aleatórios de Divisão Programada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

474

Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimentoabre-se.

Dê entrada ao fator aleatório

2 No campo Aleatório, dê entrada ao fator aleatório requerido.
Especifique um fator aleatório entre 0% e 100%. Ideia Um valor por volta de 50% oferece bons resultados.

fator aleatório: 0%

fator aleatório: 25%

fator aleatório: 90%

3 Clique OK.

Dispôr padrões de Divisão Programada na tela
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Programada (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar as opções de disposição. Você dispõem a Divisão Programadas na tela de um modo semelhente a Enchimentos de Motivo usando ‘padrões de guia’ para alterar a escala, o espaço, transformar e deslocar todo o padrão de enchimento. Existem três padrões de guia azuis. Outras amostras de padrões aperecem a amarelo. Cada padrão guia permite que você altere diferentes elementos do arranjo / disposição. Quando você altera o padrão de guia, todos os padrões existentes no enchimento se alteram de acordo com o primeiro. Veja também Disposição de motivos artísticos na tela.
Use o padrão guia localizado na parte superior para alterar o espaçamento das linhas, o deslocamento das linhas e para alterar a escala dos padrões Use o padrão guia localizado no meio para mover, rodar, inclinar e alterar a escala de padrões Use o padrão guia localizado de lado para alterar o espaçamento das colunas e para alterar a escala dos padrões

V8

Wilcom ES — Manual Online

475

Ideia Geralmente, você define a disposição do enchimento antes de digitar o objeto. Se for importante alinhar os padrões com o limite do objeto, digite o objeto usando os valores de configuração correntes e depois altere a disposição.

Para dispôr padrões de Divisão Programada na tela 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimentoabre-se.

Selecione o padrão

antever o padrão

Clique em Disposição

2 Selecione um padrão a partir da lista Padrão. 3 Clique em Disposição.
As amostras e os padrões de guia aparecem na janela de desenho. Quando você altera o padrão de guia, todos os padrões existentes no enchimento se alteram de acordo com o primeiro. Ideia Dê um Zoom in para selecionar o padrão de guia correto.

4 Ajuste os padrões guia para alcançar o efeito que você requer.
Mover padrões selecionando o padrão guia do meio e arrastando-o para uma nova posição. Alterar padrões selecionando um padrão guia e alterarndo o seu tamanho usando os grampos de seleção.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

476

Altere a escala proporcionalmente

Arraste o padrão

Altere a escala horizontalmente

Altere a escala verticalmente

Rodar padrões clicando no guia do meio duas vezes para mostrar os grampos de rotação. Clique num grampo de canto e arraste para rodar. Inclinar padrões clicando no guia do meio duas vezes, arrastando depois os grampos de rotação.

rodar ancorar inclinar

Alterar o espaçamento das colunas selecionando o guia lateral e arrastando-o para a esquerda ou para a direita.

Altere o espaçamento das colunas

V8

Wilcom ES — Manual Online

477

Alterar o epaçamento das linhas selecionando o guia superior e arrastando-a para cima ou para baixo. Alterar o deslocamento de linhas selecionando o guia superior e arrastando-a para a esquerda ou para a direita. Alterar o deslocamento distorce as linhas.

Altere o espaçament o das colunas

Altere o deslocamento

5 Pressione a tecla Enter para terminar.
Os valores de tamanho e de disposição que você selecionar passam a ser os valores correntes de Divisão Programada. Ideia Para reverter para os valores originais de fábrica, execute o utilitário Reverter. Veja Reverter para a configuração de fábrica para maiores detalhes. Alternativamente, dê entrada aos valores manualmente no tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento > Divisão Programada e clique Gravar. Veja Amostras de Divisão Programada para maiores detalhes.

6 Digite o contorno do objeto tal como você faz normalmente.
Nota Digite o ângulo do ponto cuidadosamente quando criar objetos preenchidos com Divisão Programada. As penetrações da agulha são colocadas onde as linhas do padrão se cruzam com as linhas de pontos. Se as linhas forem paralelas com as linhas do padrão, elas raramente se cruzarão e o padrão pode não ser visível. Um ângulo do ponto a 45 ° é apropriado para a maioria dos padrões.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

478

Fazer padrões de Divisão Programada
Faça os seus próprios padrões para usar em enchimento de Divisão Programada. Crie padrões a partir dos contornos de objetos de bordado, ou a partir de objetos de desenho vetor. Nota Os padrões que você criar podem também ser usados para efeitos Divisão Flexível.

Para fazer padrões de Divisão Programada 1 Selecione o objeto (ou objetos) que você quer usar para o padrão.

2 Selecione Especial > Fazer Divisão Programada.
O diálogo Fazer Divisão Programada.

Dê entrada ao nome do padrão

3 Dê entrada a um nome no diálogo Fazer Divisão Programada. 4 Clique OK.
O novo padrão fica automaticamente selecionado na lista Padrão.

Editar padrões de Divisão Programada
Editar um padrão altera o padrão atual e não apenas a disposição do objeto. Veja também Dispôr padrões de Divisão Programada na tela.

Para editar padrões de Divisão Programada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Programada.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimentoabre-se.

V8

Wilcom ES — Manual Online

479

Selecione o padrão

antever o padrão

Clique Editar

2 Selecione um padrão e clique Editar.

Editar padrão

O padrão aparece na janela de desenho. Ideia Use Ver > Mostrar Tudo > Objetos Selecionados para dar zoom in no padrão.

3 Altere a escala, transforme ou remodele o padrão tal como for
necessário. Veja Organizar e Transformar Objetos para maiores detalhes. Veja Converter, Remodelar e Editar Objetos para maiores detalhes.

4 Selecione Especial > Fazer Divisão Programada.
O diálogo Fazer Divisão Programada.

Dê entrada ao nome do padrão

5 Dê entrada a um nome para o padrão no diálogo Fazer Divisão
Programada. Para criar um padrão com base no padrão antigo, dê entrada a um nome novo. Para escrever por cima do padrão original, dê entrada ao nome do original.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

480

6 Clique OK.
O novo padrão fica automaticamente selecionado na lista Padrão.

Criar texturas com Divisão Flexível
Use Divisão Flexível (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar um efeito decorativo em objetos novos ou selecionados. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração.
A

Divisão Flexível é um efeito decorativo onde uma ou mais linhas de um padrão de Divisão Programada são usadas no enchimento do objeto. O padrão segue o ângulo do ponto e pode ser posto em escala para caber na largura do objeto. Existem quatro efeitos diferentes de Divisão Flexível. Você pode usar um padrão existente para Divisão Flexível ou pode criar o seu próprio padrão. Veja Fazer padrões de Divisão Programada para maiores detalhes.

Aplicar Divisão Flexível
Você pode aplicar Divisão Flexível em objetos de Entrada A, Entrada B ou Entrada C que usem pontos de enchimento a Ponto Cheio, Tatami, Zigue-zague, ou Divisão Programada. Isto funciona melhor em objetos com pontos curvos ou cuja largura de coluna se altera constantemente. Os valores correntes de Divisão Flexível encontram-se estabelecidos no diálogo Efeitos. Você pode ajustar estes valores antes ou depois de aplicar o efeito. Nota Divisão Flexível não é compatível com objetos de Enchimento Complexo.

Para aplicar Divisão Flexível
Clique no ícone Divisão Flexível. O efeito é aplicado a objetos novos ou selecionados, com base nos valores de configuração correntes de Divisão Flexível.

V8

Wilcom ES — Manual Online

481

Ideia Ligue TrueView™ ou clique no ícone Mostrar Pontos da Agulha para ver o efeito da Divisão Flexível.

Selecionar padrões e opções de Divisão Flexível
Clique com o botão direito do mouse Divisão Flexível (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para selecionar padrões e opções. Você seleciona padrões e opções de Divisão Flexível a partir do tabulador Divisão Flexível no diálogo Efeitos.

Para selecionar padrões e opções de Divisão Flexível 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Flexível.
Abre-se o tabulador Efeitos > Divisão Flexível.

Selecione Divisão Flexível Selecione o padrão antever o padrão

Clique no ícone Divisão Flexível

2 Selecione a caixa de verificação Divisão Flexível. 3 Selecione um padrão a partir da lista Padrão. 4 No painel Opções, clique num ícone de Divisão Flexível.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

482

5 Ajuste o tamanho e o espaçamento de Divisão Flexível tal como for
necessário. Veja Ajustar os valores de Divisão Flexível para maiores detalhes.

6 Clique OK.

Ajustar os valores de Divisão Flexível
Clique com o botão direito do mouse Divisão Flexível (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar os valores de configuração. Você pode ajustar os valores de Divisão Flexível para variar o tamanho, indentar a forma e variar o espaçamento e deslocamentos do padrão.

Para ajustar os valores estabelecidos para Divisão Flexível 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Flexível.
Abre-se o tabulador Efeitos > Divisão Flexível.
Selecione Divisão Flexível antever o padrão Dê entrada às dimensões do padrão maior de todos Dê entrada ao espaçamento e aos deslocamentos

Dê entrada à distância entre o primeiro padrão e a primeira linha de pontos Clique no ícone Divisão Flexível

2 Selecione a caixa de verificação Divisão Flexível. 3 Nos campos Tamanho X e Tamanho Y dê entrada às dimensões do
padrão maior de todos no efeito.

V8

Wilcom ES — Manual Online

483

4 No campo Indentar Forma, dê entrada à distância entre o primeiro
padrão e a primeirra linha de pontos.

5 No painel Coluna, dê entrada aos valores de espaçamento e de
deslocamento, tal como for necessário: Espaçamento: a distância entre cada coluna de padrões no efeito. Deslocamento: a distância pela qual cada padrão repetido se desloca.

valores das colunas por defeito

espaçamento das colunas diminuido

valor de espaçamento das colunas alterado

Nota Se você selecionou uma opção que usa mais que uma linha de padrões, os campos no painel linha encontram-se disponíveis.

6 No painel linha, dê entrada aos valores de espaçamento e de
deslocamento, tal como for necessário:

valores de coluna e linha por defeito

espaçamento das linhas e colunas diminuido

valor de espaçamento das linhas alterado

7 Clique OK.

Criar texturas com Divisão Definida pelo Utilizador
A

Divisão Definida pelo Utilizador permite que você adicione detalhes a objetos preenchidos, digitando linhas de penetrações da agulha chamadas ‘linhas divididas’. As linhas divididas são armazenadas nas propriedades do objeto. Elas são preservadas quando os pontos voltam a ser gerados, mesmo se você aplicar um tipo de ponto diferente.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

484

Nota As linhas divididas não fazem parte do contorno do objeto e não podem ser remodeladas com o resto do objeto.

Criar objetos novos com Divisão Definida pelo Utilizador
Clique em Divisão Definida pelo Usuário (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar o efeito em objetos novos ou selecionados. Selecione Divisão Definida pelo Utilizador antes de digitar para adicionar linhas divididas em objetos novos. À medida que você digita, você é alertado para dar entrada a linhas divididas. Você digita-as do mesmo modo que o faz para objetos a Ponto Corrido. Você pode definir divisões múltiplas se for necessário.

Ideia O Ponto Cheio é o tipo de ponto mais apropriado para Divisão Definida pelo Utilizador visto não existirem penetrações da agulha iniciais dentro da forma.

Para criar novos objetos com Divisão Definida pelo Utilizador 1 Selecione um método de entrada de enchimento e um tipo de ponto. 2 Clique no ícone Divisão Definida pelo Utilizador. 3 Digite os contornos do objeto, pontos de entrada e saída e ângulo do
ponto, tal como você faria normalmente, seguindo os avisos na Linha de Aviso.

4 Digite uma linha dividida sobre o objeto quando for alertado para isso e
depois pressione a tecla Enter. Repita este passo para fazer linhas divididas adicionais.

V8

Wilcom ES — Manual Online

485

Digite os contornos do objeto

Digite uma linha dividida

Gerar pontos

Ideia Para obter os melhores resultados, digite linhas divididas aproximadamente perpendiculares ao ângulo do ponto.

5 Pressione a tecla Inserir.

Aplicar Divisão Definida pelo Utilizador em objetos selecionados
Clique em Divisão Definida pelo Usuário (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar o efeito em objetos selecionados. Clique com o botão direito do mouse para ajustar os valores de configuração. Adicione linhas divididas a um objeto existente, digitando a linha requerida sobre o objeto e depois convertendo-a numa linha dividida. Digite a linha dividida usando um método de entrada — por ex. Ponto Corrido — ou uma ferramenta de desenho vetor.

Para aplicar Divisão Definida pelo Utilizador a objetos selecionados 1 Selecione um método de entrada ou uma ferramenta de desenho para
digitar a linha dividida. Ideia Use qualquer método de entrada — incluindo métodos de entrada de enchimento — visto apenas os contornos serem usados para criar as linhas divididas.

2 Digite uma linha dividida em cima do objeto preenchido, dando cliques
com o botão esquerdo e direito do mouse para dar entrada a pontos de referência e pressione a tecla Enter.

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

486

Para criar mais que uma linha dividida, repita este passo. Ideia Para usar objetos existentes para criar linhas divididas, movimente simplemente o objeto para cima do objeto preenchido para o qual você está criando linhas.

3 Selecione o objeto (ou objetos) de linha dividida. 4 Selecione Especial > Fazer Linhas Para > Divisão Definida pelo Usuário. 5 Pressione a tecla Delete para remover quaisquer objetos usados para
criar a linha dividida.

6 Selecione o objeto no qual você digitou linhas divididas. 7 Clique no ícone Divisão Definida pelo Utilizador.

Ideia Ligue TrueView™ ou clique no ícone Mostrar Pontos da Agulha para ver o efeito da Divisão Definida pelo Utilizador.

Dividir linhas alternadas
Clique com o botão direito do mouse em Divisão Definida pelo Usuário (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para aplicar linhas divididas. A característica Divisão Definida pelo Utilizador por vezes cria uma linha dividida que é muito pronunciada para certas aplicações tais como trabalhos em desenhos Schiffli. O novo modo de funcionamento da Divisão Alternada de Linhas de Bordado suaviza a linha dividida.

Para dividir linhas alternadamente 1 Selecione um objeto Divisão Definida pelo Utilizador.

V8

Wilcom ES — Manual Online

487

Divisão Definida pelo Usuário

2 Clique com o botão direito do mouse no ícone Divisão Definida pelo
Utilizador. Abre-se o tabulador Efeitos > Outros.

3 Selecione o quadradinho de ativação Dividir as Linhas do Bordado
Alternadamente.

Selecionar Dividir Alternadamente

4 Clique OK.
As linhas divididas tornam-se mais suaves.
linhas divididas aplicadas

V8

Capítulo 22

Enchimentos Texturados

488

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

Motivos Artísticos são elementos de desenhos pré-definidos, como corações, folhas ou contornos padrão, que podem ser inseridos no desenho rapidamente. Geralmente motivos artísticos consistem de um ou mais objetos simples e são guardados em uma definiconfiguração especial de motivos artísticos.

Você pode criar os seus próprios motivos artísticos ou usar os oferecidos pelo software. Motivos artísticos podem ser escalados, rodados e espelhados quando você os insere, ou depois da mesma maneira que outros objetos. Você pode usar motivos artísticos sozinhos, ou ligá-los juntos ao longo da linha digitada, usando Corrida de Motivos. Você também pode encher formas com carreiras de motivos artísticos repetidos e aplicar efeitos especiais, usando Enchimento de Motivo. Usar Distorção a 3D com objetos de Enchimento de Motivo, você também pode criar efeitos tri-dimensionais. Esta seção descreve como inserir motivos artísticos no seu desenho e como ajustar suas configurações para conseguir os resultados que você quer. Também explica como criar os seus próprios motivos artísticos e estabecer motivos artísticos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

489

Selecionar e inserir motivos artísticos
Clique em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para usar o motivo artístico atual. Clique com o botão direito do mouse em Enchimento de Motivos Artísticos para selecionar um motivo artístico diferente ou ajustar configurações para objetos novos ou selecionados. Adicionar motivos artísticos para o seu desenho selecionando-os no diálogo Selecionar Motivos Artísticos.

Nota Se um motivo artístico é compreendido de dois ou mais objetos, esses serão automaticamente agrupados quando inseridos.

Para selecionar e inserir motivos artísticos 1 Selecionar Especial > Motivo Artístico > Selecionar.
Abre-se o diálogo Selecionar Motivo Artístico.
Selecionar visualisar modo

Selecionar definir motivo artístico

seleccionar motivo artístico Fazer a seleção atual

2 Selecionar definir motivo artístico a partir da lista tipo cortina
Estabelecer Símbolos.

3 Selecionar o modo de visualização. Você pode listar motivos artísticos
por foto, nome ou ambos.

4 Selecionar um motivo artístico.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

490

O nome do motivo artístico selecionado aparece no campo Seleção.

5 Clique em Tornar Corrente.
O diálogo se fecha e o motivo artístico aparece junto ao cursor do mouse.

6 Mover o cursor para a posição que você quer adicionar o motivo artístico
e clicar para marcar o ponto âncora.

7 Mover o cursor até que o motivo artístico esteja na posição que você
precisa, então clique novamente para um ponto guia.

8 Pressionar a tecla Enter.
Gerar pontos.

Inserir ponto âncora

Inserir ponto guia

Apertar a tecla Enter

9 Repetir esta passagem para inserir o motivo artístico novamente.
Você pode rodar, escalar e espelhar motivos artísticos quando você os insere. Veja Rodar, espelhar e escalar motivos artísticos para maiores detalhes.

10 Pressione a tecla Esc para concluir.
Ideia Para usar novamente o mesmo motivo artístico, selecione Especial > Motivo Artístico > Usar. Nota Cada motivo artístico é tratado como um único objeto. Para editar apenas a seção de motivo artístico, desagrupe o motivo artístico.

Rodar, espelhar e escalar motivos artísticos
Você pode rodar, escalar ou espelhar motivos artísticos enquanto você os adiciona ao seu desenho usando o teclado e o mouse.

V8

Wilcom ES — Manual Online

491

Ideia Se você achar mais fácil inserir motivos artísticos no seu tamanho e orientação original, você pode escalar, rodar e espelhar este depois como qualquer outro objeto.

Para rodar, espelhar e escalar motivos artísticos 1 Selecione o motivos artístico para inserir.
Veja Selecionar e inserir motivos artísticos para maiores detalhes.

2 Mover o cursor para a posição que você quer adicionar o motivos
artístico e clicar para marcar o ponto âncora.
Clique para marcar o ponto âncora

O motivo artístico se junta ao cursor do mouse. Quando você move o cursor, o motivo artístico roda em volta do ponto âncora que você marcou.

3 Rodar, ecalar ou espelhar o motivo artístico com o mouse.
Para rodar o motivo artístico, mova o cursor até que o ângulo de rotação esteja correto, então clique novamente.
Clique para marcar o ponto guia motivos artísticos rodados

Para espelhar o motivo artístico, pressione o botão direito do mouse.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

492

Pressione e tecla Shift e arraste o motivo artístico para o novo tamanho e rotação

Pressionar com o botão direito do mouse para marcar o ponto guia e espelhar o motivo artístico

Motivo artístico rodado, escalado e espelhado

Para escalar o motivo artístico, pressione a tecla Shift. Mover o cursor até que o contorno do motivo artístico mostre o tamanho requerido, então clique novamente.
Pressione para baixo a tecla Shift para redimensionar o motivo artístico Motivo Artístico rodadoe escalado Pressione para baixo a tecla Ctrl para constranger ângulos de rotação

Ideia Quando espelhar e escalar, tenha certeza de que o motivo artístico está no ângulo de rotação requerido, clicando antes ou clicando com o botão ditreito do mouse.

4 Pressione a tecla Esc para concluir.
Ideia Você pode criar motivos artísticos a partir de padrões feitos no programa de ponto cruz e usá-los para criar uma amostra em ponto cruz. Veja Ponto Cruz Manual Suplementar do Usuário para mais detalhes.

motivos artísticos criados no programa ponto cruz

V8

Wilcom ES — Manual Online

493

Administrar motivos artísticos
Designer ES providencia várias formas de administrar seus motivos artísticos incluindo série de motivos artísticos, guardar motivos artísticos, copiar motivos artísticos entre série de motivos artísticos e apagar motivos artísticos.

Criar série de motivos artísticos
Usar Motivos Artísticos > Fazer (menu Especial) para criar a sua própria série de motivos artísticos. A função Fazer Motivo Artístico deixa que agora você crie a sua própria série de motivos artísticos para organizar e classificar os seus motivos artísticos.

Para criar uma série de motivos artísticos 1 Selecionar o/s objeto/s que você quer guardar como motivo artístico.

2 Selecionar Especial > Motivo Artístico > Fazer.
Abre-se o diálogo Fazer Motivo Artístico.
Clique em Novo para criar uma nova série de motivos artísticos

3 Clique Novo.
Abre-se o diálogo Nova Série de Motivos Artísticos.

Dar entrada ao nome da série de motivos artísticos

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

494

4 Dê entrada a um nome para a nova série de motivos artísticos e clique
OK. A Série de Motivosfunção Artísticos está pronta para ser usada. Nota As séries de motivos artísticos são armazenadas na pasta C:\ESWin\Userletw. Você pode eliminar ou alterar o nome destas séries de motivos artísticos tal como lhe for conveniente.

Guardar motivos artísticos
Usar Motivos Artísticos > Fazer (menu Especial) para guardar motivos artísticos. A função Fazer Motivos Artísticos permite você guardar o seus próprios motivos artísticos para usar futuramente. Motivos Artísticos podem ser guardados em diferentes fichários, ou Séries de Motivos Artísticos.

Para guardar motivos artísticos 1 Selecionar o/s objeto/s que você quer guardar como motivo artístico.

2 Selecionar Especial > Motivo Artístico > Fazer.
Abre-se o diálogo Fazer Motivo Artístico.
Selecionar uma série de motivos artísticos Inserir o nome do motivo artístico Selecionar para remover funções de máquina indesejadas

3 Selecionar uma Série de Motivos Artísticos a partir da lista tipo cortina.
Veja também Criar série de motivos artísticos.

4 Inserir um nome no campo Nome do Motivo Artístico. 5 Se você quiser remover automaticamente funções da máquina do
motivo artístico, selecione a caixa de verificação Remover funçãos.

6 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

495

Você é avisado para digitar pontos de referência.

7 Clique para marcar dois pontos de referência no motivo artístico.
Pontos de referência definem a orientação standard do motivo artístico. Este determina o modo que o motivo artístico é orientado quando inserido diretamente, ou ao longo de uma linha digitada com Corrida de Motivos, ou linha de ponto com Enchimento de Motivo. Pontos de referência também estabelecem o espaçamento entre repetição do motivo artístico em Corrida de Motivo e Enchimento de Motivo.
2 ponto de referência direit

1 ponto de referência esquerd

sentido da rotação

1 ponto de referência esquerdo

2 ponto de referência direito

Aparece uma mensagem de confirmação.

8 Clique OK.
O motivo artístico está pronto para ser usado.

Copiar motivos artísticos entre séries
Usar Selecionar > Motivo Artístico (menu Especial) para copiar motivos artísticos entre séries. À medida que a sua coleção de motivos artísticos vai crescendo, você às vezes precisa classificá-los de maneiras diferentes. A função Selecionar Motivo Artístico permite você copiar e colar motivos artísticos entre série de motivos artísticos.

Para copiar motivos artísticos entre séries 1 Selecionar Especial > Motivo Artístico > Selecionar.
Abre-se o diálogo Selecionar Motivo Artístico.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

496

Selecionar a série de motivos artísticos ‘fonte’

visualizar opções

Selecionar os motivos artísticos a copiar

Clique Copiar

2 Selecionar a ‘fonte’ da série de motivos artísticos a partir da lista tipo
cortina Estabelecer Símbolos.

3 Selecione um motivo artístico ou vários motivos artísticos que deseje
copiar.

4 Clique em Copiar. 5 Selecionar o ‘alvo’ da série de motivos artísticos a partir da lista tipo
cortina Estabelecer símbolo.

Selecionar a série de motivos artísticos ‘alvo’

Clique em Enxertar

6 Clique em Enxertar.
Os motivos artísticos copiados são enxertados na série de motivos artísticos ‘alvo’.

7 Clique em Cancelar para fechar o diálogo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

497

Apagar motivos artísticos
Usar Selecionar > Motivo Artístico (menu Especial) para apagar motivos artísticos de uma série. Apagar quaisquer motivos artísticos que você não quer mais da série de motivos artísticos.

Para apagar motivos artísticos 1 Selecionar Especial > Motivo Artístico > Selecionar.
Abre-se o diálogo Selecionar Motivo Artístico.

2 Selecionar o motivo artístico para apagar. 3 Clique Eliminar.
Aparece uma mensagem de confirmação.

4 Clique Sim.

Criar Corrida de Motivos
Corrida de Motivos é um método de entrada que cria motivos artísticos repetidos ao longo da linha digitada. Você pode criar contornos decorativos usando qualquer motivo artístico a partir da lista de seleção. Você pode modificar o ângulo de rotação, orientação, escala e variar o espaço entre motivos artísticos.

Usar Corrida de Motivos
Usar Corrida de Motivos (barra de ferramentas Entrada) para criar uma carreira de motivos artísticos ao longo da linha digitada. Usar o método de entrada Corrida de Motivos para criar uma linha de motivos artísticos ao longo da linha digitada. Você pode selecionar motivos

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

498

artísticos no diálogo Propriedades do Objeto antes ou depois de digitar. Você também pode ajustar as configurações de escala e espaçamento.

Para usar Corrida de Motivos 1 Clique no ícone Corrida de motivos. 2 Digite ao longo da linha que você quer que o motivo artístico apareça
inserindo pontos de referência. Clique para adicionar um ponto de canto. Clique com o botão direito do mouse para adicionar um ponto curvo.

3 Quando você tiver terminado de digitar a linha, pressione a tecla Enter.
Um contorno de motivos artísticos selecionado se junta ao cursor. Para usar o tamanho original e orientação do motivo artístico pressione a tecla Enter. Para escalar o motivo artístico, mova o cursor até que o motivo artístico esteja do tamanho requerido, então pressione a tecla Enter. Para espelhar o motivo artístico, pressione com o botãao direito do mouse na tecla Enter.

motivo artístico espelhado

Ideia Você pode combinar objetos escalando e espelhando.

V8

Wilcom ES — Manual Online

499

Selecionar e mudar motivos artísticos para Corrida de Motivos
Clique com o botão direito do mouse em Corrida de Motivos (barra de ferramentas Entrada) para selecionar motivos artísticos para usar com Corrida de Motivos. Selecionar o motivo artístico para usar na Corrida de Motivos antes ou depois de digitar. Selecionar um motivo artístico antes de digitar como descrito em Selecionar e inserir motivos artísticos. Se você usar Corrida de Motivos sem selecionar um motivo artístico, por defeito será usado. Para mudar um motivo artístico depois de digitar, use o diálogo Propriedades do Objeto como descrito em Para mudar motivos artísticos para Corrida de Motivos.

motivo artístico selecionar depois de digitar

motivo artístico selecionar antes de digitar

Nota Para completar o catálogo de amostras, veja Amostras de Motivos Artísticos.

Para mudar motivos artísticos para Corrida de Motivos 1 Selecionar um objeto em Corrida de Motivos. 2 Clique com o botão direito do mouse no ícone Corrida de Motivos.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Contorno.

Clique para selecionar o motivo artístico

3 Clique em Selecionar.
Abre-se o diálogo Selecionar Motivo Artístico.

4 Selecionar um motivo artístico a partir da lista.
Veja Selecionar e inserir motivos artísticos para maiores detalhes.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

500

5 Clique em Tornar Corrente.

Escalar motivos artísticos em objetos Corrida de Motivos
Clique com o botão direito do mouse em Corrida de Motivos (barra de ferramentas Entrada) para escalar motivos artísticos em Corrida de Motivos. Você pode definir o tamanho exato dos motivos artísticos em Corrida de Motivos inserindo as dimensões no diálogo Propriedades do Objeto. Nota Você pode inserir dimensões de motivos artísticos antes ou depois de digitar o objeto.

Para escalar motivos artísticos em objetos Corrida de Motivos 1 Selecionar um objeto em Corrida de Motivos. 2 Clique com o botão direito do mouse no ícone Corrida de Motivos.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Contorno.
Inserir dimensões horizontais e verticais

3 Nos campos Tamanho X e Tamanho Y, inserir as dimensões horizontais
e verticais para os motivos artísticos.

Tamanho X e Tamanho Y valores por defeito

Tamanho X e Tamanho Y ajustados

4 Clique OK.
Ideia Você também pode escalar motivos artísticos quando você digita objetos Corrida de Motivos. Veja Usar Corrida de Motivos para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

501

Ajustar o espaçamento em Corrida de Motivos
Clique com o botão direito do mouse em Corrida de Motivos (barra de ferramentas Entrada) para ajustar o espaçamento em Corrida de Motivos. Você pode mudar a distância entre cada motivo artístico em Corrida de Motivos. A configuração do espaçamento inicial para motivos artísticos em Corrida de Motivos é a distância entre os pontos de referência que estavam marcados quando o motivo artístico foi criado. Veja Guardar motivos artísticos para maiores detalhes.

espaçamento por defeito

espaçamento aumentado

espaçamento diminuid

Nota Você pode ajustar as configurações de espaçamento antes ou depois de digitar o objeto.

Para ajustar o espaçamento em Corrida de Motivos 1 Selecionar um objeto em Corrida de Motivos. 2 Clique com o botão direito do mouse no ícone Corrida de Motivos.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Contorno.

Inserir a distância entre as repetições do motivo artístico

3 No campo Espaçamento, inserir a distância entre cada repetição de
motivo artístico.

espaçamento

espaçamento inicial

Se estes não couberem exatamente na linha de base, Designer ES ajusta o espaçamento para fazê-los caber:

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

502

Se o espaço que permanece no final da linha de base é menor que a metade do motivo artístico, o espaço extra é espalhado igualmente entre os motivos artísticos. Se o espaço for maior que a metade do motivo artístico, Designer ES insire um motivo artístico extra e sutilmente sobrepõe motivos artísticos para distribuí-los igualmente ao longo da linha de base. Ideia Você pode remodelar objetos na linha de base para atingir o espaçamento exato requerido. Veja Remodelar objetos em Corrida de Motivos para maiores detalhes.

Manter/Omitir motivos artísticos
Clique com o botão direito do mouse em Corrida de Motivos (barra de ferramentas Entrada) para selecionar se quer manter ou ormitir o primeiro e último motivos artísticos. Se você está digitando confinando linhas com Corrida de Motivos, você pode omitir o último motivo artístico do objeto corrente — ou o primeiro motivo artístico do próximo objeto — para evitar uma sobreposição onde as linhas se juntam.

manter o primeiro e último motivos artísticos

manter o primeiro motivo artístico, omitir o último motivo artístico

Nota Você pode ajustar essas configurações ou antes ou depois de digitar o objeto.

Para manter e omitir motivos artísticos 1 Selecionar um objeto em Corrida de Motivos. 2 Clique com o botão direito do mouse no ícone Corrida de Motivos.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Contorno.

V8

Wilcom ES — Manual Online

503

Escolha se quer manter ou omitir o primeiro e último motivos artísticos

3 Escolha se quer manter ou omitir o primeiro e último motivos artísticos. 4 Clique OK.

Remodelar objetos em Corrida de Motivos
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para remodelar objetos selecionados em Corrida de Motivos. Remodelar objetos em Corrida de Motivos da mesma maneira que você remodela objetos de letras. Veja também Característica de Letras Especiais.

Para remodelar objetos em Corrida de Motivos 1 Selecionar o objeto Corrida de Motivos para remodelar, então clique no
ícone Remodelar. Os Pontos de Controle aparecem em volta dos motivos artísticos.

2 Remodelar o objeto como requerido.
Você pode mudar a largura e altura de motivos artísticos, o espaço entre motivos artísticos ou o formato da linha digitada.

pontos de controle de objetos ajustados

pontos de controle de motivos artísticos ajustados: motivos rodados

3 Pressione a tecla Enter para concluir.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

504

Criar enchimentos de motivo
Usar Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para o enchimento de objetos em Enchimento Complexo com motivos artísticos repetidos. Enchimento de Motivos é um ponto de enchimento decorativo com o qual você pode preencher objetos em Enchimento Complexo. Esta característica repete motivos artísticos em linhas paralelas para preencher o formato. Você pode selecionar motivos artísticos diferentes para avançar e voltar linhas. Você pode desenhar a disposição do motivo artístico na tela, ou ajustar configurações no diálogo Propriedades do Objeto.

dois motivos, deslocamento, em duas direções usando cores diferentes

Usar Enchimento de Motivos
Usar Enchimento Complexo (barra de ferramentas Entrada) para criar um objeto para aplicar em Enchimento de Motivo. Clique Enchimento Complexo (barra de ferramentas Tipos de Pontos) para aplicar em Enchimento de Motivos para um objeto selecionado usando as configuraçõs atuais. Usar Enchimento de Motivos com objetos Enchimento Complexo para criar ponto de enchimento decorativo usando as configurações atuais de Enchimento de Motivo. Você pode selecionar um motivo artístico ou mudar a disposição e configurações ou antes ou depois de digitar. Veja Disposição de motivos artísticos na tela e Ajustar o espaçamento e deslocamento das configurações de Enchimento de Motivo para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

505

Para usar Enchimento de Motivo 1 Clique no ícone Enchimento Complexo. 2 Digite o objeto em Enchimento Complexo quando você faria
normalmente. Veja Digitar formas complexas com ângulos do ponto fixos para maiores detalhes. Nota O ângulo do ponto não afeta a disposição do motivo artístico.

3 Selecionar o objeto em Enchimento Complexo. 4 Clique no ícone Enchimento de Motivo. 5 Pressionar a tecla Enter.
O objeto digitado é preenchido com o Enchimento de Motivo atual.

Selecionar motivos artísticos para usar em Enchimentos de Motivo
t

Clique em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Tipos de Pontos) para selecionar motivos artísticos correntes. Selecione um objeto em Enchimento de Motivo e clique em Propriedades para mudar as propriedades dos objetos em Enchimento de Motivo. Selecionar motivos artísticos para usar em Enchimento de Motivo a partir do diálogo Propriedades do Objeto. Você pode selecionar motivos artísticos diferentes para as linhas anteriores e posteriores, ou o mesmo motivo artístico para cada uma.

Nota Para um catálogo completo de amostras, veja Amostras de Motivos Artísticos.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

506

Para selecionar motivos artísticos usando Enchimento de Motivos 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento de Motivo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Selecionar um motivo artístico para linha posterior

Selecionar um motivo artístico para carreira anterior

2 No painel Motivo Artístico 1, selecionar o motivo artístico para usar no
preenchimento da linha posterior. Para fazer isso: Clique em Selecionar para abrir o diálogo Selecionar Motivo Artístico. Selecione o motivo artístico para usar nas carreiras posteriores de preeenchimento, então clique Tornar Corrente.

3 No painel Motivo Artístico 2, selecionar o motivo artístico para usar na
linha de preenchimento anterior, usando o mesmo método. Se você selecionar um mesmo motivo para linhas anteriores e posteriores, estas vão apontar para a mesma direção.
posterior e anterior os mesmos motivos artísticos selecionados motivo artístico anterior redimensionado

Nota Você pode escalar motivos artísticos Motivo Artístico 1 e Motivo Artístico 2 independentemente. Veja Escalar motivos artísticos para um tamanho exato para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

507

4 Clique OK.

Ajustar o espaçamento e deslocamento das configurações de Enchimento de Motivo
Clique com o botão direito do mouse em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Standard) para ajustar as configurações exatas de linha, coluna e espaçamento. Você pode ajustar as configurações exatas de linhas, colunas e espaçamento para Enchimentos de Motivo. As configurações por defeito definem uma grelha simples onde o espaçamento equivale as dimensões do motivo artístico. O deslocamento de linhas é estabelecido em 0.00 mm e sendo assim, as colunas e as linhas são perpendiculares.

Nota O espaçamento é medido a partir do início de cada motivo artístico. Assim, para definir um nova configuração de espaçamento, adicione a distância entre motivos artísticos com relação ao espaçamento original. Reduzir as configurações originais causa uma sobreposição de motivos artísticos.

Para ajustar configurações de espaçamento e disposição 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento de Motivo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Inserir o espaçamento da coluna Inserir o espaçamento e deslocamento da linha Escalar e recortar motivos artísticos para caberem na forma

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

508

2 Inserir espaçamento de coluna em uma coluna no campo Espaçamento
> Colunas.

3 Inserir espaçamento de linhas no campo Linhas > Espaçamento. 4 Inserir o deslocamento de uma linha no campo Linhas > Deslocamento.

Deslocamento alterado

Epaçamento das linhas reduzido

5 Selecionar na caixa de verificação Escalar Motivos para caberem na
grelha para escalar motivos artísticos de modo que caibam exatamente nos quadrados da grelha.
Escalar motivos para caberem na grelha LIGADO Escalar motivos para caberem na grelha DESLIGADO

6 Selecionar na caixa de verificação Recortar Motivos Artísticos que
caibam na Forma para fazer caber motivos artísticos que não cabem na forma.
Recortar Motivos Artísticos para que caibam na Forma LIGADO Recortar Motivos Artísticos para que caibam na Forma DESLIGADO

Nota Se mais da metade de um motivo artístico está fora do limite, este será omitido.

7 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

509

Escalar motivos artísticos para um tamanho exato
Clique com o botão direito do mouse em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Standard) para escalar motivos artísticos para um tamanho exato. Você pode definir um tamanho exato de motivos artísticos em um preenchimento. Você também pode escalar motivos artísticos Motivo Artístico 1 e Motivo Artístico 2 independentemente para criar efeitos especiais.

valores por defeito

valores ajustados

valores ajustado

Para escalar motivos artísticos para um tamanho exato 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento de Motivo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

Inserir a largura e a altura do motivo artístico nas linhas seguintes

Inserir a largura e a altura do motivo artístico nas linhas anteriores

2 No painel Motivo Artístico 1, inserir as dimensões dos motivos artísticos
nas linhas seguintes. Tamanho X: Inserir a largura do motivo artístico. Tamanho Y: Inserir a altura do motivo artístico.

Tamanho X e Tamanho Y ajustados

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

510

3 No painel Motivo Artístico 2, inserir as dimensões dos motivos artísticos
nas linhas anteriores.

Tamanho X e Tamanho Y ajustados

4 Clique OK.

Rodar Enchimento de Motivos para uma quantidade exata
t

Clique com o botão direito do mouse em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Standard) para rodar motivos artísticos para uma quantidade exata. O ângulo de rotação define a orientação do padrão do enchimento de motivo inteiro. Esta prevalece sobre o ângulo do ponto que você define quando digita a forma com Enchimento Complexo.

Para rodar Enchimento de Motivos para uma quantidade exata 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento de Motivo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.
Inserir ângulo de rotação

V8

Wilcom ES — Manual Online

511

2 No campo Ângulo de rotação, inserir o ângulo de rotação do
preenchimento.

3 Clique OK.

Disposição de motivos artísticos na tela
Clique com o botão direito do mouse em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Standard) para acessar as opções de disposição. Você dispõe na tela em Enchimento de Motivo de modo similar a Divisão Programadas usando ‘guia de motivos’ para escalar, espaçar, transformar e deslocar todo o enchimento de motivo. Existem três padrões de guia de motivos artísticos azuis. Outras amostras de motivos artísticos padrões aperecem em amarelo. Cada guia de motivos artísticos permite a você alterar elementos diferentes da disposição. Quando você altera o padrão de guia de motivos artísticos, todos os motivos artísticos no preenchimento se alteram de acordo com o primeiro. Veja também Disposição de motivos artísticos na tela.
Usar o guia de motivos artísticos da parte superior para alterar o espaçamento de linhas, o deslocamento de linhas e para escalar motivos artísticos Usar o guia de motivos artísticos padrão localizado no meio para mover, rodar, inclinar e escalar motivos artísticos Usar o guia padrão lateral de motivos artísticos para alterar o espaçamento de colunas e para escalar motivos artísticos

Ideia Geralmente, você define a disposição do enchimento antes de digitar o objeto. Se for importante alinhar os padrões de motivos artísticos com o limite do objeto, digite o objeto usando os valores de configuração correntes e altere a disposição depois.

Para dispor Enchimento de Motivos na tela 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento de Motivo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

512

Selecionar a Disposição

2 Clique em Disposição.
As amostras e os padrões de motivos artísticos guia aparecem na janela de desenho. Quando você altera o padrão de guia de motivos artísticos, todos os motivos artísticos no preenchimento se alteram de acordo com o primeiro. Ideia Dê um Zoom in para selecionar o guia correto de motivos artísticos.

3 Ajustar o guia de motivos artísticos para atingir o efeito que você
requereu. Mover motivos artísticos selecionando o guia de motivos artísticos localizado no meio e arrastando este para uma nova posição. Escalar motivos artísticos selecionando um guia de motivos artísticos e redimensionando este usando os grampos de seleção.
Escalar proporcionalmente

escalar horizontalmente

escalar verticalmente

Rodar motivos artísticos clicando duas vezes no guia localizado ao meio para mostrar os grampos de rotação. Clique num grampo de canto e arraste para rodar. Inclinar motivos artísticos clicando duas vezes no guia localizado ao meio, então arraste os grampos de inclinação.

V8

Wilcom ES — Manual Online

513

rodar ancorar inclinar

Alterar o espaçamento da coluna selecionando o guia lateral e arrastando para esquerda ou direita.

Altere o espaçamento das colunas

Alterar o epaçamento das linhas selecionando o guia superior e arrastando-o para cima ou para baixo. Alterar o deslocamento de linhas selecionando o guia superior e arrastando-o para esquerda ou direita. Alterar o deslocamento distorce as carreiras.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

514

Altere o espaçament o das colunas Altere o deslocamento

4 Pressione a tecla Enter para concluir.
As configurações de tamanho e disposição que você seleciona tornam-se as configurações correntes em Enchimento de Motivo. Ideia Para reverter as confingurações originais de fábrica, execute o utilitário Reverter. Veja Reverter para a configuração de fábrica para maiores detalhes. Alternativamente, dê entrada aos valores manualmente no tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de enchimento > Enchimento de Motivo e clique em Gravar. Veja Amostras de Motivos Artísticos para maiores detalhes.

Criar efeitos 3D com enchimento de motivos
Clique com o botão direito do mouse em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Standard) para aplicar efeitos 3D para enchimento de motivos. Usar Distorção a 3D com objetos em Enchimento de Motivo, você pode criar efeitos tri-dimensionais. Você pode fazer com que formas pareçam côncavas ou convexas usar Esfera Côncava or Esfera Convexa. Você também pode criar efeitos de distância usando Perspectiva. Você pode aplicar Distorção a 3D quando você digita, ou aplicá-lo em objetos existentes em Enchimento Complexo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

515

Sem Distorção a 3D

Esfera Côncava

Esfera Convexa

Perspectiva

Você pode gerar camadas de motivos artísticos coloridos duplicando um objeto e selecionando uma cor diferente. Por exemplo, depois de preencher uma forma com círculos, você pode criar uma segunda camada, deslocá-la e aplicar uma cor diferente. Você pode então aplicar efeitos como Esfera Convexa para todo o preenchimento do motivo artístico.

Ideia Pontos pequenos podem gerar-se ao longo da borda de objetos usando Distorção a 3D. Você pode remover estes automaticamente. Veja Remover pontos pequenos automaticamente para maiores detalhes.

Aplicar Distorção a 3D com Esfera Côncava/Esfera Convexa
Clique com o botão direito do mouse em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Standard) para aplicar efeitos 3D em Esfera Côncava/Esfera Convexa para enchimento de motivos. Usar Esfera Côncava com Distorção a 3D lhe dá um efeito côncavo aumentando o tamanho do motivo artístico e espaçando ao redor de um ponto central. Esfera Convexa lhe dá um efeito convexo diminuindo o tamanho do motivo artístico e o espaçamento.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

516

Você precisa digitar linhas guia para especificar onde você quer que o efeito apareça. Você pode aplicar Esfera Côncava e Esfera Convexa para um objeto inteiro, ou para uma parte específica do preenchimento.

Para aplicar Distorção a 3D com Esfera Côncava/Esfera Convexa 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento de Motivo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.
Clique em Efeitos

2 Clique em Efeitos. 3 Selecionar no tabulador Efeitos > Outros.
Selecionar Distorção a Selecionar Esfera Côncava ou Esfera Convexa

4 Selecionar na caixa de verificação Distorção a 3D e selecionar Esfera
Côncava ou Esfera Convexa a partir da lista.

5 Clique em OK no diálogo Efeitos. 6 Clique novamente em OK. 7 Selecionar um objeto e clicar no ícone Remodelar.
Uma moldura circular guia aparece em volta do objeto.

8 Ajustar os pontos de controle para modificar o efeito como requerido.

V8

Wilcom ES — Manual Online

517

digitado com Enchimento de Motivo

Esfera Convexa selecionada

Distorção a 3D pontos de controle remodelado

Esfera Convexa ajustada

9 Pressionar a tecla Enter.

Aplicar Distorção a 3D com Perspectiva
Clique com o botão direito do mouse em Enchimento de Motivo (barra de ferramentas Standard) para aplicar efeitos 3D de Perspectiva para enchimento de motivos. Usar Perspectiva com Distorção a 3D para criar um efeito de perspectiva exagerado relativo a tamanhos.

Nota Você precisa ajustar a moldura guia para Perspectiva Distorção a 3D para especificar a direção a qual se faz motivos artísticos mais largos e menores.

Para aplicar Distorção a 3D com Perspectiva 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Enchimento de Motivo.
Abre-se o tabulador Propriedades do Objeto > Ponto de Enchimento.

2 Clique em Efeitos. 3 Selecionar no tabulador Efeitos > Outros. 4 Selecionar a caixa de verificação Distorção a 3D e selecionar Perspectiva
a partir da lista.

5 Clique em OK no diálogo Efeitos.

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

518

6 Clique novamente em OK. 7 Selecionar um objeto e clicar no ícone Remodelar.
Uma moldura circular guia aparece em volta do objeto.
Selecione o objeto e clique em Remodelar

8 Ajustar a moldura para mover linhas guia mais próximas ou distantes.

Ajustar a moldura e pressionar a tecla Enter

Aviso A moldura de Perspectiva não pode cruzar fora do limite da forma e não pode estar dentro da forma.

9 Pressionar a tecla Enter.

V8

Wilcom ES — Manual Online

519

V8

Capítulo 23

Corrida de Motivos e Enchimentos

520

PARTE VI

BORDADO DE LETRAS

V8

Wilcom ES — Manual Online

521

V8

522

Capítulo 24

Letras Essenciais

Adicionar letras para desenhos rápida e facilmente, na tela usando configurações atuais ou através do diálogo Propriedades do Objeto - Letras. Letras também podem ser editadas diretamente na tela, com o diálogo, ou com a ajuda de letras da caixa de ferramentas ou barra de ferramentas. Você pode aplicar a formatação para objetos de letras da mesma maneira que o faz com um processador de texto, incluindo letras em itálico, negrito, e alinhamento esquerda/direita. Ambas as técnicas interativas e numéricas estão disponíveis para escala e espaçamento das letras.

Esta seção descreve como adicionar e editar letras, mudando formatações estabelecidas e ajustando o tamanho das letras e o espaçamento.

Adicionando letras para desenhos de bordado
Você pode adicionar letras em desenhos através da digitação direta na janela do desenho, ou inserindo-as no diálogo Propriedades do Objeto Letras.

V8

Wilcom ES — Manual Online

523

Criando letras na tela
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para adicionar letras diretamente na tela. Se não for essencial acessar letras precisamente para uma certa área, você pode digitá-las diretamente na tela com um processador de texto. Letras atuais estabelecidas a serem usadas. Você pode mudá-las antes e depois de digitar. Você também pode modificar objetos com letra diretamente na tela para atingir vários efeitos artísticos.

Para criar letras na tela 1 Clique no ícone Letras. 2 Selecione uma cor a partir da paleta de cores. 3 Clique onde deseja começar a digitar. 4 Digite as letras que você deseja bordar.
Ideia Para começar uma nova linha pressione a tecla Shift + Enter.

5 Pressione a tecla Enter para concluir. 6 Selecionar Ponto > Gerar Pontos ou clique na tecla G.

Nota Aparência e disposição dependem das configurações atuais no diálogo Propriedade do Objeto - Letras. Você pode mudá-las a qualquer momento. Veja Ajustar a Disposição das Letras para maiores detalhes.

Criando letras com o diálogo Letras
Apertar com o botão direito do mouse em Letras (barra de ferramentas Entrada) para inserir texto em um diálogo e ajustar configurações para bordar letras. Usar o diálogo Propriedades do Objeto - Letras, você pode especificar a formatação de letras antes de adicioná-las no desenho. Este é o método mais tradicional e útil com desenhos mais complexos.

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

524

Para criar letras com o diálogo Letras 1 Apertar com o botão direito do mouse no ícone Letras.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.
Inserir texto

Selecionar opções Selecionar justificar o texto Selecionar a linha de base

2 Dê entrada ao texto que deseja bordar, no painel para entrada de texto.
Para começar uma nova linha de letras, pressione a tecla Enter. Ideia Você pode inserir mudança de cor entre duas letras teclando o símbolo caret (^). Letras subsequentes por defeito para a próxima cor na paleta.

3 Selecionar o alfabeto, formatar a linha de base e configurar para letras.
Veja Selecionar alfabetos Formatar letras para maiores detalhes.

4 Clique OK. 5 Clique onde você quer colocar as letras, ou marque pontos de referência
para as linhas de base que você selecionou. Veja Aplicar linhas de base para letras para maiores detalhes.

6 Pressionar a tecla Inserir. 7 Selecionar Ponto > Gerar Pontos ou carregue em G.

V8

Wilcom ES — Manual Online

525

Nota Letras são preenchidas com pontos de acordo com a configuração atual nos tabuladores Enchimento Ponto e Conectores do diálogo Propriedades do Objeto - Letras. Você pode mudá-las a qualquer momento. Veja Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras para maiores detalhes.

Selecionar alfabetos
Clique com o botão direito do mouse em Letras (barra de ferramentas Entrada) para selecionar um alfabeto para objetos de letras novos ou selecionados. Designer ES providencia uma série de alfabetos apropriados para várias aplicações. Selecionar a partir de alfabetos fornecidos, criar o seu próprio, ou converter fontes TrueType. Veja também Personalizar Alfabetos.

Para selecionar um alfabeto 1 Apertar com o botão direito do mouse no ícone Letras.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.
Selecionar um alfabeto

2 Selecionar um alfabeto da lista Alfabeto.
Uma amostra do caractere escolhido no alfabeto aparece na janela antever. Para amostras de uma seleção completa de alfabetos standard, veja Alfabetos standard.
alfabeto Bloco 2 antever

alfabeto Carla antever

alfabeto Hobo antever

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

526

Ideia Considerar o tamanho da letra antes de mudar os alfabetos. Alguns alfabetos ficam melhores em tamanho menor. Outros podem ser bordados em tamanho maior. Veja também Ajustar a altura e largura das letras.

3 Clique OK.
As letras do alfabeto são estabelecidas. Ideia As mesmas opções estão disponíveis na caixa de ferramentas flutuante. Veja Editar com a caixa de ferramentas letras para maiores detalhes.

Editar objetos de letras
Quando você tiver criado um objeto de letra, você pode selecioná-lo e fazer mudanças nele diretamente na tela, através da caixa de ferramentas ou barra de ferramentas, ou pelo diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

Editar as letras de um texto na tela
Clique Letras (barra de ferramentas Entrada) para editar letras na tela. O modo mais fácil de editar letras é mudá-las na tela.

Para editar as letras de um texto na tela 1 Clique no ícone Letras então clique dentro do objeto de letra.
Um I-bean (cursor do mouse) aparece aonde você clicar.
I-beam (cursor do mouse)

V8

Wilcom ES — Manual Online

527

2 Editar o texto como requerido.
Ideia Pressionar a tecla Shift + Enter para iniciar uma nova linha.

3 Pressionar a tecla Enter para concluir.

Editar com a caixa de ferramentas letras
Usar Caixa das Letras (barra de ferramentas Standard) para abrir a caixa de ferramentas letras. Acesso comunmente usado em comando letras e características com Caixa das Letras.

Para editar com a caixa de ferramentas letras 1 Clique no ícone Caixa das Letras.
Abre-se a Caixa das Letras.
alfabeto método de juntar bordado altura da letra largura da letra ângulo itálico linha de base justificação posição da linha de base

2 Selecionar o objeto da letra e mudar suas configurações como
requerido. Você pode controlar o alfabeto, linha de base, ângulo itálico, largura, altura e método de junção. Veja Formatar letras para maiores detalhes.

3 Para fechar a caixa de ferramentas, clicar em X no canto alto direito.

Editar letras com o diálogo Letras
Quando você tiver criado um objeto de letra, você pode selecioná-lo e fazer mudanças nele através do tabulador Letras do diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

528

Para editar letras com o diálogo Letras 1 Usar uma das seguintes técnicas para selecionar objetos de letras
Selecionar um único objeto de letra: Clicar com o botão esquerdo do mouse em objeto de letra. O objeto muda de cor e 8 gestores de dimensionamento aparecem em volta dele. Selecionar um grupo de objetos de letra: Selecionar um objeto de letra, então pressionar a tecla Ctrl para baixo, clicar em outros objetos como requerido. Selecionar objetos de letras com uma linha envolvente: Clique e arraste a linha envolvente em volta de objeto/s de letras e liberando o mouse.

2 Apertar duas vezes com o botão do mouse em objeto/s de letras
selecionados. Abre-se o tabulador Letras do Propriedades do Objeto - Letras.
Editar texto

Ajustar configurações

3 Editar o texto na entrada do painel do texto como requerido. 4 Faça qualquer outros ajustes que você requerer. Veja Formatar letras
para maiores detalhes.

5 Se você quiser guardar as configurações para o escantilhão, clique em
Guardar.

6 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

529

Nota Letras são preenchidas com pontos de acordo com a configuração atual nos tabuladores Ponto de Enchimento e Conectores do diálogo Propriedades do Objeto - Letras. Você pode mudá-las a qualquer momento. Veja Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras para maiores detalhes.

Formatar letras
Você pode controlar a aparência de uma letra mudando a configuração do seu formato no diálogo Propriedades do Objeto - Letras. Mude a formatação atual configurada antes ou depois de adicionar letras do mesmo modo que outros objetos.

Fazendo letras itálicas
Você pode inclinar letras para esquerda ou para direita para dar um efeito itálico. Inserir o grau de inclinação no campo Ângulo do tabulador Letras. O ângulo por defeito é de 0°.

Para fazer letras itálicas 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras ou clicar duas vezes
em objeto/s de letra/s selecionados. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

Selecionar o ângulo itálico

2 Inserir um ângulo no campo Itálico.
O maior ângulo que uma letra pode inclinar-se é de 45°. (0° é equivalente a não itálico.)

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

530

ângulo itálico 45°

ângulo itálico 0°

ângulo itálico -45°

3 Clique OK.
Ideia As mesmas opções estão disponíveis na caixa de ferramentas flutuante Letras. Veja Editar com a caixa de ferramentas letras para maiores detalhes.

Fazer letras em negrito
Você pode criar uma letra com efeito negrito através do aumento de compensação de encolhimento estabelecido por objetos de letras selecionados.

Para fazer letras negrito 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras ou clicar duas vezes
em objeto/s de letra/s selecionados. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Selecionar o tabulador Enchimento Ponto.

3 Clique em Efeitos.
Abre-se o diálogo Efeitos.
Aumentar a compensação de encolhimento

4 Aumentar o valor no campo Compensação de Encolhimento.

V8

Wilcom ES — Manual Online

531

Compensação de Encolhimento DESLIGADA

Compensação de Encolhimento de 0.3 mm

column width: 140%

5 Clique OK para retornar para o tabulador Enchimento Ponto. 6 Clique novamente OK.
Ideia As mesmas opções estão disponíveis na caixa de ferramentas flutuante. Veja Editar com a caixa de ferramentas letras para maiores detalhes.

Configurar justificação de letras
Justificação é um modo de alinhar as letras na linha de base. Você pode justificar letras para esquerda ou direita, centralizar, ou justificá-las completamente. A justificação completa espalha as letras para preencher o comprimento da linha de base. Nota Você não pode usar a justificação completa para linha de base Linha Livre ou Linha Vertical Livre porque elas não tem um comprimento fixo.

Para estabelecer a justificação de letras 1 Apertar com o botão direito do mouse no ícone Letras ou clicar duas
vezes em objeto/s de letra/s selecionados. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Selecionar estabelecer justificação — Esquerda, Direita, Centro, ou
Justificado.

esquerda

centrado

direita

justificação completa

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

532

3 Clique OK.
Ideia As mesmas opções estão disponíveis na caixa de ferramentas flutuante. Veja Editar com a caixa de ferramentas letras para maiores detalhes.

Escalar letras
Quando você criar uma letra pela primeira vez, ela pode ser muito grande ou muito pequena. O tamanho pode ser ajustado de três maneiras: escalando na tela com as ferramentas Selecionar Objeto ou Remodelar Objeto. ajustando a largura e a altura estabelecidos no tabulador Letras. ajustando a largura e a altura estabelecidos no tabulador Geral.

Escalando letras com Selecionar Objetos
Usar Selecionar Objetos (barra de ferramentas Cursor) para escalar objetos de letra na tela. Você pode escalar objetos de letra verticalmente, horizontalmente e proporcionalmente com a ferramenta Selecionar Objeto. Veja também Transformar letras com Objetos selecionados.

Para escalar letras com Selecionar Objetos 1 Clique no ícone Selecionar Objeto e selecione o objeto de letra.

V8

Wilcom ES — Manual Online

533

Redimensionar Verticalmente

Redimensionar Proporcionalmente Redimensionar Horizontalmente

2 Clique e arreste um dos pontos de controle do quadrado para
redimensionar o objeto horizontalmente, verticalmente ou proporcionalmente.

Arraste o Cursor

Um contorno sombreado mostra o novo tamanho do objeto de letra que você arrastou com o cursor.

3 Solte o mouse para completar.

Escalando Letras com Remodelar Objeto
Usar Remodelar Objetos (barra de ferramentas Cursor) para escalar objetos de letra na tela. Você pode escalar objetos de letra verticalmente, horizontalmente e proporcionalmente com a ferramenta Remodelar Objeto. Veja também Rodando letras com Remodelar Objetos.

Para escalar letras com Remodelar Objetos 1 Selecione um objeto de letras. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

534

Redimensionar Verticalmente

Redimensionar Proporcionalmente Redimensionar Horizontalmente

3 Clique e arreste um dos pontos de controle triangular escuro para
redimensionar o objeto horizontalmente, verticalmente ou proporcionalmente.

Arraste o Cursor

Uma Linha envolvente mostra o novo tamanho dos objetos de letra que você definiu arrastando o cursor.

4 Solte o mouse para completar.

Ajustar a altura e largura das letras
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para ajustar a altura e largura da letra. Você pode escalar objetos de letra verticalmente, horizontalmente e proporcionalmente através do tabulador Letras do diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

Ideia Mudar a aparência de um alfabeto mudando a largura de letra proporcionalmente a altura. O valor da largura original é 100%.

V8

Wilcom ES — Manual Online

535

Para ajustar a altura e largura da letra 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras ou clicar duas vezes
em objeto/s de letra/s selecionados. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

Selecionar uma altura em mm para a letra Selecionar uma porcentagem para largura

2 No campo Altura inserir a altura do objeto de letra em milíimetros.
Nota A altura da letra pode ter entre 1 mm e 200 mm. Para tamanhos recomendados, veja Alfabetos standard.

3 Inserir a largura do objeto de letra no campo Largura como uma
porcentagem de altura. Para letras largas, aumentar a porcentagem — por ex.: 140%. Para letras estreitas, diminuir a porcentagem — por ex.: 70%.

largura 100%

largura 70%

largura 140%

4 Clique OK.
Ideia As mesmas opções estão disponíveis na caixa de ferramentas flutuante. Veja Editar com a caixa de ferramentas letras para maiores detalhes.

Ajustar dimensões de letras
Você pode escalar objetos de letras verticalmente, horizontalmente ou proporcionalmente através do tabulador Geral do diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

536

Ideia Mudar a aparência de um alfabeto mudando a largura de letra proporcionalmente a altura. O valor da largura original é 100%.

Para ajustar dimensões das letras 1 Clique com com o botão direito do mouse no ícone Letras ou clicar duas
vezes em objeto/s de letra/s selecionados. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.
Ajustar a largura e altura estabelecidas

2 Ajustar a largura e altura estabelecidas como valores absolutos (mm) ou
como uma porcentagem das configurações atuais.

original

largura e altura 125%

3 Clique OK.

Ajustar o espaçamento das letras
Letras, palavras e espaçamento da linha podem ser determinados antes ou depois da criação de objetos de letras e colocando-os no seu desenho. Você pode editar o espaçamento diretamente na tela através do diálogo. O espaçamento da letra é calculado automaticamente de acordo com a justificação — Esquerda, Direita, Centrado, ou Justificado completamente. Veja também Configurar justificação de letras.

V8

Wilcom ES — Manual Online

537

Nota Quando a configuração de justificação é Completa, letras são distribuídas igualmente ao longo da linha de base. Para mudar o espaçamento ou justificar letras completamente, simplesmente mude o comprimento da linha de base.

Ajustar o espaçamento das letras como um todo na tela
Clique em Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para mudar o espaçamento das letras. O espaçamento entre letras é calculado automaticamente como uma porcentagem da altura da letra. Na maioria dos casos o espaçamento por defeito é adequado. Algumas vezes, entretanto, você pode querer mudar o espaçamento das letras como um todo.

Para ajustar o espaçamento das letras na tela como um todo 1 Selecionar um objeto de letras. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.

Arrastar o cursor no ponto de controle do espaçamento da letra

3 Arrastar o cursor para espaçamento da letra, ponto de controle
esquerdo ou direito para ajustar o espaçamento de todas as letras ao longo da linha de base.

4 Soltar o botão do mouse para completar e pressionar a tecla Esc.

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

538

Ajustar o espaçamento individual das letras na tela
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para mudar o espaçamento individual das letras. O espaçamento entre letras é calculado automaticamente como uma porcentagem da altura da letra. Na maioria dos casos o espaçamento por defeito é adequado. Algumas vezes, entretanto o espaçamento entre certas letras pode parecer muito grande ou muito pequeno, dependendo do formato das letras vizinhas. Para compensar este efeito visual, você pode mover uma ou várias letras selecionadas mais próximas ou mais distantes ao longo da linha de base para melhorar o espaçamento. Veja também Reposicionando letras na tela.

Para ajustar o espaçamento de letras individualmente na tela 1 Selecionar um objeto de letras. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto. 3 Clique no ponto de controle em forma de losango localizado no meio da
letra.

Clique em pontos de controle em forma de losango

Ideia Para selecionar múltiplas letras, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

4 Arrastar a/s letra/s ao longo da linha de base para ajustar o
espaçamento.

5 Soltar o botão do mouse para completar e pressionar a tecla Esc.

V8

Wilcom ES — Manual Online

539

Ajustar o espaçamento das letras na tela
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para mudar o espaçamento das linhas. Mudar o espaço entre linhas em uma linha múltipla de objeto de letra usando a ferramenta Remodelar.

Para ajustar o espaçamento das linhas na tela 1 Selecionar um objeto de letras. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto. 3 Arrastar o ponto de controle do espaçamento da linha apontando para
cima ou para baixo para mudar o espaçamento da linha.

Arrastar o ponto de controle do espaçamento da linha

4 Soltar o botão do mouse para completar e apertar a tecla Esc.

Ajustar letra, palavra e espaçamentos da linha
Você pode ajustar letra, palavra e espaçamentos de linha em objetos de letra em qualquer momento através do diálogo.

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

540

Para ajustar os espaçamentos de letra, palavra e linha 1 Clique duas vezes no ícone Letras.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Clique em Disposição.
Abre-se o diálogo Disposição.

Inserir valores como absolutos (mm) ou porcentagens

3 Inserir Espaçamento valores como valores absolutos (mm) ou
porcentagens da altura. Espaçamento das Letras: o espaço entre todas as letras.

Espaçamento de Palavras: o espaço entre palavras.

Espaçamento das Linhas: o espaço entre linhas.

V8

Wilcom ES — Manual Online

541

Nota Se você inserir uma porcentagem ou valor absoluto, outros atualizam-se automaticamente.

4 Clique OK.
Ideia Se você quer remover o espaçamento entre palavras, definir o Espaçamento de Palavras para 0%.

V8

Capítulo 24

Letras Essenciais

542

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

O produto Designer ES lhe dá ambos, controle numérico interativo e preciso sobre muitas atribuições que afetam objetos de letras. Você pode ajustar objetos de letras como um grupo assim como letras individuais abranjendo objetos de letras. Você pode aplicar linhas de base horizontais, verticais e curvas nos seus objetos de letras. Você pode modificar o tipo de linha de base, comprimento, raio e ângulo, assim como a posição da linha de base. Você pode definir numericamente o ângulo de rotação das letras relativo a linha de base ou ao desenho.

Esta seção descreve como ajustar objetos de letras assim como letras individuais. Este também descreve como aplicar e ajustar letras nas linhas de base.

Transformar objetos de letras
Além da escala, você pode usar as ferramentas Selecionar Objeto e Remodelar Objeto para inclinar e rodar objetos de letras. Veja também Escalar letras.

V8

Wilcom ES — Manual Online

543

Transformar letras com Objetos selecionados
Usar Selecionar Objetos (barra de ferramentas Cursor) para transformar objetos de letras na tela. Você pode transformar objetos de letra manipulando os pontos de controle na tela com a ferramenta Selecionar Objeto. Veja também Escalando letras com Selecionar Objetos.

Para transformar letras com Selecionar Objetos 1 Clique no ícone Selecionar Objeto e selecione um objeto de letra.
Os pontos de controle de redimensionamento aparecem. Veja Escalando letras com Selecionar Objetos para maiores detalhes.

2 Clique novamente em objetos de letra.
Outro grupo de pontos de controle aparece. Este permite você rodar e inclinar objetos de letras.
Inclinar objeto Rodar objeto Ponto de rotação

3 Clique e arraste um dos pontos de controle no formato de diamante para
inclinar objetos de letras horizontalmente.
Arraste o Cursor

Um contorno sombreado mostra a inclinação do objeto de letra quando você arrasta.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

544

4 Clique e arraste um dos pontos de controle do quadrado vazio para rodar
o objeto de letra.
Ponto de rotação

Arraste o Cursor

Um contorno sombreado mostra a rotação do objeto de letra quando você arrasta. Ideia Clique e arraste o ponto de rotação para uma nova posição antes de rodar.

5 Solte o mouse para completar.

Rodando letras com Remodelar Objetos
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para rodar objetos de letras na tela. Você pode rodar objetos de letra manipulando os pontos de controle na tela com a ferramenta Remodelar Objeto. Veja também Escalando letras com Selecionar Objetos.

Para rodar letras com Remodelar Objeto 1 Selecionar um objeto de letras. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Os pontos de controle aparecem em volta do objeto de letras.

V8

Wilcom ES — Manual Online

545

Rodar objeto

3 Clique e arraste um dos pontos de controle quadrado sólido na base de
linha para rodar os objetos de letra.

Arraste o Cursor

A linha de base mostra a posição de rotação de objetos de letra quando você o arrasta.

4 Solte o mouse para completar.

Ajustar letras individuais
Assim como escalar e rodar objetos de letras, a ferramenta Remodelar Objeto é usada para manipular letras individuais. Você pode reposicionar letras em relação a cada uma delas, escalar, rodar e incliná-las assim como remodelá-las. Você também pode recolorir letras individualmente.

Reposicionando letras na tela
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para reposicionar letras individuais na tela.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

546

Você pode reposicionar letras individuais em um objeto de letras usando a ferramenta Remodelar Objeto.

Para reposicionar letras na tela 1 Selecionar objetos de letra. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Os pontos de controle aparecem em volta do objeto de letras.

3 Clique no ponto de controle em forma de losango localizado no meio da
letra.

Clique em pontos de controle em forma de losango

Ideia Para selecionar múltiplas letras, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona.

4 Clique e arraste a letra para a nova posição:
Para mover a letra horizontalmente, arraste-a ao longo da linha de base.

Para mover a letra verticalmente, pressione para baixo a tecla Shift a medida que você arrasta.

Para mover a letra livremente, pressione para baixo a tecla Ctrl a medida que você arrasta.

V8

Wilcom ES — Manual Online

547

5 Soltar o botão do mouse para completar.

Transformar letras na tela
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para transformar letras individuais na tela. Você pode transformar letras individuais manipulando os pontos de controle na tela com a ferramenta Remodelar Objeto.

Para transformar letras na tela 1 Selecione um objeto de letras. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Os pontos de controle aparecem em volta do objeto de letras.

Selecione pontos de controle em forma de losango

3 Clique no ponto de controle em forma de losango localizado no meio da
letra.
Altere a altura da letra Escalar a letra proporcionalmente

Incline a letra

Alterar a largura da letra

Rode a letra

4 Clique e arraste os pontos de controle especiais para transformar letras
individuais.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

548

5 Pressione a tecla Esc ou clique fora do objeto para terminar.

Remodelando letras na tela
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para transformar letras individuais na tela. Criar efeitos de letras especiais remodelando contornos de letras com a ferramenta Remodelar Objeto.

Para remodelar letras na tela 1 Selecionar objetos de letra. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Os pontos de controle aparecem em volta do objeto de letras.

3 Clique no ponto de controle em forma de losango localizado no meio da
letra, então clique no contorno da letra.
Clique no ponto de controle em forma de losango, então clique no contorno

Pontos de controle adicionais aparecem em volta do contorno.

4 Remodele o formato da letra arrastando os pontos de controle. Veja
Remodelar objetos usando pontos de controle para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

549

5 Soltar o botão do mouse para completar.

Recolorir letras na tela
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para editar letras na tela. Designer ES permite que você mude a cor dle cada letra individualmente dentro do objeto de letra. Ideia Você também pode inserir cor entre duas letras teclando no símbolo caret (^). Letras subsequentes por defeito para a próxima cor na paleta. Veja Criando letras com o diálogo Letras para maiores detalhes.

Para recolorir letras na tela 1 Clique no ícone Letras então clique dentro do objeto de letra. 2 Selecionar uma letra (ou letras) realçando-as.

I-beam (cursor do mouse)

letra realçada

3 Clique em uma cor na paleta de cores. 4 Clique em Inserir.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

550

Aplicar linhas de base para letras
Linhas de base determinam a forma de objetos de letra no desenho. Você pode colocar letras em uma linha estreita horizontal ou numa linha vertical, letras curvas em volta de um círculo ou arco, ou digitar a sua própria linha de base. Pontos de referência diferentes são necessários dependendo da linha de base que você usa. Você pode digitar linhas de base na tela ou, se você está trabalhando de um desenho aumentado no quadro de digitação.

Linhas de base usam configurações por defeito para determinar o tamanho delas, espaçamento e ângulo. Designer ES dá-lhe ambos, controle interativo e numérico preciso sobre várias configurações de linhas de base. Técnicas estão disponíveis para modificar o tipo de linha de base, comprimento, raio e ângulo, assim como a posição da linha de base. Você pode definir numericamente o ângulo de rotação das letras relativo a linha de base ou ao desenho.

Selecionar linhas de base
Clique com o botão direito do mouse Letras (barra de ferramentas Entrada) para selecionar linhas de base e ajustar configurações das linhas de base. Você pode selecionar linhas de base diferentes através de ambos os diálogos Propriedades do Objeto – Letras e Disposição. Você também pode ajustar configurações das linhas de base. Você pode aplicar linhas de base para novos ou objetos selecionados. Ideia Criar linhas de base idênticas duplicando ou copiando-as no seu desenho.

V8

Wilcom ES — Manual Online

551

Para linhas de base selecionadas 1 Clique duas vezes em um objeto de letra ou clique com o botão direito
do mouse no ícone Letras. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Selecionar uma linha de base a partir da lista.

Selecionar a linha de base

A linha de base que você escolher depende do efeito que você quer atingir. Você precisa digitar pontos de referência diferentes dependendo do tipo de linha de base que você selecionar. Inclui as opções: Horizontal (Linha Livre e Linha Fixa). Veja Criar linhas de base horizontais para maiores detalhes. Vertical (Linha Vertical Livre e Linha Vertical Fixa). Veja Criar linhas de base verticais para maiores detalhes. Arco (Arco no sentido horário e Arco no sentido anti-horário). Veja Criar linhas de base arqueadas para maiores detalhes. Círculo (Círculo no sentido horário e Círculo no sentido anti-horário). Veja Criar linhas de base circulares para maiores detalhes. Personalizar (Qualquer Forma). Veja Criar linhas de base personalizadas para maiores detalhes. Ideia As mesmas opções estão disponíveis na caixa de ferramentas flutuante. Veja Editar com a caixa de ferramentas letras para maiores detalhes.

3 Ajustar as configurações das linhas de base no diálogo Disposição. Veja
Ajustar linhas de base para maiores detalhes.

4 Clique OK.

Criar linhas de base horizontais
Linha Livre e Linha Fixa linhas de base são retas, linhas de base horizontais. Linha Livre não tem um comprimento fixo ou pré-determinado; a linha de base extende se você continuar adicionando letras. Linha Fixa tem um comprimento fixo que você pode digitar ou especificar numericamente. Se

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

552

o texto se extender além da linha de base, o espaçamento de letras será reduzido e as letras podem ficar sobrepostas. A largura da letra, entretanto, não muda.

Linha de base Linha Livre

Linha de base Linha Fixa

Para criar linhas de base horizontais
Para linhas horizontais com comprimento variável, selecionar Linha Livre do diálogo Propriedades do Objeto - Letras e simplesmenteclique na tela para marcar o ponto de início da linha de base.
Linha Livre — clique na tela para marcar o ponto de início

Linha Fixa — clique na tela para marcar os pontos de início e fim

Para linhas horizontais com comprimento fixo, selecionar Linha Fixa do diálogo Propriedades do Objeto - Letras e clique para marcar os pontos de início e fim da linha de base. Nota Você pode definir qualquer ângulo. Dependendo da ordem em que você marca os pontos de referência, o texto será colocado para da esquerda para direita, ou da direita para esquerda.

V8

Wilcom ES — Manual Online

553

Criar linhas de base verticais
Linha Vertical Livre e Linha Vertical Fixa linhas de base são retas, linhas de base verticais. Linha Vertical Livre linhas de base não tem comprimento fixo e extensão para acomodar as letras que você inserir. Linha Vertical Fixa linhas de base tem um comprimento fixo. O espaçamento das letras pode ser comprimido para fazer com que as letras se acomodem. O espaçamento das linhas é calculado horizontalmente enquanto que o espaçamento das letras é calculado verticalmente. Letras, por defeito, são centralizadas ao longo de linhas verticais. Linhas novas são colocadas por defeito da direita para esquerda para adaptar a linguas asiáticas. Linhas de base Verticais são eficientes para bordar em mangas, como um efeito decorativo, e para texto asiático. Ideia Letras Verticais adaptam-se melhor em caixa alta para línguas do oeste porque descendem em letras de caixa baixa não se acomodam no espaçamento das letras.

Para criar linha de base vertical
Para linhas verticais de comprimento variável, selecionar Linha Vertical Livre do diálogo Propriedades do Objeto - Letras e simplesmente clique para marcar o ponto de início da linha de base.

Linha Vertical Livre: clique na tela para marcar o ponto de início

Linha Vertical Fixa: clique na tela para marcar os pontos de iníicio e fim

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

554

Para linhas verticais com comprimento fixo, selecionar Linha Vertical Fixa do diálogo Propriedades do Objeto - Letras e clique para marcar os pontos de início e fim da linha de base. Nota Você pode definir qualquer ângulo. Dependendo da ordem em que você marca os pontos de referência, o texto será colocado da esquerda para direita, ou da direita para esquerda.

Criar linhas de base arqueadas
Usar linhas de base Arco no sentido dos ponteiros do relógio (Arco CW) e Arco no sentido oposto ao dos ponteiros do relógio (Arco CCW) para colocar objetos de letra em um arco curvo. Você pode colocar as letras no sentido horário (CW) ou no sentido anti-horário (CCW) ao longo do arco. Por defeito, letras são posicionadas na linha de base acima do Arco no sentido horário CW e abaixo do Arco no sentido anti-horário. Eles também são centralizados por defeito.

Arco sentido horário (CW)

Arco sentido anti-horário (CCW)

Para criar linhas de base arqueadas 1 No diálogo Propriedades do Objeto – Letras, selecionar Arco sentido
horário ou Arco sentido anti-horário como uma linha de base e clique OK.

2 Marcar o ponto de início do arco na tela. 3 Marcar o ponto final do arco.
Ideia Pressionar para baixo a tecla Ctrl para constranger a linha para 15° de aumento.

4 Mover o cursor para cima ou para baixo para aumentar o raio do arco. 5 Marcar um terceiro ponto acima dos dois primeiros pontos para a linha
de base Arco no sentido horário e abaixo deles para Arco no sentido anti-horário.

V8

Wilcom ES — Manual Online

555

3

1

2

arco no sentido horário arco no sentido anti-horário

1

2

3

6 Pressionar a tecla Enter para completar e pressionar a tecla G para
gerar pontos. Dependendo da ordem em que você marca os pontos de referência, o texto será colocado da esquerda ou direita, ou da direita para esquerda.

Criar linhas de base circulares
Usar linha de base Círculo no sentido horário (Círculo CW) ou Círculo no sentido anti-horário (Círculo CCW) para colocar letras em volta de um círculo completo.

Círculo no sentido horário(CW)

Círculo no sentido anti-horário (CCW)

Para um círculo você precisa marcar dois pontos de referência, enquanto que para uma forma oval você precisa marcar três. A posição do segundo ponto de referência determina o ponto de justificação do texto. O texto é centrado em volta deste ponto.

Para criar linhas de base circulares 1 No diálogo Propriedades do Objeto – Letras, selecionar Círculo CW ou
Círculo CCW como linha de base e clique OK.

2 Marcar o centro do círculo.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

556

3 Marcar um ponto na circunferência para definir o raio e o ponto de
justificação.

2 1 1 2 justificação ângulo 90º

justificação ângulo 0º

Nota Dependendo da configuração da justificação que você selecionou, o lado esquerdo, centrar ou direito do objeto de letra alinha-se para cima com o raio do ponto de referência. Veja Configurar justificação de letras para maiores detalhes.

4 Pressionar a tecla Enter para um círculo perfeito, ou clique novamente
para formar uma elipse. Assim que o último ponto for marcado, as letras do seu texto são posicionadas em volta do círculo.

Criar linhas de base personalizadas
Usar linhas de base Qualquer Forma para formar letras em volta de elementos no seu desenho. Digitar linhas de base Qualquer Forma marcando pontos de referência para formar a linha requerida. O número de pontos de referência e comprimento da linha de base são praticamente ilimitados.

Ideia Se a linha de base tem curvas apertadas, ou cantos pronunciados, as letras podem se sobrepor. Para melhores resultados, apenas marque os pontos curvos e digite linhas que tem sombra, curvas gentis.

Para criar linhas de base personalizadas 1 No diálogo Propriedades do Objeto – Letras, selecione Qualquer Forma
como linha de base e clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

557

2 Marque os pontos de referência na linha de base.
Marque os pontos curvos com o botão direito do mouse. Marque os pontos curvos com o botão esquerdo do mouse.
3 1 2 4

3 Pressionar a tecla Enter para completar e pressionar a tecla G para
gerar pontos.

Ajustar linhas de base
Linhas de base podem ser modificadas depois colocadas direta ou indiretamente na tela através do diálogo Propriedades do Objeto - Letras. Com exceção da Linha Livre, linhas de base permitem que você defina o comprimento final das letras acabadas. Uma vez que você tem colocada uma linha de base, o produto Designer ES tenta acomodar todas as letras sem alterar o comprimento da linha de base. Como as linhas de base são preenchidas com letras, o espaçamento da letra decresce. Eventualmente, letras podem se sobrepor. Se acontecer, você pode ajustar a linha de base de modo que esta irá acomodá-las, ou mudar a largura das letras.

Remodelar linhas de base na tela
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para remodelar letras na linha de base. Linhas de base podem ser ajustadas na tela depois que elas forem colocadas no seu desenho com a ferramenta Remodelar Objeto. Remodelar linhas de base retas para colocá-las em ângulo. Para linhas de base Linha Fixa e Linha Vertical Fixa, você também pode mudar o comprimento da linha de base e o espaçamento das letras. Remodelar linhas de base Círculo e Arco para mudar a profundidade da curva, ponto de justificação e comprimento da linha de base. Remodelar linhas de base Qualquer Forma movendo, mudando, adicionando ou apagando pontos de controle ao longo da linha de base.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

558

Para remodelar a linha de base na tela 1 Selecione um objeto de letras. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.
Pontos de controle diferentes mostram para tipos de linhas de base diferentes.

pontos de controle linhas de base

Ideia O grande losango e cruz representam o começo do bordado e últimos pontos. Você talvez precise movê-los para acessar pontos de controle da linha de base. Eles vão reposicionar-se na nova entrada e saída de pontos baseados nas mudanças que você fez as linhas de base.

3 Para mudar o ângulo da linha de base reta, clique e arraste um dos
grandes quadrados sólidos.

Arrastar para cima e para baixo para mudar o ângulo da linha de base

V8

Wilcom ES — Manual Online

559

4 Para aumentar ou diminuir, uma linha de base de comprimento fixo,
clique e arraste o ponto de controle triângulo aberto. O espaçamento da letra ajusta-se para acomodar o novo comprimento.

Arrastar o triângulo para mudar o espaçamento igualmente ao longo da linha de base

5 Para remodelar letras com a linha de base curva, arraste o ponto de
controle no centro do círculo para aumentar o raio.

Arrastar para cima ou para baixo para mudar o raio da curva

6 Em uma linha de base circular, existem na verdade dois pontos de
controle na parte inferior do círculo, um em cima do outro. Arrastá-los separadamente para criar uma linha de base arqueada.

Arrastar para cima ou para baixo para mudar uma linha de base circular para arqueada

7 Para mudar o espaçamento das letras em uma linha de base curva,
clique e arraste o ponto de controle na circunferência do círculo.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

560

Arrastar o triângulo para mudar o espaçamento igualmente ao longo da linha de base

Ideia A posição exata da letra depende da justificação — esquerda, centrar, direita ou justificada. Se a linha de base começar muito pequena, o espaçamento da letra será reduzido e letras podem sobrepor-se. Para redimensionar de um ponto de raio fixo, clique no ponto de controle no centro e arraste até que a linha de base fique do tamanho certo.

Mover para cima ou para baixo para mudar o raio

Arrastar ao longo da circunferência para mudar o comprimento da linha de base

Mover para cima ou para baixo para mudar o raio

Para ajustar linhas de base Qualquer Forma, adicionar, apagar, mudar ou mover pontos de referência como qualquer objeto de bordado. Veja Remodelar objetos usando pontos de controle para maiores detalhes. Para remodelar linhas de base Qualquer Forma, clique em um ponto na linha de base onde você quer que ele se dobre (mude de direção). Clique o botão esquerdo do mouse para dobrar uma linha em um ângulo; clique o botão direito do mouse para dobrar uma linha em uma curva.

V8

Wilcom ES — Manual Online

561

Arraste qualquer ponto de controle da linha de base para cima ou para baixo

Clique na linha de base no local que você quer que se dobr

Para reposicionar, arraste qualquer um dos pontos de controle da linha de base para cima ou para baixo.

Arraste para mudar a curvatura

Para apagar, selecione o ponto de controle e aperte a tecla Excluir. Para mudar uma reta para curva, ou curva para reta, selecione o ponto de controle e aperte a tecla Spacebar.

8 Aperte a tecla Enter para concluir.

Adjustar as configurações da linha de base reta
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para ajustar as configurações da linha de base. Você pode ajustar linhas de base horizontais e verticais para usar a sua própria configuração de comprimento, espaço e ângulo. Veja também Criar linhas de base horizontais e Criar linhas de base verticais.

Para ajustar configurações de linha de base reta 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras ou clicar duas vezes
em objeto/s de letra/s selecionados.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

562

Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Clique em Disposição para abrir o diálogo Disposição.

Ajustar os valores de Comprimento e Ângulo de Linha

3 Selecionar uma linha de base horizontal ou vertical da lista.
O campo Comprimento e Ângulo da Linha são ativados.

4 Ajustar os valores de Comprimento e Ângulo da Linha como requeridos.
Comprimento: Inserir o comprimento por defeito das linhas de base linha fixa. Este valor é ignorado para linhas de base Linha Livre e Linha Vertical Livre. Ângulo da Linha: Inserir o ângulo por defeito da linha de base do eixo horizontal.

5 Selecionar a posição da linha de base.
linha de base abaixo linha de base centrada linha de base acima

Quando criar letras para um emblema, por exemplo: Para letras acima do emblema, selecionar a linha de base abaixo. Para letras abaixo do emblema, selecionar a linha de base acima. Para letras horizontais através do meio do emblema, selecionar a linha de base centrada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

563

6 Especificar a letra, palavra e espaçamento da linha como requerido. Veja
Ajustar o espaçamento das letras para maiores detalhes.

7 Selecionar a orientação da letra. Veja Mudar a orientação das letras para
maiores detalhes.

8 Clique OK para retornar para Propriedades do Objeto – Letras e clique
OK novamente.

Ajustar configurações da linha de base curvada
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para ajustar as configurações da linha de base. Você pode ajustar linhas de base circulares ou curvadas para usar a sua própria configuração de raio, ângulo e justificaçãoVeja também Criar linhas de base arqueadas e Criar linhas de base circulares.

Para ajustar configurações de linha de base curvada 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras ou clicar duas vezes
em objeto/s de letra/s selecionados. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Clique em Disposição para abrir o diálogo Disposição.

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

564

Ajustar valores de Raio X, Raio Y, Justificação, Inclinar e Ângulo do Arco

3 Selecionar o tipo de linha de base circular ou arqueada a partir da lista.
Os campos Raio X, Raio Y, Justificação, Inclinação e Ângulo do Arco são ativados.

4 Ajustar os valores Raio X, Raio Y, Justificação, Inclinação e Ângulo do
Arco como requerido. Raio X: Inserir raios por defeito da linha de base arqueada (eixo-X). Raio Y: Inserir raios por defeito da linha de base arqueada (eixo-Y).

Raio X: 50 Raio Y: 50

Raio X: 80 Raio Y: 40

Ângulo de Justificação: Inserir o ângulo do ponto de referência do texto, relativo ao eixo horizontal. Por exemplo, para justificação Centrar, inserir o ponto que você quer centrar a letra sobre.

Justificação ângulo 0°

Justificação ângulo 45°

Inclinar: Inserir o ângulo absoluto da linha de base para o eixo horizontal.

V8

Wilcom ES — Manual Online

565

Inclinar ângulo 0°

Inclinar ângulo 45°

Ângulo Arco: Inserir o arco por defeito. Este constrange a linha de base de modo que o texto ‘cai’ dentro do arco em um número específico de graus.

ângulo arco 200°

ângulo arco 100°

5 Selecionar a posição da linha de base.
linha de base abaixo linha de base centrada linha de base acima

Quando digitar letras para um emblema, por exemplo: Para letras acima do emblema, selecionar um círculo ou arco no sentido horário com a linha de base abaixo. Para letras abaixo do emblema, selecionar um círculo ou arco no sentido anti-horário com a linha de base acima. Para letras horizontais através do meio do emblema, selecionar uma linha fixa com a linha de base centrada.

6 Especificar a letra, palavra e espaçamento da linha como requerido. Veja
Ajustar o espaçamento das letras para maiores detalhes.

7 Selecionar a orientação da letra. Veja Mudar a orientação das letras para
maiores detalhes.

8 Clique OK para retornar para Propriedades do Objeto – Letras e clique
OK novamente.

Mudar a orientação das letras
Você pode definir o ângulo de rotação das letras relativo a linha de base ou ao próprio desenho. A última deixa você guardar letras verticais

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

566

desconsiderando o ângulo da linha de base em ordem a atingir um ‘efeito escada’.

Ângulo linha de base: 0º Orientação: 90º para o desenho

Ângulo linha de base: 0º Orientação: 90º para a linha de base

Para mudar a orientação das letras 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras ou clicar duas vezes
em objeto/s de letra/s selecionados. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Clique em Disposição para abrir o diálogo Disposição. 3 Selecionar uma configuração Orientação.
Selecionar uma orientação relativa para a linha de base ou desenho

Definir o ângulo de orientação

Linha de base: orienta letras relativamente as letras da linha de base. Desenho: orienta letras relativamente a horizontal.

4 Inserir um ângulo de orientação.

Ângulo linha de base: 0º Orientação: 10º para a linha de base

Ângulo linha de base: 0º Orientação: 60º para o desenho

5 Clique OK para retornar para Propriedades do Objeto – Letras e clique
OK novamente.

V8

Wilcom ES — Manual Online

567

V8

Capítulo 25

Ajustar a Disposição das Letras

568

Capítulo 26

Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras

Como todos os objetos de bordado, cada objeto de letra tem as suas próprias propriedades. Antes de você criar um objeto de letra, você talvez precise ajustar os valores para os tipos de ponto que você vai usar. Alternativamente você pode querer mudar os valores de pontos e efeitos nos objetos de letras existentes. Designer ES também fornece um controle preciso sobre os ângulos do ponto de cada letra individualmente. Você também pode especificar o método de junção e sequência de bordado que você preferir.

Esta seção descreve como mudar os tipos de ponto de letras em objetos de letra, aplicando Cantos Elaborados para objetos de letras, assim como ajustando a sequência do bordado de letras. Para mais informações sobre como ajustar percorrer o comprimento do ponto corrido, veja Ajustar o comprimento dos pontos corridos de percurso. Para mais informação sobre ajustar os valores dos conectores de letras, veja Usar conectores automáticos.

Aplicar tipos de pontos diferentes para objetos de letras
Por defeito, objetos de letras são preenchidos com o ponto Ponto Cheio. Você também pode aplicar outros tipos de ponto de enchimento básico,

V8

Wilcom ES — Manual Online

569

como Tatami ou Ziguezague, assim como outros objetos de bordado. Veja Selecionar pontos de enchimento para maiores detalhes. Nota Valores de letras são guardados no estilo <PRESET_LETTERING> no escantilhão Normal. Mudar estes não afeta os valores de outros objetos. Não elimine ou altere o nome deste estilo. Veja Aplicar e gerenciar estilos para maiores detalhes.

Ajustar a configuração do ponto Ponto Cheio para objetos de letra
Pressione o botão direito do mouse em Ponto Cheio (barra de ferramentas Tipos de Ponto) para ajustar valores Ponto Cheio para objetos de letras. Por defeito, objetos de letras são preenchidos com o ponto Ponto Cheio. Onde a letra é estreita, pontos são justos, assim requer poucos pontos para cobrir o tecido. Onde a coluna é muito estreita, os pontos precisam ser menos densos porque muitas agulhas penetrando podem danificar o tecido. Veja também Criar enchimentos com Ponto Cheio.

Para ajustar as configurações do ponto Ponto Cheio para objetos de letras 1 Pressione o botão direito do mouse no ícone Ponto Cheio ou clique duas
vezes no objeto de letra selecionado. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Selecionar o tabulador Ponto de enchimento. 3 Selecionar o ponto Ponto Cheio a partir da lista Tipo de Ponto.

V8

Capítulo 26

Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras

570

Selecionar Ponto Cheio Ajustar o espaçamento dos pontos

4 Selecionar o espaçamento do tipo de ponto que você quer para as suas
letras. Para Espaçamento Fixo: limpar a caixa de verificação Espaçamento Automático e selecionar um valor (em milímetros) no campo Espaçamento de Ponto. Para aumentar a densidade para um bordado mais aberto, selecionar um valor menor. Veja Ajustar o espaçamento de Ponto Cheio para maiores detalhes. Para Espaçamento Automático: selecionar a caixa de verificação Espaçamento Automático e especificar a quantidade de ajustamentos a serem feitos para os espaçamentos como um valor em %. Veja Aplicar Espaçamento Automático no Ponto Cheio para maiores detalhes.

Espaçamento Automático Ligado

Espaçamento Automático Desligado

5 Se você quer usar Divisão Automática, selecionar a caixa de verificação
e especificar os valores de Comprimento da Divisão Automática e Ponto Mínimo de Divisão Automática. Nota A característica Divisão Automática e Salto Automático ajuda você a controlar pontos longos Ponto Cheio. Veja Dividir pontos compridos com Divisão Automática e Preservar pontos compridos com Salto Automático para miores detalhes.

6 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

571

Ajustar a configuração do ponto Tatami para objetos de letras
Você pode preencher formas de letras bordando Tatami. Este é apropriado para preencher letras de formas grandes e irregulares. Veja também Criar enchimentos com ponto Tatami.

Para ajustar a configuração do ponto Tatami para objetos de letras 1 Pressione o botão direito do mouse no ícone Ponto Cheio ou clique duas
vezes no objeto de letra selecionado. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Selecionar o tabulador Ponto de enchimento. 3 Selecionar o ponto Tatami da lista Tipo de Ponto.
Selecionar o Ponto Tatami Ajustar o espaçamento dos pontos Ajustar o comprimento do ponto Definir as frações de deslocamento Definir as Linhas Divisórias Selecionar um tipo de ponto atrás Inserir um fator aleatório

4 Ajustar os espaçamento do ponto para aumentar ou diminuir a
densidade. Veja Ajustar o espaçamento do ponto Tatami para maiores detalhes.

5 Ajustar o comprimento do ponto para aumentar ou diminuir as
penetrações da agulha. Veja Ajustar o comprimento do ponto Tatami para maiores detalhes.

6 Escolha um tipo de ponto atrás: Standard, Linha Contorno, ou Diagonal.
Veja Selecionar um ponto atrás em Tatami para maiores detalhes.

V8

Capítulo 26

Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras

572

7 Selecionar uma opção Fração de Deslocamento para especificar como
cada carreira é deslocada em ordem para criar efeitos especiais de bordado. Veja Estabelecer as frações de deslocamento de Tatami para maiores detalhes.

8 Selecionar a opção Linhas Divisórias como um método alternativo para
deslocamento da penetração da agulha em enchimentos Tatami. Veja Aplicar linhas divisórias em Tatami para maiores detalhes.

9 Especificar um fator aleatório para eliminar padrões da linha de divisão
formados pelas penetrações regulares da agulha. Veja Aplicar fatores aleatórios para maiores detalhes.

10 Clique OK.

Ajustar as configurações do ponto Ziguezague para objetos de letra
Ponto Ziguezague é similar ao Ponto Cheio mas geralmente é usado onde poucos pontos são requeridos. A densidade é determinada pela configuração do espaçamento do ponto. Veja também Criar enchimentos com ponto Zigue-zague.

Para ajustar as configurações do ponto Ziguezague para objetos de letras 1 Pressione o botão direito do mouse no ícone Ponto Cheio ou clique duas
vezes no objeto de letra selecionado. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Selecionar o tabulador Ponto de enchimento. 3 Selecionar o ponto Ziguezague a partir da lista Tipo de Ponto.
Selecionar Ziguezague Ajustar o espaçamento dos pontos

4 Inserir um valor de espaçamento no campo Ponto Espaçamento.

V8

Wilcom ES — Manual Online

573

espaçamento de pontos: 1.5 mm

espaçamento de pontos: 2.5 mm

5 Clique OK.

Aplicar Cantos Elaborados para objetos de letras
Pressione o botão direito do mouse Cantos Elaborados (barra de ferramentas Tipos de Pontos) para ajustar as configurações Cantos Elaborados. Você pode querer controlar como os cantos são bordados em alguns objetos de letras — como o alfabeto ‘Crests’ — usar a característica Cantos Elaborados. Existem dois tipos — Esquadria de Canto e Cobrir Canto. Especificar o ângulo de canto em que cada um será invocado automaticamente. Veja também Controlar o bordado de cantos.

Cobrir Canto

Esquadria de Canto

Para aplicar Cantos Elaborados para objetos de letras 1 Pressione o botão direito do mouse no ícone Cantos Elaborados com ou
sem objetos selecionados. Abre-se o tabulador Efeitos > Cantos Elaborados.

V8

Capítulo 26

Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras

574

Selecionar Cantos Elaborados

Ajustar as configurações Esquadria de Canto

Ajustar as configurações Cobrir Canto

2 Selecionar a caixa de verificação Cantos Elaborados Bordando. 3 Especificar se você quer um canto Esquadria ou Coberto e em que grau
o ângulo de canto destes efeitos são ativados. Por exemplo, você pode querer um canto com menos de 75° para ser esquadria bem afiada — diga, menos de 45° — para ser coberta. Veja Ajustar os valores de configuração de Cantos Elaborados para maiores detalhes.

Esquadria abaixo do ângulo: 75°

Cobrir abaixo do ângulo: 45°

4 Clique OK.

Ajustar ângulos do ponto das letras
O Ângulo do Ponto e as ferramentas Remodelar Objeto permitem você ajustar os ângulos do ponto das letras assim como eliminar individualmente os ângulos do ponto em objetos de letras.

V8

Wilcom ES — Manual Online

575

Ajustar ângulos do ponto de letras individuais
Usar Ângulo do Ponto (barra de ferramentas Apontador) para definir diferentes ângulos do ponto para letras selecionadas. Estabeleça ângulos do ponto diferentes dentro de letras, com a ferramenta Ângulo do Ponto. Cada segmento de Letra pode ter um Ângulo do Ponto diferente.

Para ajustar ângulos do ponto de letras individuais 1 Selecionar um objeto de Letras. 2 Clique no ícone Ângulo do Ponto.
Você é avisado para dar entrada ao ângulo do ponto 1.

3 Digite os ângulos do ponto de modo que estes cruzem dois lados do
objeto.

Digite os ângulos do ponto

Nota Certifique-se que os ângulos do ponto não se cruzam um ao outro.

4 Pressione a tecla Enter.
Os pontos são gerados com os novos ângulos.

Eliminar letras dos ângulos do ponto
Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentasApontador) para eliminar ângulos do ponto individuais em objetos de letra. Eliminar ângulos do ponto individuais em objetos de letras, com a ferramenta Remodelar Objeto.

Para eliminar os ângulos do ponto de letras 1 Selecionar um objeto de letras. 2 Clique no ícone Remodelar Objeto.

V8

Capítulo 26

Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras

576

3 Clique no ponto de controle em forma de losango localizado no meio da
letra para selecioná-lo e depois clique em qualquer parte do contorno.

4 Selecionar e eliminar pontos de controle como requerido.

Nota Os contornos das letras são preservados depois de qualquer eliminação do ângulo.

Ajustar a sequência de letras bordadas
Você pode especificar a sequência em que cada letra é bordada para minimizar problemas de registro em bonés ou tecidos difíceis. Às vezes você pode querer retornar para por defeito ou configurações de fábrica.

Ajustar as sequência de letras
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para ajustar a sequência de letras bordando. Você pode especificar a sequência em que cada letra é bordada para minimizar problemas de registro como cobrir ou tecidos difíceis. Por exemplo, a opção Centrar Fora é especialmente útil quando bordar bonés. Existem também opções para linhas múltiplas de letras que são úteis para máquinas sem aparadores.

Para ajustar sequência de letras 1 Pressione o botão direito do mouse no ícone Letras ou clique duas vezes
em objeto/s de letra selecionado. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Clique em Sequência.
Abre-se o diálogo Sequência.

V8

Wilcom ES — Manual Online

577

3 Selecionar a sequência do bordado. Esta opção inclui:
Na Linha: Selecionar se você quer que as letras sejam bordadas em cada linha da esquerda para direita ou da direita para esquerda.

bordando da esquerda para direita

bordando da direita para esquerda

Centrar Fora: Selecionar esta caixa de verificação se você quer que a letra seja bordada do centro para fora. Você pode especificar que um lado do centro seja bordado seguido do outro, ou que cada letra seja bordada alternativamente em cada lado do centro.

lado direito bordado primeiro

lado esquerdo bordado primeiro

Linha a Linha: Escolha se você quer linhas de letras múltiplas para bordar de cima para baixo ou de baixo para cima. Você também pode especificar que a primeira linha deve ser bordada da esquerda para direita e a segunda da direita para esquerda.

V8

Capítulo 26

Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras

578

bordada de cima para baix

bordada de baixo para cima

Nota Você pode combinar ambas as opções de sequência Na Linha e Linha a Linha.

4 Clique OK para retornar para o tabulador Letras. 5 Clique OK para fechar.
Ideia Percorrer através do seu desenho para checar a sequência de bordado. Veja Percorrer o desenho por pontos de bordar para maiores detalhes.

Mudar o método de junção de letras
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para mudar o método de junção da letra. O método de bordar letras é pré-estabeleciodo para fornecer o melhores resultados para cada alfabeto. Na maioria dos casos, Junta Mais Próxima é recomendado em ordem para minimizar cortes. Veja Alfabetos standard para maiores detalhes. A configuração Tal como Digitado é usada com alfabetos que incluem cores múltiplas ou efeitos especiais. Estes alfabetos podem incluir funções da máquina, como para alfabetos de duas cores, ou ponto corrido como parte do ponto de cobertura.

Objetos de Letras normalmente consistem em apenas um tipo de ponto. Entretanto, o método de junção Tal como Digitado juntamente com as configurações Valores Originais do Ponto pode ser usado com fontes especiais que combinam vários tipos de ponto — por ex. Ponto Cheio com Ponto Corrido, ou Tatami, ou Motivos Artísticos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

579

Para ajustar método de junção de letras 1 Pressione o botão direito do mouse no ícone Letras ou clique duas vezes
em objeto/s de letra selecionado. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Clique em Sequência.
Abre-se o diálogo Sequência.
Selecionar o método de junção Selecionar Valores Originais do Ponto

3 Selecionar o método de junção a partir da lista.
Junta inferior: Letras são juntas ao longo da linha de base. Usar isso se você quer cortar conectores manualmente. Junta Mais Próxima: Letras são juntas no ponto mais próximo. Usar isso para minimizar cortes. Tal como digitado: Letras são bordadas fora do mesmo modo que elas foram originalmente digitadas. Usar isso com alfabetos combinando diferentes tipos de ponto de enchimento ou efeitos especiais.

Junta Inferior

Junta Mais Próxima

Tal como Digitado

4 Selecionar a caixa de verificação Valores Originais do Ponto como
requerido. Esta configuração está apenas disponível se o tipo de junção Tal como Digitado for selecionado. Selecionar isso quando usar fontes especiais que combinam vários tipos de fontes diferentes. Se não for selecionado, essas letras serão bordadas com um único tipo de ponto.

V8

Capítulo 26

Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras

580

Junta Mais Próxima selecionada

Tal como Digitado mas Valores Originais do Ponto não selecionado

Tal como Digitado e Valores Originais do Ponto selecionados

Ideia Para o ponto recomendado e métodos de junção, veja Alfabetos standard.

5 Clique OK para retornar para o tabulador Letras. 6 Clique OK para fechar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

581

V8

Capítulo 26

Ajustar as Configurações dos Pontos de Letras

582

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

Designer ES permite que você adicione símbolos as suas letras, assim como distorcer formas de letras usando envolvente. A característica Agrupar Nomes permite-lhe criar desenhos com múltiplos nomes. Por exemplo, você pode usar o mesmo logotipo com nomes diferentes para times esportivos ou uniformes corporativos sem ter que criar múltiplas cópias do mesmo desenho. Esta seção mostra a você como usar as características que lhe dão mais flexibilidade com os seus desenhos de letras.

Adicionar caracteres especiais e símbolos
No produto Designer ES, você pode adicionar caracteres e símbolos especiais diretamente no diálogo Selecionar Símbolos ou a partir Mapa de Caracteres do Windows.

Selecionar símbolos
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para adicionar caracteres especiais e símbolos. Clique com o botão direito do mouse para selecionar opções de letras. Você pode adicionar rapidamente caracteres especiais e símbolos para suas letras de desenho.

V8

Wilcom ES — Manual Online

583

Ideia Se você sabe quais são as teclas de atalho para um símbolo, adicione-as as suas letras dando entrada a combinação na tela ou no tabulador Letras.

Para selecionar símbolos 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

Clique em Inserir Símbolo

2 Clique em Inserir Símbolo.
Abre-se o diálogo Símbolo Seleção.
Mostrar caracteres Mostrar figuras Mostar figuras e caracteres

Selecionar o alfabeto ou estabelecer símbolos Selecionar símbolos

3 Selecionar um alfabeto ou uma série de símbolos a partir da lista Série
de Símbolos.

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

584

4 Selecionar os símbolos que você quer usar.
Ideia Quando você clica num símbolo, uma letra ou um número se adiciona ao campo Seleção. Isto indica qual a combinação de teclas necessária, para inscrever esse símbolo diretamente na tela. Por exemplo, ‘m’ significa pressione a tecla m enquanto ‘M’ significa pressione a tecla Shift + M.

5 Clique OK.
Os símbolos selecionados são mostrados na entrada do painel do texto do tabulador Letras.

6 Clique OK no diálogo Propriedades do Objeto - Letras.
Você volta para a janela do desenho. Continue criando os objetos de letra da maneira normal.

Usar o Mapa de Caracteres
Usar a Janela Mapa de Caracteres para prover rápido acesso a símbolos comuns e letras. O Mapa de Caracteres é usado normalmente instalado como parte da configuração do Windows. Veja a sua documentação de Windows para maiores detalhes.

Para usar o Mapa de Caracteres 1 Abrir o Mapa de Caracteres do Windows.
Por defeito, você vai achá-lo sobre Iniciado > Programas > Acessórios > Mapa de Caracteres.

2 Clique duas vezes no caracter, ou selecione-o e pressione a tecla
Selecionar. O caracter aparece na caixa Caracteres para copiar.

3 Clique em Copiar para copiar o caracter para a área de transferência. 4 Colar o mesmo no texto do painel de entrada do tabulador Letras.

V8

Wilcom ES — Manual Online

585

Para fazer isto, pressione Ctrl + V. Ideia Você também pode colar caracteres e símbolos em um programa de gráficos externos para usar como base para criar seus próprios caracteres personalizados. Veja Digitando caracteres personalizados para maiores detalhes.

Criar efeitos especiais com envolventes
Aplicar efeitos Envolvente para objetos de letras para fazê-los salientar ou arquear, esticar ou comprimir.

Ponte

Flâmula

Perspectiva

Losango

Distorcer objetos de letras
Usar Envolvente (menu Editar) para criar efeitos especiais com envolventes. Quatro tipos de efeitos Envolvente estão disponíveis — Ponte, Flâmula, Perspectiva e Losango. Ideia Envolventes são tipicalmente aplicadas para objetos de letras, mas elas também podem ser aplicadas para outros tipos de objetos de bordado.

Para distorcer objetos de letras 1 Selecionar o objeto de letra que você quer distorcer.
Ideia Para aplicar uma envolvente para vários objetos, agrupe-os primeiro, então aplique a envolvente. Veja Agrupar objetos para maiores detalhes.

2 Selecionar Editar > Envolvente. 3 Selecionar um tipo de envolvente ao longo das seguintes alternativas:

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

586

Ponte

Flâmula

Perspectiva

Losango

Grampos diferentes aparecem em volta do contorno do objeto, dependendo do tipo de envolvente.
Ponte remodelar grampos

4 Arraste um ou mais seguradores para cima ou para baixo para distorcer
o objeto.
Arraste o Cursor

Para mover dois seguradores em direções opostas, pressione a tecla Shift para baixo enquanto arrasta o grampo.
Shift + arrastar

Para mover seguradores na mesma direção, pressione para baixo a tecla Ctrl enquanto arrasta o grampo.
Ctrl + arrastar

5 Pressione a tecla Enter para completar.

Editar letras em envolventes
Use Letras (barra de ferramentas Entrada) para editar letras em envolventes na tela.

V8

Wilcom ES — Manual Online

587

Você pode editar letras em envolventes na tela do mesmo modo que letras normais. Quando você clica dentro de letras, uma duplicação é mostrada abaixo da envolvente.

Para editar letras em envolventes 1 Clique no ícone Letras então clique dentro do objeto de letra.
Duplicar letras aparece abaixo da forma selecionada em sua forma original. O cursor muda para I-beam e aparece depois da última letra.

2 Editar o texto como requerido.

Adicionar letras no cursor I-beam do mouse

3 Pressione a tecla Enter para completar.
As letras em envolventes são atualizadas.

Remover envolventes
Usar Envolvente > Eliminar (menu Editar) retorna um objeto para sua forma original removendo a envolvente. Retorna um objeto a sua forma original removendo a envolvente.

Para remover envolventes
Selecionar um objeto de letras. Selecionar Editar > Envolvente > Eliminar. A envolvente é removida e as letras retornam a sua forma original.

envolvente removida

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

588

Criar contornos em volta das letras
Você pode criar contornos como retângulos, ovais e escudos para objetos de letras usando estabelecer símbolo Cristas. Quando você adiciona um contorno, você talvez precise redimensionar e centralizar este para acomodar em volta dos objetos de letras.

Para criar contornos em volta de letras 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

2 Clique em Inserir Símbolo.
Abre-se o diálogo Símbolo Seleção.

Selecionar um contorno

Clique para usar contornos selecionados

3 Selecionar Cristas apartir de Série de Símbolos. 4 Selecionar um contorno.
Ideia Quando você clica em um símbolo, a letra aparece no campo Seleção. Esta letra indica o tipo de combinação de tecla requerida para contorno diretamente na tela. Por exemplo, ‘m’ significa pressione a tecla m enquanto ‘M’ significa pressione a tecla Shift + M.

5 Clique em Tornar Corrente.
O contorno selecionado é mostrado no texto de entrada do painel do tabulador Letras.

6 Clique em OK e continue criando os objeto de letra do modo normal.

V8

Wilcom ES — Manual Online

589

Ajustar o contorno, redimensionar ou centralizar em volta de objetos de letra como requerido. Veja Agrupar Letras para detalhes.

Agrupar Letras
A característica Agrupar Nomes permite-lhe criar desenhos com múltiplos nomes. Por exemplo, você pode usar o mesmo logotipo com nomes diferentes para times esportivos ou uniformes corporativos sem ter que criar múltiplas cópias do mesmo desenho. Quando você usar Agrupar Nomes, você cria um objeto de letra variável e associa nomes a ele. Nomes são guardados em listas que podem ser acessadas de um desenho. Você pode adicionar mais nomes a estas listas ou retirar nomes destas listas em qualquer altura.

Dependendo de como você quer bordar, você pode escolher guardar e bordar os nomes e desenhos separadamente, ou juntos.

Criara grupos de nomes
Use Agrupar Nomes (barra de ferramentas Gerar) para criar grupos de nomes. Criar um novo grupo de nomes para associar à lista de nomes com objetos de Agrupar Nomes. Uma vez que você criou um grupo, os nomes neste são disponíveis para todos os desenhos.

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

590

Nota Em Agrupar Nomes os grupos são armazenados no fichário Namedrop.emn na sua pasta de instalação ...\res. Se o fichário ficar corrompido, copie ESWin\bin\namedrop.emn para ESWin\res\namedrop.emn. Isto restabelecerá os grupos de Agrupar Nomes para os valores de instalação por defeito.

Para criar um grupo de nomes 1 Clique no ícone Agrupar Nomes.
Abre-se o diálogo Agrupar Nomes.

Adicionar novo grupo

2 Clique Adicionar no painel Agrupar.
O diálogo Nome do Grupo se abre.

Inserir nome do grupo

3 Insira um nome para o grupo e clique OK.
O novo nome do grupo aparece na lista Agrupar. O painel Membros do Grupo continua vazio até que você adicione nomes nele.

novo grupo

4 Adicionar membros ao grupo tal como for necessário:
Veja Adicionar membros individuais em grupos de nomes para maiores detalhes. Veja Adicionar múltiplos membros a grupos de nomes para maiores detalhes.

5 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

591

Adicionar membros individuais em grupos de nomes
Use Agrupar Nomes (barra de ferramentas Gerar) para adicionar membros individuais a um grupo. Você pode adicionar sócios para o grupo um a um ou como um grupo inteiro. Veja também Adicionar múltiplos membros a grupos de nomes.

Para adicionar membros individuais em grupos de nomes 1 Clique no ícone Agrupar Nomes.
Abre-se o diálogo Agrupar Nomes.

Selecionar um grupo

Adicionar novo sócio

2 Selecione um grupo da lista de Grupos/Agrupar, ou crie um novo grupo.
Veja Criara grupos de nomes para maiores detalhes.

3 Clique Adicionar no painel Membros do Grupo.
O diálogo Adicionar Membros ao Grupo se abre.

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

592

Adicionar o primeiro nome Adicionar um segundo nome Adicionar o terceiro nome

4 Dê entrada ao primeiro nome do membro no campo Nome 1. 5 Opcionalmente, dê entrada ao segundo e terceiro nomes tal como for
necessário.

6 Clique OK.
O nome é adicionado na lista Membros do Grupo.

nome adicionado

Adicionar múltiplos membros a grupos de nomes
Use Agrupar Nomes (barra de ferramentas Gerar) para adicionar vários membros a um grupo. Você pode adicionar sócios para o grupo um a um ou como um grupo inteiro. Veja também Adicionar membros individuais em grupos de nomes.

Para adicionar múltiplos membros a grupos de nomes 1 Clique no ícone Agrupar Nomes.
Abre-se o diálogo Agrupar Nomes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

593

Selecionar um grupo

Selecione Nomes Rápidos

2 Selecione um grupo da lista de Grupos/Agrupar, ou crie um novo grupo.
Veja Criara grupos de nomes para maiores detalhes.

3 Clique em Nomes Rápidos.
O diálogo Nomes Rápidos se abre.

Inserir nomes

4 Dê entrada aos nomes na formatação Nome 1,Nome 2,Nome 3.
Você pode digitar nomes, ou colá-los a partir de um fichário de texto. Cada nome deve ser separado por uma vírgula. Cada nome completo deve aparecer numa nova linha.

5 Clique OK.
Os novos nomes são adicionados na lista de Membros do Grupo.

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

594

nomes adicionados

Adicionar/editar/ eliminar nomes

Ideia Edite a lista usando Adicionar, Eliminar e Editar.

Criar desenhos com Agrupar Nomes
Use Agrupar Nomes (barra de ferramentas Gerar) para associar múltiplos nomes com um desenho. Para associar múltiplos nomes com um desenho, você cria um objeto de Agrupar Nomes variável. Nomes são guardados juntos em grupos. Você pode selecionar nomes a partir de um grupo existente ou crair um grupo novo.

Para criar desenhos com Agupar Nomes 1 Abra o desenho que deseja usar.

2 Clique no ícone Agrupar Nomes.
Abre-se o diálogo Agrupar Nomes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

595

Selecionar um grupo

Adicionar tudo ou os nomes selecionados

3 Selecione um grupo a partir da lista Grupos/Agrupar.
Os nomes aparecem na lista Membros do Grupo. Veja também Criara grupos de nomes e Adicionar múltiplos membros a grupos de nomes.

4 Selecione nomes a associar com o desenho a partir da lista Membros
do Grupo. Para selecionar múltiplos nomes, aperte e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona. Para selecionar uma série de nomes, aperte e segure a tecla Shift à medida que os seleciona.

5 Clique Adicionar para os adicionar na lista Membros do Grupo.
Alternativamente, para associar todos os nomes existentes no grupo, clique Adicionar Todos. Os nomes selecionados são copiados para a lista Membros do Grupo. A Ordem dos Nomes por defeito fica assim Nome 1, Nome 2, Nome 3. Ideia Quando você clica Adicionar, os nomes são anexados na lista Membros do Grupo. Clicando em Adicionar repetidamente faz com que uma cópia atualizada do nome ou nomes selecionados seja anexada cada vez que se clica.

6 Na lista Membros do Grupo, edite os membros tal como for necessário.
Para organizar os nomes dos membros do grupo por ordem alfabética, clique no botão no cimo da coluna.

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

596

Para alterar a ordem do bordado, selecione um nome e clique em Acima ou Abaixo. Para remover um nome de uma lista, selecione esse nome, e clique Remover. Para eliminar todos os nomes de uma lista de Membros Selecionados, clique Remover Tudo.

7 Defina as opções para a Ordem dos Nomes tal como for necessário —
por ex. Para bordar apenas o primeiro e o terceiro nomes, selecione o Nome 1 e o Nome 3 nas colunas um e dois. Para bordar nomes pela ordem inversa, selecione Nome 3, Nome 2, e Nome 1 nas colunas um, dois e três.
Defina as opções de ordem dos nomes Organize os nomes por ordem alfabética

Remova todos os nomes ou os nomes selecionados Ajuste a formatação das letras

8 Para ajustar a configuração da formatação das letras, clique em
Mostrar Propriedades. Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras. O painel de entrada de texto fica cinzento, indicando que você está dando entrada a letras através de um método diferente do normal.
o painel de entrada de texto fica cinzento

V8

Wilcom ES — Manual Online

597

Ideia Você tem oportunidade de alterar os valores da configuração das letras depois dos nomes serem bordados, mas é mais rápido alterar esses valores nesta altura. Se o desenho já contém objetos de Membro do Time, Mostrar Propriedades a função se encontra desativada.

9 Ajuste os valores da configuração de letras tal como for necessário.
Veja Criando letras com o diálogo Letras para maiores detalhes.

10 Clique OK.
Dependendo da linha de base que selecionou, pode ser que você seja alertado para dar entrada a pontos de referência. Veja Aplicar linhas de base para letras para maiores detalhes. O produto Designer ES gera pontos para todos os nomes na lista Membros do Time. O diálogo que está associado à Lista de Times se abre automaticamente, o nome do primeiro Membro do Time na lista é selecionado e é visível na janela de desenho.

Selecione os nomes que deseja ver na tela

11 Selecione os nomes um-a-um a partir da Lista de Times para ver esses
nomes juntamente com o desenho.

Ver e editar nomes dos times
Use Lista de Times (barra de ferramentas Standard) para ver e editar nomes individuais dos times. Você pode antever nomes individuais dos times na janela de desenho visto eles serem bordados juntamente com o desenho. Você pode também definir

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

598

propriedades individuais para cada nome ou copiar as mesmas propriedades para todos os membros do time.

Para ver e editar nomes dos times 1 Abra o desenho de Agrupar Nomes que você deseja usar.
Veja também Criar desenhos com Agrupar Nomes.

2 Clique no ícone Lista de Times.
O diálogo Lista de Times se abre. Por defeito, ficam selecionados todos os nomes dos membros.

Organize os nomes por ordem alfabética Selecione os nomes que deseja ver na tela

Ver propriedades dos nomes selecionados

Ideia Por defeito, se insere um espaço entre o Nome 1 e o Nome 2. Para remover este espaço, defina o valor Espaçamento de Palavras no diálogo Disposição para 0%. Veja Ajustar o espaçamento das letras para maiores detalhes.

3 Ver os nomes dos times numa das seguintes maneiras:
Selecionando o nome de um membro de um time. O nome selecionado aparece na tela com as correntes propriedades de letras. Use as teclas que são setas para percorrer a lista para cima e para baixo para ver cada nome de cada vez. Para organizar nomes dos membros do time por ordem alfabética, clique no tabulador no cimo da coluna.

4 Para ver e/ou editar as propriedades do objeto de um membro de time
selecionado, clique Mostrar Propriedades.

V8

Wilcom ES — Manual Online

599

Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras. O painel de entrada de texto fica cinzento, indicando que você está dando entrada a letras através de um método diferente do normal.
o painel de entrada de texto fica cinzento

Ajuste os valores da configuração de letras tal como for necessário. Veja Criando letras com o diálogo Letras para maiores detalhes.

5 Edite um nome selecionado diretamente na tela, tal como você faria com
qualquer outro objeto de letras. A característica Agrupar Nomes deixa você fazer isto sem ter que gravar o nome como um desenho separado. O que é muito importante é a possibilidade de se poder ajustar manualmente a parte saliente das letras. Veja Ajustar a Disposição das Letras para maiores detalhes. Aviso O produto Designer ES trata estas alterações como ‘edições em manual’; quer isto dizer que essas alterações se perderão caso se altere o tamanho do objeto.

6 Para copiar as propriedades do objeto de um membro de time
selecionado para todos os outros membros do time, clique Aplicar a Todos.

7 Para adicionar membros na lista clique Adicionar.
Abre-se o diálogo Agrupar Nomes. Você pode adicionar mais nomes na lista a aprtir do grupo corrente de Agrupar Nomes ou de qualquer outro grupo. Veja Criar desenhos com Agrupar Nomes para maiores detalhes.

8 Para eliminar membros de uma lista, clique Eliminar. 9 Clique X no canto superior do diálogo para fechar.

todos os nomes dos Membros do Time se encontram visíveis e selecionados

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

600

Nota Quando se fecha o diálogo Lista de Times, todos os nomes de Membros do Time se encontram visíveis e selecionados na janela de desenho.

Criar desenhos individuais com nomes dos times
Use Lista de Times (barra de ferramentas Standard) para ver e editar nomes individuais dos times. Você pode criar desenhos individuais a partir de cada nome, num desenho de Agrupar Nomes. O nome ainda será incluído no original.

Para criar desenhos individuais com nomes dos times 1 Abra o desenho de Agrupar Nomes que você deseja usar.
Veja também Criar desenhos com Agrupar Nomes.

2 Clique no ícone Lista de Times.
O diálogo Lista de Times se abre. Por defeito, ficam selecionados todos os nomes dos membros.

Selecione os nomes a usar

Clique para criar desenhos individuais

3 Selecione os nomes que você quer usar.
Para selecionar múltiplos nomes, aperte e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona. Para selecionar uma série de nomes, aperte e segure a tecla Shift à medida que os seleciona.

V8

Wilcom ES — Manual Online

601

Para selecionar todos os nomes na lista, clique Selecionar Tudo.

4 Para criar desenhos de bordado individuais para cada membro de time
selecionado, clique Criar Desenho(s). Se cria um novo desenho para cada nome selecionado. O nome agora é um objeto de letra normal.

5 Clique no ícone Guardar para abrir o diálogo Guardar Como. 6 Tecle um novo nome para o desenho e clique em Gravar.

Fazer a saída de desenhos dos nomes dos times
Quando você sai de um desenho Agrupar Nomes, você precisa definir como este será gerado como um fichário de ponto. Você pode gerar fichários que incluem: ambos desenhos e nomes desenho em um fichário e nomes em outro, ou desenho e nome em fichários individuais. Você define estas opções sempre que você grava o fichário em formatação para bordado ou sempre que faz a sua saída para a máquina.

Para fazer a saída de desenhos dos nomes dos times 1 Criar um desenho Agrupar Nomes. 2 Selecionar Fichário > Guardar Como e selecionar um formato de ponto
a partir da lista Guardar Como Tipo.

3 Clique em Opções.
O diálogo Gravar Opções > Agrupar Nomes se abre. Nota Opções também está disponível quando você dá saída aos desenhos. Veja também Bordar desenhos com o Gestor de Bordados.

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

602

4 Selecionar Guardar Opção:
Desenho e Agrupar Nomes, com paragem: cria um único fichário de ponto incluindo uma cópia do desenho e todos os nomes. São inseridas paragens depois do desenho, e entre os nomes — ou seja Desenho Paragem MembrodoTime1 Paragem MembrodoTime2 Paragem, etc. Desenho Repetido e Agrupar Nomes, com paradas: cria um único fichário de ponto com múltiplas cópias do desenho, e todos os nomes. As paragens são inseridas depois de cada combinação desenho/nome estático — por ex. Desenho + MembrodoTime1 Paragem Desenho + MembrodoTime2 Paragem. Criar múltiplos fichários de saída: cria fichários separados para cada nome, cada um dos quais inclui uma cópia da parte estática do desenho. Quando bordando para Gestor da Máquina ES, cada fichário é colocado na fila separadamente. Apenas parte do desenho: cria um fichário contendo apenas a parte estática do desenho. Agrupar Nomes apenas com paragens: cria um único fichário contendo apenas os nomes, separados por paragens. Isto significa que depois de cada paragem da máquina, você pode alterar as armações. Se você selecionou Agrupar Nomes apenas com paragens, você tem ainda mais duas opções:

V8

Wilcom ES — Manual Online

603

Selecione Seguir Menu de Início/Final Automático para definir o ponto de início/fim para cada nome. Como com qualquer desenho, a agulha deve regressar a uma posição conhecida antes de uma mudança de armação. Isto garante que o próximo nome seja bordado na posição correta. Veja Estabelecer pontos de início e final automáticos para maiores detalhes. Selecione Com Base no Ajuste para definir o ponto de início/fim para cada nome, de acordo com o ajuste das letras para esse nome, da seguinte maneira: Ajustar Alinhar para Esquerda Centrar Alinhar à Direita Ajustar Ponto de Início/Final Automático Lado Inferior Esquerdo A Meio da Parte Inferior Lado Inferior Direito Lado Inferior Esquerdo

5 Clique em OK para retornar para o diálogo Guardar Como. 6 Clique Gravar.

V8

Capítulo 27

Característica de Letras Especiais

604

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

Em Designer ES você pode criar alfabetos personalizados para usar nos seus objetos com letras. Alfabetos personalizados são feitos de letras, números ou símbolos digitados por você. Você também pode criar um novo alfabeto através da conversão do Tipo Veradeiro de fontes.

Esta seção descreve como criar e mudar alfabetos personalizados e letras, criar um novo alfabeto desde o Tipo Verdadeiro de fontes e juntar alfabetos.

Criando alfabetos personalizados
Você digita letras para um alfabeto personalizado do mesmo modo que outros objetos de bordado. Letras personalizadas podem ser feitas de objetos múltiplos e podem ser letras, números, símbolos ou figuras. Você pode usar um trabalho arttístico de fontes como livros de caligrafia para criar um alfabeto de caractere. Nota Você também pode criar um novo alfabeto através da conversão do Tipo Veradeiro de fontes. Veja também Converter fontes TrueType para fontes de bordado.

Escolhendo um trabalho artístico para criar alfabetos personalizados
Você pode usar um trabalho artístico para criar um alfabeto de caracteres do mesmo modo que você faz para outros objetos. Antes de digitar,

V8

Wilcom ES — Manual Online

605

entretanto, estabeleça se o formato da letra é apropriado para bordado e determine uma altura de referência e linha de base para o alfabeto. Aviso Porque pelas leis de direitos autorais, você não pode simplesmente selecionar letras de um alfabeto de bordado já existente e guardá-las diretamente em outro alfabeto.

Formatos de Letra
Para melhores resultados, colunas de letras devem ser de largura similar, sem cantos estreitos ou agudos, ou muito finos, muito largos, ou curvas serif.

diferenças muito grandes em larguras da coluna

serifs muito longas e finas

cantos muito pronunciados

Altura de referência e linha de base
Altura de referência é a altura máxima de letras maiúsculas. Embora possam haver diferenças súbitas entre letras de caixa alta e de caixa baixa, é um guia que ajuda para digitação. Veja também Guardando alfabetos personalizados. Ideia Coloque letras ao longo da linha de base standard para ajudar a digitação em altura standard. Desenhar na linha de base se você está digitando de um trabalho artístico ou usar uma linha de grelha como linha guia. Descendências em letras como y ou g generalmente ficam abaixo da linha de base.

letras altura linha de base

Ideia Usar E ou H como letras de referência para determinar a altura da linha de base para o alfabeto. Essas letras trabalham bem porque elas ficam na linha de base e não extendem acima da altura de cobertura standard.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

606

Espaçamento das letras e largura
Várias larguras com formatos de letras e espaçamentos diferentes. Quando você digita letras, você insere dois pontos de referência para marcar a largura e um terceiro para marcar a altura.

largura das letras

largura das letras

espaçamento aumentado

Espaçamento por defeito afeta curva saliente ou o espaçamento ao longo de todas as letras. Largura adicional pode ser adicionada como espaçamento entre letras individuais. Ideia Para estilo itálico, você talvez precise sobrepor entre a extensão das letras.

Digitando caracteres personalizados
Você pode digitar letras desde desenhos panos de fundo, converter objetos de desenho, ou digitar a mão livre usando qualquer método de ferramenta de entrada. Você também pode copiar caracteres e símbolos do Windows Mapa de Caracteres em um programa de gráficos externo. Aqui você pode modificá-los como quiser, guardá-los em fichários gráficos e usá-los como pano de fundo de desenhos. Veja também Usar o Mapa de Caracteres. Bordar uma sequência de letras é baseado em juntar um tipo de alfabeto que você selecionou quando o guardou. Se você guardar usando os métodos de Junta mais proxima ou Junta Inferior, Designer ES aplica automaticamente Ramificar para as letras. Neste caso, você não precisa se preocupar com a direção individual que cada letra teclada será bordada. Quando ramificando é aplicado, Designer ES determina onde cada traço começa e termina, adicionando o percurso percorrido quando necessário. Entretanto, isso é uma boa disciplina para digitar traços na direção mais adequada que eles serão bordados. Isso também é importante para especificar a ordem do traço como é mantido quando a sequência é calculada. Veja também Guardando alfabetos personalizados. Se você quer especificar você mesmo a sequência de pontos e conectores, digite a sequência de letra e manualmente digite conectando os pontos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

607

Você então precisa selecionar Tal como Digitado como o método de junção do alfabeto. Veja também Mudar o método de junção de letras.

Para digitar caracteres personalizados 1 Selecionar um método de entrada.
Se você está digitando manualmente uma sequência e conectores, use qualquer método de entrada. Se você quer que a letra seja colocada em sequência automaticamente com Junta máis proxima ou Junta inferior, use Entrada A, Entrada B, Entrada C e Enchimento Complexo objetos.

2 Selecionar o tipo de ponto.
Ideia A maioria das letras usa Ponto Cheio ou Tatami.

3 Digitar cada seção de letra.
Onde um traço é interrompido com o lado ou fim do outro, cria-se uma sobreposição inferior para atar os dois traços juntos. A sobreposição inferior deve ser um terço da largura do traço ou menos, mas pode ser a metade para traços finos.

sobreposição inferior

Tente evitar ter mais do que dois traços um em cima do outro, isso causa aumento de fio e pode levar ao quebramento do fio. Ás vezes modificando o formato isso pode ser melhorado. Ás vezes ajuda a criar um certo ângulo nos extremos da sobreposições inferiores, de modo que alguns pontos são ‘apanhados’ pelo traço sobreposto. Isso previne que uma abertura apareça se os pontos de cima do traço forem puchados de volta.

sobreposto / sobreposto inferiormente

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

608

Quando um traço cruza outro traço, como em uma letra t, um traço é comunmente quebrado em duas partes. Para objetos finos, você pode digitar os traços em cima de um pedaço, cruzando sobre ou abaixo de outro.

4 Ajustar contornos usando a ferramenta Remodelar Objeto se
necessário. Quando uma letra é do formato correto, guarde-a como caractere personalizado. Veja Guardando caracteres personalizados para maiores detalhes.

Guardando caracteres personalizados
Usar Alfabeto > Fazer Letra (menu Especial) para criar um novo caracter. Quando você cria um novo caractere, você precisa selecionar um alfabeto para ele, dar-lhe um nome, especificar altura e indicar se quer preservar quaisquer funções da máquina. Você também pode precisar indicar os espaçamentos estabelecidos através dos pontos de referência digitados na tela. Aviso Não use o símbolo tilde (~) quando dando nome a letras. Este é um caractere especial para entrada de letras com nomes de caracteres múltiplos. Veja Selecionar alfabetos personalizados para maiores detalhes.

Para guardar caracteres personalizados 1 Digite os objetos que formam uma nova letra e os selecione.
Veja Digitando caracteres personalizados para maiores detalhes.

Selecionar todos os caracteres

V8

Wilcom ES — Manual Online

609

2 Selecionar Alfabeto > Especial > Fazer Letra.
Abre-se o diálogo Fazer Letra.

Selecionar alfabeto Inserir nome do caractere Inserir altura de referência Selecionar para estabelecer a altura na tela Desativar para incluir funções

3 Selecionar um alfabeto a aprtir da lista Nome de Alfabeto.
Veja também Guardando alfabetos personalizados.

4 Inserir um nome para um caractere ou símbolo no campo Letra.
Por exemplo, se você digitar a letra H, tipo ‘H’ no campo Letra. Ideia Você pode criar nomes de caracteres múltiplos para identificar símbolos ou letras ascendentes, por exemplo Estrela para símbolos estrela, ou e-agudo para é. Veja também Selecionar alfabetos personalizados.

5 No campo Altura da Referência, inserir uma altura de caractere.
A letra é registrada nessa altura desconsiderando o seu tamanho original. Você também pode estabelecer uma altura na tela através da seleção na caixa de verificação Digitar Altura de Referência. Quando você retornar para a janela do desenho, você está pronto para digitar a altura. Se você selecionar Digitar Altura de Referência, o valor no campo Altura da Referência é ignorado. Ideia Letras tem geralmente de 20 a 40 mm de altura. Veja também Alfabetos standard.

6 Desativar Remover Funções apenas se você quiser preservar as funções
de qualquer máquina inseridas deliberadamente na letra. A letra pode, por exemplo, incluir deliberadamente mudança de cores ou outras funções da máquina. Desativar Remover Funções para alfabetos que usam Tal como Digitado como um tipo de junção. Veja também Mudar o método de junção de letras.

7 Clique OK.
Seguir todas as instruções em Linha Pronta.

8 Marcar dois pontos de referência para estabelecer o espaçamento.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

610

Espaçamento Standard significa que a distância entre os pontos de referência são a largura do caractere. Você pode aumentar isso quando requerido.

9 Se você selecionar Digitar Altura de Referência no diálogo Fazer Letra,
você está pronto para digitar um terceiro ponto de referência para marcar a altura da letra.

10 Clique OK.
A mensagem confirma que caracteree foi criado.

Guardando alfabetos personalizados
Usar alfabetos personalizados para guardar quaisquer letras que você criar. Para fazer um novo alfabeto, você dá um nome e estabelece o espaçamento por defeito e tipo de junção para letras adjacentes. Você também pode especificar o tipo de fichário.

Para guardar alfabetos personalizados 1 Digite os objetos que formam uma nova letra e os selecione.
Veja Digitando caracteres personalizados para maiores detalhes.

Selecionar todos os caracteres

2 Selecionar Alfabeto > Especial > Fazer Letra.
Abre-se o diálogo Fazer Letra.

Clique para criar novo alfabeto

3 Clique em Novo.
Abre-se o diálogo Novo Alfabeto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

611

Inserir nome de alfabeto Inserir espaçamento por defeito Selecionar método de junção Selecionar fichário tipo de alfabeto

4 Inserir um nome para o alfabeto no campo Nome de Alfabeto. 5 Inserir um espaçamento por defeito no campo Espaçamento Por Defeito.
Ideia Usar 8-10% para alfabetos standard como estilos block e serif e 0% para alfabetos estilo caligrafia.

6 Selecionar o método por defeito de letras de junção adjacente da lista
Tipo de Junta por Defeito. Tal como Digitado: preserva a sequência original de bordado de cada letra assim que foram digitadas, assim como qualquer tipo de ponto e funções da máquina usadas nesta criação. Junta mais Próxima: volta a pôr em sequência pontos de entrada e saída em letras adjacentes para juntá-los ao ponto mais próximo. Junta Inferior: volta a pôr em sequência pontos de entrada e saída em letras adjacentes para criar um conector ao longo das letras da linha de base. Veja também Mudar o método de junção de letras.

7 Selecionar um tipo de fichário alfabeto da lista Listar Alfabetos de Tipo.
Nota Alfabetos Designer ES são guardados como fichários ESA. Se você está criando um alfabeto para usar com uma aplicação diferente de bordado, selecione um tipo apropriado.

8 Clique OK. 9 Inserir valores adicionais para selecionar letras no diálogo Fazer Letra.
Veja Guardando caracteres personalizados para maiores detalhes.

10 Clique OK.

Selecionar alfabetos personalizados
Clique com o botão direito do mouse Letras (barra de ferramentas Entrada) para selecionar um alfabeto personalizado.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

612

Para usar um alfabeto personalizado, selecionar como qualquer outro alfabeto. Se a letra tem nome de caracteres múltiplos, você pode apenas acessá-la pelo diálogo Letras usando o símbolo especial Tilde (~).

Para selecionar alfabetos personalizados 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.
Selecionar um alfabeto personalizado

2 Selecionar um alfabeto personalizado a partir da lista Alfabeto. 3 Inserir os nomes das letras que você quer usar na caixa de texto.
Se o nome era uma letra singular — por exemplo A — digite aquela letra. Se o nome tinha mais de uma letra — por exemplo Estrela — tipo um tilde (~), digite o nome de letra, então digite dois tildes. Por exemplo ~Estrela~~. Ideia Você pode combinar caracteres que usam letras simples ou múltiplas em seus nomes, por exemplo ~Estrela~~ABC~Estrela~~.

4 Definir os valores de formatação como você faria para outros objetos de
letra. Veja Formatar letras para maiores detalhes.

5 Clique OK. 6 Adicionar a letra para o seu desenho.
Veja Adicionando letras para desenhos de bordado para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

613

Modificar alfabetos personalizados
Você pode modificar alfabetos personalizados através da mudança de nomes, espaçamento de letras por defeito e tipos de junção. Se um alfabeto não é mais requerido você pode deletá-lo. Você também pode renomear, deletar ou remodelar letras dentro do alfabeto personalizado.

Modificar alfabetos
Usar Alfabeto > Modificar Alfabeto (menu Especial) para modificar alfabetos personalizados. Modificar alfabetos personalizados através da mudança de nomes, espaçamento de letras por defeito e tipos de junção. Se um alfabeto não é mais requerido, apague-o.

Para modificar alfabetos 1 Selecionar Alfabeto > Especial > Modificar Alfabeto.
Abre-se o diálogo Modificar Alfabeto.

2 Selecionar um alfabeto a partir da lista Nome de Alfabeto.
Para renomear um alfabeto, clique Renomear. Inserir um novo nome no diálogo Renomear Alfabeto e clique OK. Para apagar um alfabeto, clique Deletar. Uma mensagem aparece para sua confirmação. Para mudar o espaçamento de letras por defeito, inserir um novo valor no campo Espaçamento das Letras por Defeito. Para mudar o tipo de junção por defeito, selecionar uma nova a partir da lista Tipo de Junção por Defeito.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

614

3 Clique OK.

Renomear e apagar letras personalizadas
Usar Modificar Alfabeto (menu Especial) para renomear, apagar ou remodelar letras dentro de alfabetos personalizados. Renomear, deletar ou remodelar letras dentro de alfabetos personalizados.

Para renomear ou apagar letras personalizadas 1 Selecionar Modificar Alfabeto > Especial.
Abre-se o diálogo Modificar Alfabeto.

Selecionar um alfabeto

Selecionar uma letra

2 Selecionar um alfabeto a partir da lista Nome de Alfabeto. 3 Selecionar uma letra da lista Nome de Letra.
Para apagar uma letra, clique Apagar. Uma mensagem aparece para sua confirmação. Para renomear uma letra, clique Renomear. Inserir um novo nome para o diálogo Renomear Letra e clique OK. Ideia Você pode usar nomes com mais de um caractere.

4 Clique OK.

Remodelando letras personalizadas
Usar Desagrupar (barra de ferramentas Standard) para desagrupar uma letra de seus objetos componentes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

615

Usar Remodelar Objeto (barra de ferramentas Cursor) para remodelar letras personalizadas. Usar Alfabeto > Fazer Letra (menu Especial) para criar uma nova letra. Para mudar o formato de letras em um alfabeto personalizado, desagrupá-las e mudar seus contornos e ângulos de ponto usando a ferramenta Remodelar Objeto.

Aviso Quando você desagrupa, a letra é convertida de volta para objetos e os detalhes das letras tais como alfabeto e linha de base são perdidos. Quando você tiver acabado de remodelar, você tem que inserir esses detalhes novamente.

Para remodelar letras personalizadas 1 Selecionar uma letra. 2 Selecionar Arranjar > Desagrupar.
A letra é desagrupada em objetos componentes.

desagrupados em objetos componentes

3 Clique no ícone Remodelar Objeto e remodele os objetos como
requeridos.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

616

remodelar objetos

4 Quando você acabar de remodelar, selecione os objetos. 5 Selecionar Alfabeto > Especial > Fazer Letra.
Abre-se o diálogo Fazer Letra.

Selecionar alfabeto Selecionar o nome da letra

6 Selecionar o alfabeto o qual as letras pertencem da lista Nome de
Alfabeto.

7 Selecionar o nome da letra da lista Nome.
Nota Para guardar a letra sobre um nome diferente, inserir um novo nome.

8 Clique OK. 9 Confirmar que você quer substituir o caractere antigo pelo novo.

Converter fontes TrueType para fontes de bordado
A característica Converter Fonte True Type permite você converter qualquer fonte TrueType instalada no seu sistema para um alfabeto de bordado. Você pode fazê-lo ‘naquele momento’ ou converter tipos de letra completos para usar mais tarde. Esta característica torna-se importante para alfabetos asiáticos que podem conter vários milhares de caracteres.

V8

Wilcom ES — Manual Online

617

O processo é totalmente automático. Formas de letras são cortadas em objetos de bordado Entrada A ou B. Sobreposições e traços ordenados são detectados e ângulos de pontos definidos. O resultado é semelhante a digitar manualmente alfabetos, apesar da qualidade não ser tão alta. A qualidade depende bastante das formas originais; os tipos de alfabetos serif mais estreitos produzem melhores resultados que os alfabetos em bloco.

Converter letras individuais TrueType
Usar Letras (barra de ferramentas Entrada) para adicionar letras TrueType diretamente na tela. Clique com o botão direito do mouse para estabelecer valores de formatação em objetos que são letras, novos ou selecionados. Você pode converter letras individuais TrueType ‘rapidamente’ e pode adicioná-las diretamente a um desenho através do tabulador Letras no espaço de diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

Para converter letras individuais TrueType 1 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

618

Dar entrada às letras

Selecionar um tipo de letra TT

Selecionar Valores

2 Selecionar um tipo de letra TrueType da lista de Alfabetos. 3 Dê entrada ao texto que deseja bordar, no painel para entrada de texto.
Alternativamente, tecle as letras diretamente na tela depois de ajustar a conversão de valores. Nota Quantas mais letras você entrar, mais tempo demorará a convertê-las.

4 Clique Conversão Valores.
Abre-se o diálogo Conversão Valores.

Selecionar o estilo de letra Selecionar Passadas de Viragem para ângulo do ponto variável

Selecionar Enchimento Complexo para ângulos de ponto fixos

V8

Wilcom ES — Manual Online

619

Ideia Clique Sugerir Valores se não tiver certeza sobre as opções que deve selecionar. Os valores são automaticamente estabelecidos de acordo com o alfabeto selecionado.

5 Selecionar o estilo de letra que deseja criar, da lista Estilos — Regular,
Negrito, Negrito Itálico ou Itálico.

6 Se deseja que o bordado siga os contornos das letras, selecionar
Passada de Viragem. Ou então selecionar Enchimento Complexo. A opção Passada de Viragem tem valores pré-estabelecidos ajustados ao tipo de alfabeto em particular. A opção Enchimento Complexo permite você ajustar o ângulo do ponto.

Passadas de Viragem

Enchimento Complexo, ângulo do ponto 0º

Enchimento Complexo, ângulo do ponto 30º

7 Selecionar a caixa de verificação Combinar Extremos para manter os
ângulos do ponto paralelos até ao fim da ‘perninha da letra’. Nota Esta opção irá prevalecer sobre qualquer canto de detenção e canto fração onde bordados paralelos se aplicam.

Combinar Extremos DESLIGADOS

Combinar Extremos LIGADOS — bordados paralelos à linha de base

Ideia Os ângulos do ponto na ‘perninhas das letras’ deveriam, normalmente, ser perpendiculares à própria ‘perninha da letra’, mas as excepções são letras tais como K, X, Y com ‘perninhas’ curtas e inclinadas. Nestes casos é melhor manter o ângulo do bordado paralelo até ao fim da ‘perninha da letra’.

8 Selecionar a caixa de verificação Partir Ângulo para aplicar uma
cobertura nos ângulos mais pontiagudos.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

620

Este efeito é semelhante a Cantos Elaborados — se a perninha da letra se dobra muito pronunciada, como a letra A, que será dividida ou coberta.

Partir Ângulo DESLIGADO — não dividir

Partir Ângulo 87º

9 Selecionar a caixa de verificação Criar Sobreposições para prevenir que
se formem intervalos entre os segmentos. Você pode afinar as sobreposições, se estabelecer valores nos campos junções ‘T’ e junções ‘O’.

Criar Sobreposições DESLIGADO

Criar Sobreposições LIGADO

10 Selecionar a caixa de verificação Separar Serifs, caso esteja
convertendo um tipo de letra serif.

Separar Serifs DESLIGADO

Separar Serifs LIGADO

Ideia Como as serifs são feitas em traços separados, esta opção é melhor usada com letras grandes onde serifs são maiores que 0.8 mm em abertura.

11 Afinar o processamento de cantos com estes valores:
O Ângulo de Deteção de Canto especifica o ângulo que irá identificar um canto na letra. Isto é mais importante para que se consigam obter letras pequenas bem definidas. Note, entretanto, que Designer ES automaticamente inserem ângulos do ponto onde necessário por

V8

Wilcom ES — Manual Online

621

ordem de obter-se pontos de virada macios. Estes geralmente ocorrem em localizações onde a forma muda significantemente de direção ou de largura. A Fração de Canto especifica o Espaçamento Fracional nos cantos. É usada para criar transições suaves do ângulo do bordado nas curvas, extremos da forma, ou onde quer que uma forma se altere significantemente em largura ou curvatura.

Ângulo de Deteção de Canto 150º Fração de Canto 0.6 mm

Ângulo de Deteção de Canto 30º Fração de Canto 1.0 mm

12 Clique OK para voltar ao espaço de diálogo Propriedades do Objeto Letras.

13 Clique OK para fechar. 14 Clique no ponto de entrada do cursor.
Se já deu entrada a texto no espaço de diálogo Letras, os contornos das letras são criados diretamente. Senão, tecle as letras na tela e pressione Enter para criar os contornos das letras.

15 Selecionar Bordar > Gerar Pontos ou pressione a tecla G.

Converter alfabetos TrueType
Usar Converter Fonte True Type (menu Especial) para converter um tipo de fonte TrueType em um alfabeto de bordado. A característica Converter Fonte True Type você pode converter qualquer fonte TrueType adequada instalada no seu sistema em um alfabeto de bordado. As letras convertidas podem ser preenchidas com pontos paralelos ou que se viram.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

622

Estilo de letra Arial com Regular

Estilo de letra Arial com Negrito

Estilo de letra Arial com Itálico

Nota A conversão geralmente só demora uns minutos, contudo os tipos de letra asiáticos podem demorar mais tempo.

Para converter completamente alfabetos TrueType 1 Selecionar Especial > Alfabeto > Converter Fonte True Type.
Abre-se o diálogo Converter Fonte True Type.
Selecionar tipo de letra

Selecionar o estilo de letra

Configurar

Dar entrada ao nome do tipo de letra

Escolher série de caracteres standard ou aumentados

2 Selecionar o tipo de letra a ser convertido e o estilo da letra.

Estilo de letra Arial com Regular

Estilo de letra Arial com Negrito

Estilo de letra Arial com itálico

3 Clique Conversão Valores.

V8

Wilcom ES — Manual Online

623

Abre-se o diálogo Conversão Valores. Veja Converter letras individuais TrueType para maiores detalhes. Ideia Clique Sugerir Valores se não tiver certeza sobre as opções que deve selecionar. Os valores são automaticamente estabelecidos de acordo com o alfabeto selecionado.

4 Dar entrada ao Nome da Fonte se desejar escrever por cima dos valores
por defeito.

5 Escolha se deseja converter séries de caracteres standard ou
aumentados. A série de caracteres standard contém apenas caracteres alfanuméricos. Exclui pontuação e outros caracteres especiais.

6 Clique OK.
Quando o tipo de letra é convertido, o espaço de diálogo Converter Fonte True Type confirma a conversão.

7 Clique OK. 8 Para verificar que o alfabeto foi criado, Clique com o botão direito do
mouse no ícone Letras para abrir o diálogo Letras. O novo tipo de letra TrueType convertido será selecionado por defeito. Você pode agora usá-lo do mesmo modo que usa os outros alfabetos de bordado.

Converter entre Enchimento Complexo e Passadas de Viragem
Pressionar o botão direito do mouse em Letras (barra de ferramentas Entrada) para converter entre Enchimento Complexo e Passadas de Viragem. Quando você converte Tipos de Letra TrueType em letras de bordado, as letras podem ser preenchidas com pontos paralelos ou que se viram. Você pode converter entre Enchimento Complexo e Passadas de Viragem em qualquer estágio.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

624

Para converter entre Enchimento Complexo e Passadas de Viragem 1 Digitar um objeto de Letras usando Converter Fonte True Type.
Veja Para converter letras individuais TrueType para maiores detalhes.

2 Selecionar um objeto de Letras.
Enchimento Complexo com ângulo do ponto a 0°

3 Clique com o botão direito do mouse no ícone Letras.
Abre-se o diálogo Propriedades do Objeto - Letras.
Fonte TrueType aparece na lista de Alfabeto Selecionar Valores de Conversão

4 Clique Conversão Valores.
Abre-se o diálogo Valores de Conversão.
Escolher entre Enchimento Complexo e o método de conversão Passadas de Viragem

5 Especificar se as letras vão ser convertidas como Passada de Viragem
ou Enchimento Complexo. Se selecionar Passada de Viragem, selecionar as opções necessárias. Se Enchimento Complexo for selecionado, inserir o ângulo do ponto. Veja Para converter letras individuais TrueType para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

625

6 Clique OK para voltar ao espaço de diálogo Propriedades do Objeto Letras.

7 Clique OK para fechar.
O método de enchimento do objeto de letras alterar-se-á tal como deseja.

letras convertidas em Passada de Viragem

Fundindo alfabetos
Você pode fundir letras de dois ou mais alfabetos com o stand-alone alfabeto fundindo utilidades. Fichários a serem fundidos precisam ser colocados na pasta Designer ES userletw da sua instalação.

Para fundir alfabetos 1 Selecionar Iniciar > Programas > Aviso do MS-DOS. 2 Quando o aviso do DOS aparece, mudar para o diretório bin da sua
instalação Designer ES. Este é geralmente C:/ESWin/bin.

3 Escolher se substituir automaticamente ou receber o aviso.
Para substituir letras automaticamente no seu primeiro fichário com letras com o mesmo nome de outro(s) fichário (s), digite: alphcat.exe fichário1.ESA fichário2.ESA fichário3.ESA. Para receber uma mensagem aviso antes da letra ser substituída, digite: alphcat.exe fichário1.ESA fichário2.ESA fichário3.ESA /Y. Pressionar a tecla Y ou N para confirmar se quer substituir.

4 Clique Sim para fundir.

V8

Capítulo 28

Personalizar Alfabetos

626

PARTE VII

PROCESSAMENTO E CODIFICAÇÃO DE DESENHOS

V8

Wilcom ES — Manual Online

627

V8

628

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

Por defeito, o produto Designer ES grava desenhos em fichários da sua formatação nativa, EMB. Esta formatação contém informações necessárias quer ao bordado do desenho quer para se fazerem modificações mais tarde. Quando se abrem desenhos criados ou gravados em outras formatações, o produto Designer ES converte internamente o desenho na formatação EMB. Você pode então modificar este desenho usando a série completa de características do produto Designer ES. Dependendo do tipo de fichário, você pode ter que proporcionar informações adicionais que assistam o produto Designer ES com o processo de conversão. Esta seção descreve o modo como se devem selecionar as opções de conversão para abrir e gravar formatações de pontos e de contornos de desenhos.

Formatações de desenhos de bordado
Os desenhos de bordado são gravados em uma de duas formatações — formatação ‘contorno’ ou formatação ‘ponto de bordado’. Nota Para obter detalhes sobre formatações específicas e compatíveis por Designer ES, veja Formatações de fichário de bordado compatíveis. Veja também Comparação de informações sobre formatação de contorno e de formatação de bordado.

Fichários de Contorno
Os fichários de contorno ou ‘condensados’ são formatações de alto nível que contêm os contornos do objeto, as propriedades do objeto e dados sobre o bordado. Quando você abre um fichário de contorno em Designer ES, os tipos de pontos, método de entrada e efeitos correspondentes são aplicados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

629

Objeto de Enchimento Complexo

Pode-se alterar a escala aos fichários de contorno assim como, transformá-los e remodelá-los sem afetar a densidade ou qualidade do ponto. Depois da modificação, você pode escolher gravar o seu desenho para a formatação nativa EMB, ou para uma formatação totalmente diferente. Nota Alguns fichários de contorno, tais como Wilcom INP, Gunold PCH, contêm informações incompletas. O desenhos de formatação ESD antiga encontram-se entre algo como um fichário de ‘ponto de contorno’ e ‘um fichário de bordado’. Eles contêm dados sobre o ponto de bordar, informações sobre estilos de pontos selecionados, densidades e funções de máquina. Contudo, não contêm informações sobre formas e linhas. Os fichários ESD requerem o reconhecimento de objeto/contorno, caso você deseje editar o objeto no produto Designer ES. Veja Abrir fichários de bordado em Designer ES para maiores detalhes.

Fichários de bordado
Máquinas de bordar diferentes falam linguagens diferentes. Cada uma tem os seu próprios comandos de controle para as várias funções de máquina. Antes de você poder bordar um desenho, este deve-se encontrar numa formatação que possa ser interpretada pela máquina de bordar. Os desenhos de pontos de bordado ou ‘expandidos’ são formatações de baixo-nível para uso direto pelas máquinas de bordar. Contêm apenas as coordenadas do ponto e as funções de máquina. Geralmente são criados ‘às pressas’ quando se enviam desenhos para a máquina. Pode também ser feita a sua saída para discos de bordado ou para fita de papel. Veja também Discos de Bordado e Fitas de Papel. Quando eles são lidos para dentro do Designer ES, os fichários de bordado não contêm informações sobre o objeto, tais como: contornos ou tipos de pontos, mas apresentam o desenho como uma coleção de blocos de pontos chamada objetos em Manual. Os objetos em Manual são criados sempre

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

630

que sejam detetadas no desenho funções de máquina — por ex. mudanças de cor ou cortes de fio. Eles têm apenas as propriedades Geral e Conector. Por sua vez, os objetos em Manual, consistem em pontos individuais, chamados pontos em Manual.

Objeto em Manual

Geralmente, os desenhos de bordados não são apropriados para serem modificados, porque não se voltam a gerar pontos. Contudo, a tecnologia do Processador de Pontos patenteado do produto Designer ES pode interpretar com algum êxito, os contornos do objeto, os tipos de ponto e o espaçamento a partir de dados do ponto. Deste modo, você pode reconstituir as formatações de fichários de fita antigos e outras formatações de fichários de desenhos de bordado para serem modificados no produto Designer ES. Pode ser alterada a escala destes desenhos ‘reconhecidos’ e os pontos serão recalculados para os novos contornos. O processamento é eficiente para a maioria dos desenhos expandidos, mas não pode produzir o mesmo nível de qualidade de contonos originais e não pode manipular alguns pontos complicados. Por defeito, os fichários de bordado são convertidos em contornos e objetos na altura em que são abertos, mas você também pode escolher abrí-los sem reconhecimento. Pode ser feita a saída de desenhos abertos desta maneira para serem bordados noutra formatação. Ou você pode editar pontos e adicionar novos elementos. Para tais fins, você não precisa de obter informações sobre o modo como o desenho foi criado. Você pode alterar a escala em formatações de desenhos de bordados que foram abertos sem reconhecimento de objeto/contorno. Contudo, como a contagem de pontos não se altera, a densidade aumenta ou diminui com o tamanho do desenho. Assim, você não deve alterar a escala de desenhos de bordados mais que ±5% ou algumas áreas podem ser muito densas ou com uma cobertura muito fina.

V8

Wilcom ES — Manual Online

631

desenho de bordado original

desenho de bordado, ao qual foi alterada a escala, aberto sem reconhecimento do objeto/contorno

Alternativamente, você pode processar a totalidade ou partes selecionadas de um desenho depois de editar. Você pode mesmo dividir objetos maiores em Manual em objetos menores e processá-los individualmente. Nota Com ou sem reconhecimento do objeto/contorno, os fichários de bordado podem ser gravados em formatação EMB, uma vez que tenham sido abertos a partir do produto Designer ES.

Fontes dos fichários
Enquanto os fichários de bordado são em geral classificados como ‘contorno’ (condensado) ou ‘ponto’ (expandido), o produto Designer ES rotula internamente os fichários como se pertencessem a um de quatro tipos – Desenho Nativo, Contornos Importados, Pontos Processados, ou Pontos Importados. Fonte do fichário Desenho Nativo Contornos Importados Descrição Desenhos criados no produto Designer ES (ou equivalente). Desenhos lidos a partir de fichários de contorno não-EMB – CND, PCH ou INP – onde os pontos foram gerados no produto Designer ES (ou equivalente) a partir de contornos originais e de dados de bordar. Desenhos lidos a partir de fichários de bordado onde os pontos foram regenerados através de processamento de pontos.

Pontos Processados

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

632

Fonte do fichário Pontos Importados

Descrição Desenhos lidos a partir de fichários de bordado, onde os contornos podem ou não ter sido reconhecidos, mas onde não se voltaram a gerar pontos através de processamento de pontos. Note, contudo, que se você alterar um desenho de bordado – por ex. adicionando um objeto de letras – o status altera-se para Pontos Processados mesmo que os pontos importados não tenham sido gerados novamente.

Para obter informações sobre a fonte de um fichário de desenho, consulte o diálogo Propriedades do Desenho. Veja Ver informações sobre o desenho em Designer ES para maiores detalhes.

Abrir fichários de bordado em Designer ES
Se você desejar alterar a escala de um desenho, editar um contorno ou alterar um tipo de ponto, então o desenho ou os elementos selecionados têm que ser convertidos em objetos, usando o Processador de Pontos. Por defeito, os fichários de bordado são convertidos em contornos e objetos a partir do momento em que são abertos. Se você não deseja alterar a escala do desenho mais que ±5%, ou deseja apenas realizar pequenas edições de pontos, ou deseja fazer a saída noutra formatação, você pode escolher abrir o fichário de bordado sem reconhecimento de objeto/contorno. O desenho é então apresentado como uma coleção de objetos em Manual. Se você deseja apenas converter partes selecionadas de um desenho, você pode abrir o fichário sem o reconhecimento de objeto/contorno e processar apenas os blocos de pontos requeridos. Ideia Para se assegurar que os contornos do objeto, os tipos de ponto, a densidade do ponto e as cores estão corretos, é sempre boa idéia verificar e editar desenhos depois da conversão. Para melhorar a qualidade de um desenho convertido, é geralmente melhor editar os pontos antes da conversão.

Reconhecimento de objeto/contorno
Quando você faz a conversão de um fichário de bordado para uma formatação de fichário de contorno, o produto Designer ES lê os dados do

V8

Wilcom ES — Manual Online

633

pontos ponto-a-ponto, de acordo com os pontos de penetração da agulha. Reconhece tipos de pontos, valores de espaçamento e de comprimento, efeitos do ponto e pode determinar os contornos do objeto. Todas as áreas preenchidas existentes num desenho passam a ser objetos de Entrada A ou Ponto Corrido com propriedades de ponto de enchimento ou de contorno, assim como as proprieddaes gerais e dos conectores. Os tipos de ponto que vão ser atribuídos Ponto Cheio, Tatami, ou Divisão Programada dependem do padrão das penetrações da agulha. Com Tatami, o produto Designer ES reconhece o espaçamento e o comprimento do ponto e aplica um fator aleatório. Se um desenho for convertido a partir de uma formatação ESD, Zigue-zague e Ponto Corrido Triplo os seus objetos são também reconhecidos. Se um objeto não for reconhecido, passa a ser (ou continua sendo) um objeto em Manual apenas com propriedades gerais e conectores. Deste modo, a sua escala não fica correta se for alterada. Os contornos do objeto e valores do ponto que forem reconhecidos são armazenados como propriedades do objeto no produto Designer ES. Isto quer dizer que você pode alterar a escala e transformar desenhos reconhecidos da maneira habitual. Você também pode alterar a densidade do ponto de todo o desenho ou de partes selecionadas de um desenho, e/ou de certos tipos de ponto. Ideia No produto Designer ES, o Processador de Pontos tem como função principal permitir a reutilização de desenhos com formatação de bordado, mas proporciona também um método conveniente para se alterarem as propriedades do objeto de desenhos EMB. Você pode alterar a densidade do ponto como uma percentagem, sem ter que selecionar objetos individualmente. Veja Ajustar a densidade do ponto para maiores detalhes.

Limitações do reconhecimento
O produto Designer ES não consegue reconhecer o tipo de ponto atrás para enchimentos em Tatami. Antes de alterar a escala de um desenho, selecione o ponto correto atrás, a partir do diálogo Propriedades do Objeto. Se um tipo de ponto não for corretamente reconhecido, os valores no diálogo Propriedades do Objeto não combinarão com os pontos. Os pontos continuarão na mesma, como estavam no desenho original, até que você faça modificações e os volte a gerar. Se você alterar o desenho, os pontos voltam a ser gerados de acordo com as propriedades do objeto.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

634

Ideia Os desenhos convertidos a partir de fichários de formatação para fita e de desenhos expandidos, que possuem tipos de pontos que não são standard, podem precisarser editados no produto Designer ES para assegurar que os contornos do objeto, tipos de ponto, densidade do ponto e cores estão corretos.

Abrir fichários de bordado com reconhecimento do objeto/contorno
Quando você abre fichários de bordado com o reconhecimento de objeto/contorno, você pode estabelecer opções de descodificação para determinar o modo como deve converter o desenho. As opções variam com o tipo de fichário de bordado que você selecionar. Nota As opções de descodificação devem refletir o modo como o desenho foi originalmente digitado e não o modo como você deseja que ele fique agora. Realize várias experiências com os valores da configuração para obter os melhores resultados.

Para abrir fichários de bordado com reconhecimento do objeto/contorno 1 Abra o fichário a partir do seu disco rígido (hard disk), ou realize a sua
leitura a partir de fita ou disco de bordados. Abre-se o diálogo Abrir.

Selecione a formatação

2 Selecione uma formatação de bordado a partir da lista Fichários do
Tipo e selecione o fichário a abrir.

3 Clique em Opções.

V8

Wilcom ES — Manual Online

635

Abre-se o diálogo Opções de Descodificação.

Selecione Objetos/Contornos

4 Selecione a caixa de verificação Objetos/Contornos.
Nota Dependendo do tipo de fichário selecionado, encontram-se disponíveis diferentes opções.

5 Selecione uma formatação de máquina diferente a partir da lista Tipo
de Máquina tal como for necessário.

6 Dê entrada ao número de saltos que devem ser reconhecidos como
cortes de fio, tal como for necessário. Quando o produto Designer ES encontra estes vários saltos consecutivos, irá convertê-los numa função de corte de fio. Aviso Se este valor for diferente do desenho original, as funções de corte de fio não serão inseridas corretamente.

7 Use o painel de Parar Código como para selecionar o tipo de saída para
códigos de paragem, tal como for necessário. Mudança de Cor: Os códigos de paragem são interpretados como comandos de Próxima Cor. A próxima cor é selecionada a partir da paleta de cores por defeito. Paragens: Os códigos de paragem são interpretados como Paragens Explícitas. A máquina pára de bordar. Personalizar: Deixa você cartografar cores de fio em cada código de paragem de cor do fichário. Isto querdizer que você pode atribuir códigos de cor em desenhos contidos em fichário de bordado, que

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

636

não contenham informações sobre o endereçamento da agulha, antes de abrir esse fichário. Veja Reatribuir cores a fichários de bordado para maiores detalhes.

8 Verifique o status da sua máquina de bordar, tal como for necessário e
depois selecione os valores corretos — Velocidade 1 ou Velocidade 2 — a partir da lista (se esta se encontrar disponível). Em certas máquinas Barudan existe um interruptor de velocidade. Dependendo da sua posição, rápido encontra-se atribuído ou à Velocidade 1 ou à Velocidade 2. Por exemplo, se você selecionar Velocidade 1, cada função de velocidade rápida será traduzida num comando de Velocidade 1.

9 Clique em Avançado para estabelecer opções de reconhecimento
avançadas. Veja Ajustar valores de configuração avançados para maiores detalhes.

10 Clique OK. 11 Clique em Abrir.
O desenho selecionado é processado e convertido em objetos de Entrada A ou Ponto Corrido com propriedades de enchimento ou de ponto de contorno, assim como propriedades gerais e conectores. Se um objeto não for reconhecido, passa a ser um objeto em Manual apenas com propriedades gerais e conectores.

Objeto em Manual Objeto de Entrada A

Nota O Processador de Pontos adiciona no fichário a informação que está faltando, mas não altera os pontos. Veja também Ajustar a densidade do ponto.

V8

Wilcom ES — Manual Online

637

Abrir fichários de bordado sem reconhecimento de objeto/contorno
Ao abrir um fichário de bordado sem reconhecimento de objeto/contorno, você pode fazer a saída do desenho sem alterar nada, pode editar pontos individuais e realizar pequenas alterações de escala e ações de transformação sem perder a informação original sobre o bordado. Alternativamente, você pode processar a totalidade ou partes selecionadas de um desenho depois de o editar. Veja também Reconhecer objeto/contornos depois de editar.

Para abrir fichários de bordado sem reconhecimento do objeto/contorno 1 Abra o fichário a partir do seu disco rígido (hard disk), ou realize a sua
leitura a partir de fita ou disco de bordados. Abre-se o diálogo Abrir.

2 Selecione uma formatação de bordado a partir da lista Fichários do
Tipo e selecione o fichário a abrir.

3 Clique em Opções.
Abre-se o diálogo Opções de Descodificação.

Desative Objetos/Contornos

4 Desative a caixa de verificação Objetos/Contornos. 5 Defina outras opções de descodificação, tal como for necessário.
Dependendo do tipo de fichário selecionado, encontram-se disponíveis diferentes opções. Veja Abrir fichários de bordado com reconhecimento do objeto/contorno para maiores detalhes.

6 Clique OK.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

638

7 Clique em Abrir.
O desenho abre-se como sendo uma coleção de objetos em Manual apenas com propriedades gerais e conectores.

Objeto em Manualt

Ideia Nesta hora, você pode editar os pontos para que o Processador de Pontos possa reconhecer os tipos de ponto e os contornos do objeto mais corretamente: Elimine os efeitos de Encurtamento do Ponto e de Orla Dentada para obter contornos suaves e exatos. Remova pontos pequenos do desenho. Se o ponto de saída de uma coluna estiver do mesmo lado do ponto de entrada, este foi terminado usando Omitir o Último Ponto. Você pode precisar adicionar um ponto extra no final para que o Processador de Pontos reconheça os contornos com exatidão. Veja Editar Pontos e Funções de Máquina para maiores detalhes.

Reconhecer objeto/contornos depois de editar
Use Processar (barra de ferramentas Gerar) para ajustar a densidade do ponto de todo o desenho ou de partes selecionadas de um desenho. Você pode processar um fichário de bordado, ou partes selecionadas deste mesmo fichário, para reconhecer objetos e contornos, ou ajustar o seu tamanho e a densidade do ponto. Processar um fichário de bordado é semelhante a convertê-lo num fichário de contorno quando se abre, exceto que você pode processar apenas objetos ou pontos selecionados. Você pode mesmo dividir objetos maiores Manual em objetos menores e processá-los individualmente. Veja também Separando objetos e Converter pontos selecionados em objetos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

639

Ideia Você também pode usar a característica Processar para alterar a contagem e a densidade de pontos para todo o desenho, ou apenas para objetos com um tipo de ponto em particular. Veja Ajustar a densidade do ponto para maiores detalhes.

Para reconhecer objeto/contornos depois de editar 1 Abra um fichário de bordado sem reconhecimento de objeto/contorno.
Veja Abrir fichários de bordado sem reconhecimento de objeto/contorno para maiores detalhes.

2 Edite partes do desenho, tal como for necessário.
Veja Editar Pontos e Funções de Máquina para maiores detalhes.

3 Selecione a parte do desenho que você deseja processar.
Você pode selecionar todo o desenho ou objetos individuais em Manual.

Objeto em Manual

4 Clique no ícone Processar.
Abre-se o diálogo Processar.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

640

Dê entrada à contagem de pontos a alcançar Ajuste as preferências de reconhecimento avançadas

Ajuste as densidades do ponto

Ajuste Compensação de Encolhimento

5 No painel Ponto Valores, dê entrada ao número de Pontos de Destino
ou em percentagem ou como valor absoluto (em milímetros).

6 Ajuste a densidade para cada tipo de ponto, tal como for necessário.
Você pode alterar a densidade para objetos selecionados e/ou apenas para tipos de pontos específicos. Veja também Ajustar a densidade do ponto para certos tipos de ponto. Nota Se um desenho contém objetos que foram criados com outros tipos de ponto, a contagem de pontos de destino não será alcançada visto estes objetos não se modificarem.

7 Clique em Reconhecimento para definir opções de reconhecimento
avançadas, tal como for necessário. Veja Ajustar valores de configuração avançados para maiores detalhes.

8 Clique OK.
Os objetos selecionados são processados e convertidos em objetos de Entrada A ou Ponto Corrido com propriedades de enchimento ou de ponto de contorno, assim como propriedades gerais e conectores. Se um objeto não for reconhecido, continua sendo um objeto em Manual apenas com propriedades gerais e conectores. Neste caso, a contagem de pontos de destino pode não ser alcançada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

641

objeto manual convertido em objetos de Entrada A e Ponto Corrido, ou deixado em Manual

Nota O Processador de Pontos adiciona no fichário a informação que está faltando, mas não altera os pontos. Veja também Ajustar a densidade do ponto.

Ajustar valores de configuração avançados
Você pode refinar o modo como o produto Designer ES converte fichários de bordado usando valores da configuração avançados. Por defeito, o produto Designer ES converte pontos, em pontos Tatami, Ponto Cheio, ou Ponto Corrido de acordo com os valores estabelecidos no diálogo Reconhecimento - Opções Avançadas. Você pode alterar estes valores, ou escolher não converter um certo tipo de ponto de modo algum. Generalmente, os valores por defeito proporcionam os melhores resultados para os estilos de enchimento usados mais frequentemente — Tatami e Ponto Cheio — as suas propriedades — o comprimento e o espaçamento do ponto — e os efeitos de orla, tais como encurtamento. Contudo, os valores por defeito não podem garantir sempre os melhores resultados, visto a variedade de desenhos de bordado ser virtualmente infinita.
desenho original aberto sem reconhecimento do ponto

aberto com reconhecimento do ponto divisões no padrão Reconhecidas como Tatami

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

642

Ideia Quando usar as opções de reconhecimento de objeto/contorno avançadas, selecione apenas essas opções que você deseja ver reconhecidas. Isto vai minimizar o tempo gasto a processar o desenho e vai assegurar que os pontos sejam preservados.

Para ajustar valores de configuração avançados 1 Obter acesso ao diálogo Opções de Descodificação.
Veja Abrir fichários de bordado com reconhecimento do objeto/contorno para maiores detalhes.

2 Clique em Avançado.
Abre-se o diálogo Reconhecimento - Opções Avançadas.
Selecione reconhecer ponto Tatami Selecione reconhecer aleatoriamente penetrações da agulha Selecione o reconhecer Ponto Cheio Selecione reconhecer Ponto Corrido Definir Espaço e Aproximação ao Comprimento do Ponto Selecione Resolução de Segmentos e Fatores de Fusão

Selecione reconhecer Orla Dentada Selecione reconhecer Divisões

3 No painel Tatami, defina as opções de conversão para Tatami.
Nos campos Ponto Espaçamento, dê entrada à série de espaçamento de pontos aceitável para enchimentos Tatami. Se o espaçamento das carreiras cair fora deste intervalo o ponto não será convertido para Tatami. Para permitir penetrações aleatórias da agulha, selecione a caixa de verificação Fator Aleatório. Desative a caixa de verificação Reconhecer Divisões para detectar o Fator Aleatório com mais exatidão.

V8

Wilcom ES — Manual Online

643

Se você não deseja converter nenhuns enchimentos em Tatami, desative a caixa de verificação Reconhecer Tatami.
O intervalo do Espaçamento de Tatami vai de 0.4 mm a 1.5 mm, sem o Fator Aleatório estar selecionado O intervalo do Espaçamento de Tatami vai de 0.4 mm a 1.5 mm, com o Fator Aleatório selecionado

4 No painel Ponto Cheio, defina as opções de conversão para Ponto
Cheio. Nos campos de Ponto Espaçamento dê entrada ao intervalo de espaçamento a reconhecer. Se você não deseja reconhecer Ponto Cheio no desenho, desative a caixa de verificação Reconhecer Ponto Cheio. Os segmentos serão identificados como Manual.
O intervalo do Espaçamento do Ponto Cheio vai de 0.5 mm a 5.0 mm

O intervalo do Espaçamento do Ponto Cheio vai de 0.1 mm a 2.0 mm

5 No painel Ponto Corrido, defina as opções de conversão para Ponto
Corrido. No campo Compr. Máx. Ponto, dê entrada ao comprimento máximo do ponto a reconhecer. No campo Variação do Comprimento, dê entrada à percentagem dentro da qual o comprimento do ponto pode variar para objetos a Ponto Corrido. Se você não deseja reconhecer Ponto Corrido no desenho, desative a caixa de verificação Reconhecer Ponto Corrido. Os segmentos serão identificados como Manual.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

644

Compr. Máx. Ponto para Ponto Corrido: 4 mm. Variação do Comprimento 10%

Compr. Máx. Ponto para Ponto Corrido: 4 mm. Variação do Comprimento 90%

6 No painel Consistência de Parâmetros, defina as opções para o
reconhecimento de segmentos de Enchimento Complexo. A Aproximação do Espaçamento: tem o mesmo efeito ‘de aproximação’ que a Aproximação ao Comprimento do Ponto e é aplicada a estilos de enchimento em Tatami e Ponto Cheio. A Aproximação ao Comprimento do Ponto: determina a variação para o comprimento do ponto Tatami. Por exemplo, se o comprimento mínimo do ponto Tatami é de 4 mm e se a Aproximação ao Comprimento do Ponto é de 0.4 mm, os pontos de 3.80 a 4.20 mm são ‘aproximados para’ a 4.0 mm e são reconhecidos como Tatami.
O intervalo do Espaçamento de Tatami vai de: 0.4 mm a 1.5 mm, sendo a Aproximação do Espaçamento: 0.01 mm e a Aproximação ao Comprimento do Ponto: 0.2 mm O intervalo do Espaçamento de Tatami vai de: 0.4 mm a 1.5 mm, sendo a Aproximação do Espaçamento: 0.05 mm e a Aproximação ao Comprimento do Ponto: 0.5 mm

7 No painel Efeitos, indique se deseja reconhecer o efeito de Orla
Dentada. Você pode especificar um valor mínimo em milímetros; qualquer valor maior que este será reconhecido como Orla Dentada. Desative esta opção para garantir que os contornos não estão corrompidos pelo efeito de Orla Dentada estabelecido no desenho regenerado.

V8

Wilcom ES — Manual Online

645

Ponto Dentado NÃO selecionado, objeto de rebordo reconhecido como Manual

Ponto Dentado selecionado, objeto de rebordo reconhecido como orla dentada

8 No painel Divisões, selecione Reconhecer Divisões para reconhecer
divisões no desenho. Reconhecer Divisões: Se esta opção não estiver selecionada, quaisquer divisões no desenho serão interpretadas como Tatami. Se estiver selecionada, ficam disponíveis as seguintes opções.
Objeto de Divisão Programada reconhecido

Objetos de Divisão Programada parcialmente reconhecidos

Divisão Programadas como Divisão Definida pelo Utilizadors: selecione para reconhecer Divisão Programadas como Divisão Definida pelo Utilizadors. Isto proporciona maior confiança na preservação de padrões divididos em desenhos complexos. Contudo, as divisões definidas pelo usuário, têm opções de alteração de escala limitadas. Reconhecer Divisão Automática: selecione esta opção para reconhecer Ponto Cheio com Divisão Automática aplicada. De outro modo, os padrões criados com Divisão Automática serão reconhecidos como Tatami. Nível de Reconhecimento: aumente o valor da percentagem para restringir o reconhecimento das Divisão Programadas. Diminua o valor para aumentar o reconhecimento. Uma percentagem baixa detectará mais áreas como Ponto Cheio com Divisão Definida pelo Utilizador que Tatami.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

646

Nota Os padrões divididos podem ser complexos; assim, o processo de reconhecimento pode demorar cinco vezes mais tempo com esta opção. Não a utilize a menos que o desenho contenha Divisão Programadas, Divisão Definida pelo Utilizadors com Tatami, Ponto Cheio, ou Divisão Automática.
Divisão Definida pelo Utilizador

Divisão automática

9 No painel Resolução de Segmentos/Fatores de Fusão, dê entrada a
valores para refinar o reconhecimento de segmentos e objetos. Espaçamento: este valor expressa a razão entre o espaçamento do ponto em blocos de pontos adjacentes — por ex. espaçamentos adjacentes de 0.6 mm e 1.0 mm dão uma razão de 1.67. Um valor de 2.0 no campo Espaçamento significa que estes blocos de pontos serão reconhecidos como um segmento ou objeto. Um valor de 1.5 que eles não serão reconhecidos como um segmento ou objeto. O valor por defeito é 3.0. Os intervalos do bordado de Ponto Cheio normal e de Tatami vai de um espaçamento de 0.3 a 0.6 mm; assim, a maioria das seções de bordado contínuas e do mesmo tipo não serão divididas. Para preservar variações de espaçamento para desenhos com mistura de cores e para desenhos mais artísticos, você pode precisarreduzir o fator de espaçamento. Em desenhos antigos manualmente perfurados, o que inclui um bordado feito com um espaçamento irregular, as quebras nos segmentos podem ser reduzidas aumentando-se o fator. Altura: este valor expressa a razão entre as alturas de blocos de pontos. É importante no reconhecimento de formas de Enchimento Complexo, particularmente naquelas com orifícios. Ideia Geralmente, quanto menores são estes valores, maior é o número de segmentos/objetos com probabilidades de serem identificados. Normalmente, você deseja obter informações sobre o desenho com um número mínimo de segmentos/objetos identificados. Na prática, existe sempre um compromisso entre o reconhecimento da qualidade do desenho e o número mínimo de segmentos/objetos corretamente identificados.

V8

Wilcom ES — Manual Online

647

Espaçamento: 0.5 mm, Altura: 2 mm Espaçamento: 3 mm, Altura: 4 mm objetos reconhecidos numa cor diferente

10 Clique OK.
Ideia Para reverter para os valores de conversão originais, clique Restabelecer.

Processar fichários de contorno Melco CND
Melco Condensado (CND) é uma formatação de fichário nativo do software de digitação de bordados Melco. Os fichários CND armazenam apenas contornos digitados e valores do ponto. Quando você abre desenhos CND em Designer ES, é alterada a escala destes contornos e os pontos são recalculados para se preservar a densidade. O produto Designer ES reconhece todos os tipos de ponto e todas as funções de máquina Melco, incluindo Linhas Divisórias e Enchimento Complexo e converte-os automaticamente em formatação EMB. Contudo, os fichários CND não contêm características de qualidade, tais como: Compensação de Encolhimento ou Espaçamento Automático, nem incluem pontos reais, cores de fio, ou ícone de desenhos. Existem várias versões de desenhos CND e todos podem ser lidos pelo produto Designer ES. Apesar de se poder alterar a escala destes desenhos corretamente, o número e a colocação de pontos podem diferir de certo modo do desenho original. Você pode notar alguma diferença (±5%) entre a contagem de pontos original e a dos fichários convertidos. isto se deve a diferenças nos métodos de software usados para calcular os pontos. O produto Designer ES não pode interpretar certas características especiais dos objetos de desenho CND porque não existem equivalentes diretos. Contudo, os desenhos em estoque normalmente não possuem estas características e geralmente são convertidos sem problema.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

648

Ideia Antes que os desenhos CND possam ser bordados, é criado um fichário de formatação EXP. Esse fichário EXP armazena os pontos reais e pode ser diretamente enviado para ser bordado. Este fichário também pode ser aberto a partir do produto Designer ES. Veja Abrir fichários de bordado em Designer ES para maiores detalhes.

Abrir fichários de contorno Melco CND
Quando você abre fichários Melco CND, os tipos de pontos Melco usados no desenho são convertidos para os tipos de pontos usados pelo produto Designer ES — Ponto Cheio, Ponto Corrido, Tatami, etc. Você pode alterar os valores de conversão para ajustar o espaçamento, comprimento do ponto, efeitos e valores por defeito que se aplicam aos tipos de ponto do produto Designer ES. Você também pode estabelecer valores de alteração de escala, para que o desenho seja aberto num tamanho diferente do original. Nota Para maiores detalhes sobre o modo de conversão de cada tipo de ponto CND, veja Conversão de formatação Melco CND para EMB Wilcom.

Para abrir um fichário de contorno Melco CND 1 Abra o fichário a partir do seu disco rígido (hard disk), ou realize a sua
leitura a partir de fita ou disco de bordados. Abre-se o diálogo Abrir.

Selecione a formatação CND

2 Selecione Melco (CND) a partir da lista Fichários do Tipo e selecione
o fichário a abrir.

3 Clique em Opções.

V8

Wilcom ES — Manual Online

649

Abre-se o diálogo Valores de Entrada de Fichário Condensado.

4 No painel Fator de Escala, dê entrada à escala a que deseja abrir o
desenho. As novas dimensões são expressas como uma razão do tamanho do desenho original. Por exemplo, para alterar a escala para 120% do original, dê entrada ao fator de escala de 1.2 em cada campo.

5 No painel Ajustar, dê entrada aos valores de espaçamento a aplicar no
desenho como uma percentagem dos valores originais. Você pode ajustar o espaçamento do Ponto Cheio, o comprimento do Ponto Corrido assim como o espaçamento e comprimento do ponto Tatami.
Fator de Escala X: 1.00 Y: 1.00 Fator de Escala X: 0.50 Y: 1.00

6 No painel Efeitos, selecione os efeitos que deseja aplicar no desenho.
Para obter informações sobre estes efeitos, consulte as seções relevantes do manual:

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

650

Espaçamento Automático: veja Aplicar Espaçamento Automático no Ponto Cheio. Pontos Curtos: veja Reduzir o ajuntamento de pontos com encurtamento do ponto. Espaçamento Fracional: veja Reduzir o ajuntamento de pontos com espaçamento fracional.

7 No painel Valores por Defeito, ajuste os valores por defeito para
Espaçamento do Ponto Cheio, Comprimento do Ponto e Comprimento Máximo do Ponto tal como for necessário. Se o desenho CND foi criado com valores diferentes dos estabelecidos na fábrica, você pode substituí-los nestes campos. Para gravar novos valores de configuração como valores por defeito, clique Gravar. Para reverter para os valores de fábrica Melco, clique Restabelecer.

8 No painel Fundir Cor Automaticamente, escolha se deseja ler as
informações sobre a cor do fio a partir dos fichários CND. Isto assegura que os pontos aparecem nas cores corretas quando são convertidos para EMB. Veja Fundir Cores em fichários Melco CND e Reatribuir cores a fichários de bordado para maiores detalhes.

9 Clique OK. 10 Clique em Abrir.

Gravar desenhos na formatação Melco CND
Você pode gravar fichários para a formatação Melco CND a partir de Designer ES. Os desenhos criados originalmente no produto Designer ES oferecem geralmente os melhores resultados. Outros tipos de fichários podem não ter todos os dados necessários para se obter uma conversão com êxito. Se tenciona gravar um fichário na formatação CND, você deve usar apenas métodos de entrada, tipos e efeitos de ponto que sejam compatíveis com o software Melco EDS-III. Algumas características da qualidade do ponto, tipos de ponto e enchimentos e efeitos decorativos não ficam bem convertidos na formatação CND. O produto Designer ES tem duas opções de Gravar Como saída CND — Compatível com Superstar e Saída de Tatami como Enchimento Complexo. As máquinas compatíveis com Superstar não têm cortadores de fio. A opção Saída de Tatami como Enchimento Complexo serve para controlar os enchimentos de Tatami Curvo.

V8

Wilcom ES — Manual Online

651

Funções de corte de fio
Se deseja bordar um desenho numa máquina sem cortador de fio, então estabeleça os valores da máquina para não fazer a saída de códigos de corte. Depois digite o desenho para corte de fio manual. As primeiras versões de CND não são compatíveis com os códigos de corte Melco. Neste caso, defina os valores de formatação da máquina para que faça a saída dos cortes como saltos. Veja também Modificar formatações de máquina standard e Adicionar conectores manualmente.

Enchimento Tatami Curvo
Quando você grava para a formatação CND, você precisa especificar como se devem converter os pontos de Tatami curvos. Os objetos com pontos de Tatami curvos — por ex. objetos de Entrada A — não são compatíveis com as primeiras versões da formatação CND. Para máquinas compatíveis com Superstar, os pontos de Tatami curvos são simplesmente convertidos em pontos de Marcha, o equivalente em EDS de pontos em Manual. Para as primeiras máquinas que apareceram no mercado, os enchimentos a Tatami Curvo precisam ser convertidos em Tatami normal — ou seja, com único ângulo do ponto — e seguidamente, o Enchimento Normal, converte-se em EDS, o equivalente de Tatami normal.

Para gravar desenhos na formatação Melco CND 1 Selecione Fichário > Gravar Como.
Abre-se o diálogo Gravar Como.

2 Selecione Melco (CND) a partir da lista Fichários do Tipo. 3 No campo Nome do Fichário, dê entrada a um nome para o desenho. 4 Clique em Opções.
Abre-se o diálogo Gravar Opções.

5 Selecione a opção que deseja para converter os enchimentos a Tatami
Curvo. Compatível com Superstar: converte Tatami Curvo em Ponto de Marcha (o equivalente em EDS ao ponto Manual). O Enchimento Complexo com Tatami sai como Enchimento Normal (o equivalente em EDS ao ponto Tatami).

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

652

Fazer a saída de Tatami como Enchimento Complexo: converte os enchimentos em Tatami Curvo em ponto Tatami normal — ou seja, com um único ângulo do ponto — e depois passa ao Enchimento Normal para EDS. Nota Estas funções também se encontram disponíveis quando você envia um desenho CND para ser bordado.

6 Clique OK. 7 Clique Gravar.

Fundir Cores em fichários Melco CND
A característica Fundir Cor Automaticamente é desenhada para a leitura de informações sobre cores de fio a partir de fichários CND, partindo de um fichário de TXT que lhe esteja associado, para que os pontos sejam projetados nas cores corretas quando são convertidos para EMB. Ideia Os seus fichários em EMB e outros fichários de desenho podem ser convertidos de e para outras formatações usando o Design Explorer ES. Use-a para processar no mesmo lote múltiplos desenhos CND usando Fundir Cor Automaticamente. Veja Converter fichários de desenho em pastas para maiores detalhes.

Configurar o fichário TXT para a fusão de cores
A função Fundir Cor Automaticamente faz a leitura e interpreta um fichário TXT que contenha nomes de cores existentes num mostruário de fios. Você pode criar este fichário de texto manualmente com um editor de texto, como por exemplo MS Notepad (Bloco de Notas). O fichário de texto tem que ter o mesmo nome de fichário que o fichário CND — por ex. Peixe. TXT e Peixe.CND. Ambos os fichários têm que estar dentro da mesma pasta. Para que a função Fundir Cor Automaticamente funcione corretamente, tem que se dar entrada às informações existentes no fichário de texto, numa certa formatação.

Fichário de texto exemplo: Peixe
Um fichário de texto típico pode parecer-se com este:
Peixe Usa efeitos de curva Fichário: Peixe 55.9mmW X 74.5mmH ST: 6,780

V8

Wilcom ES — Manual Online

653

Cores: 8 1. Pôr-do-Sol Tropical 2. Açafrão 3. Azul pálido empoeirado 4. Pôr-do-Sol Tropical 5. Azul pálido empoeirado Efeito de curva 6. Branco Tropical 7. Pôr-do-Sol Tropical 8. Azul pálido empoeirado

Estrutura do fichário de texto
Todos os fichários de texto contêm alguns ou todos os elementos seguintes. Elemento de fichário de texto Nome do desenho Comentários Mandatório Descrição Este é o nome do desenho tal como aparece em Fichário > Informação > Sumário > Assunto. Quaisquer linhas que aqui sejam inseridas aparecem sob Fichário > Informação > Sumário > Comentários. Este é o nome do fichário de desenho CND. Não se deve incluir a extensão do fichário. Dar entrada ao 'tamanho do desenho' previsto para este desenho. O tamanho do desenho real é derivado do software. Dar entrada à contagem de pontos prevista para o desenho. A contagem de pontos real é derivada do software. Lista o total número de cores existente no desenho. Dar entrada ao primeiro nome de fio. Procura-se pelo nome do fio no Mostruário de Fios. Aparece o nome do fio no tabulador Fichário > Propriedades do Desenho > Sequência de Paragens. Dar entrada ao segundo nome de fio. Dar entrada ao terceiro nome de fio. Dar entrada ao quarto nome de fio. Exemplo Peixe

Usa efeitos de curva

Nome do fichário

Fichário: Peixe

Tamanho do desenho Contagem de pontos Número of cores Nome do fio 1

55.9mm W X 74.5mm H ST: 6,780

Cores: 8 1. Pôr-do-Sol Tropical

Nome do fio 2 Nome do fio 3 Nome do fio 4

2. Açafrão 3. Azul pálido empoeirado 4. Pôr-do-Sol Tropical

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

654

Elemento de fichário de texto Nome do fio 5 Comentários sobre o fio Nome do fio 6 Nome do fio 7 Nome do fio 8

Mandatório

Descrição Adicionar quaisquer fios extra a esta lista. Coloque os comentários por baixo do número de fio relevante.

Exemplo 5. Azul pálido empoeirado Efeito de curva 6. Branco Tropical 7. Pôr-do-Sol Tropical 8. Azul pálido empoeirado

Ler fichários CND com Fusão Automática de Cores
Quando abrir um fichário CND que tenha um fichário TXT associado a ele, você precisa especificar que mostruário de fios foi usado, quando o desenho foi originalmente criado em EDS (por outro software de desenho). As cores do fio nomeadas no fichário de texto corresponderão ao mostruário de fios selecionados. Alternativamente, você pode atribuir cores manualmente a cada código de Paragem de Cor no fichário. Veja também Reatribuir cores a fichários de bordado.

Para ler fichários Melco CND com Junção Automática de Cores 1 Selecione Fichário > Abrir.
Abre-se o diálogo Abrir.

2 Selecione um desenho CND. 3 Clique em Opções.
Abre-se o diálogo Valores de entrada de fichário comprimidos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

655

Selecionar mostruário de fios Atribuir cores manualmente

4 Selecione uma opção de fusão de cor, a partir do painel Fundir Cor
Automaticamente. Se desejar ler informações sobre cores de fio para o fichário CND selecionado, partindo de um fichário TXT associado, selecione Do Fichário e siga os passos abaixo indicados. Se você deseja atribuir cores manualmente a cada código de Paragem de Cor no fichário, selecione Personalizar e clique Definir Sequência de Paragem. Veja Reatribuir cores a fichários de bordado para maiores detalhes.

5 Se estiver usando Fundir Cor Automaticamente partindo de um
fichário de texto associado, selecione um mostruário de fios a partir da lista tipo cortina. Nota As cores do fio nomeadas no fichário de texto corresponderão ao mostruário de fios selecionado. Se o nome da cor não for correspondente, por defeito passa para a cor preta.

6 Clique OK.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

656

não foi selecionado nenhum mostruário — atribuídas cores por defeito

uma cor não foi combinada corretamente — por defeito fica preta

cores originais atribuídas corretamente a partir do fichário de texto

O desenho abre-se, os pontos aparecem nas cores de fio corretas e a paleta mostra o mostruário de fios selecionado.

Reatribuir cores a fichários de bordado
Quando você abre um fichário de bordado ou um fichário CND, um desenho a que não esteja atribuído qualquer código de cor, usa automaticamente a paleta de cores por defeito. Contudo, você pode cartografar cores de fio em cada código de paragem de cor do fichário. Isto querdizer que você pode atribuir códigos de cor em desenhos contidos em fichário de bordado, que não contenham informações sobre o endereçamento da agulha, antes de abir esse fichário.
sem atribuição de código de cor com atribuição de código de cor

Nota Para que se atribuam cores corretamente, você precisa consultar uma folha de produção para obter as informações necessárias sobre sequência de cores.

V8

Wilcom ES — Manual Online

657

Para reatribuir cores a fichários de bordado 1 Verifique a folha de produção para o fichário de bordado.

número de mudanças de cor no desenho (por ex.4)

mostruário de fios para o fichário de bordados selecionado

2 Selecione Fichário > Abrir.
Abre-se o diálogo Abrir.

3 Selecione um fichário de bordado ou um desenho CND. 4 Clique em Opções.
Abre-se o diálogo Opções de Descodificação.

Selecione Personalizar

Selecione Definir

5 Selecione Personalizar e clique em Definir Sequência de Paragem.
Abre-se o diálogo Definir Sequência de Paragem. Inicialmente a grelha Construir Sequência de Paragem encontra-se vazia.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

658

Selecionar mostruário de fios Selecione cor

6 Selecione um mostruário de fios e a primeira cor.
Clique em Atribuir Cor

7 Clique em Atribuir Cor.
Se dá entrada à cor e à sua descrição na Paragem corrente, na grelha Construir Sequência de Paragens. Nota A seleção se movimenta para a próxima cor existente no mostruário de fios. Não são permitidas duas cores iguais consecutivas e a função Atribuir Cor fica desativada.

Clique em Atribuir Paragem

8 Clique em Atribuir Paragem para dar entrada a um código de Paragem
explícito. Se dá entrada a essa Paragem campo Descrição.

Clique em Atribuir Paragem

V8

Wilcom ES — Manual Online

659

Nota Atribuir uma Paragem ou Função de Cor desnecessária provocará o seguinte erro. Pressionar a tecla Eliminar para eliminar uma entrada selecionada na sequência de paragem. Clique em Restabelecer para eliminar todas as entradas.

9 Use o painel de Códigos de Paragens Extra como para selecionar o
tipo de saída para códigos de paragem extra. Mudanças de Cor: os códigos de Paragem extra são interpretados como comandos de Próxima Cor. A próxima cor é selecionada a partir da paleta de cores por defeito. Paragens: os códigos de Paragem extra são interpretados como Paragens Explícitas. A máquina pára de bordar. Repetir Sequência: Se você selecionar menos cores que aquelas que o desenho requer, as cores selecionadas são repetidas. Por exemplo, se o seu desenho requer quatro cores e você apenas selecionou duas, a partir da lista Construir Sequência de Paragens, as cores 3 e 4 serão iguais às cores originais 1 e 2.
Selecione a maneira como as paragens extra devem ser interpretadas

10 Repita a operação tantas vezes quantas as indicadas na folha de
produção.

11 Clique OK.
O desenho conterá as cores desejadas e o número correto de mudanças de cor. Nota Você pode converter mudanças de cor para um código de Paragem explícito. Você também pode remover Paragens de Cor se atribuir o mesmo número de cor a dois blocos de cor consecutivos.

V8

Capítulo 29

Processar Fichários de Desenho

660

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

Máquinas de bordar diferentes falam linguagens diferentes. Cada uma tem os seu próprios comandos de controle para as várias funções de máquina. Antes de você poder bordar um desenho, este deve se encontrar numa formatação que possa ser compreendida pela máquina de bordar. Quando você seleciona uma formatação de máquina, o produto Designer ES traduz os comandos que foram aplicados durante a digitação em funções de máquina que possam ser compreendidas por essa máquina em particular. Esta seção descreve o modo como se deve selecionar a formatação de uma máquina para um certo desenho, fazer a sua saída noutras formatações e personalizar formatações de máquina que vão ao encontro dos requisitos da sua máquina.

Selecionar formatações de máquina
Use Selecionar a Formatação da Máquina (menu Máquina) para alterar a formatação de máquina. Quando você cria um desenho, você precisa selecionar uma formatação de máquina para o bordar. Você pode alterar a formatação da máquina para um certo desenho em qualquer altura. Nota Você não precisa alterar a formatação de máquina do desenho para poder fazer a sua saída para um tipo de máquina diferente. Veja Fazer a saída para formatações de máquina diferentes para maiores detalhes.

Para selecionar formatações de máquina 1 Selecione Máquina > Selecionar Formatação da Máquina.
Abre-se o diálogo Selecionar Formatação da Máquina.

V8

Wilcom ES — Manual Online

661

Selecione uma formatação de máquina

2 A partir da lista Formatações de Máquina Disponíveis, selecione a
formatação de máquina necessária.

3 Para verificar os valores de configuração para a formatação selecionada,
clique Valores. Veja também Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard.

4 Clique OK.
Nota Se uma formatação da máquina selecionada não for compatível com uma função particular do desenho — automaticamente ou manualmente inserida — esta é simplesmente ignorada.

Fazer a saída para formatações de máquina diferentes
Uma vez que um desenho esteja concluído, você pode enviá-lo para bordar em qualquer máquina de bordar que seja compatível sem alterar a formatação original do desenho. Se uma formatação da máquina selecionada não for compatível com uma função particular do desenho — automaticamente ou manualmente inserida — esta é simplesmente ignorada. Nota Para alterar para a formatação original, veja Selecionar formatações de máquina.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

662

Para fazer a saída para formatações de máquina diferentes
Selecione Fichário > Bordar para o Gestor de Bordados e depois selecionar uma formatação diferente a partir da lista Fazer a Saída como Formatação da Máquina. Selecione Fichário > Disco de Bordado > Gravar Como e depois selecione uma formatação da máquina diferente a partir da lista tipo cortina. Selecione Fichário > Fita de Papel > Perfurar e depois selecione uma formatação da máquina diferente a partir da lista tipo cortina.

Selecionar a formatação da máquina

Criar formatações de máquina personalizadas
O produto Designer ES proporciona formatações standard para a maioria das máquinas. Contudo, se a sua máquina for diferente, você pode precisar personalizar os valores da configuração da máquina. Por exemplo, se você tiver diferentes modelos do mesmo tipo de máquina de bordar, funções diferentes podem requerer valores diferentes. Existem duas maneiras de personalizar as formatações de máquina: Crie uma nova formatação, com base na original e torne-a disponível para todos os desenhos. Veja Criar formatações de máquina personalizadas para detalhes. Modifique a formatação de um desenho específico, criando uma formatação personalizada para ser usada apenas com esse desenho. Veja Personalizar formatações de máquina para desenhos específicos para maiores detalhes. Nota Caso seja necessário, você pode atualizar a formatação standard da própria máquina. Contudo, você deve apenas fazer isto se os valores originais já não forem usados. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

663

Criar formatações de máquina personalizadas
Você pode criar uma nova formatação de máquina com base na formatação standard da máquina e fazer com que se encontre disponível para todos os desenhos.

Para criar formatações de máquina personalizadas 1 A partir do diálogo Selecionar Formatação da Máquina, selecione uma
formatação de máquina na qual basear a nova formatação. Veja Selecionar formatações de máquina para maiores detalhes.

2 Clique Criar.
Abre-se o tabulador Valores de Formatação de Máquina > Standard.

Dê entrada ao nome da formatação Ajustar valores de configuração

3 No campo Nome da Formatação, dê entrada ao nome para a nova
formatação. O nome da formatação em que você se baseou e um número aparecem como valores por defeito — por ex. Melco - 1.

4 No campo Comentário, dê entrada a qualquer informação que o ajude a
identificar a formatação da máquina — por ex. Sem Corte de Fio.

5 Ajuste os valores de configuração da formatação da máquina tal como
for necessário. Veja Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard para maiores detalhes.

6 Clique no tabulador Avançado e ajuste os valores da configuração tal
como for necessário. Veja Ajustar valores avançados de formatação da máquina para maiores detalhes.

7 Clique Gravar.
A nova formatação aparece na lista Formatações de Máquina Disponíveis.

8 Clique OK.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

664

Personalizar formatações de máquina para desenhos específicos
Use Selecionar a Formatação da Máquina (menu Máquina) para personalizar formatações de máquina para desenhos específicos. Você pode criar uma formatação de máquina personalizada para usar com o desenho corrente. Use esta característica se precisar alterar os valores de formatação da máquina para um certo desenho mas sem atualizar a formatação original. A formatação personalizada aparece na lista de seleção. Nota A formatação personalizada tem como base a formatação da máquina selecionada para o desenho. Se tal não estiver correto, selecione a formatação necessária a partir do diálogo Selecionar Formatação da Máquina. Veja Selecionar formatações de máquina para maiores detalhes.

Para personalizar formatações de máquina para desenhos específicos 1 Selecione Máquina > Valores de Formatação de Máquina.
Abre-se o tabulador Valores de Formatação de Máquina > Standard.

Ajustar valores de configuração

2 Ajuste os valores de configuração da formatação da máquina tal como
for necessário. Veja Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard para maiores detalhes.

3 Clique no tabulador Avançado e ajuste os valores da configuração tal
como for necessário. Veja Ajustar valores avançados de formatação da máquina para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

665

Nota Você não pode alterar os campos Nome ou Comentário. A formatação de máquina personalizada é automaticamente gravada com um nome criado com base na formatação de máquina original e no nome do desenho — por ex. Melco - Desenho1.

4 Clique OK.
Uma nova formatação de máquina é criada para o desenho. Esta aparece no diálogo Selecionar Formatação da Máquina e é gravada com o desenho.

Modificar formatações de máquina standard
Se os valores de máquina standard estiverem incorretos para a sua máquina, você pode alterá-los modificando a formatação da máquina. Nota Você deve apenas modificar as formatações standard, caso já não precise dos valores originais. De outro modo, veja Criar formatações de máquina personalizadas.

Para modificar formatações de máquina standard 1 A partir do diálogo Selecionar Formatação da Máquina, selecione uma
formatação de máquina a modificar. Veja Selecionar formatações de máquina para maiores detalhes.

Selecione uma formatação

Clique Valores

2 Clique Valores.
Abre-se o tabulador Valores de Formatação de Máquina > Standard.

3 Ajuste os valores de configuração da formatação da máquina tal como
for necessário.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

666

Veja Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard para maiores detalhes.

4 Clique no tabulador Avançado e ajuste os valores da configuração tal
como for necessário. Veja Ajustar valores avançados de formatação da máquina para maiores detalhes.

5 Clique Gravar. 6 Clique OK.

Verificar os comandos de controle
Se você alterar a formatação de máquina de um desenho que contenha funções de máquina manuais, você pode ter que verificar se essas funções são compatíveis com a nova formatação. Geralmente, as funções que não podem ser realizadas pelo novo tipo de máquina são simplesmente ignoradas. Se uma função ignorada se encontrar inserida num Ponto Vazio ou num Salto Vazio, o ponto ou salto é automaticamente removido. Por vezes, contudo, as funções podem não ser traduzidas corretamente. Por exemplo, os comandos de corte de fio podem ser mal interpretados, visto certas máquinas usarem códigos de corte e outras usarem sequências de saltos. Nota Se uma função não se encontrar disponível na nova formatação de máquina, aparece entre parênteses a palavra Ignorado depois do nome da função.

Para verificar comandos de controle
Realize o percurso até chegar à posição da função da máquina. Veja Percurso por funções da máquina para maiores detalhes. Alternativamente, use a Lista de Pontos para identificar e selecionar uma certa função de máquina. Veja Editar pontos e funções com a Lista de Pontos para maiores detalhes. O nome da função de máquina aparece na linha Alertar. Podem aparecer informações extra entre parênteses depois do nome da função — por ex. número da agulha.

V8

Wilcom ES — Manual Online

667

Remover formatações de máquina personalizadas
Você pode remover formatações de máquina personalizadas do seu sistema quando estas já não forem necessárias.

Para remover formatações de máquina personalizadas 1 A partir do diálogo Selecionar Formatação da Máquina, selecione uma
formatação de máquina a remover. Veja Selecionar formatações de máquina para maiores detalhes. Nota Você não pode remover formatações de máquina que tenham vindo com o software. Você só pode remover uma formatação personalizada que você tenha criado.

2 Clique Remover.
Aparece um diálogo de confirmação.

3 Clique Sim para confirmar que a deseja eliminar e depois clique OK.

Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard
Os valores de formatação de máquina necessários variam em função da máquina. Quando você seleciona uma formatação de máquina, você pode apenas modificar valores relevantes relativos a essa máquina. Os valores comuns que se podem alterar são: o comprimento do salto e do ponto, as funções de corte de fio e de mudança de cor. Nota Como máquinas diferentes requerem valores da configuração diferentes, nem todos os valores aqui descritos se encontram disponíveis para todas as formatações de máquina. Use estas instruções para dar entrada a valores que se aplicam à formatação selecionada. Consulte o manual da sua máquina de bordar para obter mais informações sobre formatações de máquina.

Configurar valores de comprimento do ponto e do salto
Em algumas máquinas você pode estabelecer o movimento máximo da armação, o comprimento mínimo do ponto a reconhecer, ou o comprimento do salto automático.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

668

Para configurar valores de comprimento do ponto e do salto 1 Obtenha acesso ao diálogo Valores de Formatação de Máquina.
Veja Criar formatações de máquina personalizadas para maiores detalhes. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes. Nota Aparecem apenas os campos relevantes para a formatação de máquina selecionada.
Dê entrada ao comprimento máximo do ponto Dê entrada ao comprimento mínimo do ponto Dê entrada ao comprimento máximo do salto

2 No tabulador Standard dê entrada ao valor do Ponto Máximo. O valor a
que você der entrada depende do código de fita usado pela sua máquina: Sistema Binário: 12.7 mm Sistema Ternário: 12.1 mm

3 No campo Ponto Mínimo dê entrada ao ponto menor que é permitido
quando se faz a saída da formatação de máquina selecionada. Isto estabelece o valor por defeito dos Pontos Pequenos. Veja Remover pontos pequenos automaticamente para maiores detalhes. Ideia Geralmente, o comprimento mínimo do ponto é aumentado para tecidos mais densos e fios de bordar grossos para prevenir que o fio se parta.

4 No campo Salto Máximo, dê entrada ao comprimento máximo dos
saltos. Isto estabelece o valor por defeito do Salto Automático. Veja Ajustar os valores de configuração de Salto Automático para maiores detalhes. Ideia Em geral, valores de saltos mais curtos melhoram a qualidade do bordado e reduzem o desgaste da máquina, mas podem aumentar o tempo que o bordado demora a bordar.

5 Clique Gravar. 6 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

669

Configurar funções de corte
Em certas formatações de máquina você pode especificar como formatar e interpretar os comandos de corte de fio se alterar a configuração de corte de fio. Algumas máquinas compreendem códigos de corte específicos. Outras máquinas interpretam saltos múltiplos como um comando de corte de fio. As máquinas sem uma cortadora automática podem não saber como interpretar os comandos de corte de fio e podem mesmo deslocar o desenho quando encontram um código de corte de fio. Para estas máquinas, você precisa desativar a caixa de verificação Fazer a Saída dos Cortes de Fio para que as funções de corte sejam ignoradas quando o desenho é bordado.

Para configurar funções de corte de fio 1 Obtenha acesso ao diálogo Valores de Formatação de Máquina.
Veja Criar formatações de máquina personalizadas para maiores detalhes. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes. Nota Aparecem apenas os campos relevantes para a formatação de máquina selecionada.
Selecione fazer a saída das funções de corte de fio

2 No tabulador Standard, selecione a caixa de verificação Fazer a Saída
dos Cortes de Fio para incluir funções de corte quando fizer a saída para uma formatação de máquina selecionada. Nota Se você desativar a caixa de verificação Fazer a Saída dos Cortes de Fio, as funções de corte não são removidas do desenho, mas são simplesmente ignoradas para a formatação de máquina selecionada.

3 Especifique a formatação da função de corte de fio a usar:
Saltos: para máquinas que interpretam saltos múltiplos como cortes de fio. Você também precisa dar entrada ao número de saltos necessário. Código: para máquinas que usam códigos de corte de fio específicos.

4 Clique Gravar.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

670

5 Clique OK.

Configurar funções de mudança de cor
Máquinas diferentes interpretam a função de Mudança de Cor de maneiras diferentes — ou como Número da Agulha ou como um comando de Paragem.

Comandos do número da agulha
Os comandos do Número da Agulha dizem à máquina para se movimentar para a próxima agulha sempre que esta encontra uma função de Mudança de Cor. Cada cor no desenho corresponde a um número de agulha pela ordem listada na lista Cores. Veja Alterar as cores do fio para maiores detalhes. Nota A máquina tem que ter as cores de fio corretas carregadas para cada agulha para que o bordado fique correto. Para máquinas destinadas a chamar agulhas, você precisa especificar quantas agulhas estão na máquina. Isto diz à máquina quantas vezes esta precisa parar para o operador mudar os fios de bordar. Por exemplo, para que um desenho com 25 cores possa ser bordado numa máquina com cinco agulhas, a máquina tem que parar a cada cinco mudanças de cor, para que o operador possa mudar os fios de bordar. Os comandos de Número da Agulha são por vezes combinados com comandos de Salto para indicarem mudanças de cor.

Comandos de paragem
Os comandos de Paragem permitem ao operador mudar manualmente os fios de bordar sempre que seja encontrada a função de Mudança de Cor. Estes comandos são geralmente usados com máquinas que só têm uma agulha ou que não são compatíveis com endereçamento de agulhas. Os comandos de Paragem são por vezes combinados com comandos de Salto para indicarem mudanças de cor.

Para configurar funções de mudanças de cor 1 Obtenha acesso ao diálogo Valores de Formatação de Máquina.
Veja Criar formatações de máquina personalizadas para maiores detalhes. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

671

Nota Aparecem apenas os campos relevantes para a formatação de máquina selecionada.
Converter funções de mudança de cor em comandos de número de agulha Dê entrada ao número de agulhas existentes na máquina

Enviar a agulha para o início do desenho

2 No tabulador Standard, selecione o método a usar para interpretar as
funções de mudança de cor. No. de Agulhas: converte funções de mudança de cor em comandos de número de agulhas. Paragens: converte funções de Mudança de Cor em comandos de Paragem. Paragens e Saltos: converte funções de Mudança de Cor em comandos de Paragem e Salto. Número da Agulhas e Saltos: convertem funções de Mudança de Cor para comandos de Número da Agulhas e Saltos.

3 Para máquinas com enderaçamento de agulha, dê entradaao número de
agulhas existente na máquina, no campo No de Agulhas.

4 Selecione a caixa de verificação Usar Endereçamento ao Grupo tal como
for necessário. Algumas máquinas podem agrupar duas cabeças juntamente, para que você possa bordar um desenho usando agulhas de ambas as cabeças. Por exemplo, se uma máquina tiver duas cabeças e nove agulhas por cabeça, a máquina movimenta a argola da primeira cabeça por baixo da segunda cabeça, o que lhe permite bordar 18 cores sem qualquer alteração manual. Nota Dê entrada ao número de Agulhas combinadas dentro do campo No de Agulhas.

5 Selecione a caixa de verificação Primeiro CC requisitado tal como for
necessário. Algumas máquinas requerem o código Primeiro CC para inicializar a máquina e trazer a cabeça de volta para a primeira posição da agulha para mudança de cor.

6 Selecione a caixa de verificação Voltar ao Início tal como for necessário.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

672

Isto faz com que a agulha volte para o início do desenho, preparando a máquina para a próxima corrida do mesmo desenho.

7 Clique Gravar. 8 Clique OK.

Configurar funções de perfuração
Algumas máquinas de bordar estão equipadas com um furador. O furador substitui muitas vezes uma das agulhas. Você precisa especificar a posição do furador e o seu valor de deslocamento. Os furadores são muitas vezes anexos ‘cortantes’, cuja posição de corte se encontra deslocada 12 mm do alinhamento da agulha principal. Antes da máquina começar a usar o furador, ela movimenta a armação para que o furador fique na posição correta. Este movimento extra da armação compensa para o deslocamento do furador. Algumas máquinas ajustam automaticamente este deslocamento quando se encontra uma função de Furador Dentro. Estas máquinas devem ter um valor de deslocamento 0. Do mesmo modo, se você está usando uma agulha-furador (em vez de uma cortadora) você não precisa de um valor de deslocamento. Consulte o manual da sua máquina de bordar para maiores detalhes.

Para configurar funções de perfuração 1 Obtenha acesso ao diálogo Valores de Formatação de Máquina.
Veja Criar formatações de máquina personalizadas para maiores detalhes. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes. Nota Aparecem apenas os campos relevantes para a formatação de máquina selecionada.
Converter funções de mudança de cor em comandos de número de agulhas Dê entrada ao número de agulhas existentes na máquina

Fazer a agulha voltar ao início do desenho

2 No tabulador Standard, dê entrada ao deslocamento do furador no
campo Deslocamento.

V8

Wilcom ES — Manual Online

673

Se a sua máquina entrar automaticamente em deslocamento quando encontra uma função de Furador Dentro, dê entrada a um deslocamento de 0 mm. Se a sua máquina requer um valor de deslocamento, dê entrada a um deslocamento de 12.0 mm.

3 No campo Número da Agulha, dê entrada ao número da agulha ao qual
o furador se encontra ligado.

4 Clique Gravar. 5 Clique OK.

Ajustar valores avançados de formatação da máquina
Abre-se o tabulador Avançado deixa você estabelecer opções adicionais para a formatação da máquina. Mais uma vez, as preferências disponíveis dependem da formatação de máquina selecionada. Você pode estabelecer a sequência de mudanças de cor, inserir códigos especiais para o início ou final do desenho e dar entrada aos valores de velocidade. Existem também outros valores da configuração, incluindo a alteração da tensão do tecido durante a perfuração e a rebobinação da fita quando o bordado se encontra completo. Abre-se o tabulador Avançado mostra apenas os comandos de controle que são inseridos manualmente. Quer isto dizer que você não pode eliminar acidentalmnete códigos cuja entrada tenha sido feita automaticamente. Aviso Só deve alterar valores Avançados se estiver familiarizado com os códigos usados pela sua máquina de bordar.

Confugurar a sequência de mudança de cor
Algumas máquinas não conseguem interpretar comandos de Mudança de Cor a menos que esses sejam parte de uma ‘sequência de mudança de cor’ composta por Saltos Vazios e Pontos Vazios antes e depois de cada comando Mudança de Cor. Verifique os requisitos da sua máquina para determinar se precisa dar entrada a valores de sequência de mudança de cor. No tabulador Avançado o painel de Sequência de Mudança de Cor faz a leitura do princípio ao fim, à medida que o código aparece na sequência. Os primeiros dois campos mostram o número de Pontos Vazios e Saltos Vazios a inserir antes do comando de Mudança de Cor. Os outros campos mostram Saltos Vazios e Pontos Vazios inseridos depois do comando.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

674

A Sequência de Mudança de Cor na Lista de Pontos corresponde à sequência definida no tabulador Valores de Formatação de Máquina Avançados

Para configurar a sequência de mudanças de cor 1 Obtenha acesso ao diálogo Valores de Formatação de Máquina.
Veja Criar formatações de máquina personalizadas para maiores detalhes. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes. Nota Aparecem apenas os campos relevantes para a formatação de máquina selecionada.

Dê entrada ao número de Pontos e Saltos Vazios a inserir antes da Mudança de Cor Dê entrada ao número de Pontos e Saltos Vazios a inserir depois da Mudança de Cor

2 Clique no tabulador Avançado e dê entrada à sequência de Mudança de
Cor. No primeiro campo 0:0 dê entrada ao número de Pontos Vazios a inserir antes da Mudança de Cor. No primeiro campo 0:0 Salto dê entrada ao número de Saltos Vazios a inserir antes da Mudança de Cor.

V8

Wilcom ES — Manual Online

675

No segundo campo 0:0 Salto dê entrada ao número de Saltos Vazios a inserir depois da Mudança de Cor. No segundo campo 0:0 dê entrada ao número de Pontos Vazios a inserir depois da Mudança de Cor.

3 Clique Gravar. 4 Clique OK.

Configurar a sequência de Início do Desenho / Final do Desenho
Algumas máquinas requerem Pontos Vazios e Saltos Vazios extra para reconhecerem o início e o fim de um desenho. Outras máquinas requerem uma função de Paragem. Dependendo do tipo de máquina, você pode também necessitar de comandos para inicializar a máquina ou colocar em funcionamento a saída de 'armação fora' depois de se terminar de bordar. Nota Lembre-se que estes campos mostram o número de códigos extra que você deseja inserir adicionalmente aos valores por defeito.

Para configurar a sequência de Início do Desenho/Final do Desenho 1 Obtenha acesso ao diálogo Valores de Formatação de Máquina.
Veja Criar formatações de máquina personalizadas para maiores detalhes. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes. Nota Aparecem apenas os campos relevantes para a formatação de máquina selecionada.
Dê entrada ao número of Pontos e Saltos Vazios a inserir no início do desenho Dê entrada ao número of Pontos e Saltos Vazios a inserir no final do desenho

2 Clique no tabulador Avançado e dê entrada à sequência de Início do
Desenho.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

676

No campo 0:0 Salto dê entrada ao número de Saltos Vazios a inserir no início do desenho. No campo 0:0 dê entrada ao número de Pontos Vazios a inserir no início do desenho.

3 No painel Final do Desenho, dê entrada à sequência final do desenho.
No segundo campo 0:0 Salto dê entrada ao número de Saltos Vazios a inserir no final do desenho. No campo 0:0 dê entrada ao número de Pontos Vazios a inserir no final do desenho.

4 Selecione a caixa de verificação Estabelecer Número da Agulha tal como
for necessário. Esta opção inicializa a máquina e traz a cabeça de volta para a posição da agulha na primeira mudança de cor.
Inicializar a máquina e trazer a cabeça de volta para a primeira posição da agulha

5 Selecione a caixa de verificação de Armação Fora tal como for
necessário. Esta opção coloca a armação em funcionamento para que se realize a sua saída depois do desenho ser bordado.

Colocar a armação em funcionamento para que se realize a sua saída depois do bordado estar

6 Clique Gravar. 7 Clique OK.

Estabelecer opções de velocidade
Algumas máquinas bordam em velocidades diferentes. Dependendo da sua máquina, você pode ser capaz de selecionar velocidades diferentes para usar quando começa a bordar ou para quando o furador se encontra encaixado. Você precisa primeiro de atribuir a velocidade como Velocidade 1 e Velocidade 2 no diálogo Valores de Formatação de Máquina.

V8

Wilcom ES — Manual Online

677

Para estabelecer opções de velocidade 1 Obtenha acesso ao diálogo Valores de Formatação de Máquina.
Veja Criar formatações de máquina personalizadas para maiores detalhes. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes. Nota Aparecem apenas os campos relevantes para a formatação de máquina selecionada.
Selecionar opções de velocidade

2 Clique no tabulador Avançado. 3 Selecione a caixa de verificação Alterações na Velocidade Automática de
Perfuração tal como for necessário. Esta opção desacelera a máquina automaticamente sempre que o furador esteja encaixado.

4 A partir da lista Iniciar, selecione o tipo de velocidade preferida para
iniciar o trabalho — Rápido ou Devagar.

5 A partir da lista Rápido, selecione os valores mais rápidos na sua
máquina — Velocidade 1 ou Velocidade 2. Consulte o manual da sua máquina para obter maiores detalhes.

6 Clique Gravar. 7 Clique OK.

Estabelecer outras opções avançadas
Dependendo da formatação de máquina selecionada, você pode também selecionar se deseja reduzir a tensão do tecido enquanto se realiza a perfuração e indicar se deseja rebobinar a fita quando o bordado estiver terminado.

Para estabelecer outras opções avançadas 1 Obtenha acesso ao diálogo Valores de Formatação de Máquina.

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

678

Veja Criar formatações de máquina personalizadas para maiores detalhes. Veja Modificar formatações de máquina standard para maiores detalhes. Nota Aparecem apenas os campos relevantes para a formatação de máquina selecionada.

Estabelecer outras opções

2 Clique no tabulador Avançado. 3 Selecione a caixa de verificação Controle da Tensão para Perfuração tal
como for necessário. Esta opção reduz a tensão do tecido quando o furador se encontra encaixado.

4 Selecione a caixa de verificação Parar no fim antes de rebobinar tal
como for necessário. Esta opção pára a máquina no final do desenho e rebobina a fita.

5 Selecione a caixa de verificação Rebobinar ao Fim com Salto tal como
for necessário. Esta opção insere um salto no final do desenho e rebobina a fita.

6 Clique Gravar. 7 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

679

V8

Capítulo 30

Alterar Formatações de Máquina

680

Capítulo 31

Saída de Desenhos

Você pode fazer a saída de desenhos de bordado de várias maneiras — gravando para o disco de bordados, furando para a fita de papel, enviando formas de appliqué para uma cortadora, ou enviando diretamente para a máquina para bordar.

Nota O produto Wilcom ES proporciona meios alternativos de enviar desenhos diretamente para a máquina de bordar para serem bordados. Dependendo das opções do seu software, você pode enviar para bordar para a máquina usando o Gestor de Pontos ou o Gestor da Máquina ES. O Gestor de Pontos está descrito nesta seção. O Gestor da Máquina ES está descrito num Suplemento ao Gestor da Máquina ES separado. A partir do mesmo fichário de desenho, vocêtambém pode fazer a saída de uma folha de produção para o operador da máquina de bordar. Os desenhistas desejam frequentemente distribuir os seus desenhos para que possam ser vistos em cores verdadeiras, em TrueView™ ou noutra aplicação. A partir do Designer ES você pode gravar imagens de desenhos e folhas de produção num disquete ou enviá-las diretamente por correio eletrônico.

V8

Wilcom ES — Manual Online

681

Esta seção descreve o modo como se deve verificar e imprimir a informação sobre o desenho, e como gerar maneiras diferentes para fazer a saída dos seus desenhos. Nota Para obter detalhes sobre como fazer a leitura e gravar para um disco de bordados e para fita de papel, veja Discos de Bordado e Fitas de Papel.

Criar folhas de produção
A folha de produção é uma ligação entre o desenhista e o operador da máquina de bordar. Esta contém a antevisão de um desenho assim como informação essencial sobre produção, incluindo o tamanho do desenho, a sequência de cores e quaisquer outras instruções especiais. Você pode personalizar as folhas de produção antes de imprimi-las. Você pode imprimir múltiplos percursos de cor, ícones de blocos de cor e planos de fundo. Nota Se certas cores de fio não se encontrarem disponíveis na sua impressora, elas podem estar atribuídas a outra cor diferente, incluindo branco. Se uma cor estiver atribuída ao branco, esta torna-se invisível na folha de produção. Imprima o desenho em cor TrueView™, ou em branco e preto, ou desligue o mapa de cores. Consulte o manual da sua impressora para maiores informações.

Imprimir uma folha de produção na impressora ou na plotter
Use Imprimir (barra de ferramentas Standard) para imprimir uma folha de produção para o desenho corrente usando os valores da configuração correntes. Imprima a folha de produção em papel usando uma impressora ou uma plotter. Estabeleça as opções para a folha de produção e para a impressora antes de imprimir, ou use as opções correntes. Ideia Anteveja a folha de produção antes de imprimir, para verificar se está correta. Veja Antever folhas de produção para maiores detalhes.

Para imprimir uma folha de produção numa impressora ou numa plotter 1 Selecione Fichário > Imprimir.

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

682

Abre-se o diálogo Imprimir.

2 Selecione a impressora ou a plotter que deseja usar, e dê entrada ao
número de cópias de folhas de produção que deseja. Nota Para personalizar a folha de produção, clique Opções, e altere os valores da configuração necessários. Veja Estabelecer opções de impressão para a folha de produção para maiores detalhes.

3 Se está usando uma plotter, clique Propriedades, e defina as cores das
canetas que correspondem às cores de fio existentes no desenho. Consulte o manual da sua plotter, para obter imformações sobre como configurar as cores das canetas.

4 Clique OK.

Estabelecer opções de impressão para a folha de produção
Estabeleça as opções da folha de produção de modo a mostrarem as informações que você deseja e na formatação que você requer. Você pode especificar os dados que deseja imprimir, que gráficos incluir, o fator de zoom, e opções gerais tais como o nome da companhia. Você pode usar uma impressora a cores ou uma plotter para fazer as folhas de produção. Se você usar uma impressora a cores, pode imprimir em TrueView™.

Para estabelecer opções de impressão para a folha de produção 1 Acesso ao espaço de diálogo Imprimir. Escolher entre:
Selecione Fichário > Imprimir. Selecionar Fichário > Antevisão.

2 Clique em Opções.
Abre-se o diálogo Opções de Impressão.

V8

Wilcom ES — Manual Online

683

3 No painel Texto a Imprimir, selecione o grupo de informações a incluir.
Informação Completa: mostra detalhes especificados no diálogo Personalizar Folha de Trabalho. Veja Personalizar informações sobre folhas de produção para maiores detalhes. Informação Curta: mostra um sumário de informações sobre o desenho. Esta opção e a anterior incluem informações que se proporcionam no tabulador Sumário do diálogo Propriedades do Desenho. Veja Ver informações sobre o desenho em Designer ES para maiores detalhes. Sequência de Paragem: lista todas as paragens no desenho juntamente com o número de pontos onde elas ocorrem, o número de cores, o nome e a marca da cor do fio. Veja também Imprimir múltiplos percursos da cor. Nenhum: mostra apenas a antevisão do desenho. Percurso de Cor Corrente: imprime o desenho apenas no percurso de cor corrente. Percursos de Cor Selecionados: imprime múltiplos percursos de cor. Veja Imprimir múltiplos percursos da cor para maiores detalhes.

4 No painel Zoom, estabeleça o fator de zoom para antever o desenho.
Isto controla o tamanho da antevisão na folha de trabalho. 1.0: mostra o desenho no seu tamanho real. Mostrar Tudo: altera a escala do desenho para que se preencha o espaço disponível na folha de produção. Personalizar: permite-lhe estabelecer um fator de zoom específico.

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

684

5 No painel Gráficos, selecione as características gráficas a mostrar.
Se você selecionar TrueView™, a caixa de verificação Qualidade do Traçado fica disponível. Selecione esta caixa de verificação para obter uma impressão mais rápida numa resolução mais baixa. Ideia Clique em Standard para restabelecer as opções de impressão para os seus valores originais.

6 Clique Mostrar Repetições para configurar as opções de mostra para
repetições Schiffli. Isto apenas se encontra disponível com a Opção Schiffli. Veja o Suplemento da Opção Schiffli para maiores detalhes.

7 No painel Geral, selecione as outras opções que deseja.
Imprimir em Inglês: desativar esta caixa de verificação imprime as folhas de produção na mesma língua do sistema operativo do Windows. Esta característica é útil quando se faz a impressão em plotters onde o dispositivo condutor não é compatível com o estebelecimento de caracteres que você requer. Extensão da Caixa em Volta do Desenho: coloca um contorno em volta do desenho. Nome da Companhia: imprime o nome da companhia especificado na folha de produção. Selecione o nome da companhia na lista, ou dê entrada a um nome novo. Filme de Cores: imprime blocos de cor no desenho à medida que eles aparecem na Lista de Cores. Os objetos consecutivos da mesma cor formam um único ‘bloco de cor’. Veja também Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

685

8 Clique OK.

Personalizar informações sobre folhas de produção
Você pode afinar as informações sobre as folhas de produção quando Informação Completa for a opção de texto selecionada.

Para personalizar informações sobre folhas de produção 1 Obtenha acesso ao espaço de diálogo Imprimir. Escolha entre:
Selecione Fichário > Imprimir. Selecione Fichário > Antevisão.

2 Clique em Opções.
Abre-se o diálogo Opções de Impressão.

3 No painel Texto a Imprimir, selecione a caixa de verificação Informação
Completa.

4 Clique Personalizar.
Abre-se o diálogo Personalizar Folha de Produção.

5 No painel Blocos a Imprimir, selecione as estatísticas do desenho para
que sejam incluídas na folha de produção. Esquerda/Direita/Para Cima/Para Baixo: as margens entre as orlas do desenho e as orlas da área de desenho. Fim X/Y: as coordenadas do último ponto. Ponto Máx/Mín: os comprimentos dos pontos máximo e mínimo do desenho. Tipo de Mostruário de Fios: o nome do mostruário de fios udado no desenho. Uso do Fio: as estatísticas do uso do fio por cor. Total da Bobina: o total do comprimento do fio na bobina.

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

686

6 No painel Colunas em Sequência de Paragem, selecione as estatísticas
para cada bloco de cor. Contagem de Pontos: número de pontos por cor. Número da Agulha: o número da agulha bordando cada bloco de cor. Marca: nome da cor (pode ser diferente do nome do mostruário de fios). Nome do Elemento: nome definido pelo usuário para identificar cada bloco de cor. Veja Atribuir nomes de elementos para maiores detalhes. Mostrar Cores em Sumário: inclui amostras de cor verdadeira nas tabelas sumárias dos percursos da cor. Veja também Imprimir múltiplos percursos da cor.

7 Por defeito, o texto é impresso na lado direito da página. Selecione a
caixa de verificação Usar Lado Esquerdo para imprimir do lado esquerdo.

8 Clique OK.

Imprimir múltiplos percursos da cor
Use Imprimir (menu Fichário) para imprimir o seu desenho em múltiplos percursos de cor. Você pode imprimir o seu desenho no percurso de cor corrente ou em múltiplos percursos de cor. Veja também Usar múltiplos percursos da cor.

Para imprimir múltiplos percursos de cor 1 Obtenha acesso ao espaço de diálogo Imprimir. Escolher entre:
Selecione Fichário > Imprimir. Selecionar Fichário > Antevisão.

2 Clique em Opções.
Abre-se o diálogo Opções de Impressão.

Selecionar percurso de cor corrente or percursos de cor selecionados

V8

Wilcom ES — Manual Online

687

3 Selecione Percursos de Cor Selecionados para imprimir múltiplos
percursos de cor. Ideia Selecione Percurso de Cor Corrente para imprimir o desenho apenas no percurso de cor corrente.

4 Clique Percursos da Cor.
Abre-se o diálogo Opções do Percurso da Cor abre-se.

Selecione um ou mais percursos de cor a partir da lista

5 Selecione Percursos de Cor Selecionados e a seguir selecione um ou
mais percursos de cor a partir da lista. Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona. Alternativamente, selecione Todos os Percursos de Cor para imprimir todos os percursos de cor no desenho. Cada percurso de cor é impresso numa folha separada.

6 Clique OK para voltar ao espaço de diálogo de Opções de Impressão. 7 No painel de Gráficos, selecione Plano de Fundo se desejar incluir a cor
do plano de fundo ou o tecido juntamente com o percurso de cor.

Selecione o plano de fundo a incluir na folha de produção

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

688

Ideia Selecione Preparar desenho para aparar o espaço em volta do desenho.

8 Clique OK.

Também é impressa uma folha sumária sobre o percurso de cor. Para imprimir cores na(s) tabela(s) do sumário do percurso de cor, se certifique que a função Mostrar Cores em Sumário se encontra selecionada no espaço de diálogo Personalizar Folha de Produção. Veja Personalizar informações sobre folhas de produção para maiores detalhes.

Imprimir filme de cores
A opção Filme de Cores deixa você imprimir blocos de cor no desenho à medida que eles aparecem na Lista de Cores. Os objetos consecutivos da mesma cor formam um único ‘bloco de cor’.Veja também Selecionar e visualizar objetos com a Lista de Cores-Objetos.

Para imprimir o filme de cores 1 Obtenha acesso ao espaço de diálogo Imprimir. Escolha entre:
Selecione Fichário > Imprimir. Selecione Fichário > Antevisão.

2 Clique em Opções.
Abre-se o diálogo Opções de Impressão.

V8

Wilcom ES — Manual Online

689

Selecione o Filme de Cores

3 Selecione a caixa de verificação de Filme de Cores. 4 Clique OK para voltar ao espaço de diálogo de Opções de Impressão. 5 Clique OK.
Um filme de cores separado é impresso para os percursos de cor selecionados. Veja também Imprimir múltiplos percursos da cor.

Enviar desenhos como anexos por correio eletrônico
Use Enviar (menu Fichário) para enviar o seu desenho com um anexo por correio eletrônico. Você pode anexar desenhos por correio eletrônico a partir da janela de desenho ou do diálogo Abrir.

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

690

Para enviar desenhos como anexos por correio eletrônico 1 Siga uma das seguintes instruções:
Com o desenho aberto na janela de desenho, selecione Fichário > Enviar, ou Clique no ícone Abrir para mostrar o diálogo Abrir. Selecione o fichário a enviar e depois clique nele com o botão do lado direito do mouse. O menu que salta direto do monitor aparece. Selecione Enviar Para > Recipiente de Correio.

A aplicação de correio eletrônico do seu sistema abre-se e uma nova mensagem de correio eletrônico é criada com o fichário de desenho anexado.

2 Dê entrada aos detalhes e envie como é normal.

Fazer a saída de desenhos como desenhos e imagens
Uma vez que um desenho é digitado em Designer ES, você agora pode fazer a saída dos contornos do objeto como um fichário vetor. Este pode seguidamente ser descarregado para uma cortadora a laser através de um programa como CorelDRAW®. Isto pode servir vários objetivos tais como, corte de appliqué, multimídia, impressão da tela, etc. Frequentemente, os desenhadores desejam distribuir os seus desenhos para que sejam vistos em cores verdadeiras, em TrueView™ ou de outro modo, com ou sem planos de fundo como tecidos. Isto pode acontecer com objetivos de venda de um estoque de desenhos, para obter aprovação de desenhos digitados, ou para apresentação na Internet ou em catálogos. O produto Designer ES agora deixa você gravar ambas as imagens de desenho

V8

Wilcom ES — Manual Online

691

e folhas de produção para uma disquete ou enviá-las diretamente por correio eletrônico.

Fazer a saída de desenhos como desenhos vetor
Você pode copiar contornos de bordados diretamente para o Clipboard do Windows. Ao usar o Microsoft Clipboard Viewer, você pode depois gravá-los para a formatação CLP. Depois, este fichário pode ser aberto num programa como por exemplo CorelDRAW®. Nota Você pode precisar instalar Microsoft Clipboard Viewer a partir do CD de instalação do sistema operativo do Windows.

Para fazer a saída de desenhos como desenhos vetor 1 Selecione o(s) objeto(s) cujos contornos deseja copiar.

2 Pressione as teclas Ctrl + C para os copiar para o clipboard. 3 Abrir o Microsoft Clipboard Viewer (Observador do Clipboard da
Microsoft). Os contornos copiados aparecem na janela de Observação do Clipboard.

4 Grave os contornos para um fichário de formatação CLP.

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

692

Este fichário pode agora ser aberto num programa como por exemplo CorelDRAW®.

Gravar desenhos como imagens bitmap
Use Captar o Bitmap do Desenho (menu Fichário) para gravar um desenho como uma imagem bitmap. Você pode agora gravar imagens de desenhos num disco ou enviá-las diretamente por correio eletrônico. Isto pode acontecer com objetivos de venda de um estoque de desenhos, para obter aprovação de desenhos digitados, ou para apresentação na Internet ou em catálogos. A imagem pode ser capturada como bitmap com ou sem cor de fundo ou tecido de fundo. Pode ser capturada em TrueView™ ou noutra aplicação e pode incluir conectores, contornos e quaisquer outras opções de projeção providenciadas em Designer ES.

Para gravar desenhos como imagens bitmap 1 Abra o desenho de bordado. 2 Selecione Fichário > Captar Desenho Bitmap.
Abre-se o diálogo Captar Desenho Bitmap.

Selecione a opção de seleção de imagens Selecione para incluir a cor do plano de fundo ou tecido

Selecione a opção de Saída Selecione a formatação de Saída

V8

Wilcom ES — Manual Online

693

3 Selecione uma opção de Seleção:
Desenho Total: captura a imagem na tela à razão de 1:1. Janela do Desenho Corrente: captura a imagem na tela no fator de zoom correntemente selecionado. Personalizar: deixa você especificar uma área de captura. Depois de clicar OK, você é avisado para dar entrada a um ‘retângulo origem’ e a um ‘retângulo de canto’ para definir essa área.

4 Selecione uma opção de Saída:
Gravar para o Disco: lhe permite gravar a captura da imagem na tela para o disco rígido (hard disk). Depois de clicar OK, o espaço de diálogo Gravar Captura da Tela abre-se, permitindo que você selecione uma localização, um nome e uma formatação para a imagem do desenho. Enviar via correio eletrônico: deixa você enviar a captura da tela por correio eletrônico. Depois de clicar OK, abre-se uma nova mensagem de correio eletrônico com a imagem anexada. Gravar e Enviar: deixa você gravar para o disco rígido e enviar como anexo por correio eletrônico.
captura da imagem como um Desenho Total (1:1)

5 Selecione uma formatação de saída para a imagem na tela a partir da
lista tipo cortina — BMP, JPG, etc.

6 Selecione Incluir Fundo/Tecido para incluir a cor do plano de fundo ou
do tecido juntamente com a captura da tela.

7 Clique OK.

Recortar formas de appliqué
Use a característica Recortar Appliqué para enviar formas de appliqué de um fichário de desenho para uma cortadora a laser. O produto Designer ES extrai contornos de desenho do desenho e os envia para a cortadora. Só são

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

694

extraídos contornos fechados.Você também pode mandar objetos de desenho diretamente para a cortadora usando esta característica. Ideia O produto Designer ES também deixa você fazer a saída dos contornos de objetos de bordado como um fichário vetor. Este pode seguidamente ser descarregado para uma cortadora a laser através de um programa como CorelDRAW®. Veja Para fazer a saída de desenhos como desenhos vetor para maiores detalhes. Nota Antes de você enviar formas de appliqué shapes para uma cortadora, assegure-se que esta se encontra instalada no seu sistema com o correto condutor (impressora) do Windows. Algumas cortadoras — por ex. Ioline — usam um condutor standard para plotters HP-7475. Uma vez que o condutor esteja instalado em Windows, não é necessário instalar outro hardware separado no Designer ES.

Para fazer a saída de formas de appliqué 1 Crie o seu objeto de appliqué e duplique-o.
Veja Criar objetos de appliqué para maiores detalhes.

2 Selecione o objeto duplicado e clique no ícone Enchimento Complexo. 3 Dê entrada aos ângulos do ponto ou pressione a tecla Enter para aceitar
os valores por defeito. Isto criará um objeto de Enchimento Complexo.

4 Selecione e desagrupe o objeto de Enchimento Complexo.
Isto converterá o objeto de bordado num objeto de desenho.

5 Repita estes passos para todos os objetos de appliqué no desenho. 6 Selecione todos os objetos de desenho e remova-os para o clipboard
para serem enxertados.

7 Inicie um desenho novo e enxerte os objetos nele.
Ideia Se você precisar de mais que uma cópia da forma de appliqué, crie múltiplas cópias da forma e arranje-as de forma a conseguir obter o uso mais eficaz do tecido de appliqué.

8 Selecione Fichário > Recortar Appliqué.
Abre-se o diálogo Imprimir.

9 A partir da lista Nome, selecione a cortadora de appliqué. 10 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

695

objeto de appliqué

convertido em objeto de Enchimento Complexo

convertido em objeto de desenho

Ideia Se tenciona voltar a usar o desenho, grave o fichário das formas de appliqué sob um nome semelhante.

Bordar desenhos com o Gestor de Bordados
Use Bordar para a Máquina (barra de ferramentas Standard) para enviar um desenho para a máquina para ser bordado. Você pode enviar desenhos diretamente para máquinas de bordar para serem bordados, usando o Gestor de Bordado. Quando você envia vários desenhos de uma vez, eles são colocados automaticamente na fila de espera e bordados um de cada vez. Nota Vocêtambém pode usar uma característica separada, o Gestor da Máquina ES, para enviar desenhos para máquinas a partir do produto Designer ES,Design Explorer ES ou do Design Warehouse™. O Gestor da Máquina ES permite-lhe ver e gerenciar filas de espera. Veja o Suplemento do Gestor da Máquina ES Supplement para maiores detalhes.

Para bordar desenhos com o Gestor de Bordados 1 Abra o desenho. 2 Clique no ícone Bordar para a Máquina.
Abre-se o diálogo Bordar para o Gestor de Bordado.

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

696

Selecione a máquina de bordar Selecionar formatação da máquina

3 A partir da lista Identificação da Máquina selecione a máquina de bordar.
Se for necessário, clique em Configurar para alterar os valores da configuração da máquina. Veja Configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos para maiores detalhes.

4 A partir da lista Fazer a Saída como Formatação da Máquina, selecione
a formatação correta da máquina. Se for necessário, clique em Valores de Configuração para alterar os valores da configuração da máquina. Veja Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard para maiores detalhes. Nota Este campo é atualizado automaticamente se a formatação da máquina de destino for diferente da formatação corrente.

5 Selecione a caixa de verificação Aviso de Mudança de Formatação da
Máquina se deseja ser avisado quando o campo Fazer a Saída como Formatação da Máquina for atualizado para combinar com a formatação da máquina selecionada.

6 Se o desenho incluir um objeto Agrupar Nomes, clique em Opções e
especifique os detalhes de bordado para este objeto. Veja Fazer a saída de desenhos dos nomes dos times para maiores detalhes.

7 Clique OK.
Abre-se o diálogo Inicializar Máquina. Se você selecionou valores de Agrupar Nomes, vai lhe ser pedido que confirme esses valores.

8 Clique OK.
A janela do Gestor de Bordado se abre, listando os fichários a bordar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

697

Ideia Para eliminar um desenho de uma fila de espera, selecione-o e clique na tecla Cancelar.

V8

Capítulo 31

Saída de Desenhos

698

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

Discos de bordado são formatados especialmente em disquetes usados para transferir desenhos do computador para a máquina de bordar. Você pode formatar discos de bordado e guardar desenhos dentro do Designer ES. A formatação que você usar vai depender da máquina de bordar selecionada. Você também pode abrir desenhos do disco de bordado diretamente em Designer ES.

Esta seção descreve como ler de e escrever fichários de desenho de bordado para discos de bordado e fitas de papel.

Guardar desenhos em disco de bordado
Os discos de bordado são disquetes com uma formatação especial que se usam para armazenar desenhos. Estes são usados primeiramente para transferir desenhos do computador para máquina de bordar. Os desenhos

V8

Wilcom ES — Manual Online

699

são generalmente armazenados em formatação de dados de pontos, apesar de a Melco CND, por exemplo, ser uma formatação em fichário ‘condensado’. Você pode abrir os desenhos que se encontram nos discos de bordado de várias formatações diretamente no Designer ES. Uma vez que o desenho é lido, você pode fazer a sua saída sem alterá-lo, modificá-lo e pode fazer a sua saída na sua formatação original, ou gravá-lo como um fichário de EMB. Opcionalmente, você pode convertê-lo em objetos. Depois da conversão, o desenho pode ser escalado e mudado. Veja Abrir fichários de bordado em Designer ES para maiores detalhes. Ideia Você pode guardar no disco de bordado em qualquer formatação de máquina sem mudar o formato do desenho original.

Disquetes de bordados
A maioria das máquinas de bordar são equipadas com as mesmas ranhuras ‘drives’ para disquetes que aquelas usadas por PCs. Para que você possa transferir os seus desenhos, se certifique que a ‘drive’ de disquete do seu PC pode ler, escrever e formatar as disquetes que a sua máquina de bordar usa. Por exemplo, se a sua máquina requer um disco de Densidade Dupla (DD), você tem que usar esta formatação mesmo que o seu computador tenha uma ‘drive’ de disquete de Alta Densidade (HD).

Tipos de disquetes
Disquetes diferentes armazenam quantidades de dados diferentes: Capacidade 360 Kb 720 Kb 1,44 Mb 2,88 Mb Densidade Um Lado Densidade Singular Dois Lados Densidade Dupla Dois Lados Alta Densidade também chamado disquete de Dois Lados Alta Densidade Código SS/SD DS/DD DS/HD DS/HD

Unidades de disco (drives) e disquetes
Unidade de disquete (drive) diferentes lêem e escrevem disquetes de capacidades diferentes:

V8

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

700

Unidade de Disco (drive) do Computador Densidade Singular Densidade Dupla Alta Densidade (1,44) Alta Densidade (2,88)

360 Kb

720 Kb

1,44 Mb

2,88 Mb

† † †

† Só pode ser formatado com o controlador correto instalado. Atualmente, a maioria dos modelos de computadores possuem uma unidade de disquete de 3,5" (floppy disk drive). A capacidade da unidade de disquete (drive) depende do seu controlador. A maioria dos computadores têm uma unidade de disquete de Alta Densidade 1,44 Mb, a qual pode ler ambas as disquetes de Densidade Dupla 720 Kb e de Alta Densidade 1,44 Mb. A maioria das máquinas de bordar usam disquetes de Densidade Dupla ou de Alta Densidade, de modo que geralmente não há problema com a transferência de desenhos. Veja também Formatações de discos de bordado compatíveis.

Cartões controladores para discos de bordado Melco
As unidade de disquete (drive) antigas estavam preparadas para formatar, ler e gravar discos de 3,5" Dois Lados Densidade Singular (DS/SD) que conseguiam armazenar 360 Kb de informação. É esta a formatação que a Melco usa. São poucos os controladores de unidades de disco que são compatíveis com discos de densidade singular. Se você pretende formatar e usar discos Melco de 3,5", você precisa de desativar o controlador de disquete instalado, através do PC BIOS e instalar um cartão controlador de disquete compatível com a formatação IMB 3740 Densidade Singular (FM). Os seguintes cartões controladores de disquete foram testados e comprovados como sendo apropriados para os discos de bordado Melco. Controlador de Disquete Western Digital WD37C65 NEC Electronics Inc. µPD765A/7265 Intel 8272A Capacidade densidade singular/dupla densidade singular/dupla densidade singular/dupla

V8

Wilcom ES — Manual Online

701

Controlador de Disquete POWER I/O 5000AT/5100AT (com tipo de chip SMC numerada FDC37C664QF)

Capacidade alta densidade 2,88 Mb (requer DOS 6.0 ou posterior)

Atualmente, não existem cartões controladores de disquetes disponíveis para computadores portáteis (laptops ou notebooks) que sejam apropriados para formatar, ler e gravar discos de bordado Melco. Se você deseja bordar desenhos em máquinas Melco Star ou Superstar mas a sua unidade de disquete (drive) não consegue produzir uma formatação de disco Melco, você pode usar a conexão direta do Designer ES através da unidade DCi da Wilcom para enviar desenhos diretamente para a máquina (Windows 9x apenas).

Testar discos de bordado
Algumas das novas unidades de hardware e sistemas operativos de PCs não são compatíveis com algumas formatações de discos de bordado antigas. Verifique se o seu PC consegue ler, gravar e formatar formatações de máquinas de bordar usando o utilitário Disco de Teste da Wilcom (Wilcom Test Disk). Se o utilitário enviar erros associados com quaisquer formatações de bordado, o seu PC não é compatível com a leitura, gravação ou formatação desses discos. Veja também Formatações de discos de bordado compatíveis. Nota O Disco de Teste da Wilcom presentemente não funciona com Win2000, NT ou XP. Nota Os PCs mais recentes geralmente não conseguem lidar com a formatação Melco. Para permitir a formatação em Melco, é necessario um cartão de entrada/saída múltiplo que seja capaz de formatar discos de densidade singular. Veja Cartões controladores para discos de bordado Melco para maiores detalhes.

Para testar discos de bordado 1 Na barra de tarefas do Windows, clique no botão Iniciar e selecione
Programas > Wilcom ES > Disco de Teste. Abre-se a janela do Disco de Teste.

V8

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

702

2 Selecione Disco de Teste > Todos.
O diálogo Teste para Seleção da Formatação do Disco se abre.

Selecione a unidade de disco (drive) a testar

Selecione as formatações de bordados a verificar

3 No painel da Unidade de Disquete (drive), selecione uma unidade de
discco a partir da lista.

4 No painel da Tipo de Formatação do Disco, selecione as formatações de
bordado a verificar.

5 Insira um disquete DS/DD na unidade de disco (drive).
Aviso Não use um disquete que contenha dados que você deseja manter, visto o utilitário Disco de Teste apagar todos os dados contidos nesse disquete.

6 Clique OK.
Quando o teste termina, o ddiálogo Resultados do Teste aparece. O seu PC não é compatível com leitura, gravação e formatação de certos disquetes especificados. Ideia A característica MelCheck no menu Disco de Teste é idêntica à característica Melco localizada no espaço de diálogo Teste para Seleção da Formatação do Disco.

V8

Wilcom ES — Manual Online

703

Lendo desenhos do disco de bordado
Usar Disco de Bordado > Abrir (menu Fichário) para abrir um desenho a partir de um disco de bordados. Você pode abrir desenhos de outras formatações de discos de bordado especialmente formatados. Veja também Formatações de discos de bordado compatíveis.

Para ler desenhos do disco de bordado 1 Inserir um disco de bordado na unidade de disquete do seu computador. 2 Selecionar Fichário > Disco de Bordado > Abrir.
Abre-se o diálogo Abrir Disco de Bordado.
Selecionar unidade Selecionar formatação

3 A partir da lista Examinar, selecionar a unidade de disquete. 4 Selecionar a formatação do disco. Escolher entre:
Selecionar a formatação a partir da lista Formatação do disquete. Selecionar na caixa de verificação Deteção Automática e deixar Designer ES determinar a formatação automaticamente. Isto geralmente demora mais.

5 Clique OK.
Abre-se o diálogo Abrir a partir do Disco de Bordado.

V8

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

704

Selecionar o tipo de desenho

6 A partir da lista Desenhos do Tipo list, selecione um tipo de desenho.
Todos os desenhos guardados em disco são listados no painel. Se nenhum desenho for listado, esteja certo de que a unidade correta e formatação de disco estão selecionadas. Nota Se o botão Opções estiver disponível, você pode estabelecer as opções de reconhecimento para o desenho. Veja Processar fichários de contorno Melco CND, Abrir fichários de bordado com reconhecimento do objeto/contorno e Abrir fichários de bordado sem reconhecimento de objeto/contorno para maoires detalhes.

7 Clique em Abrir.
Nota Se você tiver problemas com discos de bordado, veja Testar discos de bordado para obter detalhes.

Formatando discos de bordado
Usar Formatar Disco de Bordado (menu Fichário) para formatar um disco de bordado. Discos de bordado devem ser formatados de acordo com as máquinas de bordar que você pretende usar ou a máquina não será capaz de ler o desenho. A maioria dos computadores têm uma unidade de disquete de Alta Densidade 1,44 Mb, a qual pode ler ambas as disquetes de Densidade Dupla 720 Kb e de Alta Densidade 1,44 Mb. A maioria das máquinas de bordar usam disquetes de Densidade Dupla ou de Alta Densidade, de modo que

V8

Wilcom ES — Manual Online

705

geralmente não há problema com a transferência de desenhos. Veja o manual das suas máquinas de bordar para detalhes do tipo de disco apropriado. Aviso Usar o tipo de disco requerido pela sua máquina de bordar, não o computador. Por exemplo, se a máquina requer discos DD, você precisa usar discos DD mesmo que o seu computador talvez tenha uma unidade HD. Se a sua máquina pode apenas ler discos de Densidade Singular você talvez precise instalar um cartão especial de controle de disquete no seu computador. Veja também Formatações de discos de bordado compatíveis.

Para formatar discos de bordado 1 Insirir um disquete 3,5" com a densidade correta na unidade de disquete
do seu computador. Nota Usar o tipo de disco requerido pela sua máquina de bordar, não o computador. Por exemplo, se a máquina requer discos DD, você precisa usar discos DD mesmo que o seu computador talvez tenha uma unidade HD. Se a sua máquina pode apenas ler discos de Densidade Singular você talvez precise instalar um cartão especial de controle de disquete no seu computador. Veja Disquetes de bordados para maiores detalhes.

2 Selecionar Fichário > Formatação > Disco de Bordado.
Abre-se o diálogo Formatar Disco de Bordado.
Selecionar a unidade de disquete Selecionar formatação do disco

3 A partir da lista Unidade, selecionar a unidade de disquete. 4 A partir da lista Formatação do disquete, selecionar a formatação do
disco requerida.

5 Clique OK.
Aparece a confirmação da mensagem de informação.

6 Clique OK para confirmar.
Abre-se o diálogo Formatar.

V8

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

706

Selecionar formatação do disco Selecionar a opção formatar

Inserir rótulo no disco

7 A partir da lista Capacidade, selecionar a capacidade de armazenagem
no disco.

8 No painel Tipo de Formatação, selecionar a opção de formatação que
você requerer. Cheio: formata um disco em branco ou muda a formatação do disco. Rápido: apaga todos os dados do disco mas não o reformata. Apenas Fichários de Cópia do Sistema: copia fichários do sistema sem formatar o disco.

9 No painel Outras Opções, selecionar as opções que você requerer.
Para rotular um disco, desative a caixa de verificação Sem Rótulo e insira um nome para o rótulo. Selecione Mostrar Sumário quando Finalizado para ver o diálogo sumário depois da formatação. Selecionar a caixa de verificação Fichários de Cópia do Sistema para copiar os fichários de cópia do sistema para o disco. Este faz o disco carregável em DOS. Veja o seu manual do Windows para maiores detalhes.

10 Clique Iniciado.
Aparece uma barra progresso. Você está pronto quando a formatação estiver concluída.

11 Clique OK para formatar outro disco ou Cancelar para finalizar.
Nota Se você tiver problemas com a formatação de um disco de bordados Melco, verifique se a sua unidadde de disquete (drive) pode ler e gravar disquetes de densidade singular. Veja Testar discos de bordado para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

707

Guardando desenhos para o disco de bordado
Usar Discos de Bordado Guardar Como (menu Fichário) para guardar desenhos para bordar em uma máquina específica. Guardar desenhos para disco de bordado para bordar em uma máquina específica. Quando você guardar em uma nova formatação, o desenho é convertido para codificar as funções da máquina e apoiar os comandos apoiados por uma máquina em particular. Nota Discos de bordado devem ser formatados corretamente antes de você guardar desenhos neles. Veja Formatando discos de bordado para maiores detalhes.

Para guardar desenhos em Disco de Bordado 1 Inserir um disco de bordado na unidade de disquete do seu computador. 2 Selecionar Fichário > Guardar Como > Disco de Bordado.
Abre-se o diálogo Guardar Disco de Bordado.
Selecionar unidade Selecionar formatação

3 A partir da lista Examinar, selecionar a unidade de disquete. 4 Selecionar a formatação do disco. Escolher entre:
Selecionar a formatação a partir da lista Formatação do disquete. Selecionar na caixa de verificação Deteção Automática e deixar Designer ES determinar a formatação automaticamente. Todos os desenhos já guardados em disco são listados no painel. Nota Se o disco não estiver formatado, ou a formatação não for correta, clique em Formatar. Veja Formatando discos de bordado para maiores detalhes.

V8

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

708

5 No campo Nome do Fichário, inserir um nome para o desenho.

Dê entrada ao número do fichário, se for pedido

6 Se o campo Número é ativado, inserir o número do fichário.
Nem todas as formatações da máquina requerem esta informação. Esta opção fica cinzenta, caso o mecanismo que da o nome aos fichários não for compatível com esse tipo de disco de bordados em particular. A Tajima usa um nome de fichário ‘free-form’, assim, ambos são compatíveis: o sistema de números e de nome de fichário em texto, atal como se pode observar no diálogo.

7 Selecione uma formatação de desenho a partir da lista Formatação da
Máquina. Algumas máquinas conseguem ler formatações diferentes. Por exemplo, algumas máquinas Tajima conseguem ler Barudan assim como Tajima. Ideia Para vizualizar ou modificar a configuração da formatação da máquina, clique em Valores. Veja Ajustar valores da configuração para formatações de máquina standard para maiores detalhes.

8 A partir da lista Tipo de Desenho, selecionar o tipo de fichário para
guardar disco de bordado. Geralmente apenas um tipo de fichário é disponível.

9 Se disponível, selecione a caixa de verificação Guardar Ícone para incluir
uma imagem miniatura do desenho com o fichário de desenho. Este ícone aparece no painel de controle da máquina durante o bordado.

10 Clique Gravar.
Aviso Espere até que a luz da unidade de disquete pare de piscar antes de remover o disco.

Guardando desenhos em fitas de papel
Fita de Papel é um meio tradicional para guardar desenhos em formatação de ponto de dados. Agora grandemente substituído por disquetes, elas ainda são usadas por máquinas mais velhas. Mais especificamente, fitas de papel de pontos de dados são fitas de papel de oito-canais que, em efeito,

V8

Wilcom ES — Manual Online

709

são cópias duras de 8 bit de dados binários. Fitas de papel são normalmente furadas pelo ‘designer’ e lidas na máquina de bordar mais tarde. Você pode ler na fita de papel desenhos de formatações variadas em Designer ES. Uma vez que o desenho é lido, você pode sair dele sem alterá-lo, modificá-lo e sair dele na formatação original, ou guardá-lo como um fichário EMB. Você pode opcionalmente converter o desenho em objetos. Depois da conversão, o desenho pode ser escalado e mudado. Veja Abrir fichários de bordado em Designer ES para maiores detalhes. Você também pode perfurar desenhos para a fita de papel de Designer ES. Você pode selecionar a saída do tipo de formatação e incluir rótulos com o desenho. Você também pode escolher rebobinar a fita depois de perfurar, ou furar na sequência de bordado invertida.

Lendo desenhos a partir da fita de papel
Usar Fita de Papel > Ler (menu Fichário) para ler o desenho em fita de papel. Você pode ler na fita de papel desenhos de formatações variadas em Designer ES. Uma vez que o desenho é lido, você pode guardá-lo como fichário EMB. Veja também Formatações de fitas de papel compatíveis. Ideia Criar backups dos seus desenhos em fita de papel pela leitura dentro do Designer ES, então guardá-los no disco duro ou disco de bordado na mesma formatação da máquina. Este não altera o desenho de modo algum.

Para ler desenhos na fita de papel 1 Esteja certo de que a fita de papel está conectada, configurada
corretamente e que a fita está carregada. Aviso Não leia o rótulo opcional que é o começo da fita uma vez que este não é parte do ponto de dados.

2 Selecionar Fichário > Ler > Fita de Papel.
Abre-se o diálogo Escolher o Tipo de Gravação de Fita.

Selecionar a formatação da fita

3 Selecionar a formatação da fita a partir da lista.

V8

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

710

Nota Esteja certo de que você selecionou a formatação correta uma vez que esta não pode ser detectada automaticamente em Designer ES.

4 Clique OK.

Perfurando desenhos para a fita de papel
Usar Furar Fita de Papel (menu Fichário) para ler o desenho da fita de papel. Você também pode perfurar desenhos para a fita de papel Designer ES. Você pode selecionar a saída do tipo de formatação e incluir rótulos com o desenho. Você também pode escolher rebobinar a fita depois de perfurar, ou furar na sequência de bordado invertida.

Para furar desenhos em fita de papel 1 Esteja certo de que a fita de papel está conectada, configurada
corretamente e que a fita está carregada.

2 Selecionar Fichário > Furar > Fita de Papel.
Abre-se o diálogo Escolher o Tipo de Gravação em Fita.

Selecionar a formatação da fita

3 Selecionar a formatação da fita a partir da lista.
Nota Esteja certo de que você escolheu a formatação correta uma vez que esta não pode ser detectada automaticamente em Designer ES.

4 Clique OK.
Abre-se o diálogo Gestor da Fita.

V8

Wilcom ES — Manual Online

711

Selecionar o furador de fita Selecionar o rótulo da fita Selecionar rebobinar a fita automaticamente antes de bordar Selecionar para furar em direção inversa

5 Desativar a caixa de verificação Confirmar montagem se você quer
confirmar a configuração do furador de fita antes de furar.

6 A partir da lista Nome da Perfuração, selecionar o tipo de furador
requerido. Nota A lista contém um número de entradas por defeito. Se o leitor que você deseja não está disponível, você pode adicionar um novo. Veja Configurar leitores de fita de papel para maiores detalhes.

7 Clique Configurar para modificar a configuração dos terminais de série.
Veja Estabelecer terminais de série para maiores detalhes.

8 Para rotular uma fita, selecione a caixa de verificação Sem Rótulo e
insira um nome para o rótulo. O formato da máquina e data também são incluídos.

9 Selecionar na caixa de verificação Rebobinagem Automática no Início
para rebobinar a fita automaticamente antes de bordar. Nota Se a formatação da máquina não apoia esta opção, a caixa de verificação está desativada.

10 Selecionar a caixa de verificação Inverter Direção para furar na direção
inversa atual sequência de bordado. Isso permite que você fure diretamente as fitas que foram guardadas em rolos sem rebobinar.

V8

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

712

11 Clique em Furar.
Se caixa de verificação Confirmar montagem está selecionada, abre-se o diálogo Furar para a Fita mostrando detalhes técnicos da conexão furar. Clique OK para continuar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

713

V8

Capítulo 32

Discos de Bordado e Fitas de Papel

714

PARTE VIII

ADMINISTRAR OS DESENHOS

V8

Wilcom ES — Manual Online

715

V8

716

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

O Design Explorer ES proporciona uma maneira eficaz de ver e gerenciar desenhos de bordados. Esta ferramenta de gerenciamento de desenhos pode acessar fichários de desenho armazenados no disco rígido (hard disk) do seu computador, em CD-ROM ou disquete. Reconhece todas as formatações de fichários de desenho usados por Designer ES. Veja também Formatações Compatíveis para Fichários e Discos. Nota O Design Explorer ES ajuda você a gerenciar desenhos em pastas. Contudo, não é uma base de dados para múltiplos usuários para gerenciamento geral de desenhos por toda a companhia. Para este tipo de requisito, consulte o Manual do Usuário do Design Warehouse™. Esta seção descreve todo o trabalho realizado pelo Design Explorer ES desde o início de funcionamento até às funções de ver, organizar e converter desenhos. Também explica como usar o Design Explorer ES para publicar catálogos de desenhos.

Abrir o Design Explorer ES e estabelecer os valores por defeito
O Design Explorer ES não requer uma instalação separada. Funciona como parte integral de Wilcom ES e é fácil de configurar e de iniciar.

Abrir o Design Explorer ES
Clique em Design Explorer ES (Windows Desktop) para iniciar o Design Explorer ES. O Design Explorer ES pode ser aberto a partir da janela principal (desktop) ou a partir do botão de Windows Start (Início).

V8

Wilcom ES — Manual Online

717

Nota Se você iniciar o Design Explorer ES a partir da janela principal or a partir do botão de Windows Start (Início), o Designer ES também se abrirá. Se o seu computador for lento ou se você estiver executando muitas aplicações, o Design Explorer ES pode não abrir. Ideia Feche o Design Explorer ES em modo de Ver por Detalhes para que este se abra com mais rapidez desta vez.

Para abrir Design Explorer ES
Dê um clique duplo no ícone do Design Explorer ES localizado na janela principal de Windows. O Design Explorer ES e o Designer ES abrir-se-ão em janelas separadas. O Design Explorer ES abre a sua pasta Desenho, mostrando todos os seus desenhos de EMB como miniaturas. Nota Você pode mudar para o Design Explorer ES se este já estiver aberto. Veja Abrir desenhos no Designer ES para maiores detalhes.
miniaturas mais detalhes miniaturas barra de menus barra de ferramentas detalhes

pastas miniatura do desenho barra de divisão

barra de status

Ideia Se o Designer ES estiver escondendo o Design Explorer ES e não for possível vê-lo, alterne entre eles usando a função Windows Alt + Tab.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

718

Alterar pastas
O Design Explorer ES deixa você ver quaisquer tipos de tipos de fichários de desenho compatíveis que se encontrem em pastas de desenho. (Veja também Formatações Compatíveis para Fichários e Discos.) O acesso que você pode obter a pastas de desenho no seu network esta apenas limitado pelos direitos de acesso ao network determinados pelo Administrador do Sistema. Para se navegar até aos desenhos localizados nas pastas usando o Design Explorer ES utiliza-se um método que é muito semelhante ao usado por Windows Explorer. Ideia O processo de geração de imagens miniatura pode ser muito lento em máquinas mais antigas or caso existam muitos desenhos na pasta selecionada. Pressionar a tecla Alt fará abortar o processo de redesenho. A miniatura será desenhada usando um ponto de exclamação amarelo por defeito. Isto não significa que o desenho se tenha perdido. Veja também Localizar fichários perdidos.

Para mudar de pastas 1 Abrir Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.
fichários de desenrolar

O Meu Computador Desenhos na pasta selecionada

organograma do diretório

2 Para localizar um desenho que não se encontre na sua pasta de
desenhos corrente — por ex. C:\Desenhos — use o organograma do diretório, para localizar a pasta apropriada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

719

Ideia Se não aparecerem todas as pastas e todas as unidades de disco (drives), clique em + à esquerda de My Computer (O Meu Computador) para mostrar todas as unidades de disco locais e do network que se encontram disponibilizadas para este PC.

3 Clique numa pasta dentro do organograma do diretório para mostrar o
seu conteúdo na janela de projeção. Você pode listar o conteúdo da pasta de várias maneiras. Veja Ver desenhos em pastas para maiores detalhes. Ideia Arraste a barra de divisão entre as pastas e as miniaturas, para a esquerda ou para a direita para alterar o tamanho das seções da janela.

Ajustar os valores para ver desenhos
Selecione Preferências do Usuário (menu Ver) para estabelecer as preferências do usuário relativamente a ver desenhos. Você pode alterar vários valores da configuração por defeito no Design Explorer ES: o modo como os desenhos selecionados estão realçados o que acontece quando você dá um clique duplo nos desenhos.

Para ajustar os valores para ver desenhos 1 Abrir Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione Ver > Preferências do Utilizador.
Abre-se o diálogo Preferências do Usuário.

3 Selecione Realçar Totalmente para realçar totalmente cada miniatura à
medida que cada uma é selecionada.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

720

Se você requer apenas que sejam realçados os rebordos de miniaturas selecionadas, limpe Realçar Totalmente. Ideia A cor e a intensidade do realce podem ser alteradas no Painel de Controlo de Windows ao gosto de cada utilizador. Veja a Ajuda de Windows para obter detalhes sobre ‘Configuração da Tela’.

4 Selecione uma destas opções:
Um Clique Duplo Abre Desenhos se você quer que aconteça a ação normal de Windows quando você dá um clique duplo no nome de um desenho ou numa miniatura, ou Um Clique Duplo Mostra Propriedades se você quiser que se abra o diálogo Propriedades para os desenhos sobre os quais você deu clique duplo.

5 Clique OK para gravar os valores de configuração.
Ideia Se precisar de mais espaço na sua janela principal para projetar as miniaturas, clique no botão Esconder/Mostrar Organograma do Diretório.

Alterar locale
Durante a instalação do software do Design Explorer ES, podem-se selecionar línguas opcionais (locales) para diálogos e mensagens — por ex. inglês, francês, alemão, etc. Você pode alternar entre estas locales em qualquer altura, depois da instalação. Aviso Se a locale por defeito não for a mesma que a língua usada pelo Sistema Operativo, esta opção língua não funcionará bem. Veja também ‘locale’ na Ajuda do Windows para obter maiores informações sobre como alterar Windows para que se possam servir ‘locales’ diferentes.

Para alterar a locale 1 Abra Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione Ver > Alterar Locale para abrir a ‘locale’ desejada.
O diálogo Escolher Locale abre-se.

V8

Wilcom ES — Manual Online

721

Nota Serão apenas listados os ‘locais’ que foram selecionados quando o Design Explorer ES foi instalado.

3 Selecione a ‘locale’ que deseja, e clique OK para fazer a alteração.
Ideia Veja também ‘local’ na Ajuda do Windows para obter maiores informações sobre como alterar teclados, etc, que sirvam como ‘locais’ difrentes.

Ver desenhos em pastas
O Design Explorer ES projetará miniaturas e informações limitadas sobre o desenho, sempre que uma pasta de desenhos ou base de dados for acessada. Você pode filtrar o conteúdo da janela de projeção, para que esta mostre apenas certos tipos de fichários. Você pode alterar o nome de pastas, adicionar sub-pastas e eliminar pastas sem sair do Design Explorer ES.

Navegar pelos desenhos
Clique Esconder Organograma do Diretório para esconder o organograma do diretório. Quando o Design Explorer ES estiver executando em modo de tela total, é por vezes útil navegar pelos desenhos usando a opção de Navegar a Localização.

Para navegar pelos desenhos 1 Execute o Design Explorer ES com o organograma do diretório
escondido.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

722

Clique para executar em modo de tela total

2 Selecione Ver > Navegar a Localização.

3 Procure no organograma do diretório a pasta ou base de dados que você
requer e clique OK. A área de projeção se atualiza de acordo com a operação realizada.

Mostrar miniaturas de desenhos e informação sumária
Clique em Miniaturas para mostrar os desenhos apenas como miniaturas. Clique em Miniaturas e Sumário para mostrar os desenhos como miniaturas com detalhes de bordado.

V8

Wilcom ES — Manual Online

723

Clique em Detalhes para ver informações sobre um desenho selecionado. Os desenhos no Design Explorer ES podem ser listados apenas como miniaturas (aquelas por defeito), mniaturas e informações sumárias, ou apenas com informações sobre o desenho. Ideia Os desenhos podem também ser mostrados ocupando todo o écran do monitor em Designer ES. Veja Abrir desenhos no Designer ES para maiores detalhes.

Para mostrar miniaturas de desenhos e informação sumária 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta.
Veja Ver desenhos em pastas para maiores detalhes.

2 Use as opções de Ver para ver os desenhos na base de dados mostrados
na formatação que deseja: Para mostrar os desenhos apenas como miniaturas, clique no ícone Miniaturas localizado na barra de ferramentas. Ou, selecione Ver > Miniaturas.

ver miniaturas

Para mostrar os desenhos como miniaturas com detalhes do bordado, clique no ícone Miniaturas e Sumário localizado na barra de ferramentas. Ou, selecione Ver > Miniaturas e Sumário.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

724

miniaturas e vista sumária

Para mostrar os desenhos numa lista detalhada, clique no ícone Detalhes localizado na barra de ferramentas. Ou, selecione Ver > Detalhes. Os desenhos são listados mostrando o nome, a data em que foram modificados pela última vez, a descrição, o cliente, o número de pontos no desenho, e o tipo de trabalho. Repare que estes cabeçalhos são diferentes dos projetados quando se vêem os desenhos em pastas.

ver detalhes

Nota O número de desenhos selecionados aparece na barra de status na parte inferior da janela do Design Explorer ES.

Ver informações sobre o desenho
Clique Propriedades de Desenho para ver Informações sobre desenhos selecionados. As informações sobre desenhos localizados em pastas podem ser vistas no diálogo Propriedades. Os dados são extraídos diretamente de fichários de desenho criados no Designer ES. Você não pode adicionar, eliminar ou editar estes campos.

V8

Wilcom ES — Manual Online

725

Para ver informações sobre desenhos 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Ver desenhos em pastas para maiores detalhes.

2 Clique com o botão direito do mouse no desenho e selecione
Propriedades a partir do menu que salta direto na tela. O diálogo Propriedades abre-se.

Ideia Se num certo campo nem todo o texto se encontrar visível, selecione esse campo e use as teclas Seta, Home e End para desenrolar. Alternativamente, altere o tamanho do diálogo.

3 Clique OK para fechar.

Ver desenhos zipados em pastas
O Design Explorer ES permite que você arquive e veja fichário de desenho em pastas que foram arquivadas através do popular utensílio WinZip. Este programa de software comprime os fichários num único fichário comprimido com a extensão *.ZIP. Ora isto pode ser útil para quando se enviam ou recebem vários fichários por e-mail. Veja também Archiving design files.

Para ver desenhos zipados em pastas 1 Abra o Design Explorer ES e realize o percurso até à pasta que contém
os fichários de desenho zipados.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

726

Se a pasta conter desenhos individualmente zipados, estes aparecerão diretamente na janela de projeção. O nome do fichário aparecerá em itálico. Se a pasta conter fichários zipados contendo múltiplos desenhos, estes aparecerão no organograma do diretório.

O fichário de desenho zipado aparece no organograma

desenho zipado — o nome aparece em itálico

2 Selecione o fichário zipado para ver o seu conteúdo.

Selecione o fichário de desenho zipado

O conteúdo do fichário zipado aparece na janela de projeção

Limitar os tipos de fichários projetados na tela
Com o Design Explorer ES você pode filtrar o conteúdo de qualquer pasta de desenhos, para que sejam mostrados apenas certos tipos de fichário — por ex. apenas fichários de EMB.

V8

Wilcom ES — Manual Online

727

Para limitar os tipos de fichários projetados na tela 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Ver desenhos em pastas para maiores detalhes.

2 Clique na lista de desenrolar de Fichários localizada na barra de
ferramentas.

3 Selecione:
Todos os Fichários para mostrar todos os tipos de fichários existentes na pasta. Artwork Files to display only BMP and PNG files. Qualquer outra opção para mostrar apenas fichários desse tipo — por ex. Escantilhões (EMT). Veja também Formatações Compatíveis para Fichários e Discos.

Redesenhar a projeção na tela
Ocasionalmente, a sua tela não mostrará as alterações que você fez, até que você ‘redesenhe’ (valide) a sua projeção na tela. As alterações realizadas em pastas podem também não mostrar essas alterações ate que você redesenhe o organograma do diretório. Se mesmo assim não aparecerem corretamente nem gráficos nem miniaturas, ou se você atualizou o software do produto Wilcom ES, você pode precisar de ‘validar e redesenhar’.

Para redesenhar a projeção na tela
Para redesenhar a janela de projeção, selecione Ver > Redesenhar, ou pressione a tecla F5.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

728

Para redesenhar pastas no organograma do diretório, selecione Ver> Redesenhar o Nó do Organograma. Alternativamente, selecione o nó que você deseja redesenhar, clique com o botão do lado direito do mouse e selecione Redesenhar a partir do menu que salta direto na tela. Para validar e redesenhar pastas, clique na pasta que contem os fichários e selecione Ver > Validar e Redesenhar. Ideia Ocasionalmente, o mostra pontos de interrogação em vermelho, azul ou verde e uma breve descrição em substituição da miniatura gráfica. Veja Localizar fichários perdidos para detalhes.

Acessar desenhos em pastas
O Design Explorer ES deixa você selecionar desenhos que estejam localizados em pastas. Uma vez selecionados, você pode manipulá-los de várias maneiras — por ex. cortando/removendo, copiando, colando/enxertando, editando o registro, e convertendo desenhos em outras formatações. Você pode também abrir desenhos no Designer ES diretamente a partir do Design Explorer ES para serem vistos ou editados. Ideia Com o fichário selecionado, clique com o botão do lado direito do mouse para abrir um menu dos que salta direto na tela, e que inclui os comandos de Abrir, Imprimir, Converter, Furar para a Fita, Bordar na Máquina, e Eliminar.

Selecionar desenhos em pastas
Os desenhos têm que ser selecionados antes que qualquer ação possa ser executada — por ex. Ver, Abrir ou Copiar um Desenho. Um grupo de desenhos pode ser selecionado como um grupo, uma série, ou todos os desenhos de uma base de dados. Um grupo é formado por quaisquer desenhos selecionados. Uma série é uma sequência de desenhos consecutivos.

Para selecionar desenhos em pastas 1 Abra Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Ver desenhos em pastas para maiores detalhes.

2 Mostre os desenhos como miniaturas ou como lista detalhada.

V8

Wilcom ES — Manual Online

729

Veja Mostrar miniaturas de desenhos e informação sumária para maiores detalhes. Ideia O processo de geração de imagens miniatura pode ser muito lento em máquinas mais antigas or caso existam muitos desenhos na base de dados selecionada. Pressionar a tecla Alt fará abortar o processo de redesenho. A miniatura será desenhada usando um ponto de exclamação amarelo por defeito.

3 Organize os desenhos pela categoria que deseja, — por ex. organize por
cliente para obter uma listagem consecutiva de todos os desenhos do cliente. Veja Organizar fichários para maiores detalhes.

4 Selecione um desenho ou desenhos.
Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona. Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona. Para selecionar todos os desenhos na pasta corrente, selecione Editar > Selecionar Todos.

5 Para cancelar todos os desenhos selecionados, selecione Editar >
Des-selecionar Tudo, ou clique em qualquer desenho não selecionado. Ideia Para desselecionar um único desenho entre um grupo de de desenhos selecionados, clique novamente nesse desenho enquanto mantém pressionada a tecla Ctrl.

Abrir desenhos no Designer ES
Quisquer desenhos selecionados na janela de projeção do Design Explorer ES podem ser abertos com o Designer ES para serem vistos ou editados.

Para abrir desenhos em Designer ES 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Ver desenhos em pastas para maiores detalhes.

2 Selecione um desenho ou desenhos.
Ideia Se desejar abrir vários desenhos ao mesmo tempo, selecione ver a lista de detalhes. Veja Mostrar miniaturas de desenhos e informação sumária para maiores detalhes.

3 Selecione Fichário > Abrir.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

730

Todos os fichários selecionados se abrem.

4 Alternativamente, se está mostrando os desenhos como miniaturas, dê
um clique duplo numa miniatura de desenho singular. Certifique-se que Um Clique Duplo Abre Desenhos se encontra selecionado no diálogo Preferências do Usuário. Veja Ajustar os valores para ver desenhos para maiores detalhes. O desenho ou desenhos selecionado(s) são projetados na janela do Designer ES prontos para serem editados. Ideia Para alternar entre o Designer ES e o Design Explorer ES:

Pressione e mantenha pressionada a tecla Alt e depois pressione a tecla Tab até que o ícone do Designer ES fique realçado. Solte a tecla Alt.

Alternativamente, clique no botão da barra de ferramentas do Designer ES na barra de ferramentas do Windows.

Criar novos desenhos com escantilhões personalizados
Você pode abrir um novo escantilhão de desenho no Designer ES a partir do Design Explorer ES.

Para criar novos desenhos com escantilhões personalizados 1 Selecione Fichário > Novo.
O Designer ES abre-se e o diálogo Novo aparece.

V8

Wilcom ES — Manual Online

731

Nota Se não existir outro escantilhão sem ser aquele por defeito, o diálogo Novo pode não aparecer.

2 Selecione um escantilhão a partir da lista. 3 Clique OK.

Reconectar Design Explorer ES ao Designer ES
Ocasionalmente, o Design Explorer ES encontrará um problema que precisa ser remediado antes que você possa continuar trabalhando. Existe um problema que não deixa o Design Explorer ES fazer a ligação com o programa Designer ES. Siga as instruções abaixo indicadas (pela mesma ordem que estão listadas) até encontrará a solução.

Para reconectar o Design Explorer ES ao Designer ES
Verifique se o seu dispositivo de segurança ‘dongle’ se encontra ligado. Verifique se o programa Designer ES está a funcionar corretamente — feche o Design Explorer ES e depois abra Designer ES clicando no seu ícone na Janela Principal do Windows. Abrir Designer ES e depois abrir o Design Explorer ES. Se nada do que foi dito acima corrigir o problema, volte a instalar o produto Designer ES. Verifique se a versão do Designer ES que você está usando é a mesma que a registrada nas Propriedades de Atalho do: Clique com o botão direito do mouse no ícone do Design Explorer ES na sua Janela Principal do Windows e depois selecione Propriedades.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

732

acesso rápido

Clique no tabulador de Acesso Rápido e leia o último texto no campo Alvo— por ex. ...versão=8.0A. Esta versão deve ser idêntica à versão do programa Designer ES que você está usando. Se não for, mude para a versão correta e clique OK. Finalmente, e apenas para utilizadores de computador muito avançados, execute o regedit.exe de Windows e elimine o sub-organograma sob: \Software\Wilcom\Wilcom ES\8.0\DesignLib\... Instalar o Designer ES novamente.

Localizar fichários perdidos
Se os utilizadores moverem fichários incorretamente, a miniatura normal do desenho será geralmente substituída pela miniatura do ‘desenho perdido’ da próxima vez que se abra o Design Explorer ES. cada cor indica a causa provável: Ícone Descrição Quer isto dizer que o Design Explorer ES não consegue encontrar o fichário de desenho. isto acontece muitas vezes quando se visualizam desenhos em bases de dados, mas pode também afetar desenhos em pastas. Substitua fichários desaparecidos a partir de fichários de backup ou de outra fonte. Se isso não for possível, apague o registro ou redesenhe (‘refresque’) o diretório. Veja também Redesenhar a projeção na tela.

V8

Wilcom ES — Manual Online

733

Ícone

Descrição Quer isto dizer que o Design Explorer ES encontrou uma miniatura atualizada mas não reconhece a sua formatação. Use Validar e Redesenhar para atualizar a projeção. O tentará fazer uma substituição da próxima vez que a pasta for aberta ou ‘refrescada’. Veja também Redesenhar a projeção na tela. O Design Explorer ES reconhece uma série pré-determinada de tipos de fichários de acordo com a lista de tipos de fichários que se desenrola. Se vir um desenho que possui o sufixo de fichário que se requer — EMB, BMP, etc — mas se for incapaz de ler esse fichário, projetará um ponto de interrogação verde. Localize o fichário e elimine-o.

Alterar o nome, adicionar e apagar pastas
Você pode alterar o nome de pastas, adicionar sub-pastas e eliminar pastas sem sair do Design Explorer ES.

Para alterar o nome, adicionar ou eliminar pastas 1 Abrir Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Navegue até às pastas a que deseja alterar o nome, eliminar ou
adicionar sub-pastas. Veja Ver desenhos em pastas para maiores detalhes.

3 Adicione, altere o nome, ou elimine pastas tal como for necessário:
Para adicionar uma sub-pasta a outra, selecione a pasta e clique com o botão do lado direito do rato. Selecione Adicionar Sub-Diretório e tecle o nome da nova sub-pasta quando esta aparecer. Para Alterar o Nome de uma pasta, selecione-a e clique com o botão do lado direito do rato. Selecione Alterar Nome partir da lista que salta direto na tela, e tecle o novo nome. Para eliminar uma pasta, selecione-a e clique com o botão do lado direito do rato. Seleione Eliminar a partir do menu que salta direto na tela. Você é avisado para confirmar a eliminação.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

734

Remover, copiar, enxertar e eliminar desenhos
Os desenhos podem ser removidos, ou copiados e depois enxertados dentro da mesma pasta ou noutra, usando o Design Explorer ES. Os desenhos podem também ser eliminados da pasta.

Copiar e colar/enxertar desenhos
Uma vez que um desenho selecionado seja copiado, pode ser enxertado noutra localização, usando Enxertar. Um desenho que tenha sido copiado pode ser enxertado quantas vezes se desejar.

Para copiar e colar/enxertar um desenho 1 Abrir Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione qualquer número de desenhos.
Veja Selecionar desenhos em pastas para maiores detalhes.

3 Selecione Editar > Copiar. 4 Caso seja necessário, passe para outra pasta usando o diretório.
Um desenho pode ser enxertado na mesma pasta que o desenho original.

5 Selecione Editar > Enxertar.
Se o desenho selecionado — por ex. Urso.EMB — for colado/enxertado na pasta corrente, e se a pasta corrente conter o desenho original, ou um fichário com o memso nome, o novo desenho é automaticamente batizado de Cópia deUrso.EMB. Você pode depois alterar o nome do novo fichário clicando com o botão direito do mouse no seu nome, selecionando Alterar Nomee teclando o novo nome. Pressione a tecla Enter para completar a mudança de nome. Nota Se você alterar o nome do fichário, certifique-se que as três letras da extensão — por ex. do EMB — não são alteradas.

Remover e colar/enxertar desenhos
Quando um desenho selecionado é removido, o desenho é retirado da pasta corrente. Esse desenho pode seguidamente ser enxertado noutra localização, usando o comando Enxertar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

735

Para remover e colar/enxertar desenhos 1 Abrir Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione qualquer número de desenhos.
Veja Selecionar desenhos em pastas para maiores detalhes.

3 Selecione Editar > Enxertar.
Um diálogo Confirmar Administração abre-se.

4 Clique Sim para cortar/remover o desenho. 5 Vá até à pasta onde deseja enxertar o fichário ou fichários. 6 Selecione Editar > Enxertar para enxertar o desenho selecionado na
nova pasta. Se já existir na pasta um desenho com o mesmo nome, alterar-se-á o nome de cada cópia enxertada.

Eliminar desenhos
Use a função de Eliminar Desenhos para os remover permanentemente do seu PC.

Para eliminar desenhos do Design Explorer ES 1 Abrir Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione qualquer número de desenhos.
Veja Selecionar desenhos em pastas para maiores detalhes.

3 Selecione Editar > Eliminar.
Um diálogo Confirmar Administração abre-se.

4 Clique Sim para eliminar o desenho.
Aviso O fichário é permanentemente removido da pasta.

V8

Capítulo 33

Design Explorer ES — Básico

736

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

Os desenhos localizados em pastas no Design Explorer ES podem ser organizados de três maneiras principais. Ora isto se torna útil quando você deseja selecionar desenhos para bordar, imprimir, arquivar, e aí por diante. Uma vez que um desenho seja selecionado numa das pastas do Design Explorer ES, você pode enviá-lo diretamente para uma máquina de bordar ou para uma máquina de perfurar. Você pode também converter a sua EMB e outros fichários de desenho de e para outras formatações de fichário diretamente a partir do Design Explorer ES. Os catálogos de desenhos existentes dentro das pastas contêm miniaturas e/ou informações sumárias. Estas podem ser enviadas para serem impressas e publicadas numa variedade de formatações, dependendo das pessoas a que se destinam — por ex. operadores de máquina, pessoal, clientes. O Design Explorer ES permite que você arquive e veja fichário de desenho em pastas que foram arquivadas através do popular utensílio WinZip. Ora isto pode ser útil para quando se enviam ou recebem vários fichários por e-mail. Esta seção descreve as capacidades de trabalho mais avançadas do Design Explorer ES desde a organização de fichários para bordar, perfurar, e na conversão de desenhos. Descreve também como imprimir e publicar catálogos de desenhos, assim como o modo de arquivar desenhos pouco ou quase nunca usados.

Organizar fichários
Os desenhos localizados em pastas do Design Explorer ES podem ser organizados de três maneiras:

V8

Wilcom ES — Manual Online

737

Em organizações simples, usando Ver > Organizar por (Nome, Tipo, Tamanho, ou Data). Os desenhos são organizados de acordo com a organização selecionada. Os desenhos podem ser organizados, quer estejam projetados como miniaturas ou numa lista detalhada. Em organizações simples, usando cabeçalhos em lista detalhada: por Nome do Fichário, Tamanho, Tipo de Fichário, Versão, Data, Pontos, ou Descrição. Os desenhos são organizados de acordo com o cabeçalho selecionado e repetir a organização inverte a ordem. Os desenhos devem ser projetados como uma lista detalhada. Em organizações complexas, que podem ir até dois níveis, em ordem crescente ou decrescente: por Cores, Data em que foi desenhado, Nome do Desenho, Tipo de Fichário, Altura, Pontos, Versão, Largura ou Nada. Os desenhos podem ser organizados como miniaturas, miniaturas com detalhes de bordado, ou numa lista detalhada.

Executar uma organização simples usando o menu Ver
Você pode organizar as suas miniaturas ou listas detalhadas, selecionando quaisquer dos quatro tipos de organização, a partir do menu Ver.

Para executar uma organização simples usando o menu Ver 1 Abrir o Design Explorer ES e selecionar uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Listar os desenhos como miniaturas ou como lista detalhada.
Veja Mostrar miniaturas de desenhos e informação sumária para maiores detalhes.

3 Selecionar Ver > Organizar por Nome ou Organizar por Tipo, Organizar
por Tamanho, ou Organizar por Data. Os desenhos serão organizados de acordo com a opção selecionada.

Executar uma organização simples usando listas de detalhes
Você pode organizar listas de detalhes clicando nos cabeçalhos das colunas.

Para executar uma organização simples usando listas de detalhes 1 Abrir o Design Explorer ES e selecionar uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Listar os desenhos como uma lista de detalhes.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

738

Veja Mostrar miniaturas de desenhos e informação sumária para maiores detalhes.
Clicar no cabeçalho da coluna para organizar

3 Clicar no cabeçalho da coluna a ser organizada — por ex. Nome.
Os desenhos serão organizados por ordem de seleção.

4 Clique no cabeçalho novamente para inverter a ordem.

Executar uma organização complexa usando Organizar
Use Organizar para executar uma organização complexa usando o diálogo Organizar. Você pode organizar desenhos usando vários critérios como por exemplo Cores, Data do Desenho, Nome do Desenho, Tipo de Fichário, etc. O Design Explorer ES permite que você organize os desenhos numa organiza ção que vai até dois níveis, e por ordem crescente ou decrescente.

Executar uma organização complexa usando Organizar 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Liste os desenhos como uma lista de detalhes.
Veja Mostrar miniaturas de desenhos e informação sumária para maiores detalhes.

3 Selecione Ver > Organizar.
Abre-se o diálogo Organizar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

739

Selecione o critério para Nível 1

Selecione o critério para Nível 2

4 Selecione o primeiro critério de organização:
Selecione a categoria principal que deseja, a partir da lista Organizar Por — por ex. Data. Selecione Crescente para organizar letras de A a Z e números desde o menor até ao maior, ou Decrescente para as organizar por ordem inversa.

5 Selecione o segundo critério de organização:
Selecione uma categoria diferente, a partir da lista de desenrolar E Depois Organizar Por — por ex. Pontos. Selecione Crescente ou Decrescente.

6 Clique OK.
No exemplo acima, a lista de detalhes mostrará todos os desenhos por data, juntamente com o número de pontos usado.

Bordando e furando desenhos
Uma vez que um desenho seja selecionado numa pasta, você pode: enviá-lo diretamente para qualquer máquina de bordar ligada ao sistema do Designer ES. enviá-lo diretamente para qualquer máquina de furar e furar a fita de papel. Ideia Quando um fichário é selecionado, clique com o botão do lado direito do mouse para abrir um menu dos que salta direto na tela, e que inclui os comandos de Abrir, Imprimir, Converter, Furar para a Fita, Bordar para a Máquina, e Eliminar.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

740

Bordar diretamentea partir do Design Explorer ES
Use Bordar Desenhos Selecionados para enviar um desenho para bordar diretamente para a máquina. Selecione um ou mais desenhos numa pasta usando o Design Explorer ES. Você pode assim enviar para bordar em qualquer máquina de bordar ligada ao seu sistema do Designer ES.

Para bordar diretamente a partir do Design Explorer ES 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione e organize o(s) desenho(s) que vão ser bordados, usando
Organizar ou Localizar. Veja Organizar fichários e Selecionar desenhos em pastas para maiores detalhes.

3 Clique no ícone Bordar Desenhos Selecionados.
Abre-se o diálogo de Opções de Bordado.
Selecione o tipo e a formatação da máquina

4 Selecione o tipo e a formatação da máquina a partir das listas de
desenrolar. Para definir ou modificar os valores de configuração da máquina. Veja Configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos para maiores detalhes.

5 Clique OK e espere.
A janela do Gestor da Máquina ES abre-se. Consulte o Suplemento do Gestor da Máquina ES para obter mais detalhes.

Furar diretamente a partir do Design Explorer ES
Use Furar Desenhos Selecionados para perfurar um desenho diretamente na máquina de furar. Selecione um ou mais desenhos numa pasta usando o Design Explorer ES. Você pode assim enviar o desenho para ser perfurado em qualquer máquina de furar fita de papel, que esteja ligada ao sistema do Designer ES.

V8

Wilcom ES — Manual Online

741

Para furar diretamente a partir do Design Explorer ES 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione e organize o(s) desenho(s) que vão ser perfurados, usando
Organizar ou Localizar. Veja Organizar fichários e Selecionar desenhos em pastas para maiores detalhes.

3 Clique no ícone Furar Desenhos Selecionados.
Abre-se o diálogo de Opções de Perfuração.

Selecione o tipo de máquina

4 Selecione o tipo de máquina a partir das listas de desenrolar e clique OK.
Abre-se o diálogo Gestor da Fita. Veja Perfurando desenhos para a fita de papel para maiores detalhes.

Selecionar o furador de fita Selecionar o rótulo da fita Selecionar rebobinar a fita automaticamente antes de bordar Selecionar para furar em direção inversa

Converter fichários de desenho em pastas
Use Converter para converter de um tipo de fichário de desenho para outro. Você pode também converter a sua EMB e outros fichários de desenho de e para outras formatações de fichário diretamente a partir do Design Explorer ES.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

742

Ideia Você pode usar esta capacidade em conjunto com a característica Amalgamar Cor Automaticamente. A característica Amalgamar Cor Automaticamente faz a leitura de informações sobre a cor do fio para fichários CND a partir de um fichário de TXT associado, de modo que os pontos são mostrados nas cores corretas quando são convertidos para a EMB. Veja Fundir Cores em fichários Melco CND para maiores detalhes.

Para converter fichários de desenho em pastas 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione o(s) fichário(s) que deseja converter.
Veja Selecionar desenhos em pastas para maiores detalhes.

3 Clique no ícone Converter.
O diálogo Opções de Conversão abre-se.

Dê entrada à localização dos desenhos convertidos

Selecione os tipos de fichários a serem convertidos

4 Selecione os tipos de fichários para os quais deseja converter. 5 Navegue até encontrar a pasta onde deseja armazenar os desenhos
convertidos, usando o botão... e o diálogo Navegar até encontrar a Pasta.

V8

Wilcom ES — Manual Online

743

6 Clique OK para iniciar a conversão.
Os desenhos convertidos serão armazenados na pasta acima selecionada. Nota Discos de bordado devem ser formatados de acordo com as máquinas de bordar que você pretende usar ou a máquina não será capaz de ler o desenho. Selecione Fichário > Formatar Disco de Bordado para formatar o disco para a formatação necessária. Veja Formatando discos de bordado para maiores detalhes.

Imprimir e publicar desenhos
Os catálogos de desenhos existentes dentro das pastas contêm miniaturas e/ou informações sumárias. Estas podem ser enviadas para uma impressora, publicadas na sua página eletrônica na Internet ou intranet, e exportadas em formatações apropriadas para programas de folhas de cálculo e bases de dados, e para integração com terceiros em soluções de comércio eletrônico. Ideia Antes de imprimir, publicar ou exportar, organize os desenhos em grupos que lhe sejam úteis. Por exemplo, organize por Tipo ou pesquise por Cliente. Veja Organizar fichários para maiores detalhes.

Imprimir folhas de produção
Use Imprimir para imprimir folhas de produção para desenhos selecionados.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

744

Você pode imprimir folhas de produção para grupos de desenhos selecionados em pastas e incluir a miniatura de cada desenho na folha de produção. Nota Ao contrário de Imprimir Desenhos, esta opção pode proporcionar todas as informações sobre o desenho e sobre o bordado, que se encontrem disponíveis, mas usa mais papel. Veja também Imprimir catálogos de desenhos.

Para imprimir uma folha de produção 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione e organize os desenhos para serem imprimidos, usando
Organizar. Veja Organizar fichários para maiores detalhes.

3 Clique no ícone Imprimir.
Abre-se o diálogo Imprimir.

4 Selecione a impressora que deseja usar, e dê entrada ao número de
cópias de folhas de produção que deseja.

5 Para personalizar a folha de produção, clique em Opções.
Abre-se o diálogo Opções de Impressão.

6 Estabeleça as opções da folha de produção de modo a mostrarem as
informações que você deseja e na formatação que você requer.

V8

Wilcom ES — Manual Online

745

Veja Estabelecer opções de impressão para a folha de produção para maiores detalhes.

7 Clique OK quando tiver terminado; depois, certifique-se que a
configuração da sua impressora no diálogo do Windows, está correta Configurar Impressão. Nota O diálogo e a configuração disponíveis variam de impressora para impressora. Consulte o manual da impressora para obter detalhes.

8 Clique OK.

Imprimir catálogos de desenhos
Catálogos contendo os seus desenhos impressos são a ferramenta ideal para usar em vendas e marketing. Estes contêm miniaturas dos desenhos e um texto limitado sobre detalhes. Você pode preparar catálogos de todos os seus desenhos, e outros que sirvam mercados específicos, tipos de desenho, e clientes individuais.

Para imprimir um catálogo de desenhos 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione e organize os desenhos a imprimir, a partir do catálogo,
usando Organizar. Veja Organizar fichários para maiores detalhes.

3 Selecione Fichário > Imprimir Desenhos.
Abre-se o diálogo Opções de Impressão de Desenhos.

4 Altere a percentagem da Escala (%) caso deseje ver as suas miniaturas
num tamanho maior ou menor.

5 Selecione Sumário se desejar que sejam impressos os detalhes do
desenho.

6 Clique em Antevisão tal como for necessário.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

746

7 Clique em Impressora para selecionar uma impressora, o tamanho do
papel e outras opções no diálogo de Windows Imprimir para a impressora ligada ao seu PC.

8 Clique OK para imprimir o catálogo.
Ideia Se o catálogo requer mais que uma página, você pode selecionar qual a página que deseja imprimir no espaço de diálogo de Windows Imprimir.

Publicar catálogos de desenhos em bases de dados para serem vistos num navegador
Você pode converter os seus desenhos para as formatações HTML e PNG, apropriadas para serem vistas em qualquer navegador da Internet, como por exemplo Microsoft Internet Explorer. Isto permite à sua companhia publicar desenhos por toda a companhia através de uma intranet ou por todo o mundo através da Internet. Você também pode anexar catálogos a mensagens de correio eletrônico e enviá-los como exemplos dos seus desenhos.

Para publicar um catálogo de desenhos para ser visto num navegador 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione e organize os desenhos a publicar, a partir do catálogo,
usando Organizar. Veja Organizar fichários para maiores detalhes.

3 Selecione Fichário > Publicar Desenhos.
Abre-se o diálogo Opções de Publicação.

V8

Wilcom ES — Manual Online

747

4 Altere a percentagem da Escala (%) caso deseje ver as suas miniaturas
num tamanho maior ou menor.

5 Selecione o número de carreiras e o número de colunas para a saída
final, que aparecerá como uma tabela.

6 Desselecione Detalhada se não deseja ver os detalhes do desenho. 7 Tecle o nome de um fichário e a sua localização no campo Nome do
Catálogo — por ex. C:\Desenhos\Catálogos\Crests.htm — ou aceite os valores por defeito. Ideia Crie uma pasta separada para cada catálogo — a conversão do catálogo vai gerar um fichário PNG para cada miniatura de cada desenho, outro fichário PNG para cada TrueView™ de cada desenho, e um fichário HTML para cada página.

8 Clique OK para começar a converter os desenhos.
O seu navegador — por ex. Windows Internet Explorer — vai abrir automaticamente na primeira página de desenhos, quando a conversão terminar.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

748

Se o seu navegador não se abrir automaticamente: Abra o seu navegador — por ex. Windows Internet Explorer — através do botão do Windows Iniciar. Clique no campo Endereço navegue até à pasta selecionada e dê um clique duplo no primeiro fichário HTM que contém as miniaturas — por ex.: Cristas1.htm. Existirão pelo menos dois fichários HTM com nomes semelhantes — por ex. Cristas.htm, Cristas1.htm, etc. O nome do ficháriosem um número é o índice para todos os fichários HTM. O seu navegador mostrará uma ou mais miniaturas de desenhos na janela.

9 Examine o conteúdo da página.
Clique em Próxima Páginapara ver a próxima tela de miniaturas. Ideia Dê um clique duplo numa miniatura para ver o seu tamanho real em imagem TrueView™.

10 Repita a operação para ajustar o tamanho das miniaturas e a aparência
da tabela tal como for necessário.

Exportar catálogos de desenhos
Os detalhes do desenho podem ser convertidos para as formatações Tab e CSV (fichários Comma Separated Value), que são apropriadas para usar

V8

Wilcom ES — Manual Online

749

com a maioria das folhas de cálculo (spreadsheets). Para maiores detalhes, veja a documentação do programa de folhas de cálculo (spreadsheets).

Para exportar um catálogo de desenhos 1 Abra o Design Explorer ES e selecione uma pasta de desenhos.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione e organize os desenhos a publicar, a partir do catálogo,
usando Organizar. Veja Organizar fichários para maiores detalhes.

3 Selecione Fichário > Exportar Desenhos.
espaço de diálogo Exportar para Opções no menu Fichário abre-se.

4 Clique em Tabuladores ou Commas, dependendo da formatação
recomendada para o seu programa de folhas de cálculo (spreadsheets). O espaço de diálogo Guardar Como abre-se.

5 Selecione uma pasta e o nome do fichário para armazenar o fichário CSV
ou TXT.

6 Clique Guardar.
Os desenhos serão gerados e gravados na formatação selecionada.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

750

Arquivar Fichários de Desenho
O Design Explorer ES permite que você arquive e veja fichário de desenho em pastas que foram arquivadas através do popular utensílio WinZip. Este programa de software comprime os fichários num único fichário comprimido com a extensão *.ZIP. Ora isto pode ser útil para quando se enviam ou recebem vários fichários por e-mail.

Guardar fichários de desenho num único fichário comprimido
Use WinZip para arquivar desenhos selecionados num único fichário comprimido. O Design Explorer ES proporciona um atalho para se chegar ao utilitário WinZip através da barra de ferramentas.

Para gravar fichários de desenho num único fichário comprimido 1 Abra o Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione uma pasta e selecione o desenho ou desenhos que deseja
arquivar.

3 Clique no ícone WinZip ou clique com o botão direito do mouse e
selecione Criar Arquivo Zip a partir do menu que salta direto na tela. Se você selecionou um fichário de desenho, o sistema vai criar um fichário ZIP que toma o nome do desenho para si próprio. Se você selecionou mais que um fichário de desenho, o diálogo Criar Arquivo Zip se abre.

4 Escolha se deseja arquivar os fichários selecionados individualmente ou
como um fichário exclusivo. Se você clicar em Individuais, o sistema vai criar um fichário ZIP para cada desenho, tomando o nome do desenho para si próprio.

V8

Wilcom ES — Manual Online

751

Se você clicar em Um, o diálogo Guardar Como abre-se.
Escolha uma localização

Dê entrada a um nome de fichário

5 Dê entrada a um nome de fichário para o seu fichário zipado
(comprimido) e clique Guardar. Os desenhos selecionados são copiados para o fichário zip. Você pode ver esses desenhos na pasta especificada. Veja Viewing zipped designs in folders para maiores detalhes.

Extrair fichários de desenho de um arquivo zipado
O Design Explorer ES permite que você extraia fichários de desenho a partir de um arquivo zipado diretamente para a base de dados. Ora isto torna-se útil, por exemplo, se você receber desenhos zipados através de e-mail.

Para extrair fichários de desenho de um arquivo zipado 1 Abra o Design Explorer ES.
Veja Abrir o Design Explorer ES para maiores detalhes.

2 Selecione uma pasta e selecione o desenho ou desenhos que deseja
extrair.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

752

O fichário de desenho zipado aparece no organograma do diretório

desenho zipado — o nome aparece em itálico

3 Selecione o desenho individual a extrair, a partir da janela projetada ou
do fichário zipado localizado no organograma do diretório.

4 A partir do fichário zipado, selecione o(s) desenho(s) que deseja.
Para selecionar múltiplos itens, pressione e segure a tecla Ctrl à medida que os seleciona. Para selecionar uma série de itens, pressione e segure a tecla Shift à medida que os seleciona.

5 Selecione Fichário > Extrair.
O diálogo Guardar Como abre-se alertando você para que especifique a localização do fichário extraído.

Escolha uma localização

6 Escolha a localização e clique Guardar.

V8

Wilcom ES — Manual Online

753

Os desenhos são extraídos para a localização selecionada. Se você gravou esses desenhos para uma localização referenciada por uma base de dados, você pode agora vê-los. Veja Viewing design information para maiores detalhes.

V8

Capítulo 34

Design Explorer ES — Funções Avançadas

754

PARTE IX

CONFIGURAÇÃO DE HARDWARE E SOFTWARE

V8

Wilcom ES — Manual Online

755

V8

756

Capítulo 35

Configurando o Hardware

Você vai precisar conectar dispositivos periféricos para usar com o produto Designer ES. Este talvez inclua o quadro digitador, plotters, impressoras, leitores de fita de papel, furadores, cortadoras appliqué, scanners e máquinas de bordado. Dispositivos diferentes são estabelecidos de maneira diferente — alguns em Windows, através do Painel de Controle, outros dentro do Designer ES mesmo. Esta seção descreve como estabelecer os quadros de digitação, máquinas de bordado, leitores de fita de papel, furadores e scanners. Também descreve como calibrar o monitor. Nota Para instruções em como conectar o dispositivo no seu computador e configurar em Windows, veja a documentação para os dispositivosr assim como a documentação do seu Microsoft Windows.

Dispositivos periféricos estabelecer conexão
Dispositivos periféricos podem ser conectados ao seu computador através de terminais de série, terminais paralelos e um cartão de rede especializada ou uma rede ethernet. Nota Rede de área local (LANs) comunmente usa a rede ethernet para conexão das máquinas.

Estabelecer terminais de série
Usar Configurar Hardware (menu Especial ) para entrar na configuração dos terminais de série. Série PC terminais COM são conectores masculinos e podem ser 9-alfinetes ou 25-alfinetes. Eles são chamados COM1, COM2, COM3, etc. Quando você estabelece o digitador ou máquina que é conectada através de terminal de série, você precisa inserir a configuração do terminal de série em Designer

V8

Wilcom ES — Manual Online

757

ES como parte do procedimento de configuração. Veja Configurar quadros de digitação ou Configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos. O número de terminais disponíveis limita o número de dispositivos que você pode conectar. Se forem requeridos terminais adicionais, você pode adicioná-los. Cartão de múltiplos terminais seriais podem também ser usados. Consulte um técnico de PC sobre os seus requisitos. A tabela seguinte oferece configurações standard para vários dispositivos. Eles são apenas um guia. Configurações para o mesmo dispositivo podem variar de acordo com o fabricante. Confira a documentação provida com o dispositivo antes de configurar. Dispositivo Digitador Plotter Furador de Fita Leitor de Fita Máquina de Bordar Terminal COM1 COM2 COM2 COM2 COM2 Baud 9600 9600 4800 4800 9600 Aperto de mãos nenhum X ligado / X desligado X ligado / X desligado X ligado / X desligado Hardware Bits de dados 8 8 8 8 8 Bits de Paragem 1 1 1 1 1 Paridade nenhum nenhum nenhum nenhum nenhum

* O digitador aplica-se apenas para.

Nota Você precisa ser capaz de identificar os terminais no seu computador. Se você estiver com dúvidas consulte um técnico em PC.

Para inserir a configuração dos terminais de série 1 Selecionar Montagem do Hardware > Especial.
Abre-se o diálogo Montagem do Hardware.

V8

Capítulo 35

Configurando o Hardware

758

Selecionar dispositivo Clique em Valores

2 Selecione o dispositivo a partir da lista Tipo e clique em Valores.
Abre-se o diálogo <Device> Configurar.

Selecionar terminais de série

Clique em Estabelecer

3 Selecionar terminal de série a partir da lista Terminal 0. 4 Clique em Estabelecer.
Abre-se o diálogo Montagem do Terminal de Série.

Inserir as configurações dos terminais para máquinas de bordado ou selecionar dispositivo

5 Inserir a taxa Baud , Bits de dados, Bits de Paragem e Paridade e "Em
ligação" "Hand Shake"configurar por dispositivo. Nota O terminal estabelecido precisa combinar com aqueles da máquina de bordado ou dispositivos selecionados. O tipo de ligação handshaking precisa combinar com o tipo de cabo que você está usando. Checar a configuração da seção de comunicações da documentação que veio com o dispositivo.

6 Clique OK.

V8

Wilcom ES — Manual Online

759

Configurando terminais paralelos
Terminais paralelos são usados para conectar algumas máquinas de bordado. Eles são chamados LPT1, LPT2, etc. Quando você configurar a máquina, selecione o terminal paralelo e o protocolo requerido e complete o procedimento de configuração da máquina. Veja Configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos para maiores detalhes.

Configurações de Rede
Se a conexão da máquina de bordado usa a Rede Melco StarLAN com o cartão Melco StarLAN, insira as configurações da rede. Você faz isso como parte do procedimento para configurar ou modificar máquinas em Designer ES. Veja Configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos para maiores detalhes. Veja o documento Conectando Máquinas de Bordar Melco para Wilcom Designer ES software de Bordado para maiores informações. Este documento também está disponível na website da Wilcom (http://www.wilcom.com.au).

Configurações Ethernet
Usar Bordar para o Gestor de Pontos (menu Fichário ) para inserir configurações de conexão ethernet. Inserir a informação seguinte quando configurando máquinas de bordado que estão conectadas usando a rede ethernet. Veja também Configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos.

Para inserir configuração de conexão ethernet 1 Selecionar o Fichário > Bordar para o Gestor de Pontos.
Abre-se o diálogo Bordar para o Gestor de Pontos.

Selecionar a máquina

Clique em Estabelecer

2 Selecionar a máquina a partir da lista Identificação da Máquina e clicar
Configurar.

V8

Capítulo 35

Configurando o Hardware

760

Selecionar Ethernet

Selecionar máquina de bordado

Clicar Localizar

3 Selecionar Ethernet a partir da lista Terminal.
Um campo adicional, Nome de Periférico, e duas caixas de verificação aparecem no painel Conectado a.

4 A partir da lista Nome de Periférico, selecionar a máquina de bordado
que você está configurando. Se a máquina que você requereu não está na lista, clique Localizar. O sistema procura por todas a máquinas conectadas a ethernet e as adiciona à lista.

5 Selecionar Apagamento Automático para apagar fichários
automaticamente da memória da máquina depois que o bordado estiver completado.

6 Selecionar Fila de espera Automática para o desenho entrar na fila de
espera automática como o próximo a ser bordado. Desativá-lo e mandar o desenho para o final da fila de espera existente.

7 Completar a configuração da máquina como normal.
Veja Configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos para maiores detalhes.

Configurar quadros de digitação
Quadros de digitação geralmente estão conectados ao COM1 mas podem conectar-se a qualquer terminal COM de série disponível. Eles precisam ser estabelecidos em Designer ES para especificar o formato e o modo preferido de mostrar o cursor. Designer ES suporta apenas um quadro digitador por vez. Você pode selecionar formatos a partir do digitador standard ou, se o formato que você precisa não estiver disponível, defina um novo. Veja Definir e modificar formatos do quadro de digitação para maiores detalhes.

V8

Wilcom ES — Manual Online

761

Limitações do Quadro de Digitação
Designer ES V6.0 e V6.1 não podem usar as unidades compatíveis do Windows de alguns quadros de digitação — por ex. quadros de digitação GTCO e Calcomp. Versões mais recentes do WinTab não liberam o terminal COM, mesmo quando não estão sendo usadas. Isto significa Designer ES não é capaz de comunicar com o quadro de digitação. Verificar com o fabricante do quadro digitador para obter a versão do software do quadro de digitador que libera o terminal quando este não está em uso. Alternativamente, o software pode desabilitar ou não instalar o WinTab, ou usar outro terminal COM quando trabalhando com Designer ES.

Configurar quadros de digitação
Usar Montagem do Hardware (menu Especial ) para configurar quadros de digitação. Você pode configurar quadros de digitação em Designer ES para definir o formato requerido e mostrar o modo do cursor. Mostrar o modo do cursor pode ser estabelecido para Apontar para ou Corrente. Se você mudar a configuração no quadro de digitação, você também precisa mudar em Designer ES.

Modo de apontar
No modo de Apontar, o cursor na tela faz o movimento quando você mover o mouse do quadro de digitação no quadro digitador. A posição do cursor na área do desenho da janela do desenho é apenas atualizada quando você clicar o botão do mouse do quadro de digitação.

Modo Corrente
No modo Corrente, a posição do cursor é atualizada continuamente. Quando você mover o mouse do quadro de digitação, o cursor se move na tela. Nota Se você usar o modo Corrente, você precisa estabelecer o digitador para transmitir 20 pacotes de dados por segundo ou menos. A taxa baud para os quadros de digitação e terminais de série precisam ambas serem configuradas a 9600 baud. Veja Estabelecer terminais de série para maiores detalhes. Para evitar a perda de dados em alta velocidade, é importante configurar o digitador corretamemte. Se você pode apenas transmitir um máximo de 20

V8

Capítulo 35

Configurando o Hardware

762

pacotes de dados por segundo, reduza a taxa baud do digitador de 9600 baud para 2400 baud.

Para configurar quadros de digitação 1 Conectar o quadro de digitação e o mouse do quadro de digitação
usando as instruções que acompanham e executar Designer ES.

2 Selecionar Montagem do Hardware > Especial.
Abre-se o diálogo Montagem do Hardware.

Selecionar Digitador Clique em Valores

3 A partir da lista Tipo, selecionar Digitador.
Para alterar as configurações de um quadro digitador já existente, selecione, então clique em Valores. Abre-se o diálogo Configurar Digitador.

Inserir um nome

Selecionar a formatação do digitador Selecionar Apontar para ou modo de entrada Corrente Selecionar o terminal COM

Inserir a configuração dos terminais de série

4 No campo Nome, inserir um nome para o quadro de digitação. 5 No campo Comentário, inserir um comentário quando requerido. 6 A partir da lista Lista de Formatações, selecionar a formatação do
digitador requerida.

V8

Wilcom ES — Manual Online

763

Alternativamente, selecionar Deteção Automática para combinar automaticamente com o formato do digitador conectado. Nota Nem todos os digitadores podem detectar automaticamente através do produto Designer ES. Para esses quadros digitadores, você pode definir um novo formato ou modificar formatos estabelecidos já existentes. Veja Definir e modificar formatos do quadro de digitação para maiores detalhes.

7 A partir da lista Modo de Entrada, selecionar Apontar para ou Corrente.
Nota Esta configuração deve ser a mesma que a que você especificou no quadro de digitação.

8 A partir da lista Terminal, selecionar o terminal COM para o qual o
digitador é conectado.

9 Clique Configurar para inserir a configuração dos terminais de série.
Essa configurações devem ser as mesmas do que aquelas estabelecidas no quadro de digitação, ou Designer ES não será capaz de comunicar com ele. Veja Estabelecer terminais de série para maiores detalhes. Nota Se você selecionar o modo Corrente, configure Baud válido para 9600.

10 Clique OK para fechar o diálogo Montagem do digitador. 11 Clique Fechar.

Definir e modificar formatos do quadro de digitação
Se o formato do quadro de digitação que você requereu não estiver configurado em Designer ES, você pode criar um novo formato, ou modificar um formato existente para combinar com a saída do seu quadro digitador. Antes de começar, revise o documento provido com o quadro de digitação e selecione um formato de apoio. Usar a configuração especificada para criar um novo formato em Designer ES. Nota Este funcionalmente é provido para usuários avançados com conhecimento de protocolos de dados apoiados pelos seus quadros de digitação. Usar apenas se o seu quadro de digitação não aceitar nenhum dos formatos já existentes.

V8

Capítulo 35

Configurando o Hardware

764

Para definir ou modificar formatos do quadro digitador 1 Acessar o diálogo Montagem do Digitador.
Veja Configurar quadros de digitação para maiores detalhes.
Modificar um formato existente Criar um novo formato

Selecionar a formatação do digitador

2 No painel Formato :
Para modificar um formato existente, selecione o formato e clique Modificar. Para definir um novo formato, clique Novo. Abre-se o diálogo Montagem do Digitador em Formatação definida pelo Usuário.

Inserir o nome da formatação Inserir a linha da formatação para o quadro digitador Inserir a escala de digitação

3 No campo Nome da Formatação, inserir um nome para o formato novo
ou modificado.

4 No campo Linha de Formatação , inserir a linha de formatação na saída
do quadro de digitação. Obter esta informação na documentação do quadro de digitação.

5 No campo Escala, inserir a escala que você está digitando.

V8

Wilcom ES — Manual Online

765

Por exemplo, a escala 3.0 significa que o seu desenho na tela será um terço menor do que o tamanho digitado por você.

6 Clique OK.
Nota Para configurar o quadro de digitação com o formato novo ou modificado, complete o procedimento da configuração standard. Veja Para configurar quadros de digitação para maiores detalhes.

Configurar máquinas de bordar
Antes que você mande desenhos para serem bordados, você precisa configurar a máquina em Designer ES. Você pode adicionar máquinas, mudar a configuração de máquinas já configuradas, ou eleminar máquinas que não sejam mais requeridas. Designer ES proporciona significados alternativos para enviar desenhos diretamente para a máquina de bordar para serem bordados. Dependendo do suas opções de software, você pode bordar para a máquina usando ou Gestor de Pontos ou Gestor da Máquina ES. Para detalhes acerca do Gestor de Pontos, veja Bordar desenhos com o Gestor de Bordados. Gestor da Máquina ES é descrito separadamente no Suplemento Gestor da Máquina ES. Nota A sua máquina precisa ser configurada através do Gestor de Pontos se você está mandando para o Gestor de Pontos, ou Gestor da Máquina ES se mandando para o Gestor da Máquina ES.

Configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos
Usar Montagem do Hardware (menu Especial ) para configurar Máquinas de Bordar para Gestor de Pontos. Para configurar a máquina você precisa definir um nome, o terminal é juntado e o protocolo é usado. Você pode selecionar se quer fazer o descarregamento diretamente para a máquina selecionada ou para receber a confirmação da mensagem toda vez. Para cada máquina, você precisa selecionar os formatos que a máquina apoia. Você pode selecionar entre formatos standard, ou criar novos formatos se necessário. Veja Alterar Formatações de Máquina para maiores detalhes.

V8

Capítulo 35

Configurando o Hardware

766

Ideia Máquinas que apoiam resultado serial precisam ser configuradas em Gestor da Máquina ES. Para maiores detalhes veja o Suplemento.

Para configurar máquinas de bordar para Gestor de Pontos 1 Conectar a máquina de bordar usando as instruções que acompanham
e executar Designer ES. A configuração de terminais idênticos também precisa ser inserida agora em Designer ES Montagem do Hardware.

2 Selecionar Montagem do Hardware > Especial.
Abre-se o diálogo Montagem do Hardware.

Selecionar Ligação Direta à Máquina

Clique Novo para adicionar uma máquina Clique em Valores para configurações existentes na máquina

3 A partir da lista Tipo, selecionar Ligação Direta à Máquina.
Para mudar a configuração em uma máquina já existente, selecione, então clique Valores. Para adicionar uma nova máquina, clique Novo. Se nenhuma máquina estiver configurada, você está automaticamente pronto para adicionar uma nova. Abre-se o diálogo Ligação à Máquina de Bordar.

Inserir o nome da máquina

Selecionar o terminal COM e o protocolo de conexão

Inserir a congiguração dos terminais de série

4 No campo Nome, inserir um nome para a máquina.

V8

Wilcom ES — Manual Online

767

5 No campo Comentário, inserir um comentário se desejado. 6 A partir da lista Terminal, selecionar o terminal COM para o qual a
máquina é conectada. Veja também Configurações Ethernet. Ideia Para maiores informações veja Conectando Máquinas de Bordar Melco para Wilcom Designer ES software de Bordado.Este documento também está disponível na website da Wilcom http://www.wilcom.com.au.

7 A partir da lista Protocolo, selecionar o protocolo para conexão entre o
computador e a máquina de bordar. O tipo de conexão no computador será ou série standard, paralela, série convertida para paralela (série DCi), ou um cartão de interface como Melco Starlan ou cartão Ethernet. Veja a documentação fornecida com a máquina de bordar para determinar a conexão apropriada.

8 Clique Configurar para inserir a configuração dos terminais de série.
Essas configurações devem ser as mesmas do que aquelas estabelecidas na máquina de bordar, ou Designer ES não serão capazes de comunicar com ela.Veja Estabelecer terminais de série para maiores detalhes.

9 No painel Conectado a, selecionar Descarregamento Automático para
desenhos descarregados diretamente atribuidos a máquina. Desativar para confirmar antes de enviar.

10 No painel Tipo de Máquina, selecionar os formatos compatíveis a
máquina. Para fazer isso, selecionar os tipos de máquinas compatíveis na lista Disponível e clique > para movê-los para lista Para esta máquina.

Selecionar o tipo de máquina

tipos de máquinas apoiadas pela sua máquina Clique > na seta para colocar na lista Para esta máquina

Nota Valores de Formatação de Máquina podem ser adicionados ou mudados se requerido. Veja Alterar Formatações de Máquina para maiores detalhes.

V8

Capítulo 35

Configurando o Hardware

768

11 Clique OK para retornar para o diálogo Montagem do Hardware. 12 Clique Fechar.

Apagando máquinas de bordar do Gestor de Pontos
Usar Montagem do Hardware (menu Especial ) para apagar máquinas de bordar do Gestor de Pontos. Apagar máquinas de bordar da configuração do seu sistema se elas não forem mais requeridas.

Para apagar máquinas de bordar do Gestor de Pontos 1 Selecionar Configurar > Hardware.
Abre-se o diálogo Montagem do Hardware.

Selecionar Ligação Direta à Máquina Selecionar a máquina para apagar Clique Apagar para remover a máquina

2 A partir da lista Tipo, selecionar Ligação Direta à Máquina. 3 Selecionar a máquina e clicar Apagar. 4 Clique OK.
Ideia Para deletar do Gestor de Pontos, clique no ícone Elimina unidade da Máquina.

Configurar leitores de fita de papel e furadores
Usar Ler Fita de Papel (menu Fichário ) para configurar leitores de fita de papel e furadores. Configurar leitores de fita de papel e furadores a partir do produto Designer ES. Os valores que você inserir aqui são valores por defeito quando lendo e

V8

Wilcom ES — Manual Online

769

furando fitas. Formatos de fita de papel apoiados em Designer ES incluem Tajima, Barudan, Zangs, ZSK e Pfaff.

Configurar leitores de fita de papel
Para configurar leitores de fita de papel, você precisa conectá-los, selecionar o formato da máquina e inserir a configuração do terminal de série para ele.

Para configurar leitores de fita de papel 1 Conectar o leitor de fita usando as instruções que acompanham e
executar o produto Designer ES.

2 Selecionar Fichário > Ler > Fita de Papel.